Você está na página 1de 7

AO

SR. Francisco Canga

PROJECTO DE UMARESIDÊNCIA UNIFAMILIAR

Sua Referência: Panguila-Luanda

Nossa Referência Jardim de Rosas /004/14

Data: 24/10/18

ASSUNTO: Memoria Descritiv.

• Âmbito dos trabalhos

A presente memorial tem por objetivo estabelecer critérios, tipo de materiais, bem como
normas para a execução da obra de construção.

• Projecto:

Serão fornecidos ao executor a planta de situação e locação do terreno, bem como o


projeto de arquitetura da unidade da Residência com seus projetos complementares. A seguir,
temos as especificações básicas de cada item do projeto.
• Referências do projecto

Dados gerais

Requerente: Francisco Canga

Localização: Luanda

Estruturas Nova: Residência Unifamiliar

Área total de intervenção: 269.92 m2

Descrição do projecto

Primeiro Piso

Descrição/ área total=156.67 metros quadrado

• Quintal = 25.94 metros quadrado de área

• Sala de Estar = 17.47 metros quadrado de área

• Sala de Jantar = 16.45 metros quadrado de área

• Cozinha = 09.33 metros quadrado de área

• Casa de Banho = 02.51 metros quadrado de área

• Quarto de Visitantes = 12.27 metros quadrado de área

• Corredor= 05.02 metros quadrado de área

• Arrumos= 03.83 metros quadrado de área

• Garagem = 4.2 metros quadrado de área

• Lavandaria = 09.71 metros quadrado de área


Segundo Piso

Descrição/ área total=113.25 metros quadrado

• SAla de Assistir TV = 16.17 metros quadrado de área

• Quarto Suite do Casal = 13.52 metros quadrado de área

• Quarto das Crianças = 21.02 metros quadrado de área

• Quarto Master = 13.42 metros quadrado de área

• Wc da Suite do Casal = 05.35 metros quadrado de área

• Wc da Suite das Crianças = 03.82 metros quadrado de área

• Wc da Suite dos Visitantes = 03.82 metros quadrado de área

• Hall = 08.28 metros quadrado de área

• Closet = 03.84 metros quadrado de área

• Varanda = 04.13 metros quadrado de área

• Escada = 06.59 metros quadrado de área

DESCRIÇÃO DOS TRABALHOS E OS RESPECTIVOS HONORÁRIOS

✓ Marcação do terreno.

✓ Escavação e remoção de terra.

✓ Armação, cofragem e descoragem das vigas de fundação e pilares.

✓ Paredes e reboco.

✓ Aplicação dos fios eléctricos e os respectivos continentes (Inversor,


Quadro geral, tomadas, interruptor lâmpadas etc…)

✓ Asnas, armação da estrutura do tecto e a montagem do mesmo.

✓ Aplicação da rede de esgoto e Hidráulica

✓ Aplicação dos equipamentos sanitários

✓ Aplicação das portas e janelas

✓ Aplicação de piso nos cómodos (Mosaico Cerâmico e chão flutuante se o


cliente preferir)

Cocktail de entrega das chaves

DESENVOLVIMENTO EXPLICATIVO DAS ACTIVIDADES DESCRITAS NOS ITENS


ACIMA

• Escavação e remoção de terra

Compete ao adjudicatário receber o Projeto, dar arranjos necessário para


uma completa e perfeita execução do objecto da Empreitada, incluindo a sua limpeza.

Compete ao Empreiteiro a execução da vedação do local da obra. A vedação que terá a


altura mínima de 2.40m, deverá ser construída de forma a salvaguardar os interesses da obra e
os utentes da via pública.

No movimento de terras estão incluídas as escavações, remoções e transportes dos


produtos escavados, e o depósito das terras sobrantes.

A escavação não deverá ser levada abaixo das cotas indicadas nos desenhos, salvo em
circunstâncias especiais surgidas durante a construção, também deverá sempre desenvolver-se
por forma a que seja assegurado um perfeito escoamento superficial das águas.

O terreno em causa possui uma particularidade no que concerne a tipologia de solo, apresenta
solo vulnerável a rebaixamento devido a uma suspeita de possível nível friático ou lençol de
água que se reflete na diminuição de terra quando chove, terá de se considerar este facto e
precaver esse sucedido escavando removendo e adicionando terra ou entulho caso seja
necessário. Estarão incluídas as escavações para a fossa e as fundações.

