Você está na página 1de 5

Odontol.

Sanmarquina 2008; 11(2): 83-87 ODONTOLOGÍA SANMARQUINA


ISSN: 1560-9111

Caso CO
Artículo línico
riginal

Correção da maloclusão Classe Oliveira Silvio Rosan1, Nishio Clarice2,


Brunharo Ione Helena Vieira Portella3,
Torres Myrna de Faria Magalhães4,
II com sobremordida profunda Barreto Sunny Yamaguche Nogueira5,
Quintão Catia Abdo6
Treatment of Class II malocclusion with deep overbite
Faculdade de Odontoligia da Universidade
1,2,3,6

Resumo do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janiero,


Relato de caso clínico de um paciente com 10 anos e 11 meses portador de maloclusão esquelética Brasil.
e dentária de Classe II e sobremordida exagerada. O paciente apresentava grande comprometimento
4,5
Associação Brasileira de Odontología, Rio
estético e baixa auto-estima devido ao acentuado overjet 6mm e overbite 8mm, o que prejudicava sua Grande do Norte, Brasil.
harmonia facial. São descritos os procedimentos terapêuticos realizados para o tratamento da maloclusão
e as alterações faciais e esqueléticas obtidas, promovidas pelos aparelhos extra-oral de tração cervical e J Correspondência:
Hook, além das exodontias de quatro pré-molares para correção de da sobremordida profunda. Brunharo I. H. Vieira P.
Palavras-chave: Tratamento da Classe II. Extra-oral Kloehn. Crescimento. Mestre e Doutoranda em Ortodontia pela Uni-
versidade do Estado do Rio de Janeiro. Rua Al-
mirante Tamandaré 59/ 501. Flamengo, Rio de
Abstract Janeiro, Brasil.
A case report of a 10 years and 11 months patient indicated for treatment of a skeletal Class II due to Cep: 22210-060
a maxillary protrusion and deep overbite. The patient expressed great worry related to his self-image E-mail: ioneportella@yahoo.com.br
because his large overjet resulting in soft tissue profile imbalance due to 6mm of overjet and 8mm of
overbite. Therapeutic procedures are described for promotion the facial and cephalometric alterations
caused by the Kloehn extra-oral traction and J Hook, moreover the four premolars extraction used to
correct the Class II deep overbite malocclusion.
Keywords: Class II treatment. Kloehn extra-oral traction. Growth.

