Você está na página 1de 8

Ano I - Nº 378

11 de Dezembro 2020
Fundador/Diretor : Fernando de Abreu
Periodicidade: Diária dias úteis
Gratuito
greral@viseuglobal.pt

Historiador António Este Natal, Rua Direita


recebe exposição-tributo
Filipe Pimentel vai a Aristides de Sousa
Mendes
dirigir o Museu Exposição coletiva de
Calouste Gulbenkian e Arte Contemporânea inau-
gura este sábado, dia 12, na

CAM regressa loja nº214, e poderá ser vis-


itada até ao próximo dia 6 de
janeiro
Este sábado, dia 12 de
dezembro, pelas 11 horas, a
loja nº 214 da Rua Direita, em
Viseu, abre portas a uma
nova exposição itinerante,
intitulada “SER Consciên-
cia...30/1000 por 1VIDA"-
Caminhos da MEMÓRIA, no
âmbito da programação cul-
tural do VISEU NATAL.
Viseu Global -11 deDezembro 2020

Historiador António Filipe Pimentel vai Ficha técnica:

dirigir o Museu Calouste Gulbenkian e


Inscrição:127288
Propriedade: Nodigráfica- Infor-
mação e Artes Gráficas Lda
Periodicidade: Diária dias úteis

CAM regressa NIF : 501511784


Diretora Adjunta: Anabela Abreu
Morada : Av. do Convento nº 1 -
Orgens - 3510-674 Viseu
Sócios gerentes :
Graça Maria Lourenço de Abreu
Anabela Lourenço de Abreu
Sede /Redação : Complexo Con-
venturispress - Av. do Convento
nº 1 - Orgens - 3510 -674 Viseu
Detentores do capital social com
mais de 5 %:
Fernando Mateus Rodrigues de
Abreu
Graça Maria Lourenço de Abreu
Anabela Lourenço de Abreu
Estatuto editorial : http://viseu-
global.pt/sobre-mim/

O historiador de arte e pelo arquiteto japonês Kengo dação Gulbenkian através do Cen-
académico António Filipe Pimentel Kuma, a entrada de dois novos di- tro de Arte Moderna”, con-
vai dirigir o Museu Calouste Gul- retores "representa um reforço do siderando que as obras de
benkian, e o curador e crítico de investimento da Fundação quer no extensão do edifício, que o mantêm
arte, francês, Benjamin Weil vai di- Museu Calouste Gulbenkian quer atualmente encerrado, "oferecem
rigir o Centro de Arte Moderna no Centro de Arte Moderna", sub- uma oportunidade para a institu-
(CAM), anunciou hoje a Fundação linham. ição se reinventar e construir um
Calouste Gulbenkian. António Filipe Pimentel, futuro dinâmico, criar e estreitar
António Filipe Pimentel, citado pela Gulbenkian, no comu- laços de colaboração com outras
que dirigiu o Museu Nacional de nicado, diz-se "honrado e seduzido áreas da Fundação, e explorar
Arte Antiga (MNAA), em Lisboa, com o desafio, naturalmente irre- novos modos de se dar a conhecer
durante dez anos, e Benjamin Weil, sistível" de projetar a sua expe- e de atrair novos públicos".
