Você está na página 1de 34

Sistemas de Polias com ganho de velocidade:

Estes tipos de sistemas são


raramente utilizados, suas
aplicações restringem-se a
elevadores hidráulicos e
pneumáticos para moverem
cargas mais rapidamente do
que o movimento do pistão.
Polias para Correntes Soldadas:
 Essas polias, do tipo móvel ou fixa, são usadas principalmente, em talhas e
guinchos de acionamento manual, embora, algumas possam ser empregadas em
aparelhos acionados a motor

 O diâmetro de uma polia, para mecanismos de acionamento manual, é


selecionado pela relação D ≥ 20d, onde d é o diâmetro do fio da corrente.

 Para polias acionadas por motor D ≤ 30d.


Polias para Correntes Soldadas:
O rendimento de polias de corrente é em torno de 0,95.

A resistência à flexão oferecida pelas correntes soldadas, passando por polias, é


comumente determinada pela fórmula:

Onde:
R – raio da polia:
μ – coeficiente de atrito nas articulações (0,1 a 0,2);
Q – força de tração na corrente.
Roda dentada para Correntes Soldadas:
 São usadas como rodas de correntes de acionamento de talhas e guinchos,
operados manualmente. A roda dentada apanha a corrente que entre e os elos
assentam-se nas cavidades, evitando, assim, o escorregamento da corrente no
aro.
 Observa-se uma considerável resistência de atrito quando a corrente passa sobre
a roda dentada.
 Portanto, a corrente e a roda dentada devem ser regularmente engraxadas.
 O rendimento das rodas dentadas são em torno de 0,93.
Roda dentada para Correntes Soldadas:
 A resistência da corrente à flexão, é determinada da mesma maneira que a das
polias de corrente:

 O diâmetro da roda dentada pode ser encontrado com a seguinte equação:

Onde:
l – comprimento interno do elo;
d – diâmetro do fio da corrente;
n – número de dentes (mínimo 4).
Roda dentada para Correntes Soldadas:
 Se o número de dentes for grande (n > 9) e o diâmetro da barras da corrente for
suficientemente pequeno (d > 15 mm), o segundo termo da fórmula anterior pode
ser desprezado e o diâmetro da roda pode ser determinado da seguinte forma:
Roda dentada para Correntes de Rolos:
 Essas rodas dentadas são usadas como rodas de correntes de acionamento de
talhas e guinchos.
 O rendimento é em torno de 0,95.
 A resistência à flexão de uma corrente de rolos é determinada pela fórmula:

Onde:
δ – é o diâmetro do pino do rolo;
μ – coeficiente de atrito (0,08 à 0,1)
Roda dentada para Correntes de Rolos:
 Designado por n o número de dentes e por t o passo da corrente, então o
diâmetro da circunferência primitiva pode ser determinado como:

 O número mínimo de dentes é frequentemente 8.

 Para segurança de operação as rodas dentadas


para correntes de rolos, são às vezes, fechadas em
uma caixa, que serve como guia e evita que a corrente
escorregue fora da roda.
Polias para Cabos:
 As polias para cabos podem ser de construção fixa e móvel. Seus rendimento
variam entre 0,96 e 0,97, levando-se em conta o atrito nos mancais.

 O diâmetro das polias, para cabos de fibra, não devem ser menor que 10d , onde
d é o diâmetro do cabo.
Polias para Cabos:
 As seções transversais dos aros das polias, para cabos, estão disponíveis em
catálogos em tabelas conforme abaixo:
Tambores para Correntes:
 Esses tambores são usados somente em casos excepcionais por guindastes
giratórios, operados manualmente ou com motores pneumáticos e elétricos de
pequeno porte.

 Levando-se em conta o atrito dos mancais, o rendimento é em torno de 0,94 a


0,96. O diâmetro deve ser D≥ 20d (d – diâmetro do fio da corrente).

 A resistência à flexão pode ser


calculada pela seguinte fórmula:
Tambores para Cabos:
 Tambores para cabos de fibra
são frequentemente lisos com
flanges altas para possibilitar o
enrolamento do cabo em várias
camadas.

 O diâmetro do tambor é
selecionado a partir das
mesmas relações dos diâmetros
das polias, D ≥ 10d , para cabos
de fibra.

 Os tambores para cabos de aço


possuem rendimento e torno de
0,95.

