Você está na página 1de 1190

VQV89VS Vfl

Digitized by Google Original from


HARVARD UNIVERSITY
• Original from
Digitized by ' O
HARVARD UNIVERSITY
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
Digitized by Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
f o rt e s *-
' A i frrt ?

BÍ B LI A s a g r a d a ,
CONTENDO

0 V E L H O E 0 N O V O T E S T A M E N T O,

T R A D U ZI D A E M P O R T U G U E Z

PELO PADRE

J O A O F E R R E 1 R A A. D ’A L M EI D A,

MI NI S T R O P RE G A D O R D O S A N CT O E V A N GEL H O K M B A T A Vt A.

N O V A Y O R K:

S O CI E D A D E A M E RI C A N A D A B Í B L I A,

1 8 5 0.

Go gl e Ori gi n al fr o m
H A R V A R D U NI V E R SI T Y
INDEX
Capit Capn
O primeiro livro de Moyses chamado Ge* O livro de Job........................... .. ..................... 42
nesi*................................................ ................ 60 O livro dos Psalmos........................... ........ 150
O segundo livro de Moyses chamado Êxo- Provérbios, ou Sentenças de Baiamao....... 31
do................... —.................................... 4) Livro do Eeclesiastes, ou Pregador-......... - 13
O terceiro livro de Moyses chamado Le- Cantares de Salamao............. ....................... 8
vitteo.......................................................... 27 A Prophecia de Esaias —... .................. ..... 66
O quarto livro de Moyses chamado doa A Prophecia de Jeremias............................. 53
Numeros.............. —........ 86 As Lamentacoens de Jeremias . . 5
O quinto Itvro de Moyses chamado Deute- A Prophecia de Ezeehiel...^.... .................. 48
rooomio.............................. 34 A Prophecia de Daniel__.................... 13
O livro de Josue............................ 24 A Prophecia de Hoseas..... ................. ........ 14
O livro doa Juizes..........—................— 21 A Prophecia dejoel.............. _................... .. 8
O livro de Rutb.................... ............................ 4 A Prophecia de Amos....... .. .. 1M , 9
O primeiro livro de Bamuel.......................... 31 A Prophecia de Obadias.................. ........... 1
O segundo livro de Samuel................. 24 A Prophecia de Jonas-............... . ................. 4
O primeiro livro doa Reya............................... 23 A Prophecia de Micheas..... ............ ............ 7
O segundo livro dos Reys.......... ................... 25 A Prophecia de Nahum..................... ...... 3
O primeiro livro das Chronicas.................... — 29 A Prophecia do Ilabacuo........................ 3
O segundo livro du Chronicas..................... 36 1 A Prophecia de Zephamos__ ___ 3
O livro de Eira...........................-.................... 10 A Prophecia de Haggeo............. . ........... 3
O livro de Nehemias............. —............. 13 A Prophecia de Zaeharias......................... 14
O livro de Esther.............................................. 10 A Prophecia de Mulachias....................... .. 4

Digitized by Go gle Original from


HARVARD UNiVERSITY
0 PRIMEIRO LIVRO DE MOYSES
CHAMADO

GENESIS.
13 E foi a tarde, e a manhã, o dia
CAPITULO I.
terceiro.

N
O principio criou Deos o ceo e a 14 E Deos disse: Haja luminárias
terra. no firmamento do ceo, para fazer
2 E a terra estava vasta e vasia, e separação entre o dia, e entre a noi-
havia trevas sobre a face do abismo : te; e sejão por signaes, e por tem-
e o Espirito de Deos se movia sobre a pos determinados, e por dias, e por
face das aguas. annos.
3 E disse Deos: Haja luz: e houve luz. 15 E sejão por luminárias no firma-
4 E vio Deos que a luz era boa: e mento do ceo, para alumiar a terra: e
fez Deos separação entre a luz, e en- foi assim.
tre as trevas. 16 E fez Deos as duas luminárias
5 E Deos chamou a luz dia, e as tre- grandes: a luminaria grande, para se-
vas chamou noite: e foi a tarde e a nhorear no dia, e a luminaria peque-
manhã, o dia primeiro. na, para senhorear na noite; e as es-
6 E disse Deos: Haja hum firma- treitas.
mento no meio das aguas, e faça sepa- 17 E Deos as pós no firmamento do
ração entre aguas e aguas. ceo, para alumiar a terra.
7 E fez Deos hum firmamento, e 18 E para senhorear no dia e na
fez separação entre as aguas, que es- noite, e para fazer separação entre a
tavão debaixo do firmamento, e en- luz e entre as trevas: e Deos vio que
tre as aguas que estavão sobre o firma- era bom.
mento: e foi assim. 19 E foi a tarde, e a manhã, o dia
8 E Deos chamou o firmamento, quatro.
ceo: e foi a tarde e a manhã, o dia 20 E Deos disse: Produzão as agu-
segundo. as abundantemente reptil de alma vi-
9 E disse Deos: Ajuntem-se as agu- vente : e voem as aves sobre a face
as debaixo do ceo em hum lugar, e do firmamento do ceo.
apareça a seca : e foi assim. 21E Deos criou as grandes baleas,
10 E chamou Deos a seca, terra, e e todo reptil de alma viva, que as agu-
o ajuntamento das aguas chamou, ma- as abundantemente produzirão segun-
res : e Deos vio, que era bom. do suas especies; e toda ave de asas
11 E Deos disse : A terra produza segundo sua especie : e vio Deos que
herva verde, herva que dê semente, era bom.
arvores fructuosas, que dem fruto se- 22 E Deos as abençoou, dizendo i
gundo sua especie, cuja semente este- fructificai e multiplicai-vos, e enchei
ja nellas sobre a terra : e foi assim. as aguas nos mares; e as aves se mul-
12 E aterra produzio herva verde, tipliquem na terra.
herva que dá semente conforme a sua 23 E foi a tarde, e a manhã, o dia
especie, e arvores fructiferas, cuja se- quinto.
mente nellas está conforme a sua es- 24 E Deos disse: produza a terra
pecie : e Deos vio, que era bom. alma vivente segundo sua especie,
Go gle Originai from
HARVARD UNIVERSITY
4 GENESIS, II.

gado e reptis, e bestas feras da terra feito chover sobre a terra, e não havia
segundo suas especies: e foi assim. homem para lavrar a terra.
25 E fez Deos as bestas feras da ter- 6 Porem hum vapor subia da terra,
ra segundo suas especies, e o gado se- e regava toda a face da terra.
gundo sua especie, e todo reptil da 7 E formàra Jehov ah Deos ao ho-
terra segundo sua especie: e vio De- mem do pó da terra, e soprara em se-
os, que era bom. us narizes o folego da vida; e foi feito
26 E Deos disse : Façamos o homem o homem em alma vivente.
à nossa imagem, conforme a nossa se- 8 E Jeho vah Deos plantàra huma
melhança, e senhoree sobre os peixes horta em Eden á banda do Oriente; e
do mar, e sobre as aves do ceo, e sobre pôs ali ao homem, que formàra.
o gado, e sobre toda a terra, e sobre 9 E Jehov ah Deos fez brotar da ter-
todo reptil, que se move sobre a terra. ra varias arvores desejáveis â vista, e
27 E Deos criou o homem á sua ima- boas para comida: e a arvore da vida
gem, á imagem de Deos o criou : Ma- no meio da horta, e a arvore da scien
cho e Femea os criou. cia do bem e do mal.
28 E Deos os abençoou, e Deos dis- 10 E sahia hum rio de Eden para
se-lhes : fructificai e multiplicai-vos e regar a horta; e d’ali se repartia em
enchei a terra, sugeitando-a; e senho- quatro cabeças.
reai sobre os peixes do mar, e sobre 11 O nome do primeiro he Pison:
as aves do ceo, e sobre todo animal Este rodea toda a terra de Havila, on-
que se move sobre a terra. de ha ouro.
29 E disse Deos: Eis aqui, vos te- 12 E o ouro desta terrahe bom; ali
nho dado toda herva que dá semente, ha Bdellion, e a pedra Schoham.
que está sobre a face de toda a terra; 13 E o nome do segundo rio he Gi-
e toda arvore em que ha fruto que hon: este rodea toda a terra Cusch.
dá semente, será-vos para comida. 14 E o nome do terceiro rio he Hid-
30 E a todo animal da terra, e a to- dekel. que vai para a banda do Ori-
da ave do ceo, e a todo reptil da ter- ente de Assyria: e o quarto rio he Eu-
ra, em que ha alma vivente, toda ver- phrates.
dura de nerva, para comida será: e foi 15E tomou Jehov ah Deos ao ho-
assim. mem, e o pôs na horta de Eden, para
31 E vio Deos tudo o que fez, e eis a lavrar e a guardar.
que era muito bom: e foi a tarde, e a 16E mandou Jeho vah Deos ao ho-
manhã, o dia seisto. mem, dizendo: De toda arvore da hor-
ta comendo comerás.
17 Porém da arvore da sciencia do
CAPITULO II.
bem e do mal, delia não comerás:

E
FORAO acabados os ceos e a ter- porque no dia em que d’ella comeres
ra, e todo seu exercito. de morte morrerás.
2 E havendo Deos acabado no séti- 18 E Jeho vah Deos disse : Não he
mo dia sua obra, que tinha feito, re- bem, que o homem esteja só; far-lhe-
pousou ao sétimo dia de toda sua obra, hei numa adjutora que esteja como di-
que havia concluído. ante delle.
3 E bemdisse Deos ao dia sétimo, e 19 Havendo pois Jehov ah Deos for-
o sanctificou, porque nelle repousou mado da terra todo animal do campo,
de toda sua obra, que Deos criàra para e toda ave do ceo, os trouxe a Adam,
fazer. para ver como lhes chamaria; e que
4 Estas são as origens do ceo e da como Adam a toda alma vivente cha-
terra, quando forão criados; no dia em masse, isso seria seu nome.
queJehovah Deos fez a terra e o ceo. 20 E pôs Adam os nomes a todo ga-
5 E toda planta do campo, que ainda do, e ás aves do ceo, e a todo animal
não estava na terra, e toda nerva do do campo: mas para o homem nâo
campo, que ainda não brotava; por- se achava adjutor que estivesse como
que Jehov ah Deos ainda não tinha diante delle.
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, m. 6

21 Enfio Jehov ah Deos fez cair 10 E elle disse: Ouvi tua voz na
hum sono pesado sobre Adam, e ador- horta? e temi, porque estou núo, e es-
meceo ; e tomou huma de suas coste- condi-me.
las, e cerrou carne em seu lugar. 11 E disse: Quem te ensinou, que es-
22 E Jehov ah Deos edificou a cos- tavas nuo ’ Tens comido da arvore, de
tela, que tomou de Adam, em mulher; que te mandei?que nãe comesses delia?
e trouxe a a Adam. 12 Então disse Adam: A mulher
23 E disae Adam: esta agora he os- que me déste, ella me deu da arvore,
so de meus ossos, e carne de minha e comi.
ame: Esta será chamada varoa, por- 13 E disse Jehov ah Deos á mulher:
que do varáo foi tomada. porque isto fizeste ? E disse a mulher:
24 Por tanto deixará o varáo a seu A semente me enganou, e comi.
pai e a sua mai, e apegar-se-ha a sua 14 E Jehov ah Deos disse á serpen-
mulher, e serão em huma carne. te : Porquanto fizeste isto, maldita se-
25 E ambos estavâo nuos, Adam e rás mais que toda besta, e mais que
sua mulher; e não se envergonhavão. todos os animaes do campo: sobre
teu ventre andarás, e pó comerás to-
dos os dias de tua vida.
CAPITULO III.
15 E porei inimizade entre ti e en-

O
RA a serpente era mais astuta que tre a mulher, e entre tua semente e en-
todos os animaes do campo, que tre sua semente: Esta te ferirá a ca-
Jeh ov ah Deos tinha feito: e esta disse
beça, e tu lhe ferirás os calcanhares.
á mulher: He também assim que De- 16 E á mulher disse: Multiplican-
os disse: nâo comereis de toda arvore do multiplicarei tua dor, e tua prenhi-
desta horta 1 dâo; com dor parirás filhos, e a teu
2 E a mulher disse á serpente: Do marido será teu desejo, e elle se en-
fruto de toda arvore desta horta come- senhoreará de ti.
remos. 17 E a Adam disse: Porquanto deste
3 Mas do fruto da arvore, que está no ouvidos á voz de tua mulher, e co-
meio da horta, disse Deos: nâo come- meste da arvore, de que te mandoi,
reis delle, nem tocareis nelle, para que dizendo: Náocomerás delia: malditi,
náo morrais. seja a terra por amor de ti; com dor
4 Então a serpente disse á mulher: comerás delia todos os dias de tua vida.
de morte nâo morrereis. 18 Espinhos e cardos te produzirá, e
5 Porque Deos sabe, que no dia em comerás a herva do campo.
que comerdes delle, se abrirão vossos 19 No suor de teu rosto comerás teu
olhos, e sereis como Deos, sabendo-o pão, até que te tomes á terra, porque
bem e o mal. aella tomado foste; porquanto pó es,
6 E vio a mulher que aquella arvore e em pó te tomarás.
era boa para comer, e hum prazer aos 20 E chamou Adam o nome de sua
olhos, e arvore desejável para dar en- mulher, Eva; porquanto ella era mai
tendimento ; pelo que tomou de seu de todos os viventes.
fruto, e comeo; e deu também a seu 21 E fez Jeho vah Deos a Adam e a
marido, e comeo com ella. sua mulher vestidos de peles, e vestio-
7 E assim foráo abertos os olhosdel- os.
les ambos, e conhecerão que estavâo 22 Então disse Jehov ah Deos: Eis-
nuos, e coserão folhas de figueira, e que o homem he como hum de Nós,
fizerão para si avantaes. sabendo o bem e o mal: Ora pois pa-
8 E ouvirão a voz de Jeh ov ah Deos, ra que não estenda sua mão, e tome
que passeava na horta ao ar do dia: E também da arvore da vida, e coma, e
escondeo-se Adam e sua mulher de viva eternamente:
diante da face de Jehov ah Deos, no 23 Jeh ov ah Deos o mandou fora da
meio das arvores da horta. horta de Eden, para lavrar a terra, de
9 E chamou Jeho vah Deos a Adam, que fôra tomado.
e disse-lhe: Onde estás tu 1 24 E havendo lançado fora ao ho-
Go gle ' Original fcom
HARVARD UNIVERSITY ,fIor
6 G É N E SI S, I V.
m e m, p ôs C h e r u bi ns a o O ri e nt e d a r a, e s e r á, q u e t o d o a q u ell e q u e m e
h o rt a d e E d e n, e a c h a m a d a es p a d a a c h a r, m e m at a r á.
q u e a n d a v a a o r e d o r, p a r a g u a r d a r o 1 5 P o r e m J e h o v a h l h e diss e : P o r -
c a mi n h o d a a r v o r e d a vi d a. t a nt o q u al q u e r q u e m at a r a C ai n, s et e
v e z es s e r á c asti g a d o : e p ôs J e h o v a h
h u m si n al e m C ai n, p a r a q u e n ã o o
C A PI T U L O I V. f e riss e q u al q u e r q u e o a c h ass e.

E
C O N H E C E O A da m a Eva s ua 1 6 E s a hi o C ai n d e di a nt e d a f a c e d e
m ul h e r ; e ell a c o n c e b e o e p a ri o J e h o v a h : e h a bit o u n a t e r r a d e N o d,
a C ai n, e di s s e : Al c a n ç ei a o V a r ã o d e d a b a n d a d o O ri e nt e d e E d e n.
J ehov ah . 1 7 E c o n h e c e o C ai n a s u a m ul h e r, e
2 E p a ri o m ais a s u a i r m ã o A b el : c o n c e b e o, e p a ri o a H a n o c h : e e difi c o u
e A b el f oi p ast o r d e o v el h as, e C ai n h u m a ci d a d e, e c h a m o u o n o m e d a ci -
f oi l a v r a d o r d a t e r r a. d a d e d o n o m e d e s e u fil h o H a n o c h.
3 E a c o nt e c e o á c a b o d e di as, q u e 1 8 E a H a n o c h n as c e o Hi r a d, e Hi r a d
C ai n t r o u x e d o f r ut o d a t e r r a h u m a g e r o u a M e c h uj a el, e M e c h uj a el g e r o u
off e rt a a J e h o v a h . a M et h us a el, e M et h us a el g e r o u a L a-
4 E A b el t a m b é m t r o u x e d os p ri - m e c h.
m o g é nit os d e s u as o v el h as, e d e s u a 1 9 E t o m o u L a m e c h p a r a si d u as
g o r d u r a: e att e nt o u J e h o v a h p a r a m ul h e r es: o n o m e d a h u m a e r a A d a,
A b el e p a r a s u a off e rt a. e o n o m e d a o ut r a Zill a.
5 M as p a r a C ai n e p a r a s u a off e rt a 2 0 E p a ri o A d a a J a b al : Est e f oi o
n ã o att e nt o u. E ass a n h o us e C ai n e m p ai d os q u e h a bit a v ã o e m t e n d as, e
g r a n d e m a n ei r a, assi m q u e c a hi r ã o- ti ni d o g a d os.
I h e s u as f a c es. 2 1 E o n o m e d e s e u i r m ã o e r a J u-
6 E J e h o v a h diss e a C ai n: p o r q u e b al : Est e f oi o p ai d e t o d os os q u e
t e ass a n h ast e ? e p o r q u e t e c a hi r ã o t u- t r at â o h a r p a e o r g â o.
as f a c es. 2 2 E Zill a t a m b é m p a ri o a T u b al-
7 N ã o h a v e r á e x alt a ç ã o, s e b e m fi z e- c ai n, h u m m est r e d e t o d a o b r a d e m e -
r es 1 e s e n ã o fi z e r es b e m, o p e c c a d o t al, e d e f e r r o : e a i r m ã a d e T u b al-
est á d eit a n d o á p o rt a, c uj o d es ej o h e c ai n f oi N a a m a.
p a r a ti, e d ell e t e e ns e n h o r e a r âs. 2 3 E diss e L a m e c h á s u as m ul h e r es
8 E f all o u C ai n c o m s e u i r m ã o A b el : A d a e Zill a : O u vi mi n h a v o z ; v ó s
e a c o nt e c e o, q u e est a n d o ell es n o m ul h e r es d e L a m e c h es c ut ai m e u di -
c a m p o, s e l e v a nt o u C ai n c o nt r a s e u t o : Q u e h u m v a r ã o t e n h o m at a d o p o r
i r m ã o A b el, e m at o u- o. mi n h a f e ri d a, e h u m m a n c e b o p o r
9 E diss e J e h o v a h a C ai n: o n d e m e u v e r g ã o.
est á A b el t e u i r m ã o 1 e ell e di s s e : 2 4 P o r q u e s et e v e z es C ai n s e r á vi n -
N ã o s ei: s o u e u g u a r d a d o r d e m e u g a d o ; m as L a m e c h s et e nt a v e z es s et e.
ir m ã o ? 2 5 E t or n o u A d a m a c o n hecer a s u a
1 0 E dis s e D e o s : Q u e fi z est e ? a v o z m ul h e r, e p a ri o h u m fil h o, e c h a m o u
d o s a n g u e d e t e u i r m ã o cl a m a a mi m s e u n o m e S et h ; p o r q u e diss e : D e os
d a t e r r a. m e d e u o ut r a s e m e nt e p o r A b el ; p o r -
1 1 E a g o r a, m al dit o s ej as t u d a t e r r a, q u a nt o C ai n o m at o u.
q u e a b ri o s u a b o c a, p a r a r e c e b e r o 2 6 E a S et h m es m o t a m b é m n as c e o
s a n g u e d e t e u i r m ã o d e t u a m ã o. h u m fil h o, e c h a m o u s e u n o m e E n os:
1 2 Q u a n d o l a v r a r es a t e r r a, n ã o t e E nt á o s e c o m e ç o u a i n v o c a r o n o m e
d a r á m ais s u a f o r ç a: v a g a b u n d o e d e J e h o v a h .
f o r ast ei r o s e r ás n a t e r r a.
1 3 E nt á o diss e C ai n a J e h o v a h : M a -
i o r h e mi n h a m al d a d e, q u e s e p e r - C A PI T U L O V.

E
d o e. S T E h e o li v r o d as d es c e n d e n ci as
1 4 Eis q u e h oj e m e l a n ç as d a f a c e d e A d a m : n o di a e m q u e D e os
d a t e r r a, e d e t u a f a c e m e es c o n d e r ei ; c ri o u a o h o m e m, á s e m el h a n ç a d e
e s e r ei v a g a b u n d o, e f o r ast ei r o m uj e r- D e os O f e z. Ori gi n al fr o m
H A R V A R D U NI V E R SI T Y
GENESIS, VI. 7
2 Macho e Femea os criou, e aben- 23E forão todos os dias de Henoch
çoou-os, e chamou seu nome Homem, trezentos e sessenta e cinco annos.
no dia em que forão criados. 24 E andou Henoch com Deos, e não
3 E viveo Adam cento e trinta ân- estava mais; porquanto Deos o le-
uos, e gerou hum filho ã sua seme- vou.
lhança, conforme a sua imagem, e cha- 25 E viveo Methusalah cento e oi-
mou sua nome Seth. tenta e sete annos, e gerou a Lamech.
4 E forão os dias de Adam, depois 26 E viveo Methusalah, depois que
qne gerou a Seth, oito centos annos; gerou a Lamech, sete centos e oiten-
e gerou filhos e filhas. ta e dous annos, e gerou filhos e
5 E forão todos os dias que Adam filhas.
viveo, nove centos e trinta annos; e 27E forão todos os dias de Methu-
morreo. salah, nove centos e sessenta e nove
6 E viveo Seth cento e cinco annos, annos; e morreo.
e gerou a Enos. 28 E viveo Lamech cento e oitenta e
7 E viveo Seth depois que gerou a dous annos, e gerou hum filho.
Enos, oito centos e sete annos; e ge- 29 E chamou seu nome Noah, di-
rou filhos e filhas. zendo : Este nos consolará ácerca de
8 E forão todos os dias de Seth, nove nossas obras, e do trabalho de nossas
centos e doze annos; e morreo. mãos, por amor da terra, que Jeho -
9 E viveo Enos noventa annos, e ge- vah amaldiçoou.
rou a Kenan. 30 E viveo Lamech, depois que ge-
10 E viveo Enos, depois que gerou rou a Noah, quinhentos e noventa e
a Kenan, oito centos e quinze annos; cinco annos; e gerou filhos e filhas.
e gerou filhos e filhas. 31 E forão todos os dias de Lamech
11 E forão todos os dias de Enos no- sete centos e setenta a sete annos; e
ve centos e cinco annos; e morreo. morreo.
12 E viveo Kenan setenta annos, e 32 E era Noah de idade de quinhen-
gerou a Mahalaleél. tos annos; e gerou Noah a Sem, Cham,
13 E viveo Kenan depois que gerou e Japhet.
a Mahalaleél, oito centos e quarenta
annos, e gerou filhos e filhas.
14 É forão todos os dias de Kenan CAPITULO VI.

E
nove centos e dez annos, e morreo. ACONTECEO, que como os ho-
15 E viveo Mahalaleél sessenta e cin- mens se começarão a multipli-
co annos; e gerou a Jared. car sobre a terra, e lhes nascerão
16 E viveo Mahalaleél, depois que filhas:
gerou a Jared, oito centos e trinta an- 2 Virão os filhos de Deos, que as
nos: e gerou filhos e filhas. filhas dos homenserão fermosas, e to-
17E forão todos os dias de Mahala- marão para si mulheres de todas as
leêl oito centos e noventa c cinco an- que escolherão.
nos; e morreo. 3 Então disse Jehov ah : Não con-
18 E viveo Jared cento e sessenta e tenderá meu Espirito etemamente
dous annos, e gerou a Henoch. com o homem, porque elle he carne;
19 E viveo Jared depois que gerou porem seus dias serão cento e vinte
a Henoch, oito centos annos: e gerou annos.
filhas e filhas 4 Havia naquelles dias gigantes na
29 E forão todos os dias de Jared terra, e também depois, quando os
nove centos e sessenta e dous annos, filhos de Deos entrarão ás filhas dos
e morreo. homens, e delias gerarão filhos: Estes
21 E viveo Henoch sessenta e cinco são os valentes que desda antiguidade
annos, e gerou a Methusalah. forão varões de fama.
22 É andou Henoch com Deos, de- 5 E vio Jeho vah , que a maldade do
pois que gerou a Methusalah, trezen- homem se multiplicara sobre a terra,
tos annos; e genm-filhos e filhas. e que todo o fingimento doe pensa-
HARVARD UNIVERSITY
8 GENESIS, VII.

mentos de seu coração somente era 20 Das aves segundo sua especie, e
mao em todo tempo. das bestas segundo sua especie, de
6 Então se arrependeo Jeh ov ah de todo reptil da terra segundo sua espe-
haver feito ao homem sobre a terra, e cie : dousde cada hum virão a ti, para
pesoulhe em seu coração. os conservar em vida.
7 E disse Jeho va h : Destruirei ao 21 E tu toma para ti de toda comida
homem que tenho criado, de sobre a que se come, e a ti a junta, para que
face da terra, desdo homem até o ani- seja por mantimento para ti, e para
mal, até o reptil, e até a ave do ceo ■ elles.
porque me arrependo de os haver feito. 22 E fez Noah assim conforme a tu-
8 Porem Noah achou graça nos olhos do o que Deos lhe mandou, assim fez.
de Jeh ov ah .
9 Estas são as gerações de Noah:
CAPITULO VII.
Noah era varão justo e recto em suas

D
gerações: Noah andava com Deos. EPOIS disse Jehov ah a Noah: En-
10 E gerou Noah tres filhos, a Sem, tra tu e toda tua casa na arca :
Cham, e Japhet. porque te hei visto justo diante de mi-
11 Porem a terra estava corrompida nha face nesta geração.
diante da face de Deos: e encheo se 2 De todo animal limpo tomarás, pa-
a terra de violência. ra ti de sete em sete, macho e sua fe-
12 E vio Deos a terra, e eis que es- mea : mas de animaes que não são
tava corrompida; porque toda carne limpos, dous, macho e sua femea.
havia corrompido seu caminho sobre 3 Também das aves do ceo de sete
a terra. em sete, macho e femea, para guardar
13 Então disse Deos a Noah: o fim em vida a semente sobre a face da
de toda carne he vindo diante de mi- toda a terra.
nha face, por que a terra está cheia 4 Porque passados ainda sete dias,
de violência por elles: e eis que os farei chover sobre a terra quarenta di-
desfarei com a terra. as e quarenta noites; e desfarei toda
14 Faze para ti huma arca de ma- sustancia, que fiz de sobre a face da
deira de Gopher : com apartamentos terra.
farás a arca, e a betumarás por den- 5 E fez Noah conforme a tudo o que
tro e por fora com betume. Jehov ah lhe mandara.
15 É desta maneira a farás: De tre- 6 E era Noah de idade de seiscentos
zentos covados a compridâo da arca, annos, quando o diluvio das aguas veio
e de cincoenta covados sua largura, e sobre a terra.
de trinta covados sua altura. 7 E entrou Noah, e seus filhos, e sua
16 Huma janella farás na arca, e mulher, e as mulheres de seus filhos
hum covado da banda de riba a aca- com elle na arca, por via das aguas do
barás, e a porta da arca porás a sua diluvio.
ilharga; e farás-lhe sobrados baixos, 8 Dos animaes limpos e dos animaes
segundos, e terceiros. que não erão limpos, e das aves, e de
17 Porque eu, eis que trago hum todo o reptil sobre a terra.
diluvio de aguas sobre a terra, para 9 Entrarão de dous em dous a Noah
desfazer toda carne, em que ha espi- na arca, macho e femea, como Deos
rito de vida debaixo do ceo: tudo o mandara a Noah.
que hover na terra espirará. 10 E aconteceo que as aguas do di-
18 Porem comtigo estabelecerei meu luvio ao sétimo dia vierão sobre a terra.
concerto; e entrarás na arca, tu, e teus 11 No anno de seis centos da vida
filhos, e tua mulher, e as mulheres de de Noah, no mes segundo, aos dez e
teus filhos comtigo. sete dias do mes, naquelle mesmo dia
19 E de tudo o que vive, de toda se romperão todas as fontes do grande
acame, dousde cada hum, meterás na abismo, e as janellas do ceo se abrirão.
arca, para comtigo em vida os conser- 12 E houve chuva sobre a terra, qua-
var : macho e femea serão. renta dias e quarenta noites.
C1O glíí OriÇmai
HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, VIII. 9

13 E no mesmo dia entrou Noah, passar hum vento sobre a terra, e qui-
e Sem, e Chain, e Japhet, os filhos etarào-se as aguas.
de Noah, como também a mulher de 2 Cerrarào-se também as fontes do
Noah, e as tres mulheres de seus filhos abismo, e as janellas do ceo, e a chu-
com elle na arca. va do ceo deteve-se.
14 Elles, e todo animal segundo sua 3 E tornarão-se as aguas de sobre a
especie,e toda rezde gado segundo sua terra, indo e tomando; e as aguas
especie, e todo reptil que anda de pei-desfalecerão a cabo de cento e cinco-
tos sobre a terra, segundo sua espe- enta dias.
cie, e toda ave segundo sua especie, 4 E repousou a arca no sétimo mez,
todo passaro de toda sòrte de azas. aos dez e sete dias do mez, sobre os
15 E de toda carne, em que havia montes de Ararat.
espirito de vida, entrarão de dous em 5 E forâo as aguas indo e mingoan-
dous a Noah na arca. do até o mezdecimo: no decimomez,
16 E os que vinháo, macho e femea ao primeiro dia do mez aparecerão os
de toda carne vinháo, como Deos lhe cumes dos montes.
tinha mandado: e Jeh ov ah cerrou a 6 E aconteceo que á cabo de quaren-
tras delie. ta dias, a brio Noah a janella da arca,
17 E estava o diluvio quarenta dias que feito tinha.
sobre a terra, e multiplicaráo-se as 7 E enviou fora ao corvo, o qual sa-
agoas, e levantarão a arca, de manei- hio sahindo e tornando, até que as
ra que se levantou sobre a terra. aguas se secarão de sobre a terra.
18 £ prevalecerão as aguas, e se 8 Depois enviou de si fora a pomba,
multiplicarão grandemente sobre a ter- para ver, se as aguas se haviâo alevia-
ra ; e endava a arca sobre as aguas. do de soore a terra.
19 E as aguas prevalecerão grandis- 9 Porém não achou a pomba repouso
simamente sobre a terra: de maneira para a planta de seu pé : e tornou-se
que todas as mais altas montanhas, a elle â arca; porque as aguas ainda
que debaixo de todo o ceo havia, forão estavão sobre a face de toda a terra;
cubertas. e estendeo sua mão, e tomou-a, e me-
20 Quinze covados a riba prevalece- teo-a comsigo na arca.
rão as aguas; e os montes forâo cu- 10 E esperou ainda outros sete dias, e
bertos. tomou a enviar a pomba fora da arca.
21 E espirou toda carne que se mo- 11 E a pomba tornou a elle á hora
via sobre a terra, de ave, e de rezes, da tarde, e eis huma folha de olivei-
e de bestas feras, e de todo reptil quera tomada em seu bico; e entendeo
andava de peitos sobre a terra, e todoNoah, que as aguas se haviâo alevia-
homem. do de sobre a terra.
21 Tudo o que tinha folego de espi- 12 Então esperou ainda outros sete
rito da vida em seus narizes, tudo o dias; e enviou fora a pomba; porém
que havia na seca, morreo. não tomou mais a elle.
23 Assim foi desfeita toda sustancia, 13 E aconteceo, que no anno de seis
que havia sobre a face da terra, desdocentos e hum, no mez primeiro, ao pri-
homem até o animal, até o reptil, e meiro dia do mez, se secarão as aguas
até a ave do ceo, e forâo desfeitos dade sobre a terra : Então tirou Noah a
terra: e ficou somente Noah, e o que cuberta da arca, e olhou, e eis que a
com elle na arca estava. face da terra estava enxuta.
24 E prevalecerão as aguas sobre a 14 E no mez segundo, aos vinte e
terra cento e cincoenta dias. sete dias do mez, se secou a terra.
15 Então fallouDeosa Noah, dizendo.
16 Sai da arca, tu e tua mulher, e
CAPITULO vm. teus filhos, e as mulheres de teus

E
LEMBROU-SE Deos de Noah, e filhos com tigo.
de todo animal, e de toda rez que 17 Todo animal que está comtigo,
oom elle estava ça ^rc^Deos fezde toda came, de ave, e de rez, e de
HARVARD UNIVERSITY
10 GENESIS, IX.

todo reptil que anda de peitos sobre a 8 Fallou mais Deos a Noah, e a seua
terra, tira com tigo: e povoem abun- filhos com elle, dizendo :
dantemente a terra, e fructifiquem e 9 Porém eu, eis que estabeleço meu
multipliquem sobre a terra. concerto com vôsoutros, e com vossa
18 Então sabio Noah e seus filhos, semente depois de vós.
e sua mulher, e as mulheres de seus 10 E com toda alma vivente, que
filhos com elle. com vosco está, de aves, de rezes, e de
19 Todo animal, todo reptil, e toda todo animal da terra com vosco: des
ave, tudo o que se move sobre a terra, de todos que sairão da arca, até todo
segundo seus generos, sairão da arca. animal da terra.
20 E edificou Noah a Jeho vah hum 11 E eu com vosco estabeleço meu
altar; e tomou de todo animal limpo, concerto, que não será destruída mais
e de toda ave limpa, e offereceo holo- toda came pelas agoas do diluvio: e
caustos sobre o altar. que não haverá mais diluvio, para ar-
21 E cheirou Jeh ov ah aquelle sua- ruinar a terra.
ve cheiro, e disse Jeh ov ah em seu co- 12 Edisse Deos: Este he osignaldo
ração: Não tomarei mais a amaldi- concerto que ponho entre mim e entre
çoar a terra por causado homem, por- vôsoutros, e entre toda alma vivente,
quanto o fingimento do coração do que está com vôsoutros, em gerações
homem he mão desde sua meninice : do século.
e não tornarei mais a ferir todo o vi- 13 Meu arco tenho posto na nuvem:
vente, como tenho feito. este será por signal do concerto entre
22 Por diante todos os dias da terra, mim, e entre a terra.
sementeira, e sega, e frio, e calma, e 14 E acontecerá, que quando eu
verão, e inverno, e dia, e noite, não trouxer nuvens sobre a terra, apare-
cessarão. cerá este arco nas nuvens.
15 Então me lembrarei de meu con-
certo, que está entre mim e entre vós-
CAPITULO IX. outros, e entre toda alma vivente de

E
ABENÇOOU Deos a Noah e a se- toda carne : e não serão mais as aguas
us filhos, edisse-lhes: Fructificai por diluvio, para destruir toda carne.
e multiplicai, e enchei a terra. 16 E quando estará este arco nas
2 E seja vosso temor e vosso pavor nuvens, eu o verei, para me lembrar
sobre todo animal da terra, e sobre to- do concerto eterno entre Deos, e entre
da ave do ceo: Tudo que sobre a ter- toda alma vivente de toda came, que
ra se move, e todos os peixes do mar, esta sobre a terra.
em vossa mão são entregues. 17 E disse Deos a Noah: Este he o
3 Tudo quanto se move, que he vi- signal do concerto, que tenho esta-
vente, vos seja por mantimento: tudo belecido entre mim, e entre toda car-
vos tenho dado como verdura da herva. ne, que está sobre a terra.
4 Porém a carne com sua alma, isto 18 E os filhos de Noah, que da arca
he com seu sangue não comereis. sahirão, forão Sem, e Cham, e Japhet;
5 E certamente requererei a vosso e Cham he o pai de Canaan.
sangue, o sangue de vossas almas; da 19 Estes tres forão os filhos de Noah;
mão de todo animal o requererei: co- e destes se povoou toda a terra<
mo também da mão do homem, e da 20 E começou Noah a ser lavrador
mão do irmão de cada hum requererei da terra; e plantou huma vinha.
a alma do homem. 21 E bebeo do vinho, e embebedou-
6 Quem derramar sangue do homem, se ; e descubrio-se no meio de sua
pelo homem seu sangue será derrama- tenda.
do : Porque Deos fez ao homem con- 22 E vio Cham, o pai de Canaan, a
forme a sua imagem. nueza de seu pai, e feio saber a am-
7 Mas vôsoutros fructificai e multi- bos seus irmãos fora.
plicai : povoai abundantemente a ter- 23Então tomou Sem e Japhet huma
ra, e multiplicai-vos nella. capa, e puserão-a sobre ambos seus
jitized by Go gle HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, X. 11
Ombros, e indo virados a tras, cubri- 12 E a Resen, entre Nineve e en-
râo a nueza de seu pai, e seus rostos tre Calah : Esta he aquella grande ci-
erâo virados, de maneira que nâo vi- dade.
rão a nueza de seu pai. 13 E Mitsraim gerou a Ludim, e a
24 E desperteu Noah de seu vinho, e Anamim, e a Lehabim, e a Naphtu-
attentou, o que seu filho menor lhe ti- him.
nha feito. 14 E a Pathrusim, e a Caslnchim,
25 E disse : Maldito seja Canaan: donde sahirâo os Philisteos, e a Caph-
sen o dos servos seja a seus irmãos. torim.
26 Disse mais: Bemdito seja Jeh o - 15 E Canaan gerou a Sidon, seu pri-
vah o Deos de Sem: e seja-lhe Ca- mogénito, e a Heth.
naan por servo. 16 E ao Jebusi, e ao Emori, e ao
27 Dilate Deos a Japhet, e habite nas Girgasi.
tendas de Sem: e seja-lhe Canaan por 17 E ao Hivi, e ao Arki. e ao Sini.
servo. 18 E ao Arvadi, e ao Zemari, e ao
28 E viveo Noah depois do diluvio, Hamathi: e depois se espargirão as
trezentos e cincoenta annos. familias dos Cananeos.
29 E forão todos os dias de Noah, 19 E foi o termo dos Cananeos des-
nove centos e cincoenta annos, e de Sidon, indo a Gerar, até Gaza, in-
morreo. do a Sodoma, e Gomorra, e Adama, e
Zeboim, até Lasa.
20 Estes são os filhos de Cham se-
CAPITULO X.
gundo suas familias, segundo suas lín-

E
STAS pois são as gerações dos guas, em suas terras, em suas gentes.
filhos de Noah, Sem, Cham, e 21 E a Sem nascerão filhos e elle he
Japhet; e nascerão lhes filhos depois o pai de todos os filhos de Heber, o
do diluvio. irmão de Japhet o maior.
2 Os filhos de Japhet são, Gomer e 22 E os filhos de Sem são, Elam, e
Magog, e Madai, e Javan, e Tubal, e Assur, e Arphaxad, e Lud, e Aram.
Mesech, e Tiras. 23 E os filhos de Aram são, Uz, e Hu),
3 E os filhos de Gomer, são, Asque- e Gether, e Mas.
naz. e Riphat, e Togarma. 24 E Arphaxad gerou a Selah: e Se-
4 E os filhos de Javan são, Elisa, e lah gerou a Heber.
Tharsis; Chittim, e Dodanim. 25 E a Heber nascerão dous filhos:
5 Por estes forão partidas as ilhas das o nome do hum foi Peleg, porquanto
gentes em suas terras, cada qual segun- em seus dias se repartio a terra, e o
do sua lingua, segundo suas familias, nome de seu irmão, Joktan.
entre suas gentes. 26 E Joktan gerou a Almodad, e a Se-
6 E os filhos de Cham são, Cus, e leph, e a Hazarmaveth, e a Jarah.
Mitsraim, e Put, e Canaan. 27 E a Hadoram, e a Huzal, e a
7 E os filhos de Cus são, Seba, e Ha- Dicla.
vila, e Sabta, e Raema, e Sabtecha: e 28 E a Obal, e a Abimael, e a
os filhos de Raema são Scheba e Dedan. Scheba.
8 E Cus gerou a Nimrod: Este come- 29 E a Ophir, e a Havila e a Jobab:
çou a ser poderoso na terra. todos estes forão filhos de Joktan.
9 Este foi poderoso caçador diante 30 E foi sua habitação desde Mes-
da face de Jeh ov ah : pelo que se diz, cha, indo para Sephar, montanha do
Como Nimrod poderoso caçador dian- Oriente.
te da face de Jeho vah . 31 Estes são os filhos de Sem segun-
10 E o principio de seu reino foi Ba- do suas familias,segundo suas linguas:
bel, e Erech, e Akkad, e Calne, na em suas terras, em suas gentes.
terra de Sinear. 32 Estas são as familias dos filhos de
11 Desta mesma terra sahio Assur.e Noah segundo suas gerações, em suas
edificou a Nineve, e a Rehoboth, a ír, gentes : e destes forão divididas as
e a Calah. gentes na terra depois do diluvio.
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
12 GENESIS, XI, XII.

17 E viveo Heber, depois que ge-


CAPITULO XI. rou a Peleg, quatro centos e trinta

E
ERA toda a terra de huma mesma annos, e gerou filhos e filhas.
lingua, e de humas mesmas pa- 18 E viveo Peleg trinta annos, e ge-
lavras. rou a Rehu.
2 E aconteceo, que partindo-se elles 19 E viveo Peleg, depois que gerou
do Oriente, acharão hum valle na ter- a Rehu, duzentos e nove annos, e ge-
ra de Sinear, e habitarão ali. rou filhos e filhas.
3 E disse o varão a seu companheiro: 20 E viveo Rehu, trinta e dous e ge-
Ea, façamos ladrilhos, e bem os quei- rou a Serug.
memos : e foi-lhes o ladrilho por pedra, 21 E viveo Rehu, depois que gerou
e o betume por cal. a Serug, duzentos e sete annos, e ge-
4 E disseráo: Ea, edifiquemos nós rou filhos e filhas.
huma cidade e huma torre, cujo cume 22E viveo Serug trinta annos, e ge-
toque no ceo, e façamos nós nome, rou a Nahor.
para que por ventura não sejamos dis- 23 E viveo Serug, depois que gerou
sipados sobre a face de toda a terra. a Nahor, duzentos annos, e gerou filhos
5 Então deceo Jehovah para ver a e filhas.
cidade e a torre, que os filhos dos ho- 24 E viveo Nahor, vinte e nove an-
mens edificarão. nos, e gerou a Terah.
6 E disse Jeho vah : Eis que o povo 25 E viveo Nahor depois que gerou
he hum, e todos tem huma mesma lin- a Terah, cento e dezenove annos, e
gua, e isto he o que começão a fazer: gerou filhos e filhas.
mas agora, não será cortado-lhes tu- 26 E viveo Terah setenta annos, e
do o que intentarão a fazer 1 gerou a Abram, a Nahor, e a Haran.
7 Ea, descendamos e confundamos 27 E estas são as gerações de Te-
ali sua lingua, para que não entenda o rah : Terah gerou a Abram, a Nahor,
varão a lingua de seu companheiro. e a Haran: e Haran gerou a Loth.
8 E Jeho vah os espargio dali sobre 28 E morreo Haran diante da face
a face de toda a terra : e cessarão de de seu pai Terah, na terra de seu
edificar a cidade. nascimento, em Ur dos Chaldeos.
9 Porisso se chamou seu nome Ba- 29 E tomarão Abram e Nahor mu-
bel ; porquanto ali confundio Jehov ah lheres para si: o nome da mulher de
a lingua de toda a terra, e dali os es- Abram era Sarai, e o nome da mulher
pargio Jehov ah sobre a face de toda de Nahor era Milca, filha de Haran,
a terra. pai de Milca, e pai de Jiska.
10 Estas são as gerações de Sem : 30 E Sarai foi esteril, e não tinha
Sem foi de idade de cem annos, e ge- filhos.
rou a Arphaxad, dous annos depois do 31 E tomou Terah a Abram seu filho,
diluvio. e a Loth filho de Haran, filho de seu
11 E viveo Sem, depois que gerou filho, e a Sarai sua nora, mulher de
a Ajphaxad, quinhentos annos; e ge- seu filho Abram, e sahio com elles de
rou filhos e filhas. Ur dos Chaldeos, para ir à terra de
12 E viveo Arphaxad trinta e cinco Canaan; e vierâo até Haran, e habita-
annos, e gerou a Selah. rão ali.
13 E viveo Arphaxad, depois que 32 E forão os dias de Terah duzen-
gerou a Selah, quatro centos e tres tos e cinco annos : e morreo Terah em
annos; e gerou filhos e filhas. Haran.
14 E viveo Selah trinta annos, e ge-
rou a Heber. CAPITULO XII.
15 E viveo Selah, depois que gerou

O
a Heber, quatro centos e tres annos, e RA Jeho vah havia dito a Abram:
gerou filhos e filhas. sai-te de tua terra, e de tua pa-
16 E viveo Heber trinta e quatro an- rentela, e da casa de teu pai, para a
nos, e gerou a Peleg. terra que eu te mostrarei.

jininzed by Go Qle Original from'


HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, XII. 13
2 E far-te-hei etn grande gente, e e foi a mulher tomada para a casa de
abençoar-te-hei, e engrandecerei teu Pharaó.
nome; e tu sé bênção. 16 E fez bem a Abram por amor
3 E abençoarei aos que te abençoa- delia; e teve ovelhas, e vacas, e asnos,
rem, e amaldiçoarei aos que te amal- e servos e servas, e asnas, e camelos.
diçoarem : e em ti serão bemditas to- 17 E ferio Jehov ah a Pharaó com
das as gerações da terra. grandes pragas, também a sua casa,
4 E partio-se Abram, como Jeho - por causa de Sarai mulher de Abram.
vah lhe tinha dito, e partio Loth com 18 Então chamou Pharaó a Abram,
elle: e era Abram de idade de se- e disse: Que he isto que me fizeste 1
tenta e cinco annos, quando de Ha- porque não me notificaste que ella era
ran sahio. tua mulher ?
5 E tomou Abram a Sarai sua mu- 19 Porque diceste : Minha irmã hei
lher, e a Loth filho de seu irmão, e de maneira que a houvera tomado
toda sua fazenda, que havião aque- por mulher: agora pois, eis aqui tua
rido, e as almas que alcançarão em mulher, toma-a e vai-te.
Haran : e sahirão-se para irem á ter- 20 E mandou Pharaó com elle va-
ra de Canaan; e vieráo ã terra de rões, e acompanharão a elle, e a sua
Canaan. mulher, e a tudo quanto tinha.
6 E passou Abram por aquella ter-
ra até o lugar de Sichem, até o car-
valhal de Moré; e estavão então os CAPITULO XUI.
Cananeos na terra. SSIM subio Abram de Egypto pa-
7 E apareceo Jeho vah a Abram, e ra a banda do Sul, elle e sua mu-
disse: A tua semente darei esta ter- lher, e tudo o que tinha, e com elle
ra : então edificou ali hum altar a Je - Loth.
hova h , que lhe aparecéra. 2 E hia Abram carregado muito com
8 E moveo-se d’ali para a montanha gado, com prata, e com ouro.
á banda do Oriente de Bethel, e ar- 3 E foi por suas jornadas da banda
mava sua tenda: e era Bethel ao do Sul ate Bethel, até o lugar aonde
Occidente, e Ai ao Oriente; e edifi- no principio estivera sua tenda, entre
cou ali hum altar a Jeho vah , invo- Bethel e Ai.
cando o nome de Jeh ov ah . 4 Até o lugar do altar que d’antes
9 Depois partiose Abram d’ah, an- ali tinha feito; e invocou là Abram o
dando e caminhando para a banda nome de Jehovah .
do Sul. 5 E também Loth, que hia com
10 E havia fome naquella terra: e Abram, tinha ovelhas, e vacas, e tendas.
descendeo Abram a Egypto, para pe- 6 E não os soportava a terra para
regrinar ali, porquanto a fome havia habitarem juntos; porquanto sua fa-
grave na terra. zenda era muita; de maneira que não
11 E aconteceo que, chegando elle podiâo habitar juntos.
para entrar em Egypto, disse a Sarai 7 E houve contenda entre os pasto-
sua mulher: Ora bem sei que es mu- res do gado de Abram, e entre os pas-
lher formosa de vista. tores do gado de Loth: habitavão
12 E será que quando os Egvpcios também então os Cananeos e os Phe-
te virem, dirão: esta he sua mulher; e rezeos naquella terra.
matar-me-hão,e te guardarão em vida. 8 E disse Abram a Loth: Ora não
13 Dize pois que es minha irmã, pa- haja porfia entre mim e entre ti, e en-
ra que eu haja bem por tua causa, e tre meus pastores, e entre teus pasto-
viva minha alma por amor de ti. res, porque varões irmãos somos.
14 E aconteceo que, entrando Abram 9 Não está toda a terra diante de tua
em Egypto, virão os Egypcios a esta face 1 Ea pois, aparta te de mim; se
mulher, que era mui formosa. escolheres a mão esquerda, eu irei pa-
15 E vendo a ella os príncipes de ra a direita; e se a direita escolheres,
Pharaó, gabarão a diante de Pharaó: eu irei para a esquerda.
Gõ gle Original from
HARVARD UNIVERSIT*
14 GENESIS, XIV.
10 E levantou Loth seus olhos, e vio 5 E aos quatorze annos veio Quedor
toda a campina do Jordaõ, que toda a Laomer, e os Reis que estavâo com
regava: Antes que Jehova h destrui- elle, e ferirão a Rephaim em Aste-
rá a Sodoma e Gomorra, era como a roth Camaim, e a Zuzim em Ham, e
horta de Jeho vah , como a terra de a Emim em Schave Quiriathaim.
Egypto, aonde entras em Zoar. 6 E aos Horeos em sua montanha
11 E Loth escolheo para si toda a de Seir, até a campina de Paran, junto
campina do Jordão, e partio-se Loth ao deserto.
para a banda do Oriente, e apartarào- 7 Depois tomarão e vierâo a En Mis-
so o hum do outro. pat, que he Cades, e ferirão toda a
12 Habitou pois Abram na terra de terra dos Amalequitas; e também ao
Canaan; e Loth habitou nas cidades Emoréo, que habitava em Hazezon
da campina, e armou suas tendas até Thamar.
Sodoma. 8 E sahio o Rei de Sodoma, e o Rei
13 E erâo os varões de Sodoma mã- de Gomorra, e o Rei de Adama, e o
os, e grandes pecadores contra Jeho - Rei de Zeboim, e o Rei de Bela, esta
vah . he Zoar: e ordenarão batalha contra
14 E disse Jehovah a Abram, de- elles no valle de Siddim.
pois que Loth se apartou delle: Le- 9 Contra Quedor Laomer Rei de
vanta agora teus olhos, e olha desdo Elam, e Thideal Rei das gentes, e
lugar aonde estás, para a banda do Amraphel Rei de Sinear, e Arioch
Norte; e do Sul, e do Oriente, e do Rei de EUasar: quatro Reis contra
Oocidente. cinco.
15 Porque toda esta terra que ves, te 10 E o valle de Siddim estava cheio
hei de dar a ti, e a tua semente, para de poços de betume: e fugirão o Rei
todo sempre. de Sodoma e de Gomorra, e cahirâo
16 E porei tua semente como o pó ali: e os de mais fugirão para a mon-
da terra; de maneira que se alguém tanha.
poder contar o pó da terra, também 11 E tomarão toda a fazenda de So-
tua semente será contada. doma e de Gomorra, e todo seu man-
timento, e forão-se.
17 Levanta-te, vai por esta terra, por
sua longura, e por sua largura: porque 12 Também tomarão a Loth filho do
a ti a darei. irmão de Abram, e sua fazenda, e forão
18 E Abram armava tendas, e veio, se; porquanto habitava em Sodoma.
e habitou nos carvalhaes de Mamre, 13 Então veio hum que escapou, e
que estão junto a Hebron; e edificou denunciou oa Abram o Hebreo, que
ali hum altar a Jehov ah . habitava nos carvalhaes de Mamre do
Emoréo, irmão de Escol, e irmão de
Aner, que erâo os confederados de
CAPITULO XIV. Abram.

E
ACONTECEO nos dias de Amra- 14 Ouvindo pois Abram que seu ir-
phel Rei de Sinear, de Arioch mão era preso, armou a seus criados,
Rei de EUasar, de Quedor Laomer nascidos em sua casa, trezentos e de-
Rei de Elam, e de Thideal Rei das zoito, e perseguio os até Dan.
gentes. 15 E dividio-se contra elles de noite,
2 Que estes fizerâo guerra a Bera Rei elle e seus criados, e ferio-os, e per-
de Sodoma, e a Birsa Rei de Gomorra; seguio-os até Hoba, que está á mão
a Sinab Rei de Adama, e a Semeber esquerda de Damasco.
Rei de Zeboim, e ao Rei de Bela, esta 16 E tomou a trazer toda a fazenda,
he Zoar. e também a Loth seu irmão; e tomou
3 Todos estes se ajuntarão no valle a trazer sua fazenda; como também
de Siddim, que he o mar de sal. as mulheres, e o povo.
4 Doze annos havi&o servido a Que- 17 E o Rei de Sodoma sahio-lhe ao
dor Laomer, porém aos treze annos encontro (depois que tomou de ferir
rebelarâo-se. a Quedor Laomer e aos Reis que esta-
? by
HARVARD UNIVERSIT'
GENESIS, XV, XVI. 15

qne estavão com elle. até o valle de 8 Edisseelle: SenhorJehov ah ^era


Schave, que he o valíe del-Rei. que saberei, que em herança hei de
18 E Melchizedek Rei de Salem possuila 1
trone pão e vinho: e era este Sacer- 9 E disse-lhe: Toma me huma be-
dote de Deos altíssimo. zerra de tres annos, e huma cabra de
19 E abençoou-o, e disse: Bemdito tres annos, e hum carneiro de tres an-
seja Abram de Deos altíssimo, posses- nos, e huma rola, e hum pombinho.
sor do ceo e da terra. 10 E trouxe-lhe tudo isso, e partio o
20 £ bemdito seja o Deos altiseimo, pelo meio, e pôs cada parte em fronte
que entregou teus inimigos em tua da outra; mas as aves não partio.
mâo; e deu-lhe os dizimos de tudo. 11 E decião as aves sobre os corpos
21 E o Rei de Sodoma disse a Abram: mortos; porém Abram as enxotava.
Dá-me as almas,eafazenda toma pa- 12 E aconteceo que, pondo-se sol,
ra ti. cahio sono grave sobre Abram; e eis
22 Porém Abram disee ao Rei de So- que espanto e grande escuridade ca-
doma : Levantei minha mão a Jeh o - hio sobre elle.
r ah o Deos altiseimo, possessor do ceo 13 Entáo disse a Abram: Saibas de
e da terra. certo, que tua semente será peregrina
23Se desde hum fio até a correa de em terra, que não he sua, e servilos
hum capato, ou cousa alguma tomar hão, e amigilos hão quatro centos
de tudo o que he teu: para que não annos.
digas: Eu enriqueci a Abram. 14 Mas também eu julgarei a gente,
24 Fora somente do que os mance- a qual servirão; e depois sahirào com
bos comerão, e a parte dos varões que grande fazenda.
comigo forão, Aner, Escol, e Marnre, 15 E tu irás a teus pais em paz: em
estes tomem sua parte. boa velhice serás sepultado.
16 E a quarta geração tomará para
cá; porque ainda não he cumprida a
CAPITULO XV. injustiça dos Amoréos.

D
EPOIS destas cousas foi a pala- 17 E aconteceo que posto o sol houve
vra de Jeho vah a Abram em escuridade : e eis hum forno de fumo,
rido, dizendo: Não temas Abram,e huma tocha de fogo, que passou por
eu sou teu escudo, teu grandíssimo aquellas ametades.
galardão. 18 Naquelle mesmo dia fez Jeho -
2 Então disse Abram: Senhor Jeh o - va h hum concerto com Abram, dizen-
va h que me has de dar, pois ando sem do : á tua semente tenho dado esta
filhos! e o mordomo de minha casa he terra, desdo rio de Egypto até o rio
o Damasceno Elieser. grande, o rio de Euphrates.
3 Disse mais Abram: eis que me 19 E ao Keneo, e ao Keniceo, e ao
nâo tens dado semente, e eis, o filho de Kadmoneo.
nunha casa será meu herdeiro. 20 E ao Hetheo, e ao Phereseo, e ao
4 E eis que foi a palavra de Jeho vah Rephaim.
a elle, dizendo : este não será teu her- 21 E ao Amoréo, e ao Cananeo, e ao
deiro ; mas aquelle que sahir de tuas Girgaseo, e ao Jebuseo.
entranhas, este será teu herdeiro.
5 Então o levou fora, e disse : Olha
CAPITULO XVI.
agora para o ceo, e conta as estrellas,

E
« as podes contar; e disse-lhe: assim SARAI mulher de Abram não lhe
será tua semente. paria, e ella tinha huma serva
6 E creo elle em Jehova h , e contou- Esrypcia, cuio nome era Hagar.
lhe isto por justiça. 2 E disse Sarai a Abram: eis que
7 Disse-lhe mais: Eu sou Jehova h , Jehov ah me tem cerrado, que não
que te tirei de Ur doe Chaldeos. para paro; entra pois á minha serva, por-
a ti dar esta terra, para possui-la em ventura serei delia edificada: e ouvio
herança. Abram a voz de Sarai.
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSIT '
16 GENESIS, XVII.

3 Assim tomou Sarai mulher de CAPITULO XVII.


Abram a Hagar Egypcia, sua serva, á

S
cabo de dez annos que Abram habi- ENDO pois Abram de idade de no-
tara na terra de Canaan, e deu-a por venta e nove annos, Jeho vah apa-
mulher a Abram seu marido. receo a Abram, e disse-lhe: Eu sou o
4 E elle entrou a Hagar, e ella con- Deos Todo poderoso, anda diante de
cebeo: e vendo ella que concebera, meu rosto, e sé sincero.
foi sua Senhora desprezível em seus 2 E porei meu concerto entre mim
olhos. e entre ti, e te multiplicarei grandissi-
5 Então disse Sarai a Abram: Meu mamente.
agravo he sobre ti: minha serva eu 3 Então cahio Abram sobre seu ros-
pus em teu regaço; vendo ella agora to; e fallou Deos com elle, dizendo:
que concebeo, sou menosprezada em 4 Quanto a mim, eis meu concerto
seus olhos: Jehovah julgue entre mim comtigo: e tu serás por pai da multi-
e entre ti. dão de gentes.
6 E disse Abram a Sarai: Eis, tua 5 E não se chamará mais teu nome
serva está em tua mão, faze com ella Abram, senão Abraham será teu nome;
o que bom for em teus olhos: e Sa- porque te tenho posto por pai da mul-
rai a aftligio, e ella fugio de sua face. tidão de gentes.
7 E o Anjo de Jehov ah a achou 6 E te farei frutificar grandissima-
junto a huma fonte de agua no deser- mente, e te porei em gentes, e Reis
to, junto a fonte no caminho de Sur. sahirão de ti.
8 E disse: Hagar serva de Sarai 7 E estabelecerei meu concerto entre
donde vens, e para onde vas 1 e ella mim e entre ti, e entre tua semente
disse: venho fugida da face de Sarai depois de ti em suas gerações, por
minha Senhora. concerto perpetuo, para ser a ti por
9 Então lhe disse o Anjo de Jeho - Deos, e a tua semente depois de ti.
vah : Toma-te para tua Senhora, e 8 E darei a ti, e a tua semente de-
humilha-te debaixo de suas mãos. pois de ti, a terra de tuas peregrina-
10 Disse-lhe mais o Anjo de Jeho - ções, toda a terra de Canaan em perpe-
vah : Multiplicando multiplicarei a tua possessão, e ser-lhes-hei por Deos.
tua semente, de maneira que pela 9 Disse mais Deos a Abraham: Tu
multidão não será contada. porém meu concerto guardarás, tu, e
11 Disse-lhe também o Anjo de Je - tua semente depois de ti, em suas ge-
hovah : Eis que estás prenhe, e pari- rações.
rás hum filho, e chamarás seu nome 10 Este he meu concerto, que guar-
Ismael; porquanto Jeh ov ah ouvio tua dareis entre mim e entre vôsoutros, e
afflição. entre tua semente depois de ti, que
12 E elle será homem feroz, e sua todo macho vos será circuncidado.
mão será contra todos, e a mão de 11 E circuncidareis a came de vosso
todos contra elle: e habitará diante prepucio; e isto será por signal do con-
da face de todos seus irmãos. certo entre mim e entre vosoutros.
13 E ella chamou o nome de Jeho - 12 De oito dias pois o filho vos será
va h , que com ella fallava : Tu Deos de circuncidado, todo macho em vossas
vista: porque disse: Eu também aqui gerações: o nascido em casa, e o com-
tenho vista para aquelle que me vé 1 prado por dinheiro de todo estrangei-
14 Porisso se chama aquelle poço, ro, que não for de tua semente.
o poço de Lachai Roi; eis que está 13 Circuncidando será circuncidado
entre Kades e entre Bered. o nascido em tua casa, e o comprado
15 E jiario Hagar a Abram hum por teu dinheiro: e estará meu con
filho; e chamou Abram o nome de seu certo em vossa came por concerto
filho, que Hagar parira, Ismael. eterno.
16 E era Abram de idade de oitenta 14 E o macho com prepucio, cuja
e seis annos, quando Hagar a Abra- carne do prepucio circuncidada não
ham pario a Ismael. i (houver,aquella alma desarreigada será
-U by QjO gle HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, XVUI. 17
de seus povos; meu concerto que
brantou. CAPITULO xvni.

D
15 Disse Deos mais a Abraham: EPOIS lhe apareceo Jzhov ah nos
Náo chamarás mais o nome de Sarai carvalhaes de Mamre, estando
tua mulher, Sarai, senão Sara será elle assentado á porta da tenda, encal-
seu nome. mando já o dia.
16 Porque eu a hei de abençoar, e 2 E levantou seus olhos, e olhou, e
a ti delia te hei de dar hum filho; e eis tres varões estavâo em pé em
de tal modo a abençoarei, que será fronte delle: e vendo-os correo-lhes
por gentes; Reis dos povos sahiráo ao encontro desd’a porta da tenda, e
delia. inclinou-se á terra.
17 Então cahio Abraham sobre seu 3 E disse: Senhor, se agora tenho
rosto, e rio-se, e disse em seu coração: achado graça em teus olhos, rogo-te,
a hum homem de cem annos ha de que náo passes de teu servo.
nascer hum filho 1 e parirá Sara de 4 Traga-se agora hum pouco de agua,
idade de noventa annos 1 e lavai vossos pes, e recostai-vos de-
18 E disse Abraham a Deos: Ouxa- baixo desta arvore.
la, viva Ismael diante de teu rosto! 5 E trarei hum bocado de pão, para
19 E disse Deos: Em verdade. Sa- que esforçeis vosso coração ; depois
ra tua mulher te parirá hum filho, e passareis a diante, porquanto porisso
chamarás seu nome Isaac, e com elle passastes até vosso servo : e disseráo:
estabelecerei meu concerto, por con- Faze como tens dito.
certo eterno para sua semente depois 6 E apresurouse Abraham para a
delle. tenda a Sara, e disse : Apresura-te,
20 E tocante a Ismael, te tenho ou- amassa tres medidas de flor de fari-
vido : Eis aqui já o tenho abençoado, nha, e faze bolos.
e fa-lo-hei frutificar e multiplicar gran- 7 E correo Abraham ás vacas, e to-
dissimamente: doze príncipes gerará, mou huma vitela tenra e boa, e deu-
e por grande gente o porei. a ao moço, que apresurouse a prepa-
21 Porém meu concerto estabele- rala.
cerei com Isaac, ao qual Sara te pa- 8 E tomou manteiga e leite, e a vi-
rirá neste mesmo tempo, ao anno se- tela que tinha preparado, e o pôs di-
guinte. ante aelles, e elle estava em pé junto
22 E acabou de fallar com elle, e a elles debaixo daquella arvore, e co-
subio Deos de Abraham. merão.
23 Então tomou Abraham a seu filho 9 E disserão-lhe: Aonde está Sara
Ismael, e a todos os nascidos em sua tua mulher 1 e elle disse; eis aqui
casa, e a todos os comprados por seu na tenda.
dinheiro, todo macho entre os ho- 10 E disse: Tomando tomarei a ti
mens da casa de Abraham; e cir- perto deste tempo da vida; e eis que
cuncidou a carne de seu prepucio, Sara tua mulher terá hum filho; e ou-
naquelle mesmo dia, como Deos fal- via o Sara á porta da tenda, que esta-
tara com elle. va atras delle.
24 E era Abraham de idade de no- 11 E erâo Abraham e Sara já ve-
venta e nove annos, quando lhe foi lhos, e entrados em dias; já a Sara
circuncidada a carne de seu prepucio. havia cessado o costume das mulhe-
25 E Ismael seu filho era de idade res.
de treze annos, quando lhe loi circun- 12 Assim que riose Sara entre si, di-
cidada a carne de seu prepucio. zendo : Terei ainda deleite depois de
26 Neste mesmo dia foi circuncida- haver envelhecido, e meu Senhor ser
do Abraham e Ismael seu filho. jã velho.
27 E todos os varões de sua casa, o 13 E disse Jeho vah a Abraham :
nascido em casa, e o comprado por Porque rio-se Sara, dizendo: Pariria
dinheiro do estrangeiro, forão circun- eu ainda, havendo já envelhecido 1
cidados com elle. 14 Haveria cousaalguma difficil a Je -
Go gle har Var d unive rs it y
18 GENESIS, XIX.

hova h ? ao tempo determinado toma- les cinco toda a cidade ? E disse: Nâo
rei a ti, perto deste tempo da vida, e a destruirei, se eu achar ali quarenta
Sara terá hum filho. e cinco.
15 E Sara negou, dizendo: Não me 29 E proseguio ainda a fallar-lhe, e
ri; porquanto temeo : e elle disse : disse: Se porventura acharem-se ali
Nâo, senão te riste. quarenta 1 e disse: Nâo o farei por
16 E levantarâo-se aquelles varões amor de quarenta.
d’ali, e olharão para a banda de Sodo- 30Disse mais: Ora nâo se hanoje o
ma ■ e Abraham hia com elles, acom- Senhor, se eu ainda fallar: Se porven-
panhando-os. tura acharem-se ali trinta ? e disse :
17E disse Jeho vah : Encubrirei eu Nâo o farei, se achar ali trinta.
a Abraham o que faço. 31 E disse: Eis que agora me atre-
18 Porque Abraham certamente ha- vi a fallar ao Senhor: Se porventura
verá de ser em grande e poderosa gen- charem-se ali vinte ? e disse : Nâo a
te, e nelle serão bemditas todas as gen- destruirei por amor dos vinte.
tes da terra. 32 Disse mais: Ora não se hanoje o
19 Porque eu o conheci, para que Senhor, que ainda só esta vez fallo :
mandasse a seus filhos e a sua casa Se porventura acharem-se ali dez ? e
depois de si, que guardassem o cami- disse: Não a destruirei por amor dos
nho de Jehovah , para fazer justiça e dez.
iuizo; para que Jeho vah faça vir so- 33 E foi-se Jeh ov ah , como acabou
ore Abraham, o que tem fallado sobre de fallar a Abraham: e Abraham se
elle. tornou a seu lugar.
20 Disse mais Jeho vah : Porquanto
o clamor de Sodoma e Gomorra foi
multiplicado, e porquanto seu pecca- CAPITULO XIX.

E
do foi agravado muito. VI ERAO os dous Anjos a Sodoma
21 Decerei agora, e verei, se segun- á tarde, e estava Loth assentado
do seu clamor, que he vindo até mim á porta de Sodoma; e vendo os Loth,
hajão consumado; e se nâo.sabé-lo-hei. levantou-se-lhes ao encontro, e incli-
22 Então virarão aquelies varões o nou-se com o rosto á terra.
rosto d:ali, e forão-se a Sodoma; mas 2 E disse: Ora sus, Senhores meus,
Abraham ficou ainda em pé diante da entrai agora em casa de vosso servo,
face de Jeho vah . e passai nella a noite, e lavai vossos
23 E chegou-se Abraham, dizendo: pés; e de madrugada vos levantareis,
Destruirás também ao justo com o e ireis vosso caminho: e elles disse-
impio ? rão: Não, antes na rua passaremos a
24 Se porventura estão cincoenta jus- noite.
tos na cidade; destrui-los-has também, 3 E perfiou com elles muito, e vie-
e não perdoarás ao lugar por amor râo com elle, e entrarão em sua casa:
dos cincoenta justos, que estão dentro e fez-lhes hum convite, cozendo bo-
delia? los sem levadura, e comerão.
25 Fora de ti que faças tal cousa, 4 E antes que se deitassem, cerca-
que mates ao justo com o impio: que rão os varões daquella cidade a casa,
o justo seja como o impio, fora de ti: os varões de Sodoma, desd’o mais
Nâo faria o Juiz de toda a terra juizo ? moço até o mais velho; todo o povo
26Então disse Jehova h : Se eu em descPo estremo cabo.
Sodoma dentro da cidade achar cinco- 5 E chamarão a Loth, e disserâo-
enta justos, perdoarei a todo o lugar Ihe : Onde estão os varões, que vierâo
por amor delles. a ti nesta noite? tira-os fora a nós,
27 E respondeo Abraham, dizendo: para que os conheçamos.
Eis que agora me atrevi a fallar ao 6 Então sahio Loth a elles á porta,
Senhor, ainda que sou pó e cinza. e fechou a porta após si.
28 Se porventura faltarem de cinco- 7 E disse: Meus irmãos, rogo-vos,
enta justos cinco; destçar^s r^j^quel- que nâo façais mal. ,, Iroll,
HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, XIX. 19
8 Vedes aqui, duas filhas tenho, que ceste tua misericórdia, qne a mim me
ainda não conhecerão varão, fora vo- fizeste, para guardar minha alma em
las tirarei, e fazei delias, como bom vida; porém eu não poderei escapar
for em vossos olhos; somente nada na montanha, para que por ventura
façais a estes varões, porque porisso não se me pegue este mal, e morra.
vierão á sombra de meu telhado. 20 Eis que agora esta cidade está
9 Porém elles disserto : Chega-te perto, para fugir para lá, e he peque-
mais para cá: mais disserto: Como na ; ora ali me escaparei, (não he pe-
peregrino este hum veio aqui habitar, quena?) para que minha alma viva.
e seria juiz em tudo ? Agora te fare- 21 E disse-lhe: Eis aqui, aceitado
mos mais mal que a elles; e aperta- tenho teu rosto até neste negocio, pa-
rão ao varão, a Loth, e chegarto-se ra não trastomar esta cidade, de que
para arrombar a porta. fallaste.
10 Porém aquelíes varões estenderão 22 Apressa-te, escapa-te alá; porque
soa mão, e fizerto entrar a Loth com- nada poderei fazer, até que não che-
isigo em casa, e fecharão a porta. gues ali; porisso se chamou o nome
11 E ferirão aos varões que estavão desta cidade Zoar.
â porta da casa, com cegueira, desd’o 23 Sahia o sol sobre a terra, quando
menor até o maior, de maneira que Loth entrou em Zoar.
cansarão-se por achar a porta. 24 Entáo fez Jehova h chover sobre
12 Entáo disserto aquelíes varões a Sodoma e sobre Gomorra enxofre e
Loth: Aquem tens ainda mais aqui 1 fogo, de Jehovah desd’o ceo.
genro, ou teus filhos, ou tuas filhas, e 25 E trastornou aquellas cidades, e
todos quantos tens nesta cidade, tira- toda aquella campina, e todos os mo-
os fora deste lugar. radores daqnellas cidades, e a novida-
13 Porque himos a destruir este lu- de da terra.
gar, porquanto seu clamor foi feito 26 E olhon sua mulher para tras
grande diante da face de Jeho vah , e delle, e converteo-se em estatua de
Jeh ov ah nõs enviou a destruilo. sal.
14 Entáo sahio Loth, e fallou a seus 27 E Abraham levantou-se aquella
genros, os que haviâo de tomar suas mesma manhã de madrugada para
filhas, e disse: Levantai-vos, sahi des- aquelle lugar, aonde estivera diante
te lugar; porque Jehov ah ha de des- da face de Jeh ov ah .
truir a cidade; porém foi tido por zom- 28 E attentou para Sodoma e Gomor-
bador nos olhos de seus genros. ra, e para toda a terra daquella cam-
15 E subindo a alva, os Anjos aper- pina ; e attentou, e eis que hum fumo
tarão a Loth, dizendo: Levanta-te, to- subia da terra, como o fumo de hum
ma tua mulher, e tuas duas filhas, que forno.
á mão estão, para que não pereças na 29 E aconteceo que, destruindo De-
injustiça desta cidade. os as cidades desta campina, Deos se
16 Porém elle se detinha, e aquel- lembrou de Abraham, e tirou a Loth
les varões lhe pegarão da mão, e da do meio da destruição, trastomando
mão de sua mulher, e da mão de suas aquellas cidades, em que Loth habi-
duas filhas, pela misericórdia de Je - tara.
hovah sobre elle; e tirarto-o, e puze- 30 E subio Loth de Zoar, e habitou
rto-o fora da cidade. na montanha, e suas duas filhas com
17 E aconteceo que tirando-os fora, elle; porque temia de habitar em Zo-
disse : Escapa-te por tua vida, e não ar : e habitou em huma caverna, elle,
olhes pera tras de ti, e não pares em e snas duas filhas.
toda esta campina, escapa-te na mon- 31 Então a primogénita disse á me-
tanha. para que não pereças. nor : Nosso pai he já velho e não ha
18 É Loth disse-lhes: Ora não, Se- varão na terra, que entre a nõs segun-
nhor ! do o costume de toda a terra.
32 Vem, demos de beber vinho a
nosso pai, deitemos-nos com elle.
HARVARD UNIVERSITY
20 GENESIS, XX.

para que em vida conservemos semen- tra mim; porisso te nâo permitti to-
te de nosso pai. car nella.
33 E derão de beber vinho a seu pai 7 Agora pois toma a mulher a seu
naquella noite; e veio a primogénita, marido, porque Propheta he, e rogará,
e deitou-se com seu pai, e não sentio por ti, para que vivas; porem se náo
quando ella se deitou, nem quando se a tornares, sabe tu, que morrendo
levantou. morrerás, tu e tudo quanto teu for.
34 E aconteceo ao outro dia, que dis- 8 E levantou-se Abimelech pela man-
se a primogénita á menor: Ves aqui, hã de madrugada, e chamou a todos
eu já hontem á noite me deitei com seus servos, e fallou todas estas pala-
meu pai: demos-lhe de beber vinho vras em seus ouvidos; e temerão mui-
também esta noite, e então entra, dei- to aquelles varões.
ta-te com elle, para que em vida con- 9 E chamou Abimelech a Abraham,
servemos semente de nosso pai. e disse-lhe: Que nos fizeste 1 e em
35 E derão de beber vinho a seu pai, que pequei eu contra ti, que sobre
também naquella noite: e levantou- mim, e sobre meu reino troxesses tão
se a menor, e deitou-se com elle; e grande peccado? obras que não são
náo sentio quando ella se deitou, nem de fazer, fizeste comigo.
quando se levantou. 10 Disse mais Abimelech a Abra-
36 E conceberão as duas filhas de ham : Que tens visto, para fazer tal
Loth de seu pai. cousa 1
37 E pario a primogénita hum filho, 11 E disse Abraham : Porque dizia
e chamou seu nome Moab: Este he o eu, certamente nâo ha temor de Deoa
pai dos Moabitas até o dia de hoje. neste lugar, assim que me matarão
38E a menor também pario num por amor de minha mulher.
filho, e chamou seu nome Ben-Ammi; 12 E na verdade também he minha
Este he o pai dos filhos de Ammon irmã, filha de meu pai, mas náo filha
até o dia de hoje. de minha mai; e foi-me por mulher.
13 E aconteceo que, fazendo-me De-
os sahir vagabundo da casa de meu
CAPITULO XX. pai, eu lhe disse: Seja esta tua benefi-

E
PARTIO-SE Abraham d’ali para cência, que comigo farás em todo lu-
a terra do Sul, e habitou entre gar aonde viermos, dize de mim, meu
Kades e entre Sur; e peregrinou em irmão he.
Gerar. 14 Então tomou Abimelech ovelhas
2 E disse Abraham de Sara sua mu- e vacas, e servos e servas, e deu os a
lher; minha irmã he : e enviou Abim- Abraham; e tornou-lhe a Sara sua
elech Rei de Gerar, e tomou a Sara. mulher.
3 Porem Deos veio a Abimelech 15 E disse Abimelech : Eis aqui
em sonhos de noite, e disse-lhe: Eis minha terra está diante de tua fa-
que morto es por via da mulher que ce : habita aonde bom for em teus
tomaste ; porque casada he com ma- olhos.
rido. 16 E a Sara disse: Ves aqui dado
4 Mas Abimelech ainda não era che- tenho a teu irmão mil moedas de pra-
gado a ella; porisso disse: Senhor, ma- ta : Eis que elle te seja por veo de olhos
tarás também a gente justa 1 para com todos que comtigo estão: até
5 Nâo me disse elle mesmo; minha para com todos, e escaramenta.
irmã he 1 e ella também disse ; meu 17 E orou Abraham a Deos; e sarou
irmão hei com sinceridade de meu Deos a Abimelech, e a sua mulher,
coração, e com pureza de minhas mã- e a snas servas, de maneira que pa-
os tenho feito isto. rirão.
6 E disse-lhe Deos em sonhos: Tam- 18 Porque Jehov ah fechando havia
bém eu sei, que em sinceridade de fechado toda madre da casa de Abi-
teu coração fizeste isto; e também i melech, por causa de Sara, mulher de
gu te tenho impedido de peccar con- i Abraham. ,
-igitized by Go gle OríginaTfróm’
HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, XXt. 21

15 E consumida a agua do frasco,


CAPITULO XXI.
lançou ao menino debaixo de huma

E
JEHOVAH visitou aSara, como ti- das arvores.
nha dito: e fez Jehovah a Sara, 16 E foi-se, e assentou-se em fronte,
como tinha fallado. affastando-se tanto quanto hum tiro de
2 E concebeo Sara, e pario a Abra- arco; porque dizia: Nâo veja eu mor-
ham hum filho em sua velhice, ao rer ao menino; e assentou-se em fron-
tempo determinado, que Deos lhe ti- te e levantou sua voz, e chorou.
nha dito. 17 E ouvio Deos a voz do moço, e
3 E chamou Abraham o nome de bradou o Anio de Deos a Hagar desd’o
•eu filho que lhe nascera, que Sara lhe ceo, e disse-lhe: Que he comtigo, Ha-
parira, Isaac. gar ? nâo temas, porque Does ouvio a
4 E Abraham circuncidou a seu filho voz do rapaz desd’o lugar aonde está.
laaac, filho de oito dias, como Deos 18 Ergue-te, levanta ao moço, e pe-
lhe tinha mandado. ga-lhe pela mâo, porque o porei em
5 E era Abraham de idade de cem grande gente.
annos, quando lhe nasceo Isaac seu 19 E abrio-lhe Deos os olhos, e vio
filho. hum poço de agua: e foi-se, e encheo
6 E disse Sara: Riso me tem feito o frasco de agua, e deu de beber ao
Deos, todo aquelle que o ouvir, se ri- rapaz.
rá comigo. 20 E foi Deos com o rapaz, e cre-
7 Disse mais: Quem diria a Abra- ceo ; e habitou no deserto e foi tira-
ham, que Sara deo de mamar a filhos? dor de arco.
porque pari-lhe hum filho em sua ve- 21 E habitou no deserto de Paran;
lhice. e sua mai tomou-lhe mulher da terra
8 E creceo o filho, e foi destetado; de Egypto.
entáo Abraham fez hum grande con- 22 E aconteceo naqu elle mesmo tem-
vite no dia em que Isaac foi deste- po, que Abimelech e Pichol cabeça
tado. de seu exercito, fatiou com Abraham,
9 E vio Sara ao filho de Hagar a dizendo: Deos he comtigo em tudo o
Egypcia, ao qual tinha parido a Abra- que fazes.
ham, que zombava. 23 Jura-me pois agora aqui por De-
10 E disse a Abraham : Deita fora os, se me mentirás a mim, ou a meu
a esta serva e a seu filho; porque o filho, ou a meu neto: segundo a bene-
filho desta serva não herdará com meu ficência que te fiz, me farás a mim, e
filho, com Isaac. á terra aonde peregrinaste.
11 E pareceo esta palavra mui má 24 E disse Abraham: Eu jurarei.
em os olhos de Abraham, por causa 25 Porém Abraham reprenaeo a Abi-
de seu filho. melech por causa de num poço de
12 Porém Deos disse a Abraham: agua, que os servos de Abimelech por
Nâo te pareça máo em teus olhos ácer- força haviâo tomado.
ca do moço, e ácerca de tua serva; tu- 26Então disse Abimelech: Eu nâo
do o que Sara te disser, ouve sua voz; sei quem tenha feito esta cousa; e
porque em Isaac te será chamada se- também tu m’o nâo fizeste saber, nem
mente. eu o ouvi, senão hoje.
13 Mas também ao filho desta ser- 27 E tomou Abraham ovelhas e va-
va porei em gente, porquanto he tua cas, e deu-as a Abimelech; e fizerâo
semente. ambos concerto.
14 Entáo se levantou Abraham pela 28 E poz Abraham sete cordeiras
manhá de madrugada, e tomou pâo, da manada a parte.
e hum frasco de agua, e deu-o a Ha- 29 E Abimelech disse a Abraham:
ear, pondo o sobre seu hombro; tam- de que servem aqui estas sete cordei-
bém lhe deu ao menino, e enviou a; ras, que poseste á parte ?
e ella foi-se, andando vagabunda no 30 E disse: De que tomarás sete ca-
deserto de Berseba. < deiras de minha mão, para que sejão
Go gle HARVARD UNIVERSITY
22 GENESIS, XII.

em testimunho, que eu cavei este 10 E estendeo Abraham sua mão,


poço. e tomou o cutelo, para degolar a seu
31Por isso se chamou aquelle lugar filho.
Berseba, porquanto ambos jurarão ali. 11 Mas o Anjo de Jehov ah lhe bra-
32 Assim fizeráo concerto em Berse- dou desdo ceo, e disse : Abraham,
ba : Depois se levantou Abimelech e Abraham! e elle disse : Eis me aqui.
Pichol cabeça de seu exercito, e tor- 12 Então disse : Nâo estendas tua
naráo-se para a terra dos Philisteos. mão sobre o rapaz, e não lhe faças
33 E plantou hum bosque em Ber- nada; porquanto agora sei, que es te-
seba, e invocou lá o nome de Jeho - mente a Deos, e não me refusaste a
vah , Deos eterno. teu filho, a teu unico.
34 E peregrinou Abraham muitos di- 13 Entáo levantou Abraham seus
as na terra dos Philisteos. olhos, e olhou; e eis hum carneiro de
tras delle, travado por seus cornos em
hum mato; e foi Abraham, e tomou o
CAPITULO XII. carneiro, e offereceo-o em holocausto,

E
ACONTECEO depois destas cou- em lugar de seu filho.
sas, que Deos tentou a Abraham, 14 E chamou Abraham o nome da-
e disse-lhe: Abraham! e elle dissequelle
: lugar, Jehov ah proverá; por
Eis-me aqui. onde se diz o dia de hoje : No monte
2 E disse : Toma agora a teu filho, de Jeho vah se proverá.
teu unico aquem amas, a Isaac, e vai- 15 Então o Anjo de Jeh ov ah bra-
te á terra ae Moria, e offerece o ali dou a Abraham á segunda vez desdo
em holocausto sobre huma das mon- ceo.
tanhas, que eu te direi. 16E disse: Por mim mesmo juro,
3 Então se levantou Abraham pela diz Jehova h : Porquanto fizeste esta
manha de madrugada, e albardou seu obra, e não refusas-te a teu filho, a teu
asno, e tomou dous de seus moços unico.
comsigo, e a Isaac seu filho; e fenaeo 17 Que abençoando-te abençoarei,
tenha para o holocausto, e levantou-se, e multiplicando multiplicarei tua se-
e foi-se ao lugar que Deos lhe dissera. mente como as estrellas do ceo, e co-
4 Ao terceiro dia levantou Abraham mo a area que está na praia do mar;
seus olhos, e vio o lugar de longe. e tua semente possuirá em herança
5 E disse Abraham a seus moços: as portas de seus inimigos.
ficai-vos aqui com o asno, e eu c.om o 18 E em tua semente serão bemdi-
rapaz hiremos até ali; e havendo ado- tas todas as gentes da terra: porquan-
rado, nós tornaremos a vós-outros. to obedeceste à minha voz.
6 E tomou Abraham a lenha do ho- 19 Entáo Abraham tornou a seus
locausto, e póla sobre Isaac seu filho; moços, e levantarão-se, e forão juntos
e elle tomou o fogo e o cutelo em sua para Berseba; e Abraham habitou
mão, e forão ambos juntos. em Berseba.
7 Entáo fallou Isaac a Abraham seu 20 E aconteceo depois destas cou
pai, e disse: Pai meu! e elle dis- sas, que denunciarão a Abraham, di
se : Eis me aqui filho meu ! e elle zendo: Eis que também Milca pario
disse: Eis aqui o fogo e a lenha, porém filhos a Nahor teu irmão.
aonde está o cordeiro para o holocau- 21 A Uz seu primogénito, e a Buz
sto? seu irmão, e a Kemuel pai de Aram.
8 E disse Abraham: Deos proverá 22 E a Chesed, e a Haso, e a Pildas.
para si hum cordeiro em holocausto, e a Jidlaph, e a Bethuel.
meu filho : Assim hiáo ambos juntos. 23 E Bethuel gerou a Rebecca : es-
9 E vieráo ao lugar que Deos lhe tes oito pario Milca a Nahor, irmão
dissera, e edificou Abraham ali hum de Abraham.
altar, e compóz, a lenha, e amarrou a 24 E sua concubina cujo nome era
Isaac seu filho, e deitou-o sobre o al- Reuma, ella pario também a Tebah
tar em cima da lenha. e a Gaham, e a Tabas, e a Maacha,
: -íiyCíO 3^'
Original from
HARVARD UNIVERSIT
GENESIS, XXUI, XXIV. 23

14 E respondeo Ephron a Abraham,


capit ulo xxm. dizendo-lhe:

E
A rida de Sara foi cento e vinte e 15 Meu senhor, ouve-me : A terra.
sete annos: estes forão os annos he de quatrocentos siclos de prata;
da vida de Sara. que isto he entre mim e entre ti 1 se-
2 E morreo Sara em Kirjath-Arba, pulta teu morto.
esta he Hebron na terra de Canaan; 16 E Abraham deu ouvidos a Ephron,
e veio Abraham a lamentar a Sara, e e Abraham pesou a Ephron o dinhei-
a chorála. ro de que tinha fallado em ouvidos
3 Depois se levantou Abraham de dos filhos de Heth, quatrocentos siclos
sobre a face de seu morto, e fallou aos de prata, correntes entre mercadores.
filhos de Heth, dizendo: 17 Assim se confirmou o campo do
4 Peregrino e forasteiro sou entre Ephron que estava em Machpela, em
vôsoutros: dai-me possessão de sepul- fronte de Mamre, o campo e a cova
tura com vosco, para que eu sepulte a que nelle estava, e todo o arvoredo que
meu morto de diante ae minha face. no campo havia, que estava em todo
5 E responderão os filhos de Heth a seu contorno ao redor.
Abraham, dizendo-lhe: 18 A Abraham em possessão diante
6 Ouve-nos, meu senhor; príncipe dos olhos dos filhos de Heth, de todos
de Deos es no meio de nósoutros; en- os que entravão pela porta de sua ci-
terra teu morto no escolhido de nossas dade.
sepulturas; nenhum de nós te impe- 19 E depois sepultou Abraham a
dirá sua sepultura, para enterrar teu Sara sua mulher na cova do campo de
morto. Machpela, em fronte de Mamre que
7 Então se levantou Abraham, e in- he Hebron, na terra de Canaan.
clinou-se diante do povo da terra, di- 20 Assim se confirmou aquelle cam-
ante dos filhos de Heth. po dos filhos de Heth, e a cova que
8 E fallou com elles, dizendo: Se he nelle estava, a Abraham em posses-
com vossa vontade, que eu sepulte são de sepultura.
meu morto de diante de minha face,
ouvi-me, e fallai por mim a Ephron o CAPITULO XXIV.
filho de Zohar.

