Você está na página 1de 40

1

Globalização
A Globalização é um processo de ausência ou diminuição de barreiras econômicas e imigratórias entre os países.
Está caracterizada pelo aprofundamento das relações econômicas, sociais, culturais e políticas entre os povos do mundo.

Características da Globalização
Econômicas
A globalização se caracteriza pela união do mercado mundial através de blocos econômicos e a desaparição das fronteiras
comerciais entre seus membros.
Com isso, se verifica o aumento da concorrência econômica e do nível de competição, com a consequente exploração da mão de
obra.
No mundo globalizado, se valoriza a qualificação profissional, ao mesmo tempo em que se diminuem os direitos trabalhistas que
empurram os trabalhadores para o mercado informal.
Políticas
Os fóruns e organismos internacionais se transformaram no palco privilegiado das decisões políticas e econômicas.
Por isso, os blocos econômicos tentam dar aos cidadãos participação política seja através de parlamentos a fim de que se
construa um espaço de discussão.
Comunicações
A marca mais visível da globalização talvez seja no campo dos meios de comunicação.
A televisão e o telefone já cumpriam este objetivo, mas com o advento da Internet e dos celulares inteligentes, este papel foi
ampliado. Por isso, vemos como a informação agora é instantânea e próxima, se estamos conectados a uma rede.

Globalização no Brasil
Ao longo de sua história, o Brasil quase sempre foi um mercado fechado para produtos importados.
No entanto, após a ditadura militar de 1964 a 1985, o mercado nacional foi aberto e a globalização chegou ao País. Isto se deu
através da implementação do Neoliberalismo com o Plano Collor, que promoveram a abertura do mercado nacional e as
privatizações de empresas estatais.
Além disso, a expansão das indústrias e das empresas multinacionais foram essenciais para reforçar o processo de globalização
no país.

Globalização econômica
Um fato notável da globalização é o acúmulo de conhecimentos. Isso provoca aumento no compasso das transformações nos
meios de produção e tem como consequência o barateamento do método produtivo das indústrias.
Assim, desde os primórdios, notamos uma dispersão da cadeia de produção, através da qual os produtos são fabricados em
vários países.
O objetivo principal é reduzir os custos pela exploração da mão de obra, matéria-prima e energia nos países em desenvolvimento.
Podemos também imaginar a globalização como um processo que visa constituir e aperfeiçoar uma rede de conexões.
O intuito é encurtar as distâncias, facilitando as afinidades culturais e econômicas, posto que estabelece a conexão entre os
países e as pessoas de todo mundo.
Nesse sentido, as instituições financeiras (bancos, casas de câmbio) criaram um sistema eficaz para beneficiar a transferência de
capital e comercializar ações em escala mundial.

Blocos econômicos
O aumento das relações econômicas entre os países gerou a necessidade de expandir seus mercados e garantir um lugar para
seus produtos.
Assim, ocorreu a criação de blocos econômicos, cujo objetivo principal é aumentar as relações comerciais entre os membros.
Estas associações são feitas de acordo com a proximidade geográfica dos países e podemos citar como exemplo a União
Europeia, o Mercosul, o USMCA (antigo Nafta), o Pacto Andino e a APEC.
Os blocos econômicos também tem a preocupação de garantir valores como a democracia, a extinção da pena de morte e
atenção à infância.

Globalização cultural
Com a abertura de mercados, o consumidor (que passa a ser uma nova categoria de cidadão) tem acesso a produtos importados
de qualidade a baixo custo.
Este processo contribui para o acesso aos meios de comunicação pelo barateamento das tecnologias e dos métodos de
produção.
Um dos ícones da globalização é a Internet, a rede planetária que conecta computadores. Ela se tornou possível graças a pactos
entre diferentes entidades públicas e privadas por todo mundo.
Deste modo, a língua inglesa torna-se fundamental na Internet, como uma forma rápida eficiente para se relacionar com pessoas
de outros países.
No entanto, não deixa de ser uma forma de colonização cultural, pois outros idiomas e expressões culturais são deslocados ou
sub-valorizados.

Vantagens e desvantagens da globalização

DIA 5
2

Como principal ponto positivo da globalização temos os avanços tecnológicos que facilitam o fluxo de informação e de capitais
mediante inovações nas áreas das Telecomunicações e da Informática.
A Globalização fez surgir a Geração Y, a primeira que está vivendo num mundo hiper conectado e com menos barreiras
comerciais e culturais.
Como ponto negativo é preciso afirmar que a maior parcela do dinheiro fica entre os países mais desenvolvidos. Estes conseguem
lucros astronômicos e cria uma brutal concentração da riqueza gerando uma relação desproporcional no mundo.

Origem da globalização
A origem da globalização remonta ao século XV durante o período mercantilista. Várias nações europeias lançaram-se ao mar em
busca de novas terras e riquezas.
Posteriormente, no século XVIII, marcou-se por um incremento no fluxo de força de trabalho entre os países e continentes,
especialmente nas novas colônias europeias na África e na Ásia.
O europeu entrou em contato com povos de outros continentes e estabeleceu relações comerciais e culturais em níveis sem
precedentes.
No século XIX, com a invenção da eletricidade, das ferrovias e dos navios a vapor, as distâncias encurtaram e os produtos
puderam chegar aos lugares mais remotos.

Globalização no século XX
Esse conjunto de transformações, de ordem política e econômica, intensificou-se, sobretudo, no final do século XX, com destaque
para o período pós Segunda Guerra Mundial, mais conhecido como Guerra Fria.
Neste momento, os países se dividiam em aqueles que adotaram o capitalismo, apoiados pelos Estados Unidos e os que
adotaram o socialismo, liderados pela União Soviética.
Após o fim da União Soviética, porém, o mundo já não estava mais dividido por uma barreira ideológica. Os países que
pertenceram ao bloco comunista iriam adotar o liberalismo, como forma de governo e o capitalismo como política econômica.
Os países adotam as medidas neoliberais que defendem a abertura dos mercados nacionais, fim das estatais, diminuição dos
direitos trabalhistas, entre outras medidas. Desta forma, o neoliberalismo vai impulsionar o processo de globalização econômica
pelos quatro cantos do mundo.

Problemas ambientais no Brasil


Os problemas ambientais no Brasil começaram a se agravar entre 1930 e 1970, quando o movimento de industrialização e
urbanização propiciou o desenvolvimento, mas não pensou de forma adequada na questão da proteção do ambiente.
Apesar das medidas de controle que foram surgindo ao longo dos anos, o crescimento da população e da indústria desafiam
continuamente a luta contra a degradação ambiental.
Atualmente, os principais problemas ambientais brasileiros são:
 desmatamento;
 depósitos de lixo a céu aberto;
 poluição da água;
 poluição do ar;
 poluição do solo;
 queimadas.

Desmatamento: o mais grave


O Desmatamento é um dos mais graves e mais antigos problemas ambientais brasileiros, uma vez que teve início na exploração
do pau-brasil, logo na chegada dos portugueses em 1500.
Com o passar dos anos, esse problema foi se agravando à medida que o Brasil foi urbanizado, a atividade agrícola se expandiu e
o País se tornou o terceiro maior produtor de madeira do mundo.
Impactos ambientais:
 destruição da biodiversidade;
 erosão do solo;
 aquecimento global.

Depósitos de lixo a céu aberto: sistemas de coleta falhas


Os lixões são sérios problemas ambientais nas cidades brasileiras. O mesmo se agrava com o aumento da população e,
consequentemente, do aumento da produção de lixo, em decorrência da falta de sistemas de coleta e tratamento adequado dos
resíduos.
Impactos ambientais:
 produção de chorume e consequente contaminação do solo e da água;
 aquecimento global;
 produção de gases tóxicos.

DIA 5
3

Poluição da água: falta de tratamento


A poluição da água é mais uma das grandes questões ambientais no Brasil. A falta de tratamento de esgoto é das principais
causas, uma vez que grande parte do esgoto doméstico é lançado na água. O problema agrava com o aumento da população e
consequente aumento da produção de lixo.
De acordo com a ANA - Agência Nacional de Águas, o Brasil comporta 12% da reserva de água do planeta, dos quais apenas 4%
é apropriada para consumo.

Impactos ambientais:
 destruição da biodiversidade (fauna e flora);
 falta d’água com qualidade para consumo;
 ameaçar as condições de vida das pessoas.

Poluição do ar: liberação de dióxido de carbono


A poluição do ar ou atmosférica também é um forte problema ambiental no Brasil, cujo país é um dos que mais libera dióxido de
carbono, prejudicando o meio ambiente.
A qualidade do ar fica comprometida com o avanço da indústria e a grande concentração de automóveis.

Impactos ambientais:
 buracos na camada de ozônio;
 mudanças climáticas, tal como aquecimento global;
 intoxicação de água, fauna e flora.

Poluição do solo: uso de agrotóxicos


A poluição do solo resulta da utilização de agrotóxicos, além da produção de lixo e do descarte incorreto de produtos químicos.
Utilizados com o fim de controlar doenças e pragas em plantações, os agrotóxicos tem como principal risco o desequilíbrio
ambiental. Infelizmente, o Brasil é o país que mais utiliza agrotóxicos no mundo.

Impactos ambientais:
 empobrecimento do solo;
 contaminação da água;
 destruição da biodiversidade (fauna e flora).

Queimadas: exploração agrícola


Grande parte das queimadas estão associadas à exploração agrícola. O problema é que essa prática descontrolada causa sérios
problemas ambientais.
Infelizmente, a área queimada no Brasil têm aumentado nos últimos anos.

Impactos ambientais:
 desertificação;
 poluição do ar;
 empobrecimento do solo.

Desastres ambientais no Brasil


No Brasil, infelizmente temos diversos exemplos de desastres ambientais que afetaram diretamente o meio ambiente e a
população de muitos estados.
Confira abaixo uma lista com os principais desastres ambientais que ocorreram no país.

1. Vazamento de óleo do petroleiro Tarik Iba Ziyad na Baía de


Guanabara (1975)
 Local: Baía de Guanabara, no estado do Rio de Janeiro
 Data: março de 1975
 Quantidade: 6 mil toneladas de crude (óleo)
O maior acidente de vazamento de óleo no Brasil aconteceu em meados dos anos 70 pelo petroleiro Tarik Iba Ziyad, que estava
sendo fretado pela Petrobras.
Isso aconteceu, pois, o casco do navio foi rompido em frente a enseada do Botafogo, próximo à ilha do Governador.
O resultado foi uma mancha de 10 centímetros de espessura que surgiu em alguns pontos da Baía de Guanabara. Por conta do
acidente, alguns locais também incendiaram.

2. Vale da Morte em Cubatão (1980)


 Local: Cubatão, interior do estado de São Paulo
 Data: ano de 1980

DIA 5
4

 Causa: liberação de gases tóxicos pelas indústrias do polo petroquímico de Cubatão


Na década de 80, a cidade de Cubatão, no interior de São Paulo, foi considerada uma das mais poluídas do país e o município
mais poluído do mundo, segundo dados da ONU.
O aumento de problemas de saúde da população, sobretudo associada ao sistema respiratório, e o número de mortalidade
passou a ser um dos mais significativos do país.
Isso tudo foi consequência das indústrias do polo petroquímico de Cubatão que poluíram o ar, a água e o solo da região, pois
eram lançados toneladas de gases tóxicos diariamente.
Esse caso atingiu proporções internacionais sendo citado em diversos veículos de comunicação na altura. Inclusive o nome “Vale
da morte” (Valley of death, em inglês) foi criado por um jornal americano.

3. Incêndio na Vila de Socó em Cubatão (1984)


 Local: Vila São José, em Cubatão, no interior do estado de São Paulo
 Data: 24 de fevereiro de 1984
 Mortes: 93 pessoas (número oficial)
 Quantidade: 700 mil litros de gasolina
 Empresa culpada: Petrobras
Um grande incêndio em Socó, atual Vila de São José em Cubatão, foi causado pelo vazamento de gasolina em um dos oleodutos
da Petrobras.
Devido a uma falha operacional, houve uma ruptura na tubulação e 700 mil litros de gasolina se espalharam no local. Cerca de 2
horas depois, um grande incêndio tomou conta da área alagadiça de mangue.
Todas as casas que se encontravam perto do local foram incendiadas e mais de 3 mil pessoas ficaram desabrigadas. Embora o
número oficial de mortos seja 93, moradores acreditam que mais de 500 pessoas morreram naquele incêndio.

4. Acidente com césio-137 em Goiânia (1987)


 Local: Goiânia, capital do estado de Goiás
 Data: 13 de setembro de 1987
 Mortes: 4 pessoas
 Quantidade: 19,26 g de Césio
 Empresa culpada: Instituto Goiano de Radioterapia
O maior acidente radiológico do Brasil aconteceu em 1987 na cidade de Goiânia. Dois catadores de lixo da região encontraram um
aparelho de radioterapia em uma clínica abandonada.
Com o intuito de vender as peças e ganhar algum dinheiro, levaram o aparelho para um ferro-velho da cidade. O trabalhador do
local desmontou o aparelho e dentro dele havia uma cápsula com o elemento radioativo do Césio.
As consequências vieram pouco depois, quando as pessoas que tiveram contato com o elemento começaram a ter tonturas e
vômitos.
Somente dias depois do primeiro contato, em 29 de setembro, que o caso foi confirmado e acionado um plano de emergência.
Apesar de somente ter 4 vítimas fatais, muitas pessoas foram contaminadas e sofreram com os níveis de radiação.

