Você está na página 1de 5

Bruxaria para Criança

Ninguém entra na bruxaria por acaso. Primeiro é


necessário se interessar por ela e depois descobrir o
caminho pelo qual eu posso ser um bruxo (a). Hoje, no
mundo das crianças, isso já é algo visível - desde o
vocabulário religioso até os rituais mais simples como
fazer um feitiço por meio de VODU. Lançar feitiço num
colega é comum, mesmo que seja uma simples
brincadeira, que mais tarde poderá virar realidade.
Deus pelo seu amor alerta o seu povo sobre a feitiçaria
e bruxaria, um bom exemplo é o rei Saul: começou
bem, mas terminou mal porque não deu ouvidos á Palavra
de Deus."Assim morreu Saul por causa da transgressão que
cometeu contra o Senhor, por causa da palavra do Senhor,
a qual não havia guardado; e também porque buscou a adivinhadores para
consultar. E não buscou ao Senhor, que por isso o matou e transferiu o reino a
Davi, filho de Jessé" (1ª Cr 10 v.13-14).

Poderíamos dar uma lista de passagens bíblicas que mostram claramente que
Deus abomina a feitiçaria, por isso quero que você pense na vida espiritual e
onde você quer que seu filho passe a eternidade."Mas, quanto aos tímidos, e
aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicários, e aos
feiticeiros, e aos idolatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago
que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte"(Ap 21 v. 8).

Pais estão sendo levados a fechar os olhos para a semeadura da fantasia. Em


uma das matérias o "Suplemento Diarinho do jornal do Grande ABC", de
10/08/03, nº 1621, dirigido para o público infantil, trazia o título"Quando os
filhos se sentem pais". O depoimento de um pai chama a atenção após definir
seu filho como muito inteligente: "Com ele aprendi coisas que não imaginava,
como as raças dos personagens utilizados no RPG, como vampiros, demônios,
elfos. Parece que estou no filme de Harry Potter". Ainda no mesmo
depoimento, o pai dizia que comprou até uma espada para entrar no clima do
jogo.

REVISTAS ESPECIALIZADAS EM BRUXARIA PARA CRIANÇAS

Depois do 'carro-chefe' Harry Potter, a bruxaria teve um crescimento no meio


das crianças e até mesmo no meio pedagógico, em vista que muitas
professoras têm orientado seus alunos a lerem os livros do pequeno Bruxo. O
caderno ZH, do jornal ZERO HORA, de 02/06/03, traz uma matéria com o
título"As bruxas andam soltas na educação", provando que o tema tem sido
tão sedutor, que já virou tese de doutorado de uma socióloga da
Universidade Federal do Rio Grande do Sul-UFGRS, baseando-se no
poder de encantamento das bruxas.

Nas bancas de jornais qualquer criança pode ter acesso a revistas


especializadas em bruxaria, uma delas que está fazendo o maior sucesso é a
WÍTCH, publicada pela Disney em vários países.

Ela chegou ao Brasil com o objetivo de ser a"melhor amiga das meninas". O
próprio site da editora Abril, que comercializa a revista, define que a revista
pretende ajudá-las a viver esse período da vida mais preparadas, confiantes e
capazes de superar as dificuldades comuns da fase da adolescência. Trazer
matérias como astrologia, esoterismo, rituais do mês, seria preparar
adolescentes de 9 a 13 anos para a vida? Este é o perfil dos leitores da Witch.
A matéria"Pactos - O Poder e a Inconsciência", da revista Sexto Sentido, ano
3, nº 36, tem uma definição que pode fazer alguns pais pensarem antes de
colocar a revista Witch nas mãos de suas crianças."Para ser um bruxo, a
pessoa precisa ter a bruxaria como propósito de alma, já que é um caminho
sem volta. Significa não ser movido por uma necessidade urgente de
momento, o que não quer dizer que um bruxo não possa ter as suas
necessidades e problemas". A revista Witch tem ensinado às meninas o que a
Bíblia diz para ficarmos longe. Essa revista em seus 'rituais do mês', tem
levado a criança a ter contato com magias e encantamentos. O 'ritual do mês'
de novembro de 2002 enfocava o uso do incenso, uma prática religiosa, onde
os indianos acreditam que cada incenso reúne energias e contém as forças do
elemento terra e que seu cheiro e sua fumaça são meios de falar com os
deuses. O ritual chamado "Fumaça Mágica" tem o objetivo de levar uma
resposta à garota nas suas decisões importantes. Veja o texto colocado como
dica: "O incenso pode ajudar você a tomar decisões importantes, sabia?
Imagine que você está a fim de um garoto e não sabe o que fazer. Daí é só
pegar um pedaço de papel e escrever nas quatros bordas opções de coisas que
você poderia fazer para se aproximar dele como ligar, mandar um e-mail ou
um bilhete, esperar ele vir até você ou pedir para uma amiga falar com ele.
Coloque seu incensário em cima do papel e acenda
o incenso. A direção que a fumaça tomar vai
indicar o que você deve fazer". Qual é a menina
que no período da adolescência não fica gostando
de um garoto? Além destas informações, na
compra da revista vem o incensário e o incenso.
Existem ainda dicas de qual hora é boa para
acender o incenso, o que ele pode trazer como
bons fluidos e bons sonhos. Esta é uma revista
totalmente dedicada às meninas, com intuito claro
de levar o conhecimento de práticas de bruxaria, sabendo que
esta tem sido uma religião matriarcal.

