Você está na página 1de 12

INSTITUTO SUPERIOR POLITTECNICO KATANGOJI

Coordenação do Curso em Engenharia Química

Disciplina: Mecânica dos fluidos

Conteúdo ,Aula Practica: Tema: Hidrostática

OBJETIVOS ESPECIFICOS:

1. Desenvolver exercícios a través das equações gerais da hidrostática e hidrodinâmica


como médio para poder solucionar problemas da mecânica dos fluidos.

1. Aplicar problemas profissionais relativo de pressão hidrostática, absoluta e


pressão relativa
Introdução:

Quando sobre a superfície livre de um líquido confinado em um recipiente lhe é aplicado


uma força distribuidora (F) perpendicular a dita superfície , sim a área de ação da força
a denominamos (A) então o valor da pressão medeia ou incremento da pressão que
experimenta o líquido devido à ação da força se calcula do modo seguinte:
F
P= Onde: p - pressão ó incremento da pressão ( kgf/m2 , kgf/cm2 ,
A
N/m2 = Pa

Força:

1 kgf = 9.80665 N ;
1 N = 0.101972 kgf

Pressão:

1 N / m2 = 1Pa
1 kgf / cm2 = 98066,5 Pa;
1 atm = 760 mm Hg = 10 1325 Pa;
A Pressão Atmosférica a nivel da mar e de 1 atm.
1 atm = 1,013 105 Pa  100 kPa.
1kgf / m2 = 1 mm H 2 O = 9,80665 Pa ;
1 mm Hg = 133,322 Pa;
1 Pa = 1,01972 . 10 –5 kgf /cm 2 = 0.101972 kgf/m 2
1 Pa = 7,5006 . 10 –3 mm Hg = 0.101972 mm H2O

Densidade:

1g/cm3 = 1000 kg/m3

Sim a força não é perpendicular à superfície, se não que forma um ângulo com a
horizontal , então em vez de utilizar diretamente a força , utiliza-se o componente normal
à superfície. A pressão em um ponto no interior de um líquido em repouso relativo a
uma profundidade (h) da superfície sendo o líquido de peso específico (W) calcula-se
por:

P = Po + wh

Onde :
P - é a pressão em um ponto ( N/m2) ; W - peso específico ( Kgf/m3) ( N/m3) ; 1000
3 3
( Kgf/m ) ; 9806 ( N/m ) ; h - é a profundidade até o ponto (m) ; Po- pressão na
superfície do líquido

As pressões podem expressar-se com referência a uma origem arbitrária estes podem
ser vários . Absolutos e a pressão atmosférica local.

A pressão absoluta : se toma como origem o vazio absoluto


A pressão relativa ou manométrica : Se toma como origem a pressão atmosférica
O termino ( w ) peso específico = ρ g ; e ρ g h se denomina pressão excessiva
ou relativa . ou Pressão hidrostática

Desenvolvimento :

Exercicio 1. Calcular o peso específico, o volume específico e a massa específica de


6 m³ de óleo que apresenta a massa de 4800 kg. Considere a aceleração da gravidade
igual a 10 m/s²

m 4800 kg
= = 3
= 800 kg / m 3
V 6m

N kN
W = g = 800  10 = 8000 = 8
m3 m3

Exercicio 2

Em um líquido confinado em um recipiente cilíndrico de diâmetro 0,30 m se aplica uma


força de 98 N,. Sim o peso específico do líquido é de 1000 ( Kgf/m 3) determine o
incremento da pressão produzido no líquido.
Dados :

F = 98 N, D = 0,30 m = 300 mm
Solução :
 2
Area = 0,785 d2 = d
4
A = 0,785 ( 0,30) 2
A = 0,07065 m2
F 98 N / m2
P = =
A 0,07065 m2
 P = 1387,11 N

Exercicio 3

Seja-se conhecer a pressão em um ponto no interior de um líquido em repouso a uma


profundidade desde da superfície de 3 m. Sim se conhece que o líquido conteúdo no recipiente
é água , e que sua superfície se encontra livre em contato com a atmosfera, expresse a pressão
em forma absoluta e manométrica. Assim, a pressão total no interior de um líquido é
calculada pela lei de Stevin ou lei fundamental da hidrostática:
Nota :

A pressão na parte inferior da coluna deve ser maior que a exercida em sua parte
superior posto que deve suportar o próprio peso da coluna. A massa da coluna de líquido
é :
m = V = Ah, y seu peso es p = mg = Ahg

A expressão p = patm + ρgh (Equação fundamental da hidrostática) indica que a


pressão absoluta em um ponto determinado dentro de um líquido depende da pressão
que exerce o próprio líquido mais a pressão atmosférica.

p = patm + ρgh

Onde:

Onde p = a pressão absoluta a profundidade h

p: pressão absoluta ó total em um ponto no interior de um líquido


patm: pressão atmosférica
pgh: pressão hidrostática

PAtm é a pressão atmosférica (no nível do mar esse valor é de 101325 Pa


Dados:

H = 3,0 m
Patm local = 10 330 ( kgf/m2 )

Solução :

Forma Absoluta ó total :

P = Po + wh

P = 10 330 ( kgf/m2 ) + 1000 Kgf/m3 (3,0 m )


P = 13 330 N /m2) = Pa

Forma Relativa:

O termino ( w ) peso específico = ρ g ; e ρ g h se denomina pressão relativa .


ou Pressão hidrostática

P = Po + wh
Pr = 0 + 1000 Kgf/m3 (3,0 m )
Pr = 3000 kgf /m2) = 29 419,95 N/m2 = Pa
1kgf = 9,8066 N
1kgf /m2) = 9,8066 N/m2

1 N / m2 = 1Pa

(3000 kgf /m2) x 9,8066 N/m2 =


29 419 , 95 N/m 2

Exercicio 4

Tem-se um recipiente com água encerrada em um cilindro como o que se mostra na


figura. Determine o incremento da pressão que se experimenta em um líquido devido
à força aplicada.
Dados:

F = 10 kgf
 = 300
d = 0,10 m = 100 mm = 4 plg

Solução :

Força:
F = F1 cos. 1
F = 10 ( cos 300 )
F = 10 kgf ( 0,8660)
F = 8 , 660 kgf

A = 0,785 d2 = 0,785 ( 0,10) 2


A = 0,00785 m2

F 8, 660 kgf
P = = = 1103 ,18 kgf / m 2
A 0,00785 m 2

Nota:

8,66 Kgf e o resultado da descomposição da força ( 10 kgf x cos 30) =


10 x 0,866 = 8,66.

Exercício 5

Um reservatório de descarga pelo fundo de Betão em forma retangular aberto de


capacidade 30 m3 de água, serve para armazenar água para uma industria . Precisa-
se determinar as forças de pressão que se exerce sobre as paredes e o fundo do
reservatório , sim o largo do fundo é de 3,0 m e comprimento é de 5,0 m

Solução:
Altura da lâmina de água:

hP =
(
V m3
=
)30
= 2 m
Af m 2
( )15

Area do fondo Af = 5 . 3 = 15 m2
Area das paredes molhadas (1) = 2 . 3 = 6 m2
Area das paredes molhadas (2) = 2 . 5 = 10 m2

As forças de pressão que atuam sobre o fundo do recipiente será

Pt = .g.h.Af = 1000. 9,81. 2 . 15 = 294 300 N/m2

Forças de pressão que atuam sobre a parede.


Pp = (Po + .g.h) Ap

Como o tanque é aberto Po = 0

Portanto o centro de gravidade estará dado pelo Hcg = ½ h = 0,5 . 2 = 1 m

As forças que atuam sobre a parede das 3 m de largura será igual :

Pp = 1000. 9,81. 1 . 6 = 58 860 N/m2 = Pa


P = 0,58 atm

Conclusões:

Na presente classe prática observamos algumas das aplicações das leis da hidrostática, e os
términos das expressões ou unidades para caracterizar a pressão cujos términos e conceitos
se empregam muito frequentemente em geral nas obras hidráulicas das construções .

Referencias Bibliográficas

N.N. Paskkons , Hidráulica y máquinas hidráulicas. Editorial Mir Moscú


I.I. Agroskin Hidráulica Tomo I Editorial Pueblo
Resumo para Estudo

Anexos :

1 Pa = 0,00014 psi
1 Pa = 0,0039 pulgadas de agua
1 Pa = 0,00029 pulgadas de Hg
1 Pa = 0,987x10-5 Atm.
1 Pa = 0,102x10-4 kg/cm2
1 Pa = 0,01 cm de agua
1 Pa = 0,0076 mm de Hg

Tabela - Massas específicas aproximadas (temperatura ambiente)

Material Massa específica [kg/m3]


Aço 7600
óleos 800
alumínio 2700
Mercúrio 13600
Água no estado líquido 1000
Tabela Unidades derivadas do SI para algumas grandezas

Quantidade Nome e Unidade Expressão em


símbolo unidade de base do SI
Força newton (N) m.kg/s2 m.kg/s2
Pressão pascal (Pa) N/m2 kg/m.s²
Energia joule (J) N.m m².kg/s²
Potência watt (W) J/s m².kg/s³
condutibilidade térmica - W/m.K m.kg/s³.K
coeficiente de transferência de - W/m2.K kg/s³.K
calor

Tabela - Fatores de conversão úteis


1 lbf = 4,448 N 1 Btu = 1055 J
1 lbf/pol² (ou psi) = 6895 Pa 1 kcal = 4,1868 kJ
1 pol = 0,0254 m 1 kW = 3413 Btu/h
1 H.P. = 746 W = 2545 Btu/h 1 litro (l) = 0,001 m³
1 kcal/h = 1,163 W 1 TR = 3517 W (tonelada de refrigeração)
1 atm = 14,7 lbf/pol2 (ou psi) 12000 Btu/h = 1 TR = 3,517kW
1 W x 0,853 = kcal/h
Forças distribuídas

Você também pode gostar