Você está na página 1de 1

Fichas de trabalho Domínio Educação Literária

Fernando Pessoa ortónimo


Lê atentamente o poema de Fernando Pessoa ortónimo.

Tenho tanto sentimento


Que é frequente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
5 Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.

Temos, todos que vivemos,


Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
10 E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.

Qual porém é verdadeira


E qual errada, ninguém
15 Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.

PESSOA, Fernando, 2008. Poesia do Eu. 2.ª ed.


Lisboa: Assírio & Alvim (p. 272)

Apresenta, de forma bem estruturada, as tuas respostas ao questionário.

1. A primeira estrofe apresenta uma das tensões nucleares da poesia de


Fernando Pessoa ortónimo.

1.1. Justifica a afirmação, esclarecendo as relações de sentido que se


estabelecem entre os seis versos.

2. Explicita o efeito produzido pela mudança de pessoa gramatical –


“eu”/“nós” – da primeira para a segunda estrofe.

3. Comenta a relevância dos três últimos versos na construção de sentido


do poema.

OEXP12DP ©Porto Editora