Você está na página 1de 37

40 Anos

Políticas Públicas e Métricas para os Negócios de Impacto / Papel do


Governo e da Sociedade nos Negócios de Impacto

O Papel da FAPERJ no Desenvolvimento Científico, Econômico e Social


do Rio de Janeiro
Jerson Lima Silva
PRESIDENTE
FUNDACÃO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO À PESQUISA
DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – FAPERJ
2020
CIÊNCIA BRASILEIRA
O VALOR DA CIÊNCIA BRASILEIRA 40 Anos
• Publicação científica em periódicos indexados – 11ª
/13ª Posição no Mundo até 2018;
• Com relação ao impacto – 24ª posição (2017);
• Mais de 20.000 doutores e 60.000 mestres formados
por ano;
• Diversas Universidades de Excelência na Brasil;
• Atração de Centros de Pesquisa de Grandes
Empresas para o Brasil;
• Novos modelos de financiamento a pesquisa (INCTs).
A Ciência está na Raiz da Inovação
Não existe país
desenvolvido
sem uma ciência
na fronteira
conhecimento.
A Ciência está na Raiz da Inovação

Não existe país


desenvolvido
sem uma ciência
na fronteira
conhecimento.
Missões da FAPERJ
 Implementar e valorizar o sistema C,T&I do Estado do Rio
de Janeiro, apoiando atividades em todas as áreas do
conhecimento e setores de atividades profissionais;

 Pesquisadores, Empreendedores e Empresas de Base


Tecológica;

 Promover a interligação entre C,T&I e a sociedade;

 Avaliar o impacto dos investimentos realizados em C,T&I –


acompanhamento dos projetos aprovados.
RESULTADOS DA CIÊNCIA E INOVAÇÃO FLUMINENSE
Aumento dos INVESTIMENTOS EM CT&I pela FAPERJ pode ser medidos por vários
indicadores:
• EXCELÊNCIA NA PÓS-GRADUAÇÃO: Em 2017, entre os Programas de nível de excelência
(6 e 7), o Rio de Janeiro obteve um aumento de 14,7% em relação à avaliação anterior,
enquanto, no restante do País, o crescimento foi de 12%;
• EXCELÊNCIA NA PESQUISA: O número de trabalhos indexados (base Scopus) aumentou
mais de 70% em cinco anos ;

• EXCELÊNCIA UNIVERSITÁRIA: 4 universidades do RJ estão entre as 20 melhores dos país


(UFRJ, UERJ, PUC, UFF);
• ATRAÇÃO DE CENTROS DE PESQUISAS de Empresas Internacionais (Loreal, GE etc..) e de
Pesquisadores Visitantes renomados (inclusive um Laureado com o Nobel);
RESULTADOS DA CIÊNCIA E INOVAÇÃO FLUMINENSE

•Sede de 20 INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (INCTs). 46 INCTs


recomendados na avaliação 2016

•EXCELÊNCIA DE INSTITUTOS DE PESQUISA: FIOCRUZ, IMPA, CBPF, LNCC, INT, ON, VITAL
BRASIL, entre outros;

• CIENTISTAS PREMIADOS: Artur Avila (Medalha Fields - ex-bolsista de Doutorado Nota


10); Jacob Palis; Marcelo Viana; Luiz Davidovich, entre outros;

• PESQUISADORES VISITANTES RENOMADOS: (inclusive um Laureado com o Nobel, Prof.


Kurt Wütrich);

• EXCELÊNCIA NA PESQUISA DE DOENÇAS EMERGENTES E REEMERGENTES: Dengue, Zika,


Chikungunha, Febre Amarela, Covid-19, entre outras.
ORÇAMENTO APROVADO PELA ALERJ
DE ACORDO COM A LOA 2020, O ORÇAMENTO TOTAL
DA FAPERJ A SER EXECUTADO ESTAVA ESTIMADO EM

530 MILHÕES DE REAIS (2% da receita líquida)

ORÇAMENTO AUTORIZADO EM SETEMBRO 2020

440 MILHÕES DE REAIS


Principais Programas Lançados 2019 / 2020

• Edital ARC – Auxílio Recém Contratado


Principais Programas Lançados 2019 / 2020
Principais Programas Lançados em 2019/2020