Marília de Abreu e Antonia Maria de Lima fazem parte da WICCA CIA DAS
BRUXAS, um coven que se destina ao ensino e práticas dentro da bruxaria,
elas puderam dar a definição de magia na revista Sexto Sentido nº 36:
"Lembrem que, em magia, tudo tem um preço e conseqüência; mesmo um ato
aparentemente inofensivo como consultar uma tábua de ouija, ou outros ritos
que se encontram com facilidade em livros, podem ter efeitos danosos à sua
evolução".

VODU CONTRA QUEM QUISER

Isso mesmo, a criança pode ter uma iniciação em uma religião que também é
politeísta. Mais uma vez a criança descobre que jogar um feitiço no outro para
obter um resultado esperado, não é tão ruim assim. Dentre muitas lojas de
esoterismo, entrei em uma delas quando do lado de fora pude ver
bonequinhos (as) sendo vendidos por R$10,00 e que tinham o título bem
grande "VOODU - professor". A embalagem ainda traz a informação que
existem bonequinhos para fazer o VOODU para irmã, irmãos, nora, SOGRA,
pai, mãe, chefe, companheiro de trabalho e cunhado(a). Tem de tudo quanto é
gosto e o que mais sai você já sabe. O pacotinho contém o bonequinho, uma
plaquinha para colocar o nome da pessoa, as fitas para amarrar o boneco
conforme a necessidade e as informações necessárias de como proceder
conforme a situação. Tudo muito bem explicado para que qualquer criança
entenda. Veja as situações que são colocadas: "Para o vodu representar seu
professor, proceda da seguinte maneira. Escreva o nome dele no papel,
enrole-o e amarre-o na mão esquerda do VOODU. Assim tudo o que você fizer
para o VOODU, afetará a pessoa representada.

Conforme o comportamento do seu professor, proceda da seguinte maneira:

Se seu professor te dar bronca na frente de todo mundo, amarre a fita


verde em volta da boca do seu Voodu. Assim, ele pensará melhor antes de te
dar uma bronca da próxima vez. q Se seu professor não deixar você sair
mais cedo da aula, enforque o Voodu com a fita verde, assim ele deixará
você entrar e sair da sala a hora em que você desejar.

q Se seu professor te mandar para a diretoria, amarre a fita em volta da


perna direita do Voodu e pendure-o, assim ele vai parar de pegar em seu pé".

Estas informações estão dentro do "Kit Voodu" e existem mais situações de


como agir. Depois de fazer inúmeras recomendações de como usá-lo, no
ultimo parágrafo o fabricante avisa que é uma brincadeira ironizando o
personagem do professor. "Lembre-se, tudo não passa de uma grande
brincadeira. Por isso, você também pode dar o Voodu de presente para o seu
professor com um bilhete escrito que você o 'adora'".

No entanto, esta é uma brincadeira muito perigosa, porque o Vodu é um


boneco que representa uma pessoa, à qual é dirigida o encantamento. O que
mais chama a atenção é que no VOODU a representação se baseia na lei da
similaridade, o boneco representa a pessoa a ser dirigida uma magia para
obter o resultado esperado, anulando a ação de uma pessoa, esperando a
reação invocada. Em um dos comerciais de TV, o Voodu já está presente, uma
garota faz Voodu para o seu namorado ou ex-namorado.

