Você está na página 1de 3

 Meridianos

1. 1. Conhecendo a MedicinaTradicional Chinesa (MTC)


2. 2. Introdução Quando ouvimos falar em Medicina Chinesa, aprimeira coisa que vem
em nossa cabeça é aAcupuntura. Mais o que poucos sabem é que naMedicina
Tradicional Chinesa a acupuntura não éo único método de tratamento. A Medicina
Tradicional Chinesa (MTC) conhecidatambém apenas como Medicina Chinesa é
umconjunto de técnicas da medicina tradicionaldesenvolvida na China a milhares de
anos atrás.Podemos dizer que essa é a terceira forma demedicina mais antiga do
mundo.
3. 3. Introdução Principais métodos da MTC:◦ Tuína/ Tui Na◦ Acupuntura◦ Moxabustão◦
Ventosaterapia◦ Fitoterapia Chinesa◦ Terapia Alimentar Chinesa◦ Praticas
Físicas( Meditação, Lian Gong, ArtesMarciais, etc)
4. 4. Introdução Também podemos citar mais duas técnicasassociadas a esses
métodos:◦ Auriculoterapia◦ Gua Sha
5. 5. Introdução O que poucas pessoas sabem é que a MedicinaTradicional Chinesa
não é apenas uma forma detratamento. Na China essa medicina é realizadacomo
forma de diagnosticar e também realizadade forma preventiva onde assim evitando
comque as doenças de desenvolva no organismo. A MTC trabalha em cima do
equilíbrio da energiacorporal onde se acredita que tendo um totalequilíbrio dessas
energias, o organismo funcionacorretamente não tendo assim o porquê
doaparecimento das doenças.
6. 6. Historia da Acupuntura
7. 7. Historia da Acupuntura A acupuntura surgiu inicialmente na China Antigatendo
como objetivo principal a prevenção dasdoenças. Posteriormente descobriu-se que,
através daestimulação de pontos específicos, a técnica poderiatambém ser utilizada
para tratamento de patologias,desequilíbrios e desarmonias do corpo humano. A
palavra “acupuntura” origina-se do latim, a partir deacus (agulha) e punctura
(puncionar). A Acupunturarefere-se, portanto, à inserção de agulhas através dapele,
nos tecidos subjacentes, em diferentesprofundidades e em pontos estratégicos do
corpo,para produzir o efeito terapêutico desejado.
8. 8. Historia da Acupuntura Esse método terapêutico chinês, originado há mais
de3.000 anos, baseia-se na inserção de agulhasdescartáveis em pontos específicos
do corpo,chamados pontos de acupuntura, a fim de estimular osistema nervoso central
e o periférico a liberarneurotransmissores que favoreçam o processo derestauração e
manutenção da saúde. A MedicinaTradicional Chinesa abrange vasto campo
deconhecimento, envolvendo vários setores ligados àsaúde. Suas concepções são
voltadas principalmenteao estudo dos fatores causadores da doença, àmaneira de
relata-la conforme os estágios daevolução do processo patológico e ao estudo
dasformas de prevenção, na qual reside toda a filosofia ea essência da medicina
chinesa.
9. 9. Historia da Acupuntura Durante milênios acreditou-se que o mecanismode ação da
acupuntura fosse puramenteenergético. No entanto, com a difusão daMedicina
Tradicional Chinesa (MTC) no ocidente,muitos pesquisadores começaram a
questionarsobre a participação de estruturas orgânicas nomecanismo de ação da
acupuntura, e odesenvolvimento de pesquisas nessa área,principalmente nas últimas
décadas, evidenciouestreita relação entre os efeitos da acupuntura eo sistema
nervoso central e o periférico, bemcomo vários tipos de neuro-hormônios.
10. 10. Historia da Acupuntura A Medicina Chinesa é um vasto de conhecimento
deorigem e de concepção filosófica abrangendo váriossetores ligados a saúde e a
doença. Suas concepçõessão voltadas muito mais ao estudo, dos fatorescausadores
da doença, a sua maneira de tratarconforme os estágios da evolução do processo
deadoecer e principalmente aos estudos das formas deprevenção na qual reside toda
a essência da filosofia eda medicina chinesa. A acupuntura foi idealizadadentro do
contexto global da filosofia de TAO e dosconcepções filosóficas e fisiológicas que
nortearam amedicina chinesa. A concepção dos canais de energiae dos pontos de
acupuntura, o diagnostico e otratamento baseiam-se nos preceitos do Yang e do
Yindos cincos movimentos da energia (Qi) e do sangue(Xue).
11. 11. Historia da Acupuntura A terapia por acupuntura tem como metaregular a
atividade funcional do Qi dosangue do Jing Luo, em vista da patologiade tal meridiano
ou de tal víscera,determinando o ponto a ser inserido,próximo do lugar afetado ou um
pontoafastado, situado no trajeto do meridiano.
12. 12. Qi (Energia)
13. 13. Qi (Energia) O conceito de Qi é absolutamente central aoâmago do pensamento
medico chinês. A naturezamutante do Qi, entre uma substancia material euma força
etérea e sutil, é central a visão medicachinesa de corpo e mente como uma
