Você está na página 1de 1

29 O DIA - COLUNA 19.04.2011 – O que avaliar para mudar de cidade?

ENVIADO: (Caracteres: 359+1507=1866)

POR JANAINA FERREIRA

"Minha empresa quer me transferir de cidade. Hoje trabalho no Centro do Rio, mas eles
querem me enviar para a sede de Volta Redonda. Não sei se estou preparado para isso.
Além de tudo, tenho família. O que devo levar em conta para tomar a melhor decisão?"
Hugo, São João de Meriti

Rio - O crescimento da economia brasileira provoca mudanças de toda natureza nas empresas.
Pensar em mudar de cidade traz resistências, mas pode significar boas oportunidades. Para
decidir com segurança é importante não analisar somente questões ligadas ao momento
presente da vida pessoal e da carreira, mas avaliar também as possíveis oportunidades
futuras.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Olá Hugo! Com o mercado aquecido, oportunidades de mudança aparecerão, seja em sua
empresa atual ou em outra. E você está correto em não tomar uma decisão sem avaliar bem a
proposta e suas implicações. Além da carreira, a decisão precisa considerar importantes
fatores que serão afetados pela mudança e que pesam para uma escolha acertada: família e
qualidade de vida.

Para contar com o apoio da família é preciso envolvê-la na decisão e estar preparado para
negociar resistências. Elas podem surgir, afinal todos terão que romper antigos laços e fazer
adaptações.

Pesquise pontos negativos e positivos da nova cidade sobre educação, saúde, transporte,
segurança e lazer com colegas que morem lá. Discuta-os com amigos e com a família. Isso lhe
dará a oportunidade de reunir informações, “espantar o medo do novo” e ter maior clareza
para decidir.

Converse com o seu atual gestor e com o RH da empresa para entender o que mudará:
promoção, aumento de salário, etc. Verifique com eles as possibilidades de crescimento
futuro, incentivos financeiros, treinamento para a nova função e a participação da empresa
em despesas com mudança, moradia etc.

Avalie também se você se adaptará ao futuro chefe e ao clima do novo ambiente. É claro que
não vai ser tudo igual: existirão perdas e ganhos. Lembre-se que para crescer
profissionalmente é necessário adaptar-se aos novos tempos, mas seu objetivo de vida deve
fazer parte da decisão. Independentemente da opção escolhida, vale agradecer o honrado
convite. Boa sorte!
Janaina é coordenadora da pós-graduação do Ibmec/RJ.

Publicado:

Você também pode gostar