Você está na página 1de 4

Lição 9

OS DEZ MANDAMENTOS (PARTE 5)


Por Ray Comfort
Tradução: Fernando Guarany Jr.

“Tantas pessoas comemoram o aniversário de Cristo! Tão poucas os Seus preceitos!


Ó como é tão mais fácil celebrar festas que guardar mandamentos.”
Benjamim Franklin

_____

Comentário de Kirk Cameron: O Quinto Mandamento trata de honrar seu pai e sua mãe. Quando era
adolescente, fui culpado de quebrar este Mandamento diariamente.
_____

Perguntas e Objeções
“Deus é injusto porque mandará tanto Hitler quanto uma pobre senhora (que nunca aceitou Jesus)
para o inferno.”

Os pecadores sempre acusam Deus de ser injusto, pois consideram que todos receberão a mesma
punição no inferno independentemente de seus pecados serem menores ou hediondos. O julgamento de
Deus, entretanto, será de acordo com a justiça (retidão) (Atos 17:31). Em Mateus 11:24, Jesus disse:
“...no dia do juízo haverá menos rigor para a terra de Sodoma do que para ti.” e em Lucas 10:14, vemos
que cidades mais pecaminosas como Corazin e Betsaida receberão um julgamento mais duro que Tiro e
Sidom. Estes versículos mostram que haverá graus de punição. (Veja também Lucas 12:47, 48; Hebreus
10:29.)
_____

Nesta lição vamos estudar o Quinto Mandamento:

“Honra teu pai e tua mãe:


para que teus dias se prolonguem sobre a terra que o Senhor teu Deus te concede”
Êxodo 20:12

Este Mandamento é singular, porque é “o primeiro Mandamento com promessa” (Efésios 6:2).
Honrar nossos pais significa estimá-los, mostrar-lhes respeito e prestar-lhes obediência. O Novo
Mandamento instrui as crianças a “obedecerem a seus pais no Senhor: pois isto é justo” (Efésios 6:1) e a
“obedecer a seus pais em tudo: pois isto é agradável ao Senhor (Colossenses 3:20). Será que os filhos
devem obedecer apenas o que quiserem ou o que parecer justo para elas? Não; para agradar ao Senhor,
devem obedecer “em tudo”. Isso não significa que seus pais sempre tomarão decisões sábias ou tratarão
seus filhos como devem, mas os pais prestarão conta disso diante de Deus.
Por que isto é tão importante? Visto que as crianças são naturalmente pecaminosas, precisam ser
instruídas nos caminhos do Senhor; os pais devem “instruir as crianças no caminho que devem seguir”
(Provérbios 22:6). Provérbios 29:15, 17 alerta: “A vara e a repreensão dão sabedoria; mas a criança
entregue a si mesma envergonha a sua mãe... Corrige a teu filho, e ele te dará descanso; sim, deleitará o
teu coração.” Aqueles que não se submetem à autoridade de seus pais, que são os representantes de
Deus para treiná-los e discipliná-los, muito improvavelmente se submeterão à autoridade de Deus ou
obedecerão Suas Leis.

Em essência, este mandamento promete que, se os filhos não honrarem seus pais, nada irá
bem em suas vidas e que seus dias na terra não serão muitos. Esta é a razão por nada estar indo bem com
esta geração. Esta geração tem sido deixada na escuridão sobre os requerimentos da Lei e está sofrendo
as conseqüências de sua transgressão. Ela sofre com o vício do álcool e das drogas, promiscuidade,
doenças sexualmente transmissíveis, lares partidos e uma enorme taxa de suicídio (visite o site
www.1000deaths.com, clique nas fotos... e chore).

A Bíblia diz que o Messias engrandeceria a Lei e a tornaria gloriosa (Isaías 42:21). Jesus
fez isso muitas vezes, particularmente no Sermão do Monte. Marcos 7:5-13 nos conta que os Fariseus
haviam desonrado a Lei ao honrar a Deus apenas com os lábios. Anularam os mandamentos pela sua
tradição, ensinando segundo os mandamentos dos homens. O Salvador devolveu honra à Lei ao ensinar
que ela era espiritual por natureza, e que guardá-la apenas exteriormente não era suficiente. Deus exige a
verdade no interior (pensamentos, intenção e motivos).

O uso legítimo da Lei revela o quão distante estamos do perfeito padrão de Deus. A Lei
traz o conhecimento do pecado. Mesmo os melhores de nós não honraram seus pais como deveriam.
Entretanto, ao evangelizar as pessoas, sempre encontraremos alguns que discutirão dizendo que
guardaram sim este Mandamento, tendo perfeitamente honrado a seus pais. Portanto, precisarão
primeiro ser confrontados com os pecados da carne antes de serem confrontados com este Mandamento.
Será que eles já contaram alguma mentira? Ou furtaram algo? Quase todos admitem que sim; e ao fazê-
lo desonraram o nome de seus pais ao se tornarem ladrões mentirosos.

