Você está na página 1de 14

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS


CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS

Economia Internacional II
Período letivo 2020.1

Aula 1 – Unidade I

São Luís
PROGRAMA DA DISCIPLINA

As transformações do pós-guerra;
EMENTA As instituições criadas em Bretton Woods;
O Plano Marshall;
A internacionalização do capital;
O desequilíbrio benéfico (1947/1958);
As tensões correntes no sistema monetário
internacional (1959/1968);
O colapso da ordem internacional (1968/1971);
Euromercado e endividamento externo;
A reestruturação capitalista: os blocos
econômicos, a terceira revolução industrial e os
NICs.

Introduzir o estudante à compreensão do


Sistema Monetário Internacional criado
em Bretton Woods e sua crise partindo
das modificações na economia mundial OBJETIVOS
desde o período entre guerras.
Em síntese, analisar os vários aspectos
do desenvolvimento capitalista na sua
fase monopolista até fase
contemporânea marcada pela formação
dos blocos econômicos e a
contemporaneidade desta recente
reestruturação produtiva.

Curso de Ciências Econômicas


Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I
PROGRAMAÇÃO DAS AULAS

AULA 1
UNIDADE I

Introdução:
• Noções iniciais;
• Apresentação da disciplina;
• Principais objetivos;
• Dinâmica aplicada.

PARTE I: OS MOVIMENTOS INTERNACIONAIS DE


MERCADORIAS, DE CAPITAIS E DE FORÇA DE TRABALHO
ANTES DA 2ª GUERRA MUNDIAL.

UNIDADE II
AULAS 2 e 3
A consolidação do capitalismo:
• Síntese do período da revolução
industrial;
• A grande depressão de 1873;
• Teorias do Imperialismo:
• A crítica a teoria do
imperialismo de Lenin.

Leitura Básica: DOBB (1987, pp.257-


320); BEAUD (1989, pp.189-237); LENIN
(1979 pp.585-678).

Curso de Ciências Econômicas


Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I
PROGRAMAÇÃO DAS AULAS

AULA 4 UNIDADE III

O período anterior à 2ª. Guerra mundial:


• O período entre guerras e a ascensão
americana;
• A grande depressão de 1929;
• As políticas estatais de recuperação
das economias desenvolvidas e o
modelo de substituição das
importações.

Leitura Básica: DOBB (1987, pp. 321-385);


MICHALET (1983, pp.101-131); FURTADO (1975,
pp.56-79); MANDEL (1982, pp.29-49).

PARTE II: A INTERNACIONALIZAÇÃO DO CAPITAL E AS


TRANSFORMAÇÕES DAS RELAÇÕES ECONÔMICAS
INTERNACIONAIS NO PÓS-GUERRA.

UNIDADE IV

As Instituições criadas em Bretton Woods: AULAS 5 e 6


• Fundo Monetário Internacional
(FMI);
• Banco Internacional para a
Reconstrução e o Desenvolvimento
(BIRD);
• Acordo Geral sobre Tarifas e
Comércio (GATT).

Leitura Básica: LICHTENSZTEJN&BAER


(1987, pp.17-91; pp.139-143; pp.172-204);
BAUMANN (2004, pp.133-153); DARÉ
(2003, pp.48-60).

Curso de Ciências Econômicas


Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I
PROGRAMAÇÃO DAS AULAS

Após o término da Unidade IV será feita a


primeira avaliação.

AULA 7 UNIDADE V

O Desequilíbrio Benéfico (1947/1958):


• Os desdobramentos imediatos no pós-
2ª. Guerra Mundial;
• O plano Marshall e a recuperação
européia e Japonesa;
• O Sistema Monetário Internacional do
pós-Guerra.

Leitura Básica: VIZENTINI (1992, pp.13-37);


GOWAN (2003, pp.29-43).

UNIDADE VI
AULA 8
As tensões crescentes no Sistema Monetário
Internacional:
• A crise do mercado de ouro;
• A economia supranacional;
• A crescente transnacionalização da
economia americana.

Leitura Básica: WACHTEL (1988, pp.65-109);


MOFFITT (1984, pp.41-51); FRIEDMAN (1988,
pp.57-72); BOLTON (1972, pp.17-29).

Curso de Ciências Econômicas


Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I
PROGRAMAÇÃO DAS AULAS

AULAS 9 e 10 UNIDADE VII

A crise dos anos 70:


• O colapso da ordem internacional
(1968/1971);
• O grande “BOOM” internacional
(1971/1973);
• A crise internacional (1974/1979).

Leitura Básica: MOFFITT (1984, pp.55-116);


WACHTEL (1988, pp.113-127); RUBINSTEIN
(2005, pp.175-197; GOWAN (2003, pp.73-79).

