Você está na página 1de 9

PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE

AVALIAÇÃO Nº 4 A

ESCOLA: _______________________________________ DATA: ____/ ____/ 20__

NOME: ______________________________________________ Nº ____ TURMA: ____

GRUPO I – ORALIDADE

Para poderes responder às questões que se seguem, vais ouvir / visionar


uma reportagem acerca do ensino do mandarim nas escolas do concelho de
São João da Madeira (https://www.youtube.com/watch?v=VJMek2ZdG_E).
Antes de iniciares a audição / o visionamento do documento, lê as questões.
Em seguida, ouve / vê atentamente a reportagem duas vezes e responde ao que
te é pedido.

1. Assinala com X, de 1.1. a 1.3., a opção que completa corretamente cada frase,
de acordo com a reportagem.
1.1. A Câmara Municipal de São João da Madeira decidiu que todas as escolas
primárias do concelho devem
A. estabelecer uma parceria com a Universidade de Aveiro.
B. começar a ensinar mandarim aos alunos.
C. ter um professor chinês na sala de aula.
D. ter consciência do peso crescente da China na economia global.
1.2. A Câmara Municipal de São João da Madeira pretende
A. representar toda uma zona industrial.
B. formar os jovens para o mercado competitivo.
C. criar turmas bilingues desde o primeiro ciclo.
D. introduzir a iniciação ao mandarim a partir do pré-escolar.
1.3. A professora entrevistada considera que os alunos
A. são novos demais para aprenderem esta língua.
B. sentirão receio, uma vez que se trata de uma língua nova.
C. vão estar recetivos, porque já contactaram com a língua.
D. vão considerar cativante, uma vez que se trata de uma novidade.

2. Assinala com X, de entre as opções apresentadas, as que correspondem a factos


que os alunos revelam saber ou ter conhecimento a respeito da temática abordada.
A. Sabem que os chineses têm os olhos rasgados.
B. Conseguem desenhar alguns carateres chineses.
C. Sabem que o mandarim se fala na China.
D. Sentem-se à vontade com a língua inglesa.
E. Sabem que a China é um país asiático.

©Edições ASA | 2020 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 1
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE
AVALIAÇÃO Nº 4 A

F. Conhecem a fundo a cultura chinesa.


GRUPO II – LEITURA, EDUCAÇÃO LITERÁRIA E ESCRITA

Texto A

Lê, atentamente, o texto seguinte.

ANO NOVO CHINÊS COMEÇA NO DIA 25 E 2020 É O ANO DO RATO

O Ano Novo Chinês é determinado pelo


calendário lunar e não pelo gregoriano,
o que faz com que a data seja móvel de ano
As

para ano. Também por isso, as festividades se


5 estendem por vários dias. Este ano, em
Lisboa, as festividades principais ficaram
combinadas para o fim de semana de 18 e 19,
mas é amanhã que se entra no novo ano
chinês: oficialmente não é 2020, mas sim
10 4718. comemorações iniciam-se na sexta-feira, dia
De todos os calendários, o chinês é o mais 24, com a visita performativa “Do camarim ao
antigo, e começou durante o governo do palco”, onde se mostra a vida de um ator de
imperador Huang Di, entre 2697 a.C. e 2597 35 ópera chinesa, mas é no sábado, dia 25, que a
a.C. Conta o tempo em anos, e, em cada ano, agenda está mais preenchida. De manhã, há
15 há também um novo signo: boi, cão, workshop de jianzhi, a arte tradicional de
carneiro, cavalo, coelho, dragão, galo, recorte de papel, classificada como Património
macaco, porco, rato, serpente e tigre. Em Imaterial da Humanidade e utilizada nas
4718 (ou 2020) é o ano do rato, um bom ano 40 celebrações de Ano Novo. Da parte da tarde,
para começar novos projetos e agarrar na oficina “Uma festa das lanternas”, podes
20 oportunidades, já que é considerado um ano aprender a construir a tua própria lanterna
de abundância. chinesa, e, ao fim do dia, o recital de Isabel
Alcobia (voz) e Shao Ling (piano) ajuda à
No Museu do Oriente, o Ano Novo
45 festa com a interpretação de canções chinesas.
Chinês é assinalado com entrada livre no
Já no domingo, dia 26, a atividade “Um
dia 25 e um programa de atividades
mistério de Ano Novo!” ativa todos os
25 que dura três dias. De sexta-feira, dia 24,
sentidos, do tato ao olfato, à descoberta de um
a domingo, dia 26, podes participar em
objeto mistério.
visitas performativas e em workshops ou
assistir a um recital de música, tudo 50 Também na Universidade do Porto vai haver
inspirado nas tradições e superstições uma forma diferente de comemorar o Ano
30 associadas a esta quadra. Novo Chinês: no dia 29, pelas 19 horas, há um
workshop de tai chi que se baseia na prática da
forma “espada terapêutica do fogo e da água”.

