Você está na página 1de 210

Micro Motion

Micro Motion
30 anos de experiência em medições de
Vazão e Densidade com mais de 500.000
soluções entregues e 150 especialistas em
Tecnologia Coriolis
Maior gama de solução para medição de
Vazão e Densidade do mercado
Lider em Tecnologia de medição
Coriolis
Compromisso em prover soluções com
Alta Performace e Confiabilidade
Agenda
Company Overview
Tecnologia Coriolis
Linha de Produtos
Instalação
Ferramentas de Configuração
– AMS – Device Manager
– Configurador 375
– ProLink II™
Novas Tecnologias
– Entrained Gas
– Meter Verification
– Diagnósticos
Solartron agora é Micro Motion !
Sistemas & Otimização de Medição e Válvulas &
Soluções Ativos Analítica Reguladores

• Delta V • AMS Suite • Rosemount • Fisher


• Ovation • Serviços & • Saab • Bettis
• Centros de Tecnologias Rosemount • El-O-Matic
Excelência • Equipamentos • Micro Motion • Shafer
• Química Mecânicos
• Óleo & Gás • Sistemas • Mobrey
• Refino Elétricos • Rosemount
• Energia & Água • Equipamentos Analytical
• Ciências da Vida de Processo
• Bristol
• Metais & Mineração • Instrumentos e
• Papel & Celulose Válvulas • Daniel
• Alimentação e Bebidas
• Treinamento
Emerson Confidential
Revised Mar 2006, Slide 5
Cobertura Local: Rede de Representantes
GEMA
Sao Luis
Fortaleza

Loopserv
Recife

Loopserv
Salvador / UN-BA / UN-SEAL

Fluxo
UN-Rio / UN-BC
UN-RNCE / UN-BSOL
DMC (All Territory)
Controval
Belo Horizonte
Insaut
/ Uberlandia Vitória / UN-ES

Enginstrel Macaé
Grande SP, Londrina
Ribeirao Preto, SJC
Sorocaba, Campinas
Raymount
Rio de Janeiro

Laverne Sorocaba
Curitiba

RGZ MIC
Florianopolis Porto Alegre
Emerson Process Management Brasil
Sorocaba / Macaé
Macaé
Fabricação de Válvulas de
Controle, Medidores
Magnéticos de Vazão e
Sistemas de Medição de Gás
Natural
Engenharia
Calibração de Instrumentos
Vendas
Centro de Serviços
Centro de Treinamentos
Estoque Local
Administração Geral
Certificada ISO9000
Emerson Process Management - Brasil
Emerson Process Management - Micro Motion
Fundada em 1977 Boulder – circa 1977
Inventou o primeiro medidor coriolis para Vazão e Densidade
Lider no mercado de Medidores Coriolis
Base instalada com mais de 500.000 unidades
Mais de 800 Engenheiros de Venda e Técnicos de serviços
1.410 empregados em fabricação, Engenharia e Suporte no mundo
150 engenheiros dedicados a Tecnologia Coriolis
Boulder, Colorado, USA Ede, Netherlands Nanjing, China

Chihuahua, Mexico Slough, UK Dubai, UAE


Infraestrutura para Testes e Validação sob
Validação
Condi ções de Campo
Condições
Laboratório acreditado ISO 17025
Gravimétrico
0.014% @ 95% confiabilidade

Testes de Ambiente
Chuva, Jato de água Laboratório para Gás

2000
TEST CAPABILITIES
Testes de Capacidade
• Water
Água Only
• Água
WaterTT:: 20
20ato5050 °C
°C
• AmbienteT:T:-40°
Ambient - 40to +50°C
a +50°C
Laboratório com Transient Flow • Vibração
Vibration

• Água com sedimentos API Prover


• Aeração continua
• Bateladas Empty – Full – Empty

Laboratório vazão 3 fase


(Água, Gás, óleo)
Testes de Opera ção em Condi
Operação ções Extremas
Condições
A Micro Motion foi a pioneira na tecnologia
Coriolis . . .

Mais de 1,000 Patentes Globais


Applications
3A Sanitary ELITE® Platform
Laboratory Single Tube

1978 1983 1989 1995


1977 1981 1986 1992 1997

Process
High Temp F-Series
Dual Tube
… e continua se mantendo como lider no
desevolvimento desta tecnologia …
MVD™ Technology
MVD
Digital Signal
Direct MVD 2700
R-Series Processing
Connect™ V 3.0
Flow Only Low
DIN Rail Flow 3809
Profibus Transmitter DNOC
Protocol

1999 2002 2004 2006


1998 2000 2003 2005

FF
Protocol

T-Series
Single Straight Tube H-Series ¼” – 3” ELITE®
Hygienic Meter New F/H
3-A and EHEDG Enhancements
… sempre lançando solu
lançando ções inovadoras
soluções
High Capacity
350°C
High Wireless HART
Temperature
HART
COMMUNICATION
FOUNDATION

Meter Verification
On AMS,
2700, 3000

2007 2008
DeviceNet &
Profibus DP
Protocol

MVD 3000
Net Oil Computer
Micro Motion CMF400
Branded Density Hastelloy

EDDL Screens
Agenda
Company Overview
Tecnologia Coriolis
Linha de Produtos
Instalação
Ferramentas de Configuração
– AMS – Device Manager
– Configurador 375
– ProLink II™
Novas Tecnologias
– Entrained Gas
– Meter Verification
– Diagnósticos
Solartron agora é Micro Motion !
Massa

100.00 grams

Massa de um produto : Kilos (Kg), grama (g), etc.


Volume

O espaço que um produto ocupa: galão (gal), litro (l),


Metro Cubico (m3), etc.
Densidade (Massa Específica)

mass 100g
density = = = 1g / cc
volume 100cc

100.00 grams

Massa por unidade de volume: gramas por centimetro cubico


(g/cc), Gravidade Especifica de Unidade (SGU), etc.
Vazão

Vazão: quantidade de
massa ou volume que
passa em um ponto
fixo durante um tempo
determinado.

Unidades de Vazão:
lb/min, kg/h, m3/h, etc.

