Você está na página 1de 8

-PÚBLICO-

N-2064 REV. D 10 / 2017

Emissão e Revisão de
Documentos de Projeto

Procedimento

Esta Norma substitui e cancela a sua revisão anterior.


Cabe à CONTEC - Subcomissão Autora, a orientação quanto à interpretação do
texto desta Norma. A Unidade da PETROBRAS usuária desta Norma é a
responsável pela adoção e aplicação das suas seções, subseções e
enumerações.

Requisito Técnico: Prescrição estabelecida como a mais adequada e que


deve ser utilizada estritamente em conformidade com esta Norma. Uma
CONTEC eventual resolução de não segui-la (“não conformidade” com esta Norma) deve
Comissão de Normalização ter fundamentos técnico-gerenciais e deve ser aprovada e registrada pela
Técnica Unidade da PETROBRAS usuária desta Norma. É caracterizada por verbos de
caráter impositivo.

Prática Recomendada: Prescrição que pode ser utilizada nas condições


previstas por esta Norma, mas que admite (e adverte sobre) a possibilidade de
alternativa (não escrita nesta Norma) mais adequada à aplicação específica. A
alternativa adotada deve ser aprovada e registrada pela Unidade da
PETROBRAS usuária desta Norma. É caracterizada por verbos de caráter
não impositivo. É indicada pela expressão: [Prática Recomendada].

Cópias dos registros das “não conformidades” com esta Norma, que possam
contribuir para o seu aprimoramento, devem ser enviadas para a
SC - 12 CONTEC - Subcomissão Autora.

Normas Gerais de Projeto As propostas para revisão desta Norma devem ser enviadas à CONTEC -
Subcomissão Autora, indicando a sua identificação alfanumérica e revisão, a
seção, subseção e enumeração a ser revisada, a proposta de redação e a
justificativa técnico-econômica. As propostas são apreciadas durante os
trabalhos para alteração desta Norma.

“A presente Norma é titularidade exclusiva da PETRÓLEO BRASILEIRO


S. A. - PETROBRAS, de aplicação interna na PETROBRAS e Subsidiárias,
devendo ser usada pelos seus fornecedores de bens e serviços,
conveniados ou similares conforme as condições estabelecidas em
Licitação, Contrato, Convênio ou similar.
A utilização desta Norma por outras empresas/entidades/órgãos
governamentais e pessoas físicas é de responsabilidade exclusiva dos
próprios usuário”.

Apresentação
As Normas Técnicas PETROBRAS são elaboradas por Grupos de Trabalho
- GT (formados por Técnicos Colaboradores especialistas da Companhia e de suas Subsidiárias), são
comentadas pelas Unidades da Companhia e por suas Subsidiárias, são aprovadas pelas
Subcomissões Autoras - SC (formadas por técnicos de uma mesma especialidade, representando as
Unidades da Companhia e as Subsidiárias) e homologadas pelo Núcleo Executivo (formado pelos
representantes das Unidades da Companhia e das Subsidiárias). Uma Norma Técnica PETROBRAS
está sujeita a revisão em qualquer tempo pela sua Subcomissão Autora e deve ser reanalisada a
cada 5 anos para ser revalidada, revisada ou cancelada. As Normas Técnicas PETROBRAS são
elaboradas em conformidade com a Norma Técnica PETROBRAS N-1. Para informações completas
sobre as Normas Técnicas PETROBRAS, ver Catálogo de Normas Técnicas PETROBRAS.

PROPRIEDADE DA PETROBRAS 6 páginas, Índice de Revisões e GT


-PÚBLICO-

N-2064 REV. D 10 / 2017

1 Escopo

1.1 Esta Norma fixa as condições exigíveis para a emissão e revisão de documentos técnicos de
projeto em geral, para uso interno e externo à PETROBRAS.

1.2 Esta Norma não se aplica às rotinas gerenciais relacionadas com atividades de controle de
elaboração, distribuição e arquivamento de documentos de projeto, que devem estar de acordo com
os procedimentos específicos de cada órgão.

1.3 As prescrições desta Norma se aplicam aos trabalhos realizados a partir da data de sua edição.

1.4 Esta Norma contém Requisitos Técnicos e Práticas Recomendadas.

2 Referências Normativas

Os documentos relacionados a seguir são indispensáveis à aplicação deste documento. Para


referências datadas, aplicam-se somente as edições citadas. Para referências não datadas,
aplicam-se as edições mais recentes dos referidos documentos.

PETROBRAS N-381 - Execução de Desenhos e Outros Documentos Técnicos em Geral;

PETROBRAS N-1710 - Codificação de Documentos Técnicos de Engenharia.

