Você está na página 1de 23

Ficha de revisão 1

Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

1. Complete, com um dos símbolos  ou  , de modo a obter afirmações verdadeiras.

1 23 2 4 1
  ........  : ........
1.1. 4 20 5 1.2. 5 5
2 2
2  1  1 
 22 ........    :     5........
1.3. 3 1.4.  7   14 

2. Considere os conjuntos A, B, C e D.

A   2 , 3 , 5 , 8 , 11 B   1, 3 , 7 , 10

C   3 , 5 , 9 , 10 D   1, 3 , 7 , 8

Defina os conjuntos:

2.1. A  B 2.2. A  B

2.3. B  C 2.4. B  D

2.5.  A  B C 2.6.
A   B C

3. Resolva, em  , cada uma das equações do 1.º grau.

1 1
2   5  x   2  1  2x   0
3.1. 3 3.2. 5

5 1 x  2  4x 1 x
   2   x 3 
3.3. 3 3  2  3.4. 3 2

2 1 x 
     3
x  3  2  x   4  1  x  3 52 
3.5. 3.6.

4. Classifique em  ,  ,  e  cada uma das equações. Justifique as respostas.

1
x
6 5  26 2 1
  2  x  x 
4
4.1. 2 5 4.2. 3 3 3

 7
3 x  2   x  
4.3. x  3  x 4.4.  2
Ficha de revisão 1

5. Classifique, em  , cada uma das condições.


Justifique as respostas.

4  x  1 6  12 x  0
5.1. 5.2.

2x  0
5.3. 2 x  0 5.4.

2x  0
5.6. x  0
2
5.5.

6. Resolva, em  , cada uma das inequações.

x 1 x 1
 0
6.1. 5 2

x 3
  1   1  x 
6.2. 2

4x 1

6.3. 3 6

1
x
x
0  1 2 
6.4. 3 2

7. Resolva, em  , cada uma das equações do 2.º grau.

7.1. 3x  x
2

7.2. 2x  16
2

7.3. 3 x  2 x  1
2

 x
 
4 x 2  1  2  2  
 3
7.4.

7.5. 3 x  2 x  1
2

 x  2
2   x    0
7.6.  3  3

 2x  3   3  x  3 
2
7.7.

7.8.  3 x  1  3 x  1  17
Miniteste 1 (20 min)
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

1. Considere as expressões.
(A) : Portugal é um país europeu.
(B) : 4 + 2 = 3
(C) : π + 2
(D) : O Sul de Portugal é mais bonito que o Norte de Portugal.
(E) : Azul
Indique as que são proposições.

2. Indique o valor lógico de cada uma das proposições.


a : O número 27 é par.
b : O número 1 é primo.
c : O menor quadrado perfeito maior que 100 é 121.

d: 17 está compreendida entre 4 e 5.

e : O Sol é uma estrela.


f : A cidade de Guimarães fica situada no Norte de Portugal.
g : Portugal foi fundado no século XII.
h : O oceano Pacífico é o maior de todos os oceanos.
i : Luís Vaz de Camões escreveu Os Maias.

3. Considere as proposições.
p : Um triângulo equilátero tem os três ângulos internos obtusos.
q : Um polígono com nove lados chama-se eneágono.
r : O cubo é um poliedro convexo regular.

3.1. Indique o valor lógico de cada uma das proposições.

3.2. Utilizando duas das proposições dadas e o símbolo  , escreva uma proposição:
3.2.1. verdadeira;
3.2.2. falsa.
Questão-aula 1
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

Item de seleção
1. Considere a proposição.
O quadrado de qualquer número real é um número real positivo.
Qual das seguintes proposições é equivalente à proposição dada?

(A) 3 é um número irracional.

(B) A soma dos três menores números primos é 10.

(C) 9  4  13

3 1

(D) 6 3

Item de construção
2. Considere as proposições.
p : Uma pirâmide pentagonal tem 5 faces.
q : Um prisma hexagonal tem 12 arestas.
r : Uma pirâmide triangular tem 4 vértices.
s : A esfera é um poliedro.

