Você está na página 1de 6

GUIA PARA GESTORES ESCOLARES

Orientações para revisão dos Projetos Pedagógicos


(PPP ou PP), à luz dos novos currículos

Este guia tem como objetivo oferecer orientações práticas para


apoiar gestores escolares a estruturar e implementar o processo
de revisão do projeto pedagógico à luz dos novos currículos.
O conteúdo foi pensado e construído de gestor escolar para
gestor escolar, com atenção para a realidade e o dia a dia das
escolas brasileiras. Nele é possível encontrar o contexto e
a importância desse processo, sugestões de estrutura para
o documento e também recomendações e ferramentas que
podem ser úteis para conduzir a revisão do PP.

CONTEXTO E IMPORTÂNCIA DO PP
PARA A IMPLEMENTAÇÃO DOS NOVOS CURRÍCULOS

A PARTIR DE 2019, os professores deverão ser • Para que os professores se apropriem do novo
formados para o trabalho com os novos currículos documento curricular de sua rede e, a partir dele,
estaduais1 e/ou municipais. Você, gestor escolar, planejem suas aulas, eles receberão apoio das
tem um papel fundamental nesse processo, pois Secretarias de Educação, que deverão alinhar
a formação deve se dar não apenas em atividades suas políticas de formação, materiais educativos
oferecidas pelas equipes das Secretarias de e didáticos e avaliação aos novos currículos. Além
Educação, mas também no dia a dia das escolas, disso, esses currículos dão oportunidade a vocês,
com a liderança e mediação da equipe gestora gestores escolares, e também aos professores e
(diretor e demais gestores pedagógicos) . à comunidade escolar , de repensar coletivamente
os planos da escola a fim de garantir os direitos de
• Os currículos alinhados à BNCC estabelecem na aprendizagem de todos os alunos.
etapa da Educação Infantil direitos e objetivos de
aprendizagem e desenvolvimento e, na etapa do • Os gestores escolares são o principal ponto de
Ensino Fundamental, competências e habilidades apoio para os professores tirarem suas dúvidas
a serem desenvolvidas pelos estudantes ano a e entenderem como o cotidiano e as práticas da
ano, visando a sua educação integral para uma escola serão impactados pelos novos currículos.
sociedade cada vez mais complexa. São vocês que vão garantir espaços de formação

1. Neste Guia, o termo “estado” não se restringe à secretaria estadual. Currículo estadual, por exemplo, refere-se ao currículo produzido em regime
de colaboração entre estado e municípios, que valerá tanto para a rede estadual quanto para as municipais que aderirem a esse processo.

1
coletivos que promovam a compreensão pelos • Esse projeto pedagógico coletivo, quando
professores dos princípios e marcos conceituais implementado e avaliado com a participação dos
dos novos currículos, além de coordenarem a órgãos colegiados, tem o potencial de ampliar o
reelaboração do PP. senso de pertencimento e o engajamento de toda
a comunidade escolar.
• É importante que a formação na escola esteja
pautada pelo Projeto Pedagógico (LDB, 1996), • No contexto de implementação dos novos
o PPP ou PP. currículos, a revisão dos PPs torna-se ainda mais
central. Isso porque o processo de reelaboração do
• O PP é um documento central, pois fortalece documento precisa garantir a apropriação dos novos
a identidade da escola , esclarece sua organização, currículos e a reflexão sobre como eles podem
traz as concepções, os marcos conceituais, mudar o trabalho pedagógico, dentro e fora da sala
as estratégias e metodologias de ensino e de de aula, por parte de toda a comunidade escolar.
avaliação que deverão nortear a prática docente
e define objetivos para a aprendizagem dos • Em síntese, o processo de revisão do PP é
alunos e, principalmente, estabelece estratégias dinâmico e deve estar vinculado às demais ações
e ações para que a escola consiga atingi-los pedagógicas da escola, incluindo a autoavaliação
(geralmente por meio de planos de ação). institucional. A escola, por meio dos profissionais
de educação e toda a comunidade escolar, deve
• O PP construído de forma participativa, avaliar as atividades pedagógicas, administrativas
clara, dialogada e democrática requer tomada e financeiras, tendo como finalidade o pleno
de decisões coletivas e sistematizadas de aprendizado e desenvolvimento do aluno. Assim,
acordo com a legislação vigente e o currículo a revisão, avaliação e realimentação do PP é em
adotado pela escola. si um processo formativo para os profissionais da
educação e toda a comunidade.

