Você está na página 1de 30

1

SUMÁRIO
REGRAS GERAIS DE ACENTUAÇÃO
GRÁFICA............................................................................3
1 Monossílabos Tônicos ......................................................4
2 Oxítonos .........................................................................4
3 Paroxítonos .....................................................................5
4 Proparoxítonos ................................................................5

REGRAS ESPECIAIS DE ACENTUAÇÃO GRÁFICA ..................6


1 Hiatos .............................................................................7
2 Ditongos .........................................................................8
3 Gue, gui e que, qui ...........................................................8
4 Acento diferencial ............................................................8

QUESTÕES SEM COMENTÁRIOS ........................................11

GABARITO .......................................................................18

QUESTÕES COMENTADAS ................................................19

2
Sumá

REGRAS GERAIS
DE ACENTUAÇÃO
GRÁFICA

3
A partir de agora, vamos falar sobre acentuação gráfica, que é um tópico bastante frequente
nos mais diversos concursos públicos.

REGRAS GERAIS DE ACENTUAÇÃO GRÁFICA


O propósito delas é sistematizar a leitura das palavras de nossa língua; assim sendo, ba-
seiam-se na posição da sílaba tônica, no timbre da vogal, nos padrões prosódicos menos
comuns da língua. Em relação aos vocábulos:

1 – Monossílabos Tônicos

O acento é empregado naqueles terminados por A(S), E(S) ou O(S)

Ex.: Elas são más. / Pisaram o meu pé. / Ninguém ficará só.

ATENÇÃO
Quando os prefixos PRÉ e PRÓ vierem separados por hífen,
eles serão acentuados: pré-técnico, pró-labore.

Quando não estiverem, não serão acentuados: pressentir, prosseguir.

Nas formas verbais terminadas em R, S ou Z e seguidas por pronomes


oblíquos átonos A(s) ou O(S), essas consoantes são suprimidas, as vogais
A, E ou O da terminação verbal recebem acento gráfico e os pronomes
oblíquos átonos A(S) ou O(S) recebem a letra “L”: dar + o = dá-lo; pôs + os
= pô-los; fez + a = fê-la

2 – Oxítonos

A sílaba tônica da palavra é a última. Usa-se o acento quando terminarem em A(S),


E(S), O(S), EM, ENS:

Ex.: cajá, cafés, cipó, armazém, armazéns

4
ATENÇÃO
Os vocábulos oxítonos terminados por I ou U não serão acentuados, salvo
se estiverem em hiato.

Ex.: Bangu – Grajaú / dividi-lo – construí-lo

3 – Paroxítonos

A sílaba tônica é a penúltima. São acentuados aqueles que terminam em I(S), US, Ã(S),
ÃO(S), UM, UNS, L, N, R, X, PS, DITONGO ORAL.

Ex.: júri, íris, vírus, ímã, órfãs, órgão, sótãos, médium, álbuns, amável, abdômen, mártir, látex,
bíceps, íon, íons, vôlei, jóquei, história, gênio.

ATENÇÃO
Não serão acentuados os vocábulos paroxítonos terminados por EM ou ENS:
item, itens, hifens (mas: hífen ou hífenes), polens (mas: pólen ou pólenes)

Os prefixos paroxítonos terminados por I ou R não serão acentua-


dos: semi-histórico, super-homem.

4 – Proparoxítonos

A sílaba tônica é a antepenúltima. Todos são acentuados.

Ex.: histórico, cântico, lâmpada, hífenes, pólenes.

5
REGRAS ESPECIAIS
DE ACENTUAÇÃO
GRÁFICA

6
1 – Hiatos

a) Não se acentua mais a primeira vogal dos hiatos OO, EE.

Ex.: voo, enjoos, creem, deem, leem, veem. (3ª pessoa do plural dos verbos crer, dar, ler e
ver)

b) Acentuam-se as vogais I(S) e U(S), quando formam a sílaba tônica e ocupam a segunda
posição do hiato, sozinhas ou acompanhadas de S.

Ex.: saída, juízes, saúde, país, baús, incluí-lo.

Compare com mia, via, lua, nua. Nessas palavras, as vogais I e U não ocupam a segunda
posição do hiato, ainda que constituam a sílaba tônica.

