Você está na página 1de 12

PENSAMENTOS

AUTOMÁTICOS
COMO APAGÁ-LOS PARA 
DESBLOQUEAR O SEU 
POTENCIAL PLENO 
 

vidahacker.io
Pensamentos automáticos: quem 
são? 
 
Qual é o seu sonho? Pode ser uma conquista pessoal, uma mudança, um bem 
material, não importa.  
 
E por que esse sonho ainda não foi realizado? Qual a resposta?  
 
Arrisco dizer que respostas como “​não tenho dinheiro para isso​”, “​já sou velho(a) 
para esse tipo de coisa​” e “​é muito difícil​” viriam de imediato em sua mente, 
certo? 
 
Estes pensamentos que vêm de imediato em nossa cabeça são os chamados 
pensamentos automáticos​ - verdades construídas a partir de nossas 
experiências acumuladas ao longo da vida.  
 
Resultado de todas as nossas c
​ renças limitantes​, os p
​ ensamentos automáticos 
carregam consigo uma carga de ​sentimentos​ e também ​conceitos pré-formados​.  
 
A seguir vou te mostrar como calibrá-los de f​ orma rápida​ para que todos os seus 
pensamentos estejam conectados com as suas oportunidades de forma plena.  
 
Isso vai explodir a sua cabeça - no bom sentido, claro. Está preparado? 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

vidahacker.io
 

Crenças limitantes: hora de 


destruí-las! 
Crenças limitantes representam nossas ​verdades absolutas​ que podem estar 
mal configuradas. 
 
Afirmações como: 
● "Isso não é para mim" 
● "Passei do tempo" 
● "Eu nao consigo fazer isso" 
 
… conduzem nossas atitudes e influenciam a forma como respondemos aos 
estímulos do mundo. Isso interfere em nossas vidas - às vezes de forma boa; 
outras, nem tanto, fazendo que ajamos de forma receosa perante às 
oportunidades. 

Os 3 tipos de crenças limitantes 

     
Hereditárias  Sociais  Pessoais 

1. Crenças hereditárias 
São crenças injetadas durante a infância da criança que podem limitar seu pleno 
potencial. Um estudo britânico que acompanhou a vida de 7.771 pessoas dos 7 
aos 50 anos concluiu que vítimas de bullying na infância saem da escola mais 
cedo, ganham menos e têm maior índice de depressão. 
 

vidahacker.io
Por isso, é importante saber quais as palavras certas para se comunicar com uma 
criança além de manter ambientes harmônicos e saudáveis. “Desastrada”, 
“mentirosa”, “não faz nada certo” são termos proibidos para serem ditos para 
crianças.  

2. Crenças sociais 
São aquelas verdades popularmente difundidas pelo senso comum. “Mulher não 
pode fazer isso”, “meninos não choram”, “não dá para ser ganhar dinheiro 
trabalhando com música”, etc. 
 
Já imaginou se a Marta, atacante da seleção brasileira de futebol feminino e eleita 
seis vezes a melhor jogadora do mundo tivesse dado ouvidos a crença social de 
que “mulher não sabe jogar futebol”?  

3. Crenças pessoais 
Já as crenças pessoais são desenvolvidas a partir de experiências vividas ao longo 
da vida da pessoa. Por exemplo: imagine uma pessoa que acumula uma 
sequência de resultados negativos. Ela pode acreditar que não tem capacidade 
para a sua área em vez de considerar que talvez não esteja em um bom 
momento 
ou que precise revisar algumas abordagens. 

​ avid Calderón​ on U
Photo by D ​ nsplash 

vidahacker.io
 

Terapia Cognitiva de Aaron Beck 


Segundo o psiquiatra norte-americano e professor de psiquiatria na Universidade 
da Pensilvânia, Aaron Beck, existe uma forma de desbloquear os p
​ ensamentos 
automáticos​. Como? Por meio da ​Terapia Cognitiva​.  
 
A Terapia Cognitiva defendida pelo médico tem o objetivo de ​tirar o poder das 
crenças centrais disfuncionais​, ou seja, das crenças limitantes, e empoderar as 
crenças funcionais​ - aquelas que são ​benéficas​.  
 