100.00 grams
Por que Medir em Massa?
70 ml 110 ml

20° C Condição 2
60° C
20 Kg Condição 1 Condição “Normal” ou
20 kg
Condição “Atual” “Standard”
V1 V2

T1 P2 T2
P1
Influência da Temperatura no Volume

Gasolina Gasolina
T= 160 C T= 50 C

Erro
Volume: 159.0 litros 155.2 litros 2.45%

Massa: 119.5 kg 119.5 kg 0.00%


Influência da Pressão no Volume

Ar Ar
P= 22 psi P= 20 psi

Erro
Volume: 0.40 m3 0.42 m3 4.8%
Massa: 0.0808 Kg 0.0808 Kg 0.0%
Tecnologia Multivariável de Medição

Vazão Mássica

Densidade On-line
(Massa Específica)
Temperatura

+
Vazão Volumétrica, Densidade Relativa, Concentração, Vazão Net
Sensor Micro Motion
Procesador Central
Bobina Drive (impulsora)

Bobina Captora

Caixa de Proteção ou Invólucro

Tubos de Fluxo

Sensor de Temperatura (RTD)

Flange

Direção de Fluxo
Nota: O segundo tubo não pode
ser observado nesta vista
Processamento de sinal do transmissor
Right Amplifier
Right
Pickoff Frequency
(RPO) Output

Delta T

Intrinsic Safety Barriers


Detector
Drive Amplifier
Drive Coil Analog
Outputs
Automatic
Gain
Control
Left
Pickoff Control
(LPO) Left Amplifier Output
Flow
Processor
Left Amplifier
RTD
Digital
Outputs
Princípio Coriolis
Princípio
O efeito Coriolis é uma força inercial.
Em 1835, Gustave-Gaspard de Coriolis mostrou esta
força inercial – Efeito Coriolis - com base em
considerações das leis de Newton
Efeito Coriolis: A trajetoria original é desviada para o
oeste por efeito da força de rotação da Terra no
hemisfério Norte
Medi ção Vazão M
Medição ássica
Mássica
Fluido de processo entre no sensor e divide-se entre
os dois tubos
Drive coil faz os tubos vibrarem na frequência natural
Pick-off coils na entrada e saída

Micro Motion Confidential


Page 27
Medi ção Vazão M
Medição ássica
Mássica

Sem Vazão

Com Vazão
Vista lateral
sem Vazão
Teoria de Operação – Vazão M
Operação ássica
Mássica
O Fator de calibração de vazão captura
a relação proporcional entre vazão e
medição de defasagem das bobinas
– Mesmo fator para líquidos ou gases
– Linear em todo o range

m = Flow cal • (Δt )


m: Vazão Mássica (g/s)
Flowcal: Meter Constante de calibração do medidor (g/s/μs)
Δt: Diferença de tempo entre sinais das pickoff (μs)
Aprova ção NMI
Aprovação
““Water
Water Traceability to Gas 2003
2003””

• Aprovação NMI com MVD (x700)


• Teste completado em Jan 2003
• -40 to 150 Graus Celsius
• Testados com gases com densidade
> .35 lbm/cf (60 psig)
AGA11 – Teste Coriolis
GRI
GRI Report
Report GRI
GRI -- 04/0172
04/0172
Beneficios da Tecnologia Digital:
Rangeabilidade
Rangeabilidade,, Incerteza Plana & Δ
ΔPP
1:1

Incerteza Perda de Carga

Rangeabilidade 100:1 20:1 10:1 1:1


100:1 Incerteza 0.60 0.10 0.10 0.10
20:1
ΔP 0.1 0.1 0.2 13.5
10:1

Teste com Vazão Nominal (CMF100)= 500 lb/min (227 Kg/min)

Vazão Nominal
Vazão volumétrica Normal / Standard
usando Transmissores MVD
Sinal para sala de contole

Micro Motion oferece a incerteza


do Coriolis, em unidades Normal
ou Standard:

QSTP = QMassa / Densidade standard / Normal

Q (Nm3/h) = (kg/h) / (kg/m3)


Saída do Transmissor Densidade Standard
(4-20 mA, freq, digital) Vazão Mássica Introduzida na
medida pelo configuração
Coriolis
Erro M ássico vs Erro Volum
Mássico étrico
Volumétrico
Cálculo de Propagação do Erro (d=m/V)
Micro Motion ELITE Tradicional
Masa
Massa Densidad
Densidade Volumen
Volume
± 0.10% em massa
2 2
0,10% + 0,05% = 0,11% ± 0.0005 g/cc
densidade
Micro Motion ELITE Plus
2 2 ± 0.10% em massa
0,10% + 0,02% = 0,10% ± 0.0002 g/cc
densidade
2 2 ± 0.05% em massa
0,05% + 0,02% = 0,05% ± 0.0002 g/cc
densidade
Outros
2 2 ± 0.10% em massa
0,10% + 1,0% = 1,04% ± 0.01 g/cc densidade
Medi ção de Densidade
Medição
Medição de Densidade é baseada na frequência natural
– Quando a massa é incrementada, a frequência natural do sistema é
decrementada
– Quando a massa é decrementada, a frequência natural do sistema é
incrementada
Medi ção de Densidade
Medição
Medição de Densidade

Mola

90
Massa
Tube Frequency (Hz)

85

80

75

70
.0000 .1000 .2000 .3000 .4000 .5000 .6000 .7000 .8000 .9000 1.0000
Density (g/cc)
Pontos de calibração da Densidade
Teoria de Operação – Temperatura
Operação
PT100 – 3 fios (RTD) mede a temperatura
nos tubos de medição
– Incerteza +/- 1.0oC
– Utilizado para compensar a elesticidade
dos tubos
Medi ções Multi
Medições -Variáveis
Multi-Variáveis
Variáveis dependentes da Densidade:
– Net Oil
– Curvas standard (Brix, API, HFCS, etc)
– Curvas customizadas (% Massa, % Volume, Alcool, etc.)
SCFM % Solidos Grau API
% Solidos Black Liquor % Por Mass Grau Brix
Vazão Alcool (INPM) % HFCS Grau Plato
Mássica Grau Balling
Vazão
Volumétrica

Densidade Porcentagem
solidos por
volume
Densidade
Relativa Porcentagem Net Solidos
solidos por
Temperatura massa