5. Vazamento de óleo na Baía de Guanabara (2000)


 Local: Baia de Guanabara, no estado do Rio de Janeiro
 Data: 18 de janeiro de 2000
 Quantidade: 1,3 milhão de litros de óleo combustível
 Empresa culpada: Petrobras
Considerado um dos maiores acidentes ambientais do Brasil, o vazamento do óleo que aconteceu na Baía de Guanabara no ano
2000 e atingiu cerca de 25 praias, ocorreu devido ao rompimento de um duto da Petrobras. No total, o vazamento foi de 1,3 milhão
de litros de óleo combustível.
O tubo que ligava a Refinaria Duque de Caxias (Reduc) ao terminal Ilha d’Água, na Ilha do Governador, foi rompido, atingido toda
a área do manguezal que ficou completamente destruída e contaminada.
A mancha de óleo se espalhou por cerca de 50 km  na Baía de Guanabara e afetou diretamente o trabalho de muitas famílias que
2

viviam da pesca, além do ecossistema do local.

6. Vazamento de óleo nos Rios Barigui e Iguaçu no Paraná (2000)


 Local: região metropolitana de Curitiba, capital do Paraná
 Data: 16 de julho de 2000
 Mortes: 1 pessoa
 Quantidade: 4 milhões de litros de petróleo (mais de 25 mil barris)
 Empresa culpada: Petrobras
O maior acidente ambiental no estado do Paraná aconteceu na região metropolitana de Curitiba no ano 2000.
Um dos dutos foi rompido durante a transferência de petróleo do terminal marítimo de São Francisco do Sul, em Santa Catarina,
para a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, no Paraná.
O resultado foi o vazamento de 4 milhões de litros de petróleo na bacia do Arroio Saldanha e os rios Barigui e Iguaçu.
As consequências deste acidente foram devastadoras para o ecossistema local, atingindo a fauna e flora, além das populações
que viviam próximas da região.

DIA 5
5

7. Naufrágio da plataforma P-36 na Bacia de Campos (2001)


 Local: Bacia de Campos, no interior do estado do Rio de Janeiro
 Data: 15 a 18 de março de 2001
 Mortes: 11 pessoas
 Quantidade: 1500 toneladas de óleo a bordo
 Empresa culpada: Petrobras
O naufrágio da plataforma da Petrobras P-36 foi considerado um dos maiores desastres na história da petrolífera brasileira. Ele
aconteceu no ano de 2001 na Bacia de Campos, no interior do Rio de Janeiro.
Nesse dia, a plataforma de produção de petróleo, que era a maior do até o momento, contava com 175 pessoas a bordo.
O acidente começou com a explosão de algumas colunas na madrugada do dia 15 de março. No total, foram 3 explosões que
causaram a morte de 11 pessoas.
Gradualmente, a plataforma foi imergindo nas águas e finalmente naufragou por completo dia 18 de março. Os principais
problemas associados a essa tragédia estavam: erros na manutenção e falhas nos procedimentos operacionais.

8. Rompimento da barragem em Cataguases (2003)


 Local: Cataguases, no interior do estado de Minas Gerais
 Data: 29 de março de 2003
 Quantidade: um bilhão e quatrocentos milhões de litros de lixívia (licor negro)
 Empresa culpada: Indústria Cataguases de Papel
Considerado um dos maiores desastres ambientais do Brasil, o rompimento da barragem na Fazenda Bom Destino, no município
mineiro de Cataguases, aconteceu em 2003.
O líquido de cor escura que vazou para as águas da Bacia Hidrográfica do Paraíba do Sul era a sobra industrial da produção de
celulose. No total, foram 900 mil metros cúbicos de rejeitos industriais de cor escura, conhecido como “licor negro”.
O resultado foi mais de 600 mil pessoas sem água durante semanas, o que afetou diretamente a vida de pescadores, agricultores
e famílias inteiras que residiam no local.
O acidente atingiu 3 estados do Brasil (Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro), e além dos danos causados aos seres
humanos, o ecossistema foi devastado afetando a fauna e a flora do local.

9. Rompimento de barragem Bom Jardim em Miraí (2007)


 Local: Miraí, interior do estado de Minas Gerais
 Data: 10 de janeiro de 2007
 Quantidade: 200 mil litros de lama de argila
 Empresa culpada: Rio Pomba Mineração (Grupo Bauminas)
O acidente que aconteceu em janeiro de 2007 na barragem Bom Jardim, no interior de Minas Gerais, foi um desastre ambiental de
grandes proporções.
O vazamento da barragem atingiu milhares de pessoas e causou grandes danos ao meio ambiente como a mortandade de
milhares de peixes.
Os residentes da região tiveram suas casas inundadas por uma lama tóxica, com resíduos de bauxita, e muitos locais de
agricultura também foram atingidos. Além disso, o acidente afetou o abastecimento de água de algumas cidades vizinhas como
Laje do Muriaé, no estado do Rio de Janeiro.

10. Vazamento de óleo na Bacia de Campos (2011)


 Local: Bacia de Campos, no interior do Rio de Janeiro
 Data: 9 de novembro de 2011
 Quantidade: 3700 barris de petróleo
 Empresa culpada: Petroleira americana Chevron
Um dos vazamentos de óleo na Bacia de Campos, no interior do Rio de Janeiro, aconteceu em 2011 devido a uma perfuração mal
sucedida do poço no campo de Frade realizada pela empresa de petróleo americana Chevron.
Resultados das pesquisas apontam que foi um erro cometido pela petroleira, pois o local não poderia ter sido perfurado por conta
da pressão existente.
O resultado desse desastre ambiental foi desastroso para a fauna do ambiente, no entanto, como aconteceu longe da costa, não
afetou diretamente populações das cidades próximas.
Um dos planos da empresa esteve avessa a limpeza correta do local, pois ao invés de retirar o óleo do oceano, ele foi afundado.

11. Incêndio na Ultracargo no Porto de Santos (2015)


 Local: Santos, litoral do estado de São Paulo
 Data: 2 a 9 de abril de 2015
 Quantidade: 60 mil m  de combustível (6 tanques)
3

 Empresa culpada: Terminal Químico de Aratu S/A, subsidiária da Ultracargo


Um dos maiores incêndios do Brasil ocorreu em 2015 na área industrial de Santos. O desastre aconteceu durante a transferência
dos tanques de combustível de gasolina e etanol. Nesse momento, houve um erro operacional que causou a explosão de uma das
válvulas.
Com isso, 6 tanques pegaram fogo, sendo que cada um tinha a capacidade de 10 mil m  de combustível. Isso gerou um grande
3

incêndio que durou oito dias até ser completamente apagado.

DIA 5
6

Felizmente, todos os trabalhadores e envolvidos no processo de contenção das chamas saíram ilesos. No entanto, habitantes das
áreas próximas sofreram com problemas respiratórios.
Os danos ambientais causados afetaram diretamente a qualidade do ar, do solo e das águas. A água utilizada para combater o
incêndio foi escoada para o mar novamente acarretando a morte de 9 toneladas de peixes.

12. Rompimento da barragem do Fundão em Mariana (2015)


 Local: Mariana, interior do estado de Minas Gerais
 Data: 5 de novembro de 2015
 Mortes: 19 pessoas
 Quantidade: 62 milhões de m  de lama
3

 Empresa culpada: Samarco


Considerada a maior tragédia ambiental do Brasil até o momento, esse evento aconteceu em 2015 na cidade mineira de Mariana.
O rompimento da Barragem do Fundão, usada para guardar os rejeitos de minério de ferro, resultou na morte de 19 pessoas e na
contaminação do rio, do solo, do mar e a destruição da flora.
A pequena cidade de Bento Rodrigues, localizada a 8 km da barragem, desapareceu na lama minutos depois do rompimento.
Durante 16 dias desde o início da tragédia, a lama atingiu mais de 40 municípios nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo até
chegar ao Oceano Atlântico.
Os moradores dessas localidades sofreram com o abastecimento de água, a pesca foi proibida e ainda, mais de dois mil hectares
de terras foram atingidos e inutilizadas para o plantio.

13. Rompimento da barragem Mina do Feijão em Brumadinho (2019)


 Local: Brumadinho, interior do estado de Minas Gerais
 Data: 25 de janeiro de 2019
 Mortes: 259 pessoas
 Quantidade: 12 milhões de metros cúbicos de rejeitos
 Empresa culpada: Vale S.A. (antiga Companhia Vale do Rio Doce - CVRD)
Considerado um dos maiores desastres ambientais do Brasil, o rompimento da barragem na cidade mineira de Brumadinho
aconteceu no início de 2019 na Mina Córrego do Feijão.
O local abrigava os rejeitos da mineradora e o resultado foi a morte de 259 pessoas, sobretudo de funcionários da empresa, e
ainda, cerca de 15 pessoas ficaram desaparecidas.
A avalanche de lama tóxica atingiu o município de Brumadinho e o Rio Paraopeba que fornecia água para comunidades locais.
O impacto ambiental desse desastre foi enorme com poluição do solo, dos cursos de água, da fauna e da flora do local.

Desastres ambientais
O que é desastre ambiental?
É um acontecimento que provoca uma alteração negativa no meio ambiente, tal como a desestabilização da fauna e
da flora, a morte e a deslocação de pessoas.
Os desastres ambientais tanto podem ter origem natural, como podem ocorrer por intervenção humana.
Tempestades, terremotos, furacões são exemplos de desastres ambientais de causa natural.
Já derramamento de petróleo no mar, acidentes nucleares, rompimento de barragens são exemplos de desastres
ambientais provocados pelo ser humano.

Desastres ambientais no Brasil


1. Acidente com Césio-137 (Goiânia, 1987)
Em 13 de setembro de 1987, um dos maiores acidentes nucleares da história teve início quando dois catadores de
ferro-velho recolheram um aparelho de radioterapia que encontraram em uma clínica desativada.
Contendo material altamente radioativo, o equipamento provocou a morte de 4 pessoas que tiveram contato direto
com o mesmo, dentre elas uma menina de 6 anos.
Muitas pessoas foram contaminadas, sendo que após o acidente, mais de 100 mil passaram a ser monitoradas.

2. Vazamento de óleo na Baía de Guanabara (Rio de Janeiro, 2000)


No dia 18 de janeiro de 2000, um vazamento causado pelo rompimento de um duto da Petrobras contaminou grande
parte do ecossistema da Baía de Guanabara.
Cerca de 1,3 milhões de litros de óleo se espalhou por uma extensão de 40 km² e provocou um dos maiores
acidentes ambientais da história do País. A atividade pesqueira foi fortemente prejudicada.
3. Rompimento da barragem em Mariana (Minas Gerais, 2015)
Em 5 de novembro de 2015, Minas Gerais presenciou o rompimento de uma barragem da mineradora Samarco.
Nesse desastre, foram despejados cerca de 60 milhões de metros cúbicos de rejeitos de mineração, que são os
resíduos provenientes da atividade mineradora.
Além de 19 mortos e vários desabrigados, a tragédia afetou o solo, tornando-o infértil, poluiu as águas e prejudicou
fortemente o ecossistema aquático.

DIA 5
7

4. Rompimento da barragem em Brumadinho (Minas Gerais, 2019)


No dia 25 de janeiro de 2019, Minas voltou a ser cenário de mais uma tragédia ambiental.
Desta vez, 14 milhões de metros cúbicos de rejeitos de mineração da mineradora Vale fez 252 vítimas mortais, além
do que contaminou a água e o solo.

Desastres ambientais no mundo


1. Bomba de Hiroshima (Japão, 1945)
No dia 6 de agosto de 1945, a primeira bomba atômica da história foi lançada pelos Estados Unidos ao Japão. A
cidade de Hiroshima foi destruída e cerca de 140 mil pessoas morreram.
Além das mortes provocadas no momento da explosão, ainda outras milhares de pessoas morreram, ou ficaram
feridas e cegas, em decorrência da contaminação da água e do solo.

2. A Névoa Matadora, Big Smoke (Londres, 1952)


Entre os dias 5 e 9 de dezembro de 1952, a poluição do ar tomou conta de Londres matando milhares de pessoas.
Motivados pelo frio, os londrinos queimaram muito carvão para se aquecer, uma situação que tomou proporções
incontroláveis em decorrência da qualidade do carvão utilizado, já que o carvão bom era exportado.
Foi a primeira vez que uma tragédia ambiental provocou a reflexão sobre a poluição do ar nas autoridades de saúde.

3. Acidente de Chernobyl (Ucrânia, 1986)


Em 26 de abril de 1986, o maior acidente nuclear da história fez vários mortos e colocou milhares de pessoas em
risco após a explosão de um reator.
A tragédia acabou com as possibilidades de cultivo naquela região e provocou mutações genéticas em animais. Por
conta dos riscos, milhares pessoas tiveram de ser deslocadas da cidade, que se transformou em atração turística.
Estima-se que o local apresente riscos de contaminação durantes os próximos 20 mil anos.

4. Ciclone Idai (Moçambique, 2019)


Na noite do dia 14 para 15 de março de 2019, o ciclone tropical Idai provocou uma tempestade que deixou 500
mortos em Moçambique.
A água contaminada provocou a cólera, além do que as inundações acabaram com os meios de subsistência dos
habitantes.

Causas e consequências dos desastres ambientais


Principais causas:
 Despreocupação com o meio ambiente;
 Desmatamento;
 Metas econômicas.
Bastantes desastres ambientais decorrem da falta de zelo com o meio ambiente. As tragédias provocadas por ação
humana muitas vezes resultam de objetivos econômicos, quando o lucro sobrepõe a preocupação com os cuidados
ambientais.

Principais consequências:
 Problemas de saúde e sanitários;
 Desestabilização da fauna e da flora;
 Deslocação de pessoas;
 Pessoas desabrigadas;
 Prejuízo econômico.
Como consequência dos desastres ambientais, a saúde e a segurança das pessoas são abaladas, porque a poluição
da água e do ar resulta em doenças.
Em alguns casos, a situação catastrófica não deixa outra alternativa a não ser o abandono da região vitimizada pelo
desastre, como aconteceu no acidente de Chernobyl.
No entanto, embora os desastres ambientais possam ser causados por objetivos econômicos, muito dinheiro acaba
sendo gasto na tentativa de restabelecimento das condições de vida após um desastre.
É o que acontece quando há necessidade de construir casas após terremotos, ou quando há prejuízos no setor
turístico em função das manchas de óleo que atingem as praias, o que acaba gerando desemprego.