Vodu não é brincadeira de criança. Por mais que alguns dizem que cabe ao
manipulador do boneco utilizar corretamente o poder do Voodu, qualquer
criança que detesta o seu professor vai usar as informações para obter os seus
objetivos. No Voodu verdadeiro o boneco necessita ter corpo (tronco, membros
e cabeça) e o que mais me chama a atenção é que ele precisa ter a
representação sexual. Nos bonecos masculinos é necessário o pênis e na
mulher os seios; os que estão chegando às crianças não possuem os órgãos
genitais, mas são definidos claramente se é masculino ou feminino. Você não
compra um boneco e escolhe a quem ele vai representar, ele possui um
direcionamento - professor, professora, irmão ou irmã etc...

No ano de 1959, o diretor de uma escola primária no Alabama/EUA, pediu


demissão de seu cargo quando recebeu queixas de que a escola estava
ensinando práticas Vodu. Em 1962, uma mulher assassinou o marido em
Fênix, no Arizona/EUA, enquanto estava "sob encanto do Vodu". A revista
"NEWSWEEK" trouxe a seguinte notícia: "Os artigos do dia incluem sangue de
morcego, pó de cemitério para afastar mau-olhado, velas queimadas para dar
fim nos inimigos. O local onde esses artigos eram vendidos não eram posto
perdido no meio da selva africana, mas em uma banca do bairro do HARLÉM,
na cidade de Nova York. Alarmada com a venda pública e próspera dos objetos
VOODUS, a prefeitura de Nova York decidiu fechar todos os pontos desse
comércio". A prática do Vodu é feitiçaria e bruxaria pura.

DESENHOS E FILMES DEDICADOS A BRUXARIA

Infelizmente a sociedade tem recebido informações totalmente deturpadas


sobre o que é ser um bruxo e uma bruxa. Como Harry Potter tem sido o carro-
chefe, muitas crianças têm sido levadas a pensar que a bruxaria é algo bom.
Hoje, em alguns programas infantis existem os desenhos que ensinam
encantamentos. Sabrina Aprendiz de Feiticeira é um dos seriados que está
sendo exibido no período da tarde; o que dói no coração é que ele faz parte da
programação de um canal conhecido como evangélico. De dia carrega para a
noite descarregar! Não quero estar na pele de algumas pessoas que se
escondem atrás do trabalho, para realizar o que a palavra de Deus diz para
não fazer, ainda mais quando estes são líderes de grupos religiosos.

"O meu povo foi destruído, porque lhe faltou conhecimento, porque tu
rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas
sacerdote diante de mim, e visto que te esqueceste da lei do teu Deus,
também eu me esquecerei de teus filhos. Como se multiplicaram, assim
pecaram contra mim; eu mudarei a sua honra em vergonha. Comem da oferta
pelo pecado do meu povo, e pela transgressão dele tem desejo ardente. Por
isso como é o povo assim será o sacerdote, e castigá-lo-ei segundo os seus
caminhos e dar-lhe-ei a recompensa das suas obras. Comerão, mas não se
fartarão; entregar-se-ão à luxuria, mas não se multiplicarão; porque deixaram
de atentar ao Senhor. A luxuria, e o vinho, e o mosto tiram o coração. O meu
povo consulta a sua madeira, e a sua vara lhe responde, porque o espírito da
luxuria os engana, e prostituem-se apartando-se da SUJEIÇÃO DO SEU DEUS"
(Os 4 v. 6- 12). É triste que o dinheiro e a audiência tem sido um motivo de
prostituição para muitos filhos de Deus que possuem um canal de comunicação
Hoje Dragon-ball, Yu-Gi-Oh, Slayer são os desenhos mais assistidos do público
infantil, pois a busca do poder e o duelo tem sido as armas usadas para
alcançar o objetivo, o mal e o bem sempre serão um ponto de partida de
qualquer história, a princesa contra a bruxa, o príncipe contra o cavaleiro
negro, mas o que vemos nos desenhos é o mal contra o próprio mal.

Devemos analisar as programações que as crianças assistem, o bruxo, o


feiticeiro, até mesmo o próprio diabo tem sido personagem em um dos
desenhos que para mim traz uma mensagem para os pais pensarem. O
desenho é A VACA E O FRANGO, uma vaca e um frango filhos de pais normais,
estes pais tem como objetivo de apóia-los mesmo quando os seus atos são
errados. O que impressiona é que seus pais nunca aparecem totalmente, estão
sempre da cabeça para baixo, e quem toma conta dos garotos, a Vaca e o
Frango, é um DEMONIO, literalmente o demônio; de vez em quando ele leva
os dois para o inferno e é ele que dá dicas e opiniões para a vida de cada um.
Se percebemos a mensagem subliminar que este desenho traz é que "os pais
estão sem cabeça para criar os seus filhos e eles são ensinados pelo mundo ou
pelo príncipe deste mundo, o DIABO. Analise o que a sociedade chama de
Frango um menino e de Vaca a menina ?

