Você está na página 1de 1

PROGRESSÃO DE REGIME NA "LEI ANTICRIME" (LEI 13.

964/19) - CRITÉRIO OBJETIVO


Crime mais grave Crime de reincidência Resultado
Primário?
Natureza Violência? Morte? Natureza Violência? Morte? Inciso Progressão Livramento?
✔ COMUM ✘ - - - - I 16% ✔
✔ COMUM ✔ - - - - III 25% ✔
✔ HEDIONDO - ✘ - - - V 40% ✔
✔ HEDIONDO - ✔ - - - VI, 'a' 50% ✘
CONSTITUIÇÃO DE MILÍCIA PRIVADA
- - - - VI, 'c' 50% ✔
(art. 288-A do CP)
COMANDO DE ORGANIZAÇÃO P/ CRIMES
- - - - VI, 'b' 50% ✔
HEDIONDOS OU EQUIPARADOS
✘ COMUM ✘ - COMUM ✘ - II 20% ✔
✘ COMUM ✔ - COMUM ✘ - III 25% ✔
✘ COMUM ✔ - COMUM ✔ - IV 30% ✔
✘ HEDIONDO - ✘ COMUM - - V 40% ✔
✘ HEDIONDO - ✘ HEDIONDO - ✘ VII 60% ✔
✘ HEDIONDO - ✔ COMUM - - VI, 'a' 50% ✘
✘ HEDIONDO - ✔ HEDIONDO - ✘ VII 60% ✘
✘ HEDIONDO - ✔ HEDIONDO - ✔ VIII 70% ✘

Obs. 1: A reincidência prevista na nova redação do art. 112 da LEP, incisos IV (cometidos com violência ou grave ameaça), VII (hediondos ou equiparados) e
VIII (hediondos ou equiparados com resultado morte ) é específica. Assim, o sentenciado por crime hediondo se enquadra no inciso V (hediondo primário)
ainda que também esteja cumprindo pena por diversos outros crimes comuns, com ou sem grave ameaça.
Raciocínio diverso enquadraria o condenado por roubo com arma de fogo (hediondo) no inciso V (40%), enquanto o condenado pelo mesmo crime e por
estelionato (comum sem violência ou grave ameaça) se enquadraria no inciso II (20%). Levando ao absurdo, o primário condenado por crime hediondo poderia
inclusive cometer outro crime mais leve para beneficiar-se da reincidência simples.

Obs. 2: É vedado o livramento condicional na hipótese do inciso VII (reincidência em hediondo) quando um dos crimes hediondos possui resultado
morte. Raciocínio diverso implicaria na permissão do livramento condicional para o condenado por diversos hediondos, um deles com morte, enquanto é
vedado o livramento para aquele que cometeu um único hediondo fatal.

Obs. 3: Excluí as combinações que envolvem os crimes com progressão específica (art. 112, VI, 'b' e 'c', da LEP). Eles podem ser comuns ou hediondos, com
ou sem resultado morte, a depender das circunstâncias concretas, então causaria muita confusão na tabela. De toda forma, eles somente não prevalecem quando
combinados com os seguintes casos: (i) hediondo único com resultado morte - fator de progressão 50%, vedado o livramento condicional ; (ii) diversos
hediondos sem morte - fator de progressão 60%; (iii) diversos hediondos, um deles com morte - fator de progressão 60%, vedado o livramento condicional ; e
(iv) diversos hediondos com morte - fator de progressão 70%, vedado o livramento condicional .

Obs. 4: Ainda estou na graduação, não sou nenhum especialista em execução penal. Essa é minha interpretação, pode estar errada.

Segue lá no twitter pra mais conteúdo de qualidade altamente duvidosa: @drapivara

Você também pode gostar