Modo de produção capitalista


O modo de produção capitalista é a maneira que está organizado um sistema produtivo com o objetivo de lucrar.
Este sistema substituiu o modo de produção feudal na Europa e se espalhou pelo mundo nos séculos posteriores.

A produção capitalista
DIA 5
8

Ao longo da história da humanidade existiram vários modos de produzir bens sejam eles alimentos, roupas ou
veículos. Podemos citar o modo de produção asiático, escravista, feudal e capitalista.
A palavra capitalismo vem de “capital”, ou seja, o dinheiro necessário para iniciar um empreendimento.
O modo de produção capitalista está orientado para o lucro. Este é o resultado do investimento realizado por um
empresário, depois da venda dos seus produtos ou serviços.
No capitalismo, o motor das relações produtivas e sociais é o dinheiro. Para que este possa circular, o capitalismo
transforma tudo em mercadoria, pois estas podem ser compradas e vendidas, em troca de dinheiro.
A fim de estimular que as pessoas comprem e consumam, o capitalismo acaba criando necessidades que não
existem, lançando novos produtos, para que os indivíduos possam continuar a gastar seu dinheiro.
Com esta mentalidade, tudo aquilo que não traz benefícios, não é aproveitado e sim descartado. Por outra parte,
aquilo que dá lucro é explorado.

Características da produção capitalista


Propriedade na produção capitalista
No sistema de produção capitalista, a propriedade é privada. Isso significa que um terreno, máquinas, transportes,
imóveis pertencerão a alguém.
Para garantir a validade desta propriedade surge uma burocracia que garante os direitos de propriedade ao indivíduo
ou a uma empresa. Esta burocracia é representada pelos contratos, os códigos de lei e profissionais, que asseguram
o bom funcionamento.
Um dos maiores teóricos da importância da propriedade dentro do modo de produção capitalista foi o inglês John
Locke (1632-1704).

Relações de trabalho na produção capitalista


Todo trabalho realizado dentro do modo de produção capitalista é compensado com o dinheiro.
Assim, existem ocupações que são consideradas mais importantes, porque são melhor remuneradas, pois exigem
mais tempo de estudo.
Por outro lado, estão as funções que não recebem tanto dinheiro, porque são consideradas "menores" para o
funcionamento da sociedade. Isto dará origem às classes sociais.

Classes sociais na produção capitalista


A sociedade também está dividida em grupos que foram denominados “classes sociais” pelo estudioso Karl Marx.
Aliás, foi este pensador que melhor explicou o funcionamento do modo de produção capitalista.
Segundo Marx, existem duas grandes classes sociais no capitalismo. Os que possuem os bens de produção, os
burgueses, e aqueles que não os possuem. Melhor dito, só possuem seus filhos, sua prole. Desta maneira, foram
chamados de “proletariado”.
Como o proletariado não tem meios para produzir mercadorias, ele vende sua força de trabalho para a burguesia. Em
troca, recebe um salário em dinheiro, que usará para cobrir suas necessidades.
O modo de produção capitalista faz com que o trabalhador não seja consciente do seu papel na sociedade. Este
fenômeno foi chamado por Marx de "alienação" e fazem com que ele seja apenas um espectador e não um cidadão
ativo.

Tipos de Capitalismo
O capitalismo não é entendido por todos os governos e pensadores da mesma maneira. Embora seu objetivo seja o
mesmo - o lucro - a forma de consegui-lo variou conforme a época e o país.
Uma das características que diferencia os tipos de capitalismo é o grau de intervenção estatal. Assim temos o
liberalismo, proposto por Adam Smith, que prega que o Estado não deve se intrometer nos assuntos econômicos,
deixando essa função para o mercado.
Por outro parte, temos a teoria elaborada por John Maynard Keynes (1883-1946), o Keynesianismo, que defende a
ingerência do Estado na economia de modo a assegurar o bem-estar de toda sociedade.

Oposição ao capitalismo
Igualmente, há pessoas que não concordam com o modo de produção capitalista.
No século XIX, uma série de cientistas sociais tentaram formular alternativas ao modo capitalista de produção. Dessa
forma, surgiram o anarquismo, o comunismo e o socialismo que buscaram outra vias de organização produtiva e
social.

Origem e fases do Capitalismo


O capitalismo surgiu no final do século XV e marcou o fim do modo de produção feudal. Essa substituição ocorreu de
forma lenta, mas atingiu todos os setores da sociedade, e é chamada transição do feudalismo para o capitalismo.

DIA 5
9

Da Europa, o capitalismo passou às colônias da América e da África. Ali eram extraídas as riquezas que fizeram o
continente europeu se fortalecer e desenvolver.
Assim, o capitalismo é dividido em três grandes fases: o capitalismo mercantil, o capitalismo industrial e o capitalismo
financeiro. Cada etapa recebe o nome da atividade econômica mais importante do momento: comércio, indústria e
transações financeiras.

Desigualdade Social
A desigualdade social, chamada também de desigualdade econômica, é um problema social presente em todos os
países do mundo.
Ela decorre, principalmente, da má distribuição de renda e da falta de investimento na área social, como educação e
saúde.
Desta maneira, a maioria da população fica a mercê de uma minoria que detém os recursos, o que gera as
desigualdades.

Definição
Desigualdade social é a diferença econômica que existe entre determinados grupos de pessoas dentro de uma
mesma sociedade.
Isto se torna um problema para uma região ou país quando as distância entre as rendas são muito grandes dando
origem a fortes disparidades.
Em tese, sempre haverá desigualdade social, pois é impossível que cada um tenha exatamente as mesmas
quantidades de bens materiais.

Causas
Inúmeras são as causas que aumentam a distância entre ricos e pobres. As mais comuns estão:
 Má distribuição de renda
 Má administração dos recursos
 Lógica de acumulação do mercado capitalista (consumo, mais-valia)
 Falta de investimento nas áreas sociais, culturais, saúde e educação
 Falta de oportunidades de trabalho
 Corrupção

Consequências
Se um país não consegue atender as necessidades básicas de grande parte de seus cidadãos, tampouco irá
prosperar de forma equitativa.
Umas das consequências mais graves são a pobreza, a miséria e a favelização. Ademais, a desigualdade social traz:
 Fome, desnutrição e mortalidade infantil,
 Aumento das taxas de desemprego
 Grandes diferenças entre as classes sociais
 Marginalização de parte da sociedade
 Atraso no progresso da economia do país
 Aumento dos índices de violência e criminalidade

Desigualdade Social no Brasil


Mesmo que o país nos últimos anos tenha apresentado uma diminuição da pobreza, o nível de desigualdade social
no Brasil ainda é notório.
Seja pelo seu passado escravocrata, seja pela falta de investimentos na infraestrutura, o Brasil ainda apresenta
níveis muito grandes entre os mais ricos e os mais pobres.

Desigualdade Social no Mundo


A desigualdade social existe em todos os continentes. Há lugares em que os problemas são mais evidentes, por
exemplo, nos países africanos, os quais estão entre os mais desiguais do mundo.
Por sua parte, nos países escandinavos, quase não há diferença entre as classes sociais devido ao estabelecimento
do Estado de Bem-Estar Social após a Segunda Guerra Mundial.

DIA 5
10

Sem condições de ter acesso saúde e educação, dificilmente uma pessoa terá as melhores oportunidades no
mercado de trabalho. Também a dificuldade de acesso aos bens culturais e históricos pela maior parte da população
inibe suas oportunidades.

Sistemas Econômicos
Não há consenso sobre qual o sistema econômico que gera mais desigualdade social.
Por um lado, alguns estudos afirmam que a desigualdade social surgiu com o capitalismo, pois este se baseia na
ideia de acumulação de capital e de propriedade privada.
O capitalismo também incita o princípio da competição e classifica o nível das pessoas baseados no capital e no
consumo.
Por sua vez, o socialismo tem como objetivo abolir a propriedade privada, que pertenceria ao Estado,e assim
erradicar as classes sociais. No entanto, até agora, todas as experiências socialistas, fracassaram, pois acabou
surgir uma classe dirigente que detinha mais privilégios que os demais.

Tipos de Desigualdades
Além da desigualdade social, há outras maneiras de avaliar uma sociedade pela maneira que trata seus integrantes
do ponto de vista econômico, regional, racial e de gênero.
 Desigualdade econômica: desigualdade entre a distribuição de renda.
 Desigualdade racial: desigualdade de oportunidades para as diferentes raças: negro, branco, amarelo,
pardo.
 Desigualdade regional: disparidades entre regiões, cidades e estados.
 Desigualdade de gênero: diferenças entre homens e mulheres, homossexuais, trans e demais gêneros.

Curiosidades
 Segundo a ONU, o Brasil é o oitavo país com o maior índice de desigualdade social e econômica do mundo.
 O "Coeficiente de Gini" é uma medida utilizada para mensurar o nível de desigualdade dos países segundo
renda, pobreza e educação.
 Na União Europeia, o país que apresenta maior desigualdade social é Portugal.
 Os países com menor desigualdade social são: Noruega, Japão e Suécia.
 Os países que apresentam maiores desigualdades sociais são do continente africano: Namíbia, Lesoto e
Serra Leoa.

9 maiores pandemias da história da humanidade


A pandemia acontece quando uma doença epidêmica infecciosa e muito contagiosa atinge todos os continentes do
mundo.
Confira abaixo as 9 maiores epidemias e pandemias que marcaram a história. A ordem escolhida está de acordo
com a mais atual (coronavírus), seguida daquelas que mais afetaram a humanidade.
1. Coronavírus
 Vírus: SARS-COV-2
 Período do surto: 2019-2020

DIA 5
11

 Número de mortes: cerca de 1 milhão e 340 mil pessoas (novembro/2020)


O coronavírus é uma pandemia que atingiu a população mundial no final do ano de 2019 e 2020. O nome atribuído
“COVID-19” é a junção dos termos Corona, Vírus e Doença (disease, no inglês), mais o ano de 2019.
Vale lembrar que o coronavírus é uma família de vírus, sendo que o causador da doença COVID-19 é o vírus
identificado como SARS-COV-2. A sigla SARS significa Síndrome Respiratória Aguda Grave.
A doença foi identificada no final de 2019 na China, mais precisamente na cidade de Wuhan, e avançou para outros
países de todos os continentes. Esse vírus começou a infectar morcegos e, mais tarde, os seres humanos.
Essa doença ataca os pulmões, levando os doentes a graves quadros de insuficiência respiratória, e que pode
resultar na morte.
No começo, a doença inclui os sintomas de uma gripe normal, mas pode avançar para casos de pneumonia grave.
Note que, as pessoas mais atingidas possuem mais de 60 anos.

2. Tuberculose
 Bactéria: Bacilo de Koch
 Período do surto: 1850-1950
 Número de mortes: cerca de 1 bilhão de pessoas
Foi em meados do século XIX que a tuberculose começa a atingir grande parte da população. Essa doença causada
por uma bactéria, o bacilo de Koch, é também chamada de tísica pulmonar, pois afeta os pulmões, causando
sintomas graves de insuficiência respiratória. No entanto, a doença também pode atingir outros órgãos do corpo
como os ossos, a pele e os gânglios linfáticos.
Quando acometidas pela doença, as pessoas começam a ter crises de tosse aguda com sangue e pus. Até meados
do século XX, a tuberculose atingiu pessoas em diversas partes do mundo e estima-se que chegou a matar cerca de
1 bilhão de indivíduos. Embora esteja controlada, ela continua presente em alguns países do mundo, sobretudo, os
subdesenvolvidos.

3. Varíola
 Vírus: Orthopoxvirus variolae
 Período do surto: 430 a.C. (primeiro surto)
 Número de mortes: 300 milhões de pessoas aproximadamente
A varíola é uma doença causada pelo vírus Orthopoxvirus variolae, com sintomas parecidos com os da gripe normal,
(febre e dores no corpo), acrescidos de vômitos e úlceras cutâneas.
Vários surtos de varíola aconteceram na história da humanidade, sendo que o primeiro deles ocorreu em 430 a.C. na
Grécia. Estima-se que naquele momento ⅓ da população grega morreu.
Mais tarde, foi a vez dos romanos e com as grandes navegações no século XV, a doença chegou na América. Foi
somente no século XVIII que a doença começa a ser controlada com a criação da vacina contra a varíola por Edward
Jenner.
No século XX, mais precisamente na década de 80, quando ela matou mais de 300 milhões de pessoas, essa
doença foi considerada erradicada do planeta.

4. Gripe Espanhola
 Vírus: Influenza
 Período do surto: 1918-1920
 Número de mortes: entre 20 e 40 milhões de pessoas
A gripe espanhola foi uma das maiores pandemias da história que atingiu a população mundial no ano de 1918, no
final da primeira guerra mundial e permaneceu até 1920.
Recebeu esse nome pois a Espanha foi um dos países mais atingidos no início do surto. Influenza é o nome atribuído
ao vírus dessa doença que infectou cerca de 500 milhões de pessoas no mundo.
O número de mortes não é certa, mas estima-se que essa gripe tenha matado entre 20 e 40 milhões de pessoas no
mundo. No Brasil, o presidente do país na altura, Rodrigues Alves, chegou a falecer. Note que, uma variação desse
mesmo vírus, conhecido como H1N1, voltou a atingir a população em 2009.

5. Peste Negra
 Bactéria: Yersinia pestis
 Período do surto: 1347-1353
 Número de mortes: 25 milhões de pessoas aproximadamente
Foi no século XIV, durante a Idade Média, que a peste negra, também chamada de peste bubônica, assolou a
população europeia e asiática. Teve sua origem no Oriente, na Mongólia, e foi espalhada pelos barcos comerciais
que realizavam trabalho entre os dois continentes.

