Você está na página 1de 71

COMUNIDADE | TIRO CERTO

1
SÚMARIO
Introdução......................................................................................3 4.1. O projétil.................................................................................27

Quem é Marcelo Adriano?.......................................................5 4.2. Propelente ..........................................................................30

1. O que é uma arma?.................................................................7 4.3. Espoleta................................................................................30

1.1 Armas Próprias........................................................................7 4.4. Estojo.......................................................................................31

1.2 Armas Impróprias.................................................................7 4.5. Funcionamento do cartucho.........................................32

1.3 Classificação das armas próprias..................................8 5. O que é Calibre nas armas de fogo?............................33

1.3.1 Armas de contato...............................................................8 5.1. Calibre enquanto diâmetro da parte interna do cano
da arma – calibre real..................................................34
1.3.2 Armas de arremesso...............................................................8
5.2. Calibre enquanto produto – calibre nominal......34
1.4 Classificação das armas de arremesso.......................9
6. Diferença de posse e porte de arma de fogo.........38
1.4.1 Armas de arremesso simples........................................9
6.1. Posse de uma arma de fogo de uso permitido para o
1.4.2 Armas de arremesso complexo................................10 cidadão comum.....................................................................38
2. que é uma Arma de fogo?.............................................10 6.2. Porte de uma arma de fogo de uso permitido para
3. Classificação/espécies de armas de fogo.................15 o cidadão comum .........................................................40

3.1. Classificação das armas de fogo quanto às 7. Quais e quantas armas posso comprar?....................42
dimensões (tamanho).............................................................16 7.1. Arma de uso permitido...................................................42
3.1.1 Armas curtas:.......................................................................16 7.2. Quais e quantas armas o cidadão comum pode
3.1.2 Armas longas:......................................................................16 adquirir..........................................................................................43

3.2. Classificação das armas de fogo quanto ao tipo ou 8. Quais conhecimentos mínimos para conseguir
portabilidade.........................................................................17 adquirir e estar capacitado para manusear uma arma de
fogo com segurança?........................................................50
3.2.1 Armas de Porte:.....................................................................17
8.1. Conhecimento suficiente para passar na prova
3.2.2 Armas Portáteis:..................................................................17 para obter autorização para aquisição da arma........50

3.2.3 Armas Não Portáteis...........................................................18 8.2. Conhecimentos complementares para usar a


arma com eficiência, eficácia e efetividade................52
3.3. Classificação das armas quanto à existência de
raiamento no cano....................................................................18 9. Quais os requisitos para o cidadão comum adquirir
uma arma de fogo de uso permitido?.............................53
3.3.1 Armas de Alma Raiada........................................................19
9.1. Requisitos legais para aquisição de arma de fogo
3.3.2 Armas de Alma Lisa:...........................................................21 de uso permitido............................................................54
3.4. Classificação das armas quanto ao 9.2. Resumo e interpretação dos requisitos legais para
funcionamento..........................................................................22 aquisição de uma arma de fogo de uso permitido
(cidadão comum)......................................................................55
3.4.1 Armas de tiro unitário:......................................................22
10. Como escolher minha primeira arma?....................57
3.4.2 Armas de repetição:........................................................23
10.1. Espécie de arma ideal....................................................61
3.4.3 Armas semiautomáticas:.................................................24

3.4.4 Armas automáticas............................................................25 10.2. Calibre ideal......................................................................63

4. O que é uma munição?......................................................26 Conclusão......................................................................63

COMUNIDADE | TIRO CERTO


2
ç ão
Introdu
oal
o pess
arquiv
agem:

Clique aqui!
Im

simples, mas que as pessoas não conhecem.


E aí, você que se interessa por armas,
aqui quem fala é o instrutor de
armamento e tiro, professor de Direito
Até mesmo em meu trabalho, quando
converso com profissionais experientes
Processual Penal e Agente Federal de de segurança pública, identifico essa
Execução Penal, Marcelo Adriano. Tenho deficiência de conhecimento, muitas vezes
o imenso prazer de entregar este e-book sobre o básico. De forma geral, isso impede
cheio de informações muito legais que as pessoas entendam o que é uma
relacionadas a esse tema, apresentadas arma de fogo e tudo aquilo que a rodeia,
de forma simples, leve, direta e objetiva, desde interpretar uma simples notícia, até a
repleto de curiosidades que tenho utilização efetiva da arma.
certeza que irão te surpreender. Quando não se tem conhecimento mínimo,
Para deixar tudo mais agradável e o mais as pessoas ficam à mercê de diversas
claro possível, várias informações são informações (muitas vezes incorretas)
complementadas por vídeos explicativos que circulam nos mais diversos meios de
cujos links você vai encontrar ao longo comunicação e que criam uma cultura
desse e-book. errada em relação à arma de fogo (televisão,
sites de notícias, facebook, grupos de
Preparei este material com o objetivo de whatsapp etc.).
esclarecer as principais dúvidas daqueles
que se interessam por armas de fogo, Com conhecimentos, ao menos, básicos,
trazendo curiosidades interessantíssimas é possível discutir com maior propriedade,
sobre o assunto, isto porque recebo, interpretar melhor as informações e chegar
diariamente, muitos questionamentos a opiniões mais próximas da realidade,
nas minhas redes sociais sobre dúvidas entendendo melhor os acontecimentos.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


3
Veja essas notícias:

1 2

Fonte da Imagens: wwwg1.globo.com

O que seria uma


arma de grosso
O que é uma calibre?
espingarda, escopeta
e uma pistola?
O que quer diz
er
calibre 22? 2
2
o quê?

COMUNIDADE | TIRO CERTO


4
O QUE QUER DIZER CALIBRE 22?

Como professor de Direito De onde vem esse número?


Processual Penal desde 2009,
Você pode até saber o que “é o
acredito que a informação é o
calibre”. Mas ainda te pergunto:
melhor caminho para mudarmos
38 o quê?
nossa realidade e sociedade.
Como um entusiasta do tema, “Porque quando perguntei a
creio que temos o dever de um policial qual era o calibre do
mudar essa cultura relacionada revólver que ele usava ele me
à arma de fogo no Brasil e o respondeu que era um 357, mas
conhecimento é o principal vi que não é tão ‘maior’ que o
caminho. Porém, para começar, 38. Então, qual a diferença de um
o ideal é entender conceitos para o outro?”
básicos que possam alicerçar esse
conhecimento, pois isto falta à
maioria da população, inclusive,
3 Porque o calibre do fuzil do
Exército é 7,62? Esse número
significa o quê?
em muitos casos, para aqueles
que se dizem “especialistas”.
Assim, se você quer uma arma de
4 O calibre 12 é maior que o
calibre 20, por quê?
fogo ou, ao menos discutir sobre Esse tipo de questionamento
este tema, é imprescindível básico é comum, por esse
que você conheça algumas motivo resolvi disponibilizar este
informações técnicas. Servem de material, o qual, lendo-o até o
exemplo: fim, você saberá coisas que irão te
surpreender e te agregarão muito
1 Você sabe a diferença entre
rifle, fuzil e carabina?
conhecimento.

2 Você sabe o que significa


o número “38” que você
ouve na televisão quando um
assaltante usa um revólver?

COMUNIDADE | TIRO CERTO


5
A D R I A N O ?
Q U EM É M AR C E L O
ui!
Clique aq

Nome: MARCELO ADRIANO


FERREIRA 01
Você pode se perguntar, mas quem é
esse Marcelo Adriano que quer falar
sobre armamento?
Se você ainda não me conhece dos
meus perfis nas redes sociais, segue
uma breve descrição de quem sou eu,
como também algumas qualificações
que falam por si.
Imagem: arquivo pessoal

Sou esse careca fazendo visada com essa


espingarda cal 12 CBC Military – 3.0
Imagem: arquivo pessoal

Imagem: arquivo pessoal

Com um pequeno arsenal no clube de Treinando com a TYPHOON F12 –


tiro Guairacá – Cascavel - PR Semiautomática

COMUNIDADE | TIRO CERTO


6
E IR A
M IL ITAR D E C AR R
AS)
(FO RÇ AS AR M AD
02
Militar de carreira
das forças armadas
(infantaria) por 13
anos (1993 a 2006)

Formatura como militar de carreira das


03
Forças Armadas – Infantaria. Eu, Andrade e
Patrulhamento de Fronteira Formado pela
Popowicz, eternos irmãos de farda.
com a Bolívia Universidade
Estadual de Feira de
Santana, pós-gradua-
do pela Universidade
Positivo

04
Instrutor de Tiro
Certificado de conclusão do curso de Formatura de agentes Federais –
Formado pela
instrutor de tiro pela academia Academia Nacional
Academia Nacional de Polícia de Polícia (2009)
Nacional de Polícia da Polícia Federal

05
Professor de Direito
Processual Penal
desde 2009

FORMATURA DA PRF 2016 Fonte da Imagens:


arquivo pessoal

COMUNIDADE | TIRO CERTO


7
06
Agente Federal de
Execução Penal
(desde 2006)

Escolta aérea de Luís Fernando da Escolta Federal


Costa, o Fernandinho Beira Mar. via terrestre

07
Instrutor de uso
progressivo da força
e tecnologias não
letais pela (SENASP)
Secretaria Nacional
de Segurança Pública/
FNSP (Força Nacional
de Segurança Pública) Escolta Federal aérea
(2010).
Certificado de conclusão do curso de Uso
Progressivo da Força e Tecnologias não
letais pela (SENASP) Secretaria Nacional
de Segurança Pública/FNSP (Força Nacio-
nal de Segurança Pública)

08
Instrutor na Red
Delta - Clube de Tiro
e Segurança Privada

Curso de Tiro com instrutores do


COT

Fonte da Imagens:
arquivo pessoal

COMUNIDADE | TIRO CERTO


8
09
Instrutor em vários cursos de formação e aperfeiçoa-
mento, tanto na área de segurança pública quanto na
segurança privada. Seguem alguns cursos ministrados:

Instrução para o Pelotão de choque PM-PR Instrução de fuzil para Agentes Federais de
Execução Penal

s s o !
m di
1. Uso de armas não letais para o curso de

alé
formação profissional de Delegado de Polícia do
Estado do Piauí;
2. Sobrevivência Policial para o curso deformação
profissional de Delegado de Polícia do Estado do Piauí;
3. Armamento e tiro na Academia Nacional de Polícia da Polícia Federal
para o Curso de Formação Profissional de Agentes Federais de Ex-
ecução Penal;
4. Armamento e tiro para Curso de Segurança Institucional do Banco
Central;
5. Uso Progressivo da Força ATMLAC (Armamento Tiro Munições Menos
Letais em Ambiente Confinado) no Curso de Formação Profissional
para Agentes Federais de Execução Penal;
6. Escolta Armada no Curso de Formação Profissional para Agentes
Federais de Execução Penal;
7. Intervenção, escolta e tecnologias não letais para o Curso de For-
mação de Agente Penitenciário no Estado do Piauí;
8. Intervenção, escolta e tecnologias não letais para o Curso de For-
mação Agente Penitenciário no Estado do Rio Grande do Norte;
9. Curso de formação profissional para Agentes Estaduais no Estado do
Ceará – escolta armada e técnicas não letais;
Fonte: arquivo pessoal

10. Professor de noções de Uso Progressivo da Força e Tecnologias


menos letais no Curso de Formação Profissional para Especialistas
Penitenciários Federais;
11. Professor no Curso de Atualização em Escolta Armada para o Depar-
tamento Penitenciário Nacional;
12. Operador de pistola .40 e Fuzil 5,56 para Curso de Aperfeiçoamento
de Agentes Federais de Execução Penal.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


9
10 PONTOS FUNDAMENTAIS

Imagem: arquivo pessoal


01 O QUE É
UMA ARMA?

Quer ver o vídeo?


Clique aqui Antes de definir o que é uma
arma de fogo, vem a pergunta:
você sabe o que é uma arma e o
que diferencia as armas de fogo
das demais armas?
O que vem a ser uma arma,
então? Arma é todo objeto capaz
de aumentar a capacidade de
Devidamente apresentado, vamos aos nossos combate, seja para defesa ou
10 pontos fundamentais para quem deseja ataque. As armas podem ser
conhecer uma arma de fogo. classificadas em armas próprias
e armas impróprias.

Leia todos os tópicos e na sequência


apresentada. 1) ARMAS PRÓPRIAS
Como professor e com ampla experiência em Armas próprias são objetos
didática, estruturei este e-book de forma que os desenvolvidos para serem
tópicos sejam complementares e consecutivos. utilizados especificamente como
Isso quer dizer que para obter o máximo de armas.
conhecimento, o ideal é que você faça a leitura
do início ao fim na ordem dos tópicos, pois cada Exemplos:revólveres, espadas
tópico foi escrito pressupondo que você tenha etc.
lido o anterior e aprendido os conhecimentos
ali apresentados.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


10
Fonte: www.google/imagens
Fonte: arquivo pessoal

REVÓLVER ESPADA

2) ARMAS IMPRÓPRIAS
Armas impróprias são objetos desenvolvidos ou usados com diversas finalidades,
mas que, por sua forma ou outra característica, pode ser utilizado como arma.
Exemplos: taco de beisebol, chave de roda, pedras etc.
Fonte: www.google/imagens

TACO DE BEISEBOL
Fonte: www.google/imagens

CHAVE DE RODA
Fonte: www.google/imagens

PEDRAS

COMUNIDADE | TIRO CERTO


11
3) CLASSIFICAÇÃO DAS ARMAS 3.1.) Armas de contato
PRÓPRIAS
Armas de contato são armas que, para
Como visto, armas próprias cumprirem sua finalidade, devem ser
são equipamentos ou artefatos utilizadas como uma “extensão” do
desenvolvidos especificamente corpo de quem a utiliza, em que a
com essa finalidade, ou seja, para eficiência da arma depende, em regra,
aumentarem o poder de ataque ou da força muscular do seu portador, ou
defesa do ser humano, o denominado seja, o corpo da arma é o que provoca
poder de combate.Dentre as armas o dano.
próprias, é possível também fazer
Exemplos: espada, punhal, soco inglês.
classificações para melhor entendê-las.
Essa classificação, especificamente,
divide as armas entre aquelas em que
Fonte: www.google/imagens
se utiliza do próprio corpo da arma
para atacar ou defender, ou aquelas em
que se utiliza a arma para arremessar
um projétil no espaço, com o fim de
provocar um impacto em um alvo.
Fonte: www.google/imagens

ESPADA

SOCO INGLÊS

FACA | ADAGA
Fonte: www.google/imagens

COMUNIDADE | TIRO CERTO


12
3.2) Armas de arremesso
Armas que, utilizando um mecanismo
de impulsão, arremessam um projétil
pelo espaço com força suficiente para
provocar danos com o seu impacto.
Exemplo: estilingue, fuzil, canhão.