ATENÇÃO
Se as vogais I ou U formarem sílabas com L, M, N, R, Z ou vierem seguidas
de NH, não haverá acento gráfico: pa-ul, ru-im, a-in-da, sa-ir, ju-iz, ra-i-nha.

Se as vogais I ou U formarem hiato com uma vogal idêntica, não se usará


acento gráfico: xi-i-ta, va-di-i-ce, su-cu-u-ba (nome de uma planta). O acen-
to só surgirá se a palavra for uma proparoxítona: fri-ís-si-mo.

ATENÇÃO
Conforme as novas regras, se essas vogais surgirem após ditongos e a
palavra for paroxítona, não levarão acento: baiuca, feiura.

Interessante é o que acontece, por exemplo, com o vocábulo Piauí. Observe


que, agora, a vogal tônica I ocupa a última posição, a palavra é oxítona.
Casos como esse não foram atingidos pelas mudanças ortográficas.

7
2 – Ditongos

a) EI, OI: deixam de receber acento agudo quanto tônicos, abertos e como sílabas tônicas
de palavras paroxítonas; mas o recebem em outras ocasiões (quando a palavra for oxítona
ou monossílaba tônica, por exemplo).

Ex.: chapéu, assembleia, jiboia, céu, herói.

3 – Gue, gui e que, qui

a) Diante de E ou I, a letra U que compõe os grupos GUE, GUI e QUE, QUI não receberá
mais trema quando for pronunciada fracamente (sendo, portanto, semivogal).

Ex.: aguentar, pinguim, linguiça, eloquente, quinquênio.

b) A letra U não receberá mais acento agudo quando for pronunciada fortemente (sendo,
portanto, vogal).

Ex.: averigue, apazigue, argui, obliques.

CUIDADO! Quando a letra U não for pronunciada, não receberá nenhuma notação gráfica:
quilo, quente, guerra, guincho. O que temos aqui é simplesmente um dígrafo representado
pelas letras “qu” e “gu”.

4 – Acento Diferencial

Com a vigência das novas regras, foi abolido, salvo algumas exceções, que estão destacadas
abaixo.

Ele tem – eles têm (verbo TER na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo)

Ele vem – eles vêm (verbo VIR na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo)

8
ATENÇÃO
Repare que as formas TEM e VEM constituem monossílabos tônicos termi-
nado por EM. Lembre-se de que apenas as terminações A(S), E(S) e O(S)
recebem acento: má, fé, nó. É muito comum as bancas examinadoras
explorarem questões envolvendo esses verbos. Elas relacionam, por
exemplo, um sujeito no singular à forma verbal TÊM (com acento circun-
flexo mesmo) e perguntam se a concordância está correta. Obviamente, se
a forma verbal empregada é TÊM, o sujeito deve ser representado por um
nome plural. Fique atento para esse detalhe.

ATENÇÃO
Atente ainda para o fato de o acento circunflexo (diferencial) não ter sido
abolido desses verbos nem de seus derivados. Portanto, continue a
usá-lo.

Ele detém – eles detêm (verbo DETER na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo)

Ele provém – eles provêm (verbo PROVIR na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo)

ATENÇÃO
Agora, a “pegadinha” é outra. As bancas gostam de explorar o motivo do
acento nos pares detém/detêm, mantém/mantêm, provém/provêm, todos
derivados dos verbos TER e VIR. Repare que a forma correspondente à ter-
ceira pessoa do singular recebe acento AGUDO em virtude de ser uma
oxítona terminada por EM. Já a forma correspondente à terceira pessoa do
plural recebe acento CIRCUNFLEXO para diferenciar-se do singular.

Pôde (3ª pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo)

Pode (3ª pessoa do singular do presente do indicativo)


9
ATENÇÃO
O novo acordo não aboliu o acento diferencial de PÔDE. Você deve usá-lo.

Pôr (verbo)

Por (preposição)

ATENÇÃO
O novo acordo também não aboliu o acento diferencial de PÔR. Você deve
usá-lo.

Fôrma (substantivo = molde)

Forma (substantivo = disposição exterior de algo)

ATENÇÃO
É facultativo o uso do acento circunflexo para diferenciar as palavras forma/
fôrma. Em alguns casos, o uso do acento deixa a frase mais clara: Qual é a
forma da fôrma do bolo?

