Você está na página 1de 14

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA

CURSO DE FISIOTERAPIA

EDINAI BARRETO
HORTENCIA MESSIAS
LORRAINE CARMO
RAYSON SANCHES
SAULO CHAVES
SUELLY FERNANDES
TAILANE GOMES
VIVANE CORTES

A MELHOR AMIGUINHA DO SEU RIM

CACHOEIRA - BA
2015
EDINAI BARRETO
HORTENCIA MESSIAS
LORRAINE CARMO
RAYSON SANCHES
SAULO CHAVES
SUELLY FERNANDES
TAILANE GOMES
VIVANE CORTES

A MELHOR AMIGUINHA DO SEU RIM

Projeto de Intervenção apresentado


ao Curso de Fisioterapia da
Faculdade Adventista da Bahia,
como requisito para a aprovação no
componente curricular de Atenção
Básica.

Orientador: Prof. Alana Seifert.

CACHOEIRA - BA
2015
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO
2 JUSTIFICATIVA
3 OBJETIVOS
3.1 OBJETIVO PRIMÁRIO
3.2 OBJETIVOS SECUNDÁRIOS
4 PÚBLICO ALVO
5 METAS A ATINGIR
6 ESTRATÉGIA DE INTERVENÇÃO
7 RECURSOS NECESSÁRIOS
8 AVALIAÇÃO
9 CRONOGRAMA
10 ORÇAMENTO
REFERÊNCIAS
1 INTRODUÇÃO

Dar-se com crianças de 4 até 6 anos demanda esperteza e astucia, falar-lhes


sobre os benefícios da água para o nosso corpo e também a importância dela para a
higienização é uma tarefa que faz com que recorramos aos métodos básicos e ou
populares de educação em saúde para que prendamos a sua atenção para que haja
conscientização desta população a respeito do tema a ser trabalhado.
Segundo Albuquerque, tradicionalmente, a educação em saúde tem sido um
instrumento de dominação, de afirmação de um saber dominante, de responsabilização
dos indivíduos pela redução dos riscos à saúde. A educação em saúde hegemônica não
tem construído sua integralidade e pouco tem atuado na promoção da saúde de forma
mais ampla. As críticas a essa política dominante têm levado muitos profissionais a
trabalharem com formas alternativas de educação em saúde, das quais se destacam
aquelas referenciadas na educação popular. A educação popular pode ser um
instrumento auxiliar na incorporação de novas práticas por profissionais e serviços de
saúde. Sua concepção teórica, valorizando o saber do outro, entendendo que o
conhecimento é um processo de construção coletiva, tem sido utilizada pelos serviços,
visando a um novo entendimento das ações de saúde como ações educativas.
O presente projeto será aplicado á crianças de 4 á 5 anos do ensino básico da
Escola Adventista do IAENE (Instituto Adventista de Ensino do Nordeste).
Crianças nesta idade necessitam de algo que predam a sua atenção, com isto,
utilizaremos os métodos populares alternativos de educação em saúde, pensando nas
seguintes possibilidades: Teatro com bonecos, dinâmicas em se tratando de uma turma
agitada, animações educativas a respeito do tema a ser trabalho que é a água e seus
benefícios para o nosso corpo assim como também a água para higienização e jogos
educativos juntamente com ilustrações para pintar.
2 JUSTIFICATIVA

A Educação em Saúde visa contribuir para o desenvolvimento dos profissionais de


saúde como sujeitos autônomos que constroem essa autonomia com base na imaginação
de um outro futuro, um outro porvir, diferente, qualitativamente melhor, do contexto em
que se vive atualmente, logo, este projeto é proposto devido a necessidade de incentivar
as crianças aprenderem um pouco mais sobre a água e seus benefícios de uma forma
que para elas seja divertido com vários métodos estabelecidos e ao mesmo tempo um
assunto que possa tratar com a realidade vivida hoje em vista da importância da melhor
administração e economia da água. Este projeto pode influenciar tanto as crianças que
são o nosso publico alvo mas como também ao adulto. Por exemplo, uma criança ao
chegar em casa e contar aos pais como foi o dia e o que de bom ele tinha aprendido
pode consequentemente conscientizar o adulto sobre os seus hábitos de vida saudável.

3 OBJETIVOS

3.1 OBJETIVOS PRIMÁRIOS


Este projeto de Educação em saúde tem como objetivo conscientizar a criança sobre os
benefícios da água para os rins ensinando sobre este órgão e a importância da água para
manutenção da saúde e a ingesta/dia adequada visando o maior consumo de água,
visando promover saúde.

3.2 OBJETIVOS SECUNDÁRIOS

-Mostrar A importância do bom funcionamento dos rins para a nossa saúde.

