Você está na página 1de 31

Física Básica –

Módulo 3:
Eletromagnetismo
Profa. Sandra
Pedro
Departamento de
CARGAS
Eletrônica
Quântica ELÉTRICAS
IFADT - UERJ
ELETROMAGNETISMO
• Combinação dos fenômenos elétricos e magnéticos
CARGA ELÉTRICA
• Propriedade intrínseca da matéria

• Dois tipos de cargas elétricas → positiva (+) e negativa (-)

Objeto eletricamente neutro ≠ Objeto eletricamente carregado

Igualdade de cargas Desigualdade de cargas

Objetos eletricamente carregados interagem exercendo forças


sobre outros objetos → força eletrostática
Cargas de mesmo sinal se repelem e cargas de sinais opostos
se atraem

Atração
Repulsão
PERGUNTA

Um isolante elétrico é um material:


(a) Que não possui elétrons;
(b) Que possui poucos elétrons livres;
(c) Que tem mais elétrons que prótons na superfície;
(d) Que não é um elemento químico puro;
CONDUTORES E ISOLANTES
Materiais são classificados de acordo com a
facilidade com que a carga elétrica se move em • Semicondutores:
propriedades intermediárias
seu interior entre condutores e isolantes
• Isolantes: Pouca ou
• Condutores: Alta nenhuma mobilidade
mobilidade de de cargas
cargas elétricas

• Supercondutores: Condutores
perfeitos; cargas se movem
sem resistência
CONDUTORES E ISOLANTES

Condutores – grande quantidade de elétrons livres


Isolantes – pequena (ou nenhuma) quantidade de elétrons
livres
PERGUNTA

Um isolante elétrico é um material:


(a) Que não possui elétrons;
(b) Que possui poucos elétrons livres;
(c) Que tem mais elétrons que prótons na superfície;
(d) Que não é um elemento químico puro;
PERGUNTA

Um isolante elétrico é um material:


(a) Que não possui elétrons;
(b) Que possui poucos elétrons livres;
(c) Que tem mais elétrons que prótons na superfície;
(d) Que não é um elemento químico puro;
CONDUTORES E ISOLANTES
Átomos: formados por prótons (+), elétrons (-) e nêutrons (0).
Apenas os elétrons possuem mobilidade para se mover dentro de um condutor –
condutores possuem muitos elétrons de condução
• Material positivamente carregado →perdeu elétrons
• Material negativamente carregado → ganhou elétrons

Unidade de carga elétrica: Coulomb (C) no SI


1 Coulomb é a quantidade de carga
Bastão de
transportada por uma corrente elétrica que
cobre neutro atravessa a seção reta de um fio em intervalo
de tempo de 1 segundo

Bastão de plástico
1C = 1 A.1 s (SI)
carregado
PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO

Eletrização por atrito

• Inicialmente, o tecido e o cano


de PVC estão eletricamente
neutros.
• Durante o processo de fricção, o
cano de PVC arranca alguns
elétrons do tecido.
stickmanphysics.com

• O tecido perdeu elétrons e


adquire carga positiva; o cano
adquire carga negativa por
ganhar elétrons.
PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO
Eletrização por atrito

• Nos pontos de contato entre os objetos, pequenas quantidades de carga


são transferidas de um material para outro.
• Após o atrito, ambos os corpos ficam eletricamente carregados.
• Os dois corpos adquirem a mesma quantidade de carga em módulo, mas
com sinais opostos.
• Apenas a área atritada se torna carregada, e as partículas carregadas
não são capazes de se deslocar para outras partes do material.
PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO
Série Triboelétrica
• Mostra quais materiais que possuem
maior tendência a doarem ou
receberem elétrons quando postos
em contato
• Mais abaixo: maior afinidade de
receber elétrons
• Mais acima: maior afinidade de
perder elétrons
*tribos = fricção (grego)
Ex: algodão e vidro
Algodão → ganha e-
Vidro → perde e-
PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO
Eletrização por contato

Comum entre condutores devido à mobilidade dos elétrons

Eletrização com
carga positiva

e- passam do corpo neutro


para o positivo

Eletrização com
carga negativa

e- passam do corpo negativo


para o corpo neutro
Eletrização por contato
PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO
Eletrização por indução

e-

Objeto eletricamente Carga redistribuída: cargas de Aterramento:


neutro sinais opostos são atraídas elétrons em direção à Terra
para o objeto

Excesso de carga (+) Esfera positivamente


não uniforme carregada por indução
PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO
Eletrização por indução
e-

Objeto aterrado: quando estabelecemos um caminho entre o objeto e a


Terra constituído por materiais condutores.
Objeto descarregado: quando a carga de um objeto é neutralizada pela
eliminação do excesso de cargas positivas ou negativas através da Terra.
PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO
Eletrização por indução

stickmanphysics.com

Sem aterramento, o corpo fica carregado temporariamente –


não ocorre transferência de elétrons e o corpo volta a se tornar
neutro quando o objeto carregado é afastado.
LEI DE COULOMB
• Força eletrostática → força de repulsão ou atração associada
à carga elétrica
Charles Augustin de Coulomb
Repulsão Engenheiro e Físico Francês
1736-1806