ESTRUTURA DO PROJETO PEDAGÓGICO


O Projeto Pedagógico é um documento particular e de autonomia de cada escola e, a partir
das diretrizes de cada rede de ensino, pode apresentar diferentes estruturas e elementos.
Por exemplo, o PP pode estar organizado em forma de itens, facilitando a clareza e a
compreensão do documento. Abaixo, sugerem-se alguns componentes importantes:

1 CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA É IMPORTANTE PARA: fortalecer a identidade da


escola e promover uma reflexão sobre as suas
CONTEMPLA ELEMENTOS COMO: as características particularidades, desafios, recursos e o seu
sociais, culturais e físicas da cidade, do bairro e/ potencial para que o maior objetivo da educação
ou do território onde a escola está inserida; o seja garantido – a aprendizagem integral de
histórico, as características da escola (organização todos os alunos.
da gestão pedagógica, tempo de trabalho coletivo
dos professores, autonomia dos estudantes, horários
2 DIAGNÓSTICO DE INDICADORES EDUCACIONAIS
das atividades, espaços físicos, equipamentos e
recursos financeiros), os parceiros da gestão da escola CONTEMPLA ELEMENTOS COMO: indicadores de acesso
(como Conselho Escolar e grêmio estudantil) e os (matrícula, evasão); indicadores de fluxo (reprovação,
projetos desenvolvidos na unidade; as características distorção idade-série) e de aprendizagem (resultados
socioeconômicas e culturais da comunidade escolar do Saeb e demais avaliações externas, com análise
(famílias, associações de bairro etc.), incluindo a por componente curricular e por ano). Na etapa da
relação dos responsáveis com a escola; o perfil e o Educação Infantil, é possível realizar o diagnóstico
número de profissionais e alunos, a fim de garantir com base nos Parâmetros e Indicadores da Qualidade
equidade e uma educação inclusiva. da Educação Infantil.

2
É IMPORTANTE PARA: identificar onde a escola 5 PLANO DE AÇÃO
está neste momento, onde quer chegar e como
atingirá seus objetivos — quais seus pontos fortes, CONTEMPLA ELEMENTOS COMO: os objetivos de
as dificuldades dos alunos e professores e as aprendizagem e desenvolvimento dos alunos
prioridades de atuação. (a partir dos novos currículos estaduais) e a forma
como a escola garantirá essas aprendizagens; as
metas de resultados educacionais (indicadores
da qualidade da Educação Infantil, metas para
3 MISSÃO, VISÃO E PRINCÍPIOS
resultados no Saeb-Ideb - e demais avaliações
CONTEMPLA ELEMENTOS COMO: o propósito locais, tanto para aspectos cognitivos como
da instituição de ensino (missão), o que a para as competências gerais da BNCC e outros
comunidade escolar quer conquistar (visão) aspectos socioemocionais); materiais educativos
e quais são os atributos que norteiam a sua e didáticos (diretrizes para a escolha e/ou
atuação (princípios e valores). produção autônoma de materiais, livros didáticos
e paradidáticos, brinquedos etc.); os objetivos
É IMPORTANTE PARA: gerar engajamento em e métodos para a formação docente dentro da
torno de uma visão e objetivos comuns, escola (tempos, espaços e metodologia; papel de
fortalecendo a gestão democrática e cada profissional no processo formativo); formas e
participativa. critérios de avaliação da aprendizagem dos alunos,
da formação de professores, da própria execução
do Projeto Pedagógico, além da autoavaliação
institucional.
4 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
E BASES LEGAIS