Os pensamentos devem ser colocados em cheque antes de se tornarem 
interpretações distorcidas da realidade e despertarem sentimentos como a ​raiva​, 
angústia​, t​ risteza​, ​felicidade​, m
​ edo​ etc.  
 
Na prática, essa reestruturação cognitiva funciona da seguinte maneira:  
 
→ Por meio de uma auto análise, a pessoa deverá identificar quais são suas 
crenças limitantes e os seus próprios pensamentos automáticos.  
 
É fundamental que esses pensamentos sejam analisados de forma isolada.  
 
Por isso, listei aqui 8 categorias de pensamento automáticos definidos de acordo 
com a Terapia Cognitivo Comportamental; como você deve agir para bloquear os 
seus efeitos, e desbloquear uma vida mais agradável e de sucesso. Veja a seguir... 

 
 
 
 

vidahacker.io
Os 8 tipos de pensamentos 
automáticos: 
 
1. Pensamento Catastrófico 
2. Generalização 
3. Conclusões Precipitadas 
4. Abstração Seletiva 
5. Personalização 
6. Rotulação 
7. Maximização & Minimização 
8. Pensamento Tudo ou Nada 

1. Pensamento Catastrófico 
São os pensamentos que exageram nas consequências negativas de coisas 
que, muitas vezes, sequer aconteceram. Geralmente vêm acompanhados de 
uma avalanche de tragédias. 
 
Exemplo: 
"​Se eu não conseguir esse emprego, não terei dinheiro para pagar a parcela 
da casa, vou perder meu imóvel e acabar na rua sem ter o que comer.​" 
 
O que fazer?  
Para tomar as rédeas da situação é preciso sair dessa avalanche e enxergar o 
agora como ele é.  
 
Como responder: 
"​Novas oportunidades de emprego virão em breve. Além disso, posso 
renegociar o pagamento e explicar ao gerente meu momento.​" 

 
 
 
 
 

vidahacker.io
 
2. Generalização 
Tendência para transformar um acontecimento isolado em regra geral. 
 
O que fazer?  
Antes de acreditar que determinada tarefa não foi feita para você, é preciso 
analisar a situação de forma racional​. 
 
Exemplo: 
"Eu nunca consigo fazer isso direito. Não sei porque ainda insisto. Devo aceitar 
que não nasci para esse tipo de coisa." 
 
Como responder: 
"É só a segunda vez que faço isso. Vou me aprimorar com o tempo. Talvez eu 
devesse tentar uma outra abordagem para não repetir o mesmo erro." 

 
 
3. Conclusões Precipitadas 
É quando você acha que sabe o que vai acontecer ou que você sabe o que os 
outros estão pensando.  
 
O que fazer?  
É impossível adivinhar o futuro ou ler a mente das pessoas. 
 
Exemplo: 
"​Eu não vou me cadastrar nesse processo seletivo porque sei que não vão me 
chamar." / "Se eu falar alguma coisa, as pessoas vão me achar um idiota". 
 
Como responder: 
"​Minhas habilidades e experiências estão de acordo com os pré-requisitos da 
vaga. Vou me cadastrar e torcer para dar certo.​" / "​As pessoas estão 
preocupadas demais com o próprio umbigo para focarem em mim.​" 
 

 
 
 

vidahacker.io
 
 
4. Abstração Seletiva 
É quando a pessoa ignore os próprios méritos e foque somente no que há de 
negativo na situação. 
 
O que fazer?  
É preciso reconhecer e valorizar cada pequena conquista. 
 
Exemplo: 
"Só consegui essa vaga porque eles estão com pressa para contratar." 
 
Como responder: 
"Mesmo concorrendo com tantos candidatos, fico feliz de ter sido escolhido 
para a vaga que tanto queria." 
 

 
5. Personalização 
A personalização faz com que a pessoa sinta a necessidade de relacionar 
qualquer situação a si próprio, mesmo quando uma coisa nada tem a ver com a 
outra. 
 
