Você está na página 1de 5

235

Colisão de princípios no controle do tabaco

Collision of principles in tobacco control

Luís Renato Vedovato


Professor Doutor da UNICAMP. Professor do Programa de Mestrado em Direito da UNIMEP. Professor
do Curso de Direito da PUC de Campinas.
lrvedovato@uol.com.br

Vitória Carvalho Campedelli


Bacharel em Direito pela PUC de Campinas. Pesquisadora. Advogada.
vit_camp@hotmail.com

Recebido em: 08.11.2016


Publicado por convite

Área do Direito: Constitucional; Consumidor

Resumo: Os direitos sociais fundamentais tor- Abstract: The fundamental social rights become
naram-se hoje mais presentes na mídia, o que more publicized by the media and the social
concorre com as lutas sociais frente ao Esta- struggles against the State and its obligation
do, reivindicando sua obrigação de resguar- to protect them is more frequent and intense.
dar tais direitos. Em resposta, os países são This fact occurs worldwide and, thinking about
obrigados a ratificar tratados, reformando suas it, countries begin to mobilize themselves not
leis domésticas. O direito à saúde, como direito only domestically but internationally. The right
social fundamental, não é diferente disso. Prova to health as a fundamental social right is not
disso é a convenção quadro para controle different from that. Witness the framework
do tabaco, implementada pela Organização agreement, implemented by World Health
Mundial da Saúde (OMS), assinada e ratificada Organization, signed and ratified by Brazil. This
pelo Brasil. Nesse trabalho busca-se respon- study seeks to answer the following question:
der a seguinte indagação: Será que as medidas Are the restrictive measures of freedom of
restritivas de liberdade sobre a publicidade do tobacco advertising brought by the framework
tabaco, impostas pela convenção quadro para convention for tobacco control, in regard to the
o controle deste produto, em atenção ao direito right to health, proportional? Faced with the
a saúde, são proporcionais? Diante do caso hypothetical case presented, the answer reasons
hipotético apresentado, a fundamentação para a for that collision principles, faced constantly in
resposta desta colisão de princípios, enfrentados this struggle for tobacco control, will be held

Vedovato, Luís Renato; Campedelli, Vitória Carvalho. Colisão de princípios no controle do tabaco.
Revista de Direito do Consumidor. vol. 109. ano 26. p. 235-263. São Paulo: Ed. RT, jan.-fev. 2017.
236 Revista de Direito do Consumidor 2017 • RDC 109

constantemente nesta luta pelo controle do through the rule of proportionality, using the
tabaco, será realizada por meio da regra da Framework Convention reports, proving that
proporcionalidade, que utiliza como instrumento the gains health, due to the decrease in the
o relatório da convenção-quadro, provando number of smokers is great opposite the small
que os ganhos com a saúde, haja vista a restriction made ​​to the right to freedom claimed
diminuição do número de fumantes, é grande by the tobacco companies, becoming therefore
frente à pequena restrição feita ao direito à proportionate measures.
liberdade, apontado pelas empresas tabagistas,
se tornando, portanto, medidas proporcionais.
Palavras-Chave: Controle do Tabaco – Direito Keywords: Tobacco Control – Social Right to
Social à Saúde – Direito à Liberdade – Proporcio- Health – Right to Freedom – Proportionality –
nalidade – Colisão de Princípios. Collision of Principles.

Sumário: 1. Introdução. 2. Direito social fundamental à saúde e o controle do tabaco. 3. Con-


venção quadro. 4. Regra da proporcionalidade. 5. Conclusão. 6. Referências.

1. Introdução
O consumo do tabaco é a terceira maior causa de mortes evitáveis no Brasil
e no mundo, devendo ser alvo de políticas públicas na busca da efetivação do
direito à saúde. Como exemplo, merecem ser citadas as medidas de controle
trazidas pela Convenção Quadro de Controle do Tabaco (CQCT) ratificada
pelo Brasil.
Na primeira parte do presente trabalho, foca-se na fundamentação do con-
trole do tabaco tendo em vista os seus reflexos no direito social à saúde. Na
segunda, intenciona-se explicar a convenção quadro e o projeto ITC e, na
última, realiza-se a análise da regra da proporcionalidade, numa colisão do
direito fundamental à saúde com o direito fundamental à liberdade.1 O que
será feito a partir de um caso, em que se tentará mostrar a proporcionalidade
das medidas de restrição da promoção dos produtos do tabaco, devido aos
comprovados males ocasionados à saúde por seu uso, tornando-se importantes
e cruciais para a ampliação da efetivação do direito à saúde. Fazendo, assim,
com que não somente a intervenção do Estado na concretização dessas medi-
das de controle seja importante, tendo-se em vista a obrigação da ordem inter-
nacional, mas também a atuação judicial nesse sentido, pois o tema é levado
ao judiciário.