Temperatura
Medição Vazão
Direta Mássica
Dens ímetro Micro Motion
Densímetro
Medi ção de Concentra
Medição ção
Concentração
Isotérmicas Anidro Combustível (mínimo 99,3° INPM)
Temperatura de Referência = 20°C
Densidade Absoluta (gr/cc)
Isotérmicas
99,8° INPM 99,3° INPM 98,8° INPM 98,3° INPM 97,8° INPM 97,3° INPM
11°C 0,7975 0,7990 0,8005 0,8020 0,8035 0,8050
20°C 0,7900 0,7915 0,7930 0,7945 0,7960 0,7975
26°C 0,7850 0,7865 0,7880 0,7895 0,7910 0,7925
30°C 0,7815 0,7830 0,7845 0,7860 0,7875 0,7890
36°C 0,7765 0,7780 0,7795 0,7810 0,7825 0,7840
40°C 0,7730 0,7745 0,7760 0,7775 0,7790 0,7805
Agenda
Company Overview
Coriolis Technology
Linha de Produtos
Instalação
Ferramentas de Configuração
– AMS – Device Manager
– Configurador 375
– ProLink II™
Linha de Produtos
Medidores para linhas de 1/16” a 10”
± 0.05 % incerteza Vazão Mássica Liquídos
± 0.35 % incerteza Vazão Mássica Gases
± 0.0002 g/cc incerteza densidade Liquídos
Secondary containment standard

Filtros baseados na Tecnologia DSP“core processor”


– Rápido processamento, maior estabilidade do sinal
– Melhor performance, grande rengeabilidade
– Baixo custo de instalação usando tecnologia 4-fios

Diversas soluções a partir dos 4-fios - Transmissores


– Fácil conexão com Modbus MVD Direct Connect TM
– Compacto, pode ser utilizado em trilho DIN Rail
– Disponibilidade de saídas 4~20mA, Pulso, Hart,
Modbus, Fieldbus Foundation, Profbus PA e DP,
Device Net e Contato (Transistor)
Linha de Sensores
ELITE Series
Mais avançado e Melhor incerteza disponível em Coriolis

F-Series
Mais Compacto, Dreabilidade disponível em Coriolis

H-Series
Higienico – 3A e EHEDG

T-Series
Passagem plena, Tubo reto

High Temp Series


Alta-temperatura

R-Series
Somente para vazão
As 3 principais geometrias
em sensores Coriolis
Dois Tubos curvos máxima performance

– Alta precisão para vazão


– Alta Rangeabilidade
– Alta Precisão para densidade
– Melhor performance em vazão de gás
– Excelente capacidade em entrada de gás

Dois tubos curva suave – Compacto


– Baixa rangeabilidade
– Boa precisão para densidade
– Alta Frequência de vibração dos tubos limita a capacidade de trabalhar com entrada de
gás
– Boa Drenabilidade

Um Tubo reto para máxima drenabilidade – Máxima Limpeza


– Minimiza possibilidade de entupimento
– Alta drenabilidade & possibilidade de limpeza
– Menor rangeabilidade comparado com medidores de dois tubos
As 3 principais geometrias
em sensores Coriolis
Dois Tubos curvos máxima performance

Micro Motion ELITE

Dois tubos curva suave – Compacto

Micro Motion F-Series

Um Tubo reto para máxima drenabilidade – Máxima Limpeza

Micro Motion T-Series


Sensores para Aplicações de Baixa Vazão
ELITE® - CMF010
– 5.4 to 108 kg/hr
– +/- 0.10 % liquid mass flow accuracy (0.05% option)
– +/- 0.35 % gas mass flow accuracy
– 0.0005 g/cc liquid density accuracy (0.0002 g/cc option)

CMF010
LF-Series (3 Sizes)
– 0.001 to 27.6 kg/hr
– +/- 1.0 % liquid mass flow accuracy (0.5% option)
– +/- 1.0 % gas mass flow accuracy (0.5% option)
– 0.005 g/cc liquid density accuracy LF-Series

Tube size
Sensores Alta precisão em Vazão e Densidade
ELITE® - CMF025 a CMF400
– 545,500 kg/hr
– +/- 0.10 % liquid mass flow accuracy (0.05% option)
– +/- 0.35 % gas mass flow accuracy
– 0.0005 g/cc liquid density accuracy (0.0002 g/cc option)
– Secondary containment standard
– -240oC to +350oC
– 316L, 304L, Inconel 686, Hastelloy C22 Materials
– In-Situ Meter Verification

¼”, ½”, 1”
1-1/2” to 4”

Familia ELITE
Sensores para Alta Vazão
D600
– 1,636,364 kg/hr
– +/- 0.10 % liquid mass flow accuracy
– +/- 0.65 % gas mass flow accuracy
– 0.0005 g/cc liquid density accuracy
– -240oC to +204oC

ELITE® HC3
– 2,550,000 kg/hr
– +/-0.10% liquid mass flow accuracy
– +/-0.35% gas mass flow accuracy
– +/-0.0005g/cc density
– -240oC to +350oC
– In-Situ Meter Verification
Sensores – Alta Performance
F-Series (standard)
– 272,750 kg/hr
– +/- 0.15 % liquid mass flow accuracy (0.10% option)
– +/- 0.50 % gas mass flow accuracy
– 0.002 g/cc liquid density accuracy (0.001 g/cc option)
– Optional secondary containment
– -100oC to +350oC
– 316L, Hastelloy C22 Materials

H-Series (hygienic) F-Series Family


– As above plus…
– 32 Ra internal surface finish (15 Ra optional)
– EHEDG certified, 3A authorized

H-Series 1” and 3”
Sensores – Opção baixo custo
R-Series (Flow-only applications)
– ¼” to 2” line sizes
– 87,000 kg/hr
– +/- 0.50 % liquid mass or volume flow accuracy
– +/- 0.75 gas flow accuracy
– -50oC to +150oC
– 316L Wetted Material