Â
9 Que elle me dé a cova de Mach- BRAHAM pois era já velho e en-
pela que tem, que he ao cabo de seu trado em dias, e Jehov ah havia
campo; que me dá pêlo devido preço abençoado a Abraham em tudo.
em herança de sepulcro, no meio de 2 E disse Abraham a seu servo, o
vôsoutros. mais velho de sua casa, que tinha o
10 Ora Ephron estava assentado no governo sobre tudo que possuia : Põ-
meio dos filhos de Heth: e respondeo em agora tua mão debaixo de minha
Ephron Hetheo a Abraham em ouvi- coxa.
dos dos filhos de Heth, de todos os que 3 Para que eu te faça iurarpor Jeho -
entravão pela porta de sua cidade, di- vah o Deos do ceo, e Deos da terra,
zendo : que não tomarás para meu filho mu-
11 Não, meu senhor, ouve-me: o lher das filhas dos Cananeos, em meio
campo te dou, também te dou a cova dos quaes eu habito.
que nelle está; diante dos olhos dos 4 Mas que irás á minha terra, e á
filhos de meu povo t’a dou; sepulta minha parentela, e tomarás de lá mu-
teu morto. lher para meu filho Isaac.
12 Então Abraham se inclinou di- 5 E disse-lhe o servo: Porventura
ante da face do povo da terra. não quererá seguir-me aquella mu-
13 E fallou a Ephron em ouvidos do lher a esta terra: Tornando tomarei
povo da terra, dizendo: mas tu es pois a teu filho á terra d’onde tens
este ? ora ouve-me : O preço do cam- sahido I
po darei, toma-o de mim, e sepultarei 6 E Abraham lhe disse: Guarda-te,
ali meu morto. que não tomes lá a meu filho.
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
24 GENESIS, XXIV.

7 Jehov ah o Deos do ceo, que me e apresurou-se, e abaixou seu cantaro


tomou da casa de meu pai, e da ter- sobre sua mão, e deu-lhe de beber.
ra de minha parentela, e que me 19 E acabando ella de lhe dar de
fallou, e que me jurou, dizendo: A beber, disse: Também tirarei agua
tua semente darei esta terra: Elle para teus camellos, até que acabem
enviará seu anjo diante de tua face, de beber.
para que de lá tomes mulher para 20 E apresurou-se, e vazou seu can-
meu filho. taro na pia, e correo outra vez ao po-
8 Porem se a mulher nâo quiser se- ço a tirar agua, e tirou para todos seus
guir-te, serás limpo deste meu jura- camellos.
mento ; somente não tomes lã a meu 21 E o varão estava espantado del-
filho. ia, callando, para saber se Jehov ah
9 Então pôs o servo sua mão de- havia prosperado seu caminho, ou
baixo da coxa de Abraham seu se- não.
nhor, o jurou-lhe sobre este negocio. 22 E aconteceo que, acabando os
10 E tomou aquelle servo dez ca- camellos de beber, tomou o varão hum
mellos dos camellos de seu senhor, e pendente de ouro, de meio siclo de
partio-se e toda a fazenda de seu peso, e duas manilnas sobre suas mãos
senhor estava em sua mão, e levan- de peso de dez sidos de ouro.
tou-se e partio-se a Mesopotamia, á ci- 23 E disse: Cuja filha es I Ora faze-
dade de Nahor. me o saber: Ha também em casa de
11 E fez ajoelhar os camellos fora teu pai lugar para nos a pousar 1
da cidade, junto a hum poço de agua, 24 E ella lhe dissera: Eu sou a filha
á hora da tarde, as tempo que as moças de Bethuel, filho de Milca, ao qual
sahião a tirar agua. pario a Nahor.
12 E disse: Jehovah , Deos de meu 25 Dissera-lhe mais: Também te-
senhor Abraham! Ora faze que ella mos palha e muito pasto, também lu-
encontre hoje diante de mim, e faze gar para passar a noite.
misericórdia a meu senhor Abra- 26 Então inclinou-se aquelle varão,
ham. e adorou a Jehov ah .
13 Eis que eu estou em pé junto a 27 E disse: Bemdito Jeh ov ah Deos
fonte de anua, e as filhas dos varões de meu senhor Abraham, que não
desta cidade sahiráo a tirar agua: tirou sua beneficencia e sua verdade
14 Seja pois que a moça, a quem eu de meu senhor : quanto a mim, Jeh o -
disser: Abaixa agora teu cantaro pa- vah me guiou neste caminho á casa
ra que eu beba j e ella disser: Bebe, dos irmãos de meu senhor.
o também darei de beber a teus ca- 28 E a moça correo, e fez saber estas
mellos ; aquella seja a que assinalaste cousas na casa de sua mai.
a teu servo Isaac, e que eu conheça 29 E Rebecca tinha hum irmão, cujo
nisso, que fizeste misericórdia a meu nome era Laban; e Laban correo fo-
senhor. ra a aquelle varão á fonte.
15 E aconteceo que, antes que elle 30 E aconteceo que, quando elle vira
acabasse de fallar, eis que Rebecca ao pendente e as manilhas sobre as
sahia, que havia nascido a Bethuel, mãos de sua irmã ; e quando ouvira
filho de Milca, mulher de Nahor, ir- as palavras de sua irmã Rebecca, que
mão de Abraham, e trazia seu cantaro dizia: Assim me fallou aquelle va-
sobre seu hombro. rão ; veio ao varão, e eis que estava
16 E a moça era mui fermosa de em pé junto aos camellos á fonte.
vista, virgem, a que varão nâo havia 31 E disse: Entra, bemdito de Jeho -
conhecido : e deceo á fonte, e encheo vah , porque estarás fora? pois já eu
seu cantaro, e subio. aparelhei a casa, e o lugar para os
17Entáo o servo lhe correo ao en- camellos.
contro, e disse : Deixa-me ora beber 32 Então veio aquelle varão a casa,
huma pouca de agua de teu cantaro. e desatarâo-os camellos, e derâo pa-
18 E ella disse: Bebe meu senhor; lha e pasto aos camellos, e agua para
ed by ClO * Original from
HARVARD UNIVERSITY-
GENESIS, XXIV. 25
lavar os pés delle, e os pés dos varões 46 E ella se apresurou, e abaixou
que estavão com elle. seu cantaro de sobre si, e disse : Be-
33 Depois poserâo diante delle de be, e também darei de beber a teus
comer^ porem elle disse: Não come- camellos; e bebi, e ella deu também
rei, ate que haja fallado minhas pala- de beber aos camellos.
vras; e disse: Falia. 47Então lhe perguntei, e disse: Cu-
34 Entáo disse: Eu sou o servo de ja filha tu es? e ella disse : Filha de
Abraham. Bethuel, filho de Nahor, a quem lhe-
35 E Jehov ah abençoou muito a meu pario Milca; entáo tenho posto o pen-
senhor, de maneira que foi engran- dente em seu rosto, e as manilhas so-
decido, e deu-lhe ovelhas e vacas, e bre suas mãos.
prata e ouro, e servos e servas, e ca- 48 E inclinando-me adorei a Jeh o -
mellos e asnos. va h , e bemdisse a Jeho vah , Deos de
36 E Sara a mulher de meu senhor meu senhor Abraham, que me havia
pario hum filho * meu senhor depois encaminhado por caminho da verda-
de sua velhice, e deu-lhe tudo quanto de, para tomar a filha do irmão de
tem. meu senhor para seu filho.
37 E meu senhor me fez jurar, di- 49 Agora pois, se vôsoutros haveis
zendo : Não tomarás mulher para meu de fazer misericórdia e verdade a meu
filho das filhas dos Cananéos, em cuja senhor, fazei-m’o saber; e se não,
terra habito. também fazei-m’o saber, para que eu
38 Senão irás á casa de meu pai, olhe á mão direita, ou á esquerda.
e a minha familia, e tomarás mulher 50 Entáo respondeo Laban e Bethu-
para meu filho. el, e disserâo : De Jehov ah procedeo
39 Entáo disse eu a meu senhor: Por este negocio; náo podemos fallar a ti
ventura não me seguirá a mulher. mal ou bem.
40 E elle me disse: Jehovah , dian- 51 Ves aqui, Rebecca está diante de
te de cujo rosto andado tenho, envia- tua face, toma-a, e vai-te, seja a mu-
rá seu anjo comtigo, e prosperará teu lher do filho de teu senhor, como tem
caminho, para que tomes mulher para dito Jehovah .
meu filho de minha familia, e da casa 52 E aconteceo que, ouvindo o ser-
de meu pai. vo de Abraham suas palavras, incli-
41 Entáo serás limpo de meu jura- nou-se á terra diante de Jehovah .
mento, quando fores a minha familia; 53 E tirou o servo vasos de prata e
e se nâo te a derem, limpo serás de vasos de ouro, e vestidos, e deu-os a
meu juramento. Rebecca; também deu cousas precio-
42 E hoje cheguei á fronte, e disse : sas a seu irmáo, e a sua mai.
Jehovah . Deos de meu senhor Abra- 54 Então comerão e beberáo, elle e
ham ! se tu agora prosperarás meu os varões que com elle estavão ; e pas-
caminho, no qual eu ando. sarão a noite: e levantarão-se pela ma-
43 Eis que estou junto á fonte de nhã, e disse : Deixai-me ir a meu
agua : Seja pois, que a donzella que senhor.
sahir para tirar agua, e â qual eu dis- 55 Então disse seu irmão a sua mai:
ser ; ora dáme huma pouca de agua Fique a moça com nosco alguns ou dez
de teu cantaro: dias, depois irás.
44 E ella me disser; bebe tu tam- 56 Porem elle lhes disse: Náo mo
bém, e também tirarei agua para teus detenhais, pois Jeho vah tem prospera-
camellos : esta seja a mulher, que Je - do meu caminho; deixai-me partir,
hov ah assinalou ao filho de meu se- que me vou a meu senhor.
nhor. 57 E disserâo : Chamemos a moça,
45 Antes que eu acabasse de fallar e perguntemos-lhe-o.
em meu coração, eis que Rebecca sa- 58 E chamarão a Rebecca, e disse-
hiae trazia seu cantaro sobre seu hom- râo-lhe: Irás tu com este varão ? e
bro, e deceo á fonte, e tirou agua ; e ella respondeo: Irei.
eu lhe disse : Ora-dá-me de beber. 59 Entáo despedirão a Rebecca suas
a Go gie HARVARD UNIVERSITY
26 GENESIS, XXV.

irmã, e a sua ama, e ao servo de Abra- da vida de Abraham, que viveo; cen-
ham, e a seus varões. to e setenta e cinco annos.
60E abençoarão a Rebecca, e dis- 8 E espirou e morreo Abraham em
serâo-lhe: a nossa irmã, sejas tu em boa velhice, velho e farto de dias: e
milhares de millrares, e tua semente foi congregado a seus povos.
possua a porta de seus aborrecedores! 9 E sepultarão-o Isaac e Ismael, seus
61 E Rebecca se levantou com suas filhos, na cova de Machpela, no cam-
moças, e subirão sobre os camellos, e po de Ephron, filho de Zohar Hethéo,
seguirão ao varão: e tomou aquelle que estava em fronte de Mamre.
servo a Rebecca, e partio-se. 10 No campo que Abraham compra-
62 Ora Isaac vinha d’onde se vem a ra dos filhos de Heth : Ali está sepul-
o poço de Lachai-Roi; e habitava na tado Abraham, e Sara sua mulher.
terra do Sul. 11 E aconteceo depois da morte de
63 E Isaac sahira a orar no campo, Abraham, que Deos abençoou a Isaac
h hora da tarde: e levantou seus olhos,seu filho: e habitava Isaac junto ao,
e olhou, e eis que os camellos vinhão. poço Lachai-Roi.
64 Rebecca também levantou seus 12 Estas porem são as gerações de-
olhos, e vio a Isaac, e lançou-se do ca-
Ismael filho de Abraham, a quem pa-
mello. rio Hagar Egypcia, serva de Sara, a.
65 E disse ao servo: Quem he aquel- Abraham.
le varão, que vem pelo campo ao en- 13 E estes são os nomes dos filhos,
contro de nós 1 e o servo disse: Este de Ismael por seus nomes, segundo*
he meu senhor; então tomou ella o suas gerações: o primogénito de Is-
veo, e cubriose. mael era Nebajoth, depois Kedar, e
66 E o servo contou a Isaac todas as Abdeel, e Mibsam.
cousas que fizera. 14 E Misma, e Duma, e Massa.
67 E Isaac trouxe-a em a tenda de 15 Hadar, e Thema, Jetur, Naphis,
sua mai Sara, e tomou a Rebecca, e e Kedma.
foi-lhe por mulher, e amou-a: assim 16 Estes são os filhos de Ismael, e
Isaac for consolado depois da morte de estes são seus nomes em suas villas, e
sua mai. em seus paços; doze príncipes segun-
do suas familias.
17 E estes são os annos da vida de
CAPITULO XXV. Ismael, cento e trinta e sete annos; e

E
ABRAHAM proseguio, e tomou elle espirou, e morreo, e foi congrega-
outra mulher; e seu nome era do a seus povos.
Ketura. 18 Ehabitarão desde Havila até Sur,
2 E pario-lhe a Zimran, e a Joksan, que está em fronte de Egypto, aonde
e a Medan, e a Midian e a Jisback, e vas para Assur; e fez seu assento di-
a Suçh. ante da face de todos seus irmãos.
3 E Joksan gerou a Seba, e a De- 19 E estas são as gerações de Isaac,
dan: e os filhos de Dedan forão As- filho de Abraham : Abraham gerou a
surim, e Letusim, e Leummim. Isaac.
4 E os filhos de Midian forão Epha, 20 E era Isaac de idade de quaren-
e Epher, e Hanoch, e Abidah, e El- ta annos, quando tomou a Rebecca,
dah: estes todos forão filhos de Ke- filha de Bethuel Araméo de Paddan-
tura. Aram, irmã de Laban Araméo, por
5 Porem Abraham deu tudo o que sua mulher.
tinha a Isaac. 21 E Isaac orou a Jehovah em pre-
6 Mas aos filhos das concubinas que sença de sua mulher, porquanto era
Abraham tinha, deu Abraham presen- esteril; e Jeho vah moveo-se delle,
tes, e despedio-os de seu filho Isaac, de maneira que concebeo Rebecca sua
vivendo elle ainda, ao Oriente para a mulher.
terra Oriental. 22E os filhos se empuxavão em seu
7 Estes pois são os dias d08 annos ventre; então disse: Se assim he, por-
Go gle Original from*.
HARVARD UNÍVERSITY
GENESIS, XXVI. 27

que eu sou aqui? E foi-se a perguntar tigo, e te abençoarei: porque a ti e a


a Jehov ah . tua semente darei todas estas terras,
23 E Jehov ah lhe disse: Dous po- e confirmarei o juramento, que tenho
voe ha em teu ventre, e duas nações jurado a Abraham teu pai.
se dividirão de tuas entranhas, e o 4 E multiplicarei tua semente como
hurn povo será mais forte que o outro as estrellas do ceo, e darei à tua se-
povo: e o maior servirá ao menor. mente todas estas terras; e em tua se-
24 E cumprindo-se seus dias para mente serão bemditas todas as gentes
parir, eis gemeos em seu ventre. da terra.
25 E sahio o primeiro ruivo, e era to-5 Porquanto Abraham obedeceo ã
do como hum vestido cabelludo; por- minha voz, e guardou meu mandado,
isso chamarão seu nome Esau. meus preceitos, meus estatutos, e mi-
26E depois sahio seu irmão, trava- nhas leis.
da sua mão do calcanhar de Esau; 6 Assim habitou Isaac em Gerar.
porisso se chamou seu nome Jacob: 7 E perguntando-lhe os varões da-
E era Isaac de idade de sessenta an- quelle lugar acerca de sua mulher,
nos, quando os gerou. disse: Minha irmã he; porque temia
27 E crescerão os meninos, e Esau de dizer, minha mulher he, para que
foi varão entendido na caça, varão do porventura dizia elle me não matem
campo; mas Jacob era varão since- os varões daquelle lugar por amor
ro, habitando em tendas. de Rebecca; porque era formosa de
28 E amava Isaac a Esau, porque a vista.
caça era por sua boca; mas Rebecca 8 E aconteceo que, como elle esteve
amava a Jacob. ali muito tempo, Abimelech Rei dos
29 E Jacob guisara hum guisado; e Philisteos olhou por huma janella e
veio Esau do campo, e estava can- vio, eis que Isaac estava zombando
sado. com Rebecca sua mulher.
30 E disse Esau a Jacob: Deixa-ine 9 Então chamou Abimelech a Isaac,
ora sorver deste vermelho, o vermelho e disse : Eis que na verdade ella he
ali, porque estou cansado: porisso se tua mulher; como pois disseste; mi-
chamou seu nome, Edom. nha irmã he? edisse-lheIsaac: Por-
31 Entáo disse Jacob: Vende-me que eu dizia; para que eu por ventura
hoje tua primogenitura I não morra por amor delia.
32 E disse Esau: Eis que me vou a 10 E disse Abimelech: Que he isto
morrer, e para que me servirá logo a que nos fizeste? Facilmente se houve-
primogenitura? ra deitado algum deste povo com tua
33 Então disse Jacob: Jura-me ho- mulher, de maneira que nouveras tra-
je ; e jurou-lhe, e vendeo sua primo- zido culpa sobre nós.
genitura a Jacob. 11 E mandou Abimelech a todo o
34 E Jacob deu pão a Esau e o gui- povo, dizendo: Qualquer que tocar a
sado das lentilhas; e comeo, e bebeo; este varão ou a sua mulher, de morte
e levantou-se, e foi-se: Assim despre-morrerá.
zou Esau a primogenitura. 12 E semeou Isaac naquella mes-
ma terra, e achou naquelle mesmo
anno cem medidas, porque Jehov ah
CAPITULO XXVI.
o abençoava.

E
HAVIA fome na terra, de mais 13 E engrandeceo-se o varão, e hia-
da primeira fome; que foi nos di- se engrandecendo, até que foi feito
as de Abraham: porisso foi-se Isaacmui grande.
a Abimelech Rei dos Philisteos em 14 E tinha possessão de ovelhas, e
Gerar. possessão de vacas, e muito aparato;
2 Eapparecco-lheJrho vah ,edisse: de maneira que os Philisteos o enve-
Não desças a Egypto; habita na terra javão.
que eu te disser. 15 E todos os poços, que os servos
de seu pai nos uias do seu pai Abra-
HARVARD UNIVERSITY
28 GENESIS, XXVII.

ham tinháo cavado, os Philisteos en- te em paz: Agora tu es o bemdito de


tulharão, e os encherão de terra. Jeho vah .
16 Também disse Abimelech a Isa- 30Então lhes fez hum convite, e
ac: Aparta-te de nósoutros; porque comerão e beberão.
muito mais poderoso te tens feito que 31 E levantarâo-se de madrugada, e
nós. jurarâo-o hum ao outro: depois os
17Então Isaac foi-se d’ali, e fez seu despedio Isaac, e partirâo-se delle em
assento no valle de Gerar, e habitou lá. paz.
18 E tomou Isaac, e cavou os poços 32 E aconteceo naquelle mesmo dia,
dé agua, que cavarão nos dias de que vierâo os servos de Isaac, e de-
Abraham seu pai, e que os Philisteos nunciarão-lhe ácerca do negocio do
taparáo depois da morte de Abra- poço, que tinhão cavado; e disserão-
ham ; e chamou seus nomes dos no- Ihe: Temos achado agua.
mes, com que lhes chamara seu pai. 33 E chamou-lhe, Seba: porisso he
19 Cavarão pois os servos de Isaac o nome daquella cidade Ber-Seba até
naquelle valle, e acharão ali hum po- o dia de hoje.
ço de aguas vivas. 34 Ora sendo Esau de idade de qua-
20 E os Pastores de Gerar porfiarão renta annos, tomou por mulher a Ju-
com os pastores de Isaac, dizendo: dith, filha de Beeri Hetheo, e a Bas-
Nossa he esta agua: porisso chamou matn, filha de Elon Hetheo.
o nome daquelle poço, Esek; porque 35 E estas forão a Isaac e a Rebecca
contenderão com elle. huma amargura do espirito.
21 Então cavarão outro pôço, e tam-
bém porfiarão sobre elle: porisso cha-
mou seu nome Sitna. CAPITULO XXVII.

E
22E partio-se d’ali, e cavou outro ACONTECEO que, como Isaac
poço, e não porfiarão sobre elle : por- envelheceo, e seus olhos se es-
isso chamou seu nome Rehobotn, e curecerão, de maneira que não podia
disse: Porque agora nos dilatou Je - ver, chamou a Esau seu filho maior,
hovah , e crecémos nesta terra. e disse-lhe: Meu filho: e elle lhe
23 Depois subio d’ali a Ber Seba. disse: Eis-me aqui.
24 E apareceo-lhe Jehova h naquella 2 E elle disse: Eis que já agora enve-
mesma noite, e disse: Eu sou o Deos lheci, e não sei o dia de minha morte.
de Abraham teu pai: não temas, por- 3 Agora pois, toma ora teu aparelho,
que eu sou comtigo e abençoar-te-hei, tua aljava e teu arco, e sahe ao cam-
e multiplicarei tua semente, por amor po, e caça para mim caça.
de Abraham meu servo. 4 E faze-me manjares saborosos, co-
25 Então edificou ali hum altar, e mo eu os amo, e traze-me-os; jrnra
invocou o nome de Jeho vah , e armou que eu coma, para que minha alma
ali sua tenda; e os servos de Isaac te abençoe, antes que morra.
cavarão ali hum poço. 5 E Rebecca escutou quando Isaac
26 E Abimelech veio a elle de Ge- fallava a seu filho Esau: e foi-se Esau
rar, com Ahuzzath seu amigo, e Pi- ao campo, para caçar a caça, que
chol o príncipe de seu exercito. havia de trazer.
27 E disse-lhes Isaac: Porque vies- 6 Então fallou Rebecca a Jacob seu
tes a mim, pois que vos me aborreceis, filho, dizendo: Eis que tenho ouvido
e me enviastes de vôsoutros I a teu pai, que fallava com Esau teu
28 E elles disserâo: Vendo have- irmão, dizendo:
mos visto, que Jehovah he comtigo, 7 Traze-me caça, e faze para mim
pelo que dissemos: Haja agora jura- manjares saborosos, para que eu co-
mento entre nósoutros, entre nós e en- ma, e te abençoe diante da face de
tre ti: e façamos concerto comtigo. Jeho vah antes de minha morte.
29Que nos não faças mal, como nós 8 Agora pois, filho meu, ouve minha
não temos te tocado, e como sómente voz naquillo que te mando.
te havemos feito berme deixámos ir-1 6 Vai agora arrebanho, e traze
Digitized by Go Qle HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, XXVII. 29
para mim de lá dous bons cabritos das I perto de mim, para que coma da caça
cabras, e eu farei golodices para teu ae meu filho; para que minha alma
pai, como elle ama. te abençoe : e chegou-lh’o, e comeo >
10 E tu as levarás a teu pai, e co- trouxe-lhe também vinho, e bebeo.
merá ; para que te abençoe antes de 26 E disse-lhe Isaac seu pai : Ora
sua morte. chega-te, e beja-me, filho meu.
11 Entáo disse Jacob a Rebecca sua 27 E chegou-se, e bejou-o ; entáo
mai : Eis que Esau meu irmão he cheirou o cheiro de seus vestidos, e
varáo velloso, e eu varão liso. abençoou-o. e disse: Eis que o cheiro
12 Porventura me apalpará meu pai, de meu filho he como o cheiro do
e serei em seus olhos como engana- campo, que Jehov ah abençoou.
dor : assim traria eu sobre mim mal- 28 Assim pois te dê Deos do orvalho
dição, e nâo bênção. do ceo, e das gorduras da terra; e mul-
13 E disse-lhe sua mai: Meu filho, tidão de trigo e de mosto.
tua maldição seja sobre mim; ouve so- 29 Sirvão-te povos, e nações se in-
mente minha voz, e vai. traze-m’os. curvem a ti: Sé senhor de teus ir-
14 E foi, e tomou-os, e trouxe-os a mãos, e os filhos de tua mai se incur-
sua mai; e sua mai fez manjares sa- vem a ti : Malditos os que te amal-
borosos, como seu pai os amava. diçoarem, e bemditos os que te aben-
15 Depois tomou Rebecca os vesti- çoarem.
dos preciosos de Esau seu filho maior, 30 E aconteceo, acabando Isaac de
que tinha comsigo em casa, e vestio a abençoar a Jacob, sucedeo que, Jacob
Jacob seu filho menor. sahindo apenas havia sahido da face
16 E as peles dos cabritos das cabras de Isaac seu pai, veio Esau seu irmão
fez vestir sobre suas mãos, e sobre a de sua caça.
lisadura de seu pescoço. 31E fez também elle manjares sa-
17 E deu os manjares saborosos, e o borosos, e trouxe-os a seu pai; e disse
pão, que tinha adereçado, na mão de a seu pai: Levante-se meu pai, e co-
Jacob seu filho. ma da caça de seu filho, para que me
18 E elle veio a seu pai, e disse; abençoe tua alma.
Meu pai! e elle disse: Eis-me aqui; 32 E disse-lhe Isaac seu ]>ai: Quem
quem es tu, meu filho 1 es tu ? e elle disse : Eu sou teu filho,
19 E Jacob disse a seu pai: Eu sou teu primogénito, Esau.
Esau teu primogénito; feito tenho co- 33 Entáo estremeceo Isaac de hum
mo me disseste: Levanta-te agora, as- estremecimento muito grande; e dis-
senta-te, e come de minha caça, para se : Quem pois he aquelle, que caçou
que tua alma me abençoe. a caça, e m’a trouxe ! e comi de tudo,
20 Então disse Isaac a seu filho : antes que tu viesses, e abençoei-o:
Como he isto, que tão apressadamen- Também será bemdito.
te a achaste, filho meu ? e elle disse: 34 Ouvindo Esau as palavras de seu
Porquanto Jehov ah teu Deos a fez pai, bradou com grande e mui amargo
encontrar diante de minha face. brado, e disse a seu pai: Abençoa-
21 E disse Isaac a Jacob: Chega-te me também a mim, meu pai.
agora, para que te apalpe, meu filho; 35 E elle disse: Veio teu irmão com
se es meu filho Esau mesmo, ou não. engano, e tomou tua bênção.
22 Entáo se chegou Jacob a Isaac 36Então disse elle: Não porisso seu
seu pai, que o apalpou, e disse : A voz nome foi chamado Jacob, porque já du-
he a voz de Jacob, porém as mãos são as vezes me enganou ? minha primo-
as mãos de Esau. genitura me tomou, e eis que agora
23 E nâo o conheceo, porquanto suas ! me tomou minha bênção: mais disse:
mãos estavâo vellosas, como as mãos Náo reservaste pois para mim nenhu-
de Esau seu irmão: e abençoou-o. ma bênção.
24 E disse : Es tu meu rilho Esau 37 Entáo respondeo Isaac, e disse a
mesmo? e elle disse: Eu sou. Esau: Eis que o tenho posto por se-
25 Entáo disse : Faze chegar isso nhor sobre ti, e todos seus irmãos lhe
Go gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
30 GENESIS , XXVIII.

tenho dado por servos: e de trigo e e te faça frutificar, e te multiplique,


de mosto o tenho fortalecido; que pois para que sejas em multidão de povos.
te farei agora, meu filho? 4 E te dé a bençáo de Abraham, a
38E disse Esau a seu pai: Tens só- ti e a tua semente comtigo, para que
mente esta huma bençáo meu pai ? em herança possuas a terra de tuas
abençoa-me também a mim, meu pai; peregrinações, que Deos deu a Abra-
e levantou Esau sua voz, e chorou. ham.
39 Então respondeo Isaac seu pai, e 5 Assim enviou Isaac a Jacob, o qual
disse-lhe : Eis que nas gorduras da foi-se a Paddan-Aram, a Laban filho
terra será tua habitação, e do orvalho de Bethuel Syro, irmão de Rebecca,
do ceo, de riba serás bemdito. mai de Jacob e de Esau.
, 40 E por teu cutelo viverás, e a teu 6 Vendo pois Esau, que Isaac aben-
irmão servirás: Porem acontecerá que çoara a Jacob, e o enviara a Paddan-
quando tu senhoreares, então descar- Aram, para tomar mulher para si d’ali,
regarás seu jugo de teu pescoço. e que abençoando-o, lhe mandara, di-
41 E aborreceo Esau a Jacob por zendo : Não tomes mulher das filhas
causa daquella bênção, com que seu de Canaan.
pai o tinha abençoado; e Esau disse 7 E que Jacob obedecera a seu pai,
em seu coração: Chegar-se-hão os di- e a sua mai, e se fóra a Paddan-
as do luto de meu pai: e matarei a Aram.
Jacob meu irmão.
8 Vendo também Esau, que as filhas
42 E denunciadas forão a Rebecca de Canaan erão más nos olhos de Isaac
estas palavras de Esau seu filho mai- seu pai.
or ; e ella enviou, e chamou a Jacob 9 Foi-se Esau a Ismael, e tomou pa-
seu filho menor, e disse-lhe: Eis que ra si por mulher, alem de suas mulhe-
Esau teu irmão se consola sobre ti, pa-
ra te matar. '1 res, a Mahalalh filha de Ismael, filho
de Abraham, irmã de Nebajoth.
43 Agora pois meu filho, ouve minha 10 Partio-se pois Jacob de Berseba,
voz e levanta-te : Acolhe-te a Laban e foi-se a Haran. '
meu irmão em Haran. 11 E chegou a hum lugar, onde pas-
44 E mora com elle alguns dias, até sou a noite, porque ja o sol era posto:
que passe o furor de teu irmão. E tomou das pedras daqqelle lugar, e
45 Até que so desvie de ti a ira de as pôs a sua cabeceira, e deitou-se na-
teu irmão, e se esqueça do que lhe quelle mesmo lugar.
fizeste: então enviarei, o te tomarei 12 E sonhou: E eis huma escada era
de lá; porque seria eu desfilhada tam-
posta na terra, cuja cabeça tocava no
bém de vos ambos em hum dia ?
ceo: e eis que os Anjos de Deos su-
46 E disse Rebecca a Isaac : Enfa- bião e deciâo por e]la.
dada estou de minha vida, por causa
13 E eis que Jehovah estava em ci-
das filhas de Heth: se Jacob tomar ma delia, e disse; Eu sou Jehovah , o
mulher das filhas <le Heth. como es- Deos de Abraham teu pai, e o Deos
tas são, das filhas desta terra, para que de Isaac : Esta terra, em que estás
me será a vida ?
deitado, te darei a ti, e a tua se-
mente.
CAPITULO XXVIII, 14 E tua semente será como o pó da
terra, e estender-se ha ao occidente, e

E
ISAAC chamou a Jacob, e aben- ao oriente, e ao norte, e ao sul, e em
çoou-o, e mandou-lhe, e disse- ti, e em tua semente serão bemditas
lhe : Não tomes mulher das filhas detodas as familias da terra.
Canaan.
15 E eis que estou comtigo, e te
2 Levanta-te, vai a Paddan-Aram, á guardarei por onde quer que fores, e
casa de Bethuel, pai de tua mai, e to- te tornarei a esta terra : porque te não
ma te de lá huma mulher das filhas deixarei, até que haja feito o que te
de Laban, irmão de tua mai. tenho dito.
3 E Deos Todopoderoso te abençoe, 16 Acordado pois Jacob de seu so

Diiiitized by Go q Ic
«Original from
HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, XXIX. 31
no, dizia: Certaménte Jehov ah está 8 E disserâo: Nâo podemos,até que
neste lugar; e eu náo o sabia. todos os rebanhos se ajuntem, e revol-
17 E temeo, e disse : Quam temero- vâo a pedra de sobre a boca do poço,
so he este lugar, outra cousa náo he para que abeberemos as ovellias.
aqui, senão casa de Deos; e esta he 9 Estando elle ainda fullando com
a porta do ceo. elles, veio Rachel com as ovelhas de
18 Entáo se levantou Jacob pela ma- seu pai; porque ella era pastora.
nhã ile madrugada, e tomou a pedra, 10 E aconteceo que, vendo Jacob a
que tinha posto por sua cabeceira, e a' Rachel filha de Laban, do irmáo de
pós por estatua, e derramou azeite em sua mai, e as ovelhas de Laban do
cima delia. irmão de sua mai, chegou Jacob, e
19 E chamou o nome daquelle lugar revolveo a pedra de sobre a boca do
Bethel; sendo porem o nome daquella poço, e abeberou as ovelhas de La-
cidade d’antes, Luz. ban, irmão de sua mai.
20 E Jacob votou hum voto, dizendo: 11 E Jacob beiou a Rachel; e le-
Se Deos for comigo, e me guardar vantou sua voz, e chorou.
nesta viagem que faço, e me der pão 12 E Jacob annunciou a Rachel,
para comer, e vestidos para vestir ; que era irmáo de seu pai, e que era
21 E eu em paz tornar á casa de filho de Rebecca : entáo ella correo,
meu pai: Jehov ah me será por Deos. e o annunciou a seu pai.
22 E esta pedra que tenho posto por 13 E aconteceo que, ouvindo Laban
estatua, será casa de Deos, e de tudo as novas de Jacob filho de sua irmã,
quanto me deres, dezimando dez ima- correo-lhe ao encontro, e abraçou-o,
rei para ti. e bejou-q, e levou-o a sua casa; e
contou a Laban todas estas cousas.
14 Entáo Laban disse-lhe : Verda-
CAPITULO XXIX. deiramente es tu meu osso e minha

E
NTÃO levantou Jacob seus pés, e carne ; e ficou com elle hum mes in-
foi-se â terra dos filhos do ori- teiro.
ente. 15 Depois disse Laban a Jacob: Por-
2 E olhou, e eis hum poço no cam- que tu es meu irmáo, me has de ser-
po, e eis tres rebanhos de ovelhas que vir de balde 1 declara-me, que será teu
deitaváo junto a elle ; porque daquel- salario.
le poço abeberaváo os rebanhos: e 16 E Laban tinha duas filhas; o no-
havia huma grande pedra sobre a me da maior era Lea; e o nome da
boca do poço. menor Rachel.
3 E ajuntavão-se ali todos os reban- 17 Porem Lea tinha olhos tenros;
hos, e revolviáo a pedra de sobre a mas Rachel era de formoso sembrante,
boca do poço, e abeberaváo as ovel- e fermosa de vista.
has : e tomavão a pedra sobre a boca 18 E amava Jacob a Rachel, e dis-
do poço, em seu lugar. se : Sete annos te servirei por Rachel
4 E disee-lhes Jacob: Meus irmãos, tua filha menor.
donde vós sois 1 e disserâo : Somos 19 Entáo disse Laban: Melhor he
de Haran. que eu a dé a ti, do que eu a dê a
5 E elle lhes disse : Conheceis a outro varáo : fica comigo.
Laban filho de Nachor? e diziáo: 20Assim servio Jacob sete annos
Conhecemos. por Rachel; e foráo cm seus olhos
6 Disse-lhes mais : Está elle bem I como poucos dias, porquanto a amava.
e disserâo : Bem está, e eis aqui Ra- 21 E disse Jacob a Laban: Dá-me
chel sua filha, que vem com as ove- minha mulher, porque meus dias sáo
lhas. compridos, para que entre a ella.
7 E elle disse: Eis que o dia ainda 22 Entáo ajuntou Laban a todos os
he grande, nâo he tempo de ajuntar o varões daquelle lugar, e fez hum
gado, abeberai as ovelhas, e ide, apa- convite.
centai-as. , 23 E aconteceo á tarde, que tomou a
Go gie Original from
HARVARD UNIVERSI7Y
32 GENESIS, XXX.

Lea sua filha, e trouxe lh’a: e entroucontra Rachel, e disse : Estou eu logo
a ella. em lugar de Deos, que te impedio o
24 E Laban deu-lhe a Zilpa sua fruto de teu ventre 1
serva, a Lea sua filha por serva. 3 E ella disse : Eis aqui minha ser-
25 E aconteceo pela manhã, e eis va Bilha, entra a ella, para que paira
que Lea era : pelo que disse a Laban ;sobre meus joelhos, e eu também se-
porque me fizeste isso ? náo tenho ja edificada delia.
servido comtigo por Rachel 1 porque 4 Assim lhe deu a Bilha sua serva
pois me enganaste 1 por mulher : e Jacob entrou a ella.
26 E disse Laban : Não se faz assim 5 E concebeo Bilha, e pario a Jacob
em nosso lugar, que a menor se dá hum filho.
antes da primogénita. 6 Entáo disse Rachel: Julgou-me
27 Compre a semana desta; entáo Deos, e também ouvio minha voz, e
te também daremos a esta, pelo ser- me deu hum filho: porisso chamou
viço, que ainda outros sete annos ser- seu nome Dan.
vires comigo. 7E Bilha serva de Rachel tornou a
28 E Jacob fez assim; ecomprio a conceber, e pario a Jacob o filho
semana desta : então lhe deu a Ra- segundo.
chel sua filha, lhe por mulher. 8 Entáo disse Rachel: Com lutas de
29 E deu Laban a Rachel sua filha Deos tenho lutado com minha irmã,
a Bilha sua serva, lhe por serva. também venci; e chamou seu nome
30 E entrou também a Rachel, e Naphtali.
amou também a Rachel mais que a 9 Vendo pois Lea, que cessava de
Lea; e servio com elle ainda outros parir, tomou também a Zilpa sua ser-
sete annos. va, e deu-a a Jacob por mulher.
31Vendo pois Jehova h que Lea 10 E pario Zilpa serva de Lea hum
era aborrecida, abrio sua madre; po- filho a Jacob.
rem Rachel era esteril. 11 Então disse Lea: Veio huma
32 E concebeo Lea, e pario hum chusma : e chamou seu nome Gad.
filho, e chamou seu nome Ruben: 12 Depois pario Zilpa serva de Lea
porque disse : Porque Jehovah atten- o filho segundo a Jacob.
tou para minha amiçâo, porisso ago- 13 Entáo disse Lea: Para minha
ra me amará meu marido. ventura; porque as filhas me teráo
33 E concebeo outra vez, e pario por bemaventurada: e chamou seu
hum filho, dizendo : Porquanto Jeho - nome Aser.
vah ouvio, que eu era aborrecida, me 14 E foi Ruben em os dias da sega
também deu a este; e chamou seu do tigo, e achou Dudains no campo,
nome Simeon. e trouxe-as a Lea sua mai: Entáo
34 E tomou a conceber, e pario hum disse Rachel a Lea; dá-me ora das
filho, dizendo: Agora esta vez se Dudains de teu filho.
ajuntará meu marido comigo, porque 15 E ella lhe disse : Pouco he, que
tres filhos lhe tenho parido : porissohajas tomado meu marido, também
chamou seu nome Levi. tomarás as Dudains de meu filho *
35 E concebeo outra vez, e pario Entáo disse Rachel: porisso se deitará
hum filho, dizendo : Esta vez louva- comtigo esta noite, pelas Dudains de
rei a Jeho vah ; porisso chamou seu teu filho.
nome Juda: e cessou de parir. 16 Vindo pois Jacob á tarde de cam-
po, sahio Lea lhe ao encontro, e dis-
CAPITULO XXX. se : A mim entrarás, porque alugando
te aluguei pelas Dudains de meu filho:

V
ENDO pois Rachel que não paria e deitou-se com ella aquella noite.
a Jacobo, teve Rachel enveja de 17E ouvio Deos a Lea; e concebeo,
sua irmã, e disse a Jacob: Da-me e pario a Jacob o filho quinto.
filhos, ou se nâo, sou morta. 18 Entáo disse Lea: Deos tem da-
2 Então se acendeo a ira de Jacob do meu galardão; pois tenho dadomi-
Digitized by Go gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
GENESIS, XXXI. 33
tiha serva a men marido : e chamou 34 Então disse Laban : Eis que, ou-
seu nome Issaschar. xalá, seja conforme a tua palavra.
19 E tomou Lea a conceber, e pario 35 E separou naquelle mesmo dia
a Jacob o filho seisto. os bodes pintados e manchados, e to-
20 E disse Lea: Deos me deu a mim das as cabras pintadas e manchadas,
huma boa dadiva; esta vez morará tudo o em que havia brancura, e tudo
meu marido comigo, porque lhe tenho o moreno entre os cordeiros; e deu-
parido seis filhos: e chamou seu no- os em as mãos de seus filhos.
me Zebulon. 36 E pòs tres dias de caminho entre
21 E depois pario huma filha, e cha- si e entre Jacob: e Jacob apascentava
mou seu nome Dina. os de mais rebanhos de Laoan.
22E lembrou-se Deos de Rachel, e 37 Entáo tomou-se Jacob varas ver-
Deos a ouvio, e abrio sua madre. des de alemo, e de aveleira, e de cas-
23 E concebeo, e pario hum filho, e tanheiro ; e descascou nellas riscas
disse : Tirou Deos minha vergonha. brancas, descobrindo a brancura, que
24 E chamou seu nome Joseph, dizen- nas varas havia.
do : Jehovah me acrecente outro filho. 38 E pôs estas varas que tinha des-
25 E aconteceo que, como Rachel cascado, nos canos e nas pias de agua
pario a Joseph, disse Jacob a Laban: de abeberar, aonde o rebanho vinha
Deixa-me ir, que me vou a meu lugar, a beber, em fronte do rebanho; e es-
e a minha terra. quentavão-se vindo a beber.
26 Dá-me minhas mulheres, e meus 39 E esquentava-se o rebanho diante
filhos, pelas quaes te tenho servido, e das varas, e as ovelhas parirão salpi-
ir-me-nei; pois tu sabes meu serviço, cados. pintados, e manchados.
que te tenho feito. 40 Entáo separou Jacob os cordeiros,
27 Então lhe disse Laban: Se ago- e pôs as faces do rebanho para os sal-
ra tenho achado graça em teus olhos: picados, e tudo o moreno entre o re-
Experimentado tenho, que Jeh ova h banho de Laban; e pôs seu rebanho
me abençoou por amor de ti. á parte, e nâo o pôs com o rebanho de
28 E disse mais: Determina-me teu Laban.
jornal, que eu te o darei. 41 E sucedia que, cada vez quando
29 Então lhe disse : Tu sabes, como o rebanho das têmporas se esquen-
te tenho servido, e como passou teu tava, pôs Jacob as varas diante dos
gado comigo. olhos do rebanho nos canos : Para
30 Poroue o pouco que tinhas antes que se esquentassem diante das va-
de mim, he augmentado em multidão: rias.
eJehov ah te tem abençoado a meu 42 Mas quando o rebanho se esquen-
pé: Agora pois, quando hei de traba- tava tarde, não as pôs: Assim as tar-
lhar também por minha casa ? dias erão de Laban, e as têmporas de
31 E disse elle: Que te darei f en- Jacob.
tão disse Jacob: Nada me darás; se 43E creceo o varão em grande ma-
fizeres-me isto, tomarei a apascentar e neira, e teve muitos rebanhos, e ser-
a guardar teu rebanho. vas, e servos, e camellos, e asuos.
32 Passarei hoje por todo teu reba-
nho, separando delle todo gado pinta-
do e manchado, e todo gado moreno CAPITULO XXXI.

E
entre os cordeiros; e o manchado e NTÃO ouvia as palavras dos filhos
pintado entre as cabras: e isto será de Laban, que dizião: Jacob tem
meu jomal. tomado tudo o que era de nosso pai:
_ 33 Assim testificará por mim minha e do que era de nosso pai, elle fez to-
justiça ao dia da manhã, quando vie- da esta gloria.
res por meu salario diante de tua face: 2 Via também Jacob o rosto de La-
tudo o que não for pintado e mancha- ban ; e eis que nâo era para com elle
do entre as cabras, e moreno entre os como de hontem e de ante hontem.
cordeiros, ser-me-ha por furto. 3 E disse Jeho vah a Jacob : Toma-
2* Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
34 GENESIS, XXXI.

te á terra de teus pais, e a tua paren- dan-Aram, pera vir a Isaac seu pai, à
tela, e eu serei comtigo. terra de Canaan.
4 Entáo enviou Jacob e chamou a 19 E havendo Laban ido a trosquiar
Rachel e a Lea, ao campo a seu re- suas ovelhas, furtou Rachel os Tera-
banho. phins, que seu pai tinha.
5 E disse-lhes: Vejo que o rosto de 20 E furtou-se Jacob do caração de
vosso pai para comigo não he como de Laban Syro, porque nâo fez saber-lhe,
hontem e ante hontem; porem o Deos que fugia.
de meu pai esteve comigo. 21 E fugio elle com tudo o que ti-
6E vosoutras sabeis^ que com todo nha, e levantou-sc, e passou o rio : e
meu poder tenho servido a vosso pai. pós seu rosto para a montanha de
7Mas vosso pai me enganou, e mu- Gilead.
dou meu salario dez vezes; porem 22 E o terceiro dia foi denunciado a
Deos náo lhe permittio, que me fizes- Laban, que Jacob era fugido.
se mal. 23 Entáo tomou comsigo seus irmãos,
8 Quando elle dizia assim: Os pin- e perseguio o caminho de sete dias; e
tados seráo teu salario, todos os reba- alcatiçou-o na montanha de Gilead.
nhos pariáo pintados; e quando dizia 24 Porem veio Deos a Laban Syro
assim: Os salpicados seráo teu salario, em sonhos de noite, e disse-lhe: Guar-
todos os rebanhos parião salpicados. da-te, que náo falles com Jacob nem
9 Assim Deos tirou o gado de vosso bem nem mal.
pai, e m’o deu a mim. 25 Alcançou pois Laban a Jacob; e
10 E sucedeo que, ao tempo quando armara Jacob sua tenda naquella mon-
o rebanho se esquentava, eu levantei tanha ; armou também Laban com se-
meus olhos, e vi em sonhos, e eisque us irmãos a sua na montanha de Gi-
os bodes, que subião sobre o reban no, lead.
eráo salpicados, pintados, e saraivados. 26 Então disse Laban a Jacob: Que
11 E disse-me o Anjo de Deos em fizeste, que te furtaste de meu cora-
sonhos: Jacob; e eu disse: Eis-me aqui. ção, e levaste minhas filhas como ca-
12 E disse elle: Levanta ora teus tivas á espada ?
olhos, e vé todos os bodes, que subem 27 Porque escondidamente fugiste,
sobre o rebanho, sáo salpicados, pinta- e te furtaste de mim ? e não me fizes-
dos e saraivados: porque tenho visto te saber, para que eu te enviei com
tudo o que Laban te fez. alegria, e com cantos, com tambor e
13 Eu sou o Deos de Beth-El, aon- com harpa ?
de tens ungido a estatua; aonde tam- 28 Não também me permittiste a be-
bém me tens votado o voto; Levanta- jar meus filhos e minhas filhas: Ago-
te agora, sai-te desta terra, e torna-te ra pois loucamente fizeste, fazendo
á terra de tua parentela. assim.
14 Entáo respondeo Rachel e Lea, 29Poder havia em minha mão, para
e disseráo-lhe : Ha ainda para nós vos fazer mal; mas o Deos de vosso
parte ou herdade na casa de nosso pai ? pai me fallou hontem á noite, dizen-
15 Nâo elle estima-nos como estra- do : Guarda-te, que náo falles com
nhas? pois vendeo-nos, e gastando tem Jacob nem bem nem mal.
gastado nosso dinheiro. 30 E agora indo tens ido, porquanto
16 Porque toda a riqueza, que Deos tinhas grande desejo á casa de teu
tirou de nosso pai, he nossa, e de nos- pai; porque tens furtado meus deo-
sos filhos: agora pois, faze tudo o que ses ?
Deos te tem dito. 31 Entáo respondeo Jacob, e disse a
17 Entáo se levantou Jacob, pondo Laban: Porque temia; pois que dizia:
seus filhos e suas mulheres sobre os Que por ventura me não roubasses tu-
camellos. as filhas.
18 E levou todo seu gado, e toda sua 32 Com quem acharás teus deoses,
fazenda, que havia aquirido; o gado aquelle não viva; reconhece diante
que possuhia, que alcançara em Pad- de nossos irmãos, que he o teu comi-

□igiuzed b', Go Qle Original frJr


HARVARD UNIVERSITY .
GENESIS, XXXII. 35

go, e toma o para ti: Pois Jacob náo 44 Agora pois vem e façamos con-
sabia, que Rachel os tinha furtado. certo, eu e tu, que seja por testimu-
33 Então entrou Laban na tenda de nho entre mim, e entre ti.
Jacob, e na tenda de Lea, e na ten- 45 Então tomou Jacob huma pedra,
da de ambas as servas, e nâo achou; e alçou-a por estatua.
e sahindo da tenda de Lea, entrou na 46 E disse Jacob a seus irmãos:
tenda de Rachel. Ajuntai pedras, e tomarão pedras, e
34 Mas tomara Rachel os Teraphins, fizerão hum montão, e comerão ali so-
e pusera-os na albarda de hum camel- bre aquelle montão.
lo, e assentara-se sobre elles; e apal- 47 E chamou-lhe Laban Jegar Saha-
pou Laban toda a tenda, e náo achou. dutha; porem Jacob chamou-lhe Ga-
35 E ella disse a seu pai: Não se leed.
accenda a ira nos olhos de meu se- 48 Então disse Laban: Este montão
nhor, que não posso levantar-me diante seja hoje por testimunha entre mim e
de tua face: porquanto tenho o cos- entre ti: porisso se chamou seu no-
tume das mulheres: e elle buscou, mas me Galeed.
nâo achou os Terraphins. 49EMizpa: porquanto disse: At-
36 Então irou-se Jacob, e contendeo tente Jehovah entre mim e entre ti;
com Laban; e respondeo Jacob e dis- quando nos esconderemos o hum do
se a Laban: Que he minha maldade ? outro.
que he meu peccado ? que tão furiosa- 50 Se afRigires a minhas filhas, e
mente me tens perseguido ? se tomares mulheres alem de minhas
37 Havendo apalpado todo meu fato, filhas, ninguém está com nosco: At-
que achaste de todo o fato de tua ca- tenta que Deos ha de ser testimunha
sa 1 pôe-o aqui diante de meus ir- entre mim e entre ti.
mãos, e teus irmãos; e julguem entre 51 Mais disse Laban a Jacob: Eis
nós ambos. aqui este mesmo montão, e eis aqui
38 Estes vinte annos eu estive com- esta estatua que levantei entre mim
tiso, tuas ovelhas e tuas cabras nun- e entre ti.
ca moverão, e não comi os carneiros 52 Este mesmo montão seja teste-
de teu rebanho. munha, e esta estatua seja testemunha,
39 Não te trouxe-o despedaçado, eu que eu não passarei este montão a ti,
pagava-o, de minha mão o requerias, o e que tu não passarás este montão e
furtado dc dia, e o furtado de noite. esta estatua a mim, para mal.
40 Eu estive assim que de dia me con- 53 O Deos de Abraham, e o Deos
sumia a quentura, e de noite a gea- de Nahor, o Deos de seu pai julgue
da ; e meu sono se foi de meus olhos. entre nós; e jurou Jacob pelo temor
41 Estive agora vinte annos em tua de seu pai Isaac.
casa; catorze annos te servi por tuas 54 E sacrificou Jacob hum sacrificio
duas filhas, e seis annos por teu reba- naquella montanha, e convidou a se-
nho ; mas meu salario tens mudado us irmãos, para comer pão ; e come-
dez vezes. rão pão, e passarão a noite na monta-
42 Se o Deos de meu pai, o Deos de nha.
Abraham, e o temor de Isaac nâo fo- 55 E levantou-se Jacob pela manhã
ra comigo, por certo enviasses-me ago- de madrugada, e bejou a seus filhos,
ra vazio: Deos attentou para minha e a suas filhas, e abençoou-os; e
afflicção, e para o trabalho de minhas partio-se, e tornou-se Laban a seu lu-
mãos, e reprendeo-te hontem á noite. gar.
43 Então respondeo Laban, e disse a
Jacob: Estas filhas são minhas filhas,
CAPITULO XXXII.
e estes filhos são meus filhos, e este

E
rebanho he meu rebanho, e tudo o que FOI também Jacob seu caminho,
ves, meu he: E que farei hoie a es- e encontrarâo-o os Anjos de
tas minhas filhas, ou a seus filhos, que Deos.
parirão? 2 F. Jacob disse, quando os vio : Es-
Go gle
Original fror
HARVARD UNIVERSIT
36 GENESIS, XXXII.

te he exercito de Deos; e chamou-o 17 E mandou ao primeiro, dizendo :


nome daquelle lugar Mahanaim. Quando Esau meu irmão te encon-
3 E enviou Jacob mensageiros dian- trar, e te perguntar dizendo: Cujo tu
te de sua face a Esau seu irmão, á ter- es, e para onde vás ? e cujas são estas
ra de Seir, território de Edom. cousas diante de tua face 1
4 E mandou-lhes, dizendo; Assim di- 18 Então dirás: O presente he de
reis a meu senhor Esau : Assim diz Ja- teu servo Jacob, que envia a meu Se-
cob teu servo; Como peregrino morei nhor a Esau; e eis que elle mesmo
com Laban, e me detive atégora. vem também a tras de nós.
5 E tenho bois e asnos, ovelhas, e 19 E mandou tainbem ao segundo,
servos e servas; e enviei para annun- também ao terceiro, também a todos
ciar a meu senhor, para que ache gra- os que vinhão a tras dos rebanhos,
ça em teus olhos. dizendo : Conforme a este mesma pa-
6 E os mensageiros tornarão a Ja- lavra faltareis a Esau, quando o achar-
cob, dizendo: Viemos a teu irmão, a des.
Esau; e também elle procede a encon- 20 E direis também: Eis que teu
trar-te, e quatrocentos varões com elle. servo Jacob vem a tras de nós; porque
7 Então Jacob temeo muito, e an- dizia : Apaziguarei sua face com este
gustiou-se; e repartio o povo que com presente, que vai diante de minha
elle estava, e as ovelhas, e as vacas, face, e depois verei sua face; porven-
e os camellos, em dous bandos. tura aceitará minha face.
8 Porque dizia: Se Esau vier ao 21 Assim passou o presente diante
hum bando, e o ferir, o outro bando de sua face ; porem elle passou aquel-
escapará. la noite no arraial.
9 Disse mais Jacob: Deos de meu 22 E levantou-se aquella mesma noi-
pai Abraham, e Deos de meu pai te, e tomou suas duas mulheres, e su-
Isaac, Jehov ah ! que me disses-te : as duas servas, e seus onze filhos, e
Torna-te a tua terra, e a tua parente- passou o vão de Jabbok.
la, e bem far-te-hei. 23 E tomou-os, e feios passar o ribei-
10 Eu menor sou que todas as bene- ro ; e fez passar tudo o que tinha.
ficências, e que toda a verdade, que 24 Porem Jacob ficou só; e lutou
fizeste a teu servo : Porque com meu com elle hum varão, até que a alva
cajado passei este Jordão, e agora es- subia.
tou sobre dous bandos. 25 E vendo que não prevalecia con-
11 Livra-me pois da mão de meu ir- tra elle, tocou a juntura de sua coxa,
mão, da mão de Esau; porque o te- de mâneira que se desengonçara a
mo, que por ventura não venha, e me juntura da coxa de Jacob, lutando
fira, a mai com os filhos. com elle.
12 Tu mesmo disses-te: Bem fazen- 26 E disse : Deixa-me ir, porque já
do-te farei bem, e porei tua semente a alva subio ; porem elle disse : Não
como a area do mar, que pela multi- deixarei-te ir, se me não abençoares.
dão não pode contar-se. 27 E disse-lhe : Como he teu nome ?
13 E passou ali aquella noite; e to- e elle disse Jacob.
mou do que lhe veio á sua mão, hum 28 Entáo disse: Não se chamará
presente para seu irmão Esau. mais teu nome Jacob, mas Israel:
14 Duzentas cabras, e vinte bodes; pois como príncipe lutaste com Deos,
duzentas ovelhas, e vinte carneiros. e com os homens, e prevaleceste.
15 Trinta camélias de leite com seus 29 E Jacob perguntou e disse: Ora
filhos, quarenta vacas, e dez novilhos; dame a saber teu nome; e disse:
vinte asnas, e dez burrinhos. Porque perguntas por meu nome ? e
16 E deu-o na mão de seus servos, abençoou-o ali.
cada rebanho a parte, e disse a seus 30 E chamou Jacob o nome daquelle
servos: Passai diante de minha face, lugar Pniel: porque dizia tenho visto
o ponde espaço entre rebanho e entre a Deos faoe a face, e minha alma foi
rebanho. livrada.
Digitized by Go q Ic
Original from
HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, XXXIII, XXXIV. 37
31 E sahio-lhe o aol, quando passou 13 Porem elle lhe disse: Meu se-
a Pniel; e manquejava de sua coxa. nhor sabe, que estes filhos são tenros,
32 Porisso os filhos de Israel náo co- e que tenho comigo ovelhas e vacas
ntem o nervo encolhido, que está so- de leite; se as anadigarem somente
bre a juntura, da coxa até o dia de hoje ;
hum dia, todo o rebanho morrerá.
porquanto tocara a juntura da coxa de 14 Ora passe meu senhor diante da
Jacob no nervo encolhido. face de seu servo; e eu irei como por
guia pouco a pouco, conforme o passo
da obra, que he diante de minha face,
CAPITULO XXXIII.
e conforme o passo dos meninos, até

E
LEVANTOU Jacob seus olhos e que chegue a meu senhor em Setr.
olhou, e eis que vinha Esau, e 15 E Esau disse: Ajuntarei logo para
quatrocentos homens com elle: Enti- desta gente, que está comigo; e elle
tão repartio os filhos entre Lea e en- disse: Para que isso 1 ache eu graça
tre Rachel, e eutre as duas servas. nos olhos de meu senhor.
2 E pôs as servas e seus filhos di- 16 Assim-se tomou Esau aquelle dia
ante, e a Lea com seus filhos a tras; por seu caminho a Seir.
porem a Rachel e a Joseph os derra- 17 Porem Jacob se partio para Suc-
deiros. coth, e edificou para si huma casa;
3 E elle passou diante delles, e in- e fez cabanas para seu gado: porisso
clinou-se á terra sete vezes, até que chamou o nome daquelle lugar Suc-
chegou a seu irmão. coth.
4 Então Esau "correo-lhe ao encon- 18 E chegou Jacob salvo á cidade de
tro, e abraçou-o, e lançou-se sobre seu Sichem, que está na terra de Canaan,
pescoço, e beijou-o, e chorarão. quando vinha de Paddan-Aram; e fez
5 Depois levantou seus olhos, evio seu assento diante da cidade.
as mulheres, e os filhos, e disse: Que 19 E comprou huma parte do campo
são estes comtigo ? e elle disse: Os em que estendera sua tenda, da mão
filhos que Deos graciosamente tem dos filhos de Hemor, pai de Sichem,
dado a teu servo. por cem pecças de dinheiro.
6 Entáo chegarão as servas; ellas, e 20 E levantou ali hum altar, e cha-
seus filhos, e tnclinarão-se. mou-lhe ; o Deos de Israel As Deos.
7 E chegou também Lea com seus
filhos, e inclinarão-se; e depois che-
gou Joseph e Rachel, e inchnarão-se. CAPITULO XXXIV.

E
8 E disse : Para quem te he todo SAHIO Dina filha de Lea, que pa-
este exercito que tenho encontrado 1 rira a Jacob, para ver as filhas
e elle disse: Para achar graça nos da terra.
olhos de meu senhor. 2 E Sichem filho de Hemor Heveo,
9 Mas Esau disse: Eu tenho bas- principe daquella terra, vio-a, e tornou-
tante, meu irmão, seja para ti o que a, e deitou-se com ella, e forçou-a.
tens. 3 E sua alma se apegou com Dina
10 Então disse Jacob: Ora não, se filha de Jacob, e amou a moça, e fal-
agora tenho achado graça em teus lou segundo o coração da moça.
olhos, toma meu presente de minha 4 Fallou também Sichem a Hemor
mão , porquanto tenho visto teu rosto, seu pai, dizendo: Toma-me esta moça
como se tinha visto o rosto de Deos, por mulher.
e tomaste contentamento em mim. 5 Quando Jacob ouvio, que contami-
11 Ora toma minha bênção, que te nara a Dina sua filha, seus filhos esta-
foi trazida; porque Deos graciosa- vão no campo com o gado; e callou
mente m’a tem dado; e porque tenho Jacob até que viessem.
de tudo; e perfiou com elle, assim-que 6 E sahio Hemor, pai de Sichem, a
o tomou. Jacob, para fallar com elle.
12 E disse: chama-mos e andemos, 7 E vierão os filhos de Jacob do
e eu partirei diante de ti. campo, em ouvindo isso, e entristece.
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
38 GENESIS, XXXV.

rão-se os varões, e assanharão-se, por sua face; tomaremos nós suas filhas
quanto fizera doudice em Israel, dei- por mulheres, e daremos-lhes nossas
tando-se com a filha de Jacob; o que filhas.
nâo se devia fazer assim. 22 Porem nisto consentirão aquelles
8 Então fallou Hemor com elles di- varões, de habitar com nosco, para
zendo : A alma de Sichem meu filho que sejamos hum povo, se todo ma-
está namorada de vossa filha; ora cho entre nós se circuncidar, como
dai-lh’a por mulher. elles são circuncidados.
9 E apparentai-vos corrinosco, dai- 23 Seu gado, sua possessão, e todos
nos vossas filhas, e tomai nossas filhas seus animaes não serão nossos? con-
para vós. sinta-mos somente com elles, e habi-
10 E habitai comnosco; e a terra tarão com nosco.
estará diante de vossa face: habitai 24 E derão ouvidos a Hemor, e a Si-
e negoceai nella, e tomai possessão chem seu filho, todos os que sahia o
nella. da porta de sna cidade; e foi circun-
11 E disse Sichem ao pai delia, e cidado todo macho, de todos que sa-
aos irmãos delia : Ache eu graça em hião pela porta de sua cidade :
vossos olhos, e darei o que me disser- 25 E aconteceo que, ao terceiro dia,
des. quando estavâo com a maior dor, to-
12 Augmentai muito sobre mim o marão os dous filhos de Jacob, Sime-
dote e a dadiva, e darei o que me dis- on e Levi, irmãos de Dina, cada hum
serdes ; dai-me somente a moça por sua espada, e entrarão affoutadamen-
mulher. te na cidade, e matarão a todo ma-
13 Então responderão os filhos de cho.
Jacob a Sichem e a Hemor seu pai 26 Matarão também a fio da espada
enganosamente, e fallarão, porquanto a Hemor, e a seu filho Sichem; e to-
havia contaminado a Dina sua irmá. marão a Dina da casa de Sichem, e
14 E disserão-lhes: Não podemos sahirão.
fazer isso, que dissemos nossa irmã a 27 Vierão também os filhos de Ja-
hum varão, que tem prepucio; porque cob aos mortos, e saquearão a cida-
isso seria vergonha para nós. de ; porquanto contaminarão a sua ir-
15 Porem nisso consentiremos a vós; mã.
se fordes como nôsoutros, que se cir- 28 Suas ovelhas, e suas vacas, e se-
cuncide todo macho entre vós. us asnos, e o que na cidade, e o que
16 Então daremos-vos nossas filhas, no campo-havia, tomarão.
e tomaremos nós vossas filhas, e ha- 29 E toda sua fazenda, e todos seus
bitaremos com vosco, e seremos hum meninos, e suas mulheres levarão pre-
povo. sas, e despojarão-as, e tudo que havia
17 Porem se não ouvirdes nós, e não em casa.
vos circuncidardes, tomaremos nossa 30 Entáo disse Jacob a Simeon e a
filha, e nós iremos. Levi: Me tendes turbado, fazendo-
18 E suas palavras forão boas nos me feder entre os moradores desta
olhos de Hemor, e nos olhos de Si- terra, entre os Cananeos e entre os
chem filho de Hemor. Phereseos, sendo eu pouco povo em
19 E não tardou o mancebo em fa- numero; se ajuntarem-se contra mim,
zer isto; porque a filha de Jacob lhe ferir-me-hão, e ficarei destruído, eu e
contentava; e elle era o mais honra- minha casa.
do de toda a casa de seu pãi. 31 E elles disserão: Faria pois elle
20 Veio pois Hemor e Sichem seu a nossa irmã como a huma solteira?
filho ã porta de sua cidade, e fallarão
aos varões de sua cidade, dizendo.
21 Estes varões são pacíficos com CAPITULO XXXV.

D
nosco, portanto habitarão nesta terra, EPOIS disse Deos a Jacob: Le-
e negocearão nella, e a terra (eis que vanta-te, sobe a Bethel e habita
he larga de espaço) estará diante de ali; e faze ali hum altar ao Deos
Digitized by Go Qle Original rrom
HARVARD UNÍVERSITY
GENESIS, XXXVI.

que te appareceo, quando fugias dian- 15 E chamou JaCob o nome daquelle


te da face de Esau teu irmão. lugar, aonde Deos com elle fallara,
2Entáo disse Jacob a sua familia, Bethel.
e a todos oe que com elle estaváo: 16 Epartiráo-sede Bethel; e havia
Tirai os deoses estranhos, que ha no ainda num pequeno espaço de terra
meio de vôe, e purificai-vos, e mudai para chegar a Ephrata, e pario Ra-
vossos vestidos. chel, e ella teve trabalho em seu parto.
3 E levantemos-nos, e subamos a 17 E aconteceo que, tendo ella tra-
Bethel; e ali farei hum altar ao Deos, balho em seu parto, lhe disse a par-
que me respondeo no dia de minha teira : Náo temas, porque também este
angnstia, e foi comigo no caminho que filho terás.
tenho andado. 18 E aconteceo que, sahindo-se-lhe
4 Entáo deráo a Jacob todos os deo- a alma, porque morreo, chamou seu
ses estranhos, que havia em sua mão, nome Benoni; mas seu pai chamou-
e as arrecadas, que estaváo em suas lhe Benjamin.
orelhas; e Jacob os escondeo debaixo 19 Assim morreo Rachel; e foi se-
do carvalho, que está junto a Sichem. pultada no caminho de Ephrata, esta
5 E partiráo-se; e o terror de Deos he Bethlehem.
foi sobre as cidades, que estaváo ao 20 E Jacob pós huma estatua sobre
redor delles, e náo seguirão após os sua sepultura: esta he a estatua da
filhos de Jacob. sepultura de Rachei até o dia de hoje.
6 Assim chegou Jacob a Luz, que está 21 Entáo se partio Israel; e estenaeo
na terra de Canaan, esta he Bethel; sua tenda de Migdal Eder.
elle e todo o povo que com elle havia. 22 E aconteceo que, habitando Isra-
7 E edificou ali hum altar, e cha- el naquella terra, foi Ruben, e deitou-
mou aquelle lugar EI Beth-El: por- se com Bilha concubina de seu pai; e
quanto Deos ali se tinha manifestado- Israel ouvio-o: e forão os filhos de Ja-
Ihe, quando fugia diante da face de cob doze.
seu irmáo. 23 Os filhos do Lea o primogénito de
8 E morreo Débora a ama de Re- Jacob Ruben, depois Stmeon e Levi,
becca, e foi sepultada ao pé de Bethel, e Juda, e Issaschar, e Zebulon.
debaixo do carvalho, cujo nome cha- 24 Os filhos de Rachel, Joseph e Ben-
mou AJlon Bachuth. jamin.
9 E appareceo Deos outra vez a Ja- 25 E os filhos de Bilha, serva de Ra-
cob, vindo de Paddan-Aram; e aben- chel, Dan e Naphtali.
çoou-o. 26 E os filhos de Zilpa, serva de Lea,
' 10 E disse-lhe Deos: Teu nome he Gad e Aser; estes são os filhos de
Jacob; não se chamará mais teu no- Jacob, que lhe nascerão em Paddan-
me Jacob, mas Israel será teu nome; Aram.
e chamou seu nome Israel. 27 E Jacob veio a seu pai Isaac, a
11 Mais disse-lhe Deos: Eu sou o Mamre a Quiriath Arba, esta he He-
Deos Todopoderoso, fructifica e mul- bron, aonde peregrinarão Abraham e
tiplica-te, gente e multidão de gentes Isaac.
sahirá de ti, e Reis procederão de teus 28 E forão os dias de Isaac cento an-
lombos. nos e oitenta annos.
12 E esta terra que tenho dado a 29 E Isaac espirou e morreo, e foi
Abraham e a Isaac, darei a ti; e a recolhido a seus povos, velho e farto
tua semente depois de ti darei esta de dias; e sepultarão o Esau e Jacob
terra. seus filhos.
13 E Deos subio delle, do lugar onde
fallara com elle. CAPITULO XXXVI.
14 E Jacob pôs huma estatua no lu-

E
gar onde fallara com elle, huma esta- ESTAS são as gerações de Esau,
tua de pedra; e derramou sobre ella que he Edom.
derramadura,e deitou sobre ella azeite. I 2 Esau tomou suas mulheres das
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
40 GENESIS, XXXVI.

filhas de Canaan: a Ada filha de filho de Esau : o Príncipe Nahath, o


Elon Hetheo, e a Aholibama filha de Príncipe Zerah, o Príncipe Samma, o
Ana, filha de Zibeon Heveo. Príncipe Missa; estes são os Prínci-
3 É a Basmath filha de Ismael, ir- pes de Rehuel na terra de Edom; es-
mã de Nebaioth. tes são os filhos de Basmath, mulher
4 E Ada pario a Esau Eliphaz; e de Esau.
Basmath pario a Rehuel. 18 E estes são os filhos de Aholiba-
5 E Aholibama pario a Jehus, e a ma, mulher de Esau: o Príncipe Je-
Jaelam, e a Corah: estes são os filhos hus, o Príncipe Jaelam, o Príncipe Co-
de Esau, que nascerão-lhe na terra de rah; estes são os Príncipes de Aholi-
Canaan. bama, filha de Ana mulher de Esau.
6E Esau tomara suas mulheres, e 19 Estes são os filhos de Esau, e
seus filhos, e suas filhas, e todas as estes são seus Príncipes: elle he
almas de sua casa, e seu gado, e to- Edom.
dos seus animaes, e toda sua fazenda, 20 Estes são os filhos de Seir Horeo,
que havia aquirido na terra de Canaan; moradores daquella terra: Lothan, e
e fora-se a outra terra de diante da Sobal, e Zibeon, e Ana.
face de Jacob seu irmão. 21 E Dison, e Eser, e Disan; Estes
7 Porquanto a fazenda delias era mu- são os Príncipes dos Horeos, filhos de
ita, para habitarem juntos; e a terra Seir na terra de Edom.
de suas peregrinações não os podia 22 E os filhos de Lothan forão; Ho-
soportar por causa de seu gado. ri e Hemam; e a irmã de Lothan era
8 Portanto Esau habitou na monta- Timna.
nha de Seir: Esau he Edom. 23 E estes são os filhos de Sobal:
9 Estas pois são as gerações de Esau, Alvan, e Manahath, e Ebal, e Sepho,
pai dos Edomeos,na montanha de Seir. e Onam.
10 Estes são os nomes dos filhos de 24E estes são os filhos de Zibeon .
Esau : Eliphaz filho de Ada, mulher Haja, e Ana; este he o Ana, que achou
de Esau, Rehuel filho de Basmath, os mulos no deserto, quando apascen-
mulher de Esau. tava os asnos de Zibeon seu pai.
11 E os filhos de Eliphaz forão; Te- 25 E estes são os filhos de Ana: Di-
man, Omar, Zepho, e Gaetam, e Que- son ; e Aholibama era a filha de Ana.
naz. 26 E estes são os filhos de Disan■.
12 E Timna era concubina de Eli- Hemdan, e Esban, e Ithran, e Cheran.
phaz, filho de Esau, e pario a Eliphaz 27 Estes são os filhos de Ezer : Bi-
Amalek : Estes são os filhos de Ada Ihan, e Zaavan, e Akan.
mulher de Esau. 28 Estes são os filhos de Disan : Uz.
13 E estes forão os filhos de Rehuel; e Aran.
Nahath, e Zerah, Samma, e Missa: 29 Estes são os Príncipes dos Horè-
estes forão os filhos de Basmath, mu- os: o Príncipe Lothan, o Príncipe So-
lher de Esau. bal, o Príncipe Zibeon, o Príncipe
14 E estes forão os filhos de Aholi- Ana.
bama, filha de Ana, filha de Zibeon, 30 O Príncipe Dison, o Príncipe Ezer,
mulher de Esau ; e pario a Esau a o Príncipe Disan; estes são os Prínci-
Jehus, e Jaelam, e Corah. pes dos Horêos, segundo seus Prínci-
15 Estes são os Príncipes dos filhos pes na terra de Seir.
de Esau; os filhos de Eliphaz o pri- 31 E estes são os Reis que reina-
mogénito de Esau, forão; o Príncipe rão na terra de Edom, antes que rei-
Teman, o Príncipe Omar, o Príncipe nasse algum Rei sobre os filhos de Is-
Zepho, o Príncipe Quenaz. rael.
16 O Príncipe Corah, o Príncipe Ga- 32 Reinou pois em Edom Bela filho
etam, o Príncipe Amalek; estes são de Beor, e o nome de sua cidade foi
os Príncipes de Eliphaz na terra de Dinhaba.
Edom: estes são os filhos de Ada. 33 E morreo Bela; e Jobab filho de
17 E estes são os filhos de Rehuel Zerah de Bosra reinou em seu lugar.
Co gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, XXXVII. 41

34 E morreo Jobab: e Husam da nho, que coutou a seus irmãos: Porisso


terra dos Temanitas reinou em seu o aborrecião tanto mais.
lugar. 6 E disse-lhes: Ouvi ora este sonho,
35 E morreo Husam ; e em seu lu- que tenho sonhado.
gar reinou Hadad, filho de Bedad, o 7 E eis que estavamos atando mo
que ferio a Midian no campo de Mo- lhos no meio do campo, e eis que meu
ab ; e o nome de sua cidade foi Avith. molho se levantava, e também ficava
36 E morreo Hadad; e Samla de em pé, e eis que vossos molhos o ro-
Masreca reinou em seu lugar. deavão, e se inclinavão a meu molho.
37 E morreo Samla; e Saul de Be- 8 Então lhe disserão seus irmãos:
hoboth ao rio reinou em seu lugar. Tu pois reinando reinarás sobre nos!
38 E morreo Saul; e Baal Hanan ensenhoreando te<ensenhorearãs sobre
filho de Achbor reinou em seu lugar. nós? porisso o aborrecião tanto mais
39E morreo Baal Hanan, filho de p»r seus sonhos, e por suas palavras.
Achbor; e Hadar reinou em seu lu- 9 E sonhou ainda outro sonho? e o
gar, e o nome de sua cidade foi Pahu; contou a seus irmãos, e disse : Eis que
e o nome de sua mulher foi Meheta- ainda sonhei hum sonho: e eis que o
beel, filha de Matred filha de Meza- sol, e a lua, e onze estrellas se inclina-
hab. vão a mim.
40 E estes são os nomes dos Prínci- 10 E contando-o a seu pai e a seus
pes de Esau, segundo sua gerações, irmãos, reprendeo o seu pai, e disse-
segundo seus lugares com seus nomes: lhe ; Que sonho he este que sonhas-
o Príncipe Timna, o Príncipe Alva, o te ? porventura viremos eu e tua mai?
Príncipe Jetheth. e teus irmãos, para inclinar-nos a ti
41 O Príncipe Aholibama, o Prínci- em terra.
pe Ela, o Príncipe Pinon. 11 Seus irmãos pois o envejavão; po-
42 0 Príncipe Quenaz, o Príncipe rem seu pai guardava este negocio.
Teraan, o Príncipe Mibzar. 12 E seus irmãos forão-se a apascen-
43 O Príncipe Magdiel, o Príncipe tar o rebanho de seu pai junto de Si-
Iram: Estes sào os Príncipes de Edom chem.
segundo suas habitações, na terra de 13 Disse pois Israel a Joseph: Náo
sua possessão; Este he Esau pai de anascentão teus irmãos junto de Si-
Edom. chem? vem e enviar-te-hei aelles? e
elle lhe disse: Eis me aqui.
14 E elle lhe disse: Ora vai-te, vé-
CAPITULO XXXVII. como estão teus irmãos, e como está

E
JACOB habitou na terra das pere- o rebanho, e traze-me reposta: Assim
grinações de seu pai, na terra de o enviou do valle de Hebron, e veio a
Canaan. Sichem.
2 Estas são as gerações de Jacob: 15 E achou o hum varão, porque eis
sendo Joseph filho de dezesete annos, que andava errado pelo campo; e per-
apascentava as ovelhas com seus irmã- guntou-lhe aquelle varáo, dizendo :
os, e estava mancebo com os filhos de Que buscas ?
Bilha, e com os filhos de Zilpa? mu- 16 E elle disse: Busco a meus irmã-
lheres de seu pai; e Joseph trazia sua os; ora dize-me aonde elles apascen-
má fama a seu pai. tão?
3 E Israel amava a Joseph mais que 17 E disse aquelle varão: forão-se
a todos seus filhos; porquanto era filho daqui; porque ouvi-lhes dizer; vamos
de sua velhice; e fez-lhe huma rou- a Dothan: Joseph pois seguio a seus
peta de varias cores. irmãos, e achou-os em Dothan.
4 Vendo pois seus irmãos, que seu 18 E virão-o de longe, e antes que
pai o amava mais que a todos seus ir- chegasse a elles, conspirarão contra
mãos aborrecerão-o, e náo podiáo fal- elle, para o matarem.
lar com elle pacificamente. 19 E disseráo-o hum a outro: Eis lá
5 Sonhou também Joseph hum so- vem o mestre dos sonhos,
Go gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
42 GENESIS, XXXVIII.