A Lei de Coulomb determina a força elétrica


Repulsão
entre partículas carregadas:
• A força é proporcional ao inverso do
Atração quadrado da distância entre as cargas e ao
produto das cargas.
• A força entre duas cargas puntiformes é
exercida ao longo da linha entre as cargas.
• Força repulsiva para cargas de mesmo sinal
e atrativa para cargas de sinais opostos.
LEI DE COULOMB
𝑞1 𝑞2
𝐹Ԧ = 𝑘 2 𝑟Ƹ
𝑟
q1 e q2 → cargas das partículas
r → distância entre as cargas;
𝒓ො → vetor unitário que dá a direção da força
Constante eletrostática
1 m 2
𝑘=
4𝜋𝜀0
= 8,99.109𝑁. 2
C
1 |𝑞1 ||𝑞2 |
𝐹=
4𝜋𝜀0 𝑟2
Constante de permissividade elétrica
𝐶 2
Módulo da força eletrostática
𝜀 = 8,85.10−12 . 𝑚2
0
𝑁
Simulação 1
QUANTIZAÇÃO DA CARGA ELÉTRICA
Partícula Símbolo Carga
A carga elétrica é quantizada, na forma Elétron e -e
Próton p +e
Nêutron n 0
𝒒 = 𝒏𝒆
Quarks – partículas com cargas fracionadas.
Com n = ±1, ±2, ±3, ±4.... São encontradas sempre ligadas e ainda não
foram observadas isoladamente.
Onde e é a carga elétrica elementar
e = 1,60218.10-19 C
CONSERVAÇÃO DA CARGA
ELÉTRICA
A carga elétrica é conservada: a carga elétrica de um
sistema isolado é constante.
A carga total de um sistema não pode ser alterada sem a
adição ou subtração de cargas.
Decaimento alfa: 𝟐𝟑𝟖
𝟗𝟐𝑼 → 𝟐𝟑𝟒
𝟗𝟎𝑻𝒉 + 𝟒
𝟐𝑯𝒆 Partícula alfa
PERGUNTA

O núcleo atômico do elemento químico érbio (Er) contém 68 prótons e 90


nêutrons. Qual é o número total de elétrons no átomo de érbio
eletricamente neutro?
(a) 90;
(b) 158;
(c) 22;
(d) 68;
PERGUNTA

O núcleo atômico do elemento químico érbio (Er) contém 68 prótons e 90


nêutrons. Qual é o número total de elétrons no átomo de érbio
eletricamente neutro?
(a) 90;
(b) 158;
(c) 22;
(d) 68;
PERGUNTA
• Para tornar um objeto eletricamente neutro em positivamente
carregado deve-se:
(a)Remover nêutrons do objeto;
(b)Adicionar nêutrons ao objeto;
(c)Adicionar prótons ao objeto;
(d)Remover elétrons do objeto.
PERGUNTA
• Para tornar um objeto eletricamente neutro em positivamente
carregado deve-se:
(a)Remover nêutrons do objeto;
(b)Adicionar nêutrons ao objeto;
(c)Adicionar prótons ao objeto;
(d)Remover elétrons do objeto.

Apenas os elétrons de condução podem se mover;


prótons não possuem alta mobilidade.
PERGUNTA

Um bom condutor de eletricidade é um material:


(a) Que não possui elétrons;
(b) Que possui poucos elétrons livres;
(c) Que tem mais elétrons que prótons na superfície;
(d) Que possui muitos elétrons livres para se movimentar no interior do
material;
PERGUNTA

Um bom condutor de eletricidade é um material:


(a) Que não possui elétrons;
(b) Que possui poucos elétrons livres;
(c) Que tem mais elétrons que prótons na superfície;
(d) Que possui muitos elétrons livres para se movimentar no interior do
material;
PERGUNTA
• Quando uma barra de borracha recebe uma carga negativa ao ser
esfregada com um tecido de lã
(a) Cargas positivas são transferidas da borracha para a lã;
(b) Cargas negativas são transferidas da borracha para a lã;
(c) Cargas negativas são transferidas da lã para a borracha;
(d) Cargas positivas são transferidas da lã para a borracha;
PERGUNTA
• Quando uma barra de borracha recebe uma carga negativa ao ser
esfregada com um tecido de lã
(a) Cargas positivas são transferidas da borracha para a lã;
(b) Cargas negativas são transferidas da borracha para a lã;
(c) Cargas negativas são transferidas da lã para a borracha;
(d) Cargas positivas são transferidas da lã para a borracha;
OBRIGADA!
Para mais vídeos e material suplementar, acesse AVA UERJ
– Curso de nivelamento de Física Básica – Módulo 3.
E-mail: sandrafisuerj@gmail.com
Discord: @sspedro
Site: https://sites.google.com/site/spedrofis/home

Você também pode gostar