Você está na página 1de 16

O QUE É

DESIGN
APRESENTAÇÃO
O design ocupa grande parte do cotidiano das pessoas e das empresas,
representado por uma infinidade de produtos e serviços. Ele é o meio
que as empresas utilizam para transformar ideias e necessidades em
produtos inovadores e atraentes, atributos que se tornam imprescindíveis
à medida que os mercados ficam mais competitivos. Hoje, junto a
qualidade e preço, as empresas precisam também trabalhar a sua imagem
e diferenciar os seus produtos dos oferecidos pela concorrência.
O DESIGN É HOJE UM RECURSO ESTRATÉGICO FUNDAMENTAL
PARA AUMENTAR O POTENCIAL COMPETITIVO DAS MICRO E
PEQUENAS EMPRESAS.
Ciente da sua importância, o SEBRAE, desde 2000, tem promovido
ações de inserção do design junto às micro e pequenas empresas. Elas
visam criar oportunidades para que o design faça parte do cotidiano
deste segmento e se integre às estratégias empresariais.
Esta publicação tem como objetivo explicar de forma clara e sucinta
o que é o design e como ele pode contribuir para que os produtos e
serviços se tornem mais competitivos, fortalecendo e consolidando a
imagem e a marca da empresa perante o mercado.

03
DESIGN, O QUE É
É uma atividade de projeto responsável pelo
planejamento, criação e desenvolvimento de
produtos e serviços.
É um processo que busca soluções criativas
e inovadoras para atender às características
dos produtos, às necessidades do cliente e
da empresa de forma sintonizada com as
demandas e oportunidades do mercado.

O DESIGN ESTÁ PRESENTE EM


TODAS AS ÁREAS DA EMPRESA
E EM TODOS OS ELEMENTOS
QUE FAZEM A COMUNICAÇÃO
COM O MERCADO.
Está na marca e no logotipo, na forma, nos
materiais, nas cores e na embalagem dos
produtos, nos pontos-de-venda, nos sites, nos
impressos e em todos os materiais promocionais.

04
POR QUE DESIGN?
DESIGN É INOVAÇÃO
O design busca soluções originais de função, de
uso de materiais e tecnologias, de produtividade
e sustentabilidade, agregando novos valores a
produtos e serviços.

DESIGN É IDENTIDADE
O design cria identidades que comunicam as
qualidades e características das empresas e dos
seus produtos ao mercado.

DESIGN É COMUNICAÇÃO
O design é responsável pelos meios visuais que
fazem a associação da empresa junto ao público.

DESIGN É QUALIDADE
O design busca soluções eficientes para os
produtos em relação à empresa e ao mercado,
aos meios produtivos, ao meio ambiente e à
qualidade de vida das pessoas.

O DESIGN FAZ A DIFERENÇA


05
QUEM FAZ O DESIGN
É o designer. Ele avalia e combina técnicas, métodos, materiais, tecnologias,
processos produtivos, custos, normas técnicas e legais, para atender a
todos os requerimentos do projeto de forma compatível com o investimento
e necessidades do cliente.
Ele pode desenvolver suas atividades como contratado, dentro das empresas,
atender em escritórios próprios ou atuar como consultor autonômo em
intervenções pontuais e isoladas.

06
EM UM PROCESSO DE DESIGN ELE PODE ATUAR EM
UMA OU VÁRIAS ETAPAS, DESDE O PLANEJAMENTO,
CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DOS PRODUTOS
ATÉ A GESTÃO INTEGRADA DO PROJETO E O
ACOMPANHAMENTO DA PRODUÇÃO.

REQUISITOS
DO PROFISSIONAL
O designer, além de estar sintonizado com as
mudanças e novidades do mundo globalizado,
deve atender a alguns requisitos como:

CRIATIVIDADE para propor soluções inovadoras.

FORMAÇÃO e capacitação técnica para desenvolver projetos.

CAPACIDADE para analisar, avaliar e solucionar problemas.

HABILIDADE para atuar em equipes e com profissionais de outras áreas.

RESPONSABILIDADE e ética para atuar segundo os valores da sociedade.


07
A METODOLOGIA
DE PROJETO
A metodologia projetual organiza a forma mais conveniente de desenvolver um projeto.
Ela facilita o acompanhamento e controle das etapas do processo, permitindo ao cliente
compreender e acompanhar o seu desenvolvimento.
ESSA ESTRUTURA DEVE SER FLEXÍVEL PARA ATENDER A REQUISITOS
ESPECÍFICOS DE DIFERENTES DEMANDAS DE PROJETOS.
O processo metodológico compreende as seguintes etapas:

FASE 1 ESTUDO DA DEMANDA

IDENTIFICAÇÃO DAS NECESSIDADES DO CLIENTE


O ponto de partida de um projeto é o contato entre o cliente e o designer. Nessa etapa são
levantadas e analisadas as necessidades do cliente, os resultados esperados, os prazos e a
verba de investimento.

PROPOSTA COMERCIAL
De posse das informações é elaborada a proposta de projeto que firma um acordo ou
contrato de trabalho entre o cliente e o designer. Esse documento descreve todos os
procedimentos do projeto e define as responsabilidades das partes, incluindo os recursos,
prazos, honorários e formas de pagamento.

BRIEFING DE DESIGN
Este é um documento também construído de forma colaborativa entre o designer ou equipe
de design, e o cliente e sua equipe. Contém informações mais específicas e estratégicas
sobre a empresa, os produtos e o mercado. Elas vão definir os requisitos, restrições, limites
e potencialidades das soluções de projeto.
FASE 2 DESENVOLVIMENTO DO PROJETO
DESENVOLVIMENTO DE ALTERNATIVAS
Com base nas informações do briefing são geradas as alternativas que serão avaliadas
e selecionadas para elaborar a solução final a ser aprovada pelo cliente. Nesta etapa as
opções são representadas em forma de layout ou modelo tridimensional, já indicando os
materiais e os custos preliminares de produção.

EXECUÇÃO DO PROJETO
O projeto nesta etapa descreve todos os detalhes necessários à fase produtiva. Além de
desenhos, esta fase pode incluir a construção de protótipos para melhor visualização e
avaliação do produto.

FASE 3 PRODUÇÃO

ORÇAMENTO DA PRODUÇÃO
Antes de encaminhar o projeto ao sistema produtivo são levantados os custos de produção
que devem ser aprovados pelo cliente.

PRODUÇÃO
O projeto detalhado é encaminhado aos fornecedores capacitados para a produção. Nesta
etapa é importante o acompanhamento do processo pelo designer, a fim de garantir a
qualidade final do produto.

AVALIAÇÃO DO PRODUTO
A avaliação dos resultados é um aspecto
DOCUMENTAÇÃO FINAL
importante do processo, pois permite a todos
os envolvidos comprovar se a proposta final Esta etapa inclui todos os documentos
atende aos objetivos e resultados propostos. técnicos e ou relatório do projeto.
ÁREAS DE ATUAÇÃO
O design não é privilégio das grandes empresas. Ele é uma
ferramenta acessível que pode ser utilizada também pelas micro e
pequenas empresas. As quatro formas mais comuns de utilização
do design são:

DESIGN GRÁFICO | DESIGN DE PRODUTO |


DESIGN DE AMBIENTES | DESIGN DE MODA.

10
GRÁFICO
DESIGN
É O CAMPO DO DESIGN QUE COMPREENDE TODOS OS FATORES-CHAVE
PARA A CRIAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DA IMAGEM DE UMA EMPRESA E O
ESTABELECIMENTO DE UMA ADEQUADA COMUNICAÇÃO COM O SEU PÚBLICO.
ENGLOBA OS ELEMENTOS VISUAIS COMO AS MARCAS, EMBALAGENS,
SINALIZAÇÃO, REVISTAS, IMPRESSOS PROMOCIONAIS E SITES.

DE PRODUTO
É A ATIVIDADE RESPONSÁVEL PELA CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO
DE PRODUTOS PARA DIVERSOS SEGMENTOS, COMO O MOVELEIRO,
AUTOMOBILÍSTICO, CALÇADOS, ELETROELETRÔNICOS, JÓIAS, ENTRE
OUTROS.

DE AMBIENTES
RESPONDE PELA CONCEPÇÃO DE ESPAÇOS INTELIGENTES, ADEQUADOS AO
TRABALHO E AO MODO DE VIVER DAS PESSOAS. DESENVOLVE SOLUÇÕES
QUE INTEGREM CONFORTO, FUNCIONALIDADE, ESTÉTICA E ECONOMIA.

DE MODA
A CRIAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS COMO VESTUÁRIO,
ACESSÓRIOS, COMPLEMENTOS E ARTIGOS DE CAMA E MESA.
11
O DESIGN É ESTRATÉGIA DIFERENCIAL E COMPETITIVA.

SEM DESIGN TODOS OS


PRODUTOS SÃO IGUAIS.

REQUISITOS
DO PROJETO ALGUNS FATORES A SEREM
CONSIDERADOS NA EXECUÇÃO
DE UM PROJETO, SOB DIFERENTES
REFERENCIAIS
O PRODUTO

Inovação
EMPRESA

Definição de um propósito Funcionalidade


Adequação aos recursos Acabamento
Expressão da personalidade da empresa Estruturação
Competitividade Reciclagem
12
UM BOM PROJETO É AQUELE QUE HARMONIZA
AS NECESSIDADES DO PRODUTO E DA EMPRESA
COM AS EXPECTATIVAS DO CONSUMIDOR E COM
OS RECURSOS PRODUTIVOS.

CONSUMIDOR
PRODUÇÃO

Disponibilidade
Racionalização de recursos Conforto
Redução de custos Facilidade de uso
Redução do impacto ambiental Atratividade
13
GLOSSÁRIO ALGUNS TERMOS ÚTEIS PARA ENTENDER O DESIGN

Branding Marca
Conjunto de medidas que visam consolidar e fortalecer Nome, símbolo gráfico, logotipo ou uma combinação
determinada marca no mercado. desses elementos, utilizados para identificar empresas,
Briefing produtos ou serviços. Nem sempre expressa a atividade
Instruções preliminares, básicas e resumidas sobre uma ou o nome da empresa.
questão, um projeto ou uma ação a ser levada avante. Memorial descritivo
Pode designar também a reunião em que tais instruções Documento que acompanha um projeto e descreve
são transmitidas. seu conceito, características, componentes, acessórios,
detalhes construtivos, materiais, custos e outros tópicos
Cabeça de série
pertinentes à sua compreensão e implantação.
Primeira unidade do produto a ser fabricada, utilizada
para testes finais. Mock-up
O mesmo que pré-modelo. Representação tridimensional
Ergonomia
de um produto, geralmente confeccionada em papelão
Estudo do relacionamento do homem com seu ambiente
e/ou madeira em escala 1:1, sem detalhamento, utilizada
de trabalho e os objetos que utiliza para executá-lo, que
para testes dimensionais em situações simuladas de
devem lhe propiciar conforto, segurança e eficácia. Hoje
uso, visando o posterior detalhamento do projeto.
se tornou importante não apenas para a concepção
de ferramentas, máquinas e aparelhos eletrônicos, Portfolio
mas no projeto de qualquer tipo de objeto ou mesmo Amostra retrospectiva dos trabalhos (marcas, produtos,
mensagem visual. serviços, etc.) já realizados por um escritório de design
ou um profissional autônomo.
Gestão do design
Organização e coordenação de todas as atividades do Produção gráfica
design, baseada nos objetivos estratégicos e metas Organização e supervisão das diversas tarefas referentes
definidas pela direção da empresa. à produção de publicações.
Identidade visual Protótipo
Conjunto de elementos gráficos (marca, logotipo, cor, Significa “o primeiro de um tipo”, usado para testes de
uniforme, rótulos, pintura de veículos) que identificam funcionamento. Trata-se de exemplar em escala 1:1, com
visualmente uma empresa, instituição, serviço, programa, os mesmos materiais do produto que posteriormente
evento ou atividade. Pode aplicar-se também a um poderá ser produzido em série.
produto. Redesenho
Imagem corporativa O mesmo que redesign. Introdução de mudanças
Conceito de uma empresa ou instituição perante seus funcionais e estéticas em um produto já existente, de
funcionários, clientes, interlocutores e o mercado em modo a simplificar e baratear sua produção ou criar
geral. Envolve, entre outros fatores, seu volume de outros diferenciais mercadológicos.
produção e de faturamento, atitude, credibilidade, FONTE: SOUSA, C. S. M. ; GOUVEA, T. C. V. . ABC do
qualidade dos produtos e serviços. Design - 313 termos técnicos em design. 01. ed. São
Paulo: Sebrae, 2004.
14
FICHA TÉCNICA
2008 SEBRAE/MG
Nenhuma parte ou a íntegra desta publicação poderão ser reproduzidas – por qualquer meio ou forma, seja
mecânico ou eletrônico, fotocópia, gravação etc. – nem apropriadas ou estocadas em sistema de banco de
dados, sem prévia autorização, por escrito, do SEBRAE/MG.

SEBRAE/MG
ROBERTO SIMÕES
Presidente do Conselho Deliberativo
AFONSO MARIA ROCHA
Diretor Superintendente
LUIZ MÁRCIO HADDAD PEREIRA SANTOS
Diretor Técnico
MATHEUS COTTA DE CARVALHO
Diretor de Operações
Unidade de Acesso à Inovação e Tecnologia SEBRAE/ MG
ANIZIO DUTRA VIANNA
Gerente
ANDRÉA TRISTÃO DOS ANJOS LANZA
Técnica
CAMILA JOANITA SILVA DE JESUS
Assistente Técnica
Assessoria de Comunicação SEBRAE/ MG
LAURO DINIZ
MÁRCIA DE PAULA DA FONSECA
FERNANDA ALMEIDA RUAS
Editoração Eletrônica
LAB DESIGN

T2661 TEIXEIRA, Maria Bernadete Santos


O que é design / Maria Bernadete Santos Teixeira. - Belo Horizonte : SEBRAE/MG,
2009. 16 p. : il. color.
1.Design. I. Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais.
CENTRAL DE RELACIONAMENTO SEBRAE

0800 570 0800

PARCERIA: