Você está na página 1de 4

COMPONENTE CURRICULAR: EDUCAÇÃO PROFESSORA: Adria Pantaleão

FÍSICA
TURMA: 2º ensino médio 1, 2, 3, 4, 5 TURNO: vespertino
BIMESTRE: 4º MÊS: setembro/outubro

DICA AO ALUNO
Caro (a) estudante,
A suspensão das aulas em virtude da propagação do COVID-19 foi uma medida de segurança
para sua saúde. Mas, não é motivo para que você deixe de estudar e aprender sempre. Dessa forma,
você:
1. receberá esta cartilha da disciplina com todos os conteúdos do bimestre
2. terá acesso aos conceitos básicos da aula.
3. realizará algumas atividades.
4. precisará buscar informações em diferentes fontes.
5. deverá organizar o seu tempo e local para estudar
Importante: entregue as atividades na data prevista.
Para qualquer dúvida entre em contato com sua professora.
Atenciosamente:
Profª. Adria Pantaleão (92) 99137-9849

Unidade IV – Cultura corporal em outros contextos

28/09 a 02/10 SEMANA 27 – Atividade física e prevenção às drogas I


Objetivo: Perceber a alienação das drogas e alcoolismo como destruidores da convivência e dignidade
humana.
O que são drogas?
São substâncias, naturais ou sintéticas que, introduzidas no organismo, podem modificar uma ou mais
funções, devido aos efeitos que exercem no sistema nervoso.

Classificação

Depressoras: Tais drogas apresentam uma diminuição das atividades cerebrais de seu usuário,
deixando-o mais devagar, desligado e alheio; menos sensível aos estímulos externos. Algumas delas
são:
 Álcool
 Inalantes/solventes
 Sonífero-ansiolíticos
 Ansiolíticos
 Antidepressivos
 Morfina

Estimulantes: Estas substâncias aumentam a atividade cerebral, uma vez que imitam ou cooperam
com os neurotransmissores estimulantes do organismo do indivíduo, como a epinefrina e dopamina.
Assim, dão sensação de alerta, disposição e resistência, mas que, ao fim de seus efeitos, conferem
cansaço, indisposição e depressão, devido à sobrecarga que o organismo se expôs. Algumas delas são:
 Nicotina
 Cafeína
 Anfetamina
1
ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA MARIA DA GRAÇA NOGUEIRA
AULA EM CASA

 Cocaína
 Crack
 Merla

Alucinógenas: São aquelas drogas cujos efeitos são relativos à distorção das atividades
cerebrais, podendo causar perturbações quanto ao espaço e tempo; distorções nos cinco sentidos e até
mesmo alucinações. Grande parte destas substâncias é proveniente de plantas, cujos efeitos foram
descobertos por culturas primitivas, associando as experiências vivenciadas a um contato com o
divino, como a :
 Maconha
 Haxixe
 Ecstasy
 Cogumelo
 LSD
 Medicamentos anticolinérgicos.

Ação das drogas no sistema nervoso

As drogas psicotrópicas, por serem também moléculas químicas, chegando ao cérebro, atuam
interferindo na engrenagem da química cerebral, aumentando, diminuindo ou alterando a forma de
atuação dos neurotransmissores.
Obs: A fumaça do cigarro possui uma fase gasosa e uma particulada. A fase gasosa é composta
por monóxido de carbono, nicotina, amônia, cetonas, formaldeído, acetaldeído e acroleína, entre outras
substâncias. Algumas produzem irritação nos olhos, nariz, garganta e levam à paralisia dos
movimentos dos cílios dos brônquios. A fase particulada contém nicotina e alcatrão que é um
composto de mais de 40 substâncias comprovadamente cancerígenas, formado a partir da combustão
dos derivados do tabaco. Entre elas, o arsênio, níquel, benzopireno, cádmio, resíduos de agrotóxicos,
substâncias radioativas, como o Polônio 210, acetona, naftalina e até fósforo P4/P6, substâncias usadas
em veneno para matar rato.

Como as drogas agem no cérebro?