CONTEMPLA ELEMENTOS COMO: menções às bases > Esse plano deve ser elaborado à luz do
legais (ex. DCNs, BNCC, normativas locais) diagnóstico de indicadores educacionais da escola
e marcos conceituais (como concepção de e da sua visão, missão e princípios.
crianças, de educação, de Educação Infantil, de > É importante que o Plano de Ação estabeleça
Ensino Fundamental, organização dos tempos, prioridades, para que de fato seja factível no
período de tempo de que se dispõe.
dos ambientes, dos espaços etc.). Os PPs podem
conter toda a proposta curricular da rede (em que > É fundamental que esta parte contemple de
forma explícita a maneira como a escola se adaptará
constam na etapa da Educação Infantil os direitos para a implementação dos novos currículos alinhados
de aprendizagem e desenvolvimento, os campos à BNCC em todas as suas esferas: objetivos de
de experiências e os objetivos de aprendizagem aprendizagem, metas, materiais didáticos, formação
e desenvolvimento e, na etapa do Ensino docente, avaliação e organização da escola.
Fundamental, os componentes curriculares por
ano, objetos de conhecimento e habilidades)
e avançar no detalhamento de questões É IMPORTANTE PARA: estabelecer o caminho para a
específicas e complementares ao currículo realização do desejo construído coletivamente, com
no contexto local da escola. um planejamento claro que oriente a atuação
de toda a comunidade escolar, bem como o
É IMPORTANTE PARA: gerar a compreensão monitoramento e a superação de problemas
de que o PP é um documento embasado detectados durante o ano.
e respaldado por diretrizes locais, estaduais
e nacionais que vão além da escola.

3
PROCESSO DE REVISÃO DOS PROJETOS PEDAGÓGICOS

A EQUIPE GESTORA DA ESCOLA DEVE LIDERAR A Afinal, os novos currículos propõem mudanças
REVISÃO DO PP. Além disso, para gerar engajamento relevantes para a prática docente e, ao longo de
de toda a comunidade escolar na implementação 2019, é importante que as atividades extraclasse
dos novos currículos, o PP deve ser construído de dos professores sejam prioritariamente voltadas
maneira democrática e participativa. Em outras para a sua formação continuada.
palavras, é preciso dialogar e dar vez e voz a todos os
atores: professores, auxiliares, demais funcionários A revisão do PP também não precisa partir
da escola, estudantes e suas representações, famílias, de uma folha em branco. Elementos como a
responsáveis e comunidade do entorno em geral. contextualização, missão, visão, princípios, além
de fundamentos legais e alguns indicadores do
A participação dos professores da escola é PP existente, podem apenas ser atualizados e
fundamental, tendo em vista que a revisão do PP reforçados com a comunidade. O processo mais
permite o aprofundamento dos novos currículos intensivo e profundo da revisão dos PPs em
e o engajamento com o projeto da escola. 2019 deverá ser o Plano de Ação, com foco na
implementação para os novos currículos.
No entanto, sugere-se que os professores não
sejam responsáveis pela condução de processos O processo de revisão do PP deve acontecer de
muito demandantes de tempo, como a redação do maneira paralela (e não anterior) ao início da
documento ou a organização de consultas populares. formação de professores no dia a dia da escola.

Abaixo, sugere-se um fluxo de trabalho para a e atividades que serão registradas em atas ou
revisão do PP. Ao longo do texto, são indicadas memórias, o que permite construir o PP em
ferramentas criadas para apoiar esse processo, as um processo formativo, com a participação da
quais estão compiladas ao final deste documento comunidade escolar e dentro do calendário da
e também podem ser encontradas em rede (o prazo nacional para a reelaboração em
bit.ly/revisaoPP: 2019 é no fim de novembro).