-Falar a respeito da água e a sua importância para os rins utilizando-se dos


métodos populares de educação em saúde para simplificar de forma que este
grupo possa sintetizar o conteúdo dado incentivando-os a levarem o que
aprenderam para suas vidas.

-Incentivá-los á administrar a água visando um maior aumento do consumo de


água.

4 PÚBLICO ALVO
O grupo que será mobilizado e irão participar das atividades propostas serão
as crianças do ensino básico com idades de 4 á 5 anos da Escola Adventista
do IAENE.

5 METAS A ATINGIR

Conscientizar as crianças sobre a importância da água para os rins, visando o


aumento da ingesta de água através dos métodos de estratégia de intervenção.

6 ESTRATÉGIA DE INTERVENÇÃO (Metodologia)

Os métodos a serem utilizados serão:

 Técnicas de aprendizagem baseada em: jogos educativos,


dinâmicas, teatro de bonecos e álbum seriado.

 Os instrumentos que utilizaremos são: vídeos educativos, material


para pintar e colorir, copinhos com água para incentivá-los a
beber água, e um questionário oral no inicio e ao final da
intervenção para averiguar a eficácia da mesma.
7 RECURSOS NECESSÁRIOS

Para atingir nossos objetivos utilizaremos recursos tais como cartolinas,


canetas, lápis de cor para o álbum seriado, garrafinhas PET’s para o teatro de
bonecos, material emborrachado para o álbum seriado, papéis A4 para o
material das atividades e para pintar, copos acrílicos para incentivar a ingesta
de água, cano PVC para o álbum seriado, bambolês, e baldes para os jogos.

8 AVALIAÇÃO
*Iremos utilizar um questionário oral com intuito de verificar se houve
mudança na intervenção que será aplicada, o questionário será aplicado no
primeiro dia e no último dia da intervenção para comparar se houve mudanças
no entre o primeiro dia e o ultimo dia de intervenção.

9 CRONOGRAMA

CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO DAS ATIVIDADES


Item Atividade Março Abril Maio Junho Julho
1 Álbum seriado e tarefa para casa (Os rins 09/04
explicados para crianças). Hortência e
Viviane
2 Teatro de bonecos (A história da água). 16/04
Ednai, Suely
3 Vídeo e atividade para casa (8 Copos de 23/04
água).
4 Dinâmica. Lorraine e Tailane 30/04
5 Jogos educativos. Saulo e Rayson 07/05

10 ORÇAMENTO
O orçamento será elaborado, a partir, de uma listagem adequada dos
recursos necessários para a elaboração das atividades que serão
desenvolvidas. Também deve ser baseado em todo o período que a
intervenção irá durar (neste caso, pode ser feito em uma tabela com a lista dos
recursos, suas especificações e seus respectivos preços, apontando o total das
despesas no final da tabela). Ex:

ITEM ESPECIFICAÇÃO Qtd. Valor Unit. (R$) Valor Total (R$)

Material de Cartolina, 8
papelaria. 10,00
Copos de Adesivos, sacos para lembrança e 30 R$ 3,50 10,00
acrílico fitilho.
Xerox 54 papéis A4 54 0,10 5,40
Teatro Garrafa PET 4
deBonecos
Album Cano PVC 1
Seriado
Album Emborrachado 5
Seriado
Jogos Baldes 2
Jogos Bambolês 4

Total 25,40
ANEXO
APENDICE
Questionário de Avaliação
1- (Primeiro dia) quantos copos de água vocês tomam por dia?

1cop. 2cop. 3cop. 4cop. 5cop. 6cop. 7cop. 8cop.

2- (Ultimo dia) quantos copos de água vocês tomam agora?

1cop. 2cop. 3cop. 4cop. 5cop. 6cop. 7cop. 8cop.


REFERÊNCIAS

1. Reis, M.C. A água e o seu consumo (para os mais jovens).


Fonte Naturlink. 2003.
2. Albuquerque P.C; Stotz E.N; A educação popular na atenção
básica á saúde no município: em busca da integralidade.
Interface- comunic; saúde, educ. Recife; PE. V-8, n-15, pg
259-274 março 2004.
3. IRPAA - INSTITUTO REGIONAL DA PEQUENA AGROPECUÁRIA
APROPRIADA, A história do pingo d’agua, pingo defensor das águas,
Cartilha: Cada Gota é Importante. A Gota d´água nos Ensina. 2°
EDIÇÃO FEVEREIRO/2008.
4. https://www.youtube.com/watch?v=wAwfZhvQBPM, animação oito
copos por dia.

Você também pode gostar