R-Series Family
Sensores – Alta Performance – Tubo Reto
T-Series (Standard & Hygienic)
– ¼” to 1-1/2” line sizes
– Flow rates up to 3,800 lb/min (87,000 kg/hr)
– +/- 0.15 % liquid mass flow accuracy
– 0.002 g/cc liquid density accuracy
T-Series
– Standard secondary containment
– -50oC to +150oC (-60oF to +300oF)
– Titanium Wetted Material
– 32 Ra internal surface finish (15 Ra optional)
– EHEDG certified, 3A authorized
Série T: componentes
Série

Bobina Implusora
Pickoffs Drive Coil

Barra balanceadora
(titanium)

Abraçadeiras de
Tubo de Medição Transição da caixa
(titanium)
Sensores e Jaquetas
Medidores Coriolis para aplicações em Alta Temperatura
– Range de Temperatura, -240oC to +427oC (-400oF to +800oF)

Kits de aquecimento, Jaqueta de Vapor, etc, idel para:


–Protejer contra “congelamento” de produto
–Manter temperatura de Processo Sensor para Alta Temperatura com
extensão para montagem do transmissor
–Proteção Pessoal

Kit Jaqueta de aquecimento Vapor Jaquetas

Kit Jaqueta de aquecimento Elétrico


Aplicações Típicas
Asfalto/Bitume
Óleo com alta viscosidade
Ceras e Resinas
Acidos
Vapor Superaquecido
Fluidos para transferência
Sensores com extensão
Termal
Linha de Transmissores
2400
Mais avançado e Melhor incerteza disponível em Coriolis

1700 / 2700
Transmissores com disponibilidade de vários protocolos

1500 / 2500
Para instalação no interior paineis – Trilho DIN

3500 / 3700
Ideal para bateladas / Water Cut / Concentração

Barreira Direct Conect


Para core processo ligado direto em sistemas
vs.Tradicional 99-fios
-fios

Power Drive
Supply

Isolation Pick-Off Barrier


Inputs/
RTD
Output
Processing
Signal
Processing
Signal
Conditioning
9 wires

Model 1700/2700 Transmitter


MVD Sensor
Power
Supply Drive

Signal Mini
Processing Pick-Off Barrier
Isolation Barrier RTD
Signal
4wire Conditioning

Inputs/Outputs Core Processor


Processing
--Sinal
Sinal de Processamento digital
Analogico, duas vezes por tube period

Resultados:
ΔT
Alta Resolução
Melhor Repetibilidade Digital, 2400 amostras por tube period

Maior Resolução
Transmissores – Modelos 1700 & 2700
Area Classificada C1D1 (Zone 1)
Alimentação Universal 85-265 VAC, 18-100 VDC
Display local com botões opticos
Várias opções de Montagem para todos Sensores
Aplicações: 4-Fios
– Medição de Concentração (INPM, Brix, Etc) (300 metros)
– Medção de Petroleo (Algoritimos API )
– Transferência de Custódia (NTEP, OIML)
– Certificado TUV para aplicações SIS
9-Fios
(20 metros)

Modelo Variáveis de Processo Saídas


1700 Somente Vazão (A) 1 mA, 1 FO, RS485
(D) 1 mA, 1 FO (Intrinsically Safe) Montagem Integral
2700 Multivariável (A) 1 mA, 1 FO, RS485
(B) 1 mA, 2 Configuravel FO/DO/DI
(D) 2 mA, 1 FO (Intrinsically Safe)
Core Processor Remoto
(E) FOUNDATION fieldbus
(G) Profibus PA

HART
COMMUNICATION FOUNDATION

Cabo 9 fios
Cabo 4 fios (Cabo Padrão Micro
Instrumentação) Motion
Arquitetura ELITE

Não disponível com


Enhanced Core
Processor

< 300 metros do sensor

< 20 metros do sensor

Standard Enhanced
Processing Processing
9-Fios 4-Fios Saídas

9-Fios 4-Fios 4-Fios Integral


Arquitetura Série - F
Série

< 300 metros do sensor

< 20 metros do sensor

Standard
Processing
9-Fios 4-Fios Saídas

9-Fios 4-Fios Integral


Arquitetura Série - R
Série

< 300 metros do sensor

Standard
Processing
4-Fios Saídas

4-Fios Integral
Agenda
Company Overview
Coriolis Technology
Linha de Produtos
Instalação
Ferramentas de Configuração
– AMS – Device Manager
– Configurador 375
– ProLink II™
Novas Tecnologias
– Entrained Gas
– Meter Verification
– Diagnósticos
Solartron agora é Micro Motion !
Intercambiabilidade
de Sensores e Transmissores
Sensor com transmissor Integral

Transmissor

Sensor
Sensor com Core Processor Integral e
Transmissor Remoto

Sensor Transmissor

4 - Fios
Core processor
Ligação do Core Processo com Transmissor
Ligação
Remoto

Conector

Core
processor
Sensor com junction Box (9 fios) e
Core Processor integral ao transmissor

Sensor
Transmissor

Cabo 9 fios

Junction box Core processor


Sensor com junction Box (9 fios), Core
Processor Remoto e Transmissor Remoto

Sensor Cabo 4-Fios


Junction
box
Transmissor

Cabo 9-Fios Core processor


Ligação dos Cabos em Sensores 9 fios
Terminal MMI Function
number wire color
1 Drive + Marrom

2 Drive - Vermelho

3 Temperature - Laranja
Shield (Temperature Amarelo
4 lead length
compensation)
5 Left pickoff + Verde

6 Right pickoff + Azul

7 Temperature + Violeta

8 Right pickoff - Cinza

9 Left pickoff - Branco

Cabos para o transmissor Cabos do Sensor


Comprimentos dos Cabos MVD
Alimentação / Sa
Alimentação ídas / Comunica
Saídas ção
Comunicação
4 a 20 ma + HART (Modelos A,B,C,D) Alimentação “Universal” (terminal 9-10)
Fieldbus Foundation (Modelo E)
– AC ou DC Automático
Profbus PA (Modelo G)
– 18V to 265V Independente de polaridade
• Quando em operação tensão mínima 16V
• 18-100 VDC; 85-265 VAC com 45-65 Hz

USP - Conexão Temporaria


para Prolink II
– Modbus RS-485 RTU
– Address 111
– 38,400 baud
– no parity
– 1 stop bit
Transmissor Modelo 1700/2700 - Display
LED de Status (Tricolor)

