Você está na página 1de 5

[Digite aqui]

Questão 1

1. Uma alimentação contínua de 4.535 kg/h de solução de sal de 2,0 % em massa


a 311 K, entra em um evaporador de simples efeito para que a solução seja
concentrada a 3,0 %. A evaporação ocorre em pressão atmosférica e a área do
evaporador é de 69,7 m2. O aquecimento é feito com vapor de água saturado a 383,2
K. Dado que a solução está diluída, a suposição de que a solução tem o mesmo ponto
de ebulição da água é válida. A capacidade calorífica da alimentação cpF = 4,10 kJ/kg
K. Calcule: as quantidades de vapor e de líquido produzidas e o coeficiente total de
transferência de calor (U).

RESPOSTA

O PRIMEIRO PASSO É VERIFICAR OS DADOS QUE O ENUNCIADO FORNECEU:


A evaporação ocorre a pressão atmosférica, considerar 1 atm.
Foi fornecido Cpf= 4,10 KJ/Kg.K. Área de troca= 69,7 m2
Alimentação:
mf= 4535Kg/h
hf= ?
xf= 0,02
Tf= 311K
Corrente de vapor (solvente vaporizado) V :
mv=?
Hv=?
Tv=(temperatura de condensação da água, considerar 373,16 K)
[Digite aqui]

Solução concentrada, L:
m=?
h=?
x=0,03
Tv=(temperatura de ebulição da água a pressão atmosférica. Considerar 373,16 K)

Vapor de aquecimento:
ms=?
hs=?
T=383,2 K (vapor saturado)
Vapor condensado:
mc=?
hc=?
T = (temperatura de condensação da água a pressão atmosférica, considerar 373,16 K)

1- Balanço de massa para encontrar as vazões que faltam:

Global: 4535 Kg/h -m -mv =0  m + mv = 4535 Kg/h


Soluto: 4535Kg/h . 0,02 – m. 0,03 = 0  m= 3023,33 Kg/h (vazão da solução
concentrada)

Substituindo o valor de m na equação global:

3023,33 Kg/h + mv = 4535 Kg/h  mv = 1511,67 Kg/h

(Valores esperados: V = 1511,7 kg/h; L = 3023,3 kg/h)

2- Cálculo de Q, para obtenção de U

Balanço de energia:
[Digite aqui]

- Não temos informação a respeito da massa de vapor ms usada para


aquecimento

- O calor latente de condensação pode ser encontrado em tabelas.


Pode usar soluções on line, como este site:

https://www.tlv.com/global/BR/calculator/steam-table-temperature.html

Nele, o calor latente a temperatura de 373,16 K é 2256,45 KJ/Kg.


[Digite aqui]

- Precisamos calcular hf

hf= Cpf (T – Tf)


hf= 4,10 KJ/Kg.K (373 – 311)
hf= 254,2 KJ/Kg

(No gabarito, o valor esperado era 60Kcal. Se convertermos o valor achado


para Kcal: 254,2/4,18 = 60,81Kcal/Kg, o que é coerente, mas usaremos o valor
em KJ/Kg calculado mesmo)

Agora, calcularemos Q

Q= 1511,67 Kg/h . 2256,45 KJ/Kg + 4535Kg/k . 254,2 KJ/Kg

Q= 4563804,7715 KJ/h

Convém converter KJ em J e hora em segundo

Q= 4563804,7715 KJ/Kg.h . 1000J/1KJ . 1h/3600s


Q= 1267723,5476389 J/s

Foi dado o valor da área = 69,7 m2

- Cáculo de U:

Q= UA(T2 – T1)
1267723,5476389 J.s = U . 69,7 m2 . (383,2K – 373K)
U = 1783,17 J.s/m2.K ou U=1783,17 W/m2.K

O valor esperado seria 1686,3 W/m2.K. Uma diferença de 5,74%. Outro


material consultado, dava um valor de 1823 para essa mesma questão.
Encontra-se um valor próximo a esse se usar a equação

Pesquisando-se h, hv e hf em uma tabela de vapor, como a do Livro


Termodinâmica do Van Ness.

Este valor pode variar em função da tabela de vapor consultada, interpolações


realizadas nas tabelas e a quantidade de casas decimais usadas nos cálculos.

Podem usar estes valores encontrados nesta questão, caso não encontrem algum
erro, para as questões 2 e 3.
[Digite aqui]

Muitas vezes será preciso recorrer a tabelas para se encontrar a entalpias.

Você também pode gostar