Fonte: www.google/imagens
Grande Gustav - O maior canhão da
Segunda Guerra Mundial – Calibre: 80 cm

4) CLASSIFICAÇÃO DAS ARMAS DE


ARREMESSO
Como visto, armas de arremesso são
as armas que, para cumprirem sua
finalidade, arremessam um projétil
ESTILINGUE: Arma de
Fonte: www.google/imagens

arremesso constituída de pelo ar com o fim de atingir um alvo


uma forquilha provida de determinado. As armas de arremesso
um par de elásticos presos podem ser classificadas em armas de
a uma lingueta de couro;
arremesso simples e armas de arremesso
atiradeira, bodoque.
complexo.

4.1) Armas de arremesso simples


São armas que usam a força humana
para arremessar o projétil.
Exemplos: boleadeiras, estrela etc.
Fonte: www.google/imagens
Fonte: arquivo pessoal

BOLEADEIRAS: é uma arma


composta de pedras unidas
por uma tira para enrolar-se ao
TYPHOON F12 –
redor de alguma parte do alvo,
Semiautomática – Calibre: 12
como o pescoço, por exemplo.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


13
02 O QUE É UMA ARMA DE
FOGO?
Fonte: www.google/imagens

O significado do termo arma você já


ESTRELA: arma de metal,
conhece (instrumento que aumenta
com pontas afiadas que, a capacidade combativa). Mas qual a
quando lançadas com origem do termo “fogo” que gera a
energia, enterram-se no denominação de “Arma de Fogo”? Um
corpo do alvo.
lança-chamas não se enquadraria melhor
nesse termo?
4.2) Armas de arremesso complexo
A expressão arma de fogo surge em
São armas que usam a força de um razão do elemento que dá “vida” a arma,
mecanismo para arremessar o projétil. o fogo, isso porque é a queima de um
Exemplos: Balestra, metralhadora. propelente (pólvora negra na origem),
em um ambiente confinado, que provoca
o arremesso do projétil pelo cano da
arma a altíssimas velocidades.

Por ocasião do surgimento das primeiras


armas de fogo (como canhões, por
Fonte: www.google/imagens

exemplo) observava-se labaredas


que saíam pela boca do cano, daí a
Balestra: arma destinada a atirar popularização do termo “arma de fogo”.
flechas. De lá para cá, todas as armas que utilizam
o mesmo princípio para arremessar
o projétil são classificadas da mesma
maneira.
Voltando a nossa classificação, dentre as
armas de arremesso complexo, as mais
Fonte: www.google/imagens

conhecidas são as armas de fogo. Assim,


arma de fogo é um artefato que lança um
ou muitos projéteis, em alta velocidade,
METRALHADORA FN MINIMI, em razão da alta pressão provocada pela
CALIBRE: 5.56MM NATO expansão rápida de gases produzidos pela
queima (deflagração) controlada de um
propelente em um ambiente confinado, a
câmara de explosão.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


14
Para gerar a devida pressão para o disparo, a
NÃO câmara de explosão deve ficar praticamente
ENTENDI! vedada. Essa vedação ocorre, em regra, pelos
movimentos dos próprios mecanismos da
arma (trancamento), depois que a munição
é inserida para o disparo.
O que é propelente mesmo?
VAMOS AO PASSO A PASSO? Propelente ou propulsante é um material
usado para mover um objeto (nesse caso o
O que é a câmara de explosão? projétil) aplicando uma força. No caso das
armas de fogo, essa força é a pressão da
É o local na arma onde fica a munição expansão dos gases gerados pela queima de
pronta para ser disparada, “Um pequeno um material. Esse material é o propelente, a
compartimento, em regra, ligado à parte pólvora, por exemplo.
de traz do cano (solidário)”, sendo a sua
própria extensão. Explicando de forma mais Como funciona dentro da câmara de
simples, é a parte detrás do cano onde é explosão?
mais reforçada para aguentar a pressão.
Com exceção das armas de tiro unitário¹,
em regra existem dois “locais” na arma que
FIQUE LIGADO! poderá haver munição:
Existem exceções a essa regra, como o 1) Carregador, receptáculo, tubo, tambor
revólver, em que a câmara de explosão é etc.
separada do cano. Nesse caso, o “tambor”
é giratório e composto de várias câmaras de Destinado à inserção das munições na
explosão que são alinhadas (giro do tambor) arma para que fiquem em condições de
à parte de traz do cano pelos mecanismos. serem transportadas pelos mecanismos
Para se carregar o revólver, insere-se uma da arma para a câmara de explosão, após,
munição em cada câmara. A cada disparo o é como um “reservatório” de munições.
tambor gira e alinha a câmara que contem
uma munição nova ao cano, preparando-o
para um novo disparo.
Fonte: www.google/imagens

Quer ver o vídeo?


Clique aqui

“Carregador de pistola sendo inserido


no alojamento do carregador.”

¹Existem armas de tiro unitário que possuem dois canos, como algumas espingardas e garruchas. Nesses casos, mantém-se a classificação de arma de tiro
unitário, já que não existem, na própria arma, mecanismos que insiram uma nova munição na câmara de explosão após o disparo, para que isso aconteça, o
atirador deve abrir a arma e substituir manualmente a munição utilizada por uma nova munição.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


15
2) Câmara de explosão Explicando passo a passo:
Onde ocorre o disparo. • A câmara de explosão está
ligada ao cano da arma de
forma contínua, integrada
(em regra, formando uma
única peça);
• A munição é levada, em
regra, pelos mecanismos
da arma até a câmara de

Fonte: www.google/imagens
explosão, vedando a parte
detrás (trancamento);
• O buraco que liga a câmara
PARTES INTERNAS DE UMA PISTOLA COLT 1911. de explosão ao cano é
vedado pelo próprio projétil,
lacrando a câmara pela
parte da frente;
• No momento em que o
propelente queima, forma-
se uma grande quantidade
de gases no interior da
câmara, essa quantidade
de gases, nesse pequeno
ambiente praticamente
Fonte: www.google/imagens

lacrado, gera uma enorme


pressão para todos os lados;
• Porém, dentro desse
PARTES INTERNAS DO FUZIL AR15.
ambiente existe um ponto
de menor resistência, o
buraco que liga a câmara
ao cano e que está vedado
apenas pelo projétil;
• Essa pressão sobre a parte
detrás do projétil o faz
se movimentar em alta
velocidade pelo interior
do cano, empurrado pelos
Fonte: www.google/imagens

gases em alta pressão,


gerados pelo propelente
ainda em queima.

CÂMARA DE EXPLOSÃO DO REVÓLVER

COMUNIDADE | TIRO CERTO


16
Fonte: www.google/imagens
Simplificando o entendimento da
nomenclatura “arma de fogo”: FIQUE LIGADO!
• Arma: por ser um objeto desenvolvido Cada tipo de arma de fogo tem
com a finalidade específica de ser mecanismos distintos para o seu
“arma” (arma própria), ou seja, funcionamento, mas o princípio básico é
aumentar a capacidade de combate simples e igual para todas as armas.
de quem a utiliza.
Veja dois exemplos:
• De fogo: utiliza o “fogo” da queima de
um propelente para gerar uma grande 01) Perceba que este canhão antigo é
quantidade de gases em um ambiente simplesmente um tubo de metal com uma
confinado. A expansão desses gases extremidade fechada e outra aberta, mas
gera uma pressão absurda que que se enquadra na definição de arma
arremessa o projétil em uma direção de fogo, já que usa o mesmo princípio
pré-determinada, para o lado onde propulsor do projétil.
há menos resistência, ou seja, pelo
interior do cano. Esse deslocamento
pelo cano dá estabilidade e direção ao
projétil.

Fonte: www.google/imagens
Não entendeu?
Assista aí!

A) Iniciador (pavio/espoleta) que pas-


sa para o interior da câmara de ex-
plosão;

B) Projétil;

C) Propelente (pólvora).

COMUNIDADE | TIRO CERTO


17
02) O revólver tem um mecanismo
muito particular, pois as munições
ficam em um tambor que é composto
por várias câmaras de explosão (5,

Fonte: www.google/imagens
6, ..., dependendo da capacidade do
revólver). Ao se carregar um revólver,
cada câmara recebe uma munição.
METRALHADORA BROWNING
Em cada acionamento do gatilho, os (METRALHADORA M2) – CALIBRE: .50
mecanismos giram o tambor acionados
pela força muscular do atirador,
posicionando a próxima câmara de
explosão contendo uma nova munição
para um novo disparo, alinhando a
munição com o percussor da arma.

Fonte: www.google/imagens
Não entendeu?
Assista aí!
CANHÃO VICKERS ARMSTRONG MODELO
XIX - CALIBRE :152,4MM

03 CLASSIFICAÇÃO/ESPÉCIES DE
ARMAS DE FOGO

Como visto, existem diversos tipos de arma de fogo.


Assim, para melhor compreendê-las e entender
Exemplos de armas de fogo: pistola, fuzil, suas principais características, é necessário que
metralhadora, canhão etc. elas sejam classificadas.

ATENÇÃO
Essas classificações não são 2) Existem armas que tem mais
absolutas, ou seja, por vezes, de uma característica que a clas-
existe dificuldade de enquadra- sificaria em mais de uma catego-
mento em determinada catego- ria (exemplo: fuzil com seletor de
Fonte: www.google/imagens

ria porque: tiro para regime semiautomático


1) Existem exceções, ou seja, e automático);
armas que possuem característi-
cas que não são comuns a elas, 3) Existem armas intermediárias
mas são adaptadas para tê-las entre as classificações (Exemp-
PISTOLA BERETTA CHEETAH
(exemplo: pistolas automáticas, lo: uma submetralhadora é uma
84FS – CALIBRE: .380ACP –
revólver de alma lisa etc); arma longa ou curta?).
OXIDADA

COMUNIDADE | TIRO CERTO


18
Visto isso, veremos agora os principais
critérios de classificação.
Serve de exemplo o revólver que,
em regra, tem alma raiada2. Porém, • Quanto ao tamanho;
existem fabricantes que produzem
revólveres com alma lisa. • Quanto ao tipo;

• Quanto ao emprego;

• Quanto ao sistema de refrigeração;

• Quanto ao raiamento;
Fonte: www.google/imagens

• Quanto ao funcionamento.

REVÓLVER TAURUS RT41: 3.1. CLASSIFICAÇÃO DAS ARMAS DE FOGO


- CALIBRE 36 GA - 5 TIROS –
QUANTO ÀS DIMENSÕES (TAMANHO)
INOX

1) Armas curtas
Já a pistola é uma arma
semiautomática, porém, alguns Armas curtas são armas de “mão”, são
modelos podem ser convertidos aquelas que podemos operar com uma ou
em automáticos com pequenas duas mãos, não necessitando do apoio no
modificações ou substituições de
ombro, por exemplo.
algumas peças.
Exemplo: revólver, pistola etc.
Fonte: www.google/imagens

PISTOLA GLOCK G17


– CALIBRE: 9 X 19 MM
PARABELLUM – ADAP-
TADA PARA REGIME
AUTOMÁTICO REVÓLVER TAURUS 83 – CALIBRE: .38

Fonte: Arquivo Pessoal

2
Você aprenderá o que esses termos significam na classificação “quanto à existência de raia no interior do cano da arma de fogo”.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


19
CARABINA ROSSI PUMA SISTEMA
WINCHESTER –CALIBRE: .38
Fonte: Arquivo Pessoal

3.2. CLASSIFICAÇÃO DAS ARMAS


DE FOGO QUANTO AO TIPO OU
PORTABILIDADE

1) Armas de Porte

Arma de porte é uma arma fogo de


PISTOLA GLOCK G25 – CALIBRE: .380
dimensões e peso reduzidos, que pode ser
portada por um indivíduo em um coldre e
Fonte: Arquivo Pessoal
disparada, comodamente, com somente
2) Armas longas uma das mãos pelo atirador. São armas
curtas.
Armas longas são armas cuja utilização
depende, em regra, de apoio nos ombros Exemplo: pistola e revólver.
ou anteparos para realização do disparo.

Exemplo: fuzil, carabina.

PISTOLA GLOCK G17 – CALIBRE: 9MM


ESPINGARDA BROWNING ULTRA XTR –
CANOS SOBREPOSTOS - CALIBRE: 12 Fonte: Arquivo Pessoal
Fonte: Arquivo Pessoal

COMUNIDADE | TIRO CERTO


20
2) Armas Portáteis

Arma cujo peso e cujas dimensões


permitem que seja transportada por um
único homem, mas não conduzida em um
coldre, exigindo, em situações normais,
uma das mãos ou anteparo como apoio do
cano na realização eficiente do disparo.

Fonte: www.google/imagens
Exemplo: espingarda, carabina.

METRALHADORA BROWNING M1919 –


CALIBRE: 050 (DUPLA).

3.3. CLASSIFICAÇÃO DAS ARMAS


QUANTO À EXISTÊNCIA DE RAIAMENTO
NO CANO
Antes de falarmos da classificação das
Fonte: Arquivo Pessoal

armas de fogo quanto à existência de


raiamento no cano, é necessário aprender
ESPINGARDA 12 CBC MILITARY – 3.0 –
CALIBRE: 12
dois conceitos importantes.
◆Alma do cano: quando estamos nos
referindo a armamento, o termo “alma”
se refere à parte interna do cano de uma
arma.
◆Raias no interior do cano da arma (na
alma): raias são “estrias” uniformemente
produzidas no interior do cano, no formato
helicoidal (como em um parafuso, só que
Fonte: Arquivo Pessoal

mais alongadas). Sua principal função é


dar estabilidade aos projéteis de formato
oblongo, ou seja, alongados e afunilados
CARABINA CZ 452 2E ZKM – CALIBRE: .22
em uma das extremidades, os não esféricos,
como os de pistola e fuzil. Quando ocorre o
3) Armas não portáteis disparo e o projétil se desloca pelo interior
do cano, essas raias forçam-no a girar,
Arma que, devido às suas dimensões ou produzindo um movimento giroscópico
ao seu peso, não pode ser transportada durante o deslocamento, para que ele
por um único homem. atinja maior estabilidade, velocidade e
precisão, vencendo com mais facilidade a
Exemplo: metralhadoras pesadas. resistência do ar.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


21
Fonte: www.google/imagens
Fonte: www.google/imagens
Entendidos os dois conceitos, você já deve ter deduzido o que são armas de alma lisa e
armas de alma raiada.
1) Armas de Alma raiada
Armas cujo interior do cano é raiado, ou seja, possuem raias. Essas armas são
desenvolvidas para disparar projéteis oblongos.

