Você está na página 1de 44

Sexta-feira, 14 de Agosto de 2015 III SÉRIE —

­ Número 65

IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P. aprovado pelo Decreto n.º 62/2006, de 26 de Dezembro, correm èditos de
trinta dias a contar da segunda publicação no Jornal Noticias chamando
AVISO
a quem se julgue com direito a opõr-se que seja atribuido o Certificado
A matéria a publicar no «Boletim da República» deve ser
remetida em cópia devidamente autenticada, uma por cada Mineiro n.º 7658CM, para pedra de construção na província de Nampula,
assunto, donde conste, além das indicações necessárias para Distrito de Nacala-a-Velha, a favor do titular Mono Pri, Limitada, com
esse efeito, o averbamento seguinte, assinado e autenticado:
Para publicação no «Boletim da República». as seguintes coordenadas geográficas:

Vértice Latitude Longitude


Governo da Província de Nampula 1 -14º 29’ 45,00’’ 40º 33’ 15,00’’
2 -14º 29’ 45,00’’ 40º 33’ 30,00’’
Direcção Provincial dos Recursos Minerais e Energia
3 -14º 30’ 45, 00’’ 40º 33’ 30,00’’
4 -14º 30’ 45,00’’ 40º 33’ 15,00’’
AVISO

A Direcção Provincial dos Recursos Minerais e Energia, faz saber


Direcção Provincial de Minas, em Nampula, 1 de Julho de 2015. —
que nos termos do artigo 15 do Regulamento da Lei de Minas em vigor, O Director Provincial, Ilegível.

ANÚNCIOS JUDICIAIS E OUTROS

G&N Construções, Limitada de personalidade jurídica. É uma sociedade por Dois) Por deliberação da assembleia geral,
quotas de responsabilidade limitada, que se regerá e havendo a devida autorização a sociedade
Certifico, para efeitos de publicaçaão, que pela disposição do presente contrato de sociedade poderá exercer actividades conexas, tais
no dia vinte e oito de Julho de dois mil e quinze, e diplomas legais aplicáveis. como consultorias e fiscalizações, e outras
foi matriculada na Conservatória do Registo
de Entidades Legais sob NUEL 100621614 ARTIGO SEGUNDO complementares ou subsidiarias á actividade
uma entidade denominada G&N Construções, principal.
(Duração)
Limitada.
A duração da sociedade é por tempo ARTIGO QUINTO
É celebrado o presente contrato de sociedade,
indeterminado, contando-se o seu inicio a partir
nos termos do artigo noventa do Código (Capital social)
da data da celebração do presente contrato.
Comercial, entre:
ARTIGO TERCEIRO Um) O capital social, integralmente realizado
Eugénio Inácio Nhamússua, solteiro, maior,
em dinheiro e bens, é de um milhão e quinhentos
natural de Maputo, de nacionalidade (Sede)
moçambicana, e residente nesta cidade meticais, assim distribuídos:
de Maputo, portador do Passaporte A sociedade tem a sua sede na cidade de a) Uma quota com valor nominal de um
n.º 10AA85675, de dezoito de Janeiro de dois Maputo, Avenida Vinte e Cinco de Setembro milhão e quatrocentos e vinte cinco
mil e doze, emitido pela direcção Nacional de número mil quinhentos e nove, primeiro andar,
mil meticais, equivalente a noventa
Migração de Maputo, que outorga neste caso podendo por deliberação da assembleia geral, abrir
filiais, agências ou outras formas de representação e cinco porcento do capital social,
por si em representação do menor, Kaylane
social em território nacional e no estrangeiro. pertencente ao sócio Eugénio Inácio
Agripa Matavele natural de Chókwè, de
nacionalidade moçambicana. Nhamussua;
ARTIGO QUARTO
b) Uma quota com valor nominal setenta
ARTIGO PRIMEIRO (Objecto) e cinco mil meticais, equivalente
(Denominação) a cinco porcento do capital social
Um) A sociedade tem por objecto principal,
A sociedade denominar-se-á G&N Construções, o exercício da actividade de construção civil e pertencente ao sócio Kaylane
Limitada, A sociedade é uma pessoa colectiva obras públicas. Agripa Matavele.
2460 III SÉRIE — NÚMERO 65

ARTIGO SEXTO Dois) Dissolvendo-se a liquidação será feita ARTIGO TERCEIRO


na forma aprovada por deliberação dos sócios
(Aumento do capital) (Objectivo)
sem assembleia geral.
O capital social poderá ser aumentado Um) A sociedade tem como objecto a
mediante deliberação da assembleia geral, por ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO prestação de serviços e assistência técnica no
entrada em valores monetários ou bens. (Omissões) ramo de arquitetura, elaboração de projectos e
estudos, design , contabilidade auditoria.
ARTIGO SÉTIMO Todos casos omissos serão regulados Dois) A sociedade poderá exercer actividades
pela legislação aplicável na República de complementares ao objecto principal, por
(Divisão e cessão de quotas)
Moçambique. deliberação da assembleia geral desde que sejam
Um) A divisão e cessão de quotas entre Está conforme. lícitos e permitidos por lei.
sócios é livre.
Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze.
Dois) A divisão e cessão de quotas a favor CAPÍTULO II
— O Técnico, Ilegível.
de terceiros carece de consentimento, por
escrito, da sociedade, gozando do direito de Dos sócios e capital social
preferência em primeiro lugar a sociedade e ARTIGO QUARTO
depois os sócios. Invictam Arquitetura
Três) O sócio que pretender ceder a sua quota e Contabilidade, Limitada (Capital social)
deverá comunicar esta intenção a sociedade. O capital social, integralmente subscrito
Quatro) Não desejando a sociedade e os Certifico, para efeitos de publicaçaão, que e realizado em dinheiro, é de mil meticais,
restantes sócios exercer o direito de preferência no dia três de Agosto de dois mil e quinze, foi representativo de duas quotas assim distribuídas:
que lhes é conferida nos termos do número dois matriculada na Conservatória de Registo de
do presente artigo, a quota poderá ser livremente a) Uma quota no valor nominal de
Entidades Legais sob o NUEL 100637014 uma
cedida. quinhentos e dez meticais,
entidade denominada Invictam Arquitetura e
Cinco) A divisão e cessão de quotas que correspondente a cinquenta e um
Contabilidade, Limitada.
ocorre sem observância do estabelecido no por cento pertencente ao sócio
É celebrado nos termos do artigo noventa Helden Miguel Manhece dos
presente artigo, é nula e de nenhum efeito.
do Código Comercial o contrato de sociedade Santos;
ARTIGO OITAVO entre: b) Uma quota no valor nominal de
(Administração)
Helden Miguel Manhece dos Santos, quatrocentos e noventa meticais,
moçambicano titular do Bilhete de correspondente a quarenta e nove
Um) A administração da sociedade, em Identidade n.º 070100256256C, emitido por cento, pertencente ao sócio
todos actos e contraltos, em juízo e for a dele, em Maputo aos quinze de Junho de dois Antonio Di Clemente.
activa e passivamente, é confiada ao sócio mil e quinze, válido até quinze de Junho de
Eugénio Inácio Nhamussua, que fica assim dois mil e vinte e António Di Clemente, de ARTIGO QUINTO
nomeado administrador, com dispensa de nacionalidade italiana, titular do Passaporte
prestar caução, bastando a sua assinatura para (Transmissão e oneração de quotas)
n.º YA0172032, emitido pelas autoridades
obrigar validamente a sociedade. A divisão e a cessão de quotas, bem como
Italianas aos dezassete de Agosto de dois mil
Dois) O administrador pode delegar em a constituição de quaisquer ónus ou encargos,
e nove, valido até vinte e dois de Agosto de
terceiros, mediantes procuração, todo ou parte carecem de autorização prévia dos sócios por
dois mil e dezanove; ambos representados
dos seus poderes de administração. deliberação a ser tomada em assembleia geral.
por Laurindo Saraiva conforme procuração.
Três) Fica expressamente vedado ao
administrador, obrigar a sociedade em actos e CAPÍTULO III
CAPÍTULO I
contraltos estranhos a sociedade.
Da denominação, duração, sede Dos órgãos da sociedade
ARTIGO NONO e objecto ARTIGO SEXTO
(Assembleia geral)
ARTIGO PRIMEIRO (Órgãos sociais)
Um) A assembleia geral reunir-se-á
(Denominação e duração) Constituem órgãos da sociedade:
ordinariamente uma vez por ano, para apreciação
do balance de contas do exercício anterior e para a) A assembleia geral;
A sociedade adopta a denominação de
deliberar sobre quaisquer assuntos para que b) A administração;
Invictam Arquitetura e Contabilidade, Limitada,
tenha sido devidamente convocada. c) Conselho directivo.
por tempo indeterminado, contando-se o início
Dois) A assembleia geral reunir-se-á a partir da data da constituição. ARTIGO SÉTIMO
extraordinariamente sempre que convocada
pelo Administrador ou pelos sócios. ARTIGO SEGUNDO (Convocatória e reuniões da assembleia
Três) O fórum necessário para assembleia geral)
reunir-se-á presença dos sócios, ou a presença (Sede)
Um) A assembleia geral ordinária reunir-se-á
de mandatários em representação e o adminis- A sociedade tem a sua sede na Avenida da uma vez por ano dentro dos três meses após o
trador. Marginal, número quatro mil cento e cinquenta termo do exercício para:
ARTIGO DÉCIMO e nove, bairro da Sommerschield, na cidade de a) Deliberar sobre o balanço, contas e o
Maputo, podendo por deliberação dos sócios, relatório da administração referente
(Dissolução) ao exercício;
ser alterada para um outro ponto do país,
Um) A sociedade só se dissolve nos casos podendo-se inclusive estabelecer sucursais, ou b) Deliberar sobre a aplicação de
previstos e estabelecidos na lei. representações fora do país. resultados;
14 DE AGOSTO DE 2015 2461

c) Eleição dos membros dos órgãos ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO b) Comercio a grosso com importação
sociais; e e exportação;
(Omissões)
d) A revisão das quotas. c) Prestação de serviços.
Dois) Compete ao administrador nomeado Em tudo quanto não estiver previsto no
presente estatuto regular-se-á pelo Código A sociedade poderá exercer outras
pela sociedade a convocação das assembleias actividades conexas, complementares ou
Comercial e pertinente legislação em Vigor na
gerais, devendo esta ser feita por meio de
República de Moçambique. subsidiárias do objecto social principal,
carta, num período de antecedência mínima de
Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze. participar no capital social de outras
quinze dias.
— O Técnico, Ilegível. sociedades ou associar- se a outras empresas.
Três) Os sócios podem reunir-se em
assembleia geral sem a observância do disposto ARTIGO QUARTO
no número anterior desde que todos os sócios
estejam presentes ou representados e todos (Duração)
manifestem a vontade de que a assembleia se WebInfo & Serviços, Limitada. A duração da sociedade é por tempo
constitua e delibere sobre determinado assunto.
indeterminado.
Certifico, para efeitos de publicaçaão, que no
ARTIGO OITAVO dia dezoito de Fevereiro de dois mil e quinze, ARTIGO QUINTO
(Representação em assembleia geral) foi matriculada na Conservatória de Registo de
Entidades Legais sob o NUEL 100577615 uma (Capital social)
Os sócios podem fazer-se representar na
entidade denominada WebInfo & Serviços,
assembleia geral por outro sócio, pelo cônjuge, O capital social, integralmente subscrito e
Limitada..
por mandatário, que pode ser um procurador, realizado, é de cem mil meticais, encontrando-
outro sócio ou director, mediante procuração. É celebrado o presente contrato de sociedade, se dividido em duas quotas pertencentes aos
nos termos do artigo noventa do Código
sócios:
ARTIGO NONO Comercial, entre:
a) Uma quota de oitenta mil meticais
(Administração e representação da socie- Primeiro. Ana Maria Alfredo Tomás, de
equivalente a oitenta por cento
dade) nacionalidade moçambicana, solteira, natural
do capital social pertencente
de Namaacha, residente na Matola, portador
Um) A sociedade será administrada por do Bilhete de Identidade n.º 110500303285M, ao senhora Ana Maria Alfredo
Antonio Di Climente, podendo a assembleia emitido aos cinco de Julho de dois mil e dez, Tomás;
geral deliberar sob a sua constituição em órgão pelos Serviços de Identifica Civil em Maputo; e b) uma quota de vinte mil meticais
colegial ou seja, passando-se este a designar por equivalente a vinte por cento do
Segunda. Joana Francisco Mondlana, de
conselho de administração. capital social pertencente à senhora
nacionalidade Moçambicana, solteira, natural
Dois) Os administradores terão todos poderes Joana Francisco Mondlana.
de Manhiça, residente em Maputo, portador
para gerir a sociedade e perfazer o seu objecto
do Bilhete de Identidade n.º 110100736313I,
social tendo a competência e os poderes previsto ARTIGO SEXTO
emitido aos quatro de Janeiro de dois mil e onze,
na lei, incluindo a abertura de contas bancárias
pelos Serviços de Identifica Civil de Maputo; Um) A gerência e a representação da
e respectivas condições de levantamento,
a contratação de financiamentos desde que Que, pelo presente instrumento constitui por sociedade pertence a sócia Ana Maria Alfredo
haja consentimento e aprovação dos demais si uma sociedade por quota de responsabilidade Tomás, desde já nomeada gerente.
sócios, quer sejam nacionais ou estrangeiros, limitada que rege-se-á pelos artigos seguintes: Dois) Para obrigar a sociedade é suficiente
propor a nomeação dos directores técnicos, a assinatura da gerente.
CAPÍTULO I
com excepção das competências e poderes Três ) A s ociedade pode constit uir
exclusivamente reservados a assembleia geral. Da denominação, sede e formas de mandatário mediante a outorga de procuração
Três) A sociedade obriga-se mediante representação adequada para o efeito.
assinatura de um ou mais administradores
ARTIGO PRIMEIRO
conforme tenha sido deliberado em assembleia ARTIGO SÉTMO
geral, ou mesmo pela assinatura de um terceiro (Denominação)
O exercicio social coincide com o ano
especificamente designado para o efeito em
A sociedade adopta a denominação WebInfo civil.
assembleia geral.
& Serviços, Limitada.
ARTIGO OITAVO
CAPÍTULO IV ARTIGO SEGUNDO
Da dissolução e liquidação da A sociedade poderá entrar imediatamente
(Sede)
sociedade em actividade, ficando, desde já, os socios
A sociedade tem a sua sede na cidade autorizado a efectuar o levantamento do
ARTIGO DÉCIMO de Maputo, Avenida Karl Marx número capital para fazer face as despesas de
(Dissolução e liquidação) novecentos e noventa e cinco, décimo andar. constituição.

Um) A sociedade, dissolve-se nos termos ARTIGO TERCEIRO ARTIGO NONO


fixados pela lei. (Objecto da sociedade)
A dissolução e liquidação da sociedade
Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
proceder-se-á à sua liquidação gozando os A sociedade tem por objecto: regem- se pelas disposições da lei.
liquidatários nomeados pela assembleia geral a) Comércio de material informático e Maputo, três de Agosto de dois mil
dos mais amplos poderes para o efeito. assistência técnica; e quinze. — O Técnico, Ilegível.
2462 III SÉRIE — NÚMERO 65

Adilson Logística – Sociedade qualquer outra forma de representação social ARTIGO OITAVO
Unipessoal, Limitada em qualquer ponto do país.
Exercício social e contas

Certifico, para efeitos de publicação, que ARTIGO TERCEIRO Um) O exercício social coincide com o ano
no dia treze de Junho de dois mil e catorze, civil.
Duração
foi matriculada na Conservatória do Registo Dois) O balanço e contas de resultado fechar-
de Entidades Legais sob o NUEL 100501287 A sociedade é constituída por tempo se-ão com referência a trinta e um de Dezembro
uma entidade denominada Adilson Logística, indeterminado, contando-se o seu início, para de cada ano.
Sociedade Unipessoal, Limitada. todos os efeitos legais a partir da data de sua
constituição. ARTIGO NONO
Júlio Davide Valente, natural de Maputo,
de nacionalidade moçambicana, portador Casos omissos
de Bilhete de Identidade n° 11054083264F, ARTIGO QUARTO
emitido aos catorze de Junho de dois mil e Os casos omissos serão regulados pelas
Objecto disposições do Código Comercial e demais
catorze, pela Direcção Nacional de Identificação
Civil de Maputo, doravante designado por Um) A sociedade tem como se objectivo legislação aplicável.
Outorgante. principal a presentação de serviços nas áreas Maputo, três de Agosto de dois mil
de distribuição de documentos e factura em e quinze. — O Técnico, Ilegível.
Considerando que:
todo território nacional e exploração no ramo
A) A parte identificada pretende construir transitário, de agenciamento de empresas de
e registar uma sociedade sob a correio aéreo, armazenamento a curto e longo
forma de sociedade comercial quota período, frentes domésticos e internacionais via MABSIM, Limitada
unipessoal de responsabilidade aérea e rodoviária, desembaraço alfandegário,
limitada denominada Adilson Certifico, para efeitos de publicação, que no
distribuição e entrega de encomendas postais,
Logistica – Sociedade Unipessoal, dia trinta e um de Julho de dois mil e quinze,
podendo ainda exercer outras actividades foi matriculada na Conservatória de Registo de
Limitada; conexas complementares ou subsidiarias não Entidades Legais sob o NUEL 100636719 uma
B) A sociedade é constituída por tempo proibidas por lei depois de obter as devidas entidade denominada MABSIM, Limitada.
indeterminado; autorizações.
C) O capital social da sociedade integral- Entre:
Dois) A sociedade poderá ainda exercer
mente localizado e subscrito em Alberto Lucas Mabota, casado, com Ana
quaisquer outras actividades ou participar em
dinheiro é de vinte mil meticais, e Paula Raimundo Manjate, sob o regime de
outras sociedades ou empreendimentos directa comunhão de bens adquiridos, residente na
corresponde a uma quota de igual
ou indirectamente ligados à sua actividade cidade da Matola – Machava, quarteirão
valor nominal;
principal, desde que devidamente outorgada e cinquenta e nove, casa número catorze, de
D) O sócio Julio Davide Valente detém
os sócios assim deliberem. nacionalidade moçambicana, portador do
uma única quota de igual valor
talão do Bilhete de Identidade n.º 04201241,
nominal de vinte mil meticais ARTIGO QUINTO emitido em três de Abril de dois mil e
correspondente a cem por cento do quinze, pelo Arquivo de Identificação Civil
Capital social
capital social. de Maputo;
A parte (sócio único) decidiu construir a Um) O capital social é de vinte mil meticais, Francisco Abraão Simbine, solteiro, natural de
sociedade nos preceitos legais em vigor da correspondente à uma única quota de cem por Maputo, Machava sede, quarteirão trinta e
República de Moçambique e devendo se reger cento do capital social realizado pertencentes oito, casa oitenta e oito, de nacionalidade
pelos presentes estatutos: ao Júlio David Valente. moçambicana, portador do Bilhete de
Ė celebrado pelo outorgante o presente Dois) O capital social poderá ser aumentado Identidade n.º 04209050, emitido em vinte
contrato de sociedade unipessoal de ou reduzido, uma ou mais vezes. e três de Junho de dois mil e quinze, pelo
responsabilidade limitada, sem prejuízo das Arquivo de Identificação Civil de Maputo.
demais disposições da legislação aplicável, que ARTIGO SEXTO É celebrado o presente contrato de sociedade
se rege cláusula seguinte. Administração que se regerá pelas cláusulas seguintes:

ARTIGO PRIMEIRO Um) A sociedade é gerada pelo único sócio CAPÍTULO I


denominado administrador. Do tipo, firma, sede, objecto e duração
Adilson Logística – Sociedade Unipessoal,
Dois) Compete ao administrador exercer
Limitada, adiante designada simplesmente ARTIGO PRIMEIRO
os mais amplos poderes de admiração,
por sociedade , é uma sociedade unipessoal,
representando a sociedade em juízo e fora (Tipo e firma)
de responsabilidade limitada que se rege pelo
dele, activamente, praticando todos os demais
presente estatutos e pelos preceitos legais A sociedade adopta o tipo de sociedade por
aplicáveis. actos tendentes à realização do objecto social e
quotas e a firma MABSIM, Limitada.
outros necessários.
ARTIGO SEGUNDO ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO SÉTIMO
Sede (Sede)
Formas de obrigar a sociedade
Um) A sociedade tem uma sede e negócio Um) A sociedade tem a sua sede na rua
principal na cidade de Maputo, Rua do Tabaco Um) A sociedade fica obrigada pela G, número vinte e quatro, Bairro Patrice
número vinte e dois, rês do-chão, bairro de assinatura do administrador. Lumumba, cidade da Matola.
Jardim. Dois) Os actos de mero expediente poderão Dois) Por deliberação da assembleia geral,
Dois) A sociedade poderá criar ou extinguir ser assinados por qualquer empregado designado a sede poderá ser deslocada para outro local
a sucursais, filiais, agências, delegações ou para efeito por força das suas funções. dentro do território nacional.
14 DE AGOSTO DE 2015 2463

Três) A sociedade pode criar sucursais, Dois) Falecendo um dos sócios, a respectiva Dois) A assembleia geral é dirigida por uma
agências, delegações ou outras formas locais quota deverá ser transmitida aos seus sucessores, mesa composta por um presidente, um secretário
de representação no território nacional. devendo a sociedade determinar se os mesmos e um vogal.
ficarão com essa quota ou se deverão cedê-la Três) As deliberações da assembleia geral,
ARTIGO TERCEIRO á sociedade. quando tomadas em conformidade com a lei, são
Três) No caso referido no número anterior,
(Objecto) obrigatórias para todos os membros.
a Sociedade deverá amortizar a quota, adquiri-
Um) A sociedade tem como objecto la ou fazê-la adquirir por outro sócio ou por ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
social a prestação de serviços na área de terceiro.
construção civil, em geral, incluindo a Quatro) A sociedade tem direito de (Sessões da assembleia geral)
execução e fiscalização de obras e estudos preferência em primeiro lugar, mas se não
Um) A assembleia geral reunirá ordina-
de engenharia, podendo ainda importar e exercê-lo e concordar com uma cessão de
riamente uma vez em cada ano, para apreciação,
comercializar equipamentos e materiais na quotas proposta, os outros sócios têm o direito
de preferência em segundo lugar. aprovação ou modificação do balanço e contas
área de engenharia. do exercício e para deliberar sobre quaisquer
Cinco) No caso de mais de um sócio
Dois) Por deliberação da assembleia geral, assuntos para que tenha sido convocada e,
pretender exercer o seu direito de preferência, a
a sociedade pode praticar outras actividades extraordinariamente, sempre que for necessário.
quota ou parte da quota será rateada entre eles,
comerciais relacionadas com o seu objecto
em proporção das suas quotas. Dois) A assembleia geral reunirá por
principal. Seis) A sociedade pode amortizar a quota iniciativa do sócio ou da administração, por
Três) A sociedade pode adquirir de qualquer sócio com o consentimento do meio de carta registada, com aviso de recepção,
participações em sociedades com objecto respectivo titular ou quando se verifique: dirigida aos sócios, com antecedência mínima
diferente daquele que exerce ou em sociedades
a) A exoneração ou falecimento do sócio; de quinze dias e a convocatória deverá indicar
reguladas por leis especiais. b) O exercício do direito de preferência o dia, hora e ordem dos trabalhos da reunião.
pela sociedade na transmissão de Três) A assembleia geral poderá ter lugar
ARTIGO QUARTO
quota entre vivos; em qualquer local.
(Duração) c) A falta de consentimento da sociedade
ao pedido de transmissão de quota SECÇÃO III
A sociedade irá durar por tempo indeter-
entre vivos;
minado, contando-se o seu início a partir da Da administração
d) Se qualquer quota for penhorada,
data da sua constituição. empenhada, confiscada, apreendida
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
ou sujeita a qualquer acto judicial
CAPÍTULO II
ou administrativo que possa obrigar (Composição e competência)
Do capital social, prestações a sua transferência para terceiros.
suplementares e suprimentos Um) A administração da sociedade é
ARTIGO OITAVO conferida aos sócios, que ficam desde já
ARTIGO QUINTO (Amortização de quotas) nomeados administradores.
(Capital social) Dois) Compete aos administradores exercer
Mediante prévia deliberação da assembleia
os mais amplos poderes na prática de actos
Um) O capital social, integralmente geral, as quotas dos sócios poderão ser
amortizadas no prazo de cento e oitenta dias a tendentes à realização do objecto social não
realizado e subscrito em dinheiro, é de
contar da mesma. reservados por lei à assembleia geral.
quinhentos mil meticais, dividido em duas
Três) Os administradores podem delegar
quotas iguais pertencentes aos sócios Alberto CAPÍTULO III poderes entre eles e bem como constituir
Lucas Mabota e Francisco Abraão Simbine.
Dos órgãos sociais mandatários nos termos e para efeitos
Dois) O capital social poderá ser aumentado,
estabelecidos por lei.
mediante deliberação da assembleia geral. SECÇÃO I
Três) Os sócios têm direito de preferência CAPÍTULO IV
Das disposições gerais
no aumento do capital social, em proporção
das suas quotas. disposições finais
ARTIGO NONO
(Órgãos sociais)
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
ARTIGO SEXTO
São órgãos da sociedade: (Dissolução)
(Prestações suplementares e suprimen-
tos) a) A assembleia geral; Um) A sociedade só se dissolve nos casos
b) A administração. previstos na lei e será liquidada conforme os
Poderão ser exigidas prestações
suplementares de capital até ao montante SECÇÃO II sócios deliberarem em assembleia geral.
de trezentos mil meticais, de acordo com as Dois) A sociedade não se dissolve por
Da assembleia geral
condições e os limites definidos por deliberação morte ou interdição de qualquer dos sócios,
da assembleia geral. ARTIGO DÉCIMO continuando com os sucessores ou representantes
(Assembleia geral)
do “de cujus” ou interdito, nos termos previstos
ARTIGO SÉTIMO no presente contrato de sociedade.
Um) A assembleia geral é o órgão supremo
(Cessão e divisão de quotas) Está conforme.
e deliberativo da sociedade e é constituída por
Um) A cessão e divisão de quotas carecem todos os membros em pleno gozo dos seus Maputo, três de Agosto de dois mil
do consentimento prévio da assembleia geral. direitos. e quinze. — O Técnico, Ilegível.
2464 III SÉRIE — NÚMERO 65

KURAL – Sociedade Dois) O capital social poderá ser aumentado Limpeza e Desinfecção,
Unipessoal, Limitada mediante deliberação expressa do conselho Limitada
de gerência, alterando-se o pacto social em
Certifico, para efeitos de publicaçaão, que no conformidade com o estabelecido. Certifico, para efeitos de publicaçaão, que
dia vinte e nove de Julho de dois mil e quinze, no dia trinta e um de Julho de dois mil e quinze,
foi matriculada na Conservatória de Registo de ARTIGO CINCO foi matriculada na Conservatória de Registo de
Entidades Legais sob o NUEL 100635615 uma
(Gestão e representação da sociedade) Entidades Legais sob o NUEL 100636360 uma
entidade denominada KURAL – Sociedade
Unipessoal, Limitada. entidade denominada Limpeza e Desinfecção,
Um) A gestão e representação da sociedade
Limitada.
É celebrado o presente contrato de sociedade, competem ao sócio Dursun Kurt, que desde já
entre: fica nomeado representante, sendo bastante a É celebrado o presente contrato, nos termos
Único: Dursun Kurt, casado, natural de sua assinatura para obrigar a sociedade em todos do artigo noventa do Código Comercial, entre:
Istambul, de nacionalidade Turca, titular do actos e contratos. Primeiro. Nuno Vazir Ibrahimo, de naciona-
DIRE n.º 10TR00078998C, emitido na Matola, Dois) O representante, poderá delegar no lidade moçambicana, natural de Maputo,
aos vinte e oito de Novembro de dois mil e todo em parte seus poderes mesmo a pessoas casado, residente no bairro do Alto Maé em
catorze, residente na Rua Mavoco, Parcela estranhas à sociedade. Maputo, portador do Bilhete de Identidade
n.º 12614, Matola Rio.
n.º 110200571745S, emitido no dia doze de
Pelo presente contrato de sociedade outorga ARTIGO SEIS
Outubro de dois mil e dez, Válido dze de Agosto
e constitui uma sociedade unipessoal por quotas
(Cessão de quotas) de dois mil e quinze, em Maputo.
de responsabilidade limitada, que se regerá pelas
cláusulas seguintes: A cessão de quotas depende única e Segundo. Damião Mário Cumbane, de
exclusivamente do consentimento do sócio nacionalidade moçambicana, natural de
ARTIGO UM
Cumbana, estado civil: solteiro, residente no
(Denominação e duração) ARTIGO SETE Bairro da Coop, em Maputo, portador do Bilhete
A sociedade adopta a firma KURAL – (Balanço e contas) de Identidade n.º 110100220851C, emitido
Sociedade Unipessoal, Limitada, que é uma no dia vinte e seis de Maio de dois mil e dez,
Anualmente será dado um balanço encerrado
sociedade unipessoal de responsabilidade Válido vinte e seis de Maio de dois mil e vinte,
com a data trinta eum de Dezembro e os lucros
limitada, com fins lucrativos e criada por tempo em Maputo.
indeterminado. líquidos apurados, os quais terão a seguinte
aplicação: ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO DOIS a) Cinco para a constituição de reservas
obrigatórias, conforme estipulado Denominação social
(Sede)
na lei; É constituída por tempo indeterminado,
A so c i e d a d e KUR A L – S o cie d ad e b) Uma outra percentagem a ser definida uma sociedade por quotas de responsabilidade
Unipessoal, Limitada, tem a sua sede social pelo sócio, será consignada para limitada, denominada Limpeza e Desinfecção,
na parcela n.º 12514, Distrito de Boane, posto outras reservas;
administrativo da Matola Rio, cidade da Matola, Limitada. abreviadamente designada LDL.
c) O remanescente dos dividendos será
província de Maputo, podendo por deliberação
da pertença do sócio, e em caso de ARTIGO SEGUNDO
do conselho de gerência, criar ou extinguir
prejuízos, estes serão suportados
sucursais, delegações, agências ou qualquer Sede
pelo mesmo.
outra forma de representação social no país e
no estrangeiro sempre que se justifique a sua A sociedade terá a sua sede na cidade de
ARTIGO OITO
existência, bem como transferir a sua sede para Maputo, podendo por deliberação da assembleia
outro local do território nacional. (Interdição ou morte) geral, a mesma ser transferida para qualquer
outro local no território nacional, bem como
ARTIGO TRÊS Um) Por interdição, incapacidade ou
estabelecer, manter ou encerrar sucursais,
morte do sócio, a sociedade não se dissolve e
(Objecto) filiais ou qualquer outra forma de representação
continuará com os representantes do interdito,
comercial em território nacional ou estrangeiro.
A sociedade tem por objecto comércio incapaz ou herdeiro do falecido, devendo
geral com importação e exportação, indústria, estes nomear um dentre si que o represente na
prestação de serviços na área de construção civil, ARTIGO TERCEIRO
sociedade.
electricidade e energia, marketing e publicidade, Dois) Na impossibilidade ou urgência de tal Objecto
imobiliária, agenciamento, logística, gestão de nomeação, em tempo útil, poderá ser pedida a
negócios, podendo também praticar actividades Um) A sociedade tem por objecto principal
nomeação judicial de um representante, cuja
complementares e ou subsidiárias ao objecto competência será do mesmo modo definida. exercer actividade de limpeza, desinfecção e
social permitidas e de acordo com a lei, uma prestação de serviços conexos.
vez obtidas as respectivas autorizações. ARTIGO NOVE Dois) Importação e comercialização de
produtos de limpeza, higiene e outros com elas
ARTIGO QUATRO (Casos omissos)
relacionados.
(Capital social) Os casos omissos serão regulados pelas Três) Por deliberação da assembleia geral,
Um) O capital social integralmente subscrito disposições legais aplicáveis e em vigor na a sociedade poderão ainda exercer outras
e realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, República de Moçambique. actividades em outras áreas de comércio,
correspondente a uma única quota pertencente Maputo, três de Agosto de dois mil e prestação de serviços e de importação, desde
ao sócio Dursun Kurt. quinze. — O Técnico, Ilegível. que obtenha as necessárias autorizações.
14 DE AGOSTO DE 2015 2465