10
QUESTÕES SEM
COMENTÁRIOS

11
Questão 1
(Cespe – TRF-1ª Região – Analista Judiciário – 2017)

O emprego de acento na palavra “memória” (l. 19) pode ser justificado por duas regras de
acentuação distintas.

Questão 2
(Cespe – DPU – Analista – 2016)

Presentes no texto, os vocábulos “caráter”, “intransferível” e “órgãos” são acentuados em de-


corrência da regra gramatical que classifica as palavras paroxítonas.

[...]

[...]

Questão 3
(Cespe – IRB – Diplomata – 2016)

A forma “pôde” (l.22) poderia ser corretamente substituída por pode, visto que o seu tempo
verbal é depreendido pelo contexto do parágrafo e que o acento nela empregado é opcional.

Questão 4
(Cespe – PGE-PE – Analista Judiciário de Procuradoria – 2019)

O emprego de acento agudo nas palavras “juízo”, “extraídos” e “período” justifica-se pela mes-
ma regra de acentuação gráfica.

Questão 5
(FCC – Sabesp – Assistente Administrativo – 2019)
12
Todos os vocábulos estão grafados corretamente em:

a) Jornalista renomado, Ruy Castro já produziu textos para diversos veiculos da emprensa
brasileira.

b) Além de jornalista, Ruy Castro é ezímio biografo. Seus livros sobre Nelson Rodrigues e
Garrincha são famosos.

c) Grande parte da produção jornalística de Ruy Castro foi eternisada em livros, os quais são
elogiados pelos criticos.

d) Em seu livro Chega de Saudade, Ruy Castro conclue uma reconstituição historica do pe-
ríodo da Bossa Nova no Brasil.

e) Ruy Castro fala de seus hábitos como jornalista desde a época em que redigia os textos à
máquina de escrever

Questão 6
(FCC - Analista Judiciário – TRF 3ª Região – 2016)

Atente para as afirmativas abaixo.

I. Em “... presta homenagem às potências dominantes...” (1° parágrafo), o sinal indicativo de


crase pode ser suprimido excluindo-se também o artigo definido, sem prejuízo para a corre-
ção.

II. O acento em “têm” (2° parágrafo) é de caráter diferencial, em razão da semelhança com
a forma singular “tem”, diferentemente do acento aplicado a “porém” (3° parágrafo), devido à
tonicidade da última sílaba, terminada em “em”.

III. Os acentos nos termos “excelência” (2° parágrafo) e “necessário” (3° parágrafo) devem-se
à mesma razão.

Está correto o que consta em

a) I, II e III.

b) I, apenas.

c) I e III, apenas.

d) II, apenas.

e) II e III, apenas.

13
Questão 7
(FCC – 2019 – Pref. de Recife-PE – Assistente de Gestão Pública)

Todas as palavras estão grafadas corretamente em:

a) Talvez restem poucas reminiscências no imaginário coletivo dos males de algumas doen-
ças evitadas pela vacinação.

b) Os médicos reinvindicam uma maior aderencia dos pacientes às campanhas esclarecedo-


ras sobre a vacinação.

c) O medo de que as vacinas façam mau às crianças tem levado o Ministério da Saúde a
rever suas estrategias.

d) A ignorancia quanto aos riscos das vacinas se extende das camadas mais pobres às mais
abastadas da população.

e) O ideal é que os responsáveis vacinem seus filhos expontaneamente, visando protege-los


e colaborando com o coletivo.

Questão 8
(FCC – 2017 – TCE-SP – Agente de Fiscalização)

Sempre se imaginou que o uso exagerado de smartphones e tablets, com o corpo curva-
do e a atenção sugada pela tela, pudesse fazer _______ para o corpo. Estudos recentes
constatam: faz sim. Uma das pesquisas revela um malefício surpreendente: o _________ ele-
trônico acelera o surgimento de rugas no pescoço. Criou-se até um termo, tech neck (neck
é pescoço, em inglês), para designar os ______ que resultam da postura equivocada. Um
trabalho coordenado pela Universidade Chung-Ang, da Coreia do Sul, mostrou que mulheres
a partir dos 29 anos apresentaram vincos na região do pescoço – enquanto o natural seria
depois do 40. O ponto em comum entre as pessoas investigadas: o _______ uso dos eletrôni-
cos.

