Você está na página 1de 24

Notícias ISO 9001

medicina
LABORATORIAL
Órgão Informativo da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica / Medicina Laboratorial - setembro 2010 - edição 16 - ano 2

Congresso da SBPC/ML
em 2011
Florianópolis será a sede do
principal evento da Sociedade no
ano que vem.
Página 5

ANS avalia operadoras


Segundo classificação da
Agência, menos de 3%
alcançaram pontuação mais alta.
Página 7

Teste de sangue para


detectar câncer
Técnica pode identificar a doença Quanto vale o seu laboratório?
precocemente nos casos de
câncer de mama e pulmão. Em tempos de fusões, aquisições e incorporações, muitos
Página 7
proprietários e sócios de laboratórios já devem ter se perguntado,
Norma PALC 2010 pelo menos uma vez, quanto vale a sua empresa. Página 2
Documento inclui item sobre
segurança do paciente.
Página 8
Editorial
Detecção de Alzheimer Caros leitores
em líquor Esta edição inova em sua proposta visual e em
Marcadores presentes em seu conteúdo. A partir deste numero teremos
uma seção dedicada ao Programa de
pacientes com diagnóstico da
Acreditação de Laboratórios Clínicos (PALC),
doença. da SBPC/ML, e outra que relatará atividades e
Página 10 atos relevantes da Diretoria Executiva em
exercício, denominada Canal Direto.
Nanotransporte de Em tudo o mais este veículo permanece com
um conteúdo diversificado, abrangendo temas
medicamentos de gestão, pesquisas e avanços na medicina
Partícula desenvolvida na USP laboratorial e pinceladas de fatos e descober-
pode levar drogas a células tas curiosas.
cancerosas. O destaque desta edição é a reportagem da
página 2, que aborda um assunto muito atual
Site ajuda a entender
Página 15
para o nosso setor: qual é o valor do seu exames laboratoriais
laboratório?
Sensor para glicose Forte abraço a todos e desfrutem do novo
Dispositivo sob a pele monitora visual. SBPC/ML lança Lab Tests Online BR,
níveis de diabético. com informações para leigos e
Página 16 profissionais de saúde.
Armando Fonseca - Editor-chefe Página 6
Quanto vale o seu laboratório?
Em tempos de fusões, aquisições e incorporações, proprietários e sócios
de laboratórios já devem ter se perguntado, pelo menos uma vez, quanto
vale a sua empresa.

Como é feita a avaliação? Como é calculado sua conferência no 44º Congresso da


o “preço” do laboratório? Quais são os SBPC/ML, dia 17 de setembro.
critérios para avaliar a empresa? Segundo Fabrini, existem nuances para
Nesse processo são projetados os resulta- cada negócio, mas as metodologias podem
dos futuros. O avaliador procura entender ser aplicadas a qualquer tipo de empresa.
como é o negócio, como ele funciona, quais “No fluxo de caixa descontado projetamos
são as vertentes de crescimento, onde se os resultados futuros da empresa e descon-
pode ganhar com as estratégias que serão tamos em um valor presente — para encon-
aplicadas nos próximos anos. trar esse valor da companhia. O desconto é
“Na avaliação normalmente, usamos a feito a uma taxa de mercado que normal-
metodologia do fluxo de caixa descontado. mente tenta capturar o custo de oportuni-
Mas também podemos dade para aquele investimento.”
analisar por múltiplos
Foto: divulgação

de mercado ou por
múltiplos de transações
O avaliador
anteriormente realiza- faz a projeção
das”, diz o administra-
dor de empresas de resultados
Caetano Fabrini, do
Banco BTG Pactual,
futuros
responsável pela área
Segundo Fabrini, custo de oportunidade é
de fusões e aquisições
quanto o investidor gostaria de obter de
de empresas de médio
retorno para aplicar na compra de ações de
porte. Esse é o tema de
Caetano Fabrini - Administrador de empresas uma empresa. Ao tomar esta decisão, ele

02
vai querer um retorno maior do que deixar o O mesmo ocorre com os imóveis da empresa.
dinheiro aplicado em um investimento de Geralmente, eles são necessários para o negócio
menor risco e que seja melhor do que entregá- existir e gerar fluxo de caixa. “Mas não é preciso
lo a um banco. que o laboratório se localize em um determina-
A avaliação por múltiplos de mercado é compa- do endereço onde o imóvel é caro. Ele pode se
rativa. O valor é calculado com base em transa- mudar para outro lugar, perto dali, em um
ções similares recentes de companhias seme- imóvel mais barato, e isso não vai alterar o valor
lhantes àquela que está à venda. A comparação é da empresa.”
feita com várias empresas para obter uma Responsável por avaliar companhias de médio
amostra grande. Em alguns casos, dependendo porte, Caetano Fabrini diz que 90% das empresas
do tipo de negócio pode ser difícil encontrar que chegam às suas mãos têm origem familiar,
outras companhias para fazer a comparação. como acontece com muitos laboratórios clínicos.
Nessa metodologia é empregado o indicador “As abordagens podem variar, mas em vários
Ebitda. Sigla em inglês de Earning Before casos recomendamos que se procure profissio-
I n t e r e s t s , Ta x e s , D e p r e c i a t i o n a n d
Amortization, ou, em português, Lucro Antes
dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização Empresas
(Lajida) — esta sigla é menos usada.
“O Ebitda mostra o lucro operacional da empre-
familiares devem
sa, quanto ela gera de caixa, não considerando profissionalizar
despesas financeiras. Mas ele não capta a essên-
cia do negócio. Por exemplo, o indicador não a administração
leva em conta as unidades que o laboratório
tem. Se a companhia apresenta um crescimento
antes de
muito grande, isso pode causar distorção no realizar a venda
Ebitda”, explica Fabrini.
nalizar razoavelmente o quadro de administra-
dores antes de realizar o negócio. Para fazer
Marca tem influência?
uma venda é preciso passar por uma auditoria.
Até que ponto a marca ou o nome da empresa Se não houver transparência nessa etapa, a
tem impacto na avaliação? Será que para o venda pode não ser concretizada porque o
investidor ela pode compensar desvantagens comprador não se sente seguro nem confortá-
nos resultados ou nas perspectivas financeiras vel, ou, então, oferece um valor mais baixo
da companhia? para se proteger”, explica.
Caetano Fabrini diz que o impacto é relativo e, Em muitos situações o comprador pretende
geralmente, baixo e não valoriza o negócio. manter o vendedor no negócio durante um
Embora se saiba que para haver fluxo de caixa é determinado tempo. Quando isso acontece, os
preciso ter uma marca. antigos proprietários precisam se conscientizar
Ele ressalva que existem marcas excepcionais que, a partir da efetivação da venda, terão que
que apresentam um valor intrínseco ao negócio, prestar contas a outras pessoas, que podem ser os
não pelo que ela representa mas pelo que permi- próprios compradores, um grupo de investidores
te expandir, com subprodutos, por exemplo. ou seus representantes. Esta mudança nem
“Mas no ramo de laboratórios eu não vejo prati- sempre é fácil de assimilar e pode ser traumática
camente nenhuma empresa que tenha uma para quem passou anos tomando decisões sobre
marca desse tipo”, afirma. os rumos daquele que já foi o seu negócio.

03
Muitas novidades
Nesta edição inauguramos um canal direto com o alto grau de importância para quem procura
você, leitor, associado, amigo da SBPC/ML. Todos informação técnica acessível e de forma clara.
os meses aqui serão comunicados fatos
O terceiro destaque, e igualmente importante, é
importantes da nossa Sociedade e de interesse da
também um lançamento: o livro Gestão da Fase
comunidade laboratorial, abrindo espaço para
Pré-analítica - Recomendações da SBPC/ML,
ouvir sugestões para temas de nosso dia a dia como
apresentado no 44º Congresso. Fruto de um
também para o jornal.
esforço conjunto de vários especialistas e com o
Nessa estreia gostaria de destacar três assuntos. apoio de empresas ligadas à área pré-analítica,
Primeiro, o novo projeto gráfico e apresentação essa obra inova pelo seu conteúdo conciso e
do Notícias - Medicina Laboratorial, mais prático e também pelo formato em fascículos que
moderno e dinâmico, sem prejuízo do conteúdo, torna sua atualização fácil e dinâmica. Foi
que continua diversificado e atual. Este jornal é planejada para ser uma referência e fonte de
um veículo importante de notícias de nossa área e consulta constante por profissionais de
que busca trazer as novidades de uma forma leve e diagnóstico laboratorial e bibliografia obrigatória
de agradável leitura. para todos as pessoas que atuam em nossa área.
Sua publicação segue a trilha aberta pela bem-
O segundo destaque é o lançamento do Lab Tests
sucedida Recomendações da SBPC/ML para coleta
Online BR (ou LTO, como é chamado por nós), site
de sangue venoso, que já está na segunda edição,
que será uma referência para a população leiga e
Canal direto
revista e atualizada.
para profissionais de saúde que procuram
informações sobre exames laboratoriais e Temos, em setembro, a oportunidade de nos ver
patologias relacionadas. O LTO é a versão brasileira em nosso congresso no Rio. Com certeza será uma
do site desenvolvido originalmente pela felicidade rever amigos e colegas.
prestigiada American Association for Clinical
Voltamos a conversar no próximo mês. Até lá.
Chemistry (AACC), que o licencia também para
mais 11 países. Somando todos os lugares onde está Carlos Ballarati - Presidente da SBPC/ML
em operação, Lab Tests Online já alcançou a marca Biênio 2010/2011
de 3 milhões de acessos por mês, o que demonstra