ARTIGO QUARTO Dois) Com excepção do previsto na alínea a) do Dois) As reuniões do conselho de
número anterior a amortização será efectuada pelo direcção são convocadas mediante pré-
Capital social
valor nominal de quota a amortizar. aviso de dez dias úteis por carta registada,
O capital social, totalmente subscrito e e-mail ou outras formas, desde que o
realizado, é cem mil meticais dividido em duas ARTIGO NONO membro dê confirmação por qualquer dos
quotas assim distribuídas: Assembleia geral meios aqui referidos, salvo nas situações
a) Uma quota no valor nominal de em que os membros reúnam sem quaisquer
cinquenta mil meticais, corres- Um) A assembleia geral é constituída por todos os formalidades.
pondente cinquenta por cento sócios e reúne-se, ordinariamente, uma vez por ano, Três) A convocatória deve conter a
do capital social, pertencente para a apreciação ou modificação do balanço e contas agenda de trabalhos, bem como toda a
ao sócio Nuno Vazir Ibrahimo, de exercício e para deliberar sobre quaisquer outros documentação de suporte necessária à
portador do Bilhete de Identidade assuntos para que tenha sido devidamente convocada tomada das deliberações.
n.º 110200571745 S, divorciado, e, extraordinariamente, sempre que necessário. Quatro) O conselho de direcção reúne,
com domicílio no Bairro do Alto Dois) Nos casos em que a lei não exija em princípio, na sede social, podendo
Maé, cidade de Maputo; formalidades diferentes para a sua convocação, as mediante acordo dos seus membros reunir
b) Uma quota no valor nominal de reuniões da assembleia geral são convocadas por em qualquer outro local.
cinquenta mil meticais, correspon- um dos membros do conselho de direcção por meio Cinco) Das reuniões do conselho de
dente cinquenta por cento do de carta registada, endereçada aos sócios, ou ainda direcção são elaboradas actas que deve
capital social pertencente ao por transmissão de e-mail, com confirmação de ser assinadas pelos presentes.
sócio Damião Mário Cumbane, recepção, com antecedência mínima de quinze dias, Seis) No caso de impedimento
portador do Bilhete de Identidade as quais poderão ser reduzidas para sete tratando-se temporário de qualquer membro este é
n.º 110100220851C, solteiro, com de assembleia extraordinária.
domicílio no bairro da Coop, cidade representado por outro membro, mediante
de Maputo. comunicação ao respectivo presidente.
ARTIGO DÉCIMO
Sete) Caso o presidente esteja impedido
ARTIGO QUINTO Representação dos sócios de participar em qualquer reunião, pode
igualmente ser representado por outro
Aumento de capital Uns) Os sócios poderão ser representados nas
membro, mediante a comunicação dirigida
reuniões da assembleia geral por pessoas singulares
Por deliberação da assembleia geral, o ao substituto.
designadas, mediante carta dirigida ao respectivo
capital social poderá ser aumentado mediante Oito) O quórum necessário para o
entradas em numerários ou espécie, bem como presidente, devendo ser recebida por esta com
conselho de direcção reunir será de pelo
para incorporação de suprimentos, lucros ou antecedência mínima de uma hora.
menos um membro por cada um dos
reservas. Dois) O quórum necessário para a assembleia
sócios.
geral reunir em primeira convocatória é da totalidade
Nove) As deliberações do conselho de
ARTIGO SEXTO dos sócios presentes ou representados, reunido em
direcção são tomadas por maioria simples
segunda convocatória com qualquer número dos
Prestações suplementares dos membros presentes ou representados.
sócios.
Não serão exigidas aos sócios prestações
ARTIGO DÉCIMO QUARTO
suplementares, mas estes poderão fazer à ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
sociedade os suprimentos de que ela carecer, Representação da sociedade
Deliberação
nos termos e condições estabelecidas por
Um) O conselho de direcção tem todos
deliberação tomada em assembleia geral. Um) As deliberações da assembleia geral serão
os poderes para representar a sociedade
tomadas por maioria simples dos votos presentes ou
ARTIGO SÉTIMO activa e passivamente, em juízo e fora
representados, salvo nos casos em que a lei ou os
dele, bem como desenvolver todas as
Divisão e cessão de quotas presentes estatutos exijam maioria diferente. acções relacionadas com o seu objecto
Um) A divisão e cessão de quotas entre os Dois) As deliberações que implicam a divisão e social, que não estejam reservados à
sócios é livre. cessão de quotas, bem como qualquer outra alteração assembleia geral por lei ou pelos presentes
Dois) A divisão e cessão de quotas a favor de aos estatutos da sociedade serão tomadas por maioria estatutos.
terceiros carecem do consentimento, por escrito, de setenta e cinco por cento do capital social. Dois) O conselho de direcção pode
da sociedade, gozando de direito de preferência delegar os seus poderes a qualquer dos
primeiro a sociedade e depois os sócios. ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
seus membros.
Três) A divisão e cessão de quotas que ocorra Administração da sociedade Três) A sociedade obriga-se:
sem a observância do estabelecido no presente
artigo é nula e de nenhum efeito. Um) A administração e gestão da sociedade são a) Pela assinatura conjunta de dois
exercidas por um conselho de direcção confiado aos membros do conselho de
ARTIGO OITAVO sócios que indicarão, dentre eles, o presidente. direcção; ou
Dois) As remunerações dos gestores e eventuais b) Pela assinatura do seu presidente
Amortização de quotas
garantias a prestar por estes, serão determinados pela quando actue de acordo e
Um) A sociedade pode, por deliberação da com o objectivo de executar
assembleia geral, efectuar a amortização de assembleia geral.
uma deliberação de carácter
quotas nos seguintes casos:
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO geral tomada pelo conselho de
a) Por acordo entre os sócios; direcção ou pala assembleia
Reuniões do conselho de direcção
b) Se a quota tiver sido arrolada, geral;
penhorada ou sujeita a qualquer Um) O conselho de direcção reúne-se sempre que c) Pela assinatura do mandatário
outra providência judicial; for necessário, no mínimo, quatro vezes ao ano. As com poderes específicos para
c) Em caso de falência do sócio. reuniões serão convocadas pelo respectivo presidente. o efeito.
2466 III SÉRIE — NÚMERO 65

ARTIGO DÉCIMO QUINTO de Identificação Civil de Maputo, residente ARTIGO SEXTO


no Bairro Khogolote, casa número cento
Exercício Social Divisão e cessão de quotas
e cinquenta. Outorga em representação
Um) O exercício social coincide com o ano do seu filho menor de nome Busta Jaime Um) Sem prejuízo das disposições legais em
civil. Munguambe, solteiro, portador do Bilhete de vigor, a cessação ou alienação de toda a parte
Dois) O primeiro ano financeiro começa Identidade n.º 110502397781A, emitido aos de quotas deverá ser do consenso dos sócios,
excepcionalmente no momento do início de três de Setembro de dois mil e doze, pelos gozando estes do direito de preferências.
actividades da sociedade. serviços de Identificação Civil de Maputo, de Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios
Três) O balanço e conta de resultados são nacionalidade moçambicana hora residente manifestarem interesse pela quota do cedente,
encerrados com referência a trinta e um de no bairro Khongolote, casa número cento e este decidirá a sua alienação a quem quiser e
Dezembro de cada ano e são submetidos à cinquenta; pelos preços que melhor entender, gozando o
assembleia geral para aprovação. Segundo. Júlia Jacinta Horácio Lememe, novo sócio dos direitos correspondentes a sua
solteira, portadora do Bilhete de Identidade participação na sociedade.
ARTIGO DÉCIMO SEXTO n.º 110502397802B, emitido aos três de
Setembro de dois mil e doze, pelos serviços de ARTIGO SÉTIMO
Distribuição de lucros
Identificação Civil de Maputo, de nacionalidade
Gerência
Um) Dos lucros apurados em cada exercício moçambicana hora residente no bairro de
deduzir-se-á em primeiro lugar a percentagem Khongolote, número cento e cinquenta. Um) A administração e gestão da sociedade
legalmente fixada para constituir a reserva legal e sua representação em juízo e fora dela, activa e
enquanto esta não estiver realizada ou sempre ARTIGO PRIMEIRO passivamente, passa desde já a cargo dos sócios
que seja necessário reintegrá-lo. Denominação e sede Jaime João Batista Munguambe e Júlia Jacinta
Dois) A parte restante dos lucros é aplicada Horácio Lememe que são nomeados sócios
A sociedade adopta a denominação
nos termos que forem aprovados pela assembleia gerentes com plenos direitos.
Munguambe Transportes e Serviços, Limitada,
geral. Dois) O gerente tem plenos poderes para
(aluguer de carros, transporte de pessoal,
nomear mandatários da sociedade, conferindo
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO mercadorias, logística e serviços)
os necessários poderes de representação.
Dissolução da sociedade ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO OITAVO
Um) A dissolução da sociedade por acordo Duração
Assembleia geral
dos sócios e nos demais casos legais, sendo
A sua duração será por tempo indeterminado
todos sócios liquidatários e à liquidação e Um) A assembleia geral reunir-se ordinaria-
contando o seu inicio a partir da data da
partilha procederão como acordarem. mente uma vez por ano para apreciação e
celebração da escritura da sua constituição.
Dois) Na falta de acordo e se algum dos aprovação do balanço e contas do exercício
sócios assim o pretender, o activo social é ARTIGO TERCEIRO findo e repartição e perdas.
licitado na globalidade, com a obrigação do Dois) A assembleia geral poderá reunir-
A sociedade tem por objecto aluguer de
pagamento do passivo, e adjudicação ao sócio se extraordinariamente quantas vezes forem
carros, transporte de pessoal, mercadorias,
que melhor preço oferecer em igualdade de necessárias desde que as circunstâncias assim
logística e serviços.
condições.
o exijam para deliberar sobre qualquer assunto
ARTIGO QUARTO que diga respeito a sociedade.
ARTIGO DÉCIMO OITAVO
Capital social
Omissões ARTIGO NONO
O capital social integralmente subscrito
Todos casos omissos são regulados pelas Dissociação
e realizado em dinheiro, é de quinze mil
disposições da lei das sociedades comerciais
meticais, dividido por três quotas com a seguinte A sociedade só se dissolve nos termos
e demais legislação vigente na República de
distribuição: fixados pela lei ou por comum acordados sócios
Moçambique.
a) Uma quota de dez mil e quinhentos quando assim o entenderem.
Maputo, três de Agosto de dois mil
meticais, pertencente ao sócio
e quinze. — O Técnico, Ilegível. ARTIGO DÉCIMO
Jaime João Batista Munguambe, o
correspondente a setenta porcento; Herdeiros
b) Uma quota de dois mil e duzentos e
Em caso de morte, interdição ou inabilitação
Munguambe Transportes cinquenta meticais, pertencente
ao sócio Júlia Jacinta Horácio de um dos sócios da sociedade, os seus herdeiros
e serviços, Limitada
Lememe, o correspondente a quinze assumem automaticamente o lugar na sociedade
Certifico, para efeitos de publicaçaão, que porcento; com dispensa de caução, podendo estes nomear
no dia trinta de Julho de dois mil e quinze, foi c) Uma quota de dois mil e duzentos e seus representantes se assim o entenderem desde
matriculada na Conservatória de Registo de cinquenta meticais, pertencente ao que obedeçam o preceituado nos termos da lei.
Entidades Legais sob o NUEL 100636158 uma sócio Busta Jaime Munguambe, o
correspondente a quinze porcento. ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
entidade denominada Munguambe Transportes
e Serviços, Limitada. Disposições diversas
ARTIGO QUINTO
Entre: Um) A sociedade dissolve-se nos casos e
Aumento do capital
Primeiro. Jaime João Batista Munguambe, termos estabelecidos por lei.
solteiro, portador do Bilhete de Identidade O capital social poderá será aumentado ou Dois) Serão liquidatários os membros da
n.º 110500124370M, emitido aos vinte um diminuído quantas vezes for necessário desde administração em exercício à data da dissolução,
de Maio de dois mil e quinze, pelos serviços que a assembleia delibere sobre o assunto. salvo deliberação diferente da assembleia.
14 DE AGOSTO DE 2015 2467

Três) Em caso de morte, interdição ou ARTIGO SEGUNDO b) Analisar e decidir o balanço e o


inabilitação de um dos sócios, a sociedade relatório referentes ao exercício
(Objecto social)
continuara o seu exercício com os herdeiros, económico anterior;
sucessores ou representantes do sócio, os quais O objecto é o exercício do comércio e c) Deliberar sobre a orgânica, o quadro
nomearão entre si um que a todos representa prestação de serviços, compreendendo o p do pessoal, o sistema de carreiras
a sociedade, enquanto a quota permanecer rocurement e logística, distribuição e e remunerações e a nomeação
indivisa. representação comercial, podendo ainda e exoneração dos titulares da
praticar qualquer outra actividade de comércio direcção-geral.
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO ou indústria nos termos da lei, em que os sócios
Três) Os sócios que integrarem a direcção-
acordem.
Em todo caso omisso regularão as disposições geral serão nomeados sócios gerentes pela
legais aplicáveis e em vigor na República de ARTIGO TERCEIRO assembleia geral.
Moçambique. Quatro) As assembleias extraordinárias
(Capital social)
Maputo, três de Agosto de dois mil realizam-se quando requeridas pelos sócios ou
e quinze. — O Técnico, Ilegível. O capital social é de trinta mil meticais, pela direcção-geral.
divididos em três quotas pela forma seguinte:
ARTIGO SÉTIMO
a) Uma quota com o valor nominal de
doze mil meticais, representativa (Direcção-geral)
Domundo, Limitada de quarenta por cento do capital
Um) A gestão diária da sociedade é confiada
social, pertencente ao sócio Gerson
Certifico, para efeitos de publicaçaão, que a um director-geral ao qual compete representar
Sansão Mubai;
no dia treze de Maio de dois mil e quinze, foi a sociedade em juízo e fora dele, activa e/ou
b) Outra quota com o valor nominal
matriculada na Conservatória de Registo de passivamente, na ordem jurídica interna como
de dez mil e quinhentos meticais,
Entidades Legais sob o NUEL 100607735 uma representativa de rinta e cinco por internacional, com direito a remuneração
entidade denominada Domundo, Limitada. cento) do capital social, pertencente mensal, por um período de um ano, podendo
ao sócio Cláudio Miguel Mosse ser reeleito por uma ou várias vezes.
Entre: Dois) Os membros da direcção-geral ou
Mulhuini; e
Primeiro. Gerson Sansão Mubai, solteiro c) Uma quota com o valor nominal de seus mandatários estão vedados de obrigar
maior, residente na Rua dos Limoeiros, número sete mil e quinhentos meticais, a sociedade em quaisquer operações alheias
cinquenta e oito, quarteirão onze, bairro da representativa de vinte e cinco por ao seu objecto social e a favor de terceiros,
Matola B, na cidade da Matola, de nacionalidade cento do capital social, pertencente quaisquer garantias, finanças, títulos de favor
moçambicana, portador do bilhete de identidade à sócia Ester Sureia David Pedro ou abonações.
n.º 110100158758B, emitido em Maputo Nhapulo.
ARTIGO OITAVO
(República de Moçambique) aos dezoito
ARTIGO QUARTO (Fiscalização)
de Junho de dois mil e treze e portador do
NUIT 104706177; (Duração da sociedade)
A fiscalização da sociedade é feita por meio
Segundo. Cláudio Miguel Mosse Mulhuini, A duração da sociedade é por tempo de auditorias.
solteiro, maior, residente na Rua Irmãos indeterminado, contando-se o seu começo a
Rubi, número trinta e dois, quarteirão dois, partir da escritura da constituição. ARTIGO NONO
bairro Minkadjuine, na cidade de Maputo, (Distribuição de resultados)
de nacionalidade moçambicana, portador do ARTIGO QUINTO
Bilhete de Identidade n.º 100100653292S, Um) Anualmente, até ao final do primeiro
(Cessão de quotas)
trimestre, são encerrados o balanço e o relatório
emitido em Maputo (República de Moçambique)
Um) A cessão total ou parcial das quotas referentes a trinta e um de Dezembro anterior.
a três de Novembro de dois mil e dez e portador
entre os sócios é livre e produz efeito a partir Dois) Os anos sociais são iguais aos anos
do NUIT 103311322; da notificação da respectiva escritura. civis e os lucros líquidos da sociedade, depois
Terceiro. Ester Sureia David Pedro Nhapulo, Dois) A cessão referida no número anterior de feitas as necessárias amortizações e deduzida
solteira maior, residente no número cento e depende do consentimento dos outros sócios, a reserva legal ou quaisquer outras que a
dez, quarteirão cinquenta e sete, bairro Hulene aos quais é reservado o direito de preferência, sociedade entenda constituir, são divididos
A, na cidade de Maputo, de nacionalidade a cessão de quotas a pessoas estranhas à pelos sócios na proporção das suas quotas.
moçambicana, portadora do Bilhete de sociedade.
Identidade n.º 110101472849P, emitido em ARTIGO DÉCIMO
ARTIGO SEXTO
Maputo (República de Moçambique) aos (Disposições especiais)
dezasseis de Outubro de dois mil e catorze e (Assembleia geral)
Um) Todos os sócios e trabalhadores,
portadora do NUIT 108320060. Um) Anualmente realiza-se uma assembleia independentemente de serem titulares de cargos
geral da sociedade convocada pelo director- executivos ou não, devem se empenhar directa
ARTIGO PRIMEIRO
geral, por meio de carta registada, dirigida para ou indirectamente para o desenvolvimento e
(Denominação e sede) as residências dos sócios, com antecedência alcance de resultados positivos pela sociedade,
mínima de sete dias do calendário e delibera por estando vedados de integrarem qualquer
Domindo, Limitada, uma sociedade por maioria simples de votos dos sócios presentes outra sociedade concorrente em actividade no
quotas, tem a sua sede na cidade da Matola, ou representados. mercado moçambicano e de actuarem directa
podendo abrir delegações ou outra forma de Dois) São competências da assembleia geral: ou indirectamente como seus agentes ou
representação em qualquer parte do território a) Analisar e decidir sobre a estratégia intermediários ou de actuarem individualmente
nacional, por decisão da respectiva assembleia de desenvolvimento das actividades em negócios que concorram com as actividades
geral e pelos organismos competentes do estado. sociais da sociedade; da sociedade.
2468 III SÉRIE — NÚMERO 65

Dois) O disposto no número anterior não Dois) Os sócios poderão, em assembleia quatrocentos quarenta e dois traço A, deste
se aplica nos casos expressamente autorizados geral, decidir transferir a sede social e criar Cartório Notarial de Maputo perante Batça
pela sociedade. sucursais, filiais, agências ou outras formas Banu Amade Mussá, licenciada em Direito
Três) A violação do disposto nos números de representação, no território nacional ou no técnica superior dos registos e notariado N1
um e dois do presente artigo, além do disposto estrangeiro. e notária em exercício no referido cartorio,
em leis subsidiárias, dá lugar à exclusão ou Três) A sociedade é criada por tempo constituída entre: Xipuku – Microcrédito EI,
exoneração do infractor da sociedade, sem indeterminado sendo a data do seu inicio a do e Marta Belarmina Nenwassane Macuacua,
qualquer indemnização. No caso de o infractor registo. uma sociedade por quotas de responsabilidade
for um sócio, as suas quotas serão alienadas aos limitada denominada Xipuku Construções,
outros sócios, tendo em conta a proporção das ARTIGO SEGUNDO
Limitada, e tem a sua sede na Matola, que se
quotas de cada um.
Objecto social regerá pelas cláusulas constantes dos artigos
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO A sociedade tem por objecto: seguintes:

(Dissolução) Organização e gestão de eventos CAPÍTULO I


diversificados.
Um) A sociedade se dissolve nos casos Da denominação, sede e duração
fixados na lei. ARTIGO TERCEIRO
Dois) Dissolvendo-se por acordo entre os ARTIGO PRIMEIRO
Capital social
sócios, todos eles são liquidatários. Denominação
Um) O capital social inicial é de doze mil
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO A sociedade é por quotas de responsabilidade
e quinhentos meticais, e corresponde à soma
limitada e adopta a denominação de Xipuku
(Normas subsidiarias) de três quotas da seguinte forma: Uma de sete
Construções, Limitada.
mil e quinhentos meticais, pertencente ao sócio
Em tudo omisso, aplicam-se as disposições
Vicente Manuel Joaquim, outra de dois mil e ARTIGO SEGUNDO
legais sobre a matéria, na República de
Moçambique. quinhentos meticais pertencente a sócia, Irene
Ricardo Guambe Zavale, e a última também de Sede
Maputo, três de Agosto de dois mil
e quinze. — O Técnico, Ilegível. dois mil quinhentos meticais, pertencente ao Um) A sociedade tem a sua sede em Maputo,
sócio Joaquim José Mboa. podendo, por deliberação da assembleia geral,
Dois) As entradas de cada um dos sócios abrir ou encerrar filiais, sucursais, delegações,
encontra-se integralmente realizado em bens agências ou outras formas de representação
Marrule Multiserviços, Limitada e dinheiro. social dentro do território nacional ou no
Certifico, para efeitos de publicação, que no estrangeiro.
ARTIGO QUARTO
dia vinte e sete de Julho de dois mil e quinze, Dois) Por deliberação da assembleia geral,
foi matriculada, na Conservatória do Registo de Administração e gerência o conselho de administração pode transferir a
Entidades Legais sob NUEL 100634848 uma
Um) A administração e gestão da sociedade sede da sociedade para outro local do país ou
sociedade denominada Marrule Multiserviços,
Limitada. e sua representação em juízo o fora dele, activa estrangeiro.

É celebrado o presente contrato de sociedade, passivamente, passam desde já a cargo do sócio


ARTIGO TERCEIRO
nos termos do artigo noventa do Código maioritário o senhor Vicente Manuel Joaquim,
Comercial entre: que desde já fica nomeado gerente com despesas Duração
Primeiro. Vicente Manuel Joaquim, solteiro de caução e com ou sem renumeração conforme
A sua duração é por tempo indeterminado,
maior, natural da cidade de Maputo, portador for deliberado pela assembleia geral.
contando-se o seu começo para todos os efeitos a
do Bilhete de Identidade n.º 110100953541F, Dois) Para obrigar a sociedade basta a
partir da data da assinatura da escritura pública.
emitido aos dez de Março de dois mil e onze assinatura do gerente que poderá designar um
em Maputo; ou mais mandatários estranhos da sociedade CAPÍTULO II
Segundo. Irene Ricardo Guambe Zavale, que autoriza pela assembleia geral dos sócios e
Do objecto, capital, cessão
casada, natural da cidade de Maputo, portador parcialmente dos seus poderes.
e administração
do Bilhete de Identidade n.º 1105500482798B,
emitido aos doze de Agosto de dois mil e treze ARTIGO QUINTO
ARTIGO QUARTO
na cidade Maputo; Lei aplicável
Objecto
Terceiro. Joaquim José Mboa, solteiro
maior natural da Matola, portador do Bilhete Único. A sociedade reger-se-á em tudo o
Um) A sociedade tem por objecto social o
de Identidade n.º 100100215074I, emitido aos que for omisso nos presentes estatutos, pela lei
comercial moçambicana. seguinte:
cinco de Maio de dois mil e quinze na cidade
da Matola. Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze. a) Planificação e desenho de projectos
— O Técnico, Ilegível. de arquitectura e construção civil;
É celebrado o presente contrato de sociedade
que se regerá pelos artigos seguintes: b) Planificação e gestão territorial e
urbanização;
ARTIGO PRIMEIRO Xipuku Construções, Limitada c) Construção civil e reabilitações;
Denominação e sede d) Paisagismo e jardinagem.
Certifico, para efeitos de publicação, que
Dois) A sociedade poderá ainda exercer
Um) A sociedade adopta a denominação por escritura pública, quinze de Maio de
de Marrule Multiserviços, Limitada, e tem a outras actividade subsidiárias e/ou conexas ao
dois mil e quinze, lavrada de folhas setenta
sua sede na cidade de Maputo e se rege pelos e oito a folhas oitenta e quatro do livro objecto principal, desde que obtenha para tal as
presentes estatutos. de notas para escrituras diversas número necessárias autorizações.
14 DE AGOSTO DE 2015 2469

Artigo QUINTO Dois) Não poderão os administradores Quifel Natural Resources


referidos no ponto anterior obrigar a sociedade Moçambique, Limitada
Capital
em contratos estranhos ao objecto social da
O capital social, subscrito e integralmente sociedade. Certifico, para efeitos de publicação, que
realizado em dinheiro, é de cem mil meticais, e por deliberação de vinte de Maio de dois
está dividido em duas quotas da seguinte maneira: CAPÍTULO III
mil e quinze, da sociedade Quifel Natural
Setenta por cento do capital social, o que Da assembleia, balanço e dissolução Resources Moçambique, Limitada, matriculada
corresponde a setenta mil meticais
Artigo DÉCIMO na Conservatória do Registo de Entidades
para o sócio Xipuku Microcrédito
EI, e trinta por cento do capital Legais de Maputo, sob o NUEL 100051230,
Assembleia geral
social, o que corresponde a trinta com o capital social de cem mil meticais, os
mil meticais para a sócia Marta Um) A assembleia geral reunir-se-á, em sócios da sociedade em epígrafe, deliberaram
Belarmina Nenwassane Macuacua. sessão ordinária, uma única vez cada ano, para sobre a mudança da actual denominação
apreciar, aprovar bem como deliberar sobre social da sociedade, Quifel Natural Resources
Artigo SEXTO qualquer assuntos constantes da respectiva
Moçambique, Limitada para a denominação
convocatória, e em sessão extraordinária,
Aumento do capital social de Companhia Produtora de Oleaginosas de
sempre que se mostre necessário.
Um) O capital social poderá ser aumentado Dois) As deliberações da assembleia geral Moçambique, Limitada. Mais deliberaram na
uma ou mais vezes por deliberação expressa da são feitas por maioria simples, excepto onde a divisão e cessão da totalidade da quota no valor
assembleia-geral, alterando-se deste modo o pacto lei prescreva o contrário. nominal de vinte mil meticais correspondente a
social, para o que se observará as formalidades Três) A convocação da assembleia geral vinte por cento do capital social da sociedade,
estabelecidas na lei que regula o funcionamento será feita por escrito com um mínimo de trinta detida pela sócia Lioma – Agricultura e
das sociedades por quotas. dias de antecedência e no caso de um ou mais Projectos de Gestão, Limitada, a favor da sócia
Dois) Os sócios poderão fazer à sociedade os sócios enviarem representantes legais os outros
Hoyo One Limited e da sociedade Hoyo Hoyo
suprimentos de que ela carecer, nas condições sócios deverão ser informados com quinze dias
BV, que entra para sociedade como nova sócia.
estabelecidas pela assembleia geral. de antecedência da data marcada para a reunião.
Em consequência da alteração verificada
Artigo SÉTIMO Artigo DÉCIMO E PRIMEIRO fica alterada a composição do artigo primeiro e
Cessão de quotas Balanço de contas quarto, que passam a reger-se pelas disposições
constantes e seguintes:
A cessão e divisão de quotas é livre entre Anualmente será feito um balanço fechado
os sócios, mas para estranhos depende do com a data de trinta e um de Dezembro e os Artigo PRIMEIRO
consentimento expresso, por escrito, da sociedade lucros líquidos apurados em cada exercício
a qual é reservada o direito de preferência na sua económico, depois de deduzida a percentagem (Denominação e duração)
aquisição. da reserva legal e quaisquer outras deduções
acordadas em assembleia geral, serão divididos Um) A sociedade adopta a denominação
Artigo OITAVO pelos sócios na proporção das suas quotas. de companhia produtora de oleaginosas de
Moçambique, Limitada.
Administração e gestão da sociedade
Artigo DÉCIMO E SEGUNDO Dois) Mantem-se.
Um) A administração e gestão da sociedade e
Dissolução
a sua representação, em juízo e fora dele, activa ............................................................
e passivamente, são conferidas a um conselho Um) A sociedade só se dissolve nos casos
de administração constituído pelos sócios, os previstos na lei, sendo por acordo unânime entre Artigo QUARTO
quais escolherão entre si o respectivo Presidente todos os sócios, e todos serão liquidatários, (Capital social)
do Conselho de Administração, a quem será procedendo-se a partilha e divisão dos seus bens
atribuído o uso da firma, estando qualquer dos Um) O capital social da sociedade,
sociais de acordo com o que for deliberado em
administradores dispensados de prestar caução. totalmente subscrito e realizado em
assembleia geral.
Dois) Os administradores poderão delegar todo
Dois) Por Morte ou interdição de qualquer dinheiro, é de cem mil meticais,
ou parte dos seus poderes a pessoas estranhas à
dos sócios a sociedade continuará com os seus correspondente à soma de duas quotas
sociedade desde que devidamente autorizados por
um meio dos votos da assembleia geral. herdeiros ou representantes do sócio falecido ou assim distribuídas:
Três) Os serviços prestados à sociedade pelos interdito, devendo nomear de entre eles um que a) Uma quota com o valor nominal de
administradores ou por qualquer dos sócios, no a todos represente, enquanto a respectiva cota noventa e nove mil e novecentos
exercício de funções de direcção ou outros são se mantiver indivisa. meticais, correspondente a
remunerados de acordo com a deliberação da noventa e nove vírgula nove
assembleia-geral, que fixará o respectivo montante CAPÍTULO IV
por cento do capital social,
e outras verbas que por ventura venham a ser Das disposições finais pertencente à sócia Hoyo One,
atribuídas.
Limited;
Artigo DÉCIMO E TERCEIRO
Artigo NONO b) Outra quota com o valor nominal de
Disposições finais cem meticais, correspondente a
Formas de obrigar a sociedade
Em todo quanto fique omisso regularão as zero vírgula um por cento do
Um) A sociedade obriga-se pela assinatura dos capital social, pertencente à
disposições legais em vigor na República de
dois administradores membros do conselho de sócia Hoyo Hoyo BV.
Moçambique.
administração, salvo em questões de administração
corrente da empresa para as quais a assinatura de Está conforme. Está conforme.
qualquer um dos administradores, no limite das Maputo, vinte e dois de Maio de dois mil Maputo, dois de Julho de dois mil e quinze.
suas competências, é suficiente. e quinze. — A Técnica, Ilegível. — O Técnico, Ilegível.
2470 III SÉRIE — NÚMERO 65

