Você está na página 1de 18

INFRAERO - Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária

SBRJ - Aeroporto Santos Dumont

Acidente com a Aeronave da Força Aérea Brasileira,


GEIV, FAB 2307, Bandeirante,Tipo EMB110 IC95B
Data e hora da ocorrência: 07 de fevereiro de 2011, às 09h43mim.

Relatório

Rio de Janeiro, RJ, atualizado em 11 de fevereiro de 2011.


“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”

Figura 1: FAB 2307, Bandeirante,Tipo EMB110 IC95B

Figura 2: Trator Rebocador TAM, Rucker, número de frota 075

Resumo
O condutor do trator rebocador de aeronaves da empresa aérea TAM, colidiu com a
aeronave da FAB, tipo E110, Bandeirante, do Grupo Especial de Inspeção em Voo-
GEIV, baseada no SBRJ, que iniciava a operação de “taxi-out” do pátio do GEIV.
Estavam a bordo sete tripulantes. O motorista do trator e todos os ocupantes da
aeronave saı́ram ilesos.

Local: Aeroporto Santos Dumont, Rio de Janeiro, RJ.


Data: 07 fev 2011
Horário: 09h43min (11:43 UTC)

2/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”

Figura 3: Local do Acidente

Sumário
1 Visão Geral do Acidente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6
2 Registro da Ocorrência na TWR/SBRJ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
3 Fatos Apurados pela Coordenação de Tráfego . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8
4 Ações Adotadas Após o Acidente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9
5 SGSO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
5.1 Recomendações de Segurança Operacional a INFRAERO-SBRJ . . . . . . . . . 10
6 Caracterı́sticas da Aeronave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11
7 Pessoal em Serviço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
7.1 OSV, GEIV . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
7.2 III COMAR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
7.3 Serviço Médico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
7.4 Infraero,SBRJ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
8 Apêndice . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13
8.1 Relatório Fotográfico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13

3/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”
Lista de Figuras
1 FAB 2307, Bandeirante,Tipo EMB110 IC95B . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2
2 Trator Rebocador TAM, Rucker, número de frota 075 . . . . . . . . . . . . . . . 2
3 Local do Acidente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
4 Trajetória da Aeronave e do Trator até o Impacto . . . . . . . . . . . . . . . . . 6
5 Cones colocados para alertar os condutores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9
6 Aeronave acidentada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13
7 Fuselagem do “nariz” danificada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14
8 Lateral e prefixo da aeronave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14
9 Aeronave com pátio do GEIV ao fundo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15
10 Radar danificado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15
11 Cone de “nariz” arremessado com o impacto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
12 Via com a sinalização horizontal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
13 Trator rebocador da TAM e usina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17
14 Área do trator que atingiu a aeronave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17
15 Trator - dano apenas na pintura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18
16 Trator com pneus dianteiros “carecas” . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18

Lista de Tabelas
1 Cronologia da Estabilização da Ocorrência . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6

4/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”
Abreviaturas
ATC (Air Trafic Control) - Controle de Trafego Aéreo.
CCI - Carro Contraincêndio de Aeródromo.
CGNA - Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea.
COA - Centro de Operações Aeroportuárias.
COMAR - Comando Aéreo Regional.
GEIV - Grupo Especial de Inspeção em Voo
PLEM - Plano de Emergência em Aeródromo.
PPS - Posto de Pronto Socorro.
RJOP - Gerência de Operações do SBRJ.
RJSE - Gerência de Segurança do SBRJ.
SBRJ - Código OACI para o Aeroporto Santos Dumont.
SCI - Seção Contra Incêndio.
SERIPA - Serviço de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos.
SGSO - Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional
TWR (tower) - Torre de controle.

5/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”
1 Visão Geral do Acidente
A aeronave da Força Aérea Brasileira, FAB2307, E110-IC95B, no de série 110291, com 1.800
libs de combustı́vel, a serviço do Grupo Especial de Inspeção em Voo, GEIV, com 06 tripulantes
a bordo e o Piloto e com destino a cidade de Macaé, RJ. Ao sair do pátio do GEIV, por meios
próprios, “taxi-out”, e cruzar a via de serviço, próximo a posição remota 14 no grande pátio,
foi abalroada por um Trator rebocador de aeronaves, marca Rucker, número de frota 075, da
empresa aérea TAM, que rebocava uma unidade móvel de energia, usina GPU, sendo conduzido
pelo Operador de Equipamentos, Sr. Jorge Luis do Couto Noronha, Matrı́cula 16.666, CNH
categoria E. O acidente não causou impactos nas operações do SBRJ, não houve fatalidades,
tão pouco feridos.

Figura 4: Trajetória da Aeronave e do Trator até o Impacto

Tabela 1: Cronologia da Estabilização da Ocorrência


Hora Local Fato Ocorrido Tempo Decorrido
09:43:11 Aeronave entra no campo de visão do Motorista 0 min 00 seg
09:43:17 O trator colide com a aeronave 0 min 06 seg
09:43:32 O trator estaciona ao lado da aeronave 0 min 21 seg
09:50:00 Chegada dos Bombeiros (CCI) 6 min 49 seg

6/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”
2 Registro da Ocorrência na TWR/SBRJ
A Aeronave GEIV07 - FAB2307 - após iniciar o taxi - quando saia do pátio do GEIV, foi
abalroada por um trator da TAM que, provavelmente, não observou a aeronave que se deslo-
cava.
Houve danos materiais na aeronave.
Dados da aeronave e trator:
E110 - FAB2307 - Comandante Maj Tomaz - 1800lb de combustı́vel - POB 06 - destino SBME.
Trator de “push back” Rucker operado por Jorge Luiz do Couto Noronha, IFP 2784289.
Dinâmica: O trator ia abastecer e cruzou a frente do GEIV sem as devidas cautelas.