Após o término da Unidade VII será feita a


segunda avaliação.

PARTE III: A REESTRUTURAÇÃO PRODUTIVA E SEUS


DESDOBRAMENTOS CONTEMPORÂNEOS.

UNIDADE VIII

Os blocos econômicos: AULA 11


• União Européia;
• NAFTA (North América Free Trade
Agreement);
• Mercosul (Mercado Comum do Sul);
• ALBA (Alternativa Bolivariana para
as Américas);
• Tigres asiáticos.

Leitura Básica: CHESNAIS (1996, pp.13-44);


BAUMANN (2004, pp.105-131); MAIA
(2007, pp.280-318); BRUM (2002, pp.81-
144).

Curso de Ciências Econômicas


Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I
PROGRAMAÇÃO DAS AULAS

AULAS 12 e 13 UNIDADE IX

A ordem neoliberal:
• Fundamentos e práticas do
neoliberalismo;
• O papel dos fundos de pensões na
economia mundial;
• A contemporaneidade da economia
mundial.

Leitura Básica: CARCANHOLO (1997, pp.199-


214); DUMÉNIL&LÉVY (2005, pp.85-108);
CHESNAIS (1999, pp.19-38); FIORI (2007,
pp.41-106); KATZ (2007, pp.167-180).

UNIDADE X

Crises contemporâneas: AULAS 14 e 15


• México, Ásia, Rússia, Argentina e Brasil.;
• Países em desenvolvimento: crescimento, crises e
reformas;
• A crise do sistema monetário internacional privado
e multiestatal;
• A crise atual.

Leitura Básica: KRUGMAN&OBSTFELD (2005, pp.491-522);


HARVEY (2011, pp.9-40); GOWAN (2003, pp.159-189);
KRUGMAN (1999, pp.41-86; pp.115-136); BRENNER (2003,
pp17-44); MÉSZÁROS (2009, pp. 31-46); Textos atuais.

Após o término da Unidade X será feita a


terceira avaliação.

Curso de Ciências Econômicas


Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I
Quais são as competências e
habilidades esperadas?

• Ler e compreender textos sobre


Economia Internacional;

• Utilizar adequadamente conceitos


teóricos presentes nos diversos
paradigmas fundamentais da ciência
econômica para entender as
transformações ocorridas no âmbito
da economia internacional desde o
final do século XIX;

• Entender como se deram os


movimentos internacionais de
mercadorias, de capitais e da força de
trabalho antes da 2ª. Guerra Mundial;

• Perceber como se deu o processo de


internacionalização do capital e as
transformações das relações
econômicas internacionais no pós-
guerra;

• Compreender as complexidades
envolvidas na atual reestruturação
produtiva e seus desdobramentos
contemporâneos.

Curso de Ciências Econômicas


Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I
Quais metodologias serão utilizadas
no processo de ensino e
aprendizado?

Os métodos de ensino e os Os métodos utilizados para o processo de


procedimentos didáticos ensino, deverão sempre articular a(o):
usados no curso de - participação do docente com o
Economia Internacional II protagonismo discente;
- interação entre alunos;
serão os mesmos
- interação professor-aluno;
apresentados no Projeto - autonomia discente; e
Pedagógico do Curso de - capacidade de resolução de
Ciências Econômicas. problemas.

Em geral, pode-se elencar que a metodologia proposta no curso de


Economia Internacional II, seguirá as seguintes estratégias
metodológicas:

a) Método de exposição pelo


docente

Nesse método o protagonismo é,


em grande parte do professor, a
partir da apresentação, explicação,
demonstração e exemplificação
e/ou ilustração do conteúdo.
Embora a aula expositiva seja um
veículo tradicional do modelo de
ensino, isso não sugere que o
discente assuma uma posição
passiva, pois é aberto ao diálogo e a
interação;

Curso de Ciências Econômicas


Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I
Quais metodologias serão utilizadas
no processo de ensino e
aprendizado?

b) Método de resolução de problemas

Consiste nas estratégias de estímulo ao desenvolvimento da capacidade de


“aprender a aprender”, levando os alunos a determinarem, por si mesmos,
suas próprias respostas às questões cotidianas que os inquietam. Além disso,
a estratégia implica também a proposição de situações problemas por parte
dos próprios alunos, partindo da realidade que os cercam. Nesta metodologia
a aprendizagem é vista como um processo de problematização e de
proposição de soluções, a partir da análise teórica e a da observação da
realidade;

c) Método de trabalho independente

Esse método pressupõe domínio prévio,


por parte dos alunos, do método de
solução, do conteúdo formativo, dos
objetivos e perfeita compreensão da
tarefa dada. Consiste em promover
estudos dirigidos, com orientação indireta,
para que os discentes, a partir dos
conteúdos assimilados, desenvolvam, com
criatividade, as tarefas recomendadas. O
aspecto fundamental nesse método, é a
possibilidade de desenvolver a autonomia
discente e a aplicação dos conhecimentos
e habilidades construídos sem a
intervenção direta do docente;

