Você está na página 1de 2

TESTE: Wechsler Intelligence Scale for Children (WISC-IV)

Escala Wechsler de Inteligência para Crianças e Adolescentes

 Método: Psicométrico
 Modo de administração: Individual
 Modo de expressão: Verbal oral ou escrito
 Organização: Escala
 Atributo avaliado: Índice de Compreensão Verbal, Índice de Organização Perceptual,
Índice de Memória Operacional, Índice de Velocidade de Processamento e QI Total.

 FAIXA ETÁRIA
6 anos e 0 meses a 16 anos e 11 meses

 INDICAÇÃO (situação em que este teste poderá ser utilizado)


Identificação de potenciais dificuldades cognitivas, capacidades intelectuais e de resolução
de problemas em crianças e adolescentes e se há necessidade para uma intervenção, como
um acompanhamento psicológico, levando em consideração as necessidades individuais.

 OBJETIVO
Compreender a capacidade do indivíduo de entender o mundo a sua volta e seus recursos
para lidar com os desafios.

 COMPONENTES PARA APLICAÇÃO DO TESTE


( x ) Manual;
( x ) Caderno de aplicação;
( x ) Folha de respostas;
( x ) Lápis e borracha;
( x ) Crivo de correção;
( x ) Relógio ou cronômetro.

 BASE TEÓRICA / CONCEITO


A inteligência foi definida por Wechsler como um "agregado ou uma capacidade global do
indivíduo para agir intencionalmente, pensar racionalmente e relacionar-sede maneira eficaz
com seu ambiente" (Wechsler, 1944). O termo "global" foi utilizado porque, de acordo com
Wechsler, a inteligência caracterizaria o comportamento inteligente de maneira total e seria
uma entidade multifacetada, um complexo de diversificados e numerosos componentes.
Além disso, não estaria relacionada apenas a habilidades específicas, envolvendo tanto
aspectos cognitivos quanto componentes afetivos e conativos - os chamados aspectos não-
intelectivos (Wechsler, 1944, 1975).
Os elementos não-cognitivos seriam traços de personalidade e atitude que influenciariam a
expressão do comportamento inteligente. A motivação, a dependência e independência, a
impulsividade, a ansiedade e a persistência exemplificariam esses componentes (Wechsler,
1944, 1950, 1975; Zachary, 1990). Nesse sentido a inteligência não seria apenas a
habilidade de aprender, abstrair ou tirar proveito de experiências, mas também uma
capacidade de adaptação e realização, de modo que as habilidades intelectuais por si
mesmas poderiam ser insuficientes à execução de uma tarefa ou à adaptação ao meio
(Wechsler, 1950).

 APLICAÇÃO (descrição, instrução e tempo)

 AVALIAÇÃO E INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS (como executar, classificação, tabelas


etc.)
Avalia a compreensão verbal, raciocínio abstrato, organização perceptual, raciocínio quantitativo, memória
operacional e velocidade de processamento.

 EXEMPLO DE UM TESTE APLICADO


Disponível nas páginas do manual.

Você também pode gostar