DIA 5
12

Causada por uma bactéria, essa doença primeiro atingiu os ratos e depois foi passada aos humanos pelas pulgas
infectadas que haviam picado esse animais.
Os sintomas eram parecidos com uma gripe forte, porém com o inchaço dos gânglios e presença de bolhas de pus e
sangue pelo corpo.
O maior problema que fez essa doença atingir grandes proporções, estava nas condições de saneamento e higiene
no momento.
Estima-se que na Europa, ⅓ da população morreu, ou seja, cerca de 25 milhões de pessoas entre os anos de 1347 e
1353.

6. Aids (HIV)
 Vírus: HIV
 Surto da doença: 1980
 Número de mortes: 20 milhões de pessoas aproximadamente
A AIDS, sigla de Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Acquired Immunodeficiency Syndrome), é uma doença
causada pelo vírus HIV que acomete o sistema imunológico atacando los linfócitos T-CD4, fundamentais para para
as defesas do organismo.
Sua transmissão ocorre nas relações sexuais, e também pela transmissão sanguínea causada, sobretudo, pelo uso
das drogas injetáveis. Além disso, grávidas que apresentem o vírus podem passar para os filhos durante a gestação.
Até hoje, não foi descoberto a cura dessa doença. Os pacientes controlam a doença e fortalecem o sistema
imunológico. Estima-se que mais de 20 milhões de pessoas no mundo já morreram de AIDS.

7. Tifo
 Bactéria: Rickettsia prowazekii
 Período do surto: 1918-1922
 Número de mortes: cerca de 3 milhões de pessoas
Foi no século XV que o tifo começa a atingir a população, porém foi depois da primeira guerra mundial que essa
doença alcança grande parte das pessoas, matando cerca de 3 milhões de indivíduos em 5 anos (1918 a 1922).
Ela é transmitida através dos piolhos contaminados, que na altura se encontravam nos ratos. Por isso, essa doença
também está muito relacionada com a peste negra, que também se espalhou por conta dos piolhos que picavam os
ratos e ficavam infectados.
Com isso, fica claro que o tifo se espalhou num momento em que o saneamento era uma das poucas preocupações
da população. Os sintomas do tifo são, inicialmente, similares aos da gripe, porém, com presença de erupções
cutâneas.

8. Cólera
 Bactéria: Vibrião colérico
 Período do surto: 1817-1824
 Número de mortes: 30 mil pessoas aproximadamente
Doença infecciosa bacteriana que já teve diversos surtos na história da humanidade, sendo que o maior deles
ocorreu no século XIX. Estima-se que cerca de 30 mil pessoas morreram vítimas dessa enfermidade.
A cólera é causada, sobretudo, pela falta de saneamento básico, gerada pela água e alimentos contaminados pela
bactéria.
O principal sintoma é a diarreia, levando a pessoa a uma grande desidratação. Atualmente, essa doença ainda
continua a atingir diversas pessoas no mundo, principalmente em países subdesenvolvidos, onde o saneamento é
precário.

9. Gripe Suína (H1N1)


 Vírus: Influenza tipo A
 Período do surto: 2009-2010
 Número de mortes: cerca de 20 mil pessoas
Em 2009, a gripe H1N1, influenza tipo A ou gripe suína, começou no México e logo se espalhou pelo mundo. Foi
chamada de gripe suína uma vez que foi identificada pela primeira vez em porcos.
O surto dessa doença respiratória causada por vírus permaneceu até 2010 e atingiu cerca de 207 países do mundo.
Estima-se que, nesse período, 9 mil pessoas morreram. Os grupos que apresentam maior risco de contaminação são
as crianças, as gestantes e os idosos.
Doença muito contagiosa, apresenta sintomas parecidos com os da gripe comum: febre, tosse e dores no corpo.
Estima-se que cerca de 20 mil pessoas morreram dessa doença em todo o mundo.

DIA 5
13

Racismo
O Racismo é a crença em que uma raça, etnia ou certas características físicas sejam superiores a outras.
O racismo pode se manifestar tanto em nível individual, como em nível institucional, através de políticas como a
escravidão, o apartheid, o holocausto, o colonialismo, o imperialismo, dentre outros.
Embora o racismo associe-se ao preconceito contra os negros, ele pode se manifestar contra qualquer raça ou etnia,
sejam asiáticos, indígenas, etc.
Convém lembrar que a prática do racismo, no Brasil, é considerado um crime inafiançável, com pena de até 3 anos
de prisão.

Tipos de Racismo
Vejamos agora os principais tipos de racismo:

1. Racismo Individual
O racismo individual é expresso em atitudes discriminatórias individuais, através de esteriótipos, insultos e rejeição a
uma pessoa que não possua as mesmas características étnicas que a sua.
Desta maneira, temos expressões como "é preto, mas é limpinho" ou "índio bom é índio morto" que revelam o
profundo desprezo a todo um grupo.

2. Racismo Institucional
O racismo institucional é aquele exercido pelas instituições, como o Estado, a Igreja, as empresas privadas e
públicas, no qual certos grupos étnicos, como negros ou índios, são marginalizados e rejeitados, seja direta ou
indiretamente.
Um dos maiores exemplos foi o apartheid, na África do Sul, quando os negros estavam proibidos de frequentar os
mesmos lugares que os brancos. Igualmente, nos Estados Unidos, havia leis desse tipo, que impediam os negros a
estudarem nas mesmas escolas que os brancos, por exemplo.

3. Racismo Cultural
Resulta na crença que existe superioridade entre as culturas existentes, no amplo sentido que "cultura" engloba,
religião, costumes, línguas, dentre outras.
O racismo cultural foi usado como justificativa para colonizar e dominar territórios desde a Antiguidade. Na época
moderna, esse tipo de racismo pode incluir elementos do racismo institucional e individual.

4. Racismo Comunitarista (Diferencialista)
O conceito de comunitarismo ganhou força nos anos 80, em contraposição ao individualismo. Esta filosofia defende
que a comunidade é mais importantes que o indivíduo em si.
Dessa maneira, o racismo comunitarista está ligado ao pensamento contemporâneo e ao nacionalismo. Ele torna-se
racista na medida que sempre privilegia a sua comunidade em detrimento de outra.
Como consequência, o racismo comunitarista se dirige a um grupo como uma aldeia indígena, uma comunidade
quilombola, e não só aos indivíduos específicos.

5. Racismo Ecológico (Ambiental)


O racismo ecológico é detectado quando as populações periféricas não recebem o mesmo tratamento que uma área
central.
Um exemplo disso são as desapropriações realizadas de maneira arbitrária para dar lugar às represas ou instalações
de eventos esportivos. Ou quando uma empresa de país desenvolvido vende um produto para um país em
desenvolvimento que não cumpre as mesmas regras do seu país de origem.
Também a destruição do meio ambiente, afetando grupos e comunidades baseados na aplicação desigual da
legislação é considerada como racismo ambiental.

Movimentos racistas pelo mundo


As pessoas denominadas racistas baseiam-se na ideologia da superioridade racial. Estas ideias ganharam força no
século XIX através do Positivismo e, mais tarde, no século XX, foram aproveitadas pelo Fascismo.
Mesmo com todos os estudos indicando que a raça de um individuo não tem relação com inteligência ou caráter,
certas pessoas continuam a acreditar nisto. O pior é quando estas pessoas se reúnem e começam a tomar atitudes
violentas contra os grupos que elas classificam de "inferiores".
Alguns movimentos racistas pelo mundo atual são os Neonazistas e Skinheads. Esses grupos perseguem, espancam
e matam pessoas consideradas diferentes, seja pela raça, cor, cultura ou mesmo por preferências sexuais, religiosas,
etc.

DIA 5
14

Racismo contra brancos ou racismo inverso


É importante esclarecer que o racismo acontece dentro de um contexto histórico específico. Assim, nem todo insulto -
embora seja sempre uma atitude condenável - será considerado racista.
O fato de um branco ser chamado de "palmito" ou "leite azedo" não se caracteriza como racista. A razão é que, no
mundo moderno e contemporâneo, os brancos não foram subjugados, nem tratados como escravos.
Igualmente, não são tratados de forma diferenciada de maneira sistemática em ambientes como a publicidade,
faculdades, e locais de trabalho em geral.

Como combater o racismo?


O racismo deve ser combatido diariamente, primeiro em atitude individuais e depois, de forma social.
O mais importante é reconhecer que vivemos numa sociedade racista e isto é muito fácil de comprovar respondendo
a estas perguntas.
 O Brasil tem quase 50% da população que se declara negra: no Congresso Nacional temos 50% dos
parlamentares negros?
 Existem 50% de médicos negros em hospitais?
Assim, seria interessante uma autoavaliação começando pelo nosso vocabulário. Deveríamos tirar da nossa
linguagem expressões como "denegrir", "preto de alma branca", "moreninha do cabelo bombril", e tantas outras.
Igualmente, conhecer outras culturas, costumes, pessoas e religiões. Quantas personalidades negras ou indígenas
você admira? Ao ter contato com saberes diferentes dos quais estamos acostumados, abrimos nossa cabeça e
percebemos que os seres humanos são bem parecidos.
Por fim, lembremos que o Dia Internacional da Eliminação da Discriminação Racial é comemorado dia 21 de março.

Racismo no Brasil
O Racismo simboliza qualquer pensamento ou atitude que segrega as raças humanas considerando-as
hierarquicamente como superiores e inferiores.
No Brasil, ele é fruto da era colonial e escravocrata estabelecida pelos colonizadores portugueses.

História do Racismo no Brasil: Resumo


A característica mais marcante do racismo brasileiro é seu caráter não oficial.
Se a lei conferiu liberdade jurídica aos escravos, estes nunca foram de fato integrados à economia e, sem assistência
do Estado, muitos negros caíram em dificuldades após a liberdade.
Assim, desde a "Proclamação da República" (1889), não há referência jurídica a qualquer distinção de raça.
Outro atributo a escamotear o racismo no Brasil fora a ideologia do branqueamento, apoiada pelo governo e por
correntes científicas, como a corrente do darwinismo racial e do higienismo. Sendo assim, essa ideologia facilitava
a entrada imigrantes europeus e árabes em terras brasileiras.
A mestiçagem, vista como o "clareamento" da população, criou raízes profundas na sociedade brasileira no início
do século XX.
Assim, os negros foram abandonando a sua cultura africana, substituída por valores brancos, o que faz das vítimas
do racismo o seu próprio carrasco.
Na prática, muitos negros(as) preferiram se casar com companheiros(as) de pele mais clara, visto que seus filhos
teriam menos probabilidades de sofrer com o racismo. Contudo, a despeito de décadas de crescimento econômico,
as disparidades sociais permanecem.
Em combate ao racismo e também como reconhecimento de sua existência fora criada em 1951 a lei que tornou
contravenção penal a recusa de hospedar, servir, atender ou receber cliente, comprador ou aluno por preconceito de
raça ou de cor, a "Lei Afonso Arinos".
Posteriormente, com a Constituição Federal de 1988, a lei nº 7716, de 5 de janeiro de 1989, tornou o racismo
um crime inafiançável.

O "Apartheid Social" no Brasil


As implicações do racismo no Brasil, enquanto estrutura de dominação política, cultural e social, não alude somente
à segregação socioeconômica dessa população. Implicam, de fato, em etnocídio e genocídio da população negra
e indígena desde os primórdios da colonização portuguesa até os dias de hoje.
O "apartheid social" se manifesta, portanto, na discriminação social que possuí uma dimensão racial implícita, onde
a maioria dos desprovidos são negros ou de mestiços.

DIA 5
15

Alguns Dados Estatísticos sobre o Racismo no Brasil


Segundo o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), no Brasil o preconceito é sempre atribuído ao “outro”.
Assim, 63,7% dos brasileiros entendem que a raça determina a qualidade de vida dos cidadãos, principalmente no
trabalho (71%), em questões judiciais (68,3%) e em relações sociais (65%).
Ademais, 93% dos entrevistados admitiram o preconceito racial no Brasil, mas 87% deles afirmaram nunca sentiram-
se descriminados; 89% deles afirmam haver preconceito de cor contra negros no Brasil, mas apenas 10% admitiram
tê-lo. Por fim, 70% dos brasileiros que vivendo na miséria são negros ou pardos.

Preconceito
O preconceito é um juízo de valor criado sem razão objetiva e que se manifesta por meio da intolerância.
Geralmente ele envolve o rechaço à condição social, nacionalidade, orientação sexual, etnia, maneira de falar ou de
se vestir de um indivíduo ou grupo social.
O preconceito surge por meio do julgamento nocivo que se faz sobre as diferenças entre as pessoas. Esse tipo de
atitude é muito prejudicial à sociedade, visto que gera desentendimentos, intrigas, ódio, etc.

Definição de Preconceito
Preconceito é um pré-julgamento - literalmente, "pré-conceito" - uma concepção que já existe sem que haja
fundamentação científica para tal opinião.
Em outras palavras, o preconceito é criado a partir de crenças e superstições que, por vezes, sustentam o ódio ou
repúdio a determinado grupo.
Os indivíduos mais preconceituosos cresceram em contextos onde o preconceito era manifestado por atitudes
discriminatórias. Assim, eles carregam determinadas ideologias geradas por uma base irracional.

Preconceito e Discriminação
Sendo o preconceito um tipo de “juízo de valor” concebido sem grande fundamentação, a discriminação é a maneira
como ele é manifestado.
O conceito de estereótipo está relacionado com essas atitudes discriminatórias. Trata-se de uma imagem definida
que é atribuída às pessoas ou a alguns grupos.
O esteriótipo é uma generalização que pode ser perigosa, pois não contempla as particularidades do grupo social.