_____

Perguntas
1. O que significa “honrar” pai e mãe?

2. Deveremos sempre honrar nossa mãe, mesmo que ela seja uma prostituta?

3. Por que é tão importante que as crianças obedeçam este Mandamento?

4. Ao evangelizar, porque é importante que usemos os Mandamentos que lidam com os pecados da

carne antes de mencionar este?

_____
O Pregador
Norma Winfor Mada: Não acho que a Bíblia é confiável porque existem muitas versões. Qual delas é a
correta?

Cristão: Há versões em chinês para os chineses. Há versões em russo para o povo russo. Na verdade, há
centenas de versões da Bíblia – algumas em linguagem moderna, algumas em línguas estrangeiras,
outras em português arcaico. Poucas pessoas, na época da imprensa, podem alegar não ter acesso às
Escrituras em seu próprio idioma.

Norma Winfor Mada: A Bíblia é aberta à interpretação. Quer dizer, tantas pessoas acham que um
versículo significa uma coisa e tantas outras pensam em outro significado totalmente diferente. É muito
confuso.

Cristão: Tente decifrar isso, então: Jesus disse: “A não ser que você se arrependa, perecerá”.

Norma Winfor Mada: Hã!?

Cristão: Como você interpretaria isso?

Norma Winfor Mada: A Bíblia não tem mudado com o passar dos anos?

Cristão: Não. Deus tem preservado Sua Palavra. Qualquer pessoa pode hoje em dia ter acesso a
programa de computadores que fornecem as palavras gregas e hebraicas originais, e as únicas
“mudanças” são as que foram feitas por motivo de clareza. O versículo que acabamos de ver, por
exemplo. Em português arcaico é dito: “Exceto se vos arrependerdes, vós todos de igual modo hão de
perecer (Lucas 13:3)”, enquanto a versão contemporânea registra algo assim: “Se não se arrependerem,
vocês também perecerão.”

Norma Winfor Mada: Ok. Estou entendendo a mensagem.

_____

Penas para Flechas


No Velho Oeste, vários homens estavam no primeiro andar de uma pensão divertindo-se jogando
cartas, quando ouviram um grito vindo da rua: “Fogo! Fogo!” Os homens simplesmente se olharam de
maneira incrédula. O amarelo das chamas toma conta de uma janela. “Espere!”, diz o comerciante,
“Vamos pelo menos terminar esta jogada; temos muito tempo – estou com a chave da porta dos fundos.”
Todos concordaram e reiniciaram o jogo. Preciosos minutos se passaram. Um dos homens começou a
ficar nervoso quando as chamas começaram a entrar pelos vidros quebrados da janela. Com os olhos
arregalados e testa suada, ele pede a chave: “Covarde!”, murmura o comerciante ao jogar a chave. Todos
correm em direção à porta e aguardam ofegantes conforme a chave é colocada na fechadura. “Ela não
gira!”, grita o homem. “Dê-me aqui!”, diz o comerciante. Enquanto tentava em vão girar a chave, ele
sussurrou: “É a chave errada!”

_____

Palavras de Conforto
Tenho uma misteriosa habilidade de ficar preso nos lugares. Quando era garotinho, fiquei preso em
um alto penhasco e alguém teve que me resgatar. Durante os meus trinta anos consegui ficar longe de
penhascos, mas, ainda assim, conseguia ficar preso. Certa vez, esqueci de levar a chave para usar o
banheiro que era compartilhado por diversos lojistas. Felizmente, a porta não estava trancada. Entrei e
bati a porta. Entretanto, descobri que não conseguira sair sem a chave. Tive que pôr minha cabeça em
uma fresta e, humildemente, pedir a um transeunte que fosse a loja e pedisse a chave para me libertar.

_____

Versículo para Memorização


“Aparta-te do mal, e faze o bem: busca a paz, e segue-a.
Os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os seus ouvidos atentos ao seu clamor.”
Salmo 34:14, 15

_____

Últimas Palavras

São Francisco de Assis (1182-1226), fundador da ordem dos monges Franciscanos:

“Adeus, meus filhos; permaneçam sempre no temor do Senhor. Tentação


e tribulação estão à porta e, feliz daqueles que perseverarem no bem
que começaram. Apresso-me a ir para o Senhor, a cuja graça vos
recomendo.”

_____

Tradução: Fernando Guarany Jr.


www.EvangelismoBiblico.com.br