Você está na página 1de 9

TESTE DE

AVALIAÇÃO 8 Escola:________________________________________________________________ Data: ______ / ______ / _______

Nome: ________________________________________________________________ N.o : ______ Turma: _________

GRUPO I

Lê o texto. Em caso de necessidade, consulta o vocabulário.

Harry Potter e a pedra filosofal


Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura, 6. o Ano de Escolaridade, Leitura
autónoma ou apoiada por pais ou professores, Harry Potter é, antes de mais, o fenómeno editorial
de 1999. É-o porque demove crianças de jogos de computador e de infindáveis 1 horas em frente
ao televisor. É-o porque está traduzido em cerca de 30 idiomas. É-o porque tem angariado 2 os
5 mais importantes prémios de literatura infantojuvenil. É-o, por fim e entre outras inúmeras
razões, porque ocupa há meses consecutivos os primeiros lugares das mais importantes listas
de vendas mundiais. Mas Harry Potter, a personagem dos livros de J. K. Rowling, não é um
herói habitual. É apenas um miúdo magricela, míope e desajeitado, com uma estranha cicatriz
na testa. Estranha, de facto, porque afinal encerra misteriosos poderes que o distinguem do
10 cinzento mundo dos muggles (os complicados humanos) e que irá fazer dele uma criança
especialmente dotada 3 para o universo da magia. Admitido na escola Hogwarts, onde se
formam os mais famosos feiticeiros do mundo, Harry Potter irá viver todas as aventuras que a
sua imaginação lhe irá proporcionar.
http://www.fnac.pt/ (consultado em janeiro de 2016, texto adaptado)

Vocabulário: 1 infindáveis – que não têm fim, permanentes; 2 angariado – reunido, obtido;
3
dotada – prendada, com capacidade especial para…

1. Assinala com X, de 1.1. a 1.5., a opção que completa corretamente cada frase, de acordo com o sentido do texto.

1.1. Harry Potter e a pedra filosofal é um livro

A. recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 5. o ano.


B. que só pode ser lido com o apoio de pais e de professores.
C. que só pode ser lido pelos pais e pelos professores.
D. que pode ser lido de forma autónoma ou com o apoio de pais e de professores.

1.2. Harry Potter

A. é um herói habitual.
B. não é um herói habitual, porque é míope e tem uma cicatriz normal na testa.
C. não é um herói habitual, porque é desajeitado e tem uma cicatriz diferente na testa.
D. não é um herói habitual, porque é magricela e elegante.

© Edições ASA | 2016 | Palavra Puxa Palavra 5 47


48 © Edições ASA | 2016 | Palavra Puxa Palavra 5
TESTE DE
AVALIAÇÃO 8

1.3. A cicatriz de Harry Potter é especial, porque

A. o coloca no mundo dos muggles.


B. o transforma numa criança com poderes mágicos.
C. faz dele uma criança normal.
D. aumenta a sua imaginação.
1.4. Hogwarts é

A. um lugar que desencadeia a imaginação.


B. uma escola de grandes feiticeiros.

C. uma escola de introdução à leitura.

D. uma escola que ensina a viver aventuras.

1.5. Os muggles são

A. os humanos. C. crianças dotadas para a magia.


B. mágicos complicados. D. animais.

2. Identifica os quatro motivos que tornaram Harry Potter e a pedra filosofal num fenómeno editorial.
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

GRUPO II

Lê o texto dramático que se segue, com muita atenção.

Enquanto a cidade dorme


Cena 6
Ana, algures numa clareira da floresta, rodeada por árvores altas.
No centro dessa clareira há várias pedras, sendo uma delas maior do que as outras e
ocupando um lugar destacado: a Pedra das Histórias.
5
Ana (Exausta) Estou cansada, farta de caminhar, de correr, de me esconder. As
criaturas assustam-se quando me veem e eu também me assusto com
algumas. Não posso falar, ninguém me entende. Se eu soubesse a
linguagem dos pássaros, das árvores, das pedras… (Segura as pedras
com as mãos) Fala, pedra! Fala! Agora escusavas de ficar muda. Tu é
10
que me meteste nisto. (Senta-se no chão, desalentada) Nunca irei
encontrar o caminho para o jardim Proibido. Não assino o Tratado.