Moçfer Imobiliária, Limitada constituída sob a forma de sociedade industrial Dois) O balanço e contas fechar-se-ão
unipessoal de responsabilidade limitada e tem com referências a trinta e um de Dezembro
Certifico, para efeitos de publicação, que por a sua sede, no posto administrativo da Matola de cada ano e serão submetidos à apreciação
escritura pública de catorze de Julho de dois mil Rio, quarteirão quinhentos e noventa e nove, da assembleia geral com o parecer do técnico
e quinze, exarada de folhas quarenta e oito a casa número um, distrito de Boane, província de de contas.
folhas cinquenta, do livro número quatrocentos Maputo, podendo por deliberação da assembleia
e quarenta e oito traço A de notas para escrituras geral criar sucursais ou qualquer outra forma ARTIGO OITAVO
diversas do Quarto Cartório Notarial da de representação social em qualquer ponto do
(Lucros)
Cidade de Maputo, a cargo da notária Batça pais e no estrangeiro, quando para o efeito seja
Banu Amade Mussa, procedeu-se à cessão autorizada. Os lucros da sociedade terão a seguinte
de quotas na sociedade Moçfer Imobiliária, aplicação:
Limitada sociedade por quotas, matriculada na ARTIGO SEGUNDO
a) Vinte e cinco por cento para o fundo
Conservatória do Registo das Entidades Legais (Duração) da reserva legal;
de Maputo, sob o NUEL 100037300 e que, pelo
A sociedade tem duração por tempo b) O restante será distribuído ao sócio
mesmo instrumento, procedeu-se à alteração do
artigo quinto, dos estatutos da sociedade, o qual indeterminado. único.
passa a ter a seguinte nova redacção:
ARTIGO TERCEIRO ARTIGO NONO
ARTIGO QUINTO (Dissolução)
(Objecto)
(Capital social) Um) A sociedade não se dissolve por morte,
A sociedade tem por objecto a actividade
O capital social, integralmente panificadora. insolvência ou inabilitação do sócio.
subscrito e realizado em dinheiro, é de Dois) Nos casos de interdição ou inabilitação,
vinte e cinco mil meticais, correspondente ARTIGO QUARTO a respectiva quota será administrada pelo,
a duas quotas desiguais, dividias da (Capital social) representante legal do sócio interdito ou
seguinte forma: inabilitado, nos termos dos artigos cento e
Um) O capital social, integralmente subscrito quarenta e três e cento e cinquenta e três,
a) Uma quota com valor nominal de
e realizado em dinheiro é de cento e cinquenta respectivamente, ambos do código civil.
doze mil, setecentos e cinquenta
mil meticais, correspondente à uma quota Três) A sociedade só se dissolve nos termos
meticais, e representativa de
única, pertencente ao sócio único Ridwan
cinquenta e um por cento da lei ou por deliberação dos sócios, que
Hassan, representativa de cem por cento do
do capital da sociedade, representem pelo menos oitenta por cento do
capital social.
pertencente à sócia Mozfoods, capital social.
Dois) O sócio pode sempre que necessário
S.A; e
efectuar prestações suplementares ao capital ARTIGO DÉCIMO
b) Uma quota com o valor nominal de
social e suprimentos a sociedade em condições
doze mil, duzentos e cinquenta (Lacunas)
a fixar pela assembleia geral.
meticais representativa de
quarenta e nove por cento do ARTIGO QUINTO Todos os casos omissos serão regulados
capital social da sociedade, pelas disposições do código comercial e
pertence à sócia Moçfer – (Administração) demais legislação vigente na República de
Indústrias Alimentares, S.A. Um) A administração da sociedade e sua Moçambique.
Em tudo o mais não alterado, continuam a representação em juízo ou fora dele pertence ao Está conforme.
vigorar as disposições do pacto social anterior. sócio único Ridwan Hassam, com dispensa de Maputo, vinte e nove de Julho de dois mil
Está conforme. caução, este poderá caso haja necessário delegar e quinze. — A Notária Técnica, Ilegível.
Maputo, vinte e quatro de Julho de dois mil a um terceiro mediante emissão da respectiva
e quinze. — O Técnico, Ilegível. procuração.
Dois) A sociedade obriga-se pela assinatura
do sócio Ridwan Hassam, ou ainda por
procurador especialmente designado para o
Padaria Djonasse – Sociedade Motorcare Services
efeito.
Unipessoal, Limitada Três) Para actos de mero expediente basta Certifico, para efeitos de publicação, que por
Certifico, para efeitos de publicação, que por a assinatura do sócio, ou de um empregado da escritura pública de sete de Julho de dois mil
escritura de vinte e sete de Julho de dois mil e sociedade devidamente autorizado para o efeito. e quinze, lavrada de folha dezassete a folhas
quinze, exarada de folhas vinte e cinco a folhas
dezanove, do livro de notas para escrituras
vinte e seis do livro de notas para escrituras ARTIGO SEXTO
diversas número quatrocentos e quarenta e oito
diversas número cinquenta e dois traço E, do
(Transmissão de quotas) traço A, deste Cartório Notarial de Maputo,
Terceiro Cartório Notarial de Maputo, perante
Fátima Juma Achá Baronet, licenciada em Um) A divisão, a transmissão total ou parcial perante Batça Banu Amade Mussa, licenciada
Direito, conservadora e notária superior A, em das quotas a sócios e terceiros dependem da em Direito, técnica superior dos registos e
exercício no referido cartório, foi constituída autorização prévia da assembleia geral. notariado N1 e notária em exercicio no referido
uma sociedade comercial unipessoal por quotas Dois) O sócio gozam do direito de preferência cartório, procedeu-se na sociedade em epígrafe,
de responsabilidade limitada, que se regerá aumento do capital social e alteração parcial do
na aquisição de quotas ou parte delas.
pelos termos constantes dos artigos seguintes: pacto social em que os sócios elevam o capital
ARTIGO PRIMEIRO ARTIGO SETIMO social de cem mil meticais para duzentos e
oitenta milhões, quatrocentos e setenta e dois
(Denominação e sede) (Exercício)
mil, duzentos e cinquenta meticais sendo
A sociedade adopta a denominação de Padaria Um) O exercício social coincide com o ano o aumento de duzentos e oitenta milhões,
Djonasse – Sociedade Unipessoal, Limitada, e é civil. trezentos e setenta e dois mil, duzentos e
14 DE AGOSTO DE 2015 2471

cinquenta meticais na proporção das quotas dos foi matriculada na Conservatória do Registo especialmente no domínio da
sócios, com recurso a novas entradas, a realizar das Entidades Legais sob NUEL 100635372, biodiversidade, dos serviços dos
nos prazos abaixo descritos. uma sociedade denominada Biota Moçambique, ecossistemas, da restauração
a) A sócia Motorcare Services Holding Limitada. ecológica, dos recursos hídricos,
A/S realizará integralmente a sua É celebrado o seguinte contrato de sociedade, do planeamnto e ordenamento
parte do aumento no valor de cento nos termos do artigo noventa do Código do território, dos sistemas de
e doze milhões, cento oitenta e Comercial, entre: informação geográfica e de áreas
oito mil, novecentos meticais, em Biota – Estudos e Divulgação em Ambiente, afins;
dinheiro; Limitada. Sita em ABC - Apoio de Base b) Desenvolvimento, comercialização,
b) A sócia Motorcare, Limitada realizará à Criatividade, Convento de S. Miguel importação e exportação de
a sua parte do aumento, no valor das Gaeiras, 2510-718 Gaeiras, Portugal, soluções tecnológicas (software e
de cento e sessenta e oito milhões, matriculada na CRC de Odivelas, sob hardware) para implementação na
duzentos e oitenta e dois mil, n.º 508342961, pessoa colectiva área do ambiente e afins, bem como
trezentos cinquenta meticais, em n.º 508342961, representada por senhora importação e exportação de outros
dinheiro e em bens, sendo vinte Patrícia Sobral Marta Rodrigues, casada, de equipamentos e materiais de apoio
milhões, setecentos e noventa e seis nacionalidade portuguesa;
à actividade;
mil, trezentos e cinquenta meticais Patrícia Sobral Marta Rodrigues, casada, de c) Organização de eventos.
em dinheiro e o remanescente em nacionalidade portuguesa, portador do
Dois) A sociedade poderá igualmente exercer
bens no valor de cento e quarenta e Passaporte n.º M218187 emitido pelos
qualquer outra actividade de natureza comercial,
sete milhões, quatrocentos e oitenta Serviços de Estrageiro e Fronteiras, em vinte
e nove de Junho de dois mil e doze com industrial e pecuária, por lei permitida, desde
e sete mil meticais, mediante a
validade até vinte e nove de Junho de dois que para tal obtenha a aprovação das entidades
transmissão da propriedade ou
mil e dezassete. competentes.
titularidade dos bens e direitos, no
prazo maximo de um ano. Pelo presente contrato de sociedade outorga ARTIGO QUARTO
e constitui uma sociedade por quotas de
Em consequência acima dessa deliberação
responsabilidade limitada, que se regerá pelas (Aquisição de participações)
fica alterado o número um do artigo quarto do
cláusulas seguintes:
pacto social que passa a ter a seguinte nova A sociedade poderá, mediante deliberação
redacção: CAPÍTULO I dos sócios, participar, directamente ou
indirectamente, em quaisquer projectos, quer
ARTIGO QUARTO Da denominação, sede e objecto. sejam similares ou diferentes dos desenvolvidos
Capital social ARTIGO PRIMEIRO pela sociedade, bem assim adquirir, deter,
reger e alienar participações sociais noutras
Um) O capital social, integralmente (Denominação e sede)
sociedades.
subscrito e realizado em dinheiro, é de Um) A sociedade adopta a denominação de
duzentos e oitenta milhões, quatrocentos Biota Moçambique, Limitada, é uma sociedade CAPÍTULO II
e setenta e dois mil, duzentos e cinquenta por quotas de responsabilidade limitada e tem Do capital social, administração
meticais correspondentes à soma de duas a sua sede na Avenida da Maguiguana número
e representação da sociedade
quotas desiguais assim distribuídas: oitocentos e nove rés-do-chão, na cidade de
a) Motorcare, Limitada – cento e Maputo. ARTIGO QUINTO
sessenta e oito, duzentos e Dois) A sociedade poderá abrir filiais,
(Capital social)
oitenta e três mil e trezentos e sucursais, delegações, outras formas de
cinquenta meticais, correspon- representação em território nacional ou no Um) O capital social, integralmente subscrito
dentes a sessenta por cento do estrangeiro, mediante deliberação da assembleia e realizado, é de cem mil meticais, correspondente
capital social; geral. a duas quotas, assim distribuídas:
b) Motorcare Services Holding A/S ARTIGO SEGUNDO a) Uma quota no valor de setenta mil
– cento e doze milhões, cento e meticais pertencente a Biota –
oitenta e oito mil e novecentos (Duração)
Estudos e Divulgação em Ambiente,
meticais, correspondentes à A sociedade é criada por tempo indeter- Limitada, correspondente a setenta
quarenta por cento do capital minado, contando-se o seu início a partir da por cento;
social. data de celebração de escritura pública de b) Uma quota no valor de trinta mil
Que em tudo o mais não alterado continuam constituição. meticais pertencente a Patrícia
a vigorar as disposições do pacto social anterior. Sobral Marta Rodrigues, corres-
ARTIGO TERCEIRO
Está conforme. pondente a trinta por cento.
(Objecto)
Maputo, vinte e oito de Julho de dois mil Dois) Mediante deliberação tomada em
e quinze. — O Técnico, Ilegível. Um) A sociedade tem como objecto assembleia geral poderão ser exigidos aos sócios
principal: prestações suplementares até montante global de
a) Prestação de serviços de consultoria, um milhão de meticais, na proporção da quota
estudos, projectos, formação, de capital de cada um deles.
Biota Moçambique, Limitada
divulgação, fiscalização, assessoria Três) Qualquer dos sócios poderão efectuar
Certifico, para efeitos de publicação, que no técnica e investigação diversa na suprimentos a sociedade, nos termos e condições
dia vinte e nove de Julho de dois mil e quinze, área do ambiente e do turismo, a fixar em assembleia geral.
2472 III SÉRIE — NÚMERO 65

ARTIGO SEXTO herdeiros ou representantes legais do falecido Edmilson Norberto Monteiro Benjamim
ou interdito, os quais exercerão em comum Matateu, menor, de nacionalidade moçam-
(Divisão e cessão de quotas)
os respectivos direitos enquanto a quota bicana, portador do Boletim de Nascimento,
Um) É livre a cessão de quotas, inclusive permanecer indivisa. emitido pela Conservatória de Registo Civil
a terceiros, mas a sociedade tem o direito em Dois) A sociedade só se dissolvem nos Maputo emitido em vinte e dois de Janeiro
primeiro lugar, e os sócios em segundo lugar, casos previstos na lei, sendo liquidada nos de dois mil e nove;
tem direito de preferência na sua aquisição. termos da lei. Egla Magali Miana Benjamim Matateu, menor,
Dois) A divisão e cessão de quotas, bem
de nacionalidade moçambicana, portador
como a constituição de qualquer ónus ou ARTIGO DÉCIMO
encargos, sobre a mesma carecem de uma do Cédula Pessoal n.º 625490, emitido
(Morte ou interdição) pela Conservatória de Registo Civil de
autorização prévia da sociedade, dada por
deliberação da assembleia geral. Namaancha em vinte e um de Março de
No caso de morte ou interdição de alguns
Três) O sócio que pretende alienar a sua dois mil e dez com validade até vinte e um
sócios e quando sejam vários os respectivos
própria quota informará a sociedade, com um de Março de dois mil e dez.
sucessores, estes designarão de entre si, um que
mínimo de quinze dias de antecedência, por a todos represente perante a sociedade enquanto Pelo presente contrato de sociedade outorga
carta registada com aviso de recepção, dando a a divisão da respectiva quota não for autorizada, e constitui uma sociedade por quotas de
conhecer o projecto de venda e as respectivas responsabilidade limitada, que se regerá pelas
ou se a autorização for denegada.
condições, gozando a sociedade, em primeiro cláusulas seguintes:
lugar, do direito de preferência de aquisição de ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
quota em alienação. CAPÍTULO I
Quatro) Caso a sociedade não queira usar (Balanço e aplicação de resultado)
do direito que lhe é conferido no número Da denominação, sede e objecto.
Um) O ano coincide com o ano civil.
precedente, o mesmo poderá ser exercido pelos Dois) O balanço e contas de resultado fechar- ARTIGO PRIMEIRO
sócios individualmente ou por seus herdeiros.
se-ão com referência a trinta e um de Dezembro (Denominação e sede)
ARTIGO SÉTIMO de cada ano.
Três) Dos lucros apurados em cada exercício Um) A sociedade adopta a denominação de
(Administração) deduzir-se-á em primeiro lugar, a percentagem Bimaa Consultoria, Limitada, é uma sociedade
Um) A gestão e administração da sociedade legalmente estabelecida para a constituição por quotas de responsabilidade limitada e tem a
bem assim a sua representação em juízo ou fora do fundo da reserva legal. Sobre o valor sua sede na cidade de Maputo, Avenida Ahmed
do activo e passivo, fica a cargo do sócio Patrícia remanescente haverá deliberação em assembleia Sekou Toure número três mil, quinhentos e
Sobral Marta Rodrigues, administrador eleito geral. sessenta primeiro andar, F traço cinco.
em assembleia geral pelos sócios. Quatro) Cumprindo o disposto no número Dois) A sociedade poderão abrir filiais,
Dois) Os gerentes poderão delegar, entre si anterior, à parte remanescente dos lucros sucursais, delegações, outras formas de
ou a um sócio, os poderes de gerência, com ou será aplicável a legislação da República de representação em território nacional ou no
sem remuneração conforme for deliberado em Moçambique. estrangeiro, mediante deliberação da assembleia
assembleia geral, mas em relação a estranhos,
geral.
depende do consentimento da assembleia geral ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
e em tal caso deve conferir os respectivos
(Casos omissos) ARTIGO SEGUNDO
mandatos.
Três) Fica proibido ao gerente e ao procurador Em tudo quanto fica omisso regularão (Duração)
ou mandatário obrigar a sociedade em fiança, as disposições do Código Comercial, e A sociedade é criada por tempo indeter-
letras de favor, avais, abonações e outros demais legislação aplicável na República de minado, contando-se o seu início a partir da
actos, contratos ou documentos semelhantes, Moçambique.
estranhos aos negócios sociais. data de celebração de escritura pública de
Maputo, vinte e oito de Julho de dois mil constituição.
ARTIGO OITAVO e quinze. — O Técnico, Ilegível.
ARTIGO TERCEIRO
(Formas de obrigar a sociedade)
(Objecto)
Um) A sociedade fica validamente
Bimaa Consultoria, Limitada Um) A sociedade tem como objecto
obrigada pela assinatura do administrador,
em todos os actos e contratos, podendo este, Certifico, para efeitos de publicação, que no principal:
para determinados actos, delegar poderes a dia vinte e nove de Julho de dois mil e quinze, a) Prestação de serviços de consultoria
procurador especialmente constituído, nos foi matriculada na Conservatória do Registo na área social;
precisos termos e limites do respectivo mandato. das Entidades Legais sob NUEL 100635372, b) Assistência jurídica e agenciamentos;
Dois) As decisões dos sócios, de natureza uma sociedade denominada Bimaa Consultoria, c) Tramitação de documentos.
as deliberações da assembleia geral, serão Limitada. Dois) A sociedade poderão igualmente
registados em acta por eles assinados.
É celebrado o seguinte contrato de sociedade, exercer qualquer outra actividade de natureza
CAPÍTULO III nos termos do artigo noventa do Código comercial, industrial e pecuária, por lei
Comercial, entre; permitida, desde que para tal obtenha a
Das disposições gerais
Benjamim Matateu, solteiro, de nacionalidade aprovação das entidades competentes.
ARTIGO NONO moçambicana, portador do Bilhete de
Identidade n.º 110100234374A, emitido ARTIGO QUARTO
(Dissolução e liquidação)
pelos Serviços de Identificação da Cidade (Aquisição de participações)
Um) A sociedade não se dissolve por de Maputo, em vinte e oito de Maio de dois
extinção, morte ou interdição de qualquer mil e dez com validade até vinte e oito de A sociedade poderá, mediante deliberação
dos sócios, contribuindo com os sucessores, Maio de dois mil e quinze. dos sócios, participar, directamente ou
14 DE AGOSTO DE 2015 2473

indirectamente, em quaisquer projectos, quer ARTIGO SÉTIMO Dois) O balanço e contas de resultado fechar-
sejam similares ou diferentes dos desenvolvidos se-ão com referência a trinta e um de Dezembro
(Administração)
pela sociedade, bem assim adquirir, deter, de cada ano.
reger e alienar participações sociais noutras Um) A gestão e administração da sociedade Três) Dos lucros apurados em cada exercício
sociedades. bem assim a sua representação em juízo ou deduzir-se-á em primeiro lugar, a percentagem
forro do activo e passivo, fica a cargo do sócio legalmente estabelecida para a constituição
CAPÍTULO II Benjamim Matateu administrador eleito em do fundo da reserva legal. Sobre o valor
Do capital social, administração e assembleia geral pelos sócios. remanescente haverá deliberação em assembleia
Dois) Os gerentes poderão delegar, entre si geral.
representação da sociedade
ou a um sócio, os poderes de gerência,com ou Quatro) Cumprindo o disposto no número
ARTIGO QUINTO sem remuneração conforme for deliberado em anterior, à parte remanescente dos lucros
assembleia geral, mas em relação a estranhos, será aplicável a legislação da República de
(Capital social)
depende do consentimento da assembleia geral Moçambique.
Um) O capital social, integralmente e em tal caso deve conferir os respectivos
subscrito e realizado, é de vinte mil meticais, mandatos. ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
correspondente a três quotas, assim distribuídas: Três) Fica proibido ao gerente e ao procurador (Casos omissos)
a) Uma quota no valor de dez mil meticais ou mandatário obrigar a sociedade em fiança,
pertencente ao sócio Benjamim letras de favor, avais, abonações e outros Em tudo quanto fica omisso regularão
Matateu correspondente cinquenta actos, contratos ou documentos semelhantes, as disposições do Código Comercial, e
por cento; estranhos aos negócios sociais. demais legislação aplicável na República de
Moçambique.
b) Uma quota no valor de cinco mil
ARTIGO OITAVO Maputo, treze de Julho de dois mil e quinze.
meticais pertencente ao sócio
Edmilson Norberto Monteiro (Formas de obrigar a sociedade) — O Técnico, Ilegível.
Benjamim Matateu correspondente
Um) A sociedade fica validamente obrigada
vinte e cinco por cento; pela (s) assinatura (s) do (s) administrador
c) Uma quota no valor de cinco mil (és), em todos os actos e contratos, podendo AS Travel África, Limitada
meticais pertencente ao sócio Egla este, para determinados actos, delegar poderes
Magali Miana Benjamim Matateu a procurador especialmente constituído, nos Certifico, para efeitos de publicação, que no
correspondente vinte e cinco por precisos termos e limites do respectivo mandato. dia vinte e oito de Julho de dois mil e quinze,
cento. Dois) As decisões dos sócios, de natureza foi matriculada na Conservatória do Registo
Dois) Mediante deliberação tomada em as deliberações da assembleia geral, serão das Entidades Legais sob NUEL 100634783,
registados em acta por eles assinados. uma sociedade denominada AS Travel África,
assembleia geral poderão ser exigidos aos sócios
Limitada.
prestações suplementares até montante global de
CAPÍTULO III Abel Maria Inocêncio Victorino, nascido ao
um milhão de meticais, na proporção da quota
vinte e oito de Janeiro de mil e novecentos e
de capital de cada um deles. Das disposições gerais
sessenta e sete, solteiro, natural de Maganja
Três) Qualquer dos sócios poderão efectuar
ARTIGO NONO da Costa, de nacionalidade moçambicana,
suprimentos a sociedade, nos termos e condições residente na cidade da Matola, no bairro de
a fixar em assembleia geral. (Dissolução e liquidação) Kongolote, quarteirão cinquenta e três, casa
Um) A sociedade não se dissolve por número dois mil e seiscentos e oito, portador
ARTIGO SEXTO do Bilhete de Identidade n.º 110400406356F,
extinção, morte ou interdição de qualquer
(Divisão e cessão de quotas) de vinte e seis de Agosto de dois mil e dez,
dos sócios, contribuindo com os sucessores,
emitido pelo Arquivo de Identificação Cívil
Um) É livre a cessão de quotas, inclusive herdeiros ou representantes legais do falecido
de Maputo;
a terceiros, mas a sociedadetem o direito em ou interdito, os quais exercerão em comum
Heinz Heinrich Sander, nascido ao vinte e um
primeiro lugar, e os sócios em segundo lugar, os respectivos direitos enquanto a quota
de Setembro de mil e novecentos e quarenta
tem direito de preferência na sua aquisição. permanecer indivisa. e seis, solteiro, natural de Nachterstedt -
Dois) A divisão e cessão de quotas, bem Dois) A sociedade só se dissolvem nos Alemanha, de nacionalidade alemã, residente
como a constituição de qualquer ónus ou casos previstos na lei, sendo liquidada nos em Berlin acidentalmente em Maputo,
encargos, sobre a mesma carecem de uma termos da lei. portador do Passaporte n.º C3FN1MW27, de
autorização prévia da sociedade, dada por dezanove de Dezembro de dois mil e onze,
ARTIGO DÉCIMO emitido pelas autoridades de migração da
deliberação da assembleia geral.
Três) O sócio que pretende alienar a sua (Morte ou interdição) República Federal da Alemanha.
própria quota informará a sociedade, com um É celebrado nos termos do artigo noventa do
No caso de morte ou interdição de alguns Código Comercial, um contrato de sociedade
mínimo de quinze dias de antecedência, por
sócios e quando sejam vários os respectivos que regerá pelos termos constantes dos artigos
carta registada com aviso de recepção, dando a
sucessores, estes designarão de entre si, um que seguintes:
conhecer o projecto de venda e as respectivas
a todos represente perante a sociedade enquanto
condições, gozando a sociedade, em primeiro ARTIGO PRIMEIRO
a divisão da respectiva quota não for autorizada,
lugar, do direito de preferência de aquisição de
ou se a autorização for denegada (Denominação social)
quota em alienação.
Quatro) Caso a sociedade não queira usar ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO A sociedade adopta a denominação de AS
do direito que lhe é conferido no número Travel África, Limitada, e será regida pelos
(Balanço e aplicação de resultado)
precedente, o mesmo poderá ser exercido pelos presentes estatutos e demais legislação aplicável
sócios individualmente ou por seus herdeiros. Um) O ano coincide com o ano civil. na República de Moçambique.
2474 III SÉRIE — NÚMERO 65

ARTIGO SEGUNDO ARTIGO SEXTO reguladas pelo Código Comercial e pela


demais legislação aplicável na República de
(Sede social) (Cessão de quotas)
Moçambique.
Um) A sociedade tem a sua sede social no Um) É livremente permitida a cessão, total Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze.
bairro do Alto Maé, Avenida do rio Limpopo, ou parcial, de quotas entre os sócios, ficando,
— O Técnico, Ilegível.
número duzentos e noventa e oito, cidade de desde já, autorizadas as divisões para o efeito;
Maputo. porém, a cessão a estranhos depende sempre do
Dois) Por simples deliberação de adminis- consentimento da sociedade, sendo, neste caso,
traçào, poderá a sede social ser transferida reservado à sociedade, em primeiro lugar, e aos Chanfuta Consultoria, Socie-
para outro local dentro da mesma cidade ou sócios não cedentes em segundo lugar, o direito dade Unipessoal, Limitada
de preferência, devendo pronunciar-se no prazo
para outra cidade, bem como, criar e encerrar
de trinta dias a contar da data do conhecimento, Certifico, para efeitos de publicação, que no
sucursais, âgencias, filiais, delegações, ou outras
se pretendem ou nào usar de tal direito. dia vinte e nove de Julho de dois mil e quinze
formas de representação em território nacional
Dois) Para os efeitos do disposto no número foi matriculada na Conservatória do Registo das
ou no estrangeiro.
um deste artigo, o sócio cedente notificará a
Entidades Legais sob NUEL 100635364, uma
sociedade, por carta registada com aviso de
ARTIGO TERCEIRO sociedade denominada Chanfuta Consultoria,
recepção, da projectada cessão de quota ou
(Duração) parte dela. – Sociedade Unipessoal, Limitada.
Três) No caso de a sociedade ou dos sócios Anton Calitz de nacionalidade sul-africana, de
A duração da sociedade é por tempo
pretenderem exercer o direito de preferência estado civil casado, titular do Passaporte
indeterminado, contando-se o seu inicio, para
conferido nos termos do número um do presente n.º M00018561, emitido aos quinze de
todos os efeitos legais a partir da data da sua
artigo deverão, comunicar ao cedente no prazo Março de dois mil e dez pelo Serviço
constituição. de trinta dias contados da data da recepção da
de Migração da Africa do Sul, residente
carta, referida no númeo dois deste artigo.
ARTIGO QUARTO no bairro da costa do sol, casa número
Quatro) A falta de resposta pela sociedade
(Objecto) e pelos restantes sócios no prazo que lhes quatrocentos e setenta e nove, quatrocentos
incumbe dá-la, entende-se como autorização e oitenta, parcela seiscentos e sessenta D,
Um) A sociedade tem por objecto principal
para a cessão e renúncia por parte da sociedade adiante designado sócio.
comércio e prestação de serviços de venda de e dos restantes sócios aos respectivos direitos
passagens aéreas e turismo. Pelo presente documento particular, constitui
de preferência.
Dois) A sociedade têm ainda como objecto uma sociedade unipessoal por quotas que se
comércio a grosso de bens com importação e ARTIGO SÉTIMO regerá de acordo com os seguintes estatutos.
exportação.
(Administração e representação) CAPÍTULO I
Três) A sociedade poderá igualmente exercer
qualquer outra actividade de natureza comercial A administração da sociedade e sua Da denominação, sede duração
ou industrial por lei permitida ou para que representação em juízo e fora dela, activa e objecto
obtenha as necessárias autorizações, conforme e passivamente será exercida pelos sócios
deliberação dos sócios. Abel Maria Inocêncio Vitorino e Heinz ARTIGO PRIMEIRO
Quatro) Por deliberação da assembleia geral Heinrich Sander que desde já são nomeados (Denominação)
a sociedade poderá adquirir participações, administradores.
maioritárias, ou minoritárias, no capital de A sociedade adapta a firma Chanfuta
outras sociedades, nacionais ou estrangeiras, ARTIGO OITAVO Consultoria, – Sociedade Unipessoal, Limitada.
independentemente do ramo de actividade. (Morte ou interdição)
ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO QUINTO No caso de morte ou interdição de algum
(Objecto)
dos sócios e quando sejam vários os respectivos
(Capital social)
sucessores estes designarão entre si um que A sociedade tem por objecto realizar as
Um) O capital social, integralmente realizado a todos representem perante a sociedade, actividades seguintes:
e subscrito em dinheiro, é de cem mil meticais, enquanto a divisão de respectiva quota não for
corresponde à soma de duas quotas assim a) Consultoria em segurança de bens e
autorizada ou se autorização for denegada.
distribuídas: de pessoas;
ARTIGO NONO b) Aluguer de viaturas;
a) Uma quota com o valor nominal
de cinquenta mil meticais, o c) Consultoria e prestação de serviços de
(Balanço)
correspondente a cinquenta por informática, marketing e publici-
Um) O exercício social coincide com o ano dade;
cento do capital social, pertencente
civil. d) Consultoria e organização de eventos;
ao sócio, Abel Maria Inocêncio
Dois) O balanço e as contas do resultado e) A sociedade exercerá decorações de
Victorino;
fechar-se-ão com referência a trinta e um de
b) Uma quota com o valor nominal interior.
Dezembro do ano correspondente e serão
de cinquenta mil meticais, o
submetidas a apreciação da assembleia ordinária ARTIGO TERCEIRO
correspondente a cinquenta por
dentro dos limites impostos pela lei.
cento do capital social, pertencente (Sede)
a sócio, Heinz Heinrich Sander. ARTIGO DÉCIMO
Dois) O capital social poderá ser aumentado A sociedade tem a sua sede no bairro costa
(Legislação aplicável) do sol, casa número quatrocentos e setenta e
por uma ou mais vezes, com ou sem entrada
de novos sócios, por decisão unânime da Todas as questões não especialmente nove, quatrocentos e oitenta, parcela seiscentos
assembleia geral dos sócios. contempladas pelos presentes estatutos serão e sessenta, Maputo.
14 DE AGOSTO DE 2015 2475

ARTIGO QUARTO ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO ARTIGO TERCEIRO