2.1. Indique o valor lógico de cada uma das proposições dadas.

2.2. Utilizando duas das proposições dadas e o símbolo  , escreva uma proposição:
2.2.1. verdadeira (indique todos os casos possíveis);
2.2.2. falsa (indique todos os casos possíveis).
Miniteste 2 (20 min)
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

1. Indique o valor lógico da negação de cada uma das proposições.

1.1. A soma das amplitudes dos ângulos internos de qualquer triângulo é 180º.

1 1

1.2. 6 5

 a  b
2
 a2  b2
1.3.
2
x x2
  
1.4.  2  2

1.5. O comprimento da diagonal de um quadrado tem o dobro do comprimento do seu lado.

2. Considere as proposições:
p : 17 é um número primo
q : –3 é um número natural
2.1. Escreva em linguagem simbólica cada uma das proposições.
2.1.1. 17 é um número primo e –3 é um número natural.
2.1.2. Se –3 é um número natural, então 17 não é um número primo.
2.1.3. –3 é um número natural se e somente se 17 é um número primo.
2.1.4. 17 não é um número primo ou –3 não é um número natural.
2.2. Indique o valor lógico das proposições p e q, assim como das indicadas em 2.1..

3. Considere as proposições p e q tais que p é verdadeira e p  q é falsa.


Indique o valor lógico de cada uma das proposições:

3.1. ~ q

3.2. ~ p  q

3.3. p ~ q

3.4. ~ p  q
Questão-aula 2
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

Item de seleção
1. Das seguintes proposições, apenas uma é verdadeira. Identifique-a.

(A) Se zero é um número real não positivo, então 2 não é um número primo.

1 2
   e 32  9
(B) 3 5

1
 1 ou 4  2  5
(C) 5

2 não é um número irracional se e somente se 2   2  .


2 2
(D)

Item de construção
2. Considere as proposições.
a : 7 é um número racional.
b: 7 7
c : 2   3

2.1. Indique o valor lógico de cada uma das proposições dadas.


2.2. Escreva em linguagem natural cada uma das proposições e indique o respetivo valor
lógico.

2.2.1. ~ a  b

2.2.2. a ~ b

2.2.3. ~ a  c

2.2.4. ~ c  b
Miniteste 3 (20 min)
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

1. Considere as proposições.
a : Paris é uma cidade francesa.
b : Rio de Janeiro é a capital do Brasil.
c : Roma é a capital da Áustria.
d : Barcelona fica situada no nordeste de Espanha.
1.1. Indique o valor lógico de cada uma das proposições.
1.2. Determine o valor lógico das proposições.

1.2.1. a  ~ b

~  a ~ b 
1.2.2.

~  ~ a  b
1.2.3.

1.2.4. c ~ d

~  d ~ c
1.2.5.

2. Considere as proposições p e q tais que p ~ q é uma proposição falsa.


Indique o valor lógico de cada uma das proposições.

~  p ~ q 
2.1.

~  p ~ q   q 
2.2.

3. Identifique as operações lógicas e as proposições elementares envolvidas na proposição


seguinte e escreva-a em linguagem simbólica, como no exemplo apresentado.
Se nem 100 é um número racional nem π é um número irracional,
então 100π é um número real.
2 2
 1  1
3  4
Exemplo: A proposição “3 < 4 se e somente se 3 2
 4 2
ou     ” pode traduzir-se, simbolicamente, por

2 2
 1  1
a : 3  4 , b : 32  42 e c :     
a  b  c , sendo as proposições elementares 3  4 .
Questão-aula 3
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

Item de seleção
 p  q 
1. Das proposições seguintes, identifique a que é equivalente à proposição , sendo:

p : O menor número inteiro pertencente a


 3 ,   é o 3.

 5 , 2 
q : O maior número inteiro pertencente a   é o 6.

~  ~ p ~ q 
(A)

~  p  q
(B)

~  p ~ q 
(C)

~  p ~ q 
(D)

Item de construção
2. Considere as proposições.
a : 3 é divisor de 12.
b : 8 é múltiplo de 4.
c : 4 não é divisor de 18.
2.1. Aplique as leis de De Morgan e escreva cada uma das proposições obtidas em linguagem
natural.

~  a  b
2.1.1.
~  b ~ c 
2.1.2.