Fonte das imagens: www.google/imagens

COMUNIDADE | TIRO CERTO


22
Exemplos: Revólver, pistolas, carabinas,
fuzis, metralhadoras, canhão etc.

Fonte: Arquivo Pessoal


PISTOLA GLOCK G25: CALIBRE .380 ACP.

Fonte: www.google/imagens
FUZIL TAVOR X95 – CALIBRE: 5.56 NATO.
Fonte: www.google/imagens
Fonte: Arquivo Pessoal

REVÓLVER TAURUS 83 – CALIBRE: .38

METRALHADORA FN MAG – CALIBRE 7,62.


Fonte: Arquivo Pessoal

Fonte: www.google/imagens

CARABINA CZ 452 2E ZKM – CALIBRE: .22

METRALHADORA FN MAG – CALIBRE 7,62.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


23
2) Armas de Alma Lisa
Armas cujo interior do cano é liso, não possuindo raias, em regra, espingardas. Essas
armas foram desenvolvidas para disparar projéteis esféricos, apesar de poderem
também disparar projéteis oblongos.
Fonte: Arquivo Pessoal

Fonte: Arquivo Pessoal


ESPINGARDA BROWNING ULTRA XTR – CANOS ESPINGARDA ROSSI – CANOS JUSTAPOSTOS –
SOBREPOSTOS - CALIBRE: 12 CALIBRE: 12

3.4. DIFERENÇA ENTRE RIFLE, CARABINA, FUZIL, ESPINGARDA E ESCOPETA

Fonte: www.google/imagens

COMUNIDADE | TIRO CERTO


24
Agora que você sabe diferenciar uma Vejamos as diferenciações segundo
arma longa (portátil) de uma arma curta, esses dois critérios:
e uma arma de alma lisa de uma arma
de alma raiada, podemos entender o que a) Dimensões - “Comprimento do
significam os termos fuzil, carabina, rifle, cano”:
espingarda e escopeta.
O Regulamento para a Fiscalização
Inicialmente, é importante entender de Produtos Controlados (R-105) do
que essa diferenciação é feita no Brasil, Exército Brasileiro usa este parâmetro,
pois em cada país/região pode haver mas não estabelece o tamanho
classificações diferentes, já que elas máximo ou mínimo de cada um
estão ligadas também à língua e à para que haja a diferenciação. Assim
cultura local. Esses termos se referem às diferenciou o R105:
armas longas portáteis, isto exclui deste
tópico as armas curtas. Fuzil, carabina e • FUZIL: arma de fogo portátil, de
rifle se referem às armas longas de alma cano longo e cuja alma do cano é
raiada, enquanto espingarda e escopeta raiada;
se referem às armas longas de alma lisa.
• CARABINA: arma de fogo portátil
semelhante a um fuzil, DE
1) Diferença entre rifle, fuzil e carabina DIMENSÕES REDUZIDAS, de cano
longo - EMBORA RELATIVAMENTE
Rifle é termo inglês e genérico para MENOR QUE O DO FUZIL - com
armas longas de alma raiada, ou seja, as alma raiada.
carabinas e fuzis são espécies de rifles.
Considerando esse critério, um fuzil
e uma carabina podem ser muito
semelhantes, inclusive podendo
Mas qual a utilizar o mesmo tipo de munição, os
e
diferença entr mesmos mecanismos e acessórios,
il?
carabina e fuz pois o comprimento do cano é o
grande diferencial.

A arma com cano mais comprido


se classifica como fuzil, a de cano
mais curto, como carabina. Serve de
Não há uma diferenciação definitiva e exemplo a linha IA2. O fuzil e a carabina
única entre carabina e fuzil, pois depende são praticamente idênticos, tendo
do critério utilizado. Duas diferenciações como diferenciais algumas medidas,
podem ser usadas para classificá-las: as como o cano e a presença do regime
dimensões (na prática o comprimento do de tiro automático no fuzil.
cano) ou a “energia” do disparo.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


25
Esse critério tem por referência a
diferenciação entre a carabina e o fuzil

Fonte: www.google/imagens
de acordo com a energia produzida no
disparo, o que implica, dentre outros
fatores, no tipo de munição utilizada.
Segundo esse critério, é considerada
Carabina a arma longa, com alma raiada,
mas que efetue disparos de “baixa
Fuzil de Assalto IMBEL 7,62 IA2 energia”.
• Comprimento: 920mm
• Comprimento com coronha rebatida: 670mm
• Comprimento do Cano com quebra-chamas :v Para definição do que seja alta ou baixa
390mm
• Funcionamento: Semiautomático, Automático e energia, usa-se um parâmetro (arbitrário,
Repetição pois não existe regulamentação) da
Fonte: http://www.imbel.gov.br/index.php/fuzis/93#topo
velocidade da saída do cano:

• Armas de baixa energia: até 500 m/s


(metros por segundo) de saída na boca
Fonte: www.google/imagens

do cano;

• Armas de alta energia: de 500 a 1.200


m/s (metros por segundo) de saída na
boca do cano.

Veja alguns exemplos de calibre de baixa


energia:
Carabina IMBEL 7,62 IA2
• Comprimento: 800mm
• Comprimento com coronha rebatida: 550mm
• Comprimento do Cano com quebra-chamas:
265mm
• Funcionamento: Semiautomático e Repetição

Fonte: http://www.imbel.gov.br/index.php/fuzis/94#topo

b)“Potência” – tipo da munição utilizada

Consequentemente, os rifles (armas


Fonte: www.google/imagens

longas de alma raiada) com esses


calibres ou similares, serão classificados
como carabinas, independentemente do
tamanho do cano.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


26
Associado à “potência”/velocidade do mais popular. Nesse critério, também
disparo na boca do cano, o “costume” arbitrário, as armas longas de alma raiada
também nos faz classificar como carabina que utilizam munições produzidas para
as armas longas de alma raiada que armas curtas são as carabinas. Já as armas
utilizam o mesmo tipo de munição usado que usam munição do tipo “garrafinha”
em armas curtas, esse é um critério são os fuzis.

Fonte: www.google/imagens

2) Diferença entre espingarda e escopeta


Fonte: www.google/imagens

COMUNIDADE | TIRO CERTO


27
Fonte: Arquivo Pessoal
ESPINGARDA BROWNING ULTRA XTR –
CANOS SOBREPOSTOS - CALIBRE: 12

• a) Espingarda: Arma longa de regra estabelecida legalmente com um


alma lisa. tamanho de cano que possa definir com
precisão a classificação da espingarda em
• b) Escopeta: Espingarda com escopeta. E
cano mais curto.
m regra, tem-se a medida de no máximo
Escopeta é um dos termos para 13 polegadas de cano como parâmetro.
espingarda em espanhol. Em
relação à utilização desse termo Assim, escopeta seria uma espingarda
no Brasil, também não existe uma com cano de 13 polegadas ou menor.
Fonte: www.google/imagens

COMUNIDADE | TIRO CERTO


28
3.5 CLASSIFICAÇÃO DAS ARMAS MÚLTIPLO: Comporta-se como se fossem
QUANTO AO FUNCIONAMENTO duas ou mais armas de tiro unitário
simples, montadas numa só coronha.
1) Armas de tiro unitário
Armas de tiro unitário são armas de
carregamento manual (inserção da
munição na câmara) dotadas de carga
para um único tiro, sendo necessário,
após o disparo, a retirada manual do
estojo deflagrado e a introdução de um
novo cartucho para o próximo tiro ou a
realização de um novo carregamento.
Exemplo de armas de tiro unitário:
espingardas de um cano, bacamartes.
Existem armas de tiro unitário que podem
ser classificadas como sendo de cano:
SIMPLES: Comporta carga para um único

Fonte: Arquivo Pessoal


tiro.

ESPINGARDA BROWNING ULTRA XTR –


CANOS SOBREPOSTOS - CALIBRE: 12

FIQUE LIGADO!
m ar m as de tiro unitário que
Ex is te
cano, como algumas
possuem mais que um s.
ha
espingardas e garruc
Fonte: www.google/imagens

ão
tém-se a classificaç
Nesses casos, man o
ar m a de tiro unitário, já que nã
de
arma, mecanismos
ESPINGARDA BOITO REUNA I – existem, na própria
insira m um a no va munição na câmara
CALIBRE: 28 – TIRO UNITÁRIO que so
disparo, para que is
de explosão após o
te ça , o at ira do r deve abrir a ar am
acon ição
ualmente a mun
e substituir man
va munição.
utilizada por uma no
Fonte: www.google/imagens

ro
rina, a arma de ti
Para parte da dout es) com múltiplos
mpl
unitário (ou tiro si al
mecanismo individu
canos depende de dividuais) para ser
BACAMARTE - sp ar o (g at ilh os in
de di
tal.
ARMA BACAMARTE CIRCA 1.920 considerada como

COMUNIDADE | TIRO CERTO


29
ESPINGARDA ROSSI
CANOS JUSTAPOSTOS
– CALIBRE: 12

Fonte: Arquivo Pessoal

2) Armas de repetição Exemplos: espingarda cal.12 pump,


revólveres, fuzil estilo “mosquetão”,
2.1) Armas de repetição manual ou carabina Winchester.
“não automáticas” Fonte: Arquivo Pessoal

Arma de fogo de repetição não


automática é a arma em que o atirador
necessita empregar sua força física
sobre o mecanismo da arma para
concretizar as operações prévias e
necessárias ao disparo (inserir uma
munição na câmara de explosão e, em
regra, armar o mecanismo do gatilho),
após a realização de cada disparo, essa
operação deve se repetir para o disparo
seguinte, ou seja, a arma somente
disparará após ações manuais para
prepará-la.

FIQUE LIGADO!
um mecanismo
O revólver tem
to pa rticul ar, po is seu tambor é
mui
po sto câm ar as de explosão (5,
co m
..., de pe nd en do da capacidade do
6,
a cada acionamento
revólver), em que, a
bor gira pela forç
do gatilho, o tam
, posicionando uma
muscular do atirador
osão contendo uma
nova câmara de expl
um novo disparo.
nova munição para ESPINGARDA CBC PUMP ACTION
CAL. 12 TACTICAL

COMUNIDADE | TIRO CERTO


30
2.2 Armas semiautomáticas (repetição
semiautomática)

Arma de fogo semiautomática é a arma


que, após feita a preparação inicial pelo
Fonte: www.google/imagens

atirador e ocorrendo o disparo em razão


do acionamento da tecla do gatilho, todo
o trabalho de preparação da arma para o
novo disparo é feito utilizando a energia
REVÓLVER RUGER VAQUERO 45 COLT BIRDS do próprio disparo anterior. Ou seja, para
HEAD SINGLE ACTION – CALIBRE 45 o próximo disparo a arma já estará pronta,
bastando que o atirador, necessariamente,
acione novamente o gatilho, quando todo o
ciclo se repetirá até que acabe a munição.

Para ficar mais claro, vamos a um pequeno


passo a passo:
Fonte: www.google/imagens

• Inserção da munição em compartimento


específico da arma (carregadores3 ,
ESPINGARDA CBC PUMP ACTION tambores ou tubos/receptáculos);
CAL. 12 TACTICAL

• Preparação da arma para o primeiro


Fonte: www.google/imagens

disparo com ação manual sobre o seu


mecanismo para que seja inserida uma
munição na câmara de explosão e, em
regra, arme também o mecanismo do
gatilho;
FUZIL BROWNING X-BOLT –
CALIBRE: 308 WIN • Acionamento do gatilho para o primeiro
disparo;

• Preparação da arma para o próximo


disparo, quando a alimentação da
câmara é feita utilizando a energia do
disparo anterior, onde o sistema de
Fonte: www.google/imagens

funcionamento da arma, por meios


próprios (ação dos gases, por exemplo),
retira o estojo usado e reposiciona uma
CARABINA WINCHESTER 1866 - CARBINE –
CALIBRE: 38SP
munição nova na câmara, em regra,
armando também o mecanismo de
disparo;

Depois de inseridas as munições no carregador, este deve ser inserido no alojamento do carregador da arma.
3

COMUNIDADE | TIRO CERTO


31
• Para novos disparos, o atirador deverá Exemplos de armas semiautomáticas:
acionar, necessariamente, o gatilho pistolas, algumas carabinas, algumas
quando, o ciclo se repetirá, sendo espingardas cal. 12 etc.
possíveis novos disparos (a cada novo
acionamento do gatilho) até que a
munição se acabe.

Fonte: Arquivo Pessoal

PISTOLA IMBEL MD1- CALIBRE 9 X


19 MM PARABELLUM - Treinamento
de tiro com mão forte e mão fraca.
Fonte: www.google/imagens

CARABINA SEMIAUTOMÁTICA ARMI CHIAPPA M1-22 – CALIBRE: 22LR

COMUNIDADE | TIRO CERTO


32
Para ficar mais claro, vamos a um
pequeno passo a passo:

• Inserção da munição em
compartimento específico da
arma (carregadores4 , tambores
ou tubos/receptáculos);

• Preparação da arma para o


primeiro disparo com ação
manual sobre o mecanismo da
arma para que este insira uma
munição na câmara de explosão
e, em regra, arme também o
mecanismo do gatilho;

• Acionamento do gatilho para o


primeiro disparo;

• Preparação da arma para o


próximo disparo, quando a
alimentação da câmara é feita
utilizando a energia do disparo
anterior, onde o sistema de
funcionamento da arma, por
meios próprios (ação dos
Fonte: Arquivo Pessoal

gases, por exemplo), retira


ESPINGARDA TYPHOON F12 – SEMIAUTOMÁTICA –
CALÍBRE 12
o estojo usado e reposiciona
• Treinamento de tiro de combate. uma munição nova na câmara,
em regra, armando também o
4) Armas automáticas (De Repetição Automática) mecanismo de disparo;

Arma de fogo automática é a arma que, após feita • Para novos disparos, basta
a preparação inicial pelo atirador e ocorrendo o o atirador manter o gatilho
disparo em razão do acionamento da tecla do acionado que os disparos
gatilho, todo o trabalho de preparação da arma ocorrerão sequencialmente,
para o novo disparo é feito utilizando a energia do até que o atirador deixe de
próprio disparo anterior. Para o próximo disparo pressionar a tecla do gatilho ou
a arma já estará pronta. Porém, diferente das acabe a munição.
armas semiautomáticas, se o atirador mantiver o
gatilho acionado a arma realizará vários disparos Exemplo: metralhadora.
consecutivamente.
4
Depois de inseridas as munições no carregador, este deve ser inserido no alojamento do carregador da arma.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


33
São elas:

Fonte: www.google/imagens
MG 42 – A DEVASTADORA METRALHADORA ALEMÃ –
CALIBRE: 7.92 X 57 MM – USADA NA 2ª GUERRA MUNDIAL

Fonte: www.google/imagens
04 O QUE É UMA MUNIÇÃO?

4.1. O PROJÉTIL
O termo “munição” é genérico e não
O projétil, ou bala, ou ponta, é a parte
se refere a uma coisa somente, ele
da munição que é arremessada pela
designava, antigamente, tudo o que era
indispensável ao abastecimento das arma com o fim de atingir o alvo. De
forças armadas. Hoje, esse termo é mais forma genérica, projétil é qualquer
restrito aos elementos que são inseridos sólido pesado que se move no espaço,
na câmara de explosão para fazer a arma abandonando a si mesmo depois de haver
atirar, envolvendo projéteis, cartuchos, recebido impulso.
foguetes, explosivos etc. Dependendo do
tipo de arma, a munição pode variar de Existem vários tipos de munições e,
composição. consequentemente, projéteis, para vários
tipos de armas. É incrível a variabilidade
Vamos falar da composição mais comum, de projéteis para as mais diversas
aquela que é encapsulada em um estojo, finalidades, por exemplo, existem
contendo nele todos os elementos munições de projétil unitário (contém
necessários ao disparo. São utilizados em somente um projétil por cartucho) e
armas de retrocarga, ou seja, a munição munições de projéteis múltiplos (mais de
entra na câmara de explosão por trás, um projétil por cartucho), projéteis dos
como nas pistolas, revólveres, fuzis,
mais diversos tipos de materiais (chumbo,
espingardas, metralhadora etc.
cobre, combinação de metais, borracha
COMPOSIÇÃO: Projétil, Estojo, Propelente ou elastômero etc.) e formatos.
e Espoleta.
No futuro, abordaremos esse assunto
Nesse contexto, a munição é com mais detalhamento. Por hora,
encartuchada, ou seja, a junção de todos veremos alguns projéteis para algumas
os elementos forma o cartucho. armas, somente para entendermos o que
é um projétil.
COMUNIDADE | TIRO CERTO
34
1) Revólver e carabina. 2) Pistolas e submetralhadora.

Fonte: www.google/imagens
Fonte: www.google/imagens
38 SPL CHOG CALIBRE .38 SUPER CALIBRE 9X19MM PARABELLUM
158GR – CBC AUTO ETOG 125GR –
CBC
3) Fuzil e metralhadoras.

4) Espingarda

As espingardas, especialmente a calibre


12, apresentam uma grande versatilidade
de projéteis, com cartuchos de projéteis
múltiplos e projéteis únicos (singulares).

Fonte: www.google/imagens
Quanto menor o projétil, maior a
quantidade de projéteis estarão contidos
no interior do cartucho.
PROJÉTIL 7,62X51MM

Fonte: www.google/imagens
Fonte: www.google/imagens

COMUNIDADE | TIRO CERTO


35
observação!
Os cartuchões de espingarda, em regra,
contêm em seu interior uma “bucha” plástica
pneumáticas (petecas). De maneira simples,
somente para um entendimento inicial, ela tem a
finalidade de separar o propelente dos projéteis,
vedando o cano e, também, possui a função de
“organizar” os projéteis no deslocamento pelo
cano.

FIQUE LIGADO!
Projéteis expansivos:
São projéteis que expandem a ponta
ao atingir um alvo. Essa expansão tem
por objetivo aumentar a superfície Exemplo de um Espoleta de
de contato com o alvo, transferindo espingarda montado.
mais energia no impacto, reduzindo
a possibilidade de atravessar e
atingir outras pessoas.

Fonte: www.google/imagens

COMUNIDADE | TIRO CERTO


36
4.2. PROPELENTE 4.3. ESPOLETA

É o produto químico inserido no interior No caso das armas de fogo, a espoleta


do estojo, antes do projétil, que queima é um pequeno artefato (mecanismo)
pela ação de um “iniciador” (espoleta). usado para inflamar (acender) a carga
A queima do propelente produz uma de propelente, para que este queime e
grande quantidade de gases e, por estar gere uma grande quantidade de gases no
em um ambiente confinado, empurra o interior da câmara de explosão e, assim,
projétil em alta velocidade a frente, pelo em razão da pressão, arremesse o projétil
interior do cano. pelo interior do cano da arma e atinja o
alvo. Na realidade, na espoleta existe
um pequenino “recipiente” que contém
uma mistura detonante (explosivo). Esse
pequeno recipiente é posicionado na
parte de trás do estojo em um espaço
denominado alojamento da espoleta.

Quando o gatilho da arma é acionado,


Fonte: www.google/imagens

ele faz com que o percussor (agulha)


atinja a espoleta com grande força.
Com o impacto do percussor da arma
na espoleta, o explosivo nela contido
detona e provoca fagulhas que passam
por um orifício localizado no fundo do
Fonte: www.google/imagens

alojamento da espoleta (evento) para


dentro do estojo, fazendo o propelente
inflamar (queimar rapidamente).
Fonte: www.google/imagens

São diversos os tipos de propelente para


as mais diversas finalidades, mas, em
Fonte: www.google/imagens

outras oportunidades, abordaremos com


mais profundidade.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


37
4.4. ESTOJO

Estojo é o recipiente onde é montado o cartucho, fiquem unidos em uma peça,


é o componente de união mecânica que junta facilitando o manejo da arma,
todas as partes, permitindo o tiro, ele possibilita acelerando o intervalo em cada
que todos os componentes necessários ao disparo disparo.
Fonte: www.google/imagens

Atualmente, a maioria dos


estojos são construídos
em metais não-ferrosos,
principalmente o latão (liga
de cobre e zinco), mas,
também, são encontrados
estojos construídos com
diversos tipos de materiais, tais
como plásticos (munição de
treinamento e de espingardas),
papelão (espingardas) e outros.

O formato dos estojos pode


variar. Assim, basicamente, é
possível encontrá-los em três
formatos:

• Cilíndrico: o estojo
mantém seu diâmetro por
toda sua extensão (mais
comuns para pistolas e
Fonte: www.google/imagens

submetralhadoras);

• Cônico: o estojo tem


diâmetro menor na
boca (mais comuns para
revólveres e alguns tipos de
carabinas); e

• Garrafa: o estojo tem um


estrangulamento - gargalo
Fonte: www.google/imagens

(mais comuns para fuzis e


alguns tipos de carabinas).

COMUNIDADE | TIRO CERTO


38
4.5. Funcionamento do cartucho
Não entendeu?
Depois de conhecer todas as partes Assista aí!
do cartucho, fica fácil entender o seu
funcionamento.

VAMOS AO PASSO A PASSO?


1. O atirador aciona o mecanismo
do gatilho, este, por sua vez, faz o
percursor da arma atingir a espoleta
com força;
05 O QUE É CALIBRE NAS ARMAS
DE FOGO?
2. A espoleta, contendo explosivos,
detona com o impacto, gerando Genericamente falando, calibre é o diâmetro
fagulhas; de qualquer objeto cilíndrico, como canos,
escapamento, uma barra cilíndrica etc.
3. As fagulhas passam para dentro do
estojo por intermédio de orifício no
fundo do alojamento da espoleta
(evento), inflamando a pólvora;

4. A pólvora queima rapidamente


gerando uma grande quantidade de
No cano, existem duas referências a serem
gases; observadas, diâmetro interno ou externo.
5. A pressão, gerada pela expansão
rápida dos gases, empurram o projétil
a frente pelo interior do cano
Fonte: www.google/imagens

Fonte: www.google/imagens

COMUNIDADE | TIRO CERTO


39
Para arma de fogo e munição, calibre é um Também é utilizado na designação das armas
termo que se refere a algo bem mais amplo, nas quais a munição é empregada.
devendo ter dois parâmetros distintos para
sua definição: calibre real e calibre nominal. A primeira parte do nome do calibre nominal
é o seu diâmetro, que, como já visto, nem
sempre coincide com o calibre real. Para
5.1. CALIBRE ENQUANTO DIÂMETRO nominá-los são usados sistemas de medidas.
DA PARTE INTERNA DO CANO DA ARMA
– CALIBRE REAL Quais são esses sistemas?
Calibre real é a medida exata do interior do
cano da arma, que nem sempre coincide com FIQUE LIGADO!
o calibre nominal (que dá nome) da arma ou É importante ressaltar não tem 0,38 polegadas
munição. que nem sempre há e sim 0,358, o pescoço
Fonte: www.google/imagens coincidência exata do estojo é que tem
entre a medida usada 0,379. A questão é
para designar o nome que não entendemos
do calibre e o seu ser relevante, nesse
diâmetro real. Como momento, esse nível
você verá abaixo, de detalhamento, pois
“matematicamente foge ao objetivo desse
falando”, os calibres e-book e não prejudica
380 e 38 deveriam o conhecimento,
ter exatamente o principalmente para o
FIQUE LIGADO! mesmo diâmetro, iniciante.
se fosse levado em
Calibre das armas de alma raiada consideração somente Assim, se você conhece

O cano nas armas raiadas possui, em esse parâmetro, afinal, mais profundamente o
ambos deveriam ter assunto, desconsidere
realidade, dois diâmetros internos, um essas diferenciações.
0,38 polegadas. Porém,
entre raias e outro entre “cheios”. O na prática, o calibre .38
calibre real é medido entre cheios.

5.2.1. SISTEMAS DE MEDIDAS


5.2. CALIBRE ENQUANTO PRODUTO –
Basicamente são de três tipos:
CALIBRE NOMINAL
1) Sistema Métrico – unidade de
Quando uma empresa desenvolve um comprimento (mais usado na Europa)
calibre, ela tem que apresentar uma solução
completa que envolve o diâmetro em si Nessa forma de definição do calibre, usam-
(calibre real), a forma, dimensões e peso do se as unidades de comprimento do sistema
projétil, quantidade de propelente utilizado métrico (metro, centímetro, milímetro),
para os diversos tipos de projétil, forma e no caso, a quantidade de milímetro do
dimensões do estojo, tipo de espoleta, a diâmetro da parte interna do cano da arma e,
pressão gerada etc. Isso quer dizer que a consequentemente, da munição.
empresa desenvolve um produto completo. Os mais conhecidos, a título de exemplo, são:
• 5,56mm: fuzil cinco cinco meia;
O calibre nominal é usado para designar
esse produto, ou seja, é o “nome”, e não • 7,65mm: pistola sete meia cinco;
se refere ao diâmetro somente, ele deve • 7,62mm: fuzil sete meia dois;
designar, mesmo que “implicitamente”, • 9mm: pistola nove milímetros;
outras características do cartucho. • 10mm: pistola dez milímetros.
COMUNIDADE | TIRO CERTO
40
2) Sistema Inglês (imperial) – unidade de Servem de exemplo o 5,56mm NATO e o
comprimento (mais usado nos Estados 223 REMINGTON.
Unidos)

Nessa forma de definição do calibre,


usam-se as unidades de comprimento
do sistema imperial/Inglês (polegada,
pé, jarda, milha), no caso, fração de
polegadas do diâmetro da parte interna
do cano da arma e, consequentemente,
da munição.

Os mais conhecidos, a título de exemplo,

Fonte: www.google/imagens
são:
• 38 - 0,38 polegada; revólver trinta e
oito;
• 357 - 0,357 polegada: revólver três
cinco sete; O calibre 5,556 NATO é um calibre
• 380 - 0,380 polegada: pistola trezentos militar e, em tese, mais potente que o
e oitenta; calibre .223 REMINGTON, assim, não se
aconselha usar uma arma .223 para atirar
• .40 - 0,40 polegada: pistola ponto com uma munição 5,56 NATO, mas o
quarenta; inverso é perfeitamente permitido.
• .45 - 0,45 polegada: pistola quarenta
e cinco; Com relação somente ao diâmetro, é
possível considerar correspondentes os
• .50 - 0,50 polegada - meia polegada: seguintes calibres:
pistola ponto cinquenta.
Armas longas:

FIQUE LIGADO! Pistolas e revólveres:


etros
minados em milím
Alguns calibres no ser
fr açõe s de polegadas podem
e não
cidentes. Apesar de
considerados coin a, a
m exatam ente a mesma medid
te re ral,
de e, de maneira ge
aproximação é gran ro .
m o mesmo diâmet
são considerados co
dência
ns casos, a coinci
Inclusive, em algu os dois
é possível utilizar
é tão grande que
mesma arma.
tipos de munição na

COMUNIDADE | TIRO CERTO


41
3) Gauge - Gaugio – Adarme Para definir o calibre das espingardas
(diâmetro interno do cano) em Gauges
você deverá:
• Pegar uma libra de chumbo
puro: 0,4536kg ou 4.536 gramas,
aproximadamente;
• Para saber o diâmetro do cano da
espingarda calibre doze, você deverá
dividir essa massa de chumbo (453g)
em 12 partes iguais, ou seja, 12 partes
de 37,75g;
• Pegue uma das partes e faça uma
Essa é uma forma muito peculiar de se esfera perfeita que terá o equivalente
definir o calibre das espingardas, pois ela a 18,53mm de diâmetro (1,853cm).
tem por referência o diâmetro de esferas O diâmetro dessa esfera deverá
perfeitas, cujo tamanho é definido pelo ser o diâmetro interno do cano da
fracionamento, em partes iguais, de uma espingarda calibre 12, ou seja, o 12 na
libra⁵ de chumbo puro. nomenclatura do calibre significa 1/12
(um doze avos) de uma libra de chumbo
(12 Gauge).
Mas o que é um Gauge? • Para definir o calibre da espingarda 20,
basta juntar novamente as doze partes
Imagine uma esfera de chumbo puro da libra de chumbo e repetir o processo,
com o peso de uma libra (453,6 gramas). mas dessa vez você deverá dividir em
Seu diâmetro seria de aproximadamente 20 partes iguais.
42,42mm. Resumidamente, essa medida
foi inventada não para espingardas, mas,
sim, para canhões.