(Duração) (Balanço) Objecto
A sociedade é constituída por tempo Um) O exercício social civil. Um) A sociedade tem por objecto o exercício
indeterminado, contando-se o seu início a partir Dois) O balanço e as contas de resultado das seguintes actividades:
da data da escritura pública da sua constituição. fechar-se ao com referência a trinta e um de
Dezembro do ano correspondente. a) Prestação de serviços;
ARTIGO QUINTO b) Fornecimento de equipamento de
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO material de escritório;
(Participação)
c) Fornecimento de material de
(Dissolução)
A sociedade poderá participar em agrupa- protecção pessoal e equipamento
mentos complementares de empresas, bem A sociedade dissolve-se nos casos e termos de segurança;
como em sociedades com objecto diferente. estabelecidos por lei. d) Material de sub salentes divirsos;
e) Material de higiene e limpeza;
CAPÍTULO II ARTIGO DÉCIMO QUARTO
f) Material hospitalar, com importação
Do capital social (Omissões) e exportação.
ARTIGO SEXTO Os casos omissos serão regulados pelo Dois) A sociedade poderá adquirir
Código Comercial, aprovado pelo decreto-lei participações financeiras em sociedades a
(Capital de capital)
número dois barra dois mil e cinco de vinte constituir ou já constituídas ainda que tenha
O capital social é de vinte mil meticais, e sete de Dezembro e demais legislação de como objecto social diferente do da sociedade.
representando uma quota pertencente ao sócio Moçambique.
Três) A sociedade poderá exercer quaisquer
Anton Calitz e encontra-se integralmente Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze. outras actividades desde que esteja devidamente
realizado em dinheiro. — O Técnico, Ilegível. autorizada nos termos da legislação em vigor.
ARTIGO SÉTIMO
ARTIGO QUARTO
(Aumento de capital)
L&K Procurement e Transporte Capital social
O capital poderá ser aumentado por decisão
dos sócios, nos termos legais.
– Sociedade Unipessoal, O capital social, integralmente subscrito e
Limitada realizado em dinheiro é de quinze mil meticais,
CAPÍTULO III pertencente ao sócio único Ivandro Momade
Certifico, para efeitos de publicação, que no dia
Da gerência nove de Julho de dois mil e quinze foi matriculada Amino correspondente a cem por cento do
na Conservatória do Registo das Entidades capital social.
ARTIGO OITAVO
Legais sob NUEL 100637981, uma sociedade
(Gerência) denominada L&K Procurement e Transporte, ARTIGO QUINTO
Limitada Sociedade Unipessoal, Limitada. Administração e gerência
A gerência e representação da sociedade
pertencem Anton Calitz desde já nomeado É celebrado o presente contrato de sociedade,
nos termos do artigo noventa do Código Um) A administração, gestão da sociedade e
administrador.
Comercial, entre: sua representação em juízo e fora dela activa e
Parágrafo primeiro. Para obrigar a sociedade,
em juízo e fora dela, activa e passivamente, é Ivandro Momade Amino, solteiro maior de passivamente será exercida pelo sócio Ivandro
necessária a assinatura do administrador. nacionalidade mocambicana, residente rua Momade Amino, que desde já fica nomeado
Parágrafo segundo. A sociedade pode Armando Tivane número cento e quarenta , sócio gerente com dispensa de caução bastando
constituir mandatário mediante a outorga de primeiro andar, bairro da Polana Cimento, uma assinatura para obrigar a sociedade.
procuração adequada para o efeito. cidade de Maputo, portador do Bilhete de Dois) O gerente tem plenos poderes para
Identidade n.º 110100904968N, emitido aos nomear mandatários a sociedade conferido os
ARTIGO NONO vinte e um de Agosto de dois mil e treze e necessário poderes de representação.
(Aquisição de bens) valido ate vinte e um de Agosto de dois mil
e dezoito. ARTIGO SEXTO
A administração fica autorizada a iniciar, de
Pelo presente contrato de sociedade constitui
imediato, a actividade social, podendo, de bens Um) A assembleia geral reúne-se ordinaria-
uma sociedade unipessoal por quotas e reger-
móveis ou imóveis, tomar de arrendamento mente uma vez por ano para apreciação e
se-á pelos seguintes artigos:
quaisquer locais, celebrar contratos de locais aprovação do balanço e contas do exercício
outros destinados a financiar a sua actividade, CAPÍTULO I findo e repartição de lucro e percas.
no âmbito do objecto social. Dois) A assembleia geral poderá reunir-
Denominação e sede
se extraordinariamente quantas vezes for
ARTIGO DÉCIMO
ARTIGO PRIMEIRO necessária desde que as circunstanciais assim
(Aplicação de resultados) o exijam para deliberar sobre qualquer assunto
A sociedade adopta a denominação de
Dos lucros líquidos aprovados em cada L&K Procurement e Transporte – Sociedade que diga respeito a sociedade.
exercício, deduzir-se-ão, pela ordem seguinte. Unipessoal, Limitada, tem a sua sede no bairro ARTIGO SÉTIMO
de Jardim, rua de Agricultura número noventa
CAPÍTULO IV e cinco, rés-do-chão, cidade de Maputo. A sociedade só se dissolve nos termos
Das disposições gerais fixados pela lei.
ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO ARTIGO OITAVO
Duração
(Despesas de constituição) Em caso de morte, interdição ou inabilitação
A sua duração será por tempo indeterminado,
As despesas de constituição serão suportadas contando-se o seu início a partir da data da dos sócio da sociedade os seus herdeiros assume
pela sociedade. constituição. automaticamente o lugar na sociedade com
2476 III SÉRIE — NÚMERO 65

dispensa de caução, podendo este nomear seu b) Manutenção de imobiliários, pinturas, ARTIGO NONO
representante se assim o entender desde que colocação de azulejos, montagem
(Dissolução)
obedeça o preceituado nos termos da lei. de ar condicionados, colocação
de tecto falso e outros serviços A sociedade dissolve-se nos casos e nos
ARTIGO NONO equiparáveis; termos da lei.
Casos omissos c) A sociedade poderá exercer outras
actividades conexas ou subsidiarias ARTIGO DÉCIMO
Os casos omissos serão regulados pela da actividade principal desde que, (Disposições finais)
legislação comercial vigente e aplicável na obtidas as necessárias autorizações
República de Moçambique. das entidades competentes. Um) Em caso e morte ou interdição do
sócio único, a sociedade continuará com os
Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze.
ARTIGO QUARTO herdeiros ou representantes do falecido ou
— O Técnico, Ilegível.
interdito, os quais nomearão entre si um que a
(Capital social) todos represente na sociedade, enquanto a quota
Um) O capital social, integralmente subscrito permanecer indivisa.
Zindo Construções & e realizado em dinheiro é de quinhentos mil Dois) Em tudo quanto for omisso nos
Manutenção, Sociedade meticais, correspondente a quota do único sócio presentes estatutos aplicar-se-á as disposições
Unipessoal, Limitada António João Jornal equivalente a cem por cento do Código Comercial e demais legislação em
vigor na República de Moçambique.
do capital social.
Certifico, para efeitos de publicação, que no Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze.
Dois) O capital social pode ser aumentado
dia vinte e sete de Julho de dois mil e quinze, — O Técnico, Ilegível.
foi matriculada na Conservatória do Registo das mediante proposta do sócio único.
Entidades Legais sob NUEL 100635380, uma
ARTIGO QUINTO
sociedade denominada Zindo Construções &
Manutenção, Sociedade Unipessoal, Limitada. (Administração, representação da sede) Ideal Power – Sociedade
Nos termos do artigo noventa do Código
Um) A sociedade será administrada pelo
Unipessoal, Limitada
Comercial, entre:
sócio único, António João Jornal, ou seu Certifico, para efeitos de publicação, que no
António João Jornal, casado com Elisa Armando mandatário/ procurador devidamente designado
Jornal, em regime de comunhão de bens, de dia vinte e nove de Julho de dois mil e quinze
para o efeito. foi matriculada na Conservatória do Registo das
nacionalidade moçambicana, e residente
Dois) A sociedade fica obrigada pela Entidades Legais sob NUEL 100635623, uma
nesta cidade, portador do Passaporte
n.º 10AA19969, emitido aos dezassete de assinatura do sócio único António João Jornal sociedade denominada Ideal Power – Sociedade
Novembro de dois mil e dez, pela Direcção ou do seu Mandatário /procurador devidamente Unipessoal, Limitada.
de Migracção de Maputo. designado para o efeito, na abertura de contas É celebrado o presente contrato de sociedade,
Constitui uma sociedade por quota unipessoal bancárias, assinatura de cheques, compra e entre:
limitada pelo presente contrato, em escrito venda dos bens da sociedade.
Único. Halil Ibrahim Kurt, solteiro, natural
particular, que se regerá pelos seguintes artigos. de Istambul, de nacionalidade turca, titular do
ARTIGO SEXTO
Dire n.º 10TR00073565B, emitido na Matola,
ARTIGO PRIMEIRO
(Prestações suplementares) aos vinte e seis de Janeiro de dois mil e quinze,
(Denominação e duração) residente na rua Mavoco, Parcela número doze
O sócio único poderá efectuar suprimentos ou
A sociedade é criada por tempo indeterminado mil, seiscentos e catorze, Matola Rio.
prestações suplementares do capital a sociedade,
e adopta a denominação Zindo Construções & nas condições que entender convenientes. Pelo presente contrato de sociedade outorga
Manutenção – Sociedade Unipessoal, Limitada. e constitui uma sociedade unipessoal por quotas
ARTIGO SÉTIMO de responsabilidade limitada, que se regerá pelas
ARTIGO SEGUNDO cláusulas seguintes:
(Balanço e contas)
(Sede)
Um) O exercício social coincide com o ano ARTIGO PRIMEIRO
Um) A sociedade tem a sua sede social na
civil. (Denominação e duração)
cidade de Maputo, rua Irmãos Ruby, número
Dois) O balanço e contas de resultados
dois mil e duzentos e oitenta e nove, rés-do- A sociedade adopta a firma Ideal Power –
fechar-se-ão com referência a trinta e um de
chão, bairro do Alto Mae. Sociedade Unipessoal, Limitada, que é uma
Dezembro.
Dois) Mediante simples decisão do sócio sociedade unipessoal de responsabilidade
único, a sociedade poderá deslocar a sua ARTIGO OITAVO limitada, com fins lucrativos e criada por tempo
sede para dentro do território nacional, abrir indeterminado.
sucursais, filiais, representação no pais ou (Apuramento e distribuição de resultados)
no estrangeiro, desde que observado as leis e ARTIGO SEGUNDO
Um) Ao lucro apurado em cada exercício
normas em vigor ou quando for devidamente (Sede)
deduzir-se-á em primeiro lugar a percentagem
autorizado.
legalmente indicada para constituir a reserva A sociedade Ideal Power – Sociedade
ARTIGO TERCEIRO legal, enquanto não estiver realizado nos Unipessoal, Limitada, tem a sua sede social na
termos da lei, ou sempre que seja necessária Parcela número doze mil, quinhentos e catorze,
(Objecto social)
reintegrá-la. Distrito de Boane, posto administrativo da
Um) A sociedade tem por objecto a prestação Dois) Só após os procedimentos referidos, o Matola Rio, cidade da Matola, província do
de serviços nas seguintes áreas: sócio único poderá decidir a aplicação do lucro Maputo, podendo por deliberação do conselho
a) Construção civil e obras públicas; remanescente. de gerência, criar ou extinguir sucursais,
14 DE AGOSTO DE 2015 2477

delegações, agências ou qualquer outra forma ARTIGO OITAVO de gerência, criar ou extinguir sucursais,
de representação social no país e no estrangeiro delegações, agências ou qualquer outra forma
(Interdição ou morte)
sempre que se justifique a sua existência, bem de representação social no país e no estrangeiro
como transferir a sua sede para outro local do Um) Por interdição, incapacidade ou sempre que se justifique a sua existência, bem
território nacional. morte do sócio, a sociedade não se dissolve e como transferir a sua sede para outro local do
continuará com os representantes do interdito, território nacional.
ARTIGO TERCEIRO incapaz ou herdeiro do falecido, devendo
estes nomear um dentre si que o represente na ARTIGO TERCEIRO
(Objecto)
sociedade. (Objecto)
A sociedade tem por objecto comércio Dois) Na impossibilidade ou urgência de tal
geral com importação e exportação, indústria, nomeação, em tempo útil, poderá ser pedida a A sociedade tem por objecto comércio
prestação de serviços na área de construção geral com importação e exportação, indústria,
nomeação judicial de um representante, cuja
civil, electricidade e energia, marketing prestação de serviços na área de construção
competência será do mesmo modo definida.
e publicidade, imobiliária, agenciamento, civil, electricidade e energia, marketing
logística, gestão de negócios, podendo também ARTIGO NONO e publicidade, imobiliária, agenciamento,
praticar actividades complementares e ou logística, gestão de negócios, podendo também
subsidiárias ao objecto social permitidas e de (Casos omissos) praticar actividades complementares e ou
acordo com a lei, uma vez obtidas as respectivas Os casos omissos serão regulados pelas subsidiárias ao objecto social permitidas e de
autorizações. acordo com a lei, uma vez obtidas as respectivas
disposições legais aplicáveis e em vigor na
autorizações.
ARTIGO QUARTO República de Moçambique.
Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze. ARTIGO QUARTO
(Capital social)
— O Técnico, Ilegível.
(Capital social)
Um) O capital social integralmente subscrito
e realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, Um) O capital social, integralmente subscrito
correspondente a uma única quota pertencente e realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais,
ao sócio Halil Ibrahim Kurt. Ompower – Sociedade correspondente a uma única quota pertencente
Dois) O capital social poderá ser aumentado Unipessoal, Limitada ao sócio Hasim Ahmet Kurt.
mediante deliberação expressa do conselho Dois) O capital social poderá ser aumentado
de gerência, alterando-se o pacto social em Certifico, para efeitos de publicação, que no mediante deliberação expressa do conselho
conformidade com o estabelecido. dia vinte e nove de Julho de dois mil e quinze, de gerência, alterando-se o pacto social em
foi matriculada na Conservatória do Registo das conformidade com o estabelecido.
ARTIGO QUINTO Entidades Legais sob NUEL 100635607, uma
sociedade denominada Ompower – Sociedade ARTIGO QUINTO
(Gestão e representação da sociedade)
Unipessoal, Limitada. (Gestão e representação da sociedade)
Um) A gestão e representação da sociedade
competem ao sócio Halil Ibrahim Kurt, que É celebrado o presente contrato de sociedade,
Um) A gestão e representação da sociedade
desde já fica nomeado representante, sendo entre: competem ao sócio Hasim Ahmet Kurt, que
bastante a sua assinatura para obrigar a Único. Hasim Ahmet Kurt, solteiro, natural desde já fica nomeado representante, sendo
sociedade em todos actos e contratos. de Istambul, de nacionalidade Turca, titular do bastante a sua assinatura para obrigar a
Dois) O representante, poderá delegar no Dire n.º 11TR00070341S, emitido na Matola, sociedade em todos actos e contratos;
todo em parte seus poderes mesmo a pessoas aos vinte e seis de Janeiro de dois mil e quinze, Dois) O representante, poderá delegar no
estranhas à sociedade. residente na rua Mavoco, parcela número doze todo em parte seus poderes mesmo a pessoas
mil e seiscentos e catorze, Matola Rio. estranhas à sociedade.
ARTIGO SEXTO
Pelo presente contrato de sociedade outorga ARTIGO SEXTO
(Cessão de quotas) e constitui uma sociedade unipessoal por quotas
de responsabilidade limitada, que se regerá pelas (Cessão de quotas)
A cessão de quotas depende única
e exclusivamente do consentimento do sócio. cláusulas seguintes: A cessão de quotas depende única e
exclusivamente do consentimento do sócio.
ARTIGO SÉTIMO ARTIGO PRIMEIRO
(Denominação e duração) ARTIGO SÉTIMO
(Balanço e contas)
(Balanço e contas)
Um) Anualmente será dado um balanço A sociedade adopta a firma Ompower –
encerrado com a data de trinta e um de Sociedade Unipessoal, Limitada, que é uma Um) Anualmente será dado um balanço
Dezembro e os lucros líquidos apurados, os sociedade unipessoal de responsabilidade encerrado com a data trinta e um de Dezembro
quais terão a seguinte aplicação: limitada, com fins lucrativos e criada por tempo e os lucros líquidos apurados, os quais terão a
indeterminado. seguinte aplicação:
a) Cinco por cento para a constituição
a) Cinco por cento para a constituição
de reservas obrigatórias, conforme ARTIGO SEGUNDO de reservas obrigatórias, conforme
estipulado na lei; estipulado na lei;
(Sede)
b) Uma outra percentagem a ser definida b) Uma outra percentagem a ser definida
pelo sócio, será consignada para A sociedade Ompower – Sociedade pelo sócio, será consignada para
outras reservas; Unipessoal, Limitada, tem a sua sede social outras reservas;
c) O remanescente dos dividendos será na parcela número doze mil e quinhentos e c) O remanescente dos dividendos será
da pertença do sócio, e em caso de catorze, Distrito de Boane, posto administrativo da pertença do sócio, e em caso de
prejuízos, estes serão suportados da Matola Rio, cidade da Matola, província de prejuízos, estes serão suportados
pelo mesmo. Maputo, podendo por deliberação do conselho pelo mesmo.
2478 III SÉRIE — NÚMERO 65

ARTIGO OITAVO ARTIGO SEGUNDO ARTIGO NONO


(Interdição ou morte) (Duração) (Balanço e prestação de contas)

Um) Por interdição, incapacidade ou A sua duração será por tempo indeterminado, Um) O ano económico coincide com o ano
morte do sócio, a sociedade não se dissolve e contando-se o seu início a partir da data da civil.
continuará com os representantes do interdito, celebração da escritura da sua constituição. Dois) O balanço e a conta de resultado,
incapaz ou herdeiro do falecido, devendo Sua dissolução será nos termos dos presentes fecharão com referência ao dia trinta e um
estes nomear um dentre si que o represente na estatutos. de Dezembro, devendo ser submetidos a
sociedade. apreciação e aprovação, até ao dia trinta e um
Dois) Na impossibilidade ou urgência de tal ARTIGO TERCEIRO do ano seguinte.
nomeação, em tempo útil, poderá ser pedida a (Objecto) ARTIGO DÉCIMO
nomeação judicial de um representante, cuja
competência será do mesmo modo definida. A sociedade tem por objecto: (Dissolução)
a) Consultoria administrativa; A sociedade dissolve-se nos casos e nos
ARTIGO NONO b) Assessoria de finanças; termos previstos na lei e por deliberação
(Casos omissos) c) Prestação de serviços. da assembleia geral e os casos omissos,
serão regulados pelo código comercial e
Os casos omissos serão regulados pelas ARTIGO QUARTO demais legislação vigente na República de
disposições legais aplicáveis e em vigor na Mozambique.
(Capital social)
República de Moçambique.
Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze.
Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze. O capital social, integralmente subscrito e
— O Técnico, Ilegível.
— O Técnico, Ilegível. realizado em dinheiro, é de dois mil meticais,
e corresponde a uma única quota de igual valor
nominal, equivalente a cem por cento do capital,
pertencente ao único sócio Philip Brian Taylor. CirrusConsulting, Limitada
Taniwha Consultoria –
Sociedade Unipessoal, Limitada ARTIGO QUINTO Certifico, para efeitos de publicação, que
no dia trinta de Julho de dois mil e quinze,
(Aumento do capital)
Certifico, para efeitos de publicação, que foi matriculada na Conservatória do Registo
no dia trinta de Julho de dois mil e quinze, foi O capital social poderá ser aumentado das Entidades Legais sob NUEL 100634066,
matriculada na Conservatória do Registo das podendo ser por dinheiro, bens, direitos ou pela uma sociedade denominada CirrusConsulting,
Entidades Legais sob NUEL 100635887, uma capitalização dos lucros. Limitada.
sociedade denominada Taniwha Consultoria – Nos termos do artigo noventa do Código
Sociedade Unipessoal, Limitada. ARTIGO SEXTO Comercial, entre:
(Cessão e divisão de quotas) Bonifácio Chivambo Lázaro Massamba portador
É celebrado o presente contrato de sociedade
do Bilhete de Identidade n.º 110100239916F,
nos termos do artigo noventa do Código O sócio poderá ceder ou dividir sua quota, natural de Quelimane nascido a nove de
Comercial. permitindo por conseguinte a entrada de novos Abril de mil e novecentos e setenta e oito
Único. Philip Brian Taylor, de nacionalidade sócios. residente na rua Frente de libertação de
neozelandesa, solteiro, residente em Maputo, Moçambique número duzentos e noventa e
portador do Passaporte n.° LH344513 emitido ARTIGO SÉTIMO quatro, casado, com Sheila Marina de Meque
na Nova Zelândia, aos dois de Dezembro de Mangore Massamba natural de Maputo
(Gerência)
dois mil e treze. nascida a oito de Abril de mil e novecentos
Um) A gerência da sociedade será confiada e oitenta e quatro portadora do Bilhete de
Pelo presente contrato de sociedade, outorga Identidade n.º 110100106847M;
ao sócio Philip Brian Taylor, que desde já fica
e constitui uma sociedade unipessoal por quotas
nomeado gerente geral. Helton do Rosário Constança Tamele,
de responsibilidade limitada, que se regerá pelas
Dois) A sociedade fica obrigada apenas solteiro portador do Bilhete de Identidade
cláusulas seguintes: n.º 110100134273Q, natural de Maputo
pela assinatura do gerente, ou pelo procurador
especialmente constituído pela gerência, nos nascido a vinte e um de Julho de mil
ARTIGO PRIMEIRO
novecentos e oitenta e dois residentes na
termos e limites específicos do respectivo
(Denominação e sede) Avenida Maguiguana, casa número dois
mandato.
mil e vinte.
A sociedade adopta a denominação de
ARTIGO OITAVO Constituem uma sociedade por quotas que
Taniwha Consultoria – Sociedade Unipessoal,
refere-se pelos seguintes artigos:
Limitada. e constitui-se sob a forma de sociedade (Lucros e seu destino)
unipessoal por quotas de responsabilidade CAPÍTULO I
Os lucros referentes ao exercício do ano
limitada. A sociedade tem a sua sede na Avenida Da denominação, sede, objecto
anterior terão os seguintes destinos:
vinte e quatro de Julho, número trezentos e e duração
setenta, terceiro andar, na cidade de Maputo, a) Reserva legal;
b) Fundo de reserva de investimento ARTIGO PRIMEIRO
província de Maputo, podendo abrir ou fechar
sucursais,delegações, agências ou qualquer numa percentagem a ser aprovada (Forma, denominação e sede)
outra forma de representação social, dentro ou pelo sócio único;
Um) A sociedade adopta a forma de
fora do país. Mediante simples deliberação, c) O remanescente poderá ser dado
sociedade por quotas de responsabilidade
pode a gerência transferir a sede para qualquer como dividendo se o sócio assim limitada e a denominação de CirrusConsulting,
outro local do território nacional ou estrangeiro. o decidir. Limitada.
14 DE AGOSTO DE 2015 2479

Dois) A sociedade tem a sua sede na Avenida ARTIGO QUINTO por escrito dos termos e condições do referido
Frederich Engels, número cento e quarenta e ónus, penhor ou encargo, incluindo informação
(Prestações suplementares e suprimentos)
nove, rés-do-chão, em Maputo. detalhada da transação subjacente.
Três) O conselho de administração poderá, a Um) Mediante deliberação da assembleia Três) A reunião da assembleia geral será
todo o tempo, deliberar que a sede da sociedade geral, poderão ser exigidas aos sócios prestações convocada no prazo de quinze dias a contar
seja transferida para qualquer outro local em suplementares na proporção das suas quotas. da data de recepção da referida comunicação.
Moçambique ou no estrangeiro. Dois) Os sócios poderão realizar
Quatro) Por deliberação do conselho de suprimentos à sociedade, caso os termos, ARTIGO OITAVO
administração poderão ser criadas e extintas, em condições e garantias dos mesmos tenham sido
Moçambique ou no estrangeiro, filiais, sucursais, (Exclusão de sócio)
previamente aprovados por meio de deliberação
delegações, escritórios de representação, da assembleia geral devidamente convocada Um) Um sócio pode ser excluído da
agências ou outras formas de representação para o efeito. sociedade nos seguintes casos:
social.
a) Início de processo de falência ou
ARTIGO SEXTO
ARTIGO SEGUNDO insolvência contra si;
(Cessão e divisão de quotas) b) Ordens de arresto ou execuções da
(Duração)
quota;
Um) A cessão de quotas entre sócios é livre.
A sociedade durará por tempo indeterminado. c) Se uma quota for empenhada ou
Dois) A divisão, cessão, total ou parcial,
das quotas a terceiros, incluindo sociedades arrestada sem que se tenha
ARTIGO TERCEIRO
participadas pelos sócios, bem como a oneração procedido imediatamente ao seu
(Objecto) cancelamento;
de, depende do consentimento prévio da
Um) A sociedade tem por objecto a prestação sociedade, tendo os demais sócios, em primeiro d) Venda judicial ou venda em violação das
de serviços de consultoria, assistência técnica, lugar e a sociedade, em segundo, o direito de normas relativas ao consentimento
comércio geral, agricultura e agroindústria, preferência na aquisição das quotas. prévio da sociedade e direito de
imobiliária, realização de estudos de impacto Três) O sócio que pretender ceder a sua quota preferência dos restantes sócios.
ambiental, gestão e desenvolvimento de a terceiros deverá comunicar a sua intenção aos Dois) Se o sócio for excluído da sociedade
imóveis, exploração de recursos minerais, demais sócios e à sociedade, com antecedência por ter ocorrido alguma das causas acima
turismo. mínima de trinta dias, por carta protocolada, na indicadas, a sociedade poderá amortizar a quota,
Dois) Por deliberação da assembleia geral, qual deverá constar a identificação do potencial adquiri-la ou fazê-la adquirir por um dos sócios
a sociedade poderá ainda exercer outras adquirente, bem como as condições que tenham ou por terceiros.
actividades permitidas por lei, bem como sido propostas, designadamente o preço e os Três) O sócio que fique sujeito a qualquer
subscrever e adquirir participações sociais, no
termos de pagamento. das causas acima indicadas deverá notificar
capital social de outras sociedades, nacionais
Quatro) Os demais sócios e a sociedade imediatamente a sociedade da verificação
ou estrangeiras, independentemente do ramo
deverão exercer o seu direito de preferência no dessa causa. A notificação deverá conter todas
de actividade.
prazo máximo de quinze dias, a contar da data as informações relevantes relativas à causa de
CAPÍTULO II da recepção da carta protocolada referida no exclusão.
número anterior. Quatro) A exclusão do sócio não prejudica
Do capital social Cinco) No prazo de trinta dias a contar
o dever de este indemnizar a sociedade pelos
ARTIGO QUARTO do último dia do prazo referido no número
prejuízos que lhe tenha causado.
anterior, aadministração deverá convocar uma
(Capital social)
assembleia geral para deliberar o consentimento ARTIGO NONO
Um) O capital social da sociedade, totalmente da sociedade na referida transmissão.
subscrito em bens e dinheiro, é de cem mil (Exoneração do sócio)
Seis) Decorrido o prazo referido no número
meticais, representado e dividido em duas quatro sem que os demais sócios ou a sociedade Um) Qualquer sócio pode exonerar-se da
quotas subscritas da seguinte forma: se manifestem, considerar-se-á autorizada a sociedade nos termos da lei.
a) Uma quota no valor de cinquenta mil cedência da quota nos termos solicitado pelo Dois) O sócio que queira exonerar-se
meticais, equivalente a cinquenta sócio cedente, podem do este convocar uma notificará a sociedade, por escrito e no prazo de
por cento do capital social assembleia geral extraordinária para o efeito. sessenta dias, da sua intenção de se exonerar e
pertencente ao sócio Bonifácio Sete) É nula qualquer divisão, cessão, amortizar a quota. No prazo de trinta dias após
Chivambo Lázaro Massamba; oneração ou alienação de quota feita sem a a referida notificação, a sociedade amortizará a
b) Uma quota no valor de cinquenta mil observância do disposto nos presentes estatutos. quota, procederá à sua aquisição ou fará com
meticais, equivalente a cinquenta
ARTIGO SÉTIMO que seja adquirida por um sócio ou terceiro.
por cento do capital social,
pertencente ao sócio Helton do Três) Se a sociedade não amortizar, adquirir
(Oneração de quotas) ou fizer adquirir a quota por outro sócio ou
Rosário Constança Tamele.
Um) A constituição de quaisquer ónus, terceiro, o sócio poderá alienar a sua quota a
Dois) O capital social integralmente realizada
em dinheiro. penhor ou outro encargo sobre as quotas, um terceiro, sem o consentimento prévio da
Três) Golden Shares quinze por cento pra depende do consentimento prévio da sociedade, sociedade.
cada um. obtido em assembleia geral devidamente Quatro) O sócio só pode exonerar-se
Quatro) Mediante deliberação da assembleia convocada para o efeito. da sociedade, se as suas quotas estiverem
geral, o capital social da sociedade poderá ser Dois) O sócio que pretenda constituir integralmente realizadas.
aumentado com recurso a novas entradas ou por quaisquer ónus, penhor ou outros encargos Cinco) Para todos os efeitos a quota será
incorporação de reservas disponíveis. sobre a sua quota, deve notificar a sociedade amortizada pelo respectivo valor nominal.
2480 III SÉRIE — NÚMERO 65

CAPÍTULO III b) Distribuição de dividendos; Quatro) As deliberações do conselho de


c) Designação e destituição dos administração serão tomadas por maioria simples
Da assembleia geral e administração
administradores; dos membros presentes ou representados,
ARTIGO DÉCIMO d) Remuneração dos membros dos órgãos devendo constar de acta devidamente assinada
sociais; por todos os presentes.
(Composição da assembleia geral)
e) Alterações dos estatutos da sociedade,
Um) A assembleia geral é composta por ARTIGO DÉCIMO QUINTO
nomeadamente em matéria de
todos os sócios da sociedade. (Competências)
fusões, transformações, dissolução
Dois) As reuniões da assembleia geral serão
conduzidas por uma mesa constituída por um e liquidação da sociedade; Ao(s) administrador(es) compete gerir os
presidente e um secretário. O presidente da f) Aumento ou redução do capital social; assuntos da sociedade e prosseguir o objecto
mesa da assembleia geral e o secretário da g) Aprovação dos termos, condições e social, desde que tais poderes e competências
mesa da assembleia geral manter-se-ão nos garantias de suprimentos; não estejam exclusivamente reservados pela
respectivos cargos até que renunciem ou até h) A exclusão de um sócio; lei aplicável ou pelos presentes estatutos à
que a assembleia geral, por meio de deliberação, i) Amortização de quotas; assembleia geral.
determine a sua substituição. j) Consentimento da sociedade quanto
ARTIGO DÉCIMO SEXTO
à cessão de quotas a terceiros e à
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO (Gestão diária)
oneração de quotas;
(Reuniões da assembleia geral) k) Aprovação da nomeação de auditores A gestão diária da sociedade é confiada a
Um) A assembleia geral reúne-se externos; e, um administradores executivos designado pelo
ordinariamente pelo menos uma vez por ano, l) Outras matérias reguladas pela lei. conselho de administração, que determinará as
nos primeiros três meses depois de findo o suas funções, competências, deveres e direitos.
Dois) As matérias referidas nas alíneas
exercício anterior, e extraordinariamente e,f,g,h do número anterior dependem de maioria
sempre que tal se mostre necessário. ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
qualificada de setenta e cinco por cento do
Dois) As reuniões terão lugar na sede da (Vinculação da sociedade)
capital social.
sociedade em Maputo, excepto quando todos
Um) A sociedade obriga-se:
os sócios acordarem na escolha de outro local. ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
Três) As reuniões deverão ser convocadas a) Pela assinatura do PCA;
pelo presidente da mesa da assembleia geral (Conselho de administração) b) Pela assinatura conjunta de dois sócios;
ou, na sua falta, por qualquer administrador, por c) Pela assinatura de um procurador,
Um) A sociedade é administrada e
meio de carta protocolada, com a antecedência nos precisos termos do respectivo
representada pelos socios exercendo um
mínima de quinze dias. instrumento de mandato.
Quatro) Da convocatória deverá constar a deles a função de presidente do conselho de
ordem de trabalhos, o dia, a hora e o local da administração. CAPÍTULO IV
reunião. Dois) Os três administradores são executivos
Exercício e contas anuais
Cinco) As reuniões da assembleia geral e dois não executivos sendo sócios da empresa
podem ter lugar sem observância de quaisquer (ver possibilidade e redacção dos sócios também ARTIGO DÉCIMO OITAVO
formalidades prévias, desde que todos os sócios poderem ser executivos). (Exercício e contas anuais)
estejam presentes ou representados, tenham Três) Os administradores são nomeados
dado o seu consentimento para a realização da por períodos de quatro anos, renováveis uma Um) O exercício social coincide com o ano
reunião e tenham acordado em deliberar sobre única vez. civil.
determinada matéria. Dois) O conselho de administração deverá
Quatro) Segunda renovação (terceiro
Seis) A assembleia geral só delibera preparar e submeter à aprovação da assembleia
mandato) por deliberação da assembleia geral.
validamente se estiverem presentes ou geral o relatório anual da administração, o
representados sócios que detenham, pelo menos, Cinco) Os administradores estão isentos de
balanço e as contas de cada exercício, até ao
setenta e cinco por cento do capital social. prestar caução e serão remunerados conforme
terceiro mês do ano seguinte em análise.
Sete) Qualquer sócio que esteja impedido vier a ser deliberado pela assembleia geral.
Três) Os dividendos da sociedade serão
de comparecer a uma reunião poderá fazer-se pagos nos termos que vierem a ser determinados
representar por outra pessoa, desde que munida ARTIGO DÉCIMO QUARTO
pela assembleia geral.
de carta mandadeira, endereçada ao presidente (Reuniões e deliberações) Quatro) Antes de repartidos os lucros
da mesa da assembleia geral, que identifique
Um) O conselho de administração reúne-se, líquidos apurados em cada exercício, deduzir-
o sócio representado e os poderes conferidos.
se-á, em primeiro lugar, a percentagem
pelo menos, uma vez por mês, ou sempre que
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO legalmente indicada para constituir o fundo de
for convocado pelo presidente ou pela maioria
reserva legal, enquanto não estiver realizado
(Competências da assembleia geral) dos seus membros.
nos termos da lei ou sempre que seja necessário
Dois) As reuniões do conselho de
Um) A assembleia geral delibera sobre reintegrá-lo, e, seguidamente, a percentagem
administração serão convocadas pelo presidente
os assuntos que lhe estejam exclusivamente das reservas especialmente criadas por decisão
por carta, e-mail ou fax, com pelo menos sete
reservados por lei ou por estes estatutos, da assembleia geral.
nomeadamente: dias de antecedência. Cinco) Os lucros serão pagos aos sócios
Três) O conselho de administração pode no prazo de seis meses a contar da data da
a) Aprovação do relatório anual do
deliberar validamente quando estejam presentes deliberação da assembleia geral que os tiver
conselho de administração, do
balanço e das contas do exercício ou representados mais de metade dos seus aprovado e serão depositados à sua ordem em
anterior; membros. conta bancária.
14 DE AGOSTO DE 2015 2481