COMO DEVO ANALISAR O DESENHO OU A FANTASIA?

A Bíblia é um livro completo e tem resposta para tudo, até mesmo analisar a
fantasia para a criança. Quero que você pense nas palavras do profeta Isaias
no cap.5 v.20: "Ai daqueles que ao mal chamam bem, e ao bem chamam mal;
que fazem das trevas luz, e da luz trevas, e fazem do amargo doce e do doce
amargo".

Este é um dos princípios que podemos analisar um desenho ou qualquer


fantasia, se dermos ao nosso filho essas definições do bem e do mal, a criança
sempre terá em seu coração um conceito, mesmo que seja o mais simples. O
que devemos fazer é levar a criança no caminho em que ela deve andar (Pv 22
v.6). Mostre a ela quem é o feiticeiro, bruxo, duende, bruxa dentro do princípio
que será para ele luz para o seu caminho (Sl 119 v.105) para o resto de sua
vida.

Se mostrar como Deus analisa os personagens, mesmo sendo uma fantasia,


ele saberá escolher a sua programação. Não podemos chamar o bem de mal e
o mal de bem, não podemos chamar o garoto bruxo de bonzinho porque,
mesmo que suas atitudes são para ajudar uma outra pessoa, ele age de modo
contrário à Bíblia. O traficante mesmo que ajude a comunidade e suprir as
suas necessidades, ele ainda age contra a lei - rouba, vende drogas para obter
o seu sucesso. Da mesma forma é o Bruxo, ele busca invocar demônios ou
espíritos da natureza para obter o seu sucesso, mesmo que a sua atitude seja
para ajudar alguém. Não podemos nunca deixar de lado a definição de Deus,
nunca podemos ser sábios aos nossos próprios olhos. "Ai daqueles que são
sábios a seus próprios olhos, e prudentes de si mesmos" (Is 5 v.21). O seu fim
será como? "Por isso como a língua de fogo consome a palha, e o restolho se
desfaz pela chama, assim será a sua raiz como podridão, e a sua flor se
esvaecerá como pó; porquanto rejeitaram a lei do Senhor dos Exércitos e
desprezaram a palavra do Santo de Israel" (Is 5 v.24).

Quero lembrar que estes conselhos de não se misturarem com feitiçaria e com
pessoas e povos que fazem destas práticas algo comum, foi dado para o
homem mais sábio do mundo que continha sabedoria como areia da praia, e
que no mundo não houve e nunca haverá homem mais sábio que ele,
Salomão. Ele se fez sábio aos seus próprios olhos e se misturou com os povos
que Deus, por várias vezes, disse para não se misturar. Salomão amou as
mulheres destes povos e imaginava que nunca iria se contaminar com as suas
práticas religiosas, mas confiou na sua força, ele que conhecia o Deus de seu
pai, mas com a convivência com elas, o seu coração foi pervertido pelas
mulheres e Salomão se corrompeu, foi contaminado com as práticas de
feitiçaria e chegou até mesmo edificar altares aos ídolos Quemós, Moloque. A
pergunta é clara: - Não confie na sua sabedoria para educar o seu filho,
porque se Salomão que tinha sabedoria como a areia da praia se contaminou,
imagine uma criança que está em processo de formação de caráter e valores
éticos e morais, estando em contato com feiticeiros, bruxos e demônios? Será
que ela não pode se contaminar e amanhã procurar um caminho que você não
quer?

Pr. Alexandre Farias é Consultor Teológico do Instituto Cristão de Pesquisa é


Pastor, Palestrante e Conferencista, ministra estudos sobre seitas e heresias,
autor da Apostila Bruxaria para crianças - Realidade ou fantasia?
Contato: restauravida@uol.com.br

Artigos por e-mail

Clique aqui para ler os e-mail


de bruxos e simpatizantes à
Bruxaria com a resposta do
Pastor Alexandre Farias

© Abrindo a Visão 1997-2003 - Todos os direitos reservados