INTRODUÇÃO dos incisivos superiores e/ou inferio- de que seus dentes estavam para frente
res, extrusão dos dentes posteriores da e aparentavam serem muito grandes.
Efetividade, eficiência e colaboração do maxila e/ou mandíbula3,10. O tipo de O paciente encontrava-se em dentição
paciente são considerações importantes tratamento deve ser escolhido de acor- mista, apresentava higiene oral regular,
na escolha do aparelho para corrigir a do com o diagnóstico correto da sobre- respiração buco-nasal, tonsilas palatinas
maloclusão Classe II. Assumindo uma mordida. e faringianas hipertrofiadas, fonação
excelente colaboração do paciente, o atípica com interposição lingual, lábios
aparelho extra-oral de tração cervical, Segundo McDowell9, a correção da
sobremordida é mais estável quando superior hipotônico e inferior evertido.
ou também chamado tipo Kloehn, é Em avaliação ântero-posterior o pacien-
um aparelho simples e de alta efetivida- tratado durante a fase de crescimento
do paciente. Mesmo que ocorra uma te apresentava uma maloclusão de Clas-
de para a correção da maloclusão Classe se II, 1a divisão, uma protrusão maxilar
II2. O aparelho extra-oral de tração cer- significante quantidade de extrusão dos
molares superiores, os pacientes ado- (SNA = 870 /SNB = 790 /ANB = 80 /
vical é indicado para casos de pacien-
lescentes mesoencefálicos e braquice- Witz = 4,5 mm), perfil total e do terço
tes com protrusão maxilar e dimensão
vertical reduzido8 e pode ser utilizado fálicos, com plano mandibular normal inferior convexos, overjet de 6mm, inci-
como auxiliar na ancoragem2,5. Os efei- e baixo respectivamente, parecem ser sivos superiores retro-inclinados (1-NA
tos geralmente produzidos por esse tipo mais capazes de manter esses ângulos = 5mm / 1.NA = 150) e incisivos infe-
de aparelho são: distalização2 e extrusão mais estáveis, do que os pacientes adul- riores protruídos (1-NB=10mm/1.NB
dos molares superiores1,4,6,8, desloca- tos9. Além disso, o tratamento ortodôn- = 430 / IMPA = 1120). (Figuras1A-B)
mento posterior1,8 ou restrição do cres- tico realizado em apenas uma fase apre- Na análise vertical foi observado um
cimento da maxila1,5, aumento da di- senta melhor relação custo/benefício, overbite de 7 mm, planos oclusal e
mensão vertical, rotação da mandíbula maior colaboração do paciente, menor mandibular normais, exposição em re-
no sentido horário8,4,6,3 e inclinação an- tempo de tratamento e maior facilidade pouso dos incisivos centrais superiores
terior do plano palatal1,8. de acompanhamento pós-tratamento8. em 8 mm e uma distância inter-labial
A sobremordida exagerada é uma carac- Este artigo tem como objetivo relatar de 6 mm. Paciente apresentava um pa-
terística comum de muitas maloclusões um caso clínico, demonstrando as alte- drão facial mesocefálico, uma dimensão
e sua correção é essencial para se obter rações faciais e esqueléticas promovidas vertical proporcional e um bom po-
resultados ortodônticos funcionais e es- com o aparelho extra-oral de tração cer- tencial de crescimento (FMA = 300 /
téticos ideais7,9,10. Pode estar relaciona- vical e extração de quatro pré-molares, SN.GoGn = 290).
da a diversos fatores: erupção exagerada na correção da maloclusão Classe II
com sobremordida exagerada. No sentido transversal, a linha média
dos incisivos superiores e/ou incisivos
dentária superior encontrava-se 1 mm
inferiores7, overjet acentuado, aumen-
to do ângulo interincisal, infra-oclusão desviada para o lado direito, arcos su-
dos molares, altura do ramo mandibu- Relato do caso perior e inferior normais e ausência de
lar, e padrão facial9,10. mordida cruzada. (Figuras N.º 1D-H)
Paciente do sexo masculino, 10 anos e
A correção da sobremordida exagerada 11 meses de idade, procurou tratamen- Em relação à avaliação dos arcos den-
pode ser realizada através da intrusão to ortodôntico com a queixa principal tários, não foi encontrada discrepância

83
Oliveira Silvio Rosan et al.

dentária (análise de Moyers), os dentes tantemente foi utilizado um aparelho aparelho J Hook (Figuras N.º 2A-B),
16 e 26 estavam simétricos entre si, po- extra-oral de puxada cervical (força 12 horas/dia, para retrair os incisivos
rém o dente 46 encontrava-se 1 mm aplicada = 300-350 gramas), com superiores e o aparellho extra-oral foi
mais distal do que o 36. Os dentes 35 prescrição de uso de 18 horas/dia e os suspenso. Após a correção do overjet,
e 45 apresentavam anomalia de forma dentes 14, 24, 35 e 45 foram extraí- o aparelho J Hook foi removido e os
e foi verificada a presença de todos os dos. Após aproximadamente oito me- procedimentos de finalização orto-
germes dentários dos 3o molares. ses, a sobremordida exagerada foi co- dôntica foram iniciados. O paciente
rrigida e a chave de oclusão de molar foi encaminhado para a fonoaudióloga
O tratamento foi realizado de acordo Classe I foi obtida. Nesse momento, para avaliação dos hábitos deletérios
com as seguintes fases: o paciente foi o aparelho extra-oral passou a ser uti- de fonação atípica com interposição
encaminhado ao otorrinolaringologis- lizado apenas à noite para controle de lingual. Um aparelho wraparound
ta para avaliação da respiração buco- ancoragem (força aplicada = 200 gra- com batente passivo e uma barra lin-
nasal e tonsilas palatinas e faríngeas. mas), durante a retração dos caninos gual intercanino foram confecciona-
O aparelho fixo superior e inferior do superiores. Mantendo-se o overbite de dos para contenção do arco superior e
tipo arco utilidade foi instalado para 3 mm, o paciente passou a utilizar o inferior, respectivamente.
correção da sobremordida. Concomi-

A B C

C D E

E F

Figura N.º 1. A-C - Fotografias face inicial. D-H. Fotografias intra-orais iniciais.