Preconceito no Brasil
O preconceito no Brasil tem sido um tema extremamente discutido, visto o aumento da violência no país a certos
segmentos sociais nas últimas décadas.
Ainda que seja polêmico para muitos, faz-se necessário colocá-lo na pauta central dos assuntos debatidos pela
sociedade.
Sabe-se que a desigualdade social no Brasil é enorme. Esse problema tem gerado diversos tipos de preconceitos
que envolvem a cor, o gênero e a renda. Infelizmente, é comum ver atos discriminatórios no país, cujo resultado são
diversos crimes de ódio e aversão.
Essa falta de tolerância com o outro tem crescido exponencialmente no território nacional e, portanto, faz-se
necessário punir os preconceituosos para que essas atitudes sejam erradicadas.

Segundo a Lei n.º 7716 (1989):


Art. 1.º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia,
religião ou procedência nacional.

A pena para os que cometem atos associados ao preconceito é de reclusão de 2 a 5 anos.


Uma das alternativas para diminuir cada vez mais essa postura intolerante é por meio da educação. Nas últimas
décadas, o sistema de ensino brasileiro tem apresentado propostas educacionais, tais como os "Temas
Transversais".
O tema transversal da "pluralidade cultural e orientação sexual" está pautado numa sociedade global, tolerante e
democrática. Nessa perspectiva, as diferenças são vistas como uma riqueza cultural e não como um problema social.
Igualmente, com a inclusão da história da África no currículo nacional, espera-se que as novas gerações valorizem a
cultura e os afro-descendentes.
Outra ação afirmativa são as cotas universitárias que permitem o acesso de negros e índios através de vagas
especialmente destinadas para este coletivo. Com isso, busca-se criar cidadãos capacitados para representar estas
minorias e dar mais visibilidade a estes indivíduos.

DIA 5
16

Tipos de Preconceito
Atualmente é comum falar dos diversos tipos de preconceito. Os mais frequentes são:
 Preconceito Social
 Preconceito Racial
 Preconceito Linguístico
 Preconceito Religioso
 Preconceito Sexual
 Preconceito Cultural

Energia Renovável
Energia renovável é a energia obtida de fontes que regeneram-se espontaneamente ou através da intervenção
adequada do homem.
O rápido esgotamento das fontes de energia, principalmente de energia fóssil, o aumento do consumo de
combustíveis, a contaminação do meio ambiente, são alguns motivos que levam a humanidade a buscar opções de
energia mais abundantes e menos poluentes chamadas de energias alternativas ou renováveis.
São exemplos a energia solar, eólica, hidráulica, de biomassa, geotérmica, energia dos oceanos e energia de
hidrogênio.

Energia Solar
Energia solar é uma fonte de energia limpa e barata. Sua utilização não traz danos para o ambiente e representa
uma opção bastante viável. As estações de captação ou painéis solares de energia já são usados amplamente
para o aquecimento de água e a obtenção de eletricidade em diversos países, entre eles, Israel, França e Estados
Unidos.

Energia Eólica
A energia eólica é a energia dos ventos, é abundante fonte de energia renovável e disponível em todos os lugares do
mundo. É gerada por meio de aerogeradores, onde a força dos ventos é captada por hélices ligadas a uma turbina
que aciona um gerador elétrico. Diversos países já fazem uso da energia eólica, entre eles, Estados Unidos
(Califórnia), Dinamarca, Grécia, China e Holanda, No Brasil o maior potencial está no litoral da Região Nordeste.

Energia Hidráulica
A hidreletricidade é obtida pelo aproveitamento do movimento da água dos rios. A energia elétrica assim obtida é
uma fonte não poluente e renovável. Os maiores impactos ambientais ocorrem na construção da usina hidrelétrica,
com o represamento da água. Entre os países que mais produzem hidreletricidade estão Canada, Brasil e China.

Energia da Biomassa
A energia da biomassa é obtida através de tecnologias que permitem converter em energia uma variedade de
produtos como plantas, excrementos, madeira, resíduos agrícolas e até o lixo. Os produtos são transformados
em energia, por meio de combustão, gaseificação, fermentação ou na produção de substâncias líquidas. A biomassa
pode ser convertida em eletricidade, calor e combustíveis. No Brasil, a cana de açúcar é utilizada para produção
do etanol.

Energia Geotérmica
A energia geotérmica é obtida através da energia que provem do calor do interior da Terra. São aproveitadas as
águas quentes e os vapores para a produção de eletricidade e calor. Próximo a superfície, a água subterrânea pode
atingir temperaturas de ebulição e dessa forma servir para impulsionar turbinas para eletricidade e aquecimento.

Energia dos Oceanos


A energia dos oceanos consiste na transformação da energia contida nas ondas do mar em energia elétrica. É uma
energia limpa e renovável, já empregada em Portugal, Reino Unido, Japão e Noruega.

DIA 5
17

Energia do Hidrogênio
A energia do hidrogênio é obtida da combinação do hidrogênio com o oxigênio, produzindo vapor de água e
liberando energia que é convertida em eletricidade. Já existem protótipos de carros movidos a hidrogênio.

Intolerância Religiosa
A intolerância religiosa se caracteriza quando uma pessoa ou instituição não aceita a religião ou crença de outro
indivíduo ou de um país.
Tal atitude se manifesta desde as críticas em âmbito privado, à piadas, agressões verbais e físicas, ataques aos
locais de culto e até ao assassinato.

No caso do Estado, a intolerância religiosa pode ser manifestar em leis que criminalizem as práticas de uma religião
ou a proibição da mesma.

Intolerância religiosa no Brasil


A intolerância religiosa no Brasil começou com a implantação da religião católica pelos portugueses. Ao longo de
toda história do País verificamos casos de intolerância de católicos contra as crenças indígenas, africanas e, mais
tarde, contra as denominações cristãs protestantes.
De igual maneira, a Igreja Católica também foi perseguida quando teve seus bens confiscados e, recentemente,
quando seus símbolos são atacados.

Período Colonial (1530-1815)


Durante o período colonial, a religião católica não admitia nenhuma outra religião e as crenças indígenas passaram a
ser vistas como maléficas e, portanto, desprezadas.Com a chegada dos negros escravizados a mesma atitude se
repetiu. Para escapar da perseguição dos senhores e do clero, os negros usavam as imagens dos santos católicos
em suas cerimônias quando na verdade estavam cultuando seus orixás. Assim começou a relação entre
o sincretismo e as religiões afro-brasileiras.

Período Joanino (1808-1820)


Com a mudança da Família Real para o Brasil, em 1808, houve a "Abertura dos Portos às Nações Amigas". Com
este decreto, vários ingleses chegaram ao Brasil causando impacto no cenário religioso do País.

Afinal, os ingleses, protestantes, tinham que ser enterrados em cemitérios diferentes dos católicos. Em diversas
cidades do Brasil é comum a existência de um “Cemitério dos Ingleses” destinado aos protestantes de várias
denominações e judeus.

Primeiro Reinado (1822-1831)


Durante o Império, a religião católica foi declarada oficial pela Constituição de 1824. Isso queria dizer que nenhuma
outra religião poderia realizar cultos públicos. Igualmente, os locais destinados às reuniões não poderiam ter,
externamente, símbolos que os identificassem como um templo.

Segundo Reinado (1840-1889)


Também, no Segundo Reinado, o aumento da imigração alemã proporcionou a vinda de pastores luteranos que
abriam seus templos para atender as novas comunidades.

Um caso emblemático é o da Igreja Luterana de Petrópolis (RJ) cujo próprio imperador Dom Pedro II contribuiu para
sua construção.

Período Republicano (1889 - até os dias atuais)


Com a chegada da república, em 1889, houve a separação da Igreja e o Estado consagrada na Constituição de
1891. Em 1903 é revogada a lei que impedia templos não católicos de terem características de “igreja” e desta
maneira são levantados vários locais de culto cristão não católicos.

Isso não quer dizer que a intolerância religiosa tenha acabado, pois a própria Igreja Católica teve vários bens
confiscados pelo governo. Por outro lado,o clero católico perseguia pastores batistas e metodistas.

No entanto, quem mais sofria intolerância religiosa eram as religiões de matriz africana. Perseguidas pela polícia, os
praticantes deviam esconder-se ou suportar invasões e penas de prisão por estarem reunidos em suas cerimônias
religiosas.

Recentemente, alguns membros de igrejas neopentecostais estão cometendo atos de vandalismo contra a Igreja
Católica e as religiões afro-brasileiras.

DIA 5
18

Já foram registradas destruição de imagens de santos em templos católicos, bem como ataques em terreiros de
candomblé e umbanda.

Intolerância religiosa no mundo


A intolerância religiosa pelo mundo se mostra evidente contra os judeus, povo monoteísta no meio de tribos que
praticavam o paganismo.

Igualmente, o Império Romano se mostrou intolerante face ao crescimento do cristianismo em seu território
perseguindo e matando cristãos.

Entretanto, uma vez que foi legalizado e admitido como religião do Império, é a vez dos cristãos se tornarem
intolerantes com os pagãos, judeus e, mais tarde, os muçulmanos.

Também o Estado pode promover intolerância religiosa. Um exemplo seriam os países comunistas, surgidos após a
Segunda Guerra Mundial, que não admitiam a existência da religião no seu território. Isso levou a perseguição,
fechamento de templos e escolas, bem como a morte de vários crentes.

Atualmente, a intolerância religiosa de Estado se manifesta em países que adotam o islamismo como religião oficial.
Nestes países, é comum os cristãos estarem proibidos de praticarem sua fé e serem condenados por isso.

Da mesma forma, alguns grupos de muçulmanos radicais, decidiram exterminar pessoas que não seguem a mesma
linha de pensamento. Isso vale tanto para pessoas de outras religiões como para muçulmanos moderados.

Intolerância religiosa é crime?


A intolerância religiosa pode levar o indivíduo cometer atos criminosos que podem ofender aos praticantes de uma
religião. Isso seria um caso de discriminação religiosa.

No Brasil, a discriminação religiosa é crime previsto na Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, alterada pela Lei nº
9.459, de 15 de maio de 1997.

Igualmente, desde 27 de dezembro de 2007, celebra-se o "Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa" no dia
21 de janeiro. O dia foi escolhido, pois coincide com a morte da yalorixá Mãe Gilda, em 2000. Após seu terreiro ter
sido atacado e destruído, o estado de saúde da sacerdotisa se agravou e ela faleceu.

Nesta data é comum representantes de diversas religiões fazerem passeatas com o objetivo de chamar a atenção
para esta questão.

A chave para combater a intolerância religiosa é o conhecimento e o respeito. Afinal, mesmo que uma pessoa ou um
Estado não concorde com a sua religião é preciso aprender a conviver com as diferenças.

DIA 5
19

Conhecimentos gerais e atualidades


Teste seus conhecimentos gerais e confira se está por dentro dos assuntos da atualidade!

Questão 1
“O esquema funcionava através da superfaturação de obras que faziam parte de um programa que tinha como
objetivo acelerar o crescimento econômico no País”. Essa descrição corresponde a uma operação criminosa no
Brasil. Trata-se da:

a) Operação Lava Jato


b) Operação Greenfield
c) Operação Navalha
d) Operação Panatenaico
e) Operação Carne Fraca

Questão 3
Duas das afirmações abaixo estão erradas:

1. Intolerância religiosa é um crime de ódio.


2. A intolerância religiosa não é crime no Brasil.
3. A pena para crime de intolerância religiosa vai de 1 a 3 anos de prisão.
4. Intolerância religiosa é cometer atos de vandalismo contra os templos de outras religiões.
5. A liberdade de expressão garante o direito para dizer o que se quer sobre crenças ou religiões que não a
nossa.
a) 1 e 2
b) 2 e 3
c) 5 e 4
d) 1 e 3
e) 2 e 5

Questão 4
Quais destas empresas brasileiras foram incluídas no pacote de privatizações do governo Temer?

1. Eletrobras
2. Casa da Moeda
3. Embraer
4. Vale S.A.
5. Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro Galeão/Tom Jobim
a) Eletrobras e Embraer
b) Eletrobras e Casa da Moeda
c) Aeroporto de Congonhas e Vale S.A.
d) Casa da Moeda e Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro Galeão/Tom Jobim
e) Embraer e Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro Galeão/Tom Jobim

Questão 5
Qual o motivo da condenação de Luís Inácio Lula da Silva em 2018?

a) Recebimento de apartamento de luxo no Guarujá (SP) como propina na Operação Lava Jato
b) Corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato
c) Tráfico de influência internacional na Operação Janus
d) Obstrução da justiça na Operação Lava Jato
e) Formação de quadrilha na Operação Lava Jato

Questão 6

DIA 5
20

Quais os quatros países que têm a maior população carcerária do mundo?

a) Brasil, Estados Unidos, México e Índia


b) China, Estados Unidos, Índia e Indonésia
c) Rússia, Japão, Canadá e China
d) Estados Unidos, China, Rússia e Brasil
e) Brasil, Estados Unidos, China e Vaticano

Questão 7
Qual foi a revolução que alavancou a independência do Brasil e em 2017 completou o segundo centenário?

a) Revolução Farroupilha
b) Revolução Federalista
c) Revolução Praieira
d) Revolução Pernambucana
e) Revolução Acreana

Questão 8
Qual das alternativas traz uma das medidas do presidente Trump, anunciada em 2017, que causou polêmica?

a) Construção de um muro na fronteira com o Canadá


b) Cessação de Acordo de Comércio Livre (ACL) entre os Estados Unidos e Israel
c) Saída do Acordo de Paris
d) Saída da OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte
e) Reconciliação dos EUA com Cuba

Questão 9
Que país que tem realizado testes nucleares e, em 2017, ameaçou principalmente os Estados Unidos da América?

a) Síria
b) Israel
c) China
d) Paquistão
e) Coreia do Norte

Questão 10
O que é Brexit?

a) Saída do Reino Unido da Zona Euro


b) Saída do Reino Unido da União Europeia
c) Saída da Inglaterra do Reino Unido
d) Fim da monarquia no Reino Unido
e) Mudança do sistema de governo no Reino Unido

Questão 11
Quais os países que mais têm recebido refugiados sírios?

a) Turquia e Líbano
b) Alemanha e França
c) Jordânia e Sérvia
d) Iraque e Suécia
e) Turquia e Egito

Questão 14
Quais os acontecimentos completaram 100 e 500 anos respectivamente em 2017?