crítico de arte e atual diretor artís- riência “ao serviço do estudo,
tico do Centro Botín, em San- preservação e divulgação de uma Relativamente ao antigo di-
tander, Espanha, foram escolhidos coleção de referência interna- retor do MNAA, Miguel Zugaza Mi-
na sequência de um processo de cional, para cuja salvaguarda foi randa, atual diretor do Museu de
recrutamento internacional, indica criada uma das mais prestigiosas Belas Artes de Bilbau e antigo di-
a fundação. instituições do seu género em todo retor do Museu do Prado, citado
Este processo, levado a o mundo". também no comunicado da Gul-
cabo pela Fundação Calouste Gul- Realça ainda a “relevância benkian, felicita a escolha, afir-
benkian nos últimos meses, depois na própria projeção nacional e in- mando: "Durante a sua inspiradora
de anunciada a saída da anterior ternacional" da Fundação Calouste direção no MNAA pudemos colab-
diretora, a britânica Penelope Cur- Gulbenkian "enquanto marca" e orar intensamente, primeiro no
tis, foi realizado com o apoio de reforçando, nesse sentido, "a bon- Museu do Prado, e agora com Bil-
uma empresa internacional espe- dade de operar transversalmente bau. Partilhámos muitos projetos,
cializada em recrutamento para com as outras áreas de ação da mas acima de tudo unia-nos uma
instituições culturais, indica ainda Fundação". visão sobre a missão pública e
a instituição, em comunicado. Por seu turno, Benjamin universal dos museus nos nossos
"A decisão do Conselho de Weil foi escolhido para "definir o dias, ambiciosa no estudo e apro-
Administração da Fundação Gul- rumo do novo ciclo de vida" do fundamento, bem como aberta à
benkian teve em conta o perfil de Centro de Arte Moderna (CAM), sociedade".
excelência dos dois candidatos, e que, em 2022, "reabrirá com um Zugaza diz ainda que a
a sua adequação à especificidade fôlego e programação renovados, ação de António Filipe Pimentel
do Museu Calouste Gulbenkian e depois das obras de ampliação a "tem sido fundamental para criar
do Centro de Arte Moderna", justi- sul do Jardim Gulbenkian". pontes entre as comunidades
fica a Gulbenkian. Sobre o novo cargo para o académicas e os museus dos dois
Numa altura em que vão qual foi convidado, Benjamin Weil, países", representando a sua
iniciar-se as obras de renovação também citado no comunicado, nomeação um "fortalecimento do
do Centro de Arte Moderna, que diz-se "encantado por poder inte- grande prestígio internacional" da
darão forma ao projeto desenhado grar a missão generosa da Fun- Fundação Gulbenkian.
Viseu Global - 11 deDezembro 2020

