Você está na página 1de 5

Componentes de entrada e saída

São dispositivos que fornecem informação para as operações em um programa de


computador, também chamados de unidades ou periféricos de entrada (no inglês
input/output - entrada/saída).
Entrada e Saída ou Armazenamento: um dispositivo de armazenamento, lê e grava
informações. O computador usa essas informações para executar tarefas. (geralmente
baseados em chaves) por onde informações entram na memória
Ex.: Teclados, Portas
Saída: um dispositivo de saída permite que o computador se comunique com você. Esses
dispositivos exibem informações na tela, criam cópias impressas ou geram som. Mostram
o resultado da operação executada
Ex: Monitores, Impressoras, Armazenamento secundário…
Dispositivo periférico é "um dispositivo auxiliar usado para enviar ou receber
informações do computador". Na computação, o termo "periférico" aplica-se a qualquer
equipamento ou acessório que seja ligado à CPU (unidade central de processamento), ou,
em um sentido mais amplo, ao computador.
Existem três categorias de dispositivos periféricos, com base no seu relacionamento com
o computador:

1. um dispositivo de entrada envia dados ou instruções para o computador, como


mouse, teclado, mesa digitalizadora, scanner de imagem, leitor de código de
barras, controlador de jogo, caneta leve, pistola leve, microfone, câmera digital,
webcam, dance pad e memória de somente leitura;
2. um dispositivo de saída fornece dados de saída do computador, como um monitor,
projetor, impressora, fones de ouvido e alto-falante do computador;
3. um dispositivo de entrada/saída executa funções de entrada e saída, como um
dispositivo de armazenamento de dados do computador (incluindo uma unidade
de disco, unidade flash USB, cartão de memória e unidade de fita).

Interfaces de Entrada e Saída


Interfaces de (I/O)
Geralmente a CPU não pode comunicar-se diretamente com os periféricos a
comunicação é feita com a ajuda de circuitos chamados de Interfaces ou Módulos de I/O
MEMÓRIA
MEMÓRIAS SEMICONDUTORAS

A memória de um computador é onde se armazena a informação. Existem várias


classificações para a memória. Tem-se a memória volátil, cujo conteúdo desaparece
quando se desliga o computador (RAM), e memória não volátil que permite ter
informação armazenada permanentemente (ROM). A capacidade da memória traduz-se
na quantidade de informação que nela se consegue armazenar.
DIFERENÇA ENTRE MEMÓRIA RAM e ROM
A diferença real é que nas RAMs se pode ler e escrever com a mesma velocidade em
qualquer endereço, enquanto que na ROM, o acesso é rápido somente para leituras. A
ROM normalmente contém dados que não podem ser modificados durante o
funcionamento do computador. Outro tipo de dados armazenados em ROMs são os que
não devem ser perdidos quando o computador é desligado (Não Volatil).
ROM (read-only memory) é um tipo de memória que permite apenas a leitura, ou seja,
as suas informações são gravadas pelo fabricante uma única vez e após isso não podem
ser alteradas ou apagadas, somente acessadas. São memórias cujo conteúdo é gravado
permanentemente.
Características:
• Tempo de Acesso: Em milisegundos e em segundos
• Capacidade: Grande capacidade de armazenamento
• Volatibilidade: Não voláteis
• Tecnologia: Diversas tecnologias para cada dispositivo
Memória ROM (Read Only Memory) Não-Voláteis

PROM (Programmable Read Only Memory) - um dos primeiros tipos de memória ROM, o PROM
tem sua gravação feita por aparelhos especiais que trabalham através de uma reação física com
elementos elétricos. Os dados gravados na memória PROM não podem ser apagados ou
alterados;

EPROM (Erasable Programmable Read Only Memory) - memória ROM na qual informações
podem ser apagadas através de exposição à luz ultravioleta de alta intensidade e reprogramadas
eletricamente; toda a memória (pastilha) é apagada e reprogramada.

EEPROM (Electrically Eraseable Programmable Read Only Memory) - são memórias similares à
EPROM. Seu conteúdo pode ser apagado aplicando-se uma voltagem específica aos pinos de
programação;

Flash: as memórias Flash também podem ser vistas como um tipo de EEPROM, no entanto, o
processo de gravação (e regravação) é muito mais rápido.
RAM (Random Access Memory) é um tipo de tecnologia que permite o acesso aos
arquivos armazenados no computador. Diferentemente da memória do HD, a RAM não
armazena conteúdos permanentemente. É responsável, no entanto, pela leitura dos
conteúdos quando requeridos.
Memória RAM (Random Access Memory)

DRAM (Dynamic Random Access Memory): são as memórias do tipo dinâmico e geralmente são
armazenadas em cápsulas CMOS (Complementary Metal Oxide Semiconductor). Memórias
desse tipo possuem capacidade alta. No entanto, o acesso a essas informações costuma ser mais
lento que o acesso à memórias estáticas.

SRAM (Static Random Access Memory): são memórias do tipo estático. São muito mais rápidas
que as memórias DRAM, porém armazenam menos dados e possuem preço elevado se
compararmos o custo por MB. As memórias SRAM costumam ser usadas em chips de cache.

SDRAM (Synchronous Dynamic Random Access Memory), um tipo de memória que permite a
leitura ou o armazenamento de dois dados por vez. Memórias mais rápidas.

DDR SDRAM (Double Data Rate Synchronous Dynamic Random Access Memory), atinge taxas
de transferência de dados de duas vezes o ciclo de clock.

DISCO MAGNÉTICO

O disco magnético, também conhecido por "disco duro" ou "disco rígido“ou simplesmente HD é
onde se instala a maior parte dos programas e onde se armazena todo o tipo de informação e
trabalhos elaborados. A tendência é que a capacidade dos discos seja cada vez maior sem
aumentarem de tamanho físico, com maiores velocidade de transferência e menores tempos de
acesso.

COMPACT DISK – CD

Um disco compacto, disco compacto a laser, ou simplesmente disco laser (popularmente


conhecido por CD, sigla para a designação inglesa, (Compact Disc) é um disco ótico digital de
armazenamento de dados. O diâmetro de um CD tradicional é de 120 milímetros (4.7
polegadas), e possui a capacidade de armazenar até 80 minutos de áudio não-comprimido, ou
700 MB de dados

• CD-ROM: somente pode ler dados.


• CD-R: pode escrever no disco apenas uma vez
• CD-RW: pode apagar e escrever dados várias vezes.

DIGITAL VERSATILE DISK – DVD

DVD sigla de "Digital Versatile Disc", (em português, Disco Digital Versátil) serve para arquivar
ou guardar dados, som e voz, tendo uma maior capacidade de armazenamento que o CD.
Capacidade: 4,7 a 17 Gbytes.

PROCESSADOR
A CPU é responsável por fazer o processamento dos dados, ou seja, transformar dados de
entrada em dados de saída.

Microprocessador:

• Dispositivo com alto grau de integração de circuitos integrados (CHIPS).


• Condensa em um único chip a maioria das funções associadas a uma CPU.
• Interpreta as instruções de um programa. - Executa operações aritméticas ou lógicas.

Você também pode gostar