Assim, o tubo de um canhão de um Gauge


tinha o diâmetro equivalente a uma
Fonte: www.google/imagens

esfera de Chumbo de uma Libra.

Vamos imaginar agora que você queira


fazer suas próprias espingardas. O
primeiro passo seria a definição dos
calibres. Imaginemos que, inicialmente,
você deseja fazer uma de calibre 12 e Observando a figura acima, vê-se com
uma de calibre 20. clareza porque o calibre 12 é maior que
o calibre 20.

⁵Libra: unidade de massa do sistema Inglês. Seu peso em gramas é de aproximadamente 453g. Seu símbolo é “LB”.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


42
Outro fator relevante que compõe o
“nome da munição” e que as diferencia é
o tamanho do estojo.
Servem de exemplo os calibres
7.62×51mm NATO⁶ e o 9x19mm
Parabellum⁷.

Os principais calibres são: 12, 16, 20, 26 etc.

5.2.2. DETERMINAÇÃO DO CALIBRE


NOMINAL
Esse “nome” da munição é atribuído,
em regra, pelo “criador/inventor”
que, além do “diâmetro” (milímetro,
fração de polegada ou Gauge), insere,
muitas vezes, o seu próprio nome ou
outro fator relevante para identificar
outras características do cartucho. A
identificação geralmente é feita por meio
de siglas ou nomes colocados após as CAIXA 50 MUNIÇÕES SELLIER & BELLOT
medidas. Serve de exemplo o calibre .40 CAL.40 S&W FMJ 180GR
S&W (S&W = Smith & Wesson).
Fonte: www.google/imagens

FIQUE LIGADO!
Alguns calibres não representam Um exemplo disso é o calibre .38 SPECIAL,
exatamente as dimensões apresentadas que apesar de ter sido criado com o diâmetro
em seu “nome”, em realidade seguem descrito no nome, atualmente deixou de
um padrão em que as medidas são muito ter essa medida, passando a ter entre .355 e
aproximadas à descrição, mas não são .357. Porém, mesmo com essa diferença, os
iguais. Alguns calibres ainda utilizam fabricantes desse tipo de munição continuam
nomes comerciais que podem não ser utilizando o mesmo nome por motivos
indicadores das medidas exatas. comerciais.

⁶ O 7.62×51mm NATO (nomenclatura oficial da OTAN 7.62 NATO) é um cartucho de fuzil sem aro desenvolvido na década de 1950
como padrão para armas ligeiras entre os países da OTAN. Não deve ser confundido com o cartucho russo 7.62×54mm,ou mesmo com o
7,62x39mm, a munição padrão da maioria dos rifles da família AK.
⁷ O calibre 9x19mm Parabellum é um cartucho de armas de fogo projetado por Georg Luger e introduzido em 1902 pelo fabricante alemão
de armas Deutsche Waffen und Munitionsfabriken (DWM) (fábrica alemã de armas e munições) por sua Pistola Parabellum (Luger), também
conhecido por 9 mm Para, 9 mm Luger, 9 x 19 mm NATO, ou 9 x 19 mm, no Brasil foi adotado pela Marinha e Exército em 1904 e 1908
respectivamente. É o calibre de dotação padrão (para pistolas) da OTAN e dos exércitos de praticamente todos países do ocidente, inclusive
o brasileiro.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


43
atenção! Para o cidadão comum, excluindo-se
Quando houver referência a “calibre” nesse ainda os CACs (colecionadores, atiradores
material, em regra, a referência será ao e caçadores), a propriedade regular de
calibre nominal. uma arma de fogo é comprovada pelo
CRAF - Certifcado de Registro de Arma de
Fogo.

06 DIFERENÇA DE POSSE E
PORTE DE ARMA DE FOGO
Esse documento é expedido pela Polícia
Federal para aqueles que recebem
autorização para adquirir uma arma. Essa
autorização é dada aos que cumprem os
Essa diferenciação é muito importante
requisitos estabelecidos em lei, requisitos
para quem pretende adquirir uma arma
que estão detalhados no item 09 deste
de fogo. Isso porque a confusão entre
e-book.
esses conceitos é comum e conhecê-los é
essencial para que as pessoas saibam os
limites na posse, condução e transporte
de uma arma de fogo.

6.1. POSSE DE UMA ARMA DE FOGO


DE USO PERMITIDO PARA O CIDADÃO
COMUM
Possuir algo significa ter o poder de usar
e de dispor, ou seja, utilizar, doar, vender
etc. Refere-se ao direito de propriedade.
Mas se possuir regularmente uma arma
de fogo, poderei conduzi-la para qualquer
lugar e de qualquer forma?
Fonte: www.google/imagens

A resposta é não!
Possuir uma arma de fogo não significa
ter o direito de conduzi-la para onde Certificado de Registro de
quer que você vá, isso porque as armas Arma de Fogo
de fogo, munições e alguns acessórios
são considerados produtos controlados O Certificado de Registro de Arma de Fogo,
e este controle ocorre também sobre os documento expedido pela Polícia Federal,
locais onde ela deve estar. precedido de cadastro no SINARM⁸, tem
validade no território nacional e autoriza
A propriedade regular de uma arma de o proprietário a manter a arma de fogo
fogo é comprovada pelo CRAF - exclusivamente:

⁸Sistema Nacional de Armas, cuja operação é de responsabilidade da Polícia Federal.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


44
1) No interior de sua residência ou nas O proprietário de arma de fogo, na
dependências desta: hipótese de mudança de domicílio ou
outra situação que implique no transporte
Interior da residência ou nas dependências
da arma de fogo, deverá solicitar guia de
desta compreende toda a extensão da
trânsito à Polícia Federal para as armas
área particular do imóvel, edificada ou
de fogo cadastradas no Sinarm, na forma
não, em que resida o titular do registro,
estabelecida em ato do Diretor-Geral da
inclusive quando se tratar de imóvel rural.
Polícia Federal.
Isso quer dizer que quintal pode ser

FIQUE atento!
considerado como residência, por
exemplo.
ade de dez anos.
O CRAF tem valid
ele terá que ser
2) No local de trabalho, desde que seja Após esse período,
ele o titular ou o responsável legal pelo renovado.
estabelecimento ou pela empresa:
O Decreto nº 9.845/2019 considera local
de trabalho como toda a extensão da área 6.2. PORTE DE UMA ARMA DE FOGO
particular do imóvel, edificada ou não, DE USO PERMITIDO PARA O CIDADÃO
em que esteja instalada a pessoa jurídica, COMUM
registrada como sua sede ou filial. Portar uma arma significa levar a arma
Mas veja que não basta trabalhar em uma consigo, junto ao corpo. Diferente da
empresa para ter o direito de manter autorização para aquisição, que se
uma arma lá, para que isso seja possível, entende ser um direito do cidadão que
é necessário que o proprietário da arma cumpre os requisitos, o porte é uma
seja o titular responsável legal pelo concessão do Estado, isso significa que é
estabelecimento ou pela empresa. mais complexo para conseguir.

Titular pelo estabelecimento ou pela Essa maior dificuldade foi estabelecida


empresa é aquele assim definido no porque a autorização generalizada para o
contrato social. Já o responsável legal é porte aumenta a circulação de armas nas
aquele designado em contrato individual ruas. Essa medida restritiva foi tomada
de trabalho, com poderes de gerência. porque, a época em que foi elaborado o
Estatuto do Desarmamento, acreditava-
se que o maior número de armas em
circulação poderia aumentar a ocorrência
ções que
Mas e em situa de situações que geram risco, mesmo que
ansporte
impliquem em tr seja por um cidadão que cumpra todos os
go?
da arma de fo requisitos legais.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


45
O porte de arma de fogo para o cidadão O titular de porte de arma de fogo para
comum será autorizado exclusivamente defesa pessoal não poderá conduzi-la
para defesa pessoal, o qual se materializa ostensivamente ou com ela adentrar ou
em um documento expedido pela Polícia permanecer em locais públicos, tais como
Federal e é obrigatório para a condução igrejas, escolas, estádios desportivos,
da arma, devendo conter os seguintes clubes, agências bancárias ou outros
dados: locais onde haja aglomeração de pessoas
• Abrangência territorial; em decorrência de eventos de qualquer
natureza.
• Eficácia temporal;
A inobservância ao disposto destas
• Características da arma;
determinações implicará na cassação do
• Número do cadastro da arma no porte de arma de fogo e na apreensão da
SINARM; arma, pela autoridade competente, que
• Identificação do proprietário da arma; adotará as medidas legais pertinentes.
e Essas medidas também se aplicam na
hipótese de o titular do porte de arma de
• Assinatura, cargo e função da
fogo portar o armamento em estado de
autoridade concedente.
embriaguez ou sob o efeito de drogas ou
O cadastro é pessoal, intransferível medicamentos que provoquem alteração
e revogável a qualquer tempo e será do desempenho intelectual ou motor.
válido apenas em relação à arma nele
especificada e com a apresentação do
documento de identificação do portador. ar, é
E para caç
bter
possível o
porte?
Fonte: www.google/imagens

A resposta é sim, desde que seja para a


subsistência.

Porte Federal de Arma Será concedido pela Polícia Federal,


segundo os requisitos legais, o porte de
arma de fogo, na categoria caçador de
Mas, uma vez concedido o porte, você subsistência, de uma arma portátil, de
acha que poderá portar essa arma em uso permitido, de tiro simples, com um
todos os lugares e da forma como você ou dois canos, de alma lisa e de calibre
achar melhor, como em um filme de bang igual ou inferior a dezesseis, desde
bang? que o interessado comprove a efetiva
A resposta é não! necessidade em requerimento ao qual

COMUNIDADE | TIRO CERTO


46
deverão ser anexados os seguintes
documentos:
• Documento comprobatório de
residência em área rural ou certidão
equivalente expedida por órgão
municipal;
• Original e cópia, ou cópia autenticada,
do documento de identificação
pessoal; e
• Atestado de bons antecedentes.

FIQUE atento!
z anos.
O porte tem validade de de
ades de
Existem outras possibilid
sar sobre
porte, mas vamos conver
isso em outro momento.

07 QUAIS E QUANTAS ARMAS


POSSO COMPRAR?

Pode-se dizer que existem várias Fonte: Arquivo Pessoal


“classes” de compradores de armas, isso
porque a lei autoriza, em determinadas poderia ser adquirido por um cidadão
condições, que determinadas pessoas comum era bem restrito, isso porque a
adquiram determinadas armas. Dessa regulamentação anterior restringia o
forma, os compradores são divididos em: conceito de arma de uso permitido.
cidadão comum, o agente de segurança Segundo esse Decreto, art. 17, são de uso
pública, caçador, atirador desportivo e permitido armas de fogo curtas e longas de
colecionador. alma raiada (carabinas), de repetição ou
semiautomáticas, cuja munição comum
7.1. ARMA DE USO PERMITIDO tenha, na saída do cano, energia de até
trezentas libras-pé ou quatrocentos e
Antes da alteração realizada pelos sete Joules e suas munições, como por
decretos publicados em 2019, sendo exemplo, os calibres .22 LR, .25 Auto, .32
o último o Decreto nº 9.847, de 25 de Auto, .32 S&W, .38 SPL e .380 Auto.
junho de 2019, o rol de armamento que

COMUNIDADE | TIRO CERTO


47
Também as armas de fogo de alma 7.2. QUAIS E QUANTAS ARMAS O
lisa (espingardas), de repetição ou CIDADÃO COMUM PODE ADQUIRIR
semiautomáticas, calibre doze ou inferior,
Vamos entender “cidadão comum”
com comprimento de cano igual ou
como sendo aquele que cumpre todos os
maior do que vinte e quatro polegadas ou
requisitos legais e que não se enquadra
seiscentos e dez milímetros; as de menor
em nenhuma outra categoria. Para o
calibre, com qualquer comprimento de
cidadão comum é deferido o direito de
cano, e suas munições de uso permitido.
adquirir até quatro armas de fogo de uso
Assim, basicamente existiam dois permitido.
parâmetros:
Vejamos novamente a definição de arma
• Armas de alma raiada: até trezentas
de fogo de uso permitido. Segundo o
libras-pé ou quatrocentos e sete
inciso I do art. 2º do Decreto nº 9.847,
Joules;
de 25 de junho de 2019, para fins do
• Armas longas de alma lisa calibre
disposto neste Decreto, considera-se
doze ou inferior: comprimento de
arma de fogo de uso permitido as armas
cano igual ou maior do que vinte e
de fogo semiautomáticas ou de repetição
quatro polegadas para o calibre 12.
que sejam:
Com o Decreto nº 9.847, de 25 de junho
a) de porte, cujo calibre nominal,
de 2019 os parâmetros foram ampliados:
com a utilização de munição comum,
• Armas de alma raiada: mil e duzentas não atinja, na saída do cano de prova,
libras-pé ou mil seiscentos e vinte energia cinética⁹ superior a mil e
joules; duzentas libras-pé ou mil seiscentos e
• Armas longas de alma lisa calibre vinte joules;
doze ou inferior: sem restrição de

FIQUE ligado!
comprimento de cano
Isso ampliou a possibilidade de aquisição
para quase todos os calibres de armas rmitido,
armas são de uso pe
Antes de listar quais até aqui,
“comuns” (revólver, pistola, carabina le le m br ar qu e, se você leu tudo
va fere o
e espingarda) ficando de fora somente você sabe todos os
termos a que se re
in al , com
cujo calibre nom
armas com calibre bem maiores, como o Decreto (de porte, m ter
ição). Viu como é bo
.454 Casull e .50 Magnum Express. a utilização de mun
conhecimento?

⁹Joule é a unidade de medida da energia cinética com que um objeto


(no caso o projétil) se movimenta. Na física, a energia cinética em um
objeto é a energia que ele possui devido ao seu movimento. Isto é
definido como o trabalho necessário para acelerar um corpo de mas-
sa em repouso para que este adquira velocidade. A energia cinética
Fonte: www.google/imagens

depende da massa e da velocidade escalar alcançadas. Resumindo,


no que tange à arma de fogo, quanto maiores a velocidade e a massa
do projétil, maior será a energia cinética.
Energia cinética depende do quadrado da velocidade do objeto. Isso
significa que quando a velocidade de um objeto dobra, a energia
REVÓLVER TAURUS RAGING BULL .454 cinética quadruplica. Por esse motivo, a velocidade do disparo é bem
CASULL mais determinante que a massa para determinar a energia de uma
arma/munição.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


48
Mas quais seriam essas armas? • .357 Magnum

Não é producente nem necessário listar


aqui todas as armas abrangidas por esse
critério (1600 joules), por esse motivo,
citaremos as principais:
1) Revólver:
• .22 LR

Fonte: www.google/imagens
RUGER SP101 REVÓLVER .357
MAGNUM 2.25” BARREL 5 ROUNDS
Fonte: www.google/imagens

WITH FIXED SIGHTS – 5720

REVÓLVER TAURUS
• .44 SLP
RT 96 – .22 LR

• .32 Auto

Fonte: www.google/imagens
Fonte: www.google/imagens

SMITH & WESSON 624 .44 SPECIAL

• .44 Magnum

• .38 ACP
Fonte: www.google/imagens
Fonte: www.google/imagens

WEBLEY FOSBERY .38 ACP REVÓLVER

COMUNIDADE | TIRO CERTO


49
• .45 Colt • 380 ACP;

Fonte: www.google/imagens
Fonte: www.google/imagens

RUGER VAQUERO 45 COLT STAINLESS


SINGLE-ACTION
PISTOLA GLOCK G25 – CAL .380
ACP - OXIDADA
2) Pistola
• .22 LR
• 9 mm Luger ou Parabellum;
Fonte: www.google/imagens

Fonte: www.google/imagens

PISTOLA TAURUS PT 92 AF – TENOX –


PISTOLA WALTHER SEMI-AUTO P22 CALIBRE 9MM LUGER
CAL .22LR 10+1 - NICKEL
• .40 S&W;
• 7.65 mm Browning Short, ou .32 Auto;
Fonte: www.google/imagens
Fonte: www.google/imagens

PISTOLA BERETTA MOD. 3032


TOMCAT - CAL. .32 ACP (7,65
BROWNING)
PISTOLA BERETTA PX4 STORM SUB
COMPACT 9MM .40

COMUNIDADE | TIRO CERTO


50
• .45 Colt • Calibre .22 LR

Fonte: www.google/imagens
CARABINA CBC 8122 BOLT ACTION
(FERROLHO) - MADEIRA - 22 LR
Fonte: www.google/imagens

PISTOLA COLT MK IV SERIES 70 CAL.45ACP • Calibre .38 SLP

b) Portáteis de alma lisa; ou


Todas as espingardas, independentemente

Fonte: www.google/imagens
do tamanho do cano. É importante essa
observação porque a espingarda calibre
12 com cano menor que 24 polegadas
era considerada de uso restrito.

CARABINA ROSSI PUMA CANO REDONDO


CAL.38 OXID
Fonte: www.google/imagens

• Calibre .357 Magnum

ESPINGARDA CALIBRE 12 BOITO


MOD PUMP SINTÉTICA

c) portáteis de alma raiada, cujo calibre


Fonte: www.google/imagens

nominal, com a utilização de munição


comum, não atinja, na saída do cano de
prova, energia cinética superior a mil e
duzentas libras-pé ou mil seiscentos e
vinte joules;
São as carabinas que, agora, com a
mudança da regulamentação da lei,
podem ser adquiridas em vários calibres. CARABINA PUMA .357 MAGNUM
Veja alguns deles:

COMUNIDADE | TIRO CERTO


51
• Calibre .40-44

Fonte: www.google/imagens

Fonte: Arquivo Pessoal


CURSO DE PISTOLA PARA MULHERES NO CLUBE DE
TIRO REDDELTA

CARABINA ROSSI PUMA 065 CAL


.44-40 08 TIROS – CANO REDONDO
16″ – OXIDADA

• Calibre 45
Fonte: Arquivo Pessoal

TREINAMENTO TÁTICO DE PISTOLA – QUEBRA DA


Fonte: www.google/imagens

VISÃO DE TÚNEL

Por esse motivo, as armas de fogo


são controladas pelo Exército e pela
ESPINGARDA PUMA . 45 COLT - CANO REDONDO
Polícia Federal e para adquirir uma
você necessitará de autorização. Assim,
na condição de um cidadão comum
adquirindo uma arma de uso permitido,

08 QUAIS CONHECIMENTOS MÍNIMOS


PARA CONSEGUIR ADQUIRIR E ESTAR
CAPACITADO A MANUSEAR UMA
ARMA DE FOGO COM SEGURANÇA?
essa autorização é dada pela Polícia
Federal e, para isso, ela exigirá alguns
requisitos, inclusive, demonstrar,
conhecimento técnico prático (utilização
da arma) e teórico, tendo que realizar
Como você já sabe ou deve ter percebido, provas práticas e teóricas.
arma de fogo não é brinquedo e muito
menos um artefato mágico. Para que Então, podemos dividir a necessidade de
ela cumpra sua finalidade, você precisa ter conhecimento sob dois aspectos:
ter conhecimentos técnicos, pois o uso
indevido de uma arma de fogo pode gerar 1) Conhecimento suficiente para passar
riscos, inclusive, à vida. na prova para obter autorização para
aquisição da arma;

COMUNIDADE | TIRO CERTO


52
2) Conhecimentos complementares para 2) Prova prática:
usar a arma com eficiência, eficácia e
efetividade. a) Arma curta, alma raiada

• Do Alvo: Silhueta humanoide, padrão


8.1. CONHECIMENTO SUFICIENTE ANP/DGP/PF, com zonas de pontuação
PARA PASSAR NA PROVA PARA OBTER decrescente de 5 (cinco) à 0 (zero)
AUTORIZAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DA pontos;
ARMA

Você precisa obter os conhecimentos


listados abaixo para conseguir ser
aprovado no teste de capacidade técnica
exigido pela Polícia Federal.

Fonte: www.google/imagens
Fonte: Arquivo Pessoal

• Distância do atirador ao alvo: 10


CURSO PREPARATÓRIO PARA AQUISIÇÃO DE ARMA
DE FOGO NO CLUBE DE TIRO REDDELTA. (dez) tiros a 5 metros e 10 (dez) tiros a
7 metros;
Esses conhecimentos envolvem:
• Quantidade total de tiros: 20 (vinte)
1) Prova teórica que será composta de tiros;
20 (vinte) questões objetivas, acerca dos
• Tempo de duração: 20 (vinte) segundos
seguintes temas:
para cada sequência de 05 (cinco) tiros
a) Normas de segurança: 06 questões; ou 40 (quarenta) segundos para cada
sequência de 10 (dez) tiros;
b) Nomenclatura e funcionamento de
peças: 06 questões; • Da munição: Original, PROIBIDO o uso
de munição recarregada.
c) Conduta no estande: 03 questões; e
• Da aprovação: Será aprovado o
d) Legislação Brasileira sobre armas candidato que obtiver, no mínimo, 60%
de fogo (Lei nº 10.826/03 e Decretos (sessenta por cento) da pontuação
nº 9.845 e nº 9.877/19): 05 questões. máxima do alvo, ou seja, 30 (trinta)
pontos em cada distância, do total dos
Será aprovado o candidato que
50 (cinquenta) pontos possíveis. Para
obtiver 60% (sessenta por cento) de
a prova teórica adotar-se-á o mesmo
aproveitamento nessa avaliação.
percentual de acertos (60%).

COMUNIDADE | TIRO CERTO


53
• Da reprovação: o candidato dará • Será aprovado o candidato que com
ciência de sua reprovação em campo arma longa de alma lisa obtiver
próprio do formulário de aferição impacto no alvo em 50% (cinquenta
de habilidade de tiro real, podendo por cento) dos disparos (dois disparos
requerer nova avaliação após 30 dos quatro possíveis).
(trinta) dias.
Da reprovação: o candidato dará ciência
b) Armas de fogo longas de sua reprovação em campo próprio
• Do Alvo: Silhueta humanoide, padrão do formulário de aferição de habilidade
ANP/DGP/PF, com zonas de pontuação de tiro real, podendo requerer nova
decrescente de 5 (cinco) a 0 (zero) avaliação após 30 (trinta) dias.
pontos.
8.2. C O N H E C I M E N T O S
Distância do atirador ao alvo:
COMPLEMENTARES PARA USAR A ARMA
• Arma Longa de alma raiada: 20 (vinte) COM EFICIÊNCIA, EFICÁCIA E EFETIVIDADE
metros;
Diferente do que apresentam os filmes,
• Arma Longa de alma lisa: 15 (quinze)
operar uma arma de fogo não é algo
metros; e
simples para um leigo, principalmente se
Quantidade de tiros: isso ocorrer em uma situação de stress,
podendo gerar riscos para quem está
• Para alma raiada: 02 (duas) séries,
portando a arma e para terceiros. Assim,
de 05 (cinco) tiros, em 30 (trinta)
conhecer o equipamento e aprender a
segundos para cada série; e
operá-lo é essencial, além de mantê-lo
• Para alma lisa: 02 (duas) séries, de 02 sempre manutenido para que este não
(dois) tiros, em 20 (vinte) segundos falhe quando você precisar.
para cada série.
Por esse motivo, buscar conhecimento é
Da munição: Original, PROIBIDO o uso essencial. Por exemplo:
de munição recarregada. As armas de • Desmontagem e montagem, conhecendo os
alma lisa deverão utilizar cartucho com principais componentes e funcionamento
chumbo de nº 5 a 7,5 (padrão CBC). de cada um.

Da aprovação: Para melhor operar uma arma de fogo, é


• Será aprovado o candidato que com importante entender como ela funciona,
arma longa de alma raiada obtiver, quais são as suas principais peças e a
no mínimo, 60% (sessenta por cento) função de cada uma, isto permitirá a
da pontuação máxima do alvo, ou você, por exemplo, sanar uma pane se
seja, 30 (trinta) pontos do total de 50 ela não estiver funcionando, pois, pelo
(cinquenta) pontos possíveis; e sintoma apresentado, você saberá qual e
onde está o problema.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


54
• Fazer cursos

Operar uma arma requer


conhecimentos, inclusive
os básicos, cuja parte dele
você está aprendendo aqui,
mas isso, certamente, não
é tudo, assim como não
é suficiente para passar
na prova de capacitação
técnica exigida pela Polícia
Federal.
Fonte: Arquivo Pessoal

Além de aprimorar as
técnicas de tiro, um curso DESMONTANDO A ESPINGARDA ROSSI CAL 12, CANOS JUSTAPOSTOS,
BIGATILHO PARA MANUTENÇÃO
de capacitação lhe ajudará
a entender táticas e poderá
te trazer mais segurança
no manuseio, além de
uma maior efetividade no
disparo.

Por esse motivo, fazer cursos


para se manter atualizado é
fundamental para que você
seja um atirador confiante,
eficiente e efetivo.

Fonte: Arquivo Pessoal

CURSO DE PISTOLA PARA MULHERES

• Treinar periodicamente

Como em qualquer atividade, para se manter


e aprimorar os conhecimentos adquiridos,
é necessário treinar. Veja que o manuseio
CURSO DE ARMA LONGA – REDDELTA
de uma arma de fogo não é uma atividade
Fonte: Arquivo Pessoal
qualquer, ela pode gerar riscos. Ademais,

COMUNIDADE | TIRO CERTO


55
em caso de defesa, por exemplo, quanto Por esse motivo, não são todos os
melhor treinado você estiver, maiores momentos que você terá munição
serão as chances de se obter sucesso. disponível para praticar. Porém, muitos
Por esses motivos e por muitos outros, o treinamentos podem e devem ser feitos
treinamento é essencial. sem munição, treinando “em seco”.

Se você tiver um bom instrutor de tiro, ele


te ensinará que todos os procedimentos
para realização do tiro ocorrem antes de
você ouvir a explosão e acontecer o recuo
da arma, isso quer dizer que, quando
ocorre o “BOOOMMMM” e o recuo, o
projétil já saiu.
Fonte: Arquivo Pessoal

Fonte: www.google/imagens

CURSO OPERADOR DE FUZIL – ANP

Fique atento em alguns pontos que


devem ser observados:

• Para treinar corretamente, você deve Diante dessa informação, é possível


ter aprendido o que é certo. afirmar que os procedimentos realizados
por um atirador para realizar o tiro em
De nada adianta treinar se você não
“seco” são idênticos aos procedimentos
aprendeu ou aprendeu incorretamente.
com munição. O que pode diferenciar é
Por esse motivo, procurar instituições e
o efeito psicológico do estampido e do
profissionais efetivamente qualificados é
recuo, e o fato de o operador ficar mais
fundamental para que você comece ou
relaxado por saber que não há munição
recomece bem.
a ser disparada. Então, desde que você
Então, de nada adianta ficar atirando se esteja fazendo da forma correta, treinar
você não utiliza a técnica correta. A regra em seco te prepara tanto quanto treinar
é simples: aprenda o que é certo primeiro com munição.
e treine depois. • Manutenção
• Você não precisa de munição para
Fonte: www.google/imagens

todos os treinamentos

Assim como as armas, as munições


também são produtos controlados e não
são simples de se conseguir, como se
compra algo no supermercado.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


56
Fonte: Arquivo Pessoal
MANUTENÇÃO NO ARSENAL

A arma de fogo é um equipamento de 2º escalão, 3º escalão etc.). Esses


precisão, é um dispositivo complexo escalões são determinados pelo nível
que pode ser impedido de funcionar de complexidade da desmontagem
corretamente por vários fatores, dentre (até onde ela vai, vamos assim dizer),
eles está o acúmulo de pólvora, de juntamente da necessidade ou não de se
sujeira, ferrugem, peça danificada ou usar ferramentas.
mal posicionada etc. Uma arma que é Em regra, para o operador comum, a
conduzida diariamente junto ao corpo, por desmontagem em primeiro escalão é
exemplo, pode ser danificada pelo próprio suficiente para a manutenção básica,
suor, enferrujando-a e corroendo-a. normalmente, não havendo a necessidade
Assim, para funcionar corretamente, de utilização de ferramentas.
ela necessita ser manutenida com
regularidade, principalmente após a
realização de disparos.
A manutenção visa limpar e lubrificar a
FIQUE ligado! mesmo
ntes entre si e,
As armas são difere
arma, com ênfase nos componentes que
ja m de um a m es m a marca, pode haver
que se te,
podem gerar panes. Para realizá-la, você as. Consequentemen
diferenças entre el
cada uma também
precisa aprender a montar e desmontar, a desmontagem de ir
aprender a como fazer a limpeza e a fe re nt e. Ap es ar de a maioria segu
é di e
peças parecidas qu
lubrificação corretamente. um “padrão”, com
ões parecidas,
é
fu nç
te
rmar especificamen
dese m pe nh am
Convencionou-se a divisão da importante se info pois
s de desmontá-la,
desmontagem em níveis, que se nomina, sobre a arma ante
nos.
normalmente, de “escalão” (1º escalão, isto poderá evitar da

COMUNIDADE | TIRO CERTO


57
Não entendeu?
Assista aí! com a apresentação de certidões
negativas de antecedentes criminais
fornecidas pela Justiça Federal,
Estadual, Militar e Eleitoral e de
não estar respondendo a inquérito
policial ou a processo criminal, que
poderão ser fornecidas por meios
eletrônicos;

09 QUAIS OS REQUISITOS
PARA O CIDADÃO COMUM
ADQUIRIR UMA ARMA DE
II – apresentação de documento
comprobatório de ocupação lícita e
de residência certa;
FOGO DE USO PERMITIDO?
III – comprovação de capacidade
técnica e de aptidão psicológica
Se você leu com atenção tudo até aqui,
para o manuseio de arma de fogo,
você já deve saber que arma de fogo é
atestadas na forma disposta no
um produto controlado. As instituições
regulamento desta Lei.
responsáveis por esse controle são a
Polícia Federal e o Exército. Assim, você
também já deve ter percebido que não é 2) Decreto nº 9.845, de 25 de junho de
qualquer pessoa que poderá adquiri-la. 2019 – Regulamento do Estatuto do
Desarmamento
Quem deseja realizar essa aquisição deve
cumprir alguns requisitos. Esses requisitos Art. 3º Para fins de aquisição de arma
são estabelecidos pela Lei nº 10.826 – de fogo de uso permitido e de emissão
Estatuto do Desarmamento; pelo Decreto do Certificado de Registro de Arma de
nº 9.845, de 25 de junho de 2019; pelo Fogo, o interessado deverá:
Decreto nº 9.847, de 25 de junho de I - apresentar declaração de efetiva
2019 e por regulamentos expedidos pela necessidade;
Polícia Federal e pelo Exército.
II - ter, no mínimo, vinte e cinco anos
de idade;
9.1. REQUISITOS LEGAIS PARA
AQUISIÇÃO DE ARMA DE FOGO DE USO III - apresentar original e cópia de
PERMITIDO documento de identificação pessoal;
Abaixo temos os regramentos legais com IV - comprovar a idoneidade moral
os seus principais dispositivos: e a inexistência de inquérito policial
ou processo criminal, por meio de
1) Lei nº 10.826, de 22 de dezembro de
certidões de antecedentes criminais
2003 – Estatuto do Desarmamento
das Justiças Federal, Estadual,
Art. 4º Para adquirir arma de fogo de Militar e Eleitoral;
uso permitido o interessado deverá,
V - apresentar documento
além de declarar a efetiva necessidade,
comprobatório de ocupação lícita e
atender aos seguintes requisitos:
de residência fixa;
I - comprovação de idoneidade,
COMUNIDADE | TIRO CERTO
58
VI - comprovar, periodicamente, a IV - apresentar documento
capacidade técnica para o manuseio comprobatório de ocupação lícita e
da arma de fogo; de residência fixa;
VII - comprovar a aptidão psicológica V - comprovar, periodicamente, a
para o manuseio de arma de fogo, capacidade técnica para o manuseio
atestada em laudo conclusivo da arma de fogo; e
fornecido por psicólogo credenciado VI - comprovar a aptidão psicológica
pela Polícia Federal; e para o manuseio de arma de fogo,
VIII - apresentar declaração de atestada em laudo conclusivo
que possui lugar seguro para fornecido por psicólogo credenciado
armazenamento das armas de fogo pela Polícia Federal.
das quais seja proprietário de modo
a adotar as medidas necessárias para
impedir que menor de dezoito anos 4) Regulamentos estabelecidos pelo
de idade ou pessoa com deficiência Exército e pela Polícia Federal
mental se apodere de arma de fogo Com o fim de detalhar o que está
que esteja sob sua posse ou que seja estabelecido nos decretos que, por sua
de sua propriedade nos termos do vez, detalharam a lei, o Exército e a
disposto no art. 13 da Lei nº 10.826, Polícia Federal publicarão documentos
de 2003. (portarias, por exemplo) informando os
procedimentos a serem cumpridos pelo
cidadão para aquisição de arma de fogo
3) Decreto nº 9.847, de 25 de junho de no âmbito de cada instituição, além de
2019 – Regulamento do Estatuto do outras informações complementares.
Desarmamento
Art. 12. Para fins de aquisição de arma

FIQUE atento!
de fogo de uso permitido e de emissão
do Certificado de Registro de Arma de
Fogo, o interessado deverá:
deral
qu e o Ex ér ci to e a Polícia Fe
I - ter, no mínimo, vinte e cinco anos Assim mentos,
us respectivos regula
se .
informaremos a você
de idade; pu bl ic ar em
fique tranquilo que
II - apresentar original e cópia de canais.
Siga-nos em nossos
documento de identificação pessoal;
eracional
@marceloadrianoop
III - comprovar a idoneidade moral driano-
e a inexistência de inquérito policial Facebook: Marcelo-A
24
Operacional-1081106440678
ou processo criminal, por meio de
rianooperacional
certidões de antecedentes criminais Youtube: marceload
das Justiças Federal, Estadual,
Militar e Eleitoral;

COMUNIDADE | TIRO CERTO


59
9.2. RESUMO E INTERPRETAÇÃO DOS se o indivíduo estiver no rol de cargos,
REQUISITOS LEGAIS PARA AQUISIÇÃO como os relacionados à segurança
DE UMA ARMA DE FOGO DE USO pública, um policial, por exemplo, poderá
PERMITIDO (CIDADÃO COMUM) adquirir com 18 anos.
Para facilitar o entendimento, e pelo fato Outro ponto importante é que não existe
de os regramentos legais serem um pouco previsão de idade máxima, ou seja, a
confusos, vamos explicar melhor cada partir dos 25, desde que cumpra os outros
um dos requisitos. Veja, a seguir, quais requisitos, qualquer pessoa pode adquirir
os requisitos que você deve cumprir para uma arma.
conseguir autorização para aquisição de
uma arma de fogo:
3) Apresentar original e cópia de
1) Apresentar uma declaração de documento de identificação pessoal
necessidade
Pode ser qualquer documento oficial que
Quem deseja adquirir uma arma deverá identifique o candidato a comprador de
apresentar uma declaração devidamente arma, a RG ou CNH.
assinada informando que tem a
necessidade de adquirir uma arma de
fogo. 4) Comprovar a idoneidade moral e a
• Presunção de veracidade da inexistência de inquérito policial ou
necessidade processo criminal, por meio de certidões
de antecedentes criminais das Justiças
Segundo o Decreto nº 9.845, presume- Federal, Estadual, Militar e Eleitoral
se a veracidade dos fatos e das
circunstâncias afirmadas na declaração A idoneidade se confirma pela inexistência
de efetiva necessidade. Isso quer dizer de registros de natureza criminal em
que não cabe à Polícia Federal averiguar nome da pessoa que deseja adquirir uma
para depois autorizar, pois os motivos são arma. Essa inexistência se comprova por
presumidos. intermédio de certidões de antecedentes
expedidas pelos órgãos relacionados.

FIQUE atento!
A Polícia Federal de
verá estabelecer Atenção!
sa declaração.
um modelo para es • Serão exigidas as certidões de
antecedentes apenas do local
de domicílio do requerente, que
2) Ter, no mínimo, vinte e cinco anos de apresentará declaração de inexistência
idade de inquéritos policiais ou processos
criminais contra si em trâmite nos
Essa é a idade mínima para que uma demais entes federativos.
pessoa “comum” possa adquirir, porém,

COMUNIDADE | TIRO CERTO


60
• Parte dessas certidões podem ser comprovante de capacidade técnica
extraídas on-line nos sites das deverá ser expedido por instrutor de
instituições. Em alguns estados, como armamento e de tiro credenciado pela
Mato Grosso, todas as certidões podem Polícia Federal no SINARM10 e deverá
ser obtidas on-line, já em outros, atestar, necessariamente:
como o Paraná, existem certidões que • Conhecimento da conceituação e das
somente são emitidas fisicamente normas de segurança relativas à arma
pelo órgão responsável. de fogo;
• Conhecimento básico dos
5) Apresentar documento comprobatório componentes e das partes da arma
de ocupação lícita e de residência fixa de fogo para a qual foi requerida a
Na realidade, o que se busca é a identificação autorização de aquisição; e
de alguma atividade ilícita. Assim, o fato de • Habilidade no uso da arma de fogo
não estar trabalhando, por exemplo, não é demonstrada pelo interessado em
impedimento para aquisição de uma arma. estande de tiro credenciado pelo
Da mesma forma é a situação do endereço, Comando do Exército ou pela Polícia
pois não é necessário ter um comprovante Federal.
em seu nome, desde que você comprove
de outras formas ter endereço fixo. Se você
mora com seus pais, por exemplo, junte FIQUE ligado!
um documento deles, um comprovante de prova estão no
endereço deles e uma declaração de que Os detalhes dessa
ial.
você reside com eles. item 8 deste mater

7) Comprovar a aptidão psicológica para

FIQUE atento ! o manuseio de arma de fogo, atestada


em laudo conclusivo fornecido por
estabelecer
verá psicólogo credenciado pela Polícia
A Polícia Federal de
essa declaração Federal
um modelo para
a e de residência
para ocupação lícit A aptidão psicológica é comprovada por
fixa. intermédio de laudo, após aplicação
de teste por psicólogo devidamente
credenciado pela Polícia Federal.
6) Comprovar, periodicamente, a
capacidade técnica para o manuseio da
arma de fogo 8) Apresentar declaração de que
Essa comprovação é realizada por possui lugar seguro para armazenamento
intermédio de um teste que deverá das armas de fogo das quais seja
ser aplicado por instrutor de tiro. O proprietário de modo a adotar as medidas

10
Sistema Nacional de Armas e o Sistema instituído no âmbito da Polícia Federal do Ministério da Justiça e Segurança Pública, man-
terá cadastro nacional, das armas de fogo importadas, produzidas e comercializadas no País.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


61
necessárias para impedir que menor de
dezoito anos de idade ou pessoa com
deficiência mental se apodere de arma
09 COMO ESCOLHER MINHA
PRIMEIRA ARMA?
de fogo que esteja sob sua posse ou que
seja de sua propriedade nos termos do Essa, sem dúvida, é a pergunta que
disposto no art. 13 da Lei nº 10.826, de recebo com maior frequência e,
2003 também, uma das mais complexas
para se responder. Por esse motivo,
aqui ela se configura mais como uma
Fique ligado! provocação, isso porque temos certeza
• A Polícia Federal deverá estabelecer um que, dentre os leitores deste e-book,
modelo para essa declaração de que surgirão muitos apaixonados que vão
possui lugar seguro para armazenamento adquirir muitas armas, mas é preciso
das armas de fogo. conhecer tudo o que é importante.
• Essa medida visa evitar que uma Diante da diversidade de armas que
pessoa sem a devida responsabilidade, você viu até agora (espécies, modelos e
maturidade ou capacidade mental tenha
fabricantes), que representam somente
acesso à arma e venha a provocar uma
uma fração das possibilidades, você já
tragédia.
percebeu que são muitas opções, o
• Se isso acontecer, você pode responder que pode gerar uma certa dificuldade
por crime de omissão de cautela segundo na decisão sobre qual arma adquirir.
o art. 13 do Estatuto do Desarmamento.
Além da diversidade de armas que
Omissão de cautela podem ser adquiridas, outros fatores
Art. 13. Deixar de observar as cautelas devem ser considerados. Vejamos
necessárias para impedir que menor de alguns exemplos de questionamentos
18 (dezoito) anos ou pessoa portadora de que devem ser feitos antes de comprar
deficiência mental se apodere de arma de uma arma:
fogo que esteja sob sua posse ou que seja
de sua propriedade: • A arma é para defesa pessoal, defesa
patrimonial, defesa residencial,
Pena – detenção, de 1 (um) a 2 (dois) anos,
e multa. para prática de esporte, para
caça ou porque gosta de armas e,
Parágrafo único. Nas mesmas penas
incorrem o proprietário ou diretor
simplesmente, quer ter uma?
responsável de empresa de segurança e • Você mora em área urbana ou rural?
transporte de valores que deixarem de
registrar ocorrência policial e de comunicar • A arma permanecerá em sua
à Polícia Federal perda, furto, roubo ou residência ou em seu local de
outras formas de extravio de arma de fogo, trabalho?
acessório ou munição que estejam sob sua
guarda, nas primeiras 24 (vinte quatro)
• Se for local de trabalho, é uma fábrica
horas depois de ocorrido o fato. (local amplo), um supermercado ou
um escritório?

COMUNIDADE | TIRO CERTO


62
• Se mora em área urbana, é em Feitos esses questionamentos, vou agora
apartamento ou em casa? te dar direcionamentos básicos para que
• Você mora sozinho ou com outras você tenha condições de entender o que é
pessoas? necessário para escolher a arma “ideal”.