84 Odontol. Sanmarquina 2008; 11(2): 83-87


Correção da maloclusão Classe II com sobremordida profunda

Figura N.º 2. A-B - Fotografias intra-orais mostrando encaixes para J Hook - fio de aço .019”x .025”.

A B C

D E F

G H
Figura N.º 3. A-C - Fotografias face final. D-H. Fotografias intra-orais finais.

Odontol. Sanmarquina 2008; 11(2): 83-87 85


Oliveira Silvio Rosan et al.

Figura N.º 4. Superposição dos traça-


dos cefalométricos total inicial/final.

A B
Figura N.º 5. Superposição da maxila
– A) Crescimento ântero-posterior. B)
Crescimento vertical. C) Movimen-
tação dentária.

Figura N.º 6. Superposição da mandí-


bula – A) Crescimento ântero-posterior/
vertical. B) Movimentação dentária.

A B
86 Odontol. Sanmarquina 2008; 11(2): 83-87
Correção da maloclusão Classe II com sobremordida profunda

Discussão tendência de extrusão dentária, quando Referências bibLiogrAficas


comparados a pacientes adultos9.
O aparelho extra-oral de tração cervi- Apesar disso, o paciente não apresentou 1. Hammond III AB. Treatment of
cal foi escolhido como opção de trata- um aumento do plano mandibular, a Class II malocclusion with deep
mento para correção da relação molar, confirmando a idéia de que pacientes overbite. Am J Orthod Dentofacial
porque o paciente apresentava um bom com bom padrão de crescimento e plano Orthop. 2002; 121: 531-537.
padrão de crescimento, dimensão verti- mandibular de normal a baixo tendem a
cal proporcional, sobremordida exage- 2. Lima RMA, Lima AL, Ruellas
manter um crescimento vertical estável, ACO. Longitudinal study of an-
rada e, portanto, permitia a utilização mesmo quando submetidos a mecânicas
de mecânicas extrusivas. O tratamento teroposterior and vertical maxillary
extrusivas como o aparelho extra- changes in skeletal class II patients
ortodôntico durou aproximadamente oral de tração cervical9. Além disso, a
quatro anos (Figuras N.º 3A-H), perío- treated with Kloehn cervical head-
extrusão dentária posterior pode ter gear. Angle Orthod. 2003; 73: 187-
do ideal de intervenção pelo fato de o sido compensada por alterações intra-
paciente estar no pico de crescimento, 193.
alveolares ou pode ter sido camuflada
durante o qual manteve um padrão pro- pelo processo de reabsorção e deposição 3. Janson G e cols. Class II treatment
porcional até o término do tratamento success rate in 2- and 4- premolar
óssea (remodelação óssea)4. A própria
corretivo (FMA=270 /SN.GoGn= 280) extraction protocols. Am J Orthod
mesialização dos dentes posteriores
(Figura N.º 4). Dentofacial Orthop 2004; 125:
também pode ter contribuído para a
Com o intuito de melhorar o aspecto manutenção do plano mandibular6. 472-479.
convexo do perfil facial e corrigir a bi- 4. Cook AH, Selke TA, BeGole EA.
protrusão (Figuras N.º 1A e 3A), o caso A queixa principal do paciente foi so-
lucionada através da correção da so- Control of the vertical dimension in
foi conduzido com extrações de quatro Class II correction using a cervical
pré-molares5 (1o pré-molares superio- bremordida e da retração dos incisivos
superiores, proporcionando uma linha headgear and lower utility arch
res, 2o pré-molares inferiores) e retração in growing patients. Part I. Am J
ântero-posterior com aparelhagem do de sorriso mais agradável (Fig. N.º 1C e
3C). A intrusão dos incisivos superiores Orthod Dentofacial Orthop. 1994;
tipo J Hook. Optou-se em extrair os 2 106: 376-388.
o pré-molares inferiores por esses serem foi realizada com a mecânica do arco
anômalos de tamanho. utilidade, com forças leves e adequa- 5. Haralabakis NB, Sifakakis IB. The