 Neste caso, o diâmetro do


tambor também depende do
diâmetro do cabo e pode ser
obtido utilizando tabelas.
Tambores para Cabos:
 Com acionamento a motor, o tambor deve ser sempre provido de ranhura
helicoidais, de modo que o cabo se enrole uniformemente e fique menos sujeito
a desgaste.

 As dimensões das ranhuras são apresentadas na tabela abaixo:


DIMENSIONAMENTO DE TAMBORES:

Os tambores nas máquinas de levantamento são os


elementos utilizados para tracionar e armazenar o cabo
de aço do mecanismo de levantamento. Quanto aos
tipos que podem ser construídos, temos os lisos e os
ranhurados.
1º TAMBORES LISOS:

São utilizados nas montagens onde se tem o problema


de espaço, como por exemplo nos guindastes, sendo
somente utilizados para moitão simples, pois assim será
possível o enrolamento do cabo em mais de uma
camada no tambor, sendo para isso sempre a utilização
de cabos com alma de aço para evitar o esmagamento
do cabo.
Onde:
Dt = Diâmetro do tambor
dc = Diâmetro do cabo
Pc = Passo
Neste caso o passo Pc = dc
Dp = Diâmetro primitivo.
CÁLCULO DO NÚMERO DE ESPIRAIS E CAMADAS:
2° TAMBORES RANHURADOS:

Onde:
a = espaço para fixação do cabo ∴ a ≅ 60 à 100 mm.
e = espaço para que os cabos não encostem na polia compensadora;
Normalmente e ≥ Dpt
Exercício 01 da Quinta Lista: Uma ponte rolante de 25 ton. de capacidade deverá ser construída
para moitão gêmeo (6 ramais). Obter as dimensões do tambor e a dimensão do cabo para essa
ponte, sendo dados:
- Peso aproximado do moitão = 480kg.
- Ponte rolante de oficina para elevação de grande capacidade.
- Polias com mancal de rolamento.
- Altura de levantamento = 7 metros.
- Espaço para fixação → a = 100 mm

GRUPO III
Exercício 01 da Quinta Lista: Uma ponte rolante de 25 ton. de capacidade deverá ser construída
para moitão gêmeo (6 ramais). Obter as dimensões do tambor e a dimensão do cabo para essa
ponte, sendo dados:
- Peso aproximado do moitão = 480kg.
- Ponto rolante de oficina para elevação de grande capacidade.
- Polias com mancal de rolamento.
- Altura de levantamento = 7 metros.
- Espaço para fixação → a = 100 mm

GRUPO III

Pela DIN (15020)


dcmin = K x 𝐹𝑚á𝑥
Onde: K coeficiente em função do grupo mecânico.
Exercício 01 da Quinta Lista: Uma ponte rolante de 25 ton. de capacidade deverá ser construída
para moitão gêmeo (6 ramais). Obter as dimensões do tambor e a dimensão do cabo para essa
ponte, sendo dados:
- Peso aproximado do moitão = 480kg.
- Ponto rolante de oficina para elevação de grande capacidade.
- Polias com mancal de rolamento.
- Altura de levantamento = 7 metros.
- Espaço para fixação → a = 100 mm

𝑄+𝑄𝑜
F máx. =
𝑛 𝑥 η𝑚𝑜𝑖𝑡ã𝑜

25.000+480
F máx. =
6 𝑥 0,98

F máx. = 4.333,33 Kg
Exercício 01 da Quinta Lista: Uma ponte rolante de 25 ton. de capacidade deverá ser construída
para moitão gêmeo (6 ramais). Obter as dimensões do tambor e a dimensão do cabo para essa
ponte, sendo dados:
- Peso aproximado do moitão = 480kg.
- Ponto rolante de oficina para elevação de grande capacidade.
- Polias com mancal de rolamento.
- Altura de levantamento = 7 metros.
- Espaço para fixação → a = 100 mm