3 Termos e Definições

Para os efeitos deste documento aplicam-se os seguintes termos e definições.

3.1
emissão
processo pelo qual o documento, depois de verificado e aprovado, é armazenado e cadastrado
definitivamente em um sistema de GED, passando a ser controlado pelo GED e tornando-se
acessível ao público alvo

3.2
Gerenciamento Eletrônico de Documentos (GED)
sistema eletrônico que permite gerenciar documentos em formato digital, provendo controle de
revisão dos documentos, controle de acesso, entre outros

3.3
tipos de documentos

a) documento original: todas as emissões de documentos de projeto (emissão original e


revisões), controladas por um GED;
b) documentos preliminares: versões intermediárias de documentos de projetos, que
antecedem a emissão do documento original (emissão original e revisões). Servem para
incorporar informações provenientes do desenvolvimento do projeto e facilitar a
comunicação entre disciplinas (interfaces);
c) documento com marcas de campo: documento preliminar com marcações
provenientes de alterações realizadas na fase de construção, montagem,
comissionamento, operação assistida, entre outras

2
-PÚBLICO-

N-2064 REV. D 10 / 2017

3.4
controle de revisões

a) emissão “original”: primeira emissão do documento de projeto;


b) revisões: demais emissões, após a emissão original, dos documentos de projeto,
incorporando modificações

3.5
tipos de revisão

a) revisão “como construído” (“as built”): revisão em documento de projeto refletindo o


que foi construído/modificado nas instalações de um empreendimento;
b) revisão “como comprado” ou “como fabricado”: revisão em documento tendo em
vista modificações ou informações introduzidas durante as fases de compra e/ou de
fabricação de equipamentos, instrumentos, materiais ou sistemas
c) revisão “certificado”: revisão emitida pelo fornecedor do
equipamento/instrumento/sistema ao final do processo de fornecimento, após
atendimento dos requisitos contratuais. Caso todos os requisitos tenham sido atendidos,
a documentação recebe o carimbo de “Aceite de Certificado”, pelo comprador

4 Condições Gerais

4.1 Emissão de Documentos

4.1.1 Os documentos de projeto devem ser emitidos em meio eletrônico, de acordo com os padrões
estabelecidos na PETROBRAS N-381 e a codificação definida pela PETROBRAS N-1710.

4.1.2 A emissão original é considerada “revisão zero” (rev. 0) e assim indicada no campo próprio,
conforme a PETROBRAS N-381.

4.2 Identificação das Revisões

4.2.1 As revisões devem ser identificadas por letras maiúsculas, segundo a sequência alfabética. As
letras são incluídas nos campos próprios conforme a PETROBRAS N-381.

4.2.2 Deve ser utilizado o alfabeto completo, com K, Y e W na identificação das revisões.

4.2.3 Não adotar as letras “I” e “O” na identificação das revisões. [Prática Recomendada]

4.2.4 Após a revisão “Z” seguem-se as revisões, utilizar a indicação AA, AB,..., AZ, BA, e assim por
diante.

4.2.5 Documentos preliminares à emissão original devem ser identificados pela colocação do
símbolo “#” seguido do caractere numérico para identificação da versão preliminar do documento.

EXEMPLO

“Rev. #1” é a 1a versão preliminar, efetuada antes da emissão original (Rev.0);


“Rev. #2” é a 2a versão preliminar, efetuada antes da emissão original (Rev.0);
“Rev. #3” é a 3a versão preliminar, efetuada antes da emissão original (Rev.0).

3
-PÚBLICO-

N-2064 REV. D 10 / 2017

4.2.6 Documentos preliminares das demais revisões, após a emissão original, devem ser
identificados pela colocação de um algarismo numérico após a identificação da última revisão do
documento.

EXEMPLO

“Rev. 01” é a 1a versão preliminar da revisão A, efetuada na emissão original (Rev. 0);
“Rev. A3” é a 3a versão preliminar da revisão B, efetuada na Rev. A;
“Rev. C2” é a 2a versão preliminar da revisão D, efetuada na Rev. C.

4.3 Execução de Revisões

4.3.1 Qualquer modificação, em uma página ou folha de um documento de projeto, que tenha uma
única página para indicação de aprovação caracteriza uma revisão de todo o documento. Todas as
páginas do documento devem indicar a mesma revisão da folha de rosto, não se permitindo
sequências independentes de revisão de cada página.

