Você está na página 1de 2

Portal CBMERJ - Classificações e Produtos da Combustão Página 1 de 2

Informações Técnicas : : Classificações e Produtos da Combustão


Atualizado em: 14/12/2003

CLASSIFICAÇÕES DA COMBUSTÃO

A combustão pode ocorrer por diversas formas. Por isso apresentamos abaixo o conceito de cada uma delas:

QUANTO À VELOCIDADE DE PROPAGAÇÃO

Lenta

Quando não há produção de chamas ou de qualquer fenômeno luminoso, como por exemplo, a oxidação do
ferro (ferrugem).

Viva

Quando há produção de chamas e luminosidade.

Muito Viva

Quando a reação se processa com grande velocidade, porém, inferior a 300 m/s, ou seja, a deflagração.
Pode ser exemplificada pela queima da pólvora negra ao ar livre.

Instantânea

Quando a combustão se processa de forma súbita, com velocidade superior a 300 m/s, atingindo
imediatamente toda a massa do corpo. O efeito desta combustão é a explosão (detonação). Pode ser exemplificada
pela detonação da dinamite e da nitroglicerina.

QUANTO À REAÇÃO

Combustão Incompleta

É aquela na qual a concentração de oxigênio é baixa, variando de 8% a 13%, tendo como produto da reação
o monóxido de carbono (CO). Neste caso, nos combustíveis sólidos haverá formação de brasas sem chamas.

Combustão Completa

É aquela na qual a concentração de oxigênio é propícia à combustão, ou seja variando de 13% a 21%. Neste
caso, os produtos resultantes da combustão serão o dióxido de carbono (CO2), a água em forma de vapor e cinzas.

Combustão Espontânea

Em alguns corpos este fenômeno ocorre sem que haja fonte externa de calor. Porém, devido a reações
físico-químicas (fermentação), há a emissão de gases que podem provocar combustão.
Em outros corpos, em temperaturas ambientes, há a combustão devido à emissão de gases e/ou vapores,
sem que haja uma fonte externa de calor.

PRODUTOS DA COMBUSTÃO

Durante a queima, os corpos combustíveis liberam alguns produtos que merecem atenção por parte
daqueles que tentam extinguir as suas chamas.

Cinzas

São os produtos de uma combustão completa, as quais não oferecem risco ao homem, nem interferem na
combustão.

Carvão

É o resíduo sólido da combustão incompleta. Merece atenção especial, pois pode estar em brasa no seu
interior e permitir o retorno das chamas

Vapor d’água

É produzido pela umidade existente no corpo que queima e pela água utilizada na extinção das chamas.
Durante os incêndios, normalmente, existem rolos de fumaça negra e à medida que a extinção se processa
aparece uma fumaça branca, identificando a presença de vapor d’água, que serve para indicar a ação extintora.

http://www.cbmerj.rj.gov.br/modules.php?name=Content&file=print&pid=60 04/03/2010
Portal CBMERJ - Classificações e Produtos da Combustão Página 2 de 2

Porém, o vapor d’água aquecido prejudica as vias respiratórias.

Fumaça

É composta por partículas sólidas em suspensão (carbono), monóxido de carbono (CO), dióxido de carbono
(CO2) e outros gases, que variam de acordo com a natureza do combustível, tais como gás sulfuroso, ácido fosfórico,
ácido prússico e outros.
A fumaça, além de prejudicar a visibilidade e dificultar a respiração, é a maior responsável pelo pânico nos
incêndios, podendo, também, provocar irritação nos olhos, prejudicar as vias respiratórias e atacar o trato
gastrintestinal, provocando vômitos.

Fogo

É a parte externa e visível de uma


combustão, caracterizada, identificada, por
vezes pela existência de chama. A chama
(figura ao lado) é um fluxo de gás que queima
emitindo luz, na qual é possível distinguir-se
três zonas específicas:

a) Zona de Gás

Aqui inicia-se a vaporização do


combustível líquido existente no material.

b) Zona de Incandescência

Aqui, devido à influência da


temperatura de combustão (da zona de
combustão), os vapores combustíveis se
decompõem em carbono e hidrogênio.
A incandescência se deve às partículas
de carbono finamente divididas.

c) Zona de Combustão

Somente aqui, onde o ar pode ter


acesso, inicia-se a combustão e o
Zonas do fogo
desprendimento de calor. Esta zona é
facilmente reconhecida como uma fina camada
azul clara.

CARACTERÍSTICAS DA QUEIMA NOS COMBUSTÍVEIS

Combustível gasoso (vapores e gases)

Queimam-se somente com chamas.

Combustível Líquido

Primeiro transforma-se em vapor e depois queima somente com chamas.

Combustível Sólido

Neste caso se divide em três situações específicas:

a. Com Chamas e Brasas

É o caso do combustível que, após aquecido, se decompõe em carvão sólido (produz brasas) e gás (produz
as chamas). Exemplo: a madeira, o papel e o tecido.

b. Somente com Chamas

É o caso dos materiais que, quando aquecidos, se tornam líquidos e depois vapores inflamáveis. Exemplo: a
cera, a parafina e a gordura.

c. Somente com Brasas

É o caso dos metais ou combustíveis obtidos artificialmente. Exemplo: coque e carvão mineral.

Voltar

http://www.cbmerj.rj.gov.br/modules.php?name=Content&file=print&pid=60 04/03/2010