• Onde você pretende guardar essa

FIQUE atento!
arma?
• Quando você vai trabalhar, fica alguém
o vários pontos
em casa? Como você viu, sã
r levados em
• A sua compleição (estrutura física) que devem se
ns id er aç ão. A ss im , são inúmeras
permite que você atire com qualquer co
rem abordadas,
possibilidades a se
arma e com a mesma eficiência? ssível verificar
tornando-se impo
• Quanto eu posso investir para ter uma . Então, daremos
todas neste e-book
arma? para um mero
alguns exemplos
Esses são exemplos de questionamentos direcionamento.
que devem ser feitos ao se cogitar
adquirir uma arma de fogo, isso para que
ela cumpra seus objetivos da melhor
forma possível. Então, é importante um Para ilustrar melhor, vamos pensar em
exercício de imaginação, analisando o uma situação mais corriqueira, que possa
ambiente onde você estará armado e acontecer a um cidadão comum, um
terá que agir. roubo com você dentro de sua residência.
Além disso, após essa análise, antes de Nesse caso, essa arma seria utilizada para
adquirir uma arma, você ainda precisa se defesa pessoal. Dentro de sua realidade,
questionar: é importante você se questionar e se
informar sobre como se resolveria essa
1. Eu entendo todas as implicações de situação com você estando armado e
ter uma arma? disposto a se defender.
2. Sei que ter uma arma pode gerar Questione-se: qual o seu objetivo em
riscos? uma situação como essa?
3. Sei quais são os riscos gerados por A resposta é simples: SOBREVIVÊNCIA
uma arma? SUA E DE SUA FAMÍLIA.
4. Sei que ter ou portar uma arma gera O principal objetivo em um momento
uma grande responsabilidade? como esses é sobreviver, isso porque
5. Tenho consciência de que a arma não é você não poderá saber como vai ser o
um artefato mágico, que para aumentar desfecho desse ato criminoso. O meliante
minhas possibilidades de sucesso em poderá, além de roubar, cometer atos
seu uso eu terei que estar preparado de crueldade, matando, torturando,
técnica e psicologicamente? estuprando, por exemplo.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


63
eliminação do risco, mas, nesse caso,
ao atingir com tiros o meliante, você
poderá provocar vários efeitos físicos e
Fonte: www.google/imagens

psicológicos que poderão, no mínimo,


gerar uma janela de oportunidade para a
sua sobrevivência.

3) Acertar tiros que podem vir a matar o


Se seu objetivo é sobreviver e a arma de meliante
fogo não é um artefato mágico, como Nesse caso, havendo somente um
alguns filmes tentam mostrar, é essencial meliante, ele seria eliminado e o risco
conhecer quais fatores podem ajudar não existiria mais.
você a sobreviver ao se utilizar uma arma
em uma situação como essa. Dentre eles,
vamos citar: 4) Para ter maior efetividade o ideal
é você ter a melhor arma e o melhor
1) Os estampidos dos tiros calibre para sua situação
Como qualquer animal, o ser humano tem Nesse contexto, é importante avaliar
um latente instinto de sobrevivência que tudo o que favorecerá você a acertar o
se manifesta em situações de risco. Como disparo e produzir o efeito desejado com
o objetivo do assaltante é obter ganhos o impacto do projétil. Para obter o melhor
patrimoniais, ao ouvir o estampido de um resultado, é essencial escolher a melhor
tiro, ele sentirá sua vida em risco. Como, combinação arma/calibre.
nesse caso, a vida é mais importante que
o ganho patrimonial, o meliante poderá: Para escolher a melhor arma/calibre, é
importante você conhecer o conceito
• Fugir ou tentar fugir (maioria dos de energia produzida no disparo, mesmo
casos); que de forma básica.
• Buscar abrigo: conduta que dificultará
a ação do meliante, pois não poderá Energia cinética
agir livremente;
Fonte: www.google/imagens

• No mínimo, distrair-se, principalmente


se ele for pego de surpresa, pois
o estampido dos tiros tornará o
ambiente mais caótico, o que poderá
propiciar uma janela de oportunidade
para sua sobrevivência.

2) Acertar tiros, vindo a reduzir a Energia cinética é a energia associada


capacidade combativa do meliante ao movimento dos corpos (no caso, o
Veja que acertar tiros não significa a projétil), em linguagem simples, é a

COMUNIDADE | TIRO CERTO


64
“potência” que o projétil possui durante formato de um revólver, por exemplo),
seu deslocamento. Os principais fatores mas que deveria atingir um alvo a 5 km,
componentes dessa energia são a com energia suficiente para matar um
massa do projétil e a velocidade com elefante.
que se desloca. Assim, quanto maior a Considerando a tecnologia atual, essa
velocidade e maior a massa, maior será a arma é impossível de ser construída.
energia cinética. Isso porque o projétil terá que ter uma
Essa “potência” com que o projétil massa muito grande para os mecanismos
atinge o alvo é o que provoca os danos. de um revólver que seja considerado de
Assim, quanto maior a energia produzida, porte. Além disso, para que esse projétil
maior será a possibilidade de danos chegue com tal velocidade, a quantidade
provocados. Quanto maiores forem os de propelente e a pressão gerada pela
danos provocados, maior a possibilidade sua queima será muito maior do que uma
de neutralização do oponente ou a arma de porte possa suportar.
perfuração de um obstáculo, como uma
porta, por exemplo.
Você, então, pode pensar:
Basta produzir armas que sejam capazes
Fonte: www.google/imagens

de realizar disparos com a máxima


energia, ou seja, um projétil grande a
uma alta velocidade, assim, quando um
único tiro atingir o oponente ele será
neutralizado.
Mas não é simples assim. Para construir a arma, o engenheiro terá
No desenvolvimento das armas de que abrir mão de uma das características
fogo e das munições, são muitos os que idealizou, ser portátil, por exemplo,
fatores levados em consideração para se afinal, ele não conseguirá esse efeito com
balancear o binômio massa/velocidade, uma arma pequena.
buscando-se a composição ideal para a Voltando à realidade, a combinação entre
finalidade que se propõe para a arma, as características da arma, deve atender
para que a arma seja “usável” para o fim o mais próximo possível das necessidades
a que se destina. de quem compra, por isso é necessário
escolher com cuidado. Estudando um
pouco mais de Balística11 (Interna,
Por exemplo:
Externa e Terminal), você entenderá que
Exagerando bastante para você entender, existem vários fatores que interferem na
vamos imaginar que um engenheiro “potência” (energia cinética) com que o
idealize uma arma que seja de porte (no projétil chega até o alvo.
11
Balística é a ciência que estuda o movimento dos projéteis, especialmente das armas de fogo, seu comportamento no interior destas
e, também, no seu exterior, como a trajetória, impacto, marcas, explosão, etc., utilizando-se de técnicas próprias e conhecimentos de
física e química, além de servir a outras ciências.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


65
Servem de exemplos o peso e formato • Vantagens: maior potência (em
do projétil, a quantidade e o tipo de comparação a uma arma curta de
propelente, o aproveitamento maior calibre parecido) e precisão, maior
ou menor do propelente conforme o poder intimidatório;
comprimento do cano (queima por mais
tempo nos canos maiores), a resistência • Desvantagem: menor mobilidade,
do ar, o vento, a gravidade etc. maior dificuldade para guardar,
impossível de portar de forma discreta.
Mas, mesmo diante de tantas variáveis,
para o cidadão comum, pode-se elencar b) Arma Curta:
as seguintes vantagens e desvantagens
como direcionadores gerais na hora da
escolha.

atenção! sim
desvantagens são as
Essas vantagens e o
tomado como base

Fonte: Arquivo Pessoal


classi ficadas qu ando
um.
al” e o cidadão com
ser humano “norm ns
ens e desvantage
Aqui, essas vantag
râmetro.
servem de mero pa

• Vantagens: maior mobilidade, menor


1) Quanto ao tamanho/portabilidade: dificuldade para guardar, possível de
portar de forma discreta.
a) Arma longa:
• Desvantagem: “menor” potência (em
comparação a uma arma longa de
calibre parecido) e precisão, “menor”
poder intimidatório.

2) “Potência” do calibre:
a) Calibres maiores:
• Vantagens: maior potência, maior
intimidação pelo estampido (explosão
do disparo), maior dano no local do
impacto, maior possibilidade de romper
eventuais abrigos dos oponentes;
Fonte: Arquivo Pessoal

• Desvantagem: arma de tamanho


maior, maior recuo, maior dificuldade
de manuseio, menor precisão (armas
curtas), maior dificuldade para se
portar, menor cadência de tiro 12.
12
Quantidade de tiros disparados por minuto.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


66
b) Calibres menores:
• Vantagens: arma de tamanho menor,
menor recuo, menor dificuldade de
manuseio, maior precisão (armas
curtas), menor dificuldade para se
portar, maior cadência de tiro;
• Desvantagem: menor potência, menor Fonte: www.google/imagens

intimidação pelo estampido, menor Imagine-se nesse lugar tendo que usar
dano no local do impacto, menor uma arma de fogo.
possibilidade de romper eventuais
abrigos dos oponentes. Nesse caso, seria aconselhável uma arma
longa, em razão de sua maior potência,
maior alcance e precisão. Deve-se ficar
10.1. ESPÉCIE DE ARMA IDEAL atento também à capacidade de recarga
Diante de tudo que foi explicado, da arma, evitando-se armas de tiro
veremos algumas situações que possam unitário, já que a cada tiro é necessário
se enquadrar, ao menos em parte, em abrir a arma para inserir uma nova
sua realidade. Vale relembrar que são munição, tirando agilidade do atirador.
meros exemplos ilustrativos para um Também seria aconselhável a aquisição
direcionamento básico. de uma arma curta para defesa de
curta distância e backup. Imagine que o
meliante tenha conseguido chegar até
sua residência ou o local onde você se
encontra e a munição no interior da arma
longa tenha acabado, você precisará
de uma arma para defesa imediata, ao
menos até que você consiga recarregar a
Fonte: www.google/imagens

arma longa, assim, uma arma curta seria


ideal para este momento.
Fonte: www.google/imagens

1) Um homem que deseja adquirir uma


arma para defesa pessoal e de sua
propriedade rural em caso de roubos.
Veja que esse tipo de ambiente é um
lugar amplo, com distâncias maiores para
realização de disparos, vários locais para
se abrigar a distância etc.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


67
2) Uma mulher reside sozinha em um Uma pistola propiciará uma capacidade
apartamento e deseja ter uma arma maior de carga de munição, dando uma
para defesa. autonomia maior para ela, afinal, com
mais munições, pode-se atirar mais
(aumentando as chances de acertar o
alvo e combater por mais tempo).

Fonte: www.google/imagens
Fonte: www.google/imagens

PISTOLA GLOCK 17 9MM GEN 4

3) Alguém que deseja simplesmente


praticar tiro ao alvo, ou seja, um amador.

Nesse caso, a situação se desenvolveria em Nesse caso, uma arma longa de alma
um ambiente confinado, apertado, com raiada seria ideal. Adicionalmente, é
pequenas distâncias, onde a mobilidade possível a aquisição de aparelhos para
e rapidez são mais importantes que o auxiliar nos tiros de longa distância, como
maior poder de fogo que uma arma longa uma luneta ótica.
proporcionaria.
Chega-se à conclusão que uma arma 10.2. CALIBRE IDEAL
curta seria mais aconselhável. Outra pergunta importante que você
Mas qual arma curta, pistola ou revólver? deve se fazer ao pensar em adquirir uma
arma é: QUAL O CALIBRE IDEAL?
Vejamos novamente os dois casos e
algumas considerações importantes:
1) Um homem que deseja adquirir uma
Fonte: www.google/imagens

arma para defesa pessoal e de sua


propriedade rural em caso de roubos
frequentes que vem ocorrendo na
região.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


68
Sendo para defesa, recomenda-se uma Nesse caso, o ideal seria ela buscar
arma de calibre maior, com potência e um clube de tiro e fazer, inicialmente,
alcance maiores, como uma carabina ao menos uma aula com um instrutor,
.357 Magnum ou uma espingarda calibre testar os modelos e os calibres para que
12. depois, com as devidas orientações, faça
a escolha da arma que ela melhor se
adaptar.
2) Uma mulher reside sozinha em um
apartamento e deseja ter uma arma
para defesa.
Nesse caso, considerando que a mulher
possui, em regra, uma compleição física
menor que o homem (mão menor para
empunhar a arma, por exemplo) e menos
força física (para controlar o recuo e
obter recuperação mais rápida da visada

Fonte: Arquivo Pessoal


para o próximo tiro, por exemplo), deve-
se buscar um calibre para pistola que ela
consiga “dominar” com maior facilidade.
O modelo também é importante, pois a
ergonomia também contribui para um
É possível afirmar, nesse caso, que calibres
melhor resultado.
muito grandes, como .45, são menos
eficientes, pois o tamanho da arma e o
recuo influenciam na efetividade.
Calibres muito pequenos como o .22,
também não cumpririam bem a finalidade
de defesa, já que tem um poder de lesão
imediata, muito menor, e até mesmo, o
pequeno estampido é pouco intimidador.
Sem levar em consideração nenhum outro
fator, poderiam se encaixar melhor nessa
necessidade os calibres .380 ou 9mm.

Você pode pensar: mas .380 não seria


um calibre muito “fraco”?
Veja que é melhor agir com eficiência,
Fonte: Arquivo Pessoal

acertando os disparos, que ter um


calibre maior e não conseguir manusear
NOSSA ALUNA MAYARA CASTRO TESTANDO corretamente a arma.
UMA PISTOLA GLOCK

COMUNIDADE | TIRO CERTO


69
Esses são meros exemplos e tudo que
deve ser levado em consideração. Então,
avalie sua situação em todos os aspectos
e busque a orientação de um profissional
para poder tomar a melhor decisão.
3) Alguém que deseja simplesmente
praticar tiro ao alvo.
Fonte: www.google/imagens

Nesse caso, por ser amador e buscar


somente divertimento, o calibre ideal
GLOCK G42 380 PINK seria o .22 LR, este é o ideal em razão
do baixo poder lesivo e do baixo custo da
arma e da munição.

CONCLUSÃO
Espero que tenham gostado do e-book, ele foi feito para te ajudar a entender um pouco
mais sobre esse mundo.Agradeço a sua confiança e consideração. Qualquer dúvida, pode
entrar em contato.

COMUNIDADE | TIRO CERTO


70
COMUNIDADE | TIRO CERTO
71

Você também pode gostar