Muitos estudos se propõem a investigar como as drogas agem no cérebro. Uma das hipóteses
mais aceitas até hoje é a de que a droga ativa o chamado sistema de recompensa cerebral.
Esse sistema compreende algumas regiões do cérebro, localizadas dentro do sistema límbico
que são responsáveis pelas emoções, sensações de prazer e relacionadas também com o problema do
uso de drogas. O sistema de recompensa cerebral ou circuito do prazer começa na área tegumentar
ventral, localizada na região cinzenta do tronco cerebral. Impulsos elétricos são criados nessa região a
partir do uso da droga de abuso e esses estímulos atingirão o núcleo accumbens e posteriormente o
córtex pré-frontal, região responsável pelo comportamento emocional.
Os neurônios presentes nessa via são chamados dopaminérgicos e basicamente o que ocorre é
que as drogas de abuso atuam no sistema de recompensa cerebral estimulando a produção, a liberação
de dopamina, substância relacionada com o prazer, aumentando assim sua quantidade no cérebro e
proporcionando as sensações prazerosas da droga.
Muito importante salientar que, da mesma maneira que a droga é capaz de estimular o sistema
de recompensa cerebral, aumentando a liberação de dopamina nas regiões cerebrais e provocar
sensações de prazer, outras atividades são também capazes de estimular esse sistema, como praticar
esportes, sair com amigos, namorar, comer em um restaurante, ir ao cinema, assistir a um bom
programa de televisão, um show de rock ou a experimentação de um sorvete, por exemplo.

2
ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA MARIA DA GRAÇA NOGUEIRA
AULA EM CASA

Diferentemente de quando a pessoa estimula naturalmente a liberação de dopamina,


provocando um “alto natural”, o uso de drogas provocará um “vício” dos receptores de dopamina no
cérebro, fazendo com que o cérebro necessite de mais dopamina, forçando a pessoa a usar a droga.

05/10 a 09/10 SEMANA 28 – Atividade física e prevenção às drogas II


O que leva alguém a usar drogas?

 Vínculo familiar enfraquecido;


 Restrição de direitos à educação, saúde, lazer e trabalho;
 Baixa autoestima;
 Curiosidade;
 Influência de terceiros.

Atividades físicas como forma de reabilitação a dependentes químicos

 Produção de neurotransmissores na quantidade correta;


 Melhora da autoestima;
 Socialização;
 Diminuição da ansiedade e do estresse;
 Ocupação.
Tem-se conhecimento de que praticar atividade física ajuda na melhora da qualidade de vida do
indivíduo, pois além de proporcionar ganhos fisiológicos também contribui para o seu bem estar
mental.
A atividade física faz com que o organismo adapte-se a um patamar maior de exigência e de
capacidade de resposta. Se observarmos as pessoas em tratamento para dependência química, existe
um processo contínuo desde a fase inicial, que se caracteriza pela limitação, pela perda progressiva da
capacidade de adaptar-se, de responder a uma sobrecarga física ou mental, seja do cotidiano, seja uma
sobrecarga artificial ou incomum, como sua exposição a doenças provenientes do uso de substâncias
psicoativas. Ela varia de intensidade e duração respeitando a individualidade biológica de cada
indivíduo, causando-lhes um estado de relaxamento tanto psíquico quanto somático (ROEDER, 1999).
Mialick (2010) afirma que a atividade física pode auxiliar de forma contundente no tratamento
para a dependência química, pois sem as substâncias psicoativas no organismo, o dependente precisa
suprir a falta desta, e nada melhor do que a prática da atividade física que é uma ação que gera
sensação de prazer, bem-estar físico e mental, possibilitando ainda ao indivíduo reiniciar um ciclo de
amizades saudáveis, tendo sempre em mente a manutenção de sua sobriedade. O sucesso desta
mudança poderá ser observado no decorrer do tempo à medida que a pessoa estruturar um novo estilo
de vida, integrando a mudança em nível de missão e valores.
A atividade física trabalha diretamente no treinamento do autocontrole, onde o individuo irá
aprender a se controlar (sem ajuda externa) nas situações extremas e difíceis do tratamento e da vida
diária, a fim de evitar reações psicofísicas exageradas e comportamento social inadequado e agressivo.

3
ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA MARIA DA GRAÇA NOGUEIRA
AULA EM CASA

13/10 a 16/10 SEMANA 29 – exercício: atividade física e prevenção as drogas


Data de entrega 16/10/2020 1ª nota do 4º bimestre
Responda:
1. Conceitue as drogas e dê sua classificação:
2. Qual a ação das drogas no sistema nervoso e no cérebro?
3. Muitos estudos apontam o álcool e o tabaco como porta de entrada para a experiência com outros
tipos de substâncias psicotrópicas. Entretanto, em cada canto observamos continuamente vários
convites ao uso de substâncias como energéticos e suplementos com a promessa de efeitos
saudáveis diversos no corpo e na mente. Quais as semelhanças e diferenças entre os sujeitos
citados inicialmente e os citados por último?

4. As drogas possuem um efeito de dependência muito forte no usuário. Sabendo disso, redija um
texto contendo os seguintes tópicos:

a) Descreva as consequências do vício das drogas ilícitas.


b) O que leva alguém a usar drogas. Cite exemplos.
c) De que forma o esporte e atividade física podem contribuir para a prevenção e reabilitação do
vício?