STATUS

LCD
799.87456
Feedback LED FLOW
KG/H
SCROLL SELECT

Botão Scroll Botão Select

Receptor IR
Transmissor Modelo 1700/2700 – Led Status
Dois Leds indicadores

– Um led multi-color para status:


Verde – Sem alarme, modo de operação normal
Verde Piscando – Sem alarme atual, Alarme não reconhecido

Amarelo – Alarme Operacional – Alarme reconhecido


Amarelo Piscando – Alarme Operacional – Alarme não reconhecido

Vermelho – Alarme de Falha Crítica – Alarme reconhecido


Vermelho Piscando - Alarme de Falha Crítica – Alarme não
reconhecido

– Um led vermelho para confirmação de acionamento de


botão
Menu do Display
MVD ver.2 Software
Display 1-15

Activate
"Scroll" &
"Select"
Together

Select
#1 See Alarm s

Scroll
Scroll

Scroll Select
OFF-LINE
Exit
MAINT

Select

Select
OFF-LINE
#2
SIM

Scroll

Select
OFF-LINE
#3
ZERO

Scroll

Select
OFF-LINE
#4
CONFG

Scroll

Scroll
OFF-LINE
EXIT
Select
Menu do Display
Fator de Calibração de Vazão
Calibração

Flow Calibration Factor (Determinado durante a calibração em Fábrica)


Vazão instantânea, em gramas por segundo, que produz 1 microsegundo de Δ
Zero Flow Offset (Corrigido na Calibração de campo - Zero)
Valor de Δt quando não está passando vazão através do sensor.
Flow Temperature Coefficient (Especifico por modelo de sensor)

Porcentagem da mudança da elasticidade dos tubos de vazão causados pela


mudança da temperatura em 100 ºC
FD Factor- F(lowing) D(ensity) (Determinado durante a calibração em Fábrica)
Fator que compensa o efeito da vazão na medição de densidade
Fatores de Calibração de Densidade
Calibração

K1 Tube period quando sensor está com fluido de baixa densidade (ar)

D1 Densidade do fluido de calibração de baixa densidade

K2 Tube period quuando sensor está com fluido de alta densidade (água)

D2 Densidade do fluido de calibração de alta densidade

DTC Porcentagem da mudança da elasticidade dos tubos de vazão causados


pela mudança da temperatura em 100 ºC
Plaqueta do Sensor
Fator de calibração de Compensação
Vazão de Temperatura

Fator densidade
Tube Period – 1º
Baixa Ponto calibração
Densidade 1º
Ponto de
Calibração

Alta Densidade
2º Ponto de
Calibração Fator densidade
Tube Period – 2º
Ponto calibração

Fator de
compensação da
vazão na
densidade
Coeficiente de
Temperatura
Core Processor
Características
Interface 4 fios (2-Alimentação, 2-Comunicação)
Parafuso de fixação
12 - 26 VDC Input (17.3VDC para I.S.)
Comunicação RS-485 (Modbus)
Terminais de Ligação
Leitura do sensor
Vazão, Densidade, Temp, Concentração, Etc.
Totalizadores, Fatores Calibração
LED Indicador de Status

Led Status
Teste de resistência do Core Processor
Pinagem do Sensor com Core Processo
Led de Diagnóstico
NORMAL
LED flashes ON
at 1 Hz intervals
ZERO IN PROGRESS
LED is ON
continuously
FAULT
LED flashes at 4 Hz
intervals
SLUG FLOW
LED flashes OFF at
1 Hz intervals
CONFIGURATION MODE
LED flashes ON 3 times,
then OFF for 1 second
Recomendações de Instalação (Orientação):
Líquidos

Tubos para baixo

Gases Sensores ELITE:


Orientação de tubos para cima
também para sólidos.

Tubos para Cima

Sólidos Fluido na ascendente para


Também aceitável Líquidos e sólidos.
para líquidos ou gases ou Fluido na descendente para
quando auto drenagem Gases.
é requerida.

Bandeira
Recomendações de Instalação
Flow

Downstream valve

• Verificar alinhamento da tubulação para evitar torção do sensor.


• Instalar válvula antes e após o sensor para realização do zeramento.
• Valvulas controladoras de pressão devem ficar após o Micro Motion.
Recomendações de Instalação
Trechos Retos
■ ■

■ ■1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22
■ ■

8800D Vórtex Orifício


c/ Correção K
Magnético
E-series
Pitot
Vórtex
Magnético
K-Factor Compensation
1.5
405C Placa
1.0 In-Plane
K-Factor Shift

Condicionadora Out-of-Plane
Coriolis 0.5
0
5 10 15 20 25 30 35 40
-0.5
-1.0
-1.5
Melhores Práticas … Densidade
Práticas
Recomenda ções
Recomendações
Causas de Problemas mais Comuns
Fiação Instalação
– Ligação incorreta de – Stress na tubulação
terminais – Orientação de
– Problemas na instalação
preparação dos Cabos
Processo
– Shields não instalados
corretamente – Entrada de ar
– Aterramento deficiente – Auto-drenagem
– Flashing
Configuração
– Produtos agregados
– Fatores de Calibração
– Deposição de Solidos
– Variáveis de processo,
unidades de Eng, range – Deslocamento lateral
dos tubos
Causas de Problemas mais Comuns
Zero Instável Erros na Vazão (com
– Sensor parcialmete vazão estável)
preenchido – Fatores de Calibração
– Configuração de cutoff – Meter factors
– Deposição de Sólidos – Configuração de Cutoff
– Torção ou tração e Damping
Vazão Instável – Unidades, Processo
– By-Pass
– Bolhas de Ar
– Flashing Erros de Totalização
– Deposição de Sólidos – Configuração Pulso
– Processo Instavel – Falha Intermitente
Documentação
Documentação
Documentação
Documentação
Certificado de Calibração Micro Motion
Calibração
Certificado de Calibração Micro Motion
Calibração
Sumário
Sumário
Com um grande portifólio de soluções disponíveis, nós estamos
preparados para alcançar nosso objetivo que é prover as melhores
medições de Vazão e Densidade que nossos clientes necessitam !