20 Vinde pois agora, emate-mo-lo, e e pôs saco sobre seus lombos, e trouxe
o lançemos em huma destas covas, e dó por seu filho muitos dias.
diremos: Huma besta fera o comeo, e 35 E levantaráo-se todos seus filhos
veremos que serão seus sonhos. e todas suas filhas, para o consolarem;
21 E ouvindo o Ruben, livrou o de porem engeitou de ser consolado, e
suas màos, e disse: Não lhe tiremos disse: Porquanto com choro hei de
a vida. decer a meu filho até a sepultura: as-
22 Também disse-lhes Ruben: Não sim o chorou seu pai.
derrameis sangue, lançai-o nesta co- 36 E os Midianitas venderão-o em
va, que está no deserto, e não lançeis Egypto a Potiphar, Eunucho de Pha-
mãos nelle: para livrà-lo de suas mã- raó, Capitão dos da guarda.
os, e para torná-lo a seu pai.
23 E aconteceo que, chegando Jo-
CAPITULO XXXVIII.
seph a seus irmãos, tirarão a Joseph

E
sua roupeta, a roupeta de varias cores, ACONTECEO no mesmo tempo,
que trazia. que Juda desceo de seus irmãos,
24E tomarâo-o, e lançarão-o na co- e entrou a hum varão de Adullam,
va; porem a cova estava vazia, não cujo nome era Hira.
havia agua nella. 2 E vio Juda ali a filha de hum va-
25 Depois assentarão-se a comer pão; rão Cananeo, cujo nome era Sua ; e
e levantarão seus olhos, e olharão, e tomou-a, e entrou a ella.
eis que huma companhia de Ismaeli- 3 E ella concebeo e pario hum filho,
tas vinha de Gilead; e seus camellos e chamou seu nome Her.
trazião especiarias, e balsamo, e mir- 4 E tomou a conceber, e pario hum
ra, e hião a levalo a Egypto. filho, e chamou seu nome Onan.
26 Então Juda disse a seus irmãos : 5 E continuou ainda, e pario hum
Que proveito haverá, que matemos a filho, e chamou seu nome Selah; po-
nosso irmáo, e escondamos seu sangue? rem elle estava em Chesib, quando
27 Vinde e o vendamos a estes Is- ella o pario.
maelitas, e não seja nossa mão sobre 6 Juda pois tomou huma mulher pa-
elle; porque elle he nosso irmáo, nos- ra Her seu primogénito, e seu nome
sa came: e seus irmãos obedecerão. era Thamar.
28 Passando pois os mercadores Mi- 7 Porem Her o primogénito de Juda
dianitas, tirarão e alçarão a Joseph da era mao nos olhos de Jeho vah ; pelo
cova, e venderão a Joseph aos Ismae- que Jehovah o matou.
litas por vinte moedas de prata, que 8 Então disse Juda a Onan; Entra
levaráo a Joseph a Egypto. á mulher de teu irmão, e casa-te com
29 Tomando pois Ruben á cova, eis ella, e desperta semente a teu irmáo.
que Joseph não estava na cova; então 9 Porem sabendo Onan, que esta se-
rasgou seus vestidos. mente nâo havia de ser para elle, acon-
30 E tornou a seus irmãos, e disse : teceo que quando entrava á mulher
O moço náo ha; e eu aonde irei 1 de seu irmáo, corrompia-a na terra,
31 Entáo tomarão a roupeta de Jo- para não dar semente a seu irmão.
seph, e degolarão hum cabrito das ca- 10 E o que fazia era mão nos olhos de
bras, e tingirão a roupeta no sangue. Jehovah : pelo que tainbemo matou.
32 E enviarão a roupeta de varias 11 Então disse Juda a Thamar sua
cores, e íizerão levála a seu pai, e di- nora: Fica-te viuva na casa de teu
ziáo: Esta temos achado, conhece ago- pai, até que Sela meu filho seja gran-
ra, se esta seja a roupeta de teu filho de ; porquanto disse: Para que por
ou não ? ventura nâo também morra este, co-
33 E conheceo-a, e disse: A roupeta mo seus irmãos: Assim foi-se Tha-
de meu filho he, alguma má besta o mar, e ficou-se na casa de seu pai.
tragou ; despedaçando despedaçado 12 Passando-se pois muitos dias,
he Joseph. morreo a filha de Sua. mulher de Juda:
34 Então Jacob rasgou seus vestidos, Depois se consolou íuda, e subio aos

zec Go gle Original froTn


HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, XXXTX. 43
trosquiadores de sua# ovelhas em 25 E tirando-a fora, ella enviou a
Timna, elle e Hira seu amigo, o dizer a seu sogro: Daquelle varáo,
Adullamita. cujas são estas cousas, eu estou em-
13 E deráo aviso a Thamar, dizen- prenhada; eelladissemais: Conhece
do : Eis que teu sogro sobe a Timna, ora, cujo he este sello, e estes lenços,
a trosquiar suas ovelhas. e este cajado.
14 Então ella tirou de sobre si os 26 E conheceo os Juda, e disse:
vestidos de sua viuvcza, e cubrio-se Mais justa he que eu, porquanto náo
com hum veo, e envolveo-se, e assen- a tenho dado a Sela meu filho; e
tou-se á entrada das duas fontes, que nunca mais a conheceo.
está no caminho de Timna : porque 27 E aconteceo ao tempo do parir,
via, que Sela ja era grande, e ella lhe eis que havia gemeos ein seu ventre.
não fora dada por mnlher. 28 E aconteceo que parindo ella, que
15 E vendo a Juda, teve a por soltei- o hum deu fora a mão, e a parteira
ra; porquanto ella cubrira seu rosto. tomou-a, e atou em sua mão hum fio
16 E apartou-se a ella ao caminho, de grã, dizendo: Este sahio primeiro.
e disse: Vem ora deixa-me entrar a 29 Mas aconteceo que tomando elle
ti: porquanto náo sabia que era sua a recolher sua mão, eis que sahio seu
nora: e ella disse; que me darás, irmão, e ella disse: Como tu tens
para que entres a mim. rompido 1 sobre ti he a rotura; e cha-
17 E elle disse: Eu te enviarei hum marão seu nome Perez.
cabrito das cabras do rebanho; e ella 30E depois sahio seu irmão, em
disse: Se darás prenda, até que o en- cuja mão estava o fio de grá; e cha-
vies. marão seu nome Zerah.
18 Então elle disse: Que prenda he
que te darei 1 e ella disse; teu sello,
e teu lenço, e teu cajado, que está em CAPITULO XXXIX.

J
tua mão: o que elle lhe deo, e entrou OSEPH pois foi levado a Egypto,
a ella, e ella concebeo delle. e Potipnar Eunucho de Pharaó,
19 E ella levantou-se e foi-se, e tirou Capitão dos da guarda, varão Egypcio,
seu veo de sobre si, e vestio os vesti- comprou-o da mão dos Ismaelitas, que
dos de sua viuveza. o haviâo levado lá.
20 E Juda enviou o cabrito das ca- 2 E Jeh ov ah era com Joseph, de
bras por mão de seu amigo o Adulla- maneira que foi varáo prosperado; e
mita, para tomar a prenda da mão da estava na casa de seu senhor Egypcio.
mulher; porem náo a achou. 3 Vendo pois seu senhor, que Jeh o -
21 Eperguutou aos homens daquelle va h era com elle, e tudo o que fazia,
lugar, dizendo: Aonde está a solteira, Jehovah prosperava em sua mão:

Í
|ue ettava no caminho junto as duas 4 Achou Joseph graça em seus olhos,
ontesl e disserâo: Aqui náo esteve e servia-o; e elle o pôs sobre sua casa,
solteira. e entregou em sua mão, tudo o que
22 E tomou-se a Juda, e disse: Não tinha.
a achei; e também disserâo os ho- 5 E aconteceo que desde que o pu-
mens daquelle lugar: Aqui não es- sera sobre sua casa, e sobre tudo o que
teve solteira. tinha, Jehovah abençoou a casa do
23 Entáo disse Juda: Tome-o para Egypcio por amor de Joseph; e a
si, para que por ventura não venhamos bênção de Jeho vah foi sobre tudo o
em desprezo; eis que tenho enviado que tinha, na casa e no campo.
este cabrito; mas tu não a achaste. 6 E deixou tudo o que tinha, na mão
24 E aconteceo que quasi tres meses de Joseph, de maneira que sabia de
depois, derão aviso a Juda, dizendo: nada com elle, mais que do pão que
Thamar tua nora tem fomicado, e eis comia; e Joseph era formoso de pa-
nue está prenhe da fornicação; Então recer, e formoso de vista.
disse Juda: Tirai-a fora, para que seja 7 E aconteceo depois destas cou-
queimada. sas, que a mulher de seu senhor pós
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
44 GENESIS, XL.

seus olhos em Joseph, e disse : Deita 21 Porem Jeho vah era com Joseph,
te comigo. e estendeo sobre elle sua misericór-
8 Porem elle o refusou, e disse á dia, e deu-lhe graça nos olhos do
mulher de seu senhor: Eis que meu Maioral da casa do cárcere.
senhor não sabe comigo do que ha em 22 E o Maioral da casa do cárcere
casa; e entregou em minha mão tudo entregou na mão de Joseph todos os
o que tem. presos que estavâo na casa do cár-
9 Ninguém ha maior que eu nesta cere, é elle fazia tudo o que se fazia
casa, e nenhuma cousa me vedou, ali.
senão a ti, porquanto tu es sua mu- 23 E o Maioral da casa do cárcere
lher : Como pois eu faria este tamanho nâo teve cuidado de nenhuma cousa,

?
mal, que peccaria contra Deos? ue estavã na mâo delle; porquanto
10 E aconteceo que, fallando ella ej io vah era com elle, e tudo o que
cada dia a Joseph, e elle lhe náo dan- fazia, Jeho vah prosperava.
do ouvidos, para deitar-se com ella, e
estar com ella:
11 Succedeo a hum certo dia, que CAPITULO XL.

E
veio â casa para fazer seu serviço; e ACONTECEO depois destas cou-
náo havia ninguém dos da casa ali sas, que peccarão o Copeiro del-
em casa; Rei de Egypto, e o Padeiro contra seu
12 E ella lhe pegou de seu vestido, senhor, contra el-Rei de Egypto.
dizendo: Deita-te comigo; eelle dei- 2 De maneira que Pharaó, indig-
xou seu vestido na mão delia, e fugio nou-se muito contra seus dous Eunu-
e sahio-se fora. chos, contra o Maioral dos copeiros, e
13 E aconteceo que, vendo ella que contra o Maioral dos padeiros.
deixara seu vestido em sua máo, e 3 E entregou-os em guarda na casa
fugira para fora; do Capitão dos da guarda, na casa do
14 Chamou aos homens de sua casa, cárcere, no lugar aonde Joseph estava
e fallou-lhes, dizendo: Vede, trouxe- preso.
nos ao varão Hebreo, para escarnecer 4 E o Capitão dos da gnarda pôs a
de nós; entrou a mim, para deitar-se Joseph com elles, para que os servisse;
comigo, e eu gritei com grande voz. e estiverão muitos dias na prisão.
15 E aconteceo que, ouvindo elle que 5 E ambos sonharão hum sonho,
eu levantava minha voz, e gritava, cada hum seu sonho em huma noite,
deixou seu vestido comigo, e fugio, e cada hum conforme á declaração de
sahio-se fora. seu sonho, o Copeiro e o Padeiro del-
16 E ella pôs seu vestido perto de Rei de Egypto, que estavâo presos na
si, até que seu senhor veio a sua casa. casa do cárcere.
17 Então fallou-lhe conforme âs 6 E veio Joseph a e)les pela manhã,
mesmas palavras, dizendo: Veio a e attentou para elles, e eis que esta-
mim o servo Hebreo, que nos trouxes- vào turbados.
tes, para escarnecer de mim. 7 Então perguntou aos Eunuchos de
18 E aconteceo que, levantando eu Pharaó, que com elle estavâo no cár-
minha voz, e gritando, elle deixou séu cere da casa de seu senhor, dizendo:
vestido comigo, e fugio para fora. Porque vossos rostos hoje estão tris-
19 E aconteceo que, ouvindo seu tes ’
senhor as palavras de sua mulher que 8 E elles lhe disserão: Havemos so
fallava-lhe, dizendo: Conforme a es- nhado hum sonho, e ninguém ha que
tas mesmas palavras me fez teu servo; o declare ; e Joseph disse-lhes: Nâo
sua ira se accendeo. são de Deos as declarações ? ora
20 E o senhor de Joseph o tomou, e o contai me-o.
entregou na casa do cárcere, no lugar 9 Então contou o Maioral dos copei-
aonde os presos del-Rei estavâo pre- ros seu sonho a Joseph, e disse-lhe:
sos; assim esteve ali na casa do cár- Eis que em meu sonho havia huma
cere. vide diante de rninha face.
Digitized by Go gle Original fpom
HARVARD UNIVERSITV
GÉNESIS, XLT. 45

10 E na vida erâo tres sarmentos, e '


estava como brotando, sua flor sahia, i CAPITULO XLI.

E
seus cachos madurecião em uvas. ACONTECEO que, a cabo de do-
11 E a copa de Pharaó estava em ‘ us annos inteiros, Pharaó sonhou,
minha mão, e eu tomava as uvas, e as e eis que estava em pé junto ao rio.
espremia na copa de Pharaó, e dava 2 E eis que subiáo do rio sete vacas,
a copa na mão de Pharaó. formosas ae vista e gordas de came, e
12 Então disse-lhe Joseph: Esta he pastavão no prado.
ssa declaração ; os tres sarmentos são 3 E eis que subiáo do rio após ellas
tres dias. outras sete vacas, feas de vista, e
13 Dentro de ainda tres dias Pharaó magras de came; e paravão-se junto
levantará tua cabeça, e te fará tornar ás outras vacas á praia do rio.
a teu estado, e darás a copa de Pharaó 4 E as vacas feas de vista e magras
em sua mão. conforme o primeiro cos- de came, comiâo as sete vacas formo-
tume, quando eras seu Copeiro. sas de vista e gordas: Então accordou
14 Porem lembra-te de mim comti- Pharaó.
go, quando houveres bem; e rogo-te, 5 Depois dormio, e sonhou outra vez,
que faças comigo misericórdia, e que e eis que de hum colmo subiáo sete
faças menção de mim para com Pha- espigas cheas e boas.
rao, e faze-me sahir desta casa. 6 E eis que sete espigas miúdas e
15 Porque de roubo foi roubado de queimadas do vento oriental, brota vão
terra dos Hebreoe; e também aqui apos ellas.
nada tenho feito, porque me pusessem 7 E as espigas miúdas devoraváo as
nesta cova. sete espigas grossas e cheas; então
16 Vendo então o Maioral das pa- acordou Pharaó, e eis que era sonho.
deiros. que havia declarado bem, disse 8 E aconteceo que pela manhã seu
a Joseph: Eu também sonhava, e eis espirito perturbou-se, e enviou, e cha-
que tres sestos brancos estavão sobre mou todos oa adevinhadores de Egyp-
minha cabeça. to, e todos seus sábios; e Pharaó con-
17 E no sesto mais alto havia de tou-lhes seu sonho, mas ninguém ha-
todo manjar de Pharaó, da obra do via, que os declarasse a Pharaó.
padeiro; e as aves o comiâo do sesto 9 Então fallou o Maioral dos copei-
de sobre minha cabeça. ros a Pharaó, dizendo: De meus pec-
18 Então respondeo Joseph e disse: cados me lembro hoje.
Esta he sua declaração • os tres sestos 10 Estando Pharaó mui indignado
são tres dias. contra seus servos, e pondo-me em
19 D5entro de ainda tres dias Pharaó guarda na casa do Capitão dos da
levantará tua cabeça sobre ti, e te guarda, a mim e ao Maioral dos pa-
pendurará em hum pão, e as aves co- deiros.
merão tua came de sobre ti. 11 Entáo sonhámos hum sonho hu-
20 E aconteceo ao terceiro dia, o dia ma mesma noite, eu e elle, cada hum
do nascimento de Pharaó, que fez conforme á declaração de seu sonho
hum convite a todos seus servos; e le- sonhámos.
vantou a cabeça do Maioral dos co- 12 E ali estava com nosco hum man-
peiros, e a cabeça do Maioral dos pa- cebo Hebreo, servo do Capitão dos da
deiros, no meio de seus servos. guarda, e contamos-lhos, e declarou
2t E fez tomar ao Maioral dos co- nos nossos sonhos, aoada hum os de-
peiros a seu oflicio do copeiro; e deu clarou conforme a seu sonho.
a copa na mão de Pharaó. 13 E como elle nos declarou, assim
22 Mas ao Maioral dos padeiros en- mesmo foi feito: a mim me fez tomar
forcou, como Joseph lhes havia decla- a meu estado, e a elle fez enforcar.
rado. 14 Então enviou Pharão, e chamou
23 Porem o Maiiral dos copeiros a Joseph, e o fizeráo sahir correndo da
nlo lembrou-se de Joseph, antes es- cova; e tosquiarão-o, e mudarão seus
queceo-se delle. , vestidos, e veio a Pharaó.
Go gle
1 Original from
HARVARD UNIVERSITY
46 GENESIS, XLI.

15 E Pharaó disse a Joseph: Eu so- sete annos de fome, e toda aquella far-
nhei hum sonho, e ninguém ha que o tura será esquecida na terra de Egyp-
declare; mas de ti ouvi dizer, que to, e a fome consumirá a terra.
quando ouves hum sonho, o declares. 31 E a abundancia na terra náo será
16 E respondeo Joseph a Pharaó, conhecida, á causa daquella fome, que
dizendo: Sem mim he isso; Deosan- haverá depois; porquanto será gravís-
nunciará paz a Pharaó. sima.
17 Então disse Pharaó a Joseph: 32E que o sonho foi segundado du-
Eis que em meu sonho estava em pé as vezes a Pharaó, he, porquanto esta
á praia do rio. cousa he determinada de Deos, e Deos
18 E eis que subião do rio sete va- se apressa para fazéla.
cas, gordas de carne e formosas de 33Portanto Pharaó se proveja agora
vista, e pastavão no prado. de hum varão entendido e sabio, e o
19 E eis que outras sete vacas subiáo ponha sobre a terra de Egypto.
após estas, magras e mui feas de 34 Faça isso Pharaó, e ponha gover-
vista, e fracas de carne: Náo tenho nadores sobre a terra, e tome a quinta
visto outras semelhantes em fealdade parte da terra de Egypto nos sete an-
em toda a terra de Egypto. nos da fartura.
20 E as vacas fracas e feas comião 35 E ajuntem toda comida destes
as primeiras sete vacas gordas. bons annos, que vem, e amontoem tri-
21 E entravão em suas entranhas, go debaixo da mão de Pharaó, para
mas náo se conhecia que houvessem mantimento nas cidades, e o guar-
entrado em suas entranhas: porque dem.
seu parecer era feio como no princi- 36 Assim será o mantimento para
pio : Então acordei. provimento da terra, para os sete an-
22 Depois tenho visto em meu so- nos da fome, que haverá na terra de
nho, e eis que de hum colmo subião Egypto; para que a terra náo pereça
sete espigas cheas e boas. de fome.
23 E eis que sete espigas secas, miú- 37 E esta palavra foi boa nos olhos de
das e queimadas do vento oriental, Pharaó, e nos olhos de todos seus ser-
brotavão após ellas. vos.
24 E as sete espigas miúdas devo- 38 Assim que disse Pharaó a seus
ravão as sete espigas boas; e eu o servos: Acharíamos hum varáo como
tenhodito aos adevinhadores, mas nin- este, em quem haja o Espirito de Deos?
guém houve que m’o declarasse. 39 Depois disse Pharaó a Joseph:
25Então disse Joseph a Pharaó: O Pois que Deos te fez saber tudo isto,
sonho de Pharaó he hum mesmo; o ninguém ha tão entendido e sabio co-
que Deos ha de fazer, notificou a Pha- mo tu.
raó. 40 Tu estarás sobre minha casa, e
26 As sete vacas formosas são sete por tua boca se governará todo meu
annos; as sete espigas formosas tam- povo, somente neste throno eu serei
bém são sete annos: o sonho he hum maior que tu.
mesmo. 41 Mais disse Pharaó a Joseph: Ves
27 E as sete vacas magras e feias, aqui, te tenho posto sobre toda a terra
que subião depois delias, são sete an- de Egypto.
nos : e as sete espigas miúdas e quei- 42 E tirou Pharaó seu anel de sua
madas do vento oriental, serão sete mão, e o pós na máo de Joseph, e o fez
annos de fome. vestir de vestidos de linho fino, e pos
28 Esta he a palavra que tenho di- hum colar de ouro em seu pescoço.
to a Pharaó ; o que Deos ha de fazer, 43 E o fez subir no segundo carro
mostrou a Pharaó. que tinha, e clamavão diante de sua
29 E eis que sete annos que vem, face: Ajoelhai; assim o pós sobre to-
será grande fartura em toda a terra da a terra de Egypto.
de Egypto. 44 E disse Pharaó a Joseph: Eu sou
30 E depois delles levantar-se-hào Pharaó; porem sem ti ninguém le-
Digitized by Go Qle Original from
HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, XL11. 47

vantará sua mão ou seu pé, em toda


CAPITULO XLII.
a terra de Egypto.
45 E chamou Pharaó o nome de Jo- ENDO pois Jacob, que havia trigo
seph Zaphnath Paaneah, e deu-lhe em Egypto, disse Jacob a seus
por mulher a Asnath, filha de Potiphe- filhos: Porque estais olhando huns pa-
rá, Maioral de On; e Joseph sahio pe- ra os outros ?
la terra de Egypto. 2 Disse mais: Eis que tenho ouvido,
46 E Joseph era de idade de trinta que ha trigo em Egypto; decei para
annos, quando esteve diante da face lá, e comprai para nós d’ali, para que
de Pharaó, Rei de Egypto; e sahio vivamos e não morramos.
Joseph da face de Pharaó, e passou 3 Então decerão os dez irmãos de Jo-
por toda a terra de Egypto. seph, para comprar trigo do Egypto.
47 E a terra produzio nos sete annos 4 Porem a Benjamin irmão de Jo-
de fartura a mãos cheas. seph não enviou Jacob com seus ir-
48 E ajuntou todo o mantimento dos mãos, porque dizia: Para que lhe por
sete annos, que houve na terra de ventura náo succeda algum desastre.
Egypto, e guardou o mantimento nas 5 Assim vierão os filhos de Israel a
cidades, pondo o mantimento do cam- comprar, entre os que vinhão lá; por-
po de cada cidade, que estava ao re- que navia fome na terra de Canaan.
dor delia, no meio delia. 6 Joseph pois era o Regente daquel-
49 Assim Joseph ajuntou muitíssi- la terra; elle vendia a todo o povo da
mo trigo, como a area do mar, até que terra: e os irmãos de Joseph vierão,
cessou-se de contar; porquanto não e inclinarão-se a elle com a face na
havia numero. terra.
50 E nascerão a Joseph dous filhos, 7 E vendo Joseph seus irmãos, con-
antes que viesse hum armo de fome, heceo-os; mas elle se mostrou estra-
que lhe pario Asnath, filha de Poti- nho para com elles, e fallou com elles
phera Maioral de On. asperamente, e disse-lhes: Donde vin-
51 E chamou Joseph o nome do pri- des 1 e elles disserão : Da terra de Ca-
mogénito, Manasse; porque disse: De- naan, a comprar mantimento.
os me fez esquecer de todo meu tra- 8 Josephpoisconheceo seus irmãos;
balho, e de ttxla a casa de meu pai. mas elles nâo o conhecerão.
52 E o nome do segundo chamou, 9 Entáo Joseph lembrou-se dos so-
Ephraim; porque disse: Deos me fez nhos, que havia sonhado delles,e disse-
crecer na terra de minha afflicção. lhes : Vosoutros sois espias, e sois vin-
53 Então acabaráo-se os sete annos dos, para olhar o descuberto da terra.
de fartura, que havia na terra de 10 E elles lhe disserão : Náo, senhor
Egypto. meu; mas teus servos são vindos a
54 E começarão a vir os sete annos comprar mantimento.
da fome, como Joseph tinha dito; e 11 Todos nosoutros somos filhos de
havia fome em todas as terras, mas hum varão, homens de verdade so-
em toda a terra de Egypto havia pão. mos; nunca teus servos forão espias.
55 E tendo toda a terra de Egypto fo- 12 E elle lhes disse; Náo jantes vi-
me, clamou o povo a Pharaó por pão; e estes. para olhar o descuberto da terra.
Pharaó disse a todos os Egypcios: Ide 13 È elles disseráo: Nós teus servos
a Joseph, o que elle vos disser, fazei. éramos doze irmãos, filhos de hum
56 Havendo pois fome sobre toda a varão na terra de Canaan ; e eis aqui
terra, abrio Joseph tudo em que havia o menor está com nosso pai hoje; mas
mantimento, e vendeo aos Egypcios; o hum náo está mais.
porque a fome creceo na terra de 14 Então lhes disse Joseph: Isso he
Egypto, que vos tenho dito, dizendo; que sois
57 E todas as terras vinhão a Egyp- espais.
to, para comprar de Joseph; porquan- 15 Nisto sereis provados ; pela vida
to a fome havia crecido em todas as de Pharaó, se sahirdes daqui, senão
terras. quando vosso irmão menor vier aqui,
Go gle
x Original irtJrti
HARVARD UNÍVERSITY
48 GENESIS, XLTII.

16 Enviai hum de vosoutros, que to- 30 Aquelle varão, o senhor da terra,


me a vosso irmão; mas vosoutros fica- fallou com nós asperamente, e tratou
is presos, e vossas palavras serão pro- a nós como espias da terra.
vadas, se ha verdade com vosco; e se 31 Mas dissemos-lhe : Somos ho-
náo, pela vida de Pharaó, vós sois es- mens de verdade, nunca fomos es-
pias. pias.
17 Eosposjuntosemguarda tresdias. 32 Éramos doze irmãos filhos de
18 E ao terceiro dia lhes disse Jo- nosso pai; o hum náo mais apparece,
seph : Fazei isso, e vivereis: porque e o menor está hoje com nosso pai na
eu temo a Deos. terra de Canaan.
19 Se sois homens de verdade, hum 33 E aquelle varão, o senhor da ter-
de vossos irmãos fique preso na casa ra, nós disse : Nisto conhecerei, que
de vossa prisão; e vosoutros ide, le- vosoutros sois homens de verdade;
vai trigo para a fome de vossa casa. deixai comigo hum de vossos irmãos,
20 E trazei-me a vosso irmão menor, e tomai para a fome de vossas casas,
e serão verificadas vossas palavras, e e parti-vos.
não morrereis; e elles fizerão assim. 34 E trazei-me vosso irmão menor,
21 Então disserão hum ao outro: Na assim saberei, que nâo sois espias,
verdade somos culpados ácerca de nos- senão homens de verdade ; então vos
so irmáo, pois vimos a angustia de sua darei a vosso irmão, e negoceareis na
alma, quando nos rogava, porem nos terra.
náo ouvíamos: Porisso vem sobre nós 35 E aconteceo que, vazando elles
esta angustia. seus sacos, eis que cada hum tinha o
22 E Ruben respondeo-lhes, dizendo: amarrado de seu dinheiro em seu sa-
náo eu o dizia a vós, dizendo: Náo co ; e virão os amarrados de seu di-
pequeis contra o moço, mas não ou- nheiro, elles e seu pai, e temerão.
vistes ; e vedes aqui, seu sangue tam- 36Entáo Jacob seu pai disse-lhes:
bém he requerido. Tendes-me desfilhado; Joseph não ap-
23 E elles náo sabiáo, que Joseph os parece; e Simeon não apparece: agora
entendia, porque havia interprete en- levareis a Benjamin: Todas estas cou-
tre elles. sas sáo contra mim.
24 E retirou-se delles, e chorou. De- 37 Mas Ruben fallou a seu pai, di-
pois tornou a elles, e fallou-lhes, e to- zendo : Mata dous de meus filhos, se eu
mou a Simeon delles, e o amarrou pe- não tomar a traze-lo a ti; da-o em mi-
rante seus olhos. nha mão, porque tornarei a traze-lo a ti.
25 E mandou Joseph que enchessem 38 Porem elle disse: Náo decerá
seus sacos de trigo, e que lhes restitu- meu filho com vosco; porquanto seu
íssem seu dinheiro a cada hum em irmáo he morto, e elle ficou só: Se-
seu saco, e lhes dessem comida para Ihe succedesse algum desastre no ca-
o caminho; e fizerão-lhes assim. minho que fordes, fareis decer minhas
26E carregarão seu trigo sobre seus caás com tristeza á sepultura.
asnos, e partiráo-se dali.
27 E abrindo hum delles seu saco,
CAPITULO XLIII.
para dar pasto a seu asno na venda,

E
vio seu dinheiro; porque eis que es- A fome era grave na terra.
tava na boca de seu saco. 2 E aconteceo que, como aca-
28 E disse a seus irmãos: Meu di- barão de comer o mantimento, que
nheiro he tornado, e eiio também aqui trouxerão de Egypto, disse-lhes seu
em meu saco: Então lhes desfaleceo pai: Tornai, comprai-nos hum pouco
o coração, e espantarão-se, dizendo o de alimento.
hum ao outro: Que he isto que Deos 3 Mas Juda respondeo-lhe dizendo :
nós tem feito í Protestando nós protestou aquelle va-
29 E vierâo a Jacob seu pai na terra rão, dizendo: Náo vereis minha face,
de Canaan ; e contarão-lhe tudo que se vosso irmão nâo he com vosco.
lhes succedera, dizendo: 4 Se enviares com nosco a nosso ir-
Digitized by Go gle Original from
HARVARD UNIVERSIT
GENESIS, XLIII. 4»

mão, deceremos e te compraremos ali- tes varões comerão comigo ao meio


mento. dia.
5Mas se não o enviares, não dece- 17 E o varáo fez como Joseph dis-
remos; porquanto aquelle varão nos sera; e o varão levou aquelíes varões
disse: Náo vereis minha face, se vos- á casa de Joseph.
so irmão nâo he com vosco. 18 Então temerão aquelíes varões
6 E disse Israel: Porque me fizestes porquanto forão levados â casa de Jo-
tal mal, notificando àquelle varão, que seph, e dizião: Por causa do dinheiro,
tinhais ainda outro irmão 1 que d’antes foi tornado em nossos sa-
7 E elles disserâo: Perguntando nos cos, fomos levados aqui, para se revol-
perguntou aquelle varão por nosoutros, ver sobre nós, e sobrevir-nos, para que
e por nossa parentela, dizendo: Vive tome a nós por servos, e a nossos as-
ainda vosso pai ? tendes mais hum nós.
irmão ? e notificámos-lh’o conforme ás 19 Por isso chegarâo-se ao varão, que
mesmas palavras: Podíamos nós sa- estava sobre a casa de Joseph. e (alia-
ber, que dissesse: Trazei vosso irmão? rão com elle ã porta da casa.
8 Entáo disse Juda a Israel seu pai: 20 E disserâo: Ai senhor meu! cer-
Envia ao mancebo comigo, e levanta- tamente decemos d’antes, a comprar
remos-nos, e iremos, para que vivamos mantimento.
e náo morramos, nem nos, nem tu, 21 Aconteceo pois que, chegando-
nem nossos filhos. nos á venda, e abrindo nossos sacos,
9 Eu serei fiador por elle, de minha eis que o dinheiro de cada varáo es-
mão o requererás; se eu não o troux- tava na boca de seu saco, nosso di-
er a ti, e o puser perante tua face, pe- nheiro por seu peso ; e tornamos a tra-
cante serei contra ti todos os dias. zelo em nossas mãos.
10 E se nos nâo houvéramos detido, 22 Também trouxemos outro dinhei-
certamente ia tomaramos duas vezes. ro em nossas mãos, para comprar man-
11 Entáo disse-lhes Israel seu pai: timento; não sabemos, quem tenha
Pois que assim he, fazei isso; tormai posto nosso dinheiro em nossos sacos.
do mais precioso desta terra em vossos 23E elle disse: Paz seja a vosou-
vasos, e levai aquelle varão hum pre- tros, não temais; vosso Deos, e o De-
sente : Hum pouco de balsamo, e hum os de vosso pai vos tem dado hum
pouco de mel, especiarias, e mirra, thesouro em vossos sacos; vosso di-
pinhões e amêndoas. nheiro veio a mim: e levou a Simeon
12 E tomai em vossas mãos dinhei- a elles fora.
ro dobrado, e o dinheiro, que tomou na 24 Depois levou o varão aquelíes
boca de vossos sacos, tornai a levar varões á casa de Joseph, e deu-/Aes
em voesas mãos; porventura foi erro. agua, e lavarão seus pés; também
13 Tomai também a vosso irmão, e deu pasto a seus asnos.
levantai-vos, e tomai a aquelle va- 25 E fizerão prestes o presente, até
rão. que Joseph vinha ao meio dia; por-
14 E Deos Todopoderoso de vos mi- que tinhão ouvido, que ali haviâo de
sericórdia perante a face daquelle va- comer pão.
ráo, paraque deixe ir com vosco vosso 2G Vindo pois Joseph â casa, trouxe-
ontro irmáo, e a Benjamin; e eu, co- râo-lhe em casa o presente, que esta-
mo privado de filhos, sou privado. va em sua mão; e melinarão-se a elle
15 E oe varões tomarão aquelle pre- á terra.
sente, e tomarão dinheiro dobrado em 27 E elle lhes perguntou como esta-
suas mãos, e Benjamin; e levantarâo- vão, e disse: Vosso pai o velho, de
ee, e decerão a Egypto, e apresenta- quem dissestes, está bem? vive ainda?
rão-se diante de face de Joseph. 28 E elles disserâo: Bem está teu
1G Vendo pois Joseph com elles a servo nosso pai, ainda vive; e abai-
Benjamin, disse ao que estava sobre xarão a cabeça, e inclinarão-se.
sua casa: Leva estes varões á casa, e 29 E elle levantou seus olhos, e vio
degola animaes, e aparelha; porque es- a Benjamin seu irmão, filho de sua
3 Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
50 GENESIS, XLIV.

mai, e disse: Este he vosso irmão tejão teus servos, de fazerem seme-
menor de quem me dissestes 1 depois lhante cousa.
elle disse: Deos te faça misericórdia, 8 Eis que o dinheiro, que temos-
meu filho. achado nas bocas de nossos sacos, te-
30 E Joseph apressou, porque suas tomámos a trazer desda terra de Ca-
entranhas moverão-se para com seu naan ; como pois furtaríamos da casa,
irmão, e buscou lugar para chorar; e de teu senhor prata ou ouro 1
entrou na camara, e chorou ali. 9 Aquelle, em quem de teus servos
31 Depois lavou seu rosto, e sahio; for achada, morra; e ainda nós sere-
e forçou-se, e disse : Ponde pâo. mos escravos de meu senhor.
32 E puserão-lhe à parte, e a elles à 10 E elle disse: Ora seja também
parte, e aos Egypcios, que comião assim conforme a vossas palavras;
com elle, à parte; porque os Egypci- aquelle em quem se achar seja meu
os náo podem comer pão com os He- escravo, porem vosoutros sereis sem
breos, porquanto he abominação para culpa.
os Egypcios. 11 E elles apressarão, e cada hum
33 Eassentarão-se diante de sua face, fez descender seu saco na terra, e ca-
o primogénito segundo sua primogeni- da hum abrio seu saco.
tura, e o menor segundo sua minoria: 12 E buscou, começando do maior,
Do que os varões maravilha vão-se en- e acabando no menor: e achou-se a
tre sí. copa no saco de Benjamin.
34 E apresentou-lhes das iguarias, 13 Então rasgarão seus vestidos, e
que estavâo diante delle; mas o qui- carregou cada hum seu asno, e toma-
nhão de Benjamin era cinco vezes rão à cidade.
maior, que os quinhões delles todos: 14 E veio Juda com seus irmãos â
E beberão, bebendo com elle até far- casa de Joseph, porque elle mesmo
tura. ainda estava ali; e postrarão-se diante
de sua face na terra.
CAPITULO XLIV. 15 E disse-lhes Joseph: Que obra
he esta que fizestes? não sabeis vos-

E
MANDOU ao que estava sobre outros, que tal homem como eu, ade-
sua casa, dizendo : Enche os sa- vinliando sabe adevinhar ?
cos destes varões de mantimento, 16 Então disse Juda: Que diremos
quanto poderem levar, e poem o di- a meu senhor, que fallaremos ? e co-
nheiro de cada varão na boca de seu mo nos justificaremos ? achou Deos a
saco. injustiça de teus servos; eis que so-
2 E minha copa, a copa de prata, mos escravos de meu senhor, assim
porás na boca do saco do menor, com nós, como aquelle, em cuja mão foi
o dinheiro de seu trigo; e fez confor- achada a copa.
me à palavra de Joseph, que tinha dito. 17 Maselle disse: Nunca eu tal faça;
3 Vinda a luz da manhã, despedi- o varáo em cuja mão a copa foi acha-
rão-se estes varões, elles, e seus asnos. da, aquelle será meu servo: Porem
4 Sahindo elles da cidade, e náo se vosoutros subi em paz a vosso pai.
havendo ainda alongado, disse Joseph 18 Entáo Juda se chegou a elle, e
ao que estava sobre sua casa : Levan- disse: Ai senhor meu, deixa ora teu
ta-te, e persegue aquelles varões; e servo fallar huma palavra ante os ouvi-
alcançando-os, dirás-lhes: porque pa- dos de meu senhor, e nâo se encenda
gastes mal por bem! tua ira contra teu servo; pois tu es co-
5 Não he esta, de que bebe meu se- mo Pharaó.
nhor ? e em que elle adevinhando ade- 19 Meu senhor perguntou a seus ser-
vinha ? fizestes mal no que fizestes. vos, dizendo: Tendes vós pai ou ir-
6 E alcançou-os, e fallou-lhes as mes- mão?
maspalavras. 20 E dissemos a meu senhor: Te-
7 E elles disserão-lhe : Porque meu mos hum pai velho, e hum mancebo
senhor falia tais palavras 1 longe es- de sua velhice, o menor, cujo irmão
Digitized by Go q Ic
Original from
HARVARD UNÍVERSITY
GENESIS, XLV. 61
he morto; e elle ficou só de sua mai, para que nâo veja o mal, que sobre-
e seu pai o ama. virá a meu pai.
21 Então tu disseste a teus servos :
Trazei-m’o a mim, e eu porei meu
olho nelle. CAPITULO XLV.

E
22 E nós dissemos a meu senhor: NTÃO Joseph se não podia con-
Aquelle mancebo não poderá deixar ter diante de todos os que esta-
a seu pai: Se deixar a seu pai, mor- vâo com elle, e clamou: fazei sahir
rerá. de mim a todo varão; e ninguém ficou
23 Então tu disseste a teus servos : com elle, quando Joseph se deu a co-
Se vosso irmão menor não descender nhecer a seus irmãos.
com vosco, nunca mais vereis minha 2 E levantou sua voz com choro; de
face. maneira que os Egypcios o ouviâo, e
24 E aconteceo que, subindo nós a a casa de Pharaó o ouvia.
teu servo meu pai, e contando-lhe as 3 E disse Joseph a seus irmãos: eu
palavras de meu senhor: sou Joseph, vive ainda meu pai? e
25 E nosso pai dissesse; Tornai, seus irmãos lhe nâo puderáo respon-
comprai-nos hum pouco de manti- der; porque estaváo atonitos diante
mento. de sua face.
26Nosoutros dissemos: Nâo pode- 4 E disse Joseph a seus irmãos:
remos descender; se nosso irmão me- Ora chegai-vos a mim; e chegárâo-se;
nor for com nosco, descenderemos : então elle disse: eu sou Joseph vosso
Pois náo poderemos ver a face da- irmáo, a quem vendestes para Egypto.
quelle varão, se este nosso irmáo me- 5 Agora pois náo vos entristeçais,
nor náo estiver com nosco. nem vos indigneis em vossos olhos,
27 Então disse-nos teu servo meu por me haverdes vendido para cá; por-
pai: Vosoutros sabeis, que minha mu- que para conservação da vida Deos
lher me pario dous. me enviou diante de vossa face.
28 E o hum sahio de mim, e eu dis- 6 Porque ja dous annos houve de fo-
se : Certamente despedaçando foi des- me no meto da terra, e ainda restáo
pedaçado, e o não tenho visto ate cinco annos, em que não haverá la-
agora. voura nem sega.
29 Se agora também tirardes a este 7 Pelo que Deos me enviou diante
de minha face, e lhe acontecesse al- do vossa face, para que ficásseis por
gum desastre, farieis decer minhas resto na terra, e para guardar-vos em
caâs com dor â cova. vida por huma grande livração.
30 Agora pois vindo eu a teu servo 8 Assim que vos nâo me enviastes
meu pai, e o mancebo não for com para cá, senão Deos, que me tem posto
nosco, (pois sua alma está atada com por pai de Pharaó, e por senhor de
a alma delle;) toda sua casa, e por Regente em toda
31 Acontecerá que, vendo elle que a terra de Egypto.
o mancebo ali nâo está, morrerá; e 9 Apressai-vos e subi a meu pai, e
teus servos farão decer as caâs de teu dizei-lhe: Assim tem dito teu filho Jo-
servo nosso pai com tristeza á cova. seph : Deos me tem posto por senhor
32 Porque teu servo se deu por fia- em toda a terra de Egypto, descende
dor por este mancebo para com meu a mim, e nâo te detenhas.
pai, dizendo : Se nâo te tomá-lo, eu 10 E habitarás na terra de Gosen, e
serei culpado a meu pai todos os estarás perto de mim, tu e teus filhos,
dias. e os filhos de teus filhos, e tuas ove-
33 Agora pois, fique teu servo por lhas, e tuas vacas, e tudo o que tens.
este mancebo por escravo de meu se- 11 E ali te sostentarei, porque ainda
nhor, porem o mancebo suba com serão cinco annos de fome, paraque
seus irmãos. nâo empobreças, tu e tua casa, e tudo
34 Porque como eu subirei a meu o que tens.
pai, se o mancebo,-náo for comigo 1 12 E eis aue vossos olhos o vem, e
Go gte . g nc rom
HARVARD UNIVERSITY
52 GENESIS, XLVT.

os olhos de meu irmão Benjamin, que 27 Porem havendo elles fallado-lhe


vos falia minha boca. todas as palavras de Joseph, que elle
13 E denunciai a meu pai toda mi- lhes fallara; e vendo elle os carros
nha gloria em Egypto, e tudo o que que Joseph enviara para levâlo, revi-
tendes visto, e apressai-vos a fazer veo o espirito de Jacob seu pai.
descender a meu pai para cá. 28E disse Israel: Basta, ainda vive
14 E lançou-se ao pescoço de Benja- meu filho Joseph, eu irei, e o verei
min seu irmão, e chorou; e Benjamin antes que morra.
chorou também a seu pescoço.
15 E bevou a todos seus irmãos, e CAPITULO XLVI.
chorou sobre elles; e depois seus ir-

E
mãos fallarão com elle. PARTIO-SE Israel com tudoquan-
16 Como esta fama foi ouvida na to tinha, e veio a Berseba; e sac-
casa de Pharaó, que se disse : Os ir- rificou sacrifícios ao Deos de seu pai
mãos de Joseph são vindos, pareceo o Isaac.
bem em olhos de Pharaó e em olhos 2 E fallou Deos a Israel em visões
de seus servos. de noite, e disse: Jacob, Jacob! e
17 E disse Pharaó a Joseph; Dize a elle disse: Eis me açui.
teus irmãos, fazei isto, carregai vos- 3 E disse: Eu sou o Deos, o Deos
sas bestas, e parti-vos, tornai â terra de teu pai; náo temas de descender
de Canaan ; a Egypto, porque eu te porei ali em
18 E tornai a vosso pai, e a vossas gente grande.
famílias, e vinde a mim; e eu vos da- 4 E descenderei comtigo a Egypto,
rei o melhor da terra de Egypto, e e te farei tomar a subir, subindo jun-
comereis a gordura da terra. tamente, e Joseph porá sua mão sobre
19 Tu pois manda; fazei isto, tomai- teus olhos.
vos da terra de Egypto carros para 5 Então levantou-se Jacob de Berse-
vossos meninos, e para vosso pai, e bã| e os filhos de Israel levarão a seu
vinde. pai Jacob, e a seus meninos, e a suas
20E vosso olho não poupe a vossas mulheres, nos carros que Pharaó en-
alfaias; porque o melhor de toda a viara, para o levar.
tqrra de Esypto será vosso. 6 E tomarão seu gado, e sua fazen-
21 E os filhos de Israel fizeráo assim: da que tinhão aquirido na terra de
E Joseph deu-lhes carros conforme a Canaan, e vierão a Egypto, Jacob e
o mandado de Pharaó; também deu- toda sua semente com elle.
lhes mantimento para o caminho. 7 Seus filhos e os filhos de seus filhos
22 A todos lhes deu, a cada hum, com elle; suas filhas, e as filhas de
mudanças de vestidos; mas a Benja- seus filhos, e toda sua semente levou
min deu trezentas moedas de prata, e comsigo a Egypto.
cinco mudanças de vestidos. 8 E estes são os nomes dos filhos
23E a seu pai enviou semelhante- de Israel, que vierão a Egypto, Jacob
mente dez asnos carregados do me- e seus filhos: o primogénito de Jacob,
lhor de Egypto, e dez asnas carrega- Ruben.
das de trigo, e pão, e comida por seu 9 E os filhos de Ruben; Hanoch, e
pai para o caminho. Pallu, e Hezron, e Carmi.
24 E despedio seus irmãos, e parti- 10 E os filhos de Simeon; Jemuel,
rão-se ; e disse-lhes: não contendais e Jamin, e Ohad, e Jachin, e Zohar,
pelo caminho. e Saul, o filho da mulher Cananea.
25 E subirão de Egypto, e vierão á 11 E os filhos de Levi; Gerson, Ke-
terra de Canaan a Jacob seu pai. hath e Merari.
26 Então lhe denunciarão, dizendo: 12 E os filhos de Juda; HereOnan,
Joseph ainda vive, e elle também he e Sela, e Perez, e Serah : Porem Her
Regente em toda a terra de Egypto : e Onan morrerão na terra de Canaan ;
E seu coração desmaiou-se, porquê e os filhos de Perez forão Hezron o
não os cria. I Hamul,
Digitized by <jO QlC Originãl froí,
HARVARD UNIVERSITY
GENISES, XLVII. 53
13 E os filhos de Issaschar; Tola e 30 E Israel disse a Joseph: Morra
Pua, e Job, e Simron. eu agora, pois ja tenho visto teu rosto,
14 E os filhos de Zebulon; Sered e que ainda vives.
Elon.e Jahleel. 31 Depois disse Joseph a seus irmã-
15 Estes sáo os filhos de Lea, que pa- os, e à casa de seu pai: Eu subirei, e
rio a Jacob em Paddan-Aram, com Di- denunciarei a Pharaó, e lhe direi:
na sua filha: todos as almas de seus Meus irmãos e a casa de meu pai,que
filhos e de suas filhas forão trinta e estavâo na terra de Canaan, vierão a
tres. mim.
16 E os filhoe de Gad; Ziphion, e 32 E os varões sáo pastores de ove-
Chagrri. Schuni, e Ezbon, En, e Aro- lhas, porque sâo homens de gado, e
di,Areíi. trouxeráo comsigo suas ovelhas, e su-
17 E os filhos de Aser; Imna, e Iscli- as vacas, e tudo que tem.
ra, e Ischvi, e Beria, e Sera a irmã 33 Quando pois acontecer, que Pha-
delles: e os filhos de Beria; Heber e raó vos chamar, e disser: Que he vos-
Malchiel. so negocio l
18Estes sâo os filhos de Zilpa, que 34 Êntâo direis: Teus servos forão
Laban dera a sua filha Lea; e pario a homens de gado desde nossa moci-
Jacob estas dezaseis almas. dade até agora, assim nós como nos-
19 Os filhos de Rachel* mulher de sos pais: Para que possais habitar na
Jacob ; Joseph e Benjamin. terra de Gosen: porque todo pastor
20 E nascerão a Joseph na terra de de ovelhas he abominação aos Egyp-
Egypto, Manasse e Ephraim, que lhe cios.
pario Asnath, filha de Potiphera, Ma-
ioral de On.
21 E os filhos de Benjamin; Bela, CAPITULO XLVII.

E
Becher e Asbel; Gera e Naaman, Echi NTÃO veio Joseph, e denunciou
e Ros, Mtippim e Huppim, e Ard. a Pharaó, e disse : Meu pai, e
22 Estes sâo os filhos de Rachel, que meus irmãos, e suas ovelhas, e suas
nascerão a Jacob, por todos catorze vacas, com tudo que tem, sâo vindos
almas. da terra de Canaan: E eis que estão
23 E os filhos de Dan; Chusim. na terra de Gosen.
24 E os filhos de Naphtali, Jachzeel, 2 E tomou huma parte de seus ir-
e Gani, e Jezer, e Sillem. mãos, a saber cinco varões, e os pós
25 Estes sáo os filhos de Bilha, que diante de Pharaó.
Laban dera a sua filha Rachel; e pa- 3 Então disse Pharaó a seus irmãos:
rio estes a Jacob, por todos sete al- Que sâo vossos negocios 1 e elles dis-
mas. serâo a Pharaó: Teus servos sâo pas-
26 Todas as almas que vierão com tores de ovelhas, assim nós como nos-
Jacob a Egypto, que sahirâo de sua sos pais.
coxa, sem as mulheres dos filhos de 4 Disserão mais a Pharaó: Viremos
Jacob, todas forão sessenta e seis al- para peregrinar nesta terra; porque
mas. nâo ha pasto para as ovelhas de teus
27 E os filhos de Joseph, que lhe nas- servos, porquanto a fome he grave na
cerão em Egypto, erâo duas almas: terra de Canaan: Agora pois rogamos-
Todas as almas da casa de Jacob, que te, que teus servos habitem na terra
vierão a Egypto, forão setenta. de Gosen.
28 E enviou a Juda diante de sua 5 Então fallou Pharaó a Joseph, di-
face a Joseph, para o encaminhar a zendo : Teu pai, eteus irmãos vierão
Gosen; e chegarão á terra de Gosen. a ti.
29 Então Joseph fez prestes seu car- 6 A terra de Egypto está diante de
ro, e subio ao encontro de Israel seu tua face, no melhor da terra faze nabi-
pai a Gosen: E mostrando-se elle lhe, tar teu pai e teus irmãos; habitem
!ançou-se a seu pescoço, e chorou so- na terra de Gosen: E se sabes, que
bre seu pescoço longo tempo. entre elles sâo homens valentes, os
Go gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
54 GENESIS, XLVII.

porás por maioraes do gado sobre o de meu senhor, senão nosso corpo, e
que eu tenho. nossa terra.
7E Joseph também trouxe a Jacob 19 Porque morreremos diante de te-
seu pai, e o pôs diante de Pharaó; e us olhos, assim nos como nossa terra ?
Jacob abençoou a Pharaó. compra a nós e a nossa terra por pão,
8 E Pharaó disse a Jacob: Quantos e nos e nossa terra seremos servos de
são os dias dos annos de tua vida ? Pharaó, e dá semente para que viva-
9 E Jacob disse a Pharaó: Os dias mos, e não morramos, e a terra uáo se
dos annos de minhas peregrinações assole.
são cento e trinta annos: poucos e 20 Assim Joseph comprou toda a ter-
maos forão os dias dos annos de mi- ra de Egypto para Pharaó, porque os
nha vida, e não chegarão aos dias dos Egypcios venderão cada hum seu cam-
annos da vida de meus pais, nos dias po, porquanto a fome prevaleceo sobre
de suas peregrinações. elles; e a terra ficou por de Pharaó.
10 E Jacob abençoou a Pharaó, e 21 E quanto ao povo, feio passar ás
sahio de diante da face de Pharaó. cidades, desde o hum cabo dos termos
11 E Joseph fez habitar a seu pai e de Egypto, até seu outro cabo.
a seus irmãos, e deu-lhes possessão na 22 Somente a terra dos sacerdotes
terra de Egypto, no melhor da terra, nâo comprou, porquanto os sacerdotes
na terra de Rameses, como Pharaó tinhâo porção de Pharaó, e elles comi-
mandara. âo sua porção, que Pharaó lhes tinha
12 E Joseph sostentava a seu pai, e dado; porisso nâo venderão sua terra.
a seus irmãos, e a toda casa de seu pai 23Então disse Joseph ao povo : Eis
de pão, até á boca dos meninos. que hoje tenho comprado a vós e a
13 E não havia pão em toda a terra, vossa terra para Pharaó; vedes ahi
porque a fome era mui grave; de ma- tendes semente para vós, para que se-
neira que a terra de Egypto e a terra meeis a terra.
de Canaan desfaleciâo á causa da 24 Porem será, que das colheitas da-
fome. reis o quinto a Pharaó. e as quatro
14 Então Joseph recolheo todo di- partes serão vossas, para semente do
nheiro, que se achou na terra do Egyp- campo, e para vosso mantimento, e dos
to, e na terra de Canaan, pelo trigo que estão em vossas casas, e para que
que compraváo; e Joseph trouxe o comâo vossos meninos.
dinheiro á casa de Pharaó. 25 E disserâo : A vida nos tens da-
15 Acabando-se pois o dinheiro da do ; achemos graça em olhos de meu
terra de Egypto, e da terra de Cana- senhor, e seremos servos de Pharaó.
an, vierâo todos os Egypcios a Joseph, 26 Joseph pois pôs isto por estatuto
dizendo: Dá-nos pão; porque pois até o dia de hoje, sobre a terra de
morreremos em tua presença? por- Egypto, que Pharaó achasse o quinto:
quanto o dinheiro falta. salvo que só a terra dos sacerdotes
16 E Joseph disse : Dai vosso gado, nâo ficou por de Pharaó.
e eu o vos darei por vosso gado, se fal- 27 Assim habitou Israel na terra de
ta o dinheiro. Egypto, na terra de Gosen, e nella
17 Então trouxerão seu gado a Jo- tomarão possessão, e fructificarâo-se e
seph; e Joseph deu-lhes pão por ca- multiplicarâo-se muito.
vallos, e pelo gado das ovelhas, e pe- 28 E Jacob viveo na terra de Egyp-
lo gado das vacas, e por asnos : E os to dezesete annos: assim que os dias
sostentava de pão aquelle anno por de Jacob, os annos de sua vida, forão
todo seu gado. cento e quarenta e sete annos.
18 E acabado aquelle anno, vierão a 29Chegando-se pois os dias de Isra-
elle ao segundo anno, e disserão-lhe : el para morrer, chamou a Joseph seu
Nâo encubriremos diante de meu se- filho, e disse-lhe : Se agora tenho acha-
nhor, que o dinheiro he acabado, e do graça em teus olhos, rogo-te, que
meu senhor possue os animaes, e ne- ponhas tua mâo debaixo de minha
nhuma outra cousa ficou diante da face coxa, e faças comigo beneficencia e

Go gle Original from


HARVARD UNIVERSITY
GENESIS, XLVIII. 55

verdade; rogo-te, que me hfto enter- ver; e os fez chegar a elle, e beijou-
res em Egypto; os, e abraçou-os.
30 Mas que eu deite com meus pa- 11 E Israel disse a Joseph: Eu nâo
is ; porisso me levarás de Egypto, e cuidei ver teu rosto; e eis que Deos
me sepultarás na sepultura delles; e também me fez ver tua semente.
elle disse: Farei conforme a tua pa- 12 Então Joseph os tirou de seus
lavra. joelhos, e inclinou-se á terra diante de
31 E elle disse: Jura-me; e jurou- sua face.
lhe : e Israel se inclinou à cabeceira 13 E tomou Joseph os ambos, a
da cama. Ephraim em sua mâo direita á es-
querda de Israel, e a Manasse em sua
mão esquerda á direita de Israel, e os
CAPITULO XLVUI.
fez chegar a elle.

À
CONTECEO pois depois destas 14 Mas Israel estendeo sua mâo
cousas, que disserâo a Joseph: direita, e a pôs sobre a cabeça de
Eis que teu pai está enfermo : entãoEphraim, ainda que era o menor, e
tomou comsigo seus dous filhos Ma- sua esquerda sobre a cabeça de Ma-
nasse a Ephraim. nasse, dirigindo suas mãos prudente-
2 E denunciarão a Jacob, e disserâo: mente ; porque Manasse era o primo-
Eis que Joseph teu filho vem a ti: e génito.
esforçou-se Israel, e assentou-se sobre 15 E abençoou a Joseph, e disse:
a cama. O Deos, em cuja presença andarão
3 Depois disse Jacob a Joseph: O meus pais Abraham e Isaac, o Deos
Deos Todopoderoso me appareceo em que me sostentou, desde que eu sou
Luz na terra de Canaan, e me aben- até este dia.
çoou. 16 O Anjo que me livrou de todo
4 E me disse: Eis que te farei fruc- mal, abençoe a estes rapazes, e meu
tificar e multiplicar, e te porei por nome seja chamado nelles, e o nome
multidão de povos, e darei esta terra de meus pais Abraham e Isaac, e se-
á tua semente depois de ti, em pos- jão como peixes em multidão no meio
sessão perpetua. da terra.
5 Agora pois, teus dous filhos, que te 17 Vendo pois Joseph, que seu pai
nascerão na terra de Egypto, antes que punha sua mâo direita sobre a cabeça
eu viesse a ti em Egypto, sâo meus: de Ephraim, foi mâo em seus olhos;
Ephraim e Manasse serão meus como e tomou a mâo de seu pai, para a
Ruben e Simeon. transpor de sobre a cabeça de Ephraim
6 Mas tua geração, que gerarás de- á cabeça de Manasse.
pois delles, será tua : segundo o nome 18 E Joseph disse a seu pai: Nâo
de seus irmãos serão chamados em assim meu pai; porque este he o pri-
sua herança. mogénito, poem tua mâo direita so-
7 Vindo pois eu de Paddan, me bre sua cabeça.
morreo Rachel em terra de Canaan, 19 Mas seu pai o recusou, e disse :
no caminho como ainda era. hum es- Eu o sei, filho meu, eu o sei: tam-
paço pequeno de terra, para vir a bém elle será em povo, e também elle
Ephrata; e eu a sepultei ali no ca- será grande; mas com tudo seu irmão
minho de Ephrata, que he Bethle- menor será mais grande que elle, e
hem. sua semente será plenidâo das gen-
8 E Israel vio os filhos de Joseph, e tes.
disse : Cujos sâo estes? 20 Assim os benzeo áquelle dia, di-
9 E Joseph disse a seu pai: Elles zendo : Em ti abençoará Israel, dizen-
sâo meus filhos, que Deos me tem do : Deos te ponha como a Ephraim,
dado aqui; e elle disse: Ora traze-os e como a Manasse; e pós a Ephraim
a mim, para que os abençoe. diante de Manasse.
10 Porem os olhos de Israel erão 21 Depois disse Israel a Joseph:
agravados da velhice, ja nâo podia Eis que eu morro; mas Deos será
Go gle Original from
•HARVARD UNIVERSITY
66 GENESIS, XLIX.

com vosoutros, e vos fará tomar á ter- 14 Issaschar he asno de fortes os-
ra de vossos pais. sos, deitado entre dous fardos.
22 E eu te tenho dado a ti hum pe- 15 Vendo elle que o descanço era
daço da terra sobre teus irmãos, que bom, e que a terra era deleitosa, abai-
tomei com minha espada e com meu xou seu hombro para acarretar, e ser-
arco da mão dos Amoreos. vio sob tributo.
16 Dan julgará a seu povo, como
hum dos tribos de Israel.
CAPITULO XLIX. 17 Dan será serpente junto ao ca-

D
EPOIS chamou Jacob seus filhos, minho, huma bibora junto à vereda,
e disse: Ajuntai-vos, e denunci- que morde os calcanhares do caval-
ar-vos-hei o que vos ha de acontecer lo, e a seu cavalleiro faz cahir por de
nos dias seguintes. tras.
2 Ajuntai-vos, e ouvi, filhos de Ja- 18 Espero tua salvação, Jehovah !
cob ; e ouvi a Israel vosso pai. 19 Quanto a Gad, huma tropa o aco-
3 Ruben, tu es meu primogénito, meterá; mas elle a acometerá por
minha força, e o principio de meu vi- derradeiro.
gor; o mais excellente em alteza, e o 20De Aser, seu pão será gordo; e
mais excellente em potência. elle dará delicias reaes.
4 Corrente como as aguas: não se- 21 Naphtali he cerva solta, que dá
rás o mais excellente; porquanto su- palavras formosas.
biste ao leito de teu pai: Então o 22 Joseph he ramo fructuoso, ramo
contaminaste; subio a minha cama. fructuoso á fonte: cada qual dos ramos
5 Simeon eLevisâo irmãos: suasac- corre sobre o muro.
ções são instrumentos de violência. 23 Os frecheiros lhe derão amargura,
6 Em seu secreto conselho não en- e o frecharão e aborrecerão.
tre minha alma, nem minha gloria se 24 Porem seu arco ficou em sua tesi-
ajunte com sua congregação; porque dão, e os braços de suas mãos se es-
em seu furor matarão ao varáo, e em forçarão pelas mãos do valente de Ja-
sua teima arrebatarão ao boi. cob ; donde elle he hum pastor, huma
7 Maldito seja seu furor, pois he pedra de Israel.
forte, e sua ira, pois he dura: eu os 25Do Deos de teu pai, o qual te
dividirei entre Jacob, e os espargirei ajudará, e do Todopoderoso, o qual te
entre Israel. abençoará com benções do ceo de
8 Juda, tu es, te louvaráo teus ir- riba, com benções do abysmo que es-
mãos; tua mão será sobre o pescoço tá abaixo, com benções das mamas e
de teus inimigos: os filhos de teu pai da madre.
se inclinarão a ti. 26 As benções de teu pai sobre pu-
9 Juda he leáo-sinho, da presa su- jào as benções de meus pais, ate o
biste, filho meu: encurva-se, e deita- cabo dos outeiros eternos: ellas esta-
se como hum leão, e como leão velho: rão sobre a cabeça de Joseph, e sobre
quem o acordará I a moleira da cabeça do separado de
10 O Cetro náo se arredará de Juda, seus irmãos.
nem o Legislador d’entre seus pés, ate 27 Benjamin como lobo despedaça-
que venha Siloh; e a elle obedecerão rá; pela manhã comerá presa, e á
os povos. tarde repartirá depojo.
11 Elle amarra seu asninho á vide, 28 Todos estes tribos de Israel são
e o filho de sua asna á cepa mais ex- doze : e isso he o que fallou-lhes seu
cellente : elle lava seu vestido no vi- pai, quando os abençoou ; a cada-
nho, e sua capa em sangue de uvas. hum delles abençoou segundo sua
12 Elle he vermelho de olhos pelo bênção.
vinho, e branco de dentes pelo leite. 29 Depois mandou-lhes, e disse-lhes:
13 Zebulon habitará ao porto dos Eu me congrego a meu povo; sepultai-
mares, e ao porto dos navios, e seu me com meus pais, na cova que está
termo será para Sidon. no camoo de Ephron o Hetheo.
zed by GO' 'gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
GENESIS, L. 57
30 Na cora que está no campo de 10 Chegando elles pois á eira do es-
Machpela, que está em fronte de pinhal, que está d’alem do Jordão,
Mamre na terra de Canaan, a qual fizerão ali hum pranto grande e mui
Abraham comprou com aquelle cam- grave; e fez a seu pai hum pranto por
po de Ephron o Hetheo, por herança sete dias.
de sepultura. 11 E vendo os moradores da terra,
31 Ali sepultarão a Abraham, e a os Cananeos, ao pranto na eira do es-

S
Sara sua mulher: ali sepultarão a inhal, disserão: Este he pranto gran-
Isaac, e a Rebecca sua mulher : e ali e dos Egypcios: porisso chamou-se
eu sepultei a Lea. seu nome Abel Mizraim, que está
32 O campo, e a cova que está nelle, d’alem do Jordão.
foi comprado dos filhos de Heth. 12 E fizerão-lhe seus filhos assim
33 Acabando pois Jacob de dar man- como elle lhes mandara.
damentos a seus filhos, encolheo seus 13 Pois seus filhos o levarão á terra
pés na cama, e espirou, e foi congre- de Canaan, e o sepultarão na cova do
gado a seus povos. campo de Machpela, que Abraham
tinha comprado com o campo, por
CAPITULO L. herança de sepultura de Ephron o
Hetheo, em fronte de Mamre.

E
NTAO Joseph se lançou sobre o 14 Depois tomou-se Joseph para
rosto de seu pai; e cnorou sobre Egypto, elle e seus irmãos, e todos os
elle, e o beiou. que com elle subirão a sepultar seu
2 E Joseph mandou a seus servos os pai, depois de haver sepultado a seu
médicos, que embalsamassem a seu pai.
pai: e os médicos embalsamarão a 15 Vendo entáo os irmãos de Joseph,
IsraeL que seu pai ja era morto, disserão:
3 E cumprirão-se-lhe quarenta dias; porventura nos aborrecerá Joseph, e
porque assim se cumprem os dias da- nós pagará certamente todo o mal,
quelles que se embalsamáo : e os que Ine fizemos.
Egypcios o chorarão setenta dias. 16 Portanto enviarão a Joseph, di-
4 Passados pois os dias de seu choro, zendo : Teu pai mandou antes de
fallou Joseph á casa de Pharaó, dizen- sua morte, dizendo:
do : Se agora tenho achado graça em 17 Assim direis a Joseph: Ora rogo-
vossos olhos, rogo-vos, que falíeis em te, que perdoes a transgressão de teus
ouvidos de Pharaó, dizendo: irmãos, e seu peccado, que te renderão
5 Meu pai me fez jurar, dizendo: mal: Agora pois rogamos te, que
Eis que eu morro; em meu sepulcro, perdoes a transgressão dos servos do
que cavei para mim na terra de Ca- Deos de teu pai; e Joseph chorou
naan, ali me sepultarás: agora pois, quando elles lhe fallaváo.
te peço, que eu suba, para que sepulte 18 Depois vierâo também seus ir-
a meu pai, entáo me tomarei. mãos, e postrarâo-se diante delle, e
6 E Pharaó disse: Sube, e sepulta disserão: Eis nós aqui por teus ser-
a teu pai, como elle te fez jurar. vos.
7 E Joseph subio para sepultar a seu 19 E Joseph lhes disse: Nâo temais,
pai, e subirão com elle todos os ser- porque estou eu em lugar de Deos ?
vos de Pharaó, Os Anciãos de sua casa, 20 Vosoutros bem pensastes mal con-
e todos os Anciãos da terra de Egypto. tra mim j porem Deos pensou aquillo
8 Como também toda a casa de Jo- para bem, para que elle faça, como
seph, e seus irmãos, e a casa de seu isso está neste dia, para conservar em
pai: somente deixarão na terra de vida hum povo grande.
Gosen seus meninos, e suas ovelhas, 21 Agora pois nâo temais: eu sosten-
e suas vacas. tarei a vós, e a vossos meninos. Assim
9 E subirão também com elle, assim os consolou, e fallou segundo o cora-
carros, como gente de cavallo; e foi ção delles.
hum esquadrão mui grave. 22 Joseph pois habitou em Egypto,
3* Go gle Originaffrom
HARVARD UNIVERSITY
58 ' EXODO, 1.

elle e a casa de seu pai: e viveo Jo- terra, que jurou a Abraham, a l»aac.
seph cento e dez annos. e a Jacob.
23E vio Joseph de Ephraim filhos 25 E Joseph fez jurar os filhos de
da terceira geração: também os filhos Israel, dizendo: Visitando-vos visitará
de Machir, filho de Manasse, nascerão Deos; assim que fareis transportai
sobre os joelhos de Joseph. meus ossos d’aqui.
24 E disse Joseph a seus irmãos: 26 E morreo Joseph de idade de cen-
Eu morro; mas Deos visitando vos to e dez annos: e o embalsamarão, e
visitará, e vos fará subir desta terra á o puserào em huma arca em Egypto.

0 SEGUNDO LIVRO DE JIOYSES,


CHAMADO

EXODO.

cargas: Porque edificarão a Pharaó


CAPITULO I. cidades de thesouros, Pitom e Raam-

E
STES pois são os nomes dos filhos ses.
de Israel, que entrarão em Egyp- 12 Mas quanto mais o afiligião, tan-
to com Jacob: cada hum entrou com to mais se multiplicava, e tanto mais
sua casa. crecia: de maneira que se enfadaváo
2 Ruben, Simeon, Levi e Juda. por causa dos filhos de Israel.
3 Issaschar, Zebulon e Benjamin. 13 E os Egypcios fazião servir os
4 Dan e Naphthali, Gad e Aser. filhos de Israel com dureza.
5 Todas as almas pois, que procede- 14 Assim que lhes fizerâo amargar a
rão da coxa de Jacob, forão setenta vida com dura servidão em barro, e
almas; porem Joseph estava em Egyp- em ladrilhos, e com todo trabalho no
to. campo j com todo seu serviço, em que
6 Sendo pois Joseph falecido, e to- os servião eom dureza.
dos seus innãos, e toda aquella gera- 15 De mais disto fallou el-Rei de
ção: Egypto ás parteiras dasHebreas, (das
7 Os filhos de Israel fructiíicarão c quaes o nome da huma era Siphra, e
multiplicarão-se, e forão augmentados o nome da outra Pua.)
e fortalecidos grandemente; de ma- 16 E disse: Quando fizerdes parir
neira que a terra se encheo delles. as Hebreas, e as virdes sobre os as-
8 Depois levantou-se hum novo Rei sentos : se for filho, matai-o ; mas se
sobre Egypto, que não conhecera a for filha, viva.
Joseph. 17 Porem as parteiras temerão a
9 O qual disse a seu povo: Eis <jue Deos, e não fizeráo como el-Rei de
o povo dos filhos de Israel he muito, Egypto lhes dissera, antes guardavão
e mais poderoso que nosoutros. aos meninos em vida.
10 Ea, sejamos sábios para com el- 18 Então chamou el-Rei de Egypto
le, para que não se multiplique, e acon- as parteiras, e disse-lhes : Porque fize-
teça que, vindo guerra, elle também stes istol que guardastes aos meni-
se ajunte com nossos inimigos, e pele- nos em vida.
je contra nós, e suba da terra. 19 E as parteiras disserão a Pharaó :
11 E puserâo sobre elle Maioraes de Porquanto as mulheres Hebreas não
tributos, para o affligjrem com sua? são corno as Egypeias i porque sâp r<h
Digitized by GooQle HARVARD UNÍVERSITY
EXODO, II. 59
bustas, antes que a parteira venha a e vio que hum varão Egypcio feria a
ellas, ja tem parido. hum varão Hebreo de seus irmãos.
20 Portanto Deos fez bem às partei- 12 E olhou á huma e á outra banda,
ras: e o povo se augementou, e se e vendo que ninguém ali havia, ferio
corroborou muito. ao Egypcio, e escondeo-o na area.
21 E aconteceo que, porquanto as 13 E tornou a sahir ao dia seguinte,
parteiras temerão a Deos, edificou-lhes e eis que dous varões Hebreos conten-
casas. diáot e disse ao injusto; porque fe-
22Então mandou Pitarão a todo res a teu proximo ?
seu povo, dizendo : A todos filhos que 14 O qual disse : Quem te tem pos-
nascerem, lançareis no rio, mas a to- to a ti por maioral e juiz sobre nos-
das filhas guardareis em vida. outros? dizes isso por me matar, co-
mo mataste ao Egypcio 1 entáo temeo
CAPITULO II. Moyses, e disse; certamente este ne-
gocio foi descuberto.

E
FOI-SE hum varão da casa de Le- 15 Ouvindo pois Pharão este nego-
vi, e tomou huma filha de Levi. cio, procurou matar a Moyses : mas
2 E a mulher concebeo, e pario hum Moyses fugio de diante da face de
filho: e vendo o que era formoso, es- Pharaó, e habitou na terra de Midian,
condeo-o tres meses. e assentou-se junto a hum poço.
3 Porem nâo o podendo mais escon- 16 E o Sacerdote de Miilian tinha
der. tomou huma arca de juncos, e a sete filhas, as quaes vierão a tirar agua,
abetumou com betume e pez ; e pon- e encherão as pias, para abeberar o
do nella ao menino, a pôs em os jun- rebanho de seu pai.
cos á praia do rio. 17 Então vierão os pastores, e lança-
4 E sua irmã parou-se de longe, pe- rão as d’ali; porem Moyses levantou-
ra saber o que Ine-havia de acontecer. se e defendeo-as, e abeberou seu reba-
5 E a filha de Pharaó deceo a lavar- nho.
se no rio, e suas donzellas passearão 18 E vindo ellas a Rehuel seu pai,
pela borda do rio: e cila vio a arca no disse elle: Porque hoje tornastes tão
meio dos juncos, e enviou sua criada, depressa 1
e a tomou. 19 E ellas disserâo: Hum varão
6 E abrindo-a, vio ao menino, e eis Egypcio nós livrou da mão dos pasto-
que o menino chorava; e moveo-se de res ; e também nós tirou agua em abun-
compaixão delle,e disse : Dos meninos dancia, e abeberou o rebanho.
dos Hebreos he este. 20 E disse a suas filhas: E aonde elle
7 Então disse sua irmã á filha de está? porque deixastes ir a este ho-
Pharaó: Irei eu a chamar huma ama mem 1 chamai-o, para que coma pão.
das Hebreas, que crie a este menino 21 E Moyses consentio em morar com
por ti! aquelle varáo: e elle deu a Moyses sua
8 E a filha de Pharaó disse-lhe, vai- filha Zippora.
te : e foi-se a moça, e chamou a mai 22 Aqual pario hum filho, e elle cha-
do menino. mou seu nome Gersom; porque disse :
9 Então lhe disse a filha de Pharaó : Peregrino sou em terra alhea.
Leva este menino, e cria-m’o, eu te 23 E aconteceo depois de muitos
darei teu salario: e a mulher tomou destes dias morrendo el-Rei de Egyp-
ao menino, e criou-o. to, que os filhos de Israel suspirarão e
10 E sendo o menino ja grande, ella clamarão por causa da servidão: e
o trouxe á filha de Pharaó, a qual o seu clamor por causa de sua servidão
perfilhou ; e chamou seu nome Moy- subio a Deos.
ses, e disse: Porque das aguas o tei- 24 E ouvio Deos seu gemido, e lem-
nho tirado. brou-se Deos de seu concerto com
11 E aconteceo naquelles dias, que Abraham, com Isaac, e com Jacob.
•endo Moyses ja grande, sahio a seus 25 E attentou Deos para os filhos de
irmãos, e attentou para suas cargas: Israel, e conheceo-os Deos.
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
60 ÊXODO, III.

CAPITULO HL 13 Entáo disse Moyses a Deos : Eis


que vindo eu aos filhos de Israel, o

E
APASCENTAVA Moyses o re- dizendo-lhes: O Deos de vossos pais
banho de Jethro seu sogro, Sacer- me enviou a vôsoutros; e elles tne
dote em Midian : e levou o rebanho disserem
a : Qual he seu nome 1 que
tras do deserto, e veio ao monte de lhes direi ?
Deos, a Horeb. 14 E disse Deos a Moyses: SEREI
2 E apareceo-lhe o Anjo de Jehov ah O QUE SEREI. Mais disse: Assim
em huma chama de fogodos meio de dirás aos filhos de Israel: SEREl-me
huma çarça: e olhou, e eis que a çarça enviou a vôsoutros.
ardia no logo, e a çarça nâo se consu- 15 E disse Deos mais a Moyses:
mia. Assim dirás aos filhos de Israel: Jeho -
3 E Moyses disse: Agora me vira- vah o Deos de vossos pais, o Deos de
rei para lá, e verei esta grande visão, Abraham, o Deos de Isaac, e o Deos
porque a çarça se náo queime? de Jacob, me enviou a vôsoutros:
4 E vendo Jehovah , que se virava Este he meu nome etemamente, o
para la a ver, bradou Deos a elle do este he meu memorial de geração em
meio da çarça, e disse; Moyses, Moy- geração.
ses: e elle disse ; eis me aqui. 16 Vai e ajunta os Anciãos de Is-
5 E disse: Nâo te chegues para ca: rael, e dize-lhes: Jehovah o Deos de
tira teus çapatos de teus pés; porque vossos pais me appareceo, o Deos de
o lugar em que tu estás, he terra Abraham, de Isaac, e de Jacob, di-
saucta. zendo : Visitando-vos tenho visitado,
6 Mais disse : Eu sou o Deos de teu e visto o que vós he feito em Egyp-
pai, o Deos de Abraham, o Deos de to.
Isaac, e o Deos de Jacob: e Moyses 17 Portanto eu disse: Farei-vós so-
encubrio seu rosto, porque temeo de bir da afllicçáo de Egypto á terra do
ver a Deos. Cananeo, do Hetheo. e do Amoreo, e
7 E disse Jehov ah : Vendo tenho do Pherezeo, e do Heveo, e do Je-
visto a afflicçâo de meu povo, que está buseo, a huma terra,que mana de leite
em Egypto, e tenho ouvido seu cla- e mel.
mor por causa de seus arrecadadores, 18 E ouvirão tua voz: e irás, tu e os
porque conhecei suas dores. Anciãos de Israel a el-Rei de Egypto,
8 Portanto descendi para livrálo da e dir-lhe-heis: Jeho vah o Deos dos
mão dos Egypcios, e para fazer sobilo Hebreos nos encontrou: agora pois
desta terra, á huma terra boa e larga, deixa-nos ir caminho de tres dias para
á huma terra que mana de leite e o deserto, para que sacrifiquemos a
mel: ao lugar ao Cananeo. e do He- Jehov ah nosso Deos.
theo. e do Amoreo, e do Pherezeo, e 19 Porem eu sei, que el Rei de
do Heveo, e do Jebuseo. Egypto não deixará ir-vos: nem ain-
9 E agora, eis que o clamor dos filhos da por huma mão forte.
de Israel he vindo a mim: e também 20 Porque eu estenderei minha mão,
tenho visto a opressão, com que os e ferirei a Egypto com todas minhas
Egypcios os oprimem. maravilhas, que farei no meio delle:
10 Vem pois agora, e eu te enviarei depois vós deixará ir.
a Pharaó, para que tires meu povo 21 E eu darei straça a este povo em
(os filhos de Israel) de Egypto. olhos dos Egypcios : e acontecerá que,
11 Então Moyses disse a Deos: Quem quando sahirdes, não sahireis vazi-
sou eu, que vá a Pharaó, e tire de os.
Egypto os filhos de Israel ? 22 Porque ca<la mulher pedirá a sua
12 E elle disse: Certamente serei vezinha e a sua hospela vasos de
com tigo; e isto te será por sinal, de prata, e vasos de ouro, e vestidos: os
que eu te enviei: Quando ouveres ti- quaes poreis sobre vossos filhos, e
rado este povo de Egypto, servireis a sobre vossas filhas, e despojareis a
Deos neste monte. Egypto*
Gougle
Original from
Digitized by HARVARD UNIVERSITY
EXODO, IV. 61

14 Entáo se accendeo a ira de Jeho -


CAPITULO IV.
vah contra Moyses, e disse: Nâo he
■pXTAO respondeo Moyses, e disse: Aaron o levita teu irmão? eu sei,
fj Mas eis que me náo crerão, nem que elle fallará mui bem: e eis que
oaviráo minha voz, porque dirão: Je - elle também sahirá-te ao encontro;
hov ah te náo appareceo. e vendo-te, se alegrará em seu cora-
2 E Jih ov ah disse-lhe: Que he isso ção.
em tua mio I e elle disse; huma vara. 15 E tu fallaràs a elle, e porás as
3 E elle disse: Lança-a na terra; e palavras em sua boca: e eu serei com
elle a lançou na terra, e tornou-se em tua boca, e com sua boca, ensinando-
cobra; e Moyses fugia delia. vos, o que haveis de fazer.
4 Entáo disse Jehovah a Moyses: 16 E elle fallará por ti ao povo : e
Estende tua máo, e toma-a pelo rabo; acontecerá, que elle te será por boca,
e estendeo sua máo, e a tomou pelo e tu lhe serás por Deos.
rabo, e tomou-se em vara em sua máo. 17 Toma pois esta vara cm tua máo,
5 Para que creáo, que te appareceo com que farás os sinaes.
Jehov ah o Deos de seus pais, o Deos 18 Então foi-se Moyses, e tomou a
de Abraham, o Deos de Isaac, e o De- Jethro seu sogro, e disse-lhe: Eu irei
o» de Jacob. agora, e tomarei a meus irmãos, que
6 Edisse-lhe Jeh ov ah mais: Mette estão em Egypto, para ver, se ainda
agora tua máo em teu seio : e metteo vivem. Disse pois Jethro a Moyses:
ara máo em seu seio: e tirando-a, vai ém paz.
eis que sua máo estava leprosa, bran- 19 Disse também Jeho vah a Moy-
a como a neve. ses em Midian: Vai,torna-te a Egyp-
1 lí. disse: Toma-a metter tua máo to ; porque todos os que bnscavão tua
em teu seio; e tomou a metter sua alma, morrerão.
mão em seu seio : depois tirou-a de 20 Tomou pois Moyses sua mulher,
seu seio, e eis que se tomara como e seus filhos, e os levou sobre hum
sua Mra carne. asno, e tomou-se á terra de Egypto;
8 E acontecerá que, se elles te não e Moyses tomou a vara de Deos em
crerem, nem ouvirem a voz do primei- sua mão.
ro sina], creráo a voz do derradeiro 21 Edisse Jehov ah aMoyses: Quan-
sinal. do fores tomado a Egypto, attenta
9 E se acontecer, que ainda não cre- que faças diante de Pharaó todas as
rem a estes dous sinaes, nem ouvirem maravilhas, que tenho posto em tua
tua voz, tomarás das aguas do rio, eas máo: mas eu endurecerei seu coração,
derramarás na seca: e tomar-se-hào para que náo deixe ir ao povo.
aquellas aguas que tomarás do rio, 22 Então dirás a Pharaó: Assim
tomar-se-háo digo em sangue sobre a diz Jeh ov ah ; meu filho, meu primo-
seca. génito, he Israel.
10 Entáo disse Moyses a Jehova h : 23E eu te tenho dito; deixa ir meu
Ah Senhor! eu náo sou homem que filho, para que me sirva; mas tu refu-
bem falia, nem de hontem, nem de saste' de o deixar ir: eis que eu mata-
atontem, nem ainda desde que tens rei a teu filho, teu primogénito.
fallado a teu servo: porque sou pesa- 24 E aconteceo no caminho em
do de boca, e pesado de lingua. huma estalagem, que Jehov ah o en-
U E disse-lhe Jehov ah : Quem deo controu, e o quiz matar.
a boca ao homem ? ou quem fez ao 25 Então Zippora tomou huma pedra
mudo, ou ao surdo, ou ao que vé, ou aguda, e circuncidou o prepucio de seu
a cego? náoeu o sou, Jehov ah ? filho, e o lançou a seus pés, e disse:
12 Vai pois agora, e eu serei com tua Certamente me es hum esposo do
boca, ete ensinarei, o que has de fallar. sangue.
13 Porem elle disse : Ah Senhor ! 26 E desviou-se delle. Entáo elle
envia pela máo daquelle a quem tu has disse: Esposo do sangue, por causa da
de enviar. circuncisão.