©Edições ASA | 2020 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 2
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE
AVALIAÇÃO Nº 4 A

Visão júnior online, 24 de janeiro de 2020


(texto adaptado com supressões; acedido em março de 2020)

1. Assinala com X, de 1.1. a 1.4., a opção que completa corretamente cada frase,
de acordo com o sentido do texto.

1.1. O Ano Novo Chinês é definido pelo calendário lunar, daí que
A. as festas se alarguem por vários meses.
B. se inicie a 21 de janeiro sob o signo do rato.
C. a data não seja fixa e se altere anualmente.
D. dependa diretamente das fases da Lua.

1.2. O calendário chinês


A. associa os signos a imperadores.
B. é um calendário recente.
C. é o calendário mais antigo de todos.
D. conta o tempo em meses.

1.3. No Museu do Oriente, o Ano Novo Chinês é assinalado com


A. atividades a preços especiais.
B. um programa especial que dura dois dias.
C. entrada livre a naturais da China.
D. um programa especial que dura três dias.

1.4. A Universidade do Porto também comemora o Ano Novo Chinês, através de


A. um workshop de tai chi, no dia 29.
B. um workshop sobre espadas, no dia 19.
C. uma atividade terapêutica, no dia 29.
D. uma atividade sobre os vários sentidos, no dia 26.

2. Associa o calendário apresentado na coluna A às atividades sugeridas na coluna B.

Coluna A Coluna B

A. Sexta-feira 1. Workshop relativo à arte tradicional de recorte de papel


B. Sábado de manhã 2. Oficina “Uma festa das lanternas”
C. Sábado de tarde 3. Atividade “Um mistério de Ano Novo!”
D. Domingo 4. Visita performativa “Do camarim ao palco”

©Edições ASA | 2020 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 3
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE
AVALIAÇÃO Nº 4 A

A. _____ B. _____ C. _____ D. _____

Texto B

Lê, atentamente, o texto seguinte. Se necessário, consulta o vocabulário.