(Taís Botelho. Erga a cabeça! Veja, 16.08.2017. Adaptado)

De acordo com a norma-padrão, as lacunas do texto devem ser preenchidas, respectivamen-


te, com:

a) mal … vicio … prejuizos … mal 

b) mau … vício … prejuízos … mau

c) mau … vicio … prejuizos … mal

d) mal … vício … prejuízos … mau

e) mau … vício … prejuizos … mal 14


Questão 9
(FGV – 2018 – TJ-AL – Técnico Judiciário)

Duas palavras do texto que obedecem à mesma regra de acentuação gráfica são:

a) indébita / também;

b) história / veículo;

c) crônicas / atribuídos;

d) coíba / já;

e) calúnia / plágio.

Questão 10
(Consulplan – 2017 – CFESS – Assistente Técnico Administrativo)

Acentuar corretamente as palavras faz parte do apreço que se deve ter com a norma culta
na redação de um texto. A alternativa que apresenta uma palavra do texto que é acentuada
graficamente por motivo DISTINTO das demais é

a) Últimas.

b) Zoológico.

c) Agradável.

d) Ornitólogo.

Questão 11
(Idecan – 2016 – Câmara de Aracruz-ES – Agente Administrativo e Legislativo)

A alternativa que apresenta uma palavra do texto que é acentuada graficamente por razão
DISTINTA das demais é:

a) Água.

b) Caída.

c) Espécie.

d) Equilíbrio.

15
Questão 12
(Quadrix – 2016 – CRM-ES – Agente Administrativo)

As palavras “só”, “está” e “médico” aparecem acentuadas no segundo balão da charge. Sobre
elas, assinale a alternativa correta.

a) A acentuação é adequada nos três casos devido à mesma regra.

b) O uso do acento agudo é obrigatório nos três casos, mas cada uma dessas palavras segue
uma regra diferente.

c) Duas dessas palavras são acentuadas pela mesma regra.

d) Uma das três palavras não deveria ter sido acentuada.

e) O uso do acento agudo está correto nos três casos, mas em um deles também se poderia
usar o circunflexo.

Questão 13
(Quadrix – 2016 – CRMV-TO – Assistente Administrativo)

Quanto às regras de acentuação gráfica, o que podemos afirmar corretamente sobre as pala-
vras “ausência” e “sanitária” (destacadas no penúltimo parágrafo do texto)?

a) Nenhuma das duas deveria ter recebido acento gráfico

b) A acentuação de “ausência” está correta, mas a palavra “sanitária” não deveria ser acen-
tuada, porque é proparoxítona.

c) A acentuação de “sanitária” está correta, mas a palavra “ausência” não deveria ser acen-
tuada, porque é paroxítona.

d) A acentuação de “ausência” está correta, mas a palavra “sanitária” não deveria ser acen-
tuada, porque é oxítona.

e) Ambas são acentuadas pelo mesmo motivo.


16
Questão 14
(Quadrix – 2016 – CREF 7ª Região (DF)

Auxiliar de Atendimento e Administração) Assinale a alternativa que contenha todas as pala-


vras acentuadas corretamente.

a) idéia – apóia – física – influênciando.

b) frágil – estérno – úmero – fêmur

c) fíbula – tíbia – femur – física

d) falânge – tórax – tíbia – intermedio

e) crânio – tórax – pélvica – rádio

Questão 15

Questão 15
(Esaf – 2016 – Anac – Técnico Administrativo)

Em relação às regras de acentuação, assinale a opção correta.

a) Acentua-se o verbo “é” (l.1), quando átono, para diferenciá-lo da conjunção “e”.

b) “Você” (l. 3) é palavra acentuada por ser paroxítona terminada na vogal “e” fechada.

c) “Despachá-los” (l.4) se acentua pelo mesmo motivo de “deverá” (l.11).

d) Ocorre acento grave em “à busca pessoal” (l.11) em razão do emprego de locução com
substantivo no feminino.

e) O acento agudo em “grávidas” (l.12) se deve por se tratar de palavra paroxítona terminada
em ditongo.
17
GABARITO
1 2 3 4 5
Certo Certo Errado Errado E
6 7 8 9 10
A A D E C
11 12 13 14 15
B B E E C

18
QUESTÕES
COMENTADAS

19
Questão 1
(Cespe – TRF-1ª Região – Analista Judiciário – 2017)

O emprego de acento na palavra “memória” (l. 19) pode ser justificado por duas regras de
acentuação distintas.