F máx. = 4.333,33 Kg

Pela DIN (15020)


dcmin = K x 𝐹𝑚á𝑥
dcmin = 0,35 x 4.333,33

dcmin =23,03 mm
Exercício 01 da Quinta Lista: Uma ponte rolante de 25 ton. de capacidade deverá ser construída
para moitão gêmeo (6 ramais). Obter as dimensões do tambor e a dimensão do cabo para essa
ponte, sendo dados:
- Peso aproximado do moitão = 480kg.
- Ponto rolante de oficina para elevação de grande capacidade.
- Polias com mancal de rolamento.
- Altura de levantamento = 7 metros.
- Espaço para fixação → a = 100 mm

dcmin =23,03 mm

Tipo de Serviço x Fator de Segurança


Carga de ruptura = Carga no cabo x FS

36.100
FS =
4.333,33
FS = 8,3
Exercício 01 da Quinta Lista: Uma ponte rolante de 25 ton. de capacidade deverá ser construída
para moitão gêmeo (6 ramais). Obter as dimensões do tambor e a dimensão do cabo para essa
ponte, sendo dados:
- Peso aproximado do moitão = 480kg.
- Ponto rolante de oficina para elevação de grande capacidade.
- Polias com mancal de rolamento.
- Altura de levantamento = 7 metros.
- Espaço para fixação → a = 100 mm

FS = 8,3
Exercício 01 da Quinta Lista: Uma ponte rolante de 25 ton. de capacidade deverá ser construída
para moitão gêmeo (6 ramais). Obter as dimensões do tambor e a dimensão do cabo para essa
ponte, sendo dados:
- Peso aproximado do moitão = 480kg.
- Ponto rolante de oficina para elevação de grande capacidade.
- Polias com mancal de rolamento.
- Altura de levantamento = 7 metros.
- Espaço para fixação → a = 100 mm

Cabo 7/8” = 22,23 mm

27.700
FS =
4.333,33

FS = 6,3

Optamos por um cabo 7/8”


Exercício 01 da Quinta Lista: Uma ponte rolante de 25 ton. de capacidade deverá ser construída
para moitão gêmeo (6 ramais). Obter as dimensões do tambor e a dimensão do cabo para essa
ponte, sendo dados:
- Peso aproximado do moitão = 480kg.
- Ponto rolante de oficina para elevação de grande capacidade.
- Polias com mancal de rolamento.
- Altura de levantamento = 7 metros.
- Espaço para fixação → a = 100 mm

6
Lc = * 7.000 → Lc = 21.000 mm
2

DpT = Dt + dcmin
Exercício 01 da Quinta Lista: Uma ponte rolante de 25 ton. de capacidade deverá ser construída
para moitão gêmeo (6 ramais). Obter as dimensões do tambor e a dimensão do cabo para essa
ponte, sendo dados:
- Peso aproximado do moitão = 480kg.
- Ponto rolante de oficina para elevação de grande capacidade.
- Polias com mancal de rolamento.
- Altura de levantamento = 7 metros.
- Espaço para fixação → a = 100 mm

DpT = Dt + dcmin

𝐷𝑡
= 22 → Dt = 22 * 22,23 = 489,06 mm
𝑑𝑐𝑚𝑖𝑛

DpT = 489,06 + 22,23 = 511,29 mm


21.000
ne = = 13,07 espias
π ∗511,29
Exercício 01 da Quinta Lista: Uma ponte rolante de 25 ton. de capacidade deverá ser construída
para moitão gêmeo (6 ramais). Obter as dimensões do tambor e a dimensão do cabo para essa
ponte, sendo dados:
- Peso aproximado do moitão = 480kg.
- Ponto rolante de oficina para elevação de grande capacidade.
- Polias com mancal de rolamento.
- Altura de levantamento = 7 metros.
- Espaço para fixação → a = 100 mm

netotal = 13,07 + 2 = 15,07 espias

L = 15,07 * 25,34 = 381,90 mm P = 1,14 * 22,23 = 25,34mm


Exercício 01 da Quinta Lista: Uma ponte rolante de 25 ton. de capacidade deverá ser construída
para moitão gêmeo (6 ramais). Obter as dimensões do tambor e a dimensão do cabo para essa
ponte, sendo dados:
- Peso aproximado do moitão = 480kg.
- Ponto rolante de oficina para elevação de grande capacidade.
- Polias com mancal de rolamento.
- Altura de levantamento = 7 metros.
- Espaço para fixação → a = 100 mm

e ≥ Dpt
LT = 2 * 381,90 + 2 * (100) + 511,29 → 1.475,09 mm

1.475,09
2≤ ≤ 8 → 2 ≤ 3,01 ≤ 8
489,06