Você está na página 1de 8

JESSICA JULIOTI URBANO

1° Congresso Online Internacional de Fisioterapia


1

Sumário

u Estruturas do sistema 2
u Sangue 3
u Vasos sanguíneos 4
u Coração 5
u Morfologia cardíaca interna 6

u Circulação sanguínea 6
2

Estruturas do sistema

u É de extrema importância entender as estruturas


do sistema cardiovascular, para então relacionar
com a fisiologia.
u Não se pode apreender a fisiologia de qualquer
sistema, sem antes entender essas estruturas.
u Caso você esteja com dificuldade no aprendizado
de qualquer fisiologia, retorne para o básico, revise
e assim verá, com certeza, que deixou algo passar.
u Nos primeiros semestres da faculdade, nos
apegamos em decorar aqueles diversos nomes
apresentados na disciplina de anatomia. Mas
como não somos um poço ambulante de
informações vagas, acabamos esquecendo toda
aquela informação útil apenas no momento da
avaliação. E então quando colocados a prova
novamente na disciplina de fisiologia, ou até
alguma avançada, estamos fadados ao fracasso,
pela falha de não dar tanta importância ao
básico.
u Se não sabemos do que é feita uma célula, por
exemplo, não conseguiremos entender a fisiologia
cardíaca. Podemos até saber as estruturas do
coração, mas de nada vai servir, uma vez que
falhamos no básico do básico.
u Construa a sua fortaleza da anatomia. Coloque
tijolo por tijolo e veja a mágica de todo um sistema
acontecer pelo seu entendimento. Vamos pegar
alguns tijolos?
3

Sangue

u O sistema cardiovascular tem como função geral


carregar o sangue por todo o nosso corpo. Como
um encanamento de uma casa, ele é responsável
por distribuir tudo o que o nosso corpo precisa
para manter o seu funcionamento.
u Vamos começar aqui pelo que ele carrega: o
sangue. A partir daí partiremos para quem
carrega (vasos) e enfim a bomba que impulsiona,
o coração.
u Podemos dividir o sangue em duas partes: celular
e parte líquida. Coloquei um quadro abaixo para
que você veja como é cada uma dessas partes:

Parte Celular Parte Líquida

Glóbulos vermelhos Plasma Sanguíneo

Hemácias Corresponde a 55%

Eritrócitos (transportes de gases) É a porção líquida

Glóbulos brancos Coloração amarela

Leucócitos (defesa do organismo) Composto principalmente de


água (cerca de 90%)
Plaquetas: fragmentos celulares que O restante é constituído
auxiliam no processo de coagulação por substâncias dissolvidas:
do sangue proteínas, sais, lipídios, hormônios
e vitaminas.
4

Vasos Sanguíneos

u São estruturas tubulares que variam quanto calibre e espessura de


suas paredes, mais conhecidas como túnicas.

u As paredes das ARTÉRIAS e VEIAS são constituídas de três camadas ou


túnicas:
u Túnica íntima: mas interna, constituída por endotélio - epitélio simples
pavimentoso.
u Túnica média: camadas concêntricas de músculo liso.
u Túnica adventícia: mais externa, constituída de tecido conjuntivo frouxo.

u As artérias são mais elásticas do que as veias, uma vez que nas
artérias a túnica média (muscular) é mais desenvolvida, enquanto
que nas veias é a túnica adventícia (tec. conjuntivo).

u Já os CAPILARES possuem apenas a túnica íntima (endotélio), já que


será por ele que ocorrerão as trocas entre o que há dentro dele e o
que o tecido necessita.

u Em cada local (tecido) há um tipo diferente de capilar, variando de


acordo com o que precisará passar por ele (moléculas grandes ou
pequenas, eletrólitos, proteínas, entre outros). Os tipos de capilares
são: contínuos, fenestrados e sinusoides).

u Diferentes tipos de vasos sanguíneos.

u O principal que deve se manter em mente sobre os vasos é que, o


que importa é o sentido do vaso e não o conteúdo que carrega.
Muita gente se prende ao fato de: sangue rico em oxigênio ou
sangue rico em gás carbônico e associa isso com artérias ou veias.
Essa associação é errada, uma vez que não funciona assim no
sistema inteiro. Então atente-se nas próximas páginas ao fato de
quem leva e quem traz o sangue ao coração, isso sim é certeiro. O
conteúdo tem a sua exceção, então cuidado.

Arteríolas

Vênulas
5

Coração

u O coração é um órgão constituído de uma


camada muscular, para que assim exerça sua
função contrátil e possa propulsar o sangue,
funcionando como uma bomba.
u Nas próximas páginas falaremos um pouco mais
sobre essa camada muscular cardíaca, uma vez
que ela possui características próprias, diferentes
de qualquer outro músculos (esquelético ou liso)
do nosso corpo.
u O coração é oco, sendo constituído de quatro
câmaras. São elas: átrio direito, átrio esquerdo,
ventrículo direito e ventrículo esquerdo.
u Em cada câmara temos a saída e a entrada de
vasos sanguíneos específicos. Veja abaixo quem
são esses vasos:

chegam no
sai do

Veias Cavas
Artéria Ventrículo
(superior e Átrio Direito
inferior) Aorta Esquerdo

chegam no
sai do

Veias Átrio Tronco Ventrículo


Pulmonares Esquerdo pulmonar* Direito
6

Morfologia interna cardíaca

A cavidade cardíaca é dividida em 4 câmaras por septos:

u Septo interatrial: que separa o átrio direito do esquerdo.

u Septo interventricular: que separa o ventrículo direito do


esquerdo.
7

Circulação Sanguínea

u Para descrever a circulação sanguínea podemos


dividir em duas partes: circulação sistêmica (ou
grande circulação) e circulação pulmonar (ou
pequena circulação).
u Se atente em iniciar a descrever a circulação
sempre pelo mesmo ponto. Prefiro começar
sempre pelo ventrículo esquerdo.

Você também pode gostar