Você está na página 1de 35

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA

DE TIRO DEFENSIVO
www.cbtdshop.com apresenta:
Curso Básico de Tiro
- Teoria
 Curso online com emissão
eletrônica de certificado.
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
ARMA DE FOGO
Conceito:
 Dispositivo que impele um ou vários
projéteis através de um cano pela pressão
de gases em expansão produzidos por uma
carga propelente em combustão.

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
CLASSIFICAÇÃO DAS ARMAS DE FOGO
1. Quanto à alimentação

Antecarga –
Qualquer arma
de fogo que
deva ser
carregada pela
boca do cano.

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
Retrocarga – Arma
de fogo carregada
pela parte de trás
ou extremidade da
culatra.

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
CLASSIFICAÇÃO DAS ARMAS DE FOGO
2. Quanto à alma do cano
 A) ALMA LISA
É aquela isenta de raiamentos , com
superfície absolutamente polida, como,
por exemplo, nas espingardas. As armas
de alma lisa podem ter um sistema
redutor (choque), acoplado ao extremo
do cano, que tem como finalidade
controlar a dispersão dos bagos de
chumbo.
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
CLASSIFICAÇÃO DAS ARMAS DE FOGO
2. Quanto à alma do cano
 B) ALMA RAIADA
É aquela que possui no seu interior
sulcos “ Raias “ , como por exemplo,
revólveres e rifles, e este raiamento é
que proporciona precisão e velocidade
no disparo.

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
CLASSIFICAÇÃO DAS ARMAS DE FOGO
3. Quanto ao tamanho
Arma curta de
alma raiada ou lisa,
portátil, de
repetição
semi-automática ou
automática, de ação
simples ou ação
dupla. www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
CLASSIFICAÇÃO DAS ARMAS DE FOGO
3. Quanto ao tamanho
Arma longa de alma raiada ou lisa;
semi-portátil de repetição;
semi-automática ou automática; de
ação simples ou ação dupla.

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
COMPONENTES DA ARMA DE FOGO

Pistola
12
13 14 11 10

8
1 - Carregador
6 2 – Retém do carregador
3 – Cabo
9
4 - Gatilho
5 – Guarda mato
7 6 - Registro de segurança e desarmador do cão
5
7 – Chassi
8 – Cão
3
4 9 – Cano
10 – Alça de mira
2
11 – Retém do ferrolho
12 – Massa de mira
13 – Ferrolho
1
14 - Alavanca de desmontagem

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
COMPONENTES DA ARMA DE FOGO
Pistola
(Exercício)
12 14
13 11 10
8

7 5

3
4

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
COMPONENTES DA ARMA DE FOGO
Revólver
1 - Cabo
2 - Cão
3 – Guarda Mato
4 - Gatilho
5 – Alça de mira
6 - Dedal serrilhado
7 – Vareta do extrator
8 – Massa de mira
9 – Tambor
10 – Cano
11 - Chassi

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
COMPONENTES DA ARMA DE FOGO
Revólver
(Exercício)

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
Componentes do Cartucho

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
Sequencia do disparo

 A) Cartucho ainda não foi deflagrado

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
 B) A ignição da pólvora já ocorreu e o
acréscimo de pressão já parcialmente
comprimiu as aletas da bucha plástica
e abriu o fechamento estrela da boca
do estojo.

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
 C) A coluna de chumbo continua seu
deslocamento ao longo do cano

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
d) A coluna de chumbo sai do cano e a
bucha plástica está com os gomos
abertos e prestes a se separar da mesma
BALÍSTICA

Conheça o aparelho de
comparação Microscópica

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
Peritos especializados em balística, buscam
localizar elementos convergentes. Uma destas
situações é mostrada na ilustração abaixo

 Com a localização de elementos convergentes em


quantidade e qualidade suficiente, os Peritos
podem afirmar que a arma analisada foi utilizada
na efetivação dos disparos que atingiram a vítima.
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?

 Stop power, ou poder de parada , ou


poder de freamento , representa o
poder que um calibre de arma de
fogo possui para pôr fora de combate
um oponente atingido com um único
disparo com determinado calibre, e
preferencialmente sem necessidade
de matá-lo.
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?