CAPÍTULO V de Isaque Chandee Associados - Sociedade CAPÍTULO III


Da dissolução e liquidação da Unipessoal de Advogados, Limitada,
Dos órgãos sociais
sociedade abreviadamente designada IC-Advogados,
passando a reger-se, pelos presentes estatutos. ARTIGO SÉTIMO
ARTIGO DÉCIMO NONO
(órgãos sociais)
(Dissolução) ARTIGO SEGUNDO
São órgãos sociais:
Um) A sociedade dissolve-se nos termos da (Objecto)
legislação em vigor ou por acordo dos sócios. a) A administração; e
Dois) Os sócios executarão e diligenciarão Um) A sociedade tem por objecto principal b) O fiscal único.
para que sejam executados todos os actos exigidos o exercício da advocacia nas diversas vertentes
pela lei para efectuar a dissolução da sociedade. permitidas por lei. ARTIGO OITAVO
Dois) Constituem, também objecto social: (Nomeação e mandato)
ARTIGO VIGÉSIMO
a) Administração de massas falidas; Um) Os membros dos órgãos sociais são
(Liquidação)
b) Gestão de serviços jurídicos; nomeados pelo sócio único, podendo ser
Um) A liquidação da sociedade será c) A tradução ajuramentada de docu- reeleitos uma ou mais vezes.
extrajudicial, nos termos a serem deliberados mentação com carácter legal; Dois) O mandato dos administradores é de
pela assembleia geral, tendo em atenção o disposto
d) A representação como agente de quatro anos, contando-se como ano completo o
na legislação em vigor.
Dois) A sociedade poderá ser imediatamente propriedade industrial. ano da sua eleição.
liquidada, mediante a transferência de todos Três) Os administradores permanecem em
os seus bens, direitos e obrigações a favor de ARTIGO TERCEIRO funções até a eleição de novos administradores,
qualquer sócio desde que devidamente autorizado salvo se renunciarem expressamente ao
(Sede)
pela assembleia geral e obtido o acordo escrito de exercício do respectivo cargo ou se forem
todos os credores. Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida destituídos.
Karl Marx, número novecentos e noventa e Quatro) Os administradores podem ser
ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO
cinco, segundo andar, apartamento seis, cidade sócios ou estranhos à sociedade, podendo ser
(Omissões) de Maputo. pessoas singulares ou colectivas.
Em tudo que for omisso aplicar-se-ão as Dois) A administração da sociedade poderá Cinco) Sempre que uma pessoa colectiva
disposições constantes do Código Comercial transferir a sede para qualquer outro local, dentro seja eleita para o cargo de administrador, deverá
e demais legislação em vigor na República de designar uma pessoa singular para o exercício
do território da República de Moçambique,
Moçambique. do respectivo cargo, a qual será dada a conhecer
assim como, poderá criar, agências, delegações
Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze. no acto de tomada de posse.
ou outras formas de representação da sociedade,
— O Técnico, Ilegível.
dentro e fora do país. ARTIGO NONO

ARTIGO QUARTO (Administração e representação)


Isaque Chandee e Associados
(Duração) Um) A sociedade é administrada e gerida por
– Sociedade Unipessoal de um administrador único ou por até um máximo
Advogados, Limitada A sociedade é constituída por tempo de três administradores.
Certifico, para efeitos de publicação, que indeterminado. Dois) O sócio único deliberará se os
no dia trinta de Julho de dois mil e quinze, administradores estarão ou não isentos da
foi matriculada, na Conservatória do Registo CAPÍTULO II obrigação de prestarem caução.
de Entidades Legais sob NUEL 100636123 Do capital social
uma sociedade denominada Isaque Chandee ARTIGO DÉCIMO
e Associados - Sociedade Unipessoal de ARTIGO QUINTO (Competências da administração)
Advogados, Limitada.
(Capital social) À administração compete os mais amplos
Isaque Chande, maior, casado, de nacionalidade
moçambicana, natural de Moma, portador do Um) O capital social, integralmente subscrito poderes de administração, gestão e representação
Bilhete de Identidade n.º 110103991115J, e realizado em dinheiro é de cem mil meticais, da sociedade, nomeadamente:
emitido aos nove de Maio, de dois mil e onze, a) Orientar e gerir todos os negócios
correspondente à uma única quota, pertencente
pela Direcção Nacional de Identificação, em
ao senhor Isaque Chande, representativa de cem sociais, praticando todos os actos
Maputo, residente no bairro Central, Rua da
por cento do capital social. relativos ao objecto social;
Imprensa número duzentos oitenta e oito,
vigésimo quinto andar, direito, constitui Dois) Sem prejuízo de a administração b) Adquirir, vender, permutar ou, por
uma sociedade de advogados com um único qualquer forma, onerar quaisquer
poder propor quaisquer aumentos do capital
sócio, que passa a reger-se, pelas disposições bens ou direitos, móveis, sempre
social, competirá ao sócio único decidir sobre
que se seguem: que o entenda conveniente para os
quaisquer aumentos.
interesses da sociedade;
CAPÍTULO I
ARTIGO SEXTO c) Arrendar bens imóveis indispensáveis
Da firma, forma, sede, duração ao exercício do seu objecto social;
e objecto social (Prestações suplementares e suprimentos) d) Executar e fazer cumprir as decisões
ARTIGO PRIMEIRO do sócio único;
O sócio poderá efectuar prestações
e) Abrir, encerrar ou deslocar
(Forma e firma) suplementares de capital ou suprimentos à
estabelecimentos ou quaisquer
A sociedade adopta a forma de sociedade sociedade nas condições que forem estabelecidas formas de representação da
unipessoal por quotas e a denominação social por lei. sociedade;
2482 III SÉRIE — NÚMERO 65

f) Representar a sociedade, em juízo e fora ARTIGO DÉCIMO QUARTO ARTIGO DÉCIMO OITAVO
dele, activa e passivamente, perante
(Órgão de fiscalização) (Deveres dos advogados estagiários)
quaisquer entidades públicas e
privadas; A fiscalização dos negócios da sociedade é São deveres dos advogados estagiários,
g) Contrair empréstimos e outros tipos feita por um fiscal único, que seja uma sociedade designadamente:
de financiamentos, indispensáveis de auditoria de contas, conforme o que for
a) Respeitar as normas que orientam o
ao exercício do seu objecto social; decidido pelo sócio único.
h) Deliberar sobre qualquer outro estágio profissional;
assunto sobre o qual seja requerida CAPÍTULO V b) Realizarem as suas actividades nos
deliberação da administração. prazos que lhes forem indicados;
Dos advogados associados
Dois) É vedado aos administradores realizar c) Utilizar racionalmente os meios que a
e advogados estagiários
em nome da sociedade quaisquer operações sociedade colocar a sua disposição;
ARTIGO DÉCIMO QUINTO d) Tratar com respeito e urbanidade o
alheias ao objecto social.
Três) Os actos praticados contra o (Direitos dos advogados associados) sócio único, advogados associados
estabelecido no número anterior importam, e os trabalhadores em geral da
Os advogados associados vinculados à
para o administrador em causa, a sua destituição, sociedade.
sociedade gozam, nomeadamente dos seguintes
perdendo a favor da sociedade a caução que
direitos: CAPÍTULO VI
tenha prestado e constituindo-se na obrigação
a) Ampla liberdade de exercício da
de indemnizar a sociedade pelos prejuízos
profissão; Das disposições finais
resultantes de tais actos.
b) Remuneração pelo exercício das suas
ARTIGO DÉCIMO NONO
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO actividades nos termos em que
for convencionado no respectivo (Exercício)
(Reuniões da administração) contrato de vinculação à sociedade;
O exercício anual da sociedade corresponde
Um) A administração reúne trimestralmente c) Progressão na sua carreira nos termos
do respectivo plano de carreiras da ao ano civil.
e sempre que for convocada por um dos seus
membros. sociedade;
ARTIGO VIGÉSIMO
Dois) As convocatórias devem ser feitas d) Formação profissional contínua;
por escrito, com, pelo menos quinze dias de e) Férias anuais remuneradas. (Aplicação de resultados)
antecedência, relativamente à data da reunião,
ARTIGO DÉCIMO SEXTO Os lucros líquidos que resultarem do balanço
devendo incluir a ordem dos trabalhos e as
anual serão distribuídos conforme for deliberado
demais informações ou elementos necessários (Deveres dos advogados associados)
pelo sócio único, de acordo com a lei
à tomada das deliberações.
Um) Os advogados associados estão sujeitos
Três) As deliberações da administração à observância dos deveres gerais do advogado ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO
serão tomadas por unanimidade, quando para com a comunidade, para com a Ordem
a administração seja constituída por dois (Dissolução e liquidação)
dos Advogados de Moçambique e para com o
administradores e pela maioria dos votos dos constituinte estabelecidos na lei. Um) A sociedade dissolve-se nos casos
administradores presentes ou representados, Dois) Os advogados associados estão ainda
quando a administração seja constituída por previstos na lei ou por deliberação do sócio
obrigados a exercer a sua profissão, observando
mais do que dois administradores. único.
as normas da ética e deontologia profissionais,
Quatro) As deliberações da administração Dois) Se necessário, o sócio único
dignificando, assim, o exercício da função de
constarão de actas, lavradas em livro advogado. diligenciará para que sejam executados todos os
próprio, devendo ser assinadas por todos os Três) Os advogados associados devem actos exigidos pela lei para efectuar a dissolução
administradores que hajam participado na abster-se de comportamentos ilícitos que da sociedade.
reunião. possam pôr em causa o prestígio e o bom nome Três) A liquidação será extrajudicial, nos
da sociedade. termos que venha a ser seja deliberado pelo
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
sócio único.
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
(Mandatários) Quatro) A sociedade poderá ser imedia-
(Direitos dos advogados estagiários) tamente liquidada, mediante a transferência de
A administração poderá nomear procuradores
da sociedade para a prática de certos actos ou Os advogados estagiários gozam, todos os seus bens, direitos e obrigações a favor
categoria de actos, nos limites dos poderes nomeadamente dos seguintes do sócio único, desde que obtido acordo escrito
conferidos pelo respectivo mandato. direitos: de todos os credores.
a) Ser devidamente orientados no Cinco) Se a sociedade não for imediatamente
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO exercício das suas actividades de liquidada nos termos do número anterior,
(Vinculação da sociedade)
estágio; e sem prejuízo de outras disposições legais
b) Aceder a quaisquer processos que imperativas, todas as dívidas e responsabilidades
Um) A sociedade obriga-se: estejam a ser tramitados pela
da sociedade (incluindo, sem restrições, todas
a) Pela assinatura do administrador único, sociedade;
as despesas incorridas com a liquidação
ou, havendo mais administradores, c) Participar na elaboração de peças
e quaisquer empréstimos vencidos) serão
pela assinatura conjunta de dois processuais e outros actos que
possam contribuir para a sua pagas ou reembolsadas antes que possam ser
administradores;
b) Pela assinatura de um ou mais formação; transferidos quaisquer fundos ao sócio único.
mandatários, nos termos e limites d) Outros direitos que venham ser Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze.
dos poderes a estes conferidos. estabelecidos pela sociedade. – O Técnico, Ilegível.
14 DE AGOSTO DE 2015 2483

Nkateko Moçambique – áudio/áudio visual, iluminação, ARTIGO DÉCIMO


Sociedade Unipessoal, cinematográfica, palcos, decoração,
Disposições gerais
Limitada mobiliários e produtos artesanais;
f) Serviços de áudio e vídeo, projecção, Parágrafo primeiro. O ano social coincide
Certifico, para efeitos de publicação, que iluminação, sonorização e de com o ano civil.
no dia oito de Julho de dois mil e quinze, foi cenografia dimensionados e Parágrafo segundo. O balanço e a conta de
matriculada, na Conservatória do Registo de adaptados conforme a necessidade resultados de cada exercício serão encerrado
Entidades Legais sob NUEL 100627272 uma do evento, além de atracções com referência a trinta de Dezembro e carecem
sociedade denominada Nkateko Moçambique culturais, shows artísticos, bandas, de aprovação da gerência, que para o efeito
– Sociedade Unipessoal, Limitada. receptivos, decoração, mobiliário, se deve faze-lo não após um de Abril do ano
Jennifer Chude Mondlane, solteira, maior, fotografia e filmagem; seguinte.
natural de Maputo, nascida aos treze de Maio g) Intermediações e mediações de Parágrafo terceiro. Caberá ao gerente
de mil novecentos cinquenta e oito, titular do negócios; decidir sobre aplicação dos apurados, dedução
Bilhete de Identidade n.º 110102253526Q, h) Desenvolvimento de outras actividades dos impostos e das provisões legalmente
emitido aos vinte e cinco de Outubro de dois conexas ou complementares ao estipuladas.
mil e dez pelo Arquivo de Identificação objectivo principal, desde que
obtidas as devidas autorizações; ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Civil de Maputo, residente na Rua Dom
João IV, número cento e dezasseis, cidade i) Outros serviços. Parágrafo único. A sociedade só se dissolve
de Maputo, bairro da Sommerschield. Por nos termos da lei.
contrato de sociedade celebrada nos termos ARTIGO QUARTO
do artigo noventa do Código Comercial, e Parágrafo único. O capital social e de um ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
constituída uma sociedade unipessoal de milhão e duzentos mil meticais subscrito em Parágrafo único. Em tudo o mais que fique
responsabilidade limitada. dinheiro e já realizados, correspondendo a uma omisso regularão as disposições legais vigentes
única quota a favor da senhora Jennifer Chude na República de Moçambique.
ARTIGO PRIMEIRO Mondlane.
Maputo, três de Agosto de dois mil
Denominação e quinze. — O Técnico, Ilegível.
ARTIGO QUINTO
A sociedade adopta a denominação de
Nkateko Moçambique – Sociedade Unipessoal, Parágrafo único. Não são exigíveis
Limitada, que se regerá pelo presente contrato prestações suplementares, mas o sócio poderá
e demais legislação aplicável. fazer suprimentos de que a sociedade carecer ao Maurício Carvalho Fernandes,
juízo e demais condições a estabelecer. Serviços, Limitada
ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO SEXTO Certifico, para efeitos de publicação, que no
Duração e sede
Administração gerência e representação dia vinte e dois de Julho de dois mil e quinze,
Um) A sua duração é por tempo indeter- foi matriculada, na Conservatória do Registo
minado contando-se o seu início à partir da data Parágrafo único. A administração e de Entidades Legais sob NUEL 100632888
do presente contrato. A sociedade tem a sua sede representação da sociedade em juízo e fora
uma sociedade denominada Maurício Carvalho
na Rua Dom João IV, número cento e dezasseis, dele activa e passivamente serão exercidas pelo
Fernandes, Serviços, Limitada.
Maputo, bairro de Sommerschield. sócio-gerente Jennifer Chude Mondlane.
É celebrado o presente contrato de sociedade,
Dois) Quando devidamente autorizada pelas
ARTIGO SÉTIMO nos termos do artigo noventa do Código
entidades competentes, a sociedade poderá abrir
Comercial, entre:
ou fechar filiais, sucursais, agências ou outras Parágrafo único. Os actos de mero expediente
formas de representação em território nacional poderão ser individualmente assinados pela Mauro Carvalho Fernandes, solteiro maior,
ou estrangeiro de acordo com deliberação gerência ou por qualquer empregado da natural da cidade de Maputo, de nacionalidade
tomada para o efeito, pela assembleia geral. sociedade devidamente autorizado pela moçambicana, residente na Rua Udenamo,
gerência. número quatrocentos e trinta, Bairro da
ARTIGO TERCEIRO Malanga, cidade de Maputo, portador do
ARTIGO OITAVO Bilhete de Identidade n.º 110300133097S,
Objecto
Parágrafo único. E proibido ao gerente e emitido no dia vinte e três de Junho de dois
Um) A sociedade tem por objectivo principal: mil e quinze pela Direcção Nacional de
procuradores obrigarem a sociedade em actos
a) Organização e elaboração de eventos Identificação Civil de Maputo, válido até
estranhos aos negócios da mesma, quando
académicos, entretenimento, vinte e três de Junho de dois mil e vinte.
não devidamente conferidos os poderes
promocionais, desportivos,
de procuradores com poderes necessários Maurício Carvalho Fernandes, maior,
musicais, artesanais e culturais para
conferidos para representarem a sociedade em divorciado, natural da cidade de Inhambane,
empresas e instituições públicas e
actos solenes. de nacionalidade moçambicana, residente
privadas;
b) Realizações de espectáculos, festivais, na Avenida vinte e quatro de Julho número
ARTIGO NONO dois mil duzentos noventa e três décimo
conferências, seminários e outros;
c) Prestação de serviços de marketing e Parágrafo único. Por interdição ou primeiro andar esquerdo, cidade de
publicidade; falecimento do sócio, a sociedade continuara Maputo, portador do Bilhete de Identidade
d) Merchandising e ponto-de-venda; com os seus herdeiros ou seus representantes n.º 110300100968A, emitido no dia cinco
e) Importar, exportar, armazenar, expedir, legais em caso de interdição os quais nomearão de Marco de dois mil e dez pela Direcção
transportar e distribuir instrumentos um que a todos represente na Sociedade, Nacional de Identificação Civil de Maputo,
musicais, equipamentos de enquanto a sua quota se mantiver indivisa. vitalício.
2484 III SÉRIE — NÚMERO 65

Que, pela presente escritura pública, ARTIGO SEXTO b) Uma quantia determinada pelos
constituem uma sociedade de responsabilidade sócios para a constituição de outras
(Prestação suplementar)
limitada, que se regerá pelos seguintes artigos: reservas que, será entendido criar
Os sócios, poderão efectuar prestações por determinação unânime dos
CAPÍTULO I suplementares de capital ou suprimentos sócios;
à sociedade, nas condições que forem c) O remanescente dos lucros será
Denominação, duração, sede e objecto
estabelecidas por lei. distribuído pelos sócios.
ARTIGO PRIMEIRO
CAPÍTULO III CAPÍTULO IV
(Denominação)
Administração e representação, Das disposições gerais
A sociedade adopta a denominação de
assembleia geral, balanço e resultados
Maurício Carvalho Fernandes, Serviços, ARTIGO Décimo
Limitada. ARTIGO SÉTIMO
(Disposições diversas)
ARTIGO SEGUNDO (Administração, representação da socie-
Um) A cessão de quotas por via duma
dade)
(Duração) transformação do pacto social é livre mas, a
Um) A administração e representação estranhos a cessão depende do consentimento
A duração da sociedade é por tempo da sociedade em juízo e fora dele, activa e dos sócios, a qual fica reservado o direito
indeterminado, contando-se o seu início a partir passivamente, serão exercidas pelo sócio Mauro de preferência na aquisição da quota que se
da data da assinatura da escritura pública. Carvalho Fernandes, que desde já, fica nomeado pretende ceder.
administrador, com dispensa de caução, sendo Dois) A sociedade não se dissolve por
ARTIGO TERCEIRO suficiente a sua assinatura para obrigar a extinção, morte ou interdição dos sócios,
(Sede) sociedade em todos actos e contratos. continua com os herdeiros, representante legal
Dois) O administrador poderá delegar do falecido ou interdito, os quais exercerão em
Um) A sociedade tem a sua sede social
no todo, ou em parte, seus poderes, mesmo comum os respectivos direitos, enquanto a quota
na cidade Maputo, Rua Udenamo, número
em pessoas estranhas à sociedade porém, os permanecer indivisa;
quatrocentos e trinta, Bairro da Malanga.
Dois) Por deliberação social, a sociedade delegados não poderão obrigar a sociedade em Três) A sociedade só se dissolve nos casos
poderá mudar a sua sede social para qualquer actos e documentos estranhos a ela, em todos previstos na lei e por deliberação da assembleia
outro local, dentro da mesma cidade ou dentro actos e contratos. geral que nomeará uma comissão liquidatária.
do mesmo pais e, poderá abrir sucursais, filiais,
ARTIGO OITAVO ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
delegações ou outras formas de representação,
quer no território nacional, quer no estrangeiro, (Assembleia geral) (Omissões)
devendo notificar os sócios, dessas mudanças,
por escrito. Um) A assembleia geral reunir-se-á Em tudo quanto for omisso no presente
ordinariamente uma vez por ano, de preferência contrato aplicar-se-ão as disposições do Código
ARTIGO QUARTO na sede da sociedade para apresentação, Comercial e demais legislações em vigor na
aprovação e modificação do balanço e contas República de Moçambique.
(Objecto social)
do exercício e para deliberar sobre quaisquer Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze.
Um) A sociedade tem por objecto principal outros assuntos que tenha sido convocada – O Técnico, Ilegível.
o exercício das seguintes actividades: extraordinariamente e, sempre que for
a) Prestação de serviços; necessário.
b) Comércio geral; Dois) As assembleias gerais serão sempre
c) Importações e exportações; convocadas por meio de cartas, e-mail, aviso Khongolote Auto Serviços,
d) Fornecimento de material de escritório. ou por jornal, com antecedência mínima de Limitada
quinze dias.
CAPÍTULO II Três) É dispensada a reunião da assembleia Certifico, para efeitos de publicação, que
geral e as formalidades da sua convocação no dia trinta de Julho de dois mil e quinze,
Do capital social
quando, os sócios acharem por conveniente, foi matriculada, na Conservatória do Registo
ARTIGO QUINTO considerando-se válidas nessas condições as de Entidades Legais sob NUEL 100636166
deliberações tomadas, ainda que realizadas fora
(Capital social) uma sociedade denominada Khongolote Auto
da sede social, em qualquer ocasião e qualquer
Serviços, Limitada.
Um) O capital social integralmente subscrito que seja seu objecto.
e realizado em bens e dinheiro é de sessenta mil Entre:
meticais, correspondente à soma de duas quotas ARTIGO NONO Primeiro. Jaime João Batista Munguambe,
iguais assim distribuídas: (Balanço e resultados) solteiro, portador do Bilhete de Identidade
a) Uma, no valor nominal de trinta n.º 110500124370M, emitido aos vinte um
Um) Anualmente será realizado um balanço
mil meticais, correspondendo a de Maio de dois mil e quinze, pelos serviços
fechado com data de trinta e um de Dezembro.
cinquenta por cento do capital de Identificação Civil de Maputo, residente
Dois) Os lucros líquidos que o balanço
social, pertencente ao sócio Mauro no Bairro Khogolote, casa número cento e
registar terão a seguinte aplicação:
Carvalho Fernandes;
a) Uma percentagem legalmente indicada cinquenta. Outorga em representação da sua
b) Outra, no valor nominal de trinta
para constituir reserva legal filha menor de nome Marta Jaime Munguambe,
mil meticais, correspondendo a
enquanto não estiver realizada nos solteira, portadora do Bilhete de Identidade
cinquenta por cento do capital
social, pertencente ao sócio termos da lei ou, sempre que seja n.º 110505397902B, emitido aos três de
Maurício Carvalho Fernandes. necessária reintegrá-la; Setembro de dois mil e doze, pelos serviços de
14 DE AGOSTO DE 2015 2485

Identificação Civil de Maputo, de nacionalidade e passivamente, passa desde já a cargo do sócio Xipuku Construções, Limitada
moçambicana hora residente no bairro de Jaime João Batista Munguambe que é nomeado
Khongolote número cento e cinquenta. sócio gerente com plenos direitos. Certifico, para efeitos de publicação, que
por escritura pública de quinze de Maio de
ARTIGO PRIMEIRO Dois) O gerente tem plenos poderes para
dois mil e quinze, lavrada de folhas setenta
nomear mandatários da sociedade, conferindo e oito a folhas oitenta e quatro do livro
Denominação e sede
os necessários poderes de representação. de notas para escrituras diversas número
A sociedade adopta a denominação quatrocentos quarenta e dois traço A, do
Khongolote Auto Serviços, Limitada, (venda ARTIGO OITAVO Cartório Notarial de Maputo, perante Batça
de peças, manutenção de viaturas, pintura, bate Banu Amade Mussá, licenciada em Direito
Assembleia geral
chapas e lavagens) técnica superior dos registos e notariado N1
Um) A assembleia geral reunir-se e notária em exercício no referido cartório,
ARTIGO SEGUNDO
ordinariamente uma vez por ano para apreciação constituída entre: Xipuku – Microcrédito EI,
Duração e Marta Belarmina Nenwassane Macuácua,
e aprovação do balanço e contas do exercício
uma sociedade por quotas de responsabilidade
A sua duração será por tempo indeterminado findo e repartição e perdas. limitada denominada, Xipuku Construções,
contando o seu inicia a partir da data da Dois) A assembleia geral poderá reunir- Limitada e tem a sua sede na Matola, que se
celebração da escritura da sua constituição. se extraordinariamente quantas vezes forem regerá pelas cláusulas constantes dos artigos
necessárias desde que as circunstâncias assim seguintes:
ARTIGO TERCEIRO
o exijam para deliberar sobre qualquer assunto
A sociedade tem por objecto venda de peças, CAPÍTULO I
que diga respeito a sociedade.
manutenção de viaturas, pintura, bate chapas Da denominação, sede e duração
e lavagens.
ARTIGO NONO ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO QUARTO Dissociação Denominação
Capital social
A sociedade só se dissolve nos termos A sociedade é por quotas de responsabilidade
O capital social, integralmente subscrito e fixados pela lei ou por comum acordados sócios limitada e adopta a denominação de Xipuku
realizado em dinheiro, é de dez mil meticais, quando assim o entenderem. Construções, Limitada.
dividido por duas quotas com a seguinte
distribuição: ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO DÉCIMO
a) Uma quota de seis mil meticais Sede
pertencente ao sócio Jaime Herdeiros
Um) A sociedade tem a sua sede em Maputo,
João Batista Munguambe, o Em caso de morte, interdição ou inabilitação podendo, por deliberação da assembleia geral,
correspondente a sessenta por abrir ou encerrar filiais, sucursais, delegações,
de um dos sócios da sociedade, os seus herdeiros
cento; agências ou outras formas de representação
b) Uma quota de quatro mil meticais assumem automaticamente o lugar na sociedade
social dentro do território nacional ou no
pertencente ao sócio Marta Jaime com dispensa de caução, podendo estes nomear
estrangeiro.
Munguambe, o correspondente a seus representantes se assim o entenderem desde Dois) Por deliberação da assembleia geral,
quarenta por cento. que obedeçam o preceituado nos termos da lei. o conselho de administração pode transferir a
sede da sociedade para outro local do país ou
ARTIGO QUINTO ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO estrangeiro.
Aumento do capital
Disposições diversas ARTIGO TERCEIRO
O capital social poderá será aumentado ou
diminuído quantas vezes for necessário desde Um) A sociedade dissolve-se nos casos e Duração
que a assembleia delibere sobre o assunto. termos estabelecidos por lei.
A sua duração é por tempo indeterminado,
Dois) Serão liquidatários os membros da
ARTIGO SEXTO contando-se o seu começo para todos os efeitos
administração em exercício à data da dissolução, a partir da data da assinatura da escritura
Divisão e cessão de quotas salvo deliberação diferente da assembleia. pública.
Um) Sem prejuízo das disposições legais em Três) Em caso de morte, interdição ou
CAPÍTULO II
vigor, a cessação ou alienação de toda a parte inabilitação de um dos sócios, a sociedade
de quotas deverá ser do consenso dos sócios, continuara o seu exercício com os herdeiros, Do objecto, capital, cessão
gozando estes do direito de preferências. sucessores ou representantes do sócio, os quais e administração
Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios nomearão entre si um que a todos representa ARTIGO QUARTO
manifestarem interesse pela quota do cedente,
a sociedade, enquanto a quota permanecer Objecto
este decidirá a sua alienação a quem quiser e
pelos preços que melhor entender, gozando o indivisa.
Um) A sociedade tem por objecto social o
novo sócio dos direitos correspondentes a sua
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO seguinte:
participação na sociedade.
a) Planificação e desenho de projectos
Em todo caso omisso regularão as disposições
ARTIGO SÉTIMO de arquitectura e construção civil;
legais aplicáveis e em vigor na República de b) Planificação e gestão territorial e
Gerência Moçambique. urbanização;
Um) A administração e gestão da sociedade Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze. c) Construção civil e reabilitações;
e sua representação em juízo e fora dela, activa – O Técnico, Ilegível. d) Paisagismo e jardinagem.
2486 III SÉRIE — NÚMERO 65

