Você está na página 1de 8

EMBREAGEM INDUSTRIAL DE FRICÇÃO

www.embremaq.com.br

As Embreagens Industriais EMBREMAQ , são equipamentos utilizados na transmissão de força mecânica, foram projetadas para
serem acopladas em motores diesel estacionários.

Através de sua alavanca , as embreagens são engatadas e desengatadas , transmitindo assim o torque da máquina acionadora
para a máquina acionada.

A aplicação mais comum é no acionamento de máquinas que requerem a interrupção de operação, sem a necessidade de parar o
motor de combustão interna .
Principais aplicações das Embreagens EMBREMAQ :

Construção Civil
Bate estacas
Guindastes
Guinchos
Prensas tijolos e telhas

Petróleo
Bombeamento , usina de asfalto

Poços Artesianos
Perfuração e Sondagem de Solos

Hidrojateamento

Bombas Centrífugas : alta pressão , de


incêndio,hidráulicas,substâncias líquidas e pastosas
Consulte-nos :
Dragagem Tel (011) 4021-5788 Cel (011) 8532-2731 / 8532-2733
Mineração comercial@embremaq.com.br
Pavimentação embremaq@ig.com.br
Fresadoras de asfalto

Compressores

Ferroviários
Locomotivas

Geradores de energia

Agrícolas
trituradores
cortadeiras
desfibradores
moinho de cereais

Máquinas de papel
A. INTRODUÇÃO

A leitura deste manual, é necessária para operar e obter um perfeito e prolongado funcionamento das
Unidades de Transmissão de Força - EMBREMAQ

B. APLICAÇÃO

MOTOR EMBREAGEM
Fabricante/Modelo Carcaça Volante Tamanho Carcaça
J617 c J620 d (SAE) (mm)

- MERCEDEZ

OM 314/352 e 352A SAE 3 11.1/2 352,4 111 (a) SAE 3


OM 364/366 SAE 3 11.1/2 352,4 111 SAE 3
OM 366A SAE 3 11.1/2 352,4 211 SAE 3
OM 355/449 A e LA SAE 1 14 466,7 214 (b) SAE 1
OM 447A SAE 1 14 466,7 214 SAE 1
OM 447LA SAE 1 14 466,7 314 SAE 1

- MWM

6.10/6.10 T SAE 2 11.1/2 352,4 211 SAE 3


6.10 TCA SAE 2 11.1/2 352,4 211 SAE 3
D 229 - 3/4/6 SAE 3 11.1/2 352,4 111 (c) SAE 3
TD 229 - 6 SAE 3 11.1/2 352,4 211 (c) SAE 3
D/TD 232 V8 SAE 1 14 466,7 214 SAE 1
D 232 V12 SAE 1 14 466,7 214 SAE 1
TD/TBD 232 V12 SAE 1 14 466,7 314 SAE 1

- PERKINS

D 3152/4236 SAE 3 11.1/2 352,4 111 SAE 3


6.3544/LT SAE 3 11.1/2 352,4 111 SAE 3
6.355 L SAE 3 11.1/2 352,4 211 SAE 3

- SCANIA

DN 11 SAE 1 14 466,7 214 SAE 1


DS/DSI/DSC 11 SAE 1 14 466,7 314 SAE 1
DS/DSI/DSC 14 SAE 1 14 466,7 314 SAE 1

- CUMMINS

6 C/CT/CTA 8,3 SAE 1 14 466,7 214 SAE 1


N 855 SAE 1 14 466,7 214 SAE 1
NT/NTA/NTTA 855 SAE 1 14 466,7 314 SAE 1

- CATTERPILAR

3304/3306 SAE 1 14 466,7 214 SAE 1


3408 SAE 1 14 466,7 314 SAE 1

Para demais aplicações entrar em contato.

a) necessita uso de suporte de rolamento


b) necessita uso de suporte de rolamento
c) necessita uso de suporte de rolamento
4 - Conjunto Motor - Embreagem

a) Afim de eliminar qualquer deslocamento do anel externo do rolamento piloto, ao ser fixado sob
pressão no furo do volante, d evem ser dados alguns golpes com um martelo macio na
extremidade do eixo da Embreagem.

b) Em acionamentos laterais é recomendável medir o esforço de flexão, provocado pela força


radial aplicada no eixo da Embreagem, afim de evitar danos posteriores. Para determinar a
magnitude desse esforço nas condições de serviço, proceder da seguinte maneira:

1- Instalar o relógio comparador em um lugar rígido do motor(carcaça ou base),de modo que sua
haste fique apoiada em um ponto oposto ao ponto da aplicacão da forca radial, com o ponteiro
do relógio na posição ‘O’.

2- Colocar em funcionamento o sistema nas condições normais de serviço, desta forma o desloca
mento do ponteiro do relógio indicará a magnitude do esforço de flexão sob o eixo da Embreagem,
o qual deve ser menor ou igual a 0,25mm.

D - OPERAÇÃO

A Embreagem EMBREMAQ pode ser acionada com o motor parado ou em funcionamento, mediante
a ‘Alavanca de Comando’, montada indiferentemente em um dos extremos do ‘Eixo de Comando’.

a)A ‘Alavanca de Comando’ tem duas posições definidas:

1- Posição de Engate - Quando a ‘Alavanca de Comando’ for levada para a posição de engate,
acionará o mecanismo interno da Embreagem, fazendo que os discos flutuante e fixo comprimam
o disco de fricção, permitindo deste modo a Transmissão de Potência’ do motor ao ‘Eixo da
Embreagem’.