Go gle Original from


HARVARD UNÍVERSITY
62 EXODO, V.

27 Disse também Jehov ah a Aaron : tem : nada diminuireis delia, porque


Vai-te ao encontro a Moyses ao deser- andão ociosos; porisso clamáo, di-
to. E elle foi-se, e encontrou-o ao zendo: Vamos, sacrifiquemos a nosso
monte de Deos, e bejou-o. Deos.
28 E denunciou Moyses a Aaron to- 9 Agrave-se o serviço sobre estes
das as palavras de Jeho vah , que o homens, para que se ocupem nelle, e
enviara; e todos os sinaes, que lhe não confiem em palavras de mentira.
mandara. 10 Então sahirâo os mandadores do
29 Então foi-se Moyses e Aaron, e povo, e seus governadores, e fallarao
ajuntarão todos os Anciãos dos filhos ao povo dizendo; Assim diz Pliaraó,
de Israel. eu náo vos darei mais palha.
30 E Aaron fallou todas as palavras, 11 Ide vós mesinos, e tomai vós pa
que Jehov ah fallara a Moyses: e fez lixa d’onde a achardes : porque nada
os sinaes perante os olhos do povo. se diminuirá de vosso serviço.
31 E o povo creo; e ouvirão que 12 EntãQ o povo se espalhou por to-
Jehov ah visitava aos filhos de Israel,da a terra de Egypto, a colher rastolho
e que via sua afflicçáo: e inclinaráo- em lugar de palha.
se, e adorarão. 13 E os mandadores os aperta vão,
dizendo : Acabai vossa obra, a tarefa
de cada dia em seu dia, como quando
CAPITULO V. havia palha.

E
DEPOIS forão Moyses e Aaron, 14 E açoutavão aos governadores
e disserâo a Pharaó ; Assim diz dos filhos de Israel, que os mandado-
Jehovah o Deos de Israel; deixa irres de Pharaó tinhão posto sobre elles,
meu povo, para que me celebre huma dizendo : porque náo acabastes vossa
festa no deserto. tarefa, fazendo ladrilhos como antes,
2 Mas Pharaó disse: Quem he Je - assim também hontem e hoje ?
hovah , cuja voz eu ouvirei para dei- 15 Pelo que foráo-se os governadores
xar ir a Israel 1 não conheço a Jeho - dos filhos de Israel, e clamarão a Pha
va h , nem tão pouco deixarei ir a Is- raó, dizendo: porque fazes assim a
rael. teus servos ?
3 E elle disserâo; O Deos dos He- 16 Palha se não dá ateus servos, e
breos nos encontrou : portanto deixa nos dizem: Fazei-os ladrilhos: e eis
agora ir-nos caminho de tres dias ao que teus servos são açoutados; porem
deserto, para que sacrifiquemos a Je - teu povo tem a culpa.
hova h nosso Deos, e elle não venha 17 Mas elle disse: Andais ociosos,
sobre nós com pestilência, ou com ociosos andais: porisso dizeis; vamos,
espada. sacrifiquemos a Jeho vah .
4 Então disse-lhes el-Rei de Egyp- 18 Ide pois agora, trabalhai; porem
to: Moyses e Aaron, porque fazeis palha se vos não dará: com tudo da-
cessar o povo de sua obra 1 ide a vos- reis a contia dos ladrilhos.
sos cargos. 19 Entáo os governadores dos filhos
5 E disse também Pharaó : Eis que de Israel virão se em atHicçáo, por-

3
o povo da terra ja he muito, e vos fa- uanto se dizia: Nada diminuireis
zeis cessálos de seus cargos? e vossos ladrilhos, da tarefa do dia
6 Portanto mandou Pharaó naquelle cm seu dia.
mesmo dia aos mandadores do povo, 20 EencontraráoaMoyseseaAaron,
e aos governadores delle, dizendo : que estaváo em fronte delles, quando
7 D’aqui em diante não mais dareis sahirâo de Pharaó.
palhá ao povo, para fazer ladrilhos, 21 Edisseráo-lhes: Jehov ah attente
como fizestes hontem e anfontem; sobre vós, e julgue isso, porquanto
vão elles mesmos, e colhão palha pa- fizestes feder nosso cheiro diante de
ra si. Pharaó, e diante de seus servos, dan-
8 E lhes imporeis a contia dos la- do-lhes a espada nas mãos, para ma
drilhos, que fizerão hontem e ant’on- tar a nós.
igitized by Go< gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, VI. 63
22Entáo se tomou Moyses a Jeho - hovah , dizendo : Eis que os filhos de
vah . e disse: Senhor! porque fizeste Israel me náo tem ouvido, como pois
mal a este povo ? porque me enviaste Pharaó me ouvirá? também eu sou
agora I incircunciso de beiços.
23 Porque desde que entrei a Pha- 13 Todavia fallou Jehova h a Moy-
raó. para fallar em teu nome, elle mal- ses e a Aaron, e deo-lhes mandamen-
tratou a este povo ■ e tão pouco tu li- to para os filhos de Israel, e pera Pha-
vraste a teu povo. raó Rei de Egypto, para que tirassem
aos filhos de Israel da terra de Egypto.
CAPITULO VI.
14Estas são as cabeças das casas
de seus pais: Os filhos de Ruben, o

E
.XTAO disse Jeho vah a Moyses: primogénito de Israel são; Hanoch e
Agora verás o que hei de fazer a PallUj Hezron e Charmi; estas são as
Pharaó: porque por huma máo posfamílias
- de Ruben.
sante os deixará ir, sim, por huma máo 15 E os filhos de Simeonsão; Jemu-
possante os ha de expellir de sua terra. el, e Jamin, e Ohad, e Jachin, e Zohar,
2 Mais fallou Deos a Moyses, e dis- e Saul, filho de huma Cananea; estas
se : Eu sou Jehovah . sáo as familias de Simeon.
3 E eu appareci a Abraham, a Isaac, 16 E estes sáo os nomes dos filhos
e a Jacob, como Deos o Todopoder- de Levi segundo suas gerações; Ger-
oso: mas com meu nome Jehov ah son e Kehath, e Merari: e os annos
não foi conhecido-lhes. da vida de Levi forão cento e trinta e
4 E também estabeleci meu concer- sete anno».
to com elles, para dar-lhes a terra de 17 Os filhos de Gerson são; Libni e
Canaan, a terra de suas peregrinações, Simei segundo suas familias.
na qnal foráo peregrinos. 18 E os filhos de Kehath são; Am-
5 E também tenho ouvido o gemido ram, e Izhar, e Hebron, e Uzziel: e
dos filhos de Israel, aos quaes os os annos da vida de Kehath forão cen-
Esrypcios fazem servir, e me lembrei to e trinta e tres annos.
de meu concerto. 19 E os filhos de Merari são; Ma-
6 Por tanto dize aos filhos de Israel: hali, e Musi; estas sáo as familias de
Eu sou Jehovah , e vos tirarei de de- Levi segundo suas gerações.
baixo das cargas dos Egypcios, e vos 20 E Amram tomou por mulher a
livrarei de sua servidão, e vos resga- Jochebed sua tia, e ella pario-lhe a
tarei com braço estendido, e com juí- Aaron e a Moyses: e os annos da vi-
zos grandes. da de Amram forão cento e trinta e
7 E eu vos tomarei por meu povo, e sete annos.
a vós serei por Deos: e sabereis que 21 E os filhos de Izhar são; Korah,
eu sou Jehovah vosso Deos, que vos e Nepheg, e Zichri.
tiro de debaixo das cargas dos Egyp- 22 E os filhos de Uzziel são; Misael,
cios. e Elzaphan, e Sithri.
8 E eu vós levarei na terra, pela 23 E Aaron tomou por mulher a Eli-
qual levantei minha máo, que a daria seba, filhazde Amminadab, irmã de
a Abraham, a Isaac, e a Jacob; e vo- Nahesson; e ella pario-lhe a Nadab
la darei por herança, eu Jehov ah . e Abihu, Eleazar e Ithamar.
9 Deste modo fallou Moyses aosfilhos 24 E os filhos de Korah são; Aesir,
de Israel: mas elles nâo ouvirão a e Elkana, e Abiasaph; estas sáo as fa-
Moyses, por causa da ancia do espi- milias dos Korithas.
ritoj e da dura servidão. 25 E Eleazar filho de Aaron tomou
10 Mais fallou Jehov ah a Moyses, para si por mulher huma das filhas de
dizendo: Puthiel; e ella pario-lhe a Pinehas;
11 Entra e falia a Pharaó Rei de estas são as cabeças dos pais dos Lc-
Egvpto, que despeda os filhos de Isra- ' vitas segundo suas familias.
el àe sua terra. 26 Este he Aaron e Moyses. aos
12 Porem Moyses fallou perante Je - I quaes Jeho vah disse: Tira» os filhos
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
64 EXODO, VII.

de Israel da terra de Egypto por seus vahmandara: e lançou Aaron sua va-
Exércitos. ra diante da face de Pharaó, e diante
27 Estes sào os que fallarão a Pha- da face de seus servos, e tomou-se em
raó Rei de Egypto, para que tirassem dragaó.
de Egypto os hlhos de Israel: Este 11 E chamou Pharaó também os sa
he Moyses e Aaron. bios e encantadores: e os magos de
28 E aconteceo que naquelle dia, Egypto fizerão também o mesmo com
quando Jehova h fallou a Moyses na seus encantamentos.
terra de Egypto: 12 Porque cada hum lançou sua vara,
29 Fallou Jehov ah a Moyses, dizen- e tornaráo-se em dragoês: mas a vara
do : Eu sou Jehova h ; falia a Pharaó, de Aaron tragou as varas delles.
Rei de Egypto, tudo que eu te digo 13 Porem o coração de Pharaó se
a ti. endureceo, e náo os ouvio, como Je -
30 Entáo disse Moyses perante a hova h tinha dito.
face de Jehovah : Eis que eu sou 14 Entáo disse Jeho vah a Moyses;
incircunciso de beiços, como pois Pha- o coração de Pharaó está agravado :
raó me ouvirá 1 recusa despedir o povo.
15 Vai pela manhã a Pharaó: eis

?
ue elle sahirá ás aguas: poem-te em
CAPITULO VII. ronte delle á praia do rio, e tomarás

E
NTÃO disse Jehov ah a Moyses: em tua mão a vara, que se tornou em
Eis que te tenho posto por Deos cobra.
sobre Pharaó, e Aaron teu innáo será16 E lhe dirás: Jehovah o Deosdos
teu Propheta. Hebreos me tem enviado a ti, dizen-
2 Tu fallarás tudo que eu te man- do : Deixa ir meu povo, para que me
dar: e Aaron teu irmão fallará a Pha- sirva no deserto; porem eis que até
raó, que despeda os filhos de Israel agora náo tens ouvido.
de sua terra. 17 Assim diz Jeho vah : Nisto sabe-
3 Porem eu endurecerei o coraçáo rás, que eu sou Jeho vah : Eis que eu
de Pharaó; e multiplicarei na terra com esta vara, que tenho em minha
de Egypto meus sinaes, e minhas ma- máo, ferirei as aguas, que estão no rio,
ravilhas. e tonar-se-hão em sangue.
4 Pharaó pois náo vos ouvirá, e eu 18 E os peixes, que estão no rio,
porei minha máo sobre Egypto; e tira- morrerão, e o rio federá; e os Egyp-
rei meus exercitos, meu povo os filhos cios affadigar-se-háo, bebendo a agua
de Israel, da terra de Egypto, por gran- do rio.
des iuizos. 19 Mais disse Jeho vah a Moyses:
5 Então saberão os Egypcios, que Dize a Aaron; toma tua vara, e es-
eu sou Jeho vah , quando estender mi- tende tua máo sobre as aguas dos
nha mão sobre Egypto, e tirarei os Egypcios, sobre sua correntes, sobre
filhos de Israel do meio delles. seus rios, e sobre seus tanques, e so
6 Então fez Moyses e Aaron como bre todo ajuntamento de suas aguas,
Jehov ah lhes mandara, assim fizerão. para que se tornem em sangue: e haja
7 E Moyses era de idade de oitenta sangue em toda a terra de Egypto,
annos, e Aaron de idade de oitenta e assim em os vasos de madeira, como
tres annos, quando fallaráo a Pharaó. em os de pedra.
8 E fallou Jehov ah a Moyses e a 20 E Moyses e Aaron fizerão assim
Aaron, dizendo. como Jeh ov ah tinha mandado: e le-
> 9 Quando Pharaó vos fallar, dizen- vantou a vara, e ferio as aguas, que
do: Fazei por vós algum milagre; di- estavâo no rio, diante dos olhos de
rás a Aaron; toma tua vara, e a lança Pharaó, e diante dos olhos de seus ser-
diante da face de Pharaó, e se tornará vos; e todas as aguas no rio se torna-
em dragáo. rão em sangue.
10 Entáo entrarão Moyses e Aaron 21 E os peixes, que estavâo no rio,
a Pharaó, e fizeráo assim como Jeho - morrerão, e o rio fedeo, que os Egyp-

Digitized by Go< 'Qle Original from


HARVARD UNÍVERSITY
EXODO, VIII. «5

ao» não podiào beber a agua do rio : disse; seja conforme a tua palavra,
e houve sangue por toda a terra de para que saibas, que ninguém ha como
Egypto. Jehovah nosso Deos.
22 Porem os magos de Egypto tam- 11 E as raãs apartar-se-hâo de ti, e
bém, fizerão o mesmo oom seus encan- de tuas casas, e de teus servos, e de
tamentos ■ de maneira que o coração teu povo: sómente ficarão no rio.
de Pharaó se endureceo, e náo os ou- 12 Então sahio Moyses e Aaron da
vio, como Jeho vah tinha dito. Pharaó: e Moyses clamou a J eh ova h
23 E virou-se Pharaó, e foi-se para por causa das raãs, que tinha posto
sua casa: e nem ainda nisto pós seu sobre Pharaó.
coração. 13 E Jeho vah fez conforme â pala-
24 E todos os Egypcios cavarão po- vra de Moyses: e as raãs morrerão
ços junto ao rio, pera beber agua; por- das casas, dos pateos, e dos campos.
quanto não podiâo beber das aguas 14 E ajuntarâo-as em montóes, e a
do rio. terra fedeo.
95 Assim cumprirâo-se sete dias, de- 15 Vendo pois Pharaó, que havia
pois que Jeho vah ferira o rio. descanço, agravou seu coração, e não
os ouvio, como Jeho vah tinna dito.
CAPITULO VIII. 16 Mais disse Jehovah a Moyses;
dize a Aaron: estende tua vara, e fere

D
EPOIS disse Jeho vah a Moyses: o pó da terra, para que se tome em pi-
Entra a Pharaó, e dize-lhe: As- olhos por toda a terra de Egypto,
rim diz Jehova h ; deixa ir meu povo,17 E fizerão assim; porque Aaron
para que me sirvâo. estendeo sua mão com sua vara e fe-
2 E ee recusares de o despedir, eis rio o pó da terra, e havia muitos pio-
que ferirei com raãs todos teus termos. lhos em os homens, e no gado: todo o
3 E o rio criará raãs, que subirão e pó da terra se tomou em piolhos em
ririo em tua casa, e em teu dormito- toda a terra de Egypto.
rio, e sobre tua cama, e nas casas de 18 E os magos fizerão também assim
teus servos, e sobre teu povo, e em com seus encantamentos, para produ-
teus fomos, e em tuas arcas de pão. zir piolhos, mas nâo puderão; e havia
4 E as raãs subirão sobre ti, e sobre piolhos em os homens, em o gado.
teu povo, e sobre todos teus servos. 19 Então disserâo os magos a Pha-
5 Mais disse Jehovah a Moyses: raó : O dedo de Deos he este : porem
Dize a Aaron; estende tua mão com o coração de Pharaó se endureceo, e
tua vara sobre os correntes e sobre os náo os ouvia, como Jeho vah tinha,
rios, e sobre os tanques, e faze subir dito.
raãs sobre a terra de Egypto. 20Disse mais Jeho vah a Moyses:
6 E Aaron estendeo sua mão sobre Levanta-te pela manhã cedo, e poem
as aguas de Egypto, e subirão raãs, e te diante da face de Pharaó; eis que
cubrirão a terra de Egypto. elle sahirâ ás aguas, e dize-lhe: Assim
7 Então os magos fizerão o mesmo diz Jehova h : Deixa ir meu povo, pa-
com seus encantamentos; e fizerão ra que me sirva.
subir raãs sobre a terra de Egypto. 21 Porque se nâo deixares ir meu
8 E Pharaó chamou a Moyses e Aa- povo, eis que enviarei sobre ti, e sobre
ron, e disse: Rogai a Jehovah , que teus servos, e sobre teu povo e sobre
tire as raãs de mim, e de meu povo; tuas casas, huma mistura de animaes:
depois deixarei ir o povo, para que e desta mistura se encherão as casas
sacrifiquem a Jehovah . dos Egypcios, e também a terra, em
9 E Moyses disse a Pharaó; tu te- que elles estiverem.
nhas a honra sobre mim : quando ora- 22 E naquelle dia eu separarei a
rei por ti, e por teus servos, e por teu terra de Gosen, em que meu povo ha-
povo, para tirar as raãs de ti, e de tuas bita, que nella nâo seja huma mistura
casas, que somente fiquem no rio? de ammacs, para que saibas que eu
10 E elle disse: Amanhã, e Moyses sou Jehovah no meio desta terra.
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
46 EXODO, IX.

23 E porei redemçâo entre meu po- bre os camellos, sobre as vacas, e so-
vo, e entre teu povo: a manhã será bre as ovelhas, com pestilência gra-
este sinal. víssima.
24 E Jehova h fez assim; e veio hu- 4 E Jehov ah fará separação entra
ma grande mistura de animaes na ca- o gado dos Israelitas, e entre o gado
sa de Pharaó, e nas casas de seus ser- dos Egypcios, que nada morra de todo
vos, e sobre toda a terra de Egypto: a o dos filhos de Israel,
terra foi corrompida desta mistura. 5 E Jehovah assinalou certo tem-
25 Então chamou Pharaó a Moyses po, dizendo: A manhã fará Jeh ova h
e a Aaron, e disse : Ide, e sacrificai aesta cousa na terra,
vosso Deos nesta terra. 6 E Jehov ah fez esta cousa ao dia
26 E Moyses disse : Não convém seguinte, e todo o gado dos Egypcios
que façamos assim, porque sacrificarí- morreo: porem do gado dos filhos de
amos a Jeh ov ah nosso Deos a abomi- Israel não morreo hum.
nação dos Egypcios: eis que se sacri- 7 E Pharaó mandou ver, e eis que
ficássemos a abominação dos Egyp- do gado de Israel não morréra hum:
cios perante seus olhos, não elles nos porem o coração de Pharaó se agra-
apedrejar ião? vou, e náo deixou ir ao povo.
27 Deixa-nos ir caminho de tres dias 8 Então disse Jeho vah a Moyses e
ao deserto, para que sacrifiquemos a a Aaron: Tomai vossos punhos cheos
Jeho vah nosso Deos, como elle nos de cinza do forno, e Moyses a espa-
dirá. lhe para o ceo perante os olhos de
28 Então disse Pharaó: Deixarei ir- Pharaó.
vos, para que sacrifiqueis a Jehov ah 9 E tomar-se-ha em pó sobre toda a
vosso Deos no deserto; somente que terra de Egypto, e nos homens e no
indo não vades longe: orai também por gado se tomará em sarna, que arre-
mim. benta em bexigas por toda a terra de
29 E Moyses disse: eis que saio de Egypto.
ti, e orarei a Jeho vah , que esta mis- 10 E elles tomarão a cinza do forno,
tura de animaes a manhã se retire de e poserão-se diante de Pharaó, e Moy-
Pharaó, de seus servos, e de seu po- ses a espalhou para o ceo: e tornou-se
vo : sómente que Pharaó não mais me em sarna, que arrebentava em bexi-
engane, náo deixando ir a este povo, gas nos homens e no gado.
para sacrificar a Jehovah . 11 De maneira que os magos náo po-
30 Entáo sahio Moyses de Pharaó, e dião parar diante de Moyses por cau-
orou a Jehov ah . sa da sarna: porque havia sarna em
31 E fez Jehov ah conforme á pala- os magos, e em todos os Egypcios.
vra de Moyses, e a mistura de ani- 12 Porem Jeho vah endureceo o co-
maes se retirou de Pharaó, de seus ração de Pharão, e não os ouvio, como
servos, e de seu povo: náo ficou hum. Jehovah tinha dito u Moyses.
32 Mas agravou Pharaó ainda esta 13 Entáo disse Jehovah a Moyses:
vez seu coração, e não deixou ir ao Levanta-te pela manhã cedo, e poem-
povo. te diante de Pharaó, e dize-lhe; assim
diz Jeh ov ah o Deosdos Hebreos; dei-
CAPITULO IX. xa ir meu povo, para que me sirva.
14 Porque esta vez enviarei todas

D
EPOIS Jehov ah disse a Moyses: minhas pragas em teu coração, e sobre
Entra a Pharaó, e dize-lhe; assim teus servos, e sobre teu povo, para que
diz Jehov ah o Deos dos Hebreos: De -
saibas, que não ha outro como eu em
ixa ir meu povo, para que me sirva. toda a terra.
2 Porque se recusares de os deixar 15 Porque agora tenho estendido mi-
ir, e ainda por força os detiveres: nha mão, para te ferir a ti, e a teu po-
3 Eis que a mão de Jehova h será vo com pestilência, e para que sejas
sobre teu gado, que está no campo, destruído da terra.
sobre os cavallos, sobre os asnos, so- 16 Mas de véras para isto te levan-
Digitized by Go< gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, X.

tei, para mostrar minha potência em hindo da cidade estenderei minhas


ti, e pira que meu nome seja anun- mãos a Jehov ah : os trovões cessarão,
cndo em toda a terra. e não haverá mais saraiva; para que
17 Ttfainda te levantas contra meu saibas que a terra he de Jeho vah .
poro, para não deixálos ir 1 30 Todavia quanto a ti e teus servos,
18 Eis que a manhã a estas horas eu sei, que ainda não temereis diante
farei chover saraiva mui grave, qual da face de Jeho vah Deos.
nunca foi em Egypto, desdo dia que 31 E o linho e a cevada forão feri-
foi fundado até agora. dos, porque a cevada ja estava na es-
W Agora pois envia, recolhe teu ga- piga, e o linho na cana.
do, e tudo que tens no campo: todo 32 Mas o trigo e o centeo não forão
homem e animal, que for achado no feridos, porque estavâo cubertos.
campo, e náo for recolhido á casa, a 33 Sahio pois Moyses de Pharaó da
«raiva cahirá sobre elles, e morre- cidade, e estendeo suas mãos a Jeho -
ria. vah : e cessarão os trovões e a sarai-
20 Quem dos servos de Pharaó te- va, e a chuva não cahio mais sobre a
mia a palavra de Jeho va h , fez fugir terra.
seus servos e sen gado ás casas. 34 Vendo Pharaó, que cessou a chu-
11 Mas aquelle que seu coração não va, e a saraiva, e os trovões, conti-
tinha posto á palavra de Jehov ah , nuou em peccar: e agravou seu cora-
deiiou seus servos e seu gado no ção, elle e seus servos.
campo. 35 Assim o coração de Pharaó se en-
22 Então disse Jeho va h a Moyses: dureceo, e não deixou ir os filhos de
Eitende tua mão para o ceo, e have- Israel, como Jehov ah tinha dito por
ri saraiva em toda a terra de Egypto, Moyses.
sohre os homens e sobre o gado, e so-
bre toda a herva do campo na terra de
%Pto. CAPITULO X. »

D
23 E Moyses estendeo sua vara para EPOIS disse Jehova h a Moyses:
o ceo, e deo trovões e saraiva, e fogo entra a Pharaó, porque tenho
dhcorria pela terra : e Jeho vah fez agravado seu coração, e o coração de
chover saraiva sobre a terra de Egyp- seus servos, para fazer estes meus
signaes no meio delle.
24 E havia saraiva, e fogo misturado 2 E para que conteis diànte dos ou-
«tire a saraiva, mui grave, qual nun- vidos de teus filhos, e de teus netos,
»foi em toda a terra de Egypto, des- as cousas que obrei em Egypto, e me-
de que veio a ser povo. us sinaes, que tenho feito entre elles:
25 E a saraiva ferio em toda a ter- para que saibais que eu sou Jehovah .
ta de Egypto, tudo que estava no cam- 3 Assim forão Moyses e Aaron a Pha-
P°> jesuos homens até os animaes: raó,edisserão-lhe : Assimdiz Jeho vah
■ambem a saraiva ferio toda a herva o íleos dos Hebreos: até quando re-
j “mpo, e quebrou todas as arvores cusas de humilhar-te perante minha
do campo. face 1 deixa ir meu povo, para que
26 Somente na terra de Gosen, onde me sirváo.
ctayáo os filhos de Israel, náo havia 4 Porque se ainda recusas de dei-
«raiva. xar ir men povo, eis que trarei a ma-
27 Então Pharaó enviou para cha- nhã gafanhotos em teus termos.
tnnt aMoyses e a Aaron, e disse-lhes: 5 E cubrirão a face da terra, que a
e’tovez pequei /Jehov ah he justo, terra não possa ver-se; e elles come-
® meu povo impios. rão o resto do que escapou, o que vos
« Orai a Jeho vah (pois que basta) ficou da saraiva: também comerão
?** Que nâo haja mais trovões de toda arvore que vos crece no campo.
I ne'n saraiva; e eu vos deixarei 6 E encherão tuas casas, e as casas
' • não ficareis mais aqui. de todos teus servos, e as casas de to-
29 Entáo lhe disse Moyses: em sa- dos os Egypcios, quaes nunca virão

Go gle Original from


HARVARD UNÍVERSITY
68 EXODO, XI.

teus pais, nem os pais de teus pais, pequei contra Jehova h vosso Deos, e
desdo dia que elles foráo sobre a terra contra vôsoutros.
até o dia de hoje: e virou-se, e sahio 17 Agora pois peço-te, que perdões
de Pharáo. meu peccado sómente esta vftz e que
7 E os servos de Pharaó disserâo he: oreis a Jehovah voss o Deos que tire
até quando este nos ha de ser por la- de mim sómente esta morte.
ço ? deixa ir os homens, para que sir- 18 E sahio de Pharaó, e orou a Je -
vâo a Jehov ah seu Deos: ainda não hovah .
sabes, que Egypto está destruído 1 19 Entáo Jehovah trouxe hum ven-
8 Então Moyses e Aaron forão leva- to Occidental fortissimo, o qual levan-
dos outra vez a Pharaó, e disse-lhes: tou os gafanhotos, e os lançou no mar
Ide, servi a Jehova h vosso Deos: qua- vermelho; nem ainda hum gafanhoto
es são os que hão de ir I ficou em todos os termos de Egypto.
9 E Moyses disse: havemos de ir com 20 Porem Jehov ah endureceo o co-
nossos meninos, e com nossos velhos, ração de Pharaó, e náo deixou ir o»
com nossos filhos, e com nossas filhas, filhos de Israel.
com nossas ovelhas, e com nossos bois 21 Entáo disse Jeho vah a Moyses:
havemos de ir; porque festa de Jeho - Estende tua mão para o ceo, e virão
vah temos. trevas sobre a terra de Egypto, trevas
10 Entáo elle lhesdisse : Seja Jeho - que se palpem.
vah assim com vosco, como eu vos 22 E Moyses estendeo sua mâo para
deixarei ir a vós, e a vossos filhos: o ceo, e houve trevas grossas em toda
olhai,que ha mal diante de vossa face. a terra de Egypto por tres dias.
11 Não assim: andai agora vós va- 23 Náo vio num ao outro, e ninguém
rões, e servi a Jeh ov ah ; pois isso he se levantou de seu lugar em tres dias;
o que pedistes. E os empuxarão da mas todos os filhos de Israel tinhào
face de« Pharaó. luz em suas habitações.
12 Entáo disse Jeho vah a Moyses: 24 Entáo Pharaó chamou a Moyses,
Estende tua mão sobre a terra de e disse: Ide, servi a Jeho vah ; so-
Egypto pelos gafanhotos, para que su- mente fiquem vossas ovelhas, e vos-
bâo sobre a terra de Egypto, e comão sas vacas: váo também com vosco
toda a herva da terra, tudo o que dei- vossas familias.
xou a saraiva. 25 Porem Moyses disse: Tu tam-
13 Então estendeo Moyses sua vara bém darás em nossas mãos sacrifícios
sobre a terra de Egypto, e trouxe Je - e holocaustos, que offereçamos a Je -
hov ah sobre a terra hum vento ori- hovah nosso Deos.
ental todo aquelle dia, e toda aquella 26 E também nosso gado ha de ir
noite: e aconteceo qúe pela manhã com nosco,nem huma unha ficará; por-
o vento oriental trouxe os gafanho- que d’aquelle havemos de tomar, para
tos. servir a Jehova h nosso Deos: Porque
14 E subirão os gafanhotos sobre náo sabemos com que havemos de ser-
toda a terra de Egypto, e assentarão- vir a Jehovah , até que venhamos la.
se sobre todos os termos de Egypto, 27 Porem Jehov ah endureceo o cora-
em grande maneira; antes destes nun- ção de Pharáo, e náo os quiz deixar ir.
ca houve taes gafanhotos, nem depois 28 E disse-lhe Pharaó: Vai-te de
delles virão outros taes. mim, guarda-te que náo mais vejas
15 Porque cubrirão a face de toda meu rosto; porque no dia em que
a terra, que a terra se escureceo; e verás meu rosto, morrerás.
comerão toda a herva da terra, e todo 29E disse Moyses: Bem disseste;
o fruto das arvores, que deixára a eu nunca mais verei teu rosto.
saraiva • e náo ficou alguma verdura
nas arvores, nem na herva do campo
em toda a terra de Egypto. CAPITULO XI.

E
16 Então Pharaó se apressurou, para JEHOVAH dissera a Moyses: ain-
chamar a Moyses e a Aaron, e aisse: da huma praga trarei sobre Pfaa-
Digitized by Go< 'Qle Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, xn. 69
lia, e sobre Egypto: depois voedeixará 3 Fallai a toda congregação de Isra-
ir daqui: e quando vos deixar ir total- el, dizendo; aos dez deste mes tome
neste, lançando-vos lançará daqui. cada hum hum cordeiro, segundo as
2 Failá agora aos ouvidos do povo, casas dos pais, hum cordeiro para ca-
que cada varão peça a seu vizinho, e da casa.
cada mulher a sua vizinha, vasos de 4 Mas se a casa for pequena para
prata, e vasos de ouro. hum cordeiro, entáo elle o tome a seu
3 E Jeho va h deu graça ao povo em vezinho perto de sua casa, conforme
os olhos doa Egypcios: também o va- ao numero das almas: cada hum con-
rio Moyses era mui grande na terra forme a seu comer ■ fareis a conta
de Egypto perante os olhos dos ser- conforme ao cordeiro.
vos de Pharaó, e perante os olhos do 5 O cordeiro será a vosoutros intei-
povo. ro, hum macho de hum anno; o qual
4 Mais disse Moyses; assim Jeho - tomareis das ovelhas, ou das cabras.
vah tem dito; á meia noite eu sahirei 6 E o guardareis até o decimo quar-
pelo meio de Egypto. to dia deste mes: e toda a congrega-
5 E todo primogénito na terra de ção do ajuntamento de Israel o sacri-
Egypto morrerá desd’o primogénito ficará entre as duas tardes.
de Pharaó, que ouvesse de assentar-se 7 E tomarão do sangue, e o porão
sobre seu throno, até o primogénito da em ambas as umbreiras, e na lumiei-
serva, que está tras da mó, e todo pri- ra da porta, nas casas em que o come-
mogénito dos animaes. rão.
6 E haverá grande clamor em toda 8 E naquella noite comeráo a came,
a terra de Egypto, qual nunca houve, assada ao fogo, com paens asmos; com
e nunca haverá. hervas amargosas a comerão.
7 Mas entre todos os filhos de Israel 9 Nâo comereis delia cru, nem cozi-
nem ainda hum cào moverá sua lín- do em agua, senão assado ao fogo, sua
gua, desd’os homens até os animaes, cabeça com seus pés, e com suas en-
para que saibais, que Jeho vah fez tranhas.
diflerença entre os Egypcios, e entre 10 E nada delia deixareis até a ma-
oa Israelitas. nhã : mas o que delia ficar até a ma-
8 Entáo todos estes teus servos dice- nhã, queimareis no fogo.
ráo a mim, e se inclinarão perante 11 Assim pois o comereis ; vossos
mim, dizendo : sai tu e todo o povo lombos serão cingidos, vossos çapatos
que segue tuas pisadas; e depois eu em vossos pés, e vosso cajado em vos-
sahirei: e sahio-se de Pharaó em ar- sa mão; e o comereis apressadamen-
dor de ira. te: este he a Pascoa de Jeh ov ah .
9 E Jeho vah dissera a Moyses: 12 E eu passarei pela terra de Egyp-
Pharaó vós náo ouvirá, para que mi- to esta noite, e ferirei todo primogénito
nhas maravilhas se multipliquem na na terra de Egypto, desdos homens até
terra de Egypto. os animaes : e farei juizos em todos os
10 E Moyses e Aaron fizeráo todas deoses de Egypto; En Jehov ah .
estas maravilhas diante da face de 13 E aquelle sangue vos será por
Pharaó; mas Jehov ah endureceo o sinal nas casas, em que estiverdes:
coração de Pharaó, que náo deixou ir vendo eu o sangue, passarei por vos-
os filhos de Israel de sua terra. outros, e nâo haverá entre vos praga
de mortandade, quando eu ferir a ter-
ra de Egypto.
CAPITULO XII. 14 E este dia vos será por memória,

E
FALLOU Jehov ah a Moyses e a e celebra-lo-heis por festa a Jehova h :
Aaron na terra de Egypto, di- entre vossas gerações o celebrareis
zendo : por estatuto perpetuo.
2 Este mesmo mes vos será por ca- 15 Sete dias comereis paens asmos;
beça dos meses: este vos será o pri- pelo que ao primeiro dia fareis cessar
meiro dos meses do anno. o fermento em vossas casas: porque
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
70 EXODO, XII.
qualquer que comer levado desdo pri- 27 Então direis: Este he o sacrifício
meiro até o sétimo dia, aquella alma da Pascoa a Jeh ov ah , que pasaou ás
será cortada de Israel. casas dos filhos de Israel em Egypto^
16 E ao primeiro dia haverá sancta quando ferio aos Egypcios, e livrota
convocação : também tereis sancta nossas casas. Então o povo se incli-
convocação ao sétimo dia: nenhuma nou, e adorou.
obra se fará nelles; mas o que cada 28E forão os filhos de Israel, e fize-
alma houver de comer, isso sómente rão isso: como Jeho vah mandara &
adereçareis para vosoutros. Moyses e a Aaron, assim fizerão.
17 Guardai pois os paensasmos, por- 29 E aconteceo á meia noite, que
que naquelle mesmo dia haverei tira- Jehov ah ferio a todos os primogénitos
do vossos exercitos da terra de Egyp-
na terra de Egypto, desdo primogéni-
to : pelo que guardareis a este dia en- to de Pharaó, que ouvesse de assentar-
tre vossas gerações por estatuto per- se em seu tnrono, até o primogénito
petuo. do cativo; que estava no cárcere, e to-
18 No primeiro mes, aos catorze dias dos os primogénitos dos animaes.
do mes, à tarde, comereis paens as- 30 E Pharaó levantou-se de noite,el-
mos até os vinte e hum dias do mes a le e todos seus servos, e todos os Egyp-
tarde. cios, e havia grande clamor em Egyp-
19 Por sete dias não se ache ne- to : porque não havia casa, em que nAo
nhum formcnto em vossas casas: por- estava hum morto.
que qualquer que comer levado, aquel- 31 Então chamou a Moyses e a Aa-
la alma será cortada da congregação ron de noite, e disse: Levantai-vos,
de Israel, assim o estrangeiro, como o sahi de meio de meu povo, assim vós
natural da terra. como os filhos de Israel; e ide, servi
20 Nenhuma cousa levada comereis: a Jehov ah , como tendes dito.
em todas vossas habitações comereis 32 Tomai também com vosco vossas
paens asmos. ovelhas, e vossas vacas, como tendes
21 Chamou pois Moyses a todos os dito; e ide, e abençoai-me também
Anciãos de Israel, e disse-lhes; Esco- a mim.
lhei e tomai-vos cordeiros para vossas 33 E os Egypcios apertavão ao po-
famílias, e sacrificai a Pascoa. vo, apressando-se para lançalos da ter-
22 Então tomai hum manolho de Iso- ra : porque diziâo; todos soníos mor-
po, e o molhai no sangue, que estiver tos.
em huma bacia, e ponde na lumieira 34 E o povo tomou sua massa, antes
da porta, e em ambas as umbreiras, que se levedasse, seus bolos de mas-
do sangue que estiver na bacia : po- sa, atados em seus vestidos sobre seus
rem nenhum de vosoutros saia da por- hombros.
ta de sua casa até a manhã. 35 Fizerão pois os filhos de Israel
23 Porque Jehovah passará para fe- conforme a palavra de Moyses, e pe-
rir aos Egypcios; porem quando vir dirão aos Egypcios vasos de prata, e
o sangue na lumieira da porta, e em vasos de ouro, e vestidos.
ambas as umbreiras, Jeho vah passa- 36 E Jeho vah deu graça ao povo em
rá aquella porta, e não deixará entrar os olhos dos Egypcios, e emprestavão-
ao destruidor em vossas casas, pera Ihes: e elles despojavão aos Egypcios.
37 Assim partiráo-se os filhos de Is-
24 Por tanto guardai isto por estatu- rael de Rameses para Succoth, quasi
to para vós, e para vossos filhos para seis centos mil de pé, somente de va-
sempre. rões sem os meninos.
25E acontecerá que, quando entrar- 38 E subio também com elles muita
des na terra, que Jehov ah vos dará, mistura de gente, e ovelhas, e vacas,
como tem dito, guardareis este culto. huma grande multidão de gado.
26 E acontecerá que, quando vossos 39 E coserão da massa, que levarão
filhos vos disserem : que culto he este de Egypto, bolos asmos, porque não
vosso? foi levedada, porquanto forão lançados
Digitized by Go< Qle Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XIII. 71
de Egypto, e náo poderão deterse, nem 3 E Moyses disse ao povo: Lem-
ainda aparelhar para si comida. brai-vos deste mesmo dia, em que sa-
40 O tempo que os filhos de Israel histes de Egypto, da casa da servi-
habitarão em Egypto, foi quatro cen- dão ; pois com mão forte Jehov ah
tos e trinta annos. vos tirou d’aqui: portanto não come-
41 E aconteceo passados os quatro reis levedado.
centos e trinta annos, naquelle mesmo 4 Hoje no mez de Abib vós sahis.
dia succedeo, que todos os exercites de 5 E acontecerá que, quando Jeho -
Jehov ah eahiráo da terra de Egypto. vah te ouver mettiao na terra dos Ca-
42 Esta noite se guardaráa Jehovah , naneos, e dos Hetheos, e dos Amo-
porque nelhz os tirou da terra de Egyp- reos, e dos Heveos, e dos Jebuseos, a
to : esta he a noite de Jehov ah , que qual jurou a teus pais, que t’a daria,
devem guardar todos os filhos de Isra- terra que mana leite e mel, guarda-
el entre suas gerações. rás este culto neste mez.
43 Disse mais Jehovah a Moyses e 6 Sete dias comerás paens asmos;
a Aaron ; esta he a ordenança da Pas- e ao sétimo dia haverá festa a Jeh o -
coa: nenhum filho do estrangeiro co- vah .
merá delia. 7 Sete dias se comerão paens as-
44 Porem todo servo de qualquer, mos, e o levedado náo será visto em
comprado por dinheiro, depois que o ti, nem ainda formento será visto em
ouveres circuncidado, entáo comerá todos teus termos.
delia. 8 E naquelle mesmo dia farás sa-
45 O estrangeiro e o salariado não ber a teu filho, dizendo: isto he pelo
comerá delia. que Jehov ah me tem feito, quando
46 Em huma casa se comerá; náo eu sahi de Egypto.
levarás daquella came fora da casa, 9 E te será por sinal sobre tua mão,
nem nella quebrareis osso. e por memorial entre teus olhos, pa-
47 Toda a congregação de Israel o ra que a lei de Jeho vah esteja em tua
fará. boca: porquanto com mão forte Jx-
48 Se pois algum estrangeiro pere- hovah te tiro de Egypto.
grinar com tigo, e quiser celebrar a 10 Portanto tu guardarás este esta-
Paseoa. a Jehov ah , seja-lhe circun- tuto a seu tempo, de anno em anno.
cidado todo macho, e então chegue 11 Também acontecerá que, quando
a eelebrála, e será como o natural da Jeho vah tehouvermettido na terra dos
terra: mas nenhum incircunciso co- Cananeos, como jurou a ti e a teus
merá delia. pais, e quando te a houver dado.
49 Huma mesma lei haja para o na- 12 Farás passar a Jeho vah tudo o
tural, e para o estrangeiro, que está que abrir a madre, e tudo o que abrir
peregrinando no meio de vosoutros. a madre do fruto dos animaes que te-
50 E todos os filhos de Israel o fize-
rás: os machos serão de Jehov ah ,
rão: como Jehovah mandara a Moy- 13 Porem tudo o que abrir a madre
ses e a Aaron, assim fizeráo. da asna, resgatarás com cordeiro; e
51 E aconteceo naquelle mesmo dia, se não o recatares, cortar-lhe-has a
cabeça: mas todo o primogénito do
que Jehov ah tirou os filhos de Israel
aa terra de Egypto segundo seus exér-homem entre teus filhos resgatarás.
citos. 14 Se acontecer, que teu filho á ma-
nhã te pergunte, dizendo : Que he is-
to? dir-lhe-has; Jehovah nos tirou
CAPITULO XIU.
com mão forte de Egypto, da casa da

E
NTÃO fallou Jeho vah a Moyses, servidão.
dizendo : 15 Porque succedeo que, endurecen-
2 Santifica-me todo primogénito, a do-se Pharaó, para não deixar-nos ir,
abertura de toda madre entre os filhos Jeho vah matou todos os primogénitos
de Israel, de homens e de animaes: na terra de Egypto, do primogénito
porque meu he. do homem até o primogénito dos au-
Go gle
tlriginaflrom
HARVARD UNIVERSITY
72 EXODO, XIV.

imaes: porisso eu sacrifico a Jeh o - | eu sou Jehov ah : e elles fizerão as-


va h os machos de tudo que abre a ma- sim.
dre; porem a todo primogénito de 5 Sendo pois denunciado a el-Rei
meus filhos eu resgato. de Egypto, que o povo fugia, se mu-
16 E será por sinal sobre tua mão, e dou o coração de Pharaó e de seus
por frontaes entre teus olhos: porque servos contra o povo, e disserâo; por-
Jehov ah nos tirou de Egypto com que fizemos isso, havendo deixado ir
mâo forte. a Israel, que nos náo sirva ?
17 E aconteceo que, como Pharaó 6 E ajuntou seu carro, e tomou com
deixou ir ao povo, Deos não os levou sigo seu povo.
pelo caminho da terra dos Philisteos, 7 E tomou seis centos carros esco-
que estava mais perto; porque Deos lhidos, e todos os carros de Egypto,
disse: Para que por ventura o povo e os capitães sobre elles todos.
não se arrependa vendo a guerra, e se 8 Porque Jehov ah endureceo o cora-
tomem a Egypto. ção de Pharaó Rei de Egypto, que per-
18 Mas Deos fez rodear o povo pelo seguisse aos filhos de Israel: porem oe
caminho do deserto do mar vermelho: filhos de Israel sahirâo com alta mâo.
e subirão os filhos de Israel da terra 9E os Egypcios os perseguirão, e os
de Egypto armados. alcançarão, com o campo assentado
19 É tomou Moyses os ossos de Jo- junto ao mar, todos os cavallos e car-
seph com sigo, porquanto ajuramen- ros de Pharaó, e seus cavalleiros, e seu
tando havia ajuramentado aos filhos exercito, junto a Pihachiroth diante de
de Israel, dizendo; vistando-vos visi- Baal-Zephon.
tará Deos; fazei pois subir d’aqui me- 10 E chegando Pharaó, os filhos de
us ossos com vosco. Israel levantarão seus olhos, e eis que
20 Assim se partirão de Succoth, e os Egypcios vinháo após elles. e teme-
assentarão o campo em Etham ao ca- rão muito: então os filhos de Israel
bo do deserto. clamarão a Jehov ah .
21 E Jeho vah hia diante delles, de 11 E disserâo a Moyses; não havia
dia em huma columna de nuvem, pa- sepulcros em Egypto, que nos tiraste
ra os guiar pelo caminho; e de noite de lá, para que morramos neste deser-
em huma columna de fogo, para os to 1 porque nos fizeste isto, que nos
alumiar; para que caminhassem de dia tens tirado de Egypto ?
e de noite. 12 Nâo he esta a palavra que te te-
22 Nunca tirou de diante da face mos fallado em Egypto, dizendo; dei-
do povo a columna de nuvem de dia, xa-nos, que sirvamos aos Egypcios?
nem a calumna de fogo de noite. pois que melhor nos fora servir aos
Egypcios, do que morrer uo deserto.
13 Porem Moyses disse ao povo: náo
CAPITULO XIV.
temais, estai quedos, e vede a livraçáo

E
NTÃO fallou Jeho vah a Moyses, de Jehovah , que hoje vos fará: por-
dizendo: que aos Egypcios que hoje vistes, nun-
2 Falia aos filhos de Israel, que tor- ca mais vereis etemamente.
nem, e assentem seu campo diante 14 Jehovah pelejará por vosoutros,
de Pihachiroth, entre Migdol e entre e vos callareis.
o mar, diante de Baal-Zephon; em 15 Então disse Jeho vah a Moyses;
fronte delle assentareis o campo junto porque clamas a mim ? dize aos filhos
ao mar. de Israel, que marchem.
3 Então Pharaó dirá dos filhos de 16 E tu, levanta tua vara, e estende
Israel; errados andão na terra, o de- tua mão sobre o mar, e o parte, que os
serto os encerrou. filhos de Israel passem .pelo meio do
4 E eu endurecerei o coração de mar em seco.
Pharaó, para qre os persiga, e serei 17 E eu, eis que endurecerei o co-
glorificado em Pharaó e em todo seu ração dos Egypcios, para que entrem
exercito, e saberão os Egypcios, que nelle após eííes: e eu serei glorificado
Digitized by Go
Original from
q Ic . HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XV. 73"
em Pharaó, e em todo seu exercito, todo o exercito de Pharaó, que os havi-
em seus carros, e em seus cavallei- áo seguido no mar: nem ainda hum
ros. delles ficou.
18 E os Egypcios saberão que eu 29 Mas os filhos de Israel forão-se
sou Jeho vah , quando for glorificado pelo meio do mar em seco : e as agu-
em Pharaó, em seus carros, e em seus as forão-lhes como muro a sua mão
cavalleiros. direita, e a sua esquerda.
19 E o Anjo de Deos, que hia diante 30 Assim Jehov ah salvou a Israel
do exercito de Israel, se retirou, e hia naquelle dia da mão dos Egypcios: e
de tras delles : também a columna de Israel vio os Egypcios mortos à praia
ourem se retirou de diante de sua do mar.
face, e se pôs a tras delles. 31 E vio Israel a grande mão, que
20 E hia entre o campo dos Egyp- Jeh ov ah mostrãra aos Egypcios; e o
cios, e entre o campo de Israel: e a povo temeo a Jehova h ; e crerão em
nevem era juntamente por escuridade, Jeho vah , e a Moyses seu servo.
e alumiava também a noite: de ma-
neira que em toda a noite o hum náo
CAPITULO XV.
chegou ao outro.

E
21 Então Moyses estendendo sua NTÃO cantou Moyses e os filhos
mão sobre o mar, fez Jehov ah reti- de Israel esta cantiga a Jeho vah ,
rar o mar por hum forte vento orien- e fallarão, dizendo: Cantarei a Jeho -
tal toda aquella noite; e o mar tor- vah , porque exalçando-se exalçou :
non-se em seco, e as aguas forão par- lançou no mar ao cavallo e a seu ca-
tidas. valleiro.
22 E m filhos de Israel entrarão 2 Jeho vah he minha força, e meu
pelo meio do mar em seco: e as agu- cântico, elle me foi por salvação: es-
as forão-lhes como muro a sua mão te he meu Deos, portanto lhe farei
direita, e a sua esquerda. habitação agradavel; elle he o Deos
23 E os Egypcios os seguirão, e en- de meu pai, porisso o exalçarei.
trarão apôs elles, todos os cavallos de 3 Jehov ah he varão de guerra: Je -
Pharaó, seus carros, e seus cavallei- hova h he seu nome.
ros, até o meio do mar. 4 Lançou no mar aos carros de Pha-
24E aconteceo na vigia daquella raó, e a seu exercito; e seus escolhi-
manhã, que Jehov ah na columna do dos príncipes affogarão-se no mar ves
fogo e da nuvem vio o campo dos melho.
Egypcios; e alvoroçou o campo dos 5 Os abismos os cubrirão : decérão
Egypcios. ãs profundezas como pedra.
25 E tirou-lhes as rodas de seus car- 6 Tua mão direita, ó Jeho vah , foi
ros, e félos passar difficilmente: en- glorificada em potência : tua mão di-
tão disserão os Egypcios; fujamos da reita o Jehov ah , tem quebrantado ao
face de Israel, porque Jehovah por inimigo.
elles peleja contra os Egypcios. 7 E com a grandeza de tua excel-
26 E disse Jeho vah a Moyses; Es- lencia trastomaste aos que se levan-
tende tua mão sobre o mar, para que tarão contra mim enviaste teu furor,
as aguas tomem sobre os Egypcios, que os consumio como ao rastolho.
sobre seus carros, e sobre seus ca- 8 E com o sopro de teus narizes
valleiros. amontoarão-se as aguas : as correntes-
27 Então Moyses estendeo sua mão pararão-se como montão: os abismos
sobre o mar, e o mar tomou-se em sua coalharão-se no coração do mar. i
força quando amanhecia, e os Egyp- 9 O inimigo dizia : Perseguirei, al-
cios fugirão a seu encontro : e Jeho - cançarei, repartirei os despojos : mi-
r ah derribou os Egypcios no meio do nha alma se enchera delles, arranca-
mar. rei minha espada, minha mão os des-
28Porque tomando as aguas, cubri- truirá.
rão aos carros, e aos cavalleiros de 10 Sopraste com teu vento, o mar
4ÕO gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
74 EXODO, XVI

os cubrio: atfundaião-se como chum- 25 E elle clamou a Jehov ah , e Je -


bo em vehemeiites aguas. hov ah mostrou-lhe hum lenho, que
110 Jeho vah , quem he como tu lançou em as aguas; e as aguas se
entre os Deoses ? quem he como tu adoçarão: ali lhes deu estatutos e
glorificado em sanctidade, terrível em direitos, e ali os tentou.
louvores, fazendo maravilhas ? 26 E disse : Se ouvindo ouvires a
12 Estendes-te tua mão direita, a ter- voz de Jeho vah teu Deos, e fizeres o
ra os tragou. recto perante seus olhos, e inclinares
13 Com tua beneficencia guiaste a teus ouvidos a seus mandamentos, e
este povo, que salvaste : com tua for- guardares todos seus estatutos : ne-
ça os levaste á habitação de tua sanc- nhuma das enfermidades trarei sobre
tidade. ti, que trouxe sobre a terra de Egypto;
14 Os povos o ouvirão, elles treme- porque eu sou Jeho vah teu medico.
rão : dór tomou aos moradores de Pa- 27 Então vierão a Elim, e havia ali
lestina. doze fontes de agua, e setenta palmei-
15 Então os príncipes de Edom se- ras : e ali fizerão seu assento junto
rão pasmados, tremor tomará aos po- ás aguas.
derosos de Moab; todos os moradores
de Canaan se derreterão.
16 Espanto e temor cahirá sobre CAPITULO XVI.

E
elles : pela grandeza de teu braço em- PARTIDOS de Elim, todo o ajun-
mudecerão como pedra; até que teu tamento dos filhos de Israel veio
povo haja passado, Jeho vah , até que ao deserto de Sin, que está entre
passe este povo, que resgataste. Elim e entre Sinai, aos quinze dias
17 Tu os introduzirás, e os plantarás do mes segundo, depois que sahirão
no monte de tua herdade, no lugar, da terra de Egypto.
que tu ó Jehova h aparelhaste para 2 E toda a congregação dos filhos
tua habitação, no Sanctuario, que fir- de Israel murmurou contra Moyses e
marão tuas mãos, o Senhor. contra Aaron no deserto.
18 Jehov ah reinará eterna e perpe- 3 E os filhos de Israel disseráo-lhes:
tuamente. Ah se morrêramos por mão de Jeho -
19 Porque o cavallo de Pharaó en- vah na terra de Egypto, quando está-
trou no mar, com seus carros, e com vamos assentados junto ás panelas de
seus cavalleiros. e Jehovah fez toma- came, quando comíamos pai até far-
ras aguas do mar sobre elles; mas os tura ! porque nós tendes tirado a este
filhos de Israel passarão pelo meio do deserto, para matar de fome a toda
mar em seco. esta multidão.
20 Então Miriam a profetisa, a ir- 4 Então disse Jehov ah a Moyses:
mã de Aaron, tomou o adufe em sua Eis que vos choverei pão do ceo; e
mão, e todas as mulheres sahiràoapós o povo sahirá, e colherá cadadia para
ella com adufes, e com pandeiros. cada hum dia, para que eu o tente, se
21 E Miriam lhes respondia: Can- anda em minha lei, ou náo.
tai a Jehov ah , porque exalçando ex- 5 E acontecerá ao seisto dia, que
alçouse, e lançou no mar ao cavallo aparelhem o que colherão : será pois
com seu cavalleiro. dobrado sobre o que colhem cada dia.;
22 Depois fez Moyses partir os Is- 6 Então disse Moyses e Aaron a to-
raelitas do mar vermelho, e sahirão a dos os filhos de Israel: á tarde sabe-
o deserto de Sur: e andarão tres di- reis, que Jeho vah vos tirou da terra
as no deserto, e não acharão aguas. de Egypto.
23 Entáo chegarão a Mara; mas náo 7 E á manhã vereis a gloria de Jr-
puderáo beber as aguas de Mara, por- hova h , porquanto ouvio vossas mur-
que erâo amargas: porisso chamou-se murações contra Jeh ov ah : porque,
seu nome Mara. quem somos nos, que murmureis con-
24 E o povo murmurou contrã Moy- tra nós ? ,
ses, dizendo: qne havemos de beber? 8 Mais disse Moyses : quando Jeho -
Digitized by Go- Qle Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XVI.
75
vaH tarde vos der carne pura comer, deixarão para a manhã: e aquelle
e á manhã, pão a fartura, elle farái criou bichos, e fedeo: porisso m^íg-
isao, por quanto Jehov ah ouvio vossass nou-se Moyses contra elles.
murmurações, com que murmuraiss 21 Elles pois ocolhiâo cada manha
contra elle : porque, quem somos nós ? cada hum conforme o que podia co-
vossas murmurações não são contra1 mer: porque aquentando o sol, derre-
nós. senão contra Jeh ov ah . tia-se.
9 Depois disse Moyses a Aaron: dize! 22 E aconteceo que ao seisto dia co-
a toda a congregação dos filhos dei Ihérào pão em dobro, dous Gomer pa-
Israel, chegai-vos perante a face de> ra cada hum : e todos os príncipes da
Jehovah , porque ouvio vossas mur-• congregação vierão, e o denunciarão
murações. a Moyses.
10 E aconteceo que, quando falloui 23 E elle lhes disse: Isto he o que
Aaron a toda a congregação dos filhosi Jeh ov ah tem dito; a manhã he re-
de Israel, e elles se virarão para o de- pouso, o santo Sabbado de Jeho vah :
serto, eis que a gloria de Jehov ah o que quiserdes coser, cosei-o, e o que
appareceo na nuvem. quiserdes coser em agua, cosei-o em
11 E Jehov ah fallou a Moyses, di- agua; e tudo o que sobejar, para vos
zendo :
ponde em guarda até a manhã.
12 Tenho ouvido as murmurações 24 E o guardarão até a manhã, co-
dos filhos de Israel; falla-lhes, dizen- mo Moyses tinha mandado: e nâo fe-
do : entre as duas tardes comereis car- deo, nem nelle houve algum bicho.
ne, e pela manhã sereis fartados de 25 Então disse Moyses: oomei-o ho-
pto: e sabereis que eu sou Jehov ah je, porquanto hoje he o Sabbado de Je -
vosso Deos. hovah : hoje náo o achareis no campo.
13 E aconteceo que à tarde subirão 26 Seis dias o colhereis: porem ao
codornízes, e cubrirão o arraial: e pe- sétimo dia he o Sabbado, naquelle nâo
la manhã o orvalho deitou ao redor do haverá.
arraial. 27 E aconteceo ao sétimo dia, que
14 E alçando-se o orvalho cahido, eis alguns do povo sahirâo, para colher;
que sobre a face do deserto estava hu- porem não acharão.
ma cousa miúda redonda, miudacomo 28 Então disse Jehova h a Moyses:
a geada sobre a terra. Até quando refusareis de guardar me-
15 E vendo-o os filhos de Israel, dis- us mandamentos, e minhas leis 1
eerào huns aos outros: Manná he isto: 29 Vede, porquanto Jehovah vos deu
porque náo sabiâo o que era : disse- o Sabbado, portanto elle no seisto dia
lhes pois Moyses; este he o pão, que vos dá páo para dous dias: cada hum
Jehov ah vos deu para comer. fique em sua estancia, que ninguém
16 Esta he a palavra que Jeho vah saia de seu lugar no sétimo dia.
tem mandado ; colhei delle cada hum 30 Assim repousou o povo ao sétimo
conforme o que pode comer, hum Go- dia. i
mer por cada cabeça, segundo o nu- 31 E a casa de Israel chamou seu
mero de vossas almas: cada hum to- nome i Manná; o era como semente de
mará para os que estão em sua tenda. coentro < branco, e seu sabor como bo-
17 E os filhos de Israel fizerão assim; los
] de mel.
e colherão, huns mais, e outros menos. 32 E disse Moyses; esta he a pala-
18 Porem medindo-o com o Gomer, ivra que Jehov ah tem mandado: en-
não sobejava ao que colhera muito, <cherás hum gomer delle em guarda
nem faltava ao que colhera pouco: jpara vossas gerações, para que vejáo o
cada hum colheu tanto quanto podia jpão, que vos tenho dado a comer neste
comer. (deserto, quando eu vos tirei da terra
19 E disse-lhes Moyses: Ninguém c de Egypto.
<l’elle deixe para a manhã. 33 Disse também Moyses a Aaron ;
20 Porem elles náo deráo ouvidos a toma t hum vaso, e mette nelle hum go-
Moyses, antes alguns varões d’elle mer r cheo de Manná, e o poem perante
Go gle Original rjm
HARVARD UNIVERSITY
76 exodo , xvn, xvm.
a face de Jeho vah , em guarda para cume do outeiro, e a vara de Deos
vossas gerações. será em minha mão.
34 Como Jehov ah tinha mandado a 10 E fez Josua como Moisés lhe dis-
Moyses, assim Aaron o pós diante do sera, pelejando contra Amalek: mas
testimunho em guarda. Moyses, Aaron, e Hur subirão ao cu-
35 E os filhos de Israel comerão Man- me do outeiro.
ná quarenta annos, até que entrarão em 11 E aconteceo que, quando Moyses
terra habitada: comerão Manná, até levantou sua mão, Israel prevalecia :
que chegarão aos termos da terra de mas quando elle abaixou sua mão,
Canaan. Amalek prevalecia.
36 E hum gomer he a decima parte 12 Porem as mãos de Moyses eráo
de hum epha. pesadas, porisso tomarão huma pedra,
e a poseráo debaixo delle, pera assen-
tar-se sobre ella; e Aaron e Hur sos-
CAPITULO XVII. tentarào suas mãos, o hum da huma, e o

D
EPOIS toda a congregação dos outro da outra banda. Assim suas mãos
filhos de Israel partio do deserto ficarão firmes, até que o sol se pós.
de Sin por suas jornadas ao manda-13 E assim josua desfez a Amalek,
mento de Jehovah ; e assentarão o e a seu povo a fio da espada.
campo emRaphidim : e não havia ali 14 Então disse Jeh ov ah a Moyses :
agua, para que o pove bebesse. Escreve isto por memória em hum
2 Então contendeo o povo com Moy-livro, e o pôe em ouvidos de Josua;
ses, e dizião; dai-nos agua, que beba- que eu totalmente hei de borrar a
mos : e Moyses lhes disse; porque con- memória de Amalek debaixo do ceo.
tendeis comigo 1 porque tentais a Je - 15 E Moyses edificou hum altar, e
hovah 1 chamou seu nome, Jehov ah he mi-
3 Tendo pois ali o povo sede de agua,nha bandeira.
murmurou o povo contra Moyses, e 16 E disse: Porquanto a mão está
disse; porque nos fizeste subir de sobre o throno de Jehovah , será guer
Egypto,para matar-me a mim de sede, ra de Jeho vah contra Amalek de ge
e a meus filhos, e a meu gado t ração em geração.
4 E clamou Moyses a Jehov ah , di-
zendo : que farei a este povo 1 d’aqui CAPITULO XVIII.
a pouco me apedrejarão.

O
5 Entáo disse Jehova h a Moyses: RA ouvindo Jethro, Sacerdote de
Passa diante da face do povo, e toma Midian, sogro de Moyses, todas
comtigo alguns dos anciãos de Israel: as cousas, que Deos tinha feito a Moy-
e toma em tua mão tua vara, com que ses, e a Israel seu povo: como Jeho -
feriste o rio, e vai. vah tinha tirado a Israel de Egypto.
6 Eis que eu estarei ali diante de 2 Tomou Jethro, sogro de Moyses, a
tua face sobre a rocha em Horeb, e tu Zippora, a mulher de Moyses (depois
ferirás a rocha, e delia sahirão aguas, que a enviara).
que beba o povo; e Moyses fez assim 3 Com seus dous filhos, dos quaes o
perante os olhos dos anciãos de Is- hum se chamava Gerson (porque dis-
rael. se, eu foi peregrino em terra alhea.)
7 E chamou o nome d’aquelle lugar 4 E o outro se chamava Eliezer;
Massa e Meriba, pela contenda dos porque disse: o Deos de meu pai foi
filhos de Israel, e porquanto tentarão por minha ajuda, e me livrou da espa-
a Jehovah , dizendo; está Jehov ah no da de Pharaó.
meio de nós, ou nâo 1 5 Vindo pois Jethro o sogro de Moy-
8 Então veio Amalek, e pelejou con- ses com seus filhos, e com sua mu-
tra Israel em Raphidim. lher a Moyses no deserto ao monte
9 Pelo que disse Moyses a Josua; es- de Deos, aonde tinha assentado o
colhe-nos varões, e sane, peleja contra campo:
Amalek: â manhã eu estarei sobre o 6 Disse a Moyses: eu, teu sogro Je-
■ zed by GO glC Original from
HARVAR.Í) UNIVERSITY
EXODO, XIX. 77
thro, venho a ti, com tua mulher, e está tu pelo povo diante de Deos, e
seus dous filhos com ella. leva os negocros a Deos.
7 Entáo sahio Moyses ao encontro 20 E declara-lhes as ordenanças e
de seu sogro, e inclinou-se, e beijou-o, as leis, e mostra-lhes o caminho por
e perguntarão hum ao outro como onde andem, e o que hão de fazer.
estavâo, e forão-se á tenda. 21 E tu entre todo o povo attenta-
8 E Moyses contou a seu sogro todas ras para varões virtuosos, tementes a
as cousas, que Jehov ah tinha feito a Deos, varões de verdade, que abor-
Pharaó e aos Egypcios por amor de recem a avareza; e os pôe sobre elles
Israel, e todo o trabalho, que passarão por Maioraes de mil, Maioraes do
no caminho, e como Jeh ov ah os cento, Maioraes de cincoenta, e Maio-
livrára. raes de dez.
9 E alegrou-se Jethro de todo o bem, 22 Para que julguem este povo em
que Jehovah tinha feito a Israel li- todo tempo; e seja, que todo o nego-
vrando-o da máo dos Egypcios. cio grave levem a ti, mas todo o ne-
10 E Jethro disse: Bemaito seja Je - gocio pequeno elles julguem: assim a
hova h ; que vos livrou da mão dos ti mesmo te alevia da carga, e elles a
Egypcios, e da máo de Pharaó: que levem comtigo.
livrou a este povo de debaixo da mão 23 Se isto fizeres, e Deos t’o mandar,
dos Egypcios. poderás subsistir: assim também todo
11 Agora sei, que Jehov ah he maior este povo em paz virá a seu lugar.
que todos os Deoses: porque na cou- 24 E Moyses deu ouvidos á voz de
sa. em que se ensoberbecerão contra seu sogro, e fez tudo o que elle disse.
elles, os sobrepujou. 25 E escolheo Moyses varões vir-
12 Então tomou Jethro, o sogro de tuosos de todo Israel, e os pôs por
Moyses, holocausto e sacrifícios para Cabeças sobre o povo: Maioraes de
Deos: e veio Aaron e todos os an- mil, Maioraes de cento, Maioraes de
ciãos de Israel, a comer pão com o cincoenta, e Maioraes de dez.
sogro de Moyses diante aa face de 26 Para que julgassem ao povo em
Deos. todo tempo, o negocio arduo levassem
13 E aconteo ao outro dia, que Moy- a Moyses, e todo negocio pequeno el-
ses se assentou a julgar o povo; e o les julgassem.
povo estava em pé diante de Moyses 27Entáo despedio Moyses a seu so-
desda manhã ate á tarde. gro : e elle foi-se á sua terra.
14 Vendo pois o sogro de Moyses
tudo o que elle fazia ao povo, disse:
que he isto, que tu fazes ao povoí CAPITULO XIX.
porque tu só te assentas, e todo o 0 terceiro mez da sahida dos filhos
povo está em pé diante de ti, desda de Israel da terra de Egypto, no
manhã até á tarde 1 mesmo dia vierão ao deserto de
15 Então disse Moyses a seu sogro; Sinai.
porquanto este povo vem a mim, para 2 Porque partiráo de Raphidim, e
consultar a Deos. vierão ao deserto de Sinai, e assen-
16 Quando tem algum negocio, vem tarão o campo no deserto: Israel pois
a mim, a que eu julgue entre o hum e ali assentou o campo em fronte da-
o outro, e lhes declare os estatutos de quelle monte.
Deos, e suas leis. 3 E subio Moyses a Deos: e Jeho -
17 Porem o sogro de Moyses lhe vah clamou a elle do monte, dizen-
disse: não he bom o que fazes. do : assim fatiarás á casa de Jacob, e
18 Totalmente desfalecerás, assim denunciarás aos filhos de Israel.
tu, como este povo, que está com tigo: 4 Vosoutros tendes visto o que fiz
porque este negocio he mui difhcil aos Egypcios: como vos levei sobre
para ti, tu só não o podes fazer. asas de aguias, e vos trouxe a mim.
19 Ouve agora minha voz, eu te 5 Agora pois, se ouvindo ouvirdes
aconselharei, e Deos será comtigo: minha voz, e guardardes meu con-

Go gle Original from


HARVARD UNÍVERSITY
t8 EXODO, XX.

certo, vós sereis minha propriedade arraial ao encontro de Deos; é ptl-


de todos os povos : porque toda a ter- serão-se ao pé do monte.
ra minha he. 18 E todo o monte de Sinai fume-
6 E vosoutros me sereis hum Reino gava, porquanto Jehovah descende-
Sacerdotal, e povo sancto. Estas sâo ra sobre elle em fogo: e seu fumo
as palavras, que fallarás aos filhos de subia como o fumo de hum forno, e
Israel. todo o monte tremia grandamente.
7 E veio Moyses, e chamou aos an- 19 E o soido da bozina hia esforçan-
ciãos do povo, e propôs diante de suas do-se em grande maneira: Moyses
faces todas estas palavras, que Jeh o - fallava, e Deos lhe respondia em voz.
va h lhe tinha mandado. 20 E descendendo Jehov ah sobre o
8 Entáo todo o povo respondeo a monte de Sinai, sobre o cume do
huma vóz, e disserâo: tudo o que Je - monte, chamou Jehov ah a Moyses a
hovah tem fallado, faremos: e tomou o cume do monte; e Moyses subio.
Moyses a Jehovah com as palavras 21 E disse Jehov ah a Moyses; de-
do povo. sce, protesta ao povo, que náo tras-
9 E disse Jehov ah a Moyses: eis passem o termo, para ver a Jehov ah ,
que eu virei a ti em huma nuvem es- e caia multidão delles.
pessa, para que o povo ouça, fallando 22 E também os sacerdotes, que se
eu comtigo, e para que também te chegáo a Jehov ah , se hão de sancti-
creiâo etemamente: porque Moyses ficar, para qne Jeh ov ah nâo faça ro-
tinha denunciado as palavras do povo tura nelles.
a Jeho vah . 23Então disse Moyses a Jeho vah ;
10 Disse também Jeho vah a Moy- o povo náo poderá subir ao monte de
ses : vai ao povo, e os sanctifica hoje Sinai: porque tu nos tens protestado
e amanhã, e para que lavem seus dizendo; assinala termos ao monte,
vestidos. e sanctifica-o.
11 E estejão apercebidos para o ter- 24 E disse-lhe Jeh ov ah : vai, desce:
ceiro dia: porquanto ao terceiro dia depois subirás tu, e Aaron comtigo:
Jehov ah decerá perante os olhos de porem os sacerdotes e o povo nâo
todo o povo sobre o monte de Sinai. traspassem o termo, para subir a Jeh o -
12 E assignarás termo ao povo de vah , para que nâo faça rotura nelles.
redor, dizendo; guardai-vos que nâo 25 Então Moyses desceo ao povo, e
subais ao monte, nem toqueis a seu lhes o denunciou.
termo: todo aquelle, que tocar ao
monte, morrendo ha de morrer.
13 Nenhuma mâo tocará nelle: por- CAPITULO XX.

E
que certamente será apedrejado ou NTÃO fallou Deos todas estas pa-
asseteado, seja animal, ou seja ho- lavras, dizendo:
mem, náo viverã: soando o como 2 Eu sou Jeh ov ah teu Deos, que te
de carneiro longamente, subirão ao tirei da terra de Egypto, da casa da
monte. servidão.
14 Então Moyses deceo do monte a 3 Nâo terás Deoses alheos diante de
o povo, e sanctificou o povo; e lava- meu rosto.
rão seus vestidos. 4 Nâo farás para ti imagem de vul-
15 E disse ao povo: estai aperce- to, nem alguma semelhança do que ha
bidos ao terceiro dia; e não chegueis a riba no ceo, nem abaixo na terra,
à mulher. nem nas aguas debaixo da terra.
16 E acontece ao terceiro dia, vin- 5 Nho te encurvarás a ellas, nem
do amanhã, que houve trovões e re- as servirás: porque eu Jeho vah teu
lâmpagos sobre o monte, e espessa Deos, sou Deos zeloso, que visito a
nuvem, e hum soido de bozina mui maldade dos pais sobre os filhos, até
forte: assim que estremeceo todo o â terceira e quarta geração daquelles
povo, que estava no arraial. que me aborrecem.
17 E Moyses levou o povo fora do 6 E faço misericórdia em milhares,
Digitized by Go Qle Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XXI. 79
aos que me amâo, e guardáo meus 24 Hum altar da terra me farás, e
mandamentos. sobre elle sacrificarás teus holocaus-
7 Nâo tomarás o nome de Jehov ah tos, e tuas ofiertas gratificas, tuas ove-
teu Deos em vâo: porque Jehova h lhas, e tuas vacas: em todo lugar, aon-
nâo terá por innocente ao que tomar de eu farei celebrar a memória de meu
seu nome em vâo. nome, virei a ti, e te abençoarei.
8 Lembra-te do dia do Sabbado, para 25 E se me fizeres hum altar de pe-
o santificar. dras, não o farás de pedras lavradas:
9Seis dias trabalharás, e farás toda se sobre elle levantares teu boril, pro-
tua obra. fana-]o-has.
10 Mas o sétimo dia he o Sabbado 26 Náo também subirás por de grã-
de Jehov ah teu Deos: nâo farás ne- os a meu altar, paru que tua neuza náo
nhuma obra, nem tu, nem teu filho, seja descuberta diante delle.
nem tua filha, nem teu servo, nem tua
sova, nem tua besta, nem teu estran-
CAPITULO XXI.
geiro, que está dentro de tuas portas.

E
11 Porque em seis dias fez Jeho vah STES são os direitos que lhes pro-
o ceo e a terra, o mar e tudo que nel- porás.
les ha, e ao sétimo dia descansou: 2 Se comprares hum servo Ilebreo,
portanto benzeo Jehov ah ao dia do seis annos servirá; mas ao sétimo sa-
Sabbado, e o santificou. hirá forro de balde.
19 Honra a teu pai e a tua mai, pa- 3 Se entrou só com seu corpo, só com
ra que teus dias sejáo prolongados na seu corpo sahira: se elle era homem
terra, que Jehovah teu Deos te dá. casado, sahira sua mulher com elle.
13 Nâo matarás. 4 Se seu senhor lhe houver dado hu-
14 Nâo adulterarás. ma mulher, e ella lhe houver parido
15 Não furtarás. filhos ou filhas, a mulher, e seus filhos
16 Náo dirás falso testimunho con- serão de seu senhor, e elle sahira só
tra teu proximo. com seu corpo.
17 Não cobiçarás a casa de teu proxi- 5 Mas se o servo dizendo disser: eu
mo: nâo cobiçarás a mulher de teu amo a meu senhor, e a minha mulher,
proximo, nem seu servo, nem sua ser- e a meus filhos; nâo quero sahir forro.
vi, nem seu boi, nem seu asno, nem 6 Entáo seu senhor o levará aos
alguma cousa de teu proximo. Deoses, e o fará chegar á porta, ou ao
18 E todo a povo vio os trovões, e postigo, e seu senhor lhe furará a ore-
os relâmpagos, e o soido da bozina, e o lha com huma sovela; e o servirá pa-
monte fumegando: vendo isso o povo, ra sempre.
retirarto-se e poseráo-se de longe. 7 E quando algum vender sua fillia
19 E disserâo a Moyses: Falia tu com por serva; náo salúrá como sabem os
nosco, e ouviremos: e náo falle Deos servos.
com nosco, para que não morramos. 8 So desagradar nos olhos de seu se-
20 E disse Moyses ao povo: náo te- nhor, e náo se desposar com ella, fará
mais, que Deos veio para tentar-vos, que se resgate: náo poderá vendela a
e para que seu temor esteja diante de hum povo estranho, visto que desleal-
vossa face, que náo pequeis. mente tratou com ella.
21 E o povo estava em pé de longe: 9 Mas se a desposar com seu filho;
porem Moyses se chegou á escuridade, fará com ella conforme ao direito das
aonde Deos estava. filhas.
22 Entáo disse Jehov ah a Moyses; 10 Se lhe tomar outra; náo diminui-
assim dirás aos filhos de Israel: vosou- rá o mantimento desta, nem seu ves-
tros tendes visto, que eu fallei com tido, nem sua obrigação marital.
vosco desdo ceo. 11 E se lhe náo fizer estas tres cou-
23 Náo fareis comigo Deoses de pra- sas, sahirá debalde sem dinheiro.
ta, e náo fareis para vós Deoses de 12 O que ferir a alguém, que morra,
ouro. morrendo morrerá.
Go gle Origina! from
HARVARD UNIVERSITY
80 EXODO, XXII.

13 Porem o que lhe tião fizer ciladas, neador, e seu dono foi convencido dis-
mas Deos o fez encontrar a suas má- so, e não o guardou, matando homem
os; ordenar-te-hei hum lugar, aonde ou mulher; o boi será apedrejado, e
elle fugirá. também seu dono morrerá.
14 Mas se alguém se ensoberbecer 30 Se lhe for imposto resgate, então
contra seu proximo, matando-o com dará por resgate de sua alma tudo
engano; tira-lo-has de meu altar, pa- quanto lhe for imposto.
ra que morra. 31 Quer tenha escornado hum filho,
15 O que ferir seu pai, ou a sua mai, quer tenha escornado huma filha; con-
morrendo morrerá. forme a este direito lhe será feito.
.16 E quem furtar algum homem, e 32 Se o boi escornar hum servo ou
d vender, ou for achado em sua máo, serva; dará trinta siclos de prata a seu
morrendo morrerá. senhor, e o boi será apedrejado.
17 E quem maldisser a seu pai, ou 33 Se alguém abrir alguma cova, ou
a sua mai, morrendo morrerá. se alguém cavar alguma cova, e náo a
18 E se alguns varões pelejarem, fe- cubnr, e nella cahiralgum boi ou asno;
rindo-o hum ao outro com pedra ou 34 O dono da cova o pagará, a seu
com o punho, e náo morrer, senão ca- dono o dinheiro restituirá; mas o mor-
hir em cama. to será seu.
19 Se elle tornar a levantar-se, e an- 35 Se o boi de alguém ferir ao boi
dar fora sobre seu bordáo; entáo o de seu proximo, e morrer: então se
que o ferio, será absolto : somente lhe venderá o boi vivo, e o dinneiro delle
pagará sua cessão, e o fará curar to- se repartirá igualmente, e também o
talmente. morto se repartirá igualmente.
20 Se alguém ferir a seu servo, ou a 36 Mas se foi notorio, que aquelle
sua serva com pão, e morrer debai- boi d’antes era escorneador, e seu do-
xo de sua máo; certamente será vin- no o náo guardou; pagando pagará boi
gado. por boi; porem o morto será seu.
21 Porem se ficar vivo por hum dia
ou dous, náo será vingado, porque he
seu dinheiro. CAPITULO XXII.