Conheça a diretoria Executiva do biênio 2010/2011


Presidente: Diretor Científico: Diretor de Comunicação:
Carlos Alberto Franco Ballarati Nairo Massakazu Sumita Luiz Eduardo Rodrigues Martins
presidente@sbpc.org.br diretorcientifico@sbpc.org.br diretorcomunicacao@sbpc.org.br
Vice-presidente: Vice-diretor Científico: Diretor de Acreditação:
Ismar Venâncio Barbosa Murilo Rezende Melo Wilson Shcolnik
vicepresidente@sbpc.org.br vicediretorcientifico@sbpc.org.br diretoriaacreditacao@sbpc.org.br
Diretor Administrativo: Diretora Financeira: Diretor de Defesa de Classe:
César Alex de Oliveira Galoro Leila Sampaio Rodrigues Paulo Sérgio Roffe Azevedo
diretoradministrativo@sbpc.org.br diretorfinanceiro@sbpc.org.br diretordefesadeclasse@sbpc.org.br
Vice-diretor Administrativo: Vice-diretora Financeira: Presidente do Conselho de Ex-presidentes:
Rubens Hemb Natasha Slhessarenko Alvaro Martins
vicediretoradministrativo@sbpc.org.br vicediretorfinanceiro@sbpc.org.br conex@sbpc.org.br

Agenda da SBPC/ML
27 de outubro 24 de novembro
Curso a distância - Transmissão pela Internet Curso a distância - Transmissão pela Internet
Novidades no diagnóstico e Avaliação microbiológica da urina em
acompanhamento do diabetes mellitus crianças e adultos
Antonia Maria Machado - Médica patologista clínica
Álvaro Pulchinelli - Médico patologista clínico

31 de outubro a 2 de novembro 29 de novembro a 3 de dezembro


Curso de auditor interno PALC Curso de auditor externo PALC
Belém - PA Rio de Janeiro - RJ

2 de novembro 15 de dezembro
Jornada de Patologia Clínica/Medicina Curso a distância - Transmissão pela Internet
Laboratorial de Belém Utilização eficaz e segura de testes
Belém - PA laboratoriais remotos (Point-of-care)
Carlos Alberto Ballarati - Médico patologista clínico

A programação é preliminar. Datas, temas e nomes dos palestrantes podem ser alterados por motivos operacionais.
Congresso da SBPC/ML tem apoio de IFCC e WASPaLM
O 44º Congresso Brasileiro de Patologia A IFCC nasceu em 1952, a partir da
Clínica/Medicina Laboratorial conta sugestão do professor E. J. King, da
com o apoio oficial da International Royal Postgraduate Medical School, de
Federation of Clinical Chemistry and Londres. Ele propôs que as sociedades
Laboratory Medicine (IFCC) e World nacionais de química clínica se
Association of Societies of Pathology organizassem em uma instituição
and Laboratory Medicine (WASPaLM), internacional. Em julho daquele ano, anatomia patológica, hematologia,
duas instituições de renome no setor no 2º Congresso Internacional de microbiologia e suas subespecialidades.
de diagnóstico laboratorial. Bioquímica, em Paris, foi criada a
International Association of Clinical No entanto, a tradução do termo em
No site da IFCC, o 44º Congresso da inglês clinical pathology para outros
Biochemists. A atual denominação
SBPC/ML foi incluído no calendário idiomas não tinha a mesma abrangên-
passou a a ser adotada oficialmente
de eventos que recebem o apoio da cia. Em 1969, o nome foi alterado para
três anos depois.
instituição (“Events with IFCC World Association of (Anatomical and
Auspices”). A WA S P a L M c o m e ç o u c o m o Clinical) Pathology Societies - WAPS. A
International Society of Clinical denominação atual foi adotada em
A WASPaLM divulga o congresso
Pathology, fundada em setembro de 1999, no Congresso Mundial de
brasileiro na seção de notícias
1947, em Paris, instituição que reuniria Patologia Clínica, realizado pela
(www.waspalm.org).
sociedades nacionais de patologia, SBPC/ML em São Paulo.

Congresso de 2011 será em Florianópolis


A capital de Santa Catarina será a moduladas, pode ser transformado
sede do 45º Congresso Brasileiro de com rapidez em ambientes menores.
Pa t o l o g i a C l í n i c a / M e d i c i n a
O presidente do 45º Congresso da
Laboratorial. O evento vai acontecer
SBPC/ML será o médico
de 16 a 19 de agosto de 2011, no
patologista clínico João Nílson
CentroSul — Centro de Convenções
Zunino, que presidiu a Sociedade
de Florianópolis.
entre 1989 e 1993.
O local conta com espaço para
Florianópolis é uma velha conhecida
exposições no andar térreo com 7,2
dos congressos da SBPC/ML porque já
mil metros quadrados de área total.
recebeu os eventos de 2000 e 2004.
No pavimento superior há salas e
auditórios com capacidade entre 30 Simpática, hospitaleira e com muitas
e 460 pessoas. O auditório principal atrações, a capital catarinense é
tem mais de 2,5 mil lugares. Além sempre garantia de um bom
disso, como possui paredes congresso.

CFM não restringe viagem patrocinada de médico


O Conselho Federal de Medicina (CFM) desistiu de fazer com o segmento farmacêutico para elaborar um termo de
uma resolução para restringir a ida de médicos a eventos ajustamento de conduta. O objetivo é evitar viagens
científicos com o patrocínio da indústria farmacêutica. patrocinadas de médicos sem interesse científico.
Caso a proposta, divulgada em junho, entrasse em vigor, o
O assunto será debatido por uma comissão formada por
médico que a desrespeitasse estaria sujeito a punições.
representantes do CFM, indústria farmacêutica, Conselho
Diante das fortes reações contrárias por parte de médicos e Federal de Farmácia e Anvisa.
do setor de promoção de eventos, o CFM decidiu negociar
Fontes: Saúde Business Web e jornal O Estado de S.Paulo

Foto: Clix/Stock.xchng

05
médica ao paciente, mas servir como uma fonte de auxílio a
profissionais e ao público leigo. É uma prestação de serviços
absolutamente gratuita, adaptada às nossas características
culturais e de atendimento pelos laboratórios. Ele é
mantido e atualizado por médicos patologistas clínicos”,
acrescenta.

Atualização constante
“A medicina laboratorial é uma especialidade muito
dinâmica, com grande quantidade de informações geradas a
cada dia”, diz o vice-diretor Científico da SBPC/ML e
membro do corpo editorial do Lab Tests Online BR, Murilo
Melo. “O maior desafio é manter o site atualizado e
relevante.”
Ele acrescenta que esse trabalho compreende a inclusão de
novos testes, estados clínicos, doenças, verbetes no
glossário, notícias e diversas outras informações.
As atualizações são debatidas em reuniões do corpo
editorial de todos os países que têm versões do site. No caso
do Brasil, muitos exames apresentam adequações à nossa
realidade.
Ao ser lançado, Lab Tests Online BR ainda apresenta páginas
em inglês. Isso acontece porque elas estão em fase de
SBPC/ML lança versão brasileira tradução. É um processo permanente porque o site é
dinâmico para acompanhar a evolução da própria medicina.
do site Lab Tests Online Ideia amadurecida
Após superar a marca de 3 milhões de acessos mensais, no A proposta de lançar o Lab Tests Online no Brasil nasceu no
total dos 12 países em que está operando, o site Lab Tests congresso de 2008 da AACC. Naquela ocasião, começaram
Online entra no ar também no Brasil os entendimentos com os desenvolvedores e com a CBDL.
(www.labtestsonline.org.br), por iniciativa da SBPC/ML, O contrato com a AACC foi assinado em janeiro deste ano.
com patrocínio da Câmara Brasileira de Diagnóstico Em seguida, foi iniciado o trabalho de tradução do site
Laboratorial (CBDL). original, sua adequação à realidade brasileira e inclusão
Desenvolvido em 2001 pela American Association for do conteúdo em português.
Clinical Chemistry (AACC), respeitada instituição dos EUA, “Os motivos que levaram a AACC a criar o site são
Lab Tests Online é uma fonte de informações importante semelhantes aos de outros países: informar o público sobre
para o público leigo compreender os exames laboratoriais e exames laboratoriais”, diz o produtor executivo do Lab
as doenças e estados clínicos relacionados. Também é uma Tests Online nos EUA, George Linzer.
forma de os profissionais de saúde manterem-se em dia com
a medicina diagnóstica. Ele explica que só o site americano tem cerca de 2 milhões
de acessos por mês. A tendência é crescer naquele país e nos
Com a versão lançada pela SBPC/ML, Lab Tests Online BR, o outros. “Isso acontece também porque vem aumentando o
Brasil passa a integrar um grupo que reúne 11 países, além número de pessoas com acesso à Internet em todo o mundo.
dos EUA: Austrália, Alemanha, China, Espanha, França, É maior nos EUA, em parte, porque temos mais usuários”,
Grécia, Hungria, Itália, Polônia, Reino Unido e República justifica.
Checa. Estão em fase de desenvolvimento os sites de
Portugal, Romênia e Turquia. No primeiro semestre de 2010 foram contabilizados 12
milhões de acessos ao site norte-americano e 700 mil no
Lab Tests Online BR foi apresentado aos jornalistas em 31 de do Reino Unido. A expectativa também é favorável para o
agosto, na sede da Associação Médica Brasileira, em São Brasil devido à procura da população por informações
Paulo. O lançamento oficial ficou reservado para 14 de sobre saúde.
setembro, no 44º Congresso da SBPC/ML, no Rio de Janeiro.
Segundo um levantamento do Centro de Estudos sobre
“A intenção é difundir o conhecimento científico ao público Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic), 39%
leigo e profissionais de saúde. O site usa linguagem das 63 milhões de pessoas que usaram a Internet no país
compreensível e é uma fonte de informações segura e queriam se informar sobre saúde.
correta sobre exames laboratoriais”, diz o presidente da
SBPC/ML, Carlos Ballarati. “O brasileiro adora a Internet, o que já é um ponto positivo
para acreditarmos que o site também será muito bem aceito
Para o ex-presidente da Sociedade e membro do corpo por aqui”, diz a presidente da CBDL, Liliana Perez.
editorial do Lab Tests Online BR, Alvaro Martins, o site
preenche uma lacuna no setor porque faltam informações “Nossa intenção é oferecer informações de qualidade que
qualificadas e sem interesse comercial sobre exames e realmente ajudem a quem as procura, com o suporte de
como se preparar antes de ir ao laboratório, por exemplo. uma sociedade médica com 66 anos de existência, que
congrega a experiência de seus especialistas”, conclui
“Lab Tests Online BR não pretende substituir a prescrição Carlos Ballarati.