DIA 5
21

a) Revolução Pernambucana e Revolta da Sabinada


b) Semana da Arte Moderna e aniversário da morte de Maquiavel
c) Revolução Russa e Reforma Protestante
d) Centenário do nascimento de Frida Khalo e Início do Classicismo
e) Centenário do nascimento de Oscar Niemeyer e Reforma Protestante
Questão 15
Qual dentre esses casos não foi confirmado como atentado terrorista em 2017?

a) Explosão de homem bomba após show de Ariana Grande em Manchester


b) Explosão no metrô de São Petersburgo, na Rússia
c) Tiroteio em massa em Las Vegas
d) Explosões em igrejas no Egito no Domingo de Ramos
e) Atropelamento na Ponte de Londres seguido de esfaqueamentos no Mercado Borough

Questão 16
Lady Di era o apelido de qual personalidade?

a) Chiquinha Gonzaga
b) Joana d’Arc
c) Carlota Joaquina
d) Diana, a Princesa de Gales
e) Grace Kelly

Questão 17
Durante quantos anos Fidel Castro, um dos governantes que esteve mais tempo no poder, esteve à frente de Cuba?

a) 39 anos
b) 32 anos
c) 40 anos
d) 49 anos
e) 46 anos
Questão 18
Por que a Catalunha foi um tema de destaque em 2017?

a) Por causa da crise que provoca na Espanha quando luta pela sua independência
b) Porque quer sair da União Europeia
c) Porque o reino da Espanha quer se separar da Catalunha
d) Porque quer sair da Zona Euro e criar uma moeda própria
e) Porque a Espanha acredita que a separação será benéfica para a economia espanhola

Questão 19
Qual a função da ONU?

a) Zelar pela cultura em todas as nações


b) Unir as nações com o objetivo de manter a paz e a segurança mundial
c) Financiar países em desenvolvimento
d) Regular o funcionamento do sistema financeiro a nível internacional
e) Gerenciar acordos de comércio entre os países

Questão 20
Qual a primeira mulher a ganhar um prêmio Nobel?

a) Madre Teresa de Calcutá


b) Elizabeth Blackweel
c) Irène Joliot-Curie
d) Valentina Tereshkova
e) Marie Curie

DIA 5
22

Questão 21
Eva Braun era o nome da esposa de qual dessas personalidades conhecidas pela sua crueldade?

a) Vladimir Lenin
b) Benito Mussolini
c) Josef Stalin
d) Augusto Pinochet
e) Adolf Hitler

Questão 22
Em que governo brasileiro foi sancionada a lei das cotas para o ensino superior?

a) Governo de Dilma Rousseff


b) Governo de José Sarney
c) Governo de Fernando Henrique
d) Governo de Tancredo Neves
e) Governo de Luís Inácio Lula da Silva

Questão 23
Mao Tsé-tung, Jean Jacques Dessalines e Nelson Mandela foram respectivamente os governantes de quais países?

a) Japão, França e Angola


b) Índia, Alemanha e Portugal
c) China, Haiti e África do Sul
d) Taiwan, Bélgica, Moçambique
e) Macau, Suíça, Estados Unidos da América

Questão 24
Chernobyl e Césio-137 fazem parte dos maiores acidentes nucleares da história. Em que países aconteceram?

a) Rússia e Espanha
b) Ucrânia e Brasil
c) Estados Unidos e Ucrânia
d) Japão e Brasil
e) Taiwan e Alemanha

Questão 25
Como morreu Saddam Hussein?

a) Vítima de câncer
b) Suicídio
c) Ataque cardíaco
d) Enforcado
e) Decapitado

Questão 26
Qual o país esteve na liderança militar da Minustah, a Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti?

a) Estados Unidos
b) Argentina
c) França
d) Brasil
e) República Dominicana

DIA 5
23

Questão 27
Qual a doença sexualmente transmissível que virou surto no Brasil em 2017?

a) Febre amarela
b) Zika
c) Sífilis
d) Hepatite B
e) Candidíase

Questão 28
Como forma de resistir às tradições do Halloween, qual a data comemorativa foi instituída no Brasil para ser
celebrada no dia 31 de outubro?

a) Dia das bruxas


b) Dia do folclore
c) Dia da poupança
d) Dia da música popular brasileira
e) Dia do Saci

Questão 29
Em que país se localizava Auschwitz, o maior campo de concentração nazi?

a) Alemanha
b) Polônia
c) Estados Unidos
d) Áustria
e) Japão

Questão 30
Quem é Luiz Gabriel Tiago?

a) Brasileiro indicado ao Prêmio Nobel da Paz 2018


b) Militar e político brasileiro
c) Escritor e poeta português
d) Escritor e poeta espanhol
e) Nome verdadeiro de Luiz Gonzaga, o Gonzaguinha

Questão 31
Que decisão de Donald Trump alarmou a comunidade internacional em dezembro de 2017?

a) Reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel


b) Retificação da decisão sobre a importação de troféus de caça
c) Decreto contra a lei de saúde “Obamacare”
d) Construção de muro na fronteira entre Estados Unidos e México
e) Construção de oleodutos

Questão 32
Em outubro de 2017 um crime em Goiânia chocou o Brasil. O que aconteceu?

a) Chacina da Candelária
b) Um segurança ateou fogo em crianças de uma creche, provocando a morte de pelo menos 5
c) Um adolescente disparou contra colegas em uma sala de aula, dois dos quais morreram
d) Crime que ficou conhecido como Massacre de Realengo
e) Um índio foi queimado enquanto dormia em um ponto de ônibus

DIA 5
24

Questão 33
Qual o nome do líder da Coreia do Norte?

a) Pak Pong-ju
b) Kim Jong-un
c) Kim Jong-Il
d) Moon Jae-in
e) Xi Jinping

Questão 34
Quais as consequências para o Brasil decorrentes da crise na Venezuela?

a) Sobrecarregamento no sistema público de saúde em Roraima


b) Fortalecimento do Mercosul
c) Aumento de mão-de-obra
d) Crescimento de investimentos estrangeiros
e) Melhoria nos serviços sociais a fim de atender os imigrantes venezuelanos

Questão 35
Em 2018, um evento que aconteceu na França completa 500 anos. Trata-se de um caso em que várias pessoas
morreram após passarem dias dançando. Qual o nome desse evento?

a) Peste negra
b) Gripe francesa
c) Praga de Estrasburgo
d) Esclerose múltipla
e) Epidemia de dança

Questão 36
Em 2018 é o centenário da morte de que importante poeta brasileiro?

a) Monteiro Lobato
b) Machado de Assis
c) Aluísio de Azevedo
d) Olavo Bilac
e) Carlos Heitor Cony

Questão 37
Quais destes grupos não devem tomar a vacina contra a febre amarela?

a) Transplantados, pacientes oncológicos, pessoas com alergia grave ao ovo


b) Crianças até 2 anos, grávidas, doadores de sangue
c) Pacientes com câncer, idosos acima de 75 anos
d) Mulheres que querem engravidar, lactantes, bebês com menos de 1 ano, doentes que recebam tratamento de
saúde especial
e) Pessoas alérgicas, crianças até 2 anos, grávidas

Questão 38
Quem é o autor do famoso discurso "Eu tenho um sonho"?

a) Nelson Mandela
b) Martin Luther King
c) Zumbi dos Palmares
d) Barack Obama
e) Carlota Joaquina

DIA 5
25

Questão 39
Que país sediará as Olimpíadas de 2020?

a) Catar
b) Rússia
c) França
d) Estados Unidos
e) Japão

Questão 40
Quais as respectivas cores da reciclagem do papel, do vidro, do metal e do plástico?

a) azul, verde, amarelo e vermelho


b) verde, azul, vermelho e amarelo
c) vermelho, amarelo, verde e azul
d) azul, amarelo, verde e vermelho
e) verde, amarelo, azul e vermelho

Questão 41
Que acontecimento importante para a história da humanidade teve lugar em 20 de julho de 1969?

a) Chegada do homem à Lua


b) Fim do Apartheid
c) Lançamento das bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki
d) Lançamento do álbum dos Beatles Abbey Road
e) Envio do primeiro e-mail da história

Questão 42
Quais as maiores pandemias da história?

a) Gripe espanhola e câncer


b) Varíola e hipertensão
c) Peste negra e covid-19
d) Cólera e colesterol
e) Asma e Gripe espanhola

Questão 43
Qual das alternativas apresenta os motivos de cancelamento das Olimpíadas de 1916, 1940 e 1944?

a) Atrasos nas obras dos estádios


b) Roubo da tocha olímpica
c) Primeira Guerra Mundial e coronavírus
d) Primeira e Segunda guerras mundiais
e) Falta de financiamento

Questão 44
Quem é Abraham Weintraub?

a) Ministro da Educação do Brasil entre 2019 e 2020


b) Compositor de origem judaica
c) Ex-agente secreto israelense
d) Sociólogo e ativista brasileiro
e) Rabino israelense

Questão 45
Em qual das alternativas todos são sintomas mais comuns do covid-19.

DIA 5
26

a) Febre, tosse e diarreia


b) Febre, tosse e dificuldades para respirar
c) Dor de cabeça, febre e tontura
d) Mal-estar, vômitos e diarreia
e) Perda de visão, febre e tosse

Questão 46
Quem são os autores das seguintes frases?

“Se queres prever o futuro, estuda o passado.”


“Cada segundo é tempo para mudar tudo para sempre.”
a) Augusto Cury e João Paulo II
b) Albert Camus e Albert Einstein
c) Victor Hugo e Eleanor Roosevelt
d) Madre Teresa de Calcutá e Confúcio
e) Confúcio e Charles Chaplin

Questão 47
É um dos maiores nomes da literatura brasileira. Ucraniana, em 2020 faria 100 anos. De quem estamos falando?

a) Lygia Fagundes Telles


b) Clarice Lispector
c) Cecília Meireles
d) Rachel de Queiroz
e) Svetlana Aleksiévitch

Questão 48
Que acontecimento histórico comemorou 30 anos em 9 de novembro de 2019?

a) Queda da Bastilha
b) Grande depressão
c) Transferência da soberania de Macau à China
d) Queda do muro de Berlim
e) Revolução cubana

Questão 49
Quem é a primeira santa nascida no Brasil, canonizada em 2019?

a) Santa Dulce dos Pobres


b) Nossa Senhora Aparecida
c) Madre Teresa de Calcutá
d) Rainha Santa Isabel
e) Nossa Senhora de Guadalupe

Questão 50
Em qual das alternativas os dois filmes tem como tema a Segunda Guerra Mundial.

a) Sonho de uma Noite de Verão, de Michael Hoffman (1999) e Macbeth: Ambição e Guerra, de Justin Kurzel (2015)
b) A Batalha de Passchendaele, de Paul Gross (2008) e Cavalo de Guerra, de Steven Spielberg (2011)
c) O Império do Sol, de Steven Spielberg (1987) e A vida é bela, de Roberto Benini (1997)
d) Anti-herói, de Dito Montiel (2003) e Meia-noite em Paris, Woody Allen (2011)
e) Estrelas além do tempo, de Theodore Melfi (2016) e Pantera negra, de Ryan Coogler (2018)

Questões sobre desigualdade social

DIA 5
27

A concentração de renda, a estratificação social e os preconceitos são formas de dividir a sociedade. Confira as
questões sobre desigualdade social preparadas por nossos professores especialistas.

Questão 1
Os principais sistemas de estratificação podem ser divididos em quatro grupos diferentes, são eles:

a) escravidão, castas, estamentos e classe


b) castas, feudalismo, classe, hereditariedade
c) escravidão, estamentos, castas e nacionalidade
d) castas, classe, comuna e escravidão

Questão 2
Para o sociólogo Max Weber, os conflitos sociais seriam resultados das posições assimétricas que os indivíduos
ocupam na sociedade.

Ele chamou de classe, estamento e partido às diferentes esferas:

a) política, comportamental e jurídica


b) econômica, social e política
c) jurídica, participativa e relacional
d) pública, privada e política.

Questão 3
"A estimativa do Banco Mundial é que cerca de 5,4 milhões de brasileiros atinjam a extrema pobreza, chegando ao
total de 14,7 milhões de pessoas até o fim de 2020, ou 7% da população."

Os momentos de crise como a pandemia causada pelo coronavírus atingem de modo mais evidente aos mais pobres.
Um dos fatores indicativos para definir a pobreza extrema está relacionado com a segurança alimentar. O indicador
de segurança alimentar é referente ao (à):

a) segurança nos transportes de insumos agrícolas.


b) acesso físico e econômico à alimentação saudável e adequada.
c) condições para a reabertura do comércio de alimentos.
d) limpeza de produtos comprados em mercados para a eliminação do coronavírus.
Ver Resposta

Questão 4
No Brasil, o 1% mais rico concentra 28,3% da renda total do país (no Catar essa proporção é de 29%). Ou seja,
quase um terço da renda está nas mãos dos mais ricos. Já os 10% mais ricos no Brasil concentram 41,9% da renda
total.

DIA 5
28

A concentração de renda possui uma série de causas, no Brasil, dentre as principais estão:

a) privilégio das grandes empresas e do capital financeiro, baixos níveis de escolaridade e precarização do trabalho.
b) déficit produtivo, colonialismo e falta de investimentos estatais.
c) baixa circulação de capital, retração do produto interno bruto (PIB) e crise migratória.
d) desastres naturais, programas de redistribuição de renda e criação de paraísos fiscais.