Sobre Benjamin Weil, a de Arte da Universidade Nova de a sua direção, o Centro Botín,
Gulbenkian cita Vicente Todolí, Lisboa, e do Centro de Estudos situado num edifício projetado
antigo diretor da Tate Modern e em Arqueologia, Arte e Ciências pelo arquiteto Renzo Piano, ap-
primeiro diretor artístico do do Património das universidades resenta a exposição “Arte e Ar-
Museu de Serralves, após a sua de Coimbra e do Porto. quitetura: um Diálogo”, que inclui
instalação, que preside ao Con- António Filipe Pimentel obras de artistas portugueses
selho Consultivo em Artes Vi- deixou o MNAA em junho de 2019, como Julião Sarmento, Leonor
suais do Centro Botín, e que após quase uma década à frente Antunes, Carlos Bunga e Fer-
realçou o "profissionalismo e o deste museu nacional, e depois nanda Fragateiro.
empenho" do curador que "aju- de se ter queixado de falta de Penélope Curtis, histo- ri-
dou a criar a identidade e deu apoio do Ministério da Cultura, adora de arte, esteve na Gul-
projeção e reputação interna- em relação a financiamento para benkian ao longo de cinco anos,
cional ao Centro Botín". programação de exposições e tendo terminado o mandato em
Todolí diz ainda que Weil recursos humanos, nomeada- agosto deste ano, depois de ter
"estabeleceu excelentes re- mente vigilância das salas de ex- unido o museu e o CAM numa
lações com artistas e museus, posição. mesma unidade, os Museus Gul-
desenvolvendo um programa de Em 2014, "quando Ben- benkian - Coleção do Fundador e
exposições de elevada qualidade jamin Weil aceitou o convite da Coleção Moderna, um modelo
em Santander, com o apoio do Fundação Botín, o Centro Botín que não gerou consenso na co-
Conselho Consultivo" daquela encontrava-se ainda em con- munidade da museologia e no
entidade. strução”, e o trabalho que Weil público.
Nascido em 1959, António desenvolveu "foi fundamental O Museu Calouste Gul-
Filipe Pimentel é doutorado em para colocar o centro no mapa benkian alberga a chamada
História de Arte e professor no artístico internacional", lê-se no Coleção do Fundador, reunida
Instituto de História da Arte da comunicado da Fundação por Calouste Sarkis Gulbenkian
Faculdade de Letras da Univer- Calouste Gulbenkian. ao longo da sua vida (1869-1955),
sidade de Coimbra, onde tam- Desde a abertura, em e o Centro de Arte Moderna a
bém exerceu o cargo de 2017, até hoje, foi desenvolvido coleção de Arte Moderna e Con-
pró‐reitor para o património. um programa que incluiu a cu- temporânea, que começou a ser
Durante quase uma dé- radoria de novos projetos de constituída na década de 1950,
cada (2010-2019), foi diretor do Joan Jonas e Martin Creed, bem com a aquisição de obras de
Museu Nacional de Arte Antiga como a apresentação de ex- artistas portugueses e es-
(MNAA), em Lisboa, depois de já posições de Carsten Holler, Julie trangeiros contemporâneos.
ter exercido as mesmas funções Mehretu e Alexander Calder. A Coleção do Fundador
no Museu Grão Vasco, em Viseu. Benjamin Weil nasceu em totaliza mais de seis mil peças,
"Colocando ênfase na in- 1962 e iniciou a sua carreira em desde a Antiguidade até ao início
vestigação, conservação e Nova Iorque, nos anos 1980, após do século XX, incluindo Arte
restauro, sob a sua direção, o a graduação na Whitney Inde- Egípcia, Greco-romana, Islâmica
MNAA conheceu um período de pendent Study Program, tendo e do Extremo Oriente e ainda
excelente programação e de trabalhado no Institute of Con- Numismática, Pintura e Artes
grande sucesso no número de temporary Arts (ICA), em Lon- Decorativas europeias.
visitantes nacionais e es- dres, e também no Museu de A coleção do Centro de
trangeiros", salienta a Gul- Arte Moderna de São Francisco. Arte Moderna reúne a maior e
benkian sobre Pimentel. Ao longo da sua vida mais completa coleção de arte
Atualmente, entre os profissional, Benjamin Weil tem contemporânea portuguesa, bem
vários cargos que ocupa, estão o estabelecido várias colabo- como um importante núcleo de
de correspondente nacional rações e relações de proximi- arte britânica do século XX.
académico da Academia Na- dade com artistas, curadores, De Amadeo de Souza-
cional de Belas Artes, membro galeristas e colecionadores por- Cardoso a Vieira da Silva e Paula
da Sociedade Científica da Uni- tugueses. Rego, esta coleção mostra al-
versidade Católica Portuguesa e Em 2017, foi curador da guns dos artistas portugueses
investigador associado do Centro exposição “Untitled (Orchestral)” mais prestigiados internacional-
de Arte e Património Univer- de João Onofre, no Museu de mente.
sitário da Universidade de Sala- Arte, Arquitetura e Tecnologia,
manca, no Instituto de História em Lisboa, e presentemente, sob
Viseu Global - 11 deDezembro 2020
Viseu Global - 11 deDezembro 2020

