Você está na página 1de 2

Em Busca da Simplicidade

É uma alegria ser simples, é uma alegria estar livre da complexidade do computador.

Eric W. Pfeiffer
Da Forbes ASAP

Um movimento que despreza a complexidade Bem, primeiro as boas notícias. Alguns fabricantes
cresce criticando a indústria de computadores. de computadores estão entendendo o recado. Eles
Chamados de "thoreausistas" , em homenagem ao estão empregando, em grande número,
famoso americano do século XIX que defendia a engenheiros mecânicos e industriais treinados para
simplicidade, Henry David Thoreau, os seguidores tornar mais fácil o uso da tecnologia. Na década de
do movimento já estabeleceram Comitês de 80, a Sociedade de Ergonomia e Fatores Humanos
Simplicidade nas cidades mais importantes dos viu dobrar o número de seus sócios, sendo a maior
Estados Unidos e Europa Ocidental, e também em parte dos novos membros oriundos da indústria de
Hong Kong, Cingapura e Tóquio. "Ninguém pode computadores, de acordo com Lynn Strother, o
nos deter", diz Bill McNeali, porta-voz da diretor executivo da instituição. A Intel emprega
organização. hoje seis etnógrafos em tempo integral que,
Os thoreausistas estão convocando um boicote a exatamente como os melhores antropólogos,
todos os produtos de computador que não observam como os "nativos" usam a tecnologia, e
atendam ao teste de simplicidade de três pontos como a tecnologia poderia ser melhor concebida.
preconizado pelo movimento: Steven Liu, o diretor de um grupo de interação de
· O dispositivo pode ser operado sem o auxílio de usuários da Hauser, uma empresa de
manuais? desenvolvimento de produtos do Sul da Califórnia,
· O dispositivo é realmente plug-and-play? diz que as empresas de computadores estão
· O fabricante do produto realizou extensos procurando respostas porque seus clientes - anote
estudos de usabilidade? Os vendedores de isso - estão perguntando às empresas de
computadores estão sentindo a pressão do boicote. computadores porque elas nunca realizaram
As vendas caíram 5% e estão caindo rapidamente, "estudos de usabilidade". E o melhor de tudo:
de acordo com as pesquisas de mercado do computador de mão, provavelmente o mais
Gartner Group. Milhares de produtos estão sendo simples produto a chegar no mercado em anos, e
devolvidos a cada mês aos fabricantes e um dos poucos que efetivamente mantiveram sua
revendedores, incluindo a Dell e a CompUSA, que promessa de ser plug-and-play, está tendo um
convocaram uma reunião de cúpula de emergência sucesso estrondoso. As vendas continuam a
para responder ao boicote dos thoreausistas. crescer e espera-se que atinja 5 milhões em 2003.
Se pelo menos fosse verdade... Mas não é. Os Mas agora as más notícias...e o que vem por aí
computadores só estão se tornando mais não é nada bonito. Quando chega o tempo das
complexos a cada geração que passa. Em 1992, o vacas magras, aqueles úteis etnógrafos e
Word da Microsoft tinha 311 comandos; cinco anos especialistas em usabilidade, como Liu, são os
mais tarde ele tinha 1033. O Windows 2000 tem primeiros a serem cortados. E mesmo que não 0
quase 30 milhões de linhas de código. Mesmo sejam, a tarefa que terão pela frente é enorme.
naquele paradigma de simplicidade, no Mac, os Eles precisam mudar uma cultura inteira que opera
ícones da área de trabalho, que tornavam a sob um único mandamento: fazer a tecnologia
interface tão amigável, atingiram um número avançar em primeiro lugar e que se danem a
excessivo. Nem mesmo a maior escrivaninha facilidade de uso e a simplicidade. Os tecnólogos
virtual do mundo, enfim, pode conter todas as adoram a complexidade - e uma vez que eles
pastas existentes em seu disco rígido. concebem tipicamente os seus produtos para si
"A GUI (interface gráfica de usuário) falhou mesmos, supõem que você também goste.
conosco e está ficando pior", diz Jef Raskin, o Complexidade é o que acontece quando a indústria
criador original do Macintosh. "Ninguém está empurra as vendas acrescentando "excitantes”;
dedicando tempo a repensar o que poderia ser "novos" recursos, ou o que Donald Norman, autor
possível fazer com a tecnologia de que dispomos de O Computador Invisível chama de "recursismo
atualmente". rasteiro”.
A crescente complexidade dos computadores não Como criar uma arquitetura radicalmente nova (e
seria grande coisa se a tecnologia ficasse relegada simples) é quase impossível atualmente, (não se
ao escritório e a alguns domicílios. Mas à medida quer perder a base instalada de clientes) os
que os computadores, conduzidos pela Web, computadores estão começando a ser sufocados
abrem caminho em nossas vidas, a complexidade por sua própria história passada. Desde os
ameaça sabotar quaisquer benefícios que essas primórdios daqueles clubes domésticos, os
máquinas miraculosas nos tenham proporcionado. computadores têm sido dispositivos de uso geral.
Os construtores de confusão estão ficando Eles precisam ser todas as coisas para todas as
perdidos em suas próprias confusões. pessoas. A Microsoft admite que para agradar a
Quais são as possibilidades de que a situação se sua vasta população de clientes, ela precisa
altere, que os fabricantes comecem a desenhar oferecer milhares de recursos em um produto,
suas máquinas tendo o interesse do usuário - não embora a maioria desses recursos permaneça sem
da tecnologia, - em primeiro plano em suas uso. Ah, este é o ponto.
mentes?
Pergunte ao sempre afável Jeff Hawkins, criador do incrível complexidade de produtos como o Excel e
Palm, quão fácil foi criar um dispositivo simples: o Microsoft Office 2000 em nossos
"Todo dia eu achava alguém que queria adicionar microcomputadores. Pode ser que a ajuda esteja
alguma coisa mais - que decidia colocar esse ou vindo também nesta área - e vem na forma da
aquele recurso extra", diz ele. "É difícil dar a você última palavra que atingiu o Vale do Silício: ASP ou
uma idéia do que foi lutar contra isso. Eu ficava seja, provedores de aplicativos. Ao invés de
realmente irritado." comprar pacotes de software e instalá-los em seu
Portanto chegou a hora de organizar reuniões de computador, por que não, simplesmente alugá-los
simplicidade básica? através da Internet? Deixe que outra pessoa se
Devemos ir as ruas com nossos cartazes de preocupe com a manutenção e atualizações. Copie
boicote? "Talvez não, ainda. A seleção natural deve o software e use-o.
resolver pelo menos alguns dos problemas”, diz o Se por um lado o advento dos provedores de
autor Norman. aplicativos simplifica nossas vidas, eles não serão
"Todas as tecnologias evoluem com o uso", diz ele. a resposta final. Ainda teremos que aprender os
Norman sustenta que a indústria dos milhares de comandos do Word, tanto se o
computadores se move da adolescência para a alugarmos quanto se o comprarmos. Mas - e aqui
maturidade, sendo provável que se mova da vem a parte realmente interessante, - se o Word
complexidade para a simplicidade, exatamente for removido da área de trabalho do Wintel, então,
como ocorreu com os rádios e fonógrafos. "Isto já a própria Web se transformará em sistema
está acontecendo”, alega Norman. Observe o operacional. O monopólio da Microsoft se
advento de aparelhos de informação fáceis de enfraqueceria e alguém mais poderia ocupar o
serem usados que fazem duas coisas - e só duas espaço, talvez oferecendo programas de
coisas - mas fazem isso bem e de maneira simples. processamento de textos menores e mais
A Sega lançou o console de videogame Dreamcast, especializados, digamos, - um para escritores,
que permite às pessoas jogar seus jogos favoritos outro para jornalistas e um terceiro para
e surfar na Internet. Ainda viva e em boa forma executivos de empresas.
está a WebTV, pioneira dos aparelhos de Elementos desse admirável mundo novo estão
informação, que oferece acesso à Intemet e e-mail despontando. Já os vemos em serviços gratuitos
utilizando o aparelho doméstico de TV. Você baseados na Internet como e-mail e agendas. E
também pode comprar máquinas de e-mail que algumas novidades estão surgindo também neste
nada mais fazem além de enviar e receber campo: a Desktop.com, uma empresa de São
mensagens. E falando de Internet, esta, mais que Francisco, está tentando mover a área de trabalho
um dispositivo de informação, poderia ser o nosso do desktop para a Internet e a Arepe.com,
salvador da simplicidade. Tim O'Reilly, o pioneiro um portal de Cambridge, Massachusetts, está
dos editores de computação, diz que a Web criou experimentando alugar software e jogos a usuários
uma hoste de novos aplicativos de uso simples: com acesso de banda larga.
eles são chamados de Amazon.com. , eBay e E- No final, entretanto, Norman pode estar certo. A
Trade. "Isso é o que chamo de infoware, diz ele. Internet ajuda a completar a evolução iniciada na
Estes são os grandes aplicativos de hoje”. garagem de David Packard. Nossos rádios e TVs
O'Reilly vê a indústria dos computadores evoluindo são máquinas complexas, mas sua complexidade
para um triunvirato. Equipamento e software está oculta. Nesse novo mundo baseado na
complexos permanecerão residentes, fora da vista, Internet, o mesmo será verdadeiro para os
encobertos - confeitados, você poderia dizer - por computadores. A complexidade residirá em uma
texto de fácil entendimento como "Adicione ao ponta da rede, gerenciada por aqueles que a
carrinho de compras". Subitamente, computação amam e a compreendem. Na outra ponta,
transforma-se em compra de livros ou participação estaremos todos nós, sorridentes thoreausistas,
em um leilão. Em outras palavras, a computação felizes, ignorando nosso computador e
desaparece. contemplando as nuvens refletidas na Lagoa de
Mas o que acontece quando não estamos Walden.
comprando um livro? Continuamos sujeitos à

Revista InfoExame