Q
22 Se alguns varões pelejarem, e fe- UANDO alguém furtar boi ou ga-
rirem a alguma mulher prenhe, e o do miudo, e o degolar, ou vender;
fruto lhe cahir, porem náo houver mor- por hum boi pagará cinco bois, e por
te, certamente será castigado, confor- gado miudo quatro ovelhas.
me ao que ]he impuser o marido da 2 Se o ladrão for achado na mina, e
mulher ; e pagará por juizes. for ferido, e morrer, o que o ferio não
23 Mas se houver morte, entáo da- será culpado do sangue.
rás alma por alma. 3' Se o sol houver sahido sobre elle,
24 Olho por olho, dente por dente, será culpado do sangue: totalmente
máo por mão, pé por pé. 0 pagará : se náo tiver, será vendido
25 Queimadura por queimadura, fe- por seu furto.
rida por ferida, golpe por golpe. 4 Se o furto for achado vivo em sua
26 E quando alguém ferir o olho de mão, seja boi, ou asno, ou gado mín-
seu servo, ou o olho de sua serva, e o do, em dobro o pagará.
danar; o deixará ir forro por seu olho. 5 Quando alguém fizer pastar cam-
27 E se tirar o dente de seu servo, po ou vinha, e largar sua besta, para,
ou o dente de sua serva; o deixará ir comer no campo de outro; o melhor
forro por seu dente. de seu campo, e o melhor de sua vinha
28 É se alguém boi escofnar homem restituirá.
ou mulher, e morrer; o boi será ape- 6 Quando sahir hum fogo, e prender
drejado certamente, e sua carne se os espinhos, e abrasar a meda de tri-
não comerá; mas o dono do boi será go, ou a seára, ou o campo; aquelle
absolto. que aôcendeo o fogo, pagando pagará
29 Mas se o boi d’antes era escor- o queimado.
Digitized by Go- Qle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
EXODO, xxin. 81

7 Quando alguém der prata ou vasos e elles clamando clamarem a mim, eu


a seu proximo aguardar, e for furtado ouvindo ouvirei seu clamor.
da casa daquelle homem : se o ladrão 24 E minha ira se accenderá, e voe
se achar, pagará dobrado. matarei á espada ; e vossas mulheres
8 Se o ladrão não se achar, então o ficarão viuvas, e vossos filhos orfàos.
dono da casa será levado aos juízes, 25 Se emprestares dinheiro a meu
se nãn meteo sua mão na fazenda de povo, que está pobre com tigo, com
seu proximo. elle náo farás como hum onzeneiro;
9 Sobre todo negocio de injustiça, nâo lhe imporeis onzena.
sobre boi. sobre asno, sobre gado mi- 26 Se tomares em penhor o vestido
udo. sobre vestido, sobre toda cousa de teu proximo; lh’o tomarás, antes
perdida.de que alguém disser, que he de se por o sol.
sua: a causa de ambos virá perante 27 Porque só aquillo he sua cubertu-
<» juizes: aquelle a quem condena- ra, e o vestido de sua pele ; em que
rem os juizes, o pagará em dobro a se deitaria ? será pois, que quando cla-
seu proximo. mar a mim, eu o ouvirei, porque sou
10 Quando alguém a seu proximo misericordioso.
houver dado a guardar hum asno, ou 28 Aos Deoses nâo amaldiçoarás, e
boi, ou gado miudo, ou alguma besta; ao Príncipe em teu povo nâo maldirás.
e morrer, ou for quebrantado, ou aflu- 29 Tua plenidâo e tuas lagrimas náo
gentado, ninguém o vendo: dilatarás : ao primogénito de teus
11 Então haverá juramento de Jeho - filhos me darás.
tàh entre ambos, que náo meteo sua 30 Assim farás de teus bois, e de tu-
mâo na fazenda de seu proximo : e as ovelhas: sete dias estarão com sua
seu dono o aceitará, e nâo o restituirá. mai, e ao oitavo dia m’os darás.
12 Mas te lhe for furtado, o pagará 31 Eser-me-heis varões santos : por-
a sen dono. tanto náo comereis carne despedaça-
13Porem se lhe for despedaçado, da no campo : aos caens a lançareis.
trará testimunha disso; e náo pagará
o despedaçado. CAPITULO XXIII.
11 E quando alguém a seu proximo

N
pedir algnma cousa, e for quebrada ou AO admittirás falso rumor; e nâo
morta, seu dono não estando presente, porás tua mão com o impio, para
restituindo a restituirá. ser testimunha falsa.
15 Se sen dono esteve presente, nâo 2 Não seguirás aos muitos para mal
a restituirá: se foi alugada, será por fazer: nem fallarás na demanda, en-
seu alagamento. costando-te aos muitos, para torcer o
16 Quando alguém enganar alguma direito.
virgem, que náo for desposada, e dor- 3 Nem ao pobre favorecerás em sua
mir com ella, dotando a dotará por sua demanda.
mulher. 4 Quando encontrares ao boi de teu
17 Se seu pai recusando recusar, de inimigo, ou a seu asno errado ; tor-
lh’a dar; dará dinheiro conforme ao nando ln’o tomarás.
dote das virgens. 5 Quando vires o asno do que te aboq-
18 A feiticeira náo deixarás viver. rece, deitado debaixo de sua carga,
19Todo aquelle que se deitar com deixarás então de ajudálo ? ajudando
animal, morrendo morrerá. o ajudarás.
20 O que sacrificar aos Deoses, e não 6 Náo perverterás o direito de teu
w a Jehov ah , será matado. pobre em sua demanda.
21 Ao estrangeiro náo farás força, 7 De palavras de falsidade te affas-
nem o oprimirás; pois estrangeiros tarás : e náo matarás ao innocente e
fostes na terra de Egypto. justo; porque não justificarei ao impio.
22 A nenhuma viuva nem orfáo af- 8 Também não tomarás presente:
fiigireis. porque o presente cega aos que vem,
23 Que se tu affligindo os affligires, e perverte os negocios dos justos.
4* Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
82 EXODO, XXIV.

9 Também nâo oprimirás ao estran- serei inimigo de teus inimigos, e ad-


geiro ; pois vosoutros conheceis a al- versário de teus adversários.
ma do estrangeiro, que fostes estran- 23Porque meu Anjo irá diante de
geiros na terra de Egypto. tua face, e te meterá aos Amoreos, e
10 Também seis annos semearás tua aos Hetheos, e aos Phereseos, e aos
terra: e recolherás seus frutos. Cananeos, Heveos, e Jebuseos: e en
11 Mas ao sétimo a soltarás e deixa- os destruirei.
rás descansar, para que possâo comer 24 Náo te encurvarás a seus Deoses,
os pobres de teu povo, e do sobejo co- nem os servirás, nem farás conforme
máo os animaes ao campo: Assim fa- a suas obras; antes o destruirás total-
rás com tua vinha o com teu olival. mente, e quebrantarás de todos suas
12 Seis dias farás teus negocios, mas estatuas.
ao sétimo dia descansarás: para que 25 E servireis a Jehov ah vosso De-
descanse teu boi e teu asno, e o filho os, e elle abençoará vosso páo e vossa
de tua serva, e o estrangeiro tome re- agua: e eu tirarei as enfermidades do
frigério. meio de ti.
13 E em tudo o que vos tenho dito, 26 Náo haverá mulher que mova,
guardai-vos: e do nome de outros De- nem esteril em tua terra : o numero
oses vos náo lembreis, nem se ouça de teus dias cumprirei.
de tua boca. 27 Enviarei meu terror diante de tua
14 Tres vezes no anno me celebra- face, fazendo atonito a todo o povo,
reis festa. aonde entrares: e farei que todo® te-
15 A festa dos paens asmos guarda- us inimigos te virem as costas.
rás : sete dias comerás paens asmos 28 Também enviarei abespões dian-
(como te tenho mandado) ao tempo te de tua face, que lançetn fora aos
apontado no mes de Abib; porque nel- Heveos, aos Cananeos, e aos Hetheo®
le sahiste de Egypto: porem ninguém diante de tua face.
appareça vazio parante minha face. 29 Em hum anno os não lançarei fo-
16 E a festa da sega dos primeiros ra diante de tua face, para que a terra
frutos de teu trabalho, que houveres se não torne em deserto, e as feras do
semeado no campo : e a festa da co- campo se náo multipliquem sobre ti.
lheita á sahida do anno, quando hou- 30 Pouco a pouco os lançarei diante
veres colhido teu trabalho do campo. de tua face, até que sejas multiplica-
17 Tres vezes no anno todos teus va- do, e possuas a terra por herança.
rões apparecerâo perante a face do 31 E porei teus termos desdo mar ver-
Senhor Jehov ah . melho até o mar dos Philisteos, e des-
18 Náo sacrificarás o sangue de meu do deserto até o rio : porque darei em
sacrifício com páo lévado: nem o ce- tuas máosos moradores da tetra, para
vo de minha festa ficará de noite até que os lances fora diante de tua face.
a manhã. 32 Náo farás alguma aliança com
19 As primícias dos primeiros frutos elles, ou com seus Deoses.
de tua terra trarás á casa de Jehovah 33 Em tua terra não habitarão, para
teu Deos: náo cozerás ao cabrito com que te não façào peccar contra mim;
o leite de sua mai. se servires a seus Deoses, isso te será
20 Eis que eu envio hum Anjo di- por laço.
ante de tua face, para que te guarde
neste caminho, e te leve ao lugar que
CAPITULO XXIV.
tenho aparelhado.

D
21 Guarda-te diante de sua face, e EPOIS disse a Moyses: sube a Je -
ouve sua voz, e náo o provoques a ira: hovah , tu e Aaron, Nadabe Abi-
porque não perdoará vossa rebelliâo; hu, e setenta dos anciãos de Israel; e
porquanto meu nome está no meio inclinai-vos de longe.
delle. 2 E Moyses só se chegará a Jeh o -
22Mas se ouvindo ouvires sua voz, vah ; mas elles náo se cheguem ; nem
e fizeres todo o que eu disser; então o povo suba com elle,
Digitized by Go
’ Origina! #òm'
q Ic HARVARD UNIVEW1TY
EXODO, XXV. 83

3 Vindo pois Moyses, e contando ao cubrio por seis dias: e ao sétimo dia
o povo todas as palavras de Jeho vah , chamou a Mojies do meio da nuvem.
e todos os direitos: então o povo res- 17 Eo parecer da gloria de Jeho -
pondeo á huma voz. e disserão: todas vah estava como hum fogo que con-
as palavras, que Jeho va h tem fallado, sume no cume do monte em os olhos
faremos. dos filhos de Israel.
4E Moyses escreveo todas as pala- ' 18 E Moyses entrou no meio da nu-
vras de Jeho va h , e levantou-se pela | vem depois que subio ao monte: e
manhã de madrugada, e edificou hum I Moyses esteve no monte quarenta dias
altar ao pê do monte, e doze estatuas ! e quarenta noites.
segundo as doze tribus de Israel. I
5 E enviou os mancebos dos filhos
de Israel, os quaes offerecérâo holo- ' CAPITULO XXV.

E
caustos e sacrificarão a Jehovah sa- NTÃO fallou Jeho vah a Moyses,
crifícios grati ticos de bezerros. dizendo:
6 E Moyses tomou a metade do san- 2 Falia aos filhos de Israel, que to-
gue, e o pôs em bacias; e a outra mem para mim oflerta: de todo varão,
metade do sangue espargio sobre o cujo coração se mover voluntariamen-
altar. te, tomareis minha oflerta.
7 E tomou o livro da alliança, e lia 3 E esta he a offerta, que tomareis
o aos ouvidos do povo; e elles disse- delles: ouro, e prata, e cobre.
rto: tudo que Jeh ov ah tem fallado, 4 Como também azul, e purpura, e
faremos, e obedeceremos. carmesim, e linho fino, e pelos de ca-
8 Então tomou Moyses aquelle san- bras.
gue. e espargio o sobre o povo, e dis- 5 E peles de carneiros tingidas de
se: eis aqui o sangue da alliança, que vermelho, e peles de texugos, e ma-
Jeho vah tem feito com vosco sobre deira de Sittim.
todas estas palavras. 6 Azeite para a lumieira, especiarias
9 E subirão Moyses e*Aaron, Nadab para o oleo da unção, e especiarias
e Abihu, e setenta dos anciãos de Is- para o perfume.
rael. 7 Pedras sardónicas, e pedras de en-
10 E virão ao Deos de Israel, e de- chimento para o Ephod, e para o Pei-
baixo de seus pés como a obra de la- toral.
drilhos de Saphiro, e como o parecer 8 E me farão hum Santuario, e ha-
do ceo em sua claridade. bitarei no meio delles.
11 Porem não eMendeo sua mão so- 9 Conforme a tudo que eu te mostrar
bre os separados dos filhos de Israel: por semelhança do Tabemaculo, e
e virão a Deos, e comerão, e beberão. por semelhança de todos seus vasos,
12 Então disse Jeho vah a Moyses: assim mesmo o fareis.
sube a mim ao monte, e fica lá: eu 10 Também farão huma Arca de ma-
pois te darei taboas de pedra, e a lei, deira de Sittim: sua compridâo será
e os mandamentos, que tenho escrito de dous covados e meio; e sua largu-
para os ensinar. ra de hum covado e meio; e sua altu-
13 E levantou-se Moyses com Josua ra de hum covado e meio.
seu servidor; e subio Moyses ao mon- 11 E cubrila-has de ouro puro, por
te de Deos. dentro e por fora a cubrirâs: e farás
14E disse aos Anciãos: esperai-vos sobre ellahuma coroa deouroao redor.
aqui, até que tomemos a vôsoutros: 12 E fundiras para ella quatro argo-
e eis que Aaron e Hur estão com vos- las de ouro, e as porás a suas quatro
co; quem tiver algum negocio, se esquinas, de maneira que duas argolas
chegará a elles. estejáo ao hum lado delia, e duas ar-
15 E subido Moyses ao monte, huma golas a seu outro lado.
nuvem cubrio ao monte. 13 E farás barras de madeira de Sit-
16 E a gloria de Jeho vah habitava tim, e as cubrirâs com ouro.
sobre o monte de Sinai, e a nuvem o 14 E meterás as barras pelas argo-
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
84 EXODO, XXVI.

las, que estão ao» lado» da Arca, pa- ra de Sittim, e as cubrirás com ouro;
ra levar a Arca com ellas. e a mesa se levará com ellas.
15 As barras estarão nas argolas da 29 Também farás seus pratos, e su-
Arca; náo se tirarão delia. as taças de perfume, e suas cubertas,
16 Depois porás na Arca o testimu- e seus taçoés (com que se hão de cu-
nho, que eu te darei. brir:) de ouro puro os farás.
17 Também farás huma cuberta de 30 E sobre esta mesa porás o pão da
propiciação de puro ouro: sua com- proposição perante minha face con-
pridáo será de dous covados e meio; tinuamente.
e sua largura de hum covado e meio. 31 Também farás hum castiçal de
18 Farás também dous Cherubins ouro puro : de ouro batido se fará es-
de ouro : de ouro batido os farás, aos te castiçal: seu pé, suas canas, suas
dous cabo» da cuberta de propicia- copas, suas maçãs, e suas flores serão
ção. do mesmo.
19 Farás-o hum Cherubim ao hum 32 E de seus lados sahirâo seis ca-
cabo de huma parte, e o outro Cheru- nas : tres canas do castiçal de seu hum
bim ao outro cabo da outra parte: lado, e tres canas do castiçal de seu
da cuberta de propiciação fareis os outro lado.
Cherubins a seus dous cabos. 33 Em huma cana haverá tres copas
20 Os Cherubins estenderão suas asas amendoadas, huma maçã e huma flor;
por cima, cubrindo com suas asas a e tres copas amendoadas em outra ca-
cuberta de propiciação; as faces del- na, humã maçã e huma flor: assim se-
les a huma em fronte da outra: as fa- rão as seis canas,que saltem do castiçal.
ces dos Cherubins attentarão para a 34 Mas no castiçal mesmo havera
cuberta de propiciação. quatro copas amendoadas, com suas
21 E porás a cuberta de propiciação maçãs, e com suas flores.
em cima da Arca, depois que houve- 35 E huma maçã debaixo das duas
res posto na Arca o testimunho, que canas, que sahcm delle; e huma maçã
eu te darei. debaixo de <iuas outras canas, que
22 E ali virei a ti, e fallarei com ti- sahcm delle ; e ainda huma maçã de-
go de cima da cuberta de propiciação, baixo de duas outras canas, que sahem
do meio dos dous Cherubins (que es- delle: assim se fará com as seis canas,
tiverem sobre a Arca do testimunho) que sahem do castiçal.
tudo que eu te mandar para os filhos 36 Suas maçãs e suas canas serão
de Israel. do mesmo: tudo será de hum pedaço
23 Também farás huma mesa de obra batida de puro ouro.
madeira de Sittim: sua compridão 37Também lhe farás sete lampa-
será de dous covados, o sua largura de das, as quaes accendersehâo, para alu-
hum covado, e sua altura de hum co- miar a seus lados.
vado e meio. 38 Seus espivitadores, e suas palhe-
24 E a cubrirás com ouro puro: tam- tas serão de ouro puro.
bém lhe farás huma coroa de ouro ao 39 De hum talento de ouro puro o
redor. farás, com todos estes vasos.
25 Também lhe farás huma moldura 40 Attenta pois, que o faças confor-
ao redor de largura de huma mão: e me a sua semelhança, que te foi mos-
farás-lhe huma coroa de ouro ao redor trada no monte.
da moldura.
26 Também lhe farás quatro argo-
las de ouro; e porás as argolas ás CAPITULO XXVI.

E
quatro esquinas, que estarão a seus O Tabernáculo farás de dez corti-
quatro pés. nas, de linho fino torcido, e azul,
27Em fronte da moldura estarão as e purpura, e carmesim: com Cheru-
argolas, por lugares para as barras, bins as farás da obra do artífice.
para levar a mesa. 2 A compridão de huma cortina será
28 Farás pois estas barras de madei- de vinte e oito covados, e a largura
Digitized by Go< 'Qle Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XXV í. 85
de huma cortina de quatro covados: 16 A compridào de huma taboa será
todas estas cortinas serão de huma de dez covados : e a largura de cada
medida. taboa será de hum covado e meio.
3 Cinco cortinas se ajuntarão a huma 17 Duas couceiras terá cada taboa,
com a outra: 3 as outras cinco corti- apegada a huma com outra: assim fa-
nas se ajuntario a huma com a outra. rás com todas as taboas do Tabema-
4 E farás laçadas de azul na ponta culo.
da huma cortina, ao cabo na juntura: 18 E farás as taboas para o Tabema-
assim também farás na ponta do cabo culo assim: vinte taboas para a banda
da outra cortiia m juntura segunda. do meio dia ao Sul.
5 Cincoenta laçadas farás em huma 19 Farás também quarenta bases de
cortina, e oídras cincoenta laçadas prata debaixo das vinte taboas: duas
farás no cabo da cortina, que está na bases debaixo de huma taboa a suas
segunda juntura. as laçadas estarão duas couceiras; e duas bases debaixo
contra postas huma á outra. de outra taboa a suas duas couceiras.
6 Farás tambemcincoenta corchetes 20 Também haverá vinte taboas do
de ouro, e ajuntaras com estes corche- outro lado-do Tabernáculo, para a
tes as cortinas, a huma com a outra, banda do NortF
para que o Tabernáculo seja hum. 21 Com suas quarenta bases de prata:
7 Farás também cortinas de pelos de duas bases debaixo de huma taboa, e
cabras por lenda sobre o Tabernácu- duas taboas debaixo de outra taboa.
lo : de onze cortinas as farás. 22 Porem ao lado do Tabemaculo
8 A compúdão de huma cortina será para o Occidente farás seis taboas.
de trinta covados, e a largura da mes- 23 Farás também duas taboas para
ma cortina de quatro covados: estas as esquinas do Tabemaculo de ambos
onze cortinas serão de huma medida. os lados.
9 £ ajuntarás cinco destas cortinas 24 E por baixo se ajuntarão como
a parte, e as outras seis cortinas tam- gemeas, e também pelo mais alto delle
bém a parte: e dobrarás a seista cor- se ajuntarão com numa argola como
tina diante da face da tenda. gemeas: Assim se fará com as duas
10 E farás cincoenta laçadas na bor- taboas; ambas serão por taboas de
da de huma cort.na ao cabo na juntura; esquina.
e outras cincoeita laçadas na borda 25 Assim serão as oito taboas com
da outra cortina, na segunda juntura. suas bases de prata, dez a seis bases:
11 Farás também cincoenta corche- duas bases debaixo da huma taboa,
tes de cobre, e metterás os corchetes e duas bases debaixo da outra taboa.
nas laçadas, e ajuntarás a tenda, pa- 26 Farás também cinco barras de
ra que seja huma. madeira de Sittim, para as taboas do
12 E o resto cue sobeja nas cortinas hum lado do Tabemaculo.
da tenda, a metade da cortina que 27 E cinco barras para as taboas do
sobeja, pendera de sobejo ás costas outro lado do Tabemaculo; como tam-
do Tabernáculo. bém cinco barras para as taboas do
13 E hum covado da huma banda, e outro lado do Tabemaculo, de ambas
outro covado da outra banda, que so- as bandas para o Occidente.
bejará na compridào das cortinas da 28 E a barra do meio estará no meio
tenda, penderá de sobejo aos lados do das taboas, passando do hum cabo até
Tabemaculo da huma e da outra ban- o outro.
da, para cubrilo. 29 E cubrirás as taboas de ouro, e
14 Farás também â tenda huma cu- suas argolas para meter por ellas as
berta de peles de carneiro, tingidas barras farás de ouro: também as bar-
de vermelho; e outra cuberta de pe- ras cubrirás de ouro.
les de texugo em cima. 30Então levantarás o Tabemaculo
15 Farás também para o Tabema- conforme a sua traça, que te foi mos-
culo taboas de madeira de Sittim, que trada no monte.
estão em pé. 31 Depois farás hum veo de azul,
Go gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
86 EXODO, xxvn.

e purpura, e carmesim, e de linho fino d:ambos os lados do altar, quando se-


torciuo: ae obra prima se fará com rá levado.
Cherubins. 8 Cavado de toboas o farás: como
32E o porás sobre quatro columnas te mostrou no monte, assim o farão.
de madeira de Sittim, cubertas de 9 Farás também o patio do Taberná-
ouro: seus corchetes serão de ouro, culo : ao lado do meio dia para o Sul
sobre quatro bases de prata. o patio terá cortinas de linho tino tor-
33E pendurarás o veo debaixo dos cido ; a compridão de cada hum lado
corchetes, e metterás a Arca do testi- será de cem covados.
munho ali a dentro do veo: e este veo 10 Também suas vinte columnas, e
vos fará separação entre o Santo, e suas vinte bases serão de metal: os
entre o Santíssimo. corchetes das columnas e suas faixas
34 E porás a cuberta da propiciação de prata.
sobre a A rca do testimunho no San- 11 Assim também ao lado do Norte
tíssimo. serão as cortinas na longura de cem
35 E a mesa porás fora do veo. e o covados de compridão: e suas vinte
castiçal em fronte da mesa, ao lado do columnas, e suas vinte bases de me-
Tabernáculo para o Sul: mas a mesa tal ; os corchetes òas columnas e suas
porás á banda do Norte. faixas serão de prata.
36 Farás também â porta do Taber- 12 E na largura do patio ao lado do
náculo huma cuberta de azul, e pur- Occidente haverá cortinas de cinco-
pura, e carmesim, e de linho fino tor- enta covados : suas columnas dez, e
cido, de obra do brostador. suas bases dez.
37 E farás para esta cuberta cinco 13 Semelhantemente a largura do
columnasde madeira de Sittim, e as cu- patio ao lado orienta! para o Levante
briràs de ouro : seus corchetes serão será de cincoenta covados.
de ouro; e far-lhe-has de fundição 14 De maneira que hajão quinze
cinco bases de metal. covados das cortinas ao hum lado:
suas columnas tres, e suas bases tres.
15 E quinze covados das cortinas ao
CAPITULO XXVII. outro lado: suas columnas tres, e suas

F
ARAS também hum Altar de ma- bases tres.
deira de Sittim: cinco covados 16 E á porta do patio haverá huma
será a compridão, e cinco covados cuberta
a de vinte covados, de azul, e
largura, (será quadrado o Altar) e tres purpura, e carmesim, e de linho fino
covados sua altura. torcido, da obra de broslador: suas
2 E farás seus cornos a seus quatro columnas quatro, e suas bases quatro.
cantos: seus cornos serão do mesmo, 17 Todas as columnas do pateo ao re-
e o cubrirâs de metal. dor serão cingidas de faixas de prata :
3 Farás-lhe também caldeirões, para seus corchetes serão le prata, mas su-
alimpar sua cinza, e suas bassouras, e as bases de metal.
suas bacias, e seus garfos, e suas pás: 18 A compridão do pateo será de cem
todos seus vasos farás de metal. covados, e a largura de cada banda de
4 Far-lhe-has também hum crivo de cincoenta, e a altura de cinco cova-
metal da obra de rede : e farás a esta dos, de linho fino torcido: mas suas
rede quatro argolas dc metal a seus bases serão de metal.
quatro cantos. 19 Tocante todos os vasos do Taber-
5 E as porás dentro do cerco do altar náculo em todo seu serviço, até todos
abaixo; de maneira que a rede chegue seus pregos, e todos os pregos do pa-
até O meio do Altar. teo serão de metal.
6 Farás também barras para o altar, 20 Tu pois mandarás aos filhos de
barras de madeira de Sittim, e as cu- Israel, que levem a ti azeite puro de
brirás de metal. oliveiras, moido para ocandieiro ; pa-
7 E as barras se meterão nas argo- ra fazer accender as lampadas con-
las, de maneira que as barras estejão tinuamente.
Digitized by Got 'Qle
Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XXVIII. 87

21 Na Tenda da congregação fora ! breiras do Ephod, por pedras de me-


do veo, çue está diante do testimu- mória para os filhos de Israel: e Aa-
nho, Aaron e seus filhos as concerta- ron levará seus nomes sobre seus am-
rão, desd;a tarde até a manhã, peran- bos hombros por memória perante a
te a face de Jehov ah : hum estatuto face de Jehov ah .
perpetuo será este por suas gerações, 13 Farás também engastes de ouro.
aos filhos de Israel. 14 E duas cadeinhas de puro ouro ;
de igual medida; de obra de fieira as
farás: e as cadeinhas de fieira porás
CAPITULO XXVIII.
nos engastes.
TiEPOlS farás chegàr a ti teu ir- 15 Farás também o Peitoral do jui-
1/ mão Aaron e seus filhos com el- zo da obra do artífice, conforme à obra
Je do meio dos filhos de Israel, para do Ephod o farás: de ouro, azul, e
me administrar o officio sacerdotal: purpura, e carmesim, e de linho fino
a saber Aaron. Nadab e Abihu, Ele- torcido o farás.
asar o Ithamar. os filhos de Aaron. 16 Quadrado e dobrado será, de hum
2 E farás vestidos santos a Aaron palmo sua compridão, e de hum pal-
teu irmão, para gloria e ornamento. mo sua largura.
3 Fallarás também a todos os que 17 E o encherás de pedras de enchi-
são sábios de coração, a quem eu te- mento, com quatro ordens de pedras;
nho enchido do espirito da sabedoria, a huma ordem de huma Sardia, hum
que fação vestidos a Aaron para san- Topázio, e hum Carbúnculo: esta he
tificàlo ; para rue me administre o of- a primeira ordem.
ficio sacerdotal. 18 E a segunda ordem de huma Es-
4 Estes pois ião os vestidos que fa- meralda, huma Saphira, e hum Dia-
rão : hum Peitoral, e hum Ephod, e mante.
hum Manto, e hum Pelote cheo de 19 E a terceira ordem de hum Jacin-
olhos, huma Mitra, e hum Cinto : fa- to, Agata, e Ametisto.
ráo pois santos vestidos a Aaron teu 20E a quarta ordem de huma Tur-
irmão, e a seus filhos, pera me admi- quesa, e huma Sardónica, e huma las-
nistrar o officio sacerdotal. pe: engastadas serãõ em seus engas-
5 E tomarão aquelle ouro, e azul, e tes de ouro
purpura, e carmesim, e linho fino. 21 E seráo aquellas pedras segundo
6 E farão o Ephod de ouro, e azul, os nomes dos filhos de Israel, doze se-
e puqrura, e carmesim, e linho fino gundo seus nomes: serão esculpidas
torcido, de obra do artífice. como sellos, cada huma com seu no-
7 Terá duas hombreiras, qttese ajun- me, para as doze tribus.
tem a suas duas pontas, com que se 22 Também farás ao peitoral cadei-
ajuntará. nhas de igual medida da obra de tran-
8 Eocintoartificialdeseu Ephod,que ça de ouro puro.
estará sobre elle, será de sua mesma 23 Também farás ao peitoral dous
obra, do mesmo, de ouro, azul, e purpu- aneis de ouro : e porás os dous aneis
ra, e carmesim, e linho fino torcido. nas duas pontas do peitoral.
9 E tomarás duas pedras sardónicas, 24 Então meterás as duas cadeinhas
e lavrarás nellas os nomes dos filhos de fieira de ouro em os dous aneis nas
de Israel. pontas do peitoral.
10 Os seis de seus nomes na huma 25 Mas as duas pontas das duas ca-
pedra, e os outros seis nomes na outra deinhas de fieira meterás em os dous
pedra, segundo suas gerações. engastes, e as porás nas hombreiras
11 Conforme á obra de lapidario, co- do Ephod á banda dianteira.
mo o lavor de sellos lavrarás estas dti- 26 Farás também dous aneis de ou-
as pedras, com os nomes dos filhos de ro, e os porás em as duas pontas do
Israel: ao redor em ouro engastadas peitoral de dentro em sua borda, que
a* farás. estâ da banda do Ephod.
J2 E porás as duas pedras nas hom- 27 Farãs também dous aneis de ou-
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
88 EXODO, XXIX.

ro, que porás nas duas hombreiras do jão agradavei.s diante da face de
Ephod abaixo da banda dianteira, em HOVAH.
fronte de sua juntura, sobre o cinto ar- 39 Também farás huma túnica de
tificial do Ephod. linho fino: também farás a mitra de
28 E ajuntarão o peitoral com seus linho fino : mas o cinto farás de obra
aneis aos aneis do Ephod por riba com de broslador.
hum cordão de cardeno, para que es- 40 Também farás túnicas aos filho»
teja sobre o cinto artificial do Ephod ; de Aaron,e farás-lhescintos: também,
e o peitoral não será separado do lhes farás chapeos, para gloria e orna-
Ephod. mento.
29 Assim Aaron levará os nomes dos 41 E vestirás com elles a Aaron teu
filhos de Israel no peitoral do juizo irmão, e também seus filhos: e os un-
sobre seu coração, quando entrar no girás, e encherás suas mãos, e os san-
Santuario : para memória diante da tificarás, para que me administrem o
face de Jehov ah continuamente. Sacerdócio.
30 Também porás no peitoral do jui- 42 Faze-lhes também calções de li-
zo Urim e Thummim, para que estejão nho, pára cubrir a carne da vergonha
sobre o coração de Aaron, quando en- serão dos lombos até as pernas.
trar diante da face de Jehov ah : As- 43 E estarão sobre Aaron e sobre se-
sim Aaron levará o juizo dos filhos de us filhos, quando entrarem no Taber-
Israel sobre seu coração diante da fa- náculo da congregação, ou quando
ce de Jehova h continuamente. chegarem ao altar para ministrar no
31 Também farás o manto de Ephod, Santuario, para que náo levem iniqui-
todo de cardeno. dade, e morrão: isso será estatuto per-
32 E o bocal da cabeça estará no petuo para elle e para sua semente
meio delle: este bocal terá huma bor- depois delle.
da de obra tecida ao redor: como bo-
cal da cota de malha será nelle, para
que se não rompa. CAPITULO XXIX.

I
32 E em suas bordas farás romãs de STO he o que lhes has de fazer, pa-
cardeno, e purpura, e carmesim ao re- ra os santificar, para que me ad-
dor de suas bordas; e campainhas de ministrem o Sacerdócio: Toma hum
ouro entre ellas ao redor. novilho, filho de vaca, e dous carnei-
34 Huma campainha de ouro, e hu- ros perfeitos.
ma romã, outra campainha de ouro, e 2 E pão asmo, e bolos asmos, amas-
outra romã haverá nas pontas do man- sados com azeite, e coscorões asmos,
to ao redor. untados com azeite: com flor de fari-
35 E estará sobre Aaron quando mi- nha de trigo os farás.
nistrar : para que se ouça seu soido, 3 E os porás em hum cesto, e os of-
quando entrar no Santuario diante da ferecerâs no cesto com o novilho e os
face de Jehov ah , e quaudo sahir, pa- dous carneiros.
ra que não morra. 4 Então farás chegar a Aaron e a se-
36Também farás huma folha de ou- us filhos a porta da Tenda do ajunta-
ro puro, e nella esculpirás como se es- mento, e os levarás com agua.
culpem os sellos: santi dade de Je - 5 Depois tomarás os vestidos e ves-
hovah . tirás a Aaron a túnica, e o manto do
37 E a pegarás com hum cordão de Ephod, e o Ephod mesmo e o peito-
cardeno, de maneira que esteja na mi- ral: e o cingirás com cinto artificial
tra da banda dianteira da mitra estará. do Ephod.
38 E estará sobre a testa de Aaron, 6 E a mitra porás sobre sua cabeça:
para que Aaron leve a iniquidade das a coroa da santidade porás sobre a
cousas santas, que os filhos de Israel mitra.
santificarem em todas as oflertas de 7 E tomarás o azeite da unção, e o
suas santas cousas; e estará contin- derramarás sobre sua cabeça: assim o
uamente em sua testa, para que se- ungirás.
Digitized by Go< 'Qle Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XXIX. 8»

8 Depois farás chegar seus filhos, e ção, e o espargirás sobre Aaron e so-
lhes farás vestir as túnicas. bre seus vestidos, e sobre seus filhos,
9 E os cingirás com o cinto, a Aaron e sobre os vestidos de seus filhos com
e a seus filhos, e lhes atarás as coifas, elle: para que elle seja santificado, e
para que tenhão o Sacerdócio por esta- seus vestidos, também seus filhos, e
tuto perpetuo: e encherás as mãos de os vestidos de seus filhos com elle.
Aaron, e as máos de seus filhos. 22 Depois tomarás do carneiro o ce-
10 É farás chegar o novilho diante bo, e o rabo, e o cebo que cobre as
da Tenda do ajuntamento : e Aaron e estranhas, e o redanho do figado, e
seus filhos porão suas máos sobre a ambos os rins com o cebo que houver
cabeça do novilho. nelles, e o hombro direito, porque he
11 E degolarás o novilho perante a carneiro das consagrações.
face de Jehovah , á porta da Tenda 23E huma fogaça de pão, e hum
da congregação. bolo de páo azeitado, e hum coscoráo
12 Depois tomarás do sangue do no- do cesto dos paens asmos, que estará
vilho, e o porás com teu dedo sobre os diante da face de Jehov ah .
cornos do altar, e todo de mais sangue 24 E tudo porás nas mãos de Aaron,
derramarás no fundo do altar. e nas mãos de seus filhos: e com mo-
13 Também tomarás todo o cebo, vimento o moverás perante a face de
que cobre as entranhas, e o redanho Jehov ah .
de sobre o fígado, e ambos os rins, e o 25 Depois o tomarás de suas mãos,
cebo que houver nelles: e o aocende- e o accenderás no altar sobre o holo-
rás sobre o altar. causto por cheiro suave perante a face
14 Mas a carne do novilho, e sua pe- de Jeho vah ; offerta accendida he a
le, e seu esterco queimarás com fogo Jehov ah .
fora do arraial: he sacrificio por pec- 26 E tomarás o peito do carneiro das
cado. consagrações, que he de Aaron, e com
15 Depois tomarás ao hum carnei- movimento o moverás perante a face
ro, e Aaron e seus filhos porão suas de Jeho vah : e isso será tua parte.
mãos sobre a cabeça do carneiro. 27 E santificarás o peito do movi-
16E degolarás o carneiro, e toma- mento, e o hombro alçadivo, que foi
rás seu sangue, e o espalharás sobre o movido e alçado do carneiro dos en-
altar ao redor. chimentos, que for de Aaron e de seus
17 E partirás o carneiro em suas filhos.
partes, e lavarás suas entranhas e su- 28 E será para Aaron e para seus
as pernas, e as poras sobre suas par- filhos por estatuto perpetuo dos filhos
tes, e sobre sua cabeça. de Israel; porque he offerta alçadiva:
18 Assim accenderás todo o carnei- e a offerta alçadiva será dos filhos de
ro sobre o altar: porque he hum holo- Israel de seus sacrifícios pacificos; sua
causto para Jeho vah em suave chei- offerta alçadiva será para Jehovah .
ro; offerta accendida he a Jeh ov ah . 29 E os vestidos santos que Bão de
19 Depois tomarás ao outro carnei- Aaron, serão de seus filhos aepois del-
ro, e Aaron e seus filhos porão suas le, para ser ungidos nelles, e para en-
máos sobre a cabeça do carneiro. cher sua máo nelles.
90 E degolarás o carneiro, e toma- 30 Setediasosvestiráaquellequede
rás de seu sangue, e o porás sobre a seus filhos em seu lugar for sacerdote;
tenrilha da orelha direita de Aaron, e o que entrará na Tenda do ajuntamen-
sobre a tenrilha das orelhas direitas de to, para ministrar no Santuario.
seus filhos, como também sobre o de- 31 E tomarás o carneiro dos enchi-
do polegar de suas mãos direitas, e so- mentos, e cozerás sua carne no lugar
bre o dedo polegar de seus pés direi- santo.
tos: e o resto do sangue espargirás 32 E Aaron e seus filhos comerão a
•obre o altar ao redor.. carne deste carneiro, e o pão que está
21 Então tomarás do sangue, que es- no cesto, á porta da Tenua do ajunta-
tará sobre o altar, e do azeite da un- mento.
Go gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
90 EXODO XXX.

33 E comerão as cousas com que for de Egypto, para habitar no meio del-
feita expiação, para encher suas mãos, les : Eu sou Jehov ah seu Deos.
c para santificalos: mas hum estran-
geiro as não comerá; porque santas
CAPITULO XXX.
são.

E
34 E se sobejar alguma cousa da FARAS hum Altar de perfume
carne das consagrações ou do pão até para perfumar: de madeira de
â manhã, o que sobejar queimarás Sittim o farás.
com fogo : não se comerá; porque 2 Sua compridão será de hum cova-
santo he. do, e sua largura de hum covado; será
35 Assim pois farás a Aaron e a seus quadrado, e de dous covados sua altu-
filhos, conforme a tudo que eu te tenho ra : seus cornos sahirâo delle.
mandado : por sete dias encherás su- 3 E com ouro puro o forrarás, seu
as mãos. tecto e suas paredes ao redor, e seus
36 Também cada dia prepararás hum cornos; e lhe farás huma coroa de ou-
novilho do peccado para as propicia- ro ao redor.
ções, e expiarás o altar, fazendo pro- 4 Também lhe farás duas argolas de
piciação sobre elle; e o ungirás para ouro debaixo de sua coroa: a seus dous
santincálp. lados as farás, a suas ambas bandas:
37Sete dias farás propiciação pelo e serão por lugares das barras, com
altar, e o santificarás: então o altar que será levado.
será santidade de santidades; tudo 5 E as barras farás de mandeira de
que tocar ao altar será santo. Sittim, e as forrarás com ouro.
38 Isto pois he o que prepararás so- 6 E o porás diante do veo, que está
bre o altar: dous cordeiros de hum diante da Arca do testimunho: diante
anno cada dia continuamente. do propiciatório, que estará sobre o
39 O hum cordeiro prepararás pela testimunho, aonae me ajuntarei com
manhã, e o outro cordeiro prepararás tigo.
entre as duas tardes. 7 E Aaron sobre elle accenderá o
40 Com a decima parte de flor de fa- perfume das especiarias: cada manhã
rinha, misturada com a quarta parte o accenderá, quando tem concertado
de hum Hin de azeite moído, e para as lampadas.
derramadura a quarta parte de hum 8 E accendendo Aaron as lampadas
Hin de vinho, para o hum cordeiro. entre as duas tardes, o queimará: este
41 E outro o cordeiro prepararás en- será o perfume continuo perante a face
tre as duas tardes: com elle farás co- de Jehov ah por vossas gerações.
mo com a offerta da manhã, e como 9 Náo poreis sobre elle alheo perfu-
com sua derramadura por suave chei- me, nem holocausto, nem offerta al-
ro; offerta accendida he a Jehovah . guma: nem tam pouco derramareis
42 Este será o holocausto continuo sobre elle derramadura.
por vossas gerações, á porta da Tenda 10 E huina vez no anno Aaron fará
do ajuntamento perante a face de Je - expiação sobre seus cornos com o san-
hova h : aonde virei a vosoutros, para gue do sacrifício das propiciações: hu-
ali fallar comtigo. ma vez no anno fará expiação sobre
43 E ali virei aos filhos de Israel, elle por vossas gerações; santidade
para que por minha gloria sejão san- de santidades he a Jehov ah .
tificados. 11 Fallou mais Jehovah a Moyses,
44 E santificarei a Tenda do ajunta- dizendo:
mento e o altar, também santificarei 12 Quando tomares a somma doa
a Aaron e seus filhos,para que me ad- filhos de Israel conforme a sua conta:
ministrem o Sacerdócio. cada hum delles dará a Jehov ah o res-
45 E habitarei no meio dos filhos de gate de sua alma, quando os contares;
Israel, e lhes serei por Deos. para que não haja entre elles alguma
46 É saberão, que eu sou Jeho vah plaga, quando os contares.
seu Deos, que os tenho tirado da terra 13 Isto dará qualquer que passar aos
Digitized by Go< 'Qle Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XXXI. 01
eontados, a metade de hum siclo, *e- e o Castiçal com seus vasos, e o Altar
gundo o siclo do Santuario: (este si- do perfume.
clo he de vinte obolos) a metade de 28 E o Altar do holocausto com to-
hum siclo he a offerta a Jehovah . dos seus vasos, e a Tina com sua
14 Qualquer que passar aos contados base.
de vinte annos e de mais, dará a offer- 29 Assim santificarás estas oousas,
ta a Jeho va h . para que sejão santidade de santida-
15 0 rico não augmentará, e o pobre des : tudo que tocar nellas, será santo.
não diminuirá da metade do siclo, 30 Também ungirás a Aaron e seus
quando se dã offerta a Jeho vah , para filhos: e os santificarás, para me ad-
fazer propiciação por vossas almas. ministrar o Sacerdócio.
16 E tomarás o dinheiro das propi- 41 E fallarás aos filhos de Israel, di-
ciações dos filhos de Israel, e o darás zendo : este me será o azeite da san-
ao serviço da Tenda do ajuntamento; ta unção em vossas gerações.
e será por memória aos filhos de Is- 32 Sobre a carne de homem não se-
rael diante da face de Jeho vah , para rá untado, nem fareis outro seme-
fazer propiciação por vossas almas. lhante conforme a sua composição:
17 E fallou Jeho vah a Moyses, di- santidade he, e será santidade a vos-
zendo : outros.
18 Farás também huma Tina de me- 33 O varão que fizer tal unguento
tal, com sua base de metal, para la- como este, ou que delle posér sobre
var : e a porás entre a Tenda do ajun- cousa alguma estranha, será desarrai-
tamento e entre o altar; e guardarás gado de seus povos.
agua nella. 34 Mais disse Jehovah a Moyses:
19 E Aaron e seus filhos delia se la- toma-te especiarias aromaticas, Esto-
varão, suas mãos e seus pés. raque, e Onicha, e Galbano; estas es-
20 Quando entrarem na Tenda do peciarias aromaticas e encenso puro;
ajuntamento, lavar-se-hão com agua, que cada qual seja a parte.
para que não morrão: ou quando se 35 E d’isto farás hum perfume aro-
checarem ao altar para ministrar, pa- mático de obra do perfumador, mistu-
ra accender a Jehovah a offerta ac- rado, puro, e santo.
cendida. 36 E delle moendo polvarizarás, e
21 Lavarão pois suas mãos e seus delle porás diante do testimunho, na
pés, para que não morrão: e isto lhes Tenda do ajuntamento, aonde eu vi-
será por estatuto perpetuo, a elle e a rei a ti: santidade de santidades vos
ma semente em suas gerações. será.
22Fallou mais Jeho vah a Moyses, 37 Porem conforme a este perfume,
dizendo: que farás, não vos fareis outro seme-
23 Tu pois toma para ti das princi- lhante : santidade te será para Je -
paes especiarias, da mais pura mirrha hovah .
quinhentos sidos, e de canela aroma- 38 O varão que fizer semelhante,
tica a metade tanto, a saber duzentos para cheirar, será desarraigado de
e cincoenta sidos, e de calamo aromá- seus povos.
tico duzentos e cincoenta sidos.
24 E de cassia quinhentos, segundo
CAPITULO XXXI.
o siclo do Santuario; e de azeite de

D
oliveiras hum Hin. EPOIS fallou Jeho vah a Moyses,
25 E disto farás o azeite da santa dizendo:
unção, o unguento precioso, feito da 2 Eis que eu tenho chamado por
obra do perfumador: este será o azei- nome a Bezaleel, o filho de Uri, filho
te da santa unção. de Hur, da tribu de Juda.
26 E com elle ungirás a Tenda do 3 E o enchi do Espirito de Deos, de
ajuntamento e a Arca do testimu- sabedoria e de entendimento, e de
nno. sciencia, em todo artificio.
27 E a Mesa com todos seus vasos, 4 Para inventar invenções; para
Go gle Original frOm
HARVARD UNIVERSITY •
92 EXODO, XXXII.

obrar em ouro, e em prata, e em I 18 E deu a Moyses (como acabou de


metal. fallar com elle no monte de Sinai) as
5E em artificio de lavrar pedras duas taboas do testimunho, taboas de
para engastar, e em artificio de ma- pedra, escritas com o dedo de Deos.
deira, para obra em toda obra.
6E eis que eu tenho posto com elle
a Aholiab, o filho de Ahisamach, da CAPITULO XXXII.

M
tribu de Dan; e tenho dado sabedo- AS vendo o povo que Moyses tar-
ria no coração de todo aquelle que he dava em decer do monte, ajun-
sabio de coração: e farão tudo que te tou-se o povo a Aaron, e disserão-lhe
tenho mandado. Levanta-te, faze-nos Deoses, que vão
7A saber a Tenda da congregação, diante de nossa face : porque náo sa-
e a Arca do testimunho, e o Propicia- bemos, que succedeo a este Moyses,
tório, que estará sobre ella, e todos os a aquelle varão, que nos tirou da terra
vasos ua Tenda. de Egypto.
8E a Mesa com seus vasos, e o 2 E Aaron lhes disse : Arrancae as
Castiçal puro com todos seus vasos, e arrecadas de ouro, que estão nas ore-
o Altar do perfume. lhas de vossas mulheres, e de vossos
9 E o Altar do holocausto com todos filhos, e de vossas filhas, e trazei m’as.
seus vasos, e a Tina com sua basa. 3 Então todo o povo arrancou as ar-
10 E os vestidos do ministério, e os recadas de ouro, que estavâo em suas
vestidos santos de Aaron o sacerdote, orelhas, e as trouxeráo a Aaron.
e os vestidos de seus filhos, para ad- 4 E elle as tomou de suas máos, e
ministrar o Sacerdócio. formou o ouro com hum boril, e fez
11 E o azeite da unção, e o perfume d’elle hum bezerro de fundição. En-
aromático para o Santuario : farão tão disserão: estes são teus Deoses
conforme a tudo que te tenho man- ó Israel, que te tirarão da terra de
dado. Egypto.
12 Fallou mais Jehov ah a Moyses, 5 0 que Aaron vendo, edificou hum
dizendo: altar diante delle: e Aaron apregoou,
13 Tu pois falia aos filhos de Israel, e disse : á manhã será festa a Jeh o -
dizendo: todavia guardareis meus va h .
Sabbados: porquanto isso he sinal 6 E ao dia seguinte madrugarão, e
entre mim e entre vosoutros em vos- offerecerão holocaustos, e trouxerâo
sas gerações; para que saibais, que eu pacíficos: e o povo se assentou a co-
sou Jeho vah , que vos santifica. mer e a beber; depois se levantarão
14 Portanto guardareis o Sabbado, a folgar.
porquanto santo he a vosoutros: aquel- 7 Entáo disse Jehovah a Moyses:
te que o profanar, morrendo morrerá; Vai, descende; porque teu povo, que
porque qualquer que nelle fizer algu- fizeste subir de Egypto, se tem cor-
ma obra, aquella alma será desarrai- rompido.
gada do meio de seus povos. 8 E depressa se tem desviado do
15 Seis dias se fará obra, porem ao caminho, que eu lhes tinha mandado:
sétimo dia he o Sabbado do descanço, fizerão para si hum bezerro de fundi-
a santidade de Jeho vah : qualquer ção, e perante elle se inclinarão, e
que no dia do Sabbado fizer obra, mor- sacrificarão-lhe, e disserão: estessáo
rendo morrerá. teus Deoses ó Israel, que te tirarão da
16 Guardarão pois o Sabbado os filhos terra de Egypto.
de Israel, celebrando o Sabbado em 9 Disse mais Jeho vah a Moyses :
suas gerações por concerto perpetuo. tenho visto a este povo, e eis que he
17 Entre mim e entre os filhos de povo obstinado.
Israel será hum sinal para sempre : 10 Agora pois deixa-me, que meu
porquanto em seis dias fez Jehov ah furor se accenda contra elles, e os con-
os ceos e a terra, e ao sétimo dia des- suma : e eu to farei em grande gente.
cansou, e se recreou. 11 Porem Moyses adorou a face de
Digitized by Go< q Ic
Original from
HARVARD UNÍVERSITY
EXODO, XXXII. 93

Jkíí ova h seu Deos, e disse : ô Jeho - 23 Disserâo pois a mim: Faze-nos
tih , porque teu furor se accenderá Deoses, que vâo diante de nossa face;
contra teu povo, que tu tiraste da terra porque nâo sabemos, que succedeo a
de Egypto com grande força e com este Moyses, a aquelle varão, que nos
forte mâo í tirou da terra de Egypto.
12 Porque nâo de fallar os Egypcios, 24Entáo eu lhes disse: Quem tem
dizendo: por ma os tirou, para matá- ouro, arranque-o: e derâo a mim: e
los em os montes, e para aestruilos da eu o lancei no fogo, e sahio este be-
face da terra 1 toma-te da ira de teu zerro.
furor, e te arrepende do mal de teu 25E vendo Moyses que o povo es-
povo. tava despido, (porque Aaron o havia
13 Lembra-te de Abraham, de Isaac, despido para vergonha entre seus ini-
e de Israel teus servos, aos quaes por migos.)
ti mesmo tens jurado, e lhes disseste : 26 Estava em pé Moyses na porta do
multiplicarei vossa semente como as arraial, e disse : Quem he de Jeho -
estreílas dos ceos, e darei a vossa se- vah , venha a mim: então se ajuntarão
mente toda esta terra, de que tenho a elle todos os filhos de Levi.
dito, para que a possuão por herdade 27 E disse-lhes: Assim diz Jeho -
etemamente. vah o Deos de Israel; cada hum ponha
14 Entáo Jeho vah se arrependeo do sua espada sobre sua coixa: passai e
mal, que dissera, que havia de fazer a tornai pelo arraial de porta em porta,
seu povo. e cada hum mate a seu irmáo, e cada
15 E tomou-se Moyses, e deceo do hum a seu amigo, e cada hum a seu
monte com as duas taboas do testi- proximo.
munho em sua mâo: as taboas escri- 28 E os filhos de Levi fizerão con-
tas estavão de ambas suas bandas, forme á palavra de Moyses: e cahi-
de huma e de outra banda escritas es- râo do povo aquelle dia como tres mil
tarão. varões.
16 E aquellas taboas erâo obra de 29 Porquanto Moyses tinha dito:
Deos : também a escritura era a mes- consagrai hoje vossas mãos a Jeho -
ma escritura de Deos, esculpida nas va h ; porque cada hum será contra seu
taboas. filho, e contra seu irmão: e isto, pa-
17 E ouvindo Josua a voz do povo, ra que elle hoje dé bênção sobre vós-
que jubilava, disse a Moyses; alarido outros.
ae guerra ha no arraial. 30 E aconteceo que ao dia seguinte
18 Porem elle disse: Náo he alari- Moyses disse ao povo: Vôsoutros pec-
do dos victoriosos, nem alarido dos castes grande peccado : porem agora
vencidos: eu ouço o alarido dos que subirei a Jeho vah ; por ventura farei
cantão. propiciação por vosso peccado.
19 E aconteceo que, chegando elle 31 Assim tomou-se Moyses a Jeho -
ao arraial, e vendo o bezerro e as vah , e disse, Eu te rogo, este povo
danças, accendeo-se o furor de Moy- peccou peccado grande, fazendo para
ses, e arremeçou as taboas de suas si Deoses de ouro.
mãos, e as quebrou ao pé do monte. 32 Agora pois, se perdoarás seu pec-
20 E tomou o bezerro que tinhâo cado, e se não, borra me agorsfc de teu
feito, e o queimou no fogo, moendo o livro, que tens escrito.
até que tornou-se em pó; e o espargio 33 Então disse Jehova h a Moyses:
sobre as aguas, e o fez beber aos Eu borrarei de meu livro a quem pec-
filhos de Israel. car contra mim.
21 E Moyses disse a Aaron: que te 34 Vai pois agora, leva a este povo
tem feito este povo, que sobre elle aonde te tenho dito: eis que meu
trouxeste tamanho peccado 1 Anjo ira diante de tua face; porem
22 Entáo disse Aaron: Náo se accen- no dia de minha visitaçâo visitarei
da a ira de meu senhor: tu sabes que seu peccado sobre elles.
este povo he inclinado ao mal. 35 Assim ferio Jehov ah ao povo, por-
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
94 EXODO, XXXIII.

quanto fizerão o bezerro, que Aaron de Nun, mancebo, nunca se apartava


Unha feito. do meio da Tenda.
12 E Moyses disse a Jehov ah ; eis
que, tu me dizes: faze subir a este
CAPITULO XXXIII.
povo, porem não me fazes saber, a

D
ISSE mais Jeho vah a Moyses; quem has de enviar comigo: e tu dis-
vai, sube daqui, tu e o povo, que seste ; conheço-te por teu nome, e tam-
fizeste subir da terra de Egypto á terbém
- achaste graça em meus olhos.
ra que jurei a Abraham, a Isaac, e a Ja- 13 Agora pois, se tenho aehado gra-
cob, dizendo; à tua semente a darei. ça em teus olhos, rogo-te, que agora
2 E enviarei hum Anjo diante de me faças saber teu caminho, e conhe-
tua face, (e fora lançarei aos Cana- cer-te-hei, para que ache graça em
neos, e aos Amorreos. e aos Hetheos, teus olhos: e attenta que esta nação
e aos Phereseos, e aos Heveos, e aos he teu povo.
Jebuseos). , -, 14 Disse pois: Minha face irá junto
3 A a terra, que mana leite e mel: para te fazer descançar.
porque eu não subirei no meio de ti, 15 Então disse-lhe : se tua face não
porquanto es povo obstinado, para que for junto, não nos faças subir daqui.
eu te não consuma no caminho. 16 Porque em que cousa agora se
4 E ouvindo o povo esta má palavra, conhecerá, que tenho achado graça etn
entristecerão-se, e nenhum delles pôs teus olhos, eu e teu povo I não em is-
sobre si seus atavios. so, se andas com nosco I assim sepa-
5 Porquanto Jehov ah tinha dito a rados seremos, eu e teu povo, do todo
Moyses: dize aos filhos de Israel; o povo, que está sobre a face da terra.
povo obstinado es, em hum momento 17 Entáo Jehov ah disse a Moyses :
subirei no meio de ti, e te consu- farei também isto, que tens dito; por-
mirei : porem agora, tira de ti teus quanto achaste graça em meus olhos,
atavios, e saberei o que te hei de fazer. e eu te conheço por teu nome.
6 Então os filhos de Israel se despo- 18 Então elle disse : rogo-te, que me
jarão de seus atavios, desviados do mostres tua gloria.
monte de Horeb. 19 Porem elle disse: eu farei pas-
7 E tomou Moyses a Tenda, e a es- sar toda minha bondade por diante
tendeo para si fora do arraial, longe de tua face, e apregoarei o nome de
desviado do arraial, e chamou-lhe a Jehov ah diante de tua face : mas te-
Tenda do ajuntamento: e aconteceo rei misericórdia, de quem eu tiver
que qualquer que buscava a Jeho vah , misericórdia, e me compadecerei, de
sahia á Tenda do ajuntamento, que quem me compadecer.
estava fora do arraial. 20 E disse mais: Não poderás ver
8 E aconteceo que, sahindo Moyses minha face: porquanto nenhum ho-
á Tenda, todo o povo se levantava, e mem vera minha face, e viverá.
cada hum estava em pé á porta de 21 Mais disse Jeho vah : eis aqui
sua tenda; e olhavão após Moyses, até hum lugar junto a mim; ali te porás
que elle entrava na Tenda. sobre a penha.
9 E aconteceo que, quando Moyses 22 E acontecerá que, quando minha
entrava na Tenda, a columna da nu- gloria passar, te porei em huma fenda
vem decia, e se punha a porta da da penha, e te cubrirei com minha
Tenda; e elle fallara com Moyses. mão, até que eu haja passado.
10 E vendo todo o povo a columna 23 E havendo eu tirado minha mão,
da nuvem, que estava á porta da Ten- me verás por de tras; mas minha
da, todo o povo se levantou, e incliná- face náo se verá.
rão-se cada hum â porta de sua tenda.
11 E faliava Jehova h a Moyses ca-
ra a cara, como qualquer falia com CAPITULO XXXIV.

E
seu amigo: depois tornou-se ao ar- NTÃO disse Jeh ov ah a Moyses:
raial : mas seu servidor Josua o filho lavra-te duas taboas de pedra, co-
Digitized by Go Qle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
EXODO, XXXIV. 95

mo as primeiras; e eu escreverei nas 12 Guarda-te que náo faças concerto


taboas as mesmas palavras, que esta- com o morador da terra, aonde has de
rão nas primeiras taboas, que tu que- entrar; para que náo seja por laço no
braste. meio de ti.
2 E aparelha-te para a manhã, para 13 Mas seus altares trastornareis, e
que subas pela manhã ao monte de suas estatuas quebrareis, e seus bos-
Sinai, e ali põe-te diante de mim no ques cortareis.
cume do monte. 14 Porque te nâo inclinarás diante
3 E ninguém suba comtigo, e tam- de outro Deos: pois o nome de Jeho -
bém ninguém appareça em todo o vah he Zeloso; Deos Zeloso he elle.
monte; nem ovelha nem boi pastem 15 Para que por ventura náo faças
em fronte do monte. concerto com o moradorda terra, e não
4 Então elle lavrou duas taboas de fomiquem após seus Deoses, nem sa-
pedra, como as primeiras; e levan- crifiquem a seus Deoses; e tu, convi-
tou-se Movses pela manhã de madru- dado delle, comas de seus sacrifícios.
gada, e subio ao monte de Sinai, co- 16 E tomes mulheres de suas filhas
mo Jeho va h lhe tinha mandado: e to- para teus filhos: e suas filhas fomican-
mou as duas taboas de pedra em sua do após seus Deoses, fação que tam-
mão. r bém teus filhos fomiquem após seus
5 E Jehovah descendeo em huma Deoses.
nuvem, e se pós ali junto a elle : e 17 Náo te farás Deoses de fundição.
elle apregoou o nome de Jeh ov ah . 18 A festa dos paens asmos guarda-
6 Passando pois Jehov ah perante rás, sete dias comerás paens asmos
sua face, clamou: Jehovah , Jehova h como te tenho mandado, ao tempo
Deos, misericordioso e piedoso, tar- apontado do mez de Abib: porque no
do de iras, e grande em beneficencia mez de Abib sahiste de Egypto.
e verdade. 19 Tudo que abre a madre, meu he;
7 O que guarda a beneficencia em até todo teu gado, que será macho,
milhares, que perdoa a iniquidade, e abrindo a madre de vacas e de ovelhas,
a transgressão, e o peccado: que ao 20 Porem o asno que abrir a madre,
culpado não tem por innocente ; que resgatarás com gado miudo: mas se o
visita a iniquidade dos paes sobre os náo resgatares, cortar-lhe-has a cabe-
filhos, e sobre os filhos dos filhos até ça : todo primogénito de teus filhos
á terceira e quarta geração. resgatarás: e ninguém apparecerá va-
8 E Moyses apressou-se, e inclinou zio diante de minha face.
a cabeça â terra, e incurvou-se. 21 Seis dias obrarás, mas ao sétimo
9 E disse: Senhor, se agora tenho dia descansarás: na arada e na sega
achado graça em teus olhos, và agora descansarás.
oSenbor no meio de nós: porque es- 22 Também guardarás a festa das
te he povo obstinado; porem perdoa semanas,que he a festa das primícias
nossa iniquidade e nosso peccado, e da sega do trigo: e a festa de colhei-
nos toma por tua herança. ta á volta do anno.
10 Então disse: eis que eu faço hum 23 Tres vezes no anno todo macho
concerto; farei maravilhas perante to- entre ti apparecerá perante a face do
do teu povo, que nunca forão feitas em Senhor Jehova h , Deos de Israel.
toda a terra, nem entre algumas gen- 21 Porque eu lançarei fora as gentes
tes : de maneira que todo este povo, de diante de tua face, e alargarei teu
em cujo meio tu estás, verá a obra de termo: ninguém cobiçará tua terra,
Jeh ov ah ; porque cousa terrivel he, quando subires para apparecer tres
que faço comtigo. vezes no anno diante de Jeh ov ah teu
11 Guarda o que eu te mando hoje: Deos.
eis que eu lançarei fora diante de tua 25 Não sacrificarás o sangue de meu
faoe aoe Amorreos, e aos Cananeos, e sacrifício com pão levado: nem o sa-
aos Hetheo*, e aos Phereseos, e aos crifício da festa de Pascoa ficará da
Heveo*, e aos Jebuseos. noite para a manhã.
Go gle
* Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO. XXXV.

24 Aa priírriciu doo primeiros frutos do do repouso a Jeho vah : todM^MÉF


do tua torra trarás á casa de Jehova h ie que fizer obra nelle. morrerá #81
Wu |><m : náo cozerás o cabrito no 3 Náo ascendereis fogo em nealMj
tarte de sua mai. ma de vossas moradas no dia do 9rfM
27 Mata disse Jehova h a Moyses:. bado. -
Escreve-te estas pala vras: porque con-! 4 Fallou mais Movses a toda a <Mh •
forme ao teór destas palavras tenho gregaçáo dos filhos de Israel, dizeado
feito concerto com tigo, e com Israel. esta he a palavra que Jehov ah ml#
28 E esteve ali com Jehovah qua- dou, dizendo: ■**
renta dias e quarenta noites, não co- 5 Tomai do que vos tendes huma of-
meu pão, nem bebeo agua: e escre- ferta para Jehov ah : cada hum cujo i
veu tis palavras do concerto nas tabo- coração he voluntário, a trará por oP ■
n», na dez palavras. ferta alçadiva a Jeho vah ; ouro, e
29 E aconteceo que, como deceo prata, e metal.
Moyses do monte de Sinai, (e Moyses 6 Como também cardeno, e purpura,
trazia as duas taboas do testimunho e carmesim, e linho fino, e pelos dar
em sua mâo, quando deceo do monte) cabras.
Moyses nâo sabia, que a pele de seu 7 E peles de carneiros, tingidas de
rosto resplandeceo, depois que fallara vermelho, e peles de texugos, e ma-
com elle. deira de Sittim.
80 Attentando pois Aaron e todos os 8 E azeite para a luminaria, e espe- >
filhos do Israel para Moyses, eis que ciarias para o azeite da unçãoj e para
a polo do seu rosto resplandecia; pelo o perfume especiarias aromaticaa.
que temerão de chegar-se a elle. 9 E pedras sardónicas, e pedras de •
31 Então Moyses os chamou: e Aa- engaste, para o Ephod e para o Peito-
ron o todos os Muioraes da congrega- ral.
ção tornnrâo a elle : e Moyses lhes 10 E todos os sábios de coração en-'
fallou. tre vosoutros virão, e farão tudo que
32l>|x>ia chegnrâo também todos Jeh ov ah tem mandado. <
os filhos de Israel; e elle lhes mandou 110 Tabemaculo, sua tenda, e sus ■
tudo que Jehovah com elle fallára no cuberta: seus corchetes, e suas tabo- ’
monte do Sinai. as, suas barras, suas columnas, e suas
33 Assim ncabou Moyses de fallar bases.
com elle: o tinha posto hum veo sobre 12 A Arca, e suas barras, o propicia-
seu rosto. tório, e o veo da cuberta.
34 Itarein entrando Moyses perante 13 A mesa, e suas barras, e todos se-
a faoe do Jeho vah , para fallar com us vasos; e os paens da proposição.
elle. tirou o veo até que sahia: e sa- 14E o Castiçal da luminaria, e seu»
haio fallava com os filhos de Israel o | vasos, e suas lampadas, e o azeite pa-
que lha foi mandado. ra a luminaria.
35Assim pois vião os filhos de Is-. 15 E o Altar do perfume, e suas bar-
rael o rosto de Moyses. que resplan-1 ras. e o azeite da unção, e o perfume
dveta a nele do rosto de Movses: e de especiarias aromaticas, e a cuber-
tentou Morsas a pòr o veo sobre seu ta da porta á entrada do Tabemaculo.
VMM. até que entrava para faltar com 1C O Altar do holocausto, e o crivo
.’e metal que terá, suas barras, e todos
seus vasos: a Tina, e sua base.
CAirmo xxxv.
17 As cortinas do pateo. suas cotam -
«as. e suas bases, e a cuberta da por-
EXTAtJ tev apaM
''wpinft.' dês fwJk» de

Digitized by Google Original from


HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XXXVI. 97
tidos de seus filhos, para administrar de sabedoria, entendimento e sciencia
o sacerdócio. em todo artificio.
20 Entáo toda a congregação dos 32 E para inventar invenções, para
filhos de Israel sahio de diante da fa- obrar em ouro, e em prata, e em metal.
ce de Moyses. 33 E em artificio de pedras para en-
21 E veio todo varão, a quem seu gastar ; e em artificio de madeira, pe-
coração moveo, e todo aquelle cujo ra obrar em toda obra artificiosa.
espirito o fez voluntário, e trouxerão a 34 Também lhe tem dado em seu
offerta alçadiva de Jeho vah para a coração, para ensinar a outros: a elle
obra da Tenda do ajuntamento, e pa- e a Aholiab, o filho de Ahisamach da
ra rodo seu serviço, e para os vestidos tribu de Dan.
autos, 35 Encheo-os de sabedoria do cora-
22 Assim que vierão varões e mu- ção, para fazer toda obra de mestre, e
lheres, todo voluntário de coração: a mais artificiosa, e do broslador, em
trouxerão fivelas, e arrecadas, e aneis, cardeno, e em purpura, em carmesim,
e braceletes, todo vaso de ouro, e todo e em linho fino, e do tecelão: fazendo
varão que ofiferecia offerta de ouro a toda obra, e inventando invenção.
Jehovah ,
23 E todo varão que se achou com
cardeno, e purpura, e carmesim, e li- CAPITULO XXXVI.
nho fino, e pelos de cabras, e peles de SSIM obrou Bezaleel e Aholiab, e
carneiros, tugidas de vermelho, e pe- todo varão sabio de coração, a
les de texugos, o trazia. quem Jehovah déra sabedoria e in-
24Todo aquelle que offerecia offer- telligencia, para saber, como haviâo
ta alçadiva de prata ou de metal, a de fazer toda a obra para o serviço
trazia por offerta alçadiva a Jehov ah ; do Santuario, conforme a tudo que
e todo aquelle que se achava com ma- Jeh ov ah tinha mandado.
deira de Sittim, a trazia para toda a 2 Porque Moyses chamàra a Beza-
obra do serviço. leel e a Aholiab, e a todo varão sabio
25 E todas mulheres sabias de cora- de coração, em cujo coração Deos ti-
ção fiarão com suas mãos; e trazião nha dado sabedoria: a todo aquelle a
o fiado, o cardeno e a purpura, o car- quem seu coração movera, que se che-
mesim e o linho fino. gasse á obra para fazéla.
26 E todas as mulheres, cujo cora- 3 Tomarão pois de diante da face de
ção is moveo em sabedoria, fiavão os Moyses toda a offerta alçadiva, que
pelos de cabras. trouxerão os filhos de Israel para a
27 E os Maioraes trazião pedras Sar- obra do serviço do Santuario para fa-
dontcas, e pedras de engastes para o zela: e ainda elles trazião-lhe cada
Ephod, e para o Peitoral. manhã offerta voluntária.
28 E especiarias, e azeite para a 4 E vierão todos os sábios, que fa-
laminaria, e para o azeite da unção, e zião toda a obra do Santuario: cada
pera o perfume especiarias aromati- hum da obra que elles fazião.
cas. 5 E fallarão a Moyses, dizendo: o
29 Todo varão e mulher, cujo cora- povo traz muito, mais do que basta
ção voluntariamente se moveo a tra- para o serviço da obra, que Jehov ah
zer alguma cousa para toda a obra, que mandou fazer.
Jehovah mandàra fazer pela mão de 6 Entáo mandou Moyses, que fizes-
Movses, aquillo trouxerão os filhos de sem passar huma voz pelo arraial, di-
Israel por offerta voluntária a Jeho - zendo : nenhum varão nem mulher
vah . faça mais alguma obra para a offerta
30 Depois disse Moyses aos filhos alçadiva do Santuario: assim o povo
de Israel: eis que Jehovah tem cha- foi atalhado de trazer mais.
mado por nome a Bezaleel, o filho de 7 Porque tinháo matéria bastante
Uri, filho de Hur, da tribu de Juda. para toda a obra que havia de fazer-
31 E o Espirito de Deos o encheo se, e ainda sobejava.
5 Go gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
98 EXODO, xxxvi .
8 Assim todo sabío de coração, entre pregadashuma com a outra: assim fez
os que faziáo a obra, fez o Taberná- com todas as taboas do Tabernáculo.
culo de dez cortinas: de linho fino 23 Assim pois fez as taboas para o
torcido, e de cardeno, e de purpura, e Tabemaculo: vinte taboas para a ban-
de carmesim com Cherubins; da obra da do Sul ao meio dia.
mais artificiosa as fez. 24 E fez quarenta bases de prata
9A compridão de huma cortina era debaixo das vinte taboas: duas bases
de vinte e oito covados, e a largura debaixo de huma taboa a suas duas,
de huma cortina de quatro covados : couceiras, e duas bases debaixo da
todas as cortinas tinhão huma mesma outra taboa a suas duas couceiras.
medida. 25 Também fez vinte taboas ao ou-
10 E ajuntou cinco cortinas a huma tro lado do Tabemaculo da banda do,
com a outra; e outras cinco cortinas Norte.
ajuntou a huma com a outra. 26Com suas quarenta bases de pra-
11 Depois fez laçadas de cardeno ta : duas bases debaixo de huma taboa,,
na borda da huma cortina, ao cabo e duas bases debaixo de outra taboa.
na juntura: assim também fez na 27 E ao lado do Tabemaculo para o>
borda ao cabo da juntura da segunda Occidente fez seis taboas.
cortina. 28 Fez também duas taboas para as.
12 Cincoenta laçadas fez em huma esquinas do Tabemaculo aos dous la-
cortina, e cincoenta laçadas fez ao dos.
cabo da cortina, que se ajuntava com 29 As quaes se ajuntavão por baixo,,
a segunda : estas laçadas travavão a e também se ajuntavão por riba com
huma com a outra. huma argola: assim fez com ellas
13 Também fez cincoenta corche- ambas em as duas esquinas.
tes de ouro, e com estes corchetes 30 Assim erão oito taboas com suas
ajuntou as cortinas a huma com a out- bases de prata, a saber dezaseis bases:
ra: e assim foi feito hum Tabernáculo. duas bases debaixo de cada taboa.
14 Fez também cortinas de pelos de 31 Fez também barras de madeira,
cabras para a tenda sobre o Taberná- de Sittim: cinco para as taboas dt>
culo : de onze cortinas as fez. hum lado do Tabemaculo.
15 A compridão de huma cortina era 32E cinco barras para as taboas do
de trinta covados, e a largura de huma outro lado do Tabemaculo; e outras
cortina de quatro covados; estas onze cinco barras para as taboas do Taber-
cortinas tinhão huma mesma medida. náculo de ambas as bandas do Occi-
16 E ajuntou cinco cortinas ã parte, dente.
e seis cortinas á parte. 33 E fez, que a barra do meio pas-
17 E fez cincoenta laçadas na bor- sasse pelo meio da» taboas de hum
da da ultima cortina na juntura : tam- cabo até o outro.
bém fez cincoenta laçadas na borda 34 E cubrio as taboas de ouro, e su-
da cortina da outra juntura. as argolas (os lugares das barras) fez
18 Fez também cincoenta corchetes de ouro: as barras também cubrio de
de metal, para ajuntar a Tenda, que ouro.
fosse huma, 35 Depois fez o veo de cardeno, e
19 Fez também para a Tenda huma purpura, e carmesim, e linho fino tor-
cuberta de peles de carneiros, tingidas cido : de obra artificiosa o fez com
de vermelho; e por cima huma cuber- Cherubins.
ta de peles de texugos. 36 E fez-lhe quatro columnas de ma-
20 Também fez taboas estantes pa- deira de Sittim, e as cubrio de ouro :
ra o Tabernáculo de madeira de Sit- e seus corchetes fez de ouro; e fundio
tim. lhe quatro bases de prata,
21 A compridão de huma taboa era 37 Fez também para a porta da Ten-
de dez covados; e a largura de cada da o veo de cardeno, e purpura, e car.
taboa era de hum covado e meio. mesim, e linho fino torcido, da obra
22 Cada taboa tinha duas couceiras, do broslador.
Digitized by Go- q Ic ■ Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XXXVII. 99

38 Como suas cinco columnas, e seus 14 Em fronte da moldura estavâo as


corchetes; e suas cabeças, e suas mol- argolas para os lugares das barras, pa-
duras cubrio de ouro: e suas cinco ra levar a mesa.
bases erâo de metal. 15 Fez também as barras de madei-
ra de Sittim, e as cubrio de ouro, para
levar a mesa.
CAPITULO XXXVII.
16 E fez os vasos que havifto de estar

F
EZ também Bezaleel a Arca de sobre a mesa, seus pratos, e suas ta-
madeira de Sittim : sua compri- ças de perfume, e suas escudelas, e
dáo era de dous covados e meio, e suasuas cubertas (com que se haviâo de
largara de hum covado e meio; e sua cubrir) de ouro puro.
altura de hum covado e meio. 17 Fez também o castiçal de ouro
2 E cubrio a de ouro puro de dentro puro: de obra maciça fez este cas-
e de fora; e fez lhe huma coroa de ouro tiçal ; seu pé, e suas canas, suas co-
ao redor. pas, suas maçãs, e suas flores do mes-
3 E fundio-lhe quatro argolas de ouro mo.
a seus quatro cantos, em hum lado du- 18 Seis canas sahiâo de seus lados:
as, e no outro lado duas argolas. tres canas do castiçal de seu hum lado,
4 E fez barras de madeira de Sittim, e tres canas do castiçal de seu outro
e as cubrio de ouro. lado.
5 E meteo as barras pelas argolas a 19 Em huma cana estavâo tres copos
os lados da Arca, para levar a Arca. amendoadas, huma maçâ, e huma flor:
6 Fez também o propiciatório de ou- e em outra cana tres outras copas
ro poro: sua compridào era de dous amendoadas, huma maçâ e huma flor:
covados e meio, e sua largura de hum assim erâo as seis canas, que sahiâo
covado e meio. do castiçal.
7 Fez também dous Cherubins de 20Mas no mesmo castiçal havia
ouro, de obra maciça os fez, de ambos qnatro copas amendoadas, com suas
os cabos do propiciatório. maçãs e com suas flores.
8 O hum Cherubim do hum cabo a 21 E era huma maçâ de baixo de
esta banda, e o outro Cherubim do ou- duas canas do mesmo; e outra maçâ
tro cabo á outra banda: do propicia- debaixo de duas canas do mesmo; mais
tório fez os Cherubins de seus dous huma maçâ debaixo de duas canas do
cabos. mesmo: assim se fez com as seis ca-
9 E os Cherubins estendiâo as asas nas, que sahiâo delle.
por riba, cubrindo com suas asas o 22 Suas maçãs e suas canas erâo do
propiciatório: e seus rostos estavâo mesmo: tudo era huma obra maciça
em fronte hum do outro: os rostos de ouro puro.
dos Cherubins estavâo para o propici- 23 E fez-lhe sete lampadas: seuses-
atório. pivitadores e suas palhetas erâo de
10 Fez também a mesa de madei- ouro puro.
ra de Sittim : sua compridào era de 24 De hum talento de ouro puro o
dous covados, e sua largura de hum fez, e todos seus vasos.
covado: e sua altura de hum covado e 25 E fez ao altar do perfume de ma-
meio. deira de Sittim : de hum covado era
11 E cubrio-a de ouro puro: e fez- sua compridào, e de hum covado sua
lhe huma coroa de ouro ao redor. largura, quadrado; e de dous cova-
12 Fez-lhe também huma moldura dos sua altura: seus cornos erâo do
de largura de huma mâo ao redor: e mesmo.
fez huma coroa de ouro ao redor de 26 E cubrio-o de ouro pnro, sua cu-
sua moldura. berta e suas paredes ao redor, e seus
13 Fundio-lhe também quatro argo- cornos: e fez-lhe huma coroa de ouro
las de ouro ; e pós as argolas aos qua- ao redor.
tro cantos, que estavâo a seus quatro 27 Fez-lhe também duas argolas de
pés. ouro debaixo de sua coroa, e seus doua
Go gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
100 EXODO, XXXVIII.

cantos, de ambos seus lados, para os chetes das columnas e suas molduras
lugares das barras, para leválo com erão de prata.
ellas. 13 E cia banda oriental ao Oriente,
28 E as barras fez de madeira de cortinas de cincoenta covados.
Sittim, e as cubrio de ouro. 14 As cortinas desta banda erão de
29 Também fez o azeite santo da quinze covados: suas columnas tres,
unção, e o perfume aromatico, puro, e suas bases tres.
de obra do perfumador. 15 E da outra banda da porta do pa-
teo de ambos os lados, erão cortinas
de quinze covados: suas columnas
CAPITULO XXXVIII. tres, e suas bases tres.

F
EZ também ao altar do holocausto 16 Todas as cortinas do pateo ao re-
de madeira de Sittim; de cinco dor erão de linho fino torcido.
covados era sua compridão, e de cinco17 E as bases das columnas erão de
covados sua largura, quadrado, e de metal: os corchetes das columnas, e
tres covados sua altura. suas molduras erão de prata; e a cu-
2 E fez-lhe seus cornos a seus qua- berta de suas cabeças de prata; e to-
tro cantos; do mesmo erão seus cor- das as columnas do pateo erão cingi-
nos; e cubrio o de metal. das de prata.
3 Fez também todos os vasos do al- 18 E a cuberta da porta do patio era
tar ; os caldeirões, e as bassouras, e de obra de broslador, de cardeno e
as bacias, e os garfos, e as pás: todos purpura, e carmesim, e linho fino tor-
seus vasos fez de metal. cido ; e a compridão era de vinte co-
4 Fez também ao altar hum crivo de vados, e a altura na largura de cinco
metal de obra de rede, em seu cerco covados, em fronte das cortinas do
debaixo, até o meio delle. pateo.
5 E fundio quatro argolas aos quatro 19 E suas quatro columnas, e suas
cabos do crivo de metal, para os luga- quatro bases erão de metal: seus cor-
res das barras. chetes de prata; e a cuberta de suas
6 E fez as barras de madeira de Sit- cabeças, e suas molduras de prata.
tim, e as cubrio de metal. 20E todas as estacas do Taber-
7 E meteo as barras pelas argolas a náculo e do pateo ao redor erão de
os lados do altar, pera leválo com el- metal.
las: o fez cavado de taboas. 21 Estas são as cousas contadas do
8 Fez também a Tiua de metal com Tabemaculo, do Tabemaculo do testi-
sua base de metal, dos espelhos das munho, que por mandado de Moyses
mulheres ajuntando-se, que ajunta- forão contadas para o ministério dos
vão-se á porta da Tenda da congrega- Levitas por mão de Ithamar, filho de
ção. Aaron o sacerdote.
9 Fez também o pateo da banda do 22 Fez pois Bezaleel o filho de Uri,
meio dia ao Sul: as cortinas do pa- filho de Hur, da tribu de Juda, tudo
teo erão de linho fino torcido, de cem quanto Jeh ov ah tinha mandado a
covados. Moyses.
10 Suas vinte columnas e suas vinte 23E com elle Aholiab, o filho de
bases erão de metal: os corchetes des- Ahisamach, da tribu de Dan, hum
tas columnas e suas molduras erão de Mestre e engenhoso artífice, e brosla-
prata. dor em cardeno, e em purpura, e em
11 E da banda do Norte cortinas de carmesim, e em linho fino.
cem covados; suas vinte columnas e 24 Todo o ouro gastado na obra, em
suas vinte bases erão de metal: os toda a obra do Santuario, a saber, o
corchetes das columnas e suas mol- ouro da offerta, foi vinte e nove talen-
duras, de prata. tos, e sete centos e trinta siclos, con-
12 E da banda do Occidente erão cor- forme ao siclo do Santuario.
tinas de cincoenta covados, suas co- 25 E a prata dos contados da congre-
lumnas dez, e suas bases dez: os cor- gação foi cem talentos, e mil e sete
Digitized by Go< Qle
Original from
HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XXXIX. 101

centos e setenta e cinco siclos, con- dónicas, engastadas em ouro, lavradas


forme ao siclo do Santuario. de lavor de sello, com os nomes dos
26 Hum Beca por cada cabeça, isto filhos de Israel.
ht meio siclo conforme ao siclo do 7 E as pôs sobre as hombreiras do
Santuario: de qualquer que passava Ephod por pedras de memória para
aos contados, de idade de vinte annos os filhos de Israel; como Jehov ah
mandara a Moyses.
e a riba. <jue foráo seis centos mil, tres
mil e quinhentos e cincoenta. 8 Fez também o peitoral de obra pri-
27 E houve cem talentos de prata ma, como a obra do Ephod, de ouro,
para fundir as bases do Santuario, e cardeno, e purpura, e carmesim, e li-
as bases do veo : para cem bases eráo nho fino torcido.
cem talentos; hum talento para cada 9 Quadrado era; dobrado fizeráo o
basa peitoral: sua compridão era de hum
28 Mas dos mil e sete centos e seten-palmo, e sua largura de hum palmo,
ta e cinco siclos fez os corchetes das dobrado.
columnas, e cubrio suas cabeças, e as 10 E engastarão nelle quatro ordens
cingio de molduras. de pedras ; huma ordem de huma
29E o metal da offerta foi setenta Sardia, hum Topázio, e hum Carbún-
talentos, e dous mil e quatro centos culo; esta he a primeira ordem.
siclos. 11 E a segunda ordem de huma Es-
30 E delle fez as bases da porta da meralda, huma Saphira, e hum Dia-
Tenda da congregação, e o altar de mante.
metal, e o crivo de metal que tinha, e 12 E a terceira ordem de hum Ja-
todos os vasos do altar. cinto, Agata, e Ametysto.
31 E as bases do pateo ao redor, e 13 E a quarta ordem de huma Tur-
as bases da porta do patio, e todas as quesa, e huma Sardónica, e hum Jaspe:
estacas do Tabemaculo, e todas as es- engastadas em seus engastes de ouro.
tacas do pateo ao redor. 14 Estas pedras pois com os nomes
dos filhos de Israel eráo doze, com se-
us nomes, de lavor de sello, cada hum
CAPITULO XXXIX. com seu nome segundo as doze tribus.