FUNDAÇÃO
A Fundação será corrida com pilares de 0.15 cm X 0.15 m e a sua viga de 0.15 cm para que não
sejam visíveis na altura em que for feito o devido reboco.

Armação, cofragem e descoragem das vigas de fundação e pilares.

Essa actividade será escencialmente empregue no Escritório pelo que apresenta


característica que assim o exigem, não pondo de fora a fossa e todas as
construções que a requerem.

• Paredes e reboco.

As paredes serão feitas de blocos de cimento, tendo em conta que as do exterior terão 0.20 m
incluindo o reboco e a pintura, e as do interior 0.15 m.

Essa etapa representa a das mais importantes, o levantamento das paredes e o respectivo
reboco definirá a imagem do que se pretende em projecto, o material envolvente nessa
actividade será fornecido pelo Empreiteiro.

Revestimentos

Os revestimentos das paredes serão em chapisco comum em areia e cimento no traço


1:4 em todas as superfícies, tanto interna como externa. Em seguida as paredes serão
revestidas com reboco no traço 1:6, com massa de cimento e areia com espessuras de l,5cm na
parte interna e externa das paredes. As paredes do banheiro serão revestidas até a altura de
1,80m em azulejos cerâmicos, sobre argamassa.

INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS

Aplicação dos fios eléctricos e os respectivos continentes (Inversor,


Quadro geral, tomadas, interruptor lâmpadas etc…)

Todos os materiais, condutores, tubos, quadros, aparelhos e outros elementos das instalações
devem:

Obedecer aos Regulamentos Angolano, às normas e especificações nacionais ou, na falta destas
à da Comissão Electrotécnica Internacional;

. Serem novos

. Adequados à tensão, intensidade e tipo de corrente onde são instalados;

. Apropriados ao local quanto ao ambiente, à utilização e modo de instalação;


Ao serviço que lhe é exigido e características próprias do circuito onde é instalado.

Todos os materiais metálicos, incluindo parafusos, devem ter tratamento contra corrosão.
Toda a instalação na parte que lhe for aplicável, deverá ser efectuada de acordo com o
Regulamento de Segurança de Instalação de Energia Eléctrica

Usarão um esquema eléctrico padrão correspondente ao orçamento apresentado pelo


Empreiteiro ou abrirão uma exceção dependendo do que o cliente desejar.

O esquema eléctrico padrão resume-se em um postulete (Receptor da energia eléctrica vinda


do exterior), um Disjuntor geral (Quadro) incluindo um inversor manual. As tomadas
interruptores serão os normais de nível médio usados em Angola. Esses equipamentos serão
fornecidos e aplicados polo empreiteiro.

• Asnas, armação da estrutura do tecto e a montagem do mesmo.

- COBERTURA

Madeiramento

Telhado

A cobertura será executada com telhas tipo plan em toda a área da cobertura, com
arremate de cumeeira e dos beirais na massa de traço 1:6

• Aplicação da rede de esgoto e Hidráulica

A estrutura de esgoto e hidráulica seguirão padrões nacionais e obedecerão o esquema


apresentado em projecto.

• Aplicação dos equipamentos sanitários

Os equipamentos sanitários fornecidos e aplicados serão de padrão médio.

• Aplicação das portas e janelas

As portas e janelas serão fornecidas e aplicadas pelo empreiteiro segundo apresentado no


projecto, as dimensões e qualidades serão padrão ou acertadas com o cliente. De igual modo,
as fechaduras essencialmente a da porta principal podem ser alteradas de acordo ao gosto do
cliente considerando o nível padrão médio.

Pintura
As paredes na sua maioria serão rebocadas e pintadas, salvo haja algum projecto de design a
posterior. Todas as paredes serão pintadas com uma demão de primário, e duas demãos de
tinta baseada em dispersões aquosas de resíduos sintéticos.

• Aplicação de piso nos cómodos (Mosaico Cerâmico e chão flutuante se o


cliente preferir)

Material de alta qualidade caprichando o piso da Sala e do quarto principal,o material será da
medio-alto padrão.

Nota importante

Em caso de dúvidas sobre os artigos transcritos ou de interpretação do projecto deverá ser


consultado o Técnico autor.

Arquitecto : Bernardo Zola

Você também pode gostar