O Mandarim Fi-Xú

Xin-Xin, o Criado Chinês (Vestido à chinês pobre, entra com passo miudinho e com as
mãos metidas nas mangas do quimono1. Faz vénias a torto e a direito.) –
Excelentíssimos, preclaríssimos2, ilustríssimos e veneradíssimos3 senhores! Estamos
no Reino do Sol Poente. Quem cá manda é o velho Mandarim Fi-Xú. Aqui, as pessoas
5
andam muito tristes porque a vida é sempre igual e nada pode mudar. No dicionário do
reino, foram riscadas as palavras: criar, inventar, imaginar e sonhar. Ai de quem ouse
modificar o que quer que seja. Quem o fizer, será punido, severamente, pelas terríveis
leis do “Está Quieto”, do “Não Mexas em Nada”, do “Deixa-te Disso”.
1
Mandarim Fi-Xú (Entra majestosamente. Vem vestido à chinês rico. Sobe a escadaria e
0 vai sentar-se no trono.)
Nun-Ta-Turo, o Espião Sombra (Faz várias vénias.) – Psst! Psst! Saiba o digníssimo
Mandarim que trago novas do inimigo. Disfarcei-me na sombra do sol e consegui
entrar no laboratório do Sábio Mi-Hú-Dô!
Mandarim – Diz o que tens a dizer, espião secreto!
Nun-Ta-Turo – Quer mesmo que eu diga? Então, lá vai! No Reino do Sol Nascente estão
1
a inventar... uma Roda Quadrada!
5
Mandarim – O quê? Roda Quadrada!? Água! Terra! Fogo! Ar! Vinde em meu auxílio! Uma
Roda Quadrada? Ai... que não estou bom! Uma Roda Quadrada? (Dá-lhe um chilique4.)
Xin-Xin (Entrando com um copo de água. Bebe primeiro e dá o resto ao Mandarim.) – Se
calhar foi o chá que lhe fez mal à cabeça. Está a ficar chalado! (Sai.)
Mandarim (Vindo a si. Recompõe-se. Mudando de tom. Colérico 5.) – Nun-Ta-Turo, espião
2
desgraçado! Já sabes que não gosto de ouvir falar de sonhos, de invenções, de
0
novidades! Ó espião desgraçado, temos de roubar os planos dessa coisa... que
horror... dessa invenção, dessa... Roda Quadrada!
Xin-Xin – Ilustríssimos e digníssimos jovens senhores, aquele é o Reino do Sol Nascente,
e quem lá manda é a bonita Rainha Hú-Thu-Piá. Nesta terra, mal o Sol nasce, todos
são convidados a imaginar coisas novas e boas.
2
5 Rainha Hú-Thu-Piá – Então, Sábio, que invenção temos para hoje?
Sábio Mi-Hú-Dô – Hoje, estou a inventar uma Roda Quadrada!
Rainha – Ai sim? E isso funciona?
Sábio – E de que maneira! Com este invento, acabaram-se os furos nos pneus e os
automóveis andarão pelo ar!

©Edições ASA | 2020 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 4
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE
AVALIAÇÃO Nº 4 A

Rainha – Parabéns, Sábio, assim é que deve ser! São as boas invenções que fazem o
3 mundo girar para a frente. A imaginação é o sol da vida!
0
José Vaz, O Mandarim Fi-Xú, Vila Nova de Gaia, Edições Gailivro, 2000, pp. 9-19 (texto com supressões)

Vocabulário
1
quimono – túnica tradicional japonesa; 2 preclaríssimos – famosos;
3
veneradíssimos – muito respeitados; 4 chilique – desmaio; 5 colérico – furioso.

3. Ordena as informações, de 1 a 8, de acordo com a ordem com que aparecem no texto.

A. Nun-Ta-Turo confidencia ao Mandarim Fi-Xú que tem novidades do inimigo.

B. O Mandarim ordena que o Espião roube os planos da invenção.

C. O Criado Xin-Xin enumera as leis existentes no Reino do Sol Poente.

D. A Rainha Hú-Thu-Piá pergunta ao Sábio o que tem de novo para lhe contar.

E. O Sábio expõe as vantagens da invenção de uma roda quadrada.

F. O Mandarim toma conhecimento da invenção que surgiu no outro reino.

G. A Rainha dá os parabéns ao Sábio e elogia a invenção dele.

H. Xin-Xin apresenta o Reino do Sol Nascente, onde se promove a inovação.

4. Identifica as personagens que, se este excerto fosse representado, surgiriam em palco.


___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

5. No início do texto, o Criado Xin-Xin apresenta o Reino do Sol Poente. Transcreve do


texto o momento em que se faz esta apresentação e se descrevem os habitantes
desse reino.
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

6. Refere uma reação física da parte do Mandarim após o Espião ter revelado a
invenção que estava a ser desenvolvida no Reino do Sol Nascente.
___________________________________________________________________

©Edições ASA | 2020 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 5
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE
AVALIAÇÃO Nº 4 A

7. Identifica o recurso expressivo presente na passagem “No dicionário do reino, foram


riscadas as palavras: criar, inventar, imaginar e sonhar.” (linhas 5-6).
___________________________________________________________________

8. Refere as vantagens apontadas pelo Sábio Mi-Hú-Dô em relação à roda quadrada.


___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

9. Após a leitura do texto, dois amigos fizeram os comentários seguintes:

Eu concordo com o Mandarim Fi-Xú: os sonhos e as invenções


Manuel
geram instabilidade e insegurança.