Comentário
Por favor, não venha me dizer que você precisa do texto para responder a esta questão. Em
primeiro lugar, o acento pode ser justificado pela regra das paroxítonas terminadas em diton-
go: me-mó-ria. Mas sabemos que os ditongos crescentes no final de sílaba são instáveis, ou
seja, podem ser considerados hiatos também: me-mó-ri-a. Nesse caso, o acento se justifica-
ria pela regra das proparoxítonas: todas são acentuadas. Em prova, é mais recorrente o exa-
minador considerar palavras semelhantes como paroxítonas. Mas veja que aqui ele explorou
os dois conceitos. Fique atento!

Gabarito – Certo.

Questão 2
(Cespe – DPU – Analista – 2016)

Presentes no texto, os vocábulos “caráter”, “intransferível” e “órgãos” são acentuados em de-


corrência da regra gramatical que classifica as palavras paroxítonas.

Comentário
Não se prenda ao texto, pois ele é desnecessário. Segundo as regras de acentuação gráfica,
levam acento as palavras paroxítonas terminadas em “r”, “l” e “ão(s)”, o que ocorre nos vocá-
bulos em destaque presentes no enunciado.

Gabarito – Certo.

[...]

[...]

Questão 3
20
Questão 3
(Cespe – IRB – Diplomata – 2016)

A forma “pôde” (l.22) poderia ser corretamente substituída por pode, visto que o seu tempo
verbal é depreendido pelo contexto do parágrafo e que o acento nela empregado é opcional.

Comentário
Não há nada de opcional. Lembre-se de que alguns acentos diferenciais foram mantidos mes-
mo depois das alterações em nosso sistema ortográfico. Pôde (com acento circunflexo) indica
a terceira pessoa do singular do pretérito perfeito. Pode (sem acento) é a flexão do mesmo
verbo na terceira pessoa do singular do presente do indicativo. Dependendo do que se pre-
tende comunicar, o emprego do acento é obrigatório. A omissão dele pode prejudicar tanto a
correção quanto o sentido do texto.

Gabarito – Errado.

Questão 4
(Cespe – PGE-PE – Analista Judiciário de Procuradoria – 2019)

O emprego de acento agudo nas palavras “juízo”, “extraídos” e “período” justifica-se pela mes-
ma regra de acentuação gráfica.

Comentário
As palavras “juízo” e “extraídos” são acentuadas com base na regra dos hiatos. A letra “i”
representa a segunda vogal dele, é tônica e está sozinha na sílaba: ju-í-zo; ex-tra-í-dos. Já a
palavra “período” é acentuada por se tratar de uma proparoxítona: pe-rí-o-do.

Gabarito – Errado. Questão 5

Questão 5
(FCC – Sabesp – Assistente Administrativo – 2019)

Todos os vocábulos estão grafados corretamente em:

a) Jornalista renomado, Ruy Castro já produziu textos para diversos veiculos da emprensa
brasileira.

b) Além de jornalista, Ruy Castro é ezímio biografo. Seus livros sobre Nelson Rodrigues e
Garrincha são famosos.

c) Grande parte da produção jornalística de Ruy Castro foi eternisada em livros, os quais são
21
elogiados pelos criticos.

d) Em seu livro Chega de Saudade, Ruy Castro conclue uma reconstituição historica do pe-
ríodo da Bossa Nova no Brasil.

e) Ruy Castro fala de seus hábitos como jornalista desde a época em que redigia os textos
à máquina de escrever (FCC – Sabesp – Assistente Administrativo – 2019)

Comentário
Alternativa A: errada. Toda palavra proparoxítona deve ser acentuada, sem exceção. Por-
tanto o correto é veículos, com acento agudo. Além disso, a palavra imprensa recebe a letra
“i” no início em vez de “e”. Eis a correção: “...diversos veículos da imprensa brasileira”.