das (força aplicada = 80 gramas para os effect of cervical headgear on pa-
Um dos objetivos do plano de trata- quatro incisivos), durante aproximada- tients with high or low mandibu-
mento ortodôntico era a de redirecio- mente oito meses, o que garantiu a in- lar plane angles and the “myth”
nar o crescimento maxilar e obter chave tegridade da forma radicular. A quanti- of posterior mandibular rotation.
de oclusão de molar Classe I, através da dade de intrusão dentária obtida foi de Am J Orthod Dentofacial Orthop.
utilização de aparelho extra-oral. De 4 mm, semelhante à média obtida por 2004;126: 310-317.
acordo com a superposição dos traçados Parker et al. 10 em seu estudo.
inicial e final da maxila (Figuras N.º 6. Kim KR, Muhl ZF. Changes in
5A-C), pôde-se observar que o cresci- A correção3,10 e estabilidade7 a longo mandibular growth direction du-
mento ântero-posterior e vertical da prazo da sobremordida exagerada pa- ring and after cervical headgear
maxila foi contido (SNA = 840 / SNB recem estar relacionadas à inclinação treatment. Am J Orthod Dentofa-
= 800 / ANB = 40) e não ocorreu uma dos incisivos. Isto é, se os incisivos su- cial Orthop 2001; 119: 522-530.
inclinação anterior do plano palatal. periores e inferiores estiverem muito
7. Hans MG, Parker SH, Noachtar R.
Houve uma mesialização e extrusão dos verticalizados entre si, poderá ocorrer
Cephalometric evaluation of two
1° molares superiores e uma significan- uma recidiva da sobremordida após tra-
treatment strategies for deep overbi-
te retração em corpo dos incisivos supe- tamento ortodôntico7. Portanto, teve-se
te correction. Angle Orthod.1994;
riores (1-NA = 5mm / 1.NA = 250). a preocupação de finalizar este caso com
64: 265-276.
uma angulação interincisal de 1190.
Em relação a mandíbula, o crescimen- Para assegurar ainda maior estabilidade, 8. Lewis P. Correction of deep anterior
to foi para frente e para baixo (Figura um aparelho de contenção wraparound overbite. Am J Orthod Dentofacial
N.º 6A). A correção da sobremordida com batente passivo foi instalado. Orthop 1987; 91: 342-345.
e a obtenção de uma inclinação axial
normal dos incisivos superiores, no es- A colaboração do paciente em relação 9. McDowell EH, Baker IM. The ske-
tágio inicial do tratamento, podem ter ao uso dos aparelhos extra-oral e J letodental adaptations in deep bite
eliminado a restrição ao crescimento Hook, foi fundamental para o sucesso correction. Am J Orthod Dentofa-
mandibular, permitindo que houvesse do tratamento ortodôntico. cial Orthop. 1991; 100: 370-375.
a compensação dessa diferença ântero- 10. Parker CD, Nanda RS, Currier GF.
posterior entre maxila e mandíbula2. Skeletal and dental changes associa-
Houve uma perda de ancoragem infe- Conclusão ted with the treatment of deep bite
rior dos 1o molares inferiores, prova- Através da indicação adequada da ex- malocclusion. Am J Orthod Dento-
velmente devido às extrações dos 2o tração de quatro pré-molares e da uti- facial Orthop 1995; 107: 382-393.
pré-molares inferiores e uma retração lização do aparelho extra-oral de tração
e verticalização dos incisivos inferiores cervical para correção da maloclusão
(1-NB = 7mm / 1.NB = 320 / IMPA = Classe II com sobremordida exagerada
1010) (Figura N.º 6B).
foram obtidos, ao término do trata-
A extrusão dos molares superiores já mento ortodôntico, o equilíbrio das Recibido: 10-11-08
era de ser esperada, já que pacientes em proporções faciais, função oclusal e es-
crescimento tendem a demonstrar maior tabilidade dos resultados. Aceptado para publicación: 05-12-08.

Odontol. Sanmarquina 2008; 11(2): 83-87 87