Questão 5
Classificação de desigualdade social de acordo com o Coeficiente de Gini. Quanto maior o número, maior a
desigualdade:

Um dos principais indicadores para avaliar a desigualdade nos países é o coeficiente de Gini. Nesse cálculo estão
relacionados:

a) o IDH em relação aos os índices de desemprego.


b) a proporção média de renda acumulada em relação ao todo da população.
c) a produção agrícola em relação à balança comercial.
d) a renda per capita em relação ao produto interno bruto (PIB).

DIA 5
29

Questão 6
Ranking mundial do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH):

O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é um indicador que considera três fatores fundamentais. São eles:

a) segurança, habitação e saúde


b) saúde, transportes e sustentabilidade
c) segurança, educação e infra-estrutura
d) educação, saúde e economia

Questão 7
O programa Bolsa Família, criado em 2003, é um programa de transferência de renda que reuniu outros auxílios
existentes. Atualmente, o valor médio recebido por família é de R$ 191. É incorreto afirmar que o programa tem o
objetivo de:

a) reduzir as taxas de mortalidade infantil


b) reduzir os índices de evasão escolar
c) garantir o acesso a serviços essenciais
d) reduzir a migração interna no país

Questão 8

DIA 5
30

De acordo com os dados apresentados pelo IBGE sobre as taxas de mortalidade infantil no Brasil, é incorreto afirmar
que:

a) na região Nordeste os índices de mortalidades são mais elevados.


b) no Brasil, a mortalidade infantil atinge mais fortemente à população preta e parda.
c) a região Sul apresenta os menores índices de mortalidade.
d) as crianças do sexo masculino até os 5 anos apresentam uma taxa de mortalidade inferior às do sexo feminino.

Questão 9
O saneamento básico é um dos maiores
problemas de saúde em todo mundo.
Segundo a ONU, "o direito à água
potável e ao saneamento básico é um
direito humano essencial para o pleno
desfrute da vida e de todos os direitos
humanos.”

No Brasil, 48% da população não possui


sistema de coleta de esgoto. Isso
impacta em diversos índices
relacionados à saúde pública e é uma
marca da desigualdade na sociedade
Brasileira.

Pode-se afirmar que:

a) os impactos na saúde causados pela


ausência de coleta de esgoto afetam a
população mais rica e a mais pobre da
mesma maneira.
b) as populações dos grandes centros
urbanos sofrem igualmente com a falta
de coleta de esgoto.
c) menos de 20% da população do Piauí
possui serviço de coleta de esgoto.
d) na região Sudeste mais de 60% da
população possui serviço de coleta de
esgoto.

Questão 10
Acompanhe o gráfico:

O gráfico acima demonstra um forte desequilíbrio entre


os salários recebidos por homens e mulheres.

O mesmo estudo ainda afirma que apesar das mulheres


ganharem menos que os homens trabalham mais: 54,4
horas semanais, contra 51,4, dos homens.

Segundo o IBGE, essa diferença se deve a dois fatores


principais:

1. A responsabilização das mulheres sobre o


trabalho doméstico que as obrigam a assumir
empregos com horários mais flexíveis para que
possam conciliar as tarefas.
2. O preconceito contra a mulher refletido nas
contratações para cargos de chefia e gerência.

DIA 5
31

Esses estudos evidenciam que no Brasil ainda há uma forte desigualdade:

a) de gênero
b) de religiosa
c) racial
d) jurídica

Questão 11

Segundo os dados do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), a população carcerária no Brasil é


majoritariamente negra (64% contra 35% de brancos). Esses dados não correspondem à proporção de negros e
brancos da população brasileira. Com base na pesquisa, é incorreto afirmar que:
a) não existe distinção entre raças no Brasil.
b) a proporção de pessoas negras no sistema prisional supera a de pessoas brancas.
c) há um maior índice de encarceramento de pessoas negras.
d) no Brasil, quase dois terços da população carcerária é negra.

Questões sobre Globalização


Questão 1
Não acho que seja possível identificar a globalização apenas com a criação de uma economia global, embora este
seja seu ponto focal e sua característica mais óbvia. Precisamos olhar além da economia. Antes de tudo, a
globalização depende da eliminação de obstáculos técnicos, não de obstáculos econômicos. Isso tornou possível
organizar a produção, e não apenas o comércio, em escala internacional.

Um fator essencial para a organização da produção, na conjuntura destacada no texto, é a:

a) criação de uniões aduaneiras.


b) difusão de padrões culturais.
c) melhoria na infraestrutura de transportes.
d) supressão das barreiras para comercialização.
e) organização de regras nas relações internacionais.

Questão 2
No final do século XX e em razão dos avanços da ciência, produziu-se um sistema presidido pelas técnicas da
informação, que passaram a exercer um papel de elo entre as demais, unindo-as e assegurando ao novo sistema
uma presença planetária. Um mercado que utiliza esse sistema de técnicas avançadas resulta nessa globalização
perversa.
Uma consequência para o setor produtivo e outra para o mundo do trabalho advindas das transformações citadas no
texto estão presentes, respectivamente, em:

a) Eliminação das vantagens locacionais e ampliação da legislação laboral.


b) Limitação dos fluxos logísticos e fortalecimento de associações sindicais.
c) Diminuição dos investimentos industriais e desvalorização dos postos qualificados.
d) Concentração das áreas manufatureiras e redução da jornada semanal.
e) Automatização dos processos fabris e aumento dos níveis de desemprego.

DIA 5
32

Questão 3
Tanto potencial poderia ter ficado pelo caminho, se não fosse o reforço em tecnologia que um gaúcho buscou. Há
pouco mais de oito anos, ele usava o bico da botina para cavoucar a terra e descobrir o nível de umidade do solo, na
tentativa de saber o momento ideal para acionar os pivôs de irrigação.

Até que conheceu uma estação meteorológica que, instalada na propriedade, ajuda a determinar a quantidade de
água de que a planta necessita. Assim, quando inicia um plantio, o agricultor já entra no site do sistema e cadastra a
área, o pivô, a cultura, o sistema de plantio, o espaçamento entre linhas e o número de plantas, para então receber
recomendações diretamente dos técnicos da universidade.

A implementação das tecnologias mencionadas no texto garante o avanço do processo de:

a) monitoramento da produção.
b) valorização do preço da terra.
c) correção dos fatores climáticos.
d) divisão de tarefas na propriedade.
e) estabilização da fertilidade do solo.

Questão 4
Um carro esportivo é financiado pelo Japão, projetado na Itália e montado em Indiana, México e França, usando os
mais avançados componentes eletrônicos, que foram inventados em Nova Jérsei e fabricados na Coreia. A
campanha publicitária é desenvolvida na Inglaterra, filmada no Canadá, a edição e as cópias, feitas em Nova York
para serem veiculadas no mundo todo. Teias globais disfarçam-se com o uniforme nacional que lhes for mais
conveniente.
A viabilidade do processo de produção ilustrado pelo texto pressupõe o uso de:

a) linhas de montagem e formação de estoques.


b) empresas burocráticas e mão de obra barata.
c) controle estatal e infraestrutura consolidada.
d) organização em rede e tecnologia de informação.
e) gestão centralizada e protecionismo econômico.

Questão 5
No contexto da globalização, uma tendência crescente é a formação de blocos econômicos regionais. Esses blocos
apresentam diferentes níveis de integração. Um desses níveis é a zona de livre comércio que se caracteriza pela:

a) criação de uma moeda única a ser adotada pelos países membros.


b) livre circulação de mercadorias provenientes dos países membros.
c) unificação de políticas de relações internacionais entre os países membros.
d) livre circulação de pessoas, serviços e capitais entre os países membros.

Questão 6
A organização dos países em blocos econômicos visa facilitar a economia dos países, estimulando as trocas e a
produção. Sobre os principais blocos, suas características e finalidades, assinale a alternativa correta.

a) ALCA – constituída por países africanos, promove a valorização de seus produtos, possibilitando a concorrência
com a economia asiática.
b) MERCOSUL – reúne todos os países da América Latina e visa ampliar as trocas comerciais e o fluxo de pessoas
entre os seus membros.
c) CEI – reúne os países da Europa Ocidental que são liderados pela Inglaterra que, por sua vez, detém a hegemonia
econômica desta parte de continente.
d) União Europeia – formada por todos os países da Europa, permite a livre circulação, no continente, de pessoas e
mercadorias.
e) NAFTA – formado pelos países da América do Norte, eliminou as barreiras tarifárias entre os seus membros

Questão 7

DIA 5
33

A questão ambiental deve ser compreendida como um produto da intervenção da sociedade sobre a natureza. Diz
respeito não apenas a problemas relacionados à natureza, mas às problemáticas decorrentes da ação social.

A partir do excerto acima, pode-se concluir corretamente que os problemas ambientais globais residem:

a) na forma como o homem em sociedade apropria-se da natureza.


b) nas relações de consumo e não nas relações de produção.
c) principalmente na forma de exploração dos recursos naturais não renováveis.
d) apenas nas relações de produção, porque estas não têm vinculação com o consumo.

Questão 8
Um dos temas mais debatidos na Geografia Humana da atualidade é o da globalização. Sobre esse tema,
é incorreto afirmar o que segue:
a) Sua origem pode ser identificada no período mercantilista iniciado, aproximadamente, no século XV.
b) A globalização das comunicações tem sua face mais destacada na rede mundial de computadores, que permite
um intenso fluxo de troca de ideias e informações.
c) A globalização das comunicações, paradoxalmente, diminuiu a universalização do acesso a meios de
comunicação, apesar da inovação tecnológica. Isso se deve à lógica de mercado do Sistema Capitalista.
d) Os efeitos da globalização no mercado de trabalho são evidentes com a criação de modalidades de emprego para
países com mão de obra mais barata voltada à execução de serviços que não exigem alta qualificação.
e) A globalização intensifica o ritmo das mudanças nos meios de produção, tendendo a um aumento de tecnologias
limpas e sustentáveis.

Questão 9
A globalização faz parte do processo de expansão do capitalismo, que atinge as diversas esferas da sociedade, em
escala planetária.

Sobre a globalização, é correto afirmar que se trata de um processo o qual:

a) embora apresente tendência à homogeneização do espaço mundial, é seletivo e excludente.


b) embora apresente tendência à fragmentação do espaço mundial, tem reduzido as desigualdades
socioeconômicas.
c) eleva a produção da riqueza e conduz à distribuição equitativa de renda entre os países do mundo.
d) reduz a competitividade entre os países e ameniza os conflitos nacionalistas.

Questão 10
A globalização que marca a nova fase do desenvolvimento capitalista se caracteriza pela mundialização da produção,
da circulação e do consumo. Processo este que foi viabilizado pelo avanço técnico acelerado.

As transformações rápidas que ocorrem na economia e na sociedade têm hoje a finalidade de intensificar a
competitividade, que é mola propulsora do processo de globalização.Podemos identificar como estratégias
competitivas do capitalismo globalizado:

I - A produção de transgênicos que, embora polêmica, é mais produtiva, aumenta a resistência às pragas e cria a
dependência dos produtores junto às empresas que controlam as sementes geneticamente modificadas.

II - A customização, ou seja, a fabricação de produtos sob encomenda para atender às especificações do consumidor
final, em substituição à produção padronizada em série e com grandes estoques.

III - A flexibilização da produção através da adoção de um mesmo padrão produtivo das linhas de montagem,
distribuídas pelos vários países do mundo, o que reduz custos e retira a identificação de um produto como sendo de
uma nacionalidade.

IV - A adoção do protecionismo às empresas nacionais através dos subsídios e das cotas para dificultar a
concorrência dos produtos estrangeiros dentro dos territórios nacionais.

Estão corretas apenas as alternativas:

a) I, II e III
b) I, III e IV
c) I e IV

DIA 5
34

d) II, III e IV
e) II e III

Questão 11
A globalização foi um processo iniciado nos anos 90. Para a indústria, uma das principais consequências foi:

a) reorganização do mercado de trabalho, com a diminuição dos direitos trabalhistas somente nos países
desenvolvidos.
b) desconcentração espacial da indústria e da tecnologia que pode estar em qualquer parte do globo.
c) melhora das condições de trabalho nos países asiáticos, em geral e na China, em particular.
d) fim do trabalho escravo registrado nos países da periferia do capitalismo.

Questão 12
Entre as características da Globalização podemos citar:

a) reorganização produtiva baseada no Toyotismo.


b) surgimento de novas empresas baseadas no capital estatal
c) ampliação de políticas sociais aliada à incorporação de novas tecnologias.
e) expansão do capital financeiro e surgimento de blocos econômicos.

Questão 13
Sobre a Globalização, NÃO podemos afirmar

a) A maioria das instituições financeiras globais tem sua sede localizada nos países desenvolvidos.
b) O avanço das telecomunicações não causou impacto no mundo do trabalho.
c) O Estado deixa de intervir na economia através de suas empresas estatais, limitando-se ao papel de regulador.
e) Os blocos econômicos regionais foram constituídos visando fortalecer os mercados dos vizinhos continentais.
Questão 14
Ao analisar o avanço tecnológico ocorrido durante o processo de Globalização é correto afirmar:

a) Os avanços tecnológicos aconteceram de maneira simultânea em todo o planeta.


b) O setor de serviço perdeu espaço no mundo globalizado, enquanto a indústria “verde” ganhou terreno devido à
pressão do movimento ecologista.
c) Observa-se uma tendência dos monopólios dos meios de comunicação asiáticos em detrimento das empresas
americanas que dominavam o mercado.
d) Os fluxos de informações e capitais estão em crescente aumento, obedecendo a nova tendência tecnológica.
e) O crescimento econômico dos países em desenvolvimento tornou-se uma realidade, pois agora o saber é
difundido democraticamente através da internet.

Questão 15
A globalização é um processo econômico, social e cultural que aproxima as nações de todo o mundo. Sobre o
aspecto cultural podemos observar:

a) na popularização do idioma inglês, em todos os âmbitos sociais.


b) na hegemonia europeia através de programas de financiamento científico e cultural
c) no surgimento de movimentos de nacionalização que são contra a globalização
d) no fortalecimento das relações culturais entre países em desenvolvimento e desenvolvidos.