06
Segundo ANS, maioria das operadoras tem Risco de epidemia
desempenho entre médio e ruim de dengue
A avaliação de desempenho das indicadores. A pontuação é distribuída Segundo o Ministério da
operadoras de planos de saúde por cinco faixas entre 0 e 1.
feita pela Agência Nacional de
Saúde, 19 estados apresen-
As operadoras que apresentaram tam risco alto ou muito alto
Saúde Suplementar (ANS) mostra
melhor desempenho (0,8 a 1) têm
resultados desanimadores refe- de epidemia de dengue para
16,1% dos 41,6 milhões de beneficiári-
rentes a 2009.
os de planos de saúde. Nas duas faixas o próximo verão. Os casos
Apenas 23 (2,3%) das 989 empresas mais baixas (0 a 0,19 e 0,2 a 0,39) mais graves são Amazonas,
que atuam na área médico- ficaram 392 empresas, responsáveis
hospitalar (não inclui odontologia) por 11,3% dos usuários. Amapá, Maranhão, Ceará,
alcançaram a faixa mais alta da Pi a u í , B a h i a , Pa r a í b a ,
Na faixa intermediária (0,4 a 0,59)
a v a l i a ç ã o d o Pr o g r a m a d e Pernambuco, Sergipe e Rio de
ficaram 35,2% das operadoras, que
Qualificação da Saúde Suplementar.
representam 29,3% dos beneficiários. Janeiro. Em seguida estão
A classificação é estabelecida pelo Logo acima, mas abaixo do topo, Pará, Tocantins, Espírito
Índice de Desempenho da Saúde classificaram-se 22,9% das empresas
Suplementar (IDSS), que considera 30 com IDSS entre 0,6 e 0,79. Seu Santo, Paraná, Rio Grande do
número de clientes corresponde a Norte, Minas Gerais, Mato
43,4% do total. Grosso, São Paulo e Alagoas.
No cálculo do IDSS são considerados Fonte: Ministério da Saúde
indicadores de atenção à saúde,
situação econômica e financeira,
infraestrutura e satisfação dos
usuários. Segundo a Agência, esse Genéricos devem
índice foi criado para ajudar os crescer até 15%
usuários de planos de saúde a ter mais
informações para escolher uma
operadora. É a expectativa dos fabri-
Fontes: Imprensa da ANS e Folha cantes de medicamentos
Online genéricos devido ao fim da
vigência de patentes. O
mercado de genéricos
movimenta R$ 5 bilhões
Teste de sangue para detecção atualmente. Os laboratórios
querem alcançar a meta de
precoce de câncer
R$ 1 bilhão a curto prazo.
A Universidade de Nottingham também indicam que em mais da Fonte: jornal O Dia
(www.nottingham.ac.uk), no Reino metade das pacientes a doença
Unido, desenvolveu uma técnica que poderia ser detectada até quatro
reproduz as proteínas de câncer que anos antes, quando começaram a ser Doenças tropicais
desencadeiam a resposta do coletadas amostras de sangue.
organismo à doença. O método se
Um estudo feito pela Clínica Mayo,
baseia na tecnologia de biomarcado- A Organização Pan-americana
dos EUA, mostrou resultados
res imunológicos. de Saúde (Opas) alerta que os
semelhantes com sangue coletado
O trabalho é coordenado pelo de pacientes com câncer de pulmão países precisam dar mais
médico John Robertson, profes- que já haviam realizado tomografi-
atenção às doenças tropicais.
sor de Cirurgia da Faculdade de as. Os anticorpos foram identifica-
Medicina e Ciências da Saúde de dos até cinco anos antes do câncer Os programas de imunização
Nottingham. ser diagnosticado. devem ser mantidos e refor-
Os primeiros resultados foram Por causa dos resultados obtidos, a çados de acordo com a situa-
obtidos a partir de amostras de universidade decidiu criar um ção epidemiológica local. O
sangue de mulheres com câncer de centro de excelência de autoimuni-
mama e outras que pertencem a dade em câncer para incentivar
objetivo é reduzir em 95%,
grupo de risco da doença e se pesquisas nessa área e o desenvolvi- até 2015, a mortalidade
submeteram à mamografia anual. mento de tecnologias de apoio. principalmente em pneumo-
Além de identificar os anticorpos no Fontes: Labmedica.es e nia e hepatites virais.
sangue de mulheres que desenvolve- AlphaGalileo Fonte: Agência Notisa
ram câncer de mama, os resultados

07
PALC será divulgado em revistas de sociedades médicas
A Comissão de Acreditação de Laboratórios
Clínicos da SBPC/ML aprovou a campanha
de divulgação do Programa de Acreditação
de Laboratórios Clínicos (PALC) em
publicações de sociedades de
especialidade médica.
Inicialmente, a campanha consiste na
inserção de anúncio que mostra a
importância do médico recomendar
laboratórios que participam do Programa da
SBPC/ML. A chamada principal é “Só
prescreva laboratórios acreditados pelo
PALC. Você garante precisão nas suas
decisões médicas e segurança para seus
pacientes”.
O texto da peça publicitária também informa
que um exame preciso contribui para um
diagnóstico correto e proporciona
tratamento eficaz para o paciente. Baseado
no atendimento a padrões técnicos
internacionais, o PALC monitora do começo
ao fim o processo laboratorial.
“Assegure-se que os laboratórios que você
recomenda possuem este selo. Ele é garantia
de bons resultados para você e para seus
pacientes”, conclui o anúncio da campanha.

Norma PALC 2010 inclui segurança do paciente


O Programa de Acreditação de consequência de eventos
Laboratórios Clínicos (PALC), da adversos nas instituições de
SBPC/ML, lança sua Norma saúde daquele país. Em 2002, a
versão 2010 com um capítulo Organização Mundial de
específico sobre gestão dos Saúde alertou a todos os
riscos e da segurança do países sobre a importância
paciente. Esses requisitos serão que esse tema merece.
auditados em caráter educativo
“Sabemos que as principais
até outubro de 2011, quando
causas de erros laboratoriais
passarão a ser efetivamente
estão na fase pré-analítica,
cobrados aos laboratórios que
sobre a qual os laboratórios
PALC

participam do programa.
detêm menor controle.
“Ao incorporar esses requisitos, Felizmente, o número de
a Norma PALC segue uma eventos adversos causados por observar padrões e
tendência mundial” , diz o esses erros é pequeno. No requisitos relacionados a
diretor de Acreditação da entanto, não podemos este tema nas normas
SBPC/ML, Wilson Shcolnik. Ele subestimá-los pois o laboratório mais utilizadas em
conta que a segurança do não é um organismo isolado e acreditação de serviços
paciente tem recebido atenção tem um papel a cumprir na de saúde”, afirma o
especial de várias entidades cadeia de assistência à saúde”, diretor da SBPC/ML.
nacionais e internacionais nos explica Shcolnik.
A Norma PALC 2010 é um dos
últimos anos, principalmente
Ele acrescenta que as capítulos do livro Gestão da
depois que foi publicado, nos
boas práticas e os Fase Pré-analítica -
EUA, em 2000, o documento To
requisitos de acreditação Recomendações da SBPC/ML,
err is human (Errar é humano).
auxiliam muito na lançado dia 15 de setembro, no
Estimou-se que de 44 mil a 98
prevenção de erros. 44º Congresso, no Rio de
mil mortes anuais ocorreram em
“Atualmente já podemos Janeiro.
Detecção precoce de Alzheimer em líquor

