Você está na página 1de 3

Nome Completo: Raquel Francisca Lopes do Carmo RGM: 19522380

Instituição: Universidade Cruzeiro do Sul Data: 07/10/2020


Curso: Licenciatura em História
Disciplina: Estágio Curricular Supervisionado em História no Ensino Médio

ATIVIDADE 1.2 - BNCC E SEUS DESAFIOS PARA IMPLEMENTAÇÃO

Analise e comente (com suas próprias palavras) as propostas gerais e as competências


gerais da educação básica e como essas são relevantes para a formação do estudante.
Destaque uma das competências gerais da educação básica e depois comente como essa
competência se articula com o itinerário formativo da sua área de atuação (Área de
Ciências Humanas e Sociais Aplicada). A sua análise deve conter, no mínimo, uma
lauda (página).

Digite aqui seu texto:

As propostas gerais e as competências gerais da educação básica auxiliam o


professor no direcionamento do seu trabalho com os alunos no objetivo de o tornar um
cidadão apto para viver em sociedade. Tratando-se das propostas e competências,
podemos atenuar que parece não ter sido levado como prioridade a visão dos
professores que lideram salas de aulas todos os dias, não lembrando que a maior parte
das escolas brasileiras não contam com uma infraestrutura adequada para atender tais
necessidades. Deixando de fora também o interesse sobre os alunos que vivem em
situações desfavoráveis, tanto financeira, quanto familiar ou até mesmo que sofrem de
alguma condição especial de saúde. Não abordando sobre possíveis soluções para esses
obstáculos no dia-a-dia do professor. Vale observar também a meta de desenvolver nos
alunos habilidades como as de compreensão, valores e argumentação em sociedade.
Essa meta na maioria dos casos pode não passar de uma tentativa falha do governo, pois
não existe hoje estrutura física que possibilite tal desenvolvimento de forma efetiva. É
comum vermos escolas publicas em completa degradação, muitas vezes carentes de
elementos básicos para a estrutura de um ambiente escolar, como luz; ou com paredes
tomadas pela infiltração e pela umidade que acaba colocando em risco tanto a saúde dos
profissionais quanto a dos alunos. Em sua grande maioria, não tem acesso a um espaço
de desenvolvimento tecnológico decente, sem matérias básicos como data show e salas
de vídeo em estado precário.

Também é fácil de se notar que a população se encontra “confortável” com tal


nível de desleixo dos governantes e são poucos – quase mínimos os cidadãos que lutam
por melhorias dentro das redes de ensino em suas comunidades. A Base Nacional
Comum Curricular propõe que mudanças na estrutura de ensino sejam feitas, mas se
uma base solida de professores, pais e alunos não estiverem dispostos a auxiliar em tais
estruturações essas mudanças não acontecerão. Em teoria as dez competências gerais da
educação básica auxiliariam na criação de um cidadão para a sociedade futura, mas na
pratica cotidiana da educação em nosso país nos dias de hoje, pode-se imaginar que não
surtiria o efeito esperado.

Quando destacamos a competência de numero cinco é de se imaginar que a


tecnologia será uma das maiores barreiras se serem vencidas. Pontos como a falta de
estrutura citado acima, volta a ser tópico novamente neste texto, pois como é de
conhecimento geral, a pandemia do Covid-19 afetou diretamente o ensino aplicado
pelos professores, é notável o quanto todos estão sem suporte, alguns não possuem os
materiais necessários ou o conhecimento prévio dado sobre como prosseguir as aulas
em um sistema de multiplataformas digitais. Cerca de 70% dos alunos da rede publica
de ensino não possuem equipamentos para dar continuidade aos seus estudos de forma
remota.

Tratando-se especificamente da disciplina de História, podemos citar a


competência básica de número um; que propõe que o aluno utilize de conhecimento
histórico construído pelo mundo físico, social, cultural e no ano de 2020, digital, com o
objetivo de que o mesmo possa entender e explicar a realidade. Com o passar dos anos
podemos notar que o avanço tecnológico tem sido uma mão amiga para as aulas de
história, tornando-as mais dinâmicas e menos maçantes que os livros e lousas. É
possível teletransportar a sala de aula virtualmente usando recursos como Google Earth,
documentários facilmente encontrados online e até mesmo o Google Images na busca de
artigos visuais que ajudem diversificar as aulas.

A Base Nacional Comum Curricular conta com propostas realmente


interessantes, porém ainda temos que aguardar uma inciativa do governo e da
população em conjunto para dar vida à uma rede de ensino fisicamente
estruturada adequadamente propicia para a utilização da BNCC.

Referencias:

Base Nacional Comum Curricular, MEC.<https://www.ipea.gov.br/ods/ods4.html#:~:text=At


%C3%A9%202030%2C%20garantir%20que%20todos%20os%20alunos%20adquiram
%20conhecimentos%20e,uma%20cultura%20de%20paz%20e> (Acesso em: 07/10/2020)