F
ZERAO também os vestidos do 15 Também fizerão peitoral cadei-
ministério, para ministrar no San- nhas de igual medida, da obra de tran-
ça- de ouro puro.
tuario, de cardeno, e purpura, e car
mesim : também fizerão os vestidos 16 E fizerão dous engastes de ouro, e
santos, que eráo para Aaron, como duas argolas de ouro; e puseráo as du-
Jehov ah mandara a Moyses. as argolas aos dous cabos do peitoral.
2 Assim fez ao Ephod, de ouro, car- 17 Ê puseráo as duas cadeinhas de
deno, e purpura, e carmesim, e linho trança de ouro nas duas argolas, aos
fino torcido. cabos do peitoral.
3 E estenderão as planchas de ouro, 18 E os outros dous cabos das duas
e as cortarão em fios, pera entretecer cadeinhas de trança puseráo em os
entre o cardeno, e entre a purpura, dous engastes : e as puseráo sobre as
e entre o carmesim, e entre o linho hombreiras do Ephoa, a sua banda di-
fino da obra mais artificiosa. anteira.
4 Fizerão nelle hombreiras que se 19 Fizeráo também duas argolas de
ajuntassem: a seus dous lados se ajun- ouro, que puseráo aos outros dous ca-
tava. bos do peitoral; de dentro em sua bor-
5 E o cinto artificioso de seu Ephod, da, que está ao lado do Ephod.
que estava sobre elle, era conforme a 20 Fizerão mais duas argolas de ou-
sua obra, do mesmo, de ouro, cardeno, ro, que puseráo nas duas hombreiras
e purpura, e carmesim, e linho fino do Ephod, de baixo a sua banda dian-
torcido, como Jehova h mandara a teira, em fronte de sua juntura, sobre
Moyses. o cinto artificioso do Ephod.
6 Também prepararão as pedras Sar- 21 E atáráo o peitoral com suas ar-
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
102 EXODO, XL.

golas ás argolas do Ephod com hum 36 A mesa com todos seus vasos, e
cordão de cardeno, para que estivesse os paens da proposição.
sobre o cinto artificioso do Ephod, e o 37 O castiçal puro com suas lampa-
peitoral náo se apartasse do Ephod; das, as lampadas da ordenança, e to-
como Jeho vah mandara a Moyses. dos seus vasos; e o azeite para a lu-
22E fez o manto do Ephod de obra minária.
tecida, todo de cardeno. 38 Também o altar de ouro, e o azei-
23 E o bocal do manto estava no te da unção, e o perfume de especia-
meio delle, como bocal da cota de rias aromaticas, e a cuberta da porta
malha: este bocal tinha huma borda da Tenda.
ao redor, para que se náo rompesse. 39 O altar de meta], e seu crivo de
24 E nas bordas do manto fizeráo metal; suas barras, e todos seus va-
romãs de cardeno, e purpura, e car- sos ; a tina, e sua base.
mesim, a fio torcido. 40 As cortinas do pateo, suas colum-
25 Fizeráo também as campainhas nas, e suas bases, e a cuberta da por-
de ouro puro, pondo as campainhas no ta do pateo, suas cordas, e suas esta-
meio das romás nas bordas da capa cas, e todos os vasos do serviço do
ao redor entre as romás : Tabemaculo, para a Tenda da congre-
26 Huma campainha e logo huma gação.
romá; outra campainha e outra romá 41 Os vestidos do ministério para mi-
nas bordas do manto ao redor: para nistrar no Santuario: os santos ves-
ministrar, como Jeho vah mandara a tidos de Aaron o sacerdote, e os ves-
Moyses. tidos de seus filhos, para administrar
27 Fizeráo também as túnicas de o sacerdócio.
linho fino, de obra tecida, para Aaron 42 Conforme a tudo que Jeho vah
e para seus filhos. mandara a Moyses, assim fizeráo os
28 E a mitra de linho fino, e o orna- filhos de Israel toda a obra.
to das coifas de linho fino; e os cal- 43Vio pois Moyses toda a obra, e
ções de linho fino torcido. eis que a tinhão feito; como Jehov ah
29 E o cinto de linho fino torcido, e mandara, assim a fizeráo: então Mov-
de cardeno, e purpura, e carmesim, ses os abençoou.
de obra de broslador; como Jehov ah
mandara a Moyses.
30 Fizeráo tâmbern a folha da coroa CAPITULO XL.

F
de santidade de ouro puro, e nella ALLOU mais Jehov ah a Moyses,
escreveráo o escrito como de lavor de dizendo:
sello: San ti da de de Jehov ah . 2 No dia do mez primeiro, ao primei-
31 E a pegáráo com hum cordáo de ro do mez, levantarás o Tabemaculo,
cardeno, para pegar com a mitra em a Tenda da congregação.
cima ; como Jeh ov ah mandara a 3 E porás nelle a Arca do testimu-
Moyses. nho: e cubrirâs a Arca com o veo.
32 Assim se acabou toda a obra do 4 Depois meterás nelle a mesa, e or-
Tabemaculo da Tenda da congrega- denarás nella o que ha de ordenar-se:
ção; e os filhos de Israel fizeráo con- também meterás nelle o castiçal, e
forme a tudo que Jehov ah mandara accenderás suas lampadas.
a Moyses, assim o fizeráo. 5 E porás o altar de ouro para o per-
33 Depois trouxerão a Moyses o Ta- fume diante da Arca do testimunno:
bernáculo, a Tenda e todos seus va- entáo pendurarás a cuberta da porta
sos ; seus corchetes, suas taboas, suas do Tabemaculo.
barras, e suas columnas, e suas bases. 6 Porás também o altar do holocaus-
34 E a cuberta de peles de carneiro to diante da porta do Tabemaculo da
tingidas de vermelho, e a cuberta de Tenda da congregação.
peles de texugos, e o veo da cuberta. 7 E porás a tina entre a Tenda da
35 A Arca do testimunho, e suasbar- congregação e entre o altar; e nella
ras, e o propiciatorio. porás agua.

igitized by Go< gle Origina! from


HARVARD UNIVERSITY
EXODO, XL. 103
8 Depois porás õ pateo ao redor, e perante a face de Jeho vah ; como
pendurarás a cuberta á porta do pa- Jeho vah mandâra a Moyses.
teo. 24Também pôs na Tenda da con-
9 Entáo tomarás o azeite da unção, gregação o castiçal em fronte da me-
e ungirás o Tabemaculo, e tudo que sa, ao lado do Tabemaculo para o Sul.
ha nelle: e o santificarás com todos 25 E accendeo as tampadas perante
seus vasos; e será santidade. a face de Jehova h ; como Jeho vah
10 Também ungirás o altar do holo-mandâra a Moyses.
causto, e todos seus vasos; e santifi-26 E pôs o altar de ouro na Tenda
carás o altar; e o altar será santi-da congregação, diante do veo.
dade de santidades. 27 E accendeo sobre elle o perfume
11Então ungirás a Tina e sua base;de especiarias aromaticas; como Je -
e a santificarás. hova h mandâra a Moyses.
12 Também farás chegar a Aaron 28Também pendurou a cuberta da
e a seus filhos â porta da Tenda da porta do Tabemaculo.
congregação; e os lavarás com agua. 29 E pôs o altar do holocausto á
13 E vestirás a Aaron os vestidos porta do Tabemaculo da Tenda da
santos, e o ungirás, e o santifica- congregação, e offereceo sobre elle
rás, para que me administre o sacer- holocausto e offerta de manjares; co-
dócio. mo Jehovah mandâra a Moyses.
14 Também farás chegar a seus 30 Também pôs a Tina entre a Ten-
filhos, e lhes vestirás as túnicas. da da congregação, e entre o altar;
15 E os ungirás como ungiste a seue derramou agua nella, para lavar.
pai, para que me administrem o sa- 31 E Moyses, e Aaron, e seus filhos
cerdócio; e será, que sua unção lheslavarão delia suas mãos e seus pés.
será por sacerdócio perpetuo em suas 32 Quando entravão na Tenda da
gerações. congregação, e quando chegavão ao
16 Moyses pois o fez: conforme a altar, lavavão-se; como J eh o v ah man-
tudo que Jeho vah mandou-lhe, assimdâra a Moyses.
fez. 33 Também levantou o pateo ao re-
dor do Tabemaculo e do altar, e pen-
17 E aconteceo no mez primeiro, no
anno segundo, ao primeiro do mez, durou a cuberta da porta do pateo.
que o Tabemaculo foi levantado. Assim Moyses acabou a obra.
18 Porque Moyses levantou o Ta- 34 Então a nuvem cubrio a Tenda
bemaculo, e pôs suas bases, e armou da congregação, e a gloria de Jeho -
suas taboas, e meteo nelle suas bar- va h encheo o Tabemaculo.
ras, e levantou suas columnas. 35 De maneira que Moyses não po-
19 E estendeo a Tenda sobre o Ta-dia entrar na Tenda da congregação;
bemaculo, e pôs a cuberta da Teuda porquanto a nuvem ficava sobre ella,
sobre ella em cima; como Jehov ah e a gloria de Jeho vah enchia o Taber-
mandara a Moyses. náculo.
20 Tomou mais e pôs o testimunho 36 Quando pois a nuvem se levan-
na Arca, e meteo as barras á Arca; e tava de sobre o Tabemaculo, então os
pôs o propiciatorio sobre a Arca em filhos de Israel caminhavão em todas
cima. suas jornadas.
21 E levou a Arca em o Tabema- 37 Porem se a nuvem náo se alça-
culo ; e pendurou o veo da cuberta, eva, não caminhavão, até ao dia em
cubrio a Arca do testimunho; como que ella se alçava.
Jehovah mandâra a Moyses. 38 Porquanto a nuvem de Jehov ah
22 Também pôs a mesa na Tenda estava de dia sobre o Tabemaculo, e
da congregação, ao lado do Tabema- o fogo estava de noite sobre elle, pe-
culo para o Norte, fora do veo. rante os olhos de toda a casa de Isra-
23 E sobre ella pôs em ordem o pão el, em todas suas jornadas.

Go gle Original from


HARVARD UNÍVERSITY
104 LEVITICO, I.

0 TERCEIRO LIVRO DE MOYSES


CHAMADO

LEVITICO.

sacerdotes, espargirão seu sangue ao


CAPITULO I. redor sobre o altar.

E
CHAMOU Jehovah a Moyses, e 12 Depois o partirá em seus peda-
fallou com elle da Tenda do ços, como também sua cabeça e seu
ajuntamento, dizendo: rebanho : e o sacerdote os ordenará
2 Falia aos filhos de Israel, e dize- sobre a lenha, que está no fogo sobre
lhes: Quando alguém de vosoutros o altar.
offerecer offerta a Jeho vah ; offere- 13 Porem a fressura e as penias la-
cereis vossas offertas do gado, de va- var-se-hâo com agua; e o sacerdote
cas e de ovelhas. isso tudo offerecerá, e o accenderá so-
3 Se sua offerta for holocausto de va- bre o altar: isso he holocausto, offer-
cas, offerecerá macho inteiro: á porta ta accendida de suave cheiro a Jeho -
da Tenda do ajuntamento a offere- va h .
cerá de sua própria vontade, perante 14 E se sua offerta para Jehovah
a face de Jehovah . for holocausto de aves; offerecerá sua.
4 E porá sua mão sobre a cabeça do offerta de rolas, ou de pombinhos.
holocausto, para que seja aceito por 15 E o sacerdote a levará ao altar,
elle, para expiálo. e fenderá sua cabeça com sua unha,
5 Depois degolará o bezerro peran- e a accendera sobre o altar; e seu san-
te a face de Jeho vah ; e os filhos de gue será espremido a parede do altar.
Aaron, os sacerdotes, offerecerão o 16 E seu papo com suas penas tira-
sangue, e espargirão o sangue ao re- rá, e o lançará junto ao altar para a
dor do altar, que está diante da porta banda do Oriente no lugar da cinza.
da Tenda do ajuntamento. 17 E a fenderá com suas asas, porem
6 Então esfolará o holocausto, e o não as separará; e o sacerdote a accen-
partirá em seus pedaços. derá em cima do altar sobre a lenha,
7 E os filhos de Aaron, o sacerdote, que está no fogo : isso he holocausto,
porão fogo sobre o altar, dispondo a offerta accendida de suave cheiro a
lenha sobre o fogo. Jeho vah .
8 Também os filhos de Aaron, os
sacerdotes, disporáo os pedaços, a ca-
beça, e o redanho sobre a lenha, que CAPITULO H.

E
está no fogo em cima do altar. QUANDO alguma pessoa offere
9 Porem sua fressura, o suas pernas cer offerta de manjares a Jeho -
lavar-se-hão com agua; e o sacerdote vah , sua offerta será de flor de fari-
tudo isto accenderá sobre o altar: ho- nha ; e nella deitará azeite, e porá
locausto he, offerta accendida de suave encenso sobre ella.
cheiro a Jeho va h . 2 E a trará aos filhos de Aaron, os
10 E se sua offerta for de gado sacerdotes, dos quaes o hum delia to-
miudo, de ovelhas ou de cabras pa- mará hum punhado de sua flor de
ra holocausto; offerecerá macho in- farinha, e de seu azeite com todo seu
teiro. encenso: e o sacerdote accenderá sua
11 E o degolará ao lado do altar pa- offerta memorativá sobre o altar: of-
ra a banda do Norte perante a face ferta accendida he em suave cheiro a
de Jeho vah ; e os filhos de Aaron, os Jehov ah .

Digitized by Go< 'Qle Original from


HARVARD UNIVERSITY
LEVITICO, III. 105

3 E o que sobejar da offerta de man- do, e de seu azeite, com todo seu en-
jares. será de Aaron e de seus filhos: censo : offerta accendida he a Jeho -
santidade de santidades he de offer- vah .
tas accendidas de Jeh ov ah .
4 E quando offereceres offerta de
manjares, cosida em forno; será de CAPITULO III.

E
bolos asmos de flor de farinha, amas- SE sua offerta for sacrifício grati-
sados com azeite, e coscorões asmos, fico : se a offerecer de vacas, ma-
untados com azeite. cho ou femea, a offereoerá inteira di-
5 E se tua offerta for offerta de man- ante de Jehov ah .
jares. cozida na sartá; será de flor de 2 E porá sua mão sobre a cabeça de
farinha sem fermento, amassada com sua offerta, e a degolará diante da
azeite. porta da Tenda do ajuntamento; e
6 Em pedaços a partirás, e sobre ella os filhos de Aaron, os sacerdotes, es-
deitarás azeite: offerta he de manjares. pargirão o sangue sobre o altar ao
7 E se tua offerta for offerta de man- redor.
jares da cassou la: far-se-ha de flor de 3 Depois offerecerá do sacrifício
farinha com azeite. gratifico a offerta accendida a Jeho -
8 Entáo trarás a offerta de manjares, vah ; o cevo que cobre a fressura, e
que se fará draquillo, a Jeh ova h ; e todo o cebo que está sobre afressura.
se apresentará ao sacerdote, o qual a 4 Então ambos os rins, e o cebo que
levará ao altar. está sobre elles e sobre as tripas, e o
9 E o sacerdote tomará daquella of- redanho que está sobre o fígado com
ferta de manjares sua offerta memo- os rins, tirará.
ratíva, e a accenderâ sobre o altar: of- 5 E os filhos de Aaron o accenderão
ferta accendida he de suave cheiro a sobre o altar, em cima do holocausto
Jehovah . que estará sobre a lenha, que no fogo
10 E o que sobejar da offerta de man- está: offerta accendida he de suave
jares, será de Aaron e de seus filhos: cheiro a Jehovah .
santidade de santidades he de offertas 6 E se sua offerta for de gado miudo
accendidas de Jeho vah . por sacrifício gratifico a Jeho vah , seja
11 Nenhuma offerta de manjares, que macho ou femea, inteiro o offerecerá.
offerecerdes a Jehov ah , se fará com 7 Se offerecer cordeiro por sua of-
formento: porque de nenhum formen- ferta, offerecé-lo-ha perante a face de
to, nem de algum mel offerecereis of- Jehovah .
ferta accendida a Jehovah . 8 E porá sua mão sobre a cabeça
12 A offerta das primícias offerece- de sua offerta, e a degolará diante ua
reis a Jeho vah : mas sobre o altar não Tenda do ajuntamento ; e os filhos de
subirão por suave cheiro. Aaron espargirão seu sangue sobre o
13 E toda offerta de teus manjares altar ao redor.
salgarás com sal; e não deixarás fal- 9 Então do sacrifício gratifico of-
tar o sal do concerto he teu Deos de ferecerá a Jehovah por offerta accen-
tua offerta de manjares: em toda tua dida seu cevo, o rabo inteiro, ao qual
offerta offerecerás sal. tirará do espinhaço; e oceboque co-
14 E se offereceres a Jehov ah offer- bre a fressura, e todo o cebo que está
ta de manjares das primícias; offere- sobre a fressura.
ceras a offerta de manjares de tuas 10 Como também ambos os rins, e o
primícias de espigas verdes, tostadas cebo que está sobre elles e sobre as
ao fogo ; isto he. do grão trilhado de tripas, e o redanho sobre o fígado com
espigas verdes cheas. os rins, tirará.
15 E sobre ella deitarás azeite, e po- 11 E o sacerdote o accenderâ sobre o
rás sobre ella encenso : offerta he de altar : manjar he da offerta accendida
manjares. a Jehovah .
16 Assim os acerdote accenderâ sua 12 Mas se sua offerta for cabra, pe-
offerta memorativa de seu grão trilha- rante a face de Jehov ah a offerecerá.
5*Go gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
106 LEVIT1CO, IV.

13 E porá sua mão sobre sua cabe - I que está a porta da Tenda do ajunta-
ça, e a degolará diante da Tenda do mento.
ajuntamento; e os filhos de Aaron es- 8 E todo o cebo do novilho da expi-
pargirão seu sangue sobre o altar ao ação levantará delle : o cebo que co-
redor. bre a fressura, e todo o cebo que está
14 Depois offerecerá delia sua ofler- na fressura.
ta, por oflerta accendida a Jeho vah ; 9 E os dous rins, e o cebo que está
o cebo que cobre a fressura; e todo o sobre elles, que está nas tripas, e o
cebo que está sobre a fressura. redanho sobre o figado, com os rius
15 Como também ambos os rins, e o tirará.
cebo que está sobre elles e sobre as 10 Como se tira do boi do sacrifício
tripas; e o redanho sobre o figado com gratifico: e o sacerdote o accenderá
os rins, tirará. sobre o altar do holocausto.
16 E o sacerdote o accenderá sobre 11 Mas o couro do novilho, e toda
o altar: manjar he da oflerta accendi- sua carne, com sua cabeça e com su-
da de suave cheiro. Todo o cebo será as pernas, e suas entranhas e seu es-
de Jeho vah . terco ;
17 Estatuto perpetuo isso será por 12 E lodo aquelle novilho levará fora
vossas gerações em todas vossas ha- do arraial a num lugar limpo, aonde
bitações ; nenhum cebo nem alguma se lança a cinza; e o queimará com
sangue comereis. fogo sobre a lenha: aonde se lança a
cinza, queimar-se-ha.
13 Mas se toda a congregação de
CAPITULO IV.
Israel houver errado, e o negocio for

F
ALLOU mais Jehovah a Moyses, oculto aos olhos da congregação: e se
dizendo: fizerem contra hum de todos os man
2 Falia aos filhos de Israel, dizendo: damentos de Jehov ah , que não deve
quando huma alma peccar por erro de fazer-se, e forem culpados.
algum dos mandamentos de Jehov ah , 14 E o peccado que em contra pec-
acerca do que não deve fazerse ; e carem, for notorio : entáo a congrega-
fizer contra algum delles: ção offerecerá hum novilho, filho de
3 Se o sacerdote ungido peccar para vaca, por expiação do peccado, e o tra
eseandalo do povo: offerecerá por seu rá diante da Tenda do ajuntamento.
peccado, que peccou, huin novilho, 15 E os anciãos da congregação po-
filho inteiro de vaca, a Jehovah por láos uas mãos sobre a cabeça do no-
expiação do peccado. vilho perante a face de Jehovah : e o
4 E trará o novilho â porta da Tenda sacerdote degolará o novilho perante a
do ajuntamento perante a face de Je - face de Jehovah . ,
hovah , e porá sua mão sobre a cabe- 16 Então o sacerdote ungido do san-
ça do novilho, e degolará o novilho pe- gue do novilho trará a Tenda do ajun-
rante a face de Jehov ah . tamento.
5 Então o sacerdote ungido tomará 17 E o sacerdote molhará seu dedo
do sangue do novilho, e o trará á Ten- naquelle sangue, e delle sete vezes
da do ajuntamento. espargirá perante a face de Jehovah ,
6 E o sacerdote molhará seu dedo no diante do veó.
sangue, e daquelle sangue espargirá 18 E daquelle sangue porá sobre os
sete vezes perante a face de Jehov ah , cornos do altar, que está perante a face
diante do veo do Santuario. de Jehovah na Tenda do ajuntamen-
7 Também o sacerdote daquelle san- to : e todo o de mais sangue derrama-
gue porá sobre os cornos do altar do rá no fundo do altar do holocausto,
perfume de especiarias aromaticas que está diante da porta da Tenda do
perante a face de Jeh ov ah , que está ajuntamento.
na Tenda cio ajuntamento: e todo o 19 E tirará delle todo seu cebo, e o
de mais sangue do novilho derrama- accenderá sobre o altar.
rá no fundo do altar do holocausto, 20 E fará a este novilho, como fez a
Digitized by Go< 'Qle Original from
HARVARD UNIVERSITY
LEVITICO, V. 107

o novilho da expiação : assim lhe fa- 32 Mas se por sua offerta trouxer
rá : e o sacerdote por elles fará propi- cordeiro para expiação do peccado, fe-
ciação, e lhes perdoar-se-ha. mea inteira será, que trouxer.
21 Depois levará o novilho fora do 33 E porá sua mão sobre a cabeça
arraial, e o queimará, como queimou da expiação do peccado, e o degolara
ao primeiro novilho: isto he expiação por expiação do peccado, no lugar aon-
do peccado da congregação. de se degola o holocausto.
22 Quando peccar hum Maioral, e 34 Depois o sacerdote com seu dedo
por erro fizer contra algum de todos os tomará do sangue da expiação do pec-
mandamentos de Jeho vah seu Deos, cado, e o porá sobre os cornos do al-
que não deve fazer-se; e assim for tar do holocausto: entáo todo seu de
culpado: mais sangue derramará no fundo do
23 Ou seu peccado, que peccou em altar.
contra, lhe for notificado ; então trará 35E tirará todo seu cebo, como se
por sua offerta hum cabrão das ca- tira o cebo do cordeiro do sacrificio
bras, macho inteiro. gratifico; e o sacerdote o accenderá
24 E porá sua mão sobre a cabeça sobre o altar em cima das offertas
do cabrão, e o degolará no lugar, aon- accendidas de Jeho vah : assim o sa-
de se degola o holocausto perante a cerdote por ella fará propiciação de
face de Jeho vah : isto he expiação seus peccados, que peccou; e lhe se-
de peccado. rá perdoado.
25 Depois o sacerdote com seu dedo
tomará do sangue da expiação, e o porá
sobre os cornos do altar do holocausto: CAPITULO V.

E
então seu de mais sangue derramará QUANDO alguma pessoa peccar,
no fundo do altar do holocausto. ouvindo huma vós de blasfémia,
26 Também accenderá sobre o altar de que for testimunha, seja que o vio,
todo seu cebo, como o cebo do sacri- ou que o soube : se o não denunciar,
ficio gratifico: assim o sacerdote por levará sua iniquidade.
elle fará expiação de seu peccado; e 2 Ou quando alguma pessoa tocar em
lhe será perdoado. qualquer cousa immunda; seja hum
27 E se qualquer outra pessoa do corpo morto de besta fera immunda,
povo da terra peccar por erro, fazendo seja hum corpo morto de animal im-
contra algum dos mandamentos de Je - mundo, ou corpo morto de reptil im-
hovah , que não deve fazer-se; e assim muudo, ainda que lhe foi oculto; com
for culpada. tudo será immunda e culpada.
28 Ou seu peccado, que peccou, lhe 3 Ou quando tocar a iminundicia de
for notificado; então trará por suaof- hum homem, segundo toda sua im-
ferta huma cabrinha, femea inteira, inundicia, com que se faz immundo:
por seu peccado, que peccou. e lhe for oculto, e o souber depois; se-
29 E porá sua mão sobre a cabeça rá culpada.
da expiação do peccado, e a expiação 4 Ou cjuando alguma pessoa jurar,
do peccado degolar-se-ha no lugar do pronunciando temerariamente com se-
holocausto. us beiços, para fazer mal, ou para fa-
30 Depois o sacerdote com seu dedo zer bem ; em tudo que o homem pro-
tomará de .-eu sangue, e o porá sobre nuncia temerariamente com juramento,
os cornos do altar do holocausto: e e lhe for oculto, e o souber depois, cul-
todo sen de mais sangue derramará no pada será em huma destas cousas.
fnmlo do altar. 5 Será pois, que culpada sendo em
31 E tirará todo seu cebo, como se huma destas cousas, confessará aquil-
tira o cebo do sacrificio gratifico : e o lo, em que peccou.
sacerdote o accenderá sobre o altar 6 E trará por sua expiação a Jeh o -
por suave cheiro a Jehova h : e o sa- va h por seu peccado, que peccou, hu-
cerdote por ella fará propiciação: e ma femea de gado miudo, huma cor-
lhe será perdoado.. deira. ou huma cabrinha pelo peccado-
Go gle
Original from
HARVARD UNIVERSITY
108 LEVITICO, VI.

assim o sacerdote por ella lerá propi- rá ao sacerdote. Assim o sacerdote


ciação de seu peccado. com o carneiro da expiaçáo por ella
7 Mas se sua máo náo alcançar, o fará perdoado.
que basta para gado miudo ; entáo 17 É se alguma pessoa peccar, e fizer
trará em sua expiação da culpa que contra algum de todos os mandamen-
peccou, a Jeho vah duas rolas; ou dous tos de Jehovah , o que náo deve fa-
pombinhos; o hum para expiaçáo do zer-se; ainda que não soube, com tu-
peccado, e o outro para holocausto. do será culpada, e levará sua iniqui-
8 E os trará ao sacerdote, o qual dade.
primeiro offerecerá aquelle, que he 18 E trará ao sacerdote hum car-
para expiaçáo do peccado; e com sua neiro inteiro do rebanho, conforme a
unha lhe fenderá a cabeça junto ao sua estimação por expiação da culpa;
pescoço, mas náo partirá. e o sacerdote por ella fará propiciação
9 E do sangue da expiaçáo do pecca- de seu erro, em que errou sem saber ;
do espargirá à parede do altar; porem e lhe será perdoado.
o que sobejar daquelle sangue, expre- 19 Expiação de culpa he: fazendo-se
mer-se-ha no fundo do altar : isto he culpada se fez culpada a Jehovah .
expiação de peccado.
10 E do outro fará holocausto con-
CAPITULO VI.
forme ao costume: assim o sacerdote

1
por ella fará propiciação de seu pecca- 7ALL0U mais Jehov ah a Moyses,
do, que peccou ; e lhe será perdoado. _ dizendo :
11 Porem se sua mão náo alcançar 2 Quando alguma pessoa peccar, e
duas rolas, ou dous pombinhos; então por trespasso trespassar contra Jeho -
aquelle que peccou, trará por sua of- vah , e negar a seu proximo o deposi-
ferta a dezima parte de hum Epha de to, ou o que tem posto em sua máo, ou
flor de farinha, para expiação do pec- roubo, ou o que retem violentemente
cado : náo deitará sobre ella azeite, a seu proximo.
nem porá encenso sobre ella, por quan- 3 Ou que achou o perdido, e o negar
to he expiação de peccado. com falso juramento, ou fizer outra
12 E a trará ao sacerdote, e o sacer- alguma cousa de todas, em que o ho-
dote delia tomará seu punho cheo por mem costuma peccar.
seu memorial, e a accenderâ sobre o 4 Será pois que, porquanto peccou e
altar, em cima das offertas accendi- ficou culpada, restituirá o roubo que
das de Jehov ah : isto he expiação de roubou, ou o retendo que retem vio-
peccado. lentamente, ou o deposito que lhe foi
13 Assim o sacerdote por elle fará dado em guarda, ou o perdido que
propiciação de seu peccado, que pec- achou.
cou em alguma destas cousas, e lhe 5 Ou tudo aquillo sobre que jurou
será perdoado; e será do sacerdote, falsamente; e o restituirá em seu ca-
como a offerta de manjares. bedal, e ainda sobre isso acrecentará
14 Fallou mais Jeho vah a Moyses, o quinto: cujo he, a aquelle o dará no
dizendo; dia de sua expiaçáo.
15 Quando alguma pessoa por tres- 6 E sua expiação trará ao sacerdote
passarnento trespassar, e peccar por a Jehov ah , hum carneiro inteiro do
erro, tirando alguma cousa das cousas rebanho, conforme a tua estimação,
sagradas de Jehov ah ; então trará a por expiaçáo.
Jeho vah por sua expiaçáo hum car- 7 E o sacerdote por ella fará expia-
neiro inteiro do rebanho, conforme a ção diante de Jeho vah , e alcançará
tua estimação em siclos de prata, se- perdão de qualquer de todas as cousas
gundo o siclo do Santuario, por ex- que fez, sendo culpada nellas.
piação da culpa. 8 Fallou mais Jeho vah a Moyses,
16 Assim restituirá o que peccando dizendo.
tirou das cousas sagradas, e ainda de 9 Manda a Aaron e a seus filhos, di-
mais acrecentará seu quinto, e o da- zendo : esta he a lei do holocausto;
Digitized by Go< q Ic
Original from
HARVARD UNÍVERSITY
LEV1TIC0, VII. 109
este holocausto será accendido sobre dos do presente otlerecerás em suave
o altar toda a noite até á manhã, e o cheiro a Jehov ah .
fogo do altar arderá nelle. 22 Também o sacerdote, que de se-
10 E o sacerdote vestirá sua veste usfilhos em seu lugar será ungido, fará o
de linho, e vestirá as calças de linho mesmo; estatuto perpetuo seja; toda
sobre sua came, e levantará a cinza, será accendida a Jeho vah .
quando o fogo haverá consumido ao 23 Assim todo presente do sacerdote
holocausto sobre o altar, e a porá junto totalmente será queimado; não se co-
ao altar. merá.
11 Depois despirá suas vestes, e ves- 24 Fallou mais Jeho vah a Moyses,
tirá outras vestes: e levará a cinza fora dizendo:
do arraial ao lugar limpo. 25Falia a Aaron e a seus filhos, di-
12 0 fogo pois sobre o altar arderá zendo : esta he a lei da expiação do
nelle, náo se apagará; mas o sacer- peccado : no lugar aonde se degola o
dote nelle cada manhã accenderá le- holocausto, se degolará a expiação do
nha, e sobre elle ordenará o holocaus- peccado perante a face de Jehovah ;
to, e sobre elle accenderá a gordura santidade de santidades he isso.
das offertas gratificas. 26 0 sacerdote que a offerecer pelo
13 0 fogo arderá continuamente so- peccado, a comerá : no lugar santo se
bre o altar; náo será apagado. comerá, no pateo da Tenda do ajun-
14 E esta he a lei do presente: tamento.
hum dos filhos de Aaron o offerecerá 27 Tudo que tocar em sua carne, se-
perante a face de Jeh ov ah diante do rá santo: se alguém de seu sangue es-
altar. pargir sobre algum vestido, aquillo, so-
15 E delle tomará seu punho cheo bre que cahio, lavarás no lugar santo.
da flor de farinha do presente, e de 28 E o vaso de barro, em que for
seu azeite, e todo o encenso que está i cozida, será quebrado ; porem se for
sobre o presente : entáo o accenderá cozida em hum vaso de metal, esfre-
sobre o altar; suave cheiro he isso por gar-se-ha, e se lavará na agua.
sua memória a Jehovah . 29 Todo macho entre os sacerdotes
16 E o restante delle comerão Aa- a comerá : santidade de santidades
ron e seus filhos; asmo se comerá he isso.
no lugar santo, no patio da Tenda do 30 Porem nenhuma expiação de pec-
ajuntamento o comerão. cado, de cujo sangue se trará na Ten-
17 Levado náo se cozerá: sua por- da do ajuntamento, para reconciliar
ção he, que lhes dei de minhas offer- no Santuario, se comerá: no fogo se
las accendidas: santidade de santi- rá queimada.
dades he, como a expiação do pecca-
do. e como a expiação da culpa.
18 Todo macho entre os filhos de CAPITULO VII.

E
Aaron comerá delle : estatuto perpe- ESTA he a lei da expiação da
tuo será para vossas gerações das of- culpa : santidade de santidades
fertas accendidas de Jehov ah ; tudo | he.
que tocar nellas, será santo. 2 No lugar aonde degoláo o holo-
1» Fallou mais Jehovah a Moyses, ! causto, degolarão a expiação da cul-
dizendo: pa; e seu sangue se espargirá sobre o
20 Esta he a offerta de Aaron e de | altar ao redor.
seus filhos, que offereceráo a Jeho - 3 E delia se offerecerá toda sua gor-
vxn, ao dia em que for ungido ; a de- dura ; o rabo, e a gordura que cobre a
zima parte de hum Epha de flor de fressura.
farinha por presente continuo ; a me- 4 Também ambos os rins, e o cebo
tade delia pela manhã, e a outra me- que nelles ha, que está sobre as tripas,
tade delia a tarde. e o redanho sobre o figado, com os
21 Em huma sartá se fará com azei- rins se tirará.
te; frita a trarás; e os pedaços cozi- I 5 E o sacerdote o accenderá sobre o
Go gle .'■igmal from
’ HARVARD UNIVERSITY
110 LEVITICO. VII.

altar em offerta accendida a Jeho vah : I 19 E a carne qne tocar cousa ahru-
expiação da culpa he isso. | ma immunda náo se comerá ; com fo-
6 Todo macho entre os sacerdotes a go será queimada : mas da outra car-
comerá: no lugar santo se comerá: ne, qualquer limpo comerá daquella
santidade de santidades he isso. carne.
7 Como a expiação do peccado, assim 20 Porem se alguma pessoa comera
será a expiação da culpa: huma mes- carne do sacrificio gratifico, que he
ma lei haverá para ellas : será do sa- de Jehovah .estandoimmunda : aquel-
cerdote, que houver feito propiciação la pessoa será desarreigada de seus
com ella. povos.
8 Também o sacerdote, que offere- 21 E se huma pessoa tocar alguma
cer o holocausto de alguém, o tal sa- cousa immunda; como immundicia de
cerdote terá o couro do holocausto, homem, ou gado immundo, ou qual-
que offerecer. quer abominação immunda, e comer
9 Como também todo o presente, que <ta carne do sacrificio gratifico, que
se cozer no forno, com tudo que se he de Jehovah ; aquella pessoa será
adereçar em sartã e em caçoula, será desarreigada de seus povos.
do sacerdote, que o offereee. 22Depois fallou Jeho vah a Moyses,
10 Também todo presente amassado dizendo:
com azeite, ou seco, será de todos os 23 Falia aos filhos de Israel, dizen-
filhos de Aaron, assim do hum, como do : nenhum cebo de boi, nem de
do outro. carneiro, nem de cabra comereis.
11 E esta he a lei do sacrificio gra- 24 Porem do cebo de corpo morto,
tifico, que se offerecerá a Jehov ah . e do cebo do arrebatado, para toda
12 Se o offerecer por offerta de lou- obra usarse pode; mas em nenhuma
vores, com o sacrificio de louvores of- maneira o comereis.
ferecerá bolos asmos, amassados com 25 Porque qualquer que comer o ce-
azeite, e coscorões asmos, untados bo de animal, de qual se offerecer a
com azeite; e os bolos amassados com Jehova h offerta accendida; a pessoa
azeite serão fritos de flor de farinha. que o comer, será desarreigada de
13 Com os bolos offerecerá pão le- seus povos.
vado por sua offerta. com o sacrificio 26E nenhum sangue comereis em
de louvores de sua offerta gratifica. todas vossas habitações; quer de aves,
14 E de toda a offerta offerecerá quer de gado seja.
hum delles por offerta alçadiça a Je - 27 Toda pessoa que comer algum
hovah : que será do sacerdote, que sangue, aquella pessoa será desarrei-
espargirá o sangue da offerta gratifica. gada de seus povos.
15 Mas a carne do sacrificio de lou- 28Fallou mais Jeho vah a Moyses,
vores de sua offerta gratifica se come- dizendo:
rá no dia de seu offerecimento: nada 29 Falia aos filhos de Israel, dizen-
se deixará delia até á manhã. do : quem offerecer a Jehovah seu
16 E se o sacrificio de sua offerta for sacrificio gratifico; trará sua offerta a
voto, ou offerta voluntária, no dia em Jeho vah de seu sacrificio gratifico.
que offerecer seu sacrificio, se come- 30 Suas mãos traráo as offertas accen-
rá ; e o que delle ficar, também co- didas de Jehova h : trará o cebo do
mer-se-ha ao dia seguinte. peito com o peito, para movélo por
17 E o que ainda ficar da carne do offerta movediça perante Jeho vah .
sacrificio ao terceiro dia, será quei- 31 Eo sacerdote accenderá o cebo
mado com fogo. sobre o altar; porem o peito será de
18 Porque se da carne de seu sacrificio Aaron e de seus filhos.
gratifico em alguma maneira se comer 32 Também a espadoa direita dareis
ao terceiro dia,aquelle que a offereceo, ao sacerdote por offerta alçadiça de
nâo será aceito, nem lhe será imputa- vossos sacrificios gratificos.
do ; cousa abominável será, e a pessoa ' 33 O qual dos filhos de Aaron offere-
que comer della.levará sua iniquidade. I cer o sangue do saerificio gratifico, e

igitized by Go< ’gle Original from


HARVARD UNIVERSITY
LEVITICO, VIII. 111
o cevo, daquelle será a espadoa direi- ' na mitra diante de seu rosto põe a
ta por sua parte. folha de ouro, a coroa da santidade;
3-1 Porque o peito movediço e a es- como Jeho vah mandâra a Moyses.
padoa alçadiça tomei dos filhos de Is- 10 Entáo Moyses tomou o azeite da
rael de seus sacrifícios gratifícos, e o unçào, e ungio ao Tabemaculo, e tu-
dei a Aaron o sacerdote, e a seus filhos do que havia nelle, e o santificou.
por estatuto perpetuo dos filhos de Is- 11 E delle espargio sete vezes sobre
rael. o altar, e ungio ao altar e todos seus
35 Esta he a unçào de Aaron, e a un- vasos, como também a Tina e sua ba-
çáo de seus filhos das offertas accendi- se, para santifícálas.
das de Jehov ah , no dia em que os fez i 12 Depois derramou do azeite da
checar, para administrar o sacerdócio unção sobye3 a cabeça de Aaron, e un- un-
aJehov ah . I gio
— o. ------------
para santificálo.
36 O que Jeho vah mandou, que se 13 lamuemfez
u Também moyses chegar
tezMoyses cnegaraos
aos
lhes desse doa filhos de Israel, no dia filhos de Aaron, e vestio-lhes as tuni-
em que os ungio: estatuto perpetuo cas, e cingio-os com cinto, e apertou-
M-j*' para suas gerações. ; lhes as coifas; como Jehova h man-
31 Esta he a lei do holocausto, da dára a Moyses.
offerta de manjares, e da expiaçáo do 14 Então fez chegar ao novilho da
peccado, e da expiaçáo da culpa, e da expiaçáo do peccado; e Aaron e seus
offerta das consagrações, e do sacrifí- filhos puseráo suas máos sobre a cabe-
cio gratifico. ça do novilho da expiaçáo do peccado.
38 Que Jeho vah mandou a Moyses 15 E o degolarão, e Moyses tomou o
no monte de Sinai, no dia em que sangue, e pôs delle com seu dedo sobre
mandou aos filhos de Israel, que one- os cornos do altar ao redor, e expiou
iece.xsem suas offertas a Jehovah no ao altar: depois derramou o de mais
deserto de Sinai. sangue no fundo do altar, e o santi-
ficou, para fazer propiciação por elle.
16 Etepois tomou todo o cebo, que
CAPITULO VIU.
está na fressura, e o redanho do fígado,

F
ALLOU mais Jeho vah a Moyses, e os dous rins e seu cebo; e Moyses
dizendo: o accendeo sobre o altar.
2 Toma a Aaron e a seus filhos com 17 Mas o novilho com seu couro, e
elle. e os vestidos, e o azeite da unção; sua carne, e seu esterco queimou com
como também o novilho da expiaçáo fogo fora do arraial; como Jeho vah
do peccado. e os dous carneiros, e o mandâra a Moyses.
cesto dos paens asmos. 18 Depois fez chegar ao canteiro do
3 E ajunta toda a congregação á por- holocausto; e Aaron e seus filhos pu-
ta da Tenda do ajuntamento. seráo suas máos sobre a cabeça do
4 Fez pois Moyses como Jehov ah carneiro.
lhe mandâra; e a congregação ajun- 19 E o degolárâo, e Moyses espargio
tou-se á porta da Tenda do ajunta- o sangue sobre o altar ao redor.
mento. 20 Partio também ao carneiro em su-
5 Entáo d isse Moyses à congregação: as partes; e Moyses accendeo a cabe-
isto he o que Jeh ov ah mandou fazer. ça, e as partes, e o cebo.
6 E Movses fez chegar a Aaron e a 21 Porem a fressura e as pentas la-
seus filhos: e os lavou com agua. vou com agua; e Moyses accendeo to-
7 E lhe vestio a túnica, e cingio-o do o carneiro sobre o altar: isso era
com o cinto, e pôs sobre eíle o manto; holocausto de suave cheiro, huma of-
também pôs sobre elle o Ephod, e cin- ferta accendida a Jf .hova H ; como Je -
gio o com o cinto artificioso do Ephod, hova h mandâra a Moyses.
e o apertou com elle. 1 27 Depois fez chegar ao ontrocarnei-
8f Depois
~ t pôs-lhe o peitoral, pondo' I ro, o carneiro das consagrações: e
o Urim eoTummim.
no peitoral ô e'o Tummim. 1 Aaron com seuã filhos puseráo puserão isua»
9 E pós a mitra sobre sue enbeÇa, e I máos sobre a cabeça do carneiro.
rdp Qriginal from
HARVARD UNÍVERSITY
112 LEVIT1C0, IX.

23 E o dogoláráo e Moyses tomou até ao dia, em que se cumprirem os,


do "i'U wiuguo, e o uòs sobre a teu rilha dias de vossas consagrações: porquan-,
da oirllia direita ue Aaron, e sobre o to por sete dias sereis consagrados- .
|K>l<*giir do tua mão direita, o sobre o 34 Conto se fez neste dia, assim Jeho - ,
|K>li'uur do M'ii pé direito. va h mandou fazer, para expiar-vos. ,
24 Jiimlmm íez chegar aos filhos de 35 Ficareis pois à porta da Tenda do
Amou; e Moyses pós daquelle sangue ajuntamento dia e noite por sete dias,
■obre a Km ri ílm de sua orelha direita, e fareis a guarda de Jehovah , para

?
o sobro o |K>legar de sua mão direita, ue não morraes: porque assim me
o sobro o polegar de seu pé direito; e oi mandado.
Moyses espargio o de mais sangue so- 36 E Aaron e seus filhos fizeráo toda»
bro o altar ao redor. as cousas, que Jehov ah mandou pela
25 E tomou <> cebo, e o rabo, e todo mão de Moyses.
o cebo que está nu fressura, e o reda-
nho do tigado, o ambos os rins, e seu
CAPITULO IX.
cebo. o n espadou direita. t
2(1 Tombem do cesto dos paens as- E ACONTECEO ao dia oitavo, que
mos, quo estava diante da fuce de Je - Moyses chamou a Aaron e a se-
iio vaii , tomou hum lado nsmo, e hum us filhos, e aos auciáos de Israel.
bolo do pão azoitudo, e hum coscoráo; 2 E disse a Aaron: toma-te hum be^
o o |h >s sobre o cebo, e sobre a espa- : zerro, filho de vaca, para expiação do
dou direita. I peccado, e hum carneiro para holo-
27 K tudo isto deu nus mãos de Aaron, causto, inteiros: e traze-os perante a
o nus mãos de seus tilhoa; e o moveo face de Jeh ov ah .
por otlertii movediça perante a face 3 Depois fallarás aos filhos de Israel^..
doJehovah . dizeudo: tomai hum cabrão das ca-
2S IVpois Moyses o tomou de suas bras para expiação do peccado, e hun»
lufa», e o aceeiuhm no altar sobre o ho- bezerro, e hum cordeiro de hum anno.
locausto; r.diis forão consagrações de ' inteiros, para holocausto,
suave cheiro, oflerta accendida a Jk - ; 4 Também hum boi e hum carneiro
hov ah . por sacrijicia gratifico, para sacrificar
K tomou .Moyses o peito, e moveo. perante a face de Jehov ah ; e offertH
o por otlerta moves!iça perante a face ’ de manjares, amassada eom azeite:
de Jvh ov ah ; aquelle foi a quinhão de , porquanto hoje Jeho vah vo s apparv-
Moyses do canteiro das consagrações, cerà.
como Jehov ah mandara a Moyses. 5 Então tomarão o que mandou Mov-
M' Tivhaou Moyses lambem daazeite ses. trcriUa a diante da Tenda A»
d.v v. -çãev c de sse-i.e que «stava ro- i ajuntamento, e chegou-se tada a atun-
btv e Mu-, e esparj?-.' sobre .Aaron gregação. e se pôs perante a face
« 'obs*.- -eus wsti.irts. e sobre seus!Jeh ov ah .
os vestidos de *c-S filhos 6 E disse Movses: esta coosa

sr v» ...
qine.rM -t
‘.V TtwXsv

Digitized by Go< >Qle Original from


HARVARD UNIVERSITY
LEVITICO, X. 113
e o de mais sangue derramou no fundo vendo todo o povo, jubilarão e cahi-
do altar. rão sobre suas faces.
10 Mas o cebo, e os rins, e o redanho
do figado da expiação do peccado ac-
cendeo sobre o altar; como Jehov ah CAPITULO X.

E
mandara a Moyses. OS filhos de Aaron, Nadab e Abi-
11 Porem a carne e o couro queimou hu, tomàrão cada hum seu encen-
com fogo fora do arraial. sario, e puseráo fogo nelles, e puse-
12 Depois degolou o holocausto; e rão encenso sobre elle, e trouxerâo
os filhos de Aaron lhe entregarão o fogo estranho perante a face de Jeho -
aaçue, e espargio o sobre o altar ao vah ; o que lhes náo mandára.
redor. 2 Então fogo sahio de diante da face
13 Também lhe entregarão o holo- de Jehovah , e consumio-os; e mor-
causto em seus pedaços, com a cabe- rerão perante a face de Jeho va h .
ça ; e sccendeo o sobre o altar. 3 E disse Moyses a Aaron : isto he o
14 E lavou a fressura e as pernas; e que Jeho vah fallou, dizendo: serei
asacceudeo sobre o holocausto no altar. santificado naquelles que chegáo-se a
15 Depois fez chegar a offerta do mim, e serei glorificado perante a face
povo, e tomou o cabrão da expiação de todo o povo: porem Aaron callou-se.
do peccado, qne era do povo, e o dego- 4 E Moyses chamou a Misael e a
lou, e o adereçou por expiação do pec- Elzaphan, filhos de Ussiel, tio de Aa-
cado. cotno ao primeiro. ron, e disse-lhes: chegai, tirai a vossos
16 Fez também chegar o holocausto, irmãos de diante do Santuario fora
e o adereçou segundo o rito. do arraial.
17 E fez chegar a offerta de manja- 5 Entáo chegarão, e os levarão em
res, e delia encheo sua mão. e o accen- suas túnicas fora do arraial; como
deo sobre o altar; alem do holocausto Moyses tinha dito.
da manhã. , 6 E Moyses disse a Aaron, e a Elea-
18 Depois degolou ao boi e ao car- zar, e a Ithamar, seus filhos: nâo des-
neiro em sacrificio gratifico, que era cobrireis vossas cabeças, nem rasga-
do povo; e os filhos de Aaron entre- reis vossos vestidos, para que náo mor-
garão-lhe o sangue, que espargió sobre rais, nem venha grande indignação
o altar ao redor. sobre toda a congregação: mas vossos
19 Como também o cebo do boi, e irmãos, toda a casa de Israel, lamenta-
do carneiro, o rabo, e o que cobre a rão este incêndio, que Jehov ah accen-
fressura, e os rins, e o redanho do fíga- deo.
do. 7 Nem sahireis da porta da Tenda
20 E puseráo o cebo sobre os peitos; do ajuntamento, para que nâo morra-
e accendeo o cebo sobre o altar. es : porque o azeite da unção de J e -
21 Mas os peitos e a espadoa direi- hovah está sobre vôsoutros: e fize-
ta Aaron moveo por offerta movediça rão conforme á palavra de Moyses.
perante a face de Jeho va h ; como 8 E fallou Jehov ah a Aaron,dizendo:
Moyses tinha mandado. 9 Vindo nem cidra tu e teus filhos
22 Depois Aaron levantou suas mãos comtigo não bebereis, quando entra-
ao povo, e benzeo-os; e deceo, havendo reis na Tenda do ajuntamento, para
feito a expiação do peccado, e o holo- que náo morrais: estatuto perpetuo
causto, e a offerta gratifica. seja isso entre vossas gerações.
23 Então entrou Moyses com Aaron 10 E para fazer differença entre o
na Tenda- do ajuntamento: depois sa- santo e entre o profano; e entre o
hirão, e benzerão ao povo; e a glo- immundo e entre o limpo.
ria de Jehovah appareceo a todo o 11 E para ensinar os filhos de Israel
povo. todos os estatutos, que Jehovah lhes
24 Porque fogo sahio de diante da tem fallado pela mão de Moyses.
face de Jehov ah , e consumio o holo- 12 E disseMoyses a Aaron, e a Ele-
causto e o cebo sobre o altar: o que azar, e a Ithamar, seus filhos, que lhe

Go gle Original from


HARVARD UNIVERSITY
114 LEVITICO. XI.

fickrto: tomai o presente, restante 2 Falia aos filhos de Israel, drEendo: T?


das oflertas accendidas de Jehovah , Estes sáo os animaes, que comereis |
o o comei sem levadura junto ao al- de todas as bestas, que estão sobre a
tar ; porquanto he santidade de santi- terra.
dades. 3 Tudo que tem unhas fendidas, e a

1 1 u 5e
13 Portanto o comereis no lugar san- fenda das unhas divide em duas, e re-
to ; porque isto he tua quinhão, e a móe entre os animaes, aquillo come-
quinhão do teus filhos das oílertas reis.
uceoiididiisdojEHOVAii : porque assim 4 Porem estes não comereis, que so-
mo foi inundado. mente remoem, ou somente tem unhas e
14 Também o peito movediço e a fendidas: o camelo, que remóe, mas ;
espadou alçadiça comereis em lugar não tem unhas fendidas; este vos será :£
limpo, tu, e teus filhos, e tuas filhas immundo. -c
comtigo; |M>rqne forão dados por tua 5 E o coelho, porque remóe, mas náo
quinhão, o por quinhão de teus filhos, fende as unnas; este vos será im- te
dos saerilicios grutiflcos dos filhos de mundo. c.
lurticl. 6 E a lebre, porque remóe, mas não
lã A ospidoii alçadiça e o peito mo- fende as unnas; esta vos será im-
vediço trarão com us offertas uccendi- munda.
das do cebo, paru mover por offerta 7 Também o porco, porque tem un-
movediça penmto u face de Jehovah ; has fendidas, e a fenda das unhas-se
o que serã por estatuto perpetuo para divide em duas, mas nâo remóe o co-
ti, e )aira teus filhos comtigo; como mido : este vos será immundo.
Jkii ovaii tem innndado. 8 De sua carne náo comereis, nem
10 E Moyses diligentemente buscou tocareis a seu corpo morto; estes tos
no cabrão da expiação, e eis que ja serão immundos.
era queimado : por tanto indignou-se 9 Isto comereis, de tudo que nas agu-
irrimdemonto contra E louvar e contra as ha : tudo que tem barbatanas e es-
hhamnr, os filhos que de Aaron fica- camas nas aguas, nos mares, e nos ri-
rão, dizendo: os, aquillo comereis.
17 Porque não comestes a expiação 10 Mas tudo que náo tem barbatanas
do peccado no lugar santo ? pois he nem escamas nos mares, e nos rios,
santidade do santidades : e a deu a de todo reptil das aguas, e de toda
vósoutros. para que levásseis a iniqui- alma vivente, que está nas aguas, tos
dade da congregação, para fazer prw- serão abominação.
Juciação por elles diante da face de 11 Em abominação vos serás: de
kh ovah . <ua carne não comereis; e abomina-
|S Eis que seu sangue-se não trouxe r
reis seu corpo morto.
«o Saatusno de dentro: comendo ha- 12 Tu.lo que não tem barbatanas ou ã
veis ds come-a Santuario ; como e^eamas nas aguas, vos será abomina-
teoíe* mandado ção.
10 RrUão disso Aaron a Moyses: Ris 13 E das ares estas abominareis,
que boje oifeweêrao sua expiação d< não se comerão, serão abominação: a
rcsvadkx e seo h. \<oausrc perante a ?<guia. « o acor, e o esmerilhão. *1
íaoe de Jkh m xrt, a lais me 14 E o miíaaan. e a pega segundo i
wrifedés*»: hereo. ., raa expi- I
sva especie.
ação do pesvahx serô jvds L.-eh. cm 15 Todo corro nignndn soa riprcir
d* Jvar.'v xa 1< E • ábestrax. e • mocho, e o oa- 1
*ã F. euvvrsAc jlyss aoei*» ox e c faxite src^ndo sua especie. I
«•* *e*« aiáõs 1- E « buía, e • corro marinha, e «■
1
curojt- I
ararw xi 1$ E a gra&a. e c .*osce. e • peUcãn.
19 E a cefvmlra. a razro segêaderon I

E
FAUa X" Jssos M. £ x especas, e i parçe e • aaaacapr.
.Kx>an ** Teàe rêjcÊ çts arte, cãe anda

Digitized by Go< 'Qle Original from


HARVARD UNÍVERSITY
1
LEVITICO, XI. 115
sobre quatro pes, vos será por abomi- houver nelle, será immundo, e o vaso
^^Í^Mas isto comereis de todo reptil quebrareis.
34 Todo manjar que se come, sobre
que avóa, que anda sobre quatro pés ; que vier a agua, será immundo; e to-
o que tiver pernas sobre seus pés, pa- da bebida que se bebe, em todo vaso
ra saltar com ellas sobre a terra. será immunda.
22 Delles comereis estes; o gafa- 35 E sobre que cahir alguma cousa
nhoto segundo sua especie, e o Solham de seu corpo morto, será immundo:
segundo sua especie, e o Hargol se- o forno e o vaso de barro serão que-
gundo sua especie, e o Hagab segun- brados; immundos são : portanto vos
do sua especie. serão por immundos.
23 E todo reptil que avóa, que tem 36 Porem a fonte ou cisterna, em
quatro pés, vos será por abomina- que se recolhem aguas, será limpa:
ção. mas quem tocar a seu corpo morto,
24 E por estes sereis immundos: será immundo.
qualquer que tocar seus corpos mor- 37 E se de seus corpos mortos cahir
tos, immundo será até á tarde. alguma cousa sobre alguma semente de
25 Qualquer que levar seus corpos semear, que se semea, será limpa.
mortos, lavará seus vestidos, e será 38 Mas se for deitada agua sobre
immundo até ã tarde. a semente, e se de seu corpo morto
26 Todo animal que tem unhas fen- cahir alguma cousa sobre ella, vos se-
didas, mas a fenda náo divide em du- rá por immunda.
as, nem remôe, vos será por immun- 39 E se morrer algum dos animaes,
do: qualquer que tocar nelles, será que vos são por mantimento; quem
immundo. tocar a seu corpo morto, será immun-
27 E tudo que anda sobre suas pa- do até á tarde.
tas de todo animal, que anda a quatro 40 E quem comer de seu corpo mor-
pes, vos será por iminundo : qualquer to, lavará seus vestidos, e será im-
que tocar a seus corpos mortos, será mundo até à tarde; e quem levar seu
immundo até â tarde. corpo morto, lavará seus vestidos, e
28 E o que levar seus corpos mor- será immundo até ã tarde.
tos, lavará seus vestidos, e será im- 41 Também todo reptil, que anda
mundo até á tarde: vos serão por im- de peito sobre a terra, será abomina-
muodoe. ção ; náo se comerá.
29 Estes também vos serão por im- 42 Tudo que anda sobre o peito, e
mundos entre os reptiles, que andão tudo que anda sobre quatro pés, ou
de peito sobre a terra: a doninha, e qne tem mais pés, entre todo reptil
o rato, e o cágado segundo sua es- que anda de peito sobre a terra, não
pecie. comereis; porquanto sáo abominação.
30 E o ouriço cacheiro, e o lagarto, 43 Não façais vossas almas abomi-
e a lagartixa, e a lesma, e a toupeira. náveis em nenhum reptil, que anda
31 Estes vos serão por immundos de peito; nem nelles vos contamineis,
entre todo reptil, qualquer que os to- para ser immundos por elles.
car, estando mortos, será immundo 44 Porque eu sou Jeho vah vosso
até á tarde. Deos: Portanto vos santificareis, e
32 E tudo aquillo, sobre que delles sereis santos, porque eu sou santo;
cahir alguma cousa, estando mortos, e não contaminareis vossas almas em
será immundo; seja todo vaso de ma- nenhum reptil, que anda de peito so-
deira, ou vestido, ou pele, ou saco; bre a terra.
qualquer instrumento, com que se faz 45 Porque eu sou Jeh ov ah , que vos
alguma obra; será inettido na agua, e faço subir da terra de Egypto, para
será immundo até á tarde; depois que eu seja vosso Deos; e para que
será limpo. sejais santos, porque eu sou santo.
33 E todo vaso de barro, em que 46 Esta he a lei dos animaes, e das
cahir alguma cousa delles, tudo que aves, e de toda alma vivente, que se

Go gle Original from


HARVARD UNIVERSITY
116 LEVITICO, XII, XIII.

move nas aguas : e de toda alma, que entáo será levado a Aaron o sacerdote,
anda de peito sobre a terra. ou a hum de seus filhos, os sacerdotes.
47 Para fazer differença entre o im- 3 E o sacerdote attentará para a
mundo e entre o limpo; e entre os chaga na pele da carne; se o pelo na
animaes, que se podem comer, e en- chaga se tornou branco, e a chaga
tre os animaes, que não se podem co- parecer mais profunda que a pele de
mer. sua carne; chaga de lepra he: vendo-
o assim o sacerdote, o declarará por
CAPITULO XII. immundo.
4Mas se a empola na pele de sua

1
AALLOU mais Jehovah a Moyses, came for branca, e náo parecer mais
’ dizendo: profunda que a pele, e o pelo náo se
2 Falia aos filhos de Israel, dizendo: tornou branco: entáo o sacerdote en-
Quando a mulher conceber e parir cerrará ao chagado por sete dias.
hum macho, será immunda sete dias; I 5 E ao sétimo dia o sacerdote atten-
conforme aos dias da separação de tará para elle ; e eis que, se a chaga
sua enfermidade será immunda. a seu parecer parou, e a chaga na pe-
3 E ao dia oitavo será circuncidada le se não estendeo; então o sacerdote
a carne de seu prepucio. o encerrará por outros sete dias.
4 Depois fieará trinta e tres dias no 6E o sacerdote ao sétimo dia outra
sangue de sua purgação: nenhuma vez attentará para elle; e eis que, se
cousa santa tocará, e náo virá ao San- a chaga se recolheo, e a chaga na pe-
tuario, até que se cumpráo os dias de le se náo estendeo, entáo o sacerdote
sua purgação. o declarara por limpo: postema era;
5 Mas se parir huma femea, será im- e lavará seus vestidos, e será limpo.
munda duas semanas conforme sua 7 Mas se a postema na pele esten-
separação: depois ficará sessenta e dendo se estendeo, depois que foi
seis dias no sangue de sua purgação. mostrado ao sacerdote para sua puri-
6 E quando forem cumpridos os di- ficação ; outra vez será mostrado ao
as de sua purgação por filho ou por sacerdote.
filha, trará num cordeiro de hum an- 8 E o sacerdote attentará para elle,
no por holocausto, e hum pombinho e eis que, se a postema na pele se
ou numa rola para expiação de pec- tem estendido, o sacerdote o declara-
cado, diante da porta da Tenda do rá por immundo : lepra he.
ajuntamento ao sacerdote. 9 Quando no homem houver chaga
7 O qual offerece-lo-ha perante a face de lepra, será levado ao sacerdote.
de Jeho vah , e por ella fará propicia- 10 Se o sacerdote vir, que inchação
ção ; e será limpa do fluxo de seu branca ha na pele, a qual tomou o pe-
sangue: esta he a lei da que parir lo em branco, e houver alguma saude
macho ou femea. de carne viva na inchação ;
8 Mas se sua mão não alcançar as- 11 Lepra envelhecida he na pele de
saz para hum cordeiro, então tomará sua came: por tanto o sacerdote de-
duas rolas, ou dous pombinhos, hum clara-lo-ha por immundo: náo o en-
para o holocausto, e hum para a expia- cerrará; porque immundo he.
ção do peccado: assim o sacerdote por 12 E se a lepra reverdecer na pele,
ella fará propiciação, e será limpa. e a lepra cubrir toda a pele do chaga-
do, desde sua cabeça até seus pés, a
CAPITULO XIII. toda a vista dos olhos do sacerdote.
13 E o sacerdote attentar que, eis

F
ALLOU mais Jeho vah a Moyses que a lepra tem cuberto toda sua car-
e a Aaron, dizendo: ne ; então ao chagado declarará por
2 O homem, quando na pele de sua limpo: todo se tornou branco; lim-
carne houver inchação, ou chaga, ou po he.
empola branca, que estiver na pele 14 Mas no dia em que apparecer qel-
de sua carne como chaga de lepra; I la came viva, será immundo.

Digitized by Go- gle Original from


HARVARD UNIVERSIT '
LEVITICO, XIII. 117
15 Vendo pois o sacerdote a carne dura: portanto o sacerdote o decla-
▼ira, declara-lo-ha por immundo: a rará por limpo; porque sinal he da
came nva he immunda; lepra he. queimadura.
16 Ou tornando a came viva, e mu- 29 E quando homem ou mulher ti-
dando-se em branca; então virá ao sa- ver chaga na cabeça, ou na barba.
cerdote. 30 E o sacerdote attentando a cha-
17 E vendo-o o sacerdote, e eis que ga, eis que ella parece mais funda que
a chaga se tomou branca; então o sa- a pele, e pelo amarello fino nella ha, o
cerdote por limpo declarará ao cha- sacerdote o declarará por immundo,
gado. limpo he. tinha he, lepra he da cabeça ou da
1S Se também a came, em cuja pele barba.
houver alguma postema, se sarar: 31 Mas havendo o sacerdote atten-
l'J E em lugar da postema vier in- tado a chaga da tinha, e eis que ella
chação branca ou empóla branca en- náo parece mais funda que a pele, e
vermelhecida; se mostrará ao sacer- pelo preto náo houver nella; então o
dote. sacerdote encerrará ao chagado da
20 Se o sacerdote attentar que, eis tinha por sete dias.
que ella parece mais funda que a pele: 32 E o sacerdote attentará a chaga
e sen pelo se tornou branco; o sacer- ao sétimo dia, e eis que se a tinha náo
dote declara-lo-ha por immundo: cha- for estendida, e nella não houver peio
ga da lepra he; pela postema brotou. amarello, nem a tinha parecer mais
21 E vendo ao sacerdote, o eis que funda que a pele.
neDa não parece pelo branco, nem es- 33 Então se trosquiará; mas não
tiver mais funda que a pele, mas en- trosquiará a tinha; e o sacerdote se-
coihada; então o sacerdote o encer- gunda vez encerrará ao tinhoso por
rará por sete dias. sete dias.
22 Se depois estendendo estendeo-se 34 Depois o sacerdote attentará a
na pele, o sacerdote o declarará por tinha ao sétimo dia; e eis que, se a
immundo; chaga he. tinha náo houver estendida na pele, e
23 Mas se a empóla parar em seu ella não parecer mais funda que a
lugar, não se estendendo, queimadura pele, o sacerdote o declarará por lim-
da postema he 'f o sacerdote pois de- po, e lavará seus vestidos, e será limpo.
clara-lo-ha por limpo. 35Mas se a tinha depois de sua pu-
24 Ou quando na pele da carne hou- rificação estendendo-se houver esten-
ver queimadura de fogo, e o que he dido na pele;
«arado da queimadura,houver empóla 36E o sacerdote o attentar, e eis
branca, vermelha, ou branca somente. que a tinha se tem estendido na pele;
25 E vendo ao sacerdote, e eis que o sacerdote náo buscará pelo amarel-
o pelo na empóla se tornou branco, e lo: immundo he.
ella parece mais funda que a pele, 37 Mas se a tinha a sen parecer
lepra he, que reveideceo pela quei- parou, e pelo preto nella creceo; a
madura : portanto o sacerdote o decla- tinha está saã, limpo he : por tanto o
rará por immundo; chagado leprahe. sacerdote declara-lo-ha por limpo.
26 Mas vendo ao sacerdote, e eis que 38E quando homem ou mulner ti-
na empóla não apparecer pelo branco, verem empolas, empólas brancas na
nem estiver mais funda que a pele, pele de sua came.
mas recolhida - o sacerdote o encer- 39 E o sacerdote attentar, que na
rará por sete dias. pele de sua came apparecem empólas
27 Depois o sacerdote o attentará ao recolhidas brancas: bustela branca
sétimo dia ; se totalmente houver es- he, que reverdeceo na pele; limpo he.
tendida, o sacerdote o declarará por 40 E quando se pelar a cabeça do
immundo: chaga de lepra he. homem; calvo he, limpo está.
28 Mas se a empóla parar em seu 41 E se de huma banda de seu rosto
luf^r, e na pele náo se estender, mas se lhe pelar a cabeça ; meio calvo he,
se recolher; inchação he da queima- limpo está.
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
118 LEVITICO, XIV.

42Porem se na calva, ou na meia ga, depois que for lavada, e eis que a
calva houver chaga branca vermelha; chaga nâo mudou seu parecer, nem a
lepra he, reverdecendo em sua calva, chaga se estendeo; immundo he, com
ou em sua meia calva. fogo o queimarás; chaga penetrante
43Havendo pois o sacerdote o atten- he em sua ealva, ou em sua meia
tado, e eis que a inchação da chaga calva.
em sua calva ou meia calva está bran- 56 Mas se o sacerdote attentar, que
ca vermelha, como parece a lepra na a chaga se tem recolhido, depois que
pele da came. for lavada, então a rasgara ao vesti-
44 Leproso he aquelle homem, im- do, ou da pelé, ou do fio da tea, ou do
mundo está : o sacerdote o declarará liço.
totalmente por immundo; sua chaga 57 E se ainda apparecer no vestido
está em sua cabeça. ou no fio da tea, ou no liço, ou em
45 Também os vestidos do leproso, qualquer cousa de peles, lepra bro-
em quem está a chaga, serão rompi- tante he: com fogo o queimarás em
dos, e sua cabeça será descuberta, e que a chaga está.
cubrirá o beiço de riba, e clamará: 58 Mas o vestido, ou o fio da tea,
immundo, immundo. ou o liço, ou qualquer cousa de peles,
46 Todos os dias, em que a chaga que lavares, e de que a chaga se re-
houver nelle, será immundo, immun- tirar, lavar-se-ha segunda vez, e será
do está, habitará só: sua habitação limpo.
será fora do arraial. 59 Esta he a lei da chaga da lepra,
47 Quando também em algum ves- do vestido de lãa, ou de linho, ou do
tido houver chaga de lepra; em vesti- fio da tea, ou do liço ou de qualquer
do de lã, ou em vestido de linho. cousa de peles, pera declarálo por
48 Ou no fio da tea, ou no liço do limpo ou por immundo.
linho, ou da lãa; ou em pele, ou em
qualquer obra de peles. CAPITULO XIV.
49 Ea chaga no vestido, ou na pele,

D
ou no fio da tea, ou no liço, ou em qual- EPOIS fallou Jehov ah a Moyses,
quer cousa de peles apparecer verde dizendo:
ou vermelha, chaga de lepra he, pelo 2 Esta será a lei do leproso no dia
que mostrar-se-ha ao sacerdote. de sua purificação : será levado ao sa-
50E o sacerdote attentará a chaga; cerdote.
e encerrará a cousa chagada por sete 3 E o sacerdote sahira fora do arrai-
dias. al: e attentando o sacerdote, que a
51Entáo attentará a chaga ao séti- chaga da lepra do leproso for sarada.
mo dia; se a chaga houver estendida 4 Então o sacerdote mandará, que
no vestido, ou no fio da tea, ou no liço, por aquelle que se houver de purificar,
ou na pele, para qualquer obra a pele se tomem duas aves vivas, limpas, e
for feita; tal chaga lepra de roedura pão de cedro, e grã, e hysopo.
he, immundo está. 5 Mandará também o sacerdote, que
52 Pelo que queimará aquelle vesti- se degole a huma ave em hum vaso
do, ou fio da tea, ou liço de leã, ou de de barro sobre aguas, vivas.
linho, ou qualquer obra de peles, em 6 E tomará a ave viva, e o pao de
que houver a chaga; porque lepra de cedro, e a grã, e o hysopo, e o mo-
roedura-he, com fogo queimar-se-ha. lhará com a ave viva no sangue da
53 Mas vendo o sacerdote, e eis que ave, que foi degolada sobre as aguas
a chaga se não estendeo no vestido vivas.
ou no fio da tea, ou no liço, ou em 7 E sobre aquelle que ha de purifi-
qualquer obra de peles. car-se da lepra, espargirá sete vezes;
54 Então o sacerdote mandará, que então o declarará por limpo, e soltará
se lave o que for chagado; e o encer- a ave viva sobre a face do campo.
rará segunda vez por sete dias. 8 E aquelle que purificar-se-na, la-
55 E attentando o sacerdote a cha- vará seus vestidos, e rapará todo sen
Digitized by Go- 'Qle Original from
HARVARD UNIVERSIT i
LEVITICO, XIV. 119

pelo, e se lavará com agua; assim se- ve na mão do sacerdote, porá sobre a
rá limpo: e depois entrará no arraial; cabeça daquelle que punficar-se-ha :
porem ficará tora de sua tenda por assim o sacerdote fará propiciação por
sete dias. elle perante a face de Jeho vah .
9 E será que ao sétimo dia rapará 19 Também o sacerdote adereçará
todo seu pelo, sua cabeça, e sua bar- a expiação do peccado, e fará propi-
ba, e as sobrancelhas de seus olhos; e ciação por aquelle que purificar-se-na
rapará todo seu outro pelo : e lavará de sua immundicia; e depois degola-
seus vestidos, e lavará sua came com rá o holocausto.
agua, e será limpo. 20 E o sacerdote offerecerá o holo-
10 E ao dia oitavo tomará dous cor- causto e a offerta de manjares sobre
deiros inteiros, e huma cordeira intei- o altar: assim o sacerdote fará propi-
ra de hum anno, e tres dezimas de ciação por elle, e será limpo.
flor de farinha para offerta de manja- 21 Porem se for pobre, e sua mão
res, amassada com azeite, e hum Log não alcançar tanto, tomará hum cor-
de azeite. deiro para expiação da culpa em mo-
11 E o sacerdote que faz a purifica- vimento, para fazer propiciação por
ção, appresentará ao varão que purifi- elle; e a dezima de flor de farinha,
car-se-ha com aquellas cousas perante amassada com azeitej para offerta de
a face de Jehov ah , á porta da Tenda manjares, e hum Log cie azeite.
do ajuntamento. 22 E duas rolas, ou dous pombinhos,
12 E o sacerdote tomará o hum cor- que alcançar sua mão : dos quaes o
deiro, e offerece-lo-ha com o Log de hum será para expiação do peccado, o
azeite por expiação da culpa; e o mo- o outro para holocausto.
verá por offerta movediça perante a 23E ao oitavo dia de sua purifica-
face de Jehov ah . ção os trará ao sacerdote, á porta da
13 Entáo degolará ao cordeiro no lu- Tenda do ajuntamento perante a face
gar, em que se degola a expiação do de Jehovah .
peccado e o holocausto, no lugar san- 24E o sacerdote tomará o cordeiro
to j porque assim a expiação da culpa da expiação da culpa, e o Log do
como a expiação do peccado he para azeite; e o sacerdote os moverá por
o sacerdote; santidade de santidades offerta movediça perante a face de
he. Jehovah .
14E o sacerdote tomará do sangue 25 Então degolará ao cordeiro da ex-
da expiação da culpa, e o sacerdote o piação da culpa, e o sacerdote toma-
porá sobre a tenrilha da orelha direi- rá <to sangue da expiação da culpa, o
ta daquelle que ha de purificar-se, e o porá sobre a tenrilha da orelha di-
sobre o polegar de sua mão direita, e reita daquelle que ha de purificar-se,
no polegar de seu pé direito. e sobre o polegar de sua mão direita,
15 Também o sacerdote tomará do e sobre o polegar de seu pé direito.
Log de azeite, e o derramará sobre a 26 Também o sacerdote derramará
mão esquerda do sacerdote. do azeite sobre a mão esquerda do
16 Entáo o sacerdote molhará seu sacerdote.
dedo direito no azeite que está em sua 27 Depois o sacerdote com seu dedo
mão esquerda, e daquelle azeite com direito espargirá do azeite que está
seu dedo espargirá sete vezes perante em sua mão esquerda, sete vezes pe-
a face de Jehovah . rante a face de Jehovah .
17 E o restante do azeite, que está 28 E o sacerdote porá do azeite que
em sua mão, o sacerdote porá sobre está em sua mão, na tenrilha da ore-
a tenrilha da orelha direita daquelle lha direita daquelle que ha de purifi-
que purificar-se-ha, e sobre o polegar car-se, e no polegar de sua mão di-
de sua mão direita, e sobre o polegar reita, e no polegar de seu pé direito;
de seu pé direito, em cima do sangue no lugar do sangue da expiação da
da expiação da culpa. culpa.
18 E o restante do azeite, que este- 29 E o que sobejar do azeite, que

Go gle Original from


HARVARD UNIVERSITY
120 LEVITICO, XIV.

está na mão do sacerdote, porá sobre dras; e outro barro se tomará, e a ca-
a cabeça do que ha de purificar-se, sa se rebocará.
para fazer propiciação por elle peran- 43 Porem se a chaga tornar, e brotar
te a face de Jehov ah . na casa, depois que as pedras se arran-
30 Depois adereçará a huma das ro- cárào, e a casa foi raspada, e depois
las ou dos pombinhos,doque alcançar que foi rebocada.
sua mão. 44Então o sacerdote entrará, e at-
31 Do que alcançar sua mão, será o tentando que a chaga na casa se tem
hum para expiação do peccado, e o estendido; lepra de roedura ha na ca-
outro para holocausto com a offerta sa, immunda está.
de manjares: assim o sacerdote fará 45 Portanto se derribará a casa, suas
propiciação por aquelle que se ha de pedras, e sua madeira, como também,
purificar perante a face de Jehovah . todo o narro da casa ; e se levará fora
32Esta he a lei daquelle em quem da cidade a hum lugar immundo.
estiver a chaga da lepra, cuja mão 46 E o que entrar naquella casa em
não alcançar aquillo para sua purifica- qualquer dia, em que for fechada, se-
ção. rá immundo até a tarde.
33 Fallou mais Jehovah a Moyses e 47 Também o que se deitar a dor-
a Aaron, dizendo: mir em tal casa, lavará seus vestidos:
34 Quando ouverdes entrado na ter- e o que comer em tal casa, lavará se-
ra de Canaan, que vos hei de dar por us vestidos.
possessão; e eu enviar a chaga da 48Porem tornando o sacerdote a en-
lepra em alguma casa da terra de vos- trar, e attentando que, eis que a chaga
sa possessão: na casa se não tem estendido, depois
35 Então virá aquelle, cujo for a ca- que a casa foi rebocada; o sacerdote
sa, e o fará saber ao sacerdote, dizen- por limpa declarará a casa, porque a
do : como a chaga apparece em mi- chaga está curada.
nha casa. 49 Depois tomará para expiar a ca-
36 E o sacerdote mandará, que des- sa duas aves, e pao de cedro, e grã, e
pejem a casa, antes que venha o sa- hisopo.
cerdote para attentar a chaga, para 50E degolará a huma ave em hum
que tudo que está na casa, não seja vaso de barro sobre aguas vivas.
contaminado: e depois virá o sacer- 51 Então tomará o pao de cedro, e
dote, para attentar a casa, o hisopo, e a grã, e a ave viva, e o
37 E vendo a chaga, e eis que a cha- molhará no sangue da ave degolada,
ga nas paredes da casa tem covinhas e nas aguas vivas; e espargirá á casa
verdes ou vermelhas, e parecem mais sete vezes.
fundas que a parede. 52 Assim expiará aquella casa como
38 Então o sacerdote sahirá daquella sangue da avezinha, e com as aguas
casa á porta da casa, e cerrará a casa vivas, e com a avezinha viva, e com
por sete dias. o pao de cedro, e com o hisopo, e com
39 Depois tornará o sacerdote ao a grã.
sétimo dia ; se attentar, que a chaga 53 Então soltará a ave vira fora da
nas paredes da casa se tem estendi- cidade sobre a face do campo: assim
do. fará propiciação pela casa ; e será
40 Então o sacerdote mandará, que limpa.
arranquem as pedras, em que estiver 54 Esta he a lei de toda chaga de
a chaga, e as lançem fora da cidade lepra, e de tinha.
em hum lugar immundo. 55 E de lepra dos vestidos, e das
41 E fará raspar a casa por dentro ao casas.
redor, e ao pó, que raspárão, lança- 56 E da inchação, e da postema, e
rão fora da cidade em hum lugar im- das empólas.
mundo. 57 Para ensinar, em que dia alguma
42 Depois tomarão outras pedras, e cousa será immunda, e em que dia
fts porão no lugar das primeiras pe- será limpa. Esta he a lei da lepra.