49 © Edições ASA | 2016 | Palavra Puxa Palavra 5


TESTE DE
AVALIAÇÃO 8

Não volto a ver o Rui. Se calhar nem consigo voltar para casa. (Deixa-se
cair no chão) Vou morrer aqui, sozinha, no outro lado da vida.
Ana chora.
Pedra das Histórias Não chores. A tua história ainda não acabou.
Ana (Recuperando a Pedra da Sorte) Até que enfim. Pensei que tinhas ficado muda.
15
Mas já não tens a mesma voz…
Pedra das Histórias Essa pedra não é de falar. É uma pedra de passagem. Graças a ela
passaste para este lado e graças a ela irás voltar, se fores capaz. Eu
sou a Pedra das Histórias. A maior de todas, a mais redonda…
Ana identifica a Pedra das Histórias, aproxima-se dela e acaricia-a com as mãos.
20
Pedra das Histórias (Deliciada) Hum! Que bom! Ao tempo que não me faziam isso… Mais
abaixo, se fazes o favor. Isso, isso. Agora do outro lado. Hum!
Ana A Pedra das Histórias…
Pedra das Histórias Tudo o que se passa aqui fica gravado na terra e eu sou essa memória
que cresceu. As histórias desta gente deram-me esta vida de pedra.
25
(Pausa) As pedras também nascem, sentem e morrem. (Entusiasma-se
um pouco) As masculinas namoram as femininas, que ficam mais
redondas enquanto lhes crescem por dentro cristais maravilhosamente
perfeitos e pequenos que são os seus filhos. (Tristemente) Houve
um tempo em que também assim era no outro lado da Terra.
30
Os Homens confiavam nas pedras e as pedras também lhes confiavam
os seus segredos.
Ana (Segurando a sua Pedra da Sorte) Como esta pedra, que falou comigo?
Pedra das Histórias Já te disse que essa pedra não fala. Pelo menos tanto como a
criatura que a levou. Talvez fosse um anão, são eles os melhores
35
passadores de mundos.
Ana O anão da sombra. Era ele que falava…
Pedra das Histórias Não podia ser visto ou tornava-se mortal. Por isso…
Ana E porque não me disse a verdade? Eu não olhava para ele…
Pedra das Histórias Acabavas por olhar, mais cedo ou mais tarde. O que não se pode
40
fazer é o que mais apetece fazer.
Ana Ao anão só lhe vi a sombra. Não é por minha causa que ele vai morrer.
Nem por causa do Rui, que nem acreditava que chegasse para
ver a loja do sapateiro. Foi pena. Podia estar aqui comigo agora…
Pedra das Histórias Não desesperes. Ele não precisava de acreditar, bastava que tivesse
45
a pedra na mão. Talvez ele ande por aqui. Há muitos caminhos para
o Jardim Proibido.
Ana E eu? Como vou lá chegar?
Pedra das Histórias Se desses ouvidos às minhas histórias…
Ana Histórias? Tenho tanta pressa…
50
Pedra das Histórias Com essa pressa não vais lá chegar.
Ana Tenho de assinar o Tratado da Lembrança e regressar antes que o
Sol se ponha. Não tenho tempo.

50 © Edições ASA | 2016 | Palavra Puxa Palavra 5


PORTUGUÊS 5.O ANO – TESTE DE AVALIAÇÃO 8 UNIDADE 4

Álvaro Magalhães, Enquanto a cidade dorme, Porto, Edições ASA, 2008, pp. 45-48

1. Ordena as seguintes afirmações, de 1 a 8, de acordo com a sequência do texto.

A. A Pedra das Histórias apresenta-se.


B. Ana recusa ouvir as histórias da Pedra das Histórias.
C. Ana acusa uma pedra que encontra no centro da clareira de ser responsável pela sua situação.
D. A Pedra das Histórias explica que as pedras ganham cristais que são os seus filhos.
E. Ana lamenta-se porque acredita que não vai conseguir voltar para casa.
F. A Pedra das Histórias conta a Ana que guarda as histórias das pessoas.
G. Ana acaricia a Pedra das Histórias.
H. A Pedra das Histórias salienta que os anões se tornam mortais se forem vistos pelos seres humanos.