NOTA Esta determinação não se aplica a documentos que contenham capa com índice de revisão
de páginas (Detalhes Típicos de Instalação, Diagramas Lógicos, Listas de Material,
Catálogo de “Spec” de Tubulação, entre outros). Nestes casos, cada folha revisada deve
indicar, em local próprio, a revisão na qual houve modificação do conteúdo, de modo a
permitir rastrear a data da modificação. Da mesma maneira o cancelamento de uma das
folhas caracteriza a revisão do documento. Devem ser canceladas somente as folhas
impactadas (deve ser aposto transversalmente, na área útil da página, a faixa contendo a
palavra “CANCELADA”, em tamanho proporcional à página), mantendo a quantidade total
de páginas e sua numeração.

4.3.2 A descrição das alterações do documento deve ser indicada sucintamente no campo
“Descrição e/ou folhas atingidas” formulário da PETROBRAS N-381. Devem ser evitadas expressões
do tipo “Revisão Geral”. Caso a emissão do documento tenha uma finalidade específica (ex. “Para
Projeto”, ”Para Cotação”, “Para Compra”, “Para Construção"), tal finalidade deve ser claramente
indicada no referido campo do formulário da PETROBRAS N-381.

NOTA A modificação na indicação da finalidade de uma emissão (exemplo: de “Para Construção”


para “Liberado para Construção”) caracteriza uma revisão do documento.

4.3.3 Quando o espaço destinado à descrição das revisões tiver sido totalmente ocupado, é
permitido, a critério do emitente ou revisor do documento, apagar as descrições das revisões mais
antigas, exceto a da emissão original do documento (rev. 0).

4.3.4 As alterações ou exclusões parciais de um item devem ser claramente assinaladas no


documento. As indicações de revisão devem ser feitas utilizando-se “amebas”/”nuvens” (desenhos)
ou realce (texto).

4.3.5 As exclusões completas de itens devem ser realizadas através de uma das seguintes
maneiras:

a) substituição do conteúdo excluído pela palavra “CANCELADO”, sem alteração da


numeração dos itens subsequentes;
b) exclusão do item e renumeração dos demais itens afetados.

NOTA Em ambos os casos devem ser feitos os registros das exclusões no campo de “Descrição
e/ou folhas atingidas”.

4
-PÚBLICO-

N-2064 REV. D 10 / 2017

4.3.6 Todas as marcas das revisões anteriores devem ser retiradas da nova revisão do documento.

4.3.7 Toda e qualquer revisão de documentos deve preservar a responsabilidade técnica dos
emitentes. Para tanto, a execução de revisões deve ser realizada pelo responsável original do
projeto. Caso isto não seja possível, as revisões devem conter a descrição das modificações com a
indicação de quem realizou a alteração e o que foi alterado (geralmente referenciando um contrato)
através do campo do formulário da PETROBRAS N-381 “Descrição das revisões do documento
técnico”. O revisor passa a ser o responsável técnico pelos impactos decorrentes da alteração. Para
identificação do revisor, quando não for a PETROBRAS, também devem ser informados: nome da
empresa que executou a revisão, número do contrato e título do contrato, no campo específico do
formulário da PETROBRAS N-381.

NOTA Os documentos revisados devem continuar com a legenda original.

4.3.8 Documentos emitidos em cada fase de projeto não são cancelados ao passar de fase.
Alterações quaisquer de projeto em fases posteriores não implicam na revisão dos documentos
emitidos na fase anterior.

5 Condições Específicas - Transcrição, Cancelamento, Substituição, Renumeração e


Tradução de Documentos de Projeto

5.1 Transcrição

O documento transcrito não é considerado uma revisão. O projetista deve somente reproduzir as
informações para um novo formato editável, indicando no campo de descrição de revisão o
responsável e a data da transcrição. Deve ser informado que o documento não teve alteração de
conteúdo. O documento não deve avançar de revisão, portanto, não deve ser alterado o nome do
“Executor”, “Revisor” e “Aprovador” do documento transcrito. Caso seja necessário alterar alguma
informação técnica, deve ser emitida uma nova revisão do documento.

5.2 Cancelamento, Substituição e Renumeração

O ato de cancelar, substituir ou renumerar documentos é considerado revisão.

5.2.1 Cancelamento

5.2.1.1 O documento cancelado deve ter somente a primeira folha emitida, excluindo-se as demais.
Quando for necessário consultar alguma informação do documento, deve ser consultada a revisão
anterior. No caso de desenhos ou quaisquer outros documentos cuja capa também possua conteúdo
técnico, na revisão cancelada deve ser excluído o referido conteúdo.