Digitized by Go- Qle Original from


HARVARD UNIVERSITY
LEVITICO, XV. 121

rante a face de Jeh ov ah á porta da


CAPITULO XV.
Tenda do ajuntamento, e os dará ao

F
ALLOU mais Jehov ah a Moyses sacerdote.
e a Aaron, dizendo: 15 E o sacerdote os aparelhará, o
2 Fallai aos filhos de Israel, e di- hum para expiação de peccado, e o
zei-lhes : qualquer varão, quando sua outro para holocausto : assim o sacer-
semente sahir de sua came, será im- dote por elle fará propiciação de seu
mundo por seu fluxo. fluxo perante a face de Jeho vah .
3 E~ta pois será sua immundicia por 16 Também o varão, quando sahir
seu fluxo: se sua carne destila seu delle a semente do ajuntamento, toda
fluxo, ou se sua came se cerra de seu sua carne banhará com agua, e será
fluxo, esta he sua immundicia. immundo até a tarde.
4 Toda cama, em que se deitar o 17 Também todo vestido, e toda pe-
que tiver fluxo, será immuuda; e to- le, em que houver semente do ajunta-
da cousa, sobre que se assentar, será mento, se levará com agua, e será im-
immunda. mundo até a tarde.
5 E qualquer que tocar a sua cama, 18 E também a mulher, com que o
lavará seus vestidos, e se banhará em varão se deitar com semente de ajun-
agua, e será immundo até a tarde. tamento : pelo que se banharão com
6 E o que assentar-se sobre o vaso, agua, e serão immundos até a tarde.
em que se assentou o que tem o fluxo, 19 Mas a mulher, quando tiver fluxo,
lavará seus vestidos, e se banhará em e seu fluxo de sangue estiver em sua
agua, e será immundo até a tarde. carne; estará sete dias em sua sepa-
7 E o que tocar a came do que tem ração, e qualquer que a tocar, será
o fluxo, lavará seus vestidos, e se ba- immundo até a tarde.
nhará em agua, e será immundo até 20 E tudo aquillo, sobre que ella se
a tarde. deitar em sua separação, será immun-
8 Quando também o que tem o fluxo do; e tudo sobre que se assentar, se-
cuspir sobre hum limpo, lavará seus rá immundo.
vestidos, e se banhará em agua, e se- 21 E qualquer que tocar a sua cama,
rá immundo até a tarde. lavará seus vestidos, e se banhará com
9 Também toda sella, em que caval- agua, e será immundo até a tarde.
gar o que tem o fluxo, será immunda. 22 E qualquer que tocar alguma cou.
10 E qualquer que tocar em alguma sa, sobre que ella se houver assentado,
cousa, que estiver debaixo delle, será lavará seus vestidos, e se banhará com
immundo até a tarde; e o que a le- agua, e será immundo até a tarde.
var, lavará seus vestidos, e se banha- 23 Se também alguma cousa estiver
rá em agua, e será immundo até a sobre a cama, ou sobre o vaso em que
tarde. ella se assentou; se a tocar, será im-
11 Também todo aquelle, a quem mundo até a tarde.
tocar o que tem fluxo, sem haver lava- 24 E se varão deitando se deitar com
do suas mãos com agua, lavará seus ella, e sua immundicia estiver sobre
vestidos, e se banhará em agua, e se- elle, immundo será por sete dias: tam-
rá immundo até a tarde. bém toda cama, sobre que se deitar,
12 E o vaso de barro, que tocar o será immunda.
que tem fluxo, será quebrado: porem 25 Também a mulher, quando ma-
todo vaso de madeira será lavado com nar o fluxo de seu sangue por muitos
agua. dias fora do tempo de sua separação,
13 Quando pois o que tem o fluxo, ou quando tiver fluxo de sangue de
for alimpado de seu fluxo, se contará mais de sua separação; todos os dias
sete dias para sua purificação, e lava- do fluxo de sua immundicia será im-
rá seus vestidos, e banhará sua came munda, como nos dias de sua separa-
em aguas vivas; e será limpo. ção.
14 E ao dia oitavo se tomará duas 26 Toda cama, sobre que so deitar
rolas, ou dous pombinhos, e virá pe- todos os dias de seu fluxo, será-lhe
6Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
122 LEVITICO, XVI.

como a cama de sua separação ; e to- linho, e se cubrirá com a mitra de li-
da cousa, sobre que se assentar, será nho: estes sâo vestidos santos; por-
immunda, conforme á immundicia de isso banhará sua carne com agua, e
sua separação. os vestirá.
27E qualquer que as tocar, será im- 5 E da congregação dos filhos de Is-
mundo ; portanto lavará seus vestidos, rael tomará dous cabrões das cabras
e se banhará com agua, e será im- para expiação do peccado, e hum car-
mundo até a tarde. neiro para holocausto.
28 Porem quando for limpa de seu 6 Depois Aaron offerecerá o novi-
fluxo, então se contará sete dias, e lho da expiação, que será para el-
depois será limpa. le ; e fará propiciação por si e por sua
29 E ao dia oitavo se tomará duas casa.
rolas ou dous pombinhos, e os trará 7 Também tomará ambos os ca-
ao sacerdote á porta da Tenda do brões, e os porá perante a face de J e -
ajuntamento. hovah , á porta da Tenda do ajunta-
30 Entáo o sacerdote preparará a mento.
hum para expiação do peccado, e o 8 E Aaron lançará sortes sobre os
outro para holocausto: e o sacerdote dous cabrões: a numa sorte por Jeho -
por ella fará propiciação do fluxo de vah , e a outra sorte pelo cabrão en-
sua immundicia perante a face de viado.
Jeho vah . 9 Então Aaron fará chegar o cabrão,
31 Assim separareis os filhos de Is- sobre que cahir a sorte por Jehov ah ,
rael de suas immundicias, para que e o preparará para expiação do pecca-
náo morrão em suas immundicias, do.
contaminando meu Tabemaculo, que 10 Mas o cabrão, sobre que cahir a
está no meio delles. sorte, para ser cabrão enviado, vivo
32 Esta he a lei daquelle que tem o appresentar-se-ha perante a face de J e -
fluxo, e do que sahe a semente do hovah , para fazer propiciação sobre
ajuntamento, pelo que fica immundo; elle, para enviálo ao deserto como
33 Como também da mulher enfer- cabrão enviado.
ma em sua separação, e daquelle que 11 E Aaron fará chegar o novilho
padece seu fluxo, seja macho, ou fe- da expiaçáo, que será para elle, e fa-
mea ; e do homem que se deita com rá propiciaçáo por si e por sua casa ;
immunda. e degolará o novilho da expiaçáo, que
será para elle.
12 Tomará também o encensario
CAPITULO XVI. cheo de brasas do fogo do altar, de

E
FALLOU Jeho vah a Moyses, de- diante da face de Jehov ah ; e seus
pois que morrerão os dous filhos punhos cheos de perfume aromatico,
de Aaron, quando se chegárão diante moido, e o metterá a dentro do veo.
de Jehov ah ., e morrerão. 13 E porá o perfume sobre o fogo
2 Disse pois Jehova h a Moyses: Di- perante a face ae Jeho vah , para que
ze a Aaron teu irmão, que náo entre a nuvem do perfume cubra o propi-
no Santuario em todo tempo, a den- ciatorio, que está sobre o testimunho,
tro do veo diante do propiciatorio, que e elle não morra.
está sobre a Arca, para que não mor- 14 E tomará do sangue do novilho,
ra ; porque eu appareço na nuvem so- e com seu dedo espargirá sobre a face
bre o propiciatorio. do propiciatorio para a banda do Ori-
3 Com isto Aaron entrará no San- ente ; e perante o propiciatorio espar-
tuario : com hum novilho, filho de va- girá sete vezes do sangue com seu
ca para expiação do peccado, e hum dedo.
carneiro para holocausto. 15 Depois degolará o cabrão da ex-
4 Vestirá-se a túnica santa de li- piaçáo, que será para o povo, e mete-
nho, e terá ceroulas de linho sobre rá seu sangue a dentro do veo; e fa-
sua carne, e cingir-se-ha com cinto de rá com seu sangue, como fez com o
Digitized by Go< gle Original fróW
HARVARD UNIVERSITY
LEVITICO, XVII.

sangue do novilho, e o espargirá sobre vestidos, e banhará sua carne com


o propiciatório, e perante a face do agua; e depois entrará no arraial.
propiciatório. 27 Mas o novilho da expiação e o ca-
16 Assim fará propiciação pelo San- brão da expiaçáo do peccado, cujo san-
tuario a causa das immundicias dos gue foi metido para fazer propiciação
filhos de Israel, e de suas transgres- no Santuario, será levado fora do ar-
sões segundo todos seus peccados: e raial : porem suas peles, sua carne, e
assim fará á Tenda do ajuntamento, seu esterco queimarão com fogo.
que mora com elles no meio de suas 28 E aquelle que os queimar, lavará
immundicias. seus vestidos, e banhará sua carne
17 E nenhum homem estará na Ten- com agua; e depois entrará no ar-
da do ajuntamento, quando elle entrar raial.
a fazer propiciação no Santuario, até 29 E isto vos será por estatuto per-
que elle sahir: assim fará propiciação petuo: no sétimo mez, aos dez do
por si mesmo, e por sua casa, e por mez aífiigireis vossas almas, e nenhu-
toda a congregação de Israel. ma obra fareis; nem o natural, nem o
18 Entáo sahirá ao altar, que está estrangeiro, que peregrina entre vos.
perante a face de Jeh ov ah , e fará 30 Porque naquelle dia fará propicia-
propiciação por elle; e tomará do san- ção por vos, para purificar-vos: e sereis
gue do novilho, e do sangue do cabrão, purificados de todos vossos peccados
e o porá sobre os cornos do altar ao perante a face de Jehovah .
redor. 31 Sabbado de descanço vos será, e
19 E daquelle sangue espargirá sobre afiligireis vossas almas: isto he esta-
elle com seu dedo sete vezes, e o pu- tuto perpetuo.
rificará das immundicias dos filhos de 32 E o sacerdote, que for ungido, e
Israel, e o santificará. cuja mão for chea, para administrar o
21) Havendo pois acabado de expiar sacerdócio em lugar de seu pai, fará
ao Santuario, e a Temia do ajunta- a propiciação; havendo vesticfo os ves-
mento, e ao altar; então fará chegar tidos de linho, os vestidos santos.
ao cabrão vivo. 33 Assim expiará ao santo Santua-
21 E Aaron porá ambas suas mãos rio ; também expiará a Tenda do ajun-
sobre a cabeça do cabrão vivo, e so- tamento e ao altar: semelhantemen-
bre elle confessará todas as iniquida- te fará propiciação pelos sacerdotes,
des dos filhos de Israel, e todas suas e por tono o povo da congregação.
transgressões segundo todos seus pec- 34 E isto vos será por estatuto perpe-
cados : e os porá sobre a cabeça do tuo, para fazer propiciação pelos filhos
cabrão, e envja-lo-ha ao deserto pela de Israel de todos seus peccados, hu-
máo de hum varáo aparelhado. ma vez no anno: E fez Aaron, como
22 Assim aquelle cabrão levará so- Jehovah mandâra a Moyses,
bre si todas as iniquidades delles á
terra apartada; e enviará o cabrão ao
deserto. CAPITULO XVII.
23 Depois Aaron virá á Tenda do
F
ALLOU mais Jeho vah a Moyses,
ajuntamento, e despirá os vestidos de dizendo:
luiho. que havia vestido, quando entra- 2 Falia a Aaron e a seus filhos, e a
va no Santuario; e ali os deixará. todos os filhos de Israel, e dize-lhes :
24 E banhará sua carne com agua no esta he a palavra que Jehov ah man-
lugar santo, e vestirá seus vestidos: dou, dizendo:
entáo sahirá, e preparará seu holo- 3 Qualquer varáo da casa de Israel,
causto, e o holocausto do povo, e fará que degolar boi, ou cordeiro, ou ca-
propiciação por si e pelo povo. bra, no arraial, ou quem os degolar
25 Também accenderâ o cebo da ex- fora do arraial.
piaçáo do peccado sobre o altar. 4 E os náo trouxer á porta da Tenda
26 E o que houver levado ao cabrão do ajuntamento, para offereoer offerta
(que era cabrão enviado), lavará seus a Jehov ah diante do Tabemaculo de
HARVARD UNÍVERSITY
124 LEVITICO, XVIII.

Jehov ah : ao tal varão será imputa- entre os estrangeiros, que comer cor*
do o sangue, derramou sangue; pelo po morto ou despedaçado; lavará seus
que tal varão será desarreigado de seu vestidos, e se banhará com agua, e
povo. será immunda até a tarde; depois se-
5 Para que os filhos de Israel, trazen- rá limpa.
do seus sacrifícios, que sacrificáo so- 16 Mas se os não lavar, nem banhar
bre a face do campo, os tragão a Je - sua carne, levará sua iniquidade.
hov ah , á porta da Tenda do ajunta-
mento ao sacerdote, e os sacrifiquem CAPITULO XVIII.
por sacrifícios gratincos a Jeho vah .

F
6 E o sacerdote espargirá o sangue ALLOU mais Jeho vah a Moyses,
sobre o altar de Jehova h á porta da dizendo:
Tenda do ajuntamento, e accenderá o 2 Falia aos filhos de Israel, e dize-
cebo em perfume de suave cheiro a lhes: Eu sou Jeho vah vosso Deos.
Jehovah . 3 Não fareis segundo as obras da ter-
7 E nunca mais sacrificarão seus sa- ra de Egypto, em que habitastes; nem
crifícios aos demonios, após que for- fareis segundo as obras da terra de
nicão: isto será-lhes por estatuto per- Canaan, na qual eu vos meto; nem
petuo em suas gerações. andareis em seus estatutos.
8 Dize-lhes pois: qualquer varão da 4 Meus direitos fareis, e meus esta-
casa de Israel e dos estrangeiros, que tutos guardareis, para andar nelles:
peregrinão entre vosoutros, que one- Eu sou Jehov ah vosso Deos.
recer holocausto ou sacrifício. 5 Portanto meus estatutos e meus di-
9 E nâo o trouxer á porta da Tenda reitos guardareis; os quaes fazendo o
do ajuntamento, para aparelha-lo a Je - homem, viverá por elles: Eu sou Je -
hov ah ; o tal varão será desarreigado hovah .
de seus povos. 6 Nenhum varão se achegará a al-
10 E qualquer varão da casa de Is- guma parenta de sua carne, para des-
rael e dos estrangeiros, que peregri- cubrir as vergonhas: Eu sou Jehovah .
não entre elles, que comer algum san- 7 Nâo descubrirás as vergonhas de
gue ; contra aquella alma, que comer teu pai, e as vergonhas de tua mai:
sangue, eu porei minha face, e a de- tua mai he; não descubrirás suas ver-
sarraigarei de seu povo. gonhas.
11 Porque a alma da came está no 8 Náo descubrirás as vergonhas da
sangue; pelo que volo tenho dado so- mulher de teu pai: as vergonhas de
bre o altar, para fazer propiciação por teu pai são.
vossas almas: porquanto he o sangue, 9 As vergonhas de tua irmã, filha
que fará propiciação pela alma. de teu pai, ou filha de tua mai, nasci-
12 Portanto tenho dito aos filhos de da em casa, ou fora da casa; suas ver-
Israel: nenhuma alma de vosoutros co- gonhas não descubrirás.
merá sangue ; nem o estrangeiro, que 10 As vergonhas da filha de teu filho,
peregrina entre vos, comerá sangue. ou da filha de tua filha; suas vergo-
13 Também qualquer varão dos filhos nhas náo descubrirás: porque tuas
de Israel, e dos estrangeiros, que pere- vergonhas são.
grináo entre elles, que caçar caça de 11 As vergonhas da filha da mulher
animal ou de ave, que se come; der- de teu pai, gerada de teu pai, (tua
ramará seu sangue, e o cubrirá com pò. irmá he) suas vergonhas nâo aescu-
14 Porquanto he a alma de toda car- brirás.
ne ; seu sangue he por sua alma: por 12 As vergonhas da irmã de teu pai
isso tenho dito aos filhos de Israel; não descubrirás; parenta de teu pai
não comereis o sangue de nenhuma he.
carne : porque a alma de toda carne 13 As vergonhas da irmá de tua mai
he seu sangue; qualquer que o comer, nâo descubrirás; pois parenta de tua
será desarreigado. mai he.
15 E toda alma entre os natnraes, ou 14 As vergonhas do irmão de teu pai
Dic tized by Go Qle HARVARD UNIVERSITY
LEVITICO, XIX. 125
nâo descubrirás: não chegarás a sua 29 Porem qualquer que fizer alguma
mulher: tua tia be. destas abominações; as almas, que as
15 As vergonhas de tua nora náo fizerem, seráo desarreigadas de seu
descubrirás: mulher de teu filho he ; povo.
náo descubrirás suas vergonhas. 30 Portanto guardareis meu manda-
16 As vergonhas da mulher de teu do, não fazendo algum dos estatutos
irmão não descubrirás; as vergonhas abomináveis, que se fizeráo antes de
de teu irmão são. vós, e nâo vos contamineis com elles;
17 As vergonhas de huma mulher e Eu sou Jeho vah vosso Deos.
de sua filha náo descubrirás: não toma-
rás a filha de seu filho, nem a filha de
CAPITULO XIX.
sua filha, para descubrir suas vergo-

F
nhas ; parentas são : maldade he. ALLOU mais Jehova h a Moyses,
18 É nâo tomarás huma mulher com dizendo:
sua irmã, para aflligila, descubrindo 2 Falia a toda a congregação dos
suas vergonhas com ella em sua vida. filhos de Israel, e dize-lhes: Santos
19 E não chegarás á mulher na se- sereis; porque Eu Jeho vah vosso De-
paração de sua immundicia, para de- os sou santo.
acubrir suas vergonhas. 3 Cada hum temerá a sua mai e a
20 Nem te deitarás com a mulher de seu pai, e guardará meus sabbados:
teu proximo para ajuntamento de se- Eu sou Jeho vah vosso Deos.
mente, para te contaminar com ella. 4 Náo vos virareis aos idolos, nem
21 E de tua semente náo darás, pa- vos fareis Deoses de fundição: Eu
ra fazer passar pelo fogo perante Mo- sou Jehova h vosso Deos.
lech; e náo profanarás o nome de teu 5 E quando sacrificardes sacrificio
Deos: Eu sou Jeho va h . gratifico a Jehov ah , de vossa própria
22 Com macho te náo deitarás com vontade o sacrificareis.
cohabitaçáo de mulher: abominação 6 No dia em que sacrificardes, e a
he. o dia seguinte se comerá; mas o que
23 Nem te deitarás com hum animal, sobejar ao terceiro dia, será queima-
para te contaminar com elle: nem do com fogo.
a mulher se porá perante hum ani- 7 E se ao terceiro dia comendo for
mal, para aiuntar-se com elle; mistura comido; cousa abominável he, nâo
abominável he. será aceitado.
24 Com nenhuma destas cousas vos 8 E qualquer que o comer, levará
contamineis: porque em todas estas sua iniquidade, porquanto profanou a
cousas se contaminárâo as gentes, que santidade de Jeho vah ; porisso tal
eu lanço fora de diante de vossa tace. alma será desarreigada de seus po-
25 Pelo que a terra está contamina- vos.
da, e eu sobre ella visito sua iniqui- 9 Quando também segardes a sega
dade ; e a terra vomita seus morado- de vossa terra, ao canto de teu cam-
res. po náo segarás totalmente, nem espi-
26 Porem vosoutros guardareis meus gas colherás de tua sega.
estatutos e meus direitos, e nenhuma 10 Semelhantemente nâo rabiscarás
destas abominações fareis, nem o na- tua vinha, nem colherás os bagos caí-
tural, nem o estrangeiro, que peregri- dos de tua vinha: os deixarás ao po-
na entre vós. bre e ao estrangeiro; Eu sou Jeho -
27 Porque todas estas abominações vah vosso Deos.
fizeráo os homens desta terra, que nel- 11 Náo furtareis, nem mentireis,
la estavão antes de vós; e a terra foi nem usareis de falsidade cada hum
contaminada. com seu proximo.
28 Para que a terra vos náo vomite, 12 Nem falsamente jurareis por meu
havendo a contaminado; como vomi- nome; pois profanarias o nome de teu
tou a gente, que nella estava antes de Deos: Eu sou Jehovah .
13 Náo oprimirás a teu proximo, nem
Go gle
x Original from
HARVARD UNIVERSITY
126 LEVITICO, XX.

o roubarás: o jornal do jornaleiro com 26 Náo comereis com sangue; nâo


tigo náo trasnoitará até a manhã. agourareis, nem adevinhareis.
14 Não maldirás ao surdo, nem po- 27 Náo trosquiareis os cantos de vos-
rás tropeço perante a face do cego; sa cabeça ao redor; nem danarás a
mas terás temor de teu Deos; Eu sou ponta de tua barba.
Jehovah . 28Por hum corpo morto nâo fareis
15 Náo fareis perversidade no juizo; rasgadura em vossa came; nem fareis
náo aceitarás a face do pequeno, nem em vosoutros algum escrito de picadu-
respeitarás a face do grande; com ra: Eu sou Jehovah .
justiça julgarás a teu proximo. 29 Náo contaminarás a tua filha, fa-
16 Náo andarás como mexeriqueiro zendo a fornicar; para que a terra nâo
entre teus povos: nâo te porás con- fomique, e se encha de maldade.
tra o sangue de teu proximo: Eu sou 30 Meus Sabbados guardareis, e meu
Jehovah . Santuario reverenciareis: Eu sou Je -
17 Náo aborrecerás a teu irmão em hovah .
teu coraçáo: reprendendo reprende- 31Náo vos virareis aos adevinhado-
rás a teu proximo, e nelle náo sopor- res e aos encantadores; náo os bus-
tarás o peccado. queis, contaminando-vos com elles:
18 Nâo te vingarás, nem guardarás Eu sou Jeho vah vosso Deos.
ira contra os filhos de teu povo j mas 32 Diante das caãs te levantarás, e
amarás a teu proximo como a ti mes- honrarás a face do velho; e terás te-
mo : Eu sou Jehovah . mor de teu Deos: Eu sou Jeho vah .
19 Meus estatutos guardareis: ateus 33E quando o estrangeiro peregri-
animaes de differente especie nâo dei- nar comtigo em vossa terra, nâo o
xarás ajuntar para mistura: em teu oprimireis.
campo náo semearás semente de mistu- 34 Como hum natural de vosoutros
ra : e vestido de misturás de diversa será entre vós o estrangeiro, que pere-
estofa náo subirá sobre ti. grina com vosco : ama-lo-has como a
20 E quando hum varáo com ajun- ti mesmo; pois estrangeiros fostes na
tamento de semente se deitar com terra de Egypto: Eu sou Jehov ah
huma mulher, que for serva despreza- vosso Deos.
da do varáo, e náo for resgatada, nem 35 Náo fareis perversidade no juizo,
lhe se houver dado liberdade; entáo com vara, com peso, ou com medida.
serão açoutados, nâo morrerão; pois 36 Balanças justas, pedras justas,
náo foi libertada. Epha justa, e Hm justo tereis: Eu sou
21 E por expiação de sua culpa tra- Jeh ov ah vosso Deos, que vos tirei da
rá a Jehovah á porta da Tenda do terra de Egypto.
ajuntamento hum carneiro da expia- 37 Pelo que guardareis todos meus
çáo. estatutos, e todos meus direitos, e oe
22 E com o carneiro da expiaçáo da fareis: Eu sou Jehov ah .
culpa o sacerdote fará propiciação por
elle perante a face de Jehovah por
seu peccado que peccou; e seu pec- CAPITULO XX.

F
cado que peccou, lhe sera perdoado. ALLOU mais Jeho vah a Moyses,
23E quando ouverdes entrado na dizendo:
terra, e plantardes toda arvore de co- 2 Também dirás aos filhos de Isra-
mer, circuncidareis o prepucio de seu el : qualquer que dos filhos de Israel,
fruto; tres annos vos será incircun- ou dos estrangeiros, que peregrinâo
cisa; delia se náo comerá. em Israel, der de sua semente ao Mo-
24 Porem no quarto anno todo seu lech, morrendo morrerá: o povo da
fruto será santidade de louvores a terra o apedrejará com pedras.
Jehovah . 3 E eu porei minha face contra o tal
25 E no quinto anno comereis seu varão, e o desarreigarei do meio de
fruto, para que vos faça crerer sua no- seu povo, porquanto deu de sua se-
vidade : Eu sou Jeho vah vosso Deos. mente ao Molech; para contaminai
Digitized by Go- Qle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
LEVITICO, XX. 127

meu Santuario, e profanar meu santo mento com elle; a aquella mulher ma-
nome. tarás com o animal; morrendo morre-
4 E se o povo da terra escondendo rão ; seu sangue he sobre elles.
esconder seus olhos daquelle varão, 17 E quando hum varão tomar sua
que houver dado de sua semente ao irmã, filha de seu pai, ou filha de sua
Molech; assim que o não matem: mai; e elle vir as vergonhas delia, e
5 Entáo eu porei minha face contra ella vir as suas; torpeza he : por tanto
aquelle varão e contra sua familia; e serão desarreigados perante os olhos
o desarreigarei do meio de seu povo dos filhos de seu povo: descubrio as
com todos os que fornição após elle, vergonhas de sua irmá, levará sua in-
fomicando após Molech. iquidade.
6 Quando huma alma se virar aos 18 E quando hum varão se deita,
adevinhadores e encantadores, para com huma mulher, que tem sua en-
fomicar após elles; porei minha face fermidade, e descubrir suas vergo-
contra aquella alma, e a desarreigarei nhas, descubrindo sua fonte; e ella
do meio de seu povo. descubrir a fronte de seu sangue j am-
7 Portanto santificai-vos, e sé de san- bos serão desarreigados do meio de
tos : pois Eu sou Jehov ah vosso Deos. seu povo.
8 E guardai meus estatutos, e os fa- 19 Também as vergonhas da irmã
zei : Eu sou Jehovah , que vos santi- de tua mai, e da irmá de teu pai não
fico. descubrirás: porquanto descubrio sua
9 Quando hum varão maldisser a seu parenta, levarão sua iniquidade.
pai ou a sua mai, morrendo morrerá: 20 Quando também hum varão so
maldisse a seu pai ou a sua mai; seu deitar com sua tia, descubrio as ver-
sangue he sobre elle. gonhas de seu tiò: seu peccado leva-
10 Também o varão que adulterar rão; sem filhos morrerão.
com a mulher de outro, havendo adul- 21 E quando hum varão tomar a mu-
terado com a mulher de seu proximo, lher de seu irmão, immundicia he: as
morrendo morrerá, o adultero e a vergonhas de seu irmão descubrio;
adultera. sem filhos ficarão.
11 E o varão que se deitar com a 22 Guardai pois todos meus estatu-
mulher de seu pai, descubrio as ver- tos e todos meus direitos, e os fazei:
gonhas de seu pai: ambos morren- para que vos não vomite a terra, na
do morrerão ; seu sangue he sobre qual eu vos meto, para habitar nella.
elles. 23 E não andeis em os estatutos da
12 Semelhantemente quando hum gente, que eu lanço fora diante de vos-
varão se deitar com sua nora, ambos sa face ; porque fizerão todas estas
morrendo morrerão: fizerão mistura cousas: portanto me enfadei delles.
abominável; seu sangue he sobre el- 24 E a vosoutros tenho dito: em. he-
les. rança possuireis sua terra; e eu a da-
13 Quando também hum varão se rei a vosoutros, para possuila em he-
deitar com outro varão, como com a rança, terra que mana leite e mel: Eu
mo Lher : ambos fizerão abominação : sou Jehov ah vosso Deos, que vos sep-
morrendo morrerão; seu sangue he arei dos povos.
sobre elles. 25 Fareis pois differença entre os
14 E quando hum varão tomar hu- animaes limpos e immundos, e entre
ma muliier e sua mai, maldade he: a as aves immundas e as limpas; e vos-
elle e a ellas queimarão com fogo; sas almas nâo fareis abomináveis em
para que não haja maldade entre vos- os animaes, e em as aves, e em tudo
outros. que anda de peito sobre a terra; as
15 Quando também hum varão se quaes cousas apartei de vós, para te-
deitar com hum animal, morrendo las por immundas.
morrerá; e matareis o animal. 26 E serme-heis santos; porque Eu
16 Também a mulher, que se che- Jehova h sou santo : e separei-vos dos
gar a altram animal, para ter ajunta- povos, para ser meus.
Go gie
1 ' Onginal from
HARVARD UNIVERSITY
128 LEVITICO, XXII

27 Quando pois algum homem ou 13 E elle tomará mulher em sua vir-


mulher em si tiver hum espirito ad- ginidade.
vinhante, ou íor encantador, morren- 14 Viuva, ou repudiada, ou profana-
do morrerão : com pedras apedrejar- da solteira, estas não tomará : mas
se-háo; seu sangue he sobre elles. virgem de seus povos tomará por mu-
lher.
CAPITULO XXL 15 E não profanará sua semente en-
tre seus povos; porque Eu sou Jeho -

D
EPOIS disse Jehova h a Moyses : vah , que o santifica.
Falia aos sacerdotes, filhos de 16 Fallou mais Jeho vah a Moyses,
Aaron, e dize-lhes; o sacerdote não se
dizendo:
contaminará por hum morto em seus 17 Falia a Aaron, dizendo: ninguém
povos. de tua semente em suas gerações, em
2 Salvo por seu parente, mais che- quem houver alguma falta, se chega-
gado a elle: por sua mai, e por seu rá a offerecer o pão de seu Deos.
pai, e por seu filho, e por sua filha, e 18 Pois nenhum varáo, em quem
por seu irmão. houver alguma falta, se chegará: como
3 E por sua irmã virgem, chegada a varáo cego, ou coxo, ou curto, ou com-
elle, que ainda nâo teve varáo: por prido de membros.
ella se contaminará. 19 Ou varão, em quem houver que-
4 Náo se contaminará por maioral bradura de pé, ou quebradura de
entre seus povos, para se profanar. mão.
5 Náo farão calva em sua cabeça, e 20 Ou corcovado, ou anão, ou que ti-
não raparão a ponta de sua barba; ver tea em seu olho, ou sarna, ou em-
nem cortarão cortaduraem sua carne. pigens; ou que tiver companham que-
6 Santos seráo a seu Deos, e náo pro- brado.
fanarão o nome de seu Deos; porque 2! Nenhum varão da semente de
offerecem as offertas accendidas de Aaron o sacerdote, em quem houver
Jeh ov ah , o pão de seu Deos : portan- alguma falta, se chegará a offerecer
to serão santos. as offertas accendidas de Jehovah :
7 Não tomarão mulher que he sol- falta nelle ha; náo se chegará a offe-
teira ou infame: nem tomarão mulher recer o páo de seu Deos.
repudiada de seu marido; pois santo 22 O páo de seu Deos das santida-
he a seu Deos. des de santidades, e das cousas santas
8 Portanto o santificarás, porquanto poderá comer.
offerece o pão de teu Deos: santo se- 23 Porem até o veo náo entrará.nem
rá a ti, pois Eu sou santo, Jehovah se chegará ao altar, porquanto falta ha
que vos santifica. nelle; para que náo profane meus san-
9 E quando a filha de hum sacerdo- tuários; porque Eu sou Jeho vah , que
te começar a fomicar, profana a seu os santifica.
pai; com fogo será queimada. 24 E Moyses fallou isto a Aaron, e
10 E o summo Pontífice entre seus a seus filhos, e a todos os filhos de
irmãos, sobre cuja cabeça foi derra- Israel.
mado o azeite da unção, e cuja mão
se encheo, para vestir os vestidos, náo
descubrirá sua cabeça, nem rasgará CAPITULO XXII.

D
seus vestidos. EPOIS fallou Jehov ah a Moyses,
11 E não virá a nenhum corpo mor- dizendo:
to ; nem por seu pai, ou por sua mai se 2 Dize a Aaron e a seus filhos, que
contaminará. se apartem das cousas santas dos filhos
12 Nem sahirá do Santuario, para que de Israel, que a mim me santificão;
não profane o Santuario de seu Deos; para que náo profanem o nome de
pois a coroa do azeite da unçáo de minha santidade : Eu sou Jehovah .
seu Deos está sobre elle ; Eu sou Je - 3 Dize-lhes: todo varão, que entre
hov ah . vossas gerações de toda vossa semen o
Digitized by Go. q Ic
• origina. :om
HARVARD UNIVERSITY
LEVITICO, XXII. 129

se chegar ás coutas santas, que os i 16 Nem os farão levar a iniquidade


filhos de Israel santificão a Jehov ah , da culpa, comendo suas cousas san-
tendo sobre si sua immundicia; aquel- tas ; pois Eu sou Jehovah , que os san-
la alma será desarraigada de diante tifica.
de minha face. Eu sou Jeho vah . 17Fallou mais Jeho vah a Moyses,
4 Ninguém da semente de Aaron, dizendo:
que for leproso, ou tiver fluxo, comera 18 Falia a Aaron, e a seus filhos, e
das cousas santas, até que seja lim- a todos os filhos de Israel, e dize-lhes:
po: como também o que tocar algu- qualquer que da casa de Israel, e dos
ma cousa immunda de corpo morto; estrangeiros em Israel offerecer sua
ou aquelle do que sahir a semente do offerta segundo todos seus votos, e se-
ajuntamento. gundo todas suas offertas voluntárias,
5Ou qualquer que tocar a algum que offerecerem a Jeh ov ah em holo-
reptil, pelo que se fez immundo, ou a causto :
algum homem, pelo que se fez immun- 19 De vossa vontade será; macho
do. segundo toda sua immundicia. inteiro das vacas, dos cordeiros, ou
6 O homem que o tocar, será immun- das cabras.
do até a tarde; e náo comerá das cou- 20 Nenhuma cousa, em que haja fal-
sas santas, mas banhará sua carne ta, offerecereis; porque nâo seria acei-
com agua. ta por vosoutros.
7 E havendo-se o sol ja posto, então 2! E quando alguém offerecer sa-
será limpo; e depois comerá das cou- crifício gratifico a Jehovah . separan-
sas santas; porque este he seu páo. do das vacas ou das ovelhas num voto,
8 O corpo morto e o despedaçado ou offerta voluntária; inteiro será, pa-
nâocomerá,para se nelle contaminar: ra que seja aceito; nenhuma falta lia-
Eu sou Jeho vah . verá nelle.
9 Guardarão pois meu mandado, pa- 22 O cego, ou quebrado, ou aleiado,
ra que porisso nâo levem peccado, e ou verruguento, ou sarnoso, ou cheo de
morrão nelle. havendo as profanado: empigens; estes nâo offerecereis a
Eu sou Jeho va h que os santifica. Jeh ov ah , e delles náo poreis offerta
10 Também nenhum estranho co- accendida a Jehova h sobre o altar.
merá das cousas santas: nem o alu- 23 Porem boi ou gado miudo, com-
gador do sacerdote, nem o jornaleiro prido ou curto de membros, poderás
comerão das cousas santas. offerecer por offerta voluntana; mas
11 Mas quando o sacerdote comprar por voto não será aceito.
alguma alma por seu dinheiro, aquella 24 O machucado, ou moido, ou des-
comerá delias; e o nascido em sua pedaçado, ou cortado, nâo offerecereis
casa, estes comerão de seu páo. a Jehovah : náo fareis isto em vossa
12 E quando a filha do sacerdote se terra.
casar com varáo estranho, ella não co- 25 Também da máo do estrangeiro
merá da offerta movediça das cousas nenhum manjar offerecereis a vosso
santas. Deos de todas estas cousas; pois sua
13 Mas quando a filha do sacerdote corrupção está nellas; falta nellas ha:
for viuva ou repudiada, e náo tiver não serão aceitas por vosoutros.
semente, e se ouver tornado á casa de 25 Fallou mais Jeho vah a Moyses,
s?u pai como em sua mocidade, do dizendo:
páo de seu pai comerá; mas nenhum 27 Quando nascer o boi, ou cordeiro,
estranho comerá delle. ou cabra, sete dias estará debaixo de
14E quando alguém por erro comer sua mai; depois desdo dia oitavo e a
a cousa santa, sobre ella acrecentará diante será aceito por offerta accendi-
■eu quinto, e c dará ao sacerdote com da a Jeho vah .
a cousa santa. 28 Também boi ou gado miudo, a
15 Assim náo profanarão as cousas elle e a seu filho náo degolareis em
«mias dos filhos de Israel que offe- hum dia. .
29 E quando sacrificardes sacrifício
HARVARD UNÍVERSITY
130 LEVITICO, XXIII.

de louvores a Jeho vah , o sacrifica- 12 E ao dia, em que moverdes o


reis de vossa vontade. manolho, preparareis hum cordeiro
30No mesmo dia se comerá; nada inteiro de hum anno em holocausto a
deixareis ficar até a manhã : Eu sou Jehov ah .
Jeho va h . 13 E sua oflerta de maujares, duas
31 Pelo que guardareis meus manda- dezimas de flor de farinha, amassada
mentos, e os fareis: Eu sou Jehovah . com azeite, para offerta accendida em
32 E não profanareis meu santo no- suave cheiro a Jehov ah , e seu derra-
me, para que eu seja santificado no mamento de vinho, o quarto de hum
meio dos filhos de Israel: Eu sou Je - Hin.
hovah , que vos santifico: 14 E não comereis pão, nem trigo
33Que vos tirei da terra de Egypto, tostado, nem espigas verdes, até aquel-
para ser vosso Deos: Eu sou Jeho vah . le mesmo dia, que trouxerdes a offerta
de vosso Deos: estatuto perpetuo he
por vossas gerações, em todas vossa?
CAPITULO XXIII. habitações.

D
EPOIS fallou Jehovah a Moyses, 15 Depois para vos contareis desdo
dizendo: dia seguinte do Sabbado,desdo dia que
2 Falia aos filhos de Israel, e di- trouxerdes o manolho da offerta mo-
ze-lhes : as solenidades de Jehovah , vediça : sete semanas inteiras serão.
que apregoareis, serão santas con- 16 Até o dia seguinte do sétimo Sab-
vocações: estas são minhas soleni- bado contareis cincoenta dias: então
dades : oíferecereis nova offerta de manjares
3 Seis dias se fará a obra, mas ao a Jehovah .
sétimo dia será o Sabbado do descan- 17 De vossas habitações trareis dous
ço, santa convocação; nenhuma obra paens movediços; de duas dezimas de
fareis; Sabbado <le Jehov ah he em flor de farinha serão, levadas se coze-
todas vossas habitações. rão : primícias são a Jeho vah .
4 Estas são as solenidades de Jeho - 18 Também com o pão oíferecereis
va h , as santas convocações, que apre- sete cordeiros inteiros de hum anno,
goareis a seu tem]x> determinado. e hum novilho, filho de vaca, e dous
5 No mez primeiro, aos catorze do carneiros: holocausto serão a Jeho -
mez, entre as duas tardes, a Pascoa de vah , com sua offerta de manjares, e
Jehovah he. seus derramamentos,por offerta acceu
6 E aos quinze dias deste mez he a dida de suave cheiro a Jeho va h .
festa dos asmos de Jehov ah : sete dias 19 Também preparareis hum cabrão
comereis asmos. das cabras para expiação do peccado,
7 No primeiro dia tereis santa con- e dous cordeiros de hum anno pot
vocacáo: nenhuma obra servil fareis. sacriticio gratilico.
8 Mas sete dias oflerecereis offerta 20Então o sacerdote os moverá com
accendida a Jehova h : ao sétimo dia o pão das primícias por offerta move-
haverá santa convocação; nenhuma diça perante a face de Jehovah , coin
obra servil fareis. os dous cordeiros: santidade serão a
9 E fallou Jehov ah a Moyses, di- Jeho vah para o sacerdote.
zendo : 21 E naquelle mesmo dia apregoa-
10 Falia aos filhos de Israel; e di- reis, que tereis santa convocação; nen-
ze-lhes: quando ouverdes entrado na i huma obra servil fareis: estatuto per-
terra, que vos hei de dar, e segardes petuo he em todas vossas habitações
sua sega; então trareis hum manolho 1 por vossas ger ações.
das primícias de vossa sega ao sacer- 22E quando segardes a sega de
dote. vossa terra, segando não acabarás de
11 E elle moverá o manolho perante segar o canto de teu campo, nem co-
a faee de Jehov ah , para que sejais lherás as espigas caídos de tua sega:
aceitos: ao seguinte dia do Sabbado para o pobre e para o estrangeiro as
o moverá o sacerdote. i deixarás; Eu sou Jehovah vos so Deos.
Digitized by Go< 'QÍe Originai from
HARVARD UNIVERSffY
LEVITICO, XXIV. 131

23 E fallou Jeho vah a Moyses, di- e alem de vossos dons, e alem de to-
zendo : dos vossos votos, e alem de todas vos-
24 Falia aos filhos de Israel, dizen- sas offertas voluntárias, que dareis a
do : no mez sétimo, ao primeiro do Jeho vah .
mez tereis descanço. a memória da 39 Porem aos quinze dias do mez
jubilaçáo, huma santa convocação. sétimo, quando ouverdes recolhido a
25 Nenhuma obra servil fareis: mas novidade da terra, celebrareis a festa
offereeereis offerta accendida a Jeh o - de Jehovah por sete dias; ao dia
vah . primeiro haverá descanço, e ao dia
26 Fallou mais Jehov ah a Moyses, oitavo haverá descanço.
dizendo: 40 E ao primeiro dia para vos toma-
27 Mas aos dez deste mez sétimo se- reis ramõs de formosas arvores, ramos
rá odiada propiciação; tereis santa de palmas, e ramos de arvores espes-
convocação: então atfligireis vossas sas, com salgueiros de ribeiras; e vos
almas, e offereeereis offerta accendida alegrareis perante a face de Jehova h
a Jeho vah . vosso Deos por sete dias.
28 E naquelle mesmo dia nenhuma 41 E celebrareis esta festa a Jeho -
obra fareis : porque he o dia da recon- va h por seta dias cada anno: estatu-
ciliação, para fazer propiciação por vós to perpetuo he por vossas gerações;
perante a face de Jehovah vosso Deos. no mez sétimo a celebrareis.
29 Porque toda alma, que naquelle 42Sete dias habitareis em cabanas.
mesmo dia se não affiigir, será corta- todos os naturaes em Israel habitarão
da de seus povos. em cabanas.
30 Também toda alma, que naquelle 43 Para que saibão vossas gerações,
mesmo dia fizer alguma obra, a tal al- que eu fiz habitar os filhos de Israel em
ma eu destruirei do meio de seu povo. cabanas, quando os tirei da terra de
31 Nenhuma obra fareis: estatuto Egypto: Eu sou Jehov ah vosso Deos.
perpetuo he por vossas gerações em 44 Assim pronunciou Moyses as so-
todas vossas habitações. lenidades de Jehovah aos filhos de
32 Sabbado de descanço vos será; en- Israel.
tão alãigireis vossas almas: aos nove
do mez á tarde, de tarde até a tarde
CAPITULO XXIV.
celebrareis o vosso Sabbado.

E
33 E fallou Jehov ah a Moyses, di- FALLOU Jeh ova h a Moyses, di-
zendo : zendo :
34 Falia aos filhos de Israel, dizen- 2 Manda aos filhos de Israel, que
do : aos quinze dias deste mez séti- te tragào azeite de oliveiras, puro moi-
mo será a festa das Cabanas a Jeho - do, para a luminaria, para accender as
va h por sete dias. lampadas continuamente.
35 Ào primeiro dia haverá santa con- 3 Aaron as concertará perante a fa-
vocação : nenhuma obra servil fareis. ce de Jeho vah continuamente, desda
36 Sete dias offereeereis offertas tarde até a manhã fora do veo do
accendidas a Jeho vah : ao dia oitavo testimunho na Tenda do ajuntamen-
tereis santa convocação, e offerece- to : estatuto perpetuo he por vossas
reis offertas accendidas a Jehov ah : gerações.
dia de prohibição he, nenhuma obra 4 Sobre o castiçal puro concertará
servil fareis. as lampadas perante a face de Jeho -
37 Estas são as solenidades de Je - vah continuamente.
hovah , que apregoareis para santas 5 Também tomarás flor de farinha,
convocações, para offerecer a Jeho - e delia cozerás doze bolos: cada bolo
vah offerta aocendida, holocausto, e será de duas dezimas.
offerta de manjares, sacrificio, e der- 6 E os porás em duas ordens; seis
ramamentos, cada qual em seu dia. em huma ordem sobre a mesa pura
eada dia. perante a face de Jehovah .
38 Alem dos Sebbados de Jehov ah , 7 E sobre cada ordem porás encenso
Go gle ■jtigma rom
HARVARD UNIVERSITY
132 LEVITICO, XXV.

puro, que terá para o páo por offerta 23 E disse Moyses aos filhos de Is-
memorial: offerta accendida he a Je - rael, que levassem ao blasfemo fom
hovah . do arraial, e o apedrejassem oom pe-
3 Em cada dia de Sabbado isto se or- dras : e fizerão os filhos de Israel oo-
denará perante a face de J eho vah con- mo Jeho vah mandâra a Moyses.
tinuamente, pelos filhos de Israel por
concerto perpetuo.
CAPITULO XXV.
9 E será de Aaron e de seus filhos,

F
oe quaes o comerão no lugar santo: ALLOU mais Jehov ah a Moyses
porque santidade de santidades he no monte de Sinai, dizendo:
para elle das offertas accendidas de 2 Falia aos filhos de Israel, e dize-
Jehovah , por estatuto perpetuo. lhes : quando ouverdes entrado na ter-
10 E sahio hum filho de huma mulher ra, que eu vos dou; entáo a terra des-
Israelita, o qual era filho de hum va- cansará hum Sabbado a Jehov ah .
ráo Egypcio no meio dos filhos de Is- 3 Seis annos semearás tua terra, e
rael ; e o filho da Israelita, e hum va- seis annos podarás tua vinha, e colhe-
ráo Israelita porfiarão no arraial. rás sna novidade.
11 Entáo o filho da mulher Israelita 4 Porem ao sétimo anno haverá Sab-
blasfemou o Nom e , e maldisse; pelo bado de descanço para a terra, hum

3
ue o trouxerão a Moyses: e o nome Sabbado a Jehov ah : não semearás
e sua mai era Schelomith, filha de teu chão, nem podarás tua vinha.
Dibri, da tribu de Dan. 5 O que nascer de si mesmo de tua
12 E o leváráo á prisão, até que lhes sega, náo segarás, e as uvas de tua se-
fosse declarado pela boca de Jehov ah . paração não vindimarás: anuo de des-
13 E fallou Jehov ah a Moyses, di- canço será para a terra.
zendo : 6 Mas a novidade do Sabbado da terra
14 Tira ao blasfemo fora do arrai- vos será por mantimento, a ti, e a teu
al; o todos os quo o ouvirão, porão servo, e a tua serva, e a teu jornaleiro,
suas máos sobre sua cabeça: entáo e a teu forasteiro, que peregrináo com
toda a congregação o apedrejará. tigo.
15 E aos filhos de Israel fallarás, 7 E a teu gado, e a teus animaes,
dizendo: Qualquer que maldisser a 3ue estão em tua terra, toda sua novi-
seu Deos, levará seu peccado. ade será por mantimento.
16 E aquelle que blasfemar o Nome 8 Também te contarás sete sema-
de Jehov ah , morrendo morrerá; toda nas de annos, sete vezes sete annos;
a congregação apedrejando o apedre- de maneira que os dias das sete se-
jará : assim o estrangeiro como o natu- manas de annos te serão quarenta e
ral, blasfemando o Nome , será matado. nove annos.
17 E quem ferir de morte a alma de 9 Então no mes sétimo, aos dez do
hum homem; morrendo morrerá. mez farás passar a trombeta do jubilo:
18 Mas quem ferir de morte hum no dia da propiciação fareis passar
animal; o restituirá, alma por alma. trombeta por toda vossa terra.
19 Quando também alguém fizer si- 10 E santificareis o anno cincoenta,
nal a seu proximo; como elle fez, as- e apregoareis liberdade na terra a to-
si m-lhe será feito: dos seus moradores: anno de jubileo
20 Quebradura por quebradura, olho vos será, e tornareis cada qual a sua
por olho, dente por dente: como elle possessão, e tomareis cada qual a sua
fez sinal a algum homem, assim-lhe familia.
rá feito. 110 anno cincoenta vos será jubi-
21 Quem pois ferir de morte hum ani- leo : não semeareis, nem segareis o
mal ; restitui-lo-ha: mas quem ferir que nelle nascer de si mesmo, nem
de morte hum homem; será matado. nelle vindimareis as uvas das separa-
22 Hum mesmo direito tereis; assim ções.
será o estrangeiro como o natural; 12 Porque jubileo he, santo vos se-
pois eu sou Jeh ov ah vosso Deo». rá : a novidade do campo comereis.
Digitized by Got 'Qle Original from
HARVARD UNIVERSITt
LEVITICO, XXV. 133

13 Neste anno do jubileo tornareis até o anno do jubileo : porem no an-


cada hum a sua possessão. no do jubileo sahirá, e elle tomará a
14 Pelo que quando venderdes algu- sua possessão.
ma cousa de venda a vosso proximo, 29E quando alguém vender huma
ou a comprardes da máo de vosso pro- casa de habitação em cidade murada;
ximo ; ninguém oprima a seu irmão. então seu resgate será até que se cum-
15 Conforme ao numero dos annos pra o anno de sua venda; hum anuo
desdo jubileo compraras de teu proxi- inteiro será seu resgate.
mo ; e conforme ao numero dos annos 30 Mas se, cumprindo-se-lhe hum
das novidades elle venderá a ti. anno inteiro, ainda náo for resgatada ;
16 Conforme á multidão dos annos então a casa, que estiver na cidade
angmentarás seu preço; e conforme que tem muro, arrematadamente fica-
á pouquidade dos annos diminuirás rá ao que a comprou, entre suas ge-
eeu preço; porque o numero das no- rações : não sahirá no jubileo.
vidades elle te vende. 31 Mas as casas das aldeas, que não
17 Ninguém pois oprima a seu prox- tem muro ao redor, serão estimadas
irao; mas terás temor de teu Deos: como o eampo da terra: para ellas
porque Eu sou Jeh ov ah vosso Deos. haverá resgate, e sahirão no jubileo.
18 E fazei meus estatutos, e guardai 32 Mas tocante gs cidades dos Le-
meus direitos, e os fazei: assim habi- vitas, as casas das cidades de sua pos-
tareis seguros sobre a terra. sessão ; os Levitas terão resgate per-
19 E a terra dará seu fruto, a come- petuo.
reis a fartar, e nella habitareis segu- 33 E havendo-se feito resgate entre
ros. os Levitas, então a compra da casa e
20 E se disserdes : que comeremos da cidade de sua possessão sahirá no
ao anno sétimo 1 eis que náo havemos jubileo : porque as casas das cidades
de semear, nem colher nossa novidade. dos Levitas sáo sua possessão no meio
21 Entáo eu mandarei minha ben- dos filhos de Israel.
çáo sobre vós ao seisto anno, para que 34 Porem o campo do arrabalde de
dê fruto por tres annos. suas cidades náo se venderá; porque
22 E ao anno oitavo semeareis, e co- possessão perpetua he para elles.
mereis da novidade velha até o anno 35 E quando teu irmão empobrecer,
noBo: até que venha sua novidade, e sua máo vanguejar comtigo( sosten-
comereis a velha. ta-lo-has, também ao estrangeiro e pe-
23 Também a terra, não se venderá regrino, para que viva comtigo.
arremetadamente; porque a terra he 36 Náo tomarás delle onzena nem
minha: pois vosoutros sois estrangei- ganho demasiado; mas de teu Deos
ros e peregrinos comigo. terás temor, para que teu irmão viva
24 Por tanto em toda a terra de vos- comtigo.
sa possessão dareis resgate á terra. 37 Não darás-lhe teu dinheiro a on-
25 Quando teu irmão empobrecer, zena ; nem darás teu manjar a ganho
e vender alguma cousa de sua posses- demasiado.
são; entáo virá seu resgatador, seu 38 Eu sou Jehov ah vosso Deos, que
parente, e resgatará o que vendeo seu vos tirei da terra de Egypto, para vos
irmáo. dar a terra de Canaan, para ser vosso
26 E se alguém nâo tiver resgata- Deos.
dor; porem sua mão alcançar e achar 39 Quando também teu irmão em-
o que basta para seu resgate: pobrecer, estando comtigo, e vender
27 Entáo contará os annos de sua se a ti; náo o farás servir serviço de
venda, e o que ficar, restituirá ao va- escravo.
rão, a quem o vendeo; e tornará a 40 Como jornaleiro, como forasteiro
soa possessão. estará comtigo; até o annodo jubileo
28 Mas se sua mão não alcançar o te servirá.
que basta para restituir-lhe, entáo o 41 Então sahirá de ti, elle e seus
vendido ficará na jttão do jcomprador filhos
••***vw com elle,girfe; e:o: tornará a sua fa-
HARVARD UNIVERSITY
134 LEVITICO, XXVI.

milia, e á possessão de seus pais tor- reará sobre elle com rigor perante te-
nará. us olhos.
42 Porque são meus servos, que ti- 54 E se com isto se nâo resgatar, sa-
rei da terra de Egypto: nâo serão ven- hirá no anno do jubileo, elle e sens
didos, como se vendem os escravos. filhos com elle.
43 Nâo te ensenhorearás delle com 55 Porque os filhos de Israel me são
rigor; mas de teu Deos terás temor. servos; meus servos sâo elles, que ti-
44 Teu escravo ou tua escrava que rei da terra de Egypto: Eu sou Jeho -
tiveres, serão das gentes, que estão a vah vosso Deos.
o redor de vosoutros; delles compra-
reis escravos e escravas.
CAPITULO XXVI.
45 Também os comprareis dos filhos

N
dos forasteiros, que peregrinão entre AO fareis para vosoutros ídolos;
vos, delles, e de suas gerações, que nem vos levantareis imagem de
estiverem com vosco, que houverem vulto, nem estatua; nem poreis pedra
gerado em vossa terra; e vos serão figurada em vossa terra, para inclinar-
por possessão. vos a ella: porque Eu sou Jehovah
46 E vos poreis por possessores so- vosso Deos.
bre elles para vossos filhos depois de 2 Guardareis meus Sabbados, e re-
vós, para herdar a possessão; perpe- verenciareis meu Santuario: Eu sou
tuamente os fareis servir: mas sobre Jeh ov ah .
vossos irmãos os filhos de Israel; ca- 3 Se andardes em meus estatutos,
da hum sobre seu irmão, nâo se ense- e guardardes meus mandamentos, e
nhoreará sobre elle com rigor. os fizerdes.
47 E quando a mâo do estrangeiro 4 Então eu darei vossas chuvas a
e peregrino, que está comtigo, alcan- seu tempo; e a terra dara sua novi-
çar riqueza, e teu irmão, que está com dade, e a arvore do campo dará seu
elle, empobrecer; e vender-se ao es- fruto.
trangeiro ou peregrino, que está com- 5 E a trilhadura vos chegará á vin-
tigo, ou á raça da linhagem do es- dima, e a vindima chegará á semen-
trangeiro. teira; e comereis vosso pâo a fartar,
48 Depois que se houver vendido, ha- e habitareis seguros em vossa terra.
verá resgate para elle; hum de seus 6 Também darei paz na terra, e dor-
irmãos o resgatará. mireis seguros, e nâo haverá quem ros
49 Ou seu tio, ou o filho de seu tio o espante : e farei cessar as mas bestas
resgatará; ou hum dos chegados a sua da terra, e por vossa terra nâo passa-
carne de sua familia o resgatará : ou rá espada.
se sua mâo alcançar riqueza, resgatará 7 E perseguires a vossos inimigos, e
a si mesmo. perante vossa face cahirâo á espada.
50E contará com aquelle que o com- 8 Cinco de vós perseguirão á cento,
prou, desdo anno que se vendeoa elle, e cento de vós perseguirão á dez mil;
até o anno do jubileo: e o dinheiro e vossos inimigos cahirâo á espada
de sua venda será conforme ao nume- perante vossa face.
ro dos annos : conforme aos dias de 9 E a vós me tornarei, e vos farei
hum jornaleiro será com elle. fructificar, e vos multiplicarei, e con-
51 Se ainda muitos daquelles annos firmarei meu concerto com vosco.
faltarem; conforme a elles restituirá 10 E comereis o velho envelhecido:
seu resgate do dinheiro, pelo qual foi e tirareis fora o velho por causa do
vendido : novo.
52 E se ainda restarem poucos da- 11 E porei meu Tabemaculo no
quelles annos até o anno do jubileo ; meio de vosoutros; e minha alma de
então fará contas com elle : conforme vos não se enfadará.
a seus annos restituirá seu resgate. 12 E andarei no meio de vosoutros,
63 Como jornaleiro de anno por an- e eu vos serei por Deos, e vos me se
no estará com elle^ não se ensenho- 1 reis por povo. ,
Digitized by Go< 'de Original from
HARVARD UNIVERSITY
LEVITICO,. XXVI. 135

13 Eu sou Jeho vah vosso Deos, que e sereis entregados na mâo do ini-
vos tirei da terra dos Egypcios, para migo.
que não fosseis seus escravos: e que- 26 Quando eu vos quebrantar o bor-
brantei os temões de vosso jugo, e vos dão do páo, entáo das mulheres coze-
fiz andar direitos. rão vosso pão em hum fomo, e toma-
14Mas se me náo ouvirdes, e não rão vosso páo por peso; e comereis,
fizerdes todos estes mandamentos: mas náo vos fartareis.
15 E se engeitardes meus estatutos, 27 E se com isto me náo houvirdes,
e vossa alma se enfadar de meus di- senão ainda comigo andardes ao en-
reito* não fazendo todos meus man- contro :
damentos, para invalidar meu con- 28 Também eu com vosco andarei
certo. ao encontro em furor; e vos castigarei
16 Então eu também vos farei isto : sete vezes mais por vossos peccados.
porei sobre vós terror, eteguidade, e 29 Porque comereis a canie de vos-
febre quente, que consumão os olhos, sos filhos, e a carne de vossas filhas
e atormentem a alma: e semeareis comereis.
debalde vossa semente, e vossos inimi- 30 E destruirei vossos altos, e desfa-
gos a comerão. rei vossas imagens solares, e lançarei
17 E porei minha face contra vos- vossos corpos mortos sobre os corpos
outroa, e sereis feridos perante a face mortos de vossos Deoses de esterco;
de vomo s inimigos; e os que vos abor- e minha alma se enfadará de vós.
recem, de vós se ensenhorearâo; e fu- 31 E porei vossas cidades por deser-
gireis, não havendo quem vos persiga. to, e assolarei vossos santuários; e
18 E se ainda com estas cousas não não cheirarei vosso cheiro suave.
m» bouvirdee, entáo eu proseguirei a 32 E assolarei a terra de tal maneira,
castigar-vos sete vezes mais por vossos que se espantem disso vossos inimi-
peccados. gos, que nella morarem.
19 Porque quebrantarei a soberba 33 E vos espalharei entre as gentes,
de rossa força ; e farei vosso ceo co- e arrancarei espada após vós; e vossa
mo ferro, e vossa terra como metal. terra será assolada, e vossas cidades
20 E vosso poder se consumirá em serão deserto.
váo; e vossa terra náo dará sua novi- 34 Então a terra folgará em seus
dade. e as arvores da terra náo darão Sabbados, todos os dias de sua assola-
seu fruto. ção. e vosoutros estareis na terra de
21 E se andardes comigo ao encon- vossos inimigos: entáo a terra descan-
tro. e náo me quiserdes ouvir; acre- çará, e folgará em seus Sabbados.
centarei sobre vós pancadas sete ve- 35 Todososdiasdaassolaçãodescan-
zes nuns conforme a vossos pecca- j sará; porque náo descansou em vos-
doe, | sos Sabbados, quando habitáveis nella.
22 Porque enviarei entre vós as bes-1 36 E quanto aos que ficarem de vós,
tas do campo, as quaes vos desfilha- i eu meterei tal covardia em seus cora-
rão, e desfarão vosso gado, e vosapou- I ções nas terras de seus inimigos, que
carão: e voasos caminhos serão de- i o soido de huma follia movida os per-
sertoe. seguirá, e fugirão como de fugida da
23 Se ainda com estas cousas me não espada, e cahiráo, nào havendo quem
fordes assaz castigados, senão ainda os perfiga.
comigo andardes ao encontro:
jomrgo 37 E canirao
cahirão huns sobre outros como
nuns sonre
24 Eu também com vosco andarei de diante da espada, náo havendo
ao encontro : e também vos ferirei quem os persiga; e nào nâo podereis pa-
sete vezes mais por causa de vossos: ra perante vossos inimigos.
peccados. i 38 E perecereis entre as gentes, e a
25Porque trarei sobre vós espada, terra de vossos inimigos vos consu-
que vingará a vingança do concerto,; mirá.
e ajuntados estareis em vossas cida-' 39 E os que ficarem de vosoutros,
de»; entáo enviarei a peste entre vós, ’ se derreterão por sua iniquidade nas
Coolf O^ginal from
HARVARD UNÍVERSITY
136 LEVITICO, XXVII.

terras de vossos inimigos; e pela ini- 4 Porem sendo femea, tua estima-
quidade de seus pais com elles se ção será de trinta siclos.
derreterão. 5E se for de cinco annos até vinte;
40 Entáo consessaráo sua iniquida- tua estimação de hum macho será vin-
de, e a iniquidade de seus pais com te siclos, e da femea dez siclos.
suas trespassações, com que trespas- 6 E se for de hum mez até cinco
sarão contra mim; como também, que annos; tua estimação de hum macho
comigo andáráo ao encontro. será de cinco siclos de prata, e tua
41 E que também eu haverea inda- estimação pela femea será de tres si-
do com elles ao encontro, e os haverei clos de prata.
levado na terra de seus inimigos: se- 7 E se for de sessenta annos e a ri-
entâo seu coração incircnnciso se hu- ba, pelo macho tua estimação será de
milhará, e elles tomarão prazer no quinze siclos, e pela femea dez siclos.
castigo de sua iniquidade. 8 Mas se for mais pobre que tua esti-
42 Também eu me lembrarei de mação, entáo se porá perante a face
meu concerto com Jacob, e também do sacerdote, e o sacerdote o apreça-
de meu concerto com Isaac, e tam- rá : conforme ao que alcançar a m&o
bém de meu concerto com Abraham do que fez o voto, o apreçará o sacer-
me lembrarei; e terei lembrança da dote.
terra. 9 E se for animal, de que se offere-
43 Quando a terra será desempara- ce offerta a Jeho vah : tudo que der
da delles, e folgará em seus Sabbados, delle a Jeh ov ah , será santo.
sendo assolada delles; e elles toma- 10 Não o mudará, nem trocará bom
rão prazer no castigo de sua iniquida- por máo, ou mao por bom: e se tro-
de : porquanto engeitárâo meus direi- cando trocar animal por animal; o tal
tos, e sua alma se enfadara de meus e o trocado será santo.
estatutos. 11 E se for algum animal immundo,
44 E de mais disto também } estan- de que náo se offerece offerta a Jeho -
do elles na terra de seus inimigos, eu vah : então porá o animal perante a
não os engeitarei, nem me enfadarei face do sacerdote.
delles, para consumilos, invalidando 12 E o sacerdote o apreçará, seja
meu concerto com elles: porque Eu bom, ou seja mão: segundo tua esti-
sou Jeho vah seu Deos. mação, o sacerdote, assim será.
45Antes me lembrarei delles do 13 Porem se resgatando o resgatar;
concerto dos antigos, que tirei da terra
então acrecentará seu quinto alem de
de Egypto perante os olhos das gentes, tua estimação.
para ser-lhes por Deos, Eu Jehovah . 14 E quanto alguém santificar sua
46 Estes sáo os estatutos, e os direi-casa por santificação a Jehovah , o
tos, e as leis, que deu Jeho vah entre sacerdote a apreçará, seja boa ou seja
si e entre os filhos de Israel no montemá: como o sacerdote a apreçar, as-
de Sinai, pela máo de Moyses. sim será.
15 Mas se o santificante resgatar
CAPITULO XXVII. sua casa; entáo acrecentará o quinto,
de mais ao dinheiro de tua estimação,

F
ALLOU mais Jehov ah a Moyses, e será sua.
dizendo: 16 Se também alguém do campo de
2 Falia aos filhos de Israel, e dize- sua possessão santificar alguma cousa
lhes ; quando alguém fizer particular a Jehovah ; então tua estimação será
voto; segundo tua estimação seráo as segundo sua semente: hum Homer de
almas de Jeho vah . semente de cevada será apreçado a
3 Sendo tua estimação de hum ma- cincoenta siclos de prata.
cho de idade de vinte annos até á ida- 17 Se santificar seu campo desdo
de de sessenta, entáo será tua esti- anno do jubileo; conforme a tua esti-
mação de cincoenta sidos de prata, mação ficará.
segundo o siclo do Santuario. 18 Mas se santificar seu campo de-
Digitized by Go< 'Qle Original trom
HARVARD UNIVERSITY
N U M E R O S. I. 137

p ois d o a n n o d o j u bil e o, e nt á o o s a c e r - 2 7 M as s e f o r d e h u m a ni m al i m-
d ot e l h e c o nt a r á o di n h ei r o c o nf o r m e m u n d o, o r es g at a r a s e g u n d o t u a esti -
a o s a n n os r e st a nt e s at é o a n n o d o j u- m a ç ã o, e s o b r e ell a a c r e c e nt a r â s e u
bil e o, e ti r a r-s e- h a d e t u a esti m a ç ã o. q ui nt o : e s e n â o s e r es g at a r, v e n d e r-
1 9 E s e a q u ell e q u e s a ntifi c o u o s e- h a s e g u n d o t u a esti m a ç ã o.
c a m p o, r es g at a n d o o r es g at a r ; e nt á o 2 8 T o d a vi a n e n h u m a c o us a c o ns a g r a -
a c r e c e nt a r â o q ui nt o, d e m ais d o di - d a, q u e al g u é m c o ns a g r a r a J e h o v a h
n h ei r o d e t u a esti m a ç á o, e fi c a r á-l h e. d e t u d o q u e t e m, d e h o m e m, o u d e
2 0 E s e n ã o r es g at a r o c a m p o, o us e a ni m al, o u d o c a m p o d e s u a p oss es -
T e n d e r o c a m p o a o ut r o v a r ã o j n u n c a s ã o, s e v e n d e r á n e m r es g at a r á : t o d a
m ais s e r es g at a r á. c o us a c o ns a g r a d a s e r á s a nti d a d e d e
2 1 M as q u a nt o o c a m p o s a hi r n o a n- s a nti d a d es a J e h o v a h .
n o d o j n bil e o, s e r á s a nt o a J e h o v a h , 2 9 T o d a c o us a c o ns a g r a d a, q u e f o r
c o m o c a m p o c o ns a g r a d o : a p oss ess ã o c o ns a g r a d a d o h o m e m, n ã o s e r á r es -
d ell e s e r á d o s a c e r d ot e. g at a d a : m o r r e n d o m o r r e r á.
2 2 E s e s a ntifi c a r a J e h o v a h o c a m - 3 0 T a m b é m t o d as as d e zi m as d o
p o q u e c o m p r o u, e n ã o f o r d o c a m p o c a m p o, d a s e m e nt e d o c a m p o, d o f r u-
o e s u a p o s s es s ã o : t o d as a r v o r es, s ã o d e J e h o v a h : s a n -
2 3 E nt ã o o s a c e r d ot e l h e c o nt a r á a t as s â o a J e h o v a h .
s o m m a d e t u a esti m a ç ã o at é o a n n o 3 1 P o r e m s e al g u é m d e s u as d e zi -
d o j u bil e o ; e n o m es m o di a d a r á t u a m as r es g at a n d o r es g at a r al g u m a c o u -
esti m a ç ã o p o r s a nti d a d e a J e h o v a h . s a, a c r e c e nt a r â s e u q ui nt o s o b r e ell a.
2 4 N o a n n o d o j u bil e o o c a m p o t o r- 3 2 T o c a nt e a t o d as as d e zi m as d e
n a r á a a q u ell e, d e q u e m o c o m p r o u, v a c as e o v el h as, t u d o q u e p ass a r d e -
a a q u ell e c uj o e r a a p oss ess ã o d o b ai x o d a v a r a, o d e zi m o s e r á s a nt o
c a m p o. a Jehovah .
2 5 E r o d a t u a esti m a ç ã o s e f a r á c o n - 3 3 N â o es q u a d ri n h a r á e nt r e o b o m
f o r m e a o si cl o d o S a nt u a ri o : o si cl o e o m â o, n e m o t r o c a r á : m as s e t r o-
s e r á d e vi nt e G e r a. c a n d o o t r o c a r, o t al e o t r o c a d o s e r á
2 6 M as o p ri m o g é nit o, q u e d e h u m s a nt o ; n á o s e r á r es g at a d o.
a ni m al n a s c e r p ri m ei r o a J e h o v a h , 3 4 Est es s ã o os m a n d a m e nt os, q u e
ni n g u é m s a ntifi c a r á ; s ej a b oi o u g a - J e h o v a h m a n d o u a M o ys es p a r a os
d o mi ú d o, d e J e h o v a h h e. fil h os d e Is r a el n o m o nt e d e Si n ai.

0 Q U A R T O LI V R O D E M O Y S E S,
CHAMADO

N U M E R O S.

p ais, n o n u m e r o d os n o m es d e t o d o
C A PI T U L O I. m a c h o, c a b e ç a p o r c a b e ç a.

F
A L L O U m ai s J e h o v a h a M o ys es 3 D e i d a d e d e vi nt e a n n os e a ri b a,
n o d es e rt o d e Si n ai, n a T e n d a d o t o d os os q u e s a h e m á g u e r r a e m Is r a -
aj u nt a m e nt o, a o p ri m ei r o d o m e z s eel- : a est es c o nt a r eis s e g u n d o s e us
g u n d o, n o s e g u n d o a n n o d e s u a s a hi d a e x e r cit os, t u e A a r o n.
d a t e r r a d e E g y pt o, di z e n d o : 4 E est a r ã o c o m v os c o d e c a d a t ri b n
2 T o m ai a c o nti a d e t o d a a c o n g r e - h u m v a r ã o, q u e s ej a c a b e ç a d a c as a
g a ç ã o d o s fil h os d e Is r a el, s e g u n d o d e s e us p ais.
s u as g e r a ç õ es, s e g u n d o a c as a d e s e us 5 Est es p ois s â o os n o m e » d os v a r Q.
Go gl e Ori gi n al fr o m
H A R V A R D U NI V E R SI T Y
138 NUMEROS, I.

es, que estarão com vosco : de Ruben, por suas familias, segundo a casa de
Elizur, filho de Sedeur. seus pais; no numero dos nomes dos
6 De Simeon, Selumiel filho de Su- de vinte annos e a riba, todos que po-
risaddai. dião sahir á guerra.
7 De Juda, Nahesson, filho de Am- 25 Seus contados da tribu de Gad
minadab. quarenta e ciuco mil e seis centos e
8 De Issaschar, Nethanael, filho de cincoenta.
Suhar. 26 Dos filhos de Juda, suas gerações
9 De Zebulon, Eliab, filho de Ilelon. por suas familias, segundo a casa de
10 Dos filhos de Joseph : de Ephra- seus pais; no numero dos nomes doe
im, Elisama, filho de Ammihud: de de vinte annos e a riba, todos que po-
Manasse, Gamaliel, filho de Pedazur. dião sahir á guerra:
11 De Benjamin, Abidan, filho de 27 Seus contados da tribu de Juda
Gideoni. erão setenta e quatro mil e seis centos.
12 De Dan, Ahieser, filho de Am- 28Dos filhos de Issaschar, suas ge-
misaddai. rações por suas familias, segundo a
13 De Aser, Pagiel, filho de Ochran. casa de seus pais; no numero dos
14 DeGad, Eliasaph, filhodeDehuel. nomes dos de vinte annos e a riba,
15 De Naphtali, Ahira, filho de Enan. todos que podião sahir á guerra.
16 Estes forão os chamados da con- 29 Seus contados da tribu de Issa-
gregação, os Maioraes das tribus de schar erão cincoenta e quatro mil e
seus pais, as cabeças dos milhares de quatro centos.
Israel. 30 Dos filhos de Zebulon, suas gera-
17 Então tomarão Moyses e Aaron ções, por suas familias, segundo a ca-
a estes varões, que forão declarados sa de seus pais; no numero dos no-
por seus nomes. mes dos de vinte annos e a riba, todos
18 E ajuntarão toda a congregação que podião sahir á guerra.
ao primeiro dia do mez segundo, e 31 Seus contados da tribu de Zebu-
declararão sua decendencia segundo lon erão cincoenta e sete mil e quatro
suas familias, segundo a casa de seus centos.
pais, no numero dos nomes dos de 32 Dos filhos de Joseph; dos filhos
vinte annos e a riba, cabeça por ca- de Ephraim, suas gerações por suas
beça. familias, segundo a casa de seus pais;
19 Como Jeho vah mandara a Moy- no numero dos nomes dos de vinte
ses, assim os contou no deserto de annos e a riba, todos que podião sahir
Sinai. á guerra.
20Forão pois os filhos de Ruben o 33 Seus contados da tribu de Ephra-
primogénito de Israel, suas gerações im erão quarenta mil e quinhentos.
por suas familias, segundo a casa de 34 Dos filhos de Manasse, suas gera-

S
seus pais, no numero dos nomes, ca- ões por suas familias, segundo a casa
beça por cabeça, todo macho de vinte e seus pais; no numero dos nomes
annos e a riba, todos que podião sahir dos de vinte annos e a riba, todos que
â guerra. podião sahir á guerra.
21 Seus contados da tribu de Ruben 35 Seus contados da tribu de Manas-
erão quarenta e seis mil e quinhentos. se erão trinta e dous mil e duzentos.
22 Dos filhos de Simeon, suas gera- 36 Dos filhos de Benjamin, suas ge-
ções por suas familias, segundo a casa rações por suas familias segundo a
de seus pais; seus contados, no nu- casa de seus pais; no numero dos
mero dos nomes, cabeça por cabeça, nomes dos de vinte annos e a riba, to-
todo macho de vinte annos e a riba, dos que podião sahir á guerra.
todos que podião sahir â guerra. 37 Seus contados da tribu de Benja-
23 Seus contados da tribu de Si- min erão trinta e cinco mil e quatro
meon erão cincoenta e nove mil e centos.
trezentos. 38 Dos filhos de Dan, suas gerações
24 Dos filhos de Gad, suas gerações por suas familias, segundo a casa <le
Digitized by GooQle Original rom
HARVARD UNIVERSITY
N U M E R O S, n. 139

t e us p ais, n o n u m e r os d os n o m es d os 5 3 M as os L e vit as ass e nt a r ã o s u as


d e vi nt e a n n os e a ri b a, t o d os q u e p o- t e n d as a o r e d o r d o T a b e m a c ul o d o
dii o s a hi r á g u e r r a. t esti m u n h o, p a r a q u e n á o h ai a i n di g-
3 9 S e us c o nt a d os d a t ri b u d e D a n n a ç ã o s o b r e a c o n g r e g a ç ã o d os fil h os
e rt o s ess e nt a e d o us mil e s et e c e nt os. d e I s r a el : p el o q u e os L e vit as t e r ã o o
4 0 D os fil h os d e As e r, s u as g e r a ç õ es c ui d a d o d a g u a r d a d o T a b e m a c ul o d o
p o r s o as f a míli as, s e g u n d o a c as a d e t esti m u n h o.
t e us p us : n o n u m e r o d os n o m es d os 5 4 Assi m fi z e r ã o os fil h os d e Is r a el :
d e vi nt e a n n os e a ri b a, t o d os q u e c o nf o r m e a t u d o q u e J e h o v à h man -
p o di â o s a hi r á g u e r r a. d a r a a M o ys es, assi m fi z e r á o.
4 1 S e us c o nt a d os d a t ri b u d e As e r
e rt o q u a r e nt a e h u m mil e q ui n h e nt os.
4 2 D o e fil h os d o N a p ht ali, s u as g e r a - C A PI T U L O II.

E
ç õ es p o r s u as f a mili as, s e g u n d o a c as a F A L L O U J e h o v a h a M o ys es e a
d e s e us p ais , n o n u m e r o d os n o m es A a r o n, di z e n d o:
d os d e Ti nt e a n n os e a ri b a, t o d os q u e 2 Os fil h os d e Is r a el ass e nt a r ã o s u as
p o d 3 o s a hi r á g u e r r a. t e n d as, c a d a h u m d e b ai x o d e s u a b a n -
4 3 S e us c o nt a d os d a t ri b u d e N a p h - d ei r a, s e g u n d o as i nsí g ni as d a c as a d e
t ali e r á o ci n c o e nt a e t r es mil e q u at r o s e us p ais: d o r e d o r e m f r o nt e d a T e n
c e nt os. d a d o aj u nt a m e nt o ass e nt a r ã o s u as
4 4 Est es s â o os c o nt a d os, q u e c o nt o u t e n d as.
M o ys es e A a r o n, e os M ai o r a es d e Is - 3 Os q u e ass e nt a r ã o s u as t e n d as d a
r a el, d o z e v a r õ es ; c a d a q u al e r a p el a b a n d a d o O ri e nt e p a r a o n as c e nt e, s e -
o u » d e s e us p ais. r á a b a n d ei r a d o e x e r cit o d e J u d a s e -
4 5 Assi m f o r ã o t o d os os c o nt a d os d os g u n d o s e us es q u a d r õ es : e N a h ess o n,
fil h os d e Is r a el s e g u n d o a c as a d e s e us fil h o d e A m mi n a d a b, s e r á p rí n ci p e
p a u, d e vi nt e a n n os e a ri b a, t o d os q u e d os fil h os d e J u d a.
p ai x ã o s hi r á g u e r r a e m I s r a el : 4 E s e u e x e r cit o e s e us c o nt a d os e r ã o
, 4 6 T o d os os c o nt a d os p ois f o r ã o s eis s et e nt a e q u at r o mil e s eis c e nt os.
c e nt os e t r es mil e q ui n h e nt os e ci n- 5 E j u nt o a ell e ass e nt a r á s u as t e n-
c o e nt a. d as a t ri b u d e Iss as c h a r; e N at h a n a el,
4 7 M as o e L e vit as, s e g u n d o a t ri b u fil h o d e S u a r, s e r á p rí n ci p e d os fil h os
d e s e ns p ais, n á o f o r ã o c o nt a d os e nt r e d e Iss as c h a r.
ell es. 6 E s e u e x e r cit o e s e us c o nt a d os
4 8 P o r q u a nt o J e h o v a h ti n h a f all a d o e r á o ci n c o e nt a e q u at r o mil e q u at r o
a M o vs es. di z e n d o : c e nt os.
4 9 P o r e m n á o c o nt a r ás a t ri b u d e 7 E a t ri b u d e Z e b ul o n ; e Eli a b,
L e vi, n e m t o m a r ás a c o nti a d ell es e n - fil h o d e H el o n, s e r á p rí n ci p e d os fil h os
t re os fil h os d e Is r a el. d e Z e b ul o n.
5 0 M as t u, p õ e os L e vit as s o b r e o 8 E s e u e x e r cit o e s e us c o nt a d os
T a b e m a c ul o d o t esti m u n h o, e s o b r e t o- e r á o ci n c o e nt a e s et e mil e q u at r o
d os s e us v as os, e s o b r e t u d o q u e p e r - c e nt os,
e c e a ell e : ell es l e v a r ã o o T a b e r n a- 9 T o d os os c o nt a d os d o e x e r cit o d e
a >l o e t o d os s e us v as os; e ell es o a d - J u d a c e nt o e oit e nt a e s eis mil e q u a -
mi nist r a r ã o. e ass e nt a r ã o s e u a r r ai al t r o c e nt os s e g u n d o s e us es q u a d r õ es :
a o r e d o r d o T a b e m a c ul o. est es i r ã o di a nt e.
5 1 E q u a n d o o T a b e m a c ul o p a rti r, 1 0 A b a n d ei r a d o e x e r cit o d e R u b e n
<• L e nt as o d es a r m a r ã o ; e q u a n d o o s e g u n d o s e us es q u a d r õ es est a r á p a r a
Ti b e m a c ul o ass e nt a r á o a r r ai al, os a b a n d a d o S ul ; e Eli as u r, fil h o d e
L e vit as o a r m a r ã o ; e o est r a n h o, q u e S e d e u r, s e r á p rí n ci p e d os fil h os d e
• e c h e g a r, m o r r e r á. R u b e n.
5 2 E os fil h os d e Is r a el ass e nt a r ã o 1 1 E s e u e x e r cit o e s e us c o nt a d os
w as t e n d as, c a d a h u m e m s e u es q u a - e r á o q u a r e nt a e s eis mil e q ui n h e nt os.
d ri o, e c a d a h u m j u nt o a s u a b a n d ei - 1 2 E j u nt o a ell e ass e nt a r á s u as t e n-
r a s e g u n d o s e us e x e r cit es. d as a t ri b u d e Si m e o n ; e S el u mi el,

Go gl e Ori gi n al fr o m
H A R V A R D U NI V E R SI T Y
140 NUMEROS, III.

filho de Surisaddai, será príncipe dos filho de Enan, será príncipe dos filhos
filhos de Simeon. de Naphtali.
13 E seu exercito e seus contados 30 E seu exercito e seus contados
erâo cincoenta e nove mil e trezentos. erâo cincoenta e tres mil e quatro cen-
14 E a tribu de Gad; e Eliasaph, tos.
filho de Rehuel, será príncipe dos 31 Todos os contados no exercito de
filhos de Gad. Dan erâo cento e cincoenta a sete mil
15 E seu exercito e seus contados e seis centos: estes partirão traseiros
erâo quarenta e cinco mil e seis cen- segundo suas bandeiras.
tos e cincoenta. 32Estes sâo os contados dos filhos
16 Todos os contados no exercito de de Israel segundo a casa de seus pais;
Ruben erâo cento e cincoenta e hum todos os contados dos exercitos por se-
mil e quatro centos e cincoenta, se- us esquadrões foráo seis centos e tres
gundo seus esquadrões : e estes parti- mil e quinhentos e cincoenta.
rão os segundos. 33 Mas os Levitas nâo forão conta-
17 Entáo partirá a Tenda do ajunta- dos entre os filhos de Israel, como Je -
mento com o exercito dos Levitas no hova h mandara a Moyses.
meio dos exercitos: como assentarão 34E os filhos de Israel fizerão con-
o arraial, assim partirão, cada hum em forme a tudo que Jehov ah mandâra
seu lugar segundo suas bandeiras. a Moyses: assim assentarão o arraial
18 A bandeira do exercito de Eph- segundo suas bandeiras: e assim par-
raim segundo seus esquadrões estará tirão cada qual segunao suas gera-
para o Occidente; e Elisama, filho de ções, segundo a casa de seus pais.
Ammihud será príncipe dos filhos de
Ephraim.
19 E seu exercito e seus contados CAPITULO III.

E
eráo quarenta mil e quinhentos. ESTAS sâo as gerações de Aaron
20 E junto a elle a tribu dé Manas- e de Moyses, no dia em que Je -
se ; e Gamliel, filho de Pedazur, será hovah fallou com Moyses no monte
príncipe dos filhos de Manasse. de Sinai.
21 E seu exercito e seus contados 2 E estes sâo os nomes dos filhos
erâo trinta e dous mil e duzentos. de Aaron: o primogénito, Nadab; de-
22 Logo a tribu de Benjamin: e Abi- pois Abihu, Éleasar e Ithamar.
dan, filho de Gideoni, será príncipe 3 Estes sáo os nomes dos filhos de
dos filhos de Benjamin. Aaron, dos sacerdotes ungidos; cujas
23E seu exercito e seus contados mâos forão enchidas, para administrar
erâo trinta e cinco mil e quatrocentos. o sacerdócio.
24 Todos os contados no exercito de 4 Mas Nadab e Abihu morrérâo pe-
Ephraim erâo cento e oito mil e cen- rante a face de Jehovah , quando of-
to, segundo seus esquadrões: e estes ferecérâo fogo estranho perante a face
partirão os terceiros. de Jeh ov ah no deserto de Sinai; e
25 A bandeira do exercito de Dan não tiverão filhos: porem Eleasar e
estará para o Norte, segundo seus es- Ithamar administrárão o sacerdócio
quadrões; e Ahieser, filho de Ammi- diante de Aaron, seu pai.
saddai, será príncipe dos filhos de Dan. 5 E fallou Jeho vah a Moyses, di-
26 E seu exercito e seus contados zendo :
erâo sessenta e dous mil e sete centos. 6 Faze chegar a tribu de Levi, e a
27 E junto a elle assentará suas ten- poem diante de Aaron o sacerdote,
das a tribu de Aser; e Pagiel. filho para que o sirvão.
de Ochran, será príncipe dos filhos de 7 E tenhâo cuidado de sua guarda,
Aser. e da guarda de toda a congregação
28 E seu exercito e seus contados diante da Tenda do ajuntamento, pa-
erâo quarenta e hum mil e quinhen- ra administrar o ministério do Taber-
tos. náculo.
29 E a tribu de Naphtali; e Ahira, 8 E tenhâo cuidado de todas as al-
Digitized by 'QIC HARVARD UNÍVERSITY
NUMEROS, Hl. 141

fayas da Tenda do ajuntamento, e da dos Gersonitas será Eliasaph, filho de


guarda dos filhos de Israel, para ad- Lael.
ministrar o ministério do Tabemaculo. 26 E a guarda dos filhos de Gerson
9 Darás pois os Levitas a Aaron e a na Tenda do ajuntamento será o Ta-
seus filhos: dados dos filhos de Israel, bemaculo, e a Tenda, sua cuberta, e
lhe são dados. o veo da porta da Tenda do ajunta-
10 Mas a Aaron e a seus filhos orde- mento.
narás, que guardem seu sacerdócio j e 26 E as cortinas do patio, e o pave-
o estranho que chegar, morrerá. Ihão da porta do patio, que estão junto
11 E fallou Jehovah a Moyses, di- ao Tabemaculo, e junto ao altar ao
zendo : redor: como também suas cordas pa-
12 E eu, eis que tenho tomado os ra todo seu serviço.
Levitas do meio dos filhos de Israel, 27E de Cahatn he a geração doe
em lugar de todo o primogénito, que Amramitas, e a geração dos Jizhari-
abre a madre dos filhos de Israel: e tas, e a geração dos Hebronitas, e a
os Levitas serão meus. geração dos Hussielitas: estas são as
13 Porque todo primogénito meu he : gerações dos Cahathitas.
desdo dia que tenho ferido a todo pri- 28 Em o numero de todo macho de
mogénito na terra de Egypto, me san- idade de hnm mez e a riba, forão oito
tifiquei todo o primogénito em Israel, mil e seis centos, que tinhão cuidado
desdo homem até o animal: meus se- da guarda do Santuario.
rio; Eu Jehov ah . 29As gerações dos filhos de Cahath
14 E fallou Jehova h a Moyses no assentarão suas tendas ao lado do Ta-
deserto de Sinai, dizendo : bemaeulo da banda do Sul.
15 Conta os filhos de Levi segundo a 30 E o príncipe da casa paterna das
casa de seus pais por suas gerações: gerações dos Cahathitas será Elisa-
contarás a todo macho de idade de phan, filho de Ussiel.
hum mez e a riba. 31 E sua guarda será a Arca, e a me-
16 E Movses os contou conforme ao sa, e o castiçal, e os altares, e os vasos
mandado de Jeho vah , como lhe foi do Santuario, com que ministrão, e o
mandado. veo com todo seu serviço.
17 Estes pois forão os filhos de Levi 32 E o príncipe dos príncipes de Le-
por seus nomes; Gerson, e Cahath, e vi será Eleasar, filho de Aaron o sacer-
Merari. dote ; preposito será sobre os que tem
18 E estes são os nomes dos filhos cuidado da guarda do Santuario.
de Gerson por suas gerações: Libni, 33 De Merari he a geração dos Ma-
e Simei. helitas, e a geração dos Musitas: es-
19 E os filhos de Cahath por suas ge- tas são as gerações de Merari.
rações; Amram, e Jizhar, Hebron, e 34 E seus contados no numero de to-
Uziel. do macho de hum mez e a riba, forão
20 E os filhos de Merari por suas ge- seis mil e duzentos.
rações ; Maheli e Musi: estas são as 35 E o príncipe da casa paterna das
gerações dos Levitas segundo a casa gerações de Merari será Suriel, filhò
de seus pais. de Abihail: assentarão suas rendas
21 De Gerson he a geração dos Lib- ao lado do Tabemaculo da banda do
nitas, e a geração dos Simeitas: estas Norte.
são as gerações dos Gersonitas. 36E o cargo da guarda dos filhos de
22 Seus contados no numero de todo Merari serão as taboas do Tabernácu-
macho de idade de hum mez e a riba; lo, e suas barras, e suas columnas, e
seus contados forão sete mil e qui- suas bases, e todos seus vasos, com
nhentos. todo seu serviço.
23 A s gerações dos Gersonitas as senta- 37 E as columnas do pateo ao redor,
rão suas tendas a tras do Tabemacu- e suas bases, e suas estacas, e suas
lo ao Occidente. cordas.
24 E o príncipe da casa paterna 38 E os que assentarão suas tendas
Go gle
Òrigina F frofrfí
HARVARD UNIVERSITY
142 NUMEROS, IV.

diante do Tabemaculo ao Oriente di- gatados a Aaron e a seus filhos, segun-


ante da Tenda do ajuntamento, para do o mandado de Jehova h ; como Je -
a banda do nascente, seráo Moyses e hovah mandâra a Moyses.
Aaron com seus filhos, tendo cuidado
da guarda do Santuario, pelo guarda
dos filhos de Israel: e o estranho que CAPITULO IV.

