Você está na página 1de 3

RESUMO SIMPLES

Título: Paulo Freire e o Imaginário: visões sobre o imaginário e a pedagogia do oprimido.


Autores: Carlos Eduardo Oliveira Ramos
Yago Henrique Andrade Almeida
Orientador: Cláudio Paixão Anastácio de Paula
Informações sobre os autores:
Eduardo Oliveira Ramos é graduando de Pedagogia pela Universidade do Estado de Minas
Gerais (UEMG) no 4° período.
Yago Henrique Andrade Almeida é graduando de Biblioteconomia pela Universidade Federal
de Minas Gerais (UFMG) atualmente no 2° período e bolsista de Iniciação Científica do
Gabinete de Estudos da Informação e do Imaginário na Escola da Ciência da Informação
(GEDII/ECI).
Claudio Paixão Anastácio de Paula possui doutorado em Psicologia Social pela Universidade de
São Paulo (2005), mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas
Gerais (1999), graduação em Psicologia (Habilitação em Psicologia Clínica) pela Fundação
Mineira de Educação e Cultura (1994) e bacharelado e licenciatura em Psicologia pela
Fundação Mineira de Educação e Cultura (1993). Atualmente é Professor Associado do
Departamento de Teoria e Gestão da Informação (DTGI) da Escola de Ciência da Informação
da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e é coordenador do GEDII, dedicando-se a
pesquisas que abordam temas relacionados aos comportamentos e práticas informacionais e
dimensões simbólicas do uso da informação. 
Pode-se pensar a interação entre o campo do Imaginário, tendo em vista as suas abrangentes
vertentes sob a luz da Pedagogia do Oprimido de Paulo Freire. A proposta desse trabalho foi
feita tendo como base a possível convergência entre o tema do Imaginário e suas implicações
na Educação, viabilizando uma ampla discussão sobre os afetos e as ideias e como elas se
relacionam em teorias pedagógicas construtivistas como a de Freire. A metodologia
empregada neste trabalha se constitui de uma pesquisa bibliográfica tendo como base autores
como Carlos Augusto Serbena, atualmente professor da Universidade do Paraná (UFPR),
estudioso no tema: Cultura e grupos em Psicologia Analítica, buscou-se também artigos da
revista de Portugal PRISMA.COM, no qual o volume utilizado se constitui de artigos do
Gabinete de Estudos da Informação e do Imaginário da Escola da Informação (GEDII/ECI) da
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e para contemplar o imaginário pedagógico
empregamos também a obra de Danilo Romeu Streck, professor da Universidade do Vale do
Rio dos Sinos (Unisinos). Espera-se possibilitar a discussão de como a visão de Paulo Freire
se constituiu e quais foram os impasses que ela teve para com a ideologia, tendo em vista a
emergência de uma pedagogia cosmopolita reflexiva, luzindo assim a quebra de uma
pedagogia tradicional e relacionando essa nova realidade com os afetos que puderam se
constituir nas relações aluno e mestre, ambas as temáticas visando a perspectiva do
Imaginário.
Palavras-chave: Imaginário. Pedagogia do Oprimido. Paulo Freire. Imaginário na Educação.
Pedagogia e Imaginário.

Referências Bibliográficas:
ANTUNES, Helenise Sangoi; OLIVEIRA, Valeska Fortes de; BARCELOS, Valdo.
Imaginário, representações sociais e formação de professores (as): entre saberes e fazeres
pedagógicos. Educação (UFSM), Santa Maria, p. 51-66, out. 2011. ISSN 1984-6444.
Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/3839>. Acesso em: 10
set. 2019.
STRECK, Danilo R. José Marti', Paulo Freire e a construção de um imaginário pedagógico
latino americano. Pedagogía y Saberes, Bogotá , n. 46, p. 55-63, June 2017 . Available
from <http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0121-
24942017000100006&lng=en&nrm=iso>. access on 10 Sept. 2019.
QUEIROZ, Tatiana Pereira; PAULA, Cláudio Paixão Anastácio de. A força do imaginário:
apego, vínculo e identidade acadêmica como potencializadores da relação com os egressos.
PRISMA.COM. Porto, v. n. 34 p. 84-104, 2017.
SÁ, Rosilene Moreira Coelho de; PAULA, Cláudio Paixão Anastácio de. Compartilhamento
de conhecimento na orientação acadêmica: a perspectiva de orientadores. PRISMA.COM.
Porto, v. n. 34 p. 105-126, 2017.
SERBENA, Carlos Augusto. Imaginário, ideologia e representação social. Cadernos de
Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas, Florianópolis, v. 4, n. 52, p. 2-13, jan.
2003. ISSN 1984-8951. Disponível em:
<https://periodicos.ufsc.br/index.php/cadernosdepesquisa/article/view/1944>. Acesso em: 10
set. 2019. doi:https://doi.org/10.5007/1944.

Oi Yago, acho ótima a proposta, mas acho que temos que preparar uma base para a
argumentação antes de propor um resumo. Isso porque os resumos (no caso de um
estudo teórico) devem conter o tema, a questão que será discutida, os objetivos, a
metodologia, a articulação entre as leituras teóricas que fundamentam o estudo, a
discussão dos elementos que foram eleitos dentro dessas referências e uma síntese das
conclusões.
Então, mesmo que o seu estudo não esteja pronto, mas nós tenhamos que enviar o
resumo antes para fazer a inscrição, teremos que desenvolver algumas articulações
fundamentais antes.
Parece que você propõe um estudo de revisão. Nesse sentido eu te recomendaria assistir
a esse vídeo:
https://www.youtube.com/watch?v=TB0wP6Jebfc&t=31s

Nele você encontra uma ótima discução sobre como deve ser um artigo de revisão.

Há também os tipos de revisão de literatura:

https://www.fca.unesp.br/Home/Biblioteca/tipos-de-evisao-de-literatura.pdf
Parece-me que você vai produzir um artigo de revisão com base numa revisão integrativa:

http://www.ip.usp.br/site/wp-content/uploads/2016/09/Folheto_RevisaoLiteratura_2014.pdf

Talvez essa sua revisão tenha características de ensaio:

https://www.revistaserrote.com.br/2014/04/o-ensaio-e-sua-prosa/

Também é importante você entender como é que se constrói um resumo:

https://www.youtube.com/watch?v=1KpFUDI9P3w&t=45s

Nele o Prof. Volpato explica de uma forma muito bacana os elemntos que você deve colocar no
resumo

Você também precisa entender como se constrói um trabalho científico. Ele parte sempre de um
problema ou uma hipótese que você tentará responder:

https://www.youtube.com/watch?v=swizh67WTfA

https://www.youtube.com/watch?v=2wSbgcEh5Rg

https://www.youtube.com/watch?v=r8mMyV0f7b4&t=331s