Dois) A sociedade poderá ainda exercer ARTIGO NONO CAPÍTULO IV


outras actividade subsidiárias e/ou conexas ao
Formas de obrigar a sociedade Das disposições finais
objecto principal, desde que obtenha para tal as
necessárias autorizações. Um) A sociedade obriga-se pela assinatura ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
dos dois administradores membros do Conselho
ARTIGO QUINTO Disposições finais
de Administração, salvo em questões de
Capital administração corrente da empresa para as quais Em todo quanto fique omisso regularão as
a assinatura de qualquer um dos administradores, disposições legais em vigor na República de
O capital social, subscrito e integralmente Moçambique.
no limite das suas competências, é suficiente.
realizado em dinheiro, é de cem mil meticais,
Dois) Não poderão os administradores Está conforme.
e está dividido em duas quotas da seguinte
maneira: referidos no ponto anterior obrigar a sociedade Maputo, vinte e dois de Maio dois mil e
em contratos estranhos ao objecto social da quinze. – A Técnico, Ilegível.
Setenta por cento do capital social, o que
sociedade.
corresponde a setenta mil meticais
para o sócio Xipuku Microcrédito CAPÍTULO III
EI, e trinta por cento do capital Mahumar Investimentos,
social, o que corresponde a trinta Da assembleia, balanço e dissolução Limitada
mil meticais para a sócia Marta
ARTIGO DÉCIMO Certifico, para efeitos de publicação, que por
Belarmina Nenwassane Macuácua.
Assembleia geral escritura pública de quinze de Maio de dois mil e
ARTIGO SEXTO quinze, lavrada de folhas setenta e uma a folhas
Um) A assembleia geral reunir-se-á, em setenta e sete do livro de notas para escrituras
Aumento do capital social
sessão ordinária, uma única vez cada ano, para diversas número quatrocentos quarenta e dois
Um) O capital social poderá ser aumentado apreciar, aprovar bem como deliberar sobre traço A, do Cartório Notarial de Maputo, perante
uma ou mais vezes por deliberação expressa qualquer assuntos constantes da respectiva Batça Banu Amade Mussá, licenciada em
da assembleia geral, alterando-se deste modo convocatória, e em sessão extraordinária, Direito técnica superior dos registos e notariado
o pacto social, para o que se observará as N1 e notária em exercício no referido cartorio,
sempre que se mostre necessário.
formalidades estabelecidas na lei que regula constituída entre: Xipuku – Microcrédito EI,
Dois) As deliberações da assembleia geral
o funcionamento das sociedades por quotas. Miguel Lázaro Marrengula e Marta Belarmina
Dois) Os sócios poderão fazer à sociedade os são feitas por maioria simples, excepto onde a
lei prescreva o contrário. Nenwassane Macuácua, uma sociedade
suprimentos de que ela carecer, nas condições
Três) A convocação da assembleia geral por quotas de responsabilidade limitada
estabelecidas pela assembleia geral.
denominada, MAHUMAR Investimentos,
será feita por escrito com um mínimo de trinta
ARTIGO SÉTIMO Limitada e tem a sua sede na Matola, que se
dias de antecedência e no caso de um ou mais
regerá pelas cláusulas constantes dos artigos
Cessão de quotas sócios enviarem representantes legais os outros
seguintes:
sócios deverão ser informados com quinze dias
A cessão e divisão de quotas é livre entre
os sócios, mas para estranhos depende do de antecedência da data marcada para a reunião. CAPÍTULO I
consentimento expresso, por escrito, da Da denominação, sede e duração
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
sociedade a qual é reservada o direito de
preferência na sua aquisição. Balanço de contas ARTIGO PRIMEIRO

Anualmente será feito um balanço fechado Denominação


ARTIGO OITAVO
com a data de trinta e um de Dezembro e os A sociedade é por quotas de responsabilidade
Administração e gestão da sociedade
lucros líquidos apurados em cada exercício limitada e adopta a denominação de Mahumar
Um) A administração e gestão da sociedade económico, depois de deduzida a percentagem Investimentos, Limitada.
e a sua representação, em juízo e fora dele, da reserva legal e quaisquer outras deduções
activa e passivamente, são conferidas a um acordadas em assembleia geral, serão divididos ARTIGO SEGUNDO
conselho de administração constituído pelos pelos sócios na proporção das suas quotas. Sede
sócios, os quais escolherão entre si o respectivo
presidente do conselho de administração, a ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO Um) A sociedade tem a sua sede na Matola,
quem será atribuído o uso da firma, estando podendo, por deliberação da assembleia geral,
Dissolução abrir ou encerrar filiais, sucursais, delegações,
qualquer dos administradores dispensados de
prestar caução. agências ou outras formas de representação
Um) A sociedade só se dissolve nos casos
social dentro do território nacional ou no
Dois) Os administradores poderão delegar previstos na lei, sendo por acordo unânime entre estrangeiro.
todo ou parte dos seus poderes a pessoas todos os sócios, e todos serão liquidatários, Dois) Por deliberação da assembleia geral,
estranhas à sociedade desde que devidamente procedendo-se a partilha e divisão dos seus bens o conselho de administração pode transferir a
autorizados por um meio dos votos da sociais de acordo com o que for deliberado em sede da sociedade para outro local do país ou
assembleia geral. estrangeiro.
assembleia geral.
Três) Os serviços prestados à sociedade
Dois) Por morte ou interdição de qualquer
pelos administradores ou por qualquer dos ARTIGO TERCEIRO
dos sócios a sociedade continuará com os seus
sócios, no exercício de funções de direcção
herdeiros ou representantes do sócio falecido ou Duração
ou outros são remunerados de acordo com a
deliberação da assembleia geral, que fixará o interdito, devendo nomear de entre eles um que
A sua duração é por tempo indeterminado,
respectivo montante e outras verbas que por a todos represente, enquanto a respectiva cota
contando-se o seu começo para todos os efeitos a
ventura venham a ser atribuídas. se mantiver indivisa. partir da data da assinatura da escritura pública.
14 DE AGOSTO DE 2015 2487

CAPÍTULO II do conselho de administração, a quem será ARTIGO DÉCIMO E SEGUNDO


atribuído o uso da firma, estando qualquer dos Dissolução
Do objecto, capital, cessão
administradores dispensados de prestar caução.
e administração Um) A sociedade só se dissolve nos casos
Dois) Os administradores poderão delegar
ARTIGO QUARTO todo ou parte dos seus poderes a pessoas previstos na lei, sendo por acordo unânime entre
estranhas à sociedade desde que devidamente todos os sócios, e todos serão liquidatários,
Objecto procedendo-se a partilha e divisão dos seus bens
autorizados por um meio dos votos da
Um) A sociedade tem por objecto social o sociais de acordo com o que for deliberado em
assembleia geral.
seguinte: assembleia geral.
Três) Os serviços prestados à sociedade
Dois) Por Morte ou interdição de qualquer
a) Actividades de hotelaria e turismo; pelos administradores ou por qualquer dos
dos sócios a sociedade continuará com os seus
b) Compra, venda, arrendamento e gestão sócios, no exercício de funções de direcção herdeiros ou representantes do sócio falecido ou
de imóveis. ou outros são remunerados de acordo com a interdito, devendo nomear de entre eles um que
Dois) A sociedade poderá ainda exercer deliberação da assembleia geral, que fixará o a todos represente, enquanto a respectiva cota
outras actividade subsidiárias e/ou conexas ao respectivo montante e outras verbas que por se mantiver indivisa.
objecto principal, desde que obtenha para tal as ventura venham a ser atribuídas.
necessárias autorizações. CAPÍTULO IV
ARTIGO NONO
ARTIGO QUINTO Das disposições finais
Formas de obrigar a sociedade
Capital ARTIGO DÉCIMO E TERCEIRO
Um) A sociedade obriga-se pela assinatura
O capital social, subscrito e integralmente Disposições finais
dos dois administradores membros do Conselho
realizado em dinheiro, é de cem mil meticais,
de Administração, salvo em questões de Em todo quanto fique omisso regularão as
e está dividido em duas quotas da seguinte
administração corrente da empresa para as quais disposições legais em vigor na República de
maneira:
a assinatura de qualquer um dos administradores, Moçambique.
Sessenta por cento do capital social, o
no limite das suas competências, é suficiente. Está conforme.
que corresponde a sessenta mil
Dois) Não poderão os administradores Maputo vinte e dois de Maio de dois mil
meticais para o sócio Xipuku –
referidos no ponto anterior obrigar a sociedade e quinze. — A Técnica, Ilegível.
Microcrédito EI, trinta por cento do
capital social, com o valor de trinta em contratos estranhos ao objecto social da
mil meticais para o sócio Miguel sociedade.
Lázaro Marrengula, e dez por cento
CAPÍTULO III Salgado Advogados –
do capital social, correspondente a
dez mil meticais para o sócio Marta
Sociedade Unipessoal, Limitada
Da assembleia, balanço e dissolução
Belarmina Nenwassane Macuacua. Certifico, para efeitos de publicação, que por
ARTIGO DÉCIMO
escritura de seis de Março de dois mil e quinze,
ARTIGO SEXTO Assembleia geral lavrada de folhas dezassete a folhas vinte e
Aumento do capital social quatro do livro de notas para escrituras diversas
Um) A assembleia geral reunir-se-á, em
número treze traço B, da Conservatória dos
Um) O capital social poderá ser aumentado sessão ordinária, uma única vez cada ano, para
Registos e Notariado, a cargo de Lourdes David
uma ou mais vezes por deliberação expressa apreciar, aprovar bem como deliberar sobre
Machavela, conservadora – notária superior, foi
da assembleia geral, alterando-se deste modo qualquer assuntos constantes da respectiva
constituída pelo senhor Ângelo Inocentes das
o pacto social, para o que se observará as convocatória, e em sessão extraordinária, Neves Pinto Salgado, uma sociedade unipessoal
formalidades estabelecidas na lei que regula o sempre que se mostre necessário. limitada, que se regerá pelos estatutos constantes
funcionamento das sociedades por quotas. Dois) As deliberações da assembleia geral das cláusulas seguintes:
Dois) Os sócios poderão fazer à sociedade os
são feitas por maioria simples, excepto onde a
suprimentos de que ela carecer, nas condições CAPÍTULO I
lei prescreva o contrário.
estabelecidas pela assembleia geral.
Três) A convocação da assembleia geral Da denominação, duração, sede
ARTIGO SÉTIMO será feita por escrito com um mínimo de trinta e objecto
dias de antecedência e no caso de um ou mais
Cessão de quotas ARTIGO PRIMEIRO
sócios enviarem representantes legais os outros
A cessão e divisão de quotas é livre entre sócios deverão ser informados com quinze dias Um) A sociedade adopta a firma Salgado
os sócios, mas para estranhos depende do de antecedência da data marcada para a reunião. Advogados – Sociedade Unipessoal, Limitada,
consentimento expresso, por escrito, da será regida pelas disposições aplicáveis às
sociedade a qual é reservada o direito de ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
sociedades de advogados e subsidiariamente
preferência na sua aquisição.
Balanço de contas pelo regime jurídico das sociedades comerciais
ARTIGO OITAVO por quotas estabelecido no Código Comercial,
Anualmente será feito um balanço fechado
na parte que lhe seja aplicável, pelos presentes
Administração e gestão da sociedade com a data de trinta e um de Dezembro e os
estatutos e demais legislação aplicável em vigor.
Um) A administração e gestão da sociedade e lucros líquidos apurados em cada exercício Dois) A sociedade terá a sua sede em
a sua representação, em juízo e fora dele, activa económico, depois de deduzida a percentagem Maputo, Avenida Zedequias Manganhela
e passivamente, são conferidas a um conselho da reserva legal e quaisquer outras deduções número quinhentos e vinte, décimo primeiro
de administração constituído pelos sócios, os acordadas em assembleia geral, serão divididos andar, esquerdo, podendo abrir delegações
quais escolherão entre si o respectivo presidente pelos sócios na proporção das suas quotas. ou quaisquer outras formas de representação
2488 III SÉRIE — NÚMERO 65

em qualquer parte do território nacional ou que se reportem necessários à sociedade, nas d) Associar-se-á em causas de patrocínio
no estrangeiro, e fazendo-o na forma prescrita condições fixadas na lei ou por ele e respeitadas comum, actuando em parceria
por lei. que sejam as disposições legais aplicáveis. e auferindo o percentual que
for ajustado nos resultados ou
ARTIGO SEGUNDO CAPÍTULO III honorários percebidos;
Duração ARTIGO SEXTO e) Poderá utilizar as instalações da
sociedade, mas não assumirá
A duração da sociedade é por tempo Administração
qualquer responsabilidade social;
indeterminado, contando-se o seu início a partir Um) A administração e representação da f) Estará subordinado aos regulamentos e
da data da sua constituição. sociedade compete ao sócio único Ângelo às diretrizes éticas e disciplinares que
Inocentes das Neves Pinto Salgado, que fica, lhe são impostas pelo ordenamento
ARTIGO TERCEIRO desde já, dispensado de prestar caução. jurídico Moçambicano e pela Ordem
Objecto Dois) Sem prejuízo do disposto no número dos Advogados de Moçambique.
anterior o sócio único poderá nomear um ou
Um) A sociedade tem por objecto o exercício mais administradores não sócios, que deverão ARTIGO OITAVO
da profissão de advogado, na mais ampla ser advogados, dispensando-o(s) ou não de
acepção deste conceito, a prestação e gestão Formas de obrigar a sociedade
prestar caução, no exercício das suas funções,
de serviços jurídicos incluindo patrocínio devendo especificar as respectivas atribuições Um) A sociedade fica obrigada:
judiciário, assistência e consultoria jurídica, a na deliberação de nomeação, além das que i) Pela assinatura individualizada do sócio
prestação de serviços de agente de propriedade constam especificadas no contrato de sociedade. único Ângelo Inocentes das Neves
industrial, e todos os demais actos e actividades Três) O sócio único ou os administradores Pinto Salgado;
próprios da profissão de advogado permitidos não sócios nomeados nos termos do número ii) Pela assinatura de administrador
por lei aos advogados e às sociedades de anterior poderão constituir um ou mais não sócio (quando exista e seja
advogados. procuradores com ou sem a faculdade de nomeado pelo sócio único com
Dois) A sociedade poderá participar em substabelecer nos termos e para os efeitos da essa faculdade) ou procurador
associações para o exercício da actividade lei. Os mandatos podem ser gerais ou especiais, autorizado, nos termos e limites
profissional, no âmbito do seu objecto social e sendo revogáveis a todo tempo, quando as específicos do respectivo mandato.
na forma determinada por lei. circunstâncias ou a urgência o justifiquem.
Dois) Os actos de mero expediente poderão
Três) A sociedade poderá celebrar Quatro) Compete ao sócio único representar
ser assinados pelo sócio único, por administrador
a sociedade em todos os seus actos, activa e
contratos de correspondência e colaboração, não sócio ou por quaquer empregado por eles
passivamente, em juízo e fora dele, tanto na
de transferência de conhecimento e formação, expressamente autorizado.
ordem jurídica interna como internacional,
de consórcio, de agência e de gestão entre duas
dispondo dos mais altos poderes consentidos
ou mais sociedades de advogados, nos termos CAPÍTULO IV
para a prossecução do objecto social.
consentidos por lei. Cinco) No exercício das suas competências, Das disposições gerais
Quatro) Mantendo sempre a sua identidade, os administradores não sócios, quando
individualidade e responsabilidade societária, existam, deverão agir com respeito a quaisquer ARTIGO NONO
a sociedade poderá estabelecer relações deliberações que sejam regularmente tomadas Balanço e prestação de contas
de associação com sociedades congéneres pelo sócio único sobre quaisquer matérias
estrangeiras, nos estritos limites e termos atinentes à gestão da sociedade. Um) O ano social coincide com o ano civil,
permitidos por lei. iniciando em um de Janeiro e terminando a trinta
ARTIGO SÉTIMO e um de Dezembro.
CAPÍTULO II Dois) O balanço e a conta de resultados
Advogados associados
fecham a trinta e um de Dezembro de cada ano,
Do capital social, quotas, aumento
Um) Na sociedade poderão exercer devendo a administração da sociedade organizar
e redução do capital social
actividade profissional advogados não sócios, as contas anuais e elaborar um relatório
ARTIGO QUARTO os quais tomam a qualidade de advogado respeitante ao exercício contendo a proposta
associado. de aplicação de resultados.
Um) O capital social integralmente subscrito
Dois) O exercício da actividade profissional
e realizado é de vinte mil meticais. ARTIGO DÉCIMO
dos advogados associados será regulado por
Dois) O capital social pode ser aumentado
contrato. Resultados e sua aplicação
ou reduzido mediante decisão do sócio único
Três) Sem prejuízo do contrato que venha a
alterando-se em qualquer dos casos o contrato Um) Dos lucros apurados em cada exercício
assinar com a sociedade, nos termos do número
de sociedade para o que se observarão as deduzir-se-á em primeiro lugar, a percentagem
anterior, o advogado associado estará sujeito aos
formalidades exigidas por lei. estabelecida para a constituição do fundo de
seguintes direitos e deveres gerais:
Três)Decidida qualquer variação do capital reserva legal, enquanto não estiver realizado
social, competirá ao sócio único decidir como a) Terá direito a um regime especial de nos termos da lei, ou sempre que for necessário
e em que prazo deverá ser feito o aumento ou a honorários que lhe será consignado reintegrá-lo.
redução, assim como o respectivo pagamento, em disposições contratuais Dois) A parte restante dos lucros será
quando o capital não seja logo inteiramente específicas; aplicada nos termos que forem decididos pelo
realizado. b) Estará sujeito a um regime especial sócio único.
de horário e regras quanto ao
ARTIGO QUINTO ajuizamento e acompanhamento de ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
causas próprias; Dissolução e liquidação da sociedade
Prestações suplementares e suprimentos
c) Não terá vínculos de subordinação
Não haverá prestações suplementares de ou de relação de emprego com a Um) A sociedade só dissolve nos casos
capital, mas o sócio poderá fazer os suprimentos sociedade ou seus sócios; fixados na lei e nos presentes estatutos.
14 DE AGOSTO DE 2015 2489

Dois) Declarada a dissolução da sociedade, Corporation, Limitada, e tem a sua sede na ARTIGO SEXTO
proceder-se-á à sua liquidação gozando os Avenida Karl Marx número mil oitocentos
(Cessação de quotas)
liquidatários, nomeados pelo sócio, dos mais setenta e sete, na cidade de Maputo, podendo
amplos poderes para o efeito. abrir ou fechar delegações, sucursais ou outras A cessão de quotas é livre entre os sócios,
Três) Se à data da dissolução a sociedade formas de representação social em qualquer mas a estranhos dependem do consentimento
não tiver dívidas, pode o sócio único proceder parte do território nacional ou no estrangeiro, da sociedade que terá em primeiro lugar os
imediatamente à partilha do activo social, desde que a assembleia assim o decida e sócios individualmente e em segundo o direito
mediante aprovação em assembleia geral do mediante a previa autorização de que de direito. de preferência.
inventário, balanço e contas finais e proposta Dois) A sua duração é por tempo ARTIGO SÉTIMO
de partilha do activo. indeterminado, contando-se o seu início a partir
da data da celebração do presente contrato. (Assembleia geral, gerência e representa-
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO ção da sociedade )
ARTIGO SEGUNDO
Morte, interdição ou inabilitação do sócio Um) A assembleia geral reunir-se-á
único (Objecto ) ordinariamente, uma vez por ano, de preferência
Em caso de morte, interdição, ou inabilitação A sociedade tem como objecto social o na sede da sociedade, para a apreciação,
do sócio único, a participação social deste será exercício de: aprovação ou modificação do balanço e contas
extinta, dissolvendo-se a sociedade e tendo os a) Importação e venda de locomotivas, do exercício e para deliberar sobre quaisquer
seus herdeiros o direito a receber da sociedade vagões, peças e acessórios para outros assuntos para que tenha sido convocada e
o respectivo valor. locomotivas e vagões; extraordinariamente sempre que for necessário.
b) Manutenção, reparação, pintura e Dois) A assembleia geral será sempre
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO assistência tecnica de locomotivas convocada por meio de carta registada com
Casos omissos e vagões; aviso de recepção dirigida aos sócios com a
c) Formação e acessória a empresas de antecedência mínima de quinze dias e presidida
Em todo o omisso regularão as disposições locomotivas e vagões; pelo representante legal da sociedade.
legais aplicáveis em vigor na República de d) vendas a retalho e grosso de todos os Três) A gerência e administração da
Moçambique. produtos em geral;
sociedade e a sua representação em juízo e
Está conforme. e) Venda e assistência técnica na área de
fora dele, activa e passivamente, será exercida
energia, linha de baixa, media e alta
Maputo, doze de Março de dois mil e quinze. pelosócio gerente Munir Abdul Sacoor,
tensão, consultoria, e acessória;
— O Ajudante, Pedro Marques dos Santos. nomeado sócio gerente com dispensa de
f) Construção civil e obras públicas.
caução, bastando a suaassinatura para obrigar
ARTIGO TERCEIRO a sociedade nos actos, contratos e bancos,
MRCL – Mozambique Railway (Capital social)
podendo este nomear seu representante se assim
Corporation, Limitada o entender desde que preceituado na lei.
O capital social, subscrito e integralmente Quatro) O sócio gerente não poderá delegar
Certifico, para efeitos de publicação, que no realizado em dinheiro, é de um milhão de os seus poderes em pessoas estranhas à
dia trinta e um de Julho de dois mil e quinze, meticais, correspondente à soma de duas quotas sociedade sem o consentimento de todos os
foi matriculada, na Conservatória do Registo de iguais de seguinte modo: sócios, porem, poderá nomear procurador com
Entidades Legais sob NUEL 100636786 uma a) Uma quota no valor nominal de poderes que lhe forem designados e constem do
sociedade denominada MRCL – Mozambique quinhentos mil meticais, competente instrumento notarial.
Railway Corporation, Limitada. pertencentes ao sócio Munir Abdul Cinco) Em caso algum o sócio gerente ou
Entre: Sacoor, correspondente a cinquenta
seus mandatários poderão obrigar a sociedade
por cento do capital social;
Munir Abdul Sacoor, casado, de nacionalidade em actos e documentos estranhos aos negócios
b) Uma quota no valor nominal de
Moçambicana, e residente em Maputo,na sociais designadamente em letras de favor,
quinhentos mil meticais,
Avenida Agostinho Neto, número duzentos fianças e abonações.
e sessenta, Bairro Central, portador do pertencente ao sócio Pancaje
Bilhete de Identidade n.º 030100343946N, Jeentilal, correspondente a
ARTIGO OITAVO
emitido aos vinte e dois de Julho de dois cinquenta por cento do capital
mil e quinze; social. (Balanço)

Pancaje Jeentilal, solteiro, de nacionalidade ARTIGO QUARTO Um) O balanço sobre o fecho de contas
Moçambicana, residente em Maputo no a trinta e um de Dezembro de cada ano será
Bairro da Malhangalene B, rua Portalegre ( Suprimentos ) anualmente apresentado aos sócios.
número oitenta e três, primeiro andar único, Dois) Os lucros líquidos apurados em cada
Não haverá prestações suplementares
cidade de Maputo, portador do Bilhete de
podendo, porem, os sócios fazer a sociedade os balanço anual deduzidos cinco por cento para
Identidade n.º 110300047242C, emitido no
suprimentos de que ela carece ao juro e demais o fundo de reserva legal e de quaisquer outras
dia doze de Janeiro de dois mil e dez.
condições estipuladas pela assembleia geral. percentagens estabelecidas pela assembleia-
É celebrado contrato de sociedade por geral, serão divididos pelos sócios na proporção
quotas, que se regerá pelas cláusulas seguintes: ARTIGO QUINTO das suas quotas.
ARTIGO PRIMEIRO (Capital social) Três) A sociedade só se dissolve nos termos
fixados na lei e será então liquidada como a
(Denominação social, sede e duração) O capital social poderá ser aumentado
assembleia geral deliberar.
uma ou mais vezes mediante deliberação da
Um) A sociedade adopta a denominação assembleia geral com ou sem entrada de novos Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze.
social MRCL – Mozambique Railway sócios. — O Técnico, Ilegível.
2490 III SÉRIE — NÚMERO 65

Gipamoz, Limitada ARTIGO QUARTO ARTIGO OITAVO

Capital social Assembleia geral


Certifico, para efeitos de publicação, que no
dia trinta e um de Julho de dois mil e quinze, O capital social realizado, é de cem mil Um) A assembleia geral reúne-se ordina-
foi matriculada, na Conservatória do Registo meticais, dividido em quatro partes: riamente uma vez por ano para apreciação e
de Entidades Legais sob NUEL 100601079 aprovação do balanço e contas do exercício
a) Márcio Sérgio Sampaio Bravo, com
uma sociedade denominada Gipamoz, Limitada findo e repartição de lucros e perdas.
uma quota de vinte e cinco mil Dois) A assembleia geral poderá reunir-
É celebrado o presente contrato de sociedade, meticais, equivalente a vinte e cinco se extraordinariamente quantas vezes forem
nos termos do artigo noventa do Código por cento; necessárias desde que as circunstâncias assim o
Comercial, entre:
b) António José Pacheco Ilheu, com exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos
Primeiro. Marcio Sergio Sampaio Bravo, uma quota de vinte e cinco mil que digam respeito à sociedade.
nacionalidade portuguesa, solteiro, maior, meticais, equivalente a vinte e cinco
portador do Passaporte n.º N452791, emitido ARTIGO NONO
por cento;
aos cinco de Fevereiro de dois mil e quinze; c) Carlos Manuel Burrica de Sousa, com Dissolução
Segundo. Antonio José Pacheco Ilheu, de uma quota de vinte e cinco mil A sociedade só se dissolve nos termos
nacionalidade portuguesa, portador do DIRE n.º meticais, equivalente a vinte e cinco fixados pela lei ou por comum acordo dos sócios
10PT00053811S, emitido aos vinte e quatro por cento; quando assim o entenderem.
de Junho de dois mil e catorze; d) Elsa Maria Lopes Cunha Prata, com
Terceiro. Carlos Manuel Burrica de Sousa, uma quota de vinte e cinco mil ARTIGO DÉCIMO
de nacionalidade Portuguesa, portador de DIRE meticais, equivalente a vinte e Herdeiros
n.º 10PT00054033P, emitido aos vinte e quatro cinco.
Em caso de morte, interdição ou inabilitação
de Junho de dois mil e catorze.
ARTIGO QUINTO de um dos sócios, os seus herdeiros assumem
Quarto. Elsa Maria Lopes Cunha Prata, automaticamente o lugar na sociedade com
de nacionalidade portuguesa, portadora do Aumento do capital dispensa de caução, podendo estes nomear seus
Passaporte n.º L018565. representantes se assim o entenderem, desde
O capital social poderá ser aumentado ou
Pelo presente contrato de sociedade que obedeçam o preceituado nos termos da lei.
diminuído quantas vezes forem necessárias
outorgam e constituem entre si uma sociedade desde que a assembleia geral delibere sobre ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
por quotas de responsabilidade limitada, que o assunto.
se regerá pelas cláusulas seguintes: Casos omissos
ARTIGO SEXTO Os casos omissos serão regulados pela
ARTIGO PRIMEIRO
Divisão e cessão de quotas legislação vigente e aplicável na República de
Denominação e sede Moçambique.
Um) Sem prejuízo das disposições legais em Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze.
A sociedade adopta a denominação de vigor a cessão ou alienação de toda a parte de — O Técnico, Ilegível.
Gipamoz, Limitada, e tem a sua sede na Matola quotas deverá ser do consentimento dos sócios
Cidade, Liberdade, Rua Alto Molokwene gozando estes do direito de preferência.
oitocentos setenta e quatro. Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios
mostrarem interesse pela quota cedente, este Savat, Limitada
ARTIGO SEGUNDO
decidirá a sua alienação aquem e pelos preços
Certifico, para efeitos de publicação, que no
Duração que melhor entender, gozando o novo sócio dos diavinte e quatro de Julho de dois mil e quinze,
direitos correspondentes à sua participação na foi matriculada, na Conservatória do Registo de
A sua duração será por tempo indeterminado,
sociedade Entidades Legais sob NUEL 100634430 uma
contando-se o seu início a partir da data da
constituição. sociedade denominada Savat, Limitada
ARTIGO SÉTIMO
É celebrado o presente contrato de sociedade
ARTIGO TERCEIRO Administração nos termos do artigo noventa do Código
Comercial entre:
Objecto Um) A administração e gestão da sociedade
e sua representação em juízo e fora dele, activa e Martins Pedro Rafael, solteiro, de cinquenta
Um) A sociedade tem por objecto: anos de idade, natural de Chicuque,
passivamente, passam desde já a cargo do sócio
a) Prestação de serviços de peritagens e nacionalidade moçambicana, divorciado,
António José Pacheco Ilheu, Márcio Sérgio
averiguações de sinistros; portador do Bilhete de Identidade
Sampaio Bravo e Elsa Maria Lopes Cunha
b) Avaliação de veículos. n.º 110100361619C emitido em Maputo aos
Prata, como sócio gerente e com plenos poderes. seis de Agosto de dois mil e dez, residente
Dois) A sociedade poderá adquirir Dois) O administrador tem plenos poderes no Bairro de Malhangalene na Avenida
participação financeira em sociedades a para nomear mandatários a sociedade, conferindo Malhangalene número oitocentos cinquenta
constituir ou já constituídas, ainda que tenham os necessários poderes de representação. e nove, segundo andar esquerdo nesta cidade
objecto social diferente do da sociedade. Três) A sociedade ficará obrigada pela de Maputo;
Três) A sociedade poderá exercer quaisquer assinatura de um gerente ou procurador Luzumira Graça Simbine, de trinta e seis
outras actividades desde que para o efeito especialmente constituído pela gerência, nos anos de idade, solteira, natural de Maputo,
esteja devidamente autorizada nos termos da termos e limites específicos do respectivo nacionalidade moçambicana, portadora do
legislação em vigor. mandato. Bilhete de Identidade n.º 110100943043P,
14 DE AGOSTO DE 2015 2491

emitido pelo Arquivo de Identificação Civil ARTIGO PRIMEIRO para a sócio Elvis Martins Rafael ,
de Maputo a um de Novembro de dois mil e correspondentes a cinco por cento
(Denominação)
dez, residente no Bairro de Malhangalene na do capital social;
Avenida Malhangalene número oitocentos A sociedade adopta a denominação de Savat, e) Uma quota de cinquenta mil meticais
cinquenta e nove, segundo andar esquerdo, Limitada, e criada por tempo indeterminado. para sócio Ningo Yango Martins
Distrito Municipal KaMpfumu, cidade de Rafael, correspondentes a cinco por
ARTIGO SEGUNDO
Maputo; cento do capital social;
(Duração)
Sidney Pedro Rafael, de vinte e quatro anos f) Uma quota de cinquenta mil meticais
de idade, solteiro, natural de Maputo A duração da sociedade é por tempo para o sócio Akil Luson Zenda,
nacionalidade moçambicana, portador do indeterminado, contando-se com o seu início correspondentes a cinco por cento
Bilhete de Identidade n.º 080100462576N, a partir da data da celebração do presente do capital social; e
emitido pelo Arquivo de Identificação Civil contrato social. g) Uma quota de quarenta mil meticais
de Maputo aos doze de Outubro de dois mil para a sócia Ayune Fith Zenda,
ARTIGO TERCEIRO
e onze, residente no Posto Administrativo da correspondentes a quatro por cento
Matola Rio, quarteirão quatro, casa número (Sede)
do capital social.
duzentos e seis, província do Maputo; A sociedade tem a sua sede no bairro da
Elvis Martins Rafael, de onze anos de idade, Matola G, Avenida de Boane número setecentos ARTIGO SEXTO
menor, natural de Maputo nacionalidade e seis, primeiro andar, flat. um, Munícipio da (Aumento de capital)
moçambicana, portador do Bilhete de Matola, província do Maputo, podendo por
deliberação da assembleia geral, abrir filiais, O capital social poderá ser aumentado
Identidade n.º 1100501824714M, emitido
agências ou outras formas de representação mediante deliberação da assembleia geral, por
pelo Arquivo de Identificação Civil de
social em território Nacional e no estrangeiro. entrada em valores monetários ou bens.
Maputo aos dezasseis de Maio de dois mil
e um, residente no Distrito de Marracuene- ARTIGO QUARTO
ARTIGO SÉTIMO
Mapulango quarteirão um, casa número (Objecto)
oitenta e dois, província do Maputo, (Divisão e cessão de quotas)
Um) Constitui objecto principal da sociedade:
representado neste acto por seu pai, Martins Um) A divisão e cessão de quotas entre
Pedro Rafael; a) Indústria;
b) Hotelaria e turismo; sócios é livre.
Ningo Yango Martins Rafael, de dez anos c) Agro-pecuária; Dois) A divisão e cessão de quotas a favor de
de idade, menor, natural de Maputo, d) Catering transporte e logística; terceiros carecem de consentimento por escrito a
nacionalidade moçambicana, portador do e) Comércio a grosso e a retalho com sociedade, gozando do direito de preferência em
Bilhete de Identidade n.º 110104226677C, importação e exportação; primeiro lugar a sociedade e depois os sócios.
emitido pelo Arquivo de Identificação f) Limpeza e higiene; Três) O sócio querendo ceder a sua quota
Civil de Maputo aos trinta e um de Julho g) Micro finanças; deverá comunicar esta integração a sociedade.
de dois mil e cinco, residente na Matola G h) Formação académica e prestação de
Quatro) Não desejando a sociedade, os
quarteirão seis, casa número setecentos e serviços nas áreas de consultoria,
restantes sócios exercer o direito de preferência
seis, província de Maputo, representado contabilidade e auditoria; e
i) Outras actividades conexas. que lhes é conferido nos termos do número dois
neste acto por seu pai, Martins Pedro Rafael; do presente artigo, a quota poderá ser livremente
Dois) A sociedade poderá ainda desenvolver
Akil Luson Zenda, de nove anos de idade, cedida.
outras actividades conexas, complementares ou
menor, natural de Maputo nacionalidade subsidiárias do objecto principal ou qualquer
moçambicana, portador do Bilhete de ARTIGO OITAVO
outro ramo da indústria ou comércio permitido
Identidade n.º 110104891604I, emitido pelo por lei que a gerência delibere explorar. (Administração)
Arquivo de Identificação Civil de Maputo
ARTIGO QUINTO Um) A administração da sociedade será
aos vinte e quatro de Julho de dois mil e
catorze, residente no Bairro Central, na (Capital social) exercido por um administrador, que de entre
Avenida Eduardo Mondlane número vinte eles designam desde já como administrador o
Um) O capital social, integralmente realizado
e quatro, segundo andar, Distrito Municipal sócio, Martins Pedro Rafael.
em dinheiro, é de um milhão de meticais,
KaMpfumu , nesta cidade de Maputo, igualmente divididos em sete partes desiguais, Dois) Compete ao administrador da empresa,
representado neste acto por seu pai, Martins sendo as quotas distribuídas de seguinte forma: representar a sociedade em todos os actos, activa
Pedro Rafael; a) Uma quota de quinhentos e dez ou passivamente, em juízo ou fora dele, tanto
Ayune Fith Zenda, de nove anos de idade, mil meticais, pertencente ao na ordem jurídica interna como internacional,
menor, natural de Maputo nacionalidade sócio Martins Pedro Rafael, dispondo de mais amplos poderes legalmente
moçambicana, portador do Bilhete de correspondente a cinquenta e um consentidos para a prossecução e realização
Identidade n.º 110104891611S, emitido por cento do capital social; do objecto social, designadamente quanto a
b) Uma quota de cento e cinquenta mil realização do exercício da gestão corrente
pelo Arquivo de Identificação Civil de
meticais, para a sócia Luzumira dos negócios sociais. Em caso da extrema
Maputo aos vinte e quatro de Julho de dois
Graça Simbine, correspondentes a necessidade, o administrador pode nomear um
mil e catorze, residente no Bairro Central, quinze por cento do capital social;.
na Avenida Eduardo Mondlane número gestor ou procurador, para gestão da sociedade,
c) Uma quota de cento cinquenta mil
vinte e quatro, segundo andar, Distrito bastando uma acta assinado pelo administrador.
meticais para o sócio Sidney Pedro
Municipal KaMpfumu , nestaCidade de Rafael, correspondentes a quinze Três) Para actos de mero expediente, bastará
Maputo, representado neste acto por sua por cento do capital social; a assinatura de um sócio ou seu administrador.
mãe, Luzumira Graça Simbine. d) Uma quota de cinquenta mil meticais
2492 III SÉRIE — NÚMERO 65