2.2. Escreva a proposição em linguagem simbólica.


3 não é divisor de 12 quando 8 é múltiplo de 4,
a menos que 4 seja divisor de 18.
Miniteste 4 (20 min)
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

1. Considere as proposições p e q.
Verifique, utilizando tabelas de verdade, que:

1.1. p  q  ~ q ~ p

1.2. q  p  ~ p ~ q

2. Utilizando as propriedades das operações lógicas, simplifique cada uma das proposições:

b   a ~ b  ~  ~ a  b  b
2.1. 2.2.

~  a  b    ~ a  b    a ~ b   a
2.3. 2.4.

3. Dadas as proposições p e q, a disjunção p  q designa-se por disjunção exclusiva e é


verdadeira quando e apenas quando p e q têm valores lógicos distintos.

Prove, utilizando tabelas de verdade, que  p ~ q    ~ p  q   p  q .

Questão-aula 4
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

Item de seleção
1. Considere a proposição a  b .

Admita que a  p ~ q e b  p  q .

Qual das seguintes opções é a contrarrecíproca da proposição a  b ?

(A) p (B)  p  q    p ~ q 
Teste de avaliação 1

(C) q (D)   p q     p  q 

Item de construção
a   ~ a  b    ~ a
2. Considere a proposição  .
Prove que a proposição é falsa independentemente do valor lógico de a e de b.
Miniteste 5 (20 min)
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

 1 7 
A   5 ,  , 2 , ,  
1. Considere o conjunto  2 3 .

1.1. Escreva em linguagem simbólica cada uma das proposições.


1.1.1. Todo o elemento de A é um número racional.
1.1.2. Há pelo menos um elemento de A que é um número não racional.
1.1.3. Qualquer elemento de A é um número real.
1.2. Traduza para linguagem natural cada uma das proposições e indique o seu valor lógico.

1.2.1. x  A : x  5  0
2

1.2.2. x  A , x    0

2. Considere as condições:

a : x 2  1 b : x 2  1 c : x2  1 d : x2  1

2.1. Para cada uma das condições dadas, indique se é universal, possível ou impossível em  .

2.2. Classifique as seguintes condições, definidas em  , em universais, possíveis ou


impossíveis.

2.2.1. x  1  x  1
2 2

2.2.2. x  1  x  1
2 2

2.2.3. x  1  x  1
2 2

2.2.4. x  1  x  1
2 2

3. Classifique cada uma das condições.

3.1. x  1  x  

3.2. x  1  x  

x 1  x
3.3.

x  0  x
3.4.

3.5. x    x  
Questão-aula 5
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

Item de seleção

1. Qual das proposições é verdadeira?

(A) x  : 2x  1  0

(B) x   , x 1

(C) x   : 1000 x  x

(D) x   ,  x  0

Item de construção
2. Seja D o conjunto de todos os divisores de 72.
Escreva em linguagem natural cada uma das proposições e indique o seu valor lógico.

2.1. x  D : x é primo

2.2. x  D , x é múltiplo de 3

2.3. x  D : x é múltiplo de 5

2.4. x  D , x  1
Miniteste 6 (20 min)
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

1. Escreva uma afirmação equivalente à negação de cada uma das proposições, utilizando as
segundas leis De Morgan.
1.1. Não é verdade que o Rui estude ou vá ao cinema.
1.2. Não é verdade que o Rui jogue futebol e seja bom aluno.
1.3. Existe um aluno na minha escola que não estuda.
1.4. Todos os alunos da minha escola estão a estudar.

2. Considere a proposição x   , 2 x  0  x  2 .
2.1. Indique o valor lógico da proposição dada.
2.2. Escreva a negação da proposição dada sem utilizar o símbolo ~.

3. Utilize um contraexemplo para mostrar que é falsa a proposição:


Todos os quadriláteros convexos com os lados geometricamente iguais
têm as diagonais com o mesmo comprimento.

Item de seleção
Questão-aula 6
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

1. Considere a proposição: “Se um aluno estuda, então é aprovado no exame.”


Qual das proposições é a negação da proposição dada?
(A) O aluno estuda e é aprovado no exame.
(B) O aluno estuda ou não é aprovado no exame.
(C) O aluno estuda e não é aprovado no exame.
(D) O aluno estuda ou é aprovado no exame.

