Você está na página 1de 2

O risco de disseminação de

Lave as mãos com frequência.


BIOSSEGURANÇA
microorganismos e de infecção cruzada que pode
ocorrer entre os consultórios odontológicos e
EM LABORATÓRIO
laboratórios de prótese faz com que todos DE PRÓTESE DENTÁRIA
profissionais envolvidos recebam informações sobre As medidas de prevenção
as medidas a serem tomadas para minimizar os
fatores de risco. Procedimentos simples como dificultam a transmissão de
manipulação de trabalhos entre consultórios e
laboratórios são fatores de risco para os profissionais
doenças infecciosas.
e os pacientes. Medidas simples e práticas devem ser
adotadas, como a utilização de equipamentos de
proteção individual apropriados, desinfecção dos Use sempre os equipamentos
moldes, modelos, trabalhos protéticos, etc.
de proteção individual (EPI)
A aplicação de medidas de biossegurança
em laboratórios de prótese é de responsabilidade do
em todos os procedimentos.
técnico responsável.

O cirurgião-dentista tem a responsabilidade Cabe ao laboratório adotar


primária do controle da infecção cruzada, porém na
dúvida se a desinfecção foi realizada no consultório, uma medida simples como
cabe ao laboratório adotar uma medida simples
como protocolo de trabalho para garantir a
protocolo de trabalho para
segurança de seus colaboradores. garantir a segurança
de seus colaboradores.
Considerando todo paciente como possível
portador de alguma doença pré-existente, todo o
COMO EVITAR
trabalho recebido dos consultórios odontológicos
deve ser considerado contaminado e passível de ser
INFECÇÃO CRUZADA
via de transmissão de alguma doença infecciosa e, Realização
portanto, deve ser desinfetado no ato do
recebimento.
Conselho Regional de Odontologia de São Paulo
Câmara Técnica de Prótese Dentária
Câmara Técnica de
Prótese Dentária
A maioria dos estudos tem demonstrado Para informações: CROSP
que o hipoclorito de sódio 1% por 10 minutos é o protesedentaria@crosp.org.br
método mais indicado para a desinfecção das
moldagens em geral. Quando corretamente Os cirurgiões-dentistas de São Paulo preocupados
com a saúde bucal da população.
conduzido, não provoca alteração na moldagem.
Elaboração: Sarita Coraçari
Colaboração: Dr. Jayro Guimarães Jr. Conselho Regional de Odontologia de São Paulo
DESINFECÇÃO: deve ser realizado em
RECOMENDAÇÕES: todos os trabalhos que
Podemos encontrar em farmácias de retornam dos consultórios
A lavagem das para finalização, inclusive
manipulação e dentais a
mãos é um procedimento glaze.
s o l u ç ã o d e M i l to n ,
muito importante e deve ser
porém é possível
realizada com elevada
prepará-la com
frequência. Inclusive antes
de calçar as luvas.
hipoclorito de sódio a RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE
1% (01 colher de sopa de
água sanitária para 01 SAÚDE - RSS
copo de 200ml de água
Certifique-se que a pessoa responsável pela
abertura das caixas de
filtrada). Acondicionar DESCARTE DE MATERIAL
em recipientes escuros
transporte, tenha lavado com spray e afastados As impressões enviadas ao laboratório pelos
bem as mãos e esteja do calor. Armazenar por consultórios, independente do material utilizado é
usando os Equipamentos no máximo uma semana. Deixe os recipientes classificado como resíduo com risco biológico, que
de Proteção Individual espalhados pelas seções do laboratório, e use a
(EPI) durante o apresenta risco potencial à saúde e ao ambiente devido
solução para limpar as bancadas.
procedimento: luvas, à presença de microrganismos. Por esta razão existem
máscara, óculos de Borrifar a solução desinfetante em todo normas de gerenciamento para o descarte correto dos
proteção, touca e avental material enviado pelos consultórios (impressão, resíduos gerados, sendo responsabilidade do cirurgião-
modelos, etc.) e aguardar por 10 minutos, após esse
dentista a separação dos mesmos.
Recebendo material vindo do consultório, período lavar
Portanto, ao receber estes materiais no laboratório de
isolamento ideal da moldagem novamente com
água corrente para prótese dentária, não os descarte em lixo comum,
remover resíduos devolva-as aos consultórios de forma consciente e
da solução, antes responsável.
de vazar o molde. O uso de sacos plásticos seláveis (tipo “Zip”)
pode ser adotado como forma de proteção
principalmente durante o transporte. Sugira ao seu
cliente que envie a moldagem depois de desinfetada e
fechada nestes sacos, sendo o mesmo procedimento
adotado para os trabalhos finalizados.

As impressões
devem ser lavadas com
água corrente em
abundância e secas,
antes da desinfecção
para remover depósitos
de saliva e sangue. A solução deve ser aplicada em qualquer tipo
de trabalho ou peça protética, respeitando o limite de
tempo na aplicação do produto, este procedimento

Você também pode gostar