 O surgimento da bala dundum (bullets, no


inglês) ou ponta oca se deu pela grande
resistência dos indianos que mesmo depois
de atingidos vária vezes, enfrentavam os
ingleses bravamente. No início era só mais
um calibre para armas longas, e o título teve
origem no nome da província onde estava o
arsenal inglês, a província de Dum-dum no
norte da Índia.
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?
 Os projéteis hollow points, ou pontas oca, surgiram nesses
testes em Dum-dum. Não eram como os hollow points que
há hoje, mas de chumbo na totalidade ou jaquetados.
 Em 1903 a comissão Thompsom analisou nos EUA como por
fora de combate indivíduos como os de Filipinas. Graças a
essa comissão, foi adotado o calibre .45 ACP para armas
curtas militares.
 Os resultados efetivos como se tem hoje nunca foram
obtidos por métodos teóricos, mas de estudos empíricos.
Hoje se usa a estatística dos “combates”, mas antigamente
eram usados cadáveres humanos para observação dos
efeitos como mobilidade e fratura óssea, em bovinos
observava-se o poder de incapacitação. Como as projéteis
“pontas ocas” ainda não eram usuais, os teste eram
basicamente com projéteis ogivais.
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?
 Os projéteis hollow points, ou pontas oca, surgiram nesses
testes em Dum-dum. Não eram como os hollow points que
há hoje, mas de chumbo na totalidade ou jaquetados.
 Em 1903 a comissão Thompsom analisou nos EUA como por
fora de combate indivíduos como os de Filipinas. Graças a
essa comissão, foi adotado o calibre .45 ACP para armas
curtas militares.
 Os resultados efetivos como se tem hoje nunca foram
obtidos por métodos teóricos, mas de estudos empíricos.
Hoje se usa a estatística dos “combates”, mas antigamente
eram usados cadáveres humanos para observação dos
efeitos como mobilidade e fratura óssea, em bovinos
observava-se o poder de incapacitação. Como as projéteis
“pontas ocas” ainda não eram usuais, os teste eram
basicamente com projéteis ogivais.

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?
 O resultados não apresentaram um relatório conclusivo, até mesmo porque na
época não se fazia uso de dados estatísticos, apenas referenciou o que parecia
obvio para o período, calibres mais pesados eram superiores. Hoje sabemos que
não é bem assim. No entanto se chegou a uma boa conclusão a outro respeito, o
tempo de ação que o calibre efetuava sua dinâmica no oponente era decisivo.
 No final da década de 1920, o General Julian S. Hatcher, baseados nos resultados
da comissão Thompson, também realizou estudos. Afirmando que um projétil
lento e pesado teria maior poder de incapacitar o oponente do que um leve e
veloz.[3]
 O estudo digno de nota foi realizado pelo Coronel Chalberlin, em 1930.[3] Foi
realizado com cabras por ter estrutura mineral óssea parecida com a do ser
humano. Nesse estudo não foi observado ainda o stopping power, pois as cabras
eram anestesiadas, contudo importantes conclusões foram relatadas:
 Após a entrada do projétil, se esse não segue de modo retilíneo, mas rola nos
tecidos, aumenta a cavidade;
 Fragmento de ossos estilhaçados poderia provocar lesões distantes da trajetória
do projétil;
 O movimento dos fluidos internos do corpo provocava lesões em todas as
direções.