O que fazer?  
Aqui é importante ter em mente que nem tudo gira ao seu redor, e que as 
pessoas têm seus próprios problemas.  
 
Exemplo: 
"Eles devem estar me observando" 
 
Como responder: 
"Sou apenas mais um nesta sala e estão todos preocupados com o próprio 
desempenho". 
 

 
 

vidahacker.io
 
 
6. Rotulação 
É definir algo como fixo e imutável a respeito de si mesmo com base em um 
fato isolado, desconsiderando o restante. 
 
O que fazer?  
Deve se parar de colocar o foco em uma única situação ou em si mesmo para 
analisar o todo. 
 
Exemplo: 
"​Isso deu errado. Eu sou covarde e não farei de novo​" 
 
Como responder: 
"​Não tomei a decisão na hora certa mas agora aprendi e sei como devo agir 
na próxima oportunidade​." 
 
 

 
7. Maximização & Minimização 
É quando você diminui o positivo menosprezando seus próprios méritos para 
valorizar o negativo. 
 
O que fazer?  
É preciso reconhecer e valorizar suas conquistas anteriores. 
 
Exemplo: 
"Não vou pedir aumento porque meu chefe não me acha bom." 
 
Como responder: 
"Estou nesse trabalho há três anos, entrego meus projetos e me dedico. Talvez 
seja a hora de ser melhor reconhecido" 

 
 
 
 

vidahacker.io
 
8. Pensamento Tudo ou Nada 
Analisar tudo de forma absoluta, preto no branco. Esse tipo de pensamento não 
considera o meio termo: ou é ruim ou é excelente. Nunca será só bom. 
 
O que fazer?  
É preciso reconhecer aquilo que é bom e ficar feliz com isso 
 
Exemplo: 
"Se eu não falar inglês com perfeição, prefiro não falar inglês de jeito nenhum." 
 
Como responder: 
"Apesar de não falar como um nativo, tenho condições de me comunicar em 
inglês. Não preciso ser perfeito em tudo." 

 
Hora de calibrar seus pensamentos! 
Viu como é possível calibrar os seus pensamentos para responder de forma real e 
positiva aos fatos?  
 
O primeiro passo para isso é identificar quais pensamentos automáticos pipocam 
em sua mente para então questioná-los. 
 
Se quiser fazer isso de uma maneira ainda mais efetiva, sugiro que você 
escreva-os em uma folha de papel (veja no modelo abaixo) identificando o tipo 
de pensamento, o que ele está dizendo e como rebate-lo. Isso vai te ajudar a fixar 
a mensagem em seu cérebro. 
 
Para isso, imprima a página abaixo: 
 
 
 
 
 

vidahacker.io
 
 

 
1. Pensamento _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
 
Descrição  
 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _  
 
 
Resposta 
 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
 

 
2. Pensamento _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
 
Descrição  
 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _  
 
 
Resposta 
 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
 

3. Pensamento _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
 
Descrição  
 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _  
 
 
Resposta 
 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
 

vidahacker.io
Sobre mim: 

 
Meu nome é V
​ inicius Aguiari​ e sou e criador do blog ​vidahacker.io​. Sou jornalista, 
especialista em m
​ arketing​ e apaixonado por ​desenvolvimento pessoal​.  
 
Eu comecei minha carreira como jornalista de tecnologia. Trabalhei por anos na 
revista ​INFO d
​ a Abril até que decidi parar de escrever sobre caras criando 
startups​ e fui trabalhar com eles.   
 
E assim nasceu minha paixão pelo ​Marketing de Conteúdo​, onde alio o prazer de 
escrever com a satisfação de gerar negócios.  
 
Nesta jornada, tenho estudado uma série de técnicas de desenvolvimento 
pessoal como a I​ nteligência Emocional​, o M
​ indfulness​ e a T
​ erapia Cognitivo 
Comportamental​. 
 
Compartilhar este conhecimento com outras pessoas para ajudá-las em seu 
desenvolvimento delas é
​ a minha missão​. 
 
Espero que tenha gostado ;) 
 
Nos falamos em breve… 
 
Forte abraço; 
Vinicius Aguiari 

vidahacker.io