Item de construção
2. Determine, para cada caso, a negação das proposições, sem utilizar o símbolo ~.

2.1. x   , x  1
2
2.2. x   : x  1

2.3. x  A : x é par  x  2 2.4. x  B , x  1  x  3


Miniteste 7 (20 min)
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

1. Considere os conjuntos.

A   x   :  2 x  10 
B  x   : 6x  x 2  
C  x:  2  x
2
4 
Defina, sob a forma de intervalo ou união de intervalos disjuntos, os subconjuntos de  .

1.1. A  C 1.2.  B C \ A 1.3.


A \  B C
1.4.
A\B

2. Indique se, para qualquer concretização de variáveis no conjunto U, se obtém, das seguintes
condições, implicações verdadeiras e escreva as respetivas contrarrecíprocas.

 x é par  U   x  3  x  8  U  
2.1. x é múltiplo de 8 2.2.
2.3. Se um triângulo tem um ângulo interno obtuso, então não é equilátero (U é o conjunto dos
triângulos de um dado plano).
2.4. Se um losango tem as diagonais perpendiculares, então é um quadrado (U é o conjunto
dos losangos de um dado plano).

Questão-aula 7
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

 1 
A  x   : é um número real
3. Considere os conjuntos  x  e B   x   : x  0 .

Mostre que A = B.

Item de seleção
1. Considere a proposição: “Trabalhar é condição necessária para ter dinheiro.”
Qual das proposições corresponde à negação da proposição p?
(A) Se tem dinheiro, então trabalha. (B) Tem dinheiro e não trabalha.
(C) Se não trabalha, então tem dinheiro. (D) Não tem dinheiro ou não trabalha.

Item de construção
Teste 5 – 20 minutos

2. Considere os conjuntos de números reais.


 1 2x 
A  x   :   1  5
 3 3  , B   x   : 4  4 x e C   x   :  x  3  x  6  
Defina, sob a forma de intervalo ou união de intervalos disjuntos, cada um dos conjuntos
dados e, em seguida, estabeleça uma relação de inclusão entre eles.
Ficha de preparação para o teste de avaliação 1
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

p   p  q    p ~ q  
1. Mostre, sem recorrer a tabelas de verdade, que a proposição é
verdadeira independentemente do valor lógico de p e de q.

2. Considere as proposições.

p : O Fernando é picheleiro. q : O Fernando é pintor. r : O Fernando é médico.

Sabe-se que a proposição  p  q   q  r    ~ r  é verdadeira.

Qual é a profissão do Fernando?

3. Defina, em extensão, cada um dos conjuntos.

3.1.
A   x   : 2 x  1  15
3.2.

B  x   : x 2  1 
C   x  A : x  3
3.3.

A   1, 2 , 3 , 4 , 5 , 6 , 7 , 8 , 9 , 10
4. Considere o conjunto .

Determine, justificando, o valor lógico de cada uma das proposições.

4.1. x  A , 4  x  14 4.2. x  A : 15  x  14

1 1
x  A , 
4.4. x  A :  x  2
3
4.3. x 14

5. Classifique cada uma das condições que se seguem, no universo U considerado.

5.1.
2n  2  n  n  U   5.2.
2x  4  0  x 0  U  

5.3.
2x  1  0  x 2  0  U   5.4.
1  x 2  0  3x  x 2  U  

5.5.
8  x2  0  x2  0  U  

6. Traduza em linguagem natural cada uma das proposições e indique o seu valor lógico.

x   1, 9 , 12 , 21 : x é primo
6.2. x   : x  0  x  0
2
6.1.
Ficha de preparação para o teste 1


6.3. x   ,  x  x 6.4. x  , 2 x  2 x

7. Identifique as proposições elementares e as operações lógicas envolvidas na proposição


seguinte e escreva-a em linguagem simbólica.

Ser múltiplo de 15 é condição necessária para que seja múltiplo de 3 e ímpar.

8. Considere os conjuntos.

A   x  : x  9 B   x   :  x  80   C   x  :  12  x  77

8.1. Quantos elementos têm cada um dos conjuntos dados?

8.2. Defina em extensão cada um dos conjuntos.

8.2.1. C \ B 8.2.2. A \ B 8.2.3. A  C

9. Mostre que a afirmação é falsa, apresentando em contraexemplo.

A raiz quadrada do quadrado de qualquer número real é um número real positivo.


