Você está na página 1de 3

REPUBLICA DE ANGOLA

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE PORTO AMBOIM


(Aprovado por Decreto Presidencial Nº168/12, Diário da República Nº 141-I Série, de 24 de Julho)
Telefones Nº 943097652 // Email: isup.informa@gmail.com

CURSO DE: Licenciatura em Direito


UNIDADE CURRICULAR: Direito dos Recursos Naturais do Urbanismo e do Ambiente
ANO ACADÉMICO: 2020
REGIME: Presencial / Semestral
TOTAL DE HORAS SEMANAIS: 2 tempos teóricos 2 tempos teórico-prático - TOTAL: 4

UNIDADES DE CRÉDITOS: 4 U.C

1. FUNDAMENTAÇÃO E CARACTERÍSTAS GERAIS DA DISCIPLINA:

A problemática do urbanismo na perspectiva dos direitos difusos, constitui matéria de extrema relevância,
e de apurado estudo e sensibilização para as problemáticas da protecção da natureza e dos direitos que
se verificam no seu entorno, nomeadamente em relação a presença do homem, ou a sua ausência, ser
ou não ser causa de degradação ou protecção do ambiente. A disciplina de D. U.O.T.A no Instituto
Superior Politécnico de Porto Amboim tem como centro a protecção do ambiente como questão política
da actualidade. Dos movimentos sociais às novas leis de protecção do ambiente aliada ao ensino do
Direito do Urbanismo, que procuram proporcionar a oportunidade para aprofundarem uma temática que,
não obstante a sua filiação na dogmática do Direito Administrativo, justifica um tratamento autónomo. A
sua inclusão no plano de estudos do curso de Direito, revela-se igualmente positiva, pois permite a
apresentação de uma perspectiva juspublicística de matérias leccionadas nessa disciplina,
nomeadamente as que se prendem com o direito de propriedade privada e com as relações jurídicas de
vizinhança. O programa da disciplina privilegia uma abordagem jurídica das matérias, embora o seu
carácter interdisciplinar obrigue a estabelecer as necessárias relações com outros ramos científicos.
Atender as disciplinas jurídicas que regulam esta matéria, o ordenamento do território, nas suas diversas
perspectivas, os Planos que podem assumir natureza nacional, regional e local. Atender também ao
corpo legislativo que rege esta matéria.

2. OBJECTIVOS:

No final da disciplina, o estudante será capaz de:

Desenvolver o pensamento jurídico aplicado aos problemas sociais hodiernos, de modo a


lograr uma análise multidisciplinar nos estudos e na praxis jurídica ligada a questão do
Urbanismo, ordenamento do território e do Ambiente.
Deter uma visão unitária e panorâmica dos diversos campos em que se desdobra a disciplina
de Direito do Urbanismo ordenamento do território e Ambiente.

3. DISTRIBUIÇÃO DO TEMPO POR TEMAS E FORMAS DE ENSINO

No TEMAS Conf. Sem. Aula. Lab. Total


Prác
1 PRELIMINARES (MARCO CONCEPTUAL) 20 3 23
2 FORMAS DE ACTUAÇÃO 20 6 26
ADMINISTRATIVA EM MATÉRIA DO
URBANISMO E DO AMBIENTE
3 CONTENCIOSO DO URBANISMO E DO 20 6 26
AMBIENTE
4 QUESTÕES ACTUAIS 1 20 21
5 Total 61 35 96
.

4. ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DA DISCIPLINA:

Para a obtenção dos seus objectivos, requerer-se-á dos estudantes uma consolidada
cultura geral em matéria de Direito administrativo e do Contencioso Administrativo.

5. CONTEÚDO TEMÁTICO:

UNIDADE I – Preliminares. Marco conceptual de DUOTA.

UNIDADE II - Do Ambiente

I - Ambiente e direito. “Verdes são também os direitos do homem”


II - Constituição verde para as relações jurídicas multilaterais de ambiente
III - Ambiente de procedimento. Procedimento de ambiente
IV - Verde agir: formas de actuação administrativa em matéria ambiental
V -Conflitos ecológicos: o contencioso do ambiente

UNIDADE III - Do urbanismo:

I - A cidade
II - A função pública urbanística
III - A administração pública do urbanismo
IV - O solo urbano
V - O planeamento urbanístico
VI - A urbanização e a edificação
VII - O contencioso do urbanismo
6. RECURSOS DIDÁCTICOS:

Quadro branco, apagador, marcador; livros, computador e projector; textos, manuais,


objectos ilustrativos, e outros…

6.1 – MÉTODOS: Expositivo dialogante, Estudos individuais, etc.

7. SISTEMA DE AVALIAÇÃO:

Realizar-se-ão duas provas de frequência ao longo do Semestre, e o exame no final da


disciplina. As avaliações serão contínuas, orais através da exposição de trabalhos
orientados individuais e em grupo; perguntas e respostas de comprovação ao longo das
conferências e, também escritas.

8. BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

Eduardo M. Simba; Pedro K. Santos. Direito do Ambiente Angolano. 1ª Edição. UBI


URIS. Damer Gráfica SA. Luanda, 2018;
Eduardo M. Simba. Direito dos Recursos Naturais. 1ª Edição. UBI URIS. Damer Gráfica.
SA. Luanda, 2019;
Carlos Teixeira; Pedro K. Santos. Manual de Direito do Ordenamento do Território e do
Urbanismo. 1ª Edição. Mayamba Editora. Luanda, 2019;

9. BIBIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

Colecção Legislação. Colectânia de Direito do Ambiente, 2ª Edição.