Campanha Nacional “desMarca a Diferença” –


Balanço
A Guarda Nacional Re-
publicana realizou uma cam-
panha de sensibilização
denominada por “desMarca a
Diferença”, em todo o território
nacional, direcionada para a di-
vulgação dos direitos e pro-
moção da inclusão das Pessoas
com Deficiência, de 3 a 9 de
dezembro, com diversas ações
presenciais, apostando ainda na
divulgação de conteúdos através
das redes sociais.
No total foram realizadas
131 ações de sensibilização pre-
senciais, onde foram sensibi-
lizadas cerca de 2000 pessoas.
Paralelamente, houve
lugar à campanha através das
redes sociais, com um post por
dia, tendo sido possível alcançar
cerca de 550 mil pessoas, desta-
cando-se a publicação que pode
ser visualizada aqui.
No início desta cam-
panha, evidenciou-se o uso de
cães da GNR como um recurso ciais, contribuindo para a ex- O final desta campanha
terapêutico inovador em sessões pressão das suas emoções e ficou marcado por uma sessão
de cinoterapia a crianças com para a capacidade de comuni- de hipoterapia dirigida a pessoas
necessidades educativas espe- cação. portadoras de deficiência, em
Évora, que contou com a pre-
sença da Secretária de Estado
da Administração Interna, Dra.
Patrícia Gaspar e da Secretária
de Estado da Inclusão das Pes-
soas com Deficiência, Dra. Ana
Sofia Antunes.
A GNR relembra que a in-
clusão plena de todos os
cidadãos, incluindo os porta-
dores de deficiência, é uma das
suas maiores prioridades en-
quanto “força humana, próxima e
de confiança”, estando focada em
dispor de mecanismos de apoio
que garantam respostas de
qualidade junto da população.
Viseu Global -11 deDezembro 2020
Viseu Global - 11 deDezembro 2020

Este Natal, Rua Direita recebe exposição-tributo a


Aristides de Sousa Mendes
Exposição coletiva de de Memória – jovens pelos di- Neste dia, pelas 14H30,
Arte Contemporânea inaugura reitos humanos”, do Agrupa- no Hotel Grão Vasco, António
este sábado, dia 12, na loja mento de Escolas de Carregal Moncada Sousa Mendes, neto
nº214, e poderá ser visitada até do Sal, em parceria com a Câ- de Aristides, realizará ainda
ao próximo dia 6 de janeiro mara Municipal de Carregal do uma palestra relativa à obra da
Este sábado, dia 12 de Sal, Junta de Freguesia de Ca- sua autoria “Aristides Sousa
dezembro, pelas 11 horas, a loja banas de Viriato e Fundação Mendes – Memórias de um
nº 214 da Rua Direita, em Viseu, Aristides de Sousa Mendes. neto”. Uma oportunidade única
abre portas a uma nova ex- Esta exposição revela de ouvir as histórias em torno
posição itinerante, intitulada um conjunto de obras de vários da vida e personalidade desta
“SER Consciência...30/1000 por artistas, entre eles alunos e os figura tão importante na
1VIDA"- Caminhos da MEMÓRIA, artistas plásticos Josefa Reis e história do país. A participação
no âmbito da programação cul- Victor Costa, em tributo a Aris- nesta palestra é sujeita a in-
tural do VISEU NATAL. tides de Sousa Mendes, abor- scrição prévia, a qual deve ser
Na inauguração marca dando o seu papel e contributo realizada para o email even-
presença o Presidente da Câ- nas temáticas do Holocausto e tos@cmviseu.pt.
mara Municipal de Viseu, An- dos Direitos Humanos. Conta Tendo em vista o
tónio Almeida Henriques, o com várias pinturas, uma es- cumprimento de todas as nor-
Vereador da Cultura e cultura e uma instalação que mas estipuladas pela Direção-
Património do Município de não são mais que uma inter- Geral de Saúde, nomeadamente
Viseu, Jorge Sobrado, e os cu- pretação e o olhar de cada um de distanciamento social, a
radores da exposição, Josefa dos artistas intervenientes em participação na inauguração da
Reis, Dores do Carmo, Graça relação ao próprio Aristides e exposição é limitada. O uso de
Barros Abreu e Victor Costa. aos seus valores: altruísmo, fé, máscara é obrigatório, assim

A exposição “SER Cons- solidariedade e humildade - como a respetiva higienização


ciência...30/1000 por 1VIDA"- valores estes que guiaram o das mãos, estando para isso ao
Caminhos da MEMÓRIA insere- Cônsul português na libertação dispor equipamentos de desin-
se no projeto UNESCO “Dever de inúmeros judeus. feção no espaço.
Viseu Global - 11 deDezembro 2020

Você também pode gostar