Teste de avaliação 1 (90 min)
Nome da Escola Ano letivo 20 /20 Matemática A | 10.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor / /20

1. Considere a proposição  p  q    p q  .


Qual das seguintes proposições é equivalente à proposição dada?

(A) p (B) q (C) q (D) p

2. Qual das proposições seguintes é falsa?

(A) x , x é um quadrado  x é um retângulo

(B) x , x é um quadrado  x é um losango

(C) x , x é um trapézio  x tem os lados paralelos dois a dois

(D) x , x tem dois lados paralelos  x é trapézio

3. Considere a proposição p:

p : x   , x  2  x 2  4

Qual das proposições seguintes é a negação da contrarrecíproca da proposição p?

(A) x   , x  2  x  4 (B) x   : x  4  x  2
2 2

(C) x   : x  4  x  2 (D) x   , x  2  x  4
2 2

4. Considere os conjuntos:

A   1, 3 , 5 , 7 B   2 , 3 , 4 , 6 , 7 C   3 , 5 , 6 , 8 , 10

Qual das proposições seguintes é verdadeira?

(A)  A  B  \  A  C    5 (B)  B  C  \  A  C    7

(C)  A  C  \  A  B    5 (D)  A \ B  \  B  C    1

5. Qual dos conjuntos tem uma infinidade de elementos?

(A)
 n :  1 n 2
 n (B) x: x    1  x  x

(C)
x: x    x  2
(D)
x: x    x2  x 
Teste de avaliação 1 (90 min)

6. Considere as proposições.

p : Há números inteiros entre 5 e 10 .

q : Qualquer número real é pelo menos igual ao seu dobro.


r : Há números racionais não negativos.

6.1. Escreva cada uma das proposições em linguagem simbólica.


6.2. Escreva, sem utilizar o símbolo ~, a negação de cada uma das proposições e indique o
seu valor lógico.

7. Considere as proposições:
a : O António não comeu peixe.
b : O António comeu ovos.
c : O António comeu carne.

 a  b   c
Sabendo que a proposição é verdadeira, diga o que o António comeu.

8. Considere os subconjuntos de números naturais:

P   x   : 6  x  20

A   x  P : x é par

B   x  P : x é divisor de 48

C   x  P : x é múltiplo de 5

Defina em extensão cada um dos conjuntos.


8.1. P 8.2. A 8.3. B

8.4. C 8.5. B \ A 8.6. P \ C

9. Sejam p e q duas proposições.


9.1. Mostre, recorrendo a uma tabela de verdade, que:

 p  q    p  q    q  p

9.2. Determine a negação de  3  4  7   4  8 .

10. Demonstre por contrarrecíproco que, sendo m e n números naturais, se m  n é par, então
2 2

m – n é par.
Soluções

Ficha de revisão 1
S   0, 3 
S  2 2 , 2 2 
1.1.  1.2.  1.3.  1.4.  7.1. 7.2.
2.1. {1, 2, 3, 5, 7, 8, 10, 11} 2.2. {3}  1   1
S   , 1 S  0, 
2.3. {1 , 3 , 5 , 7 , 9 , 10} 2.4. {3, 7} 7.3.  3  7.4.  6
2.5. {3, 5, 9, 10} 2.6. {3, 5} 2 
S   , 6
10  9  7.5. S   7.6. 3 
S  S 
3.1. 3 3.2.  20   9
S  0, 
 14   17  7.7.  4 7.8. S  
S    S   
3.3.  5 3.4.  5 Miniteste 1
1. (A) e (B)
 38 
S 
3.5. S   3.6. 3  2.
9 9
 e 
4.1. 5 5 , pelo que a equação é impossível em  e Proposiçã
Valor lógico
o
9 9
 e  a Falso
em  . 5 5 , pelo que a equação é possível e

determinada em

e em  . b Falso

4.2. 2   , pelo que a equação é impossível em  . c Verdadeiro


2   (pertence, também, a  e a  ), pelo que a equação
d Verdadeiro

é possível e determinada em  , e em  .
e Verdadeiro
3 3 3
 ;  e 
4.3.  1  1  1 , pelo que a equação é f Verdadeiro

impossível em  ,  e . g Verdadeiro
Em  , a equação é possível e determinada, uma vez que
h Verdadeiro
3
  1 é um número real. i Falso