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?
 O médico militar de nome Flacker, por
intermédio de necropsias em pessoas atingidas
por projéteis de armas de fogo, também analisou
o assunto, concluindo que projéteis mais pesados
teriam maior capacidade de penetração e lesão
tecidual. Hoje é sabido que há uma cavidade
temporária provocada pelo tombamento de
alguns projéteis, e isso não foi analisado na
época.
 Um policial Norte Americano de nome Fairburn
também realizou estudos que concluíram o
melhor poder de parada para o .357 Magnum e
que o .38 SPL somente parava o oponente em
25% dos confrontos.
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?
 O primeiro grande estudo significativo para analisar o poder
de parada foi de fato realizado em Estrasburgo - França, em
1991. Participou uma equipe multidisciplinar: médicos,
fisiologistas, neurologistas, veterinários, patologistas e
especialistas em balística. Muitos calibres foram analisados.
Foram usadas cabras vivas com dimensões de tórax de porte
mais próximo do humano. Foi analisado o tempo que levava
para o animal era incapacitado (não morto), por
monitoramento de eletroencefalograma.
 Com a necropsia, os animais atingidos por estilhaços ósseos
ou projéteis atingido o coração ou grandes vasos, ou mesmo
animais doentes eram descartados da pesquisa. Tentou-se
levar em consideração a trajetória do projétil no tecido.
 .
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?
 O .357 Magnum JHP incapacitava em tempo médio de 7,3
segundos e o .40 S&W JHP em 7,8 segundos e o 40 S&W
Black Talon em 8,6 segundos, o .45 ACP Hidra-Shock em
8,4 segundos e o 45 ACP FMJ em 13,8 segundos, o .38 SPL
LHP +P em 10,7 seg. , já o .38 SPL ponta de chumbo ogival
não incapacitou a cabra alvejada, .380 ACP 90 grains
Hidra-Shock em 10,9 seg .380 ACP 95 grains FMJ em 22,8
seg..
 Entretanto, o conceito stopping power como é “definido”
hoje firma-se nas pesquisas de Marshall e Sanow, que
registraram em livro suas pesquisas de 15 anos até então.

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?
PARÂMETRO DA PESQUISA DE
MARSHALL e SANOW

 Parâmetro de definição de poder de parada do


estudo de Marshall e Sanow: “a vítima, quando
atingida, entra em colapso antes de fazer algum
disparo ou expressar uma outra reação de ataque
ou fuga; a vítima/oponente, quando atingido, não
poderia se deslocar mais do que três metros antes
de entrar em colapso”.
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?
PARÂMETRO DA PESQUISA DE
MARSHALL e SANOW
 Nos seus levantamentos o .357 Magnum continua
com sua majestade com 96% de stopping power, mas
dependendo da munição chegou a obter stopping
power de 73, o .40 S&W dependendo do projétil
variou entre 89 a 94%, o .45 ACP com Hidra Shock
ficou com 89% de stopping power já o .45 ACP FMJ
apenas 64%, o .44 Magnum variou de 81 a 89%
dependendo da munição, o 9 mm Luger de 62 a 89%,
já o .38 SPL variou de 49 a 75% dependendo da
munição, e o .380 ACP variou de 51 a 65% de stopping
power dependendo da munição.
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?
PARÂMETRO DA PESQUISA DE
MARSHALL e SANOW
 Nos seus levantamentos o .357 Magnum continua
com sua majestade com 96% de stopping power, mas
dependendo da munição chegou a obter stopping
power de 73, o .40 S&W dependendo do projétil
variou entre 89 a 94%, o .45 ACP com Hidra Shock
ficou com 89% de stopping power já o .45 ACP FMJ
apenas 64%, o .44 Magnum variou de 81 a 89%
dependendo da munição, o 9 mm Luger de 62 a 89%,
já o .38 SPL variou de 49 a 75% dependendo da
munição, e o .380 ACP variou de 51 a 65% de stopping
power dependendo da munição.
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
O que é Stop Power?
CONCLUSÕES COM BASE NA PESQUISA
DE MARSHALL e SANOW
 Os projéteis mais leves e mais velozes em pontas ocas, têm
melhor desempenho de poder de parada. Ao contrário do que
se cogitava teoricamente e em estudos primitivos, projéteis
mais leves e velozes tem maior poder de parada que os mais
pesados, mesmo que tenham também pontas ocas.
 Para uma melhor obtenção do poder de parada, foi
estabelecido como padrão a penetração de 10 a 12 polegadas
em corpo humano. Ou seja, o projétil não deve transfixar o
alvo, e sim transmitir toda a sua energia cinética para o corpo
humano.
www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
Exemplo de Munição

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
TIPOS DE MUNIÇÃO

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
Qual a diferença entre Fogo
Central e Fogo Circular?
 No fogo Central a espoleta é localizada
no centro do estojo. Já no Fogo Circular,
ela se encontra na aba lateral (aro).

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br
Curso Básico de Tiro (Teoria)

 Fim da 1ª. Parte.

 Ao término do
terceiro módulo, o
seu certificado  www.cbtd.org.br
estará disponível na
área de acesso.  www.cbtdshop.com

www.cbtd.org.br - www.cbtdshop.com.br

Você também pode gostar