Você está na página 1de 2

ANO LETIVO

FICHA DE TRABALHO - RAWLS


2015/ 2016

TURMA DATA
FILOSOFIA A Professora:
MAIO DE 2016

1. Das afirmações seguintes, indique as V/f, risque o conceito errado


a) Rawls tal como Kant, considera a pessoa humana como sendo simultaneamente livre, igual e um fim
em si mesma, recusando a sua instrumentalização.
b) A teoria de Rawls é de natureza deontológica (ainda que mais virada para a política do que para a
ética).
c) Rawls critica o utilitarismo, em concreto, a falta de um princípio absoluto que servisse de critério
universal para decidir o que é justo ou injusto, bem como a subordinação do indivíduo a interesses
sociais, não lhe reconhecendo direitos fundamentais invioláveis.
d) O ser humano é um ser social; a vida em sociedade permite-lhe obter vantagens mútuas. Porém, a
existência de conflitos de interesses exige um conjunto de princípios que sirvam de critério para a
atribuição de direitos e deveres, bem como definam a distribuição adequada dos encargos e dos
benefícios da cooperação social.
e) O livro intitulado ATeoria da Justiça, preconizado por Locke/ Rawls, procura identificar uma conceção
de justiça suscetível de contribuir para uma nova forma de pensar a relação/ conciliação entre a
liberdade individual e a igualdade de direitos para todos.
f) Rawls diz-nos que os direitos e as liberdades são definitivos, não são negociáveis, nem tão-pouco
podem ser objeto de cálculo dos interesses sociais.
g) Só será justa a sociedade que confirme a violabilidade/ inviolabilidade dos direitos do indivíduo
enquanto pessoa e proporcione, através da cooperação de todos, o mínimo/ máximo de vantagens
mútuas possível.
h) Sociedade justa é aquela que combina o máximo de liberdade com o máximo de igualdade (nunca
entendidas em sentido absoluto): a Liberdade é enquadrada e regulamentada pela lei e a Igualdade
convive sempre com desigualdades – inteligência, talentos…
i) Para descobrir os princípios mais adequados para uma organização político-social justa, Rawls
formula a seguinte pergunta: Como chegar a um acordo unânime sobre os princípios que devem
organizar as sociedades e acabar com os conflitos de interesses, garantindo uma distribuição
equitativa das riquezas?
j) O autor para responder a esta questão parte da ideia de um contrato original, que não é um
contrato efetivo, real, mas um recurso meramente fictício, sem localização no espaço e no
tempo.Neste cenário (contrato original), propõe um exercício mental a todo o ser racional: descobrir
princípios justos de convivência.
k) O Véu de Ignorância/ Posição Original não traduz uma assembleia que tenha ocorrido ou que venha
a ocorrer, mas apenas uma situação hipotética inicial.
l) A situação virtual que traduz a posição original, permite estabelecer as condições de equidade ou
imparcialidade necessárias para definir os princípios da justiça.
m) Os princípios da justiça, na posição inicial real/ não real, são escolhidos em condições de ignorância,
para garantir a imparcialidade.
n) A ideia fundamental é a de que os princípios de justiça básicos - resultado de um acordo final/ inicial
e aceites por pessoas racionais e livres numa posição inicial de igualdade -regulem todos os acordos
posteriores.
o) Rawls designa por véu da ignorância as condições iniciais de equidade. É como se os sujeitos
participantes não fossem indivíduos com uma história e com interesses particulares, mas uma
espécie de ‘sujeitos universais’. Só assim se poderá garantir a parcialidade/ imparcialidade.
p) A imparcialidade é fundamental na distribuição de bens e regalias sociais.
q) Sob o véu da ignorância, supõe-se que os participantes sejam racionais e igualmente
desinteressados, gozem da mesma liberdade de expressão e que cheguem a um acordo amplamente
partilhado acerca dos princípios da justiça.
r) Colocados numa Posição Original, os seres humanos escolheriam dois princípios fundamentais:
princípio de liberdade básica igual para todos e princípio de igualdade (igualdade de oportunidades e
correção das desigualdades ou princípio da diferença).
s) O princípio da indiferença/ diferença diz que os carenciados devem receber maiores benefícios.
ANO LETIVO
FICHA DE TRABALHO - RAWLS
2015/ 2016

TURMA DATA
FILOSOFIA A Professora:
MAIO DE 2016
t) O princípio da igualdade de oportunidades/ igual liberdade para todos refere-se a um conjunto de
liberdades fundamentais como a liberdade política, de expressão e de consciência, a integridade
pessoal, o direito de propriedade e outras.
u) Para Rawls o bem-estar coletivo tem primazia sobre os interesses individuais.
v) O princípio da diferença dá atenção especial aos que nasceram em posições sociais menos
favorecidas, corrigindo a influência destas contingências por forma a procurar uma maior igualdade
(princípio da compensação).
w) O princípio de liberdade igual/ princípio da igualdade de oportunidades para todos está associado às
mesmas possibilidades de empregos, posições sociais, etc…
x) O princípio da indiferença/ diferença exprime um regime de igualdade.
y) A teoria da equidade de Rawls é uma defesa da justiça como igualdade quanto às liberdades e
direitos fundamentais, assumindo no entanto, as diferenças na repartição dos benefícios desde que
favoreça os mais necessitados.
z) A Discriminação Positiva, muito associada ao princípio da diferença, trata deliberadamente certos
indivíduos de forma desigual, favorecendo pessoas de grupos que tenham sido vítimas habituais de
discriminação.
aa) O objetivo da Discriminação Positiva ao tratar certas pessoas ou grupos de forma desigual é
acelerar o processo de tornar a sociedade mais igualitária.
bb) Uma forma de Discriminar Positivamente é, por exemplo, reservar deliberadamente lugares para
os deficientes nos parques de estacionamento.
cc) Numa sociedade bem ordenada, por exemplo, os princípios de liberdade e igualdade seriam a base
da justiça social. A violação persistente destes princípios básicos, sobretudo, das liberdades
fundamentais legitima a desobediência Civil
dd) A desobediência Civil só é aceitável em último caso e depois de terem sido esgotados todos os
meios legais para a evitar.
ee) A desobediência civil é uma ato público, de natureza política e não violenta, decidido em
consciência e contrário à lei (os ativistas aceitam as consequências jurídicas da conduta de
desobediência).
ff) A desobediência civil pode ocorrer sob diversas formas: concentrações ou desfiles, ocupação de
instalações, etc. (Greenpeace).
gg) A desobediência civil é praticada com o intuito de provocar mudança nas leis ou nas políticas
governamentais.
hh) Os ativistas que participam na desobediência civil denunciam uma lei ou uma medida governativa
injusta, apelando à mobilização da maioria e pressionando as instituições a mudar e a negociar.
ii) A desobediência civil jamais/ poderá conduzir a situações de desordem, rutura no funcionamento
normal das instituições e ‘anarquia’.

QUESTÕES
1.Como concebe Rawls o Contrato Social?
2.O que significa a expressão Véu da Ignorância? Poderá relacionar-se com a imparcialidade e
escolha racional? Porquê?
3.O que é a Posição Original? Qual a sua finalidade?
4.Por que razão Rawls define de forma tão rigorosa a Posição Original? O que é que ele
pretende garantir?
5.Quais seriam os Princípios de Justiça escolhidos na Posição Original? Descreva-os
sumariamente.
6.Que garantia advém de serem aprovados (os princípios básicos) no contrato?
7.O que se entende por ‘Princípio da Compensação’ habitualmente chamado de princípio da
diferença.
8.O que se entende por Desobediência Civil? Em que circunstância é legítimo?