E
se chegar, morrerá. FALLOU Jehov ah a Moyses, e a
39 Todos os contados dos Levitas, Aaron, dizendo:
que contou Moyses e Aaron, por man- 2 Toma a contia dos filhos de Cahath
dado de Jehova h segundo suas gera- do meio dos filhos de Levi, por suas
ções ; todo macho de hum mez e a ri- gerações, segundo a casa de seus pais.
ba, foráo vinte e dous mil. 3 De idade de trinta annos e a riba,
40 Edisse Jeho vah a Moyses: con- até os cincoenta amios se rá todo aquel-
ta todo primogénito macho dos filhos le que entrar neste exercito, para fazer
de Israel, de idade de hum mez e a obra na Tenda do ajuntamento.
riba, e toma o numero de seus nomes. 4 Este será o ministério dos filhos de
41 E para mim tomarás os Levitas Cahath na Tenda do ajuntamento: na
(Eu Jehov ah ) em lugar de todo pri- Santidade das Santidades.
mogénito dos filhos cie Israel; e os 5 Quando partir o arraial, virá Aaron
animaes dos Levitas, em lugar de e seus filhos, e tirarão o veo da cuber-
todo primogénito entre os animaes ta, e com elle cubriráo a Arca do tes-
dos filhos de Israel. temunho.
42 E contou Moyses como Jeho vah 6 E em cima poráo huma cuberta de
lhe mandâra, todo primogénito entre peles de texugos, e sobre ella estende-
os filhos de Israel. rão hum pano, todo de cardeno, e lhe
43 E todos os primogénitos dos ma- porão suas barras.
chos, no numero dos nomes dos de ida- 7 Também sobre a mesa da propo-
de de hum mez e a riba, segundo seus sição estenderão hum pano de carde-
contados, foráo vinte e dous mil e du- no: e sobre ella porão os pratos, e as
zentos e setenta e tres. taças de perfume, e os taçôes, e oe co-
44 E fallou Jeho vah a Moyses, di- bertores; tambein o pão continuo es-
zendo : tará sobre ella.
45Toma os Levitas em lugar de to- 8 Depois por em cima estenderão
do primogénito entre os filhos de Is- hum pano de carmesim, e com a cu-
rael, e os animaes dos Levitas em lugar berta de peles de texugos o cubriráo
de seus animaes : porquanto os Levi- e lhe poráo suas barras.
tas serào meus; Eu sou Jehov ah . 9 Entáo tomarão hum pano de car-
46 Quanto aos duzentos e setenta e deno, e cubriráo o castiçal da lumina-
tres, que se houverem de resgatar, que ria, e suas lampadas, e seus espivita-
sobrepujâo aos Levitas dos primogéni- dores, e suas palhetas, e todos seus
tos dos filhos de Israel. vasos de azeite, com que o servem.
47Tomarás por cada cabeça cinco 10 E metteráo a elle e a todos seus
sidos : conforme ao siclo do Santua- vasos na cuberta de peles de texugos;
rio os tomarás; a vinte Geras o siclo. e o porão sobre as barras.
48 E a Aaron e a seus filhos darás o 11 E sobre o altar de ouro esteude-
dinheiro dos resgatados, dos que sobe- rão hum pano de cardeno, e com a cu-
jâo entre elles. berta de peles de texugos o cubriráo,
49 Entáo Moyses tomou o dinheiro e lhe poráo suas barras.
do resgate dos que sobejâráo sobre os 12 Também tomarão todos os vasos
resgatados pelos Levitas. do ministério, com que servem no
50 Dos primogénitos dos filhos de Santuario ; e os poráo em hum pano
Israel tomou o dinheiro, mil e trezen- de cardeno, e os cubriráo com huma
tos e sessenta e cinco sidos segundo o cuberta de peles de texugos, e os po-
■ido do Santuario. tão sobre as barras.
51 E Moyses deu ç-diyheh^dos res- 13 E varrerão a cinza do altar, e por
HARVARD UNIVERSIT'
NUMEROS, IV. 143

em cima estenderão hum pano de pur- 26 E as cortinas do pateo, e o veo


pura. da porta do pateo, que está junto ao
14 E sobre elle porão todos seus ra- Tabemaculo, e junto ao altar ao re-
sos com que o servem ; as pás, os dor, e suas cordas, e todos os instru-
garfoe, e as vassouras, e as bacias; to- mentos de seu ministério; com tudo
dos os vasos do altar: e por em cima que se adereçar para elles, para que
estenderão, huma cuberta de peles de ministrem.
texugos, e lhe porão suas barras. 27 Todo o ministério dos filhos dos
15Havendo pois Aaron e seus filhos, Gersonitas em todo seu cargo, e em
ao partir do arraial, acabado de cu- todo seu ministério, será segundo o
brir o Santuario, e todos os vasos do mandado de Aaron e de seus filhos:
Santuario, então os filhos de Cahath e lhes encomendareis em guarda todo
rirão para leválo; mas a o Santuario seu cargo.
náo tocarão, para que náo morrão: es- 28 Este he o ministério das gerações
te he o cargo dos filhos de Cahath na dos filhos dos Gersonitas na Tenda do
Tenda do ajuntamento. ajuntamento: e sua guarda será sob
16 Porem o cargo de Eleasar, filho de a mão de Ithamar, filho de Aaron o
Aaron o sacerdote, será o azeite da lu- sacerdote.
minária, e o perfume da especiaria aro- 29 Quanto aos filhos de Merari; se-
matica, e a continua offerta dos man- gundo suas gerações e segundo a casa
jares, e o azeite da unção: o cargo de de seus pais os contarás.
todo o Tabemaculo, e de tudo que nelle 30 De idade de trinta annos e a ri-
ha, no Santuario, e em seus vasos. ba até os cincoenta contarás a todo
11 E fallou Jehov ah a Moyses, e a aquelle que entrar nesta milicia, para
Aaron, dizendo: administrar o ministério da Tenda do
18 Náo deixareis desarreigar a tribu ajuntamento.
das gerações dos Cahathitas do meio 31 Esta pois será a guarda de seu
dos Levitas. cargo, segundo todo seu ministério, na
19 Mas isto lhes fareis para que vi- Tenda do ajuntamento : as taboas do
vão, e não morrão, quando chegarem Tabemaculo, e suas barras, e suas co-
á Santidade das Santidades: Aaron e lumnas, e suas bases.
seus filhos virão, e a cada hum porão 32 Como também as columnas do
em seu ministério, e em seu cargo. pateo ao redor, e suas bases, e suas
20 Porem náo entrarão a ver, quan- estacas, e suas cordas com todos seus
do cubriretn a Santuario, para que náo instrumentos, e com todo seu minis-
morrão. tério : e contareis os vasos da guarda
21 Fallou mais Jehova h a Moyses, de seu cargo, nome por nome.
dizendo: 33 Este he o ministério das gerações
22Toma também a contia dos filhos dos filhos de Merari, segundo todo seu
de Gerson, segundo a casa de seus ministério, na Tenda do ajuntamento,
pais, segundo suas gerações. sob a mão de Ithamar, filho de Aaron
23 De idade de trinta annos e a ri- o sacerdote.
ba até os cincoenta contarás a traio 34 Moyses pois e Aaron, e os maio-
aquelle que entrar a militar na milí- raes da congregação contarão aos fil-
cia, para administrar o ministério na hos dos Cahathitas, segundo suas ge-
Tenda do ajuntamento. rações, e segundo a casa de seus pais.
24 Este será o ministério das gera- 35 De idade de trinta annos e a riba
ções dos Gersonitas, no administrar, até os cincoenta, a todo aquelle que
e na carga. entrou a esta milicia, para o ministé-
25 Levarão pois as cortinas do Ta- rio na Tenda do ajuntamento.
bemaculo, e a Tenda do ajuntamento, 36Seus contados pois segundo suas
sua cuberta. e a cuberta de peles de gerações, forão dous mil e sete cen-
texugos, que está em cima sobre elle: tos e cincoenta.
e o veo da porta da Tenda do ajunta- 37 Estes «áo os contados das gera-
mento. ções dos Cahathitas, de todo aquelle
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
144 NUMEROS, V.

que ministrava na Tenda do ajunta- 2 Manda aos filhos de Israel, que


mento, aos quaes contarão Moyses e lançem fora do arraial todo leproso,
Aaron; conforme ao mandado de Je - e todo que padece fluxo de semente,
hov ah por mão de Moyses. e todos os immundos por morto.
38 Semelhantemente oscontadosdos 3 Desdo homem até á mulher os
filhos de Gerson, segundo suas gera-lançareis; fora do arraial os lança-
ções, e segundo a casa de seus pais.reis, para que não ^contaminem seus
arraiaes, em meio dos quaes eu iia-
39 De idade de trinta annos e a riba
até ós cincoenta; a todo aquelle quebito.
entrou a esta milicia, para o ministé-4 E os filhos de Israel fizerão assim,
rio na Tenda do ajuntamento. e os lançarão fora do arraial; como Je -
40 Seus contado segundo suas gera-hovah fallara a Moyses, assim fizerão
ções, segundo a casa de seus pais, fo-
ós filhos de Israel.
ráo dous mil e seis centos e trinta. 5 Fallou mais Jehovah a Moyses,
41 Estes são os contados das gera-dizendo:
ções dos filhos de Gerson, de todo 6 Falia aos filhos de Israel : quando
aquelle que ministrava na Tenda do homem ou mulher fizer cm algum de
ajuntamento: aosquaescontárãoMoy- todos os peccados humanos, prevari-
ses e Aaron conforme ao mandado de cando prevaricação contra Jeho vah ;
Jeho vah . tal alma culpada he.
42 E os contados das gerações dos 7 E confessarão seu peccado que fize-
filhos de Merari, segundo suas gera-rão ; então restituirá sua culpa segun-
ções, segundo a casa de seus pais. do a total contia, e lhe acrecentará
seu quinto, e e dará a aquelle, contra
43 De idade de trinta annos, e a riba
até os cincoenta, a todo aquelle quequem se fez culpado.
entrou a esta milicia, para o ministé-8 Mas se aquelle homem não tiver
rio na Tenda do ajuntamento. resgatador, a quem se restitua a culpa;
então a culpa que se restituir a Jeh o -
44 Forão pois seus contados segundo
suas gerações tres mil e duzentos. vah , será do sacerdote, alem do car-
neiro da expiação, com que por elle
45 Estessão os contados dasgerações
fará expiação.
dos filhos de Merari: aos quaes conta-
rão Moyses e Aaron conforme ao man- 9 Semelhantemente toda offerta de
dado de Jehov ah por máo de Moyses. todas as cousas santificadas dos filhos
46 Todos os contados, que contarãode Israel, que trouxerem ao sacerdote,
Moyses e Aaron e os Maioraes de Is- será sua.
rael dos Levitas, segundo suas geraçõ-10 E as cousas santificadas de cada
es, e segundo a casa de seus pais. qual serão suas: o que alguém der ao
47 De idade de trinta annos e a riba
sacerdote, será seu.
até os cincoenta^ a todo aquelle que 11 Fallou mais Jehovah a Moyses,
dizendo:
entrava a administrar a ministério da
administração, e o ministério do car- 12 Falia aos filhos de Israel, e dize-
go na Tenda do ajuntamento. lhes : quando a mulher de algum se-
48 Seus contados forão oito mil e desviar, e prevaricando prevaricar con-
quinhentos e oitenta. tra elle.
49 Conforme ao mandado de Jeho - 13 De maneira que algum varão por,
vah , por mão de Moyses forão conta-
cohabitação de semente com ella hou-
dos, cada qual segundo seu ministé-ver deitado, e aos olhos de seu mari-
rio, e segundo seu cargo: e forão seus
do for occulto. e ella o tiver occultado,
contados aquelles que Jehov ah man-havendo se eíla contaminado: e con-
dara a Moyses. tra ella não houver testimunha, e no
feito não for apanhada.
CAPITULO V. 14 E o Espirito de ciúmes vier sobre
elle, e de sua mulher tiver cinzues,

E
FALLOU Jehovah a Moyses, di- por ella se haver contaminado: o*' s0"
zendo : bre elle vier o espirito de cium^’ie

Digitized by Gox 'Qle Original f; _ ..


•- 'HARVARD UNIVERSITY
NUMEROS, VI. 145

de sua mulher tiver ciúmes, não se lher, e moverá a oflerta de manjares


hftvendo ella contaminado: perante a face de Jeh ov ah , e a offe-
15 Então aquelle varão trará sua recerá sobre o altar.
mulher perante o sacerdote, e ajunta- 26 Também o sacerdote tomará hum
mente trará sua oflerta por ella; hu- i punhado da offerta de manjares, da
ma decima de Epha de farinha de ce- offerta memorativa, e sobre o altar o
vada ; sobre a qual não deitará azeite, accenderá: e depois dará a beber a
nem sobre ella porá encenso. por agua á mulher.
quanto he offerta de manjares de ciú- 27 E havendo-lhe dado a beber aquel-
mes, oflerta memorativa, que traz a la agua, será que, se ella se tiver con-
iniquidade em memória. taminado, e contra seu marido pre-
16 E o sacerdote a fará chegar, e a varicando tiver prevaricado, a agua
porá perante a face de Jehovah . amaldiçoante entrará nella para amar-
17 E o sacerdote tomará agua san- gura, e seu ventre se incitará, e sua
ta em hum vaso de barro; também coixa cahirá; e aquella mulher será
tomará o sacerdote do pó, que houver por maldição em meio de seu povo.
no chão do Tabemaculo, e o deitará 28 Mas se a mulher se não tiver con-
na agua. taminado, mas for limpa; então será
18 Então o sacerdote apresentará a livre, e com semente será semeada.
mulher perante a face de Jehov ah , e 29 Esta he a lei dos ciúmes, quando
descubnrá a cabeça da mulher; e a a mulher em poder de seu marido se
oflerta memorativa de manjares, que desviar, e for contaminada.
he a offerta de manjares dos ciúmes, 30 Ou quando sobre o homem vier
porá sobre suas mãos, e as aguas o espirito de ciúmes, e tiver ciúmes
amargas amaldiçoantes estarão na de sua mulher : apresente a mulher

S
mão do sacerdote. erante a face <íe Jehov ah , e o sacer-
19 E o sacerdote a conjurará, e a ote nella execute toda esta lei.
aquella mulher dirá: se ninguém com- 31 E o varão será livre da iniqui-
tigo se deitou, e se não te apartaste dade ; porem a mulher levará sua ini-
de teu marido pela immundicia, des- quidade.
tas aguas amargas amaldiçoantes se-
rás livre.
20 Mas se te apartaste de teu mari- CAPITULO VI.

E
do, e te contaminaste, e alguém ho- FALLOU Jehov ah a Moyses, di-
mem fora de teu marido se deitou zendo :
comtigo; 2 Falia aos filhos de Israel, e di-
21 Entáo o sacerdote conjurará a ze-lhes: quando hum homem ou mu-
mulher com a conjuração da maldi- lher se tiver separado, fazendo voto
ção; e o sacerdote dirá á mulher: Je - de Nazareo, para se separar a Jeho -
hov ah te ponha por maldição e por vah .
conjuração no meio de teu povo: fa- 3 De vinho e de cidra se apartará;
zendo te Jeh ov ah cahir a coixa, e in- vinagre de vinho, nem vinagre de ci-
char o ventre. dra não beberá; nem beberá algum
22 E esta mesma agua amaldiçoante liquor de uvas; nem uvas frescas, nem
entre em tuas entranhas, para te fazer secas comerá.
inchar o ventre, e te fazer cahir a coi- 4 Todos os dias de seu Nazareado
xa; então a mulher dirá; amen,amen. não comerá de alguma cousa, que se
23 Depois o sacerdote escreverá es- faz da cepa de vinho, desdos caroços
tas mesmas maldições em hum livro, até ás cascas.
e com a agua amarga o apagará. 5 Todos os dias do voto de seu Na-
24 E a agua amarga amaldiçoante zareado sobre sua cabeça não passará
dará a beber â mulher, e a agua amal- navalha : até que se cumprão os dias,
diçoante entrará nella para amargurar. que se separou a Jehovah , santo se-
25 E o sacerdote tomará a offerta de rá ; as guedelhas do cabello de sua
manjares dos ciúmes da mão da mu- cabeça deixando crecer,
1 Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
NUMEROS, VII.
146
6 Todos os dias que se separar a Je - do ajuntamento rapará a cabeça der
hovah , nào chegará ao corpo de hum seu Nazareado, e tomará o cabello da.
cabeça de seu Nazareado, e o porá
morto.
7 Por seu pai, ou por sua mai, por sobre o fogo que está debaixo do sa-
seu irmão, ou por sua irmã, por elles crifício gratifico.
se náo contaminará, quando forem 19 Depois o sacerdote tomará a es-
mortos; porquanto o Nazareado de padoa cozida do carneiro, e hum bo-
seu Deos está sobre sua cabeça. lo azimo do açafate, e hum coscoráo
8 Todos os dias de seu Nazareado azimo, e os porá nas máos do Naza-
santo será a Jehovah . reo, depois de haver rapado seu Na-
9 E se o morto junto a elle a caso zareado.
subitamente morreo, que contaminas- 20 E o sacerdote os moverá em offer-
se a cabeça de seu Nazareado; entáo ta movediça perante a face de Jeh o -
no dia de sua purilicaçâo rapará sua vah ; santidade he para o sacerdote,
cabeça, ao sétimo dia a rapará. juntamente com o peito da offerta
10 E ao dia oitavo trará duas rolas, movediça, e com a espadoa da offerta
ou dous pombinhos ao sacerdote á por- alçadiça; e depois o Nazareo beberá
ta da Tenda do ajuntamento. vinho.
11 E o sacerdote adereçará ao hum 21 Esta he a lei do Nazareo, que
por expiaçáo do peccado, e ao outro fizer voto de sua offerta a Jehovah
por holocausto; e fará propiciação por por seu Nazareado, de mais do que
elle do que peccou no corpo morto : alcançar sua máo: segundo seu voto,
assim naquelle mesmo dia santificará que fizer, assim fará conforme á lei
de seu Nazareado.
sua cabeça.
12 Então separará os dias de seu 22 E fallou Jeho vah a Moyses, di-
Nazareado a Jeh ov ah , e por expiaçáo zendo: znr. j-
da culpa trará hum cordeiro do hum 23 Falia a Aaron, e a seus filhos, di-
anno: e os dias antecedentes serão zendo : assim abençoareis aos filhos
anulados, porquanto seu Nazareado de Israel, dizendo-lhes:
foi contaminado. 24 Jehov ah te abençoe, e te guarde :
13 E esta he a lei do Nazareo : no 25 Jeh ov ah faça resplandecer seu
dia em que se cumprirem os dias de rosto sobre ti, e tenha misericórdia
seu Nazareado, isto trará á porta da de ti.
Tenda do ajuntamento. 26 Jeho vah sobre ti levante seu ros-
14 Por sua offerta offerecerá a Je - to, e te dê paz.
hovah hum cordeiro inteiro de hum 27 Assim poráo meu nome sobre os
anno em holocausto, e huma cordeira filhos de Israel: e eu os abençoareL
inteira de hum anno por expiaçáo do
peccado, e hum carneiro inteiro por CAPITULO VII.
offerta gratifica.

E
15 E hum açafate de bolos ázimos, ACONTECEO no dia, em que
bolos de flor de farinha com azeite Moyses acabou de levantar o
amassados, e coscorões asimos unta- Tabemaculo, e o ungio, e o santificou,
dos com azeite; como também sua e todos seus vasos ; como também o
offerta de meaijares, e suas offertas de altar, e todos seus vasos, e os ungio,
derramamento. e os santificou.
16 E o sacerdote o trará perante a 2 Que os Maioraes de Israel, as ca-
face de Jeho vah , e adereçará sua ex- beças da casa de seus pais offerecé-
piaçáo do peccado, e seu holocausto. rão os Maioraes das tribus, que esta-
17 Também adereçarão carneiro em váo sobre os contados.
sacrifício gratifico a Jeho vah , com o 3 E trouxerão sua offerta perante a
açafate dos bolos ázimos, c o sacerdo- facede Jeho vah , seis carros cuberto»,
te adereçará sua offerta de manjares, e doze bois; por dous Maioraes hum
e sua offerta de derramamento. carro, e por cada hum hum boi: e os
18 Entáo o Nazareo á porta da Tenda trouxerão diante do Tabemaculo.
Digitized by Go- q Ic
Original from
HARVARD UNÍVERSITY
NUMEROS, VII. 147
4 E Fallou Jeh ova h a Moyses, di- tuario : ambos cheos de flor de farinha
zendo : com azeite amassada, para offerta de
5 Toma os delles, e serão para ser- manjares.
vir o ministério da Tenda do ajunta- 20 Huma taça de perfume de dez si-
mento : e os darás aos Levitas, a cada clos de ouro, chea de perfume.
qual segundo seu ministério. 21 Hum novilho, filho de vaca, hum
6 Assim Moyses tomou os carros e os carneiro, hum cordeiro de hum anno,
bois, e os deu aos Levitas. para holocausto.
7 Dous carros e quatro bois deu aos 22 Hum cabrão das cabras para ex-
filhos de Gerson, segundo seu minis- piação do peccado:
tério.
23 E para sacrifício gratifico dous
8 E quatro carros e oito bois deu bois, cinco carneiros, cinco cabrões,
aos filhos de Merari, segundo seu mi- cinco cordeiros de hum anno: esta foi
nistério, sob a máo de Ithamar, filho a offerta de Nathanael, filho de Suhar.
de Aaron o sacerdote. 24 O terceiro dia o Maioral dos filhos
9 Mas aos filhos de Cahath nada de Zebulon, Eliab, filho de Helon.
deu: porquanto a seu cargo estava o 25 Sua offerta foi hum prato de pra-
ministério das santidades, que leva- ta, de peso de cento, e trinta siclos,
vào aos hombros. huma bacia de prata de setenta siclos,
10E offerecéráo os Maioraes para a segundo o siclo do Santuario: ambos
consagração do altar, no dia em que cheos de flor de farinha com azeite
foi ungido; offerecéráo pois os Maio- amassada, para offerta de manjares.
raes sua offerta perante o altar. 26 Huma taça do perfume, de dez si-
11 E disse Jehov ah aMoyses: cada clos de ouro, chea de perfume.
Maioral offereceráo sua offerta (cada 27 Hum novilho, filho de vaea, hum
6611 d’a) para a consagração carneiro, hum cordeiro de hum anno,
para holocausto.
12 O que pois o primeiro dia offere- 28 Hum cabráo das cabras para ex-
ceo sua offerta, foi Nahesson, filho de piação do peccado,
Amminadab, pela tribu de Juda. 29 E para sacrifício gratifico dous
13 E sua offerta foi hum prato de bois, cinco carneiros, cinco cabrões,
prata, de peso de cento e trinta siclos; cinco cordeiros de hum anno: esta foi
huma bacia de prata de setenta siclos, a offerta de Eliab filho de Helon.
segundo o siclo do Santuario : ambos 30 O quarto dia o Maioral dos filhos
cheos de flor de farinha, amassada de Ruben, Elizur, filho de Sedeur.
com azeite, para offerta de manjares. 31 Sua offerta foi hum prato de pra-
14 Huma taça de perfume, de dez si- ta, de pesode cento e trinta siclos,huma
clos de ouro, chea de perfume. bacia de prata de setenta siclos, se-
15 Hum novilho, filho de vaca, hum gundo o siclo do Santuario: ambos
carneiro, hum cordeiro de hum anno, cheos de flor de farinha, com azeite
para holocausto.
amassada, para offerta de manjares:
16 Hum cabrão das cabras para ex- 32 Huma taça de perfume de dez si-
piação do peccado. clos de ouro, cnea de perfume.
E para sacrifício gratifico dous 33 Hum novilho filho de vaca, hum
bois, cinco carneiros, cinco cabrões, carneiro, hum cordeiro de hum anno,
cinco cordeiros de hum anno: esta foi para holocausto.
a offerta de Nahesson filho de Am- 34 Hum cabráo das cabras para ex-
minadab. piação do peccado:
18 0 segundo dia fez sua offerta Na- 35 E para sacrifício gratifico dous
thanael, filho de Suhar, Maioral de bois, cinco carneiros, cmco cabrões
Issaschar. cinco cordeiros de hum anno: está
19 E por sua offerta offereceo hum foi a offerta de Elizur, filho de Sedeur.
prato ae prata, de peso de cento e 3b O quinto dia o Maioral dos filhos
trinta siclos; huma bacia de prata de de Simeon, Selumiel, filho de Zuri-
setenta siclos, segundo o siclo do San- saddai.

Go gle Original from


HARVARD UNIVERSITY
148 NUMEROS, VII.

37 Sna offerta foi hnm prato de pra- bois, cinco carneiros, cinco cabrões,
ta, de peso de cento e trinta siclos, huma cinco cordeiros de hum anno: esta fot
bacia de prata de setenta siclos, se- a offerta de Elisama, filho de Ammi-
gundo o siclo do Santuario; ambos hud.
cheos de flor de farinha, com azeite 54 O oitavo dia o Maioral dos filhos
amassada, para offerta de manjares : de Manasse, Gamaliel, filho de Peda-
38 Huma taça dc perfume de dez si- zur.
clos de ouro, chea de perfume. 55 Sua offerta foi hum prato de pra-
39 Hum novilho, filho de vaca, hum ta, de peso de cento e trinta siclos;
carneiro, hum cordeiro de hum anno, huma bacia de setenta siclos, segundo
para holocausto: o siclo do Santuario: ambos cheos de
40Hum cabrão das cabras para ex- flor de farinha, com azeite amassada,
piação do peccado: para offerta de manjares.
41 E para sacrificio gratifico dous 56 Huma taça de perfume de dez si-
bois, cinco carneiros, cinco cabrões, clos de ouro, chea de perfume.
cinco cordeiros de hum anno: esta foi 57 Hum novilho, filho de vaca, hum
a offerta de Selumiel, filho do Zuri- carneiro, hum cordeiro de hnm anno,
saddai. para holocausto.
42 O seisto dia o Maioral dos filhos 58 Hum cabrão das cabras para ex-
de Gad, Eliasaph, filho de Dehuel. piação do peccado.
43 Sua oíferta foi hum prato de pra- 59 E para sacrificio gratifico dous
ta, de peso de cento e trinta siclos; bois, cinco carneiros, cinco cabrões,
huma baeia de prata de setenta siclos, cinco cordeiros de hum anno: esta foi
segundo o siclo do Santuario: ambos a offerta de Gamaliel, filho de Peda-
cheos de flor de farinha, com azeite zur.
amassada, para offerta de manjares. 60 O dia nono o Maioral dos filhos
44 Huma taça de perfume de dez si- de Benjamin, Abidan, filho de Gide-
clos de ouro, chea ae perfume. oni.
45 Hum novilho, filho de vaca, hum 61 Sua offerta foi hum prato de pra-
carneiro, hum cordeiro de hum anno, ta, de peso de cento e trinta siclos,
para holocausto. huma bacia de prata de setenta, sidos,
46Hum cabrão das cabras para ex- segundo o siclo do Santuario: ambos
piação do peccado. cheos de flor de farinha, com azeite
47 E para sacrificio gratifico dous amassada, para offerta de manjares.
bois, cinco carneiros, cinco cabrões, 62 Huma taça de perfume de dez si-
cinco cordeiros de hum anno: esta clos de ouro, chea de perfume.
foi a offerta de Eljasaph, filho de De- 63 Hum novilho, filho de vaca, hum
huel. carneiro, hum cordeiro de hum anno,
48 O sétimo dia o Maioral dos filhos para holocausto.
de Ephraim, Elisama, filho de Ammi- 64 Hum cabrão das cabras para ex-
hud. piação do peccado:
49Sua offerta foi hum prato de pra- 65 E para sacrificio gratifico dous
ta de peso de cento e trinta siclos, huma bois, cinco carneiros, cinco cabroens,
bacia de prata de setenta siclos, se- cinco cordeiros de hum anno: esta foi
gundo o siclo do Santuario: ambos a offerta de Abidan, filho de Gideoni.
cheos de flor de farinha, com azeite 66 O decimo dia o Maioral dos filhos
amassada, para offerta de manjares. de Dan, Ahieser, de Ammisaddai.
50Huma taça de perfume de dez si- 67 Sua offerta foi hum prato de pra-
clos de ouro, chea de perfume. ta, de peso de cento e trinta siclos;
51 Hum novilho, filho de vaca, hum huma bacia de prata de setenta siclos,
carneiro, hum cordeiro de hum anno, segundo o siclo do Santuario : ambos
para holocausto. cheos de flor de farinha, com azeite
52 Hum cabrão das cabras para ex- amassada, para offerta de manjares.
piação do peccado. 68 Huma taça de perfume, de dez si-
53 E para sacrificio gratifico dous clos de ouro, chea de perfume.
Digitized by Go Qle Original from
HARVARD UNIVERSITY
NUMEROS, VHl.
149
69 Hum novilho, filho de vaca, hum toda a prata dos vasos foi dous mil e
carneiro, hum cordeiro de hum anno, quatro centos sidos, segundo o siclo
para holocausto. do Santuario.
70 Hum cabrão das cabras para ex- 86 Doze taças de perfume de ouro,
piação do peccado. cheas de perfume, cada taça de per-
71 E para sacrifício gratifico dous fume de dez sidos, segundo o siclo do
bois, cinco carneiros, einco cabrões, Santuario: todo o ouro das taças de
cinco cordeiros de hum anno : esta foi perfume foi cento e vinte sidos.
a offerta de Ahieser, filho de Ammi- 87 Todos os bois para holocausto fo-
saddai. rào doze novilhos, doze carneiros, doze
72 O undécimo dia o Maioral dos cordeiros de hum anno, com sua offer-
filhos de Aser, Pagiel, filho de Ochran. ta de manjares, e doze cabrões das
73 Sua offerta foi hum prato de pra- cabras, para expiação do peccado.
ta, de peso de cento e trinta sidos; 88 E todos os bois para sacrifício
huma bacia de prata de setenta siclos, gratifico, forão vinte e quatro novilhos:
segundo o siclo do Santuario : ambos os carneiros sessenta, os cabrões ses-
cheos de flor de farinha, com azeite senta, os cordeiros de hum anno ses-
amassada, para offerta dé manjares. senta: esta he a consagração do altar,
74 Huma taça de perfume de dez depois que foi ungido.
siclos de ouro, chea de perfume. 89 E quando Moyses entrava na Ten-
75 Hum novilho, filho de vaca, hum da do ajuntamento, para fallar com
carneiro, hum cordeiro de hum anno, elle, ouvia a voz que fallava a elle em
para holocausto. cima do propiciatório, que está sobre
78 Hum cabrão das cabras para ex- a Arca do testimunho entre os dous
piação de peccado. Cherubins: assim com elle fallava.
77 E para sacrifício gratifico dous
bois, cinco carneiros, cinco cabrões,
cinco cordeiros de hum anno: esta foi CAPITULO VIII.
a offerta de Pagiel, filho de Ochran.
E
FALLOU Jehovah a Moyses, di-
78 O duodécimo dia o Maioral dos fil- zendo : ’
hos de Naphtali, Ahira, filho de Enan. 2 Falia a Aaron, e dize-lhe: quando
79 Sua offerta foi hum prato de pra- accenderes as lampadas; em fronte do
ta, de peso de cento e trinta sidos ; candieiro alumiarão as sete lampadas.
huma bacia de prata, de setenta siclos, 3 E Aaronfez assim: emfrontedafa-
segundo o siclo do Santuario: ambos ce do candieiro accendeo suas lampa-
cheos de flor de farinha, com azeite das, como J eho vah mandâra a Moyses.
amassada, para offerta de manjares. 4 E era esta obra do candieiro de ou-
80 Huma taça de perfume de dez ro batido, des de seu pé até suas flores
sidos de ouro, chea de perfume. era batido: conforme ao model-que
81 Hum novilho, filho de vaca, hum Jehov ah mostrara a Moyses, assim fez
carneiro, hum cordeiro de hum anno, o candieiro.
para holocausto. 5 E fallou Jeh ova h a Moyses, di-
82 Hum cabrão das cabras para ex- zendo :
piação do peccado: 6 Toma aos Levitas do meio dos
83 E para sacrifício gratifico dous filhos de Israel, e os purifica.
bois, cinco carneiros, cinco cabrões, 7 E assim lhes farás, para os purifi-
cinco cordeiros de hum anno: esta foi car; esparge sobre elles a agua da ex-
a offerta de Ahira, filho de Enan. piação , e sobre toda sua carne farão
•4 Esta he a consagração do altar, passar a navalha, e lavarão seus ves-
feita pelos Maioraes de Israel, no dia tidos, e se purificarão.
em que foi ungido, doze pratos de pra- 8 Então tomarão hum novilho, filho
ta, doze bacias de prata, doze taças de vaca, com sua offerta de manjares
de perfume de ouro. de flor de farinha, amassada com azei-
85 Cada prato de prata de cento e te : e tomarás outro novilho, filho de
trinta sidos, e cada bacia de setenta: vaca, para expiaçáo do peccado.

Go gle Original from


HARVARD UNÍVERSITY
150 NUMEROS, IX.

9 E farás chegar os Levitas peran- dos Levitas, assim os filhos de Israel


te a Tenda do ajuntamento; e farás lhes fizeráo.
ajuntar toda a congregação dos filhos 21 E os Levitas se expiarão, e lavá-
de Israel. rão seus vestidos, e Aaron os moveo
10 Farás pois chegar os Levitas pe- por offerta movediça perante a face
rante a face de Jehov ah : e os filhos de Jehov ah , e Aaron fez propiciação
de Israel porão suas mãos sobre os por elles para purificálos.
Levitas. 22 E depois vierào os Levitas, para
11 E Aaron moverá os Levitas por administrar seu ministério na Tenda
oflerta movediça perante a face de do ajuntamento perante a face de
Jeho vah pelos filhos de Israel; e se- Aaron, e perante a face de seus filhos,
rão para que sirvão no ministério de como Jehov ah mandára a Moyses
Jeh ov ah . ácerca dos Levitas, assim lhes fizerão.
12 E os Levitas porão suas mãos 23 E fallou Jeh ova h a Moyses, di-
sobre a cabeça dos novilhos: então zendo.
adereça tu o hum para expiação do 24 Isto he quanto aos Levitas: de
peccado, e o outro para holocausto a idade de vinte e cinco annos e a riba
Jehova h , para fazer expiação sobre entrarão, para militar a milicia no mi-
os Levitas. nistério da Tenda do ajuntamento.
13 E porás os Levitas perante a face 25 Mas desda idade de cincoenta
de Aaron, e perante a face de seus annos sahirá da malicia deste ministé-
filhos, e os moverás por offerta move- rio : e nunca mais servirá.
diça a Jehov ah . 26 Porem com seus irmãos servirá
14 E separarás os Levitas do meio na Tenda do ajuntamento, para ter
dos filhos de Israel, para que os Levi- cuidado da guarda; porem o ministé-
tas meus sejão. rio não administrara: assim farás aos
15 E depois os Levitas entrarão a Levitas em suas guardas.
administrar a Tenda do ajuntamento:
e tu os purificarás, e por offerta mo-
vediça os moverás CAPITULO IX.

E
16 Por quanto dados do meio dos filhos FALLOU Jeho vah a Moyses no
de Israel me são dados: pela abertura deserto de Sinai, no anno segun-
de toda madre, pelo primogénito de do de sua sahida da terra de Egypto,
cada qual dos filhos de Israel, para no mes primeiro, dizendo:
mim os tenho tomado. 2 Que os filhos de Israel celebras-
17 Porque meu he todo primogénito sem a Pascoa a seu tempo determi-
entre os filhos de Israel, entre os ho- nado.
mens, e entre os animaes; no dia em 3 Aos catorze dias deste mes, entre
que na terra de Egypto feri todo pri- as duas tardes a seu tempo determina-
mogénito, os santifiquei para mim. do a celebrareis : segundo todos seus
18 E tomei os Levitas por todo pri- estatutos, e segundo todos seus direi-
mogénito entre os filhos de Israel. tos a celebrareis.
19 E os Levitas, dados a Aaron e a 4 Disse pois Moyses aos filhos de
seus filhos do meio dos filhos de Is- Israel, que celebrassem a Pascoa.
rael, tenho dado, para administrar o 5 Então celebrarão a Pascoa aos ca-
ministério dos filhos de Israel na Ten- torze dias do mes primeiro, entre aa
da do ajuntamento, e para fazer pro- duas tardes no deserto de Sinai; con
piciação pelos filhos de Israel; para forme a tudo que Jehovah mandára
que não haja praga entre os filhos de a Moyses assim fizerão os filhos de
Israel, chegando-se os filhos de Israel Israel.
ao Santuario. 6 E houve alguns que estaváo im-
20 E fez Moyses e Aaron, e toda a mundos pelo corpo de hum homem
congregação dos filhos de Israel aos morto; e no mesmo dia náo podião
Levitas assim: conforme a tudo que celebrara Pascoa: pelo que se che-
Jehova h mandára a Moyses ácerca garão perante a face de Moyses, e

Digitized by Go gle Original from


HARVARD UNIVERSITY
NUMEROS, X. 151
perante a face de Aaron aquelle mes- filhos de Israel se partião, e segundo
mo dia. o dito de Jehov ah assentaváo o arrai-
7 E aquelíes homens disserão-lhe: al ; todos os dias em que a nuvem
immundos estamos pelo corpo de hum parava sobre o Tabemaculo, assenta-
homem morto; porque seriamos im- vão o arraial.
pedidos de náo offerecer a offerta de 19 E quando a nuvem se detinha
Jeho vah a seu tempo determinado muitos dias sobre o Tabemaculo, en-
em meio dos filhos de Israel 1 tão os filhos Israel tinháo cuidado da
8 E Moyses lhes disse: Esperai, e guarda de Jeho vah , e não se partião.
ouvirei o que Jeho vah vos mandará. 20 E era que, quando a nuvem pou-
9 Entáo fallou Jeh ov ah a Moyses, cos dias estava sobre o Tabemaculo,
dizendo: segundo o dito de Jeho vah se aloja-
10 Falia aos filhos de Israel, dizen- vão, e segundo o dito de Jeho vah se
do: quando alguém entre vosoutros partião.
ou entre vossas gerações for immun- 21 Porem era que, quando a nuvem
do por corpo morto, ou for em cami- desda tarde até á manhã ficava ali,
nho longo ; com tudo ainda celebrará e a nuvem se alçava pela manhã, en-
a Pascoa a Jeho vah . tão se partião: quer de dia quer de
11 No mez segundo, aos catorze noite alçando-se a nuvem, partião-se.
dias entre as duas tardes a celebrarão: 22 Ou quando a nuvem sobre o Ta-
com paens asmos e ervas amargas a bemaculo se detinha dous dias, ou
comerão. hum mez, ou hum anno, ficando so-
12 Delia nada deixarão até â ma- bre elle; então os filhos de Israel se
nhã, e delia não quebrarão osso al- alojavâo, e não se partião: e ella se
gum: segundo todo estatuto da Pas- alçando, partião-se.
coa a celebrarão. 23 Segundo o dito de Jehovah se
13 Porem quando hum varão for alojavâo, e segundo o dito de Jeho -
limpo, e náo estiver no caminho, e vah se partião : da guarda de Jeho -
deixar de celebrar a Pascoa, tal alma vah cuidado tinhão segundo o dito de
de seus povos será desarreigada : por Jehov ah por mão de Moyses.
quanto não offereceo a offerta de Je -
hova h a seu tempo determinado; o
CAPITULO X.
tal varáo levará seu peccado.

F
14 E quando hum estrangeiro pere- ALLOU mais Jeho vah a Moyses,
grinar entre vós, e também celebrar dizendo:
a Pascoa a Jehov ah ; segundo o esta- 2 Faze-te duas trombetas de prata;
tuto da Pascoa e segundo seu costume de obra batida as farás: e te serão
assim a celebrará: hum mesmo estatu- para a convocação da congregação, e
to haverá para vós,assim para o estran- para a partida dos arraiaes.
geiro, como para o natural da terra. 3 E quando ambas as tocarem, então
15 E no dia de levantar o Tabema- toda a congregação se congregará a
culo, a nuvem cnbrio o Tabemaculo ti á porta da Tenda do ajuntamento.
sobre a Tenda do testimunho: e a 4 Mas quando tocarem a huma só, en-
tarde estava sobre o Tabemaculo co- tão a ti se congregarão os Maioraes,
mo huma apparencia de fogo até á ma- as cabeças dos milhares de Israel.
nhã. 5 Quando retinindo as tocardes, en-
16 Assim era de continuo: a nuvem tão partirão os arraiaes, que alojados
o cubria, e de noite havia apparencia estão da banda do Oriente.
de fogo. 6 Mas quando a segunda vez reti-
17 Mas segundo que a nuvem se nindo as tocardes, então partirão os
alçava sobre a Tenda, assim os filhos arraiaes, que se alojão da banda do
de Israel após ella se partião: e no Sul: retinindo as tocarão por suas
lugar aonde a nuvem parava, ali os partidas.
filhos de Israel assentaváo seu arraial. 7 Porem ajuntando a congregação as
18 Segundo o dito de Jehov ah os tocareis; mas sem retinir.

Go gle Original from


HARVARD UNIVERSITY
152 NUMEROS, X.

8 E os filhos de Aaron sacerdotes 21 Então partirão-se os Cahathitas,


tocarão as trombetas: e a vós serão levando o Santuario; e os outros le-
por estatuto perpetuo em vossas gera- vantarão o Tabemaculo, entre tanto
ções. que estes vinhão.
9 E quando em vossa terra sahirdes 22 Depois partio-se a bandeira do
a pelejar contra o inimigo, que vos arraial dos filhos de Ephraim segun-
aperta; também tocareis as trombe- do seus exercitos: e sobre seu exerci-
tas retinindo, e perante a face de Je - to estava Elisama filho de Ammiud.
hov ah vosso Deos haverá lembrança 23E sobre o exercito da tribu dos
de vós, e salvos sereis de vossos ini- filhos de Manasse, Gamaliel filho de
migos. Pedazuf.
10 Semelhantemente no dia de vos- 24 E sobre o exercito da tribu dos
sa alegria, e em vossos solenidades, e filhos de Benjamin, Abidan filho de
aos princípios de vossos mezes, tam- Gideoni.
bém tocareis as trombetas sobre vos- 25 Então partio-se a bandeira do ar-
sos holocaustos, e sobre vossos sacri- raial dos filhos de Dan, fechando todos
fícios, gratificos, e vos serão por lem- os arraiaes segnndo seus exercitos: e
brança perante a face de vosso Deos: sobre seu exercito estava Ahiezer,
Eu J ehov ah vosso Deos. filho de Artimisaddai.
11 E aconteceo no anno segundo, no 26 E sobre o exercito da tribu dos
segundo mez, aos vinte do mez, que filhos de Aser, Pagiel filho de Oíhran:
a nuvem se alçou de sobre o Tabema- 27 E sobre o exercito da tribu dos
culo do testimunho. filhos de Naphthali, Ahira filho de
12 E os filhos de Israel se partirão Enan.
segundo suas partidas do deserto de 28 Estas erão as partidas dos filhos
Sinai: e a nuvem se parou no deserto de Israel segundo seus exercitos,
de Paran. quando se partião.
13 Assim a primeira vez se partirão 29 Disse então Moyses a Hobab,
segundo o dito de Jehov ah , por mão filho de Reguei o Midianita, sogro de
de Moyses. Moyses: caminhamos para aquelle
14 Porque primeiramente partio-se lugar, de que Jehov ah disse; vôlo
a bandeira ao arraial dos filhos de darei; vai com nosco, e te faremos
Juda segundo seus exercitos: e sobre bem: porque Jeh ov ah bem fallou so-
seu exercito estava Nahesson, filho de bre Israel :
Amminadab. 30 Porem elle lhe disse: não irei;
15 E sobre o exercito da tribu dos antes irei a minha terra e a minha
filhos de Issaschar, Nethaneel filho de parentela.
Suhar. 31 E elle disse: Ora náo nos dei
16 E sobre o exercito da tribu dos xes : pois porque tu sabes nosso alo
filhos de Zebulon, Eliab filho de He- jamento no deserto, de olhos nos ser
lon. virás.
17 Então desarmarão ao Tabema- 32 E será que, indo tu com nosco, e
culo, e os filhos de Gerson e os filhos succedendoo bem, com que Jehovah
de Merari se partirão, levando o Ta- nos fará bem, também nós te faremos
bemaculo. bem.
18 Depois partio-se a bandeira do 33 Assim se partirão tres dias de ca-
arraial de Ruben segundo seus exer- minho do monte de Jeh ov ah : e a
citos : e sobre seu exercito estava Eli- Arca do concerto de Jeho vah cami-
zur filho de Zedeur. nhou diante de sua face caminho de
19 E sobre o exercito da tribu dos tres dias, a buscar lugar de descanso
filhos de Simeon, Selumiel filho de para elles.
Zurisaddai. 34 E a nuvem de Jeh ov ah hia so-
20E sobre o exercito da tribu dos bre elles de dia, quando partião-se do
filhos de Gad, Eliasaph filho de De- arraial.
huel. 35 Era pois que, partindo-se Arca,
Digitized by Go Qle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
NUMEROS, XI. 153

Moyses dizia: Levanta-te Jehovah , e povo ? pari-o eu 1 que me dissesses:


teus inimigos dissipados sejão, e teus leva-o em teu colo, como o aio leva a
aborrecedores fogão diante de tua face. o que cria, á terra que juras-te a seus
36 E pousando ella, dizia: Toma-te pais?
Jeho vah aos dez mil dos milhares de 13 Donde eu teria carne para dar a
Israel. todo este povo ? porquanto contra mim
chorão, dizendo; dá-nos camea co-
mer:
CAPITULO XI. 14 Eu sò náo posso levar a todo este

E
ACONTECEO que, queixando-se povo: porque demasiado pesado he
o povo, era mal em ouvidos de para mim.
Jeho vah ; porque Jeho vah ouvio-o, e 15 E se assim fazes comigo, mata-me
soa ira se accendeo. e o fogo de Jeh o - tão sómente, se tenho achado graça
va h ardeo entre elles, e consumio no em teus olhos, e não me deixes ver
cabo do arraial. meu mal.
2 Então o povo clamou a Moyses, e 16 EdisseJehov ah aMoyses: Ajun-
Moyses ouro a Jehovah , e o fogo es ta-me setenta varões dos anciãos de
apasou. Israel, de quem sabes que são anciãos
3 Pelo que chamou a aquelle lugar do povo, e seus officiaes: e os trarás
Tabera, porquanto o fogo <le Jeho vah perante a Tenda do ajuntamento, e
se accendéra entre elles. ali se porão com tigo.
4 E o vulgo, que estava em meio 17 Então eu descenderei, e ali fal-
delles, veio a ter grande desejo : pe- larei comtigo, e separarei do Espirito
lo que os filhos de Israel tornárão a que está em ti, e o porei sobre elles:
chorar, e disserão: quem nos dará e comtigo levarão o cargo do povo,
came a comer I para que tu só o não leves.
5 A lembramos-nos dos peixes, que 18 E dirás ao povo: santificai-vos
em Egypto comíamos de graça; cdos para amanhã, e comereis came: por-
pepinos, e dos melões, e dos porros, quanto chorastes aos ouvidos de Jeho -
e uas cebolas, e dos alhos. va h , dizendo; quem nos dará carne
6 Mas agora nossa alma se secca; a comer? pois bem nos hia em Egyp-
cousa nenhuma ha senão este Manna to: pelo que Jehov ah vos dará carne,
diante de nossos olhos. e comereis:
7 E era o Manna como semente de 19 Não comereis hum dia, nem dous
coentro, e sua cor como a cor de Be- dias, nem cinco dias, nem dez dias,
dolah. nem vinte dias:
8 Espalhava-se o povo, e colhia, e 20 Até hum mez inteiro, até que vós
em moinhos, o moía, ou em almofari- saia pelos narizes, até que vos enfas-
zes o pilava, e em panelas o cozia, e tieis delia: porquanto engeitastes a
delle fazia bolos: e seu sabor era co- Jehovah , que está em meio de vos,
mo o sabor do melhor liquor do azeite. e chorastes perante sua face, dizendo;
9 E quando o orvalho de noite des- porque ora sahimos de Egypto.
cendia sobre o arraia], o Manna des- 21 E disse Moyses: seis centos mil
cendia sobre elle. de pé he este povo, em cujo meio es-
10 Então Moyses ouvio chorar o po- tou : e tu tens dito; darei-lhes came,
vo por suas familias, cada qual á porta e comerão hum inteiro mez.
de sua tenda: e a ira de Jeho vah 22 Degolar-se-háo pois para elles
grandemente se accendeo, e pareceo ovelhas e vacas que lhes bastem ? ou
mal aos olhos de Moyses. ajuntar-se-hão para elles todos os pei-
11 Edisse Moysesa Jeho vah : por- xes do mar, que lhes bastem ?
que fizeste mal "a teu servo, e porque 23 Porem Jeho vah a Moysesdisse:
em teus olhos não achei graça; que seria logo encurtada a máo de Jeho -
posesses sobre mim o cargo de todo vah ? agora verás se minha palavra
este povo 1 te acontecerá, ou náo.
12 Concebi en po^venturtj a todo este 24 E sahio Moyses, e fallou as pala-
HARVARD UNIVERSITY
154 NUMEROS, XII. !

vras de Jeh ov ah ao povo: e ajuntou


CAPITULO XII.
setenta varões dos anciãos do povo,

E
e os pôs ao redor da Tenda. FALLOU Miriam e Aaron contra
25 Entáo Jeh ov ah descendeo na nu- Moyses, por causa da mulher
vem, e lhe fallou; e separando do Es- Cusitica, que tomara: porquanto tinha
pirito, que estava sobre elle, o pôs so- tomado mulher Cusitica.
bre aquelíes setenta varões anciãos: 2 E disserâo: por venturafallou Je -
e aconteceo que, assim como o Espiri- hov ah sómente por Moyses? não fal-
to repousou sobre elles, profetizarão ; lou também por nósoutros? e Jeho -
mas depois nunca mais. va h o ouvio.
26Porem no arraial ficàráo dous va- 3 E era o varão Moyses mui manso;
rões: o nome de hum era Eldad, e mais que todos os homens que havia
o nome do outro Medad; e o Espirito sobre a terra.
repousou sobre elles, (porquanto esta- 4 E logo Jehov ah disse a Moyses, e
vão entre os escritos, ainda que não a Aaron, e a Miriam: vós tres sahi á
sahirâo á Tenda) e profetizavâo no ar- Tenda do ajuntamento; e sahirâo el-
raial. les tres.
27Então correo hum moço, e o de- 5 Então Jehovah descendeo na co-
nunciou a Moyses, e disse: Éldad e lumna da nuvem, e se pós á porta da
Medad profetizâo no arraial. Tenda: depois chamou a Aaron e a
28E Josue filho de Nun, servidor de Miriam, e elles sahirâo ambos.
Moyses, hum de seus mancebos esco- 6 E disse : ouvi agora minhas palav-
lhidos respondeo e disse: senhor meu, ras ; se entre vós houver Propheta, Eu
Moyses, prohibelh’o. Jehov ah em visão me lho notificarei,
29 Porem Moyses lhe disse: tens tu ou em sonhos fadarei com elle.
ciúmes por mim? praza a Deos, que to- 7 Assim nâo he meu servo Moyses,
do o povo de Jeh ov ah fossem profe- que he fiel em toda minha casa.
tas, que Jeho vah désse seu Espirito 8 Boca a boca fallo com elle, e de
sobre elles! vista e não por figuras ; pois vê a se-
30Depois Moyses se recolheo ao ar- melhança de Jehova h : porque pois
raial, elle e os anciãos de Israel. náo tivestes temor, de fallar contra
31 Então sahio hum vento de Jeho - meu servo, contra Moyses?
va h , e trouxe codornízes do mar, e as 9 Assim a ira de Jehov ah contra el-
espalhou pelo arraial quasi caminho les se accendeo ; e foi-se.
de hum dia da huma banda, e quasi ca- 10 E a nuvem se desviou de sobre a
minho de hum dia da outra banda ao Tenda; e eis que Miriam era leprosa
redor do arraial; e estavão quasi dous como a neve : e olhou Aaron para
covados sobre a terra. Miriam, e eis que era leprosa.
32 Então o povo se levantou todo 11 Pelo que Aaron disse a Moyses :
aquelle dia e toda aquella noite, e to- Ah senhor meu, ora não ponhas sobre
do o dia seguinte, e colhérão as codor- nós este peccado, que fizemos louca-
nízes ; o que menos tinha, colhera dez mente, e com que havemos peccado.
Homers: e estendendo-as estenderão 12 Ora nâo seja ella como hum mor-
para si ao redor do arraial. to, que sahindo do ventre de sua mai,
33Ainda a carne estava entre seus a metade de sua carne ja está consu-
dentes, antes que era mastigada, a ira mida.
de Jehov ah contra o povo se accen- 13 Clamou pois Moyses a Jeh ov ah ,
deo; e ferio Jehovah ao povo com dizendo; ó Deos, rogo-te que a cures.
huma praga mui grande. 14 E disse Jeh ova h a Moyses: se
34 Pelo que o nome daquelle lugar se seu pai cuspindo-lhe cuspira em seu
chamou Kibroth Taava: porquanto ali rosto, náo seria envergonhada sete di-
enterrarão ao povo, que teve o desejo. as? esteja fechada sete dias fora do
35 De Kibroth Taava caminhou o arraial, e depois a recolhâo.
povo para Hazeroth; e pararão em 15 Assim Miriam estava fechada fora
Hazeroth. do arraial sete dias: e o povo não
Digitized by Go- 'Qle Original from
HARVARD UNIVERSITY
NUMEROS, Xin. 155

partio, se até que recolhérão a Mír- ta, se boa ou má: e quaes sejão as
iam. cidades em que habita; ou em arraia-
es, ou em fortalezas.
21 Também qual seja a terra, se
CAPITULO XIII.
grossa ou magra; se nella ha arvores,

P
OREM depois o povo se partio de ou não: e esforçai-vos, e tomai do fru-
Hazeroth; e assentarão o arraial to da terra: e erão aquelles dias os
no deserto de Paran. dias das primicias das uvas.
2 E fallou Jeho vah a Moyses, di- 22 Assim se partirão, e espiarão a
zendo : terra desdo deserto de Zin até Rehob á
3 Envia-te varões, que espiem a ter- entrada de Hamath.
ra de Canaan, que eu hei de dar aos 23 E subirão para a banda do Sul,
filhos de Israel: de cada tribu de seus e vierão até Hebron; e estavâo ali
pais enviareis hum varão, sendo cada Ahiman, Sesai, e Talmai, filhos de
qual Maioral entre elles. Enac: e Hebron foi edificada sete an-
4 E enviou os Moyses do deserto de nos antes de Zoan em Egypto.
Paran segundo o dito de Jehovah : 24 Depois vierão até o valle de Es-
todos aquelle varões erão cabeças dos col, e dali cortárâo hum ramo de vide
filhos de Israel. com hum cacho de uvas, que trouxe-
5 E estes são seus nomes: Da tribu rão dous sobre huma verga: como
de Ruben, Sammua filho de Saccur. também das romãs e dos figos.
6 Da tribu de Simeon, Saphath filho 25 Chamarão a aquelle lugar, o valle
de Hori. de Escol, por causa do cacho que dali
7 Da tribu de Juda, Caleb filho de cortarão os filhos de Israel.
Jephunne. 26 Depois se tomárão de espiar a
8 Da tribu de Issaschar, Jigeal, filho terra, a cabo de quarenta dias.
de Joseph. 27E caminharão, e vierão a Moyses
9 Da tribu de Ephraim, Hosea filho e a Aaron, e a toda a congregação dos
de Nun. filhos de Israel no deserto de Paran,
10 Da tribu de Benjamin, Palti filho a Cades, e tomárão a trazer reposta a
de Raphu. elles, e a toda a congregação, e mos-
11 Da tribu de Zebulon, Gaddiel filho trárâo-lhes o fruto da terra.
de Sodi. 28E contárâo-lhe e disserão: fomos
12 Da tribu de Joseph, pela tribu de nós á terra a que nos enviaste; e ver-
Manasse, Gaddi filho de Susi. dadeiramente mana leite e mel, e es-
13 Da tribu de Dan, Ammiel filho te he seu fruito.
de Gemalli. 29 Salvo que o povo que habita nes-
14 Da tribu de Aser, Sethur filho de ta terra, he poderoso, e as cidades for-
Michael. tes, e mui grandes; e também ali vi-
15 Da tribu de Naphtali, Nahbi filho mos os filhos de Enac.
de Vophsi. 30 Os Amalequitas habitão na terra
16 Di tribu de Gad, Guel filho de do Sul; porem os Hetheos, e os Jebu-
Machi. seos, e os Amoreos habitão na monta-
17 Estes são os nomes dos varões, nha : e os Cananeos habitão junto ao
que Moyses enviou a espiar aquella mar, e á praia do Jordão.
terra : é a Hosea filho de Nun, Moy- 31 Entáo Caleb fez callar o povo
aes chamou Josue. perante Moyses, e disse: subamos
18 Enviou-os pois Moyses a espiar animosamente, e a possuamos em he-
a terra de Canaan : e disse-lhes: su- rança ; porque prevalecendo prevale-
bi por aqui para a banda do Sul, e su- ceremos contra ella.
bi á montanha. 32 Porem os varões que com elle
19 E vede qual seja a terra e o po- subirão disserão: não poderemos su-
vo, que nella habita; se he forte ou bir contra aquelle povo, porque he
fraco; se pouco ou muito. mais forte que nós.
20 E qual seja a terra em que habi- 33 E infamâráo a terra que tinhão
Go gle Original from
HARVARD UNÍVERSITY
156 NUMEROS, XIV.

espiado para com os filhos de Israel, quando este povo me irritará ! e até
dizendo: a terra pela qual passamos quando me náo creráo por todos os si-
a espiála, he terra que consume seus naes que fiz em meio delles ?
moradores; e todo o povo que vimos 12 Com pestilência o ferirei, e o re-
no meio delia, são homens de grande geitarei; e te farei por maior e mais
estatura. forte povo que este.
34 Também vimos ali gigantes filhos 13 E disse Moyses a Jeho vah : assim
de Enac, dos gigantes: e éramos em os Egypcios o ouvirão; porquanto com
nossos olnos como gafanhotos, e assim tua força fizeste subir a este povo do
também éramos em seus olhos. meio delles.
14 E dirão aos moradores desta ter-
ra, que ouviião que tu ó Jehov ah es-
CAPITULO XIV.
tás em meio deste povo, que de olho

E
NTÃO se levantou toda a congre- a olho ó Jehova h appareces, que tua
gação, e alçarão suas vozes: e o nuvem está sobre elles, e que vás em
povo chorou naquella mesma noite. huma columna de nuvem de dia, e
2 E todos os filhos de Israel murmu- em huma columna de fogo de noite,
rarão contra Moyses e contra Aaron ; diante de sua face :
e toda a congregação lhe disse: Ah se 15 E matarias a este povo como a
morrêramos na terra de Egypto ! ou, hum só homem ? assim as gentes que
ah se morrêramos neste deserto! ouvirão tua fama, fallarão, dizendo :
3 E porque Jeho vah nos traz a esta 16 Porquanto Jehov ah não podia
terra, que caiamos a cutelo, e nossas meter este povo na terra, que lhes ti-
mulheres, e nossas crianças sejão por nha jurado; porisso os matou no de-
presa 1 náo nos seria melhor para tor- serto.
nar a Egypto ? 17 Agora pois, rogo-te, que a força
4 E diziáo hum ao outro: levante- de Senhor se engrandeça; como tens
mos huma cabeça, e tomemos a Egyp- fallado, dizendo :
to. 18 Jehov ah helonganime, e grande
5 Entáo Moyses e Aaron cahírão so- em beneficencia, que perdóa a iniqui-
bre suas faces perante a face de toda dade e a transgressão, que ao culpado
a campanhia da congregação dos filhos não tem por innocente, e visita a ini-
de Israel. quidade aos pais sobre os filhos até ã
6 E Josue filho de Nun, e Caleb filho terceira e quarta geração.
de Jephunne, dos que espiárão a terra, 19 Perdoa pois a iniquidade deste
rasgáráo seus vestidos. povo; semindo a grandeza de tua be-
7 E fallárão a toda a congregação nignidade : e como também perdoas-
dos filhos de Israel, dizendo : a terra te a este povo desda terra de Egypto
por onde passámos a espiála, he terra até aqui.
muito boa. 20 E disse Jehov ah : conforme a
8 Se Jehovah se agradar de nós, tua palavra lhe perdoei.
meterá-nos nesta terra, e nôla dará : 21 Porem certamente, vivo eu, que
terra que mana leite e mel. a gloria de Jeho vah encherá toda a
9 Tão sómente não sejais rebeldes terra.
contra Jehovah , e náo temais ao po- 22 E que todos os varões que virão
vo desta terra, porquanto nosso pão minha gloria e meus sinaes. que fiz
sáo elles: sua sombra se retirou delles, em Egypto e no deserto; e dez vezes
e Jeh ov ah he com nosco; náo os te- atentárão-me, e não obedeceráo a mi-
mais. nha vóz:
10 Então disse toda a congregação, 23 Não verão a terra, de que a seus
que os apedrejassem com pedras: po- pais jurei, e até nenhum d’aquelles
rem a gloria de Jehov ah appareceo que me irritárão, a verá.
na Tenda do ajuntamento a todos os 24 Porem meu servo Caleb, por-
filhos de Israel. quanto nelle houve outro espirito, e
11 E disse Jehova h a Moyses: até perseverou cm seguir-me: eu o leva-
Digitized by Go q Ic
Original from
HARVARD UNIVERSITY
NUMEROS, XV. 157

rei á terra em que entrou, e sua se- todos os filhos de Israel: entáo o po-
mente a possuirá em herança. vo se contristou muito.
25 E os Amalequitas e os Cananeos 40 E levantárâo-se pela manhá de
habitáo no valle : tomai-voe ámanhâ, madrugada, e subirão ao cume do
e caminhai para o deserto pelo cami- monte, dizendo : eis nos aqui, e subi-
nho do mar vermelho. remos ao lugar, que Jeh ov ah tem di-
26 Depois fallou Jeho vah a Moyses to ; porquanto havemos peccado
e a Aaron, dizendo: 41 Mas Moyses disse : porque que-
27 Até quando estarei com esta ma- brantais o mandado de Jehovah 1
lina congregação, que murmura con- pois isso nâo prosperará.
tra mim t ouvido tenho as murmura- 42 Nâo subais; pois Jeho vah nâo
ções dos filhos de Israel, com que estará em meio de vós, para que nâo
murmuráo contra mim. sejais feridos diante da face de vossos
28 Dize-lhes: vivo eu, diz Jeh ov ah , inimigos.
que como fallastes a meus ouvidos, 43 Porque os Amalequitas e os Ca-
assim farei a vôsoutros. naneos estão ali diante de vossa face,
29 Neste deserto cahirâo vossos cor- e cahireis a cutelo: pois porquanto
pos mortos, como também todos vos- vós desviastes de Jeh ov ah , Jehova h
sos contados segundo toda vossa con- nâo será comvosco.
ta, de vinte annos e a riba, os que 44 Com tudo temerariamente inten-
eontra mim murmurastes. tárâo, para subir ao cume do monte:
30 Que náo entrareis na terra, pela mas a Arca do concerto de Jehov ah e
qual levantei minha mâo, que vos fa- Moyses se nâo apartarão do meio do
ria habitar nella j salvo Caleb filho de arraial.
Jephunne, e Josue filho de Nun. 45 Então descendéráo os Amalequi-
31 E vossas crianças, de que dizieis; tas e os Cananeos, que habitavâo na
por presa seráo, meterei nella; e el- montanha, e os ferirão, moendo-os até
les saberão da terra, que vos engei- Horma.
tastes desprezivelmente.
32 Porem quanto a vós; vossos cor- CAPITULO XV.
pos mortos cahirâo neste deserto.

D
33 E vossos filhos pastorearão neste EPOIS fallou Jeh ov ah a Moyses,
deserto quarenta annos, e levarão vos- dizendo:
sas fornicações, até que vossos corpos 2 Falia aos filhos de Israel, e dize-
mortos se consumâo neste deserto. lhes: quando entrardes na terra de
34 Segundo o numero dos dias em vossas habitações, que eu vos der;
que espiastes esta terra, quarenta di- 3 E á Jehov ah fizerdesofferta accen-
as. por cada dia hum anno, levareis dida, holocausto, ou sacrificio, para
vossas iniquidades quarenta annos, e separar voto, ou em offerta voluntária;
sabereis meu quebrantamento. ou em vossas solennidades, para a Je -
35 Eu Jehovah fallei; se assim nâo hovah fazer cheiro suave de vacas ou
fizer a toda esta malina congregação, de gado miudo:
que se levantou contra mim: neste 4 Então aquelle que offerecer suaof-
Jeserto se desfarão, e ahi falecerão. ferta a Jehova h , por offerta de man-
36 E os varões que Moyses manda- jares offerecerá huma decima de flor
ra a espiar a terra, e que tomados fize- de farinha com a quarta parte de hum
râo murmurar toda a congregação con- Hin mexida de azeite.
tra elle, infamando a terra. 5 E de vinho para offerta de derra-
37 Aquelíes mesmos varões, que in- mamento prepararás a quarta parte de
famarão a terra, morrérâo da praga hum Hin para holocausto ou para sa-
perante a face de Jehovah . crificio por cada cordeiro:
38 Mas Josue filho de Nun, e Caleb 6 Epor cada carneiro prepararás hu-
filho de Jephunne, ficárâo em vida ma offerta de manjares de duas deci-
dos varões que forão se a espiar a terra. mas de flor de farinha, mexida com u
39 E fallou Moyses estas palavras a terça parte de hum Hin de azeite.
Go gle Original from
HARVARD UNIVERSITY
158 NUMEROS, XV.

7 E de vinho para a offerta de derra- fizerdes todos estes mandamentos, que


mamento oflerecerás a terça parte de Jehov ah fallou a Moyses.
hum Hin a Jehov ah em suave che- 23 Tudo quanto Jeho vah vos tem
iro. mandado por mão de Moyses, desdo
8 E quando preparares novilho para dia que Jehova h o mandou, e a di-
holocausto ou sacrifício, para separar ante em vossas gerações:
voto, ou em sacrifício gratifico a Je - 24 Será que, quando se fizer cousa
hova h . alguma por erro, e aos olhos da congre-
9 Com o novilho offerecerá huma of- gação for encuberto, toda a congrega-
ferta de manjares de tres decimas de ção preparará hum novilho filho de
flor de farinha, com a metade de hum vaca para holocausto em suave cheiro
Hin mexida de azeite. a Jehov ah , com sua offerta de manja-
10 E de vinho para a offerta de der- res e de derramamento conforme ao
ramamento oflerecerás a metade de estatuto; e hum cabrão das cabras
hum Hin, em suave cheiro a Jehovah , por expiação do peccado.
11 Assim se fará com cada boi, ou 25 E o sacerdote fará propiciação
com cada carneiro, ou com o gado por toda a congregação dos filhos de
meudo dos cordeiros ou das cabras. Israel, e lhes será perdoado: porquan-
12 Segundo o numero que preparar- to foi erro, e trouxerão sua offerta,
des, assim fareis com cada qual segun- offerta accendida a Jehov ah , e sua
do seu numero. expiação do peccado perante a face
13 Todo natural assim fará estas cou- de Jeh ov ah por causa de seu erro.
sas, offerecendo offerta accendida em 26 Será pois perdoado a toda a con-
suave cheiro a Jehovah . gregação dos filhos de Israel, e mais
14 Quando também peregrinar com ao estrangeiro que peregrina em meio
vosco algum estrangeiro, ou que esti- delles: porquanto por erro sobreveio a
ver em meio de vós em vossas gera- todo o povo.
ções; e elle preparar offerta accendida 27 E se alguma alma peccar por er-
de suave cheiro a J eho vah : como vos ro, por expiaçáo do peccado onerece-
fizerdes, assim elle fará. rá huma cabra de hum anno.
15 0 congregação, hum mesmo es- 28 E o sacerdote fará propiciação
tatuto aja para vós e para o estrangei- pela almapeccante, quando peccar por
ro que entre vós peregrina, por estatu- erro, perante a face de Jehov ah ; fa-
to perpetuo em vossas gerações; como zendo propiciação por ella; e lhe sera
vós assim será o peregrino perante a perdoado.
face de Jehovah . 29 Para o natural dos filhos de Is-
16 Huma mesma lei e hum mesmo rael, e para o estrangeiro que em
direito haverá para vós e para o es- meio delles peregrina, huma mesma
trangeiro, que peregrina com vosco. lei vos será, para o que isso fizer por
17 Fallou mais Jehov ah a Moyses, erro.
dizendo: 30 Mas a alma que fizer alguma cou-
18 Falia aos filhos de Israel, e dize- sa com mão levantada, quer dos na-
lhes: quando entrardes na terra em turaes, quer dos estrangeiros, injuria
que vos hei de meter: a Jeh ov ah ; e tal alma será derarrei
19 Acontecerá que quando comer- gada do meio de seu povo.
des do páo da terra, entáo offerecereis 31 Pois desprezou a palavra de Je -
a Jehov ah offerta alçadiçaí hovah , e anullou seu mandamento:
20 Das primícias de vossa massa of- desarergando desarreigada será tal
ferecereis hum bolo em offerta alçadi- alma, sua iniquidade he sobre ella.
ça; como a offerta da eira, assim a of- 32Estando pois os filhos de Israel
ferecereis. no deserto, achárão hum homem apa-
21 Das primícias de vossas massas nhando lenha no dia do Sabbado.
dareis a Jehov ah offertaalçadiça em 33 E os que o acharão apanhando
vossas gerações. lenha, o trouxerão a Moyses e a Aaron,
22 E quando vierdes a errar, e não e a toda a congregação.

Digitized by Go< 'Qle Original from


HARVARD UNÍVERSITY
NUMEROS, XVI. 159

34 E o poeerão em guarda: porquan- seja seu e o santo, a quem fará che-


to aiiida náo estava declarado, o que gar a si: e aquelle a quem escolher,
lhe devia fazer-se. fará chegar a si.
35 Disse pois Jeh ova h a Moyses: 6 Fazei isto : tomai vos encensarios
morrendo morrerá o tal varão; toda a Corah e toda sua congregação:
congregação com pedras o apedreja- 7 E pondo fogo nelles a manhã so-
rá fora do arraial. bre elles deitai perfume perante a
36 Então toda a congregação o tirou face de Jeho vah : e será que o varão
fora do arraial, e com pedras o ape- a quem Jehov ah escolher, este será
drejarão, e morreo; como Jehovah o santo: já demasiado he paia vós,
mandára a Moyses. filhos de Levi.
37 E fallou Jehovah a Moyses, di- 8 Mais disse Moyses a Corah; ouvi
zendo : agora filhos de Levi:
38 Falia aos filhos de Israel, e di- 9 Tampouco vos he, que o Deos de
ze-lhes ; que nas bordas de seus vesti- Israel vos separou da congregação de
dos fação franjas em suas gerações: Israel, para vos fazer chegar a si, a
e nas franjas das bordas porão hum administrar o ministério do Taberná-
cordão de cardeno. culo de Jeho vah , e estar perante a
39 E nas franjas vos estará, para face da congregação, para ministrar
que o vejais, e vos lembreis de todos lhes I
os mandamentos de Jehovah , e os 10 E te fez chegar, e todos teus ir-
façais: e não attentareis após vosso mãos os filhos de Levi com tigo; ain-
coração e após vossos olhos, após os da também procurais o sacerdócio ?
quaes andais fornicando. 11 Pelo que tu e toda tua congre-
40 Para que vos lembreis de todos gação, congregados estais contra Je -
meus mandamentos, e os façais, e hova h : porque Aaron que he, que
santos sejais a vosso Deos. murmurais contra elle 1
41 Eu Jehovah vosso Deos, que vos 12 E Moyses enviou a chamar a Da-
tirei da terra de Egypto, para a vós than e Abiram filhos de Eliab: porem
ser por Deos: Eu Jehov ah vosso Deos. elles disseráo; não subiremos.
13 Tampouco he, que nos fizeste
subir de huma terra, que mana leite
CAPITULO XVI.
e mel, a matar-nos neste deserto 1 se-

E
CORAH filho de Jizhar, filho de não que também ensenhoreando-te
Cahath, filho de Levi, tomou com ensenhoreas de nósoutros 1
sigo a Dathan e a Abiram filhos de 14 Nem tampouco nos trouxeste a
Eliab, e a On filho de Peleth, filhos de huma terra que mana leite e mel, nem
Ruben. nos deste campos e vinhas em heran-
2 E levantárão-se perante a face de ça : por ventura arrancarás os olhos a
Moyses com duzentos e cincoenta estes varões ? não subiremos.
varões dos filhos de Israel, Maioraes 15 Então Moyses se accendeo muito,
da congregação, chamados do ajunta- e disse a Jehov ah ; não attentes pa-
mento varões de nome. ra sua olferta; nem ainda hum asno
3 E se congregârão contraMoyses e tomei delles, nem a nenhum delles
contra Aaron, e lhes disseráo: Ja de- iiz mal.
masiado he para vós; pois toda esta 16 Disse mais Moyses a Corah: tu
congregação, todos elles são santos, e e toda tua congregação vos ponde pe-
Jehovah está em meio delles: por- rante a face de Jehov ah , tu e elles
que pois vós levantais sobre a congre- com Aaron a manhã.
gação de Jehov ah ! 17 E tomai cada hum seu encensa-
4 Como Moyses isto ouvio, so lançou rio, e nelles ponde perfume; e trazei
■obre sua face. cada hum seu encensario perante a
5 E fallou a Corah e a toda sua lace de Jeho vah , duzentos e cinco-
congregação, dizendo: amanhã i>ela enta encensarios; também tu e Aa-
manha Jehov ah fará saber, quem ron, cada qual seu encensario.
Go gle 'Original from
HARVARD UNIVERSITY
160 NUMEROS, XVI.

18 Tomárâo pois cada qual sen en- 32E a terra abrio sua boca, e os tra-
censario, e nelles poserão fogo, e nel- gou com suas casas; como também a
les deitarão perfume; e se poserão todos os homens que pertençiào a Co-
perante a porta da Tenda do ajunta- rah, e toda sua fazenda.
mento com Moyses e Aaron. 33 E elles e tudo que era seu, des-
19 E Corah fez ajuntar contra elles to- cendérào vivos ao inferno; e a terra
da a congregação á porta da Tenda do os cubrio, e perecéráo do meio da
ajuntamento: então a gloria de Jeho - congregação.
va h appareceo a toda a congregação. 34 E todo Israel que estava ao re-
20E fallou Jehov ah a Moyses e a dor delles, fugirão do clamor delles;
Aaron, dizendo: porque dizião: que por ventura a ter-
21 Apartai-vos do meio desta con- ra nos também não trage.
gregação, e como em hum momento 35Então sahio fogo de Jehovah , e
os consumirei. consumio os duzentos e cincoenta va-
22 Mas elles se postrárão sobre suas rões, que offerecião o perfume.
faces, e disserâo: ò Deos, Deos dos 36 E fallou Jeh ov ah a Moyses, di-
espintos de toda carne: peccaria hum zendo :
só varáo, e indignarte has tu tanto 37 Dize a Eleazar filho de Aaron o
contra toda esta congregação í sacerdote, que tome os encensarios do
23 E fallou Jehova h a Moyses, di- meio do incêndio, e espalhe o fogo
zendo : longe; porque santos sáo.
24 Falia a toda esta congregação, di- 38 Os encensarios d:aquelles que
zendo : levantai-vos do redor da habi- peccáráo contra suas almas, para que
tação de Corah, Dathan, e Abiram. delles se fação folhas estendidas para
25Então Moyses se levantou, e se cuberta do Altar; porquanto os trou-
foi a Dathan e Abiram : e após elle xeráo perante a face de Jehov ah ; pe-
forão-se os Anciãos de Israel. lo que sanctos sáo, e seráo por sinal a
26 E fallou á congregação, dizendo: os filhos de Israel.
desviai-vos ora das tendas destes ím- 39 E Eleazar o sacerdote tomou oa
pios varões, e não toqueis a nada do encensarios de metal, que trouxerão
que he seu ; para que por ventura não os queimados, e os estendéráo para
pereçais em todos seus peccados. cuberta do Altar.
27 Levantáráo-se pois do redor da 40 Por memorial para os filhos de
habitação de Corah, Dathan, e Abi- Israel, que nenhum estranho que não
ram : mas Dathan e Abiram sahirâo, for da semente de Aaron, se chegue
e se poserão â porta de suas tendas, para accender perfume perante a face
juntamente com suas mulheres, e se- de Jehov ah ; para que nâo seja como
us filhos, c suas crianças. Corah e sua congregação, como Jeho -
28 Então disse Moyses: nisto conhe- va h tinha dito a elle por boca de
cereis, que Jehov ah me enviou a fa- Moyses.
zer todos estes feitos; que de meu 41 Mas o dia seguinte toda a congre-
coração náo procedem. gação dos filhos de Israel murmurou
29 Se estes morrerem como morrem contra Moyses e contra Aaron, dizen-
todos os homems, e se ferem visita- do : Vosoutros matastes ao povo de
dos como se visitão todos os homens; Jeh ov ah .
entáo Jehov ah me não enviou. 42 E aconteceo que, ajuntando-se a
30 Mas se Jehovah criar alguma congregação contra Moyses e Aaron,
cousa nova, e a terra abrir sua boca, e e virando-se para a Tenda do ajunta-
os tragar com tudo que he seu, e vivos mento, eis que a nuvem a cubrio, e a
descendarem ao inferno; então con- gloria de Jehovah appareceo.
hecereis que estes varões irritârão a 43 Vierão pois Moyses e Aaron pe-
Jehovah . rante a Temia do ajuntamento.
31 E aconteceo que, acabando elle 44 Então fallou Jehovah a Moyses,
de fallar todas estas palavras, a terra dizendo:
qne estava debaixo delles, se fendeo. 45 Levantai-vos do meio desta con-
Digitized by Go
Original from
q Ic HARVARD UNIVERSITY
NUMEROS, XVII, XVIII. 161

gregaçâo, e a consumirei como ém a face de Jehova h na Tenda do teste-


hum momento: então se postrárâo munho.
sobre suas faces. 8 Succedeo pois que o dia seguinte
46 E disse Moyses a Aaron: toma-o Moyses entrou na Tenda do testemu-
encensario, e põe nelle fogo do altar, nho, e eis que a vara de Aaron pela
• deita perfume sobre elle, e vai-te casa de Levi florecia: porque produ-
depressa á congregação, e faze propi- zira flores, e brotara renovos, e déra
íiaçâo por elles: porque grande in- amêndoas.
dignação sahio de diante da face de 9 Entáo Moyses tirou todas as varas
Jehovah ; ja a plaga começou. de diante da face de Jeho vah a todos
47 E tomou o Aaron como Moyses os filhos de Israel; e elles o virão, e
tinha fallado, e correo no meio da tomárão cada hum sua vara.
congregação, e eis que ja a plaga ha- 10 Então Jehovah disse a Moyses:
via eomeçado entre o povo; e deitou toma a vara de Aaron perante o teste-
perfume nelle, e fez propiciação pelo munho, para que se guarde por sinal
povo. para os filhos rebeldes: assim farás
48 E estava em pé entre os mortos e acabar suas murmurações contra mim,
entre os vivos; assim cessou a plaga. e não morrerão.
49 E os que morrerão d’aquella pla- 11 E Moyses fez assim; como lhe
ga, forão catorze mil e sete centos, de mandâra Jehov ah , assim fez.
mais dos mortos pela causa de Co- 12 Entáo fallarão os filhos de Israel
rah. a Moyses, dizendo: eis aqui, nôs es-
50 E Aaron tomou-se a Moyses & piramos, perecemos, nos perecemos
porta da Tenda do ajuntamento: e a todos.
jhgu cessou. 13 Todo aquelle que chegando se
chegar ao Tabemaculo de jEHOvAH,
morrerá: seremos pois consumidos
CAPITULO XVII. espirando 1

E
NTÃO fallou Jehov ah a Moyses,
dizendo: CAPITULO XVIII.
2 Falia aos filhos de Israel, e toma

E
delles huma vara por cada casa pater- NTÃO disse Jehova h a Aaron: tu
na de todos seus Maioraes, segundo e teus filhos, e a casa de teu pai
as casas de se