7/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”
3 Fatos Apurados pela Coordenação de Tráfego
1. Aeronave da FAB 95B 2307 com destino a Macaé;

2. iniciou o taxi saindo do pátio GEIV;

3. Aeronave com seis POB;

4. Trator estava em direção ao posto de combustı́veis na ala norte do aeroporto;

5. Trator conduzido por funcionário da empresa aérea proprietária do veı́culo;

6. Trator colidiu com aeronave na via de serviço às 09h43min;

7. O dia estava claro com pouco ou nenhum desenvolvimento de nuvens;

8. 60 metros antes, não haviam obstáculos entre o trator e a aeronave que comprometesse o
campo de visão do condutor do trator;

9. A via de serviço está sinalizada com aviso “PARE” para os condutores de veı́culos;

10. O condutor está com curso de Direção Defensiva dentro da validade;

11. O condutor está com a CNH compatı́vel com o equipamento;

12. O condutor não ultrapassou sua jornada de trabalho, apresentou-se ao serviço às 05h30min,
horas local;

13. O Trator rebocador estava com os pneus dianteiros “carecas”.

8/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”
4 Ações Adotadas Após o Acidente
1. A sinalização horizontal “PARE” foi revitalizada;

2. Uma sinalização horizontal branca, tipo “barra de parada”, foi inserida na via após a
sinalização “PARE”;

3. Cones de sinalização vertical foram colocados próximos a sinalização horizontal “PARE”;

4. Um militar passou a acompanhar a saı́da de aeronaves do pátio do GEIV.

Figura 5: Cones colocados para alertar os condutores

9/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”
5 SGSO
5.1 Recomendações de Segurança Operacional a INFRAERO-SBRJ
• Realizar estudos para implantação de sinalização vertical, adequada, para o local do
acidente;

• Nos cursos de direção defensiva enfatizar a necessidade do cumprimento, irrestrito, do


determinado pela sinalização;

• Reavivar a sinalização horizontal de ”PARE”, existente no local;

• Criar a 2m da sinalização ”PARE”uma barra de parada obrigatória;

• Emitir Alerta de Segurança Operacional sobre o cumprimento das normas de direção


defensiva nos pátios e pistas.

10/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”
6 Caracterı́sticas da Aeronave
• Matrı́cula militar: FAB 2307

• Fabricante: Embraer

• Modelo: 110 IC95B

• Tipo
Bimotor turboélice, não-pressurizado, monoplano de asa baixa com empenagem conven-
cional, trem de pouso triciclo totalmente escamoteável, para o transporte de passageiros,
carga e funções especiais.

• Motorização
Fabricante: Pratt Whitney Canada Modelo: PT6A-34 Potência: 2 x 750 Shp

• Dimensões Envergadura: 15,32 m. Comprimento: 15,08 m. Altura: 4,73 m Bitola do


Trem de Pouso: 4,94 m Distância entre Eixos: 4,56 m Diâmetro das Hélices: 2,36 m
Altura da Cabine: 1,60 m Largura da Cabine: 1,60 m Volume Interno: 20,5 m3

• Pesos e Cargas Peso Vazio Equipado (em Kg): 3.563 Peso Máximo de Decolagem (em
Kg): 5.670 Carga Paga Máxima (em Kg): 2.276

• Desempenho (condições ISA, peso máx. de decolagem) Velocidade de Cruzeiro (a 3.000


m): 426 Km/h Velocidade de Estol (flapes abaixados): 131 Km/h Razão de Subida
Bimotor: 9 m/s Teto de Serviço: 7.467 m Alcance máx. a 25.000ft (c/ res. 45min): 1.900
Km

• Pouso e Decolagem (ao nı́vel do mar) Distância de Decolagem (sobre 15m): 675 m
Distância de Aterragem (sobre 15 m): 850 m

11/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”
7 Pessoal em Serviço
7.1 OSV, GEIV
Cmd Maj Thomas, MAT 48186

7.2 III COMAR


Sgt Romero

7.3 Serviço Médico


Sr. Alexandre

7.4 Infraero,SBRJ
Superintendente, Sr. Aparecido Iberê
Gerente de Operações, Sr. Paulo Faria
Gerente de Segurança, Sr. Jorge Henrique
Supervisor de Aeroporto, Sr. Eduardo
Coordenador de Tráfego, Sr. José Carlos
Coordenador de TPS, Sr. Sérgio Martins
Coordenador de COA, Sr. Warley
Coordenador de Emergência, Sr. Irlando
Coordenador de SGSO, Sr. Jaime Pereira
Encarregado de Tráfego, Sr. Amorim
Operador do CGNA, Sr. Airton

12/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”
8 Apêndice
8.1 Relatório Fotográfico

Figura 6: Aeronave acidentada

13/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”

Figura 7: Fuselagem do “nariz” danificada

Figura 8: Lateral e prefixo da aeronave

14/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”

Figura 9: Aeronave com pátio do GEIV ao fundo

Figura 10: Radar danificado

15/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”

Figura 11: Cone de “nariz” arremessado com o impacto

Figura 12: Via com a sinalização horizontal

16/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”

Figura 13: Trator rebocador da TAM e usina

Figura 14: Área do trator que atingiu a aeronave

17/18
“Relatório de acidente aeronáutico envolvendo a aeronave da Força Aérea Brasileira,
FAB 2307, Bandeirante, tipo EMB110 IC95B e um trator “Rucker” rebocador de
aeronaves da empresa aérea TAM, n.o de frota 075.”

Figura 15: Trator - dano apenas na pintura

Figura 16: Trator com pneus dianteiros “carecas”

18/18

Você também pode gostar