Curso de Ciências Econômicas


Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I
Quais metodologias serão utilizadas
no processo de ensino e
aprendizado?

d) Método de elaboração conjunta

Consiste num método de interação entre professor e aluno, a partir da


exposição dialogada do conteúdo. Pressupõe domínio razoável de
conhecimento básico e, geralmente, a aula dialogada ou a conversação parte
de uma indagação que possa incitar o raciocínio e a conversa dos discente. O
aspecto fundamental desse método é o estímulo à argumentação, à expressão
de opiniões, à discussão, refutação, a interpretação e a manifestação de
experiências;

e) Método de trabalho em grupo

Consiste no emprego de atividades


em equipe de alunos, visando o
estabelecimento da cooperação na
construção, realização e
apresentação de tarefas.
Geralmente usado de maneira
transitória e em interação com
outras metodologias. As estratégias
mais comuns desse método são o
debate, seminários, etc.

Curso de Ciências Econômicas


Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I
AVALIAÇÕES

Constará de exames
individuais, e/ou em grupo, Nos exames propostos serão
que versam sobre o considerados os seguintes
critérios de avaliação:
domínio teórico do
• compreensão da questão;
conteúdo estudado. Ao • estratégia de
todo, serão três avaliações argumentação/análise; e
principais, além da • conhecimento da
avaliação de reposição e da bibliografia recomendada.
avaliação final.

DATAS IMPORTANTES*
Evento Conteúdo Dia Início Término
1ª. Avaliação Unidades 2, 3 e 4 26/10/2020 18:30 20:10
2ª. Avaliação Unidades 5, 6 e 7 23/11/2020 18:30 20:10
3ª. Avaliação Unidades 8, 9 e 10 14/12/2020 20:20 22:00
Avaliação de O mesmo da A combinar. - -
Reposição avaliação a ser
reposta
Avaliação Toda a matéria A combinar. - -
Final

* Essas datas poderão ser remarcadas, eventualmente, em função


de motivos imprevistos.

Além dos exames convencionais, como citado acima, a pontuação


poderá também ser obtida de maneira complementar através de
trabalhos propostos em sala de aula, que visam fixar o conteúdo e
instrumentalizar a análise dos alunos. Esses trabalhos não serão
obrigatórios, mas poderão complementar as notas das avaliações
convencionais.

Além dos trabalhos, a participação nas aulas


também somará pontos complementares às
avaliações convencionais.
Assistência ao Aluno
A assistência discente consiste no atendimento particular e individualizado a todo
o aluno que demandar/necessitar de assistência ao processo de aprendizagem do
conteúdo ministrado em sala de aula. A assistência deverá ser previamente
agendada (por e-mail ou qualquer outra forma de contato com o docente) e
ocorrerá, preferencialmente, às segundas-feiras, entre as 17:30 e 18:30h.

REFERÊNCIAS

AGLIETA, Michel. Os Riscos da Unificação Européia. In: Estudos CEBRAP No 42, julho 1995.
AGLIETA, Michel e ORLÉAN. A Violência da Moeda. São Paulo: Brasiliense, 1990.
ARRIGHI, Giovanni. O longo século XX. São Paulo: UNESP, 1996.
BAUMANN, Renato; CANUTO, Otaviano & GONÇALVES Reinaldo. Economia Internacional:
Teoria e Experiência Brasileira. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.
BEAUD, Michel. História do Capitalismo. São Paulo: Brasiliense, 1989.
BOLTON, George. Formação e aparecimento do mercado do Eurodólar. IN: PROCHNOW, H.
(Org.) O Eurodólar. Rio de Janeiro: Artenova, 1972.
BRENNER, Robert. O Boom e a Bolha: Os Estados Unidos na economia mundial. Rio de Janeiro:
Record, 2003.
BRUM, Argemiro Luís. A Economia Internacional na entrada do século XXI: Transformações
Irreversíveis. Ijuí: Ed. Unijuí, 2002.
CARCANHOLO, Marcelo Dias. Globalização e neoliberalismo: os mitos de uma (pretensa) nova
sociedade. IN: MALAGUTI et. al.(Org.). A quem pertence o amanhã?. São Paulo: Loyola, 1997.
CHESNAIS, François. A Mundialização do Capital. São Paulo: Xamã Editora, 1996.
CHESNAIS, François. Tobin or not Tobin? Porque tributar o capital financeiro internacional em
apoio aos cidadãos. São Paulo: Editora UNESP: ATTAC, 1999.
DARÉ, Milton José. Organismos Internacionais e blocos econômicos. IN: COGGIOLA, O. (Org).
Dinâmica da economia mundial contemporânea. São Paulo: Scortecci, 2003.
DOBB, Maurice. A Evolução do Capitalismo. Rio de Janeiro: LTC, 1987.
DUMÉNIL, Gerard & LÉVY, Dominique. O Neoliberalismo sob a hegemonia norte-americana. IN:
CHESNAIS, François. A Finança Mundializada. São Paulo: Boitempo Editora, 2005.
_____. A Crise do Neoliberalismo. São Paulo: Boitempo, 2014.
FIORI, José Luís. O Poder Global. São Paulo: Boitempo, 2007.
FURTADO, Celso. O Capitalismo Global. São Paulo: Paz e Terra, 2001.
FURTADO, Celso. A Hegemonia dos Estados Unidos e o subdesenvolvimento da América Latina.
Rio de Janeiro: Civilização Brasiliense, 1975.