Scalable Transmitter Architecture


Flow Accuracy
0.05%, 0.10%, 0.15%,
0.20%, 0.50% ®

Scalable HART
Scalable
COMMUNICATION
FOUNDATION

Performance PlantWeb
Functionality
Density Accuracy
0.0002, 0.0005,
0.001, 0.002 g/cc
Scalable Process Solutions
Agenda
Company Overview
Coriolis Technology
Linha de Produtos
Instalação
Ferramentas de Configuração
– AMS – Device Manager
– Configurador 375
– ProLink II™
Novas Tecnologias
– Entrained Gas
– Meter Verification
– Diagnósticos
Solartron agora é Micro Motion !
Configuradores e Gerencimento de Ativos
Display Local
– Suporte Básico de Configuração Necessários
para startup

COnfigurador 375
– Intrinsically safe, Suporta HART e
FOUNDATION fieldbus

ProLink II
– Software para completa configuração e diagnósticos
HART & Modbus
internet

AMS

Pocket ProLink Device


Manager

– Software de Configuração HART


Fieldbus

non-I.S. para PDA, Modbus & IrDA

AMS Suite: Intelligent Device Manager


– Manutenção Preditiva e proativa
de instrumentos e valvulas com
Suporte EDDL
Agenda
Company Overview
Coriolis Technology
Linha de Produtos
Instalação
Ferramentas de Configuração
– AMS – Device Manager
– Configurador 375
– ProLink II™
Novas Tecnologias
– Entrained Gas
– Meter Verification
– Diagnósticos
Solartron agora é Micro Motion !
Funcionalidades do AMS com Micro Motion
Realizar o StartUp de um instrumento;
Analisar as variáveis de processo;
Gerenciar totalizadores e inventário;
Configurar transmissores;
Verificar informações de status de falha e
diagnósticos;
Realizar calibrações;
Executar simulações das saídas;
Menu Principal
Tela de Variáveis de Processo
Variáveis
Salvar Configuração
Configuração
Tela de Status e Diagn ósticos
Diagnósticos
Teste das Sa ídas Corrente e Frequência
Saídas
Calibração de Zero
Calibração
Trim Sa ída Corrente
Saída
Comparar Configuração
Configuração
Tela de Configuração - Vazão
Configuração
Tela de Configuração - Densidade
Configuração
Tela de Configuração Temperatura
Configuração
Tela de Configuração – Sensor (informa
Configuração ção)
(informação)
Tela de Configuração – Unidade Especial
Configuração
Tela de Configuração – Sensor ““T”
Configuração T”
Tela de Configuração - Eventos
Configuração
Tela de Configuração - Sa
Configuração ída Anal
Saída ógica
Analógica
Tela de Configuração – Sa
Configuração ída Frequência
Saída
Telas de Configuração - Mapa de Vari
Configuração áveis
Variáveis
Tela de Configuração - Device
Configuração
Tela de Configuração – RS
Configuração -485
RS-485
Tela de Configuração - Display
Configuração
Tela de Configuração - Display
Configuração
Agenda
Company Overview
Coriolis Technology
Linha de Produtos
Instalação
Ferramentas de Configuração
– AMS – Device Manager
– Configurador 375
– ProLink II™
Novas Tecnologias
– Entrained Gas
– Meter Verification
– Diagnósticos
Solartron agora é Micro Motion !
Árvore de Configura
Árvore ção transmissor IS
Configuração
Variáveis de Processo
Variáveis
Árvore de Configura
Árvore ção transmissor IS
Configuração
Diagn ósticos e Servi
Diagnósticos ços
Serviços
Árvore de Configura
Árvore ção transmissor IS
Configuração
Configuração B
Configuração ásica
Básica
Árvore de Configura
Árvore ção transmissor IS
Configuração
Configuração Completa
Configuração
Árvore de Configura
Árvore ção transmissor IS
Configuração
Configuração Completa
Configuração
Árvore de Configura
Árvore ção transmissor IS
Configuração
Configuração Completa
Configuração
Agenda
Company Overview
Coriolis Technology
Linha de Produtos
Instalação
Ferramentas de Configuração
– AMS – Device Manager
– Configurador 375
– ProLink II™
Novas Tecnologias
– Entrained Gas
– Meter Verification
– Diagnósticos
Solartron agora é Micro Motion !
Funcionalidades do ProLink IIII™

Realizar o StartUp completo de um instrumento;
Analisar as variáveis de processo;
Gerenciar totalizadores e inventário;
Configurar transmissores;
Verificar informações de status de falha e diagnósticos;
Realizar calibrações;
Executar simulações das saídas;
Executar análise de falha com coleta de dados.
Compatibilidade de Conexão

Model 1500 Model 2400S IFT9701


Model 1700 LF-Series RFT9712
Model 2500 3000 Series (MVD only) RFT9739
Model 2700 MVD Direct Connect™ IFT9703
Core Processor Enhanced Core
Processor
Pré-Requisitos de Software/Hardware
Pré-Requisitos
Requerimentos:
– 200 MHz Pentium® processor
– Sistema Operacional: (nota: Windows 98 e Windows ME não
são suportados)
• Windows XP with Service Pack 1 and 512 MB RAM
• Windows NT 4.0 with Service Pack 6a and 256 MB RAM
• Windows 2000 with Service Pack 3 and 256 MB RAM
– 15 MB disponível no hard disk
– Disponibilidade de porta serial ou USB
Interfaces de Comunica ção
Comunicação
Protocolos Suportados HART e Modbus
– HART - limitado o número de comandos suportados por este protocolo e
portanto aplicações complexas como configuração de tabelas de
Concentração ou controle de batelada não são possíveis através deste.
– Modbus – Suporta todas as operações.