Uma “assinatura” formada por três “A presença de sinais de Alzheimer em


biomarcadores no líquido cefalorraqui- mais de 1/3 do pacientes com cognição
ano está presente em 90% dos pacientes normal sugere que a patologia está
com diagnóstico de Alzheimer e em ativa e pode ser detectada muito antes
mais de 1/3 de adultos idosos sem do que imaginávamos”, diz De Meyer.
problemas de memória.
É o que mostra um estudo liderado por
Geert De Meyer, PhD da Universidade de
Os marcadores
Ghent (www.ugent.be/en), na Bélgica. estavam em 90%
Foram examinadas amostras de líquido
cefalorraquiano de 114 adultos idosos dos pacientes
sem dificuldades cognitivas, 200 com
problemas leves e 102 com diagnóstico confirmados
confirmado da doença.
Os pesquisadores mediram a con-
com Alzheimer
centração das proteínas beta- Os resultados sugerem que pessoas sem
amiloide e tau, associadas ao problemas cognitivos mas que apresen-
surgimento de Alzheimer. Ao verifi- tam os marcadores fazem parte de um
car a precisão desses marcadores grupo de risco para a doença.
descobriram que estavam presentes
em 90% dos indivíduos com diagnós- O artigo Diagnosis-Independent
tico confirmado. Alzheimer Disease Biomarker
Signature in Cognitively Normal
O mesmo padrão aparecia nas amos- Elderly People foi publicado na edição
tras de 72% dos indivíduos com leve on line de agosto de 2010 da revista
deterioração cognitiva e em 36% Archives of Neurology.
daqueles que apresentavam atividade
cerebral normal. Fonte: Universidade de Ghent

Estudo sugere oferecer estatinas em lanchonetes


Os bares e lanchonetes poderiam que essa ação das estatinas é O artigo Can a statin neutralise the
fornecer aos clientes, sem custo, suficiente para contrabalançar os cardiovascular risk of unhealthy
suplementos à base de estatinas para efeitos de se ingerir um cheesebur- dietary choices? foi publicado na
tentar neutralizar eventuais danos ao guer e um milkshake. edição de agosto do American Journal
coração provocados pelas comidas of Cardiology.
“As estatinas não cortam todos os
gordurosas servidas nesses locais. Esta
efeitos nocivos à saúde desse tipo de Fonte: Colégio Imperial de Londres
é a sugestão de pesquisadores do
alimento e de frituras. Portanto, é
Colégio Imperial de Londres (www.im-
melhor evitá-los. A partir da probabili-
Foto: divulgação

perial.ac.uk), do Reino Unido.


dade do indivíduo sofrer um ataque
As estatinas reduzem a quantidade de cardíaco, o uso de estatina pode
reduzir esse risco na proporção
Estatinas equivalente à que aumenta quando se
consome uma refeição de fast food”,
podem reduzir explica Francis.
Ele destaca que estudos comprovam
o risco de uma ligação entre as gorduras ingeri-
das e os níveis de colesterol e o risco de
ataque problemas cardiovasculares. Segundo
Francis, há evidências que as gorduras
cardíaco trans, encontradas em grandes
quantidades nas comidas de lanchone-
colesterol LDL no sangue e ajudam a tes e que fazem parte da dieta ociden-
reduzir os riscos de doenças cardiovas- tal, aumentam os riscos de problemas
culares. Um dos autores do estudo, cardíacos.
o médico Darrel Francis, explica Darrel Francis - Um dos autores do estudo

10
Estudo sugere que cérebro pode ocultar HIV
Um estudo sobre HIV realizado na menos eficaz”, explica Arvid Edén, um “Acredito ser necessário considerar os
Universidade de Gothemburgo dos autores e pesquisador do Instituto efeitos no cérebro no desenvolvimento
(www.gu.se), na Suécia, verificou que de Biomedicina da Academia de de novas drogas e estratégias de
10% de 70 pacientes analisados Sahlgrenska da universidade. tratamentos para infecção por HIV”,
mostraram traços do vírus no líquor, conclui Edén.
Segundo a equipe, esse estudo sugere
mas não no sangue.
que as terapias geralmente adotadas O artigo HIV Persistence and Viral
“O tratamento antiretroviral no contra o HIV não conseguem impedir os Reservoirs pode ser lido no arquivo
cérebro é complicado devido a efeitos do vírus no cérebro. Mas eles eletrônico da universidade, em
diversos fatores, particularmente esclarecem que ainda não está claro http://gupea.ub.gu.se/handle/2077/
porque há uma barreira protetora que que as ações residuais de pequenas 22187.
interfere na ação dos medicamentos. quantidades do vírus no líquor, em
Fontes: Medica.de e Universidade de
Por isso, o cérebro pode agir como um alguns dos pacientes, representam
Gothemburgo
reservatório onde o tratamento será risco de futuras complicações.

Exame de urina pode identificar autismo


É possível descobrir se uma criança é Segundo os pesquisadores, essas
autista procurando em sua urina os alterações bioquímicas são compa-
subprodutos de bactérias intestinais tíveis com algumas das anormalida-
e os processos metabólicos do corpo. des conhecidas da microflora
É o que sugere o estudo feito no intestinal encontrada em indivíduos
Colégjo Imperial de Londres autistas e nas alterações gastroin-
(www3.imperial.ac.uk), no Reino testinais relacionadas.
Unido. Os autores explicam que
“O tratamento precoce pode fazer
indivíduos com autismo apresen-
muita diferença no desenvolvimento
tam problemas gastrointestinais e
da criança autista. Um teste de urina
constituição diferente de bactéri-
que identifique o problema logo no
as no intestino.
começo será muito útil para o
Usando espectroscopia de ressonân- médico”, diz um dos autores, o
cia magnética, foi analisada a urina professor Jeremy Nicholson, PhD do
de três grupos de crianças com idade Colégio Imperial de Londres.
entre três e nove anos. Os grupos
O artigo Urinary Metabolic
eram formados por 39 crianças com
Phenotyping Differentiates Children
diagnóstico anterior de autismo, 28
with Autism from Their Unaffected
irmãos saudáveis de autistas, e 34
Siblings and Age-Matched Controls
crianças sem autismo e sem paren-
foi publicado na edição de 25 de
tesco com a doença.
março de 2010 do Journal of
Os autistas apresentavam aumento Proteome Research.
na excreção de ácido nicotínico,
Fonte: Labmedica.es
níveis altos de taurina urinária e
baixos de glutamato urinário.

12
O DNA, seus incríveis números e seus segredos
Paulo Cesar Naoum*

O DNA existe por um único motivo – criar mais DNA. Em cada adaptações, modificações e reformulações providenciais.
célula do nosso organismo, o filamento estendido de DNA Nesse processo de adaptação certamente a molécula que
chega a ter cerca de 2 metros. Se você imaginar que em mais trabalhou em nosso organismo foi o DNA. Milhares de
nosso corpo há perto de 10 trilhões de células, você terá “pedaços” dele ao longo desses bilhões de anos foram se
uma ideia da enormidade de DNA que possuímos. especializando em produzir proteínas e enzimas. Esses
“pedaços”, que representam apenas 3% dos 2 metros de
Assim, se todo o seu DNA fosse emendado em um único
DNA que possuímos, são conhecidos cientificamente por
filamento, seria tão comprido que se estenderia da Terra à
“genes”. Não é por acaso que a palavra “gene” vem de
Lua, ida e volta, várias vezes. Pudera, você é proprietário
“gênesis”, que significa “o início”. Esses genes foram se
de 20 milhões de quilômetros de DNA. Seu corpo, em suma,
especializando ao longo de bilhões de anos até que há cerca
é uma máquina de produzir DNA e sem ele você não
de 70 milhões de anos surgiram os nossos ancestrais,
conseguiria viver.
denominados hominídeos.
Mas o próprio DNA, apesar de ser considerado “a base da
Os hominídeos foram se transformando e crescendo em
vida”, não está vivo. Ao contrário de qualquer outra
tamanho até que surgiu a espécie humana, por volta de
molécula, ele é, por assim dizer, “inanimado”. Não é
2,5 milhões de anos. Você já imaginou quantas vezes
reativo e quimicamente inerte. Por essas razões pode ser
nossos genes tiveram de se modificar para se adaptar ao
recuperado de restos de sangue, de sêmen, ou de pele secos
meio ambiente, às diferentes alimentações, ao clima,
há muito tempo — milhares de anos, até.
às infecções etc, dentro do processo evolutivo da
Diante dessas informações é possível concluir que todo ser espécie humana?
vivo é um aprimoramento de um plano original único formado
Os mais recentes estudos mostram que cada célula do nosso
por átomos de carbono, hidrogênio, nitrogênio e oxigênio.
corpo tem cerca de 25 mil genes distribuídos nos 23 pares de
Esses átomos conseguiram formar uma molécula inerte, mas
cromossomos formados pelos quase dois metros do
capaz de originar vida, há quase 4 bilhões de anos.
filamento estendido do DNA. Em média, cada gene produz
Como seres humanos, somos apenas o resultado de um quatro diferentes tipos de proteínas. Portanto acredita-se
aumento do plano original que sofreu seguidos ajustes, que cada ser humano tem cerca de 100 mil proteínas.

