Você está na página 1de 6

RELAÇÃO OBJECTIVO – CONTEÚDO – MÉTODO

Lucas Paulino Muteia1

Introdução

O surgimento da Pedagogia como área científica que se ocupa no estudo sistemático da


educação, deu mais suporte e directriz orientadora na efectivação condigna do processo de
ensino e aprendizagem. Esta pesquisa subscreve-se a cadeira de Pedagogia onde serão
abordados de forma sucinta os conteúdos relacionados com os Métodos de Ensino e
Aprendizagem, com maior destaque a relação existente entre objectivo – conteúdo – método.

Nesta ordem de ideias,a pedagogia é um campo de coohecimentos que investiga a natureza das
finalidades da educação, numa determinada sociedade bem como os meios apropriados para a
formação dos individuos, tendo em vista prepará-los para a vida social. Uma vez que a prática
educativa é o processo pelo qual são assimilados conhecimentos e experiências acumuladas pela
pratica social da humanidade, cabendo a pedagogia assegurar e orientar para finalidades sociais e
políticas, e criando um conjunto de condições metodologicas e organizativas para viabilizá-lo.

Objectivos:

Geral

Identificar a relação existente entre objectivo – conteúdo – método,

Especificos

Conhecer a relação objectivo – conteúdo – método,

Descrever a relação que existe entre objectivo – conteúdo – método;

Analisar a relação objectivo – conteúdo – método.

1
Mestrando em Gestão e Administração Educacional
1. Conceito
1.1. Objectivos

De acordo com Libânio (1991), os objectivos expressam intenções, propósitos definidos e


explícitos quanto ao desenvolvimento das qualidades humanas, capacidades que devem ser
desenvolvidas pelos alunos ao longo da escolaridade (cognitiva, física, afectiva, estética e ética),
que todos os indivíduos precisam adquirir para se capacitarem para uma actuação na sociedade
de forma cidadã.
De acordo com o mesmo autor, objectivos representam determinadas exigências sociopoliticas,
pedagogicas e sob um conjunto de uma situação didáctica concrecta, indicam o rumo do trabalho
docente, ajudam os alunos a terem clareza dos resultados a serem atingidos, antecipam os
propositos em relação ao desenvolvimento e transformação da personalidade dos alunos face as
exigências individuais e sociais,como também a conotação pedagógica dos conteúdos

Para alem da formulacao dos objectivos ao nivel do dominio cognitivo, afectivo e psicomotor,
pode ser feita tambem por niveis: os globais por disciplina, por ciclo de ensino, por classe, ou por
aula. Não há prática educativa sem objectivos!

1.2. Conteúdos de Ensino

Segundo Faria (1985), conteúdos de ensino são o conjunto de conhecimentos, habilidades,


hábitos e atitudes de actuação social,organizados pedagogica e didacticamente tendo em vista a
asssimilação activa e aplicação dos alunos na sua vida prática. Englobam conceitos, ideias,
factos, princípios,leis científicas, habilidades cognitivas, modos de actividade, habitos de estudo,
de trabalho e de convivência social.(P.128)

Para Libâneo (1994) , conteúdo de ensino não é a matéria em si, mas uma matéria de ensino,
selecionada e preparada pedagógica e didaticamente para ser assimilada pelos alunos. A matéria
de ensino é o elemento de referência para a elaboração dos objetivos que, uma vez definidos,
orientam a articulação dos conteúdos e métodos, tendo em vista a actividade de estudo dos
alunos. (Libâneo, 1994, p.149-176)

“São os conhecimentos sistematizados, selecionados das bases das ciências e dos


modos de ação acumulados pela experiência social da humanidade e organizados para

serem ensinados na escola; são habilidades e hábitos, vinculados aos conhecimentos,

incluindo métodos e procedimentos de aprendizagem e de estudo; são atitudes e

convicções envolvendo modos de agir, de sentir e de enfrentar o mundo. Tais

elementos dos conteúdos são inter-dependentes, um atuando sobre o outro;

entretanto, o elemento unificador são os conhecimentos

sistematizados”(Libâneo,1990,p.80).

Os conteúdos são expressos nos programas oficiais,nos livros didácticos, nos planos de ensino e
de aulas, nos execícios,nos métodos e formas de organização do ensino e correespondem as
matérias nas quais são sistematizados os conhecimentos, constituindo a base para a
concrectização dos objectivos seleccionados de forma didacticamente assimiláveis

A primeira consideração dos conteúdos de ensino, é que eles não são a matéria de ensino em si,
seleccionada e preparada pedagogica e didacticamente para ser assimilada pelos alunos. Ao dizer
isto,pretende-se afirmar que não basta transmitir a matéria, sem ter em conta as condições
previas dos alunos, é preciso considerar que a matéria de ensino é determinada por aspectos
politico–pedagógico, o que significa considerar a relação de subordinação dos métodos aos
objectivos (Libanêo,1990, p. 92) .

1.3. Métodos de ensino

Os mtéodos de ensino não têm vida independente dos objectivos e dos conteúdos, assim como a
assimilação dos conteúdos dependem tanto dos métodos de ensino como dos de aprendizagem.