Conversores Recomendados:
Procedimento de Licença
Licença
2. Instalar o software
1. Receber o software

Note: Software opera por 7 dias, o


software tem que ser registrado para
operar após este periodo

3. Iniciar programa e abrir a


tela de licença, onde é gerado
o “Site Code”

5. Receber “Site Key Code” da


Micro Motion e digitar na tela 4. O “Site Code” deve ser
de licença. enviado via fax ou email
para a Micro Motion com a
cópia da ordem de compra
Procedimento de Licença
Licença
Diagrama de Ligação Hart (Intr
Ligação ínseco)
(Intrínseco)
Tela para Conexão Hart - 1000 e 2000 / 9739
Configuração Modbus para Comunica
Configuração ção
Comunicação
Tela para Conexão Modbus Serie 1000 e 2000
Diagrama de Ligação com Core Processor
Ligação
Tela para Conexão Modbus Core Processor
Tela de Variáveis de Processo
Variáveis
Salvar Configuração
Configuração

L OAD
UP

LO AD
WN
DO
Menu Principal
Tela de Status
Tela de Diagnósticos
Diagnósticos
Tela de Status das Sa ídas
Saídas
Teste das Sa ídas Corrente e Frequência
Saídas
Tela do Gerenciador de Totalização
Totalização
Calibração Zero e Trim Sa
Calibração ída Corrente
Saída
Calibração de Zero
Calibração
Trim Sa ída Corrente
Saída
Tela de Configuração - Vazão
Configuração
Tela de Configuração - Vazão
Configuração
Tela de Configuração para Volume de G
Configuração ás
Gás
Tela de Configuração - Densidade
Configuração
Tela de Configuração Temperatura
Configuração
Tela de Configuração – Sensor (informa
Configuração ção)
(informação)
Tela de Configuração – Unidade Especial
Configuração
Tela de Configuração – Sensor ““T”
Configuração T”
Tela de Configuração - Eventos
Configuração
Tela de Configuração - Sa
Configuração ída Anal
Saída ógica
Analógica
Tela de Configuração – Sa
Configuração ída Frequência
Saída
Telas de Configuração - Mapa de Vari
Configuração áveis
Variáveis
Tela de Configuração - Device
Configuração
Tela de Configuração – RS
Configuração -485
RS-485
Tela de Configuração - Display
Configuração
Tela de Configuração – Discrete Imput
Configuração
Tela de Configuração – Eventos
Configuração
Tela - Data Logger
Tela de Core Processor Diagnósticos
Diagnósticos
Agenda
Company Overview
Coriolis Technology
Linha de Produtos
Instalação
Ferramentas de Configuração
– AMS – Device Manager
– Configurador 375
– ProLink II™
Novas Tecnologias
– Entrained Gas
– Meter Verification
– Diagnósticos
Solartron agora é Micro Motion !
““NOVO
NOVO ELITE”
ELITE”
Melhor performance na medição
+/- 0.05% na vazão mássica de líquidos
+/- 0.0002 g/cc na densidade de líquidos

Aumento no range de temperatura


de 1” a 4” (-240 a +425°C)
““NOVO
NOVO ELITE”
ELITE”
Melhor performance na medição
+/- 0.05% na vazão mássica de líquidos
+/- 0.0002 g/cc na densidade de líquidos

Aumento no range de temperatura


de 1” a 4” (-240 a +425°C)

Imunidade aos efeitos no campo


Não sofre influência de montagem
Não necessita de ajuste de “zero”
““NOVO
NOVO ELITE”
ELITE”
No Drift
Imune às condições externas
““NOVO
NOVO ELITE
ELITE””
Imune aos efeitos de montagem no campo
Before
50 32

30 24

Mount Spacing (in)


Time Delay (ns)

10 16

-1 0 8

-3 0 0

T im e

After
50 32

30 24

Mount Spacing (in)


Time Delay (ns)

10 16

-1 0 8

-3 0 0

T im e
““NOVO
NOVO ELITE”
ELITE”
Sem Ajuste no Campo
Tirou da caixa e o ELITE está pronto para operar!
Não se “zera” o medidor na instalação – calibração feita
em fábrica
– Não precisa de vazão zero
– Instalação rápida

0 – Start-up Imediato
““NOVO
NOVO ELITE”
ELITE”
Melhor performance na medição
+/- 0.05% na vazão mássica de líquidos
+/- 0.0002 g/cc na densidade de líquidos

Aumento no range de temperatura


de 1” a 4” (-240 a +425°C)

Imunidade aos efeitos no campo


Não sofre influência de montagem
Não necessita de ajuste de “zero”

Melhor performance em “Transient Flow”


Presença constante de ar nas vazões líquidas
Slug Flow / Bateladas EFE (Empty-Full-Empty)
Entrained
Entrained Gas
Gas
Understanding Gas Entrainment
Customers were asking many telling questions
•Will Coriolis work in my application on my fluids?
•Is air present in my application?
•How much air is present?
Entrained Gas Type Characteristic
• Periodic, coalesced bubbles
Slug Flow
• Process upset, tank farms, oil wells
• Continuous, distributed bubbles
Bubble Flow
• Air injection, gas break out, flashing

• Precise liquid/gas interface


Empty-Full-Empty
• Truck loading, multi-product lines

“Improving Coriolis meters so that they can handle aerated fluids will greatly
enhance [increase] the industrial fluid applications that these meters can be
used in, and minimize end-user scrapped batches due to flow meter errors
caused by entrained air.” --- Jim Reizner (P&G)
““NOVO
NOVO ELITE”
ELITE”
Melhor Performance
Performance em
em ““Slug
Slug Flow”
Flow”

Bolhas
Isoladas
““NOVO
NOVO ELITE”
ELITE”
Melhor Performance
Performance em
em ““Empty-Full-Empty”
Empty-Full-Empty”

y
pt
Em
Full
““NOVO
NOVO ELITE”
ELITE”
Melhor Performance em ““Presença
Presença de ar cont.”
cont.”
Sensor Improvements to Handle
Entrained Gas
Bubble
Sensor Improvements
Mists Bubble
• Sensor stability
flow
flow

• Sensor design
Gas
Gas

Slug

5
Liquid/Gas flow 1% GVF
2% GVF
2.5 4

Measurement Error (%)


3% GVF
2
4% GVF
Mass Flow Error (%)

1.5 3 5% GVF
New ELITE
1
CMF300
0.5
2

1
-0.5

-1
0 1 2 3
-1.5 10 10 10
0 250 500 750 1000 1250 1500 1750 2000 2250
Drive Frequency - Hz
Sensor
Electronics Improvements to Handle Entrained Gas

Bubble
Mists Bubble
Gas
Gas flow
flow

Slug

Liquid/Gas flow 40
35
30

Flow Rate (lb/min)