Diante dessa breve apresentação, faço cinco perguntas e eu mesmo escrevo as respostas, que estão fundamentadas na
literatura científica:
1) Das 100 mil proteínas que acreditamos existir no nosso corpo, já, por si, defeituosos. Assim, haverá uma excessiva “sobra” de
quantas delas você imagina que seu médico conhece? dopamina entre os neurônios, fato que provoca a mudança de
R: Um médico bem informado é capaz de listar entre 20 e 30 humor e a agressividade de forma prolongada. Isso poderia
proteínas. explicar porque alguns viciados cometem crimes e outros apenas
se satisfazem do momento de forma “prazerosa”.
2) Das 100 mil proteínas que acreditamos possuir, quantas delas podem
O segundo exemplo se refere ao DNA da virtude auditiva e que
ser analisadas na rotina de um laboratório clínico?
motiva o aparecimento de gênios musicais (Mozart, Beethoven,
R: Um bom laboratório dispõe a analisar, em média, 10 a 20
Jimi Hendrix, entre outros) ou dos mateiros que são capazes de
proteínas diferentes. Somando todas as pesquisas em todo o
ouvir o rastejar de uma cobra há mais de 20 metros de distância.
mundo, os laboratórios de pesquisas científicas conseguiram
Todos nós temos no cromossomo 10 um gene que produz proteínas
desvendar apenas sete mil proteínas do nosso corpo.
que vão compor as células capilares da cóclea do ouvido médio.
3: Você sabia que entre os 25 mil genes conhecidos, muitos deles estão Essas células, quando formadas com qualidades excepcionais,
relacionados com doenças, virtudes, comportamentos etc? Como se estimulam os sensores das vibrações sonoras. Esta é a razão pela
explicam as funções desses genes? qual pouquíssimas pessoas têm a capacidade de ouvir um som,
R: Doenças, comportamentos e virtudes, por exemplo, dependem distingui-lo e guardá-lo na memória por muitos e muitos anos.
da qualidade dos genes e do meio ambiente em que cada um de nós
estamos inseridos. Há genes excepcionalmente bem formados, 5) O que mais o DNA pode explicar?
outros que são defeituosos desde o nascimento e há, também, os R: O estudo do DNA que compõe os genes explica, ainda, o câncer,
que tornam-se defeituosos durante a vida. Estes últimos, muitas Alzheimer, resistência física, obesidade, diabetes, doenças do
vezes tornam-se defeituosos pela influência do meio ambiente. coração, anemias hereditárias, hemofilias, maldade, entre
outros. Entretanto, é necessário esclarecer que todas essas e
4) Cite dois exemplos: um de gene defeituoso e outro de qualidade outras relações com o DNA estão no início do seu entendimento.
excepcional. A tecnologia disponível para o avanço sobre os conhecimentos do
R: O primeiro exemplo é com referência ao vício pela cocaína. No DNA se desenvolveu muito mais rápido do que o conhecimento que
cromossomo 11 de nossas células existe um gene especializado em se tem atualmente para entender o DNA. Apesar disso, nesses
produzir proteínas para compor o canal da vesícula receptora dos próximos dez anos muitos conceitos genéticos, médicos,
neurônios que recebem a substância neurotransmissora, biológicos e filosóficos serão modificados e atualizados. Para que
naturalmente produzida por nosso organismo, conhecida por esse processo ocorra de forma adequada é importante que os
dopamina. Caso uma pessoa tenha um defeito no DNA do gene que estudiosos proporcionem informações sensatas e responsáveis aos
produz essas proteínas, alterando, por exemplo, o seu diâmetro, leitores interessados.
haverá menos absorção de dopamina e, consequentemente, a
“sobra” desse neurotransmissor entre os neurônios induz a um *O autor é membro do Comitê Multidisciplinar do 44º Congresso da
grau de euforia que dura um tempo maior que o normal. Pessoas SBPC/ML, biomédico, professor titular pela UNESP, ex-assessor da
com esse defeito e que fazem uso de cocaína têm a manifestação OMS e diretor da Academia de Ciência e Tecnologia de São José do
da euforia de forma desproporcional, pois alguns componentes Rio Preto (SP).
químicos da droga possuem a capacidade de “entupir” os canais –

13
17
Diferenças genéticas afetam defesas contra meningite

Um estudo sobre meningite e entender o porquê desse pequeno


septicemia causadas pela bactéria grupo apresentar a doença, enquan-
meningocócica sugere que essas to outros permanecem imunes”, diz
doenças ocorrem principalmente em o professor Michael Levin, um dos
i n d i v í d u o s c o m d e te r m i n a d a autores do estudo.
conformação genética.
As variações identificadas no estudo
Pesquisadores do Colégio Imperial
referiam-se a genes do fator H e às
de Londres (www.imperial.ac.uk),
proteínas relacionadas. Estas
no Reino Unido, compararam as
regulam as atividades do sistema
informações genéticas de 1.500
imunológico que reconhecem e
pessoas que desenvolveram
atacam bactérias invasoras.
meningite meningocócica com as
Normalmente, o Fator H e as proteí-
de 5 mil indivíduos saudáveis do
nas não causam danos às células do
grupo controle.
corpo, mas a bactéria pode confun-
Foram analisadas as diferenças no di-los de modo que eles não a
genoma de cada pessoa dos dois reconheçam como invasora.
grupos. Os resultados revelaram que
O artigo Genome-wide association
os indivíduos com a doença possuíam
study identifies variants in the CFH
marcadores genéticos em diversos
region associated with host suscep-
genes que participam do combate às
tibility to meningococcal disease foi
bactérias invasoras.
publicado na edição de 8 de agosto
“Embora muitas pessoas tenham a de 2010 da revista Nature Genetics.
bactéria, apenas uma em cada 40 mil
Fontes: Medica.de e Colégio
desenvolve a meningite meningocó-
Imperial de Londres
cica. Nosso estudo vai ajudar a

OMS alerta contra bactérias superresistentes


A Organização Mundial de Saúde (OMS) Desde 2004, a Agência Nacional de
publicou um alerta sobre o aumento da Vigilância Sanitária (Anvisa) coordena
resistência aos antimicrobianos — a Rede de Resistência Microbiana , que
capacidade dos micro-organismos se dedica a estudar e propor medidas
resistirem a ação de antibióticos. Essapara combater o problema. A Agência é
condição já é considerada um proble- assessorada pelo Comitê Técnico
ma global de saúde pública porque põe Assessor para Uso Racional de
em risco o controle de muitas doenças A n t i m i c r o b i a n o s e Re s i s t ê n c i a
infecciosas. Microbiana (Curarem). O patologista
clínico Eduardo Emery representa a
O artigo Emergence of a new antibiotic
SBPC/ML no Curarem.
resistance mechanism in India,
Pakistan, and the UK: a molecular,
biological, and epidemiological study,
publicado na edição de 11 de agosto do
Um gene
The Lancet Infectious Diseases, relata
a descoberta de um gene que permite a
favorece
alguns tipos de bactérias tornarem-se
resistentes à maioria dos antibióticos
resistência a
existentes. Os autores fazem um alerta
para a resistência antimicrobiana.
antimicrobianos
A OMS recomenda que os países Segundo a Anvisa, entre 2006 e 2008, as
implantem medidas para conter ou notificações relativas às infecções de
reduzir a infecção hospitalar de forma corrente sanguínea enviadas pelos
a limitar a propagação de bactérias hospitais no período somaram 5.406
multirresistentes, além de reforçar a micro-organismos. A maior prevalência
política nacional sobre o uso adequado foi de Staphylococcus aureus.
de antibióticos. Fontes: OMS e Anvisa

14
USP desenvolve nanotransporte de medicamentos

Uma partícula com dimensões nanométricas que se trata o efeito base da aterosclerose.
(1nm = 1 milionésimo de mm) que pode Até agora, a doença era tratada com remédi-
transportar medicamentos para células os para hipertensão, que atingem os efeitos
cancerosas e tecidos de órgãos transplanta- mas não a doença”, disse Maranhão em
dos foi desenvolvida na Faculdade de entrevista à Agência Fapesp.
Ciências Farmacêuticas da Universidade de
São Paulo (FCM-USP).
A pesquisa começou em 1995 com o objetivo A partícula
de criar uma versão artificial da lipoproteína
de baixa densidade (LDL, na sigla em inglês), nanométrica
que concentra mais de 70% do colesterol
presente no sangue. é uma versão
Batizada com a sigla LDE, a partícula nano-
métrica é uma LDL artificial formada por um
artificial da LDL
envoltório de fosfolípedes e um núcleo de
colesterol. Ao se chocar com lipoproteínas “Com essa descoberta, decidimos injetar
naturais, a LDE recebe partes proteicas, Apo uma droga na LDE para que atingisse direta-
E, que passam a fazer parte dela. mente o câncer, pois as demais células têm
muito poucos receptores para a proteína”,
Segundo o professor Raul Cavalcante
explica o professor. Ele acrescenta que seria
Maranhão, que lidera a pesquisa, devido à
impossível fazer isso com a LDL.
maior afinidade da Apo E com o receptor, a
LDE liga-se a ele com mais força do que faz O estudo foi apresentado na 25ª Reunião da
a própria LDL. Federação de Sociedades de Biologia
Experimental (FeSBE), em 28 de agosto de
Recentemente, a equipe descobriu que a
2010, em Águas de Lindoia (SP).
mesma técnica pode ser aplicada no trata-
mento da aterosclerose. “É a primeira vez Fonte: Agência Fapesp
Sensor sob a pele mede níveis de glicose

Uma equipe do Departamento de Gough, da UCSD, o aparelho já foi A pesquisa foi apresentada no artigo
Bioengenharia da Universidade da testado com sucesso em dois porcos, Function of an Implanted Tissue
Califórnia em San Diego — UCSD um saudável e outro diabético, Glucose Sensor for More than 1 Year
(www.be.ucsd.edu), nos EUA, durante 222 e 520 dias, respectiva- in Animals, publicado na capa da
desenvolveu um medidor de glicose mente, sem interromper o fluxo de edição de 28 de julho de 2010 da
implantado sob a pele do paciente informações. revista Science Translational
que envia os dados para um pequeno Medicine.
receptor sem fio, do tamanho de um
celular, colocado à distância, no qual O sensor envia Fontes: Prontuário de Notícias e UCSD
são gravadas as informações para
serem analisadas depois pelo médico. os dados para
O dispositivo pode ser usado por
diabéticos dos tipos 1 e 2. um receptor
O sensor tem a forma de um botão e
mede 3,8 cm de diâmetro por 1,5 cm
sem fio fora
de espessura. Uma reação química
realizada pela enzima oxidase faz o
do paciente
oxigênio existente nos tecidos ser
“Agora, queremos fazer testes em
consumido na proporção da glicose
humanos, o que deve acontecer nos
presente. O sensor compara o
próximos meses”, conta Gough.
oxigênio consumido com uma medida
“Famílias com crianças diabéticas
de referência. O valor encontrado
podem ter um alarme no receptor,
reflete a concentração de glicose no
que será acionado se a glicose
sangue do indivíduo.
atingir níveis perigosos, por exem-
Segundo um dos pesquisadores, o plo, durante uma hipoglicemia
professor de bioengenharia David noturna”, acrescenta.