1. Não será feita análise de casos judiciais, pois, o objetivo desse trabalho é apenas mos-
trar a proporcionalidade diante da colisão entre princípios apresentados.

Vedovato, Luís Renato; Campedelli, Vitória Carvalho. Colisão de princípios no controle do tabaco.
Revista de Direito do Consumidor. vol. 109. ano 26. p. 235-263. São Paulo: Ed. RT, jan.-fev. 2017.
Controle da Abusividade: eleição de foro, faixa etária e publicidade de tabaco 261

da proporcionalidade, pois são adequadas, necessárias e também proporcional


em sentido estrito.

6. Referências
ACT – Aliança de Controle do Tabagismo. Disponível em: [http://actbr.org.br/
tabagismo/direitos-humanos.asp]. p. 9. Acesso em 27 jul. 2016
ALEXY, Robert. Teoria dos Direitos Fundamentais. Tradução de Virgílio Afonso
da Silva. 5. ed. São Paulo: Malheiros, 2008.
ANVISA. Disponível em: [www.brasil.gov.br/saude/2015/04/anvisa-aprova-fra-
se-de-advertencia-para-embalagens-de-cigarro]. Acesso em: 26 jul. 2016.
BARROSO, L. R. Da falta de efetividade à judicialização excessiva: Direito à
saúde, fornecimento gratuito de medicamentos e parâmetros para a atuação
judicial. Revista de Direito Social, v. 34, p. 11-43, 2009.
______. Neoconstitucionalismo e constitucionalização do Direito. Revista de
Direito Administrativo, Rio de Janeiro, v. 240, p. 1-42, 2005.
CARLINI, A. L. A judicialização da saúde pública no Brasil. Tese de Doutorado
em Direito. Universidade Presbiteriana Mackenzie. Ano de obtenção: 2012. 
GUERRA, Marcelo Lima. A proporcionalidade em sentido estrito e a “fórmula
do peso” de Robert Alexy: significância e algumas implicações. Revista da
Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Sul, v. 31, p. 25-41, 2007.
GUIMARÃES, A. J. A manipulação do inconsciente coletivo pela publicidade
da indústria do tabaco e as consequências danos à saúde do consumidor. Jus
Navigandi, v. 3980, 2014.
INCA, Publicidade e Promoção. Disponível em: [www2.inca.gov.br/wps/wcm/
connect/observatorio_controle_tabaco/site/status_politica/publicidade_
promocao]. Acesso em: 25 jul. 2016.
MASTRODI, Josué. Direitos Sociais Fundamentais. 1. ed. Rio de Janeiro: Lumen
Juris, 2008.
______. Sobre o real fundamento dos direitos fundamentais. Seção de artigos
científicos. Revista digital de direito público, v. 1, n. 1, p. 164-165, 2012.
______. Ponderação de direitos e proporcionalidade das decisões judiciais. Re-
vista Direito GV, v. 20, p. 585, 2014.
MELLO, Celso Antônio Bandeira de. Eficácia das normas constitucionais e direi-
tos sociais. São Paulo: Malheiros, 2009.
PROJETO ITC-BRASIL. Projeto Internacional de Avaliação das Políticas de
Controle do Tabaco. Disponível em: [www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/
c782a380443080318d1abf2537792882/ITC+BrazilNR-POR-May29v3.pd-
f?MOD=AJPERES&CACHEID=c782a380443080318d1abf2537792882].
Acesso em: 26 jul. 2016.

Vedovato, Luís Renato; Campedelli, Vitória Carvalho. Colisão de princípios no controle do tabaco.
Revista de Direito do Consumidor. vol. 109. ano 26. p. 235-263. São Paulo: Ed. RT, jan.-fev. 2017.
262 Revista de Direito do Consumidor 2017 • RDC 109

ROMERO, L. C.; SILVA, V. L. C. 23 anos de Controle do Tabaco no Brasil: a


Atualidade do Programa Nacional de Combate ao Fumo de 1988. Revista
Brasileira de Cancerologia. Rio de Janeiro, v. 57, n. 3, p. 305-314, 2011.
ROSSO, Paulo Sergio. Solidariedade e Direitos Fundamentais na Constituição Bra-
sileira de 1988. Direito e Democracia (ULTRA), v. 1, p. 212, 2008.
SARLET, I. W.; FIGUEIREDO, M. F. O direito fundamental à proteção e promo-
ção da saúde no Brasil: principais aspectos e problemas. In: RÉ, Aluisio Iu-
nes Monti Ruggeri. (Org.). Temas Aprofundados da Defensoria Pública. 1. ed.
Salvador: Editora JusPodivm, 2013, v. 1, p. 111-146.
______. A eficácia dos direitos fundamentais. 6. ed. Porto Alegre: Livraria do
Advogado, 2006. p. 36.
SILVA, Virgílio Afonso da. Parecer acerca da extensão das restrições à propagan-
da de produtos derivados do tabaco autorizadas pelo art. 220, § 4°, da Consti-
tuição. 4 de setembro de 2009, p. 17-18. Disponível em: [http://actbr.org.br/
uploads/conteudo/284_parecer_juridico_publicidade.pdf]. Acesso em: 27
jul. 2016.
______. O proporcional e o razoável. Ed. RT, 2002, p. 23-50.
______. Parecer para Aliança do Controle do Tabagismo, Constitucionalidade
da RDC n. 14/2012, da Anvisa, p. 11. Disponível em: [www.actbr.org.br/
uploads/conteudo/859_Parecervirgilio.pdf]. Acesso em: 27 jul. 2016.
STF – Adin 33.11. Disponível em: [www.stf.jus.br/portal/processo/verProces-
soAndamento.asp?incidente=2246660]. Acesso em: 27 jul. 2016.
VEDOVATO, Luís Renato; Tatiana Giovanelli; SPERANDIO, A.M.G. O papel
do direito internacional na legislação interna sobre o controle do tabaco.
Revista de Direito Sanitário, v. 13, p. 150, 2013.
VIEIRA, Luciane Klein; VEDOVATO, Luís Renato . A relação entre direito inter-
no e direito internacional. Revista de la Secrataría del Tribunal Permanente de
Revisión, v. 3, p. 207-225, 2015.
WORLD NO TOBACCO DAY, 31 MAY. Disponível em: [www.who.int/tobacco/
wntd/2008/wntd_2008_brochure.pdf]. Acesso em: 26 jul. 2016.
WHO. Mpower. Defeating the global tobacco epidemic. Disponível em: [www.
who.int/tobacco/mpower/publications/mpower_2013.pdf]. Acesso em: 26
jul. 2016.
YOU’VE GOT TO BE KIDDING. Disponível em: [www.ash.org.uk/html/con-
duct/pdfs/batreport2007.pdf]. Acesso em: 26 jul. 2016.

Vedovato, Luís Renato; Campedelli, Vitória Carvalho. Colisão de princípios no controle do tabaco.
Revista de Direito do Consumidor. vol. 109. ano 26. p. 235-263. São Paulo: Ed. RT, jan.-fev. 2017.
Controle da Abusividade: eleição de foro, faixa etária e publicidade de tabaco 263

Pesquisas do Editorial

Veja também Doutrina


• A convenção quadro para o controle do tabaco como reforço da constitucionalidade
da proibição da publicidade de tabaco, de Adalberto Pasqualotto – RDC 91/169-208
(DTR\2014\568);
• Colisão de direitos fundamentais, de Wandimara Pereira dos Santos Saes – RDCI 76/115-­
‑138 – Doutrinas Essenciais de Direito Constitucional 7/707-729 (DTR\2015\10988); e
• Publicidade de tabaco e liberdade de expressão, de Adalberto Pasqualotto – RDC 82/11–
­‑59 (DTR\2012\2763).

Vedovato, Luís Renato; Campedelli, Vitória Carvalho. Colisão de princípios no controle do tabaco.
Revista de Direito do Consumidor. vol. 109. ano 26. p. 235-263. São Paulo: Ed. RT, jan.-fev. 2017.

Você também pode gostar