5.2.1.2 O documento cancelado deve conter, na descrição da revisão, a palavra “Cancelado” seguida
da justificativa do cancelamento ou outras informações pertinentes. Para identificar a situação do
documento, deve ser aposta transversalmente, na área útil da página, a faixa contendo a palavra
“CANCELADO”, em tamanho proporcional à página.

NOTA 1 Todo cancelamento de um documento é definitivo, não sendo admissível cancelamento


temporário.
NOTA 2 Caso algum documento previsto não seja mais necessário e ainda não tenha sido emitido,
deve-se simplesmente eliminá-lo do planejamento do projeto. Somente é possível cancelar
um documento que já tenha sido emitido anteriormente.

5
-PÚBLICO-

N-2064 REV. D 10 / 2017

5.2.2 Substituição

Para a substituição de documento, procede-se do seguinte modo:

a) documento substituído: o documento substituído é cancelado, com a seguinte descrição


no campo “Descrição e/ou folhas atingidas”: “Cancelado. Substituído pelo documento
nº…”;
b) documento substituinte: o documento substituinte pode ser um documento existente,
novo ou revisado.

NOTA 1 Quando o documento substituinte for novo ou revisado, deve constar no campo “Descrição
e/ou folhas atingidas”:

“Este documento cancela e substitui o documento nº...”

NOTA 2 Quando o documento substituinte for existente e não requerer alteração do seu conteúdo,
não é necessária a emissão de uma revisão para validá-lo.

5.2.3 Renumeração

Em caso de haver necessidade de alterar a numeração de documento, este deve ser cancelado e um
novo documento deve ser emitido na sua revisão zero, seguindo os demais requisitos do 5.2.2.

NOTA A renumeração de documento de projeto só deve ser feita quando considerada


imprescindível, tendo em vista que no desenvolvimento do projeto, são realizadas várias
referências entre documentos.

5.3 Tradução

Quando for necessária a tradução de um documento, deve-se emitir um novo documento para tal.
Neste novo documento deve ser informada a revisão do documento no idioma original do qual foi
traduzido (ou vertido) o conteúdo, indicando a versão traduzida na folha de controle de revisão. Não é
necessário manter a correspondência entre as revisões das diferentes versões nos respectivos
idiomas. A cada revisão do documento emitido no idioma original, deve ser avaliada a necessidade
de revisão do documento traduzido.

6
-PÚBLICO-

N-2064 REV. D 10 / 2017

ÍNDICE DE REVISÕES

REV. A e B
Não existe índice de revisões.

REV. C
Partes Atingidas Descrição da Alteração

1.4 Revisado

3.1 e 3.6 Revisados

4.1.2 Revisado

4.1.3 e 4.1.4 Incluídos

4.2.3 Revisado

4.3.1 Revisado

4.3.3 a 4.3.6 Revisados

4.3.7 Revisado e Renumerado

4.3.9 e 4.3.10 Eliminados

4.4.1 e 4.4.2 Revisados

5.1.1 a 5.1.5 Revisados

5.2 Eliminado

Anexo A Eliminado

REV. D
Partes Atingidas Descrição da Alteração

Todas Toda norma

IR 1/1
-PÚBLICO-

N-2064 REV. D 10 / 2017

GRUPO DE TRABALHO - GT-12-13

Membros

Nome Lotação Telefone Chave


Jaques Savino (Coordenador) PRGE/ENG/PI 706-3773 CMJS
Ernani Luis Sztajnbok SUP/ESUP/EEA 712-6269 BXH5
Gilberto da Silva e Sousa LMS/OMD/IMAN 704-2337 Q011
Luciano Gonçalves Lara PRGE/ENG/PI 706-3768 CSO1
Marilda Martins Coelho TP/DSERV/COMP/SECEN/CID 711-9242 XVBT
Paulo Marcos Tujal de Oliveira TP/DSERV/ENG/SUP/PROJ/AUTO 711-9217 CSJ8
Paulo Pereira Fernandes Filho INDUSTRIAL/PE/INF 706-4074 RBOZ
Renata Leite Torem SUP/ESUP/PIES 812-6756 B61G
Renata Lisboa Barbosa COMPARTILHADO/CSA/SID/DTL-EMP 706-3434 CP8K
Wallace Neto Mouta TP/DSERV/COMP/SECEN/CID 711-9137 TSLK
Convidado(s)
Isabela Fernanda Natal Batista
SUP/ESUP/PIES 712-3793 U4QS
Abreu
Secretário Técnico
Luis Fernando Gonçalves
CENPES/GTEC/PIMN 706-7833 E2BI
Martins Filho