ARTIGO NONO ARTIGO SEGUNDO CAPÍTULO III


(Assembleia geral) (Duração) Da administração e formas de obrigar a
sociedade
Um) A assembleia geral reunir-se-á A sociedade ė constituída por tempo
ordinariamente uma vez por ano, para apreciação indeterminado. ARTIGO NONO
do balanço de contas do exercício anterior e para
deliberar sobre quaisquer assuntos para que tenha ARTIGO TERCEIRO (Administração)
sido devidamente convocada.
(Sede) Um) A administração da sociedade será
Dois) A assembleia geral reunir-se-á
levada a cabo pelo socio unico, a quem compete
extraordinariamente sempre que for convocada Um) A sociedade terá a sua sede social na
pelos sócios. o exercício de todos os poderes que lhe são
Avenida Maguiguana número trinta e oito,
Três) O fórum necessário para assembleia conferidos por lei e pelos presentes estatutos.
Bairro Polana Cimento na cidade em Maputo.
reunir é a presença dos sócios, ou a presença de Dois) As decisões do sócio único deverão ser
Dois) A sede da sociedade poderá ser
mandatários em representação de um dos sócios. tomadas por este pessoalmente, lançadas num
transferida para qualquer outro lugar mediante
decisão do sócio único. livro destinado a esse fim e por ele assinadas.
ARTIGO DÉCIMO Três) Dependem da deliberação do sócio
Três) O sócio único poderá ainda deliberar
(Dissolução) a criação e encerramento de sucursais, filiais, único:
agências ou outras formas de representação a) A apreciação do balanço e a aprovação
Um) A sociedade só se dissolve nos casos
comercial em qualquer parte do território das contas da sociedade referentes
previstos e estabelecidos na lei.
Dois) Dissolvendo-se, a liquidação será feita nacional ou estrangeiro. ao exercício do ano anterior, a
na forma aprovada por deliberação dos sócios em elaboração do relatório de gestão
assembleia geral. ARTIGO QUARTO e a apreciação do relatório dos
(Objecto) auditores (se os houver);
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO b) A aquisição, alienação ou oneração de
O objecto da sociedade será: quotas próprias;
(Omissões)
a) Construcao e prestacao de servicos na c) A alteração do pacto social;
Todos os casos omissos serão regulados pela area imobiliaria; d) O aumento e a redução do capital
legislação aplicável na República de Moçambique. b) Manutencao e remodelacao e gestao social;
Está conforme. de imoveis; e) A fusão, cisão, transformação, disso-
Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze. c) Execucao e projectos arquitectonicos lução e liquidação da sociedade.
— O Técnico, Ilegível. e estruturais;
Quatro) O sócio único poderá nomear
d) Execucao e projectos de canalização,
e instituir um conselho de administração
pintura, electricidade, tectos falsos
e pavimentos e paisagismo; composto por, pelo menos, três membros, caso
Cassama Construções - em que as atribuições e competências aqui
e) Compra de imóveis e venda.
Sociedade Unipessoal, consagradas serão atribuidas a tal órgão social.
Limitada CAPÍTULO II Cinco) A gerência da sociedade será exercida
pelo senhor Ussumane Cassama.
Certifico, para efeitos de publicação, que no Do capital social e quotas
dia trinta e um de Julho de dois mil e quinze, ARTIGO DÉCIMO
foi matriculada, na Conservatória do Registo de ARTIGO QUINTO
Entidades Legais sob NUEL 100636689 uma (Capital social) (Formas de obrigar a sociedade)
sociedade denominada Cassama Construções -
Sociedade Unipessoal, Limitada O capital social, integralmente subscrito A sociedade obriga-se pela assinatura do
e realizado em numerário, é de trezentos mil sócio único, senhora Adelina Costa Almeida
Adelina Costa Almeida Amadeu Bachir,
meticais, podendo este ser aumentando uma ou Amadeu Bachir.
de nacionalidade moçambicana, titular do
Bilhete de Identidade n.º 110101280949J, mais vezes, e é constituído por uma única quota
pertencente ao sócio Adelina Costa Almeida ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
nascida em Maputo, aos dezanove de Agosto
de mil novecentos setenta e cinco, emitido aos Amadeu Bachir. Contas bancárias
vinte e nove de Dezembro de dois mil e nove,
com validade até vinte e nove de Dezembro ARTIGO SEXTO Um) As contas bancárias da sociedade serão
de dois mil e dezanove, residente na Avenida abertas e movimentadas solidariamente pelo
(Quotas próprias)
Samora Machel quarteirão dezanove, casa sócio único senhora Adelina Costa Almeida
quinhentos oitenta e sete em Tchumene, posto A sociedade poderá, dentro dos limites Amadeu Bachir ou pelo gerente senhor Ussame
administrativo da Machava, constitui uma legais, adquirir e alienar quotas próprias Cassama.
sociedade unipessoal limitada que se regerá de e praticar sobre elas todas as operações Dois) Poderão o ser também pelas assinaturas
acordo com os seguintes estatutos: legalmente permitidas. dos mandatários da sociedade, desde que os seus
mandatos relevantes lhe confiram lhes poderes
CAPÍTULO I ARTIGO SÉTIMO
em questão.
Da denominação, duração, sede (Prestações suprimentos)
e objecto CAPÍTULO IV
O sócio único poderá conceder á sociedade
ARTIGO PRIMEIRO os suprimentos de que ela necessite. Das disposições finais e transitórias
(Denominação) ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
ARTIGO OITAVO
A sociedade adopta a denominação de (Balanço e aprovação de contas)
(Transmissão de quotas)
Cassama Construções - Sociedade Unipessoal,
Limitada, e será regida pelos presentes estatutos O sócio único poderá livremente transmitir O relatório de gestão e as contas de exercício,
e pela legislação aplicável. a sua quota a terceiros. incluindo o balanço e a demonstração de
14 DE AGOSTO DE 2015 2493

resultados, fechar-se-ão com referência a ARTIGO TERCEIRO c) Morte, divórcio, separação judicial
trinta e um de Dezembro de cada ano e serão de pessoas e/ou bens, do titular da
Objecto social
submetidos á aprovação do sócio único durante quota se pessoa singular;
o primeiro trimestre do ano seguinte. Um) A sociedade tem por objecto social d) Insolvência do titular, se pessoa
exercer actividade comércio a retalho com singular;
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO importação e exportação e representações e e) Extinção, dissolução e falência do
(Aplicação de resultados) prestação de serviços na área de gestão, estudos titular, se pessoa colectiva;
e projectos e desembaraços aduaneiros. f) Se a quota for arrestada, arrolada,
Um) Dos lucros apurados será deduzida Dois) A sociedade poderá participar e penhorada ou qualquer forma de
a percentagem legalmente estabelecida para deixar de estar livre disponibilidade
adquirir participações no capital social de
constituir ou reintegrar o fundo de reserva legal. do seu titular;
outras sociedades, ainda que estas tenham um
Dois) A parte remanescente dos lucros será g) No caso de recusa de consentimento
objecto social diferente do da sociedade, bem
distribuída ao sócio único. a cessão ou cessão a terceiros sem
como pode associar-se seja qual for a forma de
associação, com outras empresas ou sociedade, observância do estipulado no artigo
ARTIGO DÉCIMO QUARTO
para desenvolvimento de projectos. sexto do pacto social;
(Dissolução) h) Nos casos em que o respectivo titular
ARTIGO QUARTO pratique acto de natureza civil ou
A sociedade dissolve-se nos casos e
criminal, que prejudique o bom
termos previstos na lei, sendo o sócio único o Capital social
nome da sociedade ou dos seus
liquidatário.
O capital social, integralmente subscrito e sócios;
ARTIGO DÉCIMO QUINTO realizado em dinheiro, é de cem mil meticais, i) Caso o sócio exerça, por si ou por
correspondente à soma de duas quotas interposta pessoa concorrência com
(Omissões)
pertencentes ao sócio Asif Hakim Adil no as actividades da sociedade.
Em todo o omisso regularão as disposições do valor de cinquenta mil meticais e outra de Dois) Caso a sociedade recuse o
Código Comercial em vigor em Moçambique. cinquenta mil meticais pertencente ao sócio consentimento a cessão, poderão amortizar ou
Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze. Samir Asif Adil. adquirir para si a quota.
— O Técnico, Ilegível. Três) A sociedade só pode amortizar
ARTIGO QUINTO quotas se, a deliberação e depois de satisfazer
A administração, gerência e representação a contrapartida da amortização a sua situação
da sociedade em juízo e fora dele, activa e líquida não ficar inferior a soma do capital das
AS – Distribuição Industrial e passivamente, pertencem e serão exercidas reservas, salvo se simultaneamente deliberar a
Comercial, Limitada pelos dois sócios que desde já são nomeados redução do capital social.
gerentes, com dispensa de caução, bastante a Quatro) O preço da amortização nos casos
Certifico, para efeitos de publicação, que previstos nas alíneas do número um do presente
por escritura de quinze de Junho de dois mil assinatura de um deles, para obrigar a sociedade
será correrspondente ao respectivo valor
e quinze, exarada de folhas quinze a folhas em todos os seus actos e contratos.
nominal, no remanescente caso do número um
vinte e duas, do livro de notas para escrituras do presente, valor será apurado com base no
ARTIGO SEXTO
diversas número cento e cinquenta e dois A, último balanço aprovado, acrescido da parte
deste Cartório Notarial da Matola, a cargo Cessão e divisão de quotas proporcional das reservas que não se destinem
do notário Arnaldo Jamal de Magalhães, foi a cobrir prejuízos, reduzidos ou acrescidos da
Um) A cessão de quotas entre os sócios não
constituída uma sociedade comercial por quotas parte proporcional de diminuição ou aumento do
carece de consentimento da sociedade ou dos
de responsabilidade limitada, que se regerá pelas valor contabilístico do activo líquido posterior
sócios, sendo livre.
disposições constantes dos artigos seguintes: ao referido balanço, sendo o preço apurado
Dois) A cessão de quotas a favor de terceiros
depende do consentimento da sociedade em prestações mensais iguais e consecutivas.
CAPÍTULO I
mediante deliberação dos sócios. Vencendo-se a primeira trinta dias após a data
Da denominação, sede, objecto Três) Os sócios gozam do direito de da deliberação.
e duração preferência na cessão de quotas a terceiros, na ARTIGO OITAVO
ARTIGO PRIMEIRO proporção das suas quotas e com o direito de
acrescer entre si. Convocação da assembleia geral
Denominação e sede Quatro) O sócio que pretender transmitir Um) A assembleia geral reunir-se-á
A sociedade adopta a denominação de a sua quota a terceiros estranhos a sociedade ordinariamente uma vez por ano, para apreciação,
AS – Distribuição Industrial e Comercial, deverá comunicar por escrito aos sócios não aprovação ou modificação do balanço e contas
Limitada, com sede na Matola, podendo, cedente a sua intenção de cedência, identificado do exercício e extraordinariamente sempre que
por deliberação da assembleia geral, abrir e o nome do potencial adquirinte, o preço e for necessário.
encerrar, sucursais, filiais, agências, ou outras demais condições e termos de venda. Dois) A assembleia geral é convocada por
formas de representação social em qualquer qualquer gerente ou sócio representado pelos
ARTIGO SÉTIMO
parte do território nacional ou no estrangeiro. vinte e cinco por cento do capital, mediante carta
Um) A sociedade pode amortizar quotas nos registada com aviso de recepção dirigida aos
ARTIGO SEGUNDO seguintes casos: sócios com antecedência mínima de trinta dias.
A duração da sociedade será por tempo a) Por acordo com o respectivo titular; Três) A assembleia geral poderá reunir
indeterminado, contando-se o seu começo b) Morte do titular singular, se os seus e validamente deliberar sem dependência
a partir da data da celebração da presente sucessores pretenderem alienar a de prévia convocatória se todos estiverem
escritura. quota a terceiros; presentes ou representados e manifestarem
2494 III SÉRIE — NÚMERO 65

unanimemente a vontade de que a assembleia se deliberações sobre alteração ao contrato de Ergue, Limitada
constitua e delibere sobre determinado assunto, sociedade, fusão, transformação e dissolução da
salvo casos em que a lei o proíbe. sociedade e as deliberações sobre as matérias Certifico, para efeitos de publicação, que
Quatro) Os sócios individuais poderão fazer- referidas nas alíneas do presente artigo nono. por escritura de vinte e sete de Abril de dois
se representar nas assembleias gerais por sócios mil e quinze, exarada de folhas vinte e oito
mediante carta simples, dirigida ao presidente da ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO a vinte e nove verso do livro de notas para
mesa da assembleia, ou por terceiros estranhos escrituras diversas número quarenta e sete
Administração da sociedade
a sociedade, mediante procuração com poderes da Conservatória dos Registos e Notariado
especiais, os sócios pessoas colectivas far-se- Um) A sociedade é administrada e de Vilankulo, a cargo de Orlando Fernando
ão representar pelo representante nomeado representada por um ou mais gerentes a eleger Messias, Conservador em pleno exercício de
em acta da sua respectiva assembleia geral. pela assembleia geral, por mandato de três anos, funções notariais, procedeu-se na sociedade em
O documento de representação pode ser os quais dispensados de caução podem ou não epígrafe uma alteração parcial do pacto social
apresentado até ao momento do início da ser sócio, podem ou não ser eleito. por cessão total de quotas, saída de sócios,
assembleia geral. Dois) Os gerentes terão todos os poderes entrada de novo sócio e alteração parcial do
necessários a representação da sociedade em pacto social, onde os sócios Hefigênio da Silva
ARTIGO NONO Andrassone e Jánio Sampaio da Silva, cedem
juízo e fora dele, bem como todos os poderes
Competência na totalidade suas quotas ao senhor Leonildo da
necessários a administração dos negócios
Silva Andrassone, cessão essa que é feita a título
Depende de deliberação da assembleia podendo designadamente abrir e movimentar
oneroso e com todos os direitos e obrigações,
geral os seguintes actos, além de outros que a contas bancárias, aceitar, endossar letras e
em consequência dessa operação fica alterada a
lei indique: livranças e outros efeitos comerciais, contrair
redacção dos artigos quarto e nono que passam
empréstimos bancários ou outros, adquirir, para uma nova e seguinte:
a) Nomeação e exoneração;
b) Amortização, aquisição e oneração de onerar, alienar, ceder a exploração e tomar de
quotas do consentimento da cessão trespasse ou trespassar bens móveis, incluindo ARTIGO QUARTO
de quotas; naqueles os veículos automóveis, contratar e
Capital social
c) Chamada a restituição de prestações despedir pessoal.
suplementares de capital; Três) Os gerentes poderão constituir O capital social, integralmente
d) Alteração do contrato de sociedade; procuradores da sociedade para a prática de subscrito e realizado em dinheiro, é de um
e) Propositura de acções judiciais contra actos determinados ou categorias de actos e milhão de meticais correspondente a uma
gerentes; delegar entre si os respectivos poderes para única quota de cem por cento pertencente
f) Contratação de empréstimos bancários determinados negócios espécie de negócios. a Leonildo da Silva Andrassone.
e prestação de garantias com bens Quatro) Para obrigar a sociedade nos seus
..............................................................
do activo imobilizado da sociedade; actos e contratos é necessário a assinatura ou
g) Prestação de quaisquer garantias intervenção de um dos gerentes. ARTIGO NONO
de empréstimos concedidos a Cinco) É vedado aos gerentes obrigar a
sociedade; Administração e gerência
sociedade a fianças, abonações, letras de favor
h) Aquisição, oneração, alienação, e outros actos e contratos estranhos ao objecto A administração e gerência da
cessão de exploração e trespasse social. sociedade, fica a cargo do sócio único
de estabelecimento comercial da Seis) Até a deliberação da assembleia geral Leonildo da Silva Andrassone como
sociedade; em contrário ficam nomeados gerentes os director-geral e com dispensa de caução,
i) Aquisição, oneração, alienação de bens bastando a sua assinatura para obrigar a
senhores Asif Hakim Adil e Samir Asif Adil.
imóveis da sociedade; sociedade em todos os actos e contratos.
j) Aquisição e oneração de bens do activo ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO Que em tudo o mais não alterado continua a
imobilizado da sociedade;
Exercício, contas e resultados vigorar o pacto social anterior.
k) Aquisição, oneração e alienação
de quaisquer bens móveis da Está conforme.
Um) O ano social coincide com o ano civil.
sociedade; Conservatória dos Registos e Notariado de
Dois) Os lucros líquidos apurados em cada
l) Arrendamento de bens imóveis da Vilankulo, três de Junho de dois mil e quinze.
exercício, deduzidos da parte destinada a reserva
sociedade; — O Conservador, Ilegível.
legal e outras reservas que a assembleia geral
m) Tomar de arrendamento para a
deliberar constituir serão distribuídos pelos
sociedade quasquer bens imóveis;
sócios na proporção das suas quotas.
n) Aluguer pela sociedade e a sociedade
tomar de aluguer quaisquer Nortec, S.A.
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
bens móveis incluindo veículos
Dissolução e liquidação Certifico, para efeitos de publicação, que
automóveis;
por escritura pública de vinte e nove de Abril
o) Contratar e despedir o pessoal. Um) A sociedade dissolve-se nos termos de dois mil e quinze, lavrada de folhas vinte e
ARTIGO DÉCIMO estabelecidos na lei. seis a folhas quarenta e seis do livro de notas
Dois) A liquidação será feita na forma para escrituras diversas número quatrocentos
Representação e deliberação e quarenta e quatro, traço A, deste Cartório
aprovada por deliberação dos sócios.
Um) As deliberações da assembleia geral são Notarial de Maputo, perante Batça Banu
Está conforme.
tomadas por maioria simples cinquenta e um Amade Mussa, licenciada em Direito, técnica
Cartório Notarial da Matola, vinte e dois superior dos registos e notariado N1 e notária
por cento dos votos presentes ou representados.
Dois) São tomadas por maioria qualificada de Junho de dois mil e quinze. — O Técnico, em exercício no referido cartório, foi constituída
setenta e cinco por cento do capital social as Ilegível. uma sociedade anónima denominada, Nortec,
14 DE AGOSTO DE 2015 2495

S.A. com sede na cidade de Maputo, que se e manutenção de projectos c) Os prazos para a subscrição e realização
regerá pelas cláusulas constantes dos artigos nas matérias mencionadas do aumento;
seguintes. anteriormente; d) As reservas a serem incorporadas no
e) A contratação, subcontratação, capital social, quando o aumento
CAPÍTULO I elaboração, desenvolvimento, resulte de incorporação de reservas;
controle e execução de todo o e
Da firma, sede, duração e objecto tipo de serviços informáticos e) A quem é concedida a faculdade
social mencionados acima; de concorrer para o aumento do
ARTIGO PRIMEIRO f) A acessória, comercialização, capital social, caso este não seja
instalação, desenvolvimento e
(Firma e natureza)
integralmente subscrito pelos
manutenção na integração de
accionistas.
Nortec, S.A., doravante designada por sistemas e serviços para aplicações
de networking, assim como serviços Quatro) Em qualquer aumento de capital
sociedade, é uma sociedade limitada, de direito social, os accionistas gozam do direito de
de operação e manutenção para
moçambicano, que se rege pelo presente preferência, na proporção das respectivas
operadores de telecomunicações,
contrato de sociedade e pela demais legislação acções, a ser exercido até à tomada de
companhias eléctricas e todo tipo
aplicável. deliberação sobre o aumento.
de empresas;
g) Por simples deliberação do Conselho Cinco) Com vista ao exercício do direito de
ARTIGO SEGUNDO
de Administração, a Sociedade preferência a que se refere o número anterior,
(Sede) poderá adquirir, gerir e alienar qualquer proposta de aumento de capital
Um) A sociedade tem a sua sede na cidade participações em sociedades de social deverá ser depositada, para consulta dos
de Maputo. responsabilidade limitada, ainda accionistas, na sede da Sociedade, juntamente
Dois) O Conselho de Administração que tenham objecto distinto. com os respectivos pareceres do Conselho de
da sociedade, sem dependência de prévia Administração e do Conselho Fiscal ou Fiscal
ARTIGO QUARTO Único, com a antecedência mínima de trinta
autorização de quaisquer outros órgãos sociais,
poderá transferir a sede da sociedade para (Duração) dias em relação à data marcada para a realização
qualquer outro local, dentro do território da da reunião de Assembleia Geral, destinada a
A sociedade perdurará por tempo deliberar sobre o aumento.
República de Moçambique, assim como poderá
indeterminado, contando-se o seu início, a
criar, deslocar e encerrar sucursais, agências,
data da escritura notarial da sua constituição. ARTIGO SÉTIMO
delegações ou outras formas de representação
da sociedade, dentro e fora do território da CAPÍTULO II (Acções)
República de Moçambique. Um) As acções serão tituladas ou escriturais.
Do capital social, acções e meios de
Dois) As acções devem a todo o tempo
ARTIGO TERCEIRO financiamento
revestir a forma de acções nominativas.
(Objecto) ARTIGO QUINTO Três) As acções tituladas poderão, a todo o
tempo, ser convertidas em acções escriturais, e
Um) A sociedade tem por objecto principal (Capital social) vice-versa, desde que obedecidos os requisitos
e com a maior amplitude permitida por Lei: legais.
O capital social, integralmente subscrito
a) Exportação e importação, venda, e realizado em dinheiro, é de um milhão de Quatro) As acções, quando tituladas,
consultoria, comercialização, meticais, sendo representado por dez mil acções serão representadas por títulos de uma, dez,
instalação, manutenção e suporte de com o valor nominal de cem meticais cada. cinquenta, cem, duzentas, cinquentas, mil,
equipamentos de telecomunicações mil e quinhentas, duas mil, cinco mil, dez mil,
ou de computador, hardware, ARTIGO SEXTO cinquenta mil ou cem mil acções, a todo o tempo
software e aplicações instaladas em substituíveis por agrupamento ou subdivisão.
(Aumento do capital social) Cinco) O desdobramento dos títulos de acções
equipamento específico;
b) A análise, programação e Um) O capital social poderá ser aumentado far-se-á a pedido dos respectivos accionistas,
implementação de sistemas de uma ou mais vezes, mediante novas entradas, correndo por sua conta as respectivas despesas.
computador para todos os tipos por incorporação de reservas ou qualquer outra Seis) A sociedade poderá emitir, nos termos
e condições estabelecidos em Assembleia Geral,
de actividades, fornecimento, modalidade permitida por lei.
todas as espécies de acções, incluindo acções
implementação e integração, assim Dois) Sem prejuízo da competência do
preferenciais sem voto.
como formação e aconselhamento Conselho de Administração para propor
para indivíduos e empresas. quaisquer aumentos do capital social, competirá ARTIGO OITAVO
O fornecimento de programas à Assembleia Geral deliberar sobre quaisquer
de planeamento e de formação aumentos, mediante pareceres prévios do (Transmissão de acções)
em gestão para trabalhadores Conselho de Administração e do Conselho Um) Os sócios gozam de direito de
e empresas, a autoridades Fiscal. preferência sobre a transmissão, total ou parcial,
públicas, entrega de cursos, Três) A deliberação de aumento do capital de acções, na proporção das suas respectivas
seminários e outras actividades social deverá mencionar expressamente: participações.
no campo de computador ou de a) A modalidade e o montante do Dois) O direito de preferência é exercido pelo
telecomunicações; aumento; valor, prazo e restantes condições acordadas
d) A consultoria e engenharia b) O número de novas acções a serem para a transmissão projectada, devendo o sócio
tecnológica em computadores, emitidas ou, quando o aumento ou sócios que pretendam transmitir, total ou
telecomunicações e em sistemas resulte na alteração do valor parcialmente, as suas acções, notificar, por
de informação e acessória, nominal das acções existentes, o escrito, os demais sócios da sociedade, a fim
comercialização, implementação novo valor nominal das acções; de estes exercerem o seu direito de preferência.
2496 III SÉRIE — NÚMERO 65