Alternativa B: errada. O adjetivo exímio (excelente naquilo que faz) grafa-se com “x” e não
com “z”. Além disso, a palavra biógrafo, como toda e qualquer proparoxítona, deve ser acen-
tuada.

Alternativa C: errada. O adjetivo eternizado recebe a consoante de ligação “z” antes do


sufixo “ado” e não a letra “s”. Observe também que a palavra críticos é proparoxítona e deve
ser acentuada. Eis a correção: “...Ruy Castro foi eternizada em livros, os quais são elogiados
pelos críticos”.

Alternativa D: errada. A 2ª e a 3ª. pessoa do singular do presente do indicativo de verbos


em “-UIR” grafam-se com “i” e não com “e” na parte final: possuir: possuis, possui; influir:
influis, influi; contribuir: contribuis, contribui; concluir: concluis, conclui. Observe agora a
palavra histórica, com acento por ser proparoxítona. Eis a correção: “...Ruy Castro conclui
uma reconstituição histórica...”.

Alternativa E: certa. Merece destaque o acento grave em “à máquina de escrever”. Por mais
discussões que o emprego desse acento nas locuções adverbiais de instrumento pode
causar, o fato é que há autores que o admitem e até o recomendam para afastar possíveis
ambiguidades. Nota-se que o examinador também aceitou o emprego desse acento.

Gabarito – E.

22
Questão 6
(FCC - Analista Judiciário – TRF 3ª Região – 2016)

Atente para as afirmativas abaixo.

I. Em “... presta homenagem às potências dominantes...” (1° parágrafo), o sinal indicativo de


crase pode ser suprimido excluindo-se também o artigo definido, sem prejuízo para a corre-
ção.

II. O acento em “têm” (2° parágrafo) é de caráter diferencial, em razão da semelhança com
a forma singular “tem”, diferentemente do acento aplicado a “porém” (3° parágrafo), devido à
tonicidade da última sílaba, terminada em “em”.

III. Os acentos nos termos “excelência” (2° parágrafo) e “necessário” (3° parágrafo) devem-se
à mesma razão.

Está correto o que consta em

a) I, II e III.

b) I, apenas.

c) I e III, apenas.

d) II, apenas.

e) II e III, apenas.

Comentário
Item I: correto. Em “às”, a crase ocorreu por causa da contração entre a preposição “a” e o
artigo definido “as”. A exclusão do artigo (segunda condição para a ocorrência da crase) faz
desaparecer também o acento grave.

Item II: correto. O acento circunflexo na forma verbal “têm” marca a diferença entre o plural
e o singular (“tem”). Em “porém”, o acento é empregado porque a palavra é oxítona termina
em EM.

Item II: correto. As palavras “excelência” e “necessário” recebem acento por serem paroxíto-
nas terminadas em ditongo (oral).

Gabarito – A.

23
Questão 7
(FCC – 2019 – Pref. de Recife-PE – Assistente de Gestão Pública)

Todas as palavras estão grafadas corretamente em:

a) Talvez restem poucas reminiscências no imaginário coletivo dos males de algumas


doenças evitadas pela vacinação.

b) Os médicos reinvindicam uma maior aderencia dos pacientes às campanhas


esclarecedoras sobre a vacinação.

c) O medo de que as vacinas façam mau às crianças tem levado o Ministério da Saúde a
rever suas estrategias.

d) A ignorancia quanto aos riscos das vacinas se extende das camadas mais pobres às
mais abastadas da população.

e) O ideal é que os responsáveis vacinem seus filhos expontaneamente, visando protege-los


e colaborando com o coletivo.

Comentário
A única sentença em que todas as palavras estão grafadas corretamente é a primeira.

Alternativa B: errada. Observe as devidas correções nas palavras reivindicam e aderência


(paroxítona terminada em ditongo).

Alternativa C: errada. Eis as correções: mal (contrário de bem); estratégias (paroxítona


terminada em ditongo).

Alternativa D: errada. Eis as correções: ignorância (paroxítona terminada em ditongo) e


estende.

Alternativa E: errada. Eis as correções: espontaneamente (com “s” em vez de “x”);protegê-


lo (o primeiro elemento enquadra-se na regra de acentuação das oxítonas).

Gabarito – A.