7 7
  e   3.1.
4.4. 5 5 , pelo que a equação é impossível em  e
Proposiçã
7 7 Valor lógico
  e   o
em  . 5 5 , pelo que a equação é possível e
p Falso

determinada em e em  .
5.1. O valor absoluto de qualquer número real é sempre um q Verdadeiro

4x r Verdadeiro
número real não negativo, pelo que nunca pode ser
igual a –1.
4  x  1
Assim, a condição é impossível em  . q  r ou r  q
3.2.1.
1
6  12x  0  x 
5.2. 2 p  q ou q  p ou p  r ou r  p
3.2.2.
6  12 x  0
A condição é possível e determinada em  .

2 x  0  x  0 , então x    , 0 , pelo que a condição


Questão-aula 1
5.3. 1. (D)
2 x  0 é possível e determinada em  .
2.1.
5.4. O valor absoluto de qualquer número real é sempre um

2x  0 Proposiçã
número real não negativo, pelo que é uma condição Valor lógico
o
impossível em  .
p Falso
2x  0  2x  0  x  0
5.5.
q Falso
2x  0
A condição é possível e determinada em  .
r Verdadeiro
5.6. x  0  x  0 (o quadrado de qualquer número real é
2

sempre um número real não negativo). s Falso

A condição x  0 é possível e determinada em  .


2

 7 p  q ; q  p ; p  s ; s  p ; q  s ou s  q
S    ,   2.2.1.
 3 S   1,  
6.1. 6.2.
 9 p  r ; r  p ; q  r ; r  q ; r  s ou s  r
S    ,  2.2.2.
 2 S   5,  
6.3. 6.4.
Teste de avaliação 1 (90 min)

1.2.1. Verdadeiro 1.2.2. Falso


Miniteste 2 1.2.3. Verdadeiro 1.2.4. Verdadeiro
1.1. Falso 1.2. Falso 1.2.5. Falso
2.1. Verdadeira 2.2. Verdadeiro
1.3. Verdadeiro 1.4. Verdadeiro 3. Sendo:
a : 100 é um número racional
1.5. Verdadeiro
b :  é um número irracional
pq q  p c : 100 é um número real
2.1.1. 2.1.2.
A proposição pode traduzir-se, simbolicamente, por:

2.1.3.
qp
2.1.4.
 p q  a b   c

2.2. Questão-aula 3
1. (A)
Proposiçã
Valor lógico 2.1. Por exemplo:
o
a  b : 3 não é divisor de 12 ou 8 não é múltiplo de 4.
p Verdadeiro b  c : 3 não é divisor de 12 e 4 não é divisor de 18 ou,

q Falso nem 3 é divisor de 12 nem 4 é divisor de 18.


c   b a 
2.2.
pq Falso
Miniteste 4
q  p Verdadeiro 1.1.
p q q p pq q  p
qp Falso V V F F V V
V F V F F F
 p  q Verdadeiro F V F V V V
F F V V V V

3.1. Verdadeiro 3.2. Falso Observando as duas últimas colunas tem-se que:
p  q  q  p
3.3. Verdadeiro 3.4. Verdadeiro
1.2.
p q p q qp  p  q
Questão-aula 2
1. (C) V V F F V V
V F F V V V
2.1. F V V F F F
Proposiçã F F V V V V
Valor lógico
o Observando as duas últimas colunas tem-se que:
q  p   p q
a Verdadeiro
2.1. b  a 2.2. V 2.3. F 2.4. b  a
b Falso
3.