Descoberta coinfecção por HIV-1 e HIV-2 no Brasil


Pesquisadores do Instituto Oswaldo Os autores explicam que o HIV-2 é O estudo foi apresentado no 2º
Cruz (IOC) (www.fiocruz.br/ioc), da resistente aos antirretrovirais do tipo Congresso de Infectologia do Estado do
Fundação Oswaldo Cruz (foto), não-nucleosídeos. Apesar de respon- Rio de Janeiro.
identificaram a presença no Brasil de der muito bem à classe dos inibidores
Fonte: Comunicação/Instituto
coinfecção de HIV-1 e 2 em 15 amos- de proteases, nos casos de infecção
Oswaldo Cruz
tras coletadas em diversos estados. pelo HIV-2 a resposta costuma ter
duração pequena e algumas muta-
“Este é um trabalho que vem sendo
ções de multirresistência são selecio-
desenvolvido há alguns anos e, agora,
nadas rapidamente.
conseguimos chegar a um resultado
bastante robusto”, diz a líder da
pesquisa Ana Carolina Vicente, chefe
do Laboratório de Genética Molecular
de Micro-organismos do IOC.
Foram analisadas amostras de sangue
que na primeira etapa de testagem
para HIV apresentaram resultados que
indicavam a presença dos dois vírus.
Como não há no Brasil reagentes
específicos para o HIV-2, a equipe usou
testes moleculares e imunológicos
ainda restritos a pesquisas.
Segundo o estudo, todos os testes
Foto: divulgação Fiocruz

disponíveis hoje no Brasil, laboratoria-


is ou do tipo rápido, têm sensibilidade
para identificar o HIV e tipar o HIV-1,
mas não indicam de forma específica
se o tipo 2 está presente.

16
Frio pode aumentar risco de infarto

É o que sugere um estudo feito na “Pessoas entre 75 e 84 anos, e


Escola de Higiene e Medicina indivíduos com histórico de doenças
Tropical de Londres (www.lshtm.ac- cardiovasculares aparentemente
.uk), no Reino Unido. A queda de 1ºC estão mais vulneráveis aos efeitos
na temperatura externa em um dia das reduções de temperatura”, diz o
esteve associada ao registro de mais autor principal Krishnan Bhaskaran.
200 infartos do miocárdio em
Ele explica que não foi observado
relação à média anual naquele país.
aumento de episódios de infartos
Foram analisados dados de 84 mil em temperaturas mais elevadas.
pacientes admitidos com infarto em No entanto, esclarece que até
hospitais entre 2003 e 2006, na mesmo no verão o Reino Unido não
Inglaterra e País de Gales, e compa- costuma apresentar temperaturas
rados com temperaturas diárias das muito altas em relação a outras
regiões em que moravam. regiões do mundo.
O estudo levou em conta poluição do O artigo Short term effects of
ar, episódios de gripe, sazonalida- temperature on risk of myocardial
des e tendências de longo prazo. O infarction in England and Wales:
aumento do risco de infarto — 2% time series regression analysis of the
acima do normal — foi observado em Myocardial Ischaemia National Audit
até duas semanas após a exposição a Project registry foi publicado na
temperaturas mais baixas. Os edição de 10 de agosto de 2010 do
pesquisadores dizem que isso é British Medical Journal.
relevante em um país onde ocorrem
Fonte: Agência Fapesp
cerca de 146 mil infartos por ano.
Uma pequena elevação tem impacto
significativo.

No rastro de bactérias flageladas


Pesquisadores brasileiros descobriram mento inato da flagelina pelos
uma via de ativação da enzima Óxido receptores do tipo Toll — família de
Nítrico Sintase Induzida (iNOS, na sigla proteínas transmembrânicas que
em inglês), ativada a partir do reco- fazem parte do sistema imunológico
nhecimento da flagelina — proteína inato e são responsáveis por reconhe-
que compõe o flagelo de bactérias cer várias estruturas-padrão de
móveis — pelos receptores da imunida- patógenos, entre eles, a flagelina —
de inata, os inflamassomas. com os receptores citosólicos do tipo
inflamassomas, também capazes de
Essa via tem relação com o controle de
reconhecer a flagelina.
bactérias flageladas, atribuindo aos
inflamassomas um mecanismo efetor “Queríamos saber se a resposta era
até então desconhecido. diferente quando esses receptores
relação com a ativação de processos distintos reconheciam a flagelina.
A pesquisa foi realizada por equi-
inflamatórios”, disse a autora princi- Quando fomos avaliar a ação da
pes do Departamento de Ciências
pal do artigo Karina Bortoluci, da enzima iNOS, esperávamos que ela só
Biológicas e do Centro de Terapia
Unifesp, à Agência Fapesp. fosse ativada pela flagelina por fora da
Celular e Molecular (CTC-Mol), da
célula, através dos conhecidos
Universidade Federal de São Paulo Ela acrescenta que até agora a
receptores do tipo Toll. Mas vimos que
— Unifesp (www.unifesp.br), e dos literatura não apresentava referências
a flagelina por dentro da célula
Departamentos de Imunologia do à ativação da enzima iNOS pelos
também conseguia ativar a enzima”,
Instituto de Ciências Biomédicas e inflamassomas. O estudo descobriu a
contou Bortoluci.
de Biologia Celular da Faculdade participação de dois membros da
de Medicina de Ribeirão Preto, da família dos receptores citosólicos do O artigo A novel pathway for inducible
Universidade de São Paulo — USP tipo NOD: Ipaf e Naip5. Eles ativam nitric oxide synthase (iNOS) activation
(www.usp.br). uma via dependente da protease through inflammasomes foi publicado
caspase-1, que ativa a iNOS. na edição on line de agosto de 2010 do
“Os inflamassomas são receptores
Journal of Biological Chemistry.
citosólicos descobertos recentemente O trabalho começou com uma
e de grande interesse por terem tentativa de comparar o reconheci- Fonte: Agência Fapesp

18
Estudo reforça importância da vitamina D

Um estudo da Universidade de Oxford associados à suscetibilidade a da por exposição insuficiente ao sol


(www.ox.ac.uk), no Reino Unido, problemas no sistema imunológico. ou alimentação pobre em nutrientes.
mostra que a vitamina D influencia Além disso, os pesquisadores
O artigo A Chip-seq defined genome-
diretamente mais de 200 genes. descobriram que a vitamina tem
wide map of vitamin D receptor
Segundo os pesquisadores, a carência grande influência na atividade de
binding: associations with disease
dessa vitamina aumenta os riscos de 229 genes, entre eles os que estão
and evolution foi publicado na edição
desenvolver muitas doenças. relacionados à esclerose múltipla,
on line de 23 de agosto de 2010 da
diabetes tipo 1 e doença de Crohn,
Através de sequenciamento genéti- revista Genome Research.
que afeta o intestino.
co, eles criaram um mapa das
Fonte: Agência Fapesp
ligações dos receptores de vitamina D “Suplementos de vitamina D para
em todo o genoma humano. O grávidas e recém-nascidos são
receptor é uma proteína ativada pela importantes para que as crianças
própria vitamina que, por sua vez, tenham um crescimento saudável”,
liga-se ao DNA e influencia as proteí- afirma o autor principal do estudo
nas feitas a partir do código genético. Sreeram Ramagopalan, de Oxford.
Foram identificados 2,776 mil pontos Segundo a equipe, estima-se que
de ligação para o receptor, concen- existem 1 bilhão de pessoas no mundo
trados próximos a genes que estão com carência de vitamina D, provoca-

Notificação compulsória tem mais doenças


O Ministério da Saúde ampliou a Lista ções, responsabilidades e atribuições
de Doenças de Notificação dos profissionais e serviços de saúde.
Compulsória (LNC). Agora fazem
Segundo Carla Domingues, diretora
parte sífilis adquirida; esquistosso-
adjunta do Departamento de
mose; síndrome do corrimento
Vigilância Epidemiológica da
uretral masculino; acidentes com
Secretaria de Vigilância em Saúde do
animais peçonhentos, como cobras,
Ministério, o aperfeiçoamento da
escorpiões e aranhas; atendimento
notificação de doenças, agravos e
antirrábico decorrente de ataques de
eventos de importância para a saúde
cães, gatos e morcegos; e intoxica-
pública permite às esferas de
ções exógenas por substâncias
governo federal, estadual e munici-
químicas, incluindo agrotóxicos e
pal monitorar e auxiliar no planeja-
metais pesados.
mento das ações de prevenção de
Com essas inclusões, a LNC passa a controle, avaliar tendências e
ter 44 doenças, agravos e eventos de As informações estão na Portaria impacto das intervenções e indicar
importância para a saúde pública de 2472, que segue recomendações do riscos aos quais as pessoas estão
abrangência nacional que devem ser Regulamento Sanitário Internacional sujeitas.
informadas pelas autoridades (RSI), de 2005. O documento tem, A Portaria foi publicada no Diário
sanitárias nos municípios e estados ao ainda, definições de termos estabe- Oficial da União de 1º de setembro.
Sistema Nacional de Informação de lecidos pelo RSI e informações sobre
Agravos de Notificação (Sinan). os fluxos, critérios para as notifica- Fonte: Ministério da Saúde