unidadeintegrada. A variedade infinita de fenômenos nouniverso resulta da união e
dispersão de Qi paraformar fenômenos de vários graus dematerialização. Tal idéia de
agregação e dispersãode Qi foi discutida por muitos filósofos chinesesde todas as
épocas. O Qi é a base das infinitasmanifestações da vida do universo,
inclusiveminerais, vegetais e animais (incluindo os sereshumanos).
14. 14. Xue (Sangue)
15. 15. Xue (Sangue) A essência dos alimentos ou Qi, derivadodos alimentos e das
bebidas, é transformadae Xue no tórax pela ação do coração (Xim)e o pulmão (Fei). O
aspecto yin do Jing,armazenado nos rins (Shen) produz amedula óssea que produz o
sangue (Xue).Alem disso, o aspecto yang do Jing ou yangQi, ativa as transformações
executadas pelocoração (Xim) e o pulmão (Fei) noaquecedor superior e baço/
pâncreas (Pi) epelo estomago (Wei) no aquecedor médio.
16. 16. Jing (Essência)
17. 17. Jing (Essência) O Jing é a essência energética que promove aformação,
desenvolvimento, manutenção erecuperação do individuo. O Jing de origem Pré-
celestial é formado pela energia que recebemos denossos pais, ele orienta a formação
do individuo,oferecendo as diretrizes energéticas que irão formare desenvolver o novo
ser. O Jing Pos- celestial, que seforma após o nascimento pela capitação da
energiado céu (ar) e da terra (alimentos), é responsável pelodesenvolvimento da
criança até a fase adulta etambém por sua manutenção e recuperação, podesofrer a
ação do meio interno ou externo, causandoo desequilíbrio energético, e manifestar
comoinúmeras doenças. É notório que esse Jing pode serrecuperado ao longo da vida
por correções noshábitos, na alimentação e pela ação da acupunturaacompanhada
por ervas especificas para cada caso.
18. 18. Teoria dos 5 elementos
19. 19. Teoria dos 5 elementos Originalmente, na China, designava-se oscincos
elementos de Wu-Hsing; sendo queWu significa cinco e o Hsing, andar. Oscincos
elementos(a madeira, o fogo, aterra, o metal, água) são, na realidade, oscincos
elementos básicos que constituema natureza. Existe entre eles umainterdependência
e uma inter- restriçãoque determinam seus estados deconstante movimento e
mutação.
20. 20. Teoria dos 5 elementos A teoria dos cincos elementos ocupamlugar importante
na medicina chinesa,porque todos os fenômenos dos tecidose órgãos, da fisiologia e
da patologia docorpo humano, estão classificados e sãointerpretados pelas inter-
relações desseselementos. Essa teoria é usada como guiana pratica medica.
21. 21. Teoria dos 5 elementosVeja o quadro dos 5 elementos:
22. 22. TeoriaYin eYang
23. 23. TeoriaYin eYang Chama-se Yin e Yang, a reunião das duaspartes opostas que
existem em todos osfenômenos e objetos em relação recíprocano meio natural. Os
mecanismo de reunião ede oposição podem se produzir tanto entredois fenômenos
que se deparam como noâmago de dois aspectos antitéticoscoexistindo no mesmo
fenômeno. A teoriado Yin e Yang considera o mundo como umtodo e que esse todo é
o resultado daunidade contraditória dos dois princípios, oYin e oYang.
24. 24. TeoriaYin eYang “O céu é Yang, a terra é Yin”. O céu estano alto, assim é Yang,
a terra esta embaixo,assim éYin.
25. 25. Meridianos
26. 26. Meridianos O canal de energia percorre todo ocorpo, da cabeça aos pés, num
fluxoininterrupto. Este canal possui segmentosque são chamados meridianos. Há
dozemeridianos pares existentessimetricamente dos dois lados do corpo.Há também
dois meridianos ímpares quepercorrem o eixo do corpo e que sãoconhecidos como
"artérias".
27. 27. Meridianos Os doze meridianos pares básicos são:◦ Pulmões;◦ Mestre do
Coração/Pericárdio/Circulação-Sexo;◦ Coração;◦ Intestino Delgado;◦ Triplo-Aquecedor
(corresponde ao tecido abaixo da pele eentre os músculos);◦ Intestino Grosso e fino;◦
Baço-Pâncreas;◦ Fígado;◦ Rins;◦ Bexiga;◦ Vesícula Biliar;◦ Estômago;
28. 28. Meridiano do PulmãoElemento: MetalHorário: 03: 00 às 05:00 hs.Estação:
OutonoTrajeto: Centrífug
29. 29. Meridiano do Pulmão Função e Características◦ A medicina Tradicional Chinesa
diz que os pulmões diretamentecontrolam o processo da respiração e indiretamente
influenciamo coração e o sistema circulatório.◦ Os pulmões absorvem o Chi do ar
durante a inspiração, que éusado para criar resistência contra as agressões externas.
Edurante a expiração expele gases desnecessários ou o chiimpuro. Os pulmões
regulam o chi em toda extensão do peito.◦ Através da respiração, os pulmões são os
órgãos mais ligados aomeio ambiente externo.◦ E também, os pulmões são os órgãos
mais facilmentecontrolados pela vontade.◦ Muitas escolas orientais de pensamento
sustentam que muitosmales podem ser curados pelo hábito da respiração controlada
ecorreta.

Você também pode gostar