c Falso p q p q p  q p  q  p q     p  q  p  q
V V F F F F F F
V F F V V F V V
a  b : 7 7. F V V F F V V V
2.2.1. 7 é um número irracional e
F F V V F F F F
Falso
Observando as duas últimas colunas, tem-se que:
a  b 7 7.
2.2.2. : 7 é um número racional ou
 p  q     p  q   p  q
Verdadeiro
Questão-aula 4
2.2.3. a  c : Se 7 é um número irracional então –2 < –3. 1. (C)
Verdadeiro
a   a  b    a   a  a    a  b    a 
2. 
2.2.4. c  b : 2  3 se e somente se 7 7.  F   a  b    a   a  b   a 
Falso
  a  a   b  F  b  F
Miniteste 3
1.1. A proposição dada é falsa independentemente do valor lógico
de a e de b.
Proposiçã
Valor lógico Miniteste 5
o
x  A , x   x  A : x  
1.1.1. 1.1.2.
a Verdadeiro
x  A , x  
1.1.3.
b Falso 1.2.1. Existe pelo menos um elemento de A que a diferença entre
o seu quadrado e cinco é igual a zero.
c Falso Ou
Existe pelo menos um elemento de A tal que é a solução
d Verdadeiro
da equação x  5  0 . Valor lógico: verdadeiro.
2
Teste de avaliação 1 (90 min)

1.2.2. A diferença entre todo o elemento de A e  é menor que qualquer número real diferente de zero é positivo, pelo que
zero. Ou B   \  0
. Desta forma, A = B.
Qualquer elemento de A verifica a condição x    0 .
Valor lógico: Falso Questão-aula 7
2.2. a: Condição impossível 1. (B)
b: Condição universal A   1, 6 B   1,   C   3 , 6
c: Condição possível (não universal) 2. , e
d: Possível (não universal) C AB
2.2.1. Condição impossível
2.2.2. Condição universal Ficha de preparação para o teste de avaliação 1
2.2.3. Condição impossível p   p  q    p  q    p    p  q     p  q   
2.2.4. Condição universal 1.
3.1. Condição impossível  p    p   q  q   
3.2. Condição possível (não universal)
 p    p  F   p  p 
3.3. Condição possível (não universal)
3.4. Condição universal V
3.5. Condição universal 2. p é verdadeira e q e r são falsas, pelo que o Fernando é
picheleiro.
Questão-aula 5 3.1. A = {1 , 2 , 3 , 4 , 5 , 6 , 7 , 8}
1. (C) 3.2. B = {–1}
2.1. Existe pelo menos um elemento de D que é primo. 3.3. C = {4 , 5 , 6 , 7 , 8}
Valor lógico: verdadeiro 4.1. Falso, pois 10  A e 4 + 10 = 14
2.2. Todo o elemento de D é múltiplo de 3.
4.2. Verdadeiro, pois 1 A e 15 – 1 = 14.
Valor lógico: falso
4.3. Verdadeiro, pois o inverso de qualquer elemento de A é
2.3. Existe pelo menos um elemento de D que é múltiplo de 5.
Valor lógico: falso 1
2.4. Qualquer que seja o elemento de D, este é maior que um. superior ou igual a 14 .
Valor lógico: falso
8 A e 3
8   2
4.4. A proposição é verdadeira, pois .
Miniteste 6
1.1. O Rui não estuda e não vai ao cinema. 5.1. Condição impossível
1.2. O Rui não joga futebol ou não é bom aluno. 5.2. Condição possível não universal
1.3. Todo o aluno na minha escola estuda.
1.4. Há pelo menos um aluno na minha escola que não estuda. 5.3. Condição impossível
2.1. Verdadeiro
x   : 2 x  0  x  2 5.4. Condição possível não universal
2.2.
3. A proposição é falsa, porque, por exemplo, um losango não 5.5. Condição universal
quadrado tem os lados geometricamente iguais e não tem as
diagonais com o mesmo comprimento. 6.1. Há pelo menos um elemento do conjunto {1 , 9 , 12 , 21} que
é primo.
Questão-aula 6
1. (C) Valor lógico: falso
x   : x  1
2
6.2. Há pelo menos um número real cujo quadrado é igual a zero
2.1.
x   , x  1 e que é diferente de zero.
2.2.
x  A , x é par  x  2 Valor lógico: falso
2.3.
x  B : x  1  x  3
2.4. 6.3. O simétrico de qualquer número real negativo é superior ao
próprio número.
Miniteste 7
1.1. {4} 1.2. {0 , 6} Valor lógico: verdadeiro
1.3. {1 , 2 , 3} 1.4. {1 , 2 , 3 , 4}
6.4. Todo o número real tem o seu dobro superior ao simétrico do
2.1. Proposição verdadeira
seu dobro.
Contrarrecíproca:

x não é par  x não é múltiplo de 8


 U   Valor lógico: falso

2.2. Proposição falsa. 7. Proposições elementares:


Contrarrecíproca:
x 8 x 3  U   a : Ser múltiplo de 15.