Curso de Ciências Econômicas


Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I
REFERÊNCIAS

FRIEDMAN, Milton. Capitalismo e liberdade. São Paulo: Nova Cultural, 1988.


GONÇALVES, Reinaldo. Economia Política Internacional: Fundamentos Teóricos e as Relações
Internacionais do Brasil. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.
GOWAN, Peter. A Roleta Global: uma aposta faustiana de Washington para a dominação do
mundo. Rio de Janeiro: Record, 2003.
HARVEY, David. O Enigma do Capital e as crises do capitalismo. São Paulo: Boitempo, 2011.
HUSSON, Michel & TAVARES, Maria Augusta. A nova conjuntura econômica. Revista do
Instituto de Estudos Socialistas – No. 7 – Outubro/2002. São Paulo: Xamã, 2002.
KATZ, Jorge. Reformas estruturais, ciclos de criação e destruição da capacidade produtiva e o
pensamento de Celso Furtado. IN: SABOIA&CARVALHO (Org.). Celso Furtado e o século XXI.
Rio de Janeiro: Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2007.
KRUGMAN, Paul R. & OBSTFELD, Maurice. Economia Internacional: Teoria e Política. São Paulo:
Pearson Addison Wesley, 2005.
KRUGMAN, Paul. Uma nova recessão? O que deu errado: como entender a crise da economia
mundia. Rio de Janeiro: Campus, 1999.
LENIN, V. I. O Imperialismo, fase superior do Capitalismo. Obras Escolhidas. Volume I. São
Paulo: Alfa-Omega, 1979.
LICHTENSZTEJN, Samuel e BAER, Mônica. FMI e BIRD: Estratégias do poder financeiro. São
Paulo: Brasiliense, 1987.
MAIA, Jayme de Mariz. Economia Internacional e Comércio Exterior. São Paulo: Atlas, 2006.
MANDEL, Ernest. O Capitalismo Tardio. São Paulo: Abril Cultural, 1982.
MARX, Karl. O Capital: Crítica da Economia Política. Livro 1. Volume II. Rio de Janeiro:
Civilização Brasileira, 2005.
MÉSZÁROS, István. A crise estrutural do capital. São Paulo: Boitempo, 2009.
MICHALET, Charles-Albert. O capitalismo mundial. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.
________. O que é a mundialização? São Paulo: Edições Loyola, 2003.
MOFFITT, Michael. O dinheiro do mundo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984.
PIKETTY, Thomas. O Capital no século XXI. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2014.
RUBINSTEIN, Marianne. O Japão: do milagre econômico à derrocada financeira. IN: CHESNAIS,
François. A Finança Mundializada. São Paulo: Boitempo Editora, 2005.
STIGLITZ, Joseph. Globalização: como dar certo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
TAVARES, Maria da Conceição & FIORI, Jose Luis. Desajuste global e modernização
conservadora. Rio de Janeiro: PAZ E TERRA, 1993.
VIZENTINI, Paulo G. Fagundes. Da guerra fria à crise (1945-1992): as relações internacionais
contemporâneas. Porto Alegre: Ed. Da Universidade/UFRGS, 1992.
WACHTEL, Howard. Os mandarins do dinheiro: as origens da nova ordem econômica
supranacional. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1988.
Curso de Ciências Econômicas
Disciplina: Economia Internacional II
Período Letivo: 2020-1 / Aula 1 – Unidade I