1ª ETAPA 3ª ETAPA
ENVOLVIMENTO E MOBILIZAÇÃO DA ESTUDO DOS PRINCIPAIS ASPECTOS DO
EQUIPE DA ESCOLA PARA O TRABALHO NOVO CURRÍCULO LOCAL E DO PAPEL DA
REELABORAÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO
Você pode organizar uma roda de conversa para
NO CONTEXTO DA IMPLEMENTAÇÃO DA BNCC
entender o que a equipe escolar conhece sobre
o projeto pedagógico e apresentar a importância É fundamental que os gestores, o grupo de
dos novos currículos e do PP usando vídeos, trabalho e toda a equipe escolar estejam
uma apresentação e/ou outros materiais. Além apropriados dos novos currículos estaduais e/ou
disso, pode definir um grupo de trabalho com os municipais e o que trazem de novo, do processo
membros da comunidade escolar mais engajados de reelaboração do PP e da construção de um
para apoiar o processo de reelaboração. Plano de Ação para a melhoria da qualidade da
educação na escola. No caso dos professores,
2ª ETAPA por exemplo, é necessário fazer formações
PLANEJAMENTO DO PROCESSO COORDENADO para que eles conheçam os novos currículos,
PELA EQUIPE GESTORA, DEFININDO-SE AÇÕES, seus marcos conceituais e como garanti-los
PRAZOS E RESPONSÁVEIS no cotidiano e nas práticas educativas, além
Após a mobilização da equipe escolar para o de formações sobre a reelaboração do projeto
projeto pedagógico e a definição de um grupo pedagógico e como ela pode aproximar o
de trabalho coordenado por você, gestor, é currículo da comunidade escolar.
fundamental criar um cronograma de reuniões

4
4ª ETAPA claros, metas que possam ser medidas e
LEITURA CRÍTICA E REFLEXIVA DO PP acompanhadas, e apresentar as ações para
VIGENTE E LEVANTAMENTO E ANÁLISE DE alcançar os resultados esperados, com duração
DADOS E INDICADORES (EX: CONTEXTO, e responsáveis definidos.
CARACTERIZAÇÃO, DIAGNÓSTICO)
Realizar leitura crítica e reflexiva do PP 7ª ETAPA
vigente buscando identificar os principais DEFINIÇÃO DA ESTRUTURA E REDAÇÃO DO
pontos de mudanças. Levantar e analisar dados TEXTO PELA EQUIPE GESTORA DA ESCOLA
e indicadores que permitam avaliar qual é a A partir dos resultados das etapas anteriores,
situação atual da escola e suas perspectivas, o Grupo de Trabalho, liderado pela equipe
o que pode ser feito por meio de instrumentos gestora, define qual a estrutura do documento
já existentes, como o perfil da comunidade e consolida os registros das atividades e os
escolar colhido por formulários da própria materiais já construídos, de forma simples e
escola, dados do Saeb (Ideb), índices de objetiva, em um documento digital.
aprovação, reprovação e evasão escolar,
Parâmetros e Indicadores da Qualidade 8ª ETAPA
da Educação Infantil, entre outros. VALIDAÇÃO PELA COMUNIDADE
ESCOLAR EXTERNA E SOCIALIZAÇÃO
5ª ETAPA DA VERSÃO FINAL
MOBILIZAÇÃO DA COMUNIDADE ESCOLAR Você pode realizar um evento para divulgar
EXTERNA (RESPONSÁVEIS, FAMILIARES, GRUPOS o documento final do PP, bem como os
SOCIAIS RELACIONADOS) PARA DISCUSSÃO E
principais aprendizados ao longo do processo
COLETA DE CONTRIBUIÇÕES
de elaboração. Elementos do PP, como o plano
Você pode organizar uma conversa com de ação, a visão e a missão da escola podem ser
membros de toda a comunidade escolar afixados nas paredes e o documento pode ser
para apresentar de forma clara e simples a enviado em formato digital para os pais e para
importância de a escola ter uma identidade e a secretaria de educação.
planos para melhorar continuamente. Apresente
e converse sobre a construção do PP da escola e 9ª ETAPA
seu planejamento. Nesse momento, você pode PROJETO PEDAGÓGICO NO COTIDIANO —
promover uma escuta e um registro dos sonhos USO PERMANENTE COMO REFERÊNCIA
da comunidade para os alunos e para a escola e PARA FORMAÇÕES, TOMADA DE DECISÕES E
apresentar os principais dados do diagnóstico. PARA ACOMPANHAMENTO E REVISÃO
DO PLANO DE AÇÃO
6ª ETAPA Além de você acompanhar e avaliar
ANÁLISE DOS DADOS, DEFINIÇÃO DAS constantemente o plano de ação para
PRIORIDADES, METAS E AÇÕES DA ESCOLA implementar melhorias no ambiente escolar,
QUE VÃO CONSTAR NO PP o projeto pedagógico reelaborado pode
A partir da mobilização da comunidade ser utilizado como fonte para a formação
escolar e do levantamento e análise de dados continuada na escola, para a construção de
da escola, você precisa priorizar os principais planos de aula (a partir da proposta curricular
desafios a serem enfrentados nos 12 meses da rede e de elementos específicos da escola)
seguintes e estruturar um plano de ação para e também para inspirar ações pedagógicas por
superá-los. Esse plano deve conter objetivos toda a comunidade escolar.