Notícias
medicina Jornal da SBPC/ML - Periodicidade mensal

LABORATORIAL
Sociedade Brasileira de Patologia Clínica Presidente 2010/2011 Conselho Editorial Jornalista responsável Assinaturas & Publicidade
Medicina Laboratorial Carlos Ballarati Adagmar Andriolo Roberto Duarte Ana Karina
Rua Dois de Dezembro, 78 sala 909 Alvaro Martins Reg. Prof. RJ 23830JP publicidade@sbpc.org.br
CEP 22220-040 - Rio de Janeiro - RJ Diretor de Comunicação Carlos Senne
Tel. (21) 3077-1400 Luiz Eduardo Martins Elimar Antônio Bittar Criação e diagramação Impressão
Fax (21) 2205-3386 João Nilson Zunino Rodrigo Paiva Grafitto Gráfica Ltda.
imprensa@sbpc.org.br Editor-chefe José Carlos Lima
http://www.sbpc.org.br Armando Fonseca Marilene Melo
Mário Flávio Alcântara
Ulysses Moraes de Oliveira
Wilson Shcolnik

20
CRMs debatem
cursos de medicina

Os participantes do 2º Encontro Nacional dos


Conselhos de Medicina de 2010 (ENCM) foram
unânimes sobre a necessidade de avaliar os
estudantes durante todo o curso e não apenas
em uma prova após a formatura. O encontro
foi dia 10 de setembro, em Brasília.
Fonte: Imprensa do CFM

Combate à tuberculose recebe


verba de US$ 3 milhões

O programa de combate à tuberculose vai


receber ao longo de três anos 3 milhões de
dólares repassados pela Fundação Gates, dos
EUA. A verba será usada no controle e preven-
ção da doença no país para oferecer trata-
mento mais moderno e desenvolver pesquisas
para diagnóstico, além de servir como exem-
plo para outros países em desenvolvimento.
Fonte: Ministério da Saúde

