Você está na página 1de 18

BEM - VINDOS

Medicina Tradicional Chinesa e Óleos Essenciais

23 de setembro de 2020

Valéria Soares Ketzer


MTC x Medicina Ocidental

 O pensamento ocidental tende a separar a mente do corpo, o espiritual


do material. Na Medicina Chinesa tudo tem uma intercomunicação
contínua.

 A Medicina Ocidental tende a ver todos os fatos em termos de estrutura


(morfologia, anatomia, histologia) e as patologias como alteração das
estruturas.

 A Medicina Chinesa é completamente diferente: enfatiza sobretudo a


função. Por isso os órgãos não se relacionam tanto às estruturas, mas
sim com as funções que estes órgãos exercem no corpo e na mente.
MTC x Medicina Ocidental

 A medicina Ocidental reflete o pensamento ocidental onde se procura


uma aproximação agressiva, combativa, na qual a área da doença é
cortada, irradiada, queimada, injetada ou submetida a tratamento
químico supressivo.

 O enfoque da Medicina Chinesa é a harmonia que deve residir dentro


do indivíduo, da família, do estado entre o homem e a natureza.
Segundo os princípios da Medicina Chinesa é através do
reconhecimento dos padrões da natureza, das ações harmônicas entre
eles que o homem além de preservar sua saúde, também a completa.

 O profissional da Medicina Tradicional Chinesa, baseado nestes


aspectos, não procura isolar um agente de doença e combatê-lo
ferozmente mas sim procurar um padrão de desarmonia e tratá-lo de
modo a ajudar o próprio corpo a restaurar o equilíbrio.
Conceitos Básicos MTC

Yin/Yang

QI

5 Elementos
Yin/Yang

 A teoria do Yin e Yang considera o mundo como um todo e esse todo é o


resultado da unidade contraditória de dois princípios. Chama-se Yin e Yang a
reunião das 2 partes opostas que existem em todos os fenômenos e objetos em
relação recíproca no meio natural.
 A teoria do Yin e Yang permite classificar os fenômenos e as manifestações
concretas da natureza segundo vários critérios: caracteres físicos, natureza da
manifestação, movimentos e transformações.
 O conceito de Yin e Yang é a base da Medicina Chinesa. A tendência ocidental é
ver os opostos como absolutos, a propensão de ver o mundo feito de partículas
e o desejo de ser tão preciso quanto possível. Portanto a situação é A ou B,
enquanto o pensamento chinês vê o mesmo fenômeno como algo contínuo:

a b
A polaridade nunca é estática, está em contínua
mudança. Energia e Matéria não são vistas como
separadas, mas sim como os dois extremos de algo
a b
contínuo.
Yin/Yang

Yang Yin

Fogo Água
Calor Frio
Rubor Palidez
Agitação Quietude
Seco Úmido
Duro Macio
Excitação Inibição
Rapidez Lentidão
Não-substancial Substancial
Transformação/Mudança Conservação/Estocagem
Yin/Yang

Na saúde o Yin e Yang são harmoniosamente mesclados num


equilíbrio dinâmico. Quando estiverem equilibrados não podem
ser identificados como entidades separadas, portanto, os
sintomas e sinais não aparecem.
QI

O QI é a base de todos os fenômenos no universo e


proporciona uma continuidade entre as formas material e tênues,
rarefeitas e imateriais.

O QI é um estado constante de fluxo em estados variáveis de


agregação. Quando o QI se condensa, a energia se transforma e se
acumula em forma física; quando se dispersa, o QI origina as formas
mais sutis da matéria

O QI é uma energia que se manifesta simultaneamente sobre os níveis


físico e espiritual.

O QI tem as funções de transformar, transportar, manter, aquecer e


proteger.
5 Elementos na Medicina Chinesa

Junto com a teoria do Yin e do Yang, a teoria dos 5 Elementos


constitui a base da teoria da Medicina Chinesa;
suas aplicações são numerosas
e muito importantes.