2. Indica o local onde decorre a ação do texto.


________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

3. Identifica a personagem principal do texto.


________________________________________________________________________________

4. Enumera os motivos para Ana se sentir exausta.


________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

5. “Não posso falar, ninguém me entende.” (linha 7)


5.1. Evidencia o desejo de Ana.
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

© Edições ASA | 2016 | Palavra Puxa Palavra 5 51


TESTE DE
AVALIAÇÃO 8

6. Transcreve do texto uma passagem que comprove que Ana sentia


a) desânimo. ______________________________________________________________________
b) tristeza. ________________________________________________________________________

52 © Edições ASA | 2016 | Palavra Puxa Palavra 5


PORTUGUÊS 5.O ANO – TESTE DE AVALIAÇÃO 8 UNIDADE 4

7. Retira do texto uma frase que comprove que as pedras têm um percurso igual ao dos seres vivos.
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

8. Identifica o motivo para Ana não ouvir as histórias da Pedra das Histórias.
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

9. “(Pausa) As pedras também nascem, sentem e morrem.” (linha 27)


9.1. Distingue, no excerto acima indicado,
a) a fala da personagem. __________________________________________________________
b) a indicação cénica. ____________________________________________________________

GRUPO III

1. Completa a tabela, tendo em atenção que as palavras de cada alínea têm de pertencer à mesma família.

Nomes Adjetivos Verbos


a) cansado

b) desesperar

c) crescimento

2. Indica a classe e a subclasse da palavra sublinhada na frase seguinte.


“Já te disse que essa pedra não fala.” (linha 35)
________________________________________________________________________________

3. Associa as palavras/expressões sublinhadas na coluna A à função sintática correspondente da coluna B.

A B

A. “Fala, pedra!” (linha 9) 1. Sujeito simples.


B. “Não assino o Tratado.” (linha 11) 2. Sujeito composto.
3. Predicado.
C. “As masculinas namoram as femininas” (linha 28)
4. Vocativo.
D. “Ao anão só lhe vi a sombra.” (linha 43)
5. Complemento direto.

© Edições ASA | 2016 | Palavra Puxa Palavra 5 53


TESTE DE
AVALIAÇÃO 8

6. Complemento indireto.
E. A Ana e a Pedra das Histórias conversam.
F. “Tenho tanta pressa…” (linha 51)

54 © Edições ASA | 2016 | Palavra Puxa Palavra 5


PORTUGUÊS 5.O ANO – TESTE DE AVALIAÇÃO 8 UNIDADE 4

4. Reescreve as frases seguintes, substituindo cada expressão sublinhada pelo pronome pessoal adequado.
a) Ana quer ver o Rui.
______________________________________________________________________________

b) Os Homens confiavam os seus segredos às pedras.


______________________________________________________________________________

c) Não tenho a pedra na mão.


______________________________________________________________________________

5. Associa as formas verbais sublinhadas na coluna A aos tempos/modos/formas verbais correspondentes da


coluna B.

A B
1. Presente do indicativo.
A. “Fala, pedra!” (linha 9)
2. Pretérito perfeito do indicativo.
B. “Ana identifica a Pedra das Histórias” (linha 21) 3. Pretérito imperfeito do indicativo.
4. Futuro do indicativo.
C. “Era ele que falava…” (linha 38)
5. Particípio.
D. “Ao anão só lhe vi a sombra.” (linha 43) 6. Imperativo.

A. ______________ B. ______________ C. ______________ D. ______________

GRUPO IV

O texto do Grupo I refere-se ao livro Harry Potter e a pedra filosofal, que é, para muitas crianças e jovens, o
seu livro preferido.
Imagina que o diretor do jornal da tua escola te convida para publicares um texto de opinião sobre o teu
livro preferido.
Escreve um texto de opinião, com o mínimo de 120 e o máximo de 180 palavras, em que identifiques o livro,
refiras o assunto de que trata e justifiques a tua preferência por esse livro, apresentando razões ou argumentos
que te levam a preferi-lo. Podes concluir o teu texto com um conselho final dirigido aos leitores do jornal da tua
escola.
Respeita os aspetos formais do texto de opinião.
Após teres terminado a escrita, verifica se: escreveste um título; respeitaste o número de palavras; utilizaste
corretamente as maiúsculas e as minúsculas; assinalaste corretamente os parágrafos; a pontuação está correta.

© Edições ASA | 2016 | Palavra Puxa Palavra 5 55