Eu partilho a mesma opinião da Rainha do Sol Nascente:


Alice
as invenções é que fazem o mundo “andar para a frente”.

9.1. Qual dos comentários te parece mais adequado? Justifica, apresentando duas
razões para a tua escolha.
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

GRUPO III – GRAMÁTICA

1. Completa a tabela com nomes, adjetivos e verbos de cada família dos indicados.

Nomes Adjetivos Verbos

a) imaginativo

b
trabalho
)

c) inventar

d
criativo
)

e) sonho

©Edições ASA | 2020 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 6
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE
AVALIAÇÃO Nº 4 A

2. Atenta na seguinte transcrição do texto “O Mandarim Fi-Xú”.

“São as boas invenções que fazem o mundo girar para a frente.” (linhas 33-34)

2.1. Assinala com X a opção que corresponde às classes das palavras sublinhadas
na frase, pela sua respetiva ordem.
A. Verbo, determinante, pronome, nome, verbo, determinante, adjetivo.
B. Verbo, pronome, determinante, adjetivo, verbo, determinante, nome.
C. Verbo, determinante, adjetivo, nome, verbo, determinante, nome.
D. Verbo, preposição, adjetivo, nome, verbo, pronome, adjetivo.

3. Completa as frases com os verbos apresentados entre parênteses nos tempos


e modos/formas indicados.

a) O Mandarim Fi-Xú _______________ (considerar – pretérito imperfeito do indicativo)


as novidades prejudiciais para o seu reino.

b) Nun-Ta-Turo queria _______________ (contar – infinitivo) a novidade, mas tinha


receio.

c) – _______________ (sair – imperativo) da minha frente, Xin-Xin! – ordenou o


Mandarim Fi-Xú.

d) Amanhã, todos _______________ (saber – futuro do indicativo) da invenção.

e) Nun-Ta-Turo não tinha _______________ (pensar – particípio) roubar a roda


quadrada.

f) A Rainha _______________ (elogiar – pretérito perfeito do indicativo) a invenção


do Sábio.

4. Reescreve as frases, substituindo as expressões sublinhadas pelos pronomes pessoais


correspondentes.

a) O Espião trouxe novidades.


________________________________________________________________

b) O Sábio apresentou a invenção à Rainha.


________________________________________________________________

©Edições ASA | 2020 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 7
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE
AVALIAÇÃO Nº 4 A

5. Associa cada palavra ou expressão sublinhada nas frases da coluna A à respetiva


função sintática na coluna B.

Coluna A Coluna B

A. As pessoas do reino andavam tristes. 1. Vocativo


B. Todos os habitantes festejaram. 2. Sujeito composto
C. A Rainha escreveu uma carta ao Mandarim. 3. Complemento direto
D. – Criado, tens novidades? 4. Complemento indireto
E. A Rainha ofereceu um banquete ao Sábio. 5. Predicado
F. A Terra e a Lua são redondas. 6. Sujeito simples

A. _____ B. _____ C. _____ D. _____ E. _____ F. _____

GRUPO IV – ESCRITA

Todos reconhecemos que a imaginação e o trabalho são requisitos importantes


para o nosso sucesso.
Imagina que o diretor do jornal da tua escola te convida para publicares um artigo
sobre a importância da imaginação/criatividade e a persistência para se atingir o
sucesso escolar.
Escreve um texto de opinião, no qual apresentes dois argumentos e respetivos
exemplos para convenceres os teus colegas a cultivarem a sua imaginação e a nunca
baixarem os braços face às dificuldades, mantendo sempre a persistência e o
entusiasmo.
O teu texto, com um mínimo de 140 e um máximo de 200 palavras, deve apresentar
introdução, desenvolvimento e conclusão.
No final, faz a revisão do teu texto, verificando se:
 respeitaste o tema proposto e o género indicado;
 as partes estão devidamente ordenadas;
 há repetições que possam ser evitadas;
 usaste corretamente a pontuação.

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

©Edições ASA | 2020 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 8
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE
AVALIAÇÃO Nº 4 A

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

______________________________________________________________________

©Edições ASA | 2020 | Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 9