Você está na página 1de 5

3.2.

A hegemonia económica britânica

Objetivo 7. Importância das inovações agrícolas e o sucesso económico inglês

A revolução agrícola teve o apoio do Paramento, o que permitiu todas as


inovações:

ü Sistema de rotação quadrienal de culturas;


ü Articulação entre a agricultura e a criação de gado: forrageiras que
asseguravam o estrume necessário e incentivavam o melhoramento das raças
animais;
ü Vedação dos campos comunitários (enclosures);
ü Inovações técnicas: a introdução de máquinas nos campos.

As inovações agrícolas resultaram num aumento da produtividade, o qual, por sua


vez, estimulou o crescimento demográfico e canalizou a mão-de-obra
excedentária para as cidades.

Objetivo 8. O mercado nacional

A Inglaterra foi o país que mais cedo se transformou num espaço económico
unificado – fatores:

ü Crescimento demográfico e urbano – motores de desenvolvimento económico,


devido ao maior consumo interno;
ü Desenvolvimento dos transportes e vias de comunicação (sistema de canais, mais
estradas) permitia resolver os problemas de abastecimento;
ü Inexistência de alfândegas internas retirava os entraves ao comércio;
ü União da Inglaterra com a Escócia e com a Irlanda criava um contexto político
propício à circulação de produtos.

Objetivo 9. Impacto do alargamento dos mercados na economia inglesa


Objetivo 12. Condições da hegemonia britânica

Condições favoráveis à hegemonia inglesa sobre o mundo:


Objetivo 9. Impacto do alargamento dos mercados na economia inglesa

Ao nível do mercado esterno, os Ingleses conseguiram abrir brechas no rigoroso


protecionismo dos estados europeus e, ainda, comerciar com os continentes americano
e asiático:

ü Comércio triangular – África, América e Inglaterra;


ü Oriente –Guerra dos Sete Anos, expulsou os Franceses da Índia, assegurando à
Companhia Inglesa das Índias Orientais o comércio dos produtos indianos para
exportação para a Europa e para trocas locais, proibindo os produtores locais de
venderem a outros estrangeiros que não os Ingleses. Índia – China (chá) – Inglaterra.
O alargamento dos mercados é um dos fatores da preponderância inglesa sobre o
Mundo.

Objetivo 10. Progresso no sistema financeiro

O sistema financeiro favoreceu o sucesso inglês:

ü Bolsa de Londres – a compra de ações do Estado ou de companhias industriais


permitiu reunir capitais em grande escala e fornecer lucros aos particulares e ao
Estado;
ü Banco de Inglaterra– realizava as operações de apoio ao comércio, emitia o
papel - moeda e financiava a atividade comercial e industrial.

Objetivo 11. Contexto do arranque industrial

Segunda metade do século XVIII – Revolução Industrial – alteração tecnológica na


produção acompanhada de roturas em vários aspetos da vida humana.

Após a Revolução Agrícola, a rutura tecnológica surgiu nos setores do algodão e da


metalurgia.

Setor algodoeiro - quando um dos ramos do setor têxtil se desenvolvia, o outro era
obrigado a acompanhá-lo.
Metalurgia - libertar a indústria do problema de escassez do combustível: carvão de
coque em vez do tradicional carvão de madeira, que melhorou o abastecimento de ar
quente aos altos-fornos.
Máquina a vapor – invento mais importante – 1767, fonte de energia artificial,
eficaz e adaptável a muitos usos.
Objetivo 12. Condições da hegemonia britânica

Condições favoráveis à hegemonia inglesa sobre o mundo:

1. No âmbito técnico e económico:

ü Sistema de rotação de culturas;


ü Articulação entre a agricultura e criação de gado;
ü Vedações (enclosures);
ü Novas máquinas agrícolas;
ü Inovações técnicas no setor algodoeiro e metalúrgico;
ü Substituição da manufatura pela maquinofatura nos diferentes setores da
economia.

2. No âmbito social e demográfico:

ü Espírito empreendedor dos landlords;


ü Afirmação da burguesia industrial;
ü Crescimento demográfico;
ü Migração para os centros urbanos.

3. No âmbito político-militar:

ü Apoio do sistema Parlamentar às enclosures;


ü Promulgação dos Atos de Navegação;
ü Criação das Companhias de Comércio;
ü Guerras contra a França e a Holanda de que a Inglaterra saiu vitoriosa.

4. No âmbito ideológico:

ü Fisiocratismo (nova doutrina económica que considerava a agricultura a base


económica da nação).

5. No âmbito comercial e financeiro:

ü Comércio triangular a partir dos portos da Inglaterra;


ü Tratado de Eden (realizado entre a França e a Inglaterra,em1786, com clara
vantagem da Inglaterra devido à exportação de lanifícios e ferragens em condições
vantajosas);
ü Ação da Companhia Inglesa das Índias Orientais;
ü Comércio com a China;
ü Bolsa de Londres e Banco de Inglaterra.
Máquina a vapor – invento mais importante – 1767, fonte de energia artificial,
eficaz e adaptável a muitos usos.

Você também pode gostar