Questão 8
(FCC – 2017 – TCE-SP – Agente de Fiscalização)

Sempre se imaginou que o uso exagerado de smartphones e tablets, com o corpo curvado
e a atenção sugada pela tela, pudesse fazer _______ para o corpo. Estudos recentes
constatam: faz sim. Uma das pesquisas revela um malefício surpreendente: o _________
eletrônico acelera o surgimento de rugas no pescoço. Criou-se até um termo, tech neck
(neck é pescoço, em inglês), para designar os ______ que resultam da postura equivocada.
Um trabalho coordenado pela Universidade Chung-Ang, da Coreia do Sul, mostrou que
24
mulheres a partir dos 29 anos apresentaram vincos na região do pescoço – enquanto o
natural seria depois do 40. O ponto em comum entre as pessoas investigadas: o _______ uso
dos eletrônicos.

(Taís Botelho. Erga a cabeça! Veja, 16.08.2017. Adaptado)

De acordo com a norma-padrão, as lacunas do texto devem ser preenchidas, respectivamen-


te, com:

a) mal … vicio … prejuizos … mal 

b) mau … vício … prejuízos … mau

c) mau … vicio … prejuizos … mal

d) mal … vício … prejuízos … mau

e) mau … vício … prejuizos … mal

Comentário
Primeira lacuna: o contráio de “bem” é “mal” (com “l”).

Segudna lacuna: “vício” recebe acento por ser paroxítona terminada em ditongo.

Terceira lacuna: “prejuízos” (com acento). Acentuam-se as vogais I(S) e U(S), quando formam
a sílaba tônica e ocupam a segunda posição do hiato sozinhas ou acompanhadas de S.

Quarta lacuna: “mau” é o contrário de “bom”.

Gabarito – D.

Questão 9
(FGV – 2018 – TJ-AL – Técnico Judiciário)

Duas palavras do texto que obedecem à mesma regra de acentuação gráfica são:

a) indébita / também;

b) história / veículo;

c) crônicas / atribuídos;

d) coíba / já;

e) calúnia / plágio.

25
Comentário
Alternativa A: errada. As palavras são acentuadas por serem, respectivamente, proparoxíto-
na e oxítona terminada por EM.

Alternativa B: errada. O primeiro acento foi empregado porque a palavra é paroxítona termi-
nada em ditongo. Já o segundo tem a ver com a regra do hiato e, também, com a das palavras
proparoxítonas (todas são acentuadas).

Alternativa C: errada. A palavra “crônicas” é acentuada por ser proparoxítona. A palavra “atri-
buídos” o é devido à regra especial do hiato.

Alternativa D: errada. O acento da primeira palavra decorre da regra do hiato. Já o da segun-


da, da regra das monossílabas.

Alternativa DE: certa. As duas palavras são acentuadas por serem paroxítonas terminadas
em ditongo.

Gabarito – E.

Questão 10
(Consulplan – 2017 – CFESS – Assistente Técnico Administrativo)

Acentuar corretamente as palavras faz parte do apreço que se deve ter com a norma culta
na redação de um texto. A alternativa que apresenta uma palavra do texto que é acentuada
graficamente por motivo DISTINTO das demais é

a) Últimas.

b) Zoológico.

c) Agradável.

d) Ornitólogo.

Comentário
A palavra “agradável” recebe acento por se tratar de paroxítona terminada em “l”. As demais
palavras recebem porque são proparoxítonas.

Gabarito – C.

26
Questão 11
(Idecan – 2016 – Câmara de Aracruz-ES – Agente Administrativo e Legislativo)

A alternativa que apresenta uma palavra do texto que é acentuada graficamente por razão
DISTINTA das demais é:

a) Água.

b) Caída.

c) Espécie.

d) Equilíbrio.

Comentário
Todas as palavras são acentuadas porque são paroxítonas terminadas em ditongo, exceto a
palavra “caída”. O acento decorre da rega do hiato: acentuam-se as vogais I(S) e U(S), quan-
do formam a sílaba tônica e ocupam a segunda posição do hiato, sozinhas ou acompanhadas
de S.

Gabarito – B.

Questão 12
(Quadrix – 2016 – CRM-ES – Agente Administrativo)

As palavras “só”, “está” e “médico” aparecem acentuadas no segundo balão da charge. Sobre
elas, assinale a alternativa correta.