FICHA TÉCNICA
O Movimento Pela Base Nacional Comum Curricular apoiou a elaboração deste material por meio da revisão técnica da
especialista Beatriz Ferraz, a qual trouxe para o documento o olhar e as especificidades da Educação Infantil.

5
ÍNDICE DE FERRAMENTAS DE APOIO POR ETAPA
Todas as ferramentas presentes neste material podem ser acessadas
em bit.ly/revisaoPP e também estão especificadas abaixo:

1ª ETAPA 5ª ETAPA
Envolvimento e mobilização da equipe Mobilização da comunidade escolar externa
da escola para o trabalho (responsáveis, familiares, grupos sociais
> Vídeos de sensibilização para os novos relacionados) para discussão e
currículos e reelaboração dos PPs coleta de contribuições
> Apresentação sobre novos currículos e o PP > Plataforma Faz Sentido para construção
coletiva de ações na escola
2ª ETAPA > Elementos para uma boa relação
entre educadores e responsáveis
Planejamento do processo coordenado
pela equipe gestora, definindo ações,
prazos e responsáveis 6ª ETAPA
> Modelo para a criação do cronograma Análise dos dados, definição das prioridades,
de reelaboração do PP metas e ações da escola que vão constar no PP
> Modelo de plano de ação
3ª ETAPA
Estudo dos principais aspectos do novo 7ª ETAPA
currículo local e do papel da reelaboração Definição da estrutura e redação do texto
do Projeto Pedagógico no contexto da pela equipe gestora da escola
implementação da BNCC
> Exemplo de estrutura para o projeto pedagógico
> Novos currículos estaduais disponíveis
no site do MEC
8ª ETAPA
> Principais mudanças trazidas pela BNCC Validação pela comunidade escolar externa
e pelos novos currículos e socialização da versão final
> Material para uma primeira formação
dos professores sobre os novos currículos 9ª ETAPA
> Apresentação para engajar a equipe escolar Projeto pedagógico no cotidiano — uso
no processo de reelaboração do PP permanente como referência para formações,
tomada de decisões e para acompanhamento
e revisão do plano de ação
4ª ETAPA
Leitura crítica e reflexiva do PP vigente e
levantamento e análise de dados e indicadores
(ex.: contexto, caracterização, diagnóstico)
> Apresentação sobre como acessar e analisar
o Ideb
> Plataforma QEDu para acesso e análise
de dados educacionais

Apoio técnico:

Você também pode gostar