Método de ensino é o caminho a partir do qual permite atingir um determinado objectivo.

Os métodos são os meios adequados para realizar os objectivos e subordinam – se ao conteúdo


de cada matéria (Libânio, 1994, p. 167).

Os métodos são as formas pelas quais os objectivos e conteúdos se manifetam no processo de


ensino e aprendisagem. Não se reduzem a quaisquer medida, pocedimento ou técnica, eles
decorrem de uma concepção da sociedade, da natureza prática da actividade humana e
particularmente da compreensão da prática educativa numa determinada sociedade. Nesse
sentido,antes de se constituirem medidas e procedimentos, os métodos de ensino se
fundamentam num método de reflecção e de acção sobre a realidade educacional. Os métodos de
ensino expressam a relação conteúdo- método, no sentido de que tem como base um conteúdo
determinado, é na base desse entendimento que os métodos de ensino depende dos objectivos
que se forumlam tendo em vista o conhecimento e a transformação da realidade.

Por outras palavras, pode se dizer que os métodos de ensino são as acções do professor pelas
quais se organizam as actividades de ensino e dos alunos para atingir os objectivos do trabalho
do docente em relação a um conteúdo específico. Eles regulam as formas de interacção entre o
ensino e a aprendizagem, entre o professor e os alunos, cujo resultado é a assimilação activa e
consciente dos conhecimentos e o desenvolvimento das capacidades cognitivas e operativas dos
alunos.( Piletti, 1985,p,152).

2. Relação objectivo –Conteúdo –método

A relação objectivo–conteúdo–método tem como característica a mútua interdependência. O


método de ensino é determinado pela relação objectivo–conteúdo, mas pode também
influenciar na determinação de objectivos e conteúdos. Com efeito, a matéria de ensino é o
elemento de referência para a elaboração dos objctivos especificos que uma vez definidos,
orientam a articulação dos conteúdos e métodos , tendo em vista a actividade dos alunos, por sua
vez os métodos a medida que expressam formas de transmissão e assimilação de determinadas
matérias ,actuam na selecção de objectivos e conteúdo.(Libanio,1989,p )

O conteúdo determina o método, pois é a base informativa concrecta para atingir os objectivos,
mas o método pode ser também um conteúdo quando é também objecto de assimilação, ou seja,
requisito para assimilação activa dos conteúdos. Por exemplo para uma aula de leitura,
estabelecidos os objectivos, conteúdos e métodos, se aplicar o método de leitura expressiva, o
objectivo é do aluno desenvolver habilidades de leitura. Nesse caso, o método se converte em
conteúdo e objectivo. Estas considerações mostram que a unidade conteúdo–método–objectivo
constitui a linha fundamental de compreensão do processo didáctico: os objectivos explicitando
propósitos pedagógicos e planejados de instrução e educação dos alunos para a patricipação na
vida social,os conteúdos constituem a base da informação concrecta para alcançar os objectivos
e determinar os métodos, constituindo formas didácticas e meios organizativos do ensino que
viabilizam a assimilação dos conteúdos, e assim, o alcance dos objectivos. Desta forma, pode se
afirmar que existe uma relação de mútua interdependência entre objectivo –Conteúdo –método,
segundo mostra o esquema a baixo:

Objectivo

Conteúdo Método

Fonte: O autor

3. Considerações finais

Das analises feitas ao longo do trabalho,constatou se que os objectivos são o ponto de partida, as
premissas gerais do processo pedagógico que representam as exigências da sociedade em relação
a escola, ao ensino, aos alunos e ao mesmo tempo reflectem as opções políticas e pedagógicas
dos a gentes educativos face as contradições existentes na sociedade.

Os conteúdos retratam a experiência social da humanidade no que refere aos conhecimentos e


modos de acção, tranformando-se em instrumentos pelos quais os alunos
assimilam,compreendem e enfrentam as exigências práticas e teóricas da vida social. Constituem
o objecto de mediação escolar no processo de ensino no sentido de que a assimilação e
compreensão dos conhecimentos e modos de acção se convertem em ideias sobre as prpriedades
e relações fundamentais da natureza e da sociedade.

O processo de ensino se caracteriza pela combinação de actividades do professor e dos alunos,


estes, pelo estudo das matérias e sob direcção do professor vão atingindo progressivamente o
desenvolvimento das suas capacidades mentais. A direcção eficaz desse processo depende do
trabalho sistematizado do professor ,que tanto no planejamento, como no desnvolvimento das
aulas, conjuga objectivos, conteúdos, métodos e formas organizativas do ensino.

4. Referencia bibiliográfica

Faria, Ana Lucia G.(1985). Ideologia no Livro Didactico. São Paulo, Cortez/Autores

Associados.

Libanio,Jose C. (1989). Democratizacao da Escola Publica. São Paulo,Loyola.

Libânio, José Carlos. (1991) Didáctica. São Paulo: Cortez.

Piletti, Cláudio. (1986). Didáctica Geral. São Paulo, Ática.