Exercícios sobre problemas ambientais


Questão 1
Das opções abaixo, a que não representa um impacto ambiental é:
a) chuva ácida
b) assoreamento dos rios
c) desertificação
d) poluição sonora
e) mobilidade urbana

DIA 5
35

Questão 2
As mudanças climáticas são um dos principais problemas ambientais do mundo que tem afetado grande parte da
população de pessoas, de animais e de plantas.

Esse problema traz diversas consequências negativas para o meio ambiente, da qual se destaca:

a) aumento da temperatura do globo terrestre.


b) diminuição dos níveis dos oceanos.
c) aumento da urbanização.
d) crescimento da industrialização.
e) diminuição dos gases de efeito estufa.

Questão 3
O _________ é um dos principais problemas ambientais no Brasil que acontece desde a chegada dos portugueses
em 1500.

Das alternativas abaixo, a que preenche corretamente a lacuna é:

a) assoreamento
b) efeito estufa
c) desmatamento
d) empobrecimento do solo
e) uso de agrotóxicos

Questão 4
Em 19 de agosto de 2019, moradores de São Paulo ficaram assustados com o final da tarde que escureceu grande
parte da cidade. Esse fenômeno foi resultado das queimadas que aconteceram na região amazônica.

Sobre as queimadas, é incorreto afirmar:


a) uma das consequências das queimadas é a mudança da temperatura e umidade do solo.
b) as queimadas somente acontecem de maneira intencional, ou seja, por pessoas que provocam os incêndios.
c) as queimadas intensificam o efeito estufa e o aquecimento global.
d) diversas práticas agrícolas estão relacionadas com as causas das queimadas.
e) as queimadas trazem alguns benefícios tais como a limpeza e a fertilização do solo.

Questão 5
As ilhas de calor representam um dos problemas ambientais urbanos. Esse fenômeno climático acontece devido:

a) ao aumento das queimadas nas zonas rurais.


b) a diminuição da densidade demográfica dos centros urbanos.
c) ao aumento da inversão térmica nas cidades.
d) a elevação das temperaturas em algumas zonas urbanas.
e) aos microclimas periféricos que afetam diretamente as cidades.

Questão 6
Muitos impactos ambientais trazem consequências graves e algumas vezes irreversíveis para o meio ambiente.
Alguns deles são causados pelo homem e surgem, sobretudo, pela falta de consciência ambiental, como o uso
indiscriminado dos recursos naturais.

Todas as alternativas abaixo trazem exemplos de ações positivas relacionadas com a consciência ambiental, exceto:
a) a economia de água e de energia
b) o uso de automóveis
c) o descarte correto do lixo
d) a redução do consumo
e) o uso de sacolas biodegradáveis

DIA 5
36

Questão 7
I. A falta de tratamento de esgoto é das principais causas da poluição das águas, uma vez que grande parte do
esgoto doméstico é lançado nos rios e mares.
II. A poluição do solo resulta da utilização de agrotóxicos, além da produção de lixo e do descarte incorreto de
produtos químicos.
III. A principal causa da poluição do ar é a liberação de dióxido de carbono no meio ambiente.
Sobre os problemas ambientais citados acima, estão corretas as sentenças:

a) I
b) I e II
c) I e III
d) II e III
e) I, II e III

Questão 8

Em abril, o desmatamento na Amazônia teve um aumento de 171% em relação ao mesmo período de 2019. Os
dados são do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia
(Imazon), que registrou 529 km² de área desmatada no bioma no mês de abril, contra 195 km² no mesmo mês do ano
passado. O acumulado dos primeiros quatro meses de 2020, de acordo com o SAD, já é de 1.703 km², uma área
maior que a cidade de São Paulo (1.521 km²) e um número 133% maior que o mesmo período em 2019, quando o
sistema registrou o desmatamento de 460 km².

Fonte: https://amazonia.org.br/2020/05/total-da-area-desmatada-na-amazonia-em-2020-ja-e-maior-que-cidade-de-sao-paulo/. Acesso em 22 de julho de 2020

O desmatamento na Amazônia tem crescido exponencialmente a partir da década de 70. As principais causas são:

a) atividade madeireira e incêndios


b) queimadas e uso de agrotóxicos
c) atividade madeireira e mineração
d) uso de agrotóxicos e vazamento de petróleo
e) vazamento de petróleo e descarte de lixo

Questão 9
A poluição radioativa é considerada um dos piores tipos de poluição, pois:

a) provoca o desmatamento da cobertura vegetal.


b) acelera o processo de desertificação do planeta.
c) utiliza elementos artificiais criados em laboratório.
d) libera gases e elementos tóxicos na atmosfera.
e) aquece os mares e os oceanos provocando a extinção de espécies.

Questão 10
O aquecimento global e o efeito estufa são fenômenos que se relacionam. Sobre isso, é correto afirmar:

a) O efeito estufa e o aquecimento global são dois fenômenos ambientais relacionados com a retenção de calor no
núcleo terrestre.
b) O efeito estufa é um fenômeno natural decorrente dos movimentos de rotação e translação da Terra.
c) O aquecimento global é o resultado da intensificação do efeito estufa e consiste no aumento das temperaturas
médias do planeta e das águas dos oceanos.

DIA 5
37

d) Os principais gases do efeito estufa que dificultam a dispersão da radiação solar e provocam maior retenção de
calor são o hélio e o radônio.
e) As principais causas do aquecimento global estão relacionadas com a maritimidade e a continentalidade.

Exercícios de Fontes de Energia


Quando se fala em fontes de energia, há uma grande separação entre fontes de energia renováveis e fontes de
energia não renováveis.

Fontes de energia renováveis:

 energia eólica;
 biomassa;
 hidroelétrica,
 termoelétrica.

Fontes de energia não renováveis:

 carvão mineral;
 petróleo;
 combustíveis fósseis.

Ao longo do tempo, a crise ambiental e climática acirrou esse debate e esse tipo de tema tornou-se bastante
presentes nas provas de diversos concursos.

Questão 1
Qual das seguintes fontes de produção de energia é a mais recomendável para a diminuição dos gases causadores
do aquecimento global?

A) Óleo diesel.
B) Gasolina.
C) Carvão mineral.
D) Gás natural.
E) Vento.

Questão 2
Empresa vai fornecer 230 turbinas para o segundo complexo de energia à base de ventos, no sudeste da Bahia. O
Complexo Eólico Alto Sertão, em 2014, terá capacidade para gerar 375 MW (megawatts), total suficiente para
abastecer uma cidade de 3 milhões de habitantes.
MATOS, C. GE busca bons ventos e fecha contrato de R$ 820 mi na Bahia. Folha de S. Paulo, 2 dez. 2012.

A opção tecnológica retratada na notícia proporciona a seguinte consequência para o sistema energético brasileiro:

A) Redução da utilização elétrica.


B) Ampliação do uso bioenergético.
C) Expansão das fontes renováveis.
D) Contenção da demanda urbano-industrial.
E) Intensificação da dependência geotérmica.

Questão 3
A civilização moderna está voltada para um alto consumo de energia que é utilizada nas indústrias, nos transportes,
nos eletrodomésticos e nas telecomunicações. Nessa busca por energia, o homem vai atrás de várias fontes, tais
como,

I. combustíveis fósseis.
II. energia hidrelétrica.
III. energia nuclear.

DIA 5
38

IV. etanol.
V. energia eólica (energia dos ventos).
Desses 5 tipos,

A) apenas um é renovável.
B) apenas dois são renováveis.
C) apenas três são renováveis.
D) apenas quatro são renováveis.
E) todos são renováveis.

Questão 4
A matriz energética desse país é baseada em carvão mineral, transportado por ferrovias, que usam muito diesel; o
minério segue em navios, que consomem muito combustível, e o país ainda tem demanda grande de petroquímicos,
por conta da construção civil e bens de consumo e da sua crescente urbanização. Em 2010, tornou-se o maior
consumidor mundial de petróleo, ultrapassando os Estados Unidos. Em 2003, o valor das exportações de petróleo do
Brasil para esse pais era 0,5% do total, e, em 2013, as exportações brasileiras saltaram para 8,7%, confirmando a
liderança comercial desse país com o Brasil.
(Valor Econômico, 23.08.2014)

O texto refere-se à

A) Alemanha.
B) Itália.
C) China.
D) Austrália.
E) Índia.

Questão 5
Muitas usinas hidroelétricas estão situadas em barragens. As características de algumas das grandes represas e
usinas brasileiras estão apresentadas no quadro abaixo.

A razão entre a área da região alagada por uma represa e a potência produzida pela usina nela instalada é uma das
formas de estimar a relação entre o dano e o benefício trazidos por um projeto hidroelétrico.

A partir dos dados apresentados no quadro, o projeto que mais onerou o ambiente em termos de área alagada por
potência foi

A) Tucuruí.
B) Furnas.
C) Itaipu.
D) Ilha Solteira.
E) Sobradinho

Questão 6
INSTRUÇÃO: Para resolver a questão, leia o texto a seguir, sobre fontes de energia, e selecione as
palavras/expressões que preenchem correta e coerentemente as lacunas.

DIA 5
39

O _____ foi importante fonte de energia para a Primeira Revolução Industrial. Atualmente, as maiores reservas estão
localizadas no hemisfério _____. É um dos principais responsáveis pela _____, pois sua queima libera grande
quantidade de óxido de enxofre na atmosfera.

A) carvão mineral — norte — chuva ácida


B) petróleo — sul — poluição dos oceanos
C) petróleo — sul — chuva ácida
D) carvão mineral — sul — poluição dos oceanos
E) petróleo — norte — chuva ácida

Questão 7
Considere a letra da música de Sá, Rodrix e Guarabyra.

Sobradinho

O homem chega, já desfaz a natureza


Tira a gente, põe represa, diz que tudo vai mudar
O São Francisco lá prá cima da Bahia
Diz que dia menos dia vai subir bem devagar
E passo a passo vai cumprindo a profecia
Do beato que dizia que o sertão ia alagar
O sertão vai virar mar, dá no coração
O medo que algum dia o mar também vire sertão
Vai virar mar, dá no coração
O medo que algum dia o mar também vire sertão
Adeus Remanso, Casa Nova, Santo Sé Adeus Pilão Arcado, vem o rio te engolir
Debaixo d'água lá se vai a vida inteira
Por cima da cachoeira o gaiola vai subir
Vai ter barragem no salto do Sobradinho
E o povo vai se embora com medo de se afogar
Remanso, Casa Nova, Santo Sé, Pilão Arcado, Sobradinho adeus, adeus.
Fonte: CD: Outra vez na Estrada, Som Livre, 2001

O Rio São Francisco é utilizado de forma múltipla pelo homem e tem importância fundamental na integração e
desenvolvimento do Brasil. Essa utilização intensa gerou riquezas para o país ao mesmo tempo em que trouxe,
também, sérios prejuízos ambientais.

Com base no texto e na literatura sobre o assunto, é correto afirmar que a música retrata o(a)

A) projeto de transposição do rio São Francisco, que modificou seu curso para possibilitar a irrigação.
B) sistema de irrigação da fruticultura nos municípios citados na música, o qual acelerou o processo de
desertificação.
C) transporte de carga de cereais por sua hidrovia, principalmente a soja cultivada no oeste baiano, o que ocasionou
assoreamento em grande parte do rio.
D) destruição das cidades citadas na música pela grande enchente nos anos de 1950 e a posterior reconstrução das
mesmas.
E) construção de uma usina hidrelétrica que gerou o maior lago artificial do país, inundando as cidades citadas na
música.

Questão 8
O incêndio na Usina Nuclear de Fukushima, no Japão, após o tsunami do dia 11 de março de 2011, reacendeu as
discussões internacionais sobre a sustentabilidade desse tipo de energia.

Os defensores da produção de energia nuclear afirmam que uma das suas vantagens é:

A) a necessidade nula de armazenamento de resíduos radioativos.


B) o menor custo quando comparado às demais fontes de energia.
C) a baixa produção de resíduos emissores de radioatividade.
D) o reduzido grau de interferência nos ecossistemas locais.
E) a contribuição zero para o efeito de estufa global.

Questão 9

DIA 5
40

O impacto apresentado nesse ambiente tem sido intensificado pela

A) intervenção direta do homem ao impermeabilizar o solo urbano.


B) irregularidade das chuvas decorrentes do fenômeno climático El Niño.
C) queima de combustíveis fósseis como o carvão, o petróleo e o gás natural.
D) vaporização crescente dos oceanos devido ao derretimento das geleiras.
E) extinção de organismos marinhos responsáveis pela produção de oxigênio.

Questão 10
Os recursos energéticos utilizados atualmente podem ser classificados de várias formas, sendo usual a distinção
baseada na possibilidade de renovação desses recursos (renováveis e não renováveis), numa escala de tempo
compatível com a expectativa de vida do ser humano.

Considerando o exposto e o conhecimento sobre o tema abordado, é correto afirmar:

A) O petróleo é uma fonte de energia renovável, pois novas descobertas, a exemplo do petróleo extraído do pré-sal,
comprovam que é um recurso permanente e inesgotável.
B) O carvão mineral é uma fonte de energia renovável, pois a utilização de lenha para sua produção pode ser suprida
através de projetos de reflorestamento.
C) O gás natural é uma fonte de energia renovável, pois é produzido concomitantemente ao petróleo, através de
processos geológicos de duração reduzida, semelhantes à escala de tempo humana.
D) A biomassa é uma fonte de energia renovável, pois é produzida a partir do refino do petróleo, que é um recurso
não renovável, mas pode ser reciclado.
E) A energia eólica é uma fonte de energia renovável, pois é produzida a partir do movimento do ar, o que a torna
inesgotável.

DIA 5

Você também pode gostar