Três) Caso exista uma oferta para aquisição ARTIGO DÉCIMO Cinco) Sempre que uma pessoa colectiva
de acções por parte de terceiro, a notificação seja eleita para membro de um órgão social,
(Obrigações)
referida no número anterior deverá ser deverá designar uma pessoa singular para
acompanhada de um memorando escrito com Um) A sociedade poderá, nos termos da exercício do respectivo cargo, a qual será dada a
os termos e condições de aquisição das acções lei e mediante deliberação do Conselho de conhecer ao Presidente da Mesa da Assembleia
que hajam sido oferecidas pelo terceiro ao Administração, emitir quaisquer modalidades Geral.
sócio transmitente, e, designadamente, da ou tipos de obrigações.
identificação do terceiro que se propõe adquirir Dois) Por simples deliberação do Conselho ARTIGO DÉCIMO QUARTO
as acções. de Administração, ouvido o Conselho Fiscal ou (Remuneração e caução)
Quatro) Caso, não exista qualquer oferta Fiscal Único, a Sociedade poderá, nos termos
de terceiro para aquisição das acções, o sócio Um) A remuneração dos membros dos
da lei, adquirir obrigações próprias, ficando
que pretenda transmitir as acções deverá órgãos sociais será fixadas por deliberação da
suspensos os respectivos direitos enquanto as
para tanto dar conhecimento aos demais Assembleia Geral que proceda à eleição dos
obrigações pertencerem à sociedade. mesmos.
sócios, notificando-os de uma proposta de
Três) A sociedade poderá praticar com Dois) A Assembleia Geral que eleger os
transmissão das acções, a qual deverá conter os
as obrigações próprias todas e quaisquer membros do Conselho de Administração deve
termos e condições que propõe para a referida
operações em direito permitidas, que se fixar ou dispensar a caução a ser pelos mesmos
transmissão.
mostrem convenientes ao interesse social, e, prestada.
Cinco) O sócio ou sócios que pretendam
nomeadamente, proceder à sua conversão, nos
exercer o seu direito de preferência, deverão SECÇÃO II
no entanto notificar, por escrito, o sócio casos legalmente previstos, assim como à sua
transmitente, no prazo máximo de 30 (trinta) amortização, mediante simples deliberação do Da assembleia geral
dias, a contar da data da notificação prevista Conselho de Administração.
ARTIGO DÉCIMO QUINTO
nos números anteriores.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Seis) Dentro dos quinze dias posteriores ao (Âmbito)
término do prazo previsto no número anterior, (Suprimentos)
A assembleia geral da sociedade, regular-
sem que os demais sócios hajam exercido o
Os sócios podem prestar suprimentos à mente constituída, representa a universalidade
direito de preferência, pode ser realizada a
Sociedade, em termos e condições a serem dos accionistas e as suas deliberações,
transmissão das acções a terceiro.
acordados com o Conselho de Administração. quando tomadas em conformidade com a lei
e com o presente contrato de sociedade, serão
ARTIGO NONO CAPÍTULO III vinculativas para com todos os accionistas,
(Acções próprias) Dos órgãos sociais ainda que ausentes ou dissidentes, assim como
para os membros dos órgãos sociais.
Um) Por deliberação da Assembleia Geral SECÇÃO I
e dentro dos limites legais, a Sociedade poderá ARTIGO DÉCIMO SEXTO
Das disposições gerais
adquirir acções próprias, bem como onerá-las,
aliená-las ou praticar com as mesmas quaisquer (Mesa da Assembleia Geral)
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
outras operações em direito permitidas. Um) A Mesa da Assembleia Geral é
Dois) A deliberação da Assembleia Geral a (Órgãos sociais)
constituída por um presidente e um secretário.
que se refere o número anterior deve identificar São órgãos da sociedade: Dois) Na falta ou impedimento do Presidente
o número de acções a adquirir, onerar ou a da Mesa, será o mesmo substituído por qualquer
a) A Assembleia Geral;
alienar, a finalidade da operação, a identificação administrador da sociedade.
b) O Conselho de Administração; e
das partes, as respectivas contrapartidas, assim
c) O Conselho Fiscal ou o Fiscal Único.
como os demais termos e condições da operação ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
projectada. ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO (Convocação)
Três) Enquanto pertençam à Sociedade, as
acções não conferem qualquer direito a voto, (Nomeação e mandato) Um) As reuniões de Assembleias Gerais
dividendo ou preferência, nem representam Um) Os membros dos órgãos sociais são serão convocadas por meio de anúncios,
qualquer outro direito social, excepto o eleitos pela Assembleia Geral da Sociedade, publicados num dos jornais mais lidos da
de participar em aumentos de capital por localidade onde se situe a sede da sociedade,
podendo serem reeleitos uma ou mais vezes.
incorporação de reservas, se a Assembleia Geral com trinta dias de antecedência, sem prejuízo de
Dois) Com excepção dos membros do
não deliberar o contrário. quaisquer outras formalidades que, em relação
Conselho Fiscal ou Fiscal Único, o mandato
Quatro) Na alienação de acções próprias, a deliberações específicas sejam legalmente
dos membros dos demais órgãos sociais é de
os sócios gozam de direito de preferência, na exigíveis.
dois anos, contados a partir da data da tomada
proporção das suas respectivas participações, Dois) Não obstante o disposto no número
de posse.
a exercer nos termos dos números quatro e anterior, a Assembleia Geral poder-se-á dar
Três) Os membros dos órgãos sociais
cinco do artigo sexto do presente contrato de por validamente constituída, sem observância
permanecem em funções até à eleição de
sociedade, com as necessárias adaptações. das formalidades convocatórias prévias, sempre
quem os deva substituir, salvo se renunciarem
Cinco) No relatório anual do Conselho de que se encontrem reunidos ou devidamente
expressamente ao exercício do respectivo cargo representados todos os accionistas da Sociedade
Administração, deve ser indicado o número ou forem destituídos. e pelos mesmos seja manifestada a vontade de
de acções próprias adquiridas, alienadas ou Quatro) Salvo disposição legal em contrário, que a Assembleia Geral se constitua e delibere
oneradas, durante o mesmo exercício, os os membros dos órgãos sociais podem ser sobre determinados assuntos.
respectivos motivos e condições, bem como accionistas ou estranhos à Sociedade, assim Três) As Assembleias Gerais serão
o número de acções próprias detidas no final como podem ser pessoas singulares ou convocadas pelo Presidente da Mesa da
do exercício. colectivas. Assembleia Geral ou por quem o substitua, a
14 DE AGOSTO DE 2015 2497

requerimento do Conselho de Administração, convocação, quando estejam presentes ou social, sem prejuízo de poderem reunir noutro
do Conselho Fiscal, do Fiscal Único ou de representados accionistas que representem, local da localidade onde se situe a sede e a ser
accionistas que representem, pelo menos, dez pelo menos, setenta e cinco por cento do capital devidamente indicado no aviso convocatório.
por cento do capital social. social, sem prejuízo dos casos em que a lei ou Dois) Por motivos devidamente justificados,
Quatro) O requerimento a que se refere o presente contrato de sociedade exijam um o Presidente da Mesa da Assembleia Geral
o número anterior deverá ser dirigido ao quórum superior. poderá fixar um local diverso dos previstos no
Presidente da Mesa da Assembleia Geral, com a Dois) Em segunda convocação a Assembleia número anterior, que será indicado no respectivo
indicação dos motivos do pedido convocatório, Geral pode constituir-se e deliberar, aviso convocatório da Assembleia Geral.
assim como dos assuntos a constarem da validamente, seja qual for a percentagem do Três) A cada reunião da Assembleia Geral
respectiva ordem de trabalhos. capital social representado, excepto em relação deverá ser lavrada uma acta no respectivo livro,
Cinco) Se o Presidente da Mesa não convocar às deliberações para as quais a lei ou o presente a qual será assinada pelo Presidente e pelo
uma reunião da Assembleia Geral, quando contrato de sociedade exija quórum deliberativo Secretário da Mesa da Assembleia Geral ou
legalmente o seja obrigado a fazê-lo, poderá o superior ao que se mostre representado. por quem os substitua nessas funções, salvo se
Conselho de Administração, o Conselho Fiscal, ARTIGO VIGÉSIMO outras exigências forem exigidas por lei.
Fiscal Único ou os accionistas, que a tenham
requerido, convocá-la directamente. (Quórum deliberativo) ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO
Um) Sem prejuízo do disposto na lei ou no (Suspensão)
ARTIGO DÉCIMO OITAVO
presente contrato de sociedade, as deliberações
Quando a Assembleia Geral se mostre
(Constituição) da Assembleia Geral serão tomadas por maioria
devidamente constituída, mas não seja possível
absoluta dos votos expressos.
Um) A Assembleia Geral da sociedade é Dois) Exceptuam-se do número anterior as esgotar os assuntos constantes da respectiva
constituída pelos seus accionistas, como ou deliberações sobre as seguintes matérias que ordem de trabalhos no dia para o qual a reunião
sem direito de voto, pelos membros da Mesa da ficam sujeitas ao voto favorável de pelo menos haja sido convocada, deve a mesma ser suspensa
Assembleia Geral, assim como por, pelo menos, setenta e cinco por cento do capital social: e continuar à mesma hora e no mesmo local do
um representante dos demais órgãos sociais. primeiro dia útil seguinte.
a) A alteração dos estatutos da Sociedade;
Dois) Os accionistas singulares podem
b) A eleição dos órgãos sociais que sejam ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO
fazer-se representar nas reuniões da Assembleia da competência da Assembleia
Geral por procurador ou administrador da Geral; (Competências)
Sociedade, que para o efeito designarem, c) A aprovação do investimento plurianual
indicando os poderes conferidos e prazo Sem prejuízo do disposto na lei e no presente
da Sociedade;
determinado, máximo de um ano, pelo qual a contrato de sociedade, compete, em especial, à
d) Aumento e diminuição do capital
procuração será válida, mediante procuração Assembleia Geral:
social;
outorgada e enviada ao Presidente da Mesa da e) Aprovação da contratação de a) Aprovar o relatório de gestão e as
Assembleia Geral, entregue na sede social da empréstimos e suprimentos e os contas do exercício, incluindo
Sociedade até às dezassete horas do penúltimo respectivos termos e condições, de o balanço e a demonstração de
dia útil anterior ao da reunião de Assembleia valores acima de quinhentos mil resultados, bem como o parecer
Geral. dólares norte americanos. do Conselho Fiscal ou do Fiscal
Três) Os accionistas que assumam a Único sobre os mesmos e deliberar
ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO sobre a aplicação dos resultados do
forma de pessoa colectiva, serão representados
nos termos da lei, assim como do respectivo (Direito de voto) exercício;
pacto constitutivo, devendo o comprovativo b) Eleger e destituir os membros dos
Um) A cada acção corresponderá um voto.
dos poderes do representante ser enviado ao órgãos sociais;
Dois) No caso de existirem acções em
Presidente da Mesa de Assembleia Geral e c) Deliberar sobre quaisquer alterações
compropriedade, o direito de voto caberão a,
entregue na sede social com a antecedência ao presente contrato de sociedade;
apenas, um dos comproprietários, que deverá ser
d) Deliberar sobre a emissão de
estabelecida no número anterior. indicado por meio de carta, assinada por todos
obrigações;
Quatro) Todos os accionistas ou seus os comproprietários e enviada ao Presidente da
e) Deliberar sobre o aumento, redução
legítimos representantes, deverão assinar o Mesa da Assembleia Geral, a ser entregue na
ou reintegração do capital social;
Livro de Presenças, no qual anotarão, o nome, sede social da sociedade até às dezassete horas
f) Deliberar sobre a criação de acções
domicílio, bem como a quantidade, categoria do penúltimo dia útil anterior ao da reunião de
preferenciais;
Assembleia Geral.
e série de acções de que sejam titulares, assim g) Deliberar sobre a chamada e a restituição
como, no caso de se tratar de representante, a ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO das prestações suplementares;
qualidade em que o fazem. h) Deliberar sobre a fusão, cisão ou
(Reuniões de Assembleia Geral) transformação da sociedade;
Cinco) Os membros do Conselho de
Administração, do Conselho Fiscal ou o Fiscal A Assembleia Geral reunirá, ordinariamente, i) Deliberar sobre a dissolução ou
Único, não têm, nessa qualidade, direito a voto. nos três primeiros meses de cada ano, e, liquidação da sociedade;
extraordinariamente, sempre que seja j) Deliberar sobre outros assuntos que
Seis) Aos obrigacionistas não é conferido
convocada, com observância dos requisitos não sejam, por disposição legal ou
o direito de participarem nas reuniões da
estabelecidos por lei ou pelo presente contrato do presente contrato de sociedade,
Assembleia Geral da Sociedade. da competência de outros órgãos
de sociedade.
sociais;
ARTIGO DÉCIMO NONO
ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO k) Aprovar o plano de investimento
(Quórum constitutivo) plurianual;
(Local e acta)
l) Aprovar a prestação de garantias;
Um) A Assembleia Geral só se poderá Um) As Assembleias Gerais da sociedade m) Sem prejuízo das matérias e
constituir e deliberar validamente, em primeira reunir-se-ão, preferencialmente, na sede competências exclusivas dos
2498 III SÉRIE — NÚMERO 65

respectivos órgãos sociais, aprovar l) Adquirir, onerar e alienar obrigações, Três) As formalidades relativas à convocação
a matriz de competências que observando as disposições legais e do Conselho de Administração podem ser
orientará os actos de gestão da do presente contrato de sociedade, dispensadas por consentimento unânime de
sociedade, bem como a constituição bem como realizar quaisquer todos os administradores.
do Conselho Fiscal nos termos operações sobre as mesmas; Quatro) O Conselho de Administração
definidos nos presentes estatutos. m) Contrair empréstimos e outros tipos reunirá na sede social ou noutro local da
SECÇÃO III de financiamentos que se mostrem localidade da sede, a ser indicado na respectiva
necessários ao decurso da gestão convocatória.
Da administração corrente do negócio da sociedade Cinco) Por motivos devidamente
ARTIGO VIGÉSIMO SEXTO e dentro dos limites que venham a fundamentados o Presidente do Conselho de
ser fixados pela Assembleia Geral Administração poderá fixar um local diverso dos
(Composição)
e ou pela matriz de competências; previstos no número anterior, que será indicado
Um) A administração e representação da n) Delegar as suas competências em um na respectiva convocatória.
Sociedade, em juízo e fora dele, serão exercidas ou mais dos seus membros, assim ARTIGO VIGÉSIMO NONO
pelo Conselho de Administração composto por como em procuradores que, para o
três efectivos, conforme o que for deliberado em efeito, sejam constituídos por meio (Deliberações)
Assembleia Geral que os eleger. de procuração, fixando as condições Um) Para que o Conselho de Administração
Dois) Faltando definitivamente algum e limites dos poderes delegados; e possa constituir-se e deliberar validamente,
administrador, será o mesmo substituído por o) Deliberar sobre qualquer outro será necessária a presença ou representação da
cooptação do Conselho de Administração, assunto sobre o qual seja requerida maioria dos seus membros.
até à realização da primeira reunião da deliberação do Conselho de Dois) Os membros do Conselho de
Assembleia Geral que procederá à eleição de Administração;
novo administrador, que exercerá funções até ao Administração poderão fazer-se representar
p) Aprovar normas gerais de operação, nas reuniões por outro membro, mediante
termo do mandato dos restantes administradores.
administração e controlo da comunicação escrita dirigida ao Presidente do
ARTIGO VIGÉSIMO SÉTIMO Sociedade; Conselho de Administração, bem como votar
q) Aprovar normas de pessoal da por correspondência.
(Competências)
sociedade, inclusive as relativas a Três) As deliberações são tomadas por
Um) Ao Conselho de Administração compete fixação do quadro de remunerações,
maioria dos votos dos administradores presentes
os mais amplos poderes de administração, gestão direitos e regalias;
ou representados, cabendo ao Presidente, em
e representação da sociedade, nomeadamente: r) Aprovar a organização interna da
caso de empate, voto de qualidade.
a) Proceder à designação do Presidente sociedade e a respectiva atribuição
Quatro) As deliberações do Conselho de
do Conselho de Administração; de competências;
Administração constarão de actas, lavradas
b) Proceder à cooptação de s) Assinar, aceitar, sacar, endossar e
em livro próprio, assinadas por todos os
administradores, até que se realize receber letras, cheques, livranças e
administradores que hajam participado na
a primeira reunião de Assembleia outros títulos mercantis;
reunião.
Geral seguinte; t) Designar auditores externos da
c) Requerer a convocação de Assembleia sociedade, ouvido o Conselho ARTIGO TRIGÉSIMO
Gerais; Fiscal.
d) Elaborar os relatórios e contas anuais (Delegação de poderes)
Dois) É vedado aos administradores
de cada exercício; Um) O Conselho de Administração pode
realizarem em nome da Sociedade quaisquer
e) Orientar e gerir todos os negócios
operações alheias ao objecto social. delegar parte das suas competências, em
sociais, praticando todos os actos
Três) Os actos praticados contra o três membros que formarão uma Comissão
relativos ao objecto social;
estabelecido no número anterior importam, Executiva.
f) Adquirir ou, por qualquer forma, onerar
para o administrador em causa, a sua destituição, Dois) A deliberação que constituir a
quaisquer bens ou direitos, móveis
ou imóveis, sempre que o entenda perdendo a favor da sociedade a caução que Comissão Executiva deve fixar os limites da
conveniente para os interesses da tenha prestado e constituindo-se na obrigação delegação e definir as regras de funcionamento
sociedade; de indemnizar a sociedade pelos prejuízos da Comissão Executiva.
g) Executar e fazer cumprir as resultantes de tais actos. Três) As deliberações da Comissão
deliberações da Assembleia Geral; Executiva, nos limites dos poderes delegados,
ARTIGO VIGÉSIMO OITAVO
h) Elaborar e propor projectos de gozam de forca idêntica e equiparam-se, para
fusão, cisão ou transformação da (Reuniões) todos os efeitos, ás deliberações do Conselho
sociedade, assim como de aumentos de Administração, devendo constar de actas
de capital social; Um) O Conselho de Administração reúne
lavradas em livro próprio.
i) Abrir, encerrar ou deslocar estabe- trimestralmente e sempre que for convocado
lecimentos ou quaisquer formas de pelo seu presidente ou por dois dos seus ARTIGO TRIGÉSIMO PRIMEIRO
representação da Sociedade; membros.
(Mandatários)
j) Representar a Sociedade, em juízo e Dois) As convocatórias devem ser feitas
fora dele, activa e passivamente, por escrito, com, pelo menos, sete dias úteis de O Conselho de Administração poderá
perante quaisquer entidades antecedência, relativamente à data da reunião, nomear procuradores da sociedade para a
públicas ou privadas; devendo incluir ordem de trabalhos e as demais prática de certos actos ou categoria de actos, nos
k) Subscrever ou adquirir participações no informações ou elementos necessários à tomada limites dos poderes conferidos pelo respectivo
capital social de outras sociedades; das deliberações. mandato.
14 DE AGOSTO DE 2015 2499

ARTIGO TRIGÉSIMO SEGUNDO Quatro) Os membros do Conselho Fiscal e o ARTIGO QUADRAGÉSIMO


(Vinculação da sociedade) Fiscal Único são eleitos em Assembleia Geral (Dissolução e liquidação)
ordinária, mantendo-se em funções até que se
Um) A sociedade obriga-se: realize à Assembleia Geral ordinária seguinte, A dissolução e liquidação da Sociedade
a) Pela assinatura conjunta de dois sem prejuízo da sua reeleição. reger-se-á pelas disposições da legislação
membros do Conselho de aplicável e, em tudo quanto esta seja omissa,
Administração; ARTIGO TRIGÉSIMO SEXTO pelo que for deliberado em Assembleia Geral.
b) Pela assinatura de um membro do Está conforme.
(Funcionamento)
Conselho de Administração e de
Um) O Conselho Fiscal, quando exista, Maputo, dez de Julho de dois mil e quinze.
um mandatário com poderes para
reúne-se trimestralmente e sempre que for — A Técnica, Ilegível.
o efeito;
c) Pela assinatura de um ou mais convocado pelo seu Presidente, pela maioria
Administradores ou membros da dos seus membros ou pelo Conselho de
Comissão Executiva nos termos Administração.
e nos limites dos poderes que lhe Dois) Para que o Conselho Fiscal possa NSE Trans Service, Limitada
foram concedidos pelo Conselho reunir, validamente, é necessária a presença da
de Administração ou pela Comissão maioria dos seus membros efectivos. Certifico, para efeitos de publicação, que no
Executiva, no âmbito dos poderes Três) As deliberações são tomadas por dia trinta e um de Julho de dois mil e quinze,
delegados a esta; maioria dos votos, cabendo ao Presidente, em foi matriculada, na Conservatória do Registo de
d) Pela assinatura de um ou mais caso de empate, voto de qualidade. Entidades Legais sob NUEL 100636646 uma
mandatários, nos termos e limites Quatro) As reuniões do Conselho Fiscal sociedade denominada NSE Trans Service,
dos poderes a estes conferidos. poderão realizar-se na sede social ou em Limitada.
Dois) Em actos de mero expediente, a qualquer outro local previamente indicado no Entre:
sociedade poderá ser representada por qualquer respectivo aviso convocatório. Primeiro. Salvador de Assunção Aires,
membro do Conselho de Administração ou moçambicano, natural de Maputo, nascido
ARTIGO TRIGÉSIMO SÉTIMO
mandatário com poderes bastantes. aos trinta de Janeiro de mil novecentos
(Actas) e noventa com o Bilhete de Identidade
ARTIGO TRIGÉSIMO TERCEIRO n.º 110301821753S, emitido aos vinte e dois de
As actas das reuniões do Conselho Fiscal
Junho de dois mil e treze na cidade de Maputo,
(Revogação do mandato) serão registadas no respectivo livro de actas, filho de Salvador Aires da Silva e Marisa da
devendo mencionar os membros presentes, as Conceição Sá de Almendra, casado, residente
O mandato dos administradores pode ser
deliberações tomadas, os votos de vencido e na Rua Rogério Ndzawana, cidade da Matola,
revogado a qualquer momento, por deliberação
respectivas razões, bem como os factos mais Matola A;
da Assembleia Geral, observados os requisitos
relevantes verificados pelo Conselho Fiscal no
legais. Segundo. Edma Baptista Cardoso Mouzanha
exercício das suas funções e ser assinadas pelos
Aires, moçambicana, natural de Maputo,
SECÇÃO IV membros presentes. nascida aos trinta e um de Março de mil
novecentos e oitenta e nove, com o Bilhete de
Da fiscalização CAPÍTULO IV
Identidade n.º 110100571197Q, emitido aos
ARTIGO TRIGÉSIMO QUARTO Das disposições finais catorze de Novembro de dois mil e catorze, na
cidade da Matola, filha de Orlando José Cardoso
(Órgão de fiscalização) ARTIGO TRIGÉSIMO OITAVO Mouzanha e de Maria Ivone Bombi, casada,
(Ano social) residente na Rua Rogério Ndzawana, cidade da
Um) A fiscalização dos negócios sociais
Matola, Matola A.
será exercida por um Conselho Fiscal ou por Um) O ano social coincide com o ano civil.
um Fiscal Único, que seja uma sociedade As partes acima identificadas, conforme
Dois) O balanço, a demonstração de Bilhetes de Identificação que se juntam e que
de auditora de contas, conforme o que for resultados e demais contas do exercício fecham- constituem parte integrante deste contrato, têm
deliberado pela Assembleia Geral. se com referência a trinta e um de Dezembro entre si, justo e acertado o presente contrato de
Dois) Caso a Assembleia Geral delibere de cada ano e são submetidos à apreciação da sociedade, que se rege pelos termos e condições
confiar a fiscalização da sociedade a uma seguintes:
Assembleia Geral nos três primeiros meses de
sociedade de auditora de contas, não procederá
cada ano.
à eleição do Conselho Fiscal. ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO TRIGÉSIMO NONO (Denominação e duração)
ARTIGO TRIGÉSIMO QUINTO
(Aplicação de resultados)
(Composição) A sociedade adopta a firma de NSE Trans
Os lucros líquidos que resultarem do balanço Service, Limitada, sob a forma de sociedade
Um) O Conselho Fiscal, quando exista, será por quotas, A sua duração é indeterminada,
anual terão a seguinte aplicação:
composto por três membros efectivos e um
a) Pelo menos, cinco por cento serão contando a partir da data da celebração do
membro suplente.
destinados à constituição ou presente contrato.
Dois) A Assembleia Geral que proceder à
eleição do Conselho Fiscal indicará o respectivo reintegração da reserva legal, até ARTIGO SEGUNDO
Presidente. que esta represente, pelo menos,
vinte por cento do capital social; (Sede)
Três) Um dos membros efectivos e o
membro suplente do Conselho Fiscal terão b) O remanescente terá a aplicação que Um) A sociedade tem a sua sede na Matola,
de ser auditores de contas ou sociedades de for deliberada em Assembleia Bairro da Machava, Rua 16 de Junho quarteirão
auditoria devidamente habilitadas. Geral. dez, casa oitenta e três barra oitenta e quatro.
2500 III SÉRIE — NÚMERO 65

Dois) A administração pode mudar a sede ARTIGO SÉTIMO ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
social para qualquer outro local, e pode abrir ou (Convocação e reunião da assembleia (Exercício, contas e resultados)
encerrar sucursais, filiais, delegações ou outras geral)
formas de representação quer no estrangeiro, Um) O ano social coincide com o ano civil.
quer no território nacional, devendo notificar Um) A assembleia geral reúne ordinariamente, Dois) Os lucros líquidos apurados, deduzidos
uma vez por ano para apreciação, aprovação ou da parte destinada a reserva legal e a outras
os sócios por escrito dessa mudança.
modificação do balanço e contas do exercício, e reservas que a assembleia geral deliberar
ARTIGO TERCEIRO extraordinariamente sempre que for necessário. constituir são distribuídos pelos sócios caso a
Dois) A assembleia geral pode reunir e sociedade assim o delibere.
(Objecto) validamente deliberar sem dependência de
prévia convocatória, se todos os sócios estiverem ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
Um) A sociedade tem por objecto pres-
presentes ou representados e deliberarem sobre
tação de serviços na área de transportes (Dissolução e liquidação)
determinado assunto, salvo nos casos em que a
nomeadamente: lei o proíbe. Um) A sociedade dissolve-se nos casos e nos
a) Serviço de táxi; ARTIGO OITAVO termos estabelecidos na lei.
b) Transporte de passageiros entre (Competências) Dois) A liquidação será feita na forma
províncias e além fronteiras; aprovada por deliberação dos sócios.
c) Aluguer de viaturas; Dependem de deliberação da assembleia
d) Transporte de carga. geral os seguintes actos, além de outros que a ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
lei indique:
Dois) Mediante deliberação da assembleia (Casos omissos)
a) Nomeação e exoneração dos
geral, a sociedade pode ainda, exercer outras Os casos omissos são regulados pelas
administradores;
actividades, desde que obtenha as necessárias b) Amortização, aquisição e oneração disposições da legislação aplicável na República
autorizações para tal. de quotas; de Moçambique.
c) Chamada e restituição de prestações Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze.
ARTIGO QUARTO suplementares de capital; — O Técnico, Ilegível.
(Capital social) d) Alteração do contrato de sociedade;
e) Aquisição, oneração, alienação,
O capital social, integralmente subscrito e cessão de exploração e trespasse
realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, de estabelecimento comercial da
correspondente à soma de duas quotas: sociedade; NUR Software & Serviços,
a) Uma quota no valor nominal de dez mil f) Propositura de acções judiciais contra Limitada
administradores.
meticais, representando cinquenta
por cento do capital social, Certifico, para efeitos de publicação, que no
ARTIGO NONO
pertencente ao sócio Salvador de dia vinte e nove de Julho de dois mil e quinze,
(Quórum deliberativo) foi matriculada, na Conservatória do Registo
Assunção Aires;
de Entidades Legais sob NUEL 100635968
b) Uma quota no valor nominal de dez As deliberações da assembleias geral são
uma sociedade denominada NUR Software &
mil meticais, representando por tomadas por unanimidade.
Serviços, Limitada.
cinquenta por cento do capital
ARTIGO DÉCIMO Nos termos do artigo noventa do Código
social, pertencente à sócia Edma Comercial, é celebrado o contrato entre:
Baptista Cardoso Mouzanha Aires. (Administração da sociedade)
Primeiro. Jennifer Gonçalves
Um) A sociedade é administrada e Nurmahomed, solteira, Bilhete de Identidade
ARTIGO QUINTO
representada por um administrador, Salvador n.º 110100248367M, de nacionalidade
(Prestações suplementares) de Assunção Aires , com mandato de três anos, moçambicana, natural de Maputo, filho de
dispensado de caução. Nurmahomed Abdul Sacoor Júnior e de Isolina
Um) Podem ser exigidas prestações Dois) Os administradores tem todos os Mendes Gonçalves, residente na rua de Kongua
suplementares de capital, desde que a assembleia poderes necessários à administração dos número cento e trinta, terceiro andar, flat oito,
geral assim o delibere. negócios da sociedade, podendo designadamente Bairro da Polana Cimento – cidade de Maputo;
Dois) Os sócios podem prestar suprimentos à abrir e movimentar contas bancárias, aceitar, Segundo. Yassin Gonçalves Nurma-
sociedade, nos termos que forem definidos pela sacar, endossar letras e livranças e outros efeitos homed, solteiro, Bilhete de Identidade
assembleia geral. comerciais, contratar e despedir pessoal, tomar n.º 110100892136C, de nacionalidade
de aluguer ou arrendamento bens móveis e moçambicana, natural de Maputo, filho de
ARTIGO SEXTO imóveis. Nurmahomed Abdul Sacoor Júnior e de Isolina
Três) Os administradores podem constituir Mendes Gonçalves, residente na rua de Kongua
(Divisão e cessão de quotas)
procuradores da sociedade para a prática de número cento e trinta, terceiro andar, flat oito,
Um) A cessão de quotas entre os sócios actos determinados ou categorias de actos e Bairro da Polana Cimento – cidade de Maputo;
não carece do consentimento da sociedade ou delegar entre si os respectivos poderes para
Terceiro. Isolina Mendes Gonçalves, casada,
dos sócios. determinados negócios ou espécies de negócios.
Bilhete de Identidade n.º 110100151112F,
Quatro) Para obrigar a sociedade nos seus
Dois) A cessão de quotas a favor de terceiros de nacionalidade moçambicana, natural
actos e contractos é necessária a assinatura dos
depende do consentimento da sociedade de Quelimane, filha de Fernando Cipriano
administradores.
mediante deliberação dos sócios. Cinco) É vedado aos administradores obrigar Gonçalves e de Aurora Mendes Gonçalves,
Três) Os sócios gozam do direito de a sociedade em fianças, abonações, letras, residente na rua de Kongua número cento e
preferência na cessão de quotas a terceiros, na depósitos e outros actos e contractos estranhos trinta, terceiro andar, flat oito Bairro da Polana
proporção das suas quotas. ao objecto social. Cimento – cidade de Maputo;
14 DE AGOSTO DE 2015 2501

Quarto. Nurmahomed Abdul Sacoor ARTIGO QUARTO ARTIGO NONO


Júnior, casado, Bilhete de Identidade Um) A gerência da sociedade e a sua
A sociedade tem por objecto a prestação
n.º 110100207035N, de nacionalidade representação, em juízo e fora dele, será
de serviços de: desenvolvimento de software,
moçambicana, natural de Tete, filho de Abdul exercida por um ou mais administradores.
serviços de consultoria jurídica, serviços de
Sacoor Nurmahomed e de Sarah Mahomed Dois) Fica desde já nomeado administrador
auditoria de sistemas de informação, cursos o sócio Jennifer Gonçalves Nurmahomed.
Osseni, residente na rua de Kongua número
de microinformática e venda de equipamento
cento e trinta, terceiro andar, flat oito, b airro da ARTIGO DÉCIMO
informático.
Polana Cimento – cidade de Maputo.
Um) Compete ao administrador exercer os
Pelo presente contrato de sociedade ARTIGO QUINTO mais amplos poderes de gestão dos negócios
outorgam e constituem entre si uma sociedade sociais e representação da sociedade em juízo
A sociedade dura, por um período temporal
por quotas de responsabilidade limitada, que se ou fora dele, activa e passivamente.
indefinido ou indeterminado. Dois) A sociedade poderá nomear
regem pelas cláusulas seguintes.
mandatários para determinados actos e
ARTIGO SEXTO
ARTIGO PRIMEIRO contractos, devendo constar do respectivo
A sociedade pode adquirir e alienar mandato os poderes concretos que lhe são
A sociedade adopta a denominação de conferidos.
participações em sociedades com objecto
NUR Software & Serviços, Limitada, é uma Três) Para obrigar a sociedade é necessário
diferente do referido artigo terceiro, em a assinatura de dois sócios ou um gerente/
sociedade por quotas de responsabilidade sociedades reguladas por leis especiais, bem mandatário e do administrador, em qualquer
limitada. como associar-se com outras pessoas jurídicas, destes casos no âmbito dos poderes que lhe
para nomeadamente, formar agrupamentos sejam conferidos.
ARTIGO SEGUNDO
complementares de empresa, novas sociedades,
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Um) A sociedade tem a sua sede na província consórcios a associações em participação.
do Maputo, rua de Kongua número cento e A sociedade dissolve-se nos casos
trinta, terceiro andar, flat oito, Bairro da Polana ARTIGO SÉTIMO estabelecidos na lei
Cimento – cidade de Maputo. Podem ser exigidas aos sócios prestações ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
Dois) Os sócios podem decidir a transferência suplementares do capital, desde que deliberadas Qualquer questão que possa emergir deste
da sede para qualquer localidade dentro do país. pela vontade dos sócios. contrato de sociedade, incluindo as que
Três) Os sócios podem criar sucursais, respeitem á interpretação ou validade das
agências, delegações ou outras formas de ARTIGO OITAVO respectivas cláusulas, entre os sócios ou seus
representação que julgue convenientes. herdeiros e representantes, ou entre eles e
A sociedade poderá exigir aos sócios,
a sociedade, ou qualquer das pessoas que
isoladamente ou conjuntamente, prestações constituem os seus órgãos, será decidida por
ARTIGO TERCEIRO
acessórias onerosas ou gratuitas, por uma ou um Tribunal Arbitral, cuja constituição e
O capital social é de mil meticais, corres- mais vezes, em dinheiro ou espécie, incluindo funcionamento obedecerá às disposições legais
pondente à soma de duzentos e cinquenta a possibilidade de cobrar juros remuneratórios aplicáveis.
meticais por cada sócio, o equivalente a vinte e prazo de reembolso, caso as mesmas sejam Maputo, três de Agosto de dois mil e quinze.
e cinco por cento por sócio. onerosas. — O Técnico, Ilegível.
FAÇA OS SEUS TRABALHOS GRÁFICOS NA INM, E. P. NOVOS
EQUIPAMENTOS NOVOS SERVIÇOS DESIGN GRÁFICO
AO SEU DISPOR
Preço das assinaturas do Boletim da República para
o território nacional (sem porte):
Nossos serviços:
— As três séries por ano ............................. 10.000,00MT
— As três séries por semestre ........................ 5.000,00MT
Preço da assinatura anual:
— Maketização, Criação Séries
I ..................................................................... 5.000,00MT
de Layouts e Logotipos; II .................................................................... 2.500,00MT
III ................................................................... 2.500,00MT
— Impressão em Off-set Preço da assinatura semestral:
I ..................................................................... 2.500,00MT
e Digital; II .................................................................... 1.250,00MT
III ................................................................... 1.255,00MT
— Encadernação e Restauração Delegações:
de Livros; Beira —Rua Correia de Brito, n.º 1529 – R/C
Tel.: 23 320905
— Pastas de despachos, Fax: 23 320908
Quelimane — Rua Samora Machel, n.º 1004,
impressos e muito mais! Tel.: 24 218410 Fax: 24 218409
Pemba — Rua Jerónimo Romeiro, Cidade Baixa n.º 1004
Tel.: 27 220509 Fax: 27 220510
Imprensa Nacional de Moçambique, E. P. – Rua da Imprensa, n. º 283 – Tel: + 258 21 42 70 21/2 – Cel.: + 258 82 3029296, Fax: 258 324858 , C.P. 275,
e-mail: imprensanac@minjust.gov.mz – www.imprensanac.gov.mz

Preço — 77,00 MT
IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P.