Você está na página 1de 7

Frei Luís de

Sousa, Almeida
Garrett
ATO II – Cenas X a XIII
ASSUNTO

Cena X – Desabafos de Madalena a Frei Jorge sobre as razões do seu desespero em


relação ao dia em que decorre a ação e o seu sentimento de pecado em relação ao amor por
Manuel de Sousa.
Cena XI - Anúncio da visita de um peregrino que vem da Terra Santa com um recado para
Madalena e que apenas a ela o dará. Decisão de D. Madalena de receber o romeiro.
ASSUNTO

Cena XII – Reflexão e comentário de Frei Jorge sobre o comportamento


de muitos falsos peregrinos que se aproveitam da caridade dos fiéis.
Cena XIII - Encontro do Romeiro com D. Madalena.
Importância do misterioso “hoje”

Data reveladora de muitas coincidências.


Faz anos que D. Madalena e D. João se
casaram; faz anos que se deu o desastre de
Alcácer Quibir; faz anos que D. Madalena
viu, pela primeira vez, Manuel de Sousa
Coutinho – dia fatídico.
Razões pelas quais D. Madalena considera a primeira vez que viu
Manuel de Sousa como uma das suas “infelicidades”

Vê essa situação como um pecado, uma vez que o amou quando


ainda era casada com D. João de Portugal.
Funções desempenhadas por Frei Jorge nestas cenas

Frei Jorge funciona como confidente e, simultaneamente,


comentador da ação, funções atribuídas na tragédia clássica ao
coro.
Gramática no texto

1. Justifica a anteposição do pronome pessoal relativamente à forma verbal na


segunda frase da passagem “Telmo que vá com ela, não o quero cá”.
➢ Nas frases negativas, o pronome passa sempre para antes do verbo.

2. Identifica o conjunto que é constituído por palavras com o mesmo processo de


formação.
A. sexta-feira – arcebispo – embarcar - bendito
B. amuo – anoitecer – enterrar – aprontar
C. desagradecidos – apressadamente – impertinências – infelicidades
D. religiosos – louvável – freirinha - santificado

D – Derivadas por sufixação.