2- Posição de Desengate - Nesta posição a ‘Alavanca de Comando’ pode permanecer por


tempo indeterminado com o motor em funcionamento, sem que exista transmissão através
da Embreagem, visto que a cremalheira e o disco de fricção girem livremente junto com o
volante do motor.

b) Regulagem - A Embreagem EMBREMAQ deverá ser regulada, se, durante a sua operação, for
notada uma das seguintes irregularidades:

1- A ‘Alavanca de Comando’ desengatar sem ter sido acionada.

2- A ‘Alavanca de Comando’ ter sido acionada na ‘Posição de Desengate’ e não apresenta um


desengate perfeito.

3- Após a ‘Alavanca de Comando’ ter sido acionada para a ‘Posição de Engate’ e o disco de
fricção deslizar livremente entre os discos flutuante e fixo.

4- Após a ‘Alavanca de Comando’ ter sido acionada para a ‘Posição de Engate’ e a Embreagem
esquentar, visto que o mecanismo interno da Embreagem não transmite uma força suficiente ao
disco flutuante, para comprimir o disco de fricção contra o disco fixo.

c) A Embreagem EMBREMAQ deve ser regulada de acordo com a seguinte sequência:

1- Remover a ‘Tampa de Inspeção’ e girar o ‘Eixo de Acionamento’ até que o ‘Pino Trava’ apareça.

2- Pressionar o ‘Pino Trava’ de maneira que o ‘Disco de Regulagem’ possa ser girado no sentido
anti-horário.

3- Girar o ‘Disco de Regulagem’ no sentido horário até não existir folga e a ‘Alavanca de Comando ’
oferecer nítida resistência.Em seguida recuar o ‘Disco de Regulagem’ de 1 a 2 entalhes e soltar o
‘Pino Trava’, o que dará automaticamente a folga desejada.

Obs- Toda Embreagem nova geralmente necessita de regulagem, até que a superfície do disco de fricção
se ajuste.
E - MANUTENÇÃO

- Colar de acionamento - Deve ser lubrificado diariamente , aplicando uma pequena quantidade de graxa
antes da partida através da engraxadeira de lubrificação situada na ponta da mangueira flexível
( para o miolo da fricção ) .

Utilizar graxa de boa viscosidade e alta temperatura .

No caso da Embreagem completa a engraxadeira situa-se fixada na parte cônica da carcaça .

- Rolamentos de rolos cônicos - Estes rolamentos montados na parte posterior da carcaça da Embreagem,
devem ser igualmente lubrificados com graxa apropriada a cada 100 horas de serviço, através da
graxeira, montada na parte exterior do cubo da carcaça.

- Graxa para rolamentos

- SHELL - ESSO - IPIRANGA - ATLANTIC - MOBIL OIL


Retinax A Multi Purpose Grease H Isaflex n.2 Lubrificante 54 Mobil Grease MP

- Disco de fricção - Deve ser substituído quando o mecanismo interno da Embreagem não admita mais
regulagem e a força por ele transmitida ao disco flutuante, seja insuficiente para comprimir o disco de
fricção contra o disco fixo.

Para substituir o disco de fricção seccionado (bi-partido ou tri-partido), deverá ser removida a Embreagem
do motor ao qual está acoplada, para desta forma atingir o conjunto interno onde está localizado o disco
de fricção.

Para substituir o disco de fricção inteiriço proceder da seguinte maneira:

1- Remover a Embreagem do motor

2- Retirar o rolamento piloto, a porca do disco fixo e a porca de fixação da graxeira do colar de
acionamento.

3- Acionar a alavanca de comando para a posição de engate, conseguindo desta maneira desmontar o
conjunto interno da Embreagem.

4- Retirar os pinos que fixam os marteletes,luva de engate e colar de acionamento ao conjunto de discos.

5- Após retirar os discos de regulagem e flutuante é possível remover o disco de fricção do disco fixo.

Obs. Para substituir o disco de fricção da Embreagens 211 / 214 / 314 que comportam
respectivamente, 2 e 3 discos, também são válidas as instruções acima descritas.
- Quadro das cargas laterais permitidas.

Tipo Velocidade Distância ‘X’ em milímetros

RPM 25 50 76 101 152 177 203 228


1000 1314 1099 862 711 - - - -
111 1200 1250 1099 862 711 - - - -
1800 1103 1022 862 711 - - - -
2400 1008 935 862 711 - - - -
2800 964 893 830 711 - - - -

1000 1956 1462 1168 971 728 - - -


1200 1883 1462 1168 971 728 - - -
211
1800 1681 1462 1168 971 728 - - -
2400 1530 1435 1168 971 728 - - -

1000 2577 2025 1671 1418 1095 978 888 -

1500 2577 2025 1671 1418 1095 978 888


214 2577 2025 1671 1095
-

2000 1418 978 888 -

2200 2577 2025 1671 1418 1095 978 888 -

1000 2668 2206 1810 1538 1180 1060 957 877


1500 2305 2206 1810 1538 1180 1060 957 877
314
2000 2165 2047 1810 1538 1180 1060 957 877
2200 2089 2004 1810 1538 1180 1060 957 877

- Especificações de potências.

Potência Máxima do Motor Velocidade Máxima de Peso


Carcaça Torque Máximo
Recomendada CV Operação RPM Aproximado
SAE Recomendado
Kg
Tipo Nro. Kg.m.
Serviço Serviço Serviço Disco Disco
Leve Normal Pesado Sólido Seccionado

111 3-2-1 44 105 83 58 2325 1800 60


211 2-1 89 193 122 76 2325 1800 72
214 1-0 213 293 186 116 2500 1900 130
314 1-0 318 425 248 143 2500 1800 188

Você também pode gostar