27
As palavras “só”, “está” e “médico” aparecem acentuadas no segundo balão da charge. So-
bre elas, assinale a alternativa correta.

a) A acentuação é adequada nos três casos devido à mesma regra.

b) O uso do acento agudo é obrigatório nos três casos, mas cada uma dessas palavras segue
uma regra diferente.

c) Duas dessas palavras são acentuadas pela mesma regra.

d) Uma das três palavras não deveria ter sido acentuada.

e) O uso do acento agudo está correto nos três casos, mas em um deles também se poderia
usar o circunflexo.

Comentário
As três palavras são acentuadas obrigatoriamente, porém por razões distintas. A primeira
obedece à regra das monossílabas terminadas em “o(s)”. A segunda segue a regra das oxíto-
nas terminadas em “a(s)”. A última é acentuada porque é proparoxítona.

Gabarito – B.

Questão 13
(Quadrix – 2016 – CRMV-TO – Assistente Administrativo)

Quanto às regras de acentuação gráfica, o que podemos afirmar corretamente sobre as pala-
vras “ausência” e “sanitária” (destacadas no penúltimo parágrafo do texto)?

a) Nenhuma das duas deveria ter recebido acento gráfico

b) A acentuação de “ausência” está correta, mas a palavra “sanitária” não deveria ser acen-
tuada, porque é proparoxítona.

c) A acentuação de “sanitária” está correta, mas a palavra “ausência” não deveria ser acen-
tuada, porque é paroxítona.

d) A acentuação de “ausência” está correta, mas a palavra “sanitária” não deveria ser acen-
tuada, porque é oxítona.

e) Ambas são acentuadas pelo mesmo motivo.

Comentário
As duas palavras devem ser acentuadas pelo mesmo motivo: são paroxítonas terminadas em
ditongo.
Gabarito – E.
28
Questão 14
(Quadrix – 2016 – CREF 7ª Região (DF)

Auxiliar de Atendimento e Administração) Assinale a alternativa que contenha todas as pala-


vras acentuadas corretamente.

a) idéia – apóia – física – influênciando.

b) frágil – estérno – úmero – fêmur

c) fíbula – tíbia – femur – física

d) falânge – tórax – tíbia – intermedio

e) crânio – tórax – pélvica – rádio

Comentário
Alternativa A: não são mais acentuados os ditongos “ei” e “oi” que constituem a sílaba tônica
de palavras paroxítonas. O correto é “ideia” e “apoia”. A grafia correta do último vocábulo é
“influenciando” (paroxítona).

Alternativa B: não recebe acento gráfico paroxítona terminada em “o”. Eis a correção: “es-
terno”.

Alternativa C: toda paroxítona terminada em “r” recebe acento gráfico: “fêmur”.

Alternativa D: não se acentua a paroxítona terminada em “e”: “falange”, mas a que termina
em ditongo recebe acento: “intermédio”.

Gabarito – E.

29
Questão 15
(Esaf – 2016 – Anac – Técnico Administrativo)

Em relação às regras de acentuação, assinale a opção correta.

a) Acentua-se o verbo “é” (l.1), quando átono, para diferenciá-lo da conjunção “e”.

b) “Você” (l. 3) é palavra acentuada por ser paroxítona terminada na vogal “e” fechada.

c) “Despachá-los” (l.4) se acentua pelo mesmo motivo de “deverá” (l.11).

d) Ocorre acento grave em “à busca pessoal” (l.11) em razão do emprego de locução com
substantivo no feminino.

e) O acento agudo em “grávidas” (l.12) se deve por se tratar de palavra paroxítona terminada
em ditongo.

Comentário
Alternativa A: errada. Acentua-se o verbo “é” quando tônico.
Alternativa B: errada. “Você” é palavra acentuada por ser oxítona terminada em E.
Alternativa C: certa. As duas palavras enquadram-se na regra das palavras oxítonas.
Alternativa D: errada. O acento grave, nesse caso, tem a ver com a contração entre a pre-
posição a (exigida pela regência do verbo “submeter-se”) e o artigo a (que acompanha o
substantivo “busca”).
Alternativa E: errada. A palavra “grávidas” é proparoxítona. Toda proparoxítona é acentuada.

Gabarito – C.

30