25
Electronics Improvements 20
Traditional Processing Signal
• Processing speed 15 Technology Speed Processing
20% Error 5% Error 1% Error
• Signal processing algorithms 10
5
0
-5
-10

Reference Meter Entrained Gas


““NOVO
NOVO ELITE”
ELITE”
Melhor performance na medição
+/- 0.05% na vazão mássica de líquidos
+/- 0.0002 g/cc na densidade de líquidos

Aumento no range de temperatura


de 1” a 4” (-240 a +425°C)

Imunidade aos efeitos no campo


Não sofre influência de montagem
Não necessita de ajuste de “zero”

Melhor performance em “Transient Flow”


Presença constante de ar nas vazões líquidas
Slug Flow / Bateladas EFE (Empty-Full-Empty)

Verificação da performance do medidor


Por densidade conhecida
Por verificação da estrutura do sensor
Meter Verification
M étodos de Verifica
Métodos ção
Verificação
Necessidades dos clientes
– Garantir a performance dos
medidores para atender
requisitos…
• Qualidade
• Segurança
• Evitar disperdícios
• Custo elevado na
calibração dos medidores
(R$ 3K)
M étodos de Verifica
Métodos ção
Verificação
Calibração (Aferição)
Conjunto de operações que estabelece, sob condições especificadas, a relação
entre os valores indicados por um instrumento de medição ou sistema de
medição ou valores representados por uma medida materializada ou um material
de referência, e os valores correspondentes das grandezas estabelecidos por
padrões.

Verificação
Estabelece segurança na performance da medição, pela análise das variáveis
secundárias associadas à vazão
Medidores Coriolis podem ser comparados a Molas
A
A Altera ção na
Alteração na Rigidez
Rigidez dos
dos Tubos
Tubos Pode
Pode Provocar
Provocar erros
erros nas
nas
Medi ções
Medições

Mass flow proportional to


•Tube stiffness
•Time delay

Density proportional to
•Tube stiffness Spring natural frequency
•Tube mass •Spring Stiffness
•Tube period •Spring Mass
•Weight
Why Micro Motion?
Meter Verification enables predictive maintenance
Micro Motion starts with a NIST traceable calibration
Micro Motion Calibration can only change with a structural change
introduces an to the sensor
Detecting meter structural changes with the press of
Industry First! a button
A Coriolis meter – Flow calibration factor verification
– Erosion / corrosion detection
that can tell you if
Measures stiffness changes in the meter, compares
it’s calibration has against a factory profile stored in the sensor
shifted without electronics
removing it from – Initiated by external command (HART, Modbus, etc), or by menu
tree in the local display
the process – Interrupts the flow measurement for 4 minutes (can be set to
hold last value, zero flow or fault condition)

Test tones

Okay
Response
Not Okay
Usando Metodo de Verificação no Campo
Verificação
Meter Verification Process

Okay
Not Okay

0.06
Structural Integrity Measure

0.04
Damage
Begins 3
Factory
Erosion
0.02 Calibration

0
3
Cracking

-0.02

Customer advised
3
-0.04 Pitting
“Not Okay” due to
measurement change
-0.06
0 20 40 60 80 100 Coating

Measurement Number
Tela 1 – Configura ção do Medidor – Detalhes do
Configuração
medidor
medidor,, Informa ções de Configura
Informações ção e Zero
Configuração
Tela 2 – Defini ção de teste – Condi
Definição ções do teste
Condições
Tela 3 – IniciaTeste – Verifica ção de Configura
Verificação ção
Configuração
e Zero
Tela 3 – Teste em Progresso
Tela 3 – Teste Completo
Tela 4 – Resultado do Teste – Trend Data
Tela 5 – Relat ório de Verifica
Relatório ção
Verificação
Exemplo de Relatório de Verifica
Relatório ção
Verificação
PlantWeb Is a Digital Architecture that
Uses the Power of Field Intelligence …
Intelligence…
…to improve plant performance by delivering
accurate, actionable information to the right person
in time to make a difference
SMART SMART
ASSET OPTIMIZATION DIGITAL CONTROL

SMART SMART SMART


MEASUREMENT FINAL CONTROL SAFETY

SMART
ANALYTICAL

SMART
MACHINERY HEALTH
MANAGEMENT
Micro Motion ’s com PlantWeb Technology
Motion’s
PlantWeb Alerts: Smart Alarm New Software Applications: Enhanced Density
Management for use with DeltaV DCS outputs and Petroleum Measurement Software to
enables advanced process control
% concentration
% HFCS
Brix Temp Correct Volume
Net Solids Plato
Baume

32 Character Tags: Enables easy


ITK 4.51 Certified: Inter-operability device identification consistent with the
with FF Hosts from other DCS vendors FF specification

Meter Fingerprinting: New diagnostic FT-101 Reactor 1 Feed Flow


information for the user to better diagnose versus
process or meter issues.
FT-101
Micro Motion PlantWeb Alerts
Failed Alert Maintenance Alert Advisory Alert
Density Out of Range Slug Flow NV Writes Deferred

Mass Flow Out of Range Drive Out of Range Calibration Progress

Calibration Failed API: PV Out of Range PWA Simulate Active

Sensor not Responding Possible Data Loss

Sensor Temp Out of


ED: Extrapolation
Range

Core Processor Failure

Transmitter Failure

Transmitter Initializing

CP/Transmitter Comm
Failure
Transmitter not
Characterized
ED:Unable to Fit Curve
Data AMS Suite
FT-101
Reactor 2 Feed

FAILED Sensor not Responding

FAILED 6/15/04 6:50:03 PM


Agenda
Company Overview
Coriolis Technology
Linha de Produtos
Instalação
Ferramentas de Configuração
– AMS – Device Manager
– Configurador 375
– ProLink II™
Novas Tecnologias
– Entrained Gas
– Meter Verification
– Diagnósticos
Solartron agora é Micro Motion !
Densidade e Viscosidade
Short & Long Stem Forks

Short Stem Short Stem


w/cone fitting w/flange Long Stem
w/flange
Tube Densitometer
Gas Density and Specific Gravity Products
Micro Motion
O lider em Tecnologia nas Medições
Vazão e Densidade provendo soluções

Você também pode gostar