Você está na página 1de 33

Curso Radiestesia

Prática & Moderna


Formação I – Curso à Distância
Por Marcio D’Oracio
A Geobiologia

● Ciência que estuda a interação dos seres vivos com o


ambiente.
● O elemento fundamental para manutenção da
biosfera terrestre é a interação entre as forças
cósmicas(positivas) e terlúricas (negativas).
● Quando há um desequilíbrio entre o sistema
cosmotelúrico, ocorre a emissão de ondas nocivas.
● Segundo Bélizal, uma energia nociva é composta por
dois elementos independentes:
● Onda portadora é sempre o V-
● A nocividade está relacionada à alta radioatividade e
altíssima penetração.
● Quando em longa exposição pode causar o câncer.
A Geobiologia
● Quando o solo é permeável aos raios cósmicos, ocorre o
equilíbrio de forças (ambiente vibratório saudável).
● Quando o inverso acontece, o solo reflete os ráios cósmicos,
causando uma deformação no campo local.
● Solos impermeáveis: argila, margas, extratos carboníferos,
xistos, minério de ferros (condutores elétricos).
● Solos permeáveis: areias, saibro, gipso, calcários ou rochas
cristalinas (não condutores elétricos – dielétricos).
● Tal ciência nasceu dos estudos e observações de diversos
Radiestesistas.
● Não só o Cosmo e a Terra geram energias, as construções,
aparelhos elétricos e eletrônicos, rede elétrica, torres de
transmissão de energia, objetos ao redor e o campo mental
das pessoas. Também estudadas em Astrologia e Feng Shui.
A Geobiologia
● O meio mais eficaz e prático que se conhece para medição
das anomalias nocivas é a Radiestesia.
● A Geobiologia atua fundamentalmente nos corpos físico e
vital. Campo espiritual não sofre influência direta.
● As Ondas de Forma devem ser compreendidas dentro do
contexto da Geobiologia.
● As ondas de forma (ou devido às formas) se propagam de
forma direcional, portanto, muito penetrantes e
concentradas.
● Sofrem as mesmas leis da reflexão, difração ou refração
(fotóns da óptica).
● Tudo emite ondas de forma.
● Sofre distorções em função: rupturas ou fraturas de rochas no
subsolo, água subterrãneas, águas poluídas com gases
tóxicos.
As Redes Hartmann
● É a energia telúrica gerada no centro da Terra e emitida
perpendicularmente na superfície.
● Formada por uma verdadeira malha com paredes verticais
e perpendiculares entre si.
● Descoberta pelo médico e radiestesista alemão Dr. Ernst
Hartmann, entre 1951 e 1961.
● É a principal malha energética da Terra.
● Seu formato é retangular, e mede cerca de 2 metros no
sentido Norte-Sul e 2,5 metros no sentido Leste-Oeste. A
espessura desta parede é de cerca de 21 cm, podendo
variar e chegar à 80 cm por influência Lunar (Lua cheia).
● Estas paredes atingem até 2.000 metros de altura.
● Outras malhas foram levandadas por Dr. Peyré e Dr. Curry.
As Redes Hartmann
As Redes Hartmann

● As linhas da rede H (Hartmann), são alternadas entre


(+) Positivo e (-) Negativo.
● Os pontos geopatogênicos ocorrem no cruzamento
destas linhas entre: (+ com +), (- com –) e (+ com -).
● Dependendo da polaridade do ponto geopatogênico,
as manifestações de “Stress” são diferentes.
● Stress Yin (- com -).
● Stress Yang (+ com +).
● Stress Misto (+ com -).
As Redes Hartmann

• Stress Yin:
• Neste caso este campo suga a energia do organismo,
relacionados a problemas malígnos e degenerativos como:
fadiga crônica, artrite, hipotensão arterial, esclerose múltipla
e câncer.

• Stress Yang:
• Leva à sobrecarga energética ao organismos, relacionados
a problemas de ordem hiperenergéticas como: hipertensão
arterial, enxaqueca, derrame, infarto, psicose.

• Stress Misto:
• Variadas apresentações patológicas, conforme
predominância de polaridade. Geralmente menos nocivo
As Redes Hartmann

• Correções e Neutralizações:
• Não é possível neutralizar energias telúricas em cruzamentos
H, veios dágua ou deformações de subsolo.
• Solução: Afastar-se deste cruzamentos permanentemente
(movendo móveis de locais de longa permanência).
• Podemos utilizar como redutor e conversor de energias
negativas um Orgonite de boas dimensões no local afetado,
embora o melhor mesmo é afastar destes cruzamentos.
• Alguns caso de sucesso têm-se registrado com o uso de
gráficos do tipo : Scap e Luxor.
As Redes Hartmann

• Detecção de Cruzamentos Hartmann:


• Utilizamos para este propósito o dispositivo: Dual Rod.
As Redes Hartmann

• Detecção de Cruzamentos Hartmann:


As Redes Hartmann

• Detecção de Cruzamentos Hartmann:


As Redes Hartmann

• Detecção de Cruzamentos Hartmann:


As Redes Hartmann

• Detecção de Cruzamentos Hartmann:


As Redes Hartmann

• Detecção de Cruzamentos Hartmann:


As Redes Hartmann

• Correções e Neutralizações:
A Radiestesia Cabalística
● Matéria originada pela parceria
de Jean Gaston Bardet e Jean
de La Foye em 1974.
● Nomenclatura errônea pois
nada têm haver com a Cabala
Hebraica, foi utilizado este
termo pois utiliza-se do Alfabeto
Herbraico. Jean de La Foye
designava como Pêndulos
Hebraicos.
● Pêndulos feitos de tarugo de
madeira atravessado por um
cordão com nó nas 2 pontas,
possibilitando o uso invertido das
palavras.
A Radiestesia Cabalística

● Não requer mentalização, pois o significado da


palavra em hebráico já sintoniza-se e entra em
ressonância com a energia em questão.
● Estes pêndulos são usados em conjunto ou com uso de
“camisas” com termos hebráicos presos com elástico.
● Sua convenção é simples: Se houver ressonância com
a presença da energia pesquisada, o pêndulo gira em
sentido horário (apenas isto), qualquer outro
movimento e sentido a resposta é negativa, sem a
presença da energia pesquisada.
A Radiestesia Cabalística
● Literatura recomendada: Ondas de Vida, Ondas de Morte –
Jean de La Foye – Apostila Casa da Radiestesia.
A Radiônica

● A Radiônica é completamente independente da


Radiestesia.
● Pode Diagnosticar Problemas e Emitir Ondas Corretivas.
● Originalmente compostos de aparelhos elétricos e
eletrônicos (Máquinas Radiônicas).
● Seguem os principios de condução elétrica, embora
desenhadas para trabalhar com as energis sutís.
● Alguns nomes de grandes pesquisadores do assunto:
Albert Abrams, Ruth Drown, George de La Warr e
Thomas Galen Hieronymus.
● Estas máquinas radiônicas, conforme o projeto podem
ser: Emissoras, Receptoras ou Emissoras/Receptoras.
A Radiônica

● Originalmente Baseadas em Modelos Eletrônicos.


A Radiônica

● Modelos mais utilizados possuem função Detecção e


Emissão em um só aparelho.
A Radiônica

● Algumas são utilizadas em conjunto com a Radiestesia,


em sua etapa final: A Emissão à Distância do Corretivo.
A Radiônica
● Cada Máquina possui o seu próprio e exclusivo manual de
operação.
● Máquinas de boa qualidade atualmente estão acima de
R$2500,00
● Para quem quiser, ( e tiver habilidades...) para montar a sua
própria máquina radiônica existe uma bastante interessante
(e simples) no site: http://www.radiestesiaecia.com/
Instrumentos da Radiônica

• Exemplo de uso de uma máquina radiônica:


● Obtendo os “ÍNDICES” radiônicos: são valores numéricos
obtidos dos botões de sintonia de um dispositivo radiônico.
● Estes índices podem ser formados de vários dígitos/botões
(normalmente em escalas de 0~10 ou 0~100).
Instrumentos da Radiônica

• Exemplo de uso de uma máquina radiônica:


● Pote de Entrada ou Emissor.
● Índice Radiônico.
● Placa Tactil.
● Pote de Saída ou Destino.
Instrumentos da Radiônica

• Partes de uma Máquina Radiônica:


Instrumentos da Radiônica

• Exemplo de uso de uma máquina radiônica:

1) Definir o que procura , valorizar objetivo no decágono.


2) Posicionar o Testemunho no recipiente “Entrada”,
juntamente com o Objetivo valorizado.
3) Posicionar todos os botões de índice em “00”.
4) Ligar a máquina e ir friccionando levemente a Placa Táctil
até obter uma aderência. (Ou obter movimento positivo do
pêndulo – sobre esta placa tactil).
5) Anotar o índice obtido e passar para o próximo botão
(esquerda para direita sempre). Ex.: 09-45-79 ou 09,45,79
6) Desligar a máquina e voltar todos os botões em “00”.
Instrumentos da Radiônica

• Aplicação Corretiva:

• Faz-se o uso do “ÍNDICE COMPLEMENTAR”:


• Para cada dígito obtem-se o seu complementar,
utilizando a regra simples (IC= 100 – NI) Por exemplo: se
o índice é 36, então o complementar é: 100-36 = 64.
• Então no exemplo anterior, obtemos o índice: 09-45-79,
portanto calculamos o complementar de cada
dígito/sequência: 09=91, 45=55 e 79=21.
• Então, nosso Índice Complementar de 09-45-79 é: 91-
55-21
Instrumentos da Radiônica

• Aplicação Corretiva:

1) Com máquina desligada e botões em “00”.


2) Posiciono o Corretivo ou elemento emissor no
recipiente “Entrada”.
3) No Recipiente Saída, colocamos o Testemunho alvo.
4) Ajusto cada botão (da esquerda para a direita), com
o “ÍNDICE COMPLEMENTAR”.
5) Botão Esquerda: 91, Central: 55 e Botão Direito em 21.
Ligamos a máquina para iniciar emissão corretiva.
6) Podemos usar a Radiestesia para acompanhar a
evolução do tratamento.
Instrumentos da Radiônica

• Aplicação Corretiva:
Instrumentos da Radiônica
• Para se aprofundar mais no assunto:

1) Curso Exclusivo de Radiônica (não misture Radiestesia).


2) Não confunda com “Mesa Radiônica” (Sistema Esotérico de
Trabalhos Radiestésicos/Esotéricos).
3) Conhecer um pouco mais das origens e história, Livro:
Radiônica, Uma outra dimensão da Realidade – António
Rodrigues – Editora Alfabeto.
OBRIGADO !

Marcio D’Oracio
marcio@terapiauniversal.com.br
(11) 3522-9710

www.terapiauniversal.com.br

Sucesso!

33

Você também pode gostar