2.3. Proposição verdadeira. b : Ser múltiplo de 3.


Contrarrecíproca: Se um triângulo é equilátero então não
tem um ângulo interno obtuso (U é o conjunto dos ângulo c : Ser ímpar.
interno obtuso (U é o conjunto dos triângulos de um dado
A proposição pode ser traduzida simbolicamente por:
plano).
2.4. Proposição falsa.
 b  c  a
Contrarrecíproca: Se um losango não é um quadrado então
não tem as diagonais perpendiculares (U é o conjunto dos
8.1. O conjunto A é constituído por todos os números inteiros
losangos de um dado plano).
maiores ou iguais a –9 e menores ou iguais a 9, pelo que
3. Sabemos que todo o número real diferente de zero tem
tem 19 elementos.
A   \  0
inverso, pelo que . Por outro lado, o módulo de
O conjunto B é constituído por todos os números naturais
menores que 80, pelo que tem 79 elementos.
Teste de avaliação 1 (90 min)

O conjunto C é constituído por todos os números inteiros Logo, se m – n é ímpar, m2 – n2 também é ímpar.
maiores ou iguais a –12 e menores que 77, pelo que tem 90
elementos.

C \ B   12,  11,  10,  9,  8,  7,  6,  5,  4,  3,  2,  1, 0


8.2.1.

A \ B   9 ,  8 ,  7 ,  6 ,  5 ,  4 ,  3 ,  2 ,  1, 0
8.2.2.

8.2.3.

A  C   9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1, 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9

ou seja A  C  A , já que A  C .

0 e 0 0
9. A afirmação é falsa, pois , pelo que não é um
número positivo.

Teste de avaliação 1
1. (B) 2. (C) 3. (C)
4. (C) 5. (B)
p : x   : 5  x  10
6.1.
q : x   , x  2 x
r : x   : x  0

 p : x   , x  5  x  10
6.2. . Valor lógico: falso
q :  x   : x  2 x
. Valor lógico: verdadeiro
r : x   , x  0
. Valor lógico: falso
7. As proposições a, b e c são, respetivamente, verdadeira, falsa
e verdadeira. Como a é verdadeira, o António não comeu
peixe; b é falsa, logo também não comeu ovos e como c é
verdadeira, então o António comeu carne.
P   6, 7, 8, 9, 10, 11,12, 13,14, 15,16,17, 19, 20
8.1.
A   6, 8,10,12, 14,16, 18, 20
8.2.
B   6, 8, 12,16
8.3.
C   10,15, 20
8.4.
8.5. B \ A  
P \ C   6, 7, 8, 9, 11, 12, 13, 14, 16,17, 19
8.6.
9.1.
pq pq qp  p  q  q  p
p q
V V V V V V
V F F F V F
F V F V F F
F F V V V V

Da tabela resulta que


pq
e
 p  q    q  p  têm os

mesmos valores lógicos, logo


 p  q   p  q   q  p .

9.2.
 3  4  7  4  8   3  4  7  4  8
10. O contrarrecíproco da proposição dada é:
Sendo m e n números naturais, se m – n é ímpar, então
m 2  n 2 é ímpar.

Se m – n é ímpar, então m – n = 2k + 1, com k ∈  .


,
Logo, m = n + 2k + 1, com k ∈ pelo que:

m + n = n + 2k + 1 + n = 2n + 2k + 1, k ∈ 
Assim:
(m – n)(m + n) = (2k + 1)(2n + 2k + 1) = (2k + 1)[2(n + k) + 1]

Fazendo p = n + k ∈  :
(m – n)(m + n) = (2k + 1)(2p + 1) 
 m2 – n2 = 4kp + 2k + 2p + 1 
 m2 – n2 = 2(2kp + k + p) + 1