Livro conta
a vida de Zerbini
Famoso por fazer o primeiro transplante de
coração na América Latina, o médico
Euryclides de Jesus Zerbini tem sua vida
contada em livro pela médica Yvonne
Capuano, presidente da Academia de
Medicina de São Paulo.
Idealizador do Instituto do Coração, em São
Paulo, Zerbini introduziu e aperfeiçoou
técnicas como a cirurgia a céu aberto e a da
cirurgia por hipotermia, onde se diminui a
temperatura corpórea do paciente e o cora-
ção para por alguns minutos.
Nascido em 1912, na cidade de Guaratinguetá
(SP), Zerbini morreu em 1993, aos 81 anos de
idade. Até pouco antes de sua morte ainda
operava e apresentava palestras e
conferências.
Fonte: Imprensa da AMB
TÉCNICO EM PATOLOGIA CLÍNICA NA REGIÃO NORTE E NORDESTE E BIOQUÍMICA SEMI-AUTOMAÇÃO BIOMEDICINA.
FORMAÇÃO COMPLETA EM TÉCNICO ESTOU DISPONIBILIZANDO MEUS BIO2000 . EM EXCELENTE ESTADO BRUNA.CTOLEDO@HOTMAIL.COM
E M PAT O L O G I A C L Í N I C A . SERVIÇOS A EMPRESAS NACIONAIS E CENTRALABO@GMAIL.COM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS
NECESSÁRIO SÓLIDA EXPERIÊNCIA INTERNACIONAIS. RODRIGO BRUNA COSTA
NA ÁREA (2 ANOS). PRÁTICA EM ALMIRGER_NO.NE@HOTMAIL.COM (47) 9922-2449 (12) 3922-2765
ANÁLISES DE LÂMINAS DE TIPOS RECIFE.PE
DIVERSOS (SANGUE, URINA, FEZES JOSE ALMIR CAETANO DA SILVA TÉCNICO EM PATOLOGIA CLÍNICA ESTAGIARIA DE BIOMEDICINA
E T C ) , C O L E TA D E S A N G U E , (81) 9662-3443 (R.J) SOU ESTUDANTE DE BIOMEDICINA
ESTERILIZAÇÃO DE MATERIAIS. ESTOU EM BUSCA DE UM ESTÁGIO DO 3°ANO, GOSTARIA DE ESTAGIAR
CURRÍCULOS=RHTOTAL@UGF.BR BIOMÉDICA AUDITORA EXTRA CURRICULAR POIS SOU EM QUALQUER ÁREA, CAMILA
RHTOTAL@UGF.BR BIOMÉDICA COM PÓS (LATU-SENSU) FORMADA EM TÉCNICA DE SANTOS (12)88441198. SÃO JOSÉ
RIO DE JANEIRO/RIO DE JANEIRO EM AUDITORIA EM SIST.DE SAÚDE. PATOLOGIA CLÍNICA, E COMO ESTOU DOS CAMPOS/SP.
CARLOS PROCURO COLOCAÇÃO AFASTADA DA ÁREA MUITO TEMPO CAMILATELLESTELLES@HOTMAIL.COM
CLASSIFICADOS
(21) 2599-7219 PROFISSIONAL NA ÁREA DE GOSTARIA DE ME ATUALIZAR E SÃO JOSÉ DOS CAMPOS
AUDITORIA OU ÁREAS AFINS DENTRO EXERCER MINHA PROFISSÃO. CAMILA SANTOS
SELECTRA XL E SELECTRA II DA MEDICINA DIAGNÓSTICA OU MARTHINHA_MMF@HOTMAIL.COM (12)884-41198
VENDO OS EQUIPAMENTS DESCRITOS MEDICINA TRANSFUSIONAL. SÃO GONÇALO/RIO DE JANEIRO
ACIMA EM PLENO FUNCIONAMENTO CRISTIANENERY2007@IBEST.COM.BR MARTHA MARIA BIOMÉDICO
E BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO. RIO DE JANEIRO (21) 2601-7067 LABORATÓRIO PROCURA BIOMÉDICO
QUALIDADE@BAFFI.COM.BR CRISTIANE OU FARMACÊUTICO-BIOQUÍMICO
PETROPOLIS- RJ (21) 9245604 PATOLOGISTA PARA ANGOLA COM EXPERIÊNCIA EM
DR. DOMINGOS BAFFI A ADECUA HCR, ESTÁ A RECRUTAR MICROBIOLOGIA. ENVIAR
2499657050 SELECTRA 2 PARA UM HOSPITAL EM ANGOLA CURRICULUM.
EQUIPAMENTO EM FUNCIONAMENTO ESPECIALISTA EN PATOLOGIA MARLENE@SAMUELPESSOA.COM.BR
TÉCNICA PATOLOGIA CLÍNICA E EM ÓTIMO ESTADO. CLINICA POR UM PERÍODO MÍNIMO CAMPINAS - SP
FORMADA HÁ 25 ANOS COM LARGA CHAVESLAB@HOTMAIL.COM DE 1 ANO E MÁXIMO DE 3 ANOS. (19)3242-7399
EXPERIÊNCIA EM URGÊNCIA RIO DE JANEIRO OFERECE-SE: REGIME CONTRATUAL:
HOPITALAR, PROCURA PLANTÕES CECIL MED P R E S TA Ç Ã O D E S E R V I Ç O S . HITACHI 911 - AUTOMATIC ANALYZER
EM ESCALA 12X36HS. CONTATO (11) (21) 2569-6259 R E M U N E R A Ç Ã O EQUIPAMENTO EM ÓTIMO ESTADO DE
8658-1646 COM CARLA ATRATIVA+VIAGEM+SEGURO+ALOJA CONSERVAÇÃO. PREÇO A COMBINAR.
CGR35@BOL.COM.BR COBAS MIRA PLUS CC MENTO LABCRAZ@TERRA.COM.BR
SANTO ANDRÉ - SP COBAS MIRA PLUS CC 10 X DE R$ INFO@ADECUAHCR.COM (11) 3399-3381
CARLA RODRIGUEZ 3.250,00 CELIA.FERNANDEZ@ADECUAHCR.COM
11 86581646 NOVA.HOSPITALAR@UOL.COM.BR ESPANHA TÉCNICO EM PATOLOGIA CLÍNICA
REGIÃO CAMPINAS A D E C U A H E A LT H C A R E COM EXPERIÊNCIA
EMPREGO DE TÉCNICO EM NOVA HOSPITALAR RECRUITMENT ENVIAR CURRÍCULO VIA E-MAIL:
PATOLOGIA (16) 3371-1071 +34-934361358 MEGALABADMIN@GLOBOMAIL.COM
MEU NOME É RITA DE CASSIA, RIO DE JANEIRO/ RECREIO DOS
FORMADA NA ÁREA DE TÉCNICO EM LABORATÓRIO RECURSOS HUMANOS BAND
PATOLOGIA SENDO MEU CURSO DE 1 COMPRO/NEGOCIO LABORATÓRIO, LABORATÓRIO DE VITÓRIA/ES COM PAULO MACHADO
ANO E MEIO. REALIZEI MEU ESTÁGIO PREFERENCIALMENTE GRANDE SP 150 COLABORADORES E EM PLENA (21) 2495-7571
DE DOIS MESES NO LABORATÓRIO O U C U R I T I B A . C O N TAT O : E X PA N S Ã O N E C E S S I T A D E
SÃO LUCAS EM VESPASIANO. VITORAVILLA@BOL.COM.BR ESTRUTURAR / PROFISSIONALIZAR A EQUIPAMENTOS
RITADEZ@GMAIL.COM VITOR SUA GESTÃO DE PESSOAS. SELECTRA II - REVISADO...35.000,00
VESPASIANO (17) 9777-1633 INTERESSADOS (EMPREGO OU C E L D I N S E M I
RITA DE CASSIA LIMA MARQUES PRESTAÇÃO DE SERVIÇO) ENTRAR AUTOMATIZADO...15.00,00 LEITORA
3136225331 CURSO ALTERNATIVO (ESTÁGIO P/ EM CONTATO COM ATRAVÉS DO E- DE FITA PARA TESTES AGUA -
AUX. DE LABORATÓRIO) MAIL NEANDER@TERRA.COM.BR MERCK... 1000,00 2 AUTOCLAVES
COBAS MIRA (MIRINHA) NECESSITAMOS CONVENIAR-SE COM NEANDER@TERRA.COM.BR VERTICAL 30 LITROS;...500,00 2
BIOQUÍMICA INTEIRAMENTE LABORATÓRIOS QUE POSSAM CEDER (27) 9982-6048 CENTRIFUGAS BIO ENG...1000,00
AUTOMATIZADA. APARELHO EM BOM ESTÁGIOS NÃO REMUNERADOS À HEMO.LAB@HOTMAIL.COM
E S TA D O D E C O N S E RVA Ç Ã O , NOSSOS ALUNOS, VALE SALIENTAR ANALISTA DE RECURSOS DE GLOSAS SALVADOR
RECENTEMENTE REVISADO. QUE SÃO EXCELENTES COLETORES OFEREÇO-ME PARA TRABALHAR EDUARDO
ENCONTRA-SE NA BANCADA COM NOÇÕES DE ÁREA TÉCNICA COMO FREELANCER/AUTÔNOMO NA (71) 9994-3678
TRABALHANDO. R$ 31.000,00 INTERNA PODENDO AJUDAR NA ÁREA DE ANÁLISE DE RECURSO DE
VOUMARD@VOUMARD.COM.BR ROTINA DIÁRIA. GLOSAS, PERÍODO MANHÃ OU BIOQUÍMICO
MONTES CLAROS CURSO.ALTERNATIVO@HOTMAIL.COM TA R D E . P R O F I S S I O N A L C O M EXPERIÊNCIA EM SUPERVISÃO E
(38) 3213-7300 FORTALEZA/CE EXPERIÊNCIA NA ÁREA DE AVA L I A Ç Ã O D A S A N Á L I S E S ,
CURSO ALTERNATIVO RECURSOS, AUDIT.DE CONTAS MÉD. PROCEDIMENTOS E LIBERAÇÃO DE
APARELHO GAMA C12 (85) 8662-9650 E TREINAMENTO DE EQUIPES DE LAUDOS TÉCNICOS. BIOQUÍMICO
VENDO APARELHO GAMA C12 EM FATURAMENTO E ATEND TISS. C O N F E R E N C I S TA . L A R G A
FUNCIONAMENTO, COMPLETO. FARMACÊUTICA - BIOQUÍMICA TREINANTE@GMAIL.COM EXPERIÊNCIA EM INTERPRETAÇÃO
ALMOXARIFADO@LABIMAGEM.COM. 2 8 A N O S , FA R M A C Ê U T I C A - SÃO PAULO - SP CLINICA. PREFERÊNCIA POR
BR BIOQUÍMICA GRADUADA PELA UFJF. RENATO PLANTÕES EM HOSPITAIS
LONDRINA E S P E C I A L I S TA E M A N Á L I S E S (11) 9874-2848 HEMO.LAB@HOTMAIL.COM
EVANDRO CLÍNICAS, PELA UFJF E RESIDÊNCIA LAURO DE FREITAS\\- BAHIA
(43) 3315-0534 EM ANÁLISES CLINICAS (HOSPITAL FARMACÊUTICO - BIOQUÍMICO EDUARDO
UNIVERSITÁRIO DA UFJF). TRABALHO EM LABORATÓRIO +/- 10 (71) 9953-7145
COBAS MIRA PLUS CC EXPERIÊNCIA EM TODOS OS SETORES ANOS E SENDO 6 COMO TÉCNICO E 4
COBAS MIRA PLUS CC -ÓTIMO TÉCNICOS DE UM LABORATÓRIO. ANOS COMO BIOQUÍMICO, TENHO DIRETOR TÉCNICO - MÉDICO
ESTADO E PROCEDÊNCIA R$ RAIANNYFURTADO@YAHOO.COM.BR PÓS EM ANÁLISES CLÍNICAS PELA PATOLOGISTA/ MG
32.800,00 VIÇOSA UFJF - MG, SOU GERENTE DE PROFISSIONAL GRADUADO EM
NOVA.HOSPITALAR@UOL.COM.BR RAIANNY SANTANA FURTADO QUALIDADE EM UM HOSPITAL E MEDICINA COM RESIDÊNCIA EM
INT SP (31) 8662-0080 PLANTONISTA EM OUTRO. ESTOU PATOLOGIA CLÍNICA OU MEDICINA
NOVA HOSPITALAR PROCURANDO UM EMPREGO NO RIO LABORATORIAL. EXPERIÊNCIA COMO
TÉCNICO ENFERMAGEM DE JANEIRO. M É D I C O PAT O L O G I S TA E M
ANALISADOR BIOQUÍMICO EXPRESS EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS E/OU HELDERBIO@HOTMAIL.COM LABORATÓRIO DE ANÁLISE CLÍNICA,
PLUS E S T Á G I O S L A B O R AT Ó R I O D E JUIZ DE FORA/ RIO DE JANEIRO IRÁ GERENCIAR PROFISSIONAIS
ANALISADOR BIOQUIMICO EXPRESS ENFERMAGEM DO CAP INTRODUÇÃO A HELDER BRAZ MAIA TÉCNICOS, LINHA DE PRODUÇÃO E
PLUS R$ 28.500,00 ENFERMAGEM: 40 HORAS HOSPITAL (32)91213471 QUALIDADE.
NOVA.HOSPITALAR@UOL.COM.BR ESTADUAL ADÃO PEREIRA NUNES CAMILABH@CATHOCONSULTORIA.C
INT SP CLÍNICA CIRÚRGICA: 120 HORAS A N A L I S TA D E Q U A L I D A D E E OM.BR
CLINICA MEDICA: 120 HORAS PRONTO PROCESSOS - HEALTHCARE BELO HORIZONTE / MG
LEITORA E LAVADORA PLACAS ELISA SOCORRO: 120 HORAS MATERNO BACHAREL BIOMÉDICO, COM CAMILA ROCHA
CONJUNTO DE LEITORA E LAVADORA INFANTIL: 100 HORAS CENTRO EXPERIÊNCIAS E QUALIFICAÇÕES (31)3296-8266
DE PLACAS ELISA MARCA RADIM MUNICIPAL DE DUQUE DE CAXIAS PARA ALINHAMENTO DE PROCESSOS
(SIRIO E DROP)- MUITO NOVAS E COM SAÚDE PUBLICA: 40 HORAS SUBJACENTES À ANVISA, BEM COMO
REVISÃO COMPROVADA PELO SANATÓRIO DE DUQUE DE CAXIAS CONTROLE E GARANTIA DE Classificados SBPC/ML
FABRICANTE VALOR DO CONJUNTO ENFERMAGEM NEUROPSIQUIÁTRICA: QUALIDADE TOTAL. ABERTO PARA
R$ 13.900,00 - 60 HORAS • PARTICIPAÇÃO EM OPORTUNIDADES, CONTATOS E
Aqui você vende e compra
NOVA.HOSPITALAR@UOL.COM.BR PA L E S T R A S E / O U E V E N TO S TROCA DE MATERIAIS. OBRIGADO.
produtos e serviços, oferece e
CAMPANHA PÓLIO – 30 HORAS PERES.BM@GMAIL.COM
FARMACÊUTICO-BIOQUÍMICO ÁREA CRISTINA_SANTOS34@HOTMAIL.COM RAMON
procura empregos e estágios.
DIAGNÓSTICO DUQUE DE CAXIAS RJ (11) 9339-9803
TRABALHO NA ÁREA DE MARCIA É fáci! É grátis!
DIAGNÓSTICO HÁ 14 ANOS, (21) 3650-8763 ESTÁGIO EM BIOMEDICINA
VALENDO SALIENTAR QUE TANTO NA PROCURO ESTÁGIO EM Para anunciar ou consultar os
ÁREA DE SERVIÇO COMO VENDA DE VENDO SEMI-AUTOMAÇÃO BIO2000 LABORATÓRIO CLÍNICO. ESTOU NO Classificados SBPC/ML:
PRODUTOS, GERENCIEI EMPRESAS V E N D O E Q U I PA M E N TO PA R A 3º ANO (5º SEMESTRE) DE www.sbpc.org.br/classificados