Em conjunto os programas CNE e JCNE totalizam mais de 1.400 taxas de bancada, somando,
em três anos, recursos de cerca de R$ 130 MILHÕES, praticamente um Edital Universal.
Bolsas de Pós-Doutorado (PDR, PDR-10 e PDS) – 500
Bolsas
Programa Pós-doutorado Nota 10 – PDR10
Programa Pós-doutorado Nota 10 – PDR10
A FAPERJ divulga, nesta quinta-feira, 10 de setembro, a relação dos novos bolsistas contemplados
no Programa Pós-doutorado Nota 10 – 2020. Nesta edição do programa, foram concedidas 120
bolsas de um total de 210 solicitações, beneficiando assim 16 instituições fluminenses.
As instituições contempladas com o maior número de bolsas, em ordem decrescente são:
Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ (60); Universidade do Estado do Rio de Janeiro –
UERJ (16); Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-Rio (9); Universidade Federal
Fluminense – UFF (07) e outras 12 instituições de ensino e pesquisa no Estado.
As Grandes Áreas do conhecimento que receberam o maior número de bolsas foram: Ciências
Biológicas (47), Ciências Exatas e da Terra (19), Ciências Humanas (15), Engenharias (11), Ciências
Agrárias (10) e outras três Grandes Áreas.
Programa “Doutor Empreendedor: Transformando
Conhecimento em Inovação”
Objetivo: Fomentar a transformação de projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e
Inovação conduzidos por doutores residentes no Estado do Rio de Janeiro em
empreendimentos baseados em conhecimento científico/tecnológico.

Os contemplados receberão uma bolsa equivalente à de pós doutorado (R$


4.100,00 mensais) por 24 meses, mais um auxílio de R$ 50 mil para iniciar uma
empresa e deverão ser abrigados em um mecanismo promotor da inovação no
Rio de Janeiro – incubadora de empresas, aceleradora, espaços de coworking que
ofereçam apoio a empresas nascentes, laboratórios abertos ou outra empresa
• 60 propostas recebidas
• 27 selecionados na primeira etapa apresentaram seus projetos em
pitches para uma banca avaliadora , que aprovou 21 projetos.
• 13 mulheres e 8 homens!
Programa de "Apoio à Inovação em Micro,
Pequenas e Médias Empresas no Estado do Rio de
Janeiro InovAÇÃO RIO"
Programa inédito , em parceria com a AGERIO, vinculada à Secretaria de Estado
de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais (SEDEERI)

• Combinar recursos de subvenção (através da FAPERJ) com recursos de financiamento


(através da AGERIO), visando o fortalecimento das atividades inovadoras de empresas de
micro, pequeno e médio porte do Estado do Rio de Janeiro.

• Estimular a criação de áreas de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em MPMEs.

246 propostas recebidas


27 propostas aprovadas
O “Programa de Apoio ao Empreendedorismo de Impacto
Socioambiental do Estado do Rio de Janeiro 2018”
• Foi a primeira ação de uma FAP nacional voltada exclusivamente aos Negócios de impacto socioambiental.

• Objetivou o “desenvolvimento do ecossistema fluminense no campo dos negócios de impacto socioambiental que
atuam no enfrentamento de problemas do RJ, em especial nos segmentos ligados à saúde, educação,
empregabilidade, tecnologias assistivas, mediação e resolução de conflitos, sistema prisional, desigualdade
étnico-raciais, geracional, de gênero e de orientação sexual”

• R$ 2 milhões alocados, valor máximo por proposta foi:


• de R$ 50 mil para empreendimento de impacto e
• de até R$ 300 mil para entidades de apoio.
• Para projetos com 2 anos de vigência; desembolsos foram em 2 etapas (segunda parcela sendo paga agora).

• Recurso de Auxílio, financiaram recursos de custeio e capital.

• Foram 22 projetos recebidos, sendo 12 projetos foram contemplados, totalizando R$ 750mil.

• Contemplados: quatro organizações; três projetos de extensão de IES (UFRJ; UERJ; PUC-Rio); três empreendedores
individuais; um inventor independente e uma pessoa física.
O “Programa de Apoio ao Empreendedorismo de Impacto
Socioambiental do Estado do Rio de Janeiro 2018”
Caso SITAWI
Projeto nacional contemplado apoiado pelo
Instituto Sabin e FAPERJ, outorgado a Leonardo
Letelier, gestor da SITAWI.

Fomenta inovação no setor público para gestão e


financiamento de temas sociais e ambientais via
pagamento por resultado, baseado em Contratos
de Impacto Social (SIBs, do inglês Social Impact
Bonds).

Categoria específica RJ premiará projeto de


empregabilidade da Pref. de Nova Friburgo.

Esse modelo já é praticado em países do Reino


Unido, Holanda, Portugal, Israel, EUA, Peru,
Argentina, México, Colômbia, Moçambique etc.
O “Programa de Apoio ao Empreendedorismo de Impacto
Socioambiental do Estado do Rio de Janeiro 2018”
Caso laboratório UFRJ campus Macaé
Projeto “Desenvolvimento de Sistemas para o Pequeno Produtor Agrícola a partir
das Diretrizes da Tecnologia Social”, no âmbito de uma disciplina de graduação
da engenharia e do Laboratório Interdisciplinar de Tecnologia Social da
UFRJ, Campus Macaé, em conjunto com dois territórios: Assentamento Osvaldo
de Oliveira, em Macaé; e Comunidade Remanescente de Quilombo Machadinha,
com quatro núcleos em Quissamã.