5 Elementos na Fisiologia

As relações entre os
5 Elementos funcionam como um modelo
de relações entre os órgãos Internos e entre eles e os
vários tecidos, órgãos do sentido, cores, cheiros, gostos e sons.
5 Elementos na Medicina Chinesa
Acupuntura

针刺 A técnica da acupuntura consiste na inserção de finas agulhas em


determinados pontos especiais da pele, chamados acupontos.

针刺 Os estímulos, através de uma ampla rede neural periférica, resultam


em liberação de variadas substâncias (principalmente neurotransmissores),
modulando funções motoras, sensoriais, autonômicas, neuroendócrinas e
emocionais.

针刺 A estimulação das agulhas produz intensos efeitos terapêuticos que


abrangem desde analgesia local até alterações em nível psíquico.
Acupuntura e Óleos Essenciais

针刺 Na Acupuntura Aromática, tanto os óleos essenciais quanto os


acupontos são escolhidos por associação de acordo com o quadro
energético e sintomatológico apresentado pelo paciente e pelos dados
colhidos através de métodos de diagnóstico tradicionais, como o
interrogatório, a pulsologia radial e o exame da língua, entre outros.

针刺 Essa associação pode ser feita de maneira sistemática, cruzando


as funções energéticas dos óleos essenciais com a dos pontos de
acupuntura.
Acupuntura e Óleos Essenciais

针刺 Cada óleo essencial, pela


sua característica fitoquímica, tem
uma vibração energética particular
e, por conta disso, uma ação
energética específica.

针刺 Essas características terapêuticas individuais, conferem uma


assinatura terapêutica única a cada óleo, que é a expressão máxima da
sua energia vital, chamada de Qi pela MTC.
Acupuntura e Óleos Essenciais

针刺 Para se apreender o Qi de um óleo essencial é necessário que se


atente para as suas
características, detalhes,
estrutura botânica, química,
aroma, propriedades e usos.

针刺 Utilizando a Fitoterapia, em conjunto com a


Acupuntura, pode-se dar um "Quantum“ energético ao paciente,
o que ajuda a promover um restabelecimento mais rápido e
duradouro do quadro clínico.
Acupuntura e Óleos Essenciais

针刺 A acupuntura, utiliza a estimulação dos acupontos para distribuir


e fazer circular da melhor maneira possível o Qi do paciente dentro dos
meridianos.

针刺 Durante o diagnóstico, o terapeuta distingue a natureza do


desequilíbrio do Qi e onde ele se encontra e, a partir daí, traça um
esquema terapêutico para desenvolver o tratamento.

针刺 Existem várias maneiras de estimulação de um acuponto, como


por exemplo agulhas, pressão, massagem.

针刺 Na utilização dos Óleos Essenciais é preciso preencher os


meridianos afetados pelo Qi em desequilíbrio com os princípios
energéticos e vibrações curativas provenientes das plantas medicinais.
Acupuntura e Óleos Essenciais

针刺 Energeticamente, a aplicação de um óleo essencial sobre um


ponto de acupuntura tem grande potencial terapêutico, devido ao fato de
se acrescer à função energética do ponto o Qi extremamente concentrado
dos óleos essenciais.

针刺 Obviamente, para que isso ocorra, tanto o óleo essencial quanto o


acuponto associado devem ter funções energéticas similares.
Síndromes Energéticas

Estagnação do Qi do Fígado
• TPM, enxaqueca com
náuseas, humor instável

Desequilíbrio do Shen
• Agitação, palpitações,
ansiedade

Deficiência do Qi do Baço Pâncreas


• Indigestão, distensão abdominal,
preocupação excessiva
Síndromes Energéticas

Deficiência do Qi do Pulmão
• Baixa resistência, reumatismo
(frio), melhora respiração

Deficiência do Yin do Rim


• Depressão, infertilidade,
menopausa