Objetivos:
• (1) desenvolvimento de uma casa de farinha para o Assentamento Osvaldo de
Oliveira, que incluem o projeto e construção de: triturador (ceifador), prensa e forno de
baixos custos, e o desenvolvimento de um sistema de gestão da produção do
Assentamento Osvaldo de Oliveira;
• (2) desenvolvimento de um sistema de irrigação na comunidade remanescente de
quilombo Machadinha: projetar e construir um gerador eólico do tipo Savonius para
bombeamento para irrigação.
O “Programa de Apoio ao Empreendedorismo de Impacto
Socioambiental do Estado do Rio de Janeiro 2018”

Caso PUC-Rio Projeto “Desenvolvendo Empreendedores e


Empreendimentos de Impacto”, da prof. Dra
Luiza de Souza e Silva Martins.

Oferta de curso síncrono de 72h e mentorias


individuais que desenvolvem competências
socioemocionais, inovação e técnicas de
modelagem de negócios de impacto sociais.

Melhores projetos encaminhados para pré-


incubação no Instituto Gênesis (incubadora)
por 6 meses.

Objetivo: Pelo menos seis negócios


formalmente constituídos e mais de 150
diretamente impactadas pelo curso e mentorias.
Desafios da Pandemia para a Ciência e Tecnologia Brasileira

Redução dos Recursos Federais e Estaduais para


pesquisa
Redução do financiamento das universidades e
institutos de pesquisa – Infraestrutura
Distanciamento Social / Atividades Remotas / PG e
Pesquisa
FAPERJ LANÇA AÇÃO DE COMBATE À COVID-19 EM 23/03/2020
CHAMADA B e SEGUNDA CHAMADA: APOIO À COVID-19
16 MILHÕES INVESTIDOS – 69 PROJETOS
CHAMADA B e SEGUNDA CHAMADA: APOIO À COVID-19
16 MILHÕES INVESTIDOS – 69 PROJETOS
CHAMADA B e SEGUNDA CHAMADA: APOIO À COVID-19
16 MILHÕES INVESTIDOS – 69 PROJETOS
CHAMADA C – REDES COVID-19 - R$ 14,4 MILHÕES
6 REDES – 24 PROJETOS SUBREDES
CHAMADA C – REDES COVID-19 - R$ 14,4 MILHÕES
CHAMADA C – REDES COVID-19 - R$ 14,4 MILHÕES
REDES DE PESQUISA EM SAÚDE RJ - PAGOs R$ 25,2 MILHÕES
Rede de Resistência aos Antimicrobianos: Monitoramento, perspectivas de controle e pesquisas
interdisciplinares em multirresistência a antimicrobianos associada a doenças bacterianas emergentes
Agnes Maie Sá Figueiredo UFRJ dentro do conceito de saúde única
DESENVOLVIMENTO DE NOVOS MÉTODOS DIAGNÓSTICOS SOROLÓGICOS E MOLECULARES PARA
Amilcar Tanuri UFRJ MONITORAMENTO DAS NOVAS VIROSES EMERGENTES NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.
Isquemia-reperfusão no coração e rim: avaliação do pré- e pós-condicionamento isquêmico como
Antonio Carlos Campos de Carvalho UFRJ modalidade terapêutica usando técnicas ômicas

Antonio Jose Ledo Alves da Cunha UFRJ DOENÇAS CRÔNICAS E EXPERIÊNCIAS ADVERSAS NA INFÂNCIA

Débora Christina Muchaluat Saade UFF e-Health Rio: Rede de Pesquisa e Inovação em Saúde Digital Aplicada a Doenças Crônicas Não Transmissíveis
Rede de Doenças Degenerativas e Câncer: da pesquisa básica ao diagnóstico molecular e terapias – Rede
Debora Foguel UFRJ DDC

Egberto Gaspar de Moura UERJ CONHECENDO A OBESIDADE PARA MELHORAR A PREVENÇÃO E O SEU TRATAMENTO
Francisco Inácio Pinkusfeld Monteiro DEPENDÊNCIA QUÍMICA EM HUMANOS E MODELOS EXPERIMENTAIS: ESTUDO DAS VARIAÇÕES
Bastos FIOCRUZ DESUSCEPTIBILIDADE ÀS DROGAS DE ABUSO

João Paulo de Biaso Viola INCA Microambiente tumoral e metabolismo: Mecanismos e novas abordagens como alvo terapêutico no câncer
Desenvolvimento de Plataforma Integrada Para a Terapia e Controle da Leishimaniose no Estado do Rio de
Lucio Mendes Cabral UFRJ Janeiro

Marcelo Torres Bozza UFRJ Rede em Imunometabolismo: abordagens metabólicas para o tratamento de doenças inflamatórias crônicas
Arboviroses emergentes e re-emergentes: da vigilância clínico-entomológica em sítios de pesquisa clínica
ativos no estado do Rio de Janeiro ao estudo da biologia viral e humana em centros de pesquisa estrutural e
Patricia Brasil FIOCRUZ molecular de excelencia
Paulo Antonio de Souza Mourão UFRJ Carboidratos na compreensão das etiologias e terapias das doenças crônicas e emergentes.
Transplante hepatocitário e de minifígados para o tratamento de cirrose hepática: Da Biofísica translacional à
Robson Coutinho Silva UFRJ clínica

Sérgio Teixeira Ferreira UFRJ Rede de Pesquisa Translacional/Clínica em Doenças Neurodegenerativas

Vivaldo Moura Neto IECPN Chikungunya, um grave problema de saúde pública: como enfrentá-lo ?
Doenças negligenciadas causadas por Microrganismos Eucariontes: Doença de Chagas, Leishmanioses,
Wanderley de Souza UFRJ Toxoplasmosee Fungos-Integrando Pesquisa Básica e Aplicada.

Wilson Savino FIOCRUZ Rede de Pesquisa em Neuroinflamação


FAPERJ – Ações e investimentos em pesquisa de covid-19
 Chamada A – Apoio a redes de pesquisa em vírus emergentes e reemergentes. Taxa de bancada e
bolsas estendidas até 31/12/2020 para os projetos já apoiados dentro da Rede de Arboviroses.

 Chamada B e Segunda Chamada - Investimento de R$ 16 milhões em 69 projetos apoiados e


contratados em editais Faperj dentro das Diretorias Científica e Tecnológica, e conduzidos tanto em
ICTs (Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação) quanto empresas. Os projetos selecionados
poderão incluir novas linhas de pesquisa voltadas para soluções de curto e médio prazo em covid-19.

 Chamada C- Investimento de R$ 14,4 milhões com recursos da Faperj/SECTI e em parceria com a SES.
Constituição de 6 Redes Covid-19 – 24 subredes.

 Apoio às Redes de Pesquisa em Saúde do RJ com investimentos de R$ 25,2 milhões em 2020

 Em 2020, foram 120 projetos com total apoio da Faperj para o combate da COVID-19– investimentos
totais em auxílios e bolsas de cerca de R$ 70 milhões.

 Mais de 1.000 doutores do estado do rio de janeiro trabalhando no combate à covid – além de alunos
de pós-graduação.
EDITAIS SEGUNDO SEMESTRE 2020
Edital FAPERJ Nº 01/2020
Programa Polo de Inovação Tecnológica do Agronegócio
Lançamento do edital: 16/07/2020

Edital FAPERJ Nº 02/2020


Programa de Apoio à Editoração – 2020
Lançamento do edital: 25/09/2020

Edital FAPERJ Nº 03/2020


Programa Pesquisa para o SUS: gestão compartilhada em saúde – PPSUS
Lançamento do edital: 29/10/2020

Edital FAPERJ Nº 04/2020


Apoio ao Instituto Vital Brazil para Produção de Insumos Biológicos no Combate a COVID-19
Lançamento do edital: 05/11/2020

Edital FAPERJ Nº 05/2020


Apoio aos Programas e Cursos de Pós-graduação Stricto sensu do Estado do Rio de Janeiro
Lançamento do edital: 05/11/2020
EDITAIS SEGUNDO SEMESTRE 2020
Edital FAPERJ Nº 06/2020
Programa de Apoio a Redes de Monitoramento de Derramamento de Oleos em Ambientes Marinhos
Lançamento do edital: 05/11/2020

Edital FAPERJ Nº 07/2020


Programa Educação Digital Inclusiva – Apoio às Instituições Públicas de Educação Superior
Lançamento do edital: 09/11/2020

Edital FAPERJ Nº 08/2020


Programa Apoio à conservação da biodiversidade: coleções biológicas do Estado do Rio de
Janeiro (COLBIO)
Lançamento do edital: 09/11/2020

Edital FAPERJ Nº 09/2020


Programa Espaço Escola Inovadora
Lançamento do edital: 10/11/2020
Submissão de propostas on-line: de 10/11/2020 a 20/11/2020
Obrigado!

www